One Piece RPG
Chapter IV: Love and War - Página 2 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Kizumonogatari
Chapter IV: Love and War - Página 2 Emptypor Milabbh Hoje à(s) 16:40

» [MEP] Cachorros da Dor
Chapter IV: Love and War - Página 2 Emptypor Dogsofain Hoje à(s) 16:30

» [Mini-Archer James] Cachorros da Dor
Chapter IV: Love and War - Página 2 Emptypor Dogsofain Hoje à(s) 16:21

» Una Regazza Chiamata Pericolo
Chapter IV: Love and War - Página 2 Emptypor Muffatu Hoje à(s) 16:06

» 1º Cap: O começo de uma grande aventura
Chapter IV: Love and War - Página 2 Emptypor Muffatu Hoje à(s) 15:20

» Unidos por um propósito maior
Chapter IV: Love and War - Página 2 Emptypor Muffatu Hoje à(s) 15:10

» Busca Implacável
Chapter IV: Love and War - Página 2 Emptypor Gyatho Hoje à(s) 14:08

» [MEP - Kuroper]
Chapter IV: Love and War - Página 2 Emptypor Kuroper Hoje à(s) 12:16

» [Mini-Kuroper] Começo da Jornada
Chapter IV: Love and War - Página 2 Emptypor Kuroper Hoje à(s) 12:12

» Mini - Themis
Chapter IV: Love and War - Página 2 Emptypor Themis Hoje à(s) 11:29

» Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem...
Chapter IV: Love and War - Página 2 Emptypor Pippos Hoje à(s) 10:52

» The Claw
Chapter IV: Love and War - Página 2 Emptypor Achiles Hoje à(s) 09:31

» Gregory Ross
Chapter IV: Love and War - Página 2 Emptypor GM.Noskire Hoje à(s) 08:43

» Xeque - Mate - Parte 1
Chapter IV: Love and War - Página 2 Emptypor Jacob Allan Hoje à(s) 04:19

» [LB] O Florescer de Utopia III
Chapter IV: Love and War - Página 2 Emptypor GM.Noskire Hoje à(s) 01:06

» Hello darkness my old friend...
Chapter IV: Love and War - Página 2 Emptypor Alek Hoje à(s) 01:03

» Rumo à Grand Line?
Chapter IV: Love and War - Página 2 Emptypor Takamoto Lisandro Hoje à(s) 01:02

» The Victory Promise
Chapter IV: Love and War - Página 2 Emptypor Akise Hoje à(s) 00:00

» VI - Seek & Destroy
Chapter IV: Love and War - Página 2 Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 22:56

» What do You do For Money Honey
Chapter IV: Love and War - Página 2 Emptypor Lancelot Ontem à(s) 21:46



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 Chapter IV: Love and War

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 53
Warn : Chapter IV: Love and War - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 26
Localização : 1ª Rota - Karakui

Chapter IV: Love and War - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Chapter IV: Love and War   Chapter IV: Love and War - Página 2 EmptyQui 10 Maio 2018, 16:39

Relembrando a primeira mensagem :

Chapter IV: Love and War

Aqui ocorrerá a aventura do(a) Caçador de Recompensas Akihiro Yoshida. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
Nolan
Caçador de Recompensas
Caçador de Recompensas


Data de inscrição : 27/12/2016

Chapter IV: Love and War - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Chapter IV: Love and War   Chapter IV: Love and War - Página 2 EmptyDom 17 Jun 2018, 21:13

Escutando a história do gato Linus, me identifiquei muito, já que sai para o mar justamente para explorar, conhecer mais pessoas, etc. Virei caçador de recompensas por querer ajudar as pessoas e para enfrentar bons oponentes (sendo esse último o mais importante entre os dois), mas mesmo acabando de conhecê-lo, já tinha uma pequena admiração pelo mink: — Somos caçadores de recompensa Linus, será bem vindo se quiser vir conosco. E já que o nosso destino é o mesmo, não seria problema nenhum irmos juntos até o paradeiro do Oni. Aí você nos conta suas histórias no caminho, todo mundo sai ganhando. — O cansaço já estava batendo e minhas pálpebras ficando cada vez mais pesadas, então só confirmava as coisas que o nosso “novo companheiro” (caso ele aceitasse) falava e me arrumava para dormir. Nesse momento Jewel se aproximava aos poucos de mim, ficando relativamente “sozinha” comigo pela primeira vez desde o momento que nos reencontramos. Ela perguntava os motivos por eu querer mudar para a marinha e isso era bem simples de responder: — Você é o meu maior motivo, quero ser tripulante do seu barco. Se você não ver problemas, claro. — Eu esticava o braço para fazer um cafuné em sua cabeça enquanto continuava a falar: — Eles vão se sair bem sem mim, se conseguirmos consertá-lo, deixarei o barco para eles e seguirei com você, se não ver problemas.

Guardei para mim um dos principais motivos para entrar na marinha, o sacrifício do Sven. Ele fez de tudo para proteger a vida de sua companheira e foi um ótimo marinheiro. Tentar continuar o legado dele era o mínimo que eu podia fazer. Antes de cair completamente no sono, recebia um beijo afetuoso da Jewel e Tyla acordava para seu turno, o que me fazia agradecer antes de cair em sono profundo. Após um sono tranquilo, me espreguiço enquanto vou despertando. Era o primeiro a acordar e o primeiro a perceber que o Warren começava a retomar sua consciência, o que me fazia ir em sua direção, perguntaria como ele se sentia e chamaria a Tyla para ver sua atual situação.

Então esperaria todos acordarem para tomarmos o café, ou os restos aproveitáveis dele, e tentaria seguir rumo ao encontro do Oni com a ajuda do Linus. — Linus, agora que estamos todos prontos, pode levar a gente ao encontro do Oni? — Caso o gato aceitasse, iríamos todos seguí-lo, mas sempre com cuidado, ao menos eu teria, não tive boas experiências com o último grupo de minks que eu me encontrei. Fora isso, prestaria atenção no percurso em que estávamos tomando, aquilo podia ser uma armadilha. Esse seria o teste de confiança que eu daria ao gato, se ele falhasse eu não seria tão piedoso se conseguisse pôr minhas mãos nele. — Será que conseguimos chegar hoje à morada do Oni Linus? Se não teremos que achar outro lugar para descansar.

A depender de sua resposta, começaria a pensar como o único morador da ilha iria reagir com a visita de tantas pessoas de uma única vez. Tentaria ser o primeiro da fila, atrás únicamente do Linus, que nos mostrava o caminho, se ele decidisse atacar, eu estava numa boa situação para tentar, mesmo com meus ferimentos, intercepta-lo. Ás vezes me viraria para perguntar se o Warren se sentia bem ou se ele precisava ser carregado e se eu percebesse que o esforço da caminhada estivesse sendo demais para ele, iria simplesmente por (mesmo com todas as reclamações) ele na “cacunda” (botá-lo em cima dos meus ombros). Se ele se movesse muito e reclamasse eu falaria: — Você não tem o direito de escolher, não podemos fazer sua situação piorar. Apenas aceite e fique quieto para seus ferimentos não abrirem. — Não importa o que havia acontecido, o garoto ainda era uma criança e nosso dever era cuidar, na medida do possível, dele. Além do mais ele era nosso querido navegador. Caso conseguíssemos achar o Oni, eu tentaria começar a conversa, até porque a ajuda dele era extremamente necessária não só para a nossa sobrevivência, mas para nossa saída da ilha.

— Oni, meu nome é Akihiro e junto com minha tripulação, fomos atacados por um bando pirata extremamente forte que não só quase nos aniquilou, mas deixou nosso barco seriamente avariado. Precisamos de sua ajuda e sabedoria como morador dessa ilha. Sabe de um jeito para consertarmos o nosso barco e sairmos dessa ilha? — Nossa saída da ilha dependia dessas respostas. Mesmo que o tempo passasse e o Log Pose acertar os ponteiros para a próxima ilha, sem consertarmos o barco seria impossível de chegar lá.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ryoma
Super Nova
Super Nova
Ryoma

Créditos : 81
Warn : Chapter IV: Love and War - Página 2 10010
Feminino Data de inscrição : 04/06/2011
Idade : 21
Localização : hell

Chapter IV: Love and War - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Chapter IV: Love and War   Chapter IV: Love and War - Página 2 EmptySeg 18 Jun 2018, 14:01


A marinheira entendia as intenções de Akihiro e aceitava sua escolha, aprovando a entrada dele na marinha sem problemas, principalmente por ser um desejo do mesmo estar na mesma frota que ela. Jewel não tinha muito que dizer, estava na hora de dormir e todos partiam ao descanso sem mais problemas a serem resolvidos. Com o navegador finalmente acordado, Akihiro podia agora chamar uma das médicas, decidindo por Tyla que já estava acordada. – Oh oh. – Rapidamente a garota correu até Warren, sentando ao lado dele para poder ver sua situação e entender como o mesmo estava. – Vá com calma, fique deitado por enquanto até sua visão estabilizar. – As palavras da garota pareciam incomodar um pouco os ouvidos de Warren, provavelmente estavam sensíveis e precisava de um tempo para se acostumar. – Claro, podemos seguir assim que conseguirem andar. Levará algum tempo para encontrarmos a casa dele, mas é nossa única opção. – O restante dos suprimentos estava estragado, a sorte do grupo era ter encontrado Linus, que compartilhava um pouco de pão para cada um deles. – Chegaremos hoje, não nos resta outra opção. – Levou algum tempo para todos aproveitarem a pequena refeição e acordarem realmente, mostrando mais disposição na questão da caminhada até Oni.

Assim que Warren conseguiu levantar-se para testar suas pernas, foi possível ver que o caminho poderia realmente começar. Com Linus guiando, os caçadores e a marinheira atrás foi que a caminhada daquele grande grupo iniciou rumo ao litoral sul. – Me desculpem pelos problemas, acabei me descuidando naquela luta. Infelizmente fiquei muito ferido e preso em sonhos estranhos, precisamos arrumar o barco para sairmos desse lugar... Mal acordei e já percebi que será um tempo perigoso por aqui. – Retornar até onde a embarcação estava seria um trabalho chato de fazer, mas algo necessário para se sair daquela ilha sem problemas. Os poucos animais que tentavam uma aproximação eram impedidos por Linus, que conversava com eles ou apenas assustava-os com o bastão de uma forma que ninguém saísse ferido. Tyla ficava ao lado de Warren, cuidando dele mesmo que não fosse tão necessário assim a ajuda da médica. Foi um longe tempo, mas o grupo tinha alcançado metade de seu objetivo após varias horas terem passado. – Hmm... Só pode ser por aqui. – Na região onde estavam, os peixes no mar pareciam se afastar de algo e isso significava que tinha alguma coisa na direção que o grupo seguia. – Essas coisas não iriam se afastar sem motivo. – Os movimentos na água podiam ser vistos mesmo sem enxergar perfeitamente os animais que ali estavam, imaginando que eles estavam se afastando com base na movimentação feita pela água lamacenta.

Levou algum tempo para alcançar o objetivo final, que não estava tão longe assim do barco deles. – Tentamos ir para o interior da ilha, mas era só subir um pouco e poderíamos chegar nesse lugar. – O que eles conseguiam ver agora  que alcançavam o litoral sul era uma pequena casa. Tão pequena que não aparentava ser moradia de ninguém, porém foi só olhar um pouco à frente que eles viam um barril de tamanho normal fora da casa e uma cadeira sobre este. Exatamente sentado nesta cadeira estava um pequeno sapo de 35cm com sua vara de pesca em mãos, observando o nada. – Lá está ele. – Linus se apressava, avançando com uma agilidade incrível pela floresta. Oni parecia perdido, mas foi apenas o gato se aproximar um pouco que ele percebeu de imediato a presença de todos. – Olá viajantes. – A vara de pesca foi colocada de lado e o sapo esticou seu corpo ao levantar-se, observando o grupo se aproximar. – Faz algum tempo que não recebo visitantes, o que vieram fazer nessa ilha horrível? – Assim que Akihiro conseguiu se aproximar com seus companheiros, foi para mais perto do pequeno sapo iniciar uma conversa séria que talvez não fosse muito do agrado dele. – Entendo, bem... Vocês estão em uma situação complicada e precisam da minha ajuda, mas por qual motivo eu iria ajudar desconhecidos? – Ajudar alguém que nunca viu na vida não parecia a melhor escolha para ele. – Estou em Berlinque há 20 anos, não procuro confusão e você acabou de me falar que foram atacados por piratas... Isso poderia se virar contra mim, entende onde quero chegar? – Ter um bando pirata contra si não era a melhor das opções de uma pessoa que estava vivendo tranquilamente por ali.

Eu sou um carpinteiro, poderia cuidar do barco de vocês, mas e se esses piratas quiserem me matar por causa disso? Não gosto de me envolver no problema dos outros, principalmente se for desvantajoso para mim. Morrer não deve ser muito agradável e abandonar minha casa é perigoso, vocês deviam procurar outra pessoa. – Por um momento ele imaginou que esta era a melhor opção deles, porém lembrou-se que ninguém vive naquela ilha além de si mesmo. – Se quiserem eu posso deixa-los ficar aqui, mas sair dessa ilha é melhor para vocês. E eu não irei consertar esse barco. – Esta era a sua escolha após escutar o ruivo. O pessimismo do sapo era gigantesco, provavelmente por isto ele até hoje vive em uma ilha tão horrível.

Oni:
 
Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Nolan
Caçador de Recompensas
Caçador de Recompensas
Nolan

Créditos : 1
Warn : Chapter IV: Love and War - Página 2 9010
Masculino Data de inscrição : 27/12/2016

Chapter IV: Love and War - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Chapter IV: Love and War   Chapter IV: Love and War - Página 2 EmptySab 23 Jun 2018, 20:54

As coisas começavam a ir bem para nós. Warren recobrou sua consciência e enfim tínhamos uma direção certa à seguir. Linus parecia realmente saber onde estávamos indo, ou seja, com isso comprovamos que até ali ele estava falando a verdade. Não achava que ele era um inimigo, mas todo cuidado era pouco, já que para mim, a nossa primeira experiência na Grand Line serviu como um aviso das dificuldades que poderíamos enfrentar ali. Quando chegamos onde o Oni morava, percebemos que o nosso barco se encontrava bem próximo a ele e se eu não estivesse tão feliz por ver o menino Warren acordado, eu ficaria bem puto com toda aquela situação. Minha primeira impressão foi que sim, por incrível que pareça, aquele sapo grande e estranho era realmente pessimista, já que se negava a nos ajudar por medo da confusão resvalar nele, só que como carpinteiro, ele seria extremamente necessário para conseguirmos sair da ilha em nosso barco:

— Oni, eles já estão chegando na ilha. Você será envolvido nisso de qualquer forma. Não estamos te pedindo para participar do combate, daremos conta de tudo, não é pessoal? — Me virava para meus companheiros torcendo fortemente que eles mostrassem alguma confiança para tentar convencer o Mr. Sapão. — Você é o único que pode nos ajudar, nem sabemos quando eles chegarem, há uma grande chance de você terminar o conserto do barco antes dos piratas chegarem aqui. Por favor, nos ajude. Só podemos contar com você. — Não era drama, o único jeito de sairmos da ilha era com a ajuda daquele ser estranho que se encontrava à nossa frente. Até que tive uma ideia: — Se acabarmos com esses piratas antes, depois de toda confusão acabar, você consertaria o barco para nós? Também temos grana para cobrir os custos. O que você acha? — Mesmo dependendo da resposta do Oni para podermos sair da ilha, grande parte estaria em nossas mãos, já que caso ele aceite consertar o barco, ainda teríamos que derrotar o bando pirata que nos ameaçava.

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ryoma
Super Nova
Super Nova
Ryoma

Créditos : 81
Warn : Chapter IV: Love and War - Página 2 10010
Feminino Data de inscrição : 04/06/2011
Idade : 21
Localização : hell

Chapter IV: Love and War - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Chapter IV: Love and War   Chapter IV: Love and War - Página 2 EmptyDom 24 Jun 2018, 21:25


O velho sapo estava irritado. Ninguém podia chegar ali para lhe envolver em coisas que o mesmo não estava interessado, lutar contra piratas não seria o menor problema se isto fosse o que eles estivessem querendo, mas ajudar alguém e ser envolvido nos problemas destas pessoas não parecia interessar nem um pouco o mink. – Eu não me importo com dinheiro, você consegue ver alguma loja por aqui? – Com os braços abertos ele mostrava os arredores da ilha, um lugar inabitado que só tinha animais e ele mesmo. – Vocês precisam sair dessa ilha, vou ajuda-los, mas não quero saber de ninguém vindo aqui na minha casa. – Aceitar algo apenas para fazer aquele grupo sair da ilha, Oni estava fazendo um favor não muito comum e receber algo em troca que não fosse dinheiro seria a melhor coisa para ele. – Vamos, preciso ver o estado desse barco. Pegarei os materiais assim que conhecer a droga do meu trabalho. – Com calma ele entrou em sua casa para pegar uma caixa de ferramentas, começando a caminhar para onde o barco dos caçadores estava. – Oni, eu sou Linus, um explorador que gostaria de sentar e conversar com o senhor sobre algumas coisas quando possuir tempo. – As palavras do gato eram logo ignoradas e o sapo virava seu olhar para cima, observando as árvores que impediam a entrada da luz do sol e um pouco ao lado em uma das árvores tinha alguém sentado observando a movimentação do grupo.

Ruivo... – Comentava ao observar aquela pessoa estranha, mesmo tão longe ele parecia ver e o restante do grupo apenas via a silhueta de uma pessoa. – Parece que a sua luta chegou. – Oni colocou-se na frente do grupo, vendo muito antes que todos a movimentação do homem, que saltou da árvore e no meio da ar enormes asas negras surgiam em suas costas. A velocidade em que ele se aproximava ia aumentando conforme a altura diminuía, estabilizando a forma quando quase encostou na água. Oni deu um passo para frente, esperando a movimentação daquele ser com asas negras. Foram movimentos tão rápidos que poucas pessoas acompanharam as próximas ações. Inicialmente o ser com asas negras chegou rápido, iniciando um chute na direção do sapo, que sem piscar segurou a perna do homem, jogando ele para longe sem nenhum esforço. – Essas crianças acham que podem me derrotar. – A pessoa desconhecida era um homem alto com cabelo preto, olhos vermelhos e roupas também pretas. Seu olhar era fixo nos alvos e mesmo com sangue escorrendo por sua boca, ele mostrava uma aura estranha, algo que dominava facilmente as pessoas mais fracas do local. Algo escuro, como se fosse névoa surgia ao redor do corpo dele e em segundos as asas desapareciam, liberando de sua mão direita uma energia escura que fazia surgir um corvo com longas asas sobre a mão do mesmo.

Era como se a ave estivesse se desligando do corpo dele, separando-se e voltando à sua forma normal. Um poder estranho que não tinha sido explicado ou mostrado completamente naquele momento. – Foi apenas um teste, não precisa se incomodar com isso. – Sem medo algum daquele enorme grupo ele se aproximava andando, deixando o corvo sobre seu ombro direito enquanto chegava cada vez mais perto dos caçadores. – Hoje não é o seu dia, desapareça, já tenho convidados. – Ao ouvir tais palavras ele fez o homem parar, observar a situação e sem qualquer sentimento em seu semblante dizer. – Estou aqui justamente por estes caçadores, essa ilha é simplesmente horrível. Meu grupo deve estar chegando neste ponto. – Ambas as mãos entravam nos bolsos da calça enquanto ele ficava apenas observando aquelas pessoas. – Um ex-pirata não gostaria de se envolver com caçadores... Você está ficando do lado errado, sabe disso. – Ao terminar de falar seus olhos mudaram de forma, tornando-se algo que podia lembrar um falcão. – Deixem o velho fora disso, dessa ilha só um grupo irá sair. Lembrem-se disso. – Sem mais o que dizer ele olhou para o corvo, sumindo com os olhos da falcão enquanto a energia preta e roxa envolvia o animal até este ser completamente absorvido e suas asas mais uma vez surgirem nas costas do pirata. – É melhor não fugir mais tarde, ruivo! – Gritou, saltando para longe já iniciando o bater de asas até voar na direção oposta.

Oni deixou de lado aquele problema e acompanhou o grupo até a embarcação danificada. Com calma o sapo observou bem tudo que tinha por ali, tomando seu tempo para ver qual seria a melhor forma de lidar com aquela situação. – Vou precisar de madeira... Irei buscar vocês resolvam os problemas enquanto eu cuido do barco. Me unir com caçadores foi um erro, mas já prometi ajuda-los. – Concluiu, saltando para longe, voltando até sua casa onde poderia arrumar a madeira necessária. – Desta vez terei que deixa-los para trás, Oni é a razão de eu estar aqui. Cuidem-se. – Linus também desaparecia, correndo atrás do sapo. – Ex-pirata... Bem, como ele não está mais ativo isso é o menor dos nossos problemas. Primeiramente precisamos saber como está o seu corpo. – Akihiro era a pessoa em questão, pois sem o líder eles teriam de enfrentar um grupo pirata forte e que provavelmente estava chegando. Os cortes já não doíam mais, parecia curado, porém o ombro ainda precisava de algum cuidado e o ruivo sabia disto apenas ao mover tal membro. O restante dos membros parecia bem, tirando Warren, que ainda sentia dores e provavelmente não ajudaria em uma luta. – Se vamos enfrentar mesmo aquele homem, precisamos saber como faremos isso. Alguém com um poder tão misterioso pode ser forte, mesmo você talvez não consiga derrotar alguém assim. Nossa última experiência juntos não foi muito interessante, precisamos de um plano. – Jewel estava preocupada. Outro massacre não seria interessante, ainda mais com tão poucos membros naquele grupo. A marinheira não queria envolver os caçadores nisso, mas agora eles já eram alvos e teriam de lutar mesmo podendo sofrer baixas.

Homem com asas negras:
 
Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Nolan
Caçador de Recompensas
Caçador de Recompensas
Nolan

Créditos : 1
Warn : Chapter IV: Love and War - Página 2 9010
Masculino Data de inscrição : 27/12/2016

Chapter IV: Love and War - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Chapter IV: Love and War   Chapter IV: Love and War - Página 2 EmptySeg 20 Ago 2018, 20:34

A felicidade que senti em ver o Oni aceitando consertar minha querida Escuna durou tão rápido quanto um piscar de olhos, já que o inimigo anunciado pelo garoto coruja foi realmente rápido tanto em achar nossa localização quanto em nos atacar. Descendo das árvores, uma forma de um homem com enormes asas negras aparecia e antes que eu pudesse pensar em algo, ele avançava na direção do Oni numa velocidade espantosa. Mesmo assim, tal golpe foi parado facilmente pelo ex-pirata, o que me surpreendeu, mas o que eu esperava? O sapo sobrevivia sozinho na pior ilha do mundo, fraco com certeza ele não era. Agora, uma coisa era certa, mesmo se não anunciasse, era fácil de perceber que o nosso novo convidado era o capitão que o garoto coruja havia falado, o olhar sanguinário que vinha daqueles olhos rubros e a aura de poder envolta dele acionava o meu sinal de alerta, minha vontade era de enfrentá-lo naquele momento, mas além de não entender como aquele poder misterioso funcionava, meu ombro continuava debilitado. Lutar contra um oponente forte daqueles sem meu 100% seria loucura.

Mesmo conhecendo-o a tão pouco tempo, aquele piratinha pretensioso e metido a besta já estava me tirando do sério. Eu realmente não queria lutar com ele e seu bando, mas há limites para o que eu consigo aturar. Foda-se se ele tirou um corvo da mão, se ele é capitão de um forte bando pirata ou se tem um poder estranho, estava ansioso para meter a mão e estragar aquela carinha bonita. — Você sabe onde estamos, sinta-se à vontade para vir fazer uma visita. Porém, vou te corrigir só um pouco, os dois bandos vão sair dessa ilha. A diferença é que o de vocês ou vão estar despedaçados ou amarrados. Só preciso da cabeça intacta para pedir tua recompensa. — Depois daquela pequena discussão, fomos na direção do barco e era visível em minha expressão que eu estava extremamente feliz ao ver que o Oni não deu para trás na sua promessa de nos ajudar.

— Não se preocupe Oni, deixe eles conosco e ninguém irá te atrapalhar enquanto conserta o barco. E aí você nunca mais nos verá na vida. — Enquanto ele se afasta, Jewel começa uma conversa comigo que poderia decidir o destino de todos ali presentes. A pauta, meus ferimentos e nossa estratégia para enfrentar o bando inimigo que se aproximava: — Os cortes no meu corpo fecharam, meu maior problema é esse ombro que ainda não está bom o suficiente para um combate, se eu usá-lo do jeito que está, é capaz que ele fique ainda pior. — Eu rotacionava um pouco o ombro e sentia uma fisgada, era óbvio que ainda não tinha melhorado. — Jewel, o que você sugere para nós? A melhor estratégia que pensei é separar e disputar combates de um contra um. Eu pego o capitão e vocês se encarregariam do resto. To torcendo para que você tenha uma ideia melhor do que essa. — Havia um sorriso despreocupado em meu rosto, mas eu sentia a seriedade da situação, quanto mais rápido eu conseguisse derrotar o capitão inimigo, menos feridos os meus companheiros ficariam. Como para mim a opinião de todos do grupo eram importantes, tentaria juntá-los perto do barco e explicaria a situação.

— Não sei quanto tempo temos até o bando pirata que nos ameaçou chegar aqui na ilha, mas confio na força de vocês. Quem me conhece sabe que não sou de planos muito elaborados e sugiro observar as habilidades dos nossos inimigos e escolhermos os oponentes que tenham desvantagens em relação ao nosso estilo de combate. Apenas deixem o líder deles comigo, aquele moleque metido a besta me tirou do sério. — Minha feição era tranquila, mas só de lembrar o motivo besta que estava nos fazendo ser atacados, minha alma fervia em fúria. Como prezava a individualidade de opiniões de todos os que me acompanhavam, olho para eles e pergunto: — Esse é meu “plano”, gostaria de ouvir a opinião de vocês. Se pensarem em alguma coisa, sou todo ouvidos.

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ryoma
Super Nova
Super Nova
Ryoma

Créditos : 81
Warn : Chapter IV: Love and War - Página 2 10010
Feminino Data de inscrição : 04/06/2011
Idade : 21
Localização : hell

Chapter IV: Love and War - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Chapter IV: Love and War   Chapter IV: Love and War - Página 2 EmptySeg 20 Ago 2018, 22:52


O confronto não era muito longo, Oni deixava aquele problema para os caçadores e após algumas palavras trocadas, ambos seguiam seus caminhos separados. Akihiro não estava em seu melhor estado, o ombro ainda incomodava e precisaria de algum descanso antes do combate, algo que eles teriam agora que o pirata tinha partido. Oni tinha aceitado o fato de que não precisaria se envolver nisso muito a fundo, indo cuidar da embarcação junto de Linus, porém logo dispensava a presença do mink e seguia só. Novamente o grupo estava completo, todos juntos com Linus também entrando neste meio para ajudar nos planos dos caçadores. As médicas cuidavam de observar a situação do ruivo, percebendo que ele realmente já estava quase curado, precisando de mais algum tempo para melhorar completamente o braço que apenas passava a sensação de não estar correto, mesmo já não causando dores. – Separar só causaria problemas, acredito que um confronto em duplas ou mesmo em grupo seria muito melhor. Sabemos que o capitão deles é forte, mas isso não significa que o bando inteiro seja. – Obviamente ela não queria perder ninguém naquele grupo, imaginando que isolar cada um em combates de um contra um seria horrível na situação em que se encontravam.

O restante dos caçadores também entendia isso e aceitavam que separar-se seria complicado, podendo causar a derrota completa deles. – Precisamos lutar juntos, fazer um plano que consiga derrubar boa parte dos inimigos e assim restar um combate mais justo. Eles devem ter um número maior, isso dá confiança aos piratas. – Warren também não queria se afastar de seus companheiros, pensando que juntos poderiam enfrentar o combate e acabar com a festa dos piratas. – Usar das árvores é interessante, aquele homem voava... Acho que manter a visão do alto pode ser bom para vocês, ou nós. Agora que estou aqui não sei se deveria ajuda-los ou não, me parece perigoso e não estou querendo morrer nem nada do tipo. – O gato estava incomodado com a situação. Seu maior objetivo naquela ilha era conversar com Oni, mas naquele instante o sapo parecia irritado e queria se manter distante dos problemas. Faoni e Warren tinham melhorado de aparência, parecendo que poderiam lutar se necessário, pois nem mesmo as garotas diziam nada sobre eles naquele momento. Até feridos a ajuda deles seria importante nessa crise, juntos talvez eles conseguissem ganhar do bando pirata e sair vivos da ilha.

Com todos no barco as coisas começavam a se desenvolver de maneira mais rápida, pois todos tinham algo para dizer e Akihiro estava disposto a escutar seus companheiros. – Sabemos que dois deles conseguem voar, o capitão e aquele observador. Precisamos tomar cuidado com qualquer animal próximo, usar as árvores como Linus sugeriu e montar uma armadilha. – A localização dos caçadores não era segredo nenhum, mas eles precisavam de alguma vantagem. – Posso usar os canhões, eles vão nos dar a chance de começar o combate com vantagem, pois se o barco chegar navegando a quantidade de pessoas derrotadas será grande. – Os canhões que mal foram usados, podendo servir agora para garantir a vantagem inicial no combate. Ninguém ali parecia ser mestre dos planos, mas conseguiam pensar em pequenas coisas que dariam vantagem à eles. Por estarem um pouco distante da cabana de Oni, conseguiam ver alguns peixes nadando pela água gosmenta. – Esses piratas são corajosos, não vão ter medo de navegar nessas águas, muito menos de se aproximar do barco mesmo que tenhamos os canhões. Podemos usar a arrogância deles para ganhar a vantagem inicial, podendo assim afundar metade da tripulação e cuidar do restante enquanto tentam chegar em terra. – Haidee estava determinada a enfrentar os criminosos, querendo os capturar e evoluir assim sua carreira como caçadora.

Os peixes são perigosos, talvez eles nos ajudem nessa luta. Agora deixando isso de lado um pouco, vamos organizar as coisas e dialogar... Não consigo ficar calmo nesse tipo de situação, só de pensar que vou enfrentar piratas já me sinto ansioso. Minha primeira luta contra um grupo grande e aparentemente poderoso. – Linus tremia um pouco, caminhando até o barco para observar a situação e ver os canhões que Faoni havia dito. – Precisamos deles fora do barco, camuflados para que os disparos sejam de surpresa. – Claro que a forma de todos não estava no melhor, mas ainda conseguiam fazer um esforço e descer os canhões da embarcação, cuidando de usar a vegetação local para camuflar as bolas e o canhão em si, deixando tudo em um ponto onde o atirador poderia mirar rapidamente e disparar sem problemas os dois. – Linus, você tem alguma novidade de onde veio? – Jewel parecia querer acalmar um pouco a todos, sorrindo e falando sobre assuntos diferentes para que o mink e todos conseguissem se manter tranquilos, conversando enquanto nada de interessante aconteci. – Olha, sair viajando por aí é legal e encontrei muitas coisas novas. Recentemente tive contato com um marinheiro que gosta de comer insetos, ele é uma pessoa muito interessante e forte, mas seu gosto estava incomodando os companheiros de frota. Eu não entendia muito bem a razão, só resolvi ajudar por ele ser uma pessoa muito gentil. Até agora não sei se funcionou, mas dei uns remédios da minha terra natal e ele parecia bem nos primeiros dias, espero que continue assim. – A história era um pouco aleatória, estranha e sem sentido, mas todos conseguiam ver que o clima ficava mais tranquilo por conta disso.

Tyla se empolgava com a conversa e começava a falar sobre coisas que sabia, pois as histórias podem ser contadas por todos naquele momento. – Falando em coisa estranha, não se vocês conhecem ele, mas um caçador do clã Shaed estava parecendo meio estranho ultimamente. Como se algo estivesse o incomodando, isso pareceu afeta-lo por alguns dias e sem nenhum aviso ele sumiu. – A história era meio estranha, Akihiro não era muito conhecedor dos caçadores, talvez por isso não tinha informações sobre tal acontecimento. Tyla já era alguém com maiores informações e parecia saber bem quem era esta pessoa. – Sei quem é, Geolf... Acho que seu rank já é bem alto, talvez seja considerado um assassino... Em um clã como aquele, já deve ter passado dos 40 milhões acumulados. – Warren parecia conhecer o assunto, afinal ele era bem informado e conhecia muitas coisas do submundo. Seus contatos eram os melhores em assuntos do tipo. – Isso é algo que eu gostaria de anotar, um segundo. – Linus tirava seu tempo para anotar sobre aquela informação em um diário. – Mas sabem de algo interessante? Oni é amigo do Cabeça de Ametista, o atual regente de Ponta de Lança, a quinta ilha dessa rota. Eles se conheciam na época de piratas, por isso o Sr. Oni é tão forte. Ele já foi um pirata dos grandes, mas abandonou essa vida para viver em tranquilidade aqui. É exatamente por isso que o respeito, desistir de aventuras para viver nesse lugar esquisito, eu realmente quero entender a razão dele estar fazendo isso. – Linus parava de falar e todos ficavam um pouco quietos, pois alguns não pareciam saber quem era Cabeça de Ametista. – Interessante... Esse Cabeça de Ametista é bem conhecido, já escutei sobre ele. Gostaria de encontrar alguém que conseguiu ser amigo daquele sapo esquisito. – Faoni e as garotas riam ao escutar isso, fazendo Linus se irritar um pouco, mas entender que não passava de uma criança dizendo aquilo. Warren ainda era novo e falava muitas coisas sem pensar, podendo se precipitar ainda mais na presença de piratas, grupo que ele tanto odeia.

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Nolan
Caçador de Recompensas
Caçador de Recompensas
Nolan

Créditos : 1
Warn : Chapter IV: Love and War - Página 2 9010
Masculino Data de inscrição : 27/12/2016

Chapter IV: Love and War - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Chapter IV: Love and War   Chapter IV: Love and War - Página 2 EmptyQui 23 Ago 2018, 01:28

Eu me sentia aliviado por ouvir aquelas risadas em um momento tão tenso de nossa aventura. Estávamos prestes a enfrentar um bando pirata após uma humilhante derrota e todos estavam cheios de bom humor. Uma única coisa vinha em minha mente ao ver aquilo tudo, eu precisava proteger aquele grupo, independente do que me custasse. Pensando nisso, as coisas que Jewel falou fazia realmente sentido, lutar em grupo era muito melhor, assim eu poderia ficar de olho em todos e ajudar onde fosse mais necessário, ou ser ajudado. Todos já haviam começado os preparativos, tirando os canhões de cima do barco e pensando no melhor jeito de usá-los. Até que quando falaram sobre as árvores, me veio algo em mente.

— Linus, você escala bem? É um felino afinal, conseguiria obrigar eles a permanecer no chão? Ou ao menos dificultar a vida deles lá em cima, se estiver disposto. Ao menos você vai se afastar do combate aqui na terra. — Em relação aos canhões eu tinha pensado em outra coisa: — Faoni, você disse bem. Eles devem entrar pelo mesmo caminho que a gente, então você poderia usar os canhões para atacar o barco, ponha-os em algum lugar entre as árvores que seja de difícil visualização e aproveite da distância para causar o máximo de dano possível na embarcação. Quando a luta estiver prestes a vir para terra, peça a ajuda de Warren que NÃO PARTICIPARÁ ativamente dessa luta, mova o canhão para um lugar seguro e use-o para derrubar as árvores que os voadores do outro lado usarem. — Talvez o garoto reclamasse, mas nada me faria mudar de opinião, ele foi o mais ferido no último confronto e merecia um tempo a mais de descanso.

Como eu não conhecia nenhuma das pessoas que meus companheiros citaram, eu me sentia meio perdido na conversa, então me dedicaria mais em ajudar o máximo possível os preparativos para a batalha que se aproximava, sempre checando a situação de meu ombro. O Oni ser um antigo ex-pirata não me surpreendia, ele havia lidado tão facilmente com o capitão do bando que vem nos atacar. Era uma pena que ele não quer se envolver na luta, seria uma ótima aquisição para o grupo. Já que todos estavam partilhando suas histórias, decido contar a minha primeira aventura:

— Meu primeiro contrato foi junto do clã anti-bullet e o primeiro inimigo que enfrentei foi um mink suíno grandalhão. Fedia como poucos e era um péssimo anfitrião. Não irei contar muitos detalhes da luta, mas foi por conta da captura dele que acabei conhecendo a Jewel. E esse foi o motivo por não ter me assustado quando você apareceu Linus, já havia tido contato com outros minks. — Queria que momentos de paz como aquele durassem mais tempo, porém nem sempre conseguimos o que queremos.

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ryoma
Super Nova
Super Nova
Ryoma

Créditos : 81
Warn : Chapter IV: Love and War - Página 2 10010
Feminino Data de inscrição : 04/06/2011
Idade : 21
Localização : hell

Chapter IV: Love and War - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Chapter IV: Love and War   Chapter IV: Love and War - Página 2 EmptySex 24 Ago 2018, 23:49


As arrumações para a luta estavam sendo terminadas e não demorou muito para que tudo estivesse em seu lugar. Warren estava visivelmente irritado por não poder participar da luta, mas entendia as razões do ruivo, imaginando que os ferimentos ainda não estavam tão bons quanto imaginava. Os canhões eram movidos, as garotas pareciam prontas para o combate, arrumando as vestes e armas que usariam e por fim Linus também estava ali. O gato não parecia ser tão útil, talvez fosse melhor ajudar em outras coisas e Akihiro também percebeu esse pequeno problema. – Sem problemas, cuidarei de quem estiver por lá. – Com isso as histórias eram contadas e todos se aproximavam um pouco mais, completando o plano e finalizando qualquer preparativo restante. Agora só faltava os piratas chegarem, uma situação que não demoraria muito tempo para acontecer devido aos sons de gritos vindos de longe. Foi ai que Haidee se aproximou de Akihiro, surgindo por trás dele com um toque em seu braço direito, algo que o fez perceber que já não sentia mais dores e parecia curado. – Akihiro, mais tarde, se todos sobrevivermos... – A cozinheira estava séria, segurava o braço do homem e continuava a falar. – Quero falar algo com você. – parecia ter algo importante que só poderia ser dito mais tarde, pois o barco pirata já estava em sua aproximação.

A movimentação da embarcação inimiga era mais lenta devido à água diferente, tendo um pouco de dificuldade para chegar perto. Aparentava ser uma caravela, contendo diversos tripulantes que superavam e muito os números dos caçadores. Ao menos 30 pessoas podiam ser vistas, tirando as que não estavam no convés. Todos partiam para suas posições com Akihiro sendo o líder e a pessoa que chamaria a hora de atacar. – É só dar o sinal. – Dizia o atirador, aguardando escondido algum sinal de seu capitão para conseguir atirar perfeitamente nos inimigos e diminuir a quantidade de oponentes à serem enfrentados. Todas as garotas estavam um pouco escondidas, procurando não serem vistas de imediato para terem o elemento surpresa quando os piratas estivessem em terra. Linus já movimentava-se pelos galhos das árvores, sendo tão rápido e silencioso que não existia chances de alguém o ver. Warren estava auxiliando Faoni nos canhões e Oni permanecia dentro do barco arrumando os problemas que tinha nele, já que a luta estava do lado de fora e um pouco mais isolada para não causar problemas ao sapo.

Na parte da frente da caravela estava o homem com seu corvo, ele sorria pensando que já tinha ganho aquela luta e demonstrava o quão arrogante era. Seus tripulantes também pareciam fazer festa, gritando e bebendo antes mesmo de ganhar a luta, como se tudo estivesse garantido. O garoto coruja até estava na embarcação, mas permanecia no topo de um dos mastros apenas observando a ilha e quem estava por perto. Quem realmente ia lutar estava no convés, todos animados e armados sem saber do perigo que estavam correndo. Naquele instante nenhum deles realmente sabia dos canhões ou dos peixes, eles estavam brincando com o perigo e por serem tão inexperientes como os caçadores teriam problemas. A distância para acertar o disparo parecia boa, todos estavam prontos e Akihiro precisava apenas dar o sinal, avisando que a luta poderia começar. Com o impacto dos disparos dos canhões o barco seria condenado e os peixes provavelmente focariam sua atenção nele, acabando com qualquer um que não conseguisse sair a tempo. Era tudo questão de timing, se o ruivo não conseguisse comandar aquele pequeno grupo de caçadores, nunca conseguiria se tornar alguém importante na marinha e estar no comando de uma frota.

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Nolan
Caçador de Recompensas
Caçador de Recompensas
Nolan

Créditos : 1
Warn : Chapter IV: Love and War - Página 2 9010
Masculino Data de inscrição : 27/12/2016

Chapter IV: Love and War - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Chapter IV: Love and War   Chapter IV: Love and War - Página 2 EmptyQua 05 Set 2018, 15:04

— Com certeza irei escutar o que você tem a dizer, sairemos todos vivos daqui. — Mesmo que eu respondesse a Haidee com um sorriso no rosto, a dúvida sobre o que ela gostaria de dizer para mim me atormentou por alguns segundos, no pouco tempo que eu a conhecia, nunca a vi agindo assim. Ela sempre me pareceu uma pessoa calma e concentrada, mesmo nas batalhas mais difíceis. Era meu dever fazer com que todos ali sobrevivessem e eu não descansarei até que todos estejamos a salvo dentro de nosso navio consertado. Além do mais, não seria nada mal enfiar a mão na cara daquele piratinha de merda que iria nos atacar apenas por diversão. Com os preparativos prontos, todo mundo estava em suas respectivas posições e o único que não havia curtido seu papel era o Warren, mas eu nunca deixaria ele lutar sem ter se recuperado completamente dos ferimentos de nossa última batalha, aquilo estava fora de cogitação.

O barco de nossos inimigos adentrava no mesmo canal que entramos anteriormente e eu só conseguia pensar em quanta confiança eles tinham para fazer aquilo tão displicentemente. Não confiavam que nós conseguiriamos atacá-los antes que eles viessem para terra firme ou tinham algo planejado para rechaçar qualquer ataque que pudéssemos fazer? Bem… era desperdício de tempo pensar naquilo, já que pelo menos ao meu ver, só havia uma única resposta. Esperaria eles adentrarem um pouco mais no canal para não haver nenhuma chance deles voltarem com o barco e gritaria a ordem tão esperada por todos:

— Preparar… Apontar… FOGO! — Ajudaria Faoni e Warren a carregar os canhões o máximo de vezes possível, mas sempre de olho no barco a nossa frente. Aquilo podia até diminuir seus números, mas é certo que ao menos dois escapariam com tranquilidade dos disparos. O líder, que eu já vi suas habilidades de voo e aquele garoto coruja que nos encontrou mais cedo. Ao ver um sinal de movimentação deles, daria as ordens para recuarem com os canhões para uma área mais elevada e lembraria ao Faoni o que ele devia fazer:

— Nos dê cobertura com eles, tenha como alvo os que voam ou se penduram nas árvores, use suas armas de fogo se precisar, mas evitem qualquer confronto direto se conseguirem. — Mesmo conversando com eles, ficaria atento aos céus a procura de um oponente. Estaria preparado para desviar-me lateralmente num rolamento como forma de evasão, ou um mortal para trás se o ataque viesse de maneira horizontal. Mas caso eu sentisse que qualquer defesa era inútil, eu sacaria minha espada o mais rápido que conseguisse e usaria-a para bloquear, mesmo sabendo que o máximo que eu poderia fazer era diminuir os danos sofridos. Ainda sim, ficaria atento às garotas também, aquela luta era muito importante, já que o que estava em jogo era simplesmente a nossa sobrevivência.

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ryoma
Super Nova
Super Nova
Ryoma

Créditos : 81
Warn : Chapter IV: Love and War - Página 2 10010
Feminino Data de inscrição : 04/06/2011
Idade : 21
Localização : hell

Chapter IV: Love and War - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Chapter IV: Love and War   Chapter IV: Love and War - Página 2 EmptyQua 12 Set 2018, 20:28


A conversa e animação do grupo tinham de ser substituída pela atenção ao combate. Os piratas se aproximavam e tudo tinha seu inicio com as ordens de Akihiro, gritando elas quando o navio estava próximo o bastante para não ter mais volta. Os disparos eram feitos, tendo algum tempo para realizar outros. As explosões eram iniciadas com o impacto, destruindo partes da grandiosa embarcação em poucos segundos. Foram necessários 6 disparos para destruir boa parte do navio, tendo também ajuda dos peixes que batiam-se contra a madeira com a intenção de destruir ela. Tudo aconteceu tão rápido que as reações dos caçadores pareciam lentas, tendo de mover os canhões enquanto viam pessoas caindo no mar e outras conseguindo escapar das explosões, indo até a terra para salvar-se da morte. Dois deles voavam sem problemas para longe de tudo, abandonando a tripulação com um olhar frio no rosto, percebendo o erro cometido devido àquela entrada sem muitos planos.

O ruivo não teve muito tempo para pensar, a movimentação de seu grupo se iniciava e naquele momento tudo o que ele viu foram asas negras aparecendo na frente de seu corpo. Nesse instante Akihiro teve seu corpo levantado do chão como se não fosse nada, iniciando um voo junto do capitão dos piratas. – Vocês realmente não se importam com a classe de vocês!! TEM MUITO O QUE APRENDER!!!!! – A voz do homem era ouvida no meio do ar, tendo um grito de raiva naquele momento. Akihiro mal conseguia se mover, sendo levado pelas árvores do local, atravessando elas com a velocidade e força que as asas do pirata permitiam. Atravessando diversas árvores, derrubando algumas e outras tendo apenas buracos no meio delas. A forma do homem era gigantesca e o ruivo apenas recebia os ataques, tomando alguns socos no meio do caminho até que finalmente paravam em um ponto, batendo forte na maior árvore daquela região. Nada conseguia formar ela, causando apenas algumas rachaduras que não pareciam ser nada de mais naquele momento, tendo o caçador no meio de tudo enquanto o pirata segurava ele pela gola da camisa, pressionando com força e um olhar fixo no rosto de seu adversário.

Ao fundo o ruivo conseguia ver as árvores caindo, além de muito fogo da embarcação que no momento já estava fundando, mas parecia não ter qualquer chance dele chegar a terra. Poucos piratas tinham sobrevivido ao ataque, alcançando a terra feridos, sobrando uma minoria que parecia ter disposição para a luta. O garoto-coruja não tinha qualquer vontade de lutar, estava no topo de uma árvore observando a situação sem mover-se ou piscar como se fosse esta sua tarefa naquele ataque. – Eu já sabia que você apareceria aqui e isso iria acontecer!! Tudo sempre esteve nos planos dele.. – Uma bala passava raspando no rosto do pirata, fazendo ele soltar de imediato Akihiro e afastar-se um pouco para ver de onde aquele disparo tinha vindo. – Você tem bons companheiros, uma pena que vou matar todos eles. – Dizia sorrindo ao olhar para seus tripulantes, forçando um olhar irritado na direção deles que os fazia avançar rapidamente ao encontro dos caçadores, tentando iniciar o combate para deixar a luta entre capitães ser interessante. – Isso é somente entre nós dois. Depois da nossa luta eu posso dar atenção para eles, cuidar bem das mulheres e matar todos. Parece uma ideia interessante, não acha? – O sorriso macabro em seu rosto mostrava o quão horrível aquele homem era, a distância entre ele e o ruivo parecia ser de 2 até 4 metros e seu adversário não estava realmente ligando para levantar a guarda.

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Chapter IV: Love and War - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Chapter IV: Love and War   Chapter IV: Love and War - Página 2 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Chapter IV: Love and War
Voltar ao Topo 
Página 2 de 2Ir à página : Anterior  1, 2

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Grand Line - Paradise (Paradaisu) :: Berlinque-
Ir para: