One Piece RPG
[ MINI - Bry4n ] - Pequeno Prodígio. - Página 2 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
FAQCalendárioInícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» [Mini - Inim] O errante
[ MINI - Bry4n ] - Pequeno Prodígio. - Página 2 Emptypor Visastre Hoje à(s) 15:35

» Meu perfil / mini-aventura
[ MINI - Bry4n ] - Pequeno Prodígio. - Página 2 Emptypor ReiDelas Hoje à(s) 14:41

» [MINI-JuninhoSiq1997] O Inicio
[ MINI - Bry4n ] - Pequeno Prodígio. - Página 2 Emptypor JuninhoSiq1997 Hoje à(s) 12:49

» [Mini-Sting] Trabalhos sujos de formas baratas
[ MINI - Bry4n ] - Pequeno Prodígio. - Página 2 Emptypor Roy Collins Hoje à(s) 12:18

» [M.E.P.] Mini-Sting
[ MINI - Bry4n ] - Pequeno Prodígio. - Página 2 Emptypor Roy Collins Hoje à(s) 12:16

» [MINI - Pepino, o Breve] Rascunho
[ MINI - Bry4n ] - Pequeno Prodígio. - Página 2 Emptypor ReiDelas Hoje à(s) 12:10

» [Mini Aventura] - Gravekeeper
[ MINI - Bry4n ] - Pequeno Prodígio. - Página 2 Emptypor Roy Collins Hoje à(s) 07:18

» [MINI - Mirutsu] Começo da Jornada
[ MINI - Bry4n ] - Pequeno Prodígio. - Página 2 Emptypor Mirutsu Hoje à(s) 02:02

» Roy Collins
[ MINI - Bry4n ] - Pequeno Prodígio. - Página 2 Emptypor Roy Collins Hoje à(s) 01:06

» [Ficha] - S. Price
[ MINI - Bry4n ] - Pequeno Prodígio. - Página 2 Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 23:25

» Shimizzu Price
[ MINI - Bry4n ] - Pequeno Prodígio. - Página 2 Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 23:23

» [Mini - Kyoki] Uma Jornada Inesperada.
[ MINI - Bry4n ] - Pequeno Prodígio. - Página 2 Emptypor Kyoki Ontem à(s) 21:29

» Ficha~Pierce~
[ MINI - Bry4n ] - Pequeno Prodígio. - Página 2 Emptypor Pierce Ontem à(s) 21:22

» MEP Kyoki
[ MINI - Bry4n ] - Pequeno Prodígio. - Página 2 Emptypor GM.Hisoka Ontem à(s) 19:20

» [Mini - Benjamin] Os primeiros passos para a vingança
[ MINI - Bry4n ] - Pequeno Prodígio. - Página 2 Emptypor Fanalis B. Ria Ontem à(s) 19:07

» [Ficha] Violet
[ MINI - Bry4n ] - Pequeno Prodígio. - Página 2 Emptypor Nana. Ontem à(s) 16:35

» [Mini - Van] Seguindo conselhos
[ MINI - Bry4n ] - Pequeno Prodígio. - Página 2 Emptypor Van Ontem à(s) 14:00

» [Kit - Gyro Zeppeli] Blum vai pegar
[ MINI - Bry4n ] - Pequeno Prodígio. - Página 2 Emptypor Blum Ontem à(s) 12:17

» [Mini - Chikara] - Vamos para algum lado ?
[ MINI - Bry4n ] - Pequeno Prodígio. - Página 2 Emptypor Roy Collins Ontem à(s) 08:03

» Rem E. Nuf
[ MINI - Bry4n ] - Pequeno Prodígio. - Página 2 Emptypor GM.Remenuf Ontem à(s) 06:22



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG

Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and Fire

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


Compartilhe
 

 [ MINI - Bry4n ] - Pequeno Prodígio.

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2
AutorMensagem
Skyblazer
Soldado
Soldado


Data de inscrição : 28/04/2014

[ MINI - Bry4n ] - Pequeno Prodígio. - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: [ MINI - Bry4n ] - Pequeno Prodígio.   [ MINI - Bry4n ] - Pequeno Prodígio. - Página 2 EmptySab 28 Abr 2018, 14:09


Orientação - Fase 02 - Combate!

Shijuo lançou a pedra como pretendido, segundos depois de guardar com segurança o mapa que havia recebido de Drayon. O projétil percorreu os ares em uma parábola silenciosa, indo chocar-se com outras pedras que haviam na exata outra extremidade da cena. Ambos os agentes – Instintos felinos – viraram-se armando suas defesas na direção oposta de onde o verdadeiro perigo ia vir – E isso, mais tarde saberíamos, foi crucial para todo o desenrolar da situação combativa naquele momento.

A aproximação do garotinho foi rápida e mateira. Como um animal selvagem, se utilizou de protuberâncias e lisuras em rochas e raízes para findar tendo um gap-close furtivo e fatal para qualquer um que não tivesse treinamento. A adrenalina fazia toda a situação parecer uma espécie de câmera lenta maluca; mas mesmo assim, em um piscar de olhos, nosso herói já estava na posição que objetivava, desferindo os golpes que queria.

Passou por baixo das pernas de um Agente que não fazia idéia do que estava realmente acontecendo. Seu ataque acertou a região da genitália, como previsto, o que curvou o inimigo imediatamente. Olhos esbugalhados, um grito surdo ecoando em uma boca aberta e um queixo que pendia até quase a altura do peito. O seu aliado Agente, estando de costas como estava, não teria nem percebido toda a ação... Não fosse pelo tilintar metálico do bastão quando este caiu e se chocou contra uma formação rochosa que estava no chão; geologicamente conhecida como “Lajedo” – Mas o quê p... está acontecendo? Por que estamos sendo atacados por um pirralho? – O segundo agente virou-se apenas para ver o nosso herói agora em posse do bastão; suas palavras denotando a mistura entre incredulidade e surpresa.

O primeiro Agente não estava fora de combate, mas estava atordoado por alguns segundos. Precisava de um tempo para recuperar o fôlego, e tombou de lado deitando-se no chão; curvando-se à dor lancinante que corria pela região atingida. O segundo, entretanto, após um período de hesitação, girou o bastão e deu-lhe na cabeça do nosso protagonista. Teria acertado, não fosse por um ágil salto lateral com rolamento que o removeu da trajetória em forma de arco, ameaçadora e concussiva.

O Combate chegava naquele instante em que ambos os adversários encaravam-se. Heiwajima cogitou correr novamente para buscar um abrigo furtivo, mas os olhos do Agente estavam fixos em cada pequeno movimento seu. Quando iniciou a corrida em direção aos redutos que a área selvagem podia lhe oferecer como vantagem, viu o Agente partir em seu encalço imediatamente. Agora era a vez da Black Justice fazer sua ofensiva.

O pequenino boxeador sentiu o frio do bastão chocar-se com suas costas e seu corpo desequilibrar para frente. Havia sido acertado em sua tentativa, e o golpe não era brincadeira de criança. Por seu treinamento e força de espírito, não era algo capaz de incapacitar-lhe; mas lembrava-lhe da necessidade de ser mais cuidadoso. Agora, à sua esquerda, estava a lagoa formada pela água da cachoeira. À sua frente, o inimigo que o desafiava em posição de bote; e por fim, à sua direita, o Agente que havia derrubado apenas gemia e rolava no chão.

De súbito, mais um ataque do membro da organização paramilitar! Uma estocada com a ponta do bastão que acertaria em cheio o nariz do nosso herói; se ele não agisse rápido! Aquela ofensiva, entretanto, era passível de reação; e a escolha dessa reação definiria o futuro da batalha, com certeza!



Dicas e observações:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bry4n
Civil
Civil
Bry4n

Créditos : Zero
Warn : [ MINI - Bry4n ] - Pequeno Prodígio. - Página 2 10010
Data de inscrição : 17/02/2018

[ MINI - Bry4n ] - Pequeno Prodígio. - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: [ MINI - Bry4n ] - Pequeno Prodígio.   [ MINI - Bry4n ] - Pequeno Prodígio. - Página 2 EmptyDom 29 Abr 2018, 14:42

[ MINI - Bry4n ] - Pequeno Prodígio. - Página 2 Sting-Eucliffe-sting-eucliffe-and-rogue-cheney-34225595-500-247


– Mas o quê p... está acontecendo? Por que estamos sendo atacados por um pirralho? – Exclamava o guarda que, perdido na situação, mal sabia o que estava acontecendo. Agora, este havia levado a situação ao extremo. Pirralho? Como teria coragem de chamar Shijuo Heiwajima de pirralho? Não fosse a pressa para realizar todos os passos do meu plano, teria parado e dado uns belos socos na cara do idiota, para aprender a respeitar um Heiwajima. Contudo, por mais que minhas emoções me impulsionassem cada vez mais, após o bradar do Agente, meu caminho não fora exatamente um Sucesso.

Eles eram rápidos, os Agentes. O plano teria dado praticamente certo, se não fosse o fato de quê subestimara um tanto meus oponentes. Após a posse do bastão, era nítido que precisava de uma oportunidade diferente para atacar o outro em questão; contudo, este mantivera-se atento aos meus movimentos. Atento o suficiente para, quando iniciei minha corrida de volta ao esconderijo, este estava preparado para me derrubar. Não fossem os anos levando porrada, teria caído facilmente desta vez.

O golpe que se chocou contra minhas costas, jogou-me ao chão, fazendo-me cambalear e cair. Estivera preocupado demais com a iniciação que esquecera-me completamente dos detalhes. Isto era um fator crucial em uma batalha. Agora, enquanto levantava-me, podia ver que, logo à minha esquerda, a poucos metros, encontrava-se a margem da lagoa do lugar. Ainda sentindo a marca do bastão gélido do Agente em minhas costas, agora, encarava-o, idealizando qual seriam meus próximos movimentos. Devia ser mais precavido e decisivo desta vez. Entrementes, antes que chegasse em uma conclusão válida, o homem avançava em minha direção, desta vez, pronto para me atingir no rosto com a ponta do bastão: Uma estocada. Se não agisse de imediato, dali alguns momentos estaria dando "Muito prazer" para os Deuses. Mas eu ainda tenho muito o que fazer neste mundo.

Confiante em minhas habilidades perante diversos tipos de armamentos, seguraria o bastão roubado em bases de suas extremidades, deixando a maior parte do centro do bastão exposta. Então, daria um solavanco com o pé direito, dando um giro e visando rebater o bastão do inimigo para o lado com a parte exposta do meu bastão. Em seguida, tentaria, após rebater o bastão inimigo, mudar a postura, segurando o bastão em uma das extremidades com as duas mãos; então, continuaria o giro, fazendo o bastão percorrer a água da lagoa, movimentando-a com violência. Então, puxaria o bastão da água em um giro contínuo, visando gerar um pequeno choque de água contra o Agente, intuitivo de atrapalhar seu tempo de resposta para, então, tentar continuar o giro com o bastão; desta vez, fazendo-me valer do impulso das pernas e a velocidade e voracidade já adquiridas do giro anterior. Quando estivesse completando o giro e voltando há ter o Agente à vista, tencionaria os músculos dos braços o máximo que pudesse conseguir e, em um solavanco que encerraria o giro, procuraria acertar as costelas do Agente com a extremidade livre do bastão, visando quebrá-las e derrubá-lo. Bradaria a plenos pulmões ao chegar no clímax de meu movimento:

"Eu não sou um pirralho! SOU UM HEIWAJIMA!"

Caso houvesse sucesso, largaria o bastão e saltaria para cima o Agente, realizando alguns cruzados de direita e outros diretos de esquerda contra sua face, mais precisamente, o maxilar. Sabia que jamais seria capaz de matá-lo, fosse o que fosse, mas precisava desmaiá-lo para ter certeza que havia derrotado-o. Então, deixaria-o donde estivera caído e me voltaria contra o outro Agente que derrubara primeiramente, então, tentaria fazer o mesmo com este, gerando uma série de socos contra sua cabeça, afim de desmaiá-lo e inutilizá-lo em batalha.

Se o golpe com o bastão contra as costelas do Agente não fosse o bastante, voltaria com minha postura de defesa inicial, deixando a base central do bastão livre e apoiando-o em suas extremidades para, se este avançasse novamente, usaria do mesmo estilo de defesa, mudando apenas o ângulo do movimento para fazer parecer que estou me defendendo de forma diferente; então, bateria na ponta de guarda do bastão e empurraria-o contra o tórax do Agente, imitando sua estocada anterior. Ainda, se este caísse, mas conseguisse bloquear meus socos e me segurar, usaria de uma ideia infalível para liberar meu caminho de ataque; morderia com toda fúria o que quer que usasse para se defender e me segurar, braços ou mãos e seguiria minha sequência de murros. Ainda, se conseguisse derrotá-lo mas o Agente que havia derrubado antes viesse em meu encalço, trataria de mordê-lo com uma intensidade grande, usando de mesmo plano para fazê-lo titubear e baixar a guarda para que pudesse desferir meus socos ferozes contra este. Além disto, se a água jogada não fosse o bastante para fazer o Agente recuar, continuaria meu giro, usando o antes Ataque, agora, como Contra-ataque para qualquer movimento que este fizesse, usando literalmente um Ataque como Defesa.

Off:
 

____________________________________________________



Última edição por Bry4n em Dom 29 Abr 2018, 23:25, editado 3 vez(es) (Razão : Correção de Erros de Português.)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Skyblazer
Soldado
Soldado
Skyblazer

Créditos : 13
Warn : [ MINI - Bry4n ] - Pequeno Prodígio. - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 28/04/2014
Idade : 27
Localização : Lvneel - North Blue

[ MINI - Bry4n ] - Pequeno Prodígio. - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: [ MINI - Bry4n ] - Pequeno Prodígio.   [ MINI - Bry4n ] - Pequeno Prodígio. - Página 2 EmptyTer 01 Maio 2018, 14:15


Orientação - Fase 03 - Conclusão!

O bloqueio e o toque de ambos os bastões metálicos arrefeceu o ar local. Um estampido preencheu a atmosfera, propagando um som característico e uma pequena onda de impacto que fez com que os pássaros que dormiam nas proximidades alçassem voo para longe; para algum lugar seguro. O Black Ops estava categoricamente frustrado, seu rosto deixando isso bem claro – Como um moleque pode aparar meu golpe????!!

O movimento seguinte foi um com que os Agentes estão bem acostumados – Furtivo e sem honra. Heiwajima arremessou gotículas de água contra o rosto do inimigo cegando-o temporariamente e abrindo uma brecha em sua posição de batalha – Maldito! – O homem ainda gritou antes de ser alvejado com grande brutalidade na parte do tórax. O vilão dobrou-se e caiu sobre os joelhos, cuspindo um pouco de sangue no chão. Atônito por tudo que acontecia, ainda fez um movimento de fera ferida, desesperada por estar sendo acuada. Atacou mesmo de posição desvantajosa, e esse seria o seu maior erro; como viria a descobrir depois.

O golpe que lançou, desesperado, tinha velocidade e força. Oras, poderia partir o crânio de um homem comum em dois facilmente. Mas o pequeno herói já estava preparado para aquilo. Retomou, portanto, sua posição defensiva e mais uma vez bloqueou a ofensiva utilizando-se da área livre da arma. Sentiu a pressão do ataque, e seus joelhos quase dobraram-se perante à força bruta superior; mas técnica é o que não faltava ao pequenino. Utilizando-se dessa técnica ele absorveu o ataque, dispersou a intensidade, e contra-atacou estocando a ponta do seu bastão roubado bem no plexo solar do seu inimigo; que caiu para trás completamente sem ar. Não satisfeito, o boxeador volta às origens! Saltando para cima e desferindo uma torrente de socos que levavam o adversário à inconsciência.

Tudo ocorreu bem, e o combate havia sido vencido. Tudo estava perfeit... Não, espera, que sensação estranha era essa? Uma sensação de picada/furada estava incomodando o estômago do nosso herói, e quando ele veio a checar notou ali uma pequena agulha com um líquido roxo em sua ponta. Outras agulhas similares pendiam da mão inerte do Agente que acabara de deixar inconsciente no chão. Um último movimento desesperado de um homem que havia dedicado sua vida à Black Justice! Nosso herói foi envenenado!

Aos poucos, os membros de Shijuo começaram a ficar dormentes e ele sabia que precisava se apressar! A cachoeira estava logo ali! As informações que havia recebido estavam certas, e se o nosso herói resolvesse dar prosseguimento à missão; encontraria uma pedra vermelha com energia pulsando emanando uma aura de dentro de uma sala improvisada feita por detrás da queda da cachoeira. Ela era apoiada por uma estrutura de metal, indicando que talvez fosse melhor não toca-la diretamente. O poder daquele item era óbvio, ao mesmo tempo em que era misterioso...

E tudo que o nosso jovem herói precisava fazer agora era conduzi-la o mais rápido possível fazendo um caminho retroativo em direção a taverna. Em direção a Drayon. Em direção a porta de entrada dos seus sonhos. Só precisava fazer isso antes de perder a consciência!

Gordas gotas de chuva começavam a cair do céu. E as nuvens cinzas vinham saudar o vencedor do combate.



Dicas e observações:
 

____________________________________________________


Ficha | Aventura
[ MINI - Bry4n ] - Pequeno Prodígio. - Página 2 FcTJa9C
Aqui é Divine Tools, pô!!!:
 

Never Forget!:
 

ஜ۩۞۩ஜ
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bry4n
Civil
Civil
Bry4n

Créditos : Zero
Warn : [ MINI - Bry4n ] - Pequeno Prodígio. - Página 2 10010
Data de inscrição : 17/02/2018

[ MINI - Bry4n ] - Pequeno Prodígio. - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: [ MINI - Bry4n ] - Pequeno Prodígio.   [ MINI - Bry4n ] - Pequeno Prodígio. - Página 2 EmptyQui 03 Maio 2018, 08:59

[ MINI - Bry4n ] - Pequeno Prodígio. - Página 2 Sting-Eucliffe-sting-eucliffe-and-rogue-cheney-34225595-500-247


Mas que sensação era aquela? Não sabia explicar de imediato. Não havia necessitado de colocar minha boca em qualquer um daqueles Agentes. Minhas técnicas adaptativas haviam funcionado suficientemente para derrubá-los, mesmo que com um esforço enorme para minhas capacidades. Tudo estava dando certo, mas parecia que alguma coisa ainda estava errada. Mas como poderia? Ambos os meus oponentes estavam inconscientes. Havia vencido minha primeira batalha fora dos domínios dos Heiwajima na vida. Tudo que restava agora era entrar na caverna e recuperar os pertences de Drayon Chávez. Então, o que poderia estar errado? Era um frio na espinha que me consumia a alma.

Tateando meu corpo, afim de ter certeza de que estava tudo bem comigo mesmo, prestava atenção em um detalhe: Uma pequena fisgada em meu abdômen. Ao checá-lo, acabava me deparando com o que seria uma simples agulha, se não fosse o que pendia dela, interessantemente, para dentro de meu organismo: Um líquido roxo viscoso. Aquilo era veneno. Só podia ser veneno. Estava envenenado e, se não por surpresa, algumas outras agulhas restavam na palma da mão do Agente estendido ao chão. Maldito! Provavelmente havia tentado me abater quando me aproximara para esmurrá-lo mas não conseguira me parar antes de ser parado. Contudo, sua ideia começava a fazer efeito. Meus músculos agora pareciam não ser capazes de fazer força alguma, sequer para me manter em pé firmemente. Estava caindo, agora que estava próximo do fim, estava caindo para a inconsciência. Aquilo era um vexame! Não podia me dar ao luxo de ser vencido justamente por um truque tão barato quanto uma agulha com veneno. Tinha de resistir!

Fazendo-me valer de toda minha força de vontade, arrastava-me para dentro da caverna, deixando para trás os corpos inertes de meus oponentes. Após alguns poucos metros de caminho, depararia-me com uma espécie de pedestal dentro daquele casulo natural, todo ornamentado em metal puro que reluzia às formas d'água. Aproximaria-me, dando em conta de que havia algo dentro do apoiador. Tratava-se de uma incandescente pedra avermelhada. Nunca havia visto coisa alguma parecida com aquilo. Parecia liberar uma energia de tom rubro para a atmosfera ao seu redor. Era lindo de se ver, mas era amedrontador. Algo assim não parecia apenas uma pedra preciosa, não. Era muito mais do que isto. Pegá-la com as mãos nuas talvez fosse a pior ideia que alguém poderia ter, mas não havia outra opção: Com a dormência tomando conta de meu físico, mal conseguia fazer força para dar passos, quem dirá procurar algo para proteger minhas mãos ao pegar aquele artefato. Portanto, usaria o pouco de forças que ainda me restasse para levantar o braço e pegar aquela maravilha com a mão direita; então, colocaria-a no bolso contrário donde antes havia guardado o mapa, já que meu colete possuía dois bolsos internos. Logo ao guardá-la, também sacaria o mapa, afim de me guiar de volta para a cidade.

O caminho de volta seria tenso. O veneno parecia ferir meu espírito à ferro, tentando fazê-lo desistir de tentar e se render para a fadiga que o mesmo causava, mas minha consciência resistia como uma criança teimosa que era, de fato. Contudo, uma ideia surgia em meio ao meu leve caminhar para fora da caverna novamente...

Ao encontrar Drayon Chávez, primeiramente, diria-o que havia sido envenenado e que precisava de algum antídoto ou remédio de algum Médico ou Curandeiro pois precisava me curar e melhorar. Entrementes, deixaria o formoso item escondido debaixo de uma formação rochosa, próximo ao cume que dava entrada ao Oasis. Então, declararia ao Magnata que nada havia dentro da caverna e que, os Agentes Black Ops na verdade eram um desvio de atenção, para que nem ele, nem quem quer que chamasse para fazer seu trabalho, encontrasse o paradeiro donde a verdadeira mercadoria estava sendo levada; nem para onde. Faria-me valer de todos os anos de mentiras e enganações que havia passado dentro da Mansão Heiwajima, afinal de contas, um garoto que precisa tanto conhecer o mundo às vezes precisa enganar quem quer esconder o mundo dele.

Cobraria os valores de meu trabalho pois um homem deve honrar sua palavra e o mesmo havia garantido que aquele que fizesse o trabalho para ele teria suas congratulações em certeza. Insistiria até que o mesmo me reconfortasse com o que queria em troca: Informações e bonificações necessárias para me bancar até minha escalada ao posto de Agente do Governo Mundial. Contudo, se o mesmo se recusasse a me dar o que queria, após muito insistir, aceitaria o que quer que este pudesse me dar: Berries, itens com valor ou qualquer coisa; não sairia de seu encalço até que este me presenteasse com meus devidos ganhos. Após todo o assunto, voltaria até o local donde esconderia o artefato sozinho e o recuperaria, guardando-o comigo mesmo, em minhas vestes, afim de protegê-lo e levá-lo comigo. Fosse o que fosse, descobriria e faria bom uso de seu funcionamento. Agora, com o ganho de um trabalho nada leal e um item de resplendor em minhas mãos. Trataria de seguir meu caminho para donde realmente queria ir: O Governo Mundial. Durante minhas aventuras, procuraria por informações sobre um item avermelhado brilhante por aí, obviamente, sem mostrá-lo a ninguém. Aquilo, juntamente com meus esforços para entrar no Governo Mundial, fariam de mim um homem grande, aquele que fazia a Família Heiwajima brilhar novamente no horizonte de Mariejoa. Obviamente, atrás de um ser ainda maior que a própria família em si. Eu, Shijuo Heiwajima, outrora criança esforçada, futuramente um grande lider Governamental e, por hora, um jovem aspirante oportunista. Um Pequeno Prodígio.

Off:
 

~FEEDBACK~

Visando uma maior qualidade nas orientações, a Staff gostaria de saber a opinião do que achou do orientador em que teve a responsabilidade de narrar. É uma pergunta básica que deve ser respondida com sinceridade, ajudando bastante a qualidade de orientação dos orientadores, afinal os mesmos saberão onde estão indo bem, pecando e assim melhorando gradativamente. Então a questão é a seguinte: "O orientador demonstrou um regular/bom/ótimo trabalho? Desde a parte de tirar dúvidas, as dicas, o carisma do orientador com você (principalmente a atenção que foi dada durante a mini-aventura), o desenrolar dela e por fim se reconheceu uma maior clareza do sistema narrativo."
Opinião: Bem, o Sky me acompanhou durante toda a Mini-Aventura, não me dando motivos para procurar outro Narrador e, devo dizer, é ótimo no que faz. Sua criatividade e seu vocabulário durante a narração me cativaram bastante, só tenho mesmo a dar os parabéns e a agradecer pois, quando expus minha dificuldade na fase de Combate, o mesmo esteve pronto para me ajudar como pôde. Estou satisfeitíssimo com o trabalho, muito obrigado Sky pela Mini e pela ajuda; e parabéns pelo ótimo trabalho. Continue sempre assim (y)

____________________________________________________

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Skyblazer
Soldado
Soldado
Skyblazer

Créditos : 13
Warn : [ MINI - Bry4n ] - Pequeno Prodígio. - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 28/04/2014
Idade : 27
Localização : Lvneel - North Blue

[ MINI - Bry4n ] - Pequeno Prodígio. - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: [ MINI - Bry4n ] - Pequeno Prodígio.   [ MINI - Bry4n ] - Pequeno Prodígio. - Página 2 EmptySab 05 Maio 2018, 14:52

[ MINI - Bry4n ] - Pequeno Prodígio. - Página 2 Formatura-300x215
~Mini-Aventura ENCERRADA~


Observações:
Parabéns pela conclusão da sua mini! Você foi muito bem, demonstrou grande potencial e está pronto para se aventurar no universo magnífico de One Piece RPG.

Siga os passos abaixo, e não esqueça de solicitar seu crédito inicial em tempo hábil!

Para eventuais dúvidas estarei sempre à disposição via os canais de contato Discord ou MP!

Abraços e boa sorte!
-

O que fazer agora que terminei minha Mini-Aventura?
- 1º passo: Agora que encerrou sua mini-aventura basta criar a sua ficha na Criação de Personagens usando o Modelo de Ficha.
- 2º passo: Corra e crie sua aventura. Onde? Há um tópico chamado Crie sua Aventura, lembre-se de que você somente pode criar uma aventura se sua ficha for aprovada e dentro do limite de pedidos de criação de aventura pendentes. Caso haja alguma pendência espere alguém aprovar a aventura anterior, para postar a sua.
- 3º passo: Aventura aceita? Então procure um narrador, onde? Em T.N.D crie um tópico para solicitar seu narrador, e aguarde o ADM responsável pela área escolher um narrador para você.
- AH! Leia as regras para que você não venha a tomar punições.
- Lembre-se você tem 30 dias para pedir os 6 créditos da conclusão da mini-aventura neste link.

____________________________________________________


Ficha | Aventura
[ MINI - Bry4n ] - Pequeno Prodígio. - Página 2 FcTJa9C
Aqui é Divine Tools, pô!!!:
 

Never Forget!:
 

ஜ۩۞۩ஜ
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




[ MINI - Bry4n ] - Pequeno Prodígio. - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: [ MINI - Bry4n ] - Pequeno Prodígio.   [ MINI - Bry4n ] - Pequeno Prodígio. - Página 2 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
[ MINI - Bry4n ] - Pequeno Prodígio.
Voltar ao Topo 
Página 2 de 2Ir à página : Anterior  1, 2

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Personagem e Mundo :: Mini-Aventura :: Mini-Aventuras Concluídas ou Canceladas !-
Ir para: