One Piece RPG
A Ascensão de um Império Act I: Shurima, seu imperador retornou - Página 3 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» A Ascensão da Justiça!
A Ascensão de um Império Act I: Shurima, seu imperador retornou - Página 3 Emptypor CaraxDD Hoje à(s) 17:33

» Wu-HA!
A Ascensão de um Império Act I: Shurima, seu imperador retornou - Página 3 Emptypor Oni Hoje à(s) 16:47

» Making Wonderful Land a Real Wonder
A Ascensão de um Império Act I: Shurima, seu imperador retornou - Página 3 Emptypor Achiles Hoje à(s) 16:38

» [Mini-Saitoshiba] A Aventura está apenas começando
A Ascensão de um Império Act I: Shurima, seu imperador retornou - Página 3 Emptypor Saitoshiba Hoje à(s) 15:45

» Caçadoras Eternas: Pesar Crescente!
A Ascensão de um Império Act I: Shurima, seu imperador retornou - Página 3 Emptypor Alek Hoje à(s) 15:08

» Cap. 2 - The Enemy Within
A Ascensão de um Império Act I: Shurima, seu imperador retornou - Página 3 Emptypor Takamoto Lisandro Hoje à(s) 14:21

» [Mini-Cadmo] Prelúdio
A Ascensão de um Império Act I: Shurima, seu imperador retornou - Página 3 Emptypor Kiyomi1 Hoje à(s) 14:08

» [Mini - Moonchild] As a living shadow
A Ascensão de um Império Act I: Shurima, seu imperador retornou - Página 3 Emptypor Ryoma Hoje à(s) 13:01

» Hey Ya!
A Ascensão de um Império Act I: Shurima, seu imperador retornou - Página 3 Emptypor GM.Mirutsu Hoje à(s) 12:06

» Cap 4: O Silêncio dos Inocentes
A Ascensão de um Império Act I: Shurima, seu imperador retornou - Página 3 Emptypor Akuma Nikaido Hoje à(s) 10:50

» [MINI-Subaé] OXE! agora a aventura começa mesmo!
A Ascensão de um Império Act I: Shurima, seu imperador retornou - Página 3 Emptypor Mephisto Hoje à(s) 08:54

» Em busca da resistência
A Ascensão de um Império Act I: Shurima, seu imperador retornou - Página 3 Emptypor Fran B. Air Hoje à(s) 05:30

» Pandamonio, Vol 1 - Rumo à Grand Line!
A Ascensão de um Império Act I: Shurima, seu imperador retornou - Página 3 Emptypor Fran B. Air Hoje à(s) 05:09

» I - Vós que entrais, abandonai toda a esperança
A Ascensão de um Império Act I: Shurima, seu imperador retornou - Página 3 Emptypor Meursault Hoje à(s) 04:53

» X - Some Kind Of Monster
A Ascensão de um Império Act I: Shurima, seu imperador retornou - Página 3 Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 22:59

» Primeiros Passos
A Ascensão de um Império Act I: Shurima, seu imperador retornou - Página 3 Emptypor Takamoto Lisandro Ontem à(s) 22:09

» Chapter I: Seafret - Oceans ♪♫♪
A Ascensão de um Império Act I: Shurima, seu imperador retornou - Página 3 Emptypor Nolan Ontem à(s) 22:07

» Cortes e Tiros, resgate na ilha das aranhas!
A Ascensão de um Império Act I: Shurima, seu imperador retornou - Página 3 Emptypor jonyorlando Ontem à(s) 21:19

» Alejandro Alacran
A Ascensão de um Império Act I: Shurima, seu imperador retornou - Página 3 Emptypor Buggy Ontem à(s) 20:27

» A inconsistência do Mágico
A Ascensão de um Império Act I: Shurima, seu imperador retornou - Página 3 Emptypor CaraxDD Ontem à(s) 19:42



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 A Ascensão de um Império Act I: Shurima, seu imperador retornou

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 71
Warn : A Ascensão de um Império Act I: Shurima, seu imperador retornou - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 27
Localização : Fishman Island

A Ascensão de um Império Act I: Shurima, seu imperador retornou - Página 3 Empty
MensagemAssunto: A Ascensão de um Império Act I: Shurima, seu imperador retornou   A Ascensão de um Império Act I: Shurima, seu imperador retornou - Página 3 EmptySab 14 Abr 2018, 02:15

Relembrando a primeira mensagem :

A Ascensão de um Império Act I: Shurima, seu imperador retornou

Aqui ocorrerá a aventura do(a) Revolucionário Edmund Dante Bjernnsen Romanov. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
Dante
Orientador
Orientador


Data de inscrição : 30/03/2013

A Ascensão de um Império Act I: Shurima, seu imperador retornou - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: A Ascensão de um Império Act I: Shurima, seu imperador retornou   A Ascensão de um Império Act I: Shurima, seu imperador retornou - Página 3 EmptySex 11 Maio 2018, 04:58

Believe in me, as i believe in you [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]



Antes mesmo de terminar meu raciocínio, só conseguia me perder com um espirro atrás do outros, e o nariz insuportavelmente entupido enquanto estaria abraçando meu próprio corpo trêmulo, na tentativa falha de gerar mais calor. Uma sensação no nariz que me dava quase tanto ódio quanto o governo mundial. Essa sensação negativa iria se desintegrar a partir do momento em que meus olhos capturassem a belíssima cena de Astrid nocauteando seu colega, que caia por uma causa nobre. Confesso que quando todos os outros pareciam temer me deixei levar pela insegurança também, acreditando que a garota poderia perder. Mas eu havia esquecido quem ela realmente era, assim como fiz comigo mesmo, anos atrás. Segundos depois de pisar no navio, meu espírito seria preenchido com o mais limpo dos orgulhos, o paternal. Um sorriso estampado em minha cara escaparia, e respondendo Sara com os olhos fixos em Astrid falaria – Gelada. Pra. Caralho – Espirraria num canto sem nada, almejando que aquilo aliviasse o nariz entupido, para então voltar a falar – Eu tava tão feliz que me esqueci que tava nevando, mas acho que valeu a pena ficar resfriado, você vai ver. – Diria me aproximando dela, de modo que nossos ombros se encostassem e eu pudesse roubar um pouco de seu calor, enquanto continuaria encarando Astrid.

O garoto realmente me atormentava, mas pelo fato dele ser estranho e observador, e não por se aproximar da minha filha. Era inevitável que ela tivesse algum amor juvenil, eu tenho esperado por bastante tempo para encontrar alguém louco ou suicida o suficiente, quase pensei que fosse impossível. “Tem guerreiro pra tudo no mundo” Pensaria, enquanto soltaria um riso abafado próximo de Sara, recostando meu antebraço direito sobre o ombro da mulher. – Ele é bem estranho, mas ta cuidando dela afinal, talvez eu deva dar uma chance – Olharia para a ruiva agora, fitando sua boca com um sorriso – Fico imaginando quando irei cuidar de você também. Você conseguiu os ternos já? – Se a resposta fosse positiva, iria fazer um sinal com a mão chamando-a e indo em direção a Astrid e Sandro.

O dobro do tamanho do nosso navio me assustava um pouco, mas meu plano ainda assim vai funcionar. “Eu sei disso, porque ele é ridículo” Pensaria, assim que nós cinco estivéssemos reunidos, incluindo Ana e Sara. – Com prazer e absoluta satisfação, tenho o orgulho de te incluir nesse grupo, filha. – Uma brasa esquecida se acenderia em meus olhos, e um sorriso largo surgiria. Eu já estava ansioso para o anoitecer, e a execução da nossa missão – Imagino que vocês já saibam, vamos nos infiltrar lá. Eu vou preparar o disfarce de cada um de vocês, tenho o orgulho de dizer que as habilidades de Shurima não se estendem a apenas força bruta, elas vão muito além – Inclinaria apenas o lado esquerdo do meu lado, sorrindo com orgulho. Assim que os ternos me fossem fornecidos, estenderia para cada um – Vistam-se, eu farei o resto. – A partir disso, tomaria a devida cautela para arrumar os detalhes de cada um, espelhando uma farda que eu conhecia e odiava bem. Especificamente em Sandro, usaria um bigode falso ou um spray para desenhar nele um bigode, não perdendo a chance de zombar do pretendente de Astrid.

Se possível, com esse mesmo spray ou uma peruca com a mesma cor de cabelo do Agente que eu havia visto, faria o meu visual espelhando-o. Pentearia meu cabelo para frente, deixando no mesmo sentido que o homem, e também daria algum jeito de fazer a barba com uma navalha ou algo do tipo. Sem conseguir parar num lugar só devido ao entusiasmo e um pouco de nervosismo, ao finalizar diria para todos – ESPERO QUE TENHAM PREPARADO SUAS PISTOLAS E AFIADO SUAS LÂMINAS, HOMENS. AO ANOITECER VISLUMBRAREMOS A LIBERDADE DE NOSSOS COMPANHEIROS! – Vociferaria aos outros soldados restantes, indo em direção a Sara para terminar o dialogo e deixar toda a parte teórica feita. – À noite sairemos daqui, em dez minutos após nossa saída ou quando ouvir disparos, mande seus homens. Todos em botes, quero que cheguem de surpresa. Eu vou dar um jeito pra isso acontecer sem que percebam. – Me viraria agora, e dando passos em direção a minha filha, repentinamente pararia e olharia para a ruiva de novo – Ah, e não se esqueça dos explosivos, essa é a parte mais importante desse plano bombástico – Terminaria com um sorriso sarcástico. Voltando para meus comparsas, falaria em tom neutro - Dúvidas? -



Voltar ao Topo Ir em baixo
Skÿller
Agente em Treinamento
Agente em Treinamento
Skÿller

Créditos : 24
Warn : A Ascensão de um Império Act I: Shurima, seu imperador retornou - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 10/08/2015
Idade : 25
Localização : Novidades em Breve

A Ascensão de um Império Act I: Shurima, seu imperador retornou - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: A Ascensão de um Império Act I: Shurima, seu imperador retornou   A Ascensão de um Império Act I: Shurima, seu imperador retornou - Página 3 EmptySab 12 Maio 2018, 21:34

For The Damaged

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.] Um sentimento de satisfação com os feitos de Astrid enchia o ser de Edmund, o orgulho que sentia pela sua filha era singular. Após responder a Sara e se aproveitar da mesma para pegar um pouco de calor - Ele é bem estranho, mas ta cuidando dela afinal, talvez eu deva dar uma chance - desabafou Edmund com a sua amante, a mulher não conseguiu dar uma resposta, apenas um sorriso - Fico imaginando quando irei cuidar de você também. Você conseguiu os ternos já? - a mulher acenou positivamente com a cabeça - Sim. Vou buscá-los.
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]- Com prazer e absoluta satisfação, tenho o orgulho de te incluir nesse grupo, filha - disse o homem se aproximando de sua filha, a garota não se conteve e sorriu para o seu pai, os seus sorrisos eram quase idênticos - Foi fácil derrotar ele. - enquanto Astrid e Edmund falavam, Sara se aproximava com os ternos e Sandro arrumava o kit médico com cuidado e delicadeza, porém com movimentos "robóticos" - Imagino que vocês já saibam, vamos nos infiltrar lá. Eu vou preparar o disfarce de cada um de vocês, tenho o orgulho de dizer que as habilidades de Shurima não se estendem a apenas força bruta, elas vão muito além - Astrid e Sara concordaram, porém Sandro, pela primeira vez, dirigia a palavra a Edmund - "Os membros da missão devem ser Edmund, Sandro, Ana e um membro da escolha de Edmund" - citou Sandro com uma voz doce, porém firme - Com todo o respeito, mas Sara não está capacitada para se infiltrar. Ana tem habilidades de arrombamento únicas e cruciais para libertar os nossos companheiros. Eu tenho a capacidade de desaparecer em plena vista e abater alvos furtivamente. Você foi escolhido pela sua... Força bruta, digamos assim... - o olhar de Sandro estava natural mas parecia que tinha um toque de desafio no seu olhar. Ana e Sara encaravam Sandro ligeiramente surpreendidas, para uma pessoa tão calada ele não demonstrava medo em falar - Vistam-se, eu farei o resto. - ordenou Edmund.
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Edmund arrumou todos para que as suas fardas ficassem o mais parecido possível com a de um Agente, Astrid tinha uma clara cara de desconforto vestindo aquela roupa, infelizmente Dante não tinha nenhum marcador ou spray para fazer troça do pretendente de Astrid. Enquanto Edmund arrumava o seu cabelo para que ficasse o máximo parecido com o agente que vira anteriormente (tendo ótimos resultados, porém longe de excelentes), Sandro também arrumava o seu cabelo e usava umas lentes de contato que faziam com que a cor dos seus olhos mudasse para azul, parecia outra pessoa - ESPERO QUE TENHAM PREPARADO SUAS PISTOLAS E AFIADO SUAS LÂMINAS, HOMENS. AO ANOITECER VISLUMBRAREMOS A LIBERDADE DE NOSSOS COMPANHEIROS! - todos os revolucionários respondiam com um hurro em sintonia - À noite sairemos daqui, em dez minutos após nossa saída ou quando ouvir disparos, mande seus homens. Todos em botes, quero que cheguem de surpresa. Eu vou dar um jeito pra isso acontecer sem que percebam. - a mulher acenou positivamente - Ah, e não se esqueça dos explosivos, essa é a parte mais importante desse plano bombástico - a mulher sorriu sem jeito enquanto coçava a cabeça - Em relação a isso... Apenas temos barris de pólvora... Se os usarmos não teremos pólvora para os canhões. Tem certeza que precisa deles?

Historico escreveu:
Ganhos: 3 goiabadas
Perdas: 30.000 berries
Extras: Constipado(Resfriado); Disfarçado de Agente.
Localização: Briss

____________________________________________________

~Fala~
~Pensamento~

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Sabe por que caímos?
Para aprendermos a levantar.
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Dante
Orientador
Orientador
Dante

Créditos : 2
Warn : A Ascensão de um Império Act I: Shurima, seu imperador retornou - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 30/03/2013
Idade : 20
Localização : Foda-se :D

A Ascensão de um Império Act I: Shurima, seu imperador retornou - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: A Ascensão de um Império Act I: Shurima, seu imperador retornou   A Ascensão de um Império Act I: Shurima, seu imperador retornou - Página 3 EmptyTer 15 Maio 2018, 14:30

Dogs of War [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


No campo de batalha, você sempre tem que estar preparado para imprevistos e pedras no sapato, e não é diferente quando se trata de uma estratégia militar. Seguindo por essa linha, o lado prático e teórico na guerra é como arroz e feijão, - ou eu e você- a junção perfeita. As peças iam se encaixando aos poucos em minha cabeça, depois de ver o tamanho do navio e a quantidade de inimigos. – A principio eu não pensava em um confronto naval direto, mas... – Tudo ficava muito vago até eu saber a especialidade de cada um naquela missão, e, apesar de não ir com a cara de Sandro, suas habilidades seriam essenciais, assim como as de Ana, que me fizera repensar uma pequena parte. – Sim, deixe a pólvora. Mande o navio dez minutos após nossa saída. Vamos esperar até o anoitecer, mas quando chegar a hora, sinta-se à vontade para disparar. – Falaria neutro, assumindo apenas nossa posição profissional naquele momento, e batendo em retirada ao fim do dialogo indo em direção ao meu grupo.

Com passos lentos meu ser estaria tomado por pressa e nervosismo contradizendo isso, tremendo não só pelo frio. Escorando-me próximo do garoto fantasma, diria em tom de deboche, com um sorriso sarcástico no rosto – Sei o que você está fazendo, eu já vi isso antes. – Um riso abafado sairia e tudo que eu podia pensar é que nós não nos conhecemos direito, ele não tem porque confiar em mim tanto no campo de batalha quanto pessoalmente. Questionar o meu comando, ou até almejar ele é uma possibilidade, mas, eu não quero receber golpes de todas as direções, quero confiar em meus aliados. – Sara não vai participar ativamente do resgate. Ela só vai garantir o nosso reforço, isso, se precisarmos. – Olharia para o garoto analisando suas expressões, esboçando um sorriso sincero em conjunto ao meu comentário confiante.

– Quando tudo começar, eu e você vamos nos separar delas. É uma distração, as garotas vão chamar a atenção de quem estiver a postos enquanto nós abatemos o excesso que nos trará problemas. Depois disso elas derrubam quem estiver tomado pela atenção, daí nós entraremos. O disfarce não vai ser nosso passe de entrada, mas sim um método discreto pra fingir nossa identidade à distância do olho inimigo. – Daria um breve suspiro sugando, junto do ranho daquele maldito resfriado, um pouco de receio. – Quando entrarmos vamos tentar derrubar quem estiver na vigília, se o barco sair as oito, por volta das sete eles devem estar jantando, então vai ser mais fácil com a maior concentração na parte interior, no refeitório ou seja lá onde for. – Mostraria os meus dentes ao sorrir, levantando minha voz para os outros ouvirem também – Então se lembrem de jantar mais cedo hoje, crianças. – Fitaria meu grupo novamente – A partir do momento que a maior parte da vigília estiver apagada, assim como as luzes, a chegada do nosso navio será uma surpresa, e então quando todos estiverem boquiabertos com o ataque, nós quatro iremos descer sem que eles vejam. – Agora me aproximaria mais do ouvido do garoto, e com a palma da mão cobrindo sussurraria – E quanto a minha filha, tome cuidado com o que você vai fazer. Pode terminar sem suas coisas – Diria apontando para o seu sagrado, rindo brevemente. – E não é nem uma ameaça, eu não quero fazer parte desse conflito. – Terminaria referindo-me à própria garota e então me afastaria, ficando mais próximo de Astrid para passar o tempo agora.

Todo aquele receio não era por conta do peso da missão ou uma possível falha, mas sim pelo risco de perder Astrid. Agora o perigo era verdadeiro – Eu estarei olhando por você quando chegar a hora. – Diria em tom sério e seco, esboçando certa preocupação no rosto. – Se os guardas forem marinheiros, finja que uma de vocês está ferida ou algo do tipo. Pelo menos eles têm bom coração... Diferente de... Bem... – Terminaria apenas olhando para minhas próprias vestes, seguido de um espirro, o que já deixaria claro. – Seu vô ta regando plantas enquanto a gente está planejando bater em agentes e marinheiros – E com o comentário cômico final aguardaria o tempo passar, algo entre as 18 ou um pouco antes para começar a agir pegando um bote e indo a pé até o porto marinheiro.




____________________________________________________

Tiro de sorte? Sorte é não tomar um tiro meu
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Skÿller
Agente em Treinamento
Agente em Treinamento
Skÿller

Créditos : 24
Warn : A Ascensão de um Império Act I: Shurima, seu imperador retornou - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 10/08/2015
Idade : 25
Localização : Novidades em Breve

A Ascensão de um Império Act I: Shurima, seu imperador retornou - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: A Ascensão de um Império Act I: Shurima, seu imperador retornou   A Ascensão de um Império Act I: Shurima, seu imperador retornou - Página 3 EmptySex 18 Maio 2018, 11:17

For The Damaged

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.] Edmund dava ordens para que deixassem a pólvora. Aproximou-se de Sandro e, com um tom de deboche, trocou algumas palavras com o jovem, tomando uma atitude mais adulta e profissional o homem começou a explicar parte do plano para os membros e deu indicações sobre como a sua filha deveria agir.
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.] Enquanto o tempo passava, todos os revolucionários tomavam uma sopa feita a base de legumes e carne, com um aroma bem agradável e um sabor ainda melhor. O clima estava pesado, todos estavam tensos e ansiosos pela batalha que estaria por vir. Quando chegou o momento, Sara aproximou-se e avisou Edmund que aquele seria o momento ideal para partirem. Os quatro partiram de bote até ao porto principal e recriaram o caminho até a zona onde apenas existiam navios marinheiros atracados. Existiam quatro marines guardando a tábua para adentrar no navio marinheiro, todos com mosquetes, já não havia nenhum sinal de agente do governo nas proximidades.
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.] O grupo de revolucionários estava a uma distância considerável e não haviam sido detectados pelos marinheiros, Ana e Astrid olhavam Edmund esperando por ordens, enquanto Sandro se limitava a olhar para o vazio.
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.] O pôr do sol era um fenómeno incrível que muitos ignoravam, a forma como as cores se misturavam lentamente até se tornarem num azul escuro era uma visão magnifica. Mesmo com a forte neve a cair era possível ver a doce transformação do céu.

Historico escreveu:
Ganhos: 3 goiabadas
Perdas: 30.000 berries
Extras: Constipado(Resfriado); Disfarçado de Agente.
Localização: Briss

____________________________________________________

~Fala~
~Pensamento~

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Sabe por que caímos?
Para aprendermos a levantar.
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Dante
Orientador
Orientador
Dante

Créditos : 2
Warn : A Ascensão de um Império Act I: Shurima, seu imperador retornou - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 30/03/2013
Idade : 20
Localização : Foda-se :D

A Ascensão de um Império Act I: Shurima, seu imperador retornou - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: A Ascensão de um Império Act I: Shurima, seu imperador retornou   A Ascensão de um Império Act I: Shurima, seu imperador retornou - Página 3 EmptySex 25 Maio 2018, 19:53

We'll crucify the insincere tonight [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Sentia a ponta dos meus dedos tremendo, e dessa vez não era de frio. “Mas quem sabe o frio pudesse estar ao meu favor dessa vez...” Todo defeito pode virar uma qualidade, se usado com sabedoria. Meu coração palpitava fortemente, dizia que não era sábio colocar minha filha no meio da linha de fogo de quatro atiradores. “Eu assumirei esse risco” Conclui sem hesitar, minha convicção em proteger ela era maior do que me preservar. – Sandro tome uma posição favorável agora. Tente pegar eles de surpresa, instrua Astrid com você. Cada um derrube um o mais rápido que puder, distrairemos eles até vocês se aproximarem. – Diria enquanto retiraria a parte de cima do terno, estalando meus dedos e o pescoço de um lado para o outro. – Precisamos derrubar todos ao mesmo tempo pra não fazer barulho... Ana você vem comigo. Finja que... Não, melhor – Iria correndo em direção à borda do porto e me jogar na água fazendo um ponto – Cacetada – Sussurraria ao cair na água, com o rosto vermelho e as veias saltando por segurar um berro, já nadando em direção a terra – Saiam logo daqui, Ana, me leve até os marinheiros. – Falaria logo após colocar meu braço esquerdo sobre o ombro da mulher, forjando minha cena enquanto cambalearia com a mulher ao lado em direção aos marinheiros.

Manteria a cabeça abaixada para não mostrar meu rosto, tentando continuar parecido com o Agente que eu havia visto. – Peça por ajuda, mas não grite – Sussurraria, e usaria dos meus espirros junto de um tremelique que muito provavelmente viria. Ficar doente não era um obstáculo, talvez fosse minha condição de vitória no momento. À medida que nós nos aproximássemos, esperaria a outra dupla fazer o mesmo para poder agir. – Eu fiz algo que não devia ser feito – Exclamaria em um tom frio e sério, falando aos marinheiros. – Eu menti – E então brotaria um sorriso unilateral em meu rosto, esperando que Astrid e Sandro escolhessem um alvo, iria naquele que estava livre, começando por tentar espirrar bem na sua cara. – AAAAAATCHIM FILHA DA PUTA -

Livrando-me agora dos braços de Ana, faria um movimento rápido avançando em direção ao soldado com um passo de esquerda, e se o mesmo levantasse seu rifle, imediatamente iria fazer um movimento com o braço direito de baixo para cima, batendo o punho contra a parte de baixo da arma, esperando fazê-la voar apenas com força bruta para no mesmo momento dar mais um passo usando meu outro punho para um movimento retilíneo em direção ao seu estomago, finalizando-o logo depois com um Uppercut de direita se preciso. Contava com essa alternação de ambidestro para ganhar velocidade nos golpes, e com esse principio, já avançaria em direção ao próximo com a mão que estivesse livre fazendo um movimento horizontal com o braço, esperando acertar a maçã do seu rosto com meu punho.

Se por algum acaso um deles conseguisse disparar, tentaria derrubá-lo imediatamente com a mesma seqüência de dois socos para todo mundo adentrar o navio e brincar de esconde-esconde. – Sandro, nos esconda naquele navio! – Falaria logo após executarmos nossa investida, tendo ela falhado ou não, seguiria as instruções do assassino.




____________________________________________________

Tiro de sorte? Sorte é não tomar um tiro meu
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Skÿller
Agente em Treinamento
Agente em Treinamento
Skÿller

Créditos : 24
Warn : A Ascensão de um Império Act I: Shurima, seu imperador retornou - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 10/08/2015
Idade : 25
Localização : Novidades em Breve

A Ascensão de um Império Act I: Shurima, seu imperador retornou - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: A Ascensão de um Império Act I: Shurima, seu imperador retornou   A Ascensão de um Império Act I: Shurima, seu imperador retornou - Página 3 EmptySab 26 Maio 2018, 05:38

For The Damaged

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.] Edmund pensava rapidamente num plano, deu as ordens aos seus soldados que concordaram sem pensar duas vezes, claramente confiavam no Cabo. Edmund então saltou para a água e rapidamente saiu da mesma, Ana então o carregou até aos marinheiros e pediu ajuda com uma atuação impressionante, ela parecia realmente desesperada.
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Dois dos marinheiros chegaram demasiado perto, dando oportunidade a Astrid e Sandro para se esgueirarem por de trás dos outros dois. Sandro eliminou o seu alvo cortando a sua garganta e tapando a sua boca com um olhar extremamente frio, já Astrid limitou-se a torcer a cabeça do seu marinheiro como se fosse um simples brinquedo. Ambos colocaram o seu marinheiro lentamente no chão. Enquanto isso, Edmund conseguia deixar o seu alvo inconscientes com uma série de socos certeiros e Ana deixava o seu alvo inconsciente após pontapear a zona pélvica e bater um Jutte no rosto do marinheiro.
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Todos haviam eliminado os seus alvos sem problemas, nenhum havia feito grande barulho ao cair no chão. Edmund então ordenou que Sandro os infiltrasse dentro da embarcação inimiga, o mesmo pediu alguns momentos para verificar a área e, assustadoramente silencioso, entrou no navio e rapidamente voltou. O jovem fez sinal para Ana e Astrid ficarem juntas enquanto ele e Edmund ficariam juntos. O grupo das mulheres se escondeu atrás dos canhões na proa do navio enquanto o gupo dos homens se escondeu atrás de uns barries amontoados na popa, bem próximo de uma entrada. Os barris tinham um cheiro bem familiar, era forte e explosivo: Pólvora.
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]No exterior do navio apenas existiam 3 marines rondando o lado oposto onde eles se encontravam, não por má distribuição mas sim porque Sandro havia eliminado os outros três quando subiu sozinho, infelizmente mais marinheiros pareciam estar saindo, talvez troca de turnos. Parecia que estavam todos vindo da porta próxima a Edmund e Sandro, eles falavam alto sobre suas mulheres e filhas que os esperavam em casa. Não havia nada de mais na conversa, mas então um dos marinheiros disse quando estava, o que parecia, bem perto da porta - E vocês, senhores agentes? Tem alguém esperando por vocês? - um dos agentes respondeu com um ar brincalhão - Minhas irmãs e minha mãe estão aguardando por mim em casa. Assim que acabar aqui voltarei para elas. Já o nosso amigo gélido só tem a irmã esperando o sucesso da sua missão, voltando ou não com vida.
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]A porta começou a abrir, era como se estivesse em câmara lenta, Edmund não conseguia ver Astrid nem Ana por estarem escondidas, Sandro imediatamente sussurrou bem próximo a Edmund - Ana sabe o que fazer caso tenhamos de lutar. Dê as ordens, senhor.

[quote="Historico"]Ganhos: 3 goiabadas
Perdas: 30.000 berries
Extras: Constipado(Resfriado); Disfarçado de Agente; Molhado;
Localização: Briss[quote]

Off: se quiser eu desenho um mapinha Norio

____________________________________________________

~Fala~
~Pensamento~

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Sabe por que caímos?
Para aprendermos a levantar.
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Dante
Orientador
Orientador
Dante

Créditos : 2
Warn : A Ascensão de um Império Act I: Shurima, seu imperador retornou - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 30/03/2013
Idade : 20
Localização : Foda-se :D

A Ascensão de um Império Act I: Shurima, seu imperador retornou - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: A Ascensão de um Império Act I: Shurima, seu imperador retornou   A Ascensão de um Império Act I: Shurima, seu imperador retornou - Página 3 EmptySeg 28 Maio 2018, 05:14

Now is the Time to Raise my Arm [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Só havia um motivo para eu tremer agora, e era por frio mesmo. “Talvez um pouquinho de burrice por não pensar em um método melhor de distração...” Com o andamento da missão e o desempenho de meus aliados a calmaria e confiança retornavam... Bom, isso até eu ouvir a aproximação de mais inimigos.  - Ana sabe o que fazer caso tenhamos de lutar. Dê as ordens, senhor. – O momento tão esperado finalmente chegou. Esse tempo todo sem bater nos cornos estava me matando por dentro. - SENHOR? – Vociferaria, me levantando imediatamente deixando um sorriso com os dentes enquanto meu olhar estaria queimando a porta, brandindo ambos os meus braços e empurrando na direção da mesma o barril que estava na minha frente a toda velocidade. - ME CHAME DE SACRO IMPERADOR SOGRÃO! – Diria revelando minha empolgação, dando certeza ao bater o barril contra a porta com toda força para impedir a passagem.

Se a porta estivesse entreaberta ou algum deles tivesse conseguido passar antes de eu fechar, soltaria o barril e em frente a ele mesmo usaria o melhor braço em um movimento de trás para frente, visando acertar o nariz do enxerido com toda força, e mesmo após acertá-lo, continuaria empurrando com o punho assim mandando-o de volta. Depois que eu fechasse a porta, iria pegar outro barril e colocá-lo atrás para somar o peso e dificultar ainda mais, para conseguir tempo. – Temos que derrubar os que restaram, agora! – Retomaria meu semblante sério, no tempo em que correria em zig-zag na direção do primeiro guarda que eu visse, ativando minha técnica dentro do alcance.

Após completar minha investida, se meu alvo ainda estivesse de pé, avançaria um passo de direita me firmando no chão para ganhar a flexibilidade necessária e usar toda minha força no braço esquerdo, desferindo um soco retilíneo no estomago do homem para tentar atordoá-lo. Imediatamente após, pegaria seus braços com uma mão minha em cada respectivamente, fazendo-os ficar esticados e presos a cintura pressionando contra ela, ao mesmo tempo em que empurraria esse soldado usando-o como escudo humano correndo em direção a outro guarda, já aproveitando para soltá-lo assim que chegasse perto o suficiente pra erguer meu braço direito num movimento da direita para a esquerda na altura da cabeça de ambos, batendo com o lado do punho no de trás e o antebraço no da frente tentando derrubar ambos numa tacada só – ESSSSSTORAAAAIK – Gritaria com um sorriso, mesmo que estivesse preocupado sempre mantendo os olhos na porta.

Enquanto a passagem estivesse bloqueada, usaria esse tempo para chegar próximo ao lado dos canhões que o navio aliado viria, e como não sou capaz de erguer, tentaria quebrar o casco que os protegia de queda, faria um movimento com ambos os braços de cima para baixo, e com as mãos fechadas bateria na madeira com tudo, de seguida arqueando minha coluna para empurrar o Maximo de canhões possíveis contra o mar, até a porta se abrir.

No momento em que a porta se abrisse, iria fazer um sinal para os outros três me seguirem, e então procuraria por um lugar no navio fora da visão dos soldados, ou pelo menos um lado que evitasse ao máximo o conflito, esperando que meus aliados já tivessem chegado para tomar toda a atenção. Ouviria atentamente os passos próximo a porta se possível, e quando cessassem, entraria. Senão, apenas esperaria um curto espaço de tempo entre um e dois minutos, e em qualquer um desses intervalos, devoraria o que restava da minha ultima goiaba com os olhos revirados e gemendo de prazer com o fruto.





Técnica:
 

____________________________________________________

Tiro de sorte? Sorte é não tomar um tiro meu
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Skÿller
Agente em Treinamento
Agente em Treinamento
Skÿller

Créditos : 24
Warn : A Ascensão de um Império Act I: Shurima, seu imperador retornou - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 10/08/2015
Idade : 25
Localização : Novidades em Breve

A Ascensão de um Império Act I: Shurima, seu imperador retornou - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: A Ascensão de um Império Act I: Shurima, seu imperador retornou   A Ascensão de um Império Act I: Shurima, seu imperador retornou - Página 3 EmptyTer 29 Maio 2018, 17:36

For The Damaged

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.] A maioria dos homens teria preferência em adoptar uma solução mais discreta, mas Edmund não era como a maioria dos homens. Um imperador sem impérios buscando por vingança, apenas acabar com o governo mundial da mesma forma que eles haviam acabado com o seu império o deixariam calmo, ou pelo menos era o que parecia.
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]- ME CHAME DE SACRO IMPERADOR SOGRÃO! - disse Edmund em voz alta empurrando os barris, bloqueando a porta por momentos. Sandro ficou com um ar surpreso e assustado ao ver a reacção de seu Cabo. Os marinheiros a bordo não perderam tempo em correr na sua direcção, deixando Astrid e Ana numa boa posição para flanquear. Já os marinheiros do outro lado da porta gritava e dava ordem para ligarem os motores do navio. Edmund aproveitou para empurrar o resto dos barris para bloquear ainda mais a porta.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Temos que derrubar os que restaram, agora! – ordenou Edmund enquanto os 3 marinheiros corriam na sua direcção, todos armados com espadas. Sandro imediatamente sacou duas adagas, uma para cada mão. Edmund não hesitou em correr para cima dos marinheiros e usar a sua técnica no primeiro marinheiro na sua frente, fazendo-o voar até ao mar. Sandro não perdeu tempo e conseguiu dibrar um dos marinheiros, ficando por de trás dele e enfiando a sua adaga no pescoço dele com um movimento rotativo. Antes que Edmund ou Sandro pudessem contestar por quem teria a "honra" de eliminar o terceiro alvo, Astrid correu na direção do marinheiro que Sandro havia matado, pegou na sua espada e dilacerou o último.
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]O navio estava em movimento mesmo sem as velas prontas para isso, os motores usados para atravessar os Calm Beats estavam a trabalhar. Todos os revolucionários pareciam perceber que chão estava tremendo com o grande número de marinheiros correndo na direção da porta. Enquanto tentavam abrir a porta, Edmund tentava deixar o poder de fogo inimigo menor, mesmo com a ajuda dos restantes revolucionários Edmund apenas conseguiu deitar ao mar 3 canhões, deixando um total de 15 canhões restantes.
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]- QUEM SE ATREVE A ATACAR UM NAVIO MARINHEIRO? - gritou um sargento que destruiu a porta com uma espada de quase 2 metros. Os marinheiros começavam a sair do navio como se fossem formigas. Existiam praticamente 4 marinheiros para cada um dos revolucionários e parecia que eles não paravam de sair. - O LÍDER DESSE GRUPINHO QUE VENHA ATÉ MIM! - um dos soldados não hesitou em disparar na direção do grupo revolucionário, felizmente Astrid conseguiu empurrar o seu pai para de trás do mastro principal.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Infelizmente não havia nenhum sinal dos agentes do governo, talvez estivessem lá dentro guardando os prisioneiros caso os marinheiros não tivessem sucesso para evitar o ataque de Edmund e seu grupo.
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Antes que Edmund pudesse tomar uma decisão e pensar num plano, a sua filha gritou em plenos pulmões - SHURIMAAAAAAAAAA! - Astrid correu na direção do maior número de marinheiros e, com um golpe giratório com a sua espada. Ana correu atrás de Astrid e prestou ajuda à mesma, já de Sandro não se sentia nem a sua presença, mas os marinheiros que impunham armas de fogo caiam mortos no chão sem Astrid ou Ana tocar neles. Mesmo que os 3 estivessem fazendo um trabalho fenomenal, parecia que os marinheiros eram ilimitados, era claro que o governo queria aqueles prisioneiros seguros para retirar o máximo de informações possíveis.


Historico escreveu:
Ganhos: 3 goiabadas
Perdas: 30.000 berries
Extras: Constipado(Resfriado); Disfarçado de Agente; Molhado;
Localização: Briss
Citação :


Off: Ronaldinho Sandro já dibrou um cara!

____________________________________________________

~Fala~
~Pensamento~

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Sabe por que caímos?
Para aprendermos a levantar.
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Dante
Orientador
Orientador
Dante

Créditos : 2
Warn : A Ascensão de um Império Act I: Shurima, seu imperador retornou - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 30/03/2013
Idade : 20
Localização : Foda-se :D

A Ascensão de um Império Act I: Shurima, seu imperador retornou - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: A Ascensão de um Império Act I: Shurima, seu imperador retornou   A Ascensão de um Império Act I: Shurima, seu imperador retornou - Página 3 EmptyDom 03 Jun 2018, 22:29

My Blood is Pumping [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Parte do meu plano não havia nem ido por água abaixo, já dormia com os peixes junto com o marinheiro que eu havia derrubado.  – Que assim seja então – Começaria a virar meu pescoço de um lado para o outro, estalando-o enquanto fitaria o marinheiro que havia me desafiado. Sim, o maior deles. Meu ódio nunca foi direcionado aos marinheiros, são apenas serventes que desconhecem a verdade, mas um imperador nunca recusa desafios. – Você ousa se opor à mim? – Diria com o peito estufado e a voz elevada, ecoando pelas marés. Agora começaria a estalar meus dedos um a um, e então começaria a estalar meus antebraços esticando e flexionando – Peraí, só mais um pouco, to quase lá – Falaria com um sorriso sem jeito, começando agora a alongar minhas pernas depois de minutos.

Ergueria minha coluna ficando ereto e altivo, finalmente vociferando com um sorriso esbanjado – VAMOS LÁ ENTÃO – Cerraria meus punhos, e com o olhar fixo no espadachim correria em sua direção com a guarda alerta, usando todos os meus sentidos, olfato, audição e visão para lidar com empecilhos ao redor. Se algum marinheiro me atacasse durante a investida, fosse com um soco, chute ou espada, iria utilizar o meu melhor braço para bloqueá-lo empurrando o seu antebraço/perna com a palma de minha mão, direcionando seu golpe para a horizontal numa direção que não ferisse eu ou um aliado. Imediatamente após, utilizaria desse mesmo empurrão para desequilibrá-lo e assim tentaria socá-lo na face com o outro braço de trás para frente com força o suficiente para batê-lo contra algum aliado seu.

Meus punhos encontrariam o marinheiro como um soldado procurando o caminho de volta para casa, ao chegar próximo o suficiente, meu primeiro movimento iria consistir em me proteger primeiro. Esperando o homem mover sua espada, iria tentar sair da direção do seu golpe se fosse à horizontal acima da minha cintura, arqueando minha coluna, abaixando-me com um passo esquerdo a frente e o joelho direito apoiado no chão, aproveitando para revidar logo após deixar a espada passar por cima, com um soco retilíneo de direita em direção à sua barriga. Levantando-me e subindo o braço esquerdo junto, de baixo para cima acertando o queixo na sequência com meu punho e por fim alternando novamente com a direita, mirando bem no meio, a conexão entre seu braço e antebraço que empunhava a espada que provavelmente estaria sendo movimentada para me cortar.

Agora se esse fosse um golpe abaixo da minha cintura na horizontal, iria flexionar minhas pernas rapidamente para esticar e pular com toda força, fazendo com que o golpe passasse por baixo e então eu seguisse com a mesma sequência de golpes do outro caso. Na vertical, de cima para baixo ou vice versa, fecharia meus braços e viraria meu corpo para o lado mais seguro em um 360 com o golpe passando do lado, aproveitando desse mesmo impulso do giro para abrir os meus braços durante e finalizar com um soco na horizontal com destino a maçã do rosto do soldado, depois utilizando dos outros dois golpes no queixo e braço citados anteriormente. “Eu abrirei os olhos deles”

Após a série, diria em um tom frio e com o rosto sério – Você se perguntou quem – Responderia a provocação com orgulho nos olhos, e uma voz imponente – Eu sou a glória de Shurima! – Esbravejaria com meu sangue fervendo na batalha, após mordiscar e saborear o último pedaço da minha goiaba.

Se o derrotasse, seguiria em direção a porta, procurando ver se a entrada era estreita em um corredor ou ampla. Se fosse estreita, serviria justamente para prender os reforços adversários de pouco em pouco ali e impedir atiradores de disparar, pois seus aliados estariam na frente. Deveria ser o bastante para conseguirmos tempo até nossos soldados chegarem. Iria me impor na porta e tentando avançar cada vez mais à medida que derrubaria soldados com socos. Seguraria socos e chutes com minha palma, agarraria laminas com minhas manoplas revestidas, e revidaria de mão fechada avançando sempre. Se fosse ampla, então não ficaria ali, pois estaria propenso a tomar disparos mais facilmente.

Estaria sempre de olho na segurança de meus aliados, principalmente em Astrid. Se por algum momento eu percebesse que um deles corresse perigo, iria iniciar uma investida instantânea até o inimigo que o sobrepujaria, e direcionaria o primeiro soco frontal em sua face com toda força. – AI, ISSO AQUI É PROPRIEDADE SHURIMANE -





____________________________________________________

Tiro de sorte? Sorte é não tomar um tiro meu
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Skÿller
Agente em Treinamento
Agente em Treinamento
Skÿller

Créditos : 24
Warn : A Ascensão de um Império Act I: Shurima, seu imperador retornou - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 10/08/2015
Idade : 25
Localização : Novidades em Breve

A Ascensão de um Império Act I: Shurima, seu imperador retornou - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: A Ascensão de um Império Act I: Shurima, seu imperador retornou   A Ascensão de um Império Act I: Shurima, seu imperador retornou - Página 3 EmptyQua 06 Jun 2018, 15:13

For The Damaged

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.] Edmund sentia que deveria cuidar do maior dos marines, desafiando-o Edmund começou a estalar os seus velhos ossos para uma luta. O Cabo começou a sua investida na direção do marine, durante a sua corrida alguns marines tentaram o parar mas a sua filha parava um por um, deixando o caminho livre para o seu pai.
O marinheiro não hesitou em desferir o primeiro golpe contra Edmund, sendo ele um golpe horizontal focando o seu torso, Edmund conseguiu esquivar-se do golpe e aproveitou para contra-atacar com um poderoso soco na sua barriga, o golpe foi tão eficaz que o marine se curvou e até saltou um pouco com o impacto. Aquela era a oportunidade perfeita para Edmund continuar os seus golpes e deixar o seu alvo fora de batalha, todos foram bem sucedidos, mas o marinheiro não caia. O marinheiro tinha um olhar acabado, os seus olhos estavam vazios mas ainda assim pegou na sua espada e realizou um golpe vertical ascendente bem lento contra Edmund, pegando o seu braço esquerdo de raspão. Então o marinheiro caiu no chão.
Edmund aproveitava para trocar algumas palavras contra o marine inconsciente e comia a sua goiaba.
Edmund percebeu que a melhor opção seria fechar a passagem dos reforços, ele assim o fez, porém, antes que pudesse tomar outra escolha Ana apareceu e puxou-o para uma outra entrada que já não tinha marinheiros - Astrid e Sandro tomam conta deles. Preciso que você venha comigo para liberar os nossos irmãos. - ela olhou seriamente para Edmund - Esses trastes não têm piedade em matar os revolucionários se perceberem que não serão capazes de os manter consigo.
Edmund podia perceber que de facto Astrid e Sandro de facto estavam lutando sem problemas, lutando em sincronia. Ficar ali também era uma opção, mas pela voz de Ana era importante buscar os revolucionários e ainda não havia sinal de reforços aliados.



Historico escreveu:
Ganhos: 3 goiabadas
Perdas: 30.000 berries; Goiaba;
Extras: Constipado(Resfriado); Disfarçado de Agente; Molhado; Braço Esquerdo sangrando.
Localização: Briss
off: tu n fez mt coisa. n tinha mt oq narrar.

____________________________________________________

~Fala~
~Pensamento~

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Sabe por que caímos?
Para aprendermos a levantar.
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Dante
Orientador
Orientador
Dante

Créditos : 2
Warn : A Ascensão de um Império Act I: Shurima, seu imperador retornou - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 30/03/2013
Idade : 20
Localização : Foda-se :D

A Ascensão de um Império Act I: Shurima, seu imperador retornou - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: A Ascensão de um Império Act I: Shurima, seu imperador retornou   A Ascensão de um Império Act I: Shurima, seu imperador retornou - Página 3 EmptySeg 11 Jun 2018, 02:52

I'll fight to remain [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Entrar em batalha enquanto saboreio uma goiaba... Porra, e por acaso tem algo melhor que isso? “Eu asseguro com toda certeza que não” Minha aura estava renovada, me sentia a todo vapor, e mesmo o corte no braço de outrora havia sido esquecido no entusiasmo. - Astrid e Sandro tomam conta deles. Preciso que você venha comigo para liberar os nossos irmãos. – As palavras de Ana carregavam a verdade, e isso me deixava cada vez mais preenchido de satisfação. Astrid varrera vários inimigos como se não fossem nada, e isso já bastava toda a missão para mim. Um sorriso unilateral surgiria em meu rosto, e ao ser puxado, responderia prontamente – Pode crer minha alistada, PEGUEI A VISÃO! – Diria ao seguir o caminho alternativo. – Então agora somos só eu e você. – Sorriria de uma forma menos forçada e mais amigável olhando-a nos olhos, afinal já confiava que esta era uma revolucionária convicta, estávamos lutando contra as mesmas pessoas no campo de batalha. – Nós podemos fazer isso do jeito difícil ou... – estenderia meu braço esquerdo e mexeria o indicador e o dedo médio para trás e para frente, simulando uma pessoa andando de fininho. Quebraria o clima de dúvida segundos depois quando daria um pequeno salto, avançando meu corpo para frente junto de um berro – HA! Eu só sei lidar com as coisas de um jeito, desculpe – Terminaria avançando com passos rápidos e o peito estufado. Meus punhos fechados denunciavam o que seria feito a seguir... E com certeza não seria uma solução diplomática.

Tomando a frente, procuraria manter sempre a guarda e a proteção da minha dupla. Levantaria um joinha para a revolucionária antes de dar as caras para os vilões - Se as coisas ficarem feias, fique atrás de mim – Encerraria com outro sorriso para instruí-la e acalmá-la, mas de verdade eu sentia que iríamos conseguir, e que... Bom, eu com certeza vou massacrar alguns agentes. Meus olhos fitavam o chão sem um motivo especial enquanto meu sorriso macabro se revelava novamente por um bem especifico. Esperaria a mulher abrir a porta que tivesse, e de seguida iria chutá-la (a porta) com toda força e anunciar minha presença de forma avassaladora para meus oponentes. – BOA NOITE CARALHO! – Sem deixar de ser cortês, é claro. “Pff, assim fica difícil segurar o riso”






____________________________________________________

Tiro de sorte? Sorte é não tomar um tiro meu
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




A Ascensão de um Império Act I: Shurima, seu imperador retornou - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: A Ascensão de um Império Act I: Shurima, seu imperador retornou   A Ascensão de um Império Act I: Shurima, seu imperador retornou - Página 3 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
A Ascensão de um Império Act I: Shurima, seu imperador retornou
Voltar ao Topo 
Página 3 de 6Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: South Blue :: Centaurea Island-
Ir para: