One Piece RPG
[Mini - Grim] - Call of Duty - Página 2 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Le voleur de coeurs - Un conte
[Mini - Grim] - Call of Duty - Página 2 Emptypor Jin Hoje à(s) 03:01

» [MINI-Ichizu] O Aprendiz de ferreiro
[Mini - Grim] - Call of Duty - Página 2 Emptypor TheJoker Hoje à(s) 02:20

» Bastardos Inglórios
[Mini - Grim] - Call of Duty - Página 2 Emptypor Sunken Hoje à(s) 01:38

» Cap. 1: Laços entrelaçados, as chamas da revolução se erguem!
[Mini - Grim] - Call of Duty - Página 2 Emptypor Sagashi Hoje à(s) 01:01

» Gato de Convês
[Mini - Grim] - Call of Duty - Página 2 Emptypor SraVanuza Hoje à(s) 00:52

» Construindo o Começo
[Mini - Grim] - Call of Duty - Página 2 Emptypor Graeme Hoje à(s) 00:25

» Sangue e Pólvora! O Caminho do Atirador!
[Mini - Grim] - Call of Duty - Página 2 Emptypor rafaeliscorrelis Ontem à(s) 23:38

» Unbreakable
[Mini - Grim] - Call of Duty - Página 2 Emptypor Ainz Ontem à(s) 22:12

» Asger
[Mini - Grim] - Call of Duty - Página 2 Emptypor ADM.Ventus Ontem à(s) 21:20

» Untraveled Road
[Mini - Grim] - Call of Duty - Página 2 Emptypor Layla Morningstar Ontem à(s) 21:09

» Teleton Chronicles I: Retaliação
[Mini - Grim] - Call of Duty - Página 2 Emptypor Midnight Ontem à(s) 20:32

» I - Pseudopredadores
[Mini - Grim] - Call of Duty - Página 2 Emptypor Lurion Ontem à(s) 20:15

» Sons of Vermillion's Blood: Gênesis
[Mini - Grim] - Call of Duty - Página 2 Emptypor Homero Ontem à(s) 19:24

» Rumo aos novos mares ! Grandline me espera
[Mini - Grim] - Call of Duty - Página 2 Emptypor Midnight Ontem à(s) 19:16

» De pernas pro ar! A revolução de Yumi
[Mini - Grim] - Call of Duty - Página 2 Emptypor Akuma Nikaido Ontem à(s) 17:54

» Procura-se piratas no East Blue
[Mini - Grim] - Call of Duty - Página 2 Emptypor Van Ontem à(s) 17:18

» Desventura 3.5: O treino para Grand Line
[Mini - Grim] - Call of Duty - Página 2 Emptypor Bijin Ontem à(s) 16:27

» Cap. 1 - Abrindo caminho
[Mini - Grim] - Call of Duty - Página 2 Emptypor Bijin Ontem à(s) 15:59

» [Mini- Alvin] O garoto e a serpente
[Mini - Grim] - Call of Duty - Página 2 Emptypor TheJoker Ontem à(s) 15:48

» O Ronco do Bárbaro
[Mini - Grim] - Call of Duty - Página 2 Emptypor West Ontem à(s) 15:41



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG

Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


Compartilhe
 

 [Mini - Grim] - Call of Duty

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2
AutorMensagem
Mephisto
Orientador
Orientador


Data de inscrição : 06/04/2017

[Mini - Grim] - Call of Duty - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: [Mini - Grim] - Call of Duty   [Mini - Grim] - Call of Duty - Página 2 EmptySex 06 Abr 2018, 11:30




MINI AVENTURA / POST 4
Combate





O homem então determinado partia com a pequena jovem para o que seria o destino final, a casa dela, eles caminhavam bastante por meio a neve que depois da primeira hora agora já cobria quase tudo, a visão do que estava distante tinha se tornado quase 0 na parte onde se encontravam em tal momento já perto da casa da garota bem, era com a neve bem no joelho, sim aquilo tinha subido muito nesse tempo. Entretanto em uma breve parada ele tinha algo para confortar a garota, que se via perdida no meio da neve e de certa maneira da incerteza, e era nesse ponto que algo muito importante era feito. Grim removendo um botão de um de seus bolsos presenteava a garota, colocando pra fora as palavras que mais tinha para dizer, parte verdade e parte não.

A garota que recebia aquilo não sabia exatamente como reagir, ela estava muito feliz de ganhar aquilo, e seus olhos brilhavam e ao meso tempo surpresa sem entender exatamente como aquilo acontecia tão rápido, era uma garota bem diferente, de todo modo ela o agradecia, com um sorriso no rostos, e um olhar aconchegante. - Obrigada moço, eu vou guardar ele com certeza.- ela parecia agora adotar uma postura de caminhada diferente, e também um modo de falar, a questão era que quando partes das memórias iam e vinham algumas coisas no comportamento dela mudavam conjuntamente. Agora naquele momento a garota avistava sua casa, e rapidamente apontando falava.- Moço é aquela ali. A forma de falar dela deixava claro seu contentamento por achar a sua casa mas algo estranho esperava.

Se aproximando do lugar uma silhueta de um homem se fazia frente a eles, e com uma voz extremamente grossa, e de certa forma assustadora para alguns vinha a frase.- Então você achou a bonequinha, parece que tenho mais uma isca- falava ele, cabelos pretos longos, um sorriso maquiavélico no rosto e uma adaga na mão 1,90 de altura músculos bem definidos, olhos avermelhados, o medo na menina ao ver o que tinha surgido na neve era claramente gigantesco, sim ela parecia temer aquele homem mesmo que não lembrasse plenamente dele, e sua segunda frase dele deixava mais claro suas intenções. - Ei cara, passa o que tiver ai vamos nessa.- falava ele olhando com um rosto calmamente assustador.


Dicas e Orientação :
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Grim
Pirata
Pirata
Grim

Créditos : Zero
Warn : [Mini - Grim] - Call of Duty - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 24/03/2018
Idade : 20
Localização : North Blue - Micqueot

[Mini - Grim] - Call of Duty - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: [Mini - Grim] - Call of Duty   [Mini - Grim] - Call of Duty - Página 2 EmptySex 06 Abr 2018, 17:24

[Mini - Grim] - Call of Duty - Página 2 Tumblr_oq5f0621aH1stgakao1_500

Rage



A voz alheia e desconhecida alcançou o mendigo como uma das gélidas e diversas rajadas de vento que, em conjunto com o nível alto da neve, deixavam-no imerso em arrepios por todo o corpo, repleto de pelos eriçados graças a falta de vestimentas apropriadas. Rangia os dentes numa mistura de emoções não só ligadas ao frio, mas também ao ódio e a ira. Fora aquele homem que deixou a pequena garota para morrer na árvore?


Uma chama crescia dentro de si, descongelando os instintos agressivos do corpo e revelando a tarefa que o homem sabe fazer de melhor quando em seu estado mais primitivo: matar. Com um milhão de xingamentos e maldições presas na garganta, avançaria numa dificuldade fingida graças a quantidade de neve nas pernas. Tentaria não exibir tamanho ódio na face, optando por uma postura cabisbaixa até que estivesse numa distância ameaçante do homem, onde tentaria lhe cegar momentaneamente ao golpear o solo nevado em sua direção, utilizando a palma direita para atirar um punhado de neve em seu rosto.


Seu sangue fervia repleto de adrenalina, nojo e fúria, apimentando seus sentidos e deixando-o incapaz de sentir medo. Quais as razões que ele tinha para fazer o que tinha feito? E se tivesse filhos ou fosse casado? E se fosse alguém importante na cidade, capaz de prendê-lo com um simples estalar de dedos? Nada disso tinha um pingo de importância. Queria sangue, o sangue dele. Queria tingir a paisagem nevada de vermelho e por tal motivo avançava sem pensamentos de recuar, havia até mesmo esquecido que a pequena estava ali.



Caso obtivesse sucesso em atingir o homem no rosto com a neve, avançaria em sua direção com a intenção de tentar golpeá-lo com o punho no estômago, guardando a mão livre para caso ele tivesse intenção de o atacar com a faca, onde tentaria apanhar o pulso alheio antes mesmo da faca o atingir. Se o homem estiver empunhando a lâmina em sua direita, faria uso da canhota para bloquear seu ataque e a destra para efetuar o soco, ou o inverso se o caso da empunhadura da arma for em outra mão.


Se a tentativa de cegar fosse um fracasso, avançaria na mesma direção em que ele tomaria para se esquivar, buscando apanhá-lo de surpresa com os mesmos movimentos de bloqueio de pulso e soco no estômago. Tinha de pegar o patife de surpresa, entendendo que a inciativa poderia, com sorte, lhe dar a vantagem que precisava para tirar a vida de seu oponente.

 —Vou matar VOCÊ! —juntaria suas emoções num único rugido furioso durante os movimentos, fazendo uso agora do aspecto intimidador de sua voz.

Legenda:
 

Spoiler:
 

____________________________________________________

[Mini - Grim] - Call of Duty - Página 2 JzFTL0p
Voltar ao Topo Ir em baixo
Mephisto
Orientador
Orientador
Mephisto

Créditos : 109
Warn : [Mini - Grim] - Call of Duty - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 06/04/2017
Idade : 21
Localização : Wars Island (North Blue)

[Mini - Grim] - Call of Duty - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: [Mini - Grim] - Call of Duty   [Mini - Grim] - Call of Duty - Página 2 EmptySeg 09 Abr 2018, 18:26




MINI AVENTURA / POST 5
Combate





O homem mal terminava de falar e tinha conquistado o mais profundo ódio do nosso herói, ele queria arrancar o couro dele e jogar pras hienas, rapidamente ainda durante a fala do homem ele golpeava a neve usando de sua força, lançando em direção ao rosto do meliante, e já se aproveitando disso saltava em velocidade contra o estômago do mesmo, o forte soco fazia com que ele se afastasse para trás, e rapidamente com a mão livre vinha o golpe de faca assim como previsto, a mão esquerda de Grim era usada com o intuito de bloquear entretanto lento demais pra o momento, a faca vinha bem nas suas costelas. Por reflexo puramente dito ele acabava dando dois passos pra trás, rapidamente evitando que a faca cravasse verdadeiramente apenas tomando um corte na sua lateral. Com ainda força nos punhos fechados o mendigo rapidamente partia com outro soco bem no rosto dessa vez, mas o homem que estava preparado fastava rapidamente com dois passos para trás esquivando.

Em um rugido furioso o nosso protagonista exibia suas intenções assassinas, de fato preocupantes, mas o seu inimigo respondia com provocações também. -Me matar? Eu apenas consigo te ver abaixo da terra logo logo.- falava com um sorriso no rosto dando dois passos para trás depois disso parecia preparar alguma coisa ali naquela hora, não dava pra saber ao certo o que. A garotinha já se aproveitando do momento, subia na árvore mais próxima com medo de ser atingida, e então gritava lá do alto. - VAI NESSA TIO CONFIO EM VOCÊ- gritava como se fosse a torcida do homem, o dia estava apenas começando pra todo mundo ali e os confrontos já tinham começado, a neve caia cada vez mais forte e ate o momento nem mesmo o sinal de uma alma viva pra preencher o local, claro nenhuma além dos combatentes em questão, mas o que o destino reservava para ele? Bem isso era mais uma questão de decisões.

-Você quer mesmo saber o que vou fazer quando você cair?- falava o homem lambendo a faca. -Eu vou amarrar seu cadáver junto daquela menina e enterrar.- e as provocações dele cada vez mais tentavam tirar a concentração do homem, era aparentemente o tipo de pessoa que é podre por dentro verdadeiramente, esse tipo de frase fazia crer também que ele tivesse preso a garotinha na árvore, não que confirmasse ele podia apenas ser aleatório, entretanto difícil imaginar que fosse principalmente devido a sua localização que era na mesma rua da casa da menina.


Dicas e Orientação :
 



____________________________________________________

Make love, not war


[Mini - Grim] - Call of Duty - Página 2 D4wsKVj


2017 Achievements:
 


2018 Achivments:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Grim
Pirata
Pirata
Grim

Créditos : Zero
Warn : [Mini - Grim] - Call of Duty - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 24/03/2018
Idade : 20
Localização : North Blue - Micqueot

[Mini - Grim] - Call of Duty - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: [Mini - Grim] - Call of Duty   [Mini - Grim] - Call of Duty - Página 2 EmptySeg 09 Abr 2018, 20:54

[Mini - Grim] - Call of Duty - Página 2 3d787fc69f01b2c2265365c2838d8864
VIOLENCE

-


Sentiu. O contato fora real, havia realmente conseguido golpear o estômago do desgraçado e sentiu-se extremamente satisfeito por tê-lo feito. Um sorriso diabólico preenchera seus lábios, exibindo alguns dentes podres pela falta de higiene e simbolizando a verdadeira vontade e razão que o fazia lutar contra aquele homem.


Sim, seus punhos não se moviam por um propósito justo e honrado, não estava tentando parecer um herói que salvaria o dia e protegeria a garota, levando justiça aos malfeitores. O fato de ele ter causado problemas para a pequena ruiva e - melhor ainda, ter o ameaçado - foram apenas um estopim para suas verdadeiras intenções. Queria sangue, buscava sentir a energia frenética e intoxicante de uma batalha novamente.



Relaxou os braços, desfazendo sua aparente posição de combate e adotando uma postura despreocupada, erguendo o queixo e suspirando profundamente. Simplesmente amava aquele clima gélido e furioso, sentindo os doces flocos de neve caírem contra seu corpo como se aquilo pudesse lhe revigorar. A lembrança de um corpo estirado numa calçada, completamente ensanguentado, tomou conta de sua mente. Já fazia algum tempo desde que aquilo aconteceu, numa manhã parecida como essa quando um pobre marinheiro tentou repreendê-lo por sujar um dos becos da cidade. Estava armado, mas o gatilho emperrado pelo gelo causou sua morte ao ter a cabeça empurrada contra um muro, por isso espancou o bastardo por horas, até que nem mesmo a mãe dele o reconheceria. E de fato não reconheceu, pois o enterraram como um soldado sem teto.


Uma lenta, profunda e emocionante risada escapara de seus lábios, tendo o único olho - este completamente tomado por ódio - eternamente atento no oponente a todo momento. A gargalhada tomou conta do corpo, recheada de uma crueldade oculta que se mostrava aos poucos a cada segundo do relógio da batalha. "Tic, tac, tic, tac" sua cabeça se tornara um festim para pensamentos diversos e aleatórios que o faziam parecer um verdadeiro lunático.



—Vou ser morto? Por VOCÊ? —um filete de saliva escorria pela barba descuidada e poluída, seu olho latejava de ansiedade. Claramente não estava mais acostumado a esse tipo de luta, e por esse motivo que ansiava por uma —Então VAMOS! Se esforce mais, tente me matar. Não relaxe agora, VENHA!



Rugia numa voz que já não era mais como a de costume. Adotara um tom mais pesado, rústico, medonho e rouco que combinava perfeitamente com sua nova atitude. A paranoia tentou imaginar todos os movimentos de seu oponente, sua postura e linguagem corporal, tentou ver se ele tremia de frio ou se pisava de mal jeito na neve abundante. Qual o motivo de ele ter recuado? Estava se preparando para atirar alguma coisa em sua direção? Era uma possibilidade que definitivamente não podia ser descartada.



Tendo isso em mente, despiu-se. A adrenalina fazia com que o coração martelasse o peito em batidas ferozes, bombeando o sangue numa velocidade incrível e fervente que, somado com a afinidade que o mendigo tinha em viver nas ruas naquele clima, o impossibilitavam de sentir muito frio por um certo tempo. Tinha na canhota agora os trapos velhos de tecido que trajava até o momento. Foi só então que percebeu o ferimento na lateral, em suas costelas, onde o sangue escorria, ardente. Não sentia muita dor no momento, completamente imerso no calor da batalha, mas sabia que poderia talvez enganar seu oponente com um jogo de mente. Assim, levou a destra até o ferimento e fingiu uma postura decaída, como se mal pudesse manter os olhos fixos no homem, esperando que ele se aproveitasse dessa aparente fraqueza para tentar atirar algo.


—Merda... —sussurraria para si mesmo conforme andaria em direção a ele, imensamente preparado para receber qualquer projétil. Se fosse o caso, apanharia a vestimenta juntamente com a destra e usaria da mesma para apanhar ou bloquear o item arremessado, avançando na direção do homem no mesmo instante em velocidade total. Caso a arma atirada fosse a faca, seguraria a mesma numa empunhadura reversa com a destra de modo que ainda pudesse realizar golpes com o punho e segurar a lâmina ao mesmo tempo.


Mesmo se por algum acaso a tentativa de bloqueio falhasse, avançaria em direção ao oponente com a pura intenção de eliminá-lo ali mesmo, correndo com uma postura baixa e reclusiva. Fingiria um soco de direita em direção ao seu estômago novamente com a intenção de guiar as mãos dele ali para se defender. Nesse momento, realizaria um movimento curvado com o punho para cima, visando o queixo alheio num golpe surpresa. Se é claro tivesse apanhado a faca do homem naquele bloqueio anterior, usaria da mesma durante o soco para rasgar o peito do homem conforme o punho avançaria em direção ao queixo do mesmo, visto que a lâmina em empunhadura reversa estaria apontada para o peitoral dele.



Se o ataque conseguir de alguma forma debilitar gravemente seu oponente, apanharia a vestimenta com ambas as mãos e usaria da mesma para enforcar o homem com eficiência e crueldade, buscando finalizar a luta ali mesmo.

Legenda:
 

Spoiler:
 

____________________________________________________

[Mini - Grim] - Call of Duty - Página 2 JzFTL0p
Voltar ao Topo Ir em baixo
Mephisto
Orientador
Orientador
Mephisto

Créditos : 109
Warn : [Mini - Grim] - Call of Duty - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 06/04/2017
Idade : 21
Localização : Wars Island (North Blue)

[Mini - Grim] - Call of Duty - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: [Mini - Grim] - Call of Duty   [Mini - Grim] - Call of Duty - Página 2 EmptyQui 12 Abr 2018, 13:56

MINI AVENTURA / POST 6
Interação e Diálogo



]



O homem tinha raiva em si, uma sede de sangue que carregava suas intenções, não heroicas, não bondosas, por mais que isso lhe levasse a tal finalidade não era como se o que ele estivesse fazendo no momento fosse errado por mais que o propósito fosse bem esse, naquele momento vendo o homem se afastar pra trás Grim sentia também na sua lateral a dor da faca o que usava para de certa maneira fingir estar mal, o que não convencia o inimigo, que fingia acreditar e começava com uma provocação. - Tá dodoi é?- e rapidamente chutava com toda a força um enorme punhado de neve, que ia em direção ao rosto do rapaz que rapidamente colocava a mão na frente avançando para cima do inimigo, sua velocidade era notável, partindo em uma corrida simples o que fazia o homem mais uma vez debochar.- Não é que ele sabe fazer uma corridinha.- e continuava se afastando ate um certo ponto.

Assim que o boxeador via a distância perfeita golpeava era uma finta primeiro de direita, o que o fazia rapidamente fastar para o lado, recebendo o golpe da outra mão (Lembre de pegar Ambidestria se for fazer isso, ou golpe com a mão inábil é falha critica), mas aparentemente ele já esperava por isso, assim que o soco era dado ele se jogava ao chão como se fosse o efeito do golpe que o derrubava, e rapidamente cravava a faca completamente na cocha do nosso heroi a girando e puxando de volta, girando no chão e se afastando momentaneamente dele, nessa hora ele cuspia sangue no chão pois o soco tina o danificado bastante, mas com os dentes pintados em vermelho esbanjava um enorme sorriso. - A donzelinha tem uma mão pesadinha, mas não o suficiente.- e apontava pra cocha dele que tinha ficado um buraco.

A garotinha ruiva da árvore gritava. - VAI TIO, CONFIO EM VOCÊ-enquanro balançava um pouco o topo vibrando com os golpes, o homem afastava novamente tentando manter um certo momento defensivo, parecia se preparar para contra-atacar, e puxava uma segunda adaga naquele momento. - bem você está começando a entrar nas minhas expectativas, agora vamos ver quanto tempo você fica bem nas mãos das minhas menininhas aqui.- ele assumia uma postura mais seria como se preparasse algo pra atacar, seus pés moviam a neve de um lado para o outro como se cavasse nela e aquilo fosse algo novo, a cobertura branca realmente estava alta, talvez estivesse apenas afastando ela e talvez não. O terreno era irregular de qualquer modo então identificar a finalidade dissoe ra uma incognita


Dicas e Orientação:
 


____________________________________________________

Make love, not war


[Mini - Grim] - Call of Duty - Página 2 D4wsKVj


2017 Achievements:
 


2018 Achivments:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Grim
Pirata
Pirata
Grim

Créditos : Zero
Warn : [Mini - Grim] - Call of Duty - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 24/03/2018
Idade : 20
Localização : North Blue - Micqueot

[Mini - Grim] - Call of Duty - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: [Mini - Grim] - Call of Duty   [Mini - Grim] - Call of Duty - Página 2 EmptyQui 12 Abr 2018, 17:14

[Mini - Grim] - Call of Duty - Página 2 A6d60578ed91be9596ad28abe12ec10d

Blood n' Guts



Ferido, superado e humilhado, foi golpeado no peito por uma sensação que não lhe visitava por meses: felicidade. Era isso que ele queria, alvejava e buscava, um combate digno contra um oponente forte e habilidoso. Era um fato que a perna ardia como todos os infernos, e rapidamente se tornaria dormente pela dor constante, portanto precisava finalizar essa luta antes que tal momento chegasse. Perdendo a posição de combate devido ao ferimento, acabara por desabar momentaneamente no solo esbranquiçado e gelado por um descuido. Aproveitaria dessa chance para apanhar um pequeno punhado de neve no punho direito, fazendo isso de uma maneira furtiva e tampando a visão do homem com o corpo para ter certeza de que o mesmo não visse a ação. Apanharia uma quantidade suficiente para que não ficasse escorrendo neve pelos dedos enquanto mantinha o punho fechado, pois tinha um plano com aquilo. A canhota, por sua vez, segurava os trapos velhos que usava para se vestir.



Seu oponente havia novamente se afastado de uma forma sinistra e com intuitos desconhecidos para ele, no entanto a curiosidade do combate começava a tomar conta de seu corpo. O que ele estava planejando? Havia algum tipo de armadilha preparada na neve? Descobriria em breve, pois ansiava por mais uma troca com o inimigo. Reunindo forças suficientes nas pernas, avançaria na direção do homem com uma rapidez cuidadosa, tomando cuidado para não escorregar na neve. Faria um trajeto em linha reta até ele como se estivesse pedindo para que o oponente lhe atirasse a faca, pois estava preparado para isso. Corria com o torso abaixado e os joelhos mais do que flexionados numa posição de preparo para uma esquiva rápida para a direita caso aquela faca viesse em sua direção.



Quando estivesse um tanto mais próximo de seu oponente lhe atiraria os trapos de tecido contra o rosto utilizando da canhota, pretendendo com isso ganhar mais tempo e um efeito surpresa ao se aproximar de uma distância de ataque dele. Sabia que, como não era canhoto, o "ataque" não tinha o intuito de causar dano ao oponente mas simplesmente lhe distrair por um curto instante, pois entendia que numa luta cada segundo de vantagem tem seu peso. Se aproximaria numa posição concentrada, com braços flexionados e juntos do peito, bem como também os joelhos flexionados como se estivesse esperando um ataque surpresa de seu oponente. Caso ele tente lhe esfaquear, socar ou chutar, estaria pronto para evitar o golpe desviando para o lado oposto ao mesmo tempo que se aproximaria do vilão, encurtando a distância entre ambos e adentrando em seu espaço de defesa.



Seu primeiro golpe seria um soco de direita visando os olhos do oponente. Tendo certeza quase que absoluta de que o golpe seria bloqueado, já soltaria a neve na direção dos olhos dele instantes antes do punho colidir com a sua defesa, buscando com isso deixá-lo parcialmente cego por um tempo necessário ou no mínimo espantado. Mesmo que por algum acaso o homem opte por não bloquear e receber o soco nos olhos, soltaria a neve instantes antes do punho colidir de qualquer forma, buscando ampliar a cegueira de seu oponente e partir para o próximo passo. Caso o homem tente atacar antes, durante ou após o soco de direita, manteria o punho esquerdo recuado contra o peito a todo momento, impedindo o homem de lhe golpear ali e diminuindo o tamanho de seu alvo, podendo então se esquivar para a direção oposta do ataque efetuado contra si.




Em uma situação diferente: caso ele se esquive do soco, ainda assim tentaria atirar a neve contra seus olhos de surpresa e persistir com outro golpe com o punho - dessa vez visando a boca de sua barriga com o intuito de lhe roubar da respiração - no mesmo instante. Acertando o golpe na primeira ou na segunda situação, lhe puniria com um segundo no abdômen, se aproveitando da cegueira fatal aplicada no oponente ou de sua falta de ar e utilizando ao máximo do peso do corpo para lhe aplicar o máximo de dano possível a todo momento.




Se é claro não conseguisse de forma alguma se aproximar dele ou de acertá-lo com o soco ou a jogada de neve, simplesmente ficaria focado atentamente em se esquivar de seus contra-ataques: movendo-se para a esquerda ou direita dependendo do soco, chute ou atirada de neve ou faca, procurando ativamente uma brecha em seus movimentos para tentar uma ofensiva novamente no futuro. A todo momento, no entanto, o sorriso sádico e alegre não deixaria seus lábios ensanguentados, bem como também uma constante risada satisfatória que já não mais debochava de seu oponente. Estava feliz por tê-lo encontrado, e pensava até mesmo em deixá-lo vivo após o combate. Não por misericórdia, mas simplesmente por querer encontrá-lo novamente num futuro incerto.



—Vamos, marujo!diria em meio a luta, numa cômica imitação de voz que representava um marinheiro sério —Mova-se, homem! Sentido! Direita, esquerda, direita!




A diversão parecia até mesmo lhe fazer ignorar a dor juntamente com o frio por hora, gargalhando constantemente. Buscava satisfazer sua sede por sangue e luta, colocando paixão e emoção a cada golpe e a cada esquiva, sentindo até mesmo o sangue ferver de exaltação.

Legenda:
 

Off:
 

____________________________________________________

[Mini - Grim] - Call of Duty - Página 2 JzFTL0p
Voltar ao Topo Ir em baixo
Mephisto
Orientador
Orientador
Mephisto

Créditos : 109
Warn : [Mini - Grim] - Call of Duty - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 06/04/2017
Idade : 21
Localização : Wars Island (North Blue)

[Mini - Grim] - Call of Duty - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: [Mini - Grim] - Call of Duty   [Mini - Grim] - Call of Duty - Página 2 EmptySab 14 Abr 2018, 19:19

MINI AVENTURA / POST 7
Interação e Diálogo



]



A cena do inimigo se movendo para trás sempre colocava na mente o que ele estaria pensando ou mesmo por que tal movimento, estratégia sagaz vinda do gatuno com suas adagas, entretanto o garoto em questão já tinha uma solução mental para aquilo, avançar e descobrir o que fosse, sua velocidade de arrancada era boa dada pelas suas panturrilhas e movimentos do joelho flexionados de uma vez que davam todo o impulso para a movimentação, com todo o cuidado para não deslizar ou melhor, para deslizar de forma “positiva” onde sua velocidade acabava impulsionada assustando seu inimigo, que fastava para trás, mas recebia um cruzado de esquerda logo depois de o pano cair nos seus olhos, bem no rosto o que quase o derrubava mas ainda não suficiente ele atacava girando a faca para a esquerda visando um corte lateral a ferocidade do golpe era notada em cada milímetro que a faca cortava o ar o barulho do metal no vento, mostrava o perigo de receber um daqueles, velocidade e força incrível, e uma precisão invejável de certo modo, mas talvez não o suficiente .

Grim vendo o movimento rapidamente girava se movia no sentido oposto abaixando seu dorso enquanto aproveitava para pegar neve e rapidamente jogar contra os olhos do inimigo e nesse momento e encaixando ali um soco bem centralizado nos olhos dele, sim um golpe que o jogava no chão, sua estratégia de repente deu certo de uma forma mais inesperada possível, entretanto no chão o homem puxava da bota uma terceira faca além das duas que estava nas mãos e lançava na direção dele, que estava preparado e com um rápido movimento conseguia sair da trajetória do projetil, mas agora o golpe final vinha, mais uma vez repetindo a estratégia da neve antes do punho colidir, Grim soltava a branca “areia” nos olhos dele mais uma ver golpeando no centro onde ficavam os olhos, e seguindo com um soco devastador na barriga. O homem caia aos poucos perdendo a consciência completamente. A queda dele era lenta e aos poucos afofava a neve, o rosto dele antes de desmaiar mostrava ódio, dizendo umas últimas palavras. -Seu filho da puta… eu te vejo no inferno...- e tossindo sangue depois do soco no estômago, manchava a neve em vermelho no que seria seu túmulo? Talvez não.- Você um dia… vai vir… e eu vou tes esperar com o tridente na mão… eu vou enfiar ele bem no meio...- e apagou depois de conversar suas asneiras, e claro o que fazer com o inimigo agora era apenas uma decisão de Grim.

A garotinha que estava em cima da árvore descia em alta velocidade dali com uma felicidade sem tamanho por ver que ele terminava tudo de pé e bem. - VOCÊ CONSEGUIU TIO.- e abraçava ele em um salto enorme o agarrando, ela tinha ainda um pouco de medo ao que parecia talvez pela tensão que tudo aquilo representou pra ela ate aquele momento, o fim dessa historia parecia ainda não estar nem mesmo próximo ou será que não? A garotinha então o questionava, já nem mesmo lembrava por que estavam naquela rua, nem mesmo como chegou ali, só que tinha algo pra fazer.-O que vamos fazer agora tio?-questionava com aquele ar de pensativa como quem não tinha certeza de mais nada, por que ela realmente não tinha mesmo.


Dicas e Orientação:
 

____________________________________________________

Make love, not war


[Mini - Grim] - Call of Duty - Página 2 D4wsKVj


2017 Achievements:
 


2018 Achivments:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Grim
Pirata
Pirata
Grim

Créditos : Zero
Warn : [Mini - Grim] - Call of Duty - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 24/03/2018
Idade : 20
Localização : North Blue - Micqueot

[Mini - Grim] - Call of Duty - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: [Mini - Grim] - Call of Duty   [Mini - Grim] - Call of Duty - Página 2 EmptySab 14 Abr 2018, 20:41

[Mini - Grim] - Call of Duty - Página 2 Giphy
Frostbite


O suspiro da vitória preencheu seus pulmões, acalmando os sentidos em alerta um após o outro de modo que o corpo assumia uma postura mais tranquila. Havia sobrevivido mais um perigoso embate na cruzilhada incerta da vida, e levaria cicatrizes do mesmo para o resto da vida. Deixaria o oponente vivo, mas não faria menção alguma de ajudá-lo removendo seu corpo dali.

—Viva, seu desgraçado... —diria em tom baixo, e por algum motivo a voz lhe veio tão fraca quanto o controle que tinha sobre o próprio corpo —... se conseguir.

Viraria o corpo para a garota que corria em sua direção, sendo surpreendido pelo abraço alheio que o fez recuar um passo, tomando conta do peso da menina nos braços. Um sorriso honesto e amável tomou conta de seus lábios, muito diferente do sorriso sádico e cruel de alguns instantes atrás. Deixaria ela de pé na neve com cuidado, enchendo a mente novamente com planos para o dia enquanto caminharia na direção dos trapos velhos caídos na neve, com o intúito de proteger-se do frio.


"Frio?"


Quando o gélido frio lhe beijou novamente na nudez da pele, soube que o perigo ainda não havia acabado. O ferimento na perna sangrava constantemente e os lábios estavam secos, incapacitando-o de pedir ajuda para a garota. Pôde ouvir o coração bater e a respiração entrar com dificuldade pelas narinas, lhe dando pontadas nos pulmões e fazendo-o cair de joelhos na neve. Fraco, simplesmente permitia que o corpo despencasse de peito contra a neve ao lado de seu oponente, tingindo a mesma de um vermelho que poderia se misturar com o dele. A imensidão branca possuiu completamente a visão trêmula e incerta, já não deixando o homem saber se estava morto ou simplesmente olhando para a neve que deitava.
Seria salvo pela garota? Era muito pesado para que ela o carregasse, imaginou. Era tão, mas tão pesado... quem poderia carregá-lo? O mar?

"Ser carregado pelo mar... Grand Line? Nassau..."

Com os pensamentos interrompidos por uma súbita perda de consciência, desmaiaria não tão longe da garota, completamente imerso numa escuridão gelada que "talvez" simbolizasse o seu fim.

Legendas:
 

Spoiler:
 

____________________________________________________

[Mini - Grim] - Call of Duty - Página 2 JzFTL0p
Voltar ao Topo Ir em baixo
Mephisto
Orientador
Orientador
Mephisto

Créditos : 109
Warn : [Mini - Grim] - Call of Duty - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 06/04/2017
Idade : 21
Localização : Wars Island (North Blue)

[Mini - Grim] - Call of Duty - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: [Mini - Grim] - Call of Duty   [Mini - Grim] - Call of Duty - Página 2 EmptySab 14 Abr 2018, 22:22


~Mini-Aventura ENCERRADA~


Observações: foi uma mini aventura bem divertida, espero que se divirta bastante no fórum e se mantenha por muito tempo, nos vemos na Grand Line!
-

O que fazer agora que terminei minha Mini-Aventura?
- 1º passo: Agora que encerrou sua mini-aventura basta criar a sua ficha na Criação de Personagens usando o Modelo de Ficha.
- 2º passo: Corra e crie sua aventura. Onde? Há um tópico chamado Crie sua Aventura, lembre-se de que você somente pode criar uma aventura se sua ficha for aprovada e dentro do limite de pedidos de criação de aventura pendentes. Caso haja alguma pendência espere alguém aprovar a aventura anterior, para postar a sua.
- 3º passo: Aventura aceita? Então procure um narrador, onde? Em T.N.D crie um tópico para solicitar seu narrador, e aguarde o ADM responsável pela área escolher um narrador para você.
- AH! Leia as regras para que você não venha a tomar punições.
- Lembre-se você tem 30 dias para pedir os 6 créditos da conclusão da mini-aventura neste link.

____________________________________________________

Make love, not war


[Mini - Grim] - Call of Duty - Página 2 D4wsKVj


2017 Achievements:
 


2018 Achivments:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




[Mini - Grim] - Call of Duty - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: [Mini - Grim] - Call of Duty   [Mini - Grim] - Call of Duty - Página 2 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
[Mini - Grim] - Call of Duty
Voltar ao Topo 
Página 2 de 2Ir à página : Anterior  1, 2

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Personagem e Mundo :: Mini-Aventura :: Mini-Aventuras Concluídas ou Canceladas !-
Ir para: