One Piece RPG
Innuendo - Página 12 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» O que me aguarda em Ponta de Lança? Espero que belas Mulheres, hihihi
Innuendo - Página 12 Emptypor Pippos Hoje à(s) 23:31

» Xeque - Mate - Parte 1
Innuendo - Página 12 Emptypor TheJoker Hoje à(s) 23:26

» Arco 5: Uma boa morte!
Innuendo - Página 12 Emptypor Kenshin Himura Hoje à(s) 23:12

» Supernova
Innuendo - Página 12 Emptypor Takamoto Lisandro Hoje à(s) 22:34

» I - O bêbado e o soldado
Innuendo - Página 12 Emptypor Masques Hoje à(s) 21:39

» Capítulo I: Raízes Perdidas
Innuendo - Página 12 Emptypor ADM.Tidus Hoje à(s) 21:30

» Apresentação 6 ~ Falência Bombástica
Innuendo - Página 12 Emptypor Furry Hoje à(s) 21:10

» [Kit - Makei] Red Saber/Mordred Pendragon
Innuendo - Página 12 Emptypor Volker Hoje à(s) 21:06

» [E.M] - Gostosuras e Travessuras
Innuendo - Página 12 Emptypor Achiles Hoje à(s) 20:27

» Drake Fateburn
Innuendo - Página 12 Emptypor CrowKuro Hoje à(s) 19:59

» Hermínia Hetelvine
Innuendo - Página 12 Emptypor ADM.Noskire Hoje à(s) 19:51

» Akira Suzuki
Innuendo - Página 12 Emptypor ADM.Noskire Hoje à(s) 19:49

» Sette Bello
Innuendo - Página 12 Emptypor ADM.Noskire Hoje à(s) 19:46

» Bell Farest
Innuendo - Página 12 Emptypor Far Hoje à(s) 19:43

» Alipheese Fateburn
Innuendo - Página 12 Emptypor GM.Alipheese Hoje à(s) 19:31

» As mil espadas - As mil aranhas
Innuendo - Página 12 Emptypor Noelle Hoje à(s) 19:08

» The One Above All - Ato 2
Innuendo - Página 12 Emptypor Thomas Kenway Hoje à(s) 18:54

» Seasons: Road to New World
Innuendo - Página 12 Emptypor GM.Muffatu Hoje à(s) 18:28

» Cap. 2 - The Enemy Within
Innuendo - Página 12 Emptypor Takamoto Lisandro Hoje à(s) 18:04

» Enuma Elish
Innuendo - Página 12 Emptypor Thomas Kenway Hoje à(s) 17:28



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 Innuendo

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1 ... 7 ... 11, 12, 13, 14  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 62
Warn : Innuendo - Página 12 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 27
Localização : 1ª Rota - Karakui

Innuendo - Página 12 Empty
MensagemAssunto: Innuendo   Innuendo - Página 12 EmptyQui 08 Mar 2018, 17:50

Relembrando a primeira mensagem :

Innuendo

Aqui ocorrerá a aventura dos(as) marinheiros Skÿller Van Der Veen e Hizumy Mizushiro Mayan. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
Skÿller
Agente em Treinamento
Agente em Treinamento


Data de inscrição : 10/08/2015

Innuendo - Página 12 Empty
MensagemAssunto: Re: Innuendo   Innuendo - Página 12 EmptyQua 30 Maio 2018, 16:29

I Smell Blood...



...... O estranho parecia estar divertido com a situação, claro que eu também estava animada mas era por outros motivos. Ele avisou que na realidade o expresso pararia de qualquer jeito, visto que os piratas usavam reféns nas linhas para obrigar o expresso a parar. Levi se levantou, ele parecia não querer esperar que os piratas entrassem para entrar no vagão, já Kate continuava com a personagem dela. Eu estava confiante que teríamos vantagem no nosso vagão até que escutei um leão rugindo, se os piratas fossem minks seriamos massacrados lá dentro devido a vantagem que a nossa raça possui.
...... - Vamos para o vagão 4. – sugeria num tom de ordem. Se o estranho falasse que o vagão estaria trancado eu daria indicações – Francis, Ivor, Levi e o senhor tentem abrir a porta para o vagão 4, se ficarmos aqui não teremos qualquer hipótese. Como os gritos parecem vir dos vagões 6 e 7 o melhor seria evitar ficar aqui. – embora a sede de sangue me fizesse ficar animada, era difícil manter um sorriso quando se estava claramente em desvantagem. – Se os 4 fizerem força conseguirão a abrir. – rapidamente andaria até a janela partida e olharia para o exterior, tentando ver alguma coisa. Se estivesse algum pirata próximo eu imediatamente me afastaria dela.
...... - Quem disse que você dá as ordens? – perguntaria Samael.
...... - Alguma ideia melhor? Esperar aqui não é uma opção. Nem ir para o vagão 6 ou 7.A menos que me convença do contrário. – responderia se alguém fizesse a mesma pergunta que Samael.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

...... Ficaria pensativa por uns instantes enquanto eles tentariam abrir a porta. Ainda era muito cedo para revelar que os dois amantes e a garotinha sabiam lutar e não hesitariam em matar piratas, o melhor seria tentar sobreviver um pouco mais até que um dos revolucionários decidisse lutar, mesmo que isso significasse ficar completamente maluca e sedenta, eu poderia facilmente beber o sangue de um dos piratas se o pegasse desprevenido.
...... Quando entrassem deixaria que os homens entrassem na frente, seguraria a mão de Evangeline e iria oferecer ajuda a Kate, se ela se recusasse a sair do vagão eu fecharia a cara e, com a luz que estaria vindo do outro vagão, ela poderia ver o meu rosto raivoso. Infelizmente as minhas emoções eram bem mais intensas quando estava sedenta – Não é uma questão de querer. Se você ficar aqui acabará por ficar em desvantagem. Duvido muito que você queira ser roubada, violentada e morta por um grupo de piratas. – não levantaria a voz mas o tom que sairia dela era bem autoritário – Você parece uma pessoa inteligente. Analise bem o que a rodeia. Não existem leões no mar, se escutou um rugido de leão quer dizer que existem minks no grupo pirata. E adivinhe: Eles vêm tão bem no escuro como se estivesse de dia. – se ainda assim ela não estivesse convencida eu olharia completamente raivosa para Francis e Evangeline – Francis e Evangeline, vocês vão para o vagão 4. – olharia então para o grupo revolucionário – Lilian e Ivor, vocês devem ir também, podem entrar piratas desse lado, se vocês forem não seremos flanqueados caso consigam entrar para o vagão 4. – talvez eu estivesse dando demasiadas ordens para a minha suposta nova patente e para a minha personagem mas Kate era uma mulher acostumada a dar ordens, então dessa forma talvez ela se identificasse, visto que ela parecia não querer mudar de ideias tão cedo.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

......Caso não tivessem conseguido abrir a porta do vagão 4 olharia bem para a porta e tentaria encontrar pontos úteis para tentar abrir ela por meios mais delicados, como fechaduras, dobradiças, parafusos, etc. Se eu conseguisse encontrar algo de útil imediatamente iria até Francis, agarraria a sua mão e começaria a usar ela para mostrar aquilo que eu estaria vendo – Você consegue fazer alguma coisa? – se a resposta fosse positiva eu daria espaço para ele trabalhar, se a resposta fosse negativa respiraria fundo três vezes para me acalmar.
...... Se Kate tivesse concordado em entrar no vagão 4 eu ficaria junto de Evangeline, deixando-a sempre próxima de mim. Deixaria a minha ninjaken guardada em todo o momento, eu teria que deixar Francis e o grupo revolucionário tomar as primeiras medidas. Entretanto, isso não queria dizer que deixaria minha guarda baixa, se tentassem agarrar-me ou a Evangeline eu não pensaria duas vezes e tentaria morder o braço do agressor caso não estivesse com proteção, então usaria as minhas garras para arranhar o máximo possível do mesmo braço. Se acontecesse de o agressor na realidade ser um civil assustado e presando pela sua segurança, olharia com um ar frio para ele e com uma voz ainda mais gélida – Ainda bem que não somos os piratas. Você estaria morto nessa hora. – olharia para Francis e então voltaria a olhar para o civil – Peço desculpa pelo braço. Foi auto defesa.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

...... Se não houvesse sinal de piratas no vagão 4, analisaria a reação dos civis ali presentes, se eles estivessem assustados respiraria fundo e diria – Não mostrem resistência aos piratas, entreguem os vossos bens e talvez sobrevivam… Mas… Aqueles que estiverem confiantes de suas forças devem fazer o melhor para proteger os mais fracos. - olharia para as janelas e então avisaria - Mantenham distância das janelas. Fiquem juntos e não entrem em pânico. - olharia para Francis e faria um sinal para que ele tomasse conta da situação, ficaria esperando por algum sinal dando luz verde para matar. Até que ele desse permissão ficaria coçando o lugar da minha marca enquanto estaria iniciando as minhas preses para Mithrar. Se Francis desse permissão para matar olharia para Evangeline e diria um pouco ansiosa - Talvez seja melhor você não olhar. - aquele não era um aviso da irmã mais velha mas sim um aviso sério, lembraria dos avisos passados de Samael em relação às crianças normais e como elas poderiam ser facilmente impressionadas e traumatizadas.
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Citação :

Nome da Personagem: Skÿller Van Der Veen
Nº de Posts: 41
Sangue: (11/15)
Ganhos: Patente Sargento; Perícia Toxicologia; Perícia Química; Ninjaken lvl 2; Par de algemas; Bolsa; Vestido; 7.525.000 berries
Ninjaken:
 

Perdas:  -29.564.000 berries; Ninjaken lvl 1; NPC Acompanhante (Roxanne); Medalçha Guardian; Medalha Enterprise.
Personagens:
The Wolf:4/4
Dance of Knives 4/4
Now You See Me… :  4/4
Coments Extras:  Usando um vestido; Judgement Star no pulso.

Objetivos:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
PepePepi
Membro
Membro
PepePepi

Créditos : 140
Warn : Innuendo - Página 12 10010
Data de inscrição : 15/03/2013
Localização : Utopia - 7ª rota

Innuendo - Página 12 Empty
MensagemAssunto: Re: Innuendo   Innuendo - Página 12 EmptyQui 31 Maio 2018, 02:43

Narração

Clima: Agradável dentro do trem
Local: Trem do oceano
Progresso até Endeavor:  7/9 ~progresso parado a partir deste ponto~


Skÿller

A calma que tinha sumiu um pouco quando ouviu o rugido. Minks? Não pensando duas vezes ordenou que todos fossem para o vagão número 4. Estava escuro demais ali para todos os outros, não havia como lutarem contra minks leões. O povo em peso no vagão começou a se levantar rapidamente ouvindo a sugestão da jovem e assim várias pessoas se amontoaram no corredor do quinto vagão. As pessoas começaram a bater na porta trancada que levava para o vagão 4. - Como que eles estão na ilha... que tinha que estar na nossa frente... e estão atacando por trás? - Perguntou Francis para todos ali, sem entender exatamente como isso era possível. As pessoas conseguiram então quebrar a porta e assim passaram correndo indo para o vagão 4. Um pequeno feixe de luz passou de onde era a porta, não era o suficiente para iluminar muito do vagão 5, mas já servia de guia para as pessoas que ainda não haviam atravessado para o vagão 4.

Levi então se aproximou de Kate e a segurou no colo. - Temos que sair daqui rápido. Não tem como lutar contra eles nesse escuro. - Foi quando ouviram mais barulho no fundo do vagão 5 e então Skÿller viu que alguns minks estavam realmente entrando pelas janelas do trem. Aproximando-se então de Evangeline, começou a andar com a menina na direção do vagão 4 com todos os revolucionários e Francis. Foi quando passaram pelo homem que havia ido até onde era a porta. Ele olhava para os minks, para Skÿller era claro que ele olhava na direção deles, mas não via eles de verdade, pelo menos não como ela via, a luz que passava pelo vão onde ficava anteriormente a porta não era nem de perto o suficiente para chegar até o outro lado do vagão e iluminar os minks leões. Aqueles minks eram de certa forma familiar para Skÿller. -Podem vir seus malditos.- Ouviu no mesmo momento que atravessava a porta e se via entre os dois vagões, várias pessoas por algum motivo pularam no mar, desespero faz pessoas agirem de forma idiota muitas vezes, mas esse parecia um novo recorde. Foi então que entrando no quarto vagão notou porque elas fizeram isso. Agora não havia mais dúvida. Havia um mink leão naquele vagão com o símbolo da flor de lis. Ele estava matando as pessoas no vagão sem nenhum tipo de remorso. - Ótimo, estamos cercados. - Falou Levi com Kate em seu colo. - Não estou vendo muita opção. - Foi então que Lilian se aproximou de Skÿller e Evangeline e falou para as duas, porém focada na criança. - Pode ter certeza que não deixaremos que você ou sua irmã aqui se machuque.

- Não vou conseguir fazer muita coisa com você no meu colo. - Falou Levi para Kate, a mesma então só respondeu para ele a soltar então e o mesmo a colocou no chão entre os vagões.

No vagão 4, iluminado, era possível ver pelo menos cinco minks. Enquanto no vagão 5, sem luz além do que vinha do próprio vagão 4, era possível ver o homem e pelo menos três minks. O vagão 5 não tinha cadáveres, porém o 4 estava cheio deles. Olhou então para Francis, esperando que o mesmo desse sinal verde para que ela matasse, porém, para a decepção dela, viu que o mesmo sinalizava para não fazer nada ainda. Vidas humanas eram menos importantes que a missão.


Histórico:
 

Evangeline:
 

Francis:
 

Revolucionários:
 

Disposição dos bancos no vagão 5:
 

Homem misterioso:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Skÿller
Agente em Treinamento
Agente em Treinamento
Skÿller

Créditos : 10
Warn : Innuendo - Página 12 10010
Masculino Data de inscrição : 10/08/2015
Idade : 25
Localização : Entre a faca e a parede

Innuendo - Página 12 Empty
MensagemAssunto: Re: Innuendo   Innuendo - Página 12 EmptyQui 31 Maio 2018, 10:48

Lights Out



...... Felizmente conseguiram abrir a porta mas acabamos por presenciar algo não tao agradável. Inúmeras pessoas saltavam pela janela cheios de medo do mink leão que matava todos a sangue frio. Já o estranho tinha ficado no vagão 5 chamando para a luta os piratas que estavam entrando pela janela.
...... - Sky… - disse Samael apontando para os minks – Todos minks leões. E aquele tem a marca dos De La Serre. – Samael olhou em volta – Fique bem. Não vou incomodar você. – então Samael correu e saltou também pela janela.
...... Lilian prometeu deixar-nos seguras, mas infelizmente não havia ninguém que pudesse deixar o grupo revolucionário em segurança. Francis não dava permissão para lutar, eu sabia que a missão era mais importante que a vida dos civis, mas não iriamos conseguir nada se morrêssemos. Normalmente eu ficaria animada com uma luta, mas quando os oponentes eram De La Serre eu não conseguia ficar com um sorriso na cara, apenas uma sensação de fúria e ódio. Minha mão tremia de ansiedade. Mordi levemente o dedo indicador para pensar no que deveria fazer.
...... – Lilian. Tenha cuidado. – olharia então para Evangeline e depois para Francis. Aproximar-me-ia dele e sussurraria num tom frio – Mortos não servimos de nada. Pelo menos ajude eles. – daria as costas e ficaria com Evangeline num canto. Analisaria todos os detalhes dos piratas que estariam entrando no expresso.
...... “Todos esses corpos… Todas essas almas… A cada segundo que passa ela fica mais forte. A cada segundo que passa eles ganham mais poder.”
...... - Evangeline. – Ajoelhar-me-ia e colocaria ambas as mãos nos ombros dela – Talvez você não vá gostar daquilo que vai ver. - Suspiraria – Eu preciso que você mantenha a calma e concentrada. – então levantar-me-ia e entraria sozinha no vagão 5, porém pararia na porta se Francis chamasse a minha atenção, escutaria o que ele teria a dizer e, sem olhar para ele, eu diria – Lamento, mas eu não posso deixar que eles matem mais pessoas. Não vou morrer hoje e nenhum de vocês vai morrer hoje… - suspiraria – Me mostre que você é melhor que o sítio que eu deixei. Me mostre que é superior.
...... Ao entrar no vagão 5 imediatamente sacaria a minha ninjaken e usaria a técnica “The Wolf” no primeiro pirata que aparecesse, quando concluísse a técnica aproveitaria a distância para realizar uma estocada na zona pélvica do mink fazendo com que ele se curvasse, nesse momento realizaria um golpe no pescoço com a intensão de o decapitar. Não perderia tempo e imediatamente correria na direção do mink mais próximo e, quando estivesse perto o suficiente, deslizaria por baixo dele enquanto usaria a minha ninjaken para cortar as pernas dele.
...... Para defender-me de chutes baixos, eu tentaria pular para cima do pirata e enfiar a minha ninjaken em seu ombro, empurrando-o ela para o chão; se forem chutes médios ou altos, eu rapidamente me abaixaria e então me jogaria na outra perna para que ela caísse e tentaria não ficar por baixo da pessoa, se ela não tivesse nenhuma proteção na perna não hesitaria em morder dele.
...... Para socos circulares direcionados à cabeça ou tronco, eu me esquivaria com um movimento de pêndulo para o lado oposto do soco; no caso de socos frontais direcionados na minha cabeça, eu esquivaria para direita e então perfuraria o pulmão do agressor; Se tentassem socos abaixo da cintura eu saltaria o mais alto possível e enfiaria a ninjaken, segurando com a mão esquerda, na clavícula dele enquanto tentaria enfiar as minhas garras direitas em um dos seus olhos; se fossem socos de gancho, eu daria um salto para a minha direita e tentaria realizar um corte horizontal no torso do agressor.
...... Para golpes cortantes ou de impacto horizontais direcionados acima do pescoço, eu rolaria para a frente e então tentaria enfiar a minha ninjaken no fígado e então empurraria a ninjaken para um dos lados de forma a realizar uma abertura no corpo do pirata; Para golpes horizontais direcionados ao meu tronco eu esquivar-me-ia para trás; Se forem golpes horizontais focados abaixo da cintura eu saltaria o mais alto possível e enfiaria a ninjaken no ombro do braço predominante;
...... Para golpes de estocada eu esquivar-me-ia para a esquerda e então tentaria enfiar a ninjaken no antebraço da pessoa, se bem-sucedida eu não hesitaria para arrancar o braço fora.
...... Se tentassem lançar projéteis ou disparar contra mim, usaria a técnica “Dance Of Knives” e então utilizaria a minha aceleração para correr na direção do agressor mais próximo e tentaria realizar um golpe horizontal da esquerda para a direita em suas pernas o mais profundo possível.
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Citação :

Nome da Personagem: Skÿller Van Der Veen
Nº de Posts: 42
Sangue: (12/15)
Ganhos: Patente Sargento; Perícia Toxicologia; Perícia Química; Ninjaken lvl 2; Par de algemas; Bolsa; Vestido; 7.525.000 berries
Ninjaken: Tesouro de Ymir/Requiescant:
 
Perdas: -29.564.000 berries; Ninjaken lvl 1; NPC Acompanhante (Roxanne); Medalha Guardian; Medalha Enterprise.
Personagens:
The Wolf:4/4
Dance of Knives 4/4
Now You See Me… : 4/4
Coments Extras: Usando um vestido; Judgement Star no pulso.

Objetivos:
 

____________________________________________________

~Fala~
~Pensamento~

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Sabe por que caímos?
Para aprendermos a levantar.

Voltar ao Topo Ir em baixo
PepePepi
Membro
Membro
PepePepi

Créditos : 140
Warn : Innuendo - Página 12 10010
Data de inscrição : 15/03/2013
Localização : Utopia - 7ª rota

Innuendo - Página 12 Empty
MensagemAssunto: Re: Innuendo   Innuendo - Página 12 EmptyQui 31 Maio 2018, 19:47

Narração

Clima: Agradável dentro do trem
Local: Trem do oceano
Progresso até Endeavor:  7/9 ~progresso parado a partir deste ponto~


Skÿller

Ao perceber quem eram seus inimigos, começou a tremer de raiva. Eram minks do clã De La Serre. As mortes estavam sendo ocorrendo de forma rápida e explicada, queriam aumentar os tributos para Kiara. Apesar da ordem de Francis e da fala de uma das revolucionárias, Skÿller sentia que precisava agir naquela situação. Pensando rapidamente, desejou sorte a revolucionária em sua luta e afastou-se um pouco com Evangeline e Francis, onde falou para o seu chefe ajudar porque não seriam uteis mortos. O agente olhou para ela com uma cara meio surpresa e acabou falando em um tom baixo no começo. - Não sabia que se importava tanto com civis. Talvez seu lugar seja com a marinha mesmo no fim das contas. - Mas ele deu de ombros e virou para olhar os piratas que ali estavam. A mink provavelmente faria algo que denunciaria que sabiam lutar de qualquer forma, então era melhor entrar logo nessa ideia. Assim acabou falando em tom mais alto. - Se a minha gatinha quer tanto assim que eu ajude. Tomara que isso sirva para algo no fim. - Todos os oito minks que conseguia ver eram minks leões, todos com o símbolo da flor de Lis. Eles aparentavam ser fortes, provavelmente porque estavam massacrando civis. Mas não aparentavam ser tão fortes quanto Suzumme foi. A presença dela era muito maior que a de qualquer um deles, por pouco não sendo igual a de todos do vagão 5. Falando no vagão 5, era interessante ver aquele homem lutando com os três. Ele estava se esquivando da melhor forma que podia, mas o escuro estava prejudicando-o demais.

Skÿller falou com Evangeline para a criança manter a calma, a mesma deu sinal de que havia entendido. A mink então voltou para o vagão 5, onde o homem estava visivelmente cansado e cercado pelos três minks, um deles em cima de alguns bancos a direita do homem. A movimentação ali era difícil por causa dos bancos, então até mesmo atacar em conjunto se tornava mais complicado. Provavelmente não imaginavam que alguém iria contra eles. O primeiro pirata acertou facilmente pois o pegou desprevenido. No entanto o segundo movimento de estocada de sua técnica acabou por falhar por causa da geografia do local. Acabou então esbarrando com o próprio homem. Ficando costa a costa com ele. - Oh... pensava que vocês eram meros fugitivos da família. - O tom dele era uma mescla de seriedade com ironia. - Que bom que pode me ajudar aqui. - O mink leão que levou a primeira estocada então se virou para a direção de Skÿller e com raiva tentou socá-la diretamente. A mesma conseguiu desviar para a direita e acertar uma estocada na altura do pulmão do mink. - Como que você está acertando tão fácil? - Perguntou o mink que antes estava mal apoiado em cima dos bancos, porém agora estava logo acima da cabeça dela já caindo em sua direção, com as garras a mostra pronto para acertá-la. Tentou rolar então, porém a falta de espaço limitou seu movimento e se viu sendo cortada facilmente nas costas pelo mink que havia acertado duas vezes anteriormente. - Cuidado com o espaço sua maluca. - Reclamou o homem ao perceber pelo barulho que ela havia tentado rolar no chão ali, não havia muito espaço para fugir rolando.

- Ela está vendo a gente de alguma forma, tenham cuidado. - Falou o mink que estava logo a sua frente. Skÿller estava com um mink em cada lado. O homem estava teoricamente encarando o terceiro mink (apesar de claramente não enxergar o suficiente para chamarmos de encarar), estando assim de costas para o segundo mink que também estava de costas para ele já que este olhava para a sargento sem entender como uma humana estava o enxergando ali.


Histórico:
 

Evangeline:
 

Francis:
 

Revolucionários:
 

Disposição dos bancos no vagão 5:
 

Homem misterioso:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Skÿller
Agente em Treinamento
Agente em Treinamento
Skÿller

Créditos : 10
Warn : Innuendo - Página 12 10010
Masculino Data de inscrição : 10/08/2015
Idade : 25
Localização : Entre a faca e a parede

Innuendo - Página 12 Empty
MensagemAssunto: Re: Innuendo   Innuendo - Página 12 EmptySex 01 Jun 2018, 12:29

Meow...



...... O comentário de Francis me enchia ainda mais de raiva, eventualmente teríamos de lutar e mostrar o nosso lado pouco inofensivo. A minha decisão de querer lutar não era pela segurança dos civis, mas sim pelo próprio bem da missão. Os revolucionários, embora inimigos do governo, não eram pessoas insensíveis que não se importavam com os mais fracos, muito pelo contrário, eles defendiam aqueles que a marinha não conseguia ou não queria defender. Ao demonstrar alguma compaixão os revolucionários que estavam na nossa frente talvez conseguissem se conectar connosco, isso ficou bem claro com a fala de Lilian. Para além do facto de que se eles morressem não iriamos descobrir o que eles haviam descoberto sobre o governo nem saberíamos mais informações sobre eles, um dos pontos principais da missão.
...... “Tsc… Se me chamar de gatinha de novo vou mostrar-te as garras…”

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

...... Naquele momento não conseguia nem olhar para a cara de Francis, então fui até ao vagão 5 onde pude descarregar a minha raiva, mas infelizmente o estranho parecia saber demais. – Quem não sabe lutar neste mundo não dura muito tempo. – respondi friamente – Quando se decide fugir é necessário ter a certeza de superar qualquer obstáculo.
...... A luta continuou e consegui acertar alguns golpes, deixando os piratas confusos sobre como eu conseguia ver no escuro. Não conseguia esconder o orgulho que sentia nos meus dotes de disfarce – Vocês são muito barulhentos. – disse num tom de ironia. Para meu infortúnio o espaço ali para lutar ela limitado e acabei sendo ferida nas costas pelas garras do pirata. – Esse vestido era novo. – disse fechando novamente o rosto.
...... “Normalmente eu usaria a máscara… Mas isso iria denunciar-me no mesmo instante. Parece que terei de usá-la outra altura…”
...... Sem pensar duas vezes correria na direção do pirata na minha frente, quando estivesse perto o suficiente usaria um dos bancos como apoio para saltar para cima dele com a ninjaken pronta a penetrar o olho dele, se fosse bem-sucedida diria num tom de deboche – Gatinhos que não sabem saltar. Que ironia. - Nesse momento empurraria a ninjaken e o meu corpo para o lado de forma a fazer o mink ficar de costas para o outro mink e cair por cima dele ou, pelo menos, na sua direção. Esperaria a reação do próximo mink, esperando pelo seu ataque para que eu pudesse contra-atacar.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

...... Por outro lado, se não tivesse sido o suficiente para acabar com o pirata ou se eu errasse o golpe, correria na direção do pirata mais próximo e, quando estivesse perto, realizaria um movimento circular com a ninjaken de baixo para cima com uma inclinação de 45º à esquerda sendo o foco a sua perna direita, visando cortá-la fora ou pelo menos deixá-la inutilizável. À medida que o pirata começasse a cair, saltaria e realizaria um corte horizontal no seu pescoço com a intenção de o decapitar. Então esperaria a reação do outro pirata e ficaria aguardando pelo seu golpe.
...... Se o mink decidisse virar o seu foco no estranho eu não pensaria duas vezes e saltaria para as suas costas, nesse momento usaria a ninjaken para cortar o pescoço enquanto eu estaria mordendo o seu pescoço e bebendo do seu sangue. Ainda não estando feliz com o resultado sairia das costas dele e enfiaria a ninjaken na base da sua espinal medula e realizaria um corte pegando toda a coluna até a cabeça e empurrá-lo-ia para o lado, de forma a não cair por cima de ninguém.
...... Para defender-me de chutes circulares baixos, eu pularia o mais alto possível na direção do pirata e enfiaria a minha ninjaken na sua clavícula, empurrando-o para o chão; se forem chutes circulares médios ou altos, eu rapidamente me abaixaria e então me jogaria na outra perna para que ele caísse, tentando não ficar por baixo do mink, se ele não tivesse nenhuma proteção na perna não hesitaria em mordê-la e, quem sabe, provar um pouco do sangue. Para Chutes frontais médios ou altos eu abaixar-me-ia, rolaria para a frente (uma vez que rolar para os lados era ineficaz) e agarraria a perna do pirata, empurrando-o para trás para que ele caísse e perdesse o equilíbrio, nesse momento eu saltaria para cima com a ninjaken preparada para perfurar o seu coração.
...... Para socos circulares direcionados à cabeça ou tronco, eu me esquivaria com um movimento de pêndulo para o lado oposto do soco; no caso de socos frontais direcionados na minha cabeça, eu esquivaria para esquerda e então realizaria uma estocada no fígado do pirata; Se tentassem socos frontais abaixo da cintura, eu saltaria o mais alto possível e enfiaria a ninjaken, segurando com a mão esquerda, no ombro dele enquanto tentaria enfiar as minhas garras direitas em um dos seus olhos; se fossem socos de gancho, eu daria um salto para a minha direita e tentaria realizar um corte horizontal no torso do agressor. Se tentassem socar-me com um movimento descendente, eu esquivaria para o meu lado direito e, quando ele errasse o golpe, enfiaria a minha ninjaken no braço dele e tentaria empurrar a ninjaken até ao seu ombro, incapacitando aquele membro.
...... Se tentassem agarrar-me eu não hesitaria em morder os braços do pirata se estivessem a altura para isso, se não estivessem eu começaria a dar coices focando a parte íntima dele para que perdesse forças e então me largar, quando estivesse com os movimentos mais livres usaria as minhas garras para cegar o oponente, aproveitando o facto de ele já estar ligeiramente atordoado.
...... Se eu conseguisse derrotar os dois piratas analisaria a situação do estranho e do pirata que estaria lutando com ele. Caso o pirata ainda estivesse vivo, não hesitaria em correr na sua direção e falar para o estranho - Saia da frente. - Com o caminho livro saltaria na direção do pirata com a minha ninjaken apontada ao peito dele, bem no coração, ainda com a ninjaken presa dentro dele virar-me-ia sem largar a ninjaken e usaria ambas as mãos para empurrá-la para baixo, de forma a abrir o máximo possível do seu corpo.
...... Quando o terceiro pirata estivesse morto respiraria fundo e abanaria a minha ninjaken para tirar o sangue dela para então a guardar. Deixar-me-ia cair de joelhos no chão no meio do sangue, sem pensar duas vezes deixaria as minhas mãos caírem nele enquanto eu me perderia em meus pensamentos. Olharia para as minhas mãos, levantar-me-ia e daria as costas para o estranho, todo aquele sangue, raiva e adrenalina começaria a deixar a minha sede cada vez mais incontrolável, juntamente com as emoções. Limparia uma mãos mãos ao vestido e a outra usaria para fingir coçar o nariz enquanto na realidade aproveitaria para saborear o sangue e saciar o vício. Como o estranho tinha visão limitada ele não poderia dizer ao certo o que estaria fazendo, como a ansiedade por estar rodeada de sangue me fazia tremer aproveitaria para deixar a minha respiração pesada para que parecesse estar nervosa com a situação. - Não esperava ter de tirar a vida de alguém tão cedo... - diria se o estranho perguntasse como eu estaria. Nesse momento limparia o meu rosto ao vestido se ele estivesse sujo com sangue.
...... Sem esperar que ele conseguisse responder lembrar-me-ia dos De La Serre no vagão seguinte. Imediatamente iria até ao vagão 4 para averiguar a situação do meu grupo, esperando que no mínimo estivessem respirando. Se Francis ou Evangeline estivessem feridos aproximar-me-ia e seguraria um deles olhando e analisando os seus ferimentos, dando prioridade a Evangeline pelo simples facto dela não se ter demonstrado um estorvo durante a missão e por ser uma criança.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Citação :

Nome da Personagem: Skÿller Van Der Veen
Nº de Posts: 43
Sangue: (13/15)
Ganhos: Patente Sargento; Perícia Toxicologia; Perícia Química; Ninjaken lvl 2; Par de algemas; Bolsa; Vestido; 7.525.000 berries
Ninjaken:
 
Perdas:  -29.564.000 berries; Ninjaken lvl 1; NPC Acompanhante (Roxanne); Medalha Guardian; Medalha Enterprise.
Personagens:
The Wolf:1/4
Dance of Knives 4/4
Now You See Me… :  4/4
Coments Extras:  Usando um vestido; Judgement Star no pulso.

Objetivos:
 

____________________________________________________

~Fala~
~Pensamento~

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Sabe por que caímos?
Para aprendermos a levantar.

Voltar ao Topo Ir em baixo
PepePepi
Membro
Membro
PepePepi

Créditos : 140
Warn : Innuendo - Página 12 10010
Data de inscrição : 15/03/2013
Localização : Utopia - 7ª rota

Innuendo - Página 12 Empty
MensagemAssunto: Re: Innuendo   Innuendo - Página 12 EmptyDom 03 Jun 2018, 03:07

Narração

Clima: Agradável dentro do trem
Local: Trem do oceano
Progresso até Endeavor:  7/9 ~progresso parado a partir deste ponto~


Skÿller

A jovem mink ficou furiosa com o comentário de Francis, aparentemente ele não conseguia ter uma visão ampla como a dela da situação. Imaginava horríveis cenários onde os revolucionários morriam e assim a missão acabava, mas pelo visto para Francis isso não seria um problema muito grande. Não podendo perder tempo com isso em sua mente, se concentrou no vagão 5, onde apesar de acertar um mink leão duas vezes, acabou sendo acertada em suas costas por não ter se adequado tanto quanto queria com o espaço limitado do vagão.

Situação do vagão no começo do post:
 

Mas isso não a limitaria, acabou correndo e pulando em um banco, utilizou o mesmo como apoio para acertar o olho do mink que estava a sua frente, conseguia ver logo a sua frente o homem desviando de um golpe do mink que sobrava ali, o leão que acertara apesar de reagir não conseguiu evitar completamente o golpe da sargento. – Gatinhos que não sabem saltar. Que ironia. - Falou a mesma se deleitando com a situação. Skÿller tentou girar o corpo do mink, no entanto ele foi resistindo mais do que imaginava e por isso ele acabou caindo em um banco para a sua direita e não no corredor, fazendo cento e oitenta graus, como queria.

Nesse momento a marinheira acabou vendo o pirata que já havia acertado vindo em sua direção, pela sua direita. Claramente querendo acertá-la com suas garras em um movimento descendente. Skÿller então desviou se aproximando ainda mais do mink por fazer um movimento para a sua própria direita enquanto desviava. No movimento tão rápido, a mesma com sua ninjaken acertou o braço do mink e tentou assim inutilizar o mesmo, porém não conseguiu graças a um movimento que empurrou não só ela como o próprio mink leão. Era o homem caindo naquela região. Graças a isso o campo de batalha ficou dessa forma:

Forma intermediaria:
 

O pirata que Skÿller já havia acertado mais de uma vez acabou se levantando e tentou aproveitar que o homem estava caído para matá-lo, porém a jovem não deixaria tão erro passar despercebido e pulando nas costas do leão, acertou o pescoço dele e o mordeu, deliciando-se com o sangue dele. Saltando do mesmo, acertou suas costas e o cortou, após isso o empurrou, fazendo-o cair no banco a sua esquerda.

Vendo-se de frente com o último pirata e com o caminho mais ou menos livre para chegar até ele, não pensou duas vezes e assim pulou o homem e já preparou sua ninjaken para acertar o peito do mink a sua frente. Ele desviou, apesar de ainda sofrer um corte em sua lateral do corpo. Skÿller acabou por ouvir um barulho estranho, era de vidro se quebrando, no fim do corredor, que levaria ao vagão de número 6. O mink então tentou acertá-la com as garras em um movimento bem estranho onde ele tentava acertá-la por ambos os lados. Como se fosse um abraço, um abraço onde ambas as mãos dele chegariam em alturas diferentes e que não visavam suas costas e sim só cortar sua pele. Apesar de desviar de uma, com o movimento viu seu braço direito sendo acertado pelas garras e um pequeno pedaço de carne era retirado com as poderosas unhas minks, sangue começava a sair, nada desesperador, principalmente quando lembrava de alguns golpes de Suzumme. Foi então que ouviu um barulho de tiro e o mink a sua frente parou, claramente sendo acertado pelas costas. Guardando sua ninjaken, aproveitou o momento para bebericar um pouco do sangue dos inimigos, ainda estava escuro, mas viu que dois homens armados haviam quebrado o vidro da porta entre o vagão 6 e 5 e entrado.

Ouviu então no fundo, na direção do vagão 4. - Onee-sama está tudo bem? Lá já cuidaram de tudo.

Situação final:
 


Off:
 

Histórico:
 

Evangeline:
 

Francis:
 

Revolucionários:
 

Disposição dos bancos no vagão 5:
 

Homem misterioso:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Skÿller
Agente em Treinamento
Agente em Treinamento
Skÿller

Créditos : 10
Warn : Innuendo - Página 12 10010
Masculino Data de inscrição : 10/08/2015
Idade : 25
Localização : Entre a faca e a parede

Innuendo - Página 12 Empty
MensagemAssunto: Re: Innuendo   Innuendo - Página 12 EmptyDom 03 Jun 2018, 11:05

Improvise. Adapt. Overcome.



...... Nem tudo corria como o esperado, minha mente estava tomda pela ira e issoera um obstáculo para o sucesso, acabei por me magoar mais que o pretendido. Do meu braço direito esvaia-se um pouco de sangue, as costas arranhadas ardiam e provavelmente também sangravam. Os ferimentos não eram os piores mas não conseguia deixar de sentir imensa dor.
...... - Você está a ficar cada vez mais lenta. – comentou Samael entrando pela janela, completamente encharcado. - Mas ainda bem que não morreu. Aquilo lá em baixo é muito entediante... Gosto de infernizar você e não estranhos.
......"Acho que teria saudades de você também..."
...... Oh não... - Disse Samael preocupado - Você bateu com a cabeça, né?

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

...... - Onee-sama está tudo bem? Lá já cuidaram de tudo. – disse Evangeline. Por algum motivo as suas palavras encheram o meu ser, era como se toda a raiva desaparecesse. Limpei a minha boca à manga e segurei o meu ombro direito com toda a força.
...... - Eu acho que… - não resistiria em começaria a rir um pouco. Faria o meu melhor para me aproximar de Evangeline – Eu acho que já estive pior mas… Argh… Essa dor é insuportável. Hehehe… – faria o meu melhor para chegar até Evangeline.
...... “Nem passou um dia e já tenho o braço machucado de novo… Acho que preciso de férias…”

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

...... Se a garota parecesse preocupada com o meu estado eu sorriria e colocaria a minha mão esquerda no rosto dela e sorriria – Agora que olho para você... Eu percebo porque dizem que somos parecidas… - olharia para ela para ver se estaria magoada – Você não se machucou, né? – O cabelo, o jeito de agir e falar e as orelhas falsas faziam que fossemos mesmo parecidas, era engraçada a situação de certa forma.
...... Caso a garota quisesse tratar de mim não demonstraria nenhuma resistência para tal, embora não conseguisse esconder o facto de ser um pouco vergonhoso. – Sua irmã é uma idiota. Agiu de cabeça quente novamente e olhe como acabou. – diria enquanto ela estivesse tratando de mim – Quando tudo acabar… Lembre-me de contar como Roxanne perdeu o braço. – fecharia lentamente os olhos e respiraria fundo para conter a dor, não era nada de mais mas ainda assim não era fácil escondê-la.
...... “Quando lutei contra Suzume as dores vieram de uma só vez no fim da batalha. No submarino a situação foi a mesma, mas… Mas quando os inimigos são De La Serre a raiva toma conta de mim, às vezes não sei se os meus atos são realmente motivados pelo Criador ou pelo sentimento de superioridade que reside em mim… Preciso de começar a trabalhar no meu orgulho e deixá-lo de lado…”
...... Quando Evangeline dissesse para voltar-mos para o vagão 4 eu me apoiaria novamente nela, não por necessidade mas pela simples vontade de querer um pouco de descanço. Talvez eu devesse ter esperado um pouco mais antes de voltar a lutar, mas não havia como mudar o passado. Ao chegar no vagão 4 procuraria um lugar para me sentar e, se alguém perguntasse o que havia acontecido ou se eu estava bem, sorriria olhando par baixo e responderia – Já tive dias piores…
...... Se algum dos revolucionários perguntasse onde ou como nós sabiamos lutar e Francis não tivesse uma resposta pronta não resistiria em rir com a situação – Pelo mesmo motivo de cientistas de minhocas saberem lutar. O mundo é cruel, se não soubermos nos defender quem irá? – se comentassem a marinha não seria capaz de me conter – HAHAHAHA! E onde está a marinha? Ela só consegue agir de for debaixo do nariz dela.
...... Parecia que os piratas haviam sido eliminados, pelo menos nos vagões 7,6,5 e 4. Mas ainda existiam outros vagões para limpaz e civis no mar para salvar, embora eu não me importasse com a vida deles não conseguia deixar de pensar no que Roxanne faria nessa situação. Mas de qualquer modo o que era fizesse seria irrevelante perante a situação atual, o foco era ter informações dos Revolucionários, então ficaria esperando pela decisão de Francis.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Citação :

Nome da Personagem: Skÿller Van Der Veen
Nº de Posts: 44
Sangue: (01/15)
Ganhos: Patente Sargento; Perícia Toxicologia; Perícia Química; Ninjaken lvl 2; Par de algemas; Bolsa; Vestido; 7.525.000 berries; Feridas no braço direito; Feridas nas Costas.
Ninjaken: Tesouro de Ymir/Requiescant:
 
Perdas: -29.564.000 berries; Ninjaken lvl 1; NPC Acompanhante (Roxanne); Medalha Guardian; Medalha Enterprise.
Personagens:
The Wolf: 2/4
Dance of Knives: 4/4
Now You See Me… : 4/4
Coments Extras: Usando um vestido; Judgement Star no pulso.

Objetivos:
 

____________________________________________________

~Fala~
~Pensamento~

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Sabe por que caímos?
Para aprendermos a levantar.

Voltar ao Topo Ir em baixo
PepePepi
Membro
Membro
PepePepi

Créditos : 140
Warn : Innuendo - Página 12 10010
Data de inscrição : 15/03/2013
Localização : Utopia - 7ª rota

Innuendo - Página 12 Empty
MensagemAssunto: Re: Innuendo   Innuendo - Página 12 EmptySeg 04 Jun 2018, 21:37

Narração

Clima: Agradável dentro do trem
Local: Trem do oceano
Progresso até Endeavor:  7/9 ~progresso parado a partir deste ponto~


Skÿller

A mink refletiu um pouco sobre seus machucados enquanto ia andando calmamente na direção de Evangeline. A mesma sorriu um pouco ao ver quão machucada estava e ao mesmo tempo relaxar por ter ouvido que já haviam acabado com os piratas no vagão 4. Enquanto andava devagar na direção de Evangeline por causa da dor, veria a luz começando a piscar e assim finalmente voltando, o que seria seguido de uma expressão de surpresa pela pequena criança. - ONEE-SAMA! - A mesma então acabou indo na direção dela antes que Skÿller se aproximasse mais e logo começou a tentar tratar os ferimentos da mink. Enquanto isso a jovem sargento rindo admirava como a pequena era parecida com ela e indagava sobre a mesma estar ou não machucada. - Eles estavam em menor número nee-chan, não precisei lutar.

Enquanto era tratada, a mink divagava sobre ser quem era uma idiota e sobre a história de como Roxane perdera o braço. Viu no meio do tratamento Francis chegando e o homem acordando. - Que bom que você está bem querida. - Falou de forma bem cínica, apesar de realmente ser possível sentir um tom de preocupação na voz dele.

- Sou grato pela ajuda. - Falou o homem coçando a cabeça, ela estava sangrando. - Temos que cuidar dos outros vagões. - Francis então desta vez não aguentou e seu tom de deboche aumentou de forma exponencial. - Você não pareceu muito apto a ajudar aqui. - Evangeline olhou feio para Francis. - O homem ajudou onee-sama, nem que seja como distração. - E a mesma foi até o mesmo para ver como ele estava. - Não preste atenção em Francis-nee-sama, ele fica meio idiota quando luta.

Nesse momento os revolucionários acabaram voltando e Skÿller conseguiu reparar que ambos os meninos estavam meio machucados, mesmo machucado, Levi ainda carregava Kate. Viu então Lilian correndo na direção dela preocupada. - Me desculpa, eu prometi que você não se machucaria e você é a que mais se machucou. - Falou a mesma olhando para os ferimentos da jovem mink. - Mas ela também é a que cuidou de mais piratas sozinha. Não precisa se preocupar com ela Lilian. - Cortou Kate olhando para o estado em que todos ali estavam. O engraçado é que nenhum deles parecia surpreso por ver que Skÿller cuidara dos piratas do vagão 5. Bom... viram Francis lutando, será que isso bastou? Ou ele teria dito algo para eles no outro vagão?

- Sim sim sim, ela é muito poderosa e tals, mas que tal nos concentrarmos no problema real. - Falou o homem ficando em pé. A sensação ruim de perigo acabara voltando para Skÿller, o homem parecia indefeso no escuro, mas agora com luz parecia muito mais perigoso que os minks que acabara de derrotar. - Temos que fazer esse trem voltar a andar.

- Então... precisaremos nos dividir? - Sugeriu Francis. - Um grupo checa os vagões de numeração maior procurando por piratas e o outro vai checar os maquinistas. - O primeiro a falar foi Levi. - Kate não pode lutar, eu vou ficar aqui com ela.

Francis então olhou bem para todos ali. - Que tal, igual brincadeira para crianças... meninas para um lado, meninos para o outro. Eu, esse homem inútil e Ivor vamos para um lado, Skÿller, Evangeline e Lilian para o outro. Podem escolher para que lado querem ir. - Falou apontando para Skÿller e Lilian que estavam bem próximas. Lilian deixou meio claro que não se importava com a jovem sargento escolhendo.


Histórico:
 

Evangeline:
 

Francis:
 

Revolucionários:
 

Disposição dos bancos no vagão 5:
 

Homem misterioso:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Skÿller
Agente em Treinamento
Agente em Treinamento
Skÿller

Créditos : 10
Warn : Innuendo - Página 12 10010
Masculino Data de inscrição : 10/08/2015
Idade : 25
Localização : Entre a faca e a parede

Innuendo - Página 12 Empty
MensagemAssunto: Re: Innuendo   Innuendo - Página 12 EmptyQua 06 Jun 2018, 18:00

Improvise. Adapt. Overcome.



...... Parecia que os piratas no vagão 4 haviam sido derrotados com “facilidade” por estarem em menor número. Quanto mais Francis falava mais eu tinha vontade de acabar com aquela missão, ele meio que me lembrava Samael pelas suas palavras cheias de sarcasmo e troça.
...... - ME respeita. – disse Samael – Eu sou bem melhor que ele. Por mais que você me odeie eu continuo aqui.
...... “Como isso torna você melhor?”
...... - Não torna. – respondeu sorrindo. – Apenas mostra que eu faço o que faço com perfeição.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

...... - Você não pareceu muito apto a ajudar aqui. – disse Francis num tom de deboche respondendo às palavras do estranho.
...... - O homem ajudou onee-sama, nem que seja como distração. – disse Evangeline - Não preste atenção em Francis-nee-sama, ele fica meio idiota quando luta. – o facto de Evangeline ter chamado Francis de “idiota” fez com que eu sorrisse, eu estava prestes a chamar ele de algo semelhante mas a garotinha teve a audácia para o fazer.
...... Lilian veio até mim preocupada se desculpando - Me desculpa, eu prometi que você não se machucaria e você é a que mais se machucou. – A sua preocupação comigo me lembrava de mim mesma quando Roxanne se machucou, ambas fizemos promessas que não podiamos cumprir. Antes que eu pudesse dizer alguma coisa Kate cortou as palavras de Lilian e perdi a oportunidade de me desculpar.
...... Samael parecia demasiado calmo, era estranho como aquele homem deixava uma sensação ruim no ar. Começaram a debater sobre como deveriamos agir e a conclusão foi nos separar. Francis deu-me a escolha de escolher para que lado iríamos, fiquei um pouco pensativa e lembrei do último encontro com os maquinistas, deveria deixar eles a cuidado de Francis.
...... - Nós vamos para os vagões de número maior. – diria me levantando – Parece que os guardas do expresso estão a tratar de alguns piratas, então não teremos muitos problemas. Vocês tratam de colocar o trem a andar.
...... Então iria até ao vagão 6, mas antes disso virar-me-ia para o estranho e diria – Qual o seu nome? Se vamos trabalhar juntos pelo menos preciso saber o seu nome. – se ele dissesse o seu nome eu diria - Skÿller. - se ele não respondesse simplesmente suspiraria e sorriria, então daria as costas. Olharia para os guardas e diria antes que pudessem dizer alguma coisa – Obrigado pela ajuda. – olharia para Lilian e para Evangeline e depois para eles – Como podemos ajudar?
...... Escutaria as indicações dos guardas com atenção e, se aceitassem a nossa ajuda, diria num tom firme porém pouco autoritário – Vocês vão na frente. – seguiria então os guardas até aos vagões seguintes. Enquanto não mudássemos de vagão, aproveitaria para agradecer a Lilian – Obrigado por deixar ela a salvo. – passaria a mão na cabeça de Evangeline – E peço desculpa por dificultar a sua promessa…

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

...... Se os guardas dissessem que precisariam da nossa ajuda para socorrer civis, eu procuraria por boias e cordas para poder atirar para aqueles que decidiram saltar (caso também o tenham feito em outros vagões). Como não tinha muito conhecimento sobre medicina, apenas me restaria ajudar a levantar e ajudar a carregar pessoas magoadas de um ponto para o outro.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Citação :

Nome da Personagem: Skÿller Van Der Veen
Nº de Posts: 45
Sangue: (02/15)
Ganhos: Patente Sargento; Perícia Toxicologia; Perícia Química; Ninjaken lvl 2; Par de algemas; Bolsa; Vestido; 7.525.000 berries; Feridas no braço direito; Feridas nas Costas.
Ninjaken:
 
Perdas:  -29.564.000 berries; Ninjaken lvl 1; NPC Acompanhante (Roxanne); Medalha Guardian; Medalha Enterprise.
Personagens:
The Wolf: 3/4
Dance of Knives: 4/4
Now You See Me… :  4/4
Coments Extras:  Usando um vestido; Judgement Star no pulso.

Objetivos:
 

____________________________________________________

~Fala~
~Pensamento~

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Sabe por que caímos?
Para aprendermos a levantar.

Voltar ao Topo Ir em baixo
PepePepi
Membro
Membro
PepePepi

Créditos : 140
Warn : Innuendo - Página 12 10010
Data de inscrição : 15/03/2013
Localização : Utopia - 7ª rota

Innuendo - Página 12 Empty
MensagemAssunto: Re: Innuendo   Innuendo - Página 12 EmptySab 09 Jun 2018, 18:35

Narração

Clima: Agradável dentro do trem
Local: Trem do oceano
Progresso até Endeavor:  7/9 ~progresso parado a partir deste ponto~


Skÿller

Skÿller acabou respondendo a pergunta de Francis com o que achou mais lógico lembrando que havia ameaçado os maquinistas mais cedo. Assim, com tudo combinado, começariam a andar até que a mesma perguntou para o homem o nome dele. - Me chamo Guts Ossen, sou um caçador de piratas. - Falou ele meio orgulhoso. Foi quando todos ali acabaram se apresentando um por um. Passado esse primeiro instante.

Skÿller, querendo agradecer e pedir por mais informações do que poderiam fazer, virou-se para os guardas que mataram o último mink leão, porém reparou que só havia um deles ali e que se aproximava para agradecer aquele estranho grupo pela ajuda e ao mesmo tempo pedir desculpas por esse ataque que acabou de acontecer. O grupo de Francis acabou partindo na direção dos maquinistas enquanto o guarda começava a falar com Skÿller e seu grupo, além de claro, Kate e Levi que iam ficar por ali. - Já cuidamos da maioria dos piratas que estavam dentro do trem, mas não vimos nenhum navio nas redondezas, ou alguns piratas ficaram no navio e saíram de perto após aportarem.... - Foi informando o guarda meio preocupado. - Será que eles não tem um submarino?- Perguntou Lilian, porém o guarda balançou a cabeça negativamente. - Essa era a segunda opção, bem assustadora por sinal porque muitos pularam na água, mas não acho que seja a realidade... porque muitos civis que pularam no oceano para se salvarem acabaram por voltar sãos e salvos.

- Mas não conseguem ver se existe qualquer navio por perto? - Perguntou Lilian se indagando olhando pela janela e percebeu que estava bem tarde. O guarda sacudia a cabeça negativamente. - As lanternas simplesmente não conseguem alcançar uma visão suficientemente boa para vermos qualquer navio. Porém tem algumas pessoas no vagão... 12? Bem, elas afirmam que viram um navio do lado do trem. Porém ele teria basicamente desaparecido para que isso fosse possível.

Naquele momento outro aviso começou a apitar.

Navio pirata avistado próximo do vagão 15, navio pirata avistado próximo do vagão 15.

Senhores passageiros por favor, desloquem-se para os vagões de número 10 ou menor para sua própria segurança.



Histórico:
 

Evangeline:
 

Francis:
 

Revolucionários:
 

Disposição dos bancos no vagão 5:
 

Guts Ossen = Homem misterioso:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Skÿller
Agente em Treinamento
Agente em Treinamento
Skÿller

Créditos : 10
Warn : Innuendo - Página 12 10010
Masculino Data de inscrição : 10/08/2015
Idade : 25
Localização : Entre a faca e a parede

Innuendo - Página 12 Empty
MensagemAssunto: Re: Innuendo   Innuendo - Página 12 EmptyDom 10 Jun 2018, 15:45

Improvise. Adapt. Overcome.



...... O homem revelava ser um caçador de piratas, mas seria o mesmo aplicado para revolucionários? A nossa missão era recolher o máximo de informações possíveis e neutralizar os revolucionários, mas se eles tivessem recompensa pela cabeça não duvido que o homem matasse cada um deles na primeira oportunidade que tivesse.
...... - Tá na hora de você acabar com eles. – disse friamente Samael – Não vai conseguir nenhuma informação deles.
...... “Ainda não os posso matar. Precisamos deles.”
...... - Quando resolverem esse problema dos piratas você acabar com eles. – Samael aproximou-se de Lilian e passou a mão no rosto dela – Aproveite que ela está sozinha…
...... “Engraçado como você está preocupado com a missão.”
...... - Estou preocupado em você falhar a missão e ficar se menosprezando. – Samael levantou a voz – Recuso a acreditar que a reencarnação da minha irmã é uma pessoa cheia de dúvidas e mentalmente instável… Quer dizer… - disse Samael colocando o mão no queixo e ficando mais calmo – Ela já era mentalmente instável…
...... Francis e o seu grupo foram até aos maquinistas enquanto eu e o meu grupo fomos para os vgões de número maior. Os guardas, ou melhor, o guarda agradeceu pela ajuda e dava uma breve explicaão do que estava ocorrendo. A hipotese de os piratas terem um submarino estava posta de parte, visto que os civis que saltaram pelas janelas estavam bem e por alguns afirmarem ter visto um navio de um dos lados do trem.
...... Então um aviso para todos irem para o vagão 9 ou de número menos tocou. – os vagões 9 e 10 não são dos de alimentação? – perguntei já sabendo a resposta – A comida parecia ser fresca, o que quer dizer que ela é preparada aqui… Então existem fogões no trem… - não resisti em ter um sorriso no rosto.
...... - E entao? – perguntou Samael num tom incerto e ligeiramente assustado.
...... - Se existem fogões existe gás. – diria imediatamente. Começaria a acelerar o passo até ao vagão 10 e, se começassem a correr, acompanharia eles até la enquanto explicaria – Se for esse o caso, precisamos ganhar tempo para colocarem o trem a andar. E avisar a todos os civis para irem para os vagões 8 ou de número menor. – se perguntassem no que eu estaria pensando eu olharia para a arma do guarda – O navio deles é muito rápido mas eles devem ter parado ele bem perto do trem… Bem… Se explodirmos alguns vagões perto do navio deles, no mínimo eles teriam de parar de nos seguir para não naufragarem, certo? – olharia para o grupo – É um pouco arriscado, então o melhor seria deixar isso para último caso.
...... - Você é maluca. – Samael olhava para mim com um ar incrédulo – Nunca que eles vão alinhar nessa sua ideia.
...... Quando estivéssemos passando vagão 9 eu daria ordem para pararem. – Você, guarda. Preciso que pegue o máximo de garrafas com bebidas alcoólicas e panos que conseguir. – ordenaria – Nós as 3 vamos continuar para proteger as pessoas, traga o máximo que conseguir. – se alguém questionasse eu diria – Bem… Evangeline é uma criança, não posso deixar ela perto de álcool; Lilian parece ser forte; Eu tenho confiança nas minhas capacidades; E o guarda… Esqueci o seu nome, desculpe… O guarda tem uma arma e pode nos dar cobertura se chegar mais tarde. – se ninguém tivesse nada contra daria sinal para continuarmos até aos vagões seguintes. – E ALGO QUE FAÇA FOGO! – gritaria.
...... - Ele não é seu escravo, sabe? – Samael estaria rindo e flutuando.
...... Se no vagão 9 ou seguintes tivessem civis, eu diria para continuarem até aos vagões seguintes e ajudarem aqueles que estivessem incapacitados. Ajudaria um ou outro a se levantar e daria espaço para passarem, mas não perderia muito tempo.
...... Seria bem fácil destinguir quem era pirata de quem não era. Todos que fossem minks leões armados e atacando civis seriam piratas. Os que estariam fugindo de medo seriam civis. Assim que eu visse um dos piratas sacaria a minha ninjaken e saltaria na direção dele, realizando um golpe horizontal no seu pescoço com a finalidade de cortar a sua traqueia, se não fosse o suficiente penetraria o seu tórax assim que eu voltasse para o chão.
...... Para defender-me de chutes baixos, eu tentaria pular para cima do pirata e enfiar a minha ninjaken em seu pescoço, empurrando-o ela para o lado esquerdo, para cima de uma mesa ou banco; se os chutes fossem médios ou altos, eu rapidamente abaixar-me-ia e então me jogaria na outra perna para que ele caísse, se ele não tivesse nenhuma proteção na perna não hesitaria em morder a sua perna.
...... Para socos circulares direcionados à cabeça ou tronco, eu me esquivaria com um movimento de pêndulo para o lado oposto do soco; no caso de socos frontais direcionados na minha cabeça, eu esquivaria para direita e então perfuraria o rim do pirata; Se tentassem dar socos abaixo da cintura eu saltaria o mais alto possível e enfiaria a ninjaken, segurando com a mão esquerda, na clavícula dele enquanto tentaria enfiar as minhas garras direitas em um dos seus olhos; se fossem socos de gancho, eu daria um salto para a minha direita e tentaria realizar um corte horizontal no torso do agressor. Se tentassem agarrar-me a nível da cintura pela frente eu levantaria a ninjaken até ficar com um ângulo de 90º em relação à cintura do pirata e sem pensar duas vezes investiria na sua direção de forma a fazer a minha arma penetrar a zona pélvica do pirata.
...... Caso ainda existissem piratas conscientes no vagão não hesitaria e usaria a técnica “Now You See Me…” no mais próximo. Se Evangeline ou Lilian estivessem em apuros eu correria o mais rápido possível até elas para as socorrer, usando a minha ninjaken para rebater o golpe do seu adversário.
...... Quando não existissem mais piratas no vagão atual olharia para Lilian e para Evangeline – Vocês estão bem? – Aproveitaria para olhar pela janela de cada lado do trem procurando pelo navio pirata. Se o achasse, analisaria bem o seu formato, eu não sabia muito sobre navios, mas talvez alguém no grupo soubesse e conseguisse encontrar alguma fraqueza pela descrição.
...... Quando o guarda chegasse com garrafas de bebida, panos e fonte de calor, eu sorriria e diria me sentando numa mesa – Muito bem… - pegaria nos panos e, com a minha ninjaken, cortaria eles pela metade e colocaria eles dentro da garrafa, deixando uma parte de fora e outra tocando no líquido. Se a garrafa estivesse cheia eu despejaria metade pela janela, porém se fosse vinho beberia um pouco. – Ok… Temos molotovs… - coçaria o nariz e então continuaria – O expresso tem sistema anti fogo? – Se a resposta fosse positiva pegaria num pedaço de pano e deixaria ele comigo, se não houvesse mais pano eu rasgaria a manga do meu próprio vestido e suspiraria – É lindo mas… De que adianta um vestido lindo dentro de um caixão?
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Citação :

Nome da Personagem: Skÿller Van Der Veen
Nº de Posts: 46
Sangue: (03/15)
Ganhos: Patente Sargento; Perícia Toxicologia; Perícia Química; Ninjaken lvl 2; Par de algemas; Bolsa; Vestido; 7.525.000 berries; Feridas no braço direito; Feridas nas Costas.
Ninjaken: Tesouro de Ymir/Requiescant:
 
Perdas: -29.564.000 berries; Ninjaken lvl 1; NPC Acompanhante (Roxanne); Medalha Guardian; Medalha Enterprise.
Personagens:
The Wolf: 4/4
Dance of Knives: 4/4
Now You See Me… : 4/4
Coments Extras: Usando um vestido; Judgement Star no pulso.

Objetivos:
 


____________________________________________________

~Fala~
~Pensamento~

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Sabe por que caímos?
Para aprendermos a levantar.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Innuendo - Página 12 Empty
MensagemAssunto: Re: Innuendo   Innuendo - Página 12 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Innuendo
Voltar ao Topo 
Página 12 de 14Ir à página : Anterior  1 ... 7 ... 11, 12, 13, 14  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: East Blue :: Polestar Islands-
Ir para: