One Piece RPG
Innuendo - Página 11 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Meu nome é Mike Brigss
Innuendo - Página 11 Emptypor Oni Hoje à(s) 15:54

» Kit - Ceji
Innuendo - Página 11 Emptypor Ceji Hoje à(s) 15:23

» [ficha] Arthur D.
Innuendo - Página 11 Emptypor arthurbrag Hoje à(s) 15:15

» Mini-Aventura
Innuendo - Página 11 Emptypor Makei Hoje à(s) 14:25

» [E.M] - Gostosuras e Travessuras
Innuendo - Página 11 Emptypor King Hoje à(s) 13:44

» [Mini-Aventura] A volta para casa
Innuendo - Página 11 Emptypor Ryoma Hoje à(s) 12:40

» Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante
Innuendo - Página 11 Emptypor Akuma Nikaido Hoje à(s) 12:34

» Mini-Aventura
Innuendo - Página 11 Emptypor Makei Hoje à(s) 12:29

» Art. 4 - Rejected by the heavens
Innuendo - Página 11 Emptypor Ryoma Hoje à(s) 12:04

» O Log que vale Dois Bilhões de Berries
Innuendo - Página 11 Emptypor Takamoto Lisandro Hoje à(s) 11:06

» [Mini-Azarado] Um falastrão beberrento
Innuendo - Página 11 Emptypor GM.Jinne Hoje à(s) 10:58

» Os 12 Escolhidos, O Filme
Innuendo - Página 11 Emptypor Fran B. Air Hoje à(s) 05:24

» Jade Blair
Innuendo - Página 11 Emptypor Kylo Hoje à(s) 03:42

» Seasons: Road to New World
Innuendo - Página 11 Emptypor Ravenborn Hoje à(s) 02:26

» The Victory Promise
Innuendo - Página 11 Emptypor Akise Hoje à(s) 00:33

» Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas
Innuendo - Página 11 Emptypor Fukai Hoje à(s) 00:27

» Kit Phil Magestic
Innuendo - Página 11 Emptypor GM.Muffatu Ontem à(s) 22:25

» 10º Capítulo - Parabellum!
Innuendo - Página 11 Emptypor Marciano Ontem à(s) 22:12

» II - Growing Bonds
Innuendo - Página 11 Emptypor War Ontem à(s) 21:36

» Xeque - Mate - Parte 1
Innuendo - Página 11 Emptypor Ceji Ontem à(s) 21:20



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 Innuendo

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1 ... 7 ... 10, 11, 12, 13, 14  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 62
Warn : Innuendo - Página 11 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 27
Localização : 1ª Rota - Karakui

Innuendo - Página 11 Empty
MensagemAssunto: Innuendo   Innuendo - Página 11 EmptyQui 08 Mar 2018, 17:50

Relembrando a primeira mensagem :

Innuendo

Aqui ocorrerá a aventura dos(as) marinheiros Skÿller Van Der Veen e Hizumy Mizushiro Mayan. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
Skÿller
Agente em Treinamento
Agente em Treinamento


Data de inscrição : 10/08/2015

Innuendo - Página 11 Empty
MensagemAssunto: Re: Innuendo   Innuendo - Página 11 EmptySex 25 Maio 2018, 20:29

Twins?


...... Como estavam todos ocupados comendo, decidi tomar a iniciativa de fazer uma pergunta bem inusitada, provocando reações “cómicas” aos olhos de Samael, que comia uma sandes igual à de Evangeline.
...... - AHAHAHAHAHA! – riu-se Samael – VOCÊ É MESMO IDIOTA! AHAHAHAHAHA!

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

...... Os dois explicaram que não estavam juntos daquela forma, o que me fazia sentir um pouco constrangida na realidade por ter feito uma pergunta tão inusitada como aquela. Evangeline explicou que nem todos se juntam tão cedo e decidem fugir - Onee-sama geralmente é inteligente, mas sempre que está com Francis-nee-chan perde a cabeça. – comentou Evangeline. O seu comentário fez com que Samael começasse a rebolar no chão de tanto rir. Não resisti e respondi com um murmúrio – I-isso não é verdade...
...... - Acho isso fofo, mas se você está desse jeito acho que não precisa de nenhuma dica. Espero que não se arrependa de fugir com ele. - Disse a garota, antes que eu pudesse responder o jovem acrescentou- Pelo menos você confia nele para deixá-lo do lado de outra mulher e vir comer tranquila. – fiquei surpresa com o comentário, afinal as uniões que presenciei era todas extremamente leais e para toda a vida. Confiança e lealdade são aspectos importantes que dois amantes devem ter, caso contrário a união nem se deve conceber. Olharia para o rapaz e perguntaria – Como assim? – imediatamente olharia para a garota – Eu não deveria deixar ele sozinho?

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

...... Voltando ao caso de os revolucionários dizerem que eu deveria ter cuidado em deixar Francis sozinho ficaria com um ar abalado, parecia que eu tinha sido criada num mundo completamente diferente. – Mas não faz sentido… Por que razão ele fugiria comigo se não me amasse? – olharia para o copo de água – Por que correr riscos se não me ama? – embora não estivesse realmente preocupada com o caso de Francis estar minimamente interessado em Roxanne, o facto de os amantes não se amarem de verdade me incomodava um pouco. Se Evangeline ou um dos dois tentasse reconfortar-me, eu olharia para as minha garras/unhas e então sorriria – Eu acho que ele não cometeria esse erro… - olharia então para Evangeline e então sorriria – Não é?
...... Se eles dissessem que não haveria motivos para me preocupar, eu respiraria fundo, abanaria a cabeça de um lado para o outro como se estivesse tentando tirar o pensamento da cabeça – Então não tenho nada para me preocupar... Eu sei que posso confiar ele. Se não estaria aqui...
...... - Hey! Você tem que agir como uma mulher. – disse Samael quando recuperou o folgo de tanto rir – Elogie o cabelo dela ou as suas roupas. – Samael olhou para as roupas dela – Talvez só o cabelo dela…
...... - Mas mudando de assunto... – diria olhando para Lilian – Quem costuma tratar do seu cabelo? Preciso mesmo de tratar do meu... - Realmente o meu cabelo não era bem tratado há meses, apenas o lavava e penteava mas nunca me preocupava em cuidar dele. Já as minhas garras eu tinha cuidado de as manter saudáveis.
...... “Não posso cortar gargantas com o cabelo…”
...... - Ou será que pode? – diria Samael num tom misterioso.
...... “Claro que não posso.”
...... - Ou será que pode? – repetiria Samael.
...... “Preferia quando você estava cantando.”
...... - Talvez depois. – responderia Samael se afastando lentamente.
...... Quando todos tivessem acabado de comer e com vontade de voltar para os lugares, faria companhia a eles, apoiando-me novamente a Evangeline. Aproveitaria o caminho para fazer mais conversa – A sua amiga também tem um cabelo bonito. – daria um pequeno sorriso – E a forma como ela falou para vocês foi engraçada. – colocaria a mão esquerda na frente do rosto escondendo um sorriso – É como se ela fosse a mãe de vocês.
...... “Ou a líder do grupo revolucionário que sabe de mais… De uma forma ou de outra foi engraçado a forma como eles acataram a ordem em sintonia.”
...... Ao chegar novamente ao vagão sentar-me-ia no meu lugar – Perdemos alguma coisa? – perguntaria para Roxanne e Francis. Se eles fizessem a mesma pergunta eu não responderia, apenas acenando negativamente com a cabeça ligeiramente envergonhada sobre a pergunta que havia feito que, caso algum dos três decidisse comentar, viraria o meu rosto para a janela e fingiria que nada tinha acontecido. – Eu não lembro de ter dito isso.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Citação :

Nome da Personagem: Skÿller Van Der Veen
Nº de Posts: 36
Sangue: (06/15)
Ganhos: Patente Sargento; Perícia Toxicologia; Perícia Química; Ninjaken lvl 2; Par de algemas; Bolsa; Vestido;
Ninjaken: Tesouro de Ymir/Requiescant:
 
“Ferimentos”:
 
Perdas: -29.564.000 berries; Ninjaken lvl 1; NPC Acompanhante (Roxanne); Medalçha Guardian; Medalha Enterprise.
Personagens:
The Wolf:4/4
Dance of Knives 4/4
Now You See Me… : 4/4
Coments Extras: Usando um vestido.

Objetivos:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
PepePepi
Membro
Membro
PepePepi

Créditos : 140
Warn : Innuendo - Página 11 10010
Data de inscrição : 15/03/2013
Localização : Utopia - 7ª rota

Innuendo - Página 11 Empty
MensagemAssunto: Re: Innuendo   Innuendo - Página 11 EmptySab 26 Maio 2018, 00:58

Narração

Clima: Agradável dentro do trem
Local: Trem do oceano
Progresso até Endeavor:  3/9
Progresso até Karakui:  3/6


Skÿller

Skÿller negou a fala de Evangeline, mas aquilo claramente só serviu como apoio para parecer real a fala da pequena. Aquelas falas acabaram fazendo com que a mink descobrisse algo que não sabia sobre relacionamentos. – Como assim? Eu não deveria deixar ele sozinho? - Os dois olharam para ela com estranheza.

- Bom... você pelo visto realmente confia nele se precisa até perguntar isso.

- Francis não trairia Skÿller-nee-sama! - Falou Evangeline um pouco mais alta do que o normal. - Concordo. - Falou Lilian rapidamente. - Ele não trairia Sky sendo que aceitou fugir com ela... mas respondendo sua pergunta. - Lilian apoiou o queixo em suas duas mãos com seus cotovelos em cima da mesa. - Relacionamentos geralmente são de um único par, que é suposto se amar. Agora, se vocês estiverem de acordo com... - A revolucionária olhou para Evangeline e pensou melhor no que falar. - Com ele namorando outras meninas ao mesmo tempo que você... aí realmente não teria problema ele ficar com aquela menina lá sozinho caso fossem... beijar. Agora relacionamentos monogâmicos costumam ter esse tipo de situação onde alguém vigia o outro, pois não confiam plenamente no amor do outro. Não é o certo na minha opinião... se não confia minimamente não tem porque namorar. - A sargento, ouvindo aquilo tudo perguntou. – Mas não faz sentido… Por que razão ele fugiria comigo se não me amasse? - O menino então olhou para ela mais risonho. - Por isso mesmo que Lilian disse que concorda que ele não te trairia. Até peço desculpas por nós dois. Quem está fugindo não precisa pensar em algum problema como esse. - Então Lilian acabou perguntando. - Mas... por que estão fugindo? Fugindo de quê exatamente?

Após a explicação de Skÿller, todos ficaram quietos por um tempo. Até a própria mink decidir mudar de assunto completamente e perguntar sobre o cabelo da revolucionária. A mesma passou a mão no cabelo dela enquanto olhava para a cabeleira da jovem de cabelo rosa na sua frente. Agradeceu a fala, apesar de ter discordado, ainda acabou respondendo sem graça que o próprio Ivor que cortou o cabelo dela pela última vez. Acrescentando a singela frase no final. - Foi algo meio apressado, no calor do momento, parecia até questão de vida ou morte na hora. - Evangeline puxou delicadamente o vestido de Skÿller naquele momento, de forma que os revolucionários não percebessem.

A refeição acabou sem maiores conversas porque Evangeline manipulou bem os dois contando um grande caso onde Skÿller e Roxane deleitaram-se com a neve do reino de Sakura e que mesmo assim a irmã mais velha nunca havia levado ela até lá. Fazendo uma cara de emburrada no final do caso.

Na volta para o vagão 5, Skÿller acabou elogiando o cabelo da outra revolucionária e ainda comentou com certo humor a "ordem" deles ficarem quietos. - Kate é basicamente a nossa mãe mesmo. E com ela você pode falar do seu namorado para pedir dicas... Levi e ela são namorados.

Assim, quando finalmente chegaram ao vagão, perceberam que Roxane havia saído para ir ao banheiro de acordo com Francis. Já o agente conversava com Levi sobre como havia escurecido mais cedo do que o normal, ou como o tempo passou rápido e sem ele perceber, pois já haviam chegado a Water Seven de acordo com o megafone que alertava sobre o ponto que iriam parar daqui a pouco para uma pausa de tantos minutos.

Sentada, viu o trem partir novamente, o tempo foi passando e percebeu que Roxane ainda não voltara do banheiro. Apesar disso, Francis parecia completamente calmo. O céu lá fora ia escurecendo mais e mais.


off:
 

Histórico:
 

Roxane:
 

Evangeline:
 

Francis:
 

Revolucionários:
 

Disposição dos bancos no vagão 5:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Skÿller
Agente em Treinamento
Agente em Treinamento
Skÿller

Créditos : 10
Warn : Innuendo - Página 11 10010
Masculino Data de inscrição : 10/08/2015
Idade : 25
Localização : Entre a faca e a parede

Innuendo - Página 11 Empty
MensagemAssunto: Re: Innuendo   Innuendo - Página 11 EmptySab 26 Maio 2018, 07:20

Twins?


...... Os revolucionários explicaram como, infelizmente, muitas relações funcionavam e acabaram por perguntar o motivo de estarmos fugindo. Olhei baixo e suspirei – Queriam que eu fosse algo que não sou. Francis apareceu como uma salvação, uma forma de ser quem sou. – olhei para Evangeline e completei – Onde eu estava… Onde nós estávamos era um lugar com demasiadas regras contraditórias e confusas… - então olharia para a garota e diria confiante – Acho que estamos fugindo para encontrar um lugar melhor, um lugar onde possamos fazer a diferença sendo quem nós somos. – não resistiria e completaria – Endeavor foi escolha de Francis, acho que deve ser pela distância de nossa terra natal.
...... - Como, por exemplo, preferirem prender piratas em vez de os matar? – perguntou Samael sorrindo – Você realmente mente dizendo a verdade. Incrível.
...... A revolucionária contou sobre o seu corte de cabelo, a forma como Evangeline me puxava dava a entender que tinha sido bem recente o corte, provavelmente numa luta contra o governo enquanto Evangeline e Francis os perseguiam. – Sendo ou não um corte de emergência, eu acho que você fica fofa com ele. – diria sorrindo.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

...... - Mas o que? – disse Samael surpreso – Não pode ser… Você realmente gosta do cabelo dela? Após tantos anos deixando o seu cabelo crescer você está pensando em cortar?
...... “Talvez…”
...... Voltamos todos para os respetivos lugares, Francis e Levi pareciam estar se dando bem, já Kate permanecia calada, ela certamente seria difícil de aproximar. Infelizmente não conseguia pensar muito sobre como iria aproximar-me dela, visto que Roxanne ainda não havia voltado, talvez tivesse ido fazer outra coisa no banheiro.
...... - Você tem que chegar a ela através do homem. – sugeriu Samael.
...... - Evangeline veja se ela está bem. – pediria para a garota – Ela não costuma demorar tanto. – a garota parecia acatar as ordens e pedidos com facilidade, então quando ela saísse eu mudaria de lugar e sentar-me-ia perto de Francis, encostando a minha cabeça no seu ombro. Levantaria a mão esquerda até ao meu resto e ficaria olhando para o meu dedo anelar – Já pensou no que vamos fazer quando chegarmos a Endeavor? - Se enquanto eu estivesse encostada a si ele decidisse abraçar-me ou passar a mão na minha cabeça, deixaria sem problemas embora estivesse um pouco nervosa. Caso ele dissesse que já havia dito o que iriamos fazer primeiro eu ficaria ligeiramente amuada e diria – Eu não ouvi, estava pensando em outra coisa…
...... Quando Francis respondesse, eu olharia para Lilian e perguntaria – E vocês? Já decidiram o que vão fazer? Para além de estudar minhocas. – ficaria pensativa por uns momentos e, após ouvir a resposta perguntaria com um tom curioso – Eu não sei muito sobre minhocas, mas como é que elas conseguem viver no deserto? Elas não precisam de bastante água para viver?
...... - É ISSO! EUREKA! - gritaria Samael que por algum motivo estaria usando uma barba falsa - As "minhocas" são os agentes do governo! - explicaria Samael - Da mesma forma que você tem mentindo falando a verdade eles fizeram o mesmo! É genial! - Samael se levantaria e pegaria numa lupa, começaria a olhar bem de perto os revolucionários, os seus olhos estariam brilhando.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

......"Será que vão continuar a investigar o governo?"
...... - Elementar minha cara Van Der Veen! ELEMENTAR! - responderia Samael.
...... Caso Evangeline voltasse sozinha e não tivesse encontrado Roxanne eu ficaria preocupada, mas para o bem da missão eu deveria preferir passar mais tempo perto de Francis do que de Roxanne. Se ela tivesse voltado sozinha e informasse que Roxanne estava bem ficaria aliviada, porém, se ela dissesse que Roxanne não parecesse muito bem (como chorando ou com raiva), eu levantar-me-ia e iria até onde Roxanne estaria. Se as duas voltassem sem problemas sorriria para Evangeline.
...... Quando Evangeline voltasse e percebesse que não poderia ficar ao meu lado, provavelmente faria birra. Por algum motivo ela gostava muito de estar perto de mim – Sente-se aqui. – diria levantando o tampo da mesa de forma a ter mais espaço, faria sinal para ela se sentar no meu colo. – Mas tem que prometer que vai ficar quieta.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Citação :

Nome da Personagem: Skÿller Van Der Veen
Nº de Posts: 37
Sangue: (07/15)
Ganhos: Patente Sargento; Perícia Toxicologia; Perícia Química; Ninjaken lvl 2; Par de algemas; Bolsa; Vestido;
Ninjaken: Tesouro de Ymir/Requiescant:
 
“Ferimentos”:
 
Perdas: -29.564.000 berries; Ninjaken lvl 1; NPC Acompanhante (Roxanne); Medalçha Guardian; Medalha Enterprise.
Personagens:
The Wolf:4/4
Dance of Knives 4/4
Now You See Me… : 4/4
Coments Extras: Usando um vestido.

Objetivos:
 

____________________________________________________

~Fala~
~Pensamento~

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Sabe por que caímos?
Para aprendermos a levantar.

Voltar ao Topo Ir em baixo
PepePepi
Membro
Membro
PepePepi

Créditos : 140
Warn : Innuendo - Página 11 10010
Data de inscrição : 15/03/2013
Localização : Utopia - 7ª rota

Innuendo - Página 11 Empty
MensagemAssunto: Re: Innuendo   Innuendo - Página 11 EmptyDom 27 Maio 2018, 01:21

Narração

Clima: Agradável dentro do trem
Local: Trem do oceano
Progresso até Endeavor:  4/9
Progresso até Karakui:  4/6


Skÿller

A explicação de Skÿller foi o suficiente para que os revolucionários não fizessem mais perguntas naquele momento. Na volta a mink ainda elogiou o cabelo de Lilian novamente, manter as aparências sempre era uma boa opção e aparentemente não estava sendo tão desonesta quanto pensava.

Ao voltarem percebeu que Roxane não estava e a mesma não voltava. Pediu para Evangeline procurar por ela. - Claro, onee-sama, já volto. - Falou ela se levantando e quando ia começar a andar. Virou-se para Francis. - Francis-nee-sama, para qual lado Roxane-chan foi? - Ele apontou a direção dos vagões que Skÿller não foi, fazia sentido, se não provavelmente teria visto Roxane quando voltava com os outros três.

Aproveitando que sua irmãzinha saiu de cena, Skÿller foi até o outro lado e sentou-se do lado de Francis, apoiando sua cabeça ao ombro dele. Levantou sua mão esquerda bem alto, próximo ao rosto. – Já pensou no que vamos fazer quando chegarmos a Endeavor? - Francis sorriu. Fez um movimento que retirou ela de seu ombro por um instante e colocou o braço dele em suas costas fazendo sua mão direita estava na parte lateral do corpo de Skÿller e a cabeça da sargento apoiada entre o ombro e o peito dele. - Creio que antes desse passo precisamos de um emprego. Quem sabe eu não consiga o emprego que sempre quis lá. - Com a resposta Skÿller se virou para os revolucionários, mais especificamente para Kate e Levi e perguntou. – E vocês? Já decidiram o que vão fazer? Para além de estudar minhocas. - Nesse momento, Francis começou a fazer movimentos com a mão direita dele na pele da mink. Eram cinco movimentos diferentes, que se repetiam. - Não temos nenhum plano real além do estudo. - Respondeu a menina antipática na janela. - Além do que, estudá-las já tomará muito tempo. Mas eu gostaria de dar um grande passo como vocês algum dia. - Falou o menino sentado ao lado dela, Levi. – Eu não sei muito sobre minhocas, mas como é que elas conseguem viver no deserto? Elas não precisam de bastante água para viver? - Sentindo-se inteligente ao perguntar, acabou sentindo-se ainda mais ao perceber o que Francis "desenhava" em sua pele. Eram cinco letras. C - A - L - M - A. Quem sabe não teria sido melhor avisá-lo de que era analfabeta antes da missão? Assim ele não passaria mensagens dessa forma. - Mas... não é exatamente por isso que elas precisam ser estudadas? - Perguntou Levi para ela. - Elas são um problema em Endeavor, atacam guardas lá de vez em quando. - Falou Lilian continuando em seguida. - Nós falamos minhocas, mas elas são chamadas de Vormes, podem chegar a dezenas de metros. Queremos estudá-las para acabar com elas. Ajudaria muito a ilha. - - Não acredito que estão indo para aquela ilha sem saberem disso, aquela ilha é perigosa. - Francis então decidiu entrar no jogo com Skÿller. - Vocês me parecem tão novos para estudarem algo assim... digo... nós aparentamos ter a mesma idade, se é que não somos mais velhos do que vocês. E a única coisa que nós dois conseguimos pensar foi em fugir. Não pensamos muito em como era a ilha do nosso destino, só em distância. - Foi então que a antipática virou para eles e falou de forma honesta e certeira. - Então vocês são bem inteligentes. Ninguém seguiria vocês até aquele fim de mundo perigoso que é aquela ilha. - Os outros três começaram a rir um pouco.

A risada foi parada por um aviso que começou a soar no trem:

Senhores passageiros, peço desculpas pelo inconveniente. Estamos enfrentando alguns problemas no sistema elétrico. É possível que a luz caia por alguns minutos.

O aviso soou mais umas quatro ou cinco vezes, até que Evangeline e Roxane apareceram, Roxane olhava para os dois com um leve olhar de curiosidade e riso. Evangeline acabou não falando nada. Quando as mesmas apareceram Francis acabou apertando a perna de Skÿller com mais força do que a mink gostaria de admitir e olhando para ele viu que o mesmo estava com uma expressão meio frustrada. Assim, a luz acabou caindo.


Histórico:
 

Roxane:
 

Evangeline:
 

Francis:
 

Revolucionários:
 

Disposição dos bancos no vagão 5:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Skÿller
Agente em Treinamento
Agente em Treinamento
Skÿller

Créditos : 10
Warn : Innuendo - Página 11 10010
Masculino Data de inscrição : 10/08/2015
Idade : 25
Localização : Entre a faca e a parede

Innuendo - Página 11 Empty
MensagemAssunto: Re: Innuendo   Innuendo - Página 11 EmptyDom 27 Maio 2018, 12:36

Lights Out


...... Os revolucionários explicavam sobre as minhocas, Francis pareciam querer dizer alguma coisa de forma discreta mas eu não conseguia entender o que era. Um anúncio sobre problemas técnicos e que a luz poderia começar a falhar, nesse momento Roxane e Evangeline voltaram e parecia que nada de mais havia acontecido. Francis demonstrou um ar frustrado e eu não conseguia dizer bem o porquê.
...... - Faça alguma coisa acontecer.- disse Samael entediado flutuando de um lado para o outro – Quero ação. Quero sangue. Quero tchu. Quero tchá.
...... Aproveitaria então a escuridão para esconder a Judgment Star que tinha no pulso no meu sutiã, mas antes disso olharia em volta para me certificar que mesmo no escuro nenhum estariam olhando para mim. Então diria – Evangeline fique perto de Roxanne. É perigoso ficar andando de um lado para o outro nesta escuridão.
...... Esperaria a luz voltar para então respirar fundo e sentar-me normalmente no lugar. – Será que vai cair novamente? – esperaria a reação do resto do grupo, ninguém tivesse perdido nada ou demonstrassem um comportamento normal, eu pousaria a mão esquerda no rosto e então olharia rapidamente para o pulso – Ah não! Minha pulseira sumiu! – olharia em volta e para o chão – Eu tenho a certeza de que entrei com ela no pulso. – se perguntassem como era a pulseira responderia pensativa – É uma pulseira com  um cristal em formato de uma estrela de duas pontas de cor roxa. – Sairia do meu lugar e começaria a procurar por debaixo dos bancos – Ela tem dois botões que mudam a forma dela… - Olharia para o resto do grupo e pediria – Por favor, me ajudem a encontrar!
...... Era importante que o grupo revolucionário aceitasse, visto que o grupo do governo perceberia facilmente o que eu estaria a fazer. Se perguntassem a última vez que eu havia visto ele eu responderia – A última vez que eu vi foi quando entrei no trem para desejar boa sorte… Normalmente a roupa esconde boa parte da pulseira. – Se o grupo revolucionário aceitasse ajudar a encontrar a pulseira, sorriria e então daria indicações num tom pensativo – Evangeline e Roxanne já viram a pulseira de perto, então o melhor seria nos dividirmos e grupos… - olharia para a reação enquanto pensaria numa forma de nos separarmos – Hum… Lilian, Evangeline, Roxanne e Ivor são um grupo. Eu, Francis, Levi e Kate outro. – olharia para a passagem entre vagões e diria pensativa – Eu só fui até ao vagão 10… Ele tem que estar entre aqui e lá... - esperaria que sugerissem onde procurar, se ninguém o fizesse eu diria após pensar – Um grupo procura do 5 ao 7. O outro procura do 8 ao 10. - se todos concordassem eu diria num tom firme - Vamos aproveitar enquanto temos luz.
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Citação :

Nome da Personagem: Skÿller Van Der Veen
Nº de Posts: 38
Sangue: (08/15)
Ganhos: Patente Sargento; Perícia Toxicologia; Perícia Química; Ninjaken lvl 2; Par de algemas; Bolsa; Vestido;
Ninjaken: Tesouro de Ymir/Requiescant:
 
“Ferimentos”:
 
Perdas:  -29.564.000 berries; Ninjaken lvl 1; NPC Acompanhante (Roxanne); Medalçha Guardian; Medalha Enterprise.
Personagens:
The Wolf:4/4
Dance of Knives 4/4
Now You See Me… :  4/4
Coments Extras:  Usando um vestido; Judgement Star no sutiã

Objetivos:
 

____________________________________________________

~Fala~
~Pensamento~

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Sabe por que caímos?
Para aprendermos a levantar.

Voltar ao Topo Ir em baixo
PepePepi
Membro
Membro
PepePepi

Créditos : 140
Warn : Innuendo - Página 11 10010
Data de inscrição : 15/03/2013
Localização : Utopia - 7ª rota

Innuendo - Página 11 Empty
MensagemAssunto: Re: Innuendo   Innuendo - Página 11 EmptySeg 28 Maio 2018, 00:44

Narração

Clima: Agradável dentro do trem
Local: Trem do oceano
Progresso até Endeavor:  5/9
Progresso até Karakui:  5/6


Skÿller

Ouvindo o aviso de que a luz cairia, deu um simples aviso para sua pequena irmã e já preparou um plano mental para o que viria a seguir. Já haviam passado da metade da viagem e ainda não tinha conseguido maiores informações. Assim, quando a luz cair executou rapidamente seu plano e escondeu sua Judgment Star. A luz demorou um bom tempo para voltar. Nesse meio tempo sentia que a frustração de Francis aumentava, mas a partir de um certo segundo, acabou se acalmando. Quando a luz voltou, logo avisou a todos em seu melhor tom de surpresa que sua pulseira havia desaparecido. Todos a olharam meio surpresa com exceção de Kate, que na verdade nem olhou. Ainda na encenação, olhou para os lados e para baixo procurando por sua pulseira, falava que tinha certeza sobre a pulseira estar no trem. Apesar de ninguém perguntar, ficou evidente no rosto de Lilian sobre a dúvida de como era a pulseira. – É uma pulseira com  um cristal em formato de uma estrela de duas pontas de cor roxa... Ela tem dois botões que mudam a forma dela… - Falou para Lilian enquanto continuava encenando a sua procura pela pulseira. A revolucionaria apesar de nada falar, já foi aproximando o rosto do chão para olhar por baixo de todos os bancos. – Por favor, me ajudem a encontrar! - Francis, Roxane e Evangeline já haviam se levantado para ajudar na procura de tal pulseira.

- Essa pulseira é assim tão importante? - Perguntou Ivor se levantando.

- Se não fosse, ela não perderia tempo procurando por ela. - Repreendeu Levi se levantando também. - Nós três vamos ajudar também. Onde que você lembra de ter a visto pela última vez? - Com a pergunta, Skÿller logo falou a resposta e já começou a armar o plano de como dividir o povo ali presente para ajudar na busca. No entanto, Kate não havia se levantado como desejava.

Com os grupos divididos a procura começou. Francis no meio da busca conseguiu informar em partes como era mais ou menos o plano dele. Roxane havia saído e pedido para os operadores derrubarem a luz a força de surpresa. Queria tentar tirar alguma reação dos revolucionários, caso não houvesse, tentaria roubá-los no escuro. Por algum motivo os operadores recusaram dando um aviso, o que acabou com todo o plano inicial e os deixou atentos para a proteção em uma eventual queda de luz. O plano foi forjado graças ao tempo que conversou com Kate e Levi enquanto Skÿller não estava e percebeu que ambos são inteligentes demais para cair em algum truque na conversa fiada com ele e assim soltarem algo. Além disso, Kate não sairia do local porque as pernas dela aparentemente estavam feridas. Quando Roxane foi "ao banheiro" perguntou se a mesma não queria ir também, quem sabe Levi ou Kate sozinhos não se soltam mais, e assim a menina explicou que suas pernas estavam machucadas e por isso iria permanecer a viagem inteira sentada.

Durante a busca, vários passageiros começaram a perguntar o que havia ocorrido e vários começaram a procurar pela pulseira também. Os passageiros do sexto vagão em especial eram bem solidários, aumentando o grupo de busca muito mais do que a sargento havia pensado no começo. Foi então que um aviso começou a soar.

Senhores passageiros, a próxima parada ocorrerá dentro de alguns minutos. Próxima parada: Karakui.

Tal aviso tocou mais duas vezes até que ouviu Francis falando para Skÿller. - Esta é a parada de Roxane. Não acha melhor se despedir?


Histórico:
 

Roxane:
 

Evangeline:
 

Francis:
 

Revolucionários:
 

Disposição dos bancos no vagão 5:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Skÿller
Agente em Treinamento
Agente em Treinamento
Skÿller

Créditos : 10
Warn : Innuendo - Página 11 10010
Masculino Data de inscrição : 10/08/2015
Idade : 25
Localização : Entre a faca e a parede

Innuendo - Página 11 Empty
MensagemAssunto: Re: Innuendo   Innuendo - Página 11 EmptySeg 28 Maio 2018, 14:59

Lights Out



...... Parecia que Kate tinha magoado suas pernas recentemente e não conseguia se mover muito. Todos, com exceção dela, começaram a procurar, até alguns passageiros se voluntariaram para ajudar. Samel estava usando uma roupa de detetive com uma lupa ridiculamente grande olhando os cantos mais improváveis para se encontrar uma pulseira perdida, como dentro das roupas das outras pessoas.
...... - Esta é a parada de Roxane. Não acha melhor se despedir? – perguntou Francis quando deram o sinal da paragem. Suspirei e olhei para baixo, sentia que ainda não estava pronta mas acenei positivamente com a cabeça. Aproveitei para me aproximar e Francis e puxá-lo até que eu conseguisse falar em seu ouvido.
...... - Irei despedir-me dela, acho que lembrei onde deixei a pulseira. – daria ênfase no “acho” – Tenho uma ideia, mas é um pouco extrema. Toque no meu rosto quando eu voltar ao lugar caso ache ser última opção. – a minha respiração ficaria um pouco pensada ao pensar no plano que começava a se formar na minha cabeça, como se estivesse contendo um gemido. – Avise o máximo de pessoas que lembrei onde coloquei o colar. Especialmente nossos amigos.
...... Rapidamente começaria a procurar por Roxanne e, quando a encontrasse, não pensaria duas vezes e abraçá-la-ia com toda a força – Adeus. – diria enxugando as lágrimas na roupa dela sem que ela percebesse – Fique melhor depressa. Quero ver você partindo caras de novo!– olharia para ela e sorriria. Escutaria o que ela tivesse a dizer e então iria para o banheiro entre os vagões 6 e 7.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

...... Entraria no banheiro e fecharia a porta, tiraria a pulseira do sutiã e respiraria fundo, olhando para mim mesma se houvesse um espelho. Samael estaria encostado na porta olhando para mim muito sério, ele não precisaria dizer nada para saber o que ele sentia. Após uns segundos ele acabaria por rir mas não de uma forma maldosa, era um riso contagiante.
...... “Parece que mudei… Você tinha razão. Mas não se acostume com isso.”
...... Então voltaria para o vagão 5 e, se ainda existissem pessoas procurando pela pulseira avisaria que já a tinha encontrado e agradeceria pela ajuda. Quando chegasse ao vagão verificaria se todos haviam voltado, se sim aproximar-me-ia de Francis e beijaria o seu rosto. Aquele seria o momento para ele dar a resposta para a pequena conversa que tivemos. Se ele não tocasse no meu rosto eu sentar-me-ia ao lado dele, porém se ele tocasse em meu rosto eu sorriria e diria para todos – Vou pedir para me deixarem usar o comunicador para agradecer a todos que ajudaram a procurar a pulseira. Evangeline, quer vir comigo?
...... Nesse momento iria até ao vagão onde estariam controlando o expresso oceânico. Pediria para entrar e, quando entrasse, olharia todos os detalhes possíveis. – Oie… Hum… Eu gostaria de pedir que avisem pelo comunicador que agradeço pela ajuda de todos aqueles que ajudaram a procurar pela pulseira. – Insistiria se não aceitassem de imediato, enquanto isso, trancaria a porta discretamente se fosse possível. Quando desligassem o comunicador sorriria e inclinaria o meu rosto para a direita – Agora… - o meu sorriso começaria a ficar aos poucos mais sádico e macabro – Você vai escutar com atenção e vai fazer o que eu disser. – aproximar-me-ia de quem estivesse perto do comunicador e diria num tom intimidador e frio mas sem perder o sorriso – Quero que as luzes se apaguem, só que desta vez sem avisos. Tenho a certeza que a minha amiga pediu de forma simpática e ainda assim recusaram, apenas quero vos avisar que eu não terei a mesma amabilidade que ela. – Encostaria a minha mão direita no rosto da pessoa que estivesse no comunicador – Entendidos?
...... Caso recusassem o apagar as luzes não pensaria duas vezes faria uma rasteira na pessoa próxima ao comunicador, me sentaria em cima dela sacando a minha ninjaken e encostando a lâmina no seu pescoço – Pode ter parecido um pedido, mas na realidade foi uma ordem. Vocês vão fazer isso ou então não terei outra opção a não ser considerar vocês aliados do meu alvo. – os meus olhos não demonstrariam qualquer tipo de insegurança – Vão fazer o que estou a mandar ou não?
...... Caso concordassem passaria a minha garra do dedo indicador próxima ao olho esquerdo da pessoa – Assim que estivermos perto da próxima paragem quero que tranquem as saídas do vagão 5. Ninguém entra, ninguém sai. Nesse momento também desligam as luzes desse vagão, assim como as luzes dos vagões 6 e 7. Se não der para desligar só de um vagão desliguem de todos. Quero o vagão 5 completamente escuro. Apenas voltem a abrir e ligar as luzes quando chegarmos em Endeavor. – afastar-me-ia e levaria o dedo ao meu queixo – Ok? – se voltassem a concordar sorriria de forma normal – Ótimo! Espero não ter de voltar aqui.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

...... Apenas voltaria para o meu lugar caso tivesse sido bem-sucedida (deixaria a ninjaken novamente escondida caso tivesse sido necessária) e ficaria sentada no lugar onde Evangeline se havia sentado inicialmente. Olharia para Francis e daria um riso escondendo a boca com a mão esquerda. – A minha vida… Não. A nossa vida está prestes a se tornar melhor.
...... “Eu acho que a marinha não aceitaria os seus marinheiros ameaçarem civis pelo bem da missão… Pena que eles não conseguem perceber que alguns sacrifícios são necessários. Já o governo se preocupa mais em concluir as missões... Assim espero.”
...... - Lembrei que tinha tirado a pulseira quando fui lavar as mãos antes de comer. – diria se me perguntassem onde eu a havia encontrado. Mostraria a pulseira caso pedissem para ver – Essa pulseira significa muito para mim… - olharia para Francis e então voltaria a olhar para a pessoa que perguntou onde eu a tinha encontrado- Ela é bem especial.
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Citação :

Nome da Personagem: Skÿller Van Der Veen
Nº de Posts: 39
Sangue: (09/15)
Ganhos: Patente Sargento; Perícia Toxicologia; Perícia Química; Ninjaken lvl 2; Par de algemas; Bolsa; Vestido; 7.525.000 berries
Ninjaken: Tesouro de Ymir/Requiescant:
 
“Ferimentos”:
 
Perdas: -29.564.000 berries; Ninjaken lvl 1; NPC Acompanhante (Roxanne); Medalçha Guardian; Medalha Enterprise.
Personagens:
The Wolf:4/4
Dance of Knives 4/4
Now You See Me… : 4/4
Coments Extras: Usando um vestido; Judgement Star no pulso.

Objetivos:
 

____________________________________________________

~Fala~
~Pensamento~

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Sabe por que caímos?
Para aprendermos a levantar.

Voltar ao Topo Ir em baixo
PepePepi
Membro
Membro
PepePepi

Créditos : 140
Warn : Innuendo - Página 11 10010
Data de inscrição : 15/03/2013
Localização : Utopia - 7ª rota

Innuendo - Página 11 Empty
MensagemAssunto: Re: Innuendo   Innuendo - Página 11 EmptySeg 28 Maio 2018, 23:40

Narração

Clima: Agradável dentro do trem
Local: Trem do oceano
Progresso até Endeavor:  6/9
Progresso até Karakui:  6/6


Skÿller

Percebendo que seu plano falhou por um detalhe técnico, a sargento armou um outro plano, mais extremo dessa vez e avisou Francis do mesmo combinando um sinal com ele. Separando-se dele, conseguiu ouvir ele falando para o povo mais próximo que Skÿller provavelmente lembrou-se de onde estava a pulseira dela.

Começou a procurar por Roxane, seus olhos já estavam enchendo de lágrimas enquanto não a achava. Quando a achou, abraçou com toda a força que podia, aproveitando a situação para enxugar as lágrimas nas roupas de Roxane enquanto se despedia dela. - Pode deixar comigo. Antes de você perceber eu estarei boa de novo. - Então ela usou a sua única mão para levantar o rosto de Skÿller e assim conseguir apoiar a testa de ambas. Assim ambas olhavam os olhos uma da outra. - E você cuide bem do seu namorado. - Falou com uma piada final, sacudiu a cabeça, percebendo que não era o melhor momento para brincadeira, ela também não estava querendo dizer adeus para sua amiga felina. - Eu vou ficar bem, garanta que você também vá ficar. Daqui poucos meses ouvirá sobre a vice-almirante Roxane, espero ouvir o mesmo de você.

Após a despedida Skÿller correu para o banheiro entre os vagões 6 e 7 e lá adentrou, pegando a pulseira e respirou fundo. Aceitou mentalmente que não era mais a mesma pessoa que foi até um tempo atrás. Seria isso algo bom ou algo ruim? Não importava naquele momento. Se concentrou e saiu. No caminho para o vagão 5 foi agradecendo o povo pela ajuda e que havia encontrado a pulseira.

Foi então que chegou ao vagão 5 e viu algo inusitado, bom, talvez não tão inusitado. Havia um homem sentado onde era a posição inicial de Evangeline. A pequena estava sentada na janela. Ele provavelmente comprou alguma passagem de Karakui para outro lugar. Ao se aproximar mais de seu lugar, Skÿller sentiu um calafrio por causa do homem, mas manteve-se no seu plano. Se aproximou de Francis e lhe deu um beijo na bochecha. Mas isso não foi o suficiente para o agente, o mesmo colocou a mão no rosto de Skÿller e empurrou um pouco a cabeça da mesma para que beijassem de forma mais apropriada.

Após o beijo, falou que iria até os operadores do trem para pedir acesso temporário ao megafone e agradecer a todos ali que ajudaram na procura da pulseira. Nesse momento foi andando na direção dos vagões de menor número. A sala de operações era só no primeiro vagão. Os operadores deixaram a mink entrar após alguma insistência no pedido de agradecimento. Ao entrar, no entanto, traiu as expectativas dos operadores, após agradecer pelo megafone, acabou por ameaçá-los. As ordens eram claras, apagar luzes do vagão 5, trancá-lo também. Sentia que os operadores estavam assustados.

Ao voltar pro vagão 5, foi obrigada a sentar onde estava Roxane no começo da viagem, virou-se para Francis e soltou uma frase que para muitos soaria como algo romântico. Até ouviu uma risadinha de Lilian.

- Com certeza ficará.- Ouviu o homem sentado ao lado de Evangeline falando. - A próxima ilha pela qual passaremos é uma ilha infestada de piratas. Não sei nem porque o expresso usa essa rota ainda.

Senhores passageiros, estamos nos aproximando de nossa próxima parada, Metal Graveyard.

Foi então que entre as repetições, foi possível ouvir um barulho diferente. Como de algo se aproximando em alta velocidade, foi possível ver água caindo com força na janela. - Estão atacando mesmo. - Falou o homem sorrindo. - Cinco milhões o bilhete de entrada, imagina o tanto de riquinhos que não existem dentro deste trem para eles roubarem.

Senhores passageiros, alertamos que não existe motivo para pânico.

Esta mensagem começou a repetir-se várias vezes.

- Kate, precisamos fazer algo. - Ouviu Lilian falando meio desesperada.

Foi então que um barulho maior foi ouvido, como de explosão próxima, apesar de claramente não ter acertado o expresso, e a luz se apagou no 5º vagão.


Histórico:
 

Roxane:
 

Evangeline:
 

Francis:
 

Revolucionários:
 

Disposição dos bancos no vagão 5:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Skÿller
Agente em Treinamento
Agente em Treinamento
Skÿller

Créditos : 10
Warn : Innuendo - Página 11 10010
Masculino Data de inscrição : 10/08/2015
Idade : 25
Localização : Entre a faca e a parede

Innuendo - Página 11 Empty
MensagemAssunto: Re: Innuendo   Innuendo - Página 11 EmptyTer 29 Maio 2018, 18:20

Lights Out



...... A despedida foi mais fácil de aceitar do que eu pensava. Roxanne continuava com o seu humor, talvez ela estivesse cheia de esperança em voltar a ter o braço. O fato dela ter citado uma patente da marinha me deixou preocupada e ligeiramente culpada, afinal eu não pretendia voltar para a marinha.
...... - Vai ficar com o seu novo namorado é? – disse Samael fazendo troça. – Afinal porquê que você se incomoda tanto? É tudo a fingir, não existe sentimento real. – as suas palavras eram certeiras, não havia motivo para estar incomodada com algo tão banal.
...... Quando voltei para o vagão 5, continuei o plano e ao beijar Francis na boceja para ter a sua resposta, o agente tocou no meu rosto e ligeiramente empurrou a minha cara para me dar um beijo na boca. Mesmo já tendo consciência de que não havia necessidade para ficar envergonhada ou nervosa por aquilo ser encenação, não podia deixar de me sentir estranha com o beijo, talvez fosse a ansiedade por estar prestes a realizar um abate múltiplo no escuro ou a sede de sangue ou até mesmo ambas. Mas claro, Samael não poderia deixar de infernizar a minha cabeça.
...... - NOOOOOSSSAAAAAAAAAAA!- gritaram dois Samaeis com perucas compridas, corados e em sincronia – ELE BEIJOU ELAAAAAAA! EBAAAAAAAAA! AGORA É OFICIAL, AMIGA! QUAL VAI SER O NOME DO SEU FILHO? E SE FOR MENINA?

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

...... “Vá se fuder.”
...... Para além disso havia um homem no lugar de Roxanne que, por algum motivo, me dava calafrios, talvez fosse o seu olhar semimorto ou o seu silêncio desconfortante. Samael ficou olhando para ele a meros milímetros de distância, tocando no seu rosto e esticando a cara dele, até mesmo Samael parecia ter um ar desconfortável perto dele.
...... Decidi tirar isso de minha cabeça e fui até à cabine principal para colocar o plano em marcha, os operários acabaram por concordar com as minhas exigências. Ainda assim não saberia o quão eles haviam concordado com as ordens, não deveria ser necessário muito para que eles voltassem a ligar as luzes ou evitar que as portas do vagão 5 se voltassem a abrir.
...... Voltei ao meu lugar e continuei a manter a personagem da garota que estaria recomeçando a sua vida, porém com o sentimento de uma ninja que finalmente havia encontrado o lugar certo para agir. - Com certeza ficará. - disse o estranho. - A próxima ilha pela qual passaremos é uma ilha infestada de piratas. Não sei nem porque o expresso usa essa rota ainda.
...... - Primeiramente: Ninguém chamou você para a conversa. – disse Samael inclinando o seu pescoço para trás – Em segundo lugar: Por que motivo haveriam de fazer o expresso, sempre cheio de civis, passar por uma ilha tão perigosa? - Embora eu não importasse muito com isso, Samael levantava uma questão importante que eu não sabia como responder.
...... Então parecia que o expresso estava sendo atacado, o estranho na minha frente parecia estar divertido com a situação. Coloquei a mão esquerda na boca e encostei meu rosto em Francis, escondendo o meu sorriso. A ideia de ter piratas no expresso significaria que teríamos de lutar, então eu poderia matar alguém num futuro próximo. Lilian parecia meio desesperada com a situação.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

...... - Você é doente. – disse Samael – Você sabe que o vagão está trancado, né?Trate de acalmar essa sua sede antes que acabe mal. – nesse momento a luz apagou e afastei o meu rosto do corpo de Francis.
...... Apertaria a perna de Francis da mesma forma que ela havia apertado a minha e então balancearia a cabeça na horizontal. Esperaria que ele percebesse que aquilo não era parte do plano, apenas uma triste coincidência.
...... - Eu acho que eles não conseguirão entrar enquanto estivermos em movimento. – diria –Acho que não teremos problemas… A menos que o expresso pare em Metal Graveyard… - olharia em volta e analisaria a reação de todos – Francis… O que devemos fazer? – estaria genuinamente pedindo indicações, visto que aquela poderia ser uma oportunidade para criar laços uns com os outros, afinal se os protegêssemos eles acabariam por confiar em nós.
...... Se Evangeline parecesse preocupada, ou pelo menos fingisse estar preocupada, eu tentaria acalmar ela – Tenha calma, Eva… Vai tudo ficar bem. – olharia para fora e então diria pensativa – Na realidade acho que devemos todos nos afastar das janelas, não gostei da forma como a água bateu no vidro.
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Citação :

Nome da Personagem: Skÿller Van Der Veen
Nº de Posts: 40
Sangue: (10/15)
Ganhos: Patente Sargento; Perícia Toxicologia; Perícia Química; Ninjaken lvl 2; Par de algemas; Bolsa; Vestido; 7.525.000 berries
Ninjaken: Tesouro de Ymir/Requiescant:
 
“Ferimentos”:
 
Perdas: -29.564.000 berries; Ninjaken lvl 1; NPC Acompanhante (Roxanne); Medalçha Guardian; Medalha Enterprise.
Personagens:
The Wolf:4/4
Dance of Knives 4/4
Now You See Me… : 4/4
Coments Extras: Usando um vestido; Judgement Star no pulso.

Objetivos:
 

____________________________________________________

~Fala~
~Pensamento~

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Sabe por que caímos?
Para aprendermos a levantar.

Voltar ao Topo Ir em baixo
PepePepi
Membro
Membro
PepePepi

Créditos : 140
Warn : Innuendo - Página 11 10010
Data de inscrição : 15/03/2013
Localização : Utopia - 7ª rota

Innuendo - Página 11 Empty
MensagemAssunto: Re: Innuendo   Innuendo - Página 11 EmptyTer 29 Maio 2018, 23:40

Narração

Clima: Agradável dentro do trem
Local: Trem do oceano
Progresso até Endeavor:  7/9 ~progresso parado a partir deste ponto~


Skÿller

Aquela situação toda com o namorado falso fez Skÿller se perguntar mais de uma vez sobre quão real era aquilo tudo. A inexperiente mink estava meio perdida por nunca ter estado em um relacionamento amoroso em toda sua vida. No meio do processo aceitara que era tudo falso, o que facilitou muito quando recebeu um beijo real de Francis.

Quando voltou e esperou e a luz eventualmente apagou, a primeira coisa que a mink fez foi tentar avisar Francis de que aquilo não era parte do plano, pelo menos não com uma coincidência tão grande, nunca imaginara que sua falta de conhecimento da grand line prejudicaria algum plano seu. Acabou então expondo boa parte de suas ideias no momento para todos ali presentes, no final perguntando para seu namorado sobre o que fazer naquele momento. No entanto o homem que estava a sua frente falou primeiro. - O expresso para sim na ilha, eu não sei porque, mas é sempre a oportunidade que os piratas precisam. - O homem riu. - E existe outro meio de parar o trem. - Foi então que começaram a sentir que o trem estava freando de forma bem forte. - As linhas estão sempre no mesmo local, estragá-las é uma opção, porém os piratas geralmente não pensam muito e optam pelo mais cruel. - Falou o homem se levantando. Skÿller veria ele se levantando graças a sua visão, porém o resto perceberia o movimento de qualquer forma por causa do barulho que ele causara. O mesmo deu um passo para o lado para sair do banco e começou a andar no corredor de forma bem barulhenta enquanto falava. - Eles colocam geralmente pessoas vivas amarradas nos trilhos, para que o maquinista escolha entre o perigo ou matar os inocentes. - O trem acabou parando completamente, o homem então tentou abrir a porta que levaria para o vagão 4 e não conseguiu. Aparentemente os operadores obedeceram a mink e isolaram o quinto vagão no escuro. Será que os outros vagões tinham luz ainda?

Foi então que Francis finalmente respondeu a pergunta de Skÿller, ainda interpretando o seu papel. - Acho que não temos muita escolha além de torcer para que não nos ataquem. - Viu que Evangeline se aproximava de Skÿller e abraçava a mink quieta, em um tom de meio choro, também estaria ela interpretando seu papel direitinho. A sargento então falou para que a menina tivesse calma e fez uma recomendação para que todos se afastassem da janela. Foi então que algo diferente do que imaginava acabou acontecendo. Ouviu um barulho, alto e claro, era o barulho de algo pousando, ou caindo, no teto do vagão. Um grito ecoou de algum vagão de número maior, quem sabe o 6 ou o 7.

- Realmente, não poderemos ficar parados aqui com tudo isso ocorrendo. - Falou Levi se levantando também. - E o que quer fazer? Nós não conseguiremos fugir e não temos força para bater em piratas. - Falou Kate, aparentemente aquela situação não era o suficiente para que ela saísse do papel ainda de pessoa comum e fraca. Era perceptível a situação de incomodo de Lilian e do pequeno incomodo crescente em Levi. Já Ivor grudava a cara no vidro, tentando ver algo na escuridão do lado de fora do navio. Foi então que um vidro no fundo do vagão quebrou e ouviram um rugido bem forte, como o de um leão.


Histórico:
 

Evangeline:
 

Francis:
 

Revolucionários:
 

Disposição dos bancos no vagão 5:
 

Homem misterioso:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Skÿller
Agente em Treinamento
Agente em Treinamento
Skÿller

Créditos : 10
Warn : Innuendo - Página 11 10010
Masculino Data de inscrição : 10/08/2015
Idade : 25
Localização : Entre a faca e a parede

Innuendo - Página 11 Empty
MensagemAssunto: Re: Innuendo   Innuendo - Página 11 EmptyQua 30 Maio 2018, 16:29

I Smell Blood...



...... O estranho parecia estar divertido com a situação, claro que eu também estava animada mas era por outros motivos. Ele avisou que na realidade o expresso pararia de qualquer jeito, visto que os piratas usavam reféns nas linhas para obrigar o expresso a parar. Levi se levantou, ele parecia não querer esperar que os piratas entrassem para entrar no vagão, já Kate continuava com a personagem dela. Eu estava confiante que teríamos vantagem no nosso vagão até que escutei um leão rugindo, se os piratas fossem minks seriamos massacrados lá dentro devido a vantagem que a nossa raça possui.
...... - Vamos para o vagão 4. – sugeria num tom de ordem. Se o estranho falasse que o vagão estaria trancado eu daria indicações – Francis, Ivor, Levi e o senhor tentem abrir a porta para o vagão 4, se ficarmos aqui não teremos qualquer hipótese. Como os gritos parecem vir dos vagões 6 e 7 o melhor seria evitar ficar aqui. – embora a sede de sangue me fizesse ficar animada, era difícil manter um sorriso quando se estava claramente em desvantagem. – Se os 4 fizerem força conseguirão a abrir. – rapidamente andaria até a janela partida e olharia para o exterior, tentando ver alguma coisa. Se estivesse algum pirata próximo eu imediatamente me afastaria dela.
...... - Quem disse que você dá as ordens? – perguntaria Samael.
...... - Alguma ideia melhor? Esperar aqui não é uma opção. Nem ir para o vagão 6 ou 7.A menos que me convença do contrário. – responderia se alguém fizesse a mesma pergunta que Samael.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

...... Ficaria pensativa por uns instantes enquanto eles tentariam abrir a porta. Ainda era muito cedo para revelar que os dois amantes e a garotinha sabiam lutar e não hesitariam em matar piratas, o melhor seria tentar sobreviver um pouco mais até que um dos revolucionários decidisse lutar, mesmo que isso significasse ficar completamente maluca e sedenta, eu poderia facilmente beber o sangue de um dos piratas se o pegasse desprevenido.
...... Quando entrassem deixaria que os homens entrassem na frente, seguraria a mão de Evangeline e iria oferecer ajuda a Kate, se ela se recusasse a sair do vagão eu fecharia a cara e, com a luz que estaria vindo do outro vagão, ela poderia ver o meu rosto raivoso. Infelizmente as minhas emoções eram bem mais intensas quando estava sedenta – Não é uma questão de querer. Se você ficar aqui acabará por ficar em desvantagem. Duvido muito que você queira ser roubada, violentada e morta por um grupo de piratas. – não levantaria a voz mas o tom que sairia dela era bem autoritário – Você parece uma pessoa inteligente. Analise bem o que a rodeia. Não existem leões no mar, se escutou um rugido de leão quer dizer que existem minks no grupo pirata. E adivinhe: Eles vêm tão bem no escuro como se estivesse de dia. – se ainda assim ela não estivesse convencida eu olharia completamente raivosa para Francis e Evangeline – Francis e Evangeline, vocês vão para o vagão 4. – olharia então para o grupo revolucionário – Lilian e Ivor, vocês devem ir também, podem entrar piratas desse lado, se vocês forem não seremos flanqueados caso consigam entrar para o vagão 4. – talvez eu estivesse dando demasiadas ordens para a minha suposta nova patente e para a minha personagem mas Kate era uma mulher acostumada a dar ordens, então dessa forma talvez ela se identificasse, visto que ela parecia não querer mudar de ideias tão cedo.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

......Caso não tivessem conseguido abrir a porta do vagão 4 olharia bem para a porta e tentaria encontrar pontos úteis para tentar abrir ela por meios mais delicados, como fechaduras, dobradiças, parafusos, etc. Se eu conseguisse encontrar algo de útil imediatamente iria até Francis, agarraria a sua mão e começaria a usar ela para mostrar aquilo que eu estaria vendo – Você consegue fazer alguma coisa? – se a resposta fosse positiva eu daria espaço para ele trabalhar, se a resposta fosse negativa respiraria fundo três vezes para me acalmar.
...... Se Kate tivesse concordado em entrar no vagão 4 eu ficaria junto de Evangeline, deixando-a sempre próxima de mim. Deixaria a minha ninjaken guardada em todo o momento, eu teria que deixar Francis e o grupo revolucionário tomar as primeiras medidas. Entretanto, isso não queria dizer que deixaria minha guarda baixa, se tentassem agarrar-me ou a Evangeline eu não pensaria duas vezes e tentaria morder o braço do agressor caso não estivesse com proteção, então usaria as minhas garras para arranhar o máximo possível do mesmo braço. Se acontecesse de o agressor na realidade ser um civil assustado e presando pela sua segurança, olharia com um ar frio para ele e com uma voz ainda mais gélida – Ainda bem que não somos os piratas. Você estaria morto nessa hora. – olharia para Francis e então voltaria a olhar para o civil – Peço desculpa pelo braço. Foi auto defesa.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

...... Se não houvesse sinal de piratas no vagão 4, analisaria a reação dos civis ali presentes, se eles estivessem assustados respiraria fundo e diria – Não mostrem resistência aos piratas, entreguem os vossos bens e talvez sobrevivam… Mas… Aqueles que estiverem confiantes de suas forças devem fazer o melhor para proteger os mais fracos. - olharia para as janelas e então avisaria - Mantenham distância das janelas. Fiquem juntos e não entrem em pânico. - olharia para Francis e faria um sinal para que ele tomasse conta da situação, ficaria esperando por algum sinal dando luz verde para matar. Até que ele desse permissão ficaria coçando o lugar da minha marca enquanto estaria iniciando as minhas preses para Mithrar. Se Francis desse permissão para matar olharia para Evangeline e diria um pouco ansiosa - Talvez seja melhor você não olhar. - aquele não era um aviso da irmã mais velha mas sim um aviso sério, lembraria dos avisos passados de Samael em relação às crianças normais e como elas poderiam ser facilmente impressionadas e traumatizadas.
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Citação :

Nome da Personagem: Skÿller Van Der Veen
Nº de Posts: 41
Sangue: (11/15)
Ganhos: Patente Sargento; Perícia Toxicologia; Perícia Química; Ninjaken lvl 2; Par de algemas; Bolsa; Vestido; 7.525.000 berries
Ninjaken:
 

Perdas:  -29.564.000 berries; Ninjaken lvl 1; NPC Acompanhante (Roxanne); Medalçha Guardian; Medalha Enterprise.
Personagens:
The Wolf:4/4
Dance of Knives 4/4
Now You See Me… :  4/4
Coments Extras:  Usando um vestido; Judgement Star no pulso.

Objetivos:
 

____________________________________________________

~Fala~
~Pensamento~

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Sabe por que caímos?
Para aprendermos a levantar.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Innuendo - Página 11 Empty
MensagemAssunto: Re: Innuendo   Innuendo - Página 11 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Innuendo
Voltar ao Topo 
Página 11 de 14Ir à página : Anterior  1 ... 7 ... 10, 11, 12, 13, 14  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: East Blue :: Polestar Islands-
Ir para: