One Piece RPG
Innuendo XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Os 12 Escolhidos, O Filme
Innuendo Emptypor Fran B. Air Hoje à(s) 05:24

» Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante
Innuendo Emptypor Wesker Hoje à(s) 03:53

» Jade Blair
Innuendo Emptypor Kylo Hoje à(s) 03:42

» Seasons: Road to New World
Innuendo Emptypor Ravenborn Hoje à(s) 02:26

» The Victory Promise
Innuendo Emptypor Akise Hoje à(s) 00:33

» Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas
Innuendo Emptypor Fukai Hoje à(s) 00:27

» Kit Phil Magestic
Innuendo Emptypor GM.Muffatu Ontem à(s) 22:25

» 10º Capítulo - Parabellum!
Innuendo Emptypor Marciano Ontem à(s) 22:12

» [E.M] - Gostosuras e Travessuras
Innuendo Emptypor Achiles Ontem à(s) 21:59

» II - Growing Bonds
Innuendo Emptypor War Ontem à(s) 21:36

» Xeque - Mate - Parte 1
Innuendo Emptypor Ceji Ontem à(s) 21:20

» Pandamonio, Vol 1 - Rumo à Grand Line!
Innuendo Emptypor Fran B. Air Ontem à(s) 19:58

» Livro Um - Atitudes que dão poder
Innuendo Emptypor Quazer Satiel Ontem à(s) 18:28

» Galeria Infernal do Baskerville
Innuendo Emptypor Blum Ontem à(s) 18:16

» O Log que vale Dois Bilhões de Berries
Innuendo Emptypor Blum Ontem à(s) 17:48

» Hey Ya!
Innuendo Emptypor Takamoto Lisandro Ontem à(s) 17:25

» Blackjack Baskerville
Innuendo Emptypor Baskerville Ontem à(s) 17:21

» Cap. 2 - The Enemy Within
Innuendo Emptypor Takamoto Lisandro Ontem à(s) 16:07

» ブルーベリーパイ ~ Blueberry Pie
Innuendo Emptypor Skÿller Ontem à(s) 16:07

» Mini-Aventura
Innuendo Emptypor Akaza Ontem à(s) 16:03



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 Innuendo

Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2, 3 ... 7 ... 14  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 62
Warn : Innuendo 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 27
Localização : 1ª Rota - Karakui

Innuendo Empty
MensagemAssunto: Innuendo   Innuendo EmptyQui 08 Mar 2018, 17:50

Innuendo

Aqui ocorrerá a aventura dos(as) marinheiros Skÿller Van Der Veen e Hizumy Mizushiro Mayan. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Skÿller
Agente em Treinamento
Agente em Treinamento
Skÿller

Créditos : 10
Warn : Innuendo 10010
Masculino Data de inscrição : 10/08/2015
Idade : 25
Localização : Entre a faca e a parede

Innuendo Empty
MensagemAssunto: Re: Innuendo   Innuendo EmptyTer 13 Mar 2018, 05:15





Kiss From A Rose



...... Eu olhava para Roxanne com bastante pesar, o seu corpo debilitado me entristecia mas aos poucos me comecei a me sentir menos culpada e mais cheia de esperança visto que que iríamos resolver o seu problema. Eu estava tão pensativa que dei um pequeno salto ao perceber que o tenente Yang estava presente na enfermaria. Ele entregava-me as medalhas que eu havia conquistado, me informava que poderia realizar um teste para subir de patente e me entregou os cartazes do Careca e de Morgan, antes que eu pudesse responder ele saiu da enfermaria, provavelmente para que eu pudesse pensar na decisão que eu iria tomar agora.

“Subir de patente? Hm…”

......- O que é isto? – perguntou Samael curioso apontando para uma carta.


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


......- Deve ser do tenente. – respondi em voz alta enquanto pegava na carta e a guardava com cuidado. – Vamos devolver para ele.
......Caminharia então em direção da saída da enfermaria, mas antes de sair olharia para Roxanne que ainda estava inconsciente e um suspiro sairia involuntariamente – Vamos arrumar você. – diria para Roxanne antes de sair.
......- Você me deixa deprimido. – disse Samael com um ar dececionado. – Você já foi uma máquina imparável sem sentimentos, agora amoleceu. Sentimentos são tão… Tão…

“Humanos? Como você? Sentimentos estes que fizeram com que a primogénita seguisse cegamente o Criador e parasse o teu plano?”

......- Sim… - suspirou Samael. – Mas nem todos os sentimentos são “bons”. Por vezes o melhor é ser frio e calculista e evitar erros. Precisas de ter a tua mente limpa na batalha para não morreres, apenas vences as tuas lutas por estares mais focada que os teus oponentes. Tu não passas de uma garotinha indefesa e lunática, mantém-te viva até ficares realmente forte.
......Ao sair da porta imediatamente começaria a procurar pelo Tenente Yang, se não o encontrasse de imediato, eu perguntaria para os outros marines se o tinham visto e, apenas quando o encontrasse, entregaria a carta para ele e diria – Acho que deixou isso cair, senhor. Ah… E estou pronta para o teste. – diria com convicção. Escutaria o tenente com atenção e seguir-lho-ia caso ele assim ordenasse.


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


......Se eu não encontrasse o tenente ou se o teste não fosse ser realizado naquele momento, voltaria para a enfermaria e pegaria num livro para continuar a treinar a minha leitura. Sentar-me-ia ao lado de Roxanne e olharia para ela de tempos em tempos, para verificar se ela já demonstrava sinais de estar consciente.
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Thanks for @Lovatic, Cupcake Graphics



Citação :

Nome da Personagem: Skÿller Van Der Veen
Nº de Posts: 1
Sangue: (01/15)
Ganhos:
Perdas:  
Personagens:
The Wolf:5/5
Dance of Knives 5/5
[i] Coments Extras:
Objetivos:
 
Spoiler:
 

____________________________________________________

~Fala~
~Pensamento~

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Sabe por que caímos?
Para aprendermos a levantar.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Mizushiro Hizumy
Revolucionário
Revolucionário
Mizushiro Hizumy

Créditos : 2
Warn : Innuendo 10010
Masculino Data de inscrição : 12/11/2014
Idade : 20
Localização : Cactus Island

Innuendo Empty
MensagemAssunto: Re: Innuendo   Innuendo EmptyTer 13 Mar 2018, 20:41



Blue Ocean & White Snow – The colours of my Soul!  
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


  O pequeno soldadinho agarrou-se a amurada de madeira já lascada da velha, porém veloz embarcação, quando os uivos resmungados do tenente chegaram até seus ouvidos. Por toda a sua espinha um arrepio gélido subira em susto surpreso, fazendo até mesmo seus lisos fios azuis de cabelo entrarem em choque.  – S-SIM SENHOR! – De prontidão responderia, em gaguez inicial, com sua voz infantojuvenil ressoando por toda aquela parte. – Parece que me meti em sarilhos, Shima-chan!  - Diria em sussurro baixo e com um sorriso não muito preocupado, mas sim constrangidamente tímido, para que apenas fosse possível à seu companheiro ouvi-lo.

  - Anda, Shima-chan! Loguetown em breve se perderá no horizonte… Também nós devemos seguir adiante. – Deixando a imagem da ilha para trás de suas esbeltas costas, com os flocos de neve caindo docilmente dos céus, o miudinho seguiria com seus passos para o interior da barca. Iria até ao cómodo que estaria reservado à eles, e quiçá a outros marinheiros que tivessem que compartilhar dormida.  Vasculharia na sua bolsa, guardando algumas coisas e retirando o casaco do panda. – Aqui, Shima-chan! É melhor você se agasalhar bem! - Guardaria a sua bolsa cerca de uma das camas, se houvesse alguma, e então procuraria pelo tenente.

 - Yang-Sama?? – Berraria pelos corredores com sua suave voz. – Desculpe, mas o senhor sabe onde está o Yang-sama? – perguntaria ao primeiro marinheiro que se aproximasse. Descobrindo a localização do seu mestre e tenente, o garotinho iria até ele, preparado para um treino intensivo.

    Se o treino fosse algo que lhe pedisse um certo esforço físico, o garotinho despiria o colete e a camisola de lã, assim como retiraria as luvas e o gorro. Dobraria a roupa e as repousaria em um canto onde não incomodasse ninguém. – Shima-chan, espere por mim aqui, por favor! – Diria o menino ao animal, sabendo que o mesmo poderia se preocupar com ele, e talvez até mesmo tentar se intrometer no treino.

   Seu pequeno coração fervia de forma anormal com a mera ideia de estar indo em direcção ao Grande Oceano. Estava um passo mais próximo de regressar à casa. Um passo mais próximo de reencontrar com seu irmão. Um passo mais próximo de desvendar segredos sem sequer o saber e o querer fazer. O seu fado há muito estava traçado, e tragédia e tristeza, corrupção e enganos o rodeava. Inconscientemente, bem lá nas profundezas do seu cerne, onde a razão e a consciência não alcançam, sabia que sua vida mudaria e que suas crenças seriam postas em causa. E era por isso mesmo, sem o saber, que não fugia do treino e da punição que Yang reservara para ele. Porque desejava ficar mais forte.


- Estou pronto, Yang-sama! -

 Com o olhar sério, humedecido por natureza, reluzente e singelo, reflexo profundo do azul celestial imenso, ansiava pelas palavras de seu professor.





[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Histórico:
 

Objectivos:
 


Legenda:
– Pensamento – - #99FFFF
– Fala – - #0099ff
~ Canções  ~ - #0099ff + blur

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | POST: 001

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] escreveu:

[ ] Ganhar uma Meitou lvl 2; (ノ≧∀≦)ノ
[ ] Ter Ofício Ferreiro lvl 2; (╯✧∇✧)╯
[ ] Forjar uma Katana lvl 2; (ര̀ᴗര́)و ̑̑
[ ] Caçar 5 Recompensas;  ヾ(〃^∇^)ノ♪
[ ] Vencer o torneio de artes marciais 1x; (๑•̀ㅂ•́)و✧
[ ] Encontrar dois tesouros; (۶ꈨຶꎁꈨຶ )۶ʸᵉᵃʰᵎ
[ ] Viajar por todo South e West Blue; ೕ(⁍̴̀◊⁍̴́ฅ)

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
PepePepi
Membro
Membro
PepePepi

Créditos : 140
Warn : Innuendo 10010
Data de inscrição : 15/03/2013
Localização : Utopia - 7ª rota

Innuendo Empty
MensagemAssunto: Re: Innuendo   Innuendo EmptyQua 14 Mar 2018, 21:23

Geral

Era um dia bonito para quem gostava da pouca e tranquila neve que estava caindo, tranquilo. As nuvens carregadas estavam indo em direção da Red Line e este não era o caminho que o barco estava tomando. Um pouco de neve se acumulava no convés, mas nada realmente preocupante. O ambiente era preenchido pelo som das ondas se chocando ao casco e algumas poucas conversas de marinheiros espalhados por aí. Não havia nenhum motivo para alarme, o mar ia ficando mais calmo aos poucos enquanto se dirigiam para o Calm Belt e geralmente piratas não chegam tão perto do mesmo por puro medo, mas claro, ainda existiam alguns marinheiros de sentinela. Dentro do navio estava tudo bem tranquilo também, a cozinha era o local mais movimentado, onde marinheiros fracos contra o frio já faziam alguma bebida quente, fazendo o seu pouco barulho ecoar pelo barco.

Skÿller

Era possível de se ouvir na enfermaria, lá no fundo, bem baixinho, o pequeno barulho vindo da cozinha. A enfermaria estava com um clima pesado, a mulher que acabara de perder o braço estava dormindo em uma das camas, fraca, mas sem nenhum perigo a sua vida. Skÿller, conversou com tenente Yang que havia não só passado para uma visita, mas para informar que Skÿller já podia fazer o teste para subir de patente. O tenente se retirou da enfermaria e Skÿller encontrou uma carta jogada no chão que provavelmente pertencia ao tenente. Após uma pequena discussão com Samael, prometeu ajudar Roxane e partiu para encontrar com o tenente.

Ao sair da enfermaria em busca do tenente, o viu virando a direita em uma esquina do corredor, se dirigindo provavelmente para seu cômodo. O corredor estava bem vazio, então conseguiu andar bem rápido na direção do tenente. Enquanto andava conseguia ouvir melhor o barulho que vinha da cozinha, muitas risadas e muitos grunhidos de prazer que aparentemente vinham de alguém bebendo algo mais quente, mas estava focada em alcançar o tenente, aquilo acabou ficando em segundo plano.

Ao chegar no final do corredor, se deparou com o próprio tenente, que conversava com a criança de longos cabelos azuis que conhecera antes.

Hizumy

O pequeno após alguns momentos de reflexão no convés, olhando na direção que Loguetown ficava, a cidade já estava sumindo do campo de visão e a neve que caia aos poucos era muito mais chamativa.

Não havendo o que fazer ali, desceu para encontrar um quarto e encontrou um quarto vazio com várias camas, o barulho da cozinha ali era alto, pois a mesma ficava no cômodo do lado. Guardou algumas coisas em sua bolsa e retirou o grande casaco de Shima pedindo para o mesmo se proteger do frio também. Após isso saiu a procura do tenente Yang.

Gritou algumas vezes, mas quando perguntou para um marinheiro que passava que obteve a sua resposta.

- O tenente foi para a enfermaria alguns minutos atrás. Você precisa descer as escadas e seguir o corredor que virará para a esquerda. - Complementou o marinheiro, que se perguntava mentalmente por que uma criança era marinheira.

Hizumy se dirigiu então para onde o marinheiro havia dito, mas não chegara na enfermaria, pois encontrara com o Yang no meio do caminho, logo após descer as escadas e antes mesmo de virar onde o marinheiro havia dito. O tenente mal o cumprimentou e ouviu o pedido de Hizumy. O garoto pediu por um treino intensivo para o tenente.

Geral

- Então você está pronto para o cast... - Ouviu o tenente falando com a criança, mas o tenente, ao notar a presença de Skÿller parou de falar e se dirigiu a ela. - Pode falar.

– Acho que deixou isso cair, senhor. Ah… E estou pronta para o teste.

O tenente sorriu, algo meio raro de se acontecer, e pegou a carta.

-Skÿller, que bom. Eu tinha ouvido algumas coisas ruins sobre você... - O tenente acabou abrindo a carta e mostrou que o papel lá dentro estava em branco. - Isso aqui era um teste simples de confiança e você passou, parabéns...

O tenente acabou parando de falar e olhou para o jovem ao seu lado.

- Hizumy, você também pode realizar o teste para sargento, não é? Que tal vocês dois realizarem ele ao mesmo tempo? O castigo posso deixar para mais tarde, quer fazer o teste? Me parece algo bom para você.

Caso Hizumy aceitasse ou não o pedido, iriam se dirigir ao convés, onde o tenente viraria para Skÿller (e talvez Hizumy também) e diria.

- O teste para sargento é ter uma luta comigo. - Diria já se preparando. - Recomendo que tentem trabalhar juntos.

Caso Hizumy não quisesse lutar, o tenente diria em separado para ele.

- Após eu terminar o teste de Skÿller irei te treinar. Espere um pouco por favor.

O convés não estava cheio de neve, mas já estava bastante úmido e escorregadio por causa da mesma.

- Pode(m) começar.

Resumo:
 

off:
 


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Mizushiro Hizumy
Revolucionário
Revolucionário
Mizushiro Hizumy

Créditos : 2
Warn : Innuendo 10010
Masculino Data de inscrição : 12/11/2014
Idade : 20
Localização : Cactus Island

Innuendo Empty
MensagemAssunto: Re: Innuendo   Innuendo EmptyQui 15 Mar 2018, 16:51



Blue Ocean & White Snow – The colours of my Soul!  
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]



[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]]



  O velho tenente estava prestes a balbuciar a palavra “castigo”, quando de súbito surgira Skÿller que o interrompia. Àquilo tudo o menino reagiu com graça, sorridente como sempre, soltando uma pequena e baixinha gargalhada, quase inaudível. – hi … hi.. – Parecia que o tenente havia tentando de propósito não deixar a rapariga ouvi-lo dizer que ia castiga-lo.

– Acho que deixou isso cair, senhor. Ah… E estou pronta para o teste. Curioso, uma característica intrínseca à qualquer criança da sua idade, o noviço tentara olhar para o envelope por de trás das costas do tenente, falhando com sucesso. -Skÿller, que bom. Eu tinha ouvido algumas coisas ruins sobre você... – Naquele instante o seu olhar incrédulo e confuso recaíra então sob o mestre. – Coisas ruins?! – Pensou o menino puxando pela memória se também ele havia ouvido algo do tipo, mas não conseguindo lembrar-se. Muito pelo contrário, apesar de apenas tê-la conhecido há algumas horas, a mink parecia-lhe alguém bondosa e de confiança.  - Isso aqui era um teste simples de confiança e você passou, parabéns... Hizy abriria um sorriso grandiosamente radioso. – Que bom, né, onee-chan!?!! – Falaria, demonstrando sua pura e inocente alegria, num pulo de excitação festiva na direcção da jovem.  Realmente era que o fazia feliz! Sentia que, se iam todos participar de uma grande jornada atrás de um tesouro, haviam de confiar um nos outros. Além disso, apesar de terem todos seus métodos e suas razões, todos ali lutavam pela Justiça, pelo Amor e pela Esperança de levar a paz à todos os recantos do mundo!

   - Hizumy, você também pode realizar o teste para sargento, não é? Que tal vocês dois realizarem ele ao mesmo tempo? O castigo posso deixar para mais tarde, quer fazer o teste? Me parece algo bom para você.

  - Êéeh?!... Eu também posso virar sargento??? De verdade, Yang-sama?! – Não conseguindo acreditar nas palavras do tenente, o rapazito esquecera por completo do castigo de tão entusiasmado e excitado e jubiloso aquela notícia lhe parecera. – SIM!! Ficaria muito contente se puder participar do teste também!! – Falaria sem pensar sequer duas vezes com os olhos a brilharem, mas então lembrar-se-ia de algo. Não fazia sequer três dias que havia se tornado um soldado da Marinha, seria justo para com os outros marinheiros que já eram soldados há mais tempo do que ele?! – Pensando melhor, Yang-sama… talvez não seja uma boa ideia eu me tornar um sargento ainda… - No seu rostinho era óbvio que recusava a oferta porque pensava no quão injusto seria para com seus companheiros mais velhos. – Mas, por favor, me deixe participar do teste também! – Obstinado, mesmo que não fosse tornar-se em um sargento, queria ainda assim participar do teste que seu mestre faria à Skyller. – Não acho que seja justo tornar-me num sargento agora, afinal, apenas entrei para a Marinha há três dias... Contudo, gostaria muito de poder ajudar a onee-chan no teste dela, além de ser uma boa forma de treinar e tornar-me mais forte!! -


  Já no convés, onde o frio se fazia sentir através das leves brisas que sopravam suavemente, onde a neve caia baloiçando em ziguezagues vagarosos, fazendo o pequeno principezinho alado imaginar os flocos a dançarem, despia as luvas das mãos, assim como o gorro da cabeça e o coleto do tronco.  - O teste para sargento é ter uma luta comigo. Recomendo que tentem trabalhar juntos. – Já que o teste seria uma luta, retirar o excesso de roupas parecer-lhe-ia uma boa ideia. Dobrá-las-ia com cuidado e as repousaria em um canto seco e seguro.  – Shima-chan, espere aqui também, por favor! – Diria ao panda, pedindo para ficar junto com suas coisas. – Eu sei que você se preocupa comigo, principalmente depois de tudo o que experienciamos… Mas não se preocupe! Hi! Hi! Hi! – Sorrindo, bateria no peito demonstrando confiança. – Sinto-me um pouco mais forte! Apesar de ser só um pouquinho bem pequenininho! – Explicaria, juntando o polegar e o indicador, não deixando quase nenhum espaço entre eles, exemplificando o quão forte se sentia. - Hahahaha! – Gargalharia brincando. – De verdade, não se preocupe, Shima-chan! Apesar de poder ser severo, o Yang-sama não nos machucaria! Afinal, ele é o meu mestre e uma boa pessoa! – Sorriria de forma gentilmente resplandecente e genuína, virando suas costas ao panda e caminhando na direcção da Skyller e do tenente.  


- Pode(m) começar.

- AH! Espero só um momento, Yang-sama! – Ligeiramente aflito e erguendo a mão no alto sinalizando um pequeno pedido de pausa ou espera, a criança correria até Skÿller. Não sabia se seria uma grande ajuda ou não à ela, mas faria o possível para que a mesma conseguisse subir de patente.  – Skÿller-onee-chan, a minha ajuda talvez não seja muita, mas farei o que estiver dentro do meu alcance! – Convicto e animado, o garotito mostrar-se-ia um pouco mais a vontade com aquele teste. – Essa será a segunda vez que lutarei com o Yang-sama. A primeira foi para tornar-me num soldado, então eu conheço um pouco do seu estilo de luta, apesar de ter sido completamente derrotado! Hi! Hi! – Riria meio que orgulhoso e tímido, esfregando o nariz envergonhado.  – Apesar de não pegar leve, Yang-sama é muito forte então não pense que o conseguirá vencer se for descuidada! Ah! Contra mim, ele usou sobretudo as mãos para combater, porém, desconfio que ele seja tão habilidoso com pontapés quanto é com murros! – Enquanto ia conversando com a moça, o tenente poderia aperceber-se, se reparasse bem no seu pupilo, que Hizumy não parecia estar a hesitar, pelo contrário, parecia até mesmo um pouco ansioso pelo combate. – Isso é tudo, nee-chan! Espero que seja útil! Bem, vamos lá?! – Perguntaria o menino, afastando-se um passo da mink e focando o seu olhar no tenente.

 - Eu detesto violência… - Profundamente, o pequeno marinheiro inspirou e expirou, deitando todo o seu nervosismo para fora juntamente com o ar. – Mas desde que conheci o Yang-sama e que estive ao lado dele consegui compreender que, se não for capaz de lutar quando realmente for necessário, nunca conseguirei proteger ninguém. – Uma pequena gargalhada seria expelida. – Apesar de que estou com ele somente há três dias! HaHaHaHaHa! -

 - Ora, aqui vamos nos, Yang-sama! Se prepare! – Berraria o garoto celestial, agarrando firmemente o seu bastão e se preparando para correr. O seu olhar tornar-se-ia concentrando, pouca coisa mais sério e frenético, analisando o ambiente que os rodeava e, apesar de tudo, permaneceria gentil, inocente e infantil, sem uma gota de ânsia por violência. E então, começaria a correr, mesmo que a mink ainda estivesse parada ou se já estivesse há muito tempo próxima do tenente, o enfrentando.
   
  Poderia sentir o ar húmido em sua pele se misturar com o bafo quente que se ia libertando do seu amago através da sua respiração ofegante. Poderia sentir o peito a acelerar, suas bochechas a corarem devido ao frio e os fios azulados e descontrolados a baterem na própria face a medida que ia avançando determinadamente.
 
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


       Seus passos determinados e firmes correriam de frente até ao velho e só parariam quando estivessem à um metro dele para então, impulsionando o corpo esguio e leve e pequenino, saltar o mais alto possível no ar, seguindo em frente, rumo ao tenente Yang. A meio metro dele, ou menos, movendo a cintura na direcção anti-horário, obrigar-se-ia a girar sobre o próprio eixo e aproveitando a dinâmica da rotação, puxando o braço esquerdo, e consecutivamente o bastão, como um chicote, voando na horizontal, tentaria acertar o corpo metálico no ombro ou no tronco do marinheiro, o que estivesse mais à altura. Se o tenente recuasse um passo que fosse, ou se desviasse, quando seus pezinhos tocassem no chão, de ímpeto, tentando não desperdiçar um segundo sequer, Hizy avançaria na sua direcção, apoiando-se no chão com a palma da mão direita se escorregasse, evitando uma queda e uma perda de tempo desnecessária.

     - Eu vou pela direita, onee-chan! – Gritaria, avisando a companheira que se focaria em atacar o lado esquerdo do tenente, esperando que ela se focasse no lado direito. Próximo do mestre, esperando estar a pelo menos meio metro dele, onde o seu bastão estivesse dentro da sua área de impacto, o pequenote, ainda em movimento, juntaria a mão direita à esquerda e seguraria a arma com ambas para então desferir um golpe horizontal, vindo da direita e indo em sentido contrário, almejando o lado esquerdo do seu tronco. No entanto, sabia que o golpe não o acertaria. Na verdade, não era para o acertar. Tratar-se-ia de uma finta. Quando o bastão passasse pelo tronco do tenente sem o acertar, estando do lado esquerdo do corpo do garoto, puxaria com toda a sua força o bastão de volta para o lado de onde havia vindo, mas na horizontal, almejando atingir não o tronco do marinheiro, mas sua perna esquerda.

   Se em algum momento o tenente se defendesse e contra-atacasse, o garotinho tentaria fugir de forma rápida, recuando três passos e mantendo sempre o bastão à sua frente, como um escudo, dificultando a que os golpes de Yang o atingissem enquanto fugia. Porém, se em algum momento caísse, não largaria o cajado. Levantar-se-ia o mais rápido possível, recuperando o equilíbrio e voltaria a avançar.

    Caso Skÿller caísse em algum instante, não importa se fosse por culpa dela mesma, escorregando no chão húmido ou se fosse devido a algum golpe do tenente, o garotinho apressar-se-ia a ter com ela, pondo-se na frente dela, protegendo-a enquanto se recuperava, com os pés afastados à largura de seus ombrinhos e o cajado alinhado com o centro do seu corpo, com ambos os braços ligeiramente estendidos, em posição de defesa. Naquela posição, se o tenente viesse na direcção deles e tentasse passar ou algum golpe vindo à sua esquerda, o menino poderia tentar neutraliza-lo batendo com o cajado no mesmo, em um golpe descendente vertical. O mesmo resultaria se o tenente se movesse tentando rasgar a sua direita. Quando Skÿller estivesse de pé, se encarasse o celestial, poderia notar o quão inquieto seu corpo estava, assim como algumas gotas de transpiração que começariam já a surgir.

 - Sinto muito Onee-chan! Desculpa! – Desculpar-se-ia lamentando-se, porém, sem perder o foco, se em algum momento atrapalhasse a movimentação da mink ou se a acertasse sem querer. E no caso de ela o acertar ou atrapar a sua movimentação, se ela pedisse desculpa, o garoto sorriria de forma compreensivo. – Sem problemas, onee-chan! – Aquilo além de um teste, era também um treino. Um treino tanto para o garoto como para a marinheira, afinal, seria melhor cometerem erros ao enfrentar o tenente, do que, numa luta real, onde lhes poderia custar suas vidas, ou mais importante, a vida de algum inocente.





[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Histórico:
 

Objectivos:
 

Como o Hizy se encontra vestido no momento:
 

OFF:
 



Legenda:
– Pensamento – - #99FFFF
– Fala – - #0099ff
~ Canções  ~ - #0099ff + blur

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | POST: 002

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] escreveu:

[ ] Ganhar uma Meitou lvl 2; (ノ≧∀≦)ノ
[ ] Ter Ofício Ferreiro lvl 2; (╯✧∇✧)╯
[ ] Forjar uma Katana lvl 2; (ര̀ᴗര́)و ̑̑
[ ] Caçar 5 Recompensas;  ヾ(〃^∇^)ノ♪
[ ] Vencer o torneio de artes marciais 1x; (๑•̀ㅂ•́)و✧
[ ] Encontrar dois tesouros; (۶ꈨຶꎁꈨຶ )۶ʸᵉᵃʰᵎ
[ ] Viajar por todo South e West Blue; ೕ(⁍̴̀◊⁍̴́ฅ)

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Skÿller
Agente em Treinamento
Agente em Treinamento
Skÿller

Créditos : 10
Warn : Innuendo 10010
Masculino Data de inscrição : 10/08/2015
Idade : 25
Localização : Entre a faca e a parede

Innuendo Empty
MensagemAssunto: Re: Innuendo   Innuendo EmptySex 16 Mar 2018, 19:47





Kiss From A Rose



...... Encontrar o tenente demonstrou-se uma tarefa fácil visto que ele estava próxima da enfermaria, conversando com o jovem garoto que ajudou a salvar Roxanne e parecia falar em algum tipo de castigo para o pequeno marine. A minha interrupção não demonstrou afectar o tenente, apenas o fez cortar a sua frase antes que pudesse concluir a mesma. Yang me informou que a carta era apenas um "teste", o que me deixou confusa, afinal ele sabia que eu era analfabeta e que não sabia ler muito bem, mesmo querendo ler uma carta confidencial teria imensas dificuldades só para compreender a primeira frase. Não conseguia parar de pensar sobre o que seria Yang havia escutado sobre mim, mas eu sabia que eu precisava saber o que era, talvez o meu clã, talvez os meu métodos ou então apenas o meu comportamento. Uma coisa era certa, algo em mim não estava agradando os superiores da marinha.
......- Coisas ruins? Hum… Parece que não confiam em você. Terá ligação ao seu hábito? – disse Samael.
“Só espero não arrumar problemas…”
......Enquanto Hizumy falava com empolgado com o tenente, fiquei encarando a criança e analisando o seu porte físico, até ao momento ainda não tinha-me questionado sobre ele mas agora que teríamos de lutar juntos precisava saber se ele seria ou não capaz de acompanhar. Antes que eu me apercebesse e tirasse alguma conclusão, já estávamos no convés preparados para lutar.
......- Cuidado com a neve, não vá escorregar e cair ao mar. – avisou Samael.
......- Certo. – responderia em voz alta inconscientemente.
......- Boa sorte. – disse Samael se afastando com o dedo polegar virado para cima – Tente não morrer. – no final o bastardo não foi capaz de evitar usar um tom de troça.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

......Inicialmente manteria a jaqueta, apenas retirá-la-ia se atrapalhassem os movimentos do meu único braço bom. Empunharia a ninjaken ainda na bainha, eu tinha que dar tudo de mim mas não queria causar danos graves a ninguém ou em mim mesma, o que era o cenário mais provável. Esperaria o garoto atacar primeiro como forma de distração, era algo arriscado a se fazer mas serviria para eu pensar num estratégia de forma tentar nivelar a luta.
......Usaria a minha aceleração para me aproximar do tenente e tentaria uma finta pela esquerda de forma a chegar em suas costas para realizar uma estocada nas costelas de Yang, porém, se durante a minha investida o tenente tentasse alguma rasteira eu tomaria o cuidado de saltar e sentar rolar para longe e não me magoar. Uma vez que a estocada fosse bem-sucedida eu realizaria um golpe diagonal ascendente da esquerda para a direita na bacia do tenente e então me afastaria o mais longe possível.
......Se o garoto estivesse com dificuldades mudaria o meu plano inicial e realizaria um golpe horizontal no braço direito do tenente para distraí-lo de Hizumy e este conseguir se recompor e ficar em segurança, quando ele estivesse seguro eu afastar-me-ia para segurança também.
......Obviamente que, se isto acontecesse, a última coisa que ele iria ver seria um sorriso em meu rosto. Não podia esperar que o tenente facilitasse o treino, tinha certeza absoluta de que ele tentaria revidar ou então sequer nos deixar atacar. Não diria nada grosso nem ofensivo, aquilo era um treino mas eu estava me contendo, para mim era extremamente estressante ter lutar contra alguém que não podia matar, afinal foi exatamente para isso que me criaram.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

......Para socos direcionados à cabeça, eu esquivaria com um pequeno salto para a esquerda e então tentaria dar uma estocada no sovaco de Yang; Para socos ascendentes direcionados à cabeça eu não tinha outra escolha se não dar um salto para trás de forma e evitar o ataque. Para socos focados ao meu tronco, eu tentaria usar a minha ninjaken na perpendicular ao braço de Yang para bloquear os ataques e recuar do mesmo. Se estes fosse direcionados abaixo da cintura eu saltaria o mais alto possível e bateria com a ninjaken no rosto do tenente. Se ele me agarrasse, eu tentaria morder qualquer parte do seu corpo para que ele largasse e ficar-me-ia debatendo para que ele me soltasse, se fosse necessário (e possível) eu atacaria a zona pélvica do tenente.
......Para me defender de chutes altos eu rapidamente me abaixaria e tentaria fazer uma rasteira no calcanhar de apoio do tenente com a minha ninjaken e então atacaria a parte posterior do seu joelho de forma aumentar a probabilidade de fazer com que ele caia, se realizar uma rasteira não fosse o suficiente eu lançar-me-ia contra a perna de apoio e tentaria empurrá-la. Contra chutes de altura média eu não tinha outra escolha se não saltar para trás para evitar ser acertada pelos mesmos. Se os chutes fossem baixos eu saltaria o mais alto possível para cima do tenente com a minha ninjaken preparada para uma estocada no seu ombro direito.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Thanks for @Lovatic, Cupcake Graphics



Citação :

Nome da Personagem: Skÿller Van Der Veen
Nº de Posts: 2
Sangue: (02/15)
Ganhos:
Perdas:
Personagens:
The Wolf:5/5
Dance of Knives 4/4
[i] Coments Extras:
Objetivos:
 
Spoiler:
 

____________________________________________________

~Fala~
~Pensamento~

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Sabe por que caímos?
Para aprendermos a levantar.

Voltar ao Topo Ir em baixo
PepePepi
Membro
Membro
PepePepi

Créditos : 140
Warn : Innuendo 10010
Data de inscrição : 15/03/2013
Localização : Utopia - 7ª rota

Innuendo Empty
MensagemAssunto: Re: Innuendo   Innuendo EmptyDom 18 Mar 2018, 04:00

Hizumy

Hizumy apesar de contente com a chance de aumentar de patente, acabou por recusar a sugestão do tenente Yang. Aquilo o surpreenderá um pouco. A recusa provocava alguns pensamentos conflitantes, ao mesmo tempo que fazia sentido a criança recusar pelo que havia falado, era estranho pensar em uma criança recusando uma grande oportunidade tão rápido. Hizumy realmente era uma criança diferenciada das demais. Sentiu-se orgulhoso da criança, assim concedendo que a mesma participasse do teste como uma forma de treino.

Após subirem Tenente Yang deu o comando para a batalha se iniciar, mas isso acabou não ocorrendo graças ao jovem Hizumy que pediu para que esperassem um pouco. A criança acabou se dirigindo até a mink e com ela começou a falar várias coisas. Em segundo plano era possível ouvir Yang aproveitando esse momento para dar algumas ordens aos marinheiros que estavam no convés, aparentemente, se o teste durasse bastante, acabariam entrando no Calm Belt durante o teste.

Hizumy acabou de contar para a mink o que queria e enquanto se distanciava conseguia ver alguns marinheiros pararem a vigília para assistirem o teste, não era todo dia que podiam ver o tenente lutando.

- Ora, aqui vamos nos, Yang-sama! Se prepare! - Após falar isso, Hizumy deu uma pequena pausa e saiu correndo na direção de tenente Yang.

Correra rápido e determinado na direção do tenente e conseguira pular bem alto pouco antes de chegar ao tenente, ficando em uma ótima altura para o ataque que havia imaginado fazer. Utilizando de seu bastão tentou acertar a lateral esquerda do tenente, porém vira o mesmo desviando por bem pouco de seu bastão. E isso não fora a única coisa que vira, o tenente estava sorrindo, como se a jovem criança tivesse caído em uma armadilha. Quando Hizumy chegou ao chão, mal se equilibrou e tentou ir na direção do tenente com uma estocada, porém sentiu um tranco no navio, não sabia o que havia acontecido exatamente, mas conseguia sentir e podia acabar deduzindo, pois o vento acabara no mesmo instante.

Aquele pequeno instante que desestabilizara um pouco o movimento do jovem foi o suficiente para o tenente que o acertou em cheio na barriga fazendo ir alguns metros para trás e caindo no chão. Se não tivesse ficado tonto com a potência do soco, ouviria alguns marinheiros parabenizando a criança por ter conseguido segurar o bastão de alguma forma nessa situação.

Após se levantar o jovem Hizumy olhou Skÿller tentando acertar uma estocada no tenente e errando também por pouco do tenente.

- Eu vou pela direita, onee-chan! - Gritou para a mink e assim começou a correr para a esquerda do tenente. Enquanto começava a correr, viu que Skÿller tentou recuar para longe do tenente, mas esse logo a perseguiu e a acertou com um soco. Não havia o que fazer para ajudar ela ali, a mesma não caiu no chão. Então continuou com seu movimento, aproveitando que o tenente estava focado na mink.

Hizumy ao se aproximar do tenente aplicou um golpe no lado esquerdo do tenente, utilizando o bastão com ambas as mãos, mas o tenente facilmente esquivou. Isso, no entanto, já era esperado pelo garoto, que vira a velocidade do tenente várias vezes. Assim, aproveitou do momento para tentar acertar a perna esquerda do tenente ao voltar o bastão. No entanto, o tenente previra isso e não somente retirara a perna, como a utilizara para acertar um chute em Hizumy. Entretanto, por causa da reação de Skÿller, o chute foi quase sem força. Não só isso, como Hizumy percebeu que a mesma ainda acertara o tenente, um bom golpe desta vez.

Agora Hizumy já com o bastão de volta via o tenente mal equilibrado pela perna direita e com a perna esquerda ainda voltando de seu movimento. Tinha as condições ideias para acertar um bom golpe no tenente.

Skÿller

A criança recusara o pedido, não se sabe o que Skÿller pensaria disso, se é que pensaria algo em específico sobre isso. A mesma estava preocupada com outros pensamentos que surgiam em sua mente por causa da fala do tenente. O teste não lhe parecia muito lógico e isso a preocupava um pouco. Mas não era só isso que estava em sua mente, também analisava a criança a sua frente, tão magra, aparentemente frágil.

Antes mesmo de notar, já estava no convés e o tenente já estava dando começo ao teste, mas era possível para Skÿller ouvir a voz da jovem criança pedindo para eles esperassem um pouco porque ele queria falar algo para ela. Viu Hizumy se aproximando dela e o mesmo começou a falar sobre sua experiência com o tenente Yang. De fundo era possível ouvir algumas ordens ditas pelo tenente para os marinheiros que estavam no convés. Ouvirá algo sobre o Calm Belt estar bem próximo, já poderia se preparar para qualquer mudança brusca que existisse quando o vento sumisse. Também vira marinheiros parando suas vigílias para assistirem o teste.

O jovem menino terminou de falar e se afastou. Skÿller, ainda na preparação, ficou com o casaco, mas pronta pare retirá-lo caso atrapalhasse. Após pensar por um breve instante preferiu manter a ninjaken na bainha para não machucar ninguém gravemente no decorrer da luta, principalmente ela mesma. Terminada de se preparar Skÿller esperou Hizumy atacar primeiro para usá-lo como distração, como ele não parecia ser forte, provavelmente usá-lo como isca seria a melhor opção.

E Hizumy realmente serviu para isso, pois após falar algo em voz alta para o tenente, não desperdiçou muito tempo e o mesmo estava correndo na direção do tenente. Se preparou para atacar também. Quando a criança já estava quase chegando, viu que o mesmo pulou e tentou acertar a lateral do tenente. Ele desviou por pouco e então Skÿller vira algo interessante, os pés do tenente estavam mais firmes do que o normal para alguém que havia acabado de se desviar de algo. Então sentira o tranco do navio, o vento acabou no mesmo momento.

Viu que o jovem seria socado e por isso tentou se aproveitar querendo acertar o tenente para que o mesmo não acerta Hizumy, infelizmente o tenente fora mais rápido e acabou acertando a criança que recuara alguns metros com o soco. Mas o golpe da mink continuava e assim, apesar do tenente tentar desviar, acabara por acertar o braço direito de Yang.

O golpe, apesar de ser mais ou menos forte, em seu braço direito pareceu não atrapalhar em nada o tenente, que já tentava acertar a cabeça de Skÿller com um soco de sua mão esquerda. A mesma conseguira se desviar pulando para sua própria esquerda. E ao tentar fazer uma estocada no sovaco do tenente, só vira ele desviando. Era perceptível para Skÿller graças a sua visão mais aguçada que o tenente era mais rápido para desviar que para acertar. Quem sabe de propósito.

- Eu vou pela direita, onee-chan! - Ouvira a criança falando. Como assim deduziu que o mesmo já estava bem, acabou por recuar um pouco para se por em segurança. Não parecia uma boa ideia ficar perto do tenente.

Ouviu os passos da criança correndo. Mas não deu para prestar atenção nisso, o tenente já estava próximo de Skÿller novamente.

- Ficar correndo no teste não é interessante. - Falou o tenente e por mais que conseguisse ver o soco, não conseguiria desviar ou utilizar sua ninjaken completamente, era a primeira vez que Yang usara a mesma velocidade que tinha para desviar ao atacar. O soco foi com o braço direito e atingiu o lado esquerdo de Skÿller, na altura de suas costelas, pegando um pouco do braço e um pouco do tronco. Por pouco não bloqueou o golpe, ou quem sabe novamente o tenente estaria só brincando com esse "pouco".

O soco, apesar de dolorido, não foi o suficiente para derrubar Skÿller ou afastá-la do tenente. Graças a isso, estava bem próxima quando viu a criança partindo para cima do tenente novamente, esta errou um golpe que tentava aplicar ao lado esquerdo do tenente. Mas a criança não parou por ali, percebeu que Hizumy pensara rápido e tentou acertar a perna esquerda do tenente, mas por algum motivo a perna do tenente foi em direção de Hizumy antes mesmo do bastão chegar nela. Foi nessa hora que Skÿller teve a ideia de aplicar uma rasteira com a ninjaken. O tenente graças a isso teve que tentar se desviar no meio de um chute, o que simplesmente não era possível, e foi obrigado a chutar de forma muito fraca. Assim, a ninjaken chocou-se com a perna do tenente, fazendo-a vacilar um pouco, mas mesmo assim ele não caíra.

Skÿller estava abaixada vendo uma perna que por algum milagre não caíra um pouco a sua frente enquanto a outra estava voltando do chute mal dado que havia feito.

Histórico:
 

off:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Skÿller
Agente em Treinamento
Agente em Treinamento
Skÿller

Créditos : 10
Warn : Innuendo 10010
Masculino Data de inscrição : 10/08/2015
Idade : 25
Localização : Entre a faca e a parede

Innuendo Empty
MensagemAssunto: Re: Innuendo   Innuendo EmptyTer 20 Mar 2018, 17:07





Kiss From A Rose



...... Marinheiros se reuniam por todo o convés nos observando, talvez estivessem sem nada para fazer, isso não me incomodava mas sentia um frio por todo o meu corpo por estar me contendo naquela batalha. Eu sabia que mesmo no meu completo potencial eu não seira capaz de vencer o tenente, afinal ele era bem habilidoso e parecia não temer ter de enfrentar duas pessoas ao mesmo tempo.
...... - Hey, Senhor Panda… Em quem você aposta? – ouvi Samael falando enquanto estava concentrada a lutar.
...... No meio de tantas trocas contra o tenente percebi algo que me ofendeu, mesmo sabendo que era um teste e que eramos todos marines não consegui me sentir humilhada por perceber que o tenente estava se contendo para não nos acertar sempre. Mordi levemente o lábio inferior para conter a humilhação e relembrar que aquilo não passava de um teste.
...... O tenente era rápido, mas se ele estivesse com o movimento debilitado seria mais fácil para Hizy acertá-lo, era claro que o jovem não seria capaz de segurar o tenente então esse trabalho era meu. Comecei a me questionar por que motivo o garoto realmente era um marine, segundo Samael ele tinha compaixão e queria ajudar as pessoas, mas até onde ele seria capaz de o fazer? Como iria ele proteger os seus se não tivesse força? Mas seria força a única forma de proteger quem amamos? Tive que afastar esses pensamentos da cabeça para que eu não perdesse o foco da batalha.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

...... A perna de Yang se movia para baixo, bem na minha direção, eu tinha duas opções mas apenas uma seria viável. Sorriria e lançaria a minha ninjaken para onde Samael estava, obviamente lançaria com cuidado para não acertar ninguém, quando a ninjaken já não estivesse em minhas mãos eu lançar-me-ia na perna do Tenente e levantá-la-ia para fazer com que ele perdesse o equilíbrio.
...... - AGORA! – gritaria para Hizy quando eu me lançasse para a perna.
...... Agarrada à perna de Yang eu era um alvo fácil, mas não podia deixar que ele se libertasse tão facilmente, não até Hizy conseguir atacar, para isso eu viraria o meu rosto na direção oposta de Yang e encostaria o meu corpo à sua perna e aguentaria o máximo de ataques possíveis, se ele me atacasse eu (inconscientemente) usaria as minhas garras para dificultar o seu movimento.
...... Quando Hizy atacasse e recuasse para segurança ou quando eu não conseguisse aguentar mais golpes, eu rolaria na direção Samael e então levantar-me-ia. Sorriria para o tenente e cuspiria no chão, tendo atenção para não acertar em ninguém. Caso ele tenha-me acertado algum golpe no rosto eu passaria a mão levemente no local.
...... - Senhor, por que está contendo os seus golpes? – perguntaria não conseguindo parar de sorrir – É obvio que está deixando os seus golpes mais lentos para não nos acertar. Não se deixa acertar mas também não quer nos acertar, que tipo de treino é suposto ser?
...... - Cala a boca, idiota. – escutaria Samael muito sério e preocupado – Você quer voltar para a enfermaria?
...... - Bem, quem sou eu para falar… - falaria me abaixando para pegar a minha ninjaken – Eu também não estou em meu total potencial… - tiraria a mina jaqueta e jogaria para trás – Mas apenas não estou usando a minha força toda por uma promessa que não posso quebrar.
...... - Vocês e as vossas promessas… Urg… - escutaria Samael.
...... Lentamente moveria o meu corpo para uma posição de defesa: pés alinhados com os ombros, sendo o direito o da frente e o esquerdo mais atrás, levemente de lado; cintura levemente abaixada; braço esquerdo segurando a ninjaken virada para o cotovelo levemente na frente do meu rosto e inclinada para baixo; Usaria a mão direita para dar apoio ao braço esquerdo.
...... - Hizumy... Fique atrás de mim e se prepare. – diria confiante. Quando ele estivesse atrás de mim eu sussurraria – Hizumy, ataque os pés do tenente quando eu atacar. Se ele manter o foco em mim você terá de atacar as canelas ou os joelhos dele.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

...... Esperaria o tenente avançar na nossa direção e, quando estivesse suficientemente próximo eu trocaria a ninjaken de mão e sacaria a bainha segurando-a com a mão esquerda, faria uma esquiva circular usando a perna direita como eixo e então usaria a bainha para acertar bem nas costelas do tenente, certamente não iria o debilitar ou magoar mas talvez fosse o suficiente para o fazer abrandar. Mover-me-ia para as costas de Yang quando Hizumy fosse atacar os pés dele para então usar o cabo da ninjaken e a bainha para bater nas têmporas do tenente e imediatamente colocaria a minha ninjaken de volta na bainha e trocaria ela de mão.
...... Esperaria que ele usasse socos forntais para poder contra atacar, usaria o meu antebraço esquerdo para desviar os golpes e me movendo na direção oposta do golpe para maximizar a chance de esquivar, sempre que eu esquivasse de um soco eu daria uma cotovelada no tente. Faria isso enquanto eu fosse o seu foco.
...... Se em algum momento Yang focasse em atacar Hizumy eu aproveitaria para me lançar para cima dele e usar a minha ninjaken para me prender ao seu pescoço por debaixo dos seus braços, se bem-sucedida eu gritaria para o jovem garoto – ATAQUE ONDE DÓI MAIS!
...... Para me defender de chutes baixos eu tentaria pular para cima de Yang e daria um golpe horizontal na cara do mesmo com a ninjaken e aproveitaria a força para me empurrar para longe do tenente; para o caso de chutes médios ou altos eu rapidamente me abaixaria e então me jogaria na outra perna para que ele caísse, tentaria não ficar por baixo do tenente desta vez.
...... Contra socos circulares eu esquivar-me-ia para baixo em arco para o lado oposto do e, então, eu bateria com a ponta da ninjaken no lado de dentro da coxa do tenente Yang, evitando ao máximo danificar o osso;
...... Se ele me tentasse agarrar por eu usaria as minhas presas para morder com toda a força o tenente para que este me largasse, porém, se conseguisse agarrar-me, eu daria um chute para trás tentando focar a zona pélvica. Usaria este esquema de defesa para qualquer instante da batalha.
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Thanks for @Lovatic, Cupcake Graphics



Citação :

Nome da Personagem: Skÿller Van Der Veen
Nº de Posts: 3
Sangue: (03/15)
Ganhos:
Perdas:
Personagens:
The Wolf:4/4
Dance of Knives 4/4
[i] Coments Extras:[i]
Objetivos:
 
Spoiler:
 

____________________________________________________

~Fala~
~Pensamento~

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Sabe por que caímos?
Para aprendermos a levantar.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Mizushiro Hizumy
Revolucionário
Revolucionário
Mizushiro Hizumy

Créditos : 2
Warn : Innuendo 10010
Masculino Data de inscrição : 12/11/2014
Idade : 20
Localização : Cactus Island

Innuendo Empty
MensagemAssunto: Re: Innuendo   Innuendo EmptyQua 21 Mar 2018, 01:26



Blue Ocean & White Snow – The colours of my Soul!
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]



[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


Aquele ardor ardente... O latejar de seus ossos doloridos. O calor agonizante que lhe fervilhava o sangue e o fazia corar naquele pálido dia sossegado em alto mar. A ausência da leve brisa marítima e o gosto agridoce do mar. A neve que caía ligeira e que o jovem varão conseguia sentir no rosto, derretendo-se-lhe quando lhe tocavam levemente na pele esbranguiçadamente corada. Podia sentir todas as forças da natureza em seu redor sem ao menos as viver verdadeiramente. Os golpes que o tenente lhe acertara haviam sido severos e fizeram-no fraquejar por momentos. – nhumk.. – Grunhia baixinho, segurando fortemente o bastão com a mão direita, recusando-se a deixá-lo cair por mais que a mão e os dedos tremelicassem, e tocando com a esquerda a barriga, na zona onde havia sido pontapeado, podendo ainda sentir a dor de forma tão nítida e real. – Ainda é cedo para deixar-me abalar! Preciso fazer o meu corpo se habituar às pancadas se pretendo ficar mais forte… Devo isso à eles e ao meu mano… - Pensava ao se endireitar e a pôr-se de pé em cima das próprias pernas que tremiam não só do cansaço, mas também do resultado da adrenalina e dos fortes golpes que havia levado.

- Respira! – Esforçando-se por permanecer o mais calmo o possível, o garotito respirava profundamente. O coração palpitava-lhe ainda no peito quando ouvira o berro da companheira. – AGORA! – Talvez fosse porque havia adentrado no Calm Belt, ou talvez fosse porque estava tão concentrado na luta e em seus próprios pensamentos que o berro de Skÿller parecera-lhe notavelmente alto e mais próximo do que realmente estava, como que se tudo o resto estivesse cativo do Silêncio. Fosse qual fosse a razão, assentiu com a cabeça e correu de prontidão em direcção ao tenente, tirando a mão esquerda da barriga, esquecendo-se da dor e lançando o cajado da mão direita para a esquerda.

Com a perna do mestre incapacitada graças ao esforço da rapariga, com ajuda de três longos passos, apoiando-se e impulsionando o corpo no terceiro, o fletindo quase como uma mola, Hizy saltaria em frente, não com o objectivo de ir directamente na direcção do tenente Yang, mas mais ao lado, passando directamente por ele e nesse instante, que seu corpo começasse a “voar”, com o cajado na mão esquerda e movimentando a cintura, tentaria golpear o tronco do velhote seu mestre, mesmo na zona um palmo abaixo do peito do tenente.

Assim que o chão escorregadio do convés recebesse seus pés, de forma rápida, após receber e controlar o impacto da gravidade, giraria o corpo sob a perna esquerda, ficando imediatamente de frente para as costas do tenente que, somente caso não o tivesse acertado ou se o golpe parecesse não ter tido efeito algum, aproveitaria para tentar mais um golpe, agora, ainda com a arma na sua sinistra, fazendo um movimento sime-circular em meia lua, decima para baixo, intentaria acertar com a ponta do bastão no calcanhar do tenente, puxando-o e esperando desequilibra-lo. De seguida, recuaria o mais rápido possível até estar a uma distância de dois metros.

- Senhor, por que está contendo os seus golpes? É obvio que está deixando os seus golpes mais lentos para não nos acertar. Não se deixa acertar mas também não quer nos acertar, que tipo de treino é suposto ser? – As palavras da marinheira e seu rosto sorridente em meio da batalha deixariam o menino um pouco nervoso e confuso, não com as intenções do seu mestre que a mesma havia levantado, pois sabia que ele era uma pessoa boa, por isso que se continha em seus golpes, mas com a aura, a sensação estranha que todo o diálogo e agir de Sky pareceriam transmitir de repente. Principalmente se ela conseguisse ferir seriamente o tenente. Seria como que se algo houvesse mudado, mas não saberia dizer bem o que era.

- Bem, quem sou eu para falar… Eu também não estou em meu total potencial… Mas apenas não estou usando a minha força toda por uma promessa que não posso quebrar. – Seu corpo ficara um pouco mais relaxado ao ouvir a garota falar. Não porque estava descontraído, contudo porque se distraia a ouvi-la. – Não sei que tipo de promessas a nee-chan fez, mas… aquele sorriso… ele me faz lembrar do oni-san em Shells Town… Ele tinha esse mesmo sorriso meio que assustador… como que se estivesse a gostar de lutar… - Por meio tempo, seu rosto transpareceria preocupação e tristeza.

- Hizumy... Fique atrás de mim e se prepare. –

Chacoalharia a cabeça e os pensamentos para longe. Não podia desconcentrar-se agora. Aquele era um treino importante. Não só porque era o teste da raparia-gato, porém, também porque era o seu primeiro treino desde que decidira ficar mais forte. Ainda havia muito o que pensar e decidir, principalmente sobre qual trilho seguiria como Marinheiro, mas sabia que aquele treino era essencial não importasse qual fosse sua escolha, por isso tinha que o aproveitar ao máximo e não decepcionar o tenente Yang. – Hai! – Diria, confirmando positivamente as ordens que Skÿller lhe dava.

Inquieto no olhar, deslizando pouco a pouco as botas inquietas, analisava por uma passagem segura até a companheira. Quando encontrasse uma sem pensar muito, avançaria por ela, esperando conseguir chegar até Sky sem ser perseguido pelo mestre. – Okay! – Responderia caso conseguisse manter-se atrás da moça e ouvisse as ordens sussurradas por ela.

Quando Sky começasse a mover-se, Hizy esperaria um segundo para só então começar a correr atrás dela, dando-lhe tempo de vantagem para fazer seu movimento contra o tenente. Com o bastão em ambas as mãos, o celestial daria foco ao joelho direito do seu mestre, tentando executar um golpe descendente no mesmo, quase como que se estivesse a tentar acertar uma bola de golfe. No entanto, caso o golpe realmente parecesse que iria acertar o corpo do velho, sem que ele se esquivasse ou se defendesse, com um aperto no coração, seu corpo falaria mais rápido, fazendo-o quase travar o golpe por completo, não o parando, mas perdendo toda a força do mesmo, o tornando em algo inofensivo se chegasse a atingir o corpo do marinheiro. Se tal chegasse a acontecer, dando vários passos acelerados para trás o garotinho recuaria. Seu rosto estaria mais pálido do que o normal, transpirado e ofegante. O mesmo aconteceria se em qualquer momento notasse que ou o tenente ou Skÿller estivessem a sangrar, agindo da mesma forma. – Isto é apenas um teste... um treino! Não há necessidade de ir tão longe! – Gritaria não para alguém em específico, ao mesmo tempo, para ele mesmo que quase havia cometido um crime contra sua própria existência.

Caso nenhum de seus golpes parecessem uma real ameaça para o tenente, então seguiria lutando, nunca se esquecendo das probabilidades de defesa, principalmente depois de ter levado tantos golpes seguidos. Para chutes horizontais que viessem na sua direcção, na altura acima da sua cintura, aproveitando sua altura já pequena, colocar-se-ia de cóqueras, imitando um sapo, para então, quando a perna passasse por ele, levantar num salto e tentar um contra-ataque vertical descendente na direcção do ombro do tenente. Se o mesmo chute fosse abaixo da sua cintura, saltaria o mais alto que conseguisse ao mesmo tempo que tentaria o mesmo contra-ataque.

Já a sua defesa seria diferente se o chute fosse vertical, limitando-se a dar um passo largo para a esquerda, independemente da perna que chutasse, e contra-atacaria colocando o seu bastão a frente do corpo, deitado na horizontal para então correr na direcção do mestre e tentar empurra-lo.

No mais pequeno sinal de que seus braços se moveriam para ataca-lo, afastar-se-ia rapidamente para trás, recuando até cinco passos de distância se tal fosse necessário.

Se o teste terminasse por ali sem que houvesse qualquer tipo de feridas graves, Hizumy demonstrar-se-ia alegre, com um sorriso tranquilo e despreocupado nos lábios, genuinamente mostrando o quão tenso e preocupado estava durante todo o combate. Somente então, no final do teste, aperceber-se-ia de que havia uma plateia de marinheiros os observando, ficando um pouco tímido e esfregando a ponta do narizinho pequenino, tentando disfarçar o embaraço enquanto olharia para o solo.

- Parabéns, Sky-onee-chan! – Diria verdadeiramente alegre pela jovem se seu mestre dissesse que ela havia passado e que agora era uma Sargento. No entanto, se o resultado fosse negativo, com um semblante um pouco triste, o principezinho tentaria animar a raparia. – Desculpa, onee-chan… Não fui de grande ajuda, porém, não fique desanimada! Ainda haverá mais oportunidades e tenho a certeza que na próxima você consegue de certeza!!! – Sorriria no final, transmitindo uma confiança genuinamente inocente e verdadeira, sem qualquer maldade, apenas esperando que Sky ficasse animada e realmente acreditando que a jovem conseguiria na próxima tentativa.

- Yang-sama! – Chamaria o garoto pelo mestre se o mesmo os dispensassem. – Eu sei que o teste já terminou, mas… Eu sinto que ainda estou muito fraco… - Abaixaria o olhar e fitaria o cajado por entre as mãos. – Não só fisicamente, mas também espiritualmente…. – Apoiaria a mão no peito, podendo sentir as próprias pulsações. – Ainda é doloroso para mim a simples ideia de ter que machucar alguém, mas… eu sei que se quero ser um escudo forte, terei que estar minimamente apto para derrotar aqueles que machucam os inocentes… por isso, por favor, me treine mais um pouco! – Suplicaria, com seus olhos procurando lá no alto os do mestre, esperando alcança-los.







[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Histórico:
 

Objectivos:
 

Como o Hizy se encontra vestido no momento:
 

OFF:
 

Para o Avaliador:
 



Legenda:
– Pensamento – - #00ccff
– Fala – - #0099ff
~ Canções ~ - #0099ff + blur

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | POST: 003


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] escreveu:

[ ] Ganhar uma Meitou lvl 2; (ノ≧∀≦)ノ
[ ] Ter Ofício Ferreiro lvl 2; (╯✧∇✧)╯
[ ] Forjar uma Katana lvl 2; (ര̀ᴗര́)و ̑̑
[ ] Caçar 5 Recompensas;  ヾ(〃^∇^)ノ♪
[ ] Vencer o torneio de artes marciais 1x; (๑•̀ㅂ•́)و✧
[ ] Encontrar dois tesouros; (۶ꈨຶꎁꈨຶ )۶ʸᵉᵃʰᵎ
[ ] Viajar por todo South e West Blue; ೕ(⁍̴̀◊⁍̴́ฅ)

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
PepePepi
Membro
Membro
PepePepi

Créditos : 140
Warn : Innuendo 10010
Data de inscrição : 15/03/2013
Localização : Utopia - 7ª rota

Innuendo Empty
MensagemAssunto: Re: Innuendo   Innuendo EmptyQui 22 Mar 2018, 22:53

Skÿller


A mink reagiu bem rápido a situação, jogou sua ninjaken em um local onde não acertaria ninguém que estivesse fora da luta. E ao mesmo tempo que gritou - AGORA! - pulou na direção da perna do tenente que estava se abaixando, querendo levantá-la para desestabilizar ainda mais o tenente. Chegou a agarrá-la, mas perceberá que a mesma já estava próxima do chão, pois o tenente não parecia gostar da situação. Por mais que a segurasse, levantá-la era uma tarefa mais difícil que imaginava, a ponta do pé do tenente era a única coisa que tocava no chão.

Sentiu um soco vindo e tentou se defender com suas garras por puro instinto, mas foi meio em vão, tomando um soco em sua bochecha esquerda. Não conseguia nem entender como o mesmo ainda estava equilibrado com uma única perna no chão, não sabia nem de onde vinha tal força.

Viu o jovem Hizumy indo golpeá-lo, mas o golpe foi tão lento ou fraco que a mão esquerda do tenente segurou o bastão sem dificuldades.

- Recomendo que solte. - Ouviria o tenente falando, não saberia dizer se para ela própria ou para o jovem marinheiro.

Acabou vendo quando a jovem criança foi jogada sem dificuldades com uma única mão de forma que se distanciasse. Ouviu Hizumy se equilibrando e pressentiu outro golpe indo em sua direção. Não permitiria ser acertada novamente com tamanha facilidade e se afastou, rolando na direção da ninjaken, já que a criança não parecia que acertaria nem com tamanha facilidade na situação.

- Senhor, por que está contendo os seus golpes? É obvio que está deixando os seus golpes mais lentos para não nos acertar. Não se deixa acertar mas também não quer nos acertar, que tipo de treino é suposto ser?

Viu o olhar atento do tenente, claramente julgando a frase dela. Ele claramente tinha percebido que ela também não havia dado tudo que tinha.

- Bem, quem sou eu para falar… - Falou já pegando sua ninjaken. O tenente já estava pronto para atacar, mas aparentemente estava dando o tempo para a mink recolher sua arma. – Eu também não estou em meu total potencial… Mas apenas não estou usando a minha força toda por uma promessa que não posso quebrar.

Skÿller retirou sua jaqueta na última frase e a jogou para trás e então ouviu o tenente falando.

- Esse tipo de promessa é perigosa. - Skÿller sentindo algo diferente daquela fala do tenente, prontamente entrou em modo defesa. Sentia que a luta não duraria muito mais naquele instante. - Você ainda é muito fraca para ficar se contendo. - O tenente estava claramente provocando.

- Hizumy... Fique atrás de mim e se prepare. – - Falou a mink e esperou ouvir a chegada do jovem para dar as próximas ordens.

O tenente ficou parado, basicamente sorrindo na direção da mink, algo lhe falava que ele não pegaria mais tão leve quanto antes. Mas não se movera, iria esperar que o mesmo atacasse. Já havia planejado tudo.

- Olha só, pelo visto eu terei que ir até vocês. - Talvez uma última tentativa de irritá-la?

Com certeza, o tenente acelerou e foi na direção de Skÿller mais rápido do que ela imaginava. Se não tivesse se preparado mentalmente provavelmente não conseguiria realizar o movimento que tinha imaginado. Trocou rapidamente a ninjaken de mão e retirou a bainha. Se esquivou utilizando a perna direita, e então percebeu que o tenente já estava mirando na pequena criança que estava logo atrás de Skÿller.

Não teve nem tempo de reagir direito, pulou na direção do tenente, querendo pará-lo. E algo a surpreendeu, conseguiu, com certa facilidade. Acabou prendendo-o pelas costas utilizando sua ninjaken por debaixo de seu braço.

– ATAQUE ONDE DÓI MAIS! - Gritou querendo que o jovem marinheiro a sua frente aproveitasse da situação. Mas viu que o menino não obedeceu pois o tenente havia feito um sinal de que o teste havia acabado.

Soltando o tenente, esperou que ele falasse.

- Bom, eu estava realmente na duvida de como você se sairia, mas acho que não estou errado ao falar que você é apta a ser promovida. - Falou o tenente se aproximando de Skÿller. - No começo você só pensou em se utilizar do jovem aqui para me acertar, utilizando-o como mera isca, mas com o tempo preferiu ser você mesma a isca colocando em uma situação bem mais perigosa do que a que colocou Hizumy. Não só isso, como conseguiu dar ordens com facilidade e pensar em planos no meio da batalha. - O tenente olhou para a criança e falou algo diferente, ao mesmo tempo foi retirando do bolso uma pequena medalha e a passou para a mink. O mesmo foi se afastando agora de costas para a mink e se aproximando da criança. - Bom, não que os planos tenham funcionado, uma falha na mensura da força de Hizumy, algo bom de se aprender para cargos futuros é mensurar a força de seus subalternos, assim conseguirá utilizar todo o potencial de seu grupo quando der ordens. Infelizmente essa criança aqui não acertaria nenhum golpe em mim hoje como parte de um castigo que estava planejando para ele.

O tenente deu uma pausa, pensando no que falar. Não queria ofender a mink com a próxima fala, então precisava ser o mais cuidadoso que conseguisse.

- Vou deixar bem claro que não gostei de você se segurar, cheguei a te provocar algumas vezes, você até reagiu um pouco, mas não como queria. Só falou de mim sendo que estava fazendo a mesma coisa, porém quero deixar claro que estávamos em situações completamente diferentes... de qualquer forma notei pela velocidade desta última arrancada e no geral da batalha que você tem força o suficiente para um sargento, mas o teste poderia ser mais rápido se você não tivesse se segurado. - Ele respirou fundo se lamentando por algo que estava pensando. Expirou profundamente enquanto começava a falar novamente. - Não acho bom você se segurar, até me arriscaria a dizer que essa sua promessa acabará sendo quebrada quando estiver em perigo mortal e no mínimo te aconselho a pensar bem nesta promessa, não tem como esta promessa ser boa para você em nenhum sentido. - O mesmo deu outra pausa, pensando se havia esquecido algum ponto importante do teste. - Acho que é isso, não lembro de mais nada específico. No geral, você formou planos; colocou-se em perigo para que outros marinheiros ataquem, mas não fez isso de forma que ficasse em nenhum perigo mortal, inteligente de sua parte; deu ordens com facilidade; é mais forte do que soldados rasos da marinha; acho que não tem problema afirmar que você está apta para ser uma sargento.

Viu então o tenente olhando para a criança.

- Já você, espero que tenha gostado do castigo de não ter me acertado nem mesmo uma única vez.

A criança apesar de meio triste com a última frase do tenente, virou-se para a mink e com sua genuína alegria falou.

- Parabéns, Sky-onee-chan!

O tenente acabou o teste por completo e os dispensou.

- Vocês estão dispensados, acho bom descansarem um pouco enquanto estamos no calm belt.



Hizumy



Hizumy ainda sentia um pouco de dor do golpe anterior do tenente. Estava tremendo um pouco, mas sua determinação fez com que acabasse se concentrando novamente.

- AGORA! - Ouviu a mink gritando para ele e viu a mesma pulando na perna do tenente. Hizumy conseguiu reagir até rapidamente, não se sabe como, mas o grito ecoou muito fácil em sua mente, poderia ser a sua própria concentração ou até mesmo a falta de barulho por causa que não havia mais barulho do vento soprando nas velas ou do mar se chocando contra o navio.

Saltando, chegou rapidamente onde o tenente estava e viu que o mesmo já estava com sua mão direita voltando de um golpe que havia acabado de dar na cara da jovem mink. Tentando golpeá-lo com seu bastão, viu seu bastão sendo segurado de mãos nuas pelo tenente sem esforço algum.

- Recomendo que solte. - Ouviu o tenente dizendo, no primeiro instante estaria na dúvida se para ele ou para a mink. Mas então sentiria a força no seu bastão responder por ele. O tenente empurrando ao mesmo tempo que tentava jogar o bastão para frente fez com que Hizumy se afastasse um pouco. O tenente já se preparava para atacar novamente a jovem mink que estava agarrada a sua perna. Mas viu a mesma rolando para longe dele indo em direção a sua arma.

Acabou ouvindo que da mink que o tenente estava pegando leve com eles, bom, sempre aceitou que o tenente estava pegando leve, não lhe parecia uma novidade aquilo.

- Esse tipo de promessa é perigosa. Você ainda é muito fraca para ficar se contendo. - O tenente estava claramente provocando a mink, Hizumy teria que pensar um pouco para entender porque o tenente estaria fazendo algo do tipo.

- Hizumy... Fique atrás de mim e se prepare. – - Ouviria novamente o chamado alto e claro da mink e quando se aproximou acabou por ouvir suas ordens. - Hizumy, ataque os pés do tenente quando eu atacar. Se ele manter o foco em mim você terá de atacar as canelas ou os joelhos dele.

Alguns segundos se passaram, mas parecia ser tempo, o tenente e a mink estavam parados.

- Olha só, pelo visto eu terei que ir até vocês. - O tenente falou sorrindo, aquilo realmente parecia animar o tenente de alguma forma.

O tenente se aproximou muito rápido, Hizumy mal teve tempo de ver a mink desviando e já viu o tenente quase em cima dele. O tenente já preparava o golpe quando a mink parou o mesmo segurando-o por trás.

– ATAQUE ONDE DÓI MAIS! - Ouviu a mink gritando, mas não chegou a reagir. Pois o marinheiro já havia sinalizado que o teste acabara por ali mesmo.

O tenente após ser solto pela mink, discursou falando o motivo da mesma ter sido aprovada no teste. No meio do discurso o próprio tenente falou que Hizumy era mais fraco do que Skÿller havia imaginado, aquilo entristecia um pouco a jovem criança.

- Já você. - Ouviu o tenente falando olhando para ele. -Espero que tenha gostado do castigo de não ter me acertado nem mesmo uma única vez.

Aquilo pelo menos explicava porque Hizumy fora ineficiente em acertar o tenente, o tenente provocara isso. Hizumy parabenizou Skÿller por ter sido promovida.

- Vocês estão dispensados, acho bom descansarem um pouco enquanto estamos no calm belt.

Hizumy não deixaria a situação por isso mesmo, foi direto até o tenente pedir por mais.

- Yang-sama! Eu sei que o teste já terminou, mas… Eu sinto que ainda estou muito fraco… - Bom, até mesmo o tenente tinha acabado de falar aquilo. – Não só fisicamente, mas também espiritualmente…. Ainda é doloroso para mim a simples ideia de ter que machucar alguém, mas… eu sei que se quero ser um escudo forte, terei que estar minimamente apto para derrotar aqueles que machucam os inocentes… por isso, por favor, me treine mais um pouco!

O tenente olhou para Hizumy e pensou por um tempo, finalmente falando.

- Sabe, eu planejei que você não me acertasse desde o começo, mas devo admitir que no meio do teste houve uma vez que imaginei que me acertaria. No entanto isso não foi possível por causa da sua força com a mão esquerda. Se aquele golpe enquanto Skÿller segurava a minha perna fosse um pouco mais rápido ou forte eu provavelmente levaria. Vamos treinar sua mão esquerda. Siga-me.

Ambos desceram as escadas e andaram por alguns corredores indo até a cozinha do navio.

- Meu conselho para você é simples. Vamos começar melhorando sua habilidade com a mão esquerda. Ajude na cozinha, faça todas as tarefas que imaginar nela e cumpra todas as ordens que o cozinheiro passar, porém só utilize a mão esquerda. Se perceber que está utilizando a direita inconscientemente, peça para que a amarrem. Você precisa ter um bom controle com a mão esquerda, depois disso podemos treiná-la para que tenha uma força maior, mais próxima da direita, e assim você terá uma versatilidade muito maior com seu bastão. Podendo se movimentar melhor no campo de batalha.

Histórico:
 
off:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Innuendo Empty
MensagemAssunto: Re: Innuendo   Innuendo Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Innuendo
Voltar ao Topo 
Página 1 de 14Ir à página : 1, 2, 3 ... 7 ... 14  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: East Blue :: Polestar Islands-
Ir para: