One Piece RPG
No Trees for Smoking, No Boyfriends: The Shark Hunters XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» [MINI-ARTHURBRAG] COMEÇANDO UMA AVENTURA
No Trees for Smoking, No Boyfriends: The Shark Hunters Emptypor Ryoma Hoje à(s) 16:14

» I - A Whole New World
No Trees for Smoking, No Boyfriends: The Shark Hunters Emptypor ADM.Tidus Hoje à(s) 14:37

» Apresentação 6 ~ Falência Bombástica
No Trees for Smoking, No Boyfriends: The Shark Hunters Emptypor Furry Hoje à(s) 12:39

» [ficha] Arthur D.
No Trees for Smoking, No Boyfriends: The Shark Hunters Emptypor arthurbrag Hoje à(s) 12:25

» Enuma Elish
No Trees for Smoking, No Boyfriends: The Shark Hunters Emptypor GM.Alipheese Hoje à(s) 11:22

» [Mini-Aventura] A volta para casa
No Trees for Smoking, No Boyfriends: The Shark Hunters Emptypor Fiest Hoje à(s) 10:51

» Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas
No Trees for Smoking, No Boyfriends: The Shark Hunters Emptypor Fukai Hoje à(s) 10:10

» Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante
No Trees for Smoking, No Boyfriends: The Shark Hunters Emptypor PepePepi Hoje à(s) 07:50

» Pandamonio, Vol 1 - Rumo à Grand Line!
No Trees for Smoking, No Boyfriends: The Shark Hunters Emptypor Thomas Kenway Hoje à(s) 06:02

» Hey Ya!
No Trees for Smoking, No Boyfriends: The Shark Hunters Emptypor GM.Mirutsu Hoje à(s) 02:56

» [E.M] - Gostosuras e Travessuras
No Trees for Smoking, No Boyfriends: The Shark Hunters Emptypor GM.Jinne Hoje à(s) 02:08

» [Ficha] Raveny Moonstar
No Trees for Smoking, No Boyfriends: The Shark Hunters Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 01:38

» Raveny Moonstar
No Trees for Smoking, No Boyfriends: The Shark Hunters Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 01:36

» ブルーベリーパイ ~ Blueberry Pie
No Trees for Smoking, No Boyfriends: The Shark Hunters Emptypor CaraxDD Hoje à(s) 01:11

» Escuridão total sem estrelas
No Trees for Smoking, No Boyfriends: The Shark Hunters Emptypor CaraxDD Hoje à(s) 00:39

» Capítulo I: Meu nome é Cory Atom! Filho de Kouha Atom
No Trees for Smoking, No Boyfriends: The Shark Hunters Emptypor Kiomaro Hoje à(s) 00:27

» Arco 5: Uma boa morte!
No Trees for Smoking, No Boyfriends: The Shark Hunters Emptypor Kenshin Himura Ontem à(s) 23:58

» A inconsistência do Mágico
No Trees for Smoking, No Boyfriends: The Shark Hunters Emptypor CaraxDD Ontem à(s) 23:45

» Seasons: Road to New World
No Trees for Smoking, No Boyfriends: The Shark Hunters Emptypor Volker Ontem à(s) 22:44

» Ain't No Rest For The Wicked
No Trees for Smoking, No Boyfriends: The Shark Hunters Emptypor Hoyu Ontem à(s) 21:55



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 No Trees for Smoking, No Boyfriends: The Shark Hunters

Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2, 3 ... 9, 10, 11  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 62
Warn : No Trees for Smoking, No Boyfriends: The Shark Hunters 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 27
Localização : 1ª Rota - Karakui

No Trees for Smoking, No Boyfriends: The Shark Hunters Empty
MensagemAssunto: No Trees for Smoking, No Boyfriends: The Shark Hunters   No Trees for Smoking, No Boyfriends: The Shark Hunters EmptyQui 01 Mar 2018, 15:57

No Trees for Smoking, No Boyfriends: The Shark Hunters

Aqui ocorrerá a aventura dos(as) Caçadores de Recompensas Gallore Strange, Kisame e Nie. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidado
Convidado
avatar


No Trees for Smoking, No Boyfriends: The Shark Hunters Empty
MensagemAssunto: Re: No Trees for Smoking, No Boyfriends: The Shark Hunters   No Trees for Smoking, No Boyfriends: The Shark Hunters EmptyQui 01 Mar 2018, 23:09


O tempo de repouso já havia se esgotado, uma nova empreitada estaria prestes a começar. - Andem seus inúteis, acabou o descanso, vamos partir! As ordens ecoariam da minha garganta, como se aranhassem sua carne. Um voz característica e que seguia uma personalidade clichê, entretanto perfeita para o papel. Aguardaria a tripulação se preparar, a mão esquerda apontando para os mesmos de modo alternado, enquanto a outra conferia todos os meus pertences adquiridos, pelo menos o que sobrara deles.

Entre este meio tempo analisaria todas minhas conquistas, já não eramos mais dois tritões desnorteados andarilhando por ilhas retrógradas, e por mais estranho que fosse, tudo parecia ter um sentido afinal. Riqueza me faltará, poder estava sendo adquirido aos poucos assim como minhas posses - ou nossas posses, para agradar aos próximos -.

- Está na hora de partirmos! Dirigiria-me para o timão como um cão de rua partiria em direção à um suculento pedaço de carne. Não conseguiria evitar de transparecer a excitação de navegar em direção ao verdadeiro mundo, escondido porém presenteado com as mais inusitadas circunstâncias que um aventureiro poderia receber. - Em posições, Famiglia di Squalo! Exclamaria para ambos, enquanto meus braços girariam o objeto que nos guiara, na direção contrária ao pier. - Agora, soltem as velas! Nie, pule na água e empurre Walrus se necessário. Com uma risada gozadora, transmitiria meu humor.

Aguardaria até que a embarcação tomasse o rumo desejado e então, soltaria o timão para que não ultrapassasse a linha traçada no horizonte - por mais que fosse imaginária -. A partir dai, deixaria que o vento guiasse a viagem, apenas controlaria Walrus para que não saísse de sua rota pré-definida. Não sabia quanto tempo levaria para chegarmos, porém manteria-me paciente até que percebesse algo diferente, clima, relevos, qualquer coisa que indicasse nossa nova localização ou pistas sobre a montanha reversa. - Preparem-se para o pior, estes mares não aparentam ser comuns, podemos ser surpreendidos a qualquer momento. Conduziria minha preocupação para os demais tripulantes, que deveriam ficar junto comigo à todo instante.

Com um grupo desfalcado, tentaria guiar-nos para desbravar o desconhecido, as redondezas já tinham harmonia desde a partida dos dois pirralhos, agradecia aos deuses marítimos por isto, porém lamentava a rápida despedida de Sora, ou melhor dizendo, Hana. Lembrando deste amor platônico, tentaria entender o motivo dos céus estarem enviando a neve tão branca quanto as espumas das ondas do litoral, onde os maiores predadores não ousam nadar.


Objetivos:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Sahashi Minato
Caçador de Recompensas
Caçador de Recompensas
Sahashi Minato

Créditos : Zero
Warn : No Trees for Smoking, No Boyfriends: The Shark Hunters 4010
Masculino Data de inscrição : 02/05/2013
Idade : 25

No Trees for Smoking, No Boyfriends: The Shark Hunters Empty
MensagemAssunto: Re: No Trees for Smoking, No Boyfriends: The Shark Hunters   No Trees for Smoking, No Boyfriends: The Shark Hunters EmptySex 02 Mar 2018, 01:26



"Andem seus inúteis, acabou o descanso, vamos partir!" Com os olhos fechados uma inquietação seria escutada por mim, e essa inquietação tinha nome, Kisame. Aparentemente havia acordado com bastante entusiasmo, ou nem havia dormido com tanta excitação para sair de Baterilla, para evitar que ele continuasse a me incomodar logo sairia da cama, ou qualquer que seja o local onde eu estaria dormindo, pegaria as minhas coisas, arma, escudo, roupas e tudo que eu havia deixado de lado para dormir, e sairia do aposento enquanto as posicionaria em seus devidos lugares em meu corpo, meu escudo seria colocado nas costas e meu machado na cintura com tudo ajeitado me dirigiria para o convés.

Colocaria as mãos no meu bolso do meu sobretudo e dirigiria para perto de meu irmão, e esperaria pelo novo tripulante, Gallore, já não era mais uma viagem entre dois irmãos, agora o bando estava crescendo e com isso ficando mais forte, o que deixaria os objetivos de Kisame mais fáceis de serem conquistados.

"Está na hora de partirmos!" E com o fim de suas falas Kisame se voltava para o timão onde tomava sua posição como navegador, eu no entanto ficava parado no local esperando por alguma orientação, afinal de contas eu era apenas um cozinheiro, eu cozinhar e não preparar um navio para que ele pudesse ir par alto mar. "Em posições, Famiglia di Squalo!" Indagaria novamente Kisame para os que ali estavam com isso me preparava para fazer o que fosse pedido. "Agora, soltem as velas! Nie, pule na água e empurre Walrus se necessário." Seria dito por Kisame novamente, e ao escutar o final da ultima frase me viraria para Kisame fitando-o "Seu idiota, você acha que eu sou um tritão de carga por acaso!" e então ignorando meu irmão que aparentemente estava com um bom humor, me dirigiria para soltar as velas, ou puxar a ancora, no caso do Gallore ir abaixar as velas eu iria puxar a ancora e no caso dele se dirigir para a ancora eu iria para as velas.

Após ajuda-los, a colocar o navio em movimento, caso não fosse mais necessária a minha ajuda no convés iria para  a cozinha onde pegaria alguns ingredientes para preparar o cafe, algo vem simples ovos, pães, queijo e presunto. Pegaria duas frigideiras no armário e colocaria-a sobre o fogão, acenderia o fogão em fogo baixo e colocaria a frigideira sobre a chama, um pouco de óleo seria posto nela para poder fritar o omelete. Quebraria 6 ovos em um pote e, com uma colher de pau, os misturaria formando um omelete, um pouco de queijo ralado e orégano seria posto junto ao omelete e misturaria novamente, com o omelete pronto colocaria-o na frigideira que já estava quente e fritaria-o, cuidando para que não queimasse no fundo iria mexendo-o, com a mesma colher que havia usado antes, ate ficar pronto, estando pronto colocaria o omelete em um prato e o deixaria em cima da mesa. Depois pegaria os pães colocaria dois na frigideira e deixaria ali ate dorar, ao dorar um lado viraria-os e no lado que já estava dorado colocaria uma fatia de queijo em cada um, para que ele fosse derretendo enquanto o outro lado estaria dorando, depois colocaria os pães prontos em outro prato ao lado do omelete, repetiria o processo com as outras quatro (4) fatias de pão e por fim apagaria a chama do fogão e colocaria o que estava sujo na pia, que depois algum dos dois iria lavar.

Estando tudo pronto pegaria dois pratos colocaria dois pães e 1/3 do omelete em cada um deles e iria para o convés, ao chegar la iria para perto de Kisame e entregaria um um dos pratos para ele e então me dirigiria para o Gallore, "O café ta pronto, esta tudo em cima da mesa, depois de comer algum dos dois, ou os dois, lava a louça" falaria para os dois enquanto comia, apos comer colocaria o meu prato na pia da cozinha e voltaria para o convés e ficaria pronto para ajudar.



Objetivos:
 

____________________________________________________

   
[Você precisa estar
registrado e conectado para ver esta imagem.]


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Remenuf
Designer
Designer
Remenuf

Créditos : 19
Warn : No Trees for Smoking, No Boyfriends: The Shark Hunters 10010
Masculino Data de inscrição : 01/12/2017
Idade : 20
Localização : No seu coração

No Trees for Smoking, No Boyfriends: The Shark Hunters Empty
MensagemAssunto: Re: No Trees for Smoking, No Boyfriends: The Shark Hunters   No Trees for Smoking, No Boyfriends: The Shark Hunters EmptySex 02 Mar 2018, 04:20

Avante! Família tubarão



Era chegada a hora, confesso que acordar com a voz de Kisame em meus ouvidos não é lá algo que me agrade, mas certamente é muito melhor do que a de Jack Buster em minha cabeça Ainda mais quando vem acompanhada de doces palavras como “vamos zarpar”. Este era o verdadeiro marco inicial, uma vez através da Reverse Mountain e o rumo de minha vida mudaria para sempre, é lá que os verdadeiros desafios e perigos se encontram, e só de pensar nas batalhas que estão por vir minhas mãos tremem de empolgação.

Uma vez que estivesse totalmente desperto, ainda no caralho na Gálea do navio, eu me levantaria rapidamente finalizando meu movimento com uma longa e reconfortante espreguiçada, ao mesmo tempo em que bocejava tentaria me lembrar de tudo que aconteceu, olhar meus arredores, e ter certeza de que não foi tudo um sonho, este aparentemente não era o caso, mas me incomodava perceber que algumas coisas como minha katana haviam sumido da noite para o dia, seria uma alucinação? Porém não havia tempo para devaneios, Kisame nos apressava assim como uma criança em véspera de natal. Eu agarraria uma das cordas juntas ao mastro principal e então desceria por elas acrobaticamente ao mesmo tempo em que pediria por mais tempo. - Um momento Prince. - Uma pausa de melancolia seria dada antes que eu continuasse. - Agora que Chinatsu e Katsuo não estão mais conosco não acha que precisamos de mais tripulantes? - Uma vez que Kisame consinta ou simplesmente se abstenha a declarar algo eu tentaria arranjar novos marujos. Como? Bom, quem sabe a confusão de ontem não tenha sido inteiramente sem propósito afinal, e eu não gosto de me gabar, mas desta vez seria necessário.

Eu me dirigiria para a borda da embarcação e me segurando as cordas presas ao mastro me inclinaria um pouco para fora no intuito de chamar atenção. - Todos vocês, escutem! - Seria dito por mim aos interessados que estivessem passando pelo cais. - Estamos indo para a Grand Line, o que acham disso em?! - O objetivo de primeira instância seria exaltar a moral de nosso grupo para que as pessoas se interessassem. -No entanto precisamos de alguns tripulantes para partir, procuramos marujos fortes, os melhores dos melhores que desejam uma chance entre os grandes! - Daria uma pausa para analisar os ouvintes e então prosseguiria. - Eu não vou mentir que posso garantir a segurança de vocês, o risco de morte é real! Mas aos que confiam em suas habilidades de sobrevivência a fama e riqueza os aguarda! - E então só para complementar nossa imagem concluiria meu anúncio da seguinte forma. - E para os que duvidam de nossa capacidade, procurem saber quem derrotou Jack Buster o Caolho!
Além disso tenho certeza de que alguns de vocês observaram a demonstração de ontem,
então parem de se questionar sobre nós e comecem a pensar no que vocês tem a nos oferecer.
- Dito isto voltaria ao convés e aguardaria por algum pretendente, onde o aceitaria por minha conta e risco.

Eu só permitiria nossa partida quando obtivéssemos ao menos um tripulante, e uma vez com o mesmo, nosso navegador daria suas ordens. - Em posições, Famiglia di Squalo… Agora soltem as velas! Nie, pule na água e empurre Walrus se necessário. - Ele estava especialmente feliz hoje, “não imagino o porquê”. E enquanto Kisame comandava de um lado eu ordenava de outro. - Vamos la! Puxem a âncora. Novato! me ajude aqui com as velas. - Eu disse que o acompanharia, não que ele mandaria em mim. - Famiglia de o que?... E quem diabos é Walrus? - Eu questionaria enquanto desamarraria as cordas que prendem a vela reatando-as novamente uma vez que que já estivesse tudo posicionado. - Por quanto tempo eu dormi afinal? - Soa irônico alguém tão certo da hora como eu perguntar tal bobagem, mas ou Kisame havia enlouquecido ou eu fiquei em coma por um bom tempo.

Uma vez com a embarcação em curso já não me restaria muito o que fazer senão continuar meus hábitos matinais, treinar. Certo dia meu mestre me disse que meu treino era só uma preparação, a verdadeira experiência viria com situações reais, mas no momento eu não imaginava que a diferença fosse tanta, sinto-me como se um dia de ação de verdade tenha sido mais proveitoso do que anos no dojo, eu agora me sentia em outro patamar, não mais como o fraco boxeador que saiu de Karate Island jogado ao mar. Tendo minhas habilidades físicas notavelmente aprimoradas o que falta treinar é a mente. Em primeiro lugar me manteria sentado com os olhos fechados, minha concentração não mais em devaneios, mas sim com a conexão exterior, minha respiração, o balançar das ondas, todos levando ao mesmo ponto, a paz, as imagens agora começariam a fluir por toda minha mente, mas uma ocasião em especial, minha luta com Jack, aquele que eu não conseguira vencer. Desta vez eu analisaria seus movimentos que me viessem à mente, sua postura, a forma como facia acrobacias em plena liberdade ao ar, e por fim simularia minhas ações, o que deveria ser acrescentado, e o que nem ao menos deveria ter sido feito, me jogar ao mar com o pirata nos garantiu a vitória, mas também feriu meu orgulho.

- O café está pronto… - Eram as palavras proferidas por Nie no momento de sua interrupção a mim, mas por uma boa causa, comida é sempre bem-vinda, principalmente se preparada por um exímio cozinheiro como o nosso. Uma vez servido e satisfeito agradeceria ao tritão, eu até agora não tive muito contato com o mesmo, através de sua culinária posso sentir que ele é uma boa pesso… Bastante cuidadoso. Como forma de agradecimento, assim como foi pedido pelo mesmo eu lavaria o que fosse necessário. - Mas só desta vez! - Exclamaria em alto em bom som para que o homem-peixe escutasse. Em meio a isso puxaria assunto para com o novo tripulante. - E então... Por que não me conta sua história? -


Objetivos:
 

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Boreal
Pirata
Pirata
Boreal

Créditos : 4
Warn : No Trees for Smoking, No Boyfriends: The Shark Hunters 10010
Feminino Data de inscrição : 31/03/2013
Idade : 19

No Trees for Smoking, No Boyfriends: The Shark Hunters Empty
MensagemAssunto: Re: No Trees for Smoking, No Boyfriends: The Shark Hunters   No Trees for Smoking, No Boyfriends: The Shark Hunters EmptyTer 06 Mar 2018, 02:01

O tão esperado dia havia chego enfim, mesmo tendo algumas baixas no grupo dos caçadores de recompensa. Todos estavam tão animados pela ida para a Grand Line que acabavam por acordar naturalmente cedo, de maneira que o sol havia nascido não a muitas horas, e o clima, mesmo com a neve que caia sobre a ilha, estava mais agradável do que antes, e os ventos sopravam em uma força interessante para navegação, naquela ocasião.

O auto-declarado líder do grupo, o Príncipe dos Mares, acabava por dar as ordens para que eles começassem a preparação para a saída. Estava praticamente tudo pronto para partirem quando Gallore se dá conta de que, com as perdas de Chinatsu e Katsuo, eles precisavam de novos tripulantes antes de seguirem navegação para os mares mais perigosos do mundo.

Com isso em mente, o boxeador se aproximava do parapeito do navio do lado em que estava o pier, observando a existência de algumas pessoas e marujos por ali, e gritava algumas informações, inclusive a necessidade de marujos fortes para a navegação.

Contudo, mesmo com o pedido, a única coisa que se via era um pequeno baú, de talvez não mais de 30 cm, todo adornado em uma madeira clara e ouro, que pulava e gritava. - Aqui, aqui! Eu preciso de uma carona para a Grand Line! - Eram os dizeres do pequeno baú, por mais estranho que isso soasse.

A permissão para que subisse vinha, e então a figura se revelava: Não era realmente um baú falante, típico talvez de fábulas, mas sim um pequeno homenzinho, em seus quase 25 centímetros, que segurava o baú em seus braços. - Olá, camarada. Obrigado pela carona. - Dizia o pequenino para Gallore. Kisame apenas observava aquilo, dando então a ordem para que terminassem a preparação para a saída.

O pequeno homem até ajudava Gallore a puxar as cordas, de certa maneira, apesar de sua ajuda ser quase que inútil naquela situação que exigia força, a qual o boxeador, várias vezes maior que o outro, tinha também várias vezes a mais do que este. Nie, tendo puxado a âncora, se encaminhava para a cozinha, onde começava a preparar um nutritivo café da manhã para a tripulação.

Alguns minutos se passavam e Kisame seguia no curso que havia sido lhe informado pelo marinheiro na noite anterior, segurando firme com suas mãos tritônicas o timão do pequeno Walrus. Eles seguiam navegando até que era possível ver, mesmo que ao longe, a grande Montanha Reversa, ou Reverse Mountain. Era uma coisa inimaginável. Era até bonito de se ver como as águas desafiavam a física naquele lugar e ao invés de descerem pelos espaços na montanha, subiam. Contudo, o único que via isso era Kisame, pois os outros estavam já na cozinha degustando o sanduíche preparado por Nie.

O pequenino não tinha sanduíche e preferia comer uma banana, que tinha quase o seu tamanho, conseguindo comer nem sequer metade da fruta. Gallore degustava o prato e sentia um enorme prazer comendo aquilo. Kisame sabia que a montanha ainda estava de certa forma distante, e poderia ter um tempo de alimentação com seus companheiros, de forma que se tivesse entrado ali poderia ouvir as próximas conversas no local

Gallore acabava por perguntar ao pequeno homem sobre sua história e ele, em cima da mesa, logo ao lado do prato do boxeador, parando um pouco de enfiar a banana para dentro para ouvir o questionamento e responder. O baú estava ali logo ao lado, e o pequenino se encostava nele, como se o protegesse com sua vida. Era notável neste momento como suas roupas eram tecnológicas, possuindo detalhes que faziam parecer até que era tecnologia de outro mundo. Tão pequeno, mas com ciência e cálculos claramente envolvidos consigo, o anão parecia um iPhone.

- Claro, camarada. - Ele respondia, em tom calmo e sereno. - Meu nome é Aduum Burbrand. Eu sou um cientista e estudioso, e nos últimos anos venho fazendo estudos muito importantes que podem revolucionar o mundo! Eu já estive em todos os blues, desde o West até o East, mas percebi que minhas pesquisas não poderiam ir para frente por aqui, por isso tomei como decisão seguir para a Grand Line. E aqui está o foco e a principal parte dos meus trabalhos. - Ele apontava para o baú, o abraçando então, como se o protegesse. Seu rosto de virava de novo para Gallore, mas sem largar o objeto. - Eu não sei o que eu faria se perdesse isso.

Anão:
 

Status:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidado
Convidado
avatar


No Trees for Smoking, No Boyfriends: The Shark Hunters Empty
MensagemAssunto: Re: No Trees for Smoking, No Boyfriends: The Shark Hunters   No Trees for Smoking, No Boyfriends: The Shark Hunters EmptyTer 06 Mar 2018, 23:47


Era incrível a maneira que Gallore socializava com qualquer um, talvez fosse a carência de ter perdido suas crias do demônio, porém quando me deparava e tentava entender a situação, já era tarde de mais, o médico novamente conquistava um mascote. Não me incomodara sua presença, sequer era percebido no pouco tempo que minha atenção era voltado para o mesmo, já que meu foco principal seria o imenso azul à nossa frente.

- Todos aos seus postos, acho que estamos próximos! Gritaria para todos na embarcação, interromperia qualquer conversa para que a atenção de todos voltasse à mim. Algo estranho entrava em meu campo de visão, nunca antes tinha visto algo parecido, que contradissesse a física e quaisquer característica geográfica estudada por mim. Realmente me sentia maravilhado na presença de tal feito, as águas percorriam a montanha no sentido contrário ao normal, em correntezas separadas onde pela distância, julgaria que apenas um barco conseguiria subir por vem. Bem, era chegada a nossa hora.

- Parem de conversa e prestem atenção no que eu falo! Observem aquilo, sabem como vamos atravessar? A ordem não poderia ser mais ríspida, de forma alguma poderia ser ignorada, deixaria a imaginação fluir na mente dos meus companheiros. - Andaremos com a correnteza a partir de agora. Não baixaria o tom de voz nem um pouco enquanto exclamava ordens e ações tomadas. Neste meio tempo até que nos aproximássemos, continuaria mantendo o curso retilíneo da embarcação, guiando-o pelo leme e dando as direções corretas caso saísse do curso. Quando sentisse que Walrus estivesse movendo-se com o mar, logo começaria minha briga com a minha rainha. - Recolham as velas, o vento já não é mais um aliado. Apontaria para os objetos à serem movidos, para os desconhecidos.

A natureza é implacável, entretanto o confronto seria inadiável. Tentaria manter-nos dentro da correnteza, respeitando seus limites laterais que movia a gigantesca morsa, não permitiria que a mesma fosse destroçada em mar aberto. Com toda minha força "travaria" a nossa direção, de modo à não permitir que o timão girasse demais para nenhum os lados, mante-lo estável seria como deixar meu coração pulsando, o não conhecimento sobre o fenômeno não poderia ser subestimado como Strange, este sim seria um oponente à altura.

- Saiam das minhas costas seus imprestáveis, não acham que devem ajudar!? O tempo poderia não ser à favor de levantar questões, porém todos ali presentes deveriam sentir o fardo. Contudo, procuraria realizar uma entrada triunfal entre uma das imensas faixas azuis da montanha, tentando não esfolar a proa nas rochas pontiagudas que nos eram apontadas como lanças. Talvez uma força maior estivesse dizendo que não deveríamos estar ali, mas nada me deixaria mais excitado, ou quem sabe, com medo.

Todavia, dois tritões, um anão e um, seja lá que característica diferenciasse o curandeiro, estariam partindo para um lugar onde o horizonte não poderia ser visto, era desconhecido o futuro, mesmo que próximo. Em tudo que pudesse me comprometer com Walrus, faria para que o gigante saísse ileso do local, faria-o a extensão de meus braços através de sua direção, assim como minhas espada que por ora inútil aguardaria impacientemente por mais cabeçar para decapitar e recompensas mutilar.


Histórico:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Remenuf
Designer
Designer
Remenuf

Créditos : 19
Warn : No Trees for Smoking, No Boyfriends: The Shark Hunters 10010
Masculino Data de inscrição : 01/12/2017
Idade : 20
Localização : No seu coração

No Trees for Smoking, No Boyfriends: The Shark Hunters Empty
MensagemAssunto: Re: No Trees for Smoking, No Boyfriends: The Shark Hunters   No Trees for Smoking, No Boyfriends: The Shark Hunters EmptyQua 07 Mar 2018, 16:53

Um Tripulante Inesperado



Pelo visto meu discurso não havia sido tão inspirador para que vários marujos se mostrassem interessados, pelo visto não é qualquer um com culhões para enfrentar os mares indomáveis da Paradise. Minhas esperanças já se esvaíam até que um surpreendente candidato apareceu, de início não pude perceber de onde vinha voz, em minha cabeça era alguém escondido, mas dado o aval de embarque pude perceber que o que falava era o Mimic baú falante que permanecia à frente de nossa embarcação, não consigo nem descrever a sensação confusa em que senti no momento, poderia ser uma armadilha? Algum tipo de perigo? Minha curiosidade não me deixou frear a entrada do indivíduo, e só então pude notar que não tratava de um objeto enfeitiçado, mas sim de uma raça que eu nunca havia visto antes, um anão.

O homenzinho tinha praticamente o tamanho de uma régua, e me saudava com complacência. - Olá camarada. Obrigado pela carona. - Encarei ele por alguns segundos até tomar conta de mim novamente. - Claro! Seja bem-vindo a tripulação… Agora vamos lá… - A cena se seguia e no fim conseguimos zarpar com o navio, a falta de aptidão com trabalhos manuais do anão me fez pensar qual seriam seus talentos, e o melhor, como havia parado ali conosco, dúvida esta que foi respondida durante a refeição.

O pequeno se apresentou como Aduum Burbrand, um cientista que viaja pelos mares realizando sua pesquisas científicas, mas o que mais me incomodava era o que havia naquele baú? Minha mão estava coçando para abri-lo e dar uma olhada, mas conseguir me conter, por enquanto. - Caramba, os quatro blues… Me chamo Gallore Strange, aliás. Os dois lá fora são Kisame e Nie. - Não pude deixar de expressar o quanto estava impressionado, alguém aparentemente tão frágil viajar tão longe, este anão tem que ter algo especial fora suas roupas estranhamente ”modernas”. - E quanto a sua pesquisa? - Apontaria para o baú no qual Adumm abraçava. - Do que se trata? -

Nossa conversa seria interrompida por Kisame, que como de praxe gritava alguma coisa em toda sua arrogância e superioridade. - Acho que estamos próximos! - Foi o que ouvi, minha atenção se dividiria, por um lado gostaria de saber imediatamente o que continha naquele baú, e por outro, um dos maiores fenômenos do estava parado logo ali cozinha a fora. - Droga. - Praguejaria em minha mente logo antes de levantar e me dirigir ao convés do navio. - Fica me devendo essa história. - Diria à Aduum antes de estender meu braço para que ele viesse junto.

Eu achava que ver um homenzinho tecnológico de vinte centímetros seria a coisa mais impressionante do dia, mas nada se compara a tal visão. Como é possível que tamanha massa de água desafie as leis da natureza de tal forma ao ponto de contrariar a própria gravidade? Perplexidade seria apenas o que se passaria em minha mente, aturdido por alguns instantes meu sentidos só retornariam com o usual grito de Kisame. E ele tem razão, estes são os portões do paraíso, seja o mar, ou o da morte, qualquer falha não será tolerada, nossa execução deverá ser perfeita, a primeira provação para chegar no mundo dos melhores, não é aqui que vou fracassar.

Desta vez seguirei as orientações de Kisame. - Nie! Me ajude com o outro lado. - Me dirigiria ao estibordo da embarcação e começaria a puxar as velas, me manteria firme equilibrado no caso das águas estiverem muito tempestuosas, e uma vez levantada a vela amarraria a mesma firme o bastante para que não soltasse durante nosso percurso. O resto fica em mão de nosso navegador, mas não é por isso que irei deixar todo o fardo para ele, se Kisame apresentar dificuldades em controlar Walrus não me conterei em me dirigir ao seu lado e ajudar a segurar o timão, não estamos mais lutando um contra os outros aqui, mas sim em uma batalha contra o próprio mar, e não é um morrinho que vai me impedir de alcançar meu objetivo.


Objetivos:
 

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Sahashi Minato
Caçador de Recompensas
Caçador de Recompensas
Sahashi Minato

Créditos : Zero
Warn : No Trees for Smoking, No Boyfriends: The Shark Hunters 4010
Masculino Data de inscrição : 02/05/2013
Idade : 25

No Trees for Smoking, No Boyfriends: The Shark Hunters Empty
MensagemAssunto: Re: No Trees for Smoking, No Boyfriends: The Shark Hunters   No Trees for Smoking, No Boyfriends: The Shark Hunters EmptyQui 08 Mar 2018, 23:25


Graças a Gallore nosso grupo acabará de aumentar, assim talvez a nossa viagem a Gand Line talvez se tornasse um tanto quanto mais fácil. O café da manha eu já havia preparado e comido, agora só restava esperar para chegar ao nosso destino e fazer tudo o q fosse necessário para ajudar meu irmão. Com Gallore conversando com o mais novo tripulante eu me dirigiria para o lado de Kisame que estava no leme, e desfrutaria do silencio ate que algo fizesse com que o sangue subisse novamente a cabeça dessas crianças e fizesse com que eles ficassem mais agitados, e felizmente, ou melhor, infelizmente para mim, o silencio não durou muito tempo, vinha se aproximando no horizonte uma grande montanha, da qual ao chegarmos mais perto daria para ver um pouco mais nitidamente o que era. Não era uma montanha comum, por algum motivo parecia que a água ao invés de seguir a gravidade e fizesse com que a água descesse por ela ela fazia com que a água subisse por ela, o que fez com que eu ficasse um tanto boquiaberto vendo aquela cena.

Com a aparição da grande montanha, a agitação já começaria, Kisame não demoraria muito para começar a gritar "Todos aos seus postos, acho que estamos próximos!" Apos tanto tempo com Kisame havia coisas que nós notávamos um no outro sem que nenhuma palavra fosse dita, apenas um pequeno traço no rosto ou algo parecido nos já sabíamos o que estava passando na cabeça um do outro, e vendo ele olhar para a montanha eu perceberia uma certa emoção vindo dele, o que fez com que eu ficasse feliz por ele, afinal, tudo o que eu fiz e faço é para que ele possa ter uma vida plena e proveitosa. "Parem de conversa e prestem atenção no que eu falo! Observem aquilo, sabem como vamos atravessar?" Com tais palavras eu saia de meu pequeno "transe" e me focaria no que estaria por vir. "Andaremos com a correnteza a partir de agora. Recolham as velas, o vento já não é mais um aliado." Com as ordens dele logo seguia em direção das velas junto de Gallore. Nie! Me ajude com o outro lado. Seria dito pelo medico, tentando ignorar o fato de parecer algum tipo de ordem do garoto, iria para o lado oposto que ele ia para recolher o outro lado das velas, no caso do mar estar agitado e o barco balançando o suficiente para me fazer perder o equilíbrio procuraria algo para me segurar independente de onde estivesse, usaria tanto as mãos quanto a calda para me apoiar em algo.

"Vamos anão! Você não está aqui para ter uma vida mansa, faça algo para que valha a pena termos te aceito nessa embarcação!" Com um tom firme dirigia as palavras para o anão, todos haviam um papel nessa embarcação, o minimo que seria esperado era um pouco de apoio. Tendo exito em recolher as velas desceria mais uma vez ao conves onde esperaria por novas ordens de nosso capitão.

Histórico:
 

____________________________________________________

   
[Você precisa estar
registrado e conectado para ver esta imagem.]


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Boreal
Pirata
Pirata
Boreal

Créditos : 4
Warn : No Trees for Smoking, No Boyfriends: The Shark Hunters 10010
Feminino Data de inscrição : 31/03/2013
Idade : 19

No Trees for Smoking, No Boyfriends: The Shark Hunters Empty
MensagemAssunto: Re: No Trees for Smoking, No Boyfriends: The Shark Hunters   No Trees for Smoking, No Boyfriends: The Shark Hunters EmptySab 10 Mar 2018, 23:24

A conversa começava a se desenrolar entre Gallore e o pequeno Aduum, quando o boxeador perguntava sobre do que se tratava sua pesquisa. O cientista pareceu um pouco receoso em dizer, mas decidiu dizer. - É uma Akuma no... - Antes que pudesse terminar, Kisame chamava-os para seus respectivos postos.

Assim, Aduum, Nie e Gallore se direcionavam em direção a parte exterior do barco, contemplando então a beleza da grande Montanha Reversa, ou Reverse Mountain. Era incrível e eles ficavam por um instante boquiabertos, com exceção de Aduum que parecia interessado, mas de um jeito mais pensativo, como se divagasse sobre ela.

As ordens eram recebidas, e Kisame travava a direção do navio para a entrada do fluxo de águas reverso da montanha, enquanto ordenava que os tripulantes recolhessem as velas pela falta de necessidade, acreditando que aquilo poderia inclusive atrapalha-los. Fazia certo.

As velas eram puxadas com um pouco de dificuldade por Nie e Gallore, enquanto Burbrand, que agora havia arrumado uma pequena corda e amarrando o baú em suas costas, estava junto de Kisame. O primeiro solavanco vinha com a entrada do navio no fluxo, contudo o tritão espadachim sentia um extremo esforço ao segurar o timão, como se fosse até quebrar.

- Segure mais próximo do centro, capitão. Desta forma você otimiza a força e diminui as chances de quebrar. - Ele orientava, com seus conhecimentos físicos, estando logo ao lado do timão. - Deixe-me ajudar... - Ele ia para baixo do objeto circular e, empurrando uma pequena caixinha ali ao lado, conseguia subir e ficar numa altura para poder segurar também o timão. Apesar de seu tamanho, Kisame notava que o auxilio do pequeno diminuía um pouco o esforço que tinha para manter a navegação travada, demonstrando que tinha certa força, mas mesmo assim talvez fosse interessante seguir as recomendações do mesmo. Iria Kisame fazer isso?

De qualquer maneira, todos na embarcação viam que estavam agora em um ângulo inclinado, e era como se a gravidade - a mesma que não agia sobre as água da montanha - os puxasse para a parte de trás do navio. Talvez pudesse acabar sendo perigoso. Além disso, alguns barulhinhos, como cochichos, eram escutados por Kisame na parte de trás do navio, como que no casco.

Status:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidado
Convidado
avatar


No Trees for Smoking, No Boyfriends: The Shark Hunters Empty
MensagemAssunto: Re: No Trees for Smoking, No Boyfriends: The Shark Hunters   No Trees for Smoking, No Boyfriends: The Shark Hunters EmptyDom 11 Mar 2018, 13:44


A subida era iniciada, a embarcação tomara uma posição inusitada, quem diria que Walrus saberia subir montanhas. Mesmo que fosse incrível não teríamos tempo para apreciar, nem para qualquer outra coisa, apenas reagir. A velocidade com que o barco seguia a corrente e a inclinação apenas dificultavam as ações realizadas por nós e apesar de Walrus estar pronta para receber este tipo de navegação, para mantê-lo em seu rumo ainda seria necessário a minha interferência. - Segurem-se em algo, não caiam na água, será a última vez que nos veremos. Gritaria para os despreocupados. - Nie, não tente ser um herói, nem mesmo os Reis dos Mares ousam atravessar esta loucura! Na verdade não acho que algum ser vivo seja tolo o suficiente! Começaria a questionar nossa posição atual e tentando impor nosso objetivo principal sobre tal, o verdadeiro motivo de estarmos atravessando a Montanha Reversa.

Em um momento de dificuldade o anão vinha até mim. Algumas instruções básicas eram dadas, veríamos se o mascote e Gallore sabia o que estava dizendo. Rapidamente mudaria minha postura, meus braços tomariam o centro do timão como direção e da mesma maneira manteria o barco centrado no meio daquelas rochas pontiagudas. A proximidade de meus braços, um do outro, poderia exigir um pouco mais de força, pois bem, assim seria para que não fosse a ultima ação voluntária tomada por mim. Entretanto, aproveitaria da inclinação do barco para lançar meu peso para atrás enquanto manteria minhas mãos firmes no curso, isto para que o estímulo sobre o timão fosse aumentado, facilitando assim meu trabalho.

- Lhes concedo liberdade total para me ajudarem! Exclamaria para aumentar minha força e persistência ao mesmo tempo que indiretamente direcionaria a mensagem para os tripulantes. Isto antes de voltar ao meu momento de concentração, onde nenhuma palavra mais seria dita, apenas, força. - Mas que diabos de barulho é esse?. Indagaria em alto e bom som. - Vocês estão ouvindo? Perguntaria para todos, talvez a minha teoria de que nenhum ser atravessasse a reverse não estivesse mais válida. Um som não identificado por mim, só conseguia imaginar o pior, estaria por toda embarcação, perguntaria para eu mesmo. Todavia não teria tempo para explorar, poderia ser coisa da minha cabeça devido ao estresse da viagem e da vida em minhas mãos, estranharia se mais ninguém notasse mas não interromperia minhas ações.

Não sabia ainda se meus esforços durariam muito tempo, estávamos viajando em alta velocidade, mas não deixaria de me perguntar quando acabaria. Continuaria à segurar-nos até que a turbulência sessasse e se este instante chegasse, rapidamente relaxaria meus braços, o tempo poderia ser curto. Ainda não largaria o Walrus, apenas descansaria meus membros superiores para não ser encaminhado para o pior. - Continuem espertos. Novamente, não deem chance para o azar! Diria enquanto estivesse fitando o horizonte, se este fosse possível de observar. Estaria sempre em busca do que tinha por vir, observaria ao redor para tentar analisar a melhor forma de navegar. - Anão, fique comigo! Sua sabedoria poderia ser útil, isto se sua sugestão tivesse dado certo.



Histórico:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




No Trees for Smoking, No Boyfriends: The Shark Hunters Empty
MensagemAssunto: Re: No Trees for Smoking, No Boyfriends: The Shark Hunters   No Trees for Smoking, No Boyfriends: The Shark Hunters Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
No Trees for Smoking, No Boyfriends: The Shark Hunters
Voltar ao Topo 
Página 1 de 11Ir à página : 1, 2, 3 ... 9, 10, 11  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: South Blue :: Baterilla-
Ir para: