One Piece RPG
1º Ato: O circo chegou! XwqZD3u
One Piece RPG
1º Ato: O circo chegou! XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» [Mini - Toji]
1º Ato: O circo chegou! Emptypor Toji Hoje à(s) 4:34 pm

» Pandemonium - 9 Brave New World
1º Ato: O circo chegou! Emptypor CrowKuro Hoje à(s) 4:29 pm

» LightPoint!Os herois e amigos se reunem novamente!
1º Ato: O circo chegou! Emptypor Noah Hoje à(s) 3:50 pm

» Pandamonio, Vol 1 - Rumo à Grand Line!
1º Ato: O circo chegou! Emptypor AoYume Hoje à(s) 3:08 pm

» Uma promessa ao céu
1º Ato: O circo chegou! Emptypor Bolin Hoje à(s) 1:32 pm

» Lealdade, Valor e Morte
1º Ato: O circo chegou! Emptypor Coldraz Hoje à(s) 11:47 am

» Steps For a New Chapter
1º Ato: O circo chegou! Emptypor Achiles Hoje à(s) 10:49 am

» Right Punch, Left Punch!
1º Ato: O circo chegou! Emptypor Razard Hoje à(s) 10:36 am

» ~ Acontecimentos ~ The Wonderful Land
1º Ato: O circo chegou! Emptypor GM.Milabbh Hoje à(s) 10:17 am

» Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas
1º Ato: O circo chegou! Emptypor Shogo Hoje à(s) 9:22 am

» Um Encontro Destinado
1º Ato: O circo chegou! Emptypor Cloe Kaminari Hoje à(s) 2:24 am

» Drake Fateburn
1º Ato: O circo chegou! Emptypor ADM.Tonikbelo Hoje à(s) 1:49 am

» I did not fall from the sky, I leapt
1º Ato: O circo chegou! Emptypor Formiga Hoje à(s) 1:47 am

» Alipheese Fateburn
1º Ato: O circo chegou! Emptypor ADM.Tonikbelo Hoje à(s) 1:43 am

» Sophia Aldebaran Rockfeller
1º Ato: O circo chegou! Emptypor ADM.Tonikbelo Hoje à(s) 1:38 am

» Vol 2 - The beginning of a pirate
1º Ato: O circo chegou! Emptypor Formiga Hoje à(s) 1:09 am

» [MINI-HOKI] O Espadachim Negro
1º Ato: O circo chegou! Emptypor Hoki Hoje à(s) 12:35 am

» União Flasco: Inicio do Sonho
1º Ato: O circo chegou! Emptypor Takamoto Lisandro Hoje à(s) 12:12 am

» I - Justiça: Um compromisso obstinado!
1º Ato: O circo chegou! Emptypor Hammurabi Ontem à(s) 10:57 pm

» 11º Capítulo - Cataclismo em Skypeia!
1º Ato: O circo chegou! Emptypor Marciano Ontem à(s) 10:05 pm



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 1º Ato: O circo chegou!

Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 77
Warn : 1º Ato: O circo chegou! 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 27
Localização : Fishman Island

1º Ato: O circo chegou! Empty
MensagemAssunto: 1º Ato: O circo chegou!   1º Ato: O circo chegou! EmptyTer Fev 20, 2018 2:23 am

1º Ato: O circo chegou!

Aqui ocorrerá a aventura do(a) civil Drake Wu. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Genki
Civil
Civil
Genki

Créditos : Zero
Warn : 1º Ato: O circo chegou! 7010
Masculino Data de inscrição : 17/05/2015

1º Ato: O circo chegou! Empty
MensagemAssunto: Re: 1º Ato: O circo chegou!   1º Ato: O circo chegou! EmptyDom Fev 25, 2018 5:45 pm


 A liberdade sempre foi o que drake mais almejou em sua vida, talvez por ter passado um bom tempo sem possuir um mínimo dela. São poucos os que realmente sabem o que a liberdade significa, pois muitos nunca percebem que a possuem. A maioria das pessoas nasce livre, e crê que isso seja algo natural, algo que não possa ser tomado; mas infelizmente isso não é verdade. Basta um navio cheio de homens mal intencionados servindo a um tenryuubito e em pouco tempo a liberdade acaba, e aqueles que antes eram livres já estão sendo chicoteados e expostos em gaiolas. Drake conhecia bem essa realidade, mas também sabia que havia a chance de mudança. O circo foi sua salvação e Bart seu salvador, e graças a eles o Mink foi capaz de sentir novamente a liberdade que antes não havia valorizado.

  –Existem pessoas no mundo com os mesmo problemas que eu já tive - A mente de Drake viajava em pensamentos incertos - Não é justo... que mundo é esse? O que estou fazendo aqui? - O rapaz se perguntava perdido. Ele havia deixado o barco e o circo de Bart para que pudesse viver a liberdade plenamente, mas ele não queria viver nesse mundo. Não em um mundo onde pessoas são tratadas como lixo, não em um mundo onde Tenryuubitos são tratados como deuses e tratam os outros como lixo. Ele queria um mundo onde as pessoas rissem e se divertissem, onde as brigas terminassem em um copo de cerveja e onde todos fossem participantes de um grande show, cada um à sua maneira. E principalmente um mundo onde todos fossem livres. Ele queria a magia do circo na vida real.

  –Um pouco utópico... – Indagava com a conclusão que havia chegado. – Bem, eu não me importo. Farei com que seja real. – e com um ar de determinação iria se aventurar pela que estava em busca do que fosse preciso para traçar seu caminho.

  –Bem, primeiro… Eu não posso perder meu pescoço, isso é bem importante... Mas não consigo garantir que tudo que farei é de acordo com o que o governo aceita. – Drake passaria as mãos nos pelos de sua “barba” enquanto pensava... – Um disfarce! Uma máscara cairia bem, e uma cartola com certeza... Um traje circense! – O macaco era alguém muito adepto da atuação e do disfarce, e com certeza não perderia a chance de criar uma persona única. Ele iria caminhar por Toroa Island à procura de uma loja de fantasias, máscaras ou artigos de circo. Sendo que já possuía as roupas do corpo os itens mais importantes de seu traje seriam a máscara e a cartola, que serviriam para esconder sua identidade, mas seu plano seria conseguir um traje completo. - Qual será o nome que darei a ele? - Pensava, imaginando como seria o personagem que estava prestes a criar.

  Caso andasse por um tempo sem conseguir encontrar a loja que almejava iria tentar parar alguém na rua, dando preferência a alguém que não vestisse roupas muito exuberantes ou algum traje da marinha ou governo. – Com licença, será que poderia me dizer onde posso encontrar uma loja de artigos de circo? Estou preparando um show e me faltam algumas coisas. Uma loja de fantasias não seria nada mal também! – Aguardaria a resposta e caso fosse ignorado ,ou a pessoa não pudesse lhe indicar o local, iria tentar a sorte com outra pessoa. Uma vez que conseguisse a informação agradeceria brevemente com um sorriso, depois seguiria em direção ao local indicado.

  Caso encontrasse a loja que procurava iria observa-la por um momento e entrar em seguida. Se dirigiria ao vendedor sorrindo e diria – o/a senhor/a possui máscaras e cartolas? Eu trabalho com circo e preciso desses itens. Talvez você possa me conseguir algumas roupas também, sim? Algo bem alegre e vibrante! - diria entusiasmado e, caso aquela fosse uma loja circense, completaria – ah, e se puder me arrumar algumas bolas de malabares por favor, estou precisando de algumas novas.– Terminaria o pedido com um sorriso e aguardaria que fosse atendido.

Itens almejados:
 
objetivos:
 
Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]|Aventura
Voltar ao Topo Ir em baixo
SraVanuza
Narrador
Narrador
SraVanuza

Créditos : 12
Warn : 1º Ato: O circo chegou! 10010
Data de inscrição : 14/12/2017
Idade : 22

1º Ato: O circo chegou! Empty
MensagemAssunto: Re: 1º Ato: O circo chegou!   1º Ato: O circo chegou! EmptyDom Fev 25, 2018 8:12 pm



Cold and Freeze



O céu não estava como antes, o clima que normalmente era limpo e ensolarado, com ventos frescos, pequenas folhas verdes planando e um aroma delicioso de flores, foi trocado por algo um pouco mais vazio, e como as más línguas dizem, triste. Nuvens levemente acinzentadas cobriam toda a ilha, delas pequenos flocos de neve caiam, mas pareciam dançar durante sua queda, o chão ficava com uma fina camada de neve branca, em alguns pontos suja devido ao chão de terra.

A cidade que possuía todo aquele aspecto de alegria e leveza estava um pouco mais pesada, mas ainda com seus brilhos de alegria, era possível de se ver fumaça saindo das  casas que possuíssem chaminés. Durante o caminhar do jovem mink era possível sentir o vento frio passando pelas ruas, mas que não estavam vazias, numa delas, um pequeno grupo de cinco crianças brincavam de jogar bolas de neve uma nas outras, suas risadas e gargalhadas enchiam aquela situação com algum tipo de alegria, energia que era bem familiar para Drake.

Depois de alguns segundos, elas continuam correndo e brincando até sair da vista do rapaz, provável que nenhuma delas saberia onde encontrar algo tão específico como uma loja de artigos circenses, o que seria provavelmente difícil de se encontrar. Mas o jovem parecia inspirado e seu desejo parecia contaminar tudo a sua volta.

A sensação térmica estava relativamente baixa, estava bem frio ali, mas graças as vestes e pelos do rapaz, ele poderia estar mais “confortável” naquela situação. Conforme o tempo passava a neve vinha com um pouco mais de força e os ventos ficavam ainda mais frios. Nas ruas poucas pessoas andavam nenhuma parecia se encaixar na categoria proposta por ele, usavam roupas exageradamente de frio, e suas expressões não estavam muito felizes. Pareciam bravos por algum motivo.

Como a neve no chão ainda estava bem fina, era possível se ver as flores que deixavam aquele local ainda mais belo, sua cores eram variadas, rosa, amarelo, azul,violeta, laranja e branca, entre os mais diversos tons. Mais a frente uma figura era avistada, estava em uma esquina um pouco mais movimentada, era estranha, mas um estranho bom. Seu rosto era branco, seus olhos pareciam chorar tinta azul, mais claro e mais escuro, junto ao preto. Em sua boca, do lado esquerdo, um borrão amarelo com laranja, que se espalhava levemente pela sua bochecha. Usava uma toca preta e uma vestimenta da mesma cor, cobria completamente seu corpo, a única parte a mostra era de fato seu rosto, era bem justo, mas não de forma provocativa e sensual, mas sim cômico, era como um palhaço que deu errado. Estava entregando algum tipo de panfleto, colorido, sua expressão era muito alegre e convidativa. Seu sorriso, mesmo com toda aquela maquiagem era  cativante.


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
O jovem se aproximou e falou, o que tinha preparado em sua mente, a expressão da jovem muda um pouco, para algo mais pensativo, depois de uns dois segundo de silencia, ela volta a encará-lo com um sorriso.

-Oh, um show?! Isso parece realmente divertido! - Gargalha - Bom, eu conheço um lugar, onde pode encontrar o que procura.. Mas é meio complicado de se chegar lá! - Dava uma leve entonação triste nesse momento, sua voz era uma gracinha, era doce e meia, mas meio maluquinha - Se quiser posso te acompanhar, mas terei de passar em casa para tirar essa maquiagem, porque claramente pareço maluca haha. O que acha?

Se o jovem se recusa-se a esperar pela moça, ela indicaria o caminho, mas se fato era realmente complicado e parecia ser relativamente longe, deveriam passar por muitas ruas e por muitos becos, que com certeza sozinho e sem orientação se perderia bem fácil, quem sabe atrasando ainda mais. Por outro lado se decidisse acompanhar a jovem, ela guardaria os panfletos numa pequena bolsa de tecido marrom que estava um pouco atrás de seus pés, no chão, e esticou a mão para o rapaz.

-Quase havia me esquecido! Me chamo Madeline! - (Pronúncia: Madelaine) Estica sua mão para um comprimento formal - E você como se chama? - Dizia com uma voz claramente interessada e animada. Arruma suas coisas de forma rápida e meio desajeitada, mas não derruba nada. Após se arrumar, começa a andar indicando a direção de sua casa.

O aroma das flores era fraco, mas graças sua grande capacidade “olfatória”, ainda conseguir perceber as leves e doces fragrâncias que rondavam no ar, mesmo com a neve e o frio. Poderia parecer estranho uma pessoas levar um estranho na direção de sua casa, mas sua expressão era completamente inofensiva. Seu caminhar parecia alegre e contente, de fato não era uma pessoa comum.

-Você disse que faria um show, não é? Que tipo de show seria esse? Poderia me contar? - A jovem tentava puxar assunto de forma bem carismática, sua voz era doce e agradável de se ouvir. Depois de alguns minutinhos caminhando, param na frente de uma porta, era de madeira e pintada na cor verde, a parede era cinza, como tijolos levemente desgastados, era um tipo de “apartamento”, que ficava no segundo andar, pois só lá me cima se viam as janelas - Será que você se incomodaria de esperar aqui fora? Prometo não demorar? - Madeline nem mesmo dava a chance do jovem responder e já ia entrando, o tempo passava e nada dela voltar, demorou uns quinze minutos, até o som da porta rangendo novamente.

Só que a figura que dela saia era completamente diferente, era literalmente angelical, uma jovem de pele clara e cabelos lisos, sendo penteados para sua esquerda, seu cabelos eram pintados de azul de forma mais “amadora” e tinham um lacinho rosa os segurando. Seu rosto era de extrema inocência com um certo brilho no olhar. Seu nariz era um pouco redondo, seus lábios bem rosados, seus olhos meio arregalados, mas fofinhos, sua sobrancelha era levemente grossa, mas bem feita, seus olhos eram castanhos castor, e de baixo do seu olhos esquerdo um desenho de um coração. Estava vestindo uma blusa rosa, feita a mão, era adorável, com uma calça do mesmo tecido, com sapatinhos brancos.  

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
-Desculpe pela demora, tirar aquela tinta do meu rosto dá um pouco de trabalho! - Dizia gargalhando - Espero não te fazer sentir muito frio, o clima está realmente estranho ultimamente.. Mas vamos direto ao ponto, podemos ir? Já devo ter lhe atrasado o suficiente - Sorri.

Ambos caminhavam pelas ruas nevadas, estava de tarde, mas o céu estava tão denso que parecia já a noite, a neve começava a vir com mais força e agora no chão, estava um pouco mais alta, as luzes nas janelas estavam acesas, e se olhasse bem poderiam ver famílias comendo, conversando. As ruas já estavam completamente desertas.

Status:
 


valeu [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] carol!


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Voltar ao Topo Ir em baixo
Genki
Civil
Civil
Genki

Créditos : Zero
Warn : 1º Ato: O circo chegou! 7010
Masculino Data de inscrição : 17/05/2015

1º Ato: O circo chegou! Empty
MensagemAssunto: Re: 1º Ato: O circo chegou!   1º Ato: O circo chegou! EmptyDom Fev 25, 2018 11:18 pm


  Diante de toda a nove que cobria a ilha em que estava Drake algumas cores se destacavam em sua vista. Flores que suportavam firmes o frio do local cobertas pela neve branca e, além delas, uma figura interessante de rosto caricato e sorriso chamativo. Drake se aproximou, atraído pelas cores que vira e perguntou sobre o local que procurava.

  A expressão da moça mudou um pouco enquanto parecia pensar em sua resposta. Agora de perto era possível notar os detalhe no rosto da jovem. As cores ao redor de seus olhos, como uma maquiagem borrada mas que, de alguma forma, lhe caía bem. A roupa preta e uniforme que vestia realçava ainda mais seu rosto, como a moldura de uma pntura. – Oh, um show?! Isso parece realmente divertido! – A fala da moça tirou Drake de seus pensamentos - Bom, eu conheço um lugar, onde pode encontrar o que procura. Mas é meio complicado de se chegar lá! Se quiser posso te acompanhar, mas terei de passar em casa para tirar essa maquiagem, porque claramente pareço maluca haha. O que acha?

  – Uma maluca lindíssima, se permite. – Talvez essa não fosse a melhor das frases, mas os elogios vinham de forma incondicional, além do controle do macaco. – Eu aceito senhorita. Uma companhia para esse frio, podemos nos aquecer se andarmos juntos. Uma maluca e um macaco. Sim, um par perfeito eu diria! – A garota então arrumava uns panfletos que carregava, colocando-os em sua mochila

  – Quase havia me esquecido! Me chamo Madeline! – A garota esticou a mão em um cumprimento. – e você como se chama?

  – Drake, mas pode me chamar como bem entender. – E esticaria a mão para corresponder a Madeline. O macaco acreditava fielmente estar arrasando com o coração da garota, embora esse fosse provavelmente um pensamento equivocado.

  Ambos começam a caminhar juntos, Madeline indicando o caminho e o mink seguindo aonde quer que ela fosse, e seguiam em frente cercados ,pelo cheiro das flores e pelo frio da neve. –Você disse que faria um show, não é? Que tipo de show seria esse? Poderia me contar?

  – Ainda não possuo nada fixo em mente, apenas algumas ideias. Algumas acrobacias, espadas, lutas, barcos... e talvez um pouco de mágica... Embora eu ainda precise aprender um pouco sobre essa última. – O show de Drake no entanto seria algo bem maior, um show para mudar o mundo. Levaria bastante tempo e ele não sabia muito bem por onde começar, mas ainda precisava conseguir o disfarce que procurava antes de prosseguir. Eles caminhavam por um tempo até chegarem à residência da moça.

  – Será que você se incomodaria de esperar aqui fora? Prometo não demorar? – A jovem entrou rapidamente na casa. Drake aguardou por algum tempo do lado de fora, até que a porta se abriu novamente. – Desculpe pela demora, tirar aquela tinta do meu rosto dá um pouco de trabalho! – Uma gargalhada alegre ecoava da boca de Madeline. Sua aparência havia mudado bastante. Suas roupas, agora predominantemente em um tom rosa, lhe davam uma aparência delicada e meiga. Seu cabelo, azul enlaçado, agora envolvia sua face maquiada. A maquiagem havia mudado, desde seus olhos à sua boca, tudo agora parecia ter sido cuidadosamente pintado, diferente da aparência anterior. Ela estava linda, sem dúvida, mas o macaco não podia deixar de pensar na beleza que vira antes, quando seu rosto estava em meio a um caos de tintura. – Espero não te fazer sentir muito frio, o clima está realmente estranho ultimamente. Mas vamos direto ao ponto, podemos ir? Já devo ter lhe atrasado o suficiente – Dizia ela com um sorriso.

  – Muito pelo contrário minha dama, você me aquece a cada sorriso. – Diria em resposta. A eloquência de Drake se mantinha entre as cantadas e o elogios, como um verdadeiro apresentador. Os dois continuavam a caminhar pelas ruas brancas de neve. – Me diga Madeline, por que estava vestida daquela forma? Com toda aquela tinta e aquela roupa preta? – Drake tentaria sanar sua dúvida durante a caminhada, e ouviria atento ao que lhe fosse respondido com um sorriso no rosto.

  Caso chegassem ao destino prometido por Madeline o macaco seguiria a jovem para dentro da loja e lhe diria – O que me recomenda senhorita? Preciso de algumas coisas: Uma máscara, bolas, um chapéu... Mas talvez você possa dizer melhor que eu. Me guie por gentileza. – Seguiria então a Jovem pela loja, dando atenção aos itens que fossem mostrados por ela.

  Caso dentro da loja a jovem não pudesse ou quisesse mostrar o local para Drake ele agradeceria da mesma forma – Sem problemas minha flor. – Diria com um sorriso. E então iria ao dono/dona do estabelecimento perguntar pelos itens que gostaria – Gostaria de dar uma olhada no seu estoque por favor.

objetivos:
 
Histórico:
 
Off:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]|Aventura
Voltar ao Topo Ir em baixo
SraVanuza
Narrador
Narrador
SraVanuza

Créditos : 12
Warn : 1º Ato: O circo chegou! 10010
Data de inscrição : 14/12/2017
Idade : 22

1º Ato: O circo chegou! Empty
MensagemAssunto: Re: 1º Ato: O circo chegou!   1º Ato: O circo chegou! EmptySeg Fev 26, 2018 11:12 am



Cold and Freeze



Tudo o que precisávamos, uma maluca e um macaco, acho que isso me soa bem! Ambos seguiam seu caminho de forma cômica, cantadas e piadas lançadas ao ar, ao com de gargalhadas engraçadas. Um parecia estar interessado no que o outro tinha para dizer, isso era algo evidente e bem claro, talvez não para eles.

Aos poucos Madeline parecia estar mais confortável perto de Drake, estamos em sintonias próximas e bem parecidas, ambos eram completamente pirados, mas cada um de sua forma. Drake aceita de forma interesseira o convite da moça, afinal era bem conveniente ser levado a um lugar onde não se sabia chegar. Cada cantada ou aproximação que o macaco dava, a jovem ria, era divertido e quem sabe, recíproco.

O então interessem em comum de ambos a um lado mais artístico e caricato, poderia ser uma ótima forma de se aproximarem. Após continuarem a caminhar, depois da parada na casa da garota, a conversa continua animada. Só que agora as dúvidas vinham do rapaz, que queria compreender melhor o que se passava com ela.

-Bom, eu sou uma artista! - Sorria - Eu estou numa apresentação teatral, nela pretendo conseguir fundos para ajudar pessoas que passam por necessidades! Com a mudança repentina do clima, as flores começaram a ser prejudicadas e isso atrapalha um pouco o andamento da vida de todos, por a energia é feita a partir delas! Então, eu estava fantasiada entregando panfletos, sobre a peça!

Durante sua fala, seu rosto fica um pouco mais sério e determinado, do que de costume, parecia de fato estar focada em realizar aquele desejo. Ajudas as pessoas que precisam. Depois de mais algum tempo de caminhada, já ficava mais escuro e um pouco mais frio, mas a temperatura estava se estabilizando, estavam em um ponto mais “central” na cidade, onde os ventos vinham com menos força, devido a quantidade de ruas que já haviam adentrado. Mas em contra ponto, as luzes eram menos escassas, deixando o ambiente um pouco mais “sinistro”.

No meio daquela situação, um ponto de luz é avistado ao longe,  em um quarteirão mais vazio e desgastado, os tijolos já pareciam não ter muito cuidado naquele local. A visão era de um lojinha bem colorida, com luzes amarelas piscantes, sua estrutura era bem simplória, uma porta e uma “janela” de vidro” bem grande, para que se pudesse ver o interior do ambiente.

A parede era pintada, vermelho e amarelo, um tijolo de cada cor, era bem diferente dos demais lugares, era bem feliz e movimentado, a porta seguia o mesmo padrão de cor. vermelho. Ao adentrarem no ambiente um sininho toca, em cima da porta. O ambiente era aconchegante e com certeza, menos frio que lá fora, o cheiro era de pipoca e estranhamente de "diversão", o lugar realmente era muito bonitinho e organizado. No balcão é possível ver um senhor, magrinho e com poucos cabelos, mas já brancos, usava um chapeuzinho de palha redondo com uma fitinha preta, uma blusa social-informal branca com uma gravata borboleta vermelha, colete vermelho e uma calça social preta. Tinha uma expressão caricata em seu rosto, mas ainda amistosa.

-Olá senhor Tumnus! - (Pronúncia: Tumínos) Madeline parecia já conhecer a figura que guardava o local. O homem sorri como resposta imediata.

-Oh, como vai minha cara, pelo que vejo está acompanhada! - Dirige o olhar ao rapaz - Me chamo Sr. Tumnus, eu sou o responsável pela loja, gostariam de procurar algo específico?

O ambiente era bastante charmoso, varias fantasias e acessórios divertidos, tudo era muito colorido, no lado esquerdo várias araras com roupas penduradas, conjuntos completos, no direito estantes com pequenos acessórios, como chapéus, gravatas, bastões de plástico, algemas, correntes, cordas, anéis. Uma variedade quase infinita, atrás da bancada ainda existiam mais, tudo ali possuía valor específico e variado de acordo com o produto desejado, desde algo mais simples ao total perfeccionismo.

Drake então especifica bastante o que procura, tanto a jovem quanto o senhor parecem pensar um pouco. Madeline vai em direção a uma das estantes e pega três opções de cartolas e as coloca enfileiradas na bancada, o homem já se abaixa e sobre com alguns tipo de bolas coloridas e as coloca também enfileiradas.

-Madeline conhece muito bem essa loja, ja fuçou tudo por aqui. Mas vamos ao que importa. Variedade nós temos, desde algo mais simples a algo mais sofisticado, entretanto, quando mais específico, mais caro, então peguei variações entre os preços! - Dizia isso mostrando que havia colocado na bancada.

Cartolas:
 

Malabares:
 

Mascaras:
 


-Sinto muito pela variedade, normalmente tenho mais, porém esse mercado não é muito valorizado, então as vezes o estoque encolhe sem que eu tenha condições de supri lo com material bom e barato! - Dizia com um tom meio de frustração - As cartolas eu tenho desses dois modelos, só que a mais cara, tenho em preto e em vermelho, a mais barata apenas em preto. As bolas de malabares tenho apenas esse modelo, e o preço está meio caro! Mas você pode escolher as cores que vai querer cada uma das bolinhas! As mascaras você pode olhar aqui na parede - Apontava para atrás dele, onde haviam uma grande variedade - Alguma são caras e outras mais baratas, que que só cobrem os olhos são baratinhas, as de rosto completo, um pouco mais caras! E então algo que o interessa?


Status:
 



valeu [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] carol!


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Voltar ao Topo Ir em baixo
Genki
Civil
Civil
Genki

Créditos : Zero
Warn : 1º Ato: O circo chegou! 7010
Masculino Data de inscrição : 17/05/2015

1º Ato: O circo chegou! Empty
MensagemAssunto: Re: 1º Ato: O circo chegou!   1º Ato: O circo chegou! EmptySeg Fev 26, 2018 10:39 pm


  – Bom, eu sou uma artista! – Madeline sorria com a afirmação - Eu estou numa apresentação teatral, nela pretendo conseguir fundos para ajudar pessoas que passam por necessidades! Com a mudança repentina do clima, as flores começaram a ser prejudicadas e isso atrapalha um pouco o andamento da vida de todos, por a energia é feita a partir delas! Então, eu estava fantasiada entregando panfletos, sobre a peça! – O rosto da garota parecia bem serio nesse momento. Havia sido um dos poucos momentos em que a garota não estava rindo ou alegre. Aquela parecia uma missão bem nobre: ajudar aqueles que não tem muito. Aquela simples ação, uma peça de teatro caridosa, faria muito diferença para aqueles que precisam, Drake sabia disso, e, mesmo que fosse algo singelo, era mais do que muitos estariam dispostos a fazer.

  Eles continuaram por mais mais um tempo até que chegaram a uma loja bem colorida e iluminada. Aquele parecia ser o local do qual Madeline falava. Eles adrentraram a loja empurrando a porta e fazendo soar um sininho. Logo, o ambiente mudou, de uma rua nevada para um local bem mais colorido e divertido. – Pipoca? – O aroma se espalhava pelo local e a temperatura era aconchegante. Ali próximo em um balcão um senhor mais velho podia ser visto, usando um chapéu e uma gravata borboleta e esboçava uma feição amistosa.

  – Olá senhor Tumnus! – A garota cumprimentou o velho, que logo sorriu.

  – Oh, como vai minha cara, pelo que vejo está acompanhada! – O velho levou o olhar ao macaco para recebê-lo – Me chamo Sr. Tumnus, eu sou o responsável pela loja, gostariam de procurar algo específico?

  O macaco disse a ele o que gostaria e em pouco tempo Madeline já chegava com algumas cartolas em mãos, Tumnus puxava algumas bolas de trás do balcão e apontava para as máscaras localizados atrás de Drake. A aquela loja com certeza era fascinante. Parecia haver ali tudo que alguém poderia querer, ou ao menos tudo que alguém com Drake poderia querer. Um verdadeiro paraiso para qualer artista. - Não é atoa que Madeline gosta dessa loja. - O dono da loja informou o macaco sobre os valores dos produtos e esperou sua resposta.

  Primeiramente Drake se dirigiria ao local onde estavam as bolas. O preço era um pouco salgado, mas ele sabia que não poderia ficar muito tempo sem elas. – Eu gostaria das cores: azul, vermelho, amarelo, verde e roxo por favor. – Depois, iria em direção ao local em que estavam os chapéus, pegaria o mais barato e o observaria por um tempo, colocando-o na cabeça para provar. – Esse vai servir. Vou levar! -. Depois se dirigiria ao local das máscaras à procura do item final que precisava. Olharia todas com bastante atenção, aquela seria a peça chave de seu traje então precisaria ser perfeita. Olharia todas disponíveis, focando por último na que possuía um grande sorriso – Sim...é você com certeza. – Pegaria a máscara do local que estava e a levaria ao balcão. – Esse são os itens, e aqui está o dinheiro. – Estenderia a mão entregando o que devia ao homem.

  O macaco pegaria os itens que havia comprado, vestindo somente o chapéu e deixando a máscara guardada em algum lugar de suas roupas; aquele ainda não era o momento de usa-la. Levaria a mão às bolas recém-compradas e as seguraria, e então, começaria a lançá-las ao ar e pegá-las, alternando movimentos e executando um malabarismo simples com elas para que pudesse sentir o peso e as dimensões das mesmas. Enquanto executava o movimento diria – Então, senhorita Madeline, sobre aquela peça que estava me falando... Gostaria de mais um ator para acompanhá-la? Eu sou mais do que um rostinho bonito sabia? – Drake aguardaria a resposta com um sorriso no rosto. Aquela podia ser apenas uma apresentação teatral ,mas ele sentia que possuía bastante significado para Madeline e poderia ajudar muitas pessoas. Além disso, ele não perderia chance de fazer algo tão divertido quanto uma peça de teatro.

Itens comprados:
 
objetivos:
 
Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]|Aventura
Voltar ao Topo Ir em baixo
SraVanuza
Narrador
Narrador
SraVanuza

Créditos : 12
Warn : 1º Ato: O circo chegou! 10010
Data de inscrição : 14/12/2017
Idade : 22

1º Ato: O circo chegou! Empty
MensagemAssunto: Re: 1º Ato: O circo chegou!   1º Ato: O circo chegou! EmptyQua Fev 28, 2018 12:07 am



Cold and Freeze



O ambiente estava ideal, todos ali pareciam ter uma ótima energia. O rapaz decidiu os itens que levaria e todos foram entregues a ele, o homem alegre em poder concluir uma venda nesse período de baixar. Drake depois de conseguir os itens que desejava, demonstrou grande maestria com as bolinhas, mesmo durante o período de adaptação ao peso, textura e forma conseguiu fazer bons movimentos com elas no ar fazendo todos ficarem impressionados, além disso ele parecia interessado na tal peça proposta por Madeline. O jovem ao se oferecer faz com que a menina solte o grande sorriso, em seguida  fazia uma expressão um pouco mais pensativa, como já havia sido vista.

-A peça, não é exatamente uma peça. Mas sim um conjunto de  performances, com vários tipos de artistas! Ela não vai ser muito longa, mas posso ver se consigo um espaço para você se apresentar! Nunca é demais alguém com pensamento positivos! - Dizia sorrindo e fisicamente animada, seu dois pulsos fechado na altura de seus ombros tremiam. Estava animada com a atitude do rapaz.

Se despedia de Tumnus de forma rápida. Puxava Drake pelo pulso, parecia apressada. Novamente o barulho do sino na porta é tocado e ambos saem do ambiente. O vento frio e a neve voltam a tomar todo o local. Agora parecia mais intenso, os ventos eram mais fortes e a neve mais pesada, o chão ficava completamente coberto, a neve chegava até metade dos tornozelos. Andar havia ficado um pouco mais complicado do que no início. Deveriam se apressar para que nenhum desastre acontecesse, afinal poderiam ficar presos do lado de fora naquela noite fria. Madeline durante a caminhada, fala um pouco mais alto, para que o vento não o atrapalhasse a ouvir.

-Hey! E você tem lugar pra ficar? Está ficando tarde e por causa desse clima acho que não deve existir nenhuma pousada ou hotel abertos! - Se caso o jovem respondeu que tivesse algum lugar para ficar, ela simplesmente continuaria andando, porém se ele dissesse que não tivesse - Bom, acho que pode ficar na minha casa essa noite, é melhor do que ficar na rua nesse frio!

Continuariam a caminha num ritmo mais acelerado, para que pudessem chegar mais rápido, quando chegaram na rua da casa da jovem por um segundo Drake foi capaz de ver alguma coisa se escondendo em um dos becos, foi realmente rápido, talvez demoraria alguns momentos para ser capaz de entender o que realmente viu, em seguida um forte uivo pode ser ouvido. Era realmente alto, parecia de um lobo ou algo do tipo, mas Drake foi capaz de ouvir muito mais, afinal conseguia entender o que animais falavam, a jovem ao ouvir o uivo se assustou e se apressou para abrir a porta. A mensagem captada por Drake parecia ser um grito de fúria e ódio, mas ao mesmo tempo de luto e sofrimento.

~Eles.. Eles levaram-na, eles a levaram~

Quando abriu ambos entraram rápido, para que pudessem escapar da neve, a parede externa estava quase toda tampada pela neve, mas finalmente haviam entrado. A temperatura já estava bem melhor, mais confortável, subiam escadas feitas de madeiras com detalhes coloridos, como pequenas pedrinhas de plástico nos degraus e nas paredes. Ao finalmente ter visão do ambiente, era uma casinha simples, com um quarto, sala, cozinha, banheiro. Tudo em madeira e bem colorido, flores e bonecas nas mesas e armários, com laços e desenhos por todos os lados, parecia o sonho de uma criança. Tudo fazia referência ou alusão a meios artísticos, como  o circo por exemplo, no meio de sala, preso ao redor da lâmpada, dois fios que levavam a uma pequena barra, onde uma boneca de pano ficava pendurada, como se fosse uma equilibrista.

-Lar doce lar! -Dizia a jovem aliviada depois do susto que passou - Bom, vou preparar algo para comermos, fique a vontade para se sentar! - Na frente da escada, um par de sofás laranjas com panos centrais marrons, com pequenos detalhes em forma de desenhos pintados com tinta. No centro da sala uma mesinha quadrada e baixa, com um pano verde com bordinhas brancas, em cima um vaso de barro, com duas flores, Copo-de-leite dentro.

Depois de alguns minutos a garota volta da cozinha com uma bandeja, nela duas canecas com chocolate quente, alguns biscoitos doces e salgados e dois pães prensados, tinham queijo escorrendo pelas beiradas, mas já estaria durinho. O cheiro era sentido pelo rapaz antes mesmo dela sair da cozinha. Era delicioso, seria o suficiente para fazer sua barriga roncar, e sua boca salivar.

-O bom de estar em casa é poder comer o que sentir vontade! Servido? - Dizia colocando em cima da mesa, sentava se em um dos sofás, colocava suas pernas cruzando-as no mesmo, parecia estar bem confortável - Iria tentar te levar para conhecer o pessoal, mas com esse clima seria impossível, amanhã de manhã deve estar melhor. Ai se ainda estiver interessado, iremos lá, para que possa conhecer minha “trupe” - Dizia gargalhando enquanto pegava sua caneca, assoprava ela com cuidado para não derramar e em seguida dava um pequeno gole. A fumaça subia de ambas as canecas, assim como dos pães.



Status:
 

Ganhos:
 

Perdas:
 



valeu [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] carol!


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Voltar ao Topo Ir em baixo
Genki
Civil
Civil
Genki

Créditos : Zero
Warn : 1º Ato: O circo chegou! 7010
Masculino Data de inscrição : 17/05/2015

1º Ato: O circo chegou! Empty
MensagemAssunto: Re: 1º Ato: O circo chegou!   1º Ato: O circo chegou! EmptyQui Mar 01, 2018 4:26 pm


  A felicidade de Madeline era visível ante a proposta do macaco, mas por um momento ela se manteve pensativa.

  – A peça, não é exatamente uma peça. Mas sim um conjunto de  performances, com vários tipos de artistas! Ela não vai ser muito longa, mas posso ver se consigo um espaço para você se apresentar! Nunca é demais alguém com pensamento positivos! – a garota parecia extremamente animada com a ideia. Agarrou o mink pelo braço e se despediu de Tumnus, correndo para o lado de fora da loja.

  Do lado de fora a neve caía cada vez mais, o vento soprava e o chão esatava cada vez mais coberto. - Hey! E você tem lugar pra ficar? Está ficando tarde e por causa desse clima acho que não deve existir nenhuma pousada ou hotel abertos! – Madeline falou um pouco alto.

  – Hm, isso é um problema... Não tenho nenhum local para passar a noite.

  – Bom, acho que pode ficar na minha casa essa noite, é melhor do que ficar na rua nesse frio!

  – Nada poderia ser mais aconchegante do que ficar a seu lado, minha dama.

  Os dois apertaram o passo para que pudessem chegar logo à casa da jovem sem serem soterrados na neve. Quando andavam pela rua da casa, por um instante Drake foi capaz de ver algo se escondendo em um dos becos, mas não sabia ao certo o que era, havia sido tudo muito rápido. Um uivo cortou o ar fazendo Madeline se assustar e deixando Drake um pouco confuso. A garota se apressava para abrir a porta enquanto o mink compreendia o que havia sido dito.

  ~Eles.. Eles levaram-na, eles a levaram~

  A porta se abriu e ambos entraram, e de súbito a temperatura parecia ter aumentado. – “Eles?” quem são eles? E quem foi levado? – Os dois subiam as escadas enquanto Drake estava pensativo quanto ao que havia acontecido. Quando terminaram de subir o macaco foi capaz de contemplar o local em que estava, adorando cada ponto do mesmo. Tudo era muito colorido, florido e um pouco mágico e infantil. Haviam desenhos e laços por todos os lados e, no meio da sala pendurada ao teto, uma boneca de pano.

  – Lar doce lar!

  – Uma casa linda! – Drake exclamaria – Combina com você.

  – Bom, vou preparar algo para comermos, fique a vontade para se sentar!

  Drake avistou os sofás laranjas na sala, com uma mesa de centro e um vaso com flores em cima dela. O macaco se aproximaria e se sentaria, aguardando. Pouco tempo depois Madeline se aproximava, e o odor do que carregava entregou sua presença. Chocolate quente, biscoitos e pães com queijo. O paladar do mink almejava por tudo aquilo.

  – O bom de estar em casa é poder comer o que sentir vontade! Servido?
– A garota colocava as coisas em cima da mesa e se sentava no sofá. – Iria tentar te levar para conhecer o pessoal, mas com esse clima seria impossível, amanhã de manhã deve estar melhor. Ai se ainda estiver interessado, iremos lá, para que possa conhecer minha “trupe”

  – Eu adoraria – Drake responderia.

  O macaco iria permanecer ali, sentado, desfrutando da companhia de Madeline e da comida que havia ali. Havia se passado um tempo desde a ultima vez que esteve tão confortável. Ficaria ali até que ambos tivessem terminado de comer. Drake ainda estava confuso sobre o que havia acontecido pouco antes de entrarem na casa, ainda não sabia o significado do que havia ouvido e nem o que se escondia naquele beco. Poderiam não ser nada de mais, mas aquilo havia ocorrido próximo à casa de Madeleine e talvez pudesse trazer um problema para a garota. Infelizmente estava nevando muito do lado de fora e seria um pouco difícil descobrir qualquer coisa nessas condições.

  Drake iria permanecer na casa e dormir assim que Madeline sugerisse isso, se contentando com o sofá ou até mesmo o chão. Assim que acordasse no dia seguinte Drake iria se levantar e procurar por Madeleine. – Bom dia, flor do dia! – Lhe diria assim que encontrasse. – Então, hoje vou conhecer seus amigos, certo? – Deixaria que a garota se preparasse para sair, lhe ajudando no preparo do café da manhã caso houvesse um.

  Assim que estivesse do lado de fora da casa Drake iria se atentar aos odores que sentia a sua volta, buscando por algo semelhante ao odor de um canino, como um lobo ou cão. Também olharia ao redor, focando em becos e locais mais escuros, procurando novamente o que havia visto na noite anterior. Caso sentisse ou avistasse algo incomum iria tentar seguir o cheiro que sentiu, ou se aproximar do local em que viu algo, lentamente e tentando fazer o mnimo de barulho possível. – Madeline, espere aqui por um momento, sim? Eu volto logo, não se preocupe.

  Caso não sentisse ou visse nada iria apenas caminhar, seguindo a garota pelas ruas da cidade. – Então, o que pode me dizer sobre seus amigos, minha donzela? São tão divertidos quanto você?

objetivos:
 
Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]|Aventura
Voltar ao Topo Ir em baixo
SraVanuza
Narrador
Narrador
SraVanuza

Créditos : 12
Warn : 1º Ato: O circo chegou! 10010
Data de inscrição : 14/12/2017
Idade : 22

1º Ato: O circo chegou! Empty
MensagemAssunto: Re: 1º Ato: O circo chegou!   1º Ato: O circo chegou! EmptySab Mar 03, 2018 6:58 pm



Cold and Freeze



O convite de Madelina havia sido aceito e insinuado, afinal aquele rapaz era um pervertido depravado, mas com respeito, aquela tempestade estava demais. Quando estavam chegando aquela situação foi muito estranha, mas foi o suficiente para deixar Drake atento em que algo poderia estar acontecendo, algo de ruim ou pelo menos suspeito.

A noite estava sendo adorável, o lanche estava realmente delicioso, o gosto daquele chocolate quente, em um momento frio como aquele, era ainda mais saboroso e delicioso, o queijo quente derretia na boca, aquele ambiente estava de fato muito confortável, estranho pensar algo que rondava aquela casa.

O rapaz não perdia a chance de soltar uma “cantada”, uma forma discreta e ao mesmo tempo descarada de flertar com Madeline, que sempre sorria ou respondia de forma alegre e positiva. Logo após comer, a garota arruma tudo aquilo e leva para a cozinha, depois disso preparava o maior dos sofás para Drake poder dormir, colocava um cobertor fino por cima e deixava ali uma coberta mais grossa e dois travesseiros, para que ele pudesse se acomodar da forma que achasse melhor.

A noite havia sido um pouco mais estranha, alguns barulhos foram ouvidos, vinham de lá de fora, mas eram discretos, porém como Drake já estava pensamento sobre o que havia acontecido lá quando chegavam, aquilo poderia encher ainda mais sua cabeça com paranoias ou possibilidades. Dormiu rápido. Sua mente estava em transe, dormia pesado naquele sofá incrivelmente confortável, tinha o tamanho exato para poder dormir reto sem sentir dores quando acordasse. Um cheiro convidativo vinha da cozinha, parecia algum tipo de torta ou mousse, era cremoso e doce, bem sofisticado.

Madeline estava lá com um tipo de vestido amarelo com babadinhos brancos, seu cabelo estava de outra cor, não estava mais azul e sim castanho, usava uma maquiagem MUITO leve, deixando sua pele levemente melhor, porque né, ela já era bonita.

-Bom dia - Gargalha - Como foi a noite? Espero não ter ficado desconfortável! - Dizia sorridente - Sim, vamos encontrar eles, assim que comermos! Espero que seja divertido! Bom, no mais, o café está servido! Temos mousse de morango e suco de frutas vermelhas!

A mesa estava bem servida e organizada, era redonda, coberta por uma toalha branca com bordas vermelhas, no centro da mesa um vasinho bege com uma flor amarela no meio, duas xícaras brancas com desenhos azuis em cima de pires, dois pratinhos da mesma cor, junto a talheres metálicos. o mouse era servido em uma remeça de vidro redonda. Após comerem iriam sair. Lá fora o dia estava mais fresco do que frio, existiam alguns resquícios do sol no céu, mas ainda nublado e branco. O chão estava um pouco menos molhado. Existia muita movimentação lá fora, as pessoas vinham de todos os lados. Pareciam normais ou pelo menos sem grande expressões faciais, parecia que nada demais havia acontecido para a maior parte delas.

A grande movimentação de pessoas deixava o cheiro o ambiente bem confuso e misturado, cada um com sua essência e seu perfume, bons e maus cheiros, até o momento nenhum obteve nenhum grande destaque. Também nenhum suspeito no ambiente, todos com suas roupas de frio de cores variadas e suaves. Andavam pela rua, a expressão da menina era linda, o ambiente era suave e delicado, sutil e agradável, era aqueles momentos doces do dia.

Mas algo havia dado errado, por um segundo, Drake sente um cheiro ruim, mas não era detectado por pessoas normal, era profundo e “amargo”, cheirava como morte. Eles seguiam direto por uma rua, e nesse caminho, havia um beco, o ser que emanava esse cheiro, vinha dali, provavelmente caminhava para frente, se encontrariam naquela esquina.

Uma mulher, ela vestia um jaleco branco e longo, seus sapatos era de salto, mas eram baixos. seu cabelo era liso e ruivo, tinha um corte chanel, crescente de trás pra frente, usava óculos de grau, eram quadradinhos, seu olhar era sério e não tinha muita expressão, atrás dela, dois homens, ambos mal encarados,  usavam blusas de manga preta, com calças marrons, com toucas pretas e seguravam cada um quatro sacos plásticos também pretos, pareciam estar cheios de algo. Aquele material fedia, mas de forma discreta, apenas Drake conseguiria detectar a origem, para os demais apenas um cheiro ruim no ambiente de forma genérica. Quando se cruzaram um dos homens olhou para Drake, com um sorriso malicioso. E logo seguiram seu caminho. Não deu tempo de analisar o rosto da mulher com clareza, mas seus traços básicos foram vistos.

Se Drake decidisse segui-los, eles caminharam até o beco, perto da casa de Madeline, mas antes que pudesse ver para onde eles haviam ido, sumiram. Aquele beco sem saída estava completamente vazio quando o rapaz foi capaz de entrar nele.

Se continuasse o caminho com Madeline, chegariam a um grande galpão, era arrumadinho, feito de madeira, era igual aqueles estereótipos de fazenda, só que colorido, suas tabuass eram amarelas e as que ficavam em volta de portas, janelas e nas extremidades eram laranjas. Possuía um grande cadeado, que lacrava sua entrada.

-Ue, será que nenhum deles chegou ainda? - Falava sozinha, enquanto olhava a porta - Vamos esperar um pouco, logo mais eles devem vir!

A voz dela soava meio preocupada, mas conformada. Um gritos ou falas altas eram ouvidas por ambos, aquele lugar parecia mais vazia. De uma rua lateral surgia um rapaz com uma grande caixa de madeira correndo, chegando na metade do caminho, ele caia, deixando a caixa cair junto, dela saíram várias coisas, o itens que se destacavam era: Uma espada, uma adaga e um bastão de madeira.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

O jovem parecia apavorado, segundo depois um daqueles capangas de preto, apareciam correndo atrás deles.

-Pare de correr seu moleque! Passe essa caixa para cá! - Dizia nervoso e irritada, sua voz era grossa, mas ao mesmo tempo caricata. O rapaz no chão jovem, possuía cabelos castanhos e curtos, era branco com olhos caramelos e com sardinhas, parecia ter se machucado na queda. O homem se aproximava, o pegava com as duas mãos segurando sua blusa, o sacudia e o jogava no chão, depois dava um chute em sua barriga. O rapaz soltava gemidos de dor, parecia ter ficado realmente muito ferido, o homem ficava de costas para a dupla, nem ao menos os notou em meio aquele furdúncio.

Off:
 

Status:
 

Ganhos:
 

Perdas:
 




valeu [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] carol!


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Voltar ao Topo Ir em baixo
Genki
Civil
Civil
Genki

Créditos : Zero
Warn : 1º Ato: O circo chegou! 7010
Masculino Data de inscrição : 17/05/2015

1º Ato: O circo chegou! Empty
MensagemAssunto: Re: 1º Ato: O circo chegou!   1º Ato: O circo chegou! EmptyDom Mar 04, 2018 9:28 pm


  Drake e Madeline estavam do lado de fora caminhando juntos. O estomago de Drake jazia satisfeito das refeições que fizera, a garota com certeza tinha uma boa habilidade na cozinha. A noite anterior havia sido um pouco perturbada pelos barulhos que cercavam a casa, apesar disso o sono do mink havia sido pesado como uma pedra. Agora, na rua, o macaco era incapaz de identificar qualquer atividade suspeita. Mesmo que se esforçasse não pode sentir algum cheiro anormal, haviam diversos odores no ar mas nada que merecesse destaque.

  Caminharam por algum tempo até que em frente a ele se encontrava um beco – Mas que porcaria é essa? – Um odor extremamente desagradável encheu as narinas de Drake, algo amargo e mórbido. Daquele beco saiu uma mulher ruiva vestindo um jaleco, usava óculos e sua expressão era seria, seria demais. Atrás dela seguiam dois homens carregando sacos pretos nas mãos, vestindo casaco pretos e não parecendo nada amigáveis. Quando cruzaram o caminho de Drake um dos homens lhe dirigiu um sorriso, mas não do tipo que alguém gostaria de receber. Era algo malicioso, sem nenhum tipo de bom intensão e causou um frio na espinho do jovem macaco. Aquelas pessoas com certeza não eram boa companhia – Talvez não seja uma boa ideia implicar com esses caras.

  O macaco e a maluca continuaram seu caminho, chegando finalmente a um grande galpão colorido que parecia ser o destino dos dois. - Ue, será que nenhum deles chegou ainda? – Madeline analisava o portão trancado com um cadeado- Vamos esperar um pouco, logo mais eles devem vir!

  De repente da rua lateral ao galpão uma figura surgiu correndo, carregando uma caixa de madeira, e durante seu percurso acabou se desequilibrando e caindo ao chão, deixando cair o objeto que carregava. Da caixa caída no chão saíram alguns itens e entre eles uma espada, uma adaga e um bastão de madeira. A expressão do rapaz caído demonstrava um grande medo, e a causa desse medo se aproximou rapidamente, vindo da mesma rua lateral. - Pare de correr seu moleque! Passe essa caixa para cá! – um dos homens de preto de antes apareceu e avançou para cima do garoto machucado no chão. Suas mãos o ergueram e jogaram novamente ao solo, e logo depois seu pé ia de encontro à barriga do jovem.

  O que diabos está acontecendo? – Drake estava indignado com a agressividade do homem de preto. Já não havia gostado muito da aparência do mesmo mas essa atitude lhe dava nos nervos. Ele olharia em direção a Madeline e levaria a mão a boca, fazendo sinal para que ela ficasse em silencio. Levaria a mão ao bolso buscando a máscara, aquele seria um bom momento para esconder o rosto, não seria nada agradável ter seu rosto visto por alguém tão agressivo quanto aquele homem, ainda mais sabendo que ele tinha amigos que pareciam ser tão cruéis quanto ele. – Hora do show!

  Colocaria a máscara em seu rosto e avançaria em direção ao bastão que se encontrava no chão com o intuito de pega-lo, era o único instrumento que Drake saberia manusear de bom modo, e seria melhor do que lutar de mãos vazias. Feito isso ele avançaria em direção ao homem de preto e tentaria girar o bastão para acertar um golpe forte em sua cabeça, na parte de trás, buscando o elemento surpresa. Após isso esperaria que o homem se virasse em sua direção e então iria tentar acertar um golpe ascendente com o bastão no meio das pernas do homem, tentando acertar seus genitais e causar grande dor. Após isso giraria o bastão com força em um movimento horizontal tentando acertar a parte lateral da cabeça do homem.

  Caso o homem desviasse do primeiro golpe Drake recuaria esperando que o homem atacasse. Se um soco fosse desferido pelo homem o macaco tentaria bloqueá-lo com o bastão empunhado e giraria o corpo para o lado e utilizaria o impulso do giro para acertar a perna do homem, visando atingir a área do joelho. Se um chute fosse desferido Drake iria optar por atacar com força a perna utilizada usando seu bastão, visando impedir que fosse atingido ao mesmo tempo que causa dano ao homem.

  Depois que se defendesse com sucesso Drake iria avançar visando um ultimo golpe na parte lateral da cabeça do homem, utilizando toda sua força em um giro completo com o corpo para impulsionar o golpe.

  Se sua defesa falhasse e Drake fosse ao chão o macaco tentaria levantar o mais rápido possível, se afastando do inimigo com uma cambalhota. Depois avançaria rapidamente em direção ao mesmo, tentando acertar um golpe ascendente em seu queixo com o bastão, e em seguida um golpe descendente em sua cabeça.

  Caso o homem caísse ou fugisse Drake giraria o bastão em suas mãos em um gesto de vitória e diria eloquente como um mestre de cerimonias. – O espetáculo acebou, por favor limpem seus acentos antes de sair!

objetivos:
 
Histórico:
 

OFF:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]|Aventura
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




1º Ato: O circo chegou! Empty
MensagemAssunto: Re: 1º Ato: O circo chegou!   1º Ato: O circo chegou! Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
1º Ato: O circo chegou!
Voltar ao Topo 
Página 1 de 2Ir à página : 1, 2  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: West Blue :: Toroa Island-
Ir para: