One Piece RPG
Tróia - Parte 2 - Página 2 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Enuma Elish
Tróia - Parte 2 - Página 2 Emptypor GM.Alipheese Hoje à(s) 17:09

» A inconsistência do Mágico
Tróia - Parte 2 - Página 2 Emptypor Jean Fraga Hoje à(s) 16:34

» Mep-Ruriel
Tróia - Parte 2 - Página 2 Emptypor Ruriel o Ruivo Hoje à(s) 16:28

» [Mini-Ruriel]
Tróia - Parte 2 - Página 2 Emptypor Ruriel o Ruivo Hoje à(s) 16:24

» O Regresso do Anjo Torto
Tróia - Parte 2 - Página 2 Emptypor DanJo Hoje à(s) 15:18

» Meu nome é Mike Brigss
Tróia - Parte 2 - Página 2 Emptypor Shiro Hoje à(s) 14:38

» [E.M] - Gostosuras e Travessuras
Tróia - Parte 2 - Página 2 Emptypor Thomas Kenway Hoje à(s) 14:05

» [MINI - Gates] O Pantera Negra
Tróia - Parte 2 - Página 2 Emptypor Ryoma Hoje à(s) 13:46

» Xeque - Mate - Parte 1
Tróia - Parte 2 - Página 2 Emptypor TheJoker Hoje à(s) 13:31

» Art. 4 - Rejected by the heavens
Tróia - Parte 2 - Página 2 Emptypor Kenshin Himura Hoje à(s) 12:50

» Apresentação 6 ~ Falência Bombástica
Tróia - Parte 2 - Página 2 Emptypor Furry Hoje à(s) 11:20

» [M.E.P] Joe Blow
Tróia - Parte 2 - Página 2 Emptypor Joe Blow Hoje à(s) 09:56

» [Mini-Aventura] Joe Blow
Tróia - Parte 2 - Página 2 Emptypor Joe Blow Hoje à(s) 09:55

» Livro Um - Atitudes que dão poder
Tróia - Parte 2 - Página 2 Emptypor gmasterX Hoje à(s) 09:54

» [M.E.P] Veruir
Tróia - Parte 2 - Página 2 Emptypor Veruir Hoje à(s) 08:16

» [Mini-Aventura] Veruir
Tróia - Parte 2 - Página 2 Emptypor Veruir Hoje à(s) 08:14

» Mise en place
Tróia - Parte 2 - Página 2 Emptypor arthurbrag Hoje à(s) 07:24

» I - A Whole New World
Tróia - Parte 2 - Página 2 Emptypor Makei Hoje à(s) 07:01

» ブルーベリーパイ ~ Blueberry Pie
Tróia - Parte 2 - Página 2 Emptypor Skÿller Hoje à(s) 04:45

» Sidney Thompson
Tróia - Parte 2 - Página 2 Emptypor Zed Hoje à(s) 01:19



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 Tróia - Parte 2

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 62
Warn : Tróia - Parte 2 - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 27
Localização : 1ª Rota - Karakui

Tróia - Parte 2 - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Tróia - Parte 2   Tróia - Parte 2 - Página 2 EmptyTer 06 Fev 2018, 15:58

Relembrando a primeira mensagem :

Tróia - Parte 2

Aqui ocorrerá a aventura do(a) agente Achiles Wolf. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
Achiles
Sargento
Sargento


Data de inscrição : 01/09/2017

Tróia - Parte 2 - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Tróia - Parte 2   Tróia - Parte 2 - Página 2 EmptySeg 12 Fev 2018, 00:35


Tróia - Parte 2





A neve que caia pela ilha também havia chego naquela região, o lugar parecia mais abandonado que todas as outras partes da cidade com a neve chegando na altura da canela, meus pobres sapatos sociais não eram feitos para aquilo e não havia costume algum em andar na neve. A cobrança de impostos eram simples, as pessoas me pagavam assim que me identificava com a intimação, houve uma mulher bem curiosa que estaria disposto a voltar qualquer hora dessas tendo em azarado em meio a cobrança e até pego em uma de minhas nádegas. Isso havia me deixado feliz e feito meu coração acelerar um pouco me fazendo relembrar da noite passada com Rannah.

Antes que viera a ficar triste com o acontecimento sobre os pais dela era me visto em uma situação com fazendeiros raivosos, de alguma forma suas cabras haviam escapados e eles recusavam-se a pagar os impostos, eles não pareciam estar sentindo medo de mim e pareciam atacarem se eu recusasse com suas ferramentas de protesto e fazenda. - Então senhores, tenham calma. - Começaria tentando tranquilizá-los exibindo um sorriso mais do que gentil. - Me digam para onde suas cabras foram e onde devo colocá-las, o governo se preocupa com os seus animais e eu estarei ao resgate delas. - Isso me lembra bastante do tempo em Shells Town ajudando os moradores. Eram algumas algumas galinhas fugitivas ou carregamento de material para a construção de alguma casa, mas a sensação de estar fazendo trabalho desse jeito era boa.

Meu ombro parecia estar melhorando conforme o tempo passava, mas a mochila pesada em minhas costas prejudicaria a minha movimentação e também agarrar as cabras independente de quantas eu haveria de pegar. A fazenda era enorme e eu precisava achar um meio de conseguir de cercá-las antes de conseguir agarrar para facilitar a minha vida, mas antes disso eu precisava achá-las e talvez não fosse o trabalho mais simples vendo que os fazendeiros não haviam conseguido fazer isso sem a minha ajuda.

Começaria esperando que a minha resposta fosse positiva e eles tivessem pelo menos uma direção a ser dada de onde as cabras haviam ido, começaria a sua procura guardando qualquer coisa em minhas mãos inclusive a luva de combate que poderia me atrapalhar ao tentar agarrar o animal em minha mochila grande tentando deixar tudo ajeitado e fechar sem haver nenhum problema.

Assim que avistasse a cabra procuraria me aproximar lentamente dela, se ela houvesse uma parede ou árvore por perto seria melhor e ia ficar tentando contorná-la movendo-me para os lados quando preciso tentando deixá-la impossibilitada de fugir tão facilmente, sempre me aproximando lentamente em sua direção. - Cabra boa, cabra quer voltar não quer? - Falaria meigamente em sua direção tentando acalmá-la embora eu fosse um estranho tentaria não passar nenhuma sensação para que sentisse medo. Assim que estivesse próximo o bastante para tentar dar um pulo em sua direção tentaria garrá-la o máximo que pudesse tentando ter um grande aperto segurando e puxando-a para perto de mim. Manteria ela bem firme em meus braços e tentaria me levantar com a mesma onde começaria a andar em direção ao cercado procurando para ver se algum fazendeiro estava próximo para ver o que eu estava fazendo e sempre tentando inclinar minha cabeça para o lado para ver se não havia algo em meu trajeto que fosse me fazer tropicar.

Assim que estivesse no cercado tentaria coloca-la por cima ou pela entrada do mesmo tentando deixar a entrada fechada com o trinco. Em caso de não ter conseguido agarrá-la da primeira vez procuraria tentar fazer mais vezes da mesma estratégia, caso não estivesse conseguido êxito procuraria começar a afasta-la pegando as minhas luvas de combate e ficar espantando elas em direção ao cercado tentando fazer igual um lobo faria para empurrar as cabras na direção certa que a encurralasse ou manipulasse a sua trajetória tentando deixar o cercado aberto ou gritar para algum fazendeiro quando estivesse próximo com as ovelhas: - Abra a cerca!

Em caso de não ter conseguido encontrar cabra nenhuma voltaria para os fazendeiros revoltados mais uma vez. - Suas cabras estão desaparecidas, não sei onde podem encontrá-las. Estarei voltando para o QG, enviem suas reclamações para lá. - Infelizmente haveria de lidar com Akane e deixar o aterísco marcado na prancheta com aquelas casas e era isso que faria deixando tudo marcado na prancheta seguindo em direção ao QG tomando cuidando com o dinheiro em minha mochila.

Se houvesse completado a missão com as cabras voltaria para os fazendeiros e com as cabras no cercado falaria para os mesmos. - Suas cabras estão recuperadas, agora me devem os impostos do governo. Passem-me. - E começaria a coleta do dinheiro guardando sempre em minha mochila procurando falar a quantidade certa para cada um perguntando o seu nome e riscando em minha prancheta para depois seguir em direção ao QG.

Estaria esperto que aquele clima pudesse também atrapalhar as cabras o que me permitiria agarrá-las mais rápido ou agilmente já que elas estariam com os pés bem mais afundados do que os meus, mas era uma via de mão dupla que também me atrapalharia na hora de carregá-las optando por tentar mantê-las erguidas em minhas costas se fosse mais fácil, mas rejeitando essa ideia em qualquer momento que sentisse a minha mochila sendo mastigada.









Objetivos:
 

Histórico:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Mephisto
Caçador de Recompensas
Caçador de Recompensas
Mephisto

Créditos : 111
Warn : Tróia - Parte 2 - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 06/04/2017
Idade : 22
Localização : Wars Island (North Blue)

Tróia - Parte 2 - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Tróia - Parte 2   Tróia - Parte 2 - Página 2 EmptySeg 12 Fev 2018, 14:15

Heroes


O garoto então questionava o capiau maluco para saber onde as cabras estavam, claro que nada é assim tão fácil. - As cabra foru pru norte, só prucura e ucê acha.- era uma resposta pouco informativa como sempre mas não tinha muito que fazer, era estranho mandar um lobo atrás das ovelhas mas eles de fato precisavam delas de volta, a caminhada era difícil, e ele penava um pouco, mas finalmente avistava, mais cabras do que podia esperar, era um rebanho, ele precisava guiar todas elas de volta então que o trabalho começava.

Ele aos poucos ia tentando tanger elas e chamando e ia dando certo colocando elas pra voltar ao curral mas não sem algo antes, já que um pai de chiqueiro (É um bode reprodutor que fica dentro do curral) levantava e mordia a mochila, ele tinha tempo de puxar rápido não deixando danificar muito, mas a marca dos dentes ficaria ali, mas com muito sacrifício ele passava cabra por cabra pra dentro do curral, eram horas e mais horas de trabalho passando as cabras, mas finalmente ele terminava a peleja, não era como se fosse a primeira vez dele fazendo isso mas foi pego de surpresa pela quantidade.

Por fim ele cobrava os impostos, e dessa vez eles ainda um pouco contrariados concordavam em pagar. - É… agura nois paga.- e todos iam entregando os impostos, era uma ocasião rara e eles sabiam que não era sempre que alguém ia fazer aquilo pra ajudar, entretanto já que esse havia feito era melhor cumprir sua palavra, e finalmente depois de mais algum tempo recolhendo, a lista estava completinha, impostos completados, e agora era só voltar ao quartel e entregar. O caminho de volta ate que começava bem, já eram quase 15:00h, sendo mais exato 14:40, estava se aproximando do horário marcado com Ramiel.

Mas as coisas estavam pra esquentar e quando numa rua fechada de ambos os lado, bem larga mas fechada aparecia por trás dele um gangster com bastão logo o instinto de correr se ativava mas pela frente já tampando o caminho um outro homem com um pé de cabra, aparentemente a maneira que ele teria pra sair dali era lutar. O garoto com o pé de cabra já introduzia o objetivo que deveria ter se aberto na mente de Achiles, desde a primeira vista. - Passa a mochila engomadinho, e vamos te deixar em paz.- o cara tinha uma voz relativamente grave, e parecia muito seguro de si, seu olhar era firme e parecia um predador olhando pra sua presa.

Já o com o bastão se mantinha em silêncio balançando ele como se pronto pra esmagar uma cabeça, o movimento dele era rápido e som que fazia no ar, mostrava que não era uma ameaça boba, eles tinham bastante força, ao menos o maníaco do bastão sim, não dava pra saber qual dos dois era mais perigoso, mas ele teria que lutar com ambos, então descobriria, a neve aqui ainda era funda o que podia dificultar um pouco os movimentos, e talvez tornar a batalha mais tensa, já que era alguém que dependia um pouco dos movimentos e jogos de pés pra poder fazer todo o combate fluir direitinho, eles no entanto podiam ou não se encontrar nessa situação também.

Spoiler:
 

____________________________________________________

Make love, not war


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

2017 Achievements:
 


2018 Achievements:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Achiles
Sargento
Sargento
Achiles

Créditos : 47
Warn : Tróia - Parte 2 - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 01/09/2017
Localização : The Wonderful Land - 1º Rota

Tróia - Parte 2 - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Tróia - Parte 2   Tróia - Parte 2 - Página 2 EmptyTer 13 Fev 2018, 01:03


Tróia - Parte 2





Os caipiras não sabiam bem para onde a suas cabras haviam escapado e isso era bem desanimador vendo que dificultava para ajudar. O caminho era difícil seguindo para o norte, mas conseguia de pouco a pouco avistar as cabras, infelizmente era um número bem maior do que eu havia imaginado, o seu rebanho de cabras não poderiam ser resolvidos agarrando uma por uma ou eu demoraria uma eternidade para colocar todas dentro do cercado e o que me restava era encaminhar todas para isso.

Um dos animais mais especificamente um bode que era o macho daquelas cabras mordia a minha mochila, felizmente tinha tempo para puxar sem danificá-la muito e isso acabava me deixando um pouco irritado com aquele trabalho, havia acabado de comprar a minha mochila grande e tinha procurado por uma por boa qualidade para ficar mordida.

Com algumas horas instruindo as cabras conseguia finalmente deixá-las todas dentro do curral e meu trabalho estava feito. Os impostos mais uma vez eram cobrados e mesmo com os fazendeiros ainda furiosos conseguia coletar o dinheiro necessário para todos, a minha lista por fim estava completa e precisava voltar para o QG. O tempo havia passado bastante e não demoraria muito para que eu tivesse que encontrar com Ramiel.

Pensando que teria um momento mais tranquilo andando pela cidade era cercado em uma rua fechada e larga, havia um gangster com bastão pela frente e atrás havia um homem com pé de cabra, essa palavra por algum motivo havia se tornado bem comum hoje. Meu ombro já estava bem melhor e a única forma de sair dali parecia ser lutando, minha energia empolgava aquilo e esperava que o cansaço não fosse me impedir. Eu já estava pronto para descontar a minha raiva das últimas batalhas e sensações com aqueles homens e por algum motivo eles haviam me chamado de Engomadinho. - Engomadinho é para quebrar.

Analisando o ambiente ao meu redor podia ver que aquela neve se assemelhava com a lama da cidade de Conomi, para conseguir realizar os meus movimentos perfeitos haveria de abrir um espaço naquela neve e não parecia que seria algo tão simples com dois homens vindo de direções opostas. Uma outra estratégia que conseguia pensar naquele momento era aproveitar da distância de um e partir para cima do mesmo, medindo a distância conseguiria pelo menos efetuar um ou dois golpes antes que o segundo homem em alcançasse.

Os homens pareciam ser bem fortes ambos, mas provavelmente não possuíam tanta experiência em combate o que me favoreceria ali, mas não conseguira manter uma boa ofensiva com aquela neve toda, ou seja, o plano era achar um lugar melhor.

Meus primeiros movimentos seriam em direção ao homem do bastão que chegou primeiro, a sua arma não era tão eficaz como uma barra de ferro que poderia ser mais cortante e embora o homem parecesse ser mais forte poderia acabar me subestimando por estar de terno e com a mochila desse jeito. Olharia com um sorriso para o mesmo e seguiria em sua direção, acelerando os meus passos tentando puxar com força os meus pés e levantar o máximo o meu joelho da neve e dar passos contínuos a minha frente da forma mais rápida que pudesse.

Em um dos meus primeiros passos procuraria agarrar um pouco de neve para que pudesse atirar contra o homem mais tarde, quando estivesse em uma distância próxima do mesmo procuraria tentar surpreendê-lo atirando a neve em seu rosto e tentaria dar um pequeno salto em sua direção com o meu braço direito concentrado mirando o seu estômago para tentar aproveitar da distração. Tendo êxito em meu golpe tentaria agarrá-lo e puxá-lo para perto de mim girando o meu corpo e tentando jogá-lo na neve. Caso ele já previsse que atiraria a neve em sua direção tentaria levantar a neve com toda a minha força para o alto ao invés de apenas jogar um pouco o que dificultaria a visão de nós dois e tentaria acertá-lo com meu ombro que estava em melhor estado para derrubá-lo em meio a neve.

Tendo conseguido acertar um golpe e liberado um espaço procuraria tentar fugir na neve tentando não ser agarrado puxando com o máximo de força a minha mochila ou parte do corpo tentando dar socos na parte do corpo que estivesse me segurando tentando correr para a rua e ter um espaço mais limpo para que pudesse acertá-los e esse local seria que estivesse com uma neve bem mais rasa.

Se acabasse não conseguindo executar um golpe procuraria jogar todo o meu corpo para o lado tentando não perder o equilíbrio e arrastando o máximos o meus pés tentando prever algum ataque o homem poderia estar a executar e procurar em meio ao seu golpe empurrá-lo para abrir alguma espaço.

Estaria esperto para caso o outro homem que chegasse perto de mim, tentaria mover o meu corpo para o lado em um golpe vertical e tentar agachar o máximo em um golpe horizontal procurando acertar um gancho em seu estômago tentando agarrá-lo e usá-lo como escudo de corpo para tentar proteger de algum golpe do de bastão procurando empurrá-lo um contra o outro em seguida.

Em caso de não haver outra escolha a não ser acertado pela arma procuraria formar um bloqueio em forma de X com meus braços tentando empurrar o golpe para o lado com toda a minha força para diminuir o impacto e depois tentando acertá-lo com um soco em seu maxilar e meu braço direito não tivesse sido tomado por toda a dor, se esse fosse o caso procuraria andar para trás evitando ser andado novamente inclinando o meu corpo para trás.

Tendo conseguido achar um lugar melhor para o combate procuraria esperá-los estando com a guarda alta para ambos procurando uma boa distância, ainda precisava entregar o dinheiro para o governo mundial, mas aqueles dois não poderiam passar impunes. Caso visse que havia algum outro marinheiro ou pessoa de autoridade por ali procuraria olhar para o mesmo apontando para a direção. - Hey, marinheiro! Esses dois aqui tentaram me assaltar! - Uma ajuda sempre seria bem vinda ainda mais sendo uma luta injusta de dois contra um e eu estar com um peso bem maior nas minhas costas.







Objetivos:
 

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Ficha na Sign

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Mephisto
Caçador de Recompensas
Caçador de Recompensas
Mephisto

Créditos : 111
Warn : Tróia - Parte 2 - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 06/04/2017
Idade : 22
Localização : Wars Island (North Blue)

Tróia - Parte 2 - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Tróia - Parte 2   Tróia - Parte 2 - Página 2 EmptyTer 13 Fev 2018, 16:16

Fall of the Magister


Para o azar de Achiles eles não estavam subestimando ele, e pra sorte não eram combatentes experientes, apenas brigões das ruas, bandidos simples daquele lugar nada demais. -Olha ele não tá congelado.- falava o do pé de abra vendo Achiles avançar contra o homem de taco, era o que ele achava estar mais perto dele, mesmo que não literalmente fosse mas ber era o que dava de imaginar, então rapidamente coletando neve ele avançava com tudo, e a lançava ao estar perto do inimigo, a neve acertava o rosto dele o que já era esperado pelo garoto que aproveitava pra socar ele bem no estômago, mas rapidamente ele sentia o taco que foi girado e acertava bem nas costelas pela esquerda.

Não chegava a causar uma contusão grave, mas machucava, ele ainda assim tentava agarrar o garoto que se remexia não deixando ser pego naquele momento, o que o faria não conseguir agir direito, mas vendo que aquilo não funcionava ele então jogava neve pra cima dificultando a visão de ambos, e atacava com o ombro visando uma derrubada, mas o rapaz tankava empurrando o boxeador pra trás, nesse mesmo momento o outro já chegava por trás de onde o homem estava, ele se jogava para a esquerda mas era surpreendido, uma joelhada, bem na outra costela, e antes que completasse o movimento uma ombrada do outro, e como estava despreparado e no meio de um golpe ele caia.

Embolando na neve Achiles levantava ate que rápido, mas estava em uma situação difícil, ele era claramente mais forte que eles individualmente, mas os dois juntos não eram brincadeira ele agora estava com ambos ali perto, e mesmo assim eles mantinham a ideia de flanquear o jovem um atrás e outro na frente. A neve não parava de cair ali no ambiente o que poderia dificultar as coisas e não era pra menos assim que os pés estavam firmes o bastão vinha, e ele fazia o X pra bloquear e podia ver que aquilo não era brincadeira, ele talvez ate precisasse de uma defesa mais forte que aquela, mas bem ele nunca foi um bloqueador.

Os dois afastavam um pouco dele o provocando então. - E agora? Pronto pra parar já? Se não estiver deveria, por que não estamos pra brincadeira, morrerá se não der essa mochila.- ele agora puxava um canivete, e fazia um olhar ainda mais sério, o que de fato podia piorar as coisas, bem eles estavam dispostos a manchar a neve de vermelho, mesmo que isso precisasse de tudo que eles tinham pra ser possível, e o jovem tinha uma missão, aqueles eram todos os impostos coletados e se perdesse ele nunca teria como reembolsar, era dinheiro pra viver uma vida inteira como agente nos blues, fora que, talvez fosse demitido, o que era muito provável se perdesse, aquela missão que parecia tão simples era infelizmente o tipo que não se pode falhar.

Spoiler:
 

____________________________________________________

Make love, not war


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

2017 Achievements:
 


2018 Achievements:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Achiles
Sargento
Sargento
Achiles

Créditos : 47
Warn : Tróia - Parte 2 - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 01/09/2017
Localização : The Wonderful Land - 1º Rota

Tróia - Parte 2 - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Tróia - Parte 2   Tróia - Parte 2 - Página 2 EmptyQua 14 Fev 2018, 23:33


Tróia - Parte 2





Ambos eram bem fortes e a batalha não parecia estar indo bem para o meu lado em meio a toda aquela neve me atrapalhando e meu empurrão sendo fraco o bastante para não conseguir derrubar o homem a minha frente e meus ataques eram ineficazes contra ambos chegando a ser derrubado.

Os dois ladrões a minha frente pareciam não estar querendo me matarem de imediato e apenas roubar a bolsa, mas a minha vida, emprego e provavelmente todos os meus sonhos estavam dentro da minha mochila naquele momento e eu precisava protegê-la a qualquer custo pela a minha vida. - Idiotas... - Não conseguia pensar em outra palavra a não ser aquela mesmo.

Eu não sabia bem como que iria escapar dos seus ataques e ficar inteiro ao mesmo tempo, eles me atacariam por duas direções diferentes e eu não havia sequer algum equipamento bom para me proteger daquelas armas e a única coisa que eu poderia contra para me machucar o menos possível seria a própria mochila, seria um sacrifício a ter contra um canivete, mas se por ventura ele ficasse preso seria uma boa escolha

Procuraria olhar para qual dos dois havia pego o canivete e seguiria na direção do mesmo, a estratégia era me aproximar o bastante do homem até chegar em seu alcance com aquela arma, olharia para a mão que ele estava portando o canivete e se ele não trocava da mesma, com uma distância bem mínima procuraria girar para a direção que estava segurando a faca usando a mochila como grande obstáculo físico e tentando usar a mochila como um bloqueio tentando desequilibrá-lo/empurrá-lo e nesse giro aproveitar do embalo e tentar acertá-lo embaixo de suas costelas tentando causar enorme dor naquela região.

Provavelmente o segundo homem já estaria próximo o bastante para tentar me acertar e eu tentaria agarrar o primeiro homem e empurrá-lo na direção ou pelo menos segurá-lo em minha frete tentando fazer com que ele tancasse o golpe. Em seguida procuraria tentar levantar a neve na direção do mesmo mais uma vez para que ofuscasse a visão e procuraria tentar recuar o máximo possível tentando novamente correr para uma área em que a neve estivesse bem menor e fosse fora daquela rua.

Em caso de não ser capaz de girar na neve por ela estar muito densa, procuraria agarrar a uma bola de neve no chão, deixaria colada ao meu corpo, mas de forma que fosse vista pelo homem do canivete. Seguindo em sua direção esperaria estar em uma distância de aproximadamente dois metros, usando a direita para fingir um arremesso usaria a minha mão esquerda procuraria tentar levantar a neve para frente e seguir para a esquerda e seguiria reto na direção, tentaria manter-me naquela distância procurando atirar a bola de neve de antes na direção do rosto do mesmo apenas para atrapalhá-lo procurando sair daquele terreno mais do que péssimo para mim.

Não conseguia ver grandes chances de vitórias naquele espaço, lutar contra dois já era uma tarefa difícil e lutar contra dois em um solo terrível em que não havia liberdade para movimentar os meus pés tornava tudo pior. Procuraria aguentar qualquer dor para seguir o meu trajeto sempre tentando manter-me agarrado a minha mochila para que ela não fosse puxada e solta tentando puxar com toda a minha força para frente quem a segurasse.

Procuraria colocar os meus braços a minha frente para tentar resistir melhor aos golpes do pé de cabra ou do taco de beisebol em último caso, sempre tentando dar pequenos saltos para tentar me esquivar se esses golpes viessem na minha direção.

Em caso de ser derrubado mais uma vez procuraria me levantar o mais rápido possível novamente procurando explorar do momento para tentar empurrar qualquer um dois dois e tentar desfazer a formação de ambos procurando fugir mais uma vez.

Tendo conseguido a minha fuga para um lugar com um solo melhor e que fosse de mais fácil movimentação procuraria ficar de guarda alta procurando esquivar-me movendo o meu corpo para trás tentando obter uma distância de ambos não ficando de costas para alguma parede ou coisa parecida, procuraria tentar não deixá-los ficar um atrás e um na frente movimentando-me para o lado.

Em caso de ver algum marinheiro pela redondeza procuraria avisá-lo sobre os dois ladrões do qual havia encontrado problemas. - Hey, Marinheiro! Ladrões! - Apontaria na direção dos dois trombadinhas esperando que o homem viesse a reagir de alguma forma.





Objetivos:
 

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Ficha na Sign

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Mephisto
Caçador de Recompensas
Caçador de Recompensas
Mephisto

Créditos : 111
Warn : Tróia - Parte 2 - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 06/04/2017
Idade : 22
Localização : Wars Island (North Blue)

Tróia - Parte 2 - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Tróia - Parte 2   Tróia - Parte 2 - Página 2 EmptyQui 15 Fev 2018, 03:10

Akame Songs


O Boxeador estava pronto pra o sacrifício, sacrificar a suada mochila que conseguiu ele partia para cima do inimigo mas no momento que ele executava o movimento era uma patrulha de marines, eles estavam fazendo uma “Ronda” pelo local, e vendo os barulhos avançava Achiles apontava a direção, pois os Bandidos corriam no mesmo segundo ao ver as criaturas fardadas. -Está bem garoto?- e ele falava que os bandidos tinham ido pra tal lugar e o marine compreendia como um sim. Isso fazia o garoto poder se ver finalmente livre.

Ele então seguia pra o Quartel, não tinha se ferido nesse combate mas podia ter acontecido, aquilo apenas mostrava como a cidade era também perigosa, não que houvessem lugares de fato seguros mas apenas que aquele era um ambiente mais abandonado agora seria mais fácil pra ele entender a raiva dos capiais, que anteriormente tiveram aquele surto de não querer pagar seus impostos, se ele que era um homem de fato forte se sentiu pressionado mesmo que bem pouco, o que um cara mais fraco pensaria vendo que homens como aqueles seguiam pelas ruas? Bom agora ainda não poderia fazer paradas.

A neve estava forte, um pouco pior do que quando ele veio, mal dava pra enxergar algo distante, apenas o enorme mar branco de neve que crescia cada vez mais, e junto com a neve o vento que a carregava, assim como quando lutava contra o espadachim era uma batida forte, parecia perseguir o homeme que mais uma vez enfrentava um clima inóspito, desde sua primeira missão, isso parecia perseguir, diferente de sua vinda, onde tinham pessoas pelas ruas e crianças brincando, o cenário mudou muito um vazio enorme preenchia as largas ruas, as árvores começavam a ser encobertas de neve, já que apesar de já ter neve sobre elas ainda não chegava a cobrir elas com a alva cor, mas apenas mostrar um pouco delas por cima.

As casas traziam janelas agora fechadas e muitos poucos dos moradores estavam nelas, até algumas lojas começavam a fechar com o “temporal” ainda não surpreendente. Depois de alguns minutos andando o jovem estava frente ao QG e caminhava adentrando, não tinha problemas pra chegar em seu interior, e agora era tudo mais seguro, não havia assim tanto risco de perder a mochila. Quase chegando na sala do superior Yami vinha de trás dele, seguindo para o dormitório, devia estar pelo refeitório. - Olha só voltou vivo, vamos ver por quanto tempo você passa de missão em missão hahaha.- E passava direto sem esperar qualquer coisa, mantinha um passo apressado, e carregava algo nas mãos, um colar aparentemente, mas não tinha como notar isso perfeitamente, apenas a corrente metálica fininha, estava com o uniforme, devia talvez ir se trocar.

A porta estava fechada, mas o jovem não pensava muito, ele ate ia bater, mas quando tocava a empurrava, e abria, provável que devia ter sido mal fechada, Akame estava diferente com uma roupa mais à vontade e tocava um violão perto da janela enquanto cantava alguma coisa não deu pra ver exatamente o que, ou na verdade não conhecia a música, mas vendo o jovem entrar ela parava levantando e saindo de perto da janela. Ele poderia ver mais de um maço de cigarros apagados ali no cinzeiro e outro sobre um criado mudo, ela devia estar tendo um momento muito pessoal, muitas bebidas vazias estavam em um cantinho.

Já de pé ela se dirigia para trás do balcão central onde normalmente ficava, os papéis que antes estavam lá, já não apareciam mais por ali o que devia indicar que ela tinha terminado todo o serviço. -Sabia que eu tinha contado errado e faltava 1.- Ela então pegava a caneta e mais um papel e olhando pra ele com uma cara calma seguia. - Me entregue o dinheiro e a ata, vou conferir se está correto antes de mais nada.- Ela pegava uma folha simples pra ele e uma caneta também, e olhando bem pro rosto dele parecia que tentava extrair alguma coisa dele, não se sabe o que exatamente. -Bem já que chegou aqui, escreva pra mim o relatório, já que eu contarei o dinheiro.- depois disso ela levantava e fechava a porta, dessa ver bem fechada pra não ocorrer de alguém entrar sem bater no recinto, não que fosse perigoso deixar a porta aberta no QG mas era sempre uma contagem de dinheiro e o que se pode evitar melhor que se evite.

Depois que tudo estivesse terminado, ela relembraria, Achiles. - Ramiel passou aqui mais cedo pediu que eu te avisasse que ele estaria te esperando na pista do porto, é um lugar que ele treina, disse que você acharia.- Ela estava pensando bastante no que o ceifeiro tinha dito a ela, palavras que o boxeador não sabia, mas que a jovem Akame sim, ela era a mais jovem mulher do QG e dessa forma muitos a viam como fraca, ou outros contavam piadas dizendo que a mesma não estava no cargo por mérito, ela tinha um apreço a mais pelo homem, justamente por ele jamais ter entrado nisso e ainda a defender uma vez. De fato sua forma jovial se mostrava demais, e talvez fosse por isso que todos os holofotes acabassem se focando nesse detalhes, uma aparência inofensiva, ainda mais depois de ter ouvido a bela voz acompanhada da batida de violão anteriormente, a pergunta que não quer calar é, por que fumava tanto ali, e por que bebia tanto? Apenas gosto? Ou algo tinha acontecido a ela, é… esse era um dos mistérios que fica no ar, uma hora ele descobriria, ou jamais, apenas o tempo dirá dessa vez, quantos desses rostos ele vai rever? E ate mesmo quantos dos seus primeiros parceiros irão tão longe quanto ele? Eram todos grandes mistérios que um dia estarão escritos nas linhas do caderno do destino.

Spoiler:
 

____________________________________________________

Make love, not war


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

2017 Achievements:
 


2018 Achievements:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Achiles
Sargento
Sargento
Achiles

Créditos : 47
Warn : Tróia - Parte 2 - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 01/09/2017
Localização : The Wonderful Land - 1º Rota

Tróia - Parte 2 - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Tróia - Parte 2   Tróia - Parte 2 - Página 2 EmptyDom 25 Fev 2018, 01:53


Tróia - Parte 2





Estava disposto a largar um dos bens que havia comprado recentemente e felizmente isso não havia sido preciso, antes de eu poder começar o meu ataque contra os dois patifes apareceram marinheiros que espantaram os homens, aquele clima de neve realmente não estava favorecendo o meu jeito de lugar e precisava pensar em algo para usar em solos como aqueles que não fossem apenas arremessando e tentando pegar de surpresa.

Meu caminho do QG era através de uma tempestade de neve que não vinha a calhar, eu nunca havia sentido tanto frio em toda a minha vida, Shells era uma cidade bem mais pacífica da qual não nevava tanto, Loguetown realmente era uma ilha nevada? Não havia certeza alguma sobre isso e não sei se era naquele dia que eu descobriria.

Em meio ao QG me encontrei com Yami pelo caminho que ainda continuava com seus comentários nojentos de um ser mais do que escroto, esse verme ainda me dava nos nervos. A sala de Akame estava meio aberta na hora que toquei e podia se ouvir o som do violão com uma voz bem suave cantando uma música da qual não reconhecia. Ao entrar na sala via a garota com seus cigarros e sua bebida, com um belo violão segurando perto de uma janela da mesma.

Em meio aquele momento pessoal não poderia deixar de me apresentar visto que estava ali para entregar o objetivo de minha missão. Ela havia terminado todos os papeis que tinham em sua mesa e me pedia para entregar tudo. De boa vontade entregaria a minha mochila para a mesma onde havia guardado todo o dinheiro de minha missão para a garota esperando que a mesma conferisse tudo o que estava certinho e mais.

Era necessário realizar um relatório e começaria a fazer o mesmo sem pensar duas vezes, com o papel e caneta em mãos começaria a escrever tudo o que havia passado em meio ao transtorno daquela coleta de impostos.

Missão escreveu:
Achiles Wolf - Agente em Treinamento.

A coleta começou simples, comecei seguindo as direções dos quais foram me indicadas para o sul procurando pelas casas conforme a prancheta estava a indicar, a região é um pouco mais isolada, mas há moradores para quem devia fazer a coleta. Com todos os meus pertences comecei as abordagens da maneria que foi me instruído, mostrando a intimação apenas quando necessário e me apresentando como um agente do governo.

Não houve complicações com as casas até que chegou o momento em que fazendeiros furiosos se negaram a pagar pelos impostos devido aos seus animais terem fugido do cercado e estavam a culpar o governo por uma dessas causas por não ajudarem os moradores. Como um bom agente e coletor considerei a proposta de ajudá-los para ter um melhor lucro para o governo ao invés de apenas marcá-los como negados.

Fiz a procura e achei os animais foragidos trazendo-os até o cercado certo e conquistando uma melhora do humor dos moradores após conseguir que todos pagassem os seus impostos me dirigi para as últimas casas das quais comecei o meu retorno até o QG da marinha para a entrega dos impostos.

Em meio ao caminho fui pego de surpresa por uma emboscada de dois ladrões que deram um certo trabalho, consegui escapar de ambos sem perder nenhuma quantia e eles infelizmente também escaparam, o dinheiro era prioridade para o governo e para minha missão, o primeiro usava um bastão marrom, estava todo encapuzado em branco com uma máscara branca, roupas urbanas simples. O segundo era mais descarado, usava apenas uma bandagem para tampar o seu rosto e o seu cabelo moreno, roupas urbanas simples como o primeiro, mas este estava mais parecendo um marginal.

Cheguei até o quartel general do qual me reportei para Akame, fim da coleta.



Me acomodaria melhor ajeitando as minhas costas tentando me espreguiçar ao máximo e escutaria o que Akame tem me a dizer sobre Ramiel, como um aceno de cabeça como positivo indicando que havia entendido diria para a mesma. - Agradeço pela informação, estarei me dirigindo até Ramiel nesse momento, tem mais alguma coisa que queira que eu faça? - Esperaria alguma resposta esperando que a mesma fosse não, queria encontrar o ceifeiro logo pois haviam perguntas a serem respondidas e queria alguns ensinamentos sobre batalha sobre o mesmo vendo que ele era bastante experiente sobre isso.

Com tudo em ordem, pegaria os meus pertences de volta, lembraria de esvaziar bem os bolsos do mesmo de qualquer dinheiro de imposto que havia restado sobre o mesmo e falaria para a jovem. - Você tem uma voz bem doce, gostaria de vê-la mais vezes. Tenha um bom dia, Akame. - Sorriria para a garota mesmo que isso fosse inadequado, minha ideia não era seduzir e apenas provocá-la, tentar deixa-la mais tranquila ou coisa parecida.

Meus próximos passos seriam começar a caminhar em direção ao porto, não sabia bem a direção exata para o mesmo, mas tentaria lembrar pelos caminhos que estive andando e da forma que cheguei a Loguetown pelo mesmo, não deveria ser difícil encontrar tal direção provavelmente onde começaria a olhar a todos ao meu redor, tentaria ficar sempre atento e evitar usar becos ou vielas para não ser surpreendido mais uma vez. O solo ainda estava nevado e isso me prejudicou muito no último combate do qual não consegui acertar nenhum golpe, como posso ficar mais forte mesmo tendo um terreno completamente desfavorável para mim? Creio que Ramiel possa me ajudar nisso.

Em caso de não estar conseguindo lembrar a trajetória ou acabar demorando muito para conseguir colocar em caminho, procuraria por algum cidadão que estivesse passando, olharia em sua direção com um sorriso no rosto e meio envergonhado. - Você poderia me dizer para onde fica o porto? - Agradeceria e seguiria para a direção indicada se fosse me dita, caso a pessoa não soubesse para onde ficasse ou não quisesse me dizer, tentaria agradecer com um aceno na cabeça procurando por outra pessoa que pudesse me dizer.

Ao estar perto do porto começaria a procura pelo agente, estaria disposto a focar toda a minha visão e ficar parado tentando procurá-lo, caso não encontrasse começaria a andar pelo porto tentando olhar por toda a minha volta andando lentamente procurando pelo mesmo, ao avistar Ramiel seguiria correndo em sua direção ajeitando as minhas luvas em minhas mãos feliz por ter um novo conforto para novos combates, não poderia esperar mais para ter uma boa luta logo, meu sangue ferve por isso! - Ramiel! Estou aqui!

Estaria pronto para qualquer uma de suas ações, seguiria-o se fosse me pedido do mesmo jeito que aguardaria se ele houvesse que fazer alguma coisa sentando-me em algum lugar esperando por sua presença, em algum momento oportuno procuraria perguntar para o mesmo. - Você tinha me dito mais cedo sobre Minks?! Fico curioso sobre isso. Quanto aos impostos que havia me dito mais cedo eu consegui recolhê-los, mas tive dificuldade com trombadinhas em meio a um beco cheio de neve, foi completamente diferente do que lutar em conomi, mal consegui acertar um soco. - Esperaria uma resposta do mesmo me preparando para ditar outra pergunta.

- Eu acho que estou precisando de uma proteção extra para evitar esses golpes e um pouco mais de dicas sobre combate, será que você consegue me ajudar com isso? Tive grandes dificuldades das últimas vezes. - Ramiel foi um bom conselheiro e esperava que o mesmo pudesse me dizer e ensinar coisas relacionadas a isso, estaria pronto para qualquer um de seus ensinamentos ouvindo claramente o que ele tem a me dizer seguindo-o se necessário para qualquer lugar.









Objetivos:
 

Histórico:
 

Off:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Ficha na Sign

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Mephisto
Caçador de Recompensas
Caçador de Recompensas
Mephisto

Créditos : 111
Warn : Tróia - Parte 2 - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 06/04/2017
Idade : 22
Localização : Wars Island (North Blue)

Tróia - Parte 2 - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Tróia - Parte 2   Tróia - Parte 2 - Página 2 EmptySeg 26 Fev 2018, 12:35

Akame Songs


Na sala o garoto escrevia o relatoria, enquanto a mulher contava todos os beris, a soma final estava correta, e assim que terminava o relatório o garoto se preparava pra partir, se despedindo da mulher, ele de certa maneira tentava provocar, mas Akame mantinha a mesma expressão no rosto, como se aquilo não a afetasse, talvez os anos de treinamento como agente tivessem feito de certa forma essa marca dura, de apenas ouvir sem reagir muito, eles se despediam e logo a partida do garoto era viável, o que o colocava mais uma vez no meio da neve, ele caminhava calmamente ate o porto, era um caminho simples, e ele tinha saído de lá na noite anterior, simplesmente tal coisa proporcionava com ele tivesse certeza de pra onde sua caminhada o levaria.

Ao chegar no lugar, era possível ver um imenso vazio, não havia nada lá praticamente, barcos cobertos de neve, mas as pessoas nem mesmo estavam perto dali, apenas Ramiel estava sentado em uma das beiradas do porto, onde parecia observar… é… ninguém sabe, talvez o horizonte, o garoto então chamava a atenção dele, falando que estava ali, ele apenas confirmava com a cabeça levantando de onde estava, e esperando que o garoto terminasse de falar ele começava. -Calma rapaz, deixe as coisas acontecerem no tempo delas, aqui nessa neve não vai ter como resolvermos muita coisa, a maioria fecha mais cedo essa hora, e pra essas coisas se precisa de um pouco mais de dinheiro.- ele dava uma leve risada quando terminava de falar isso, e pegava umas faixas.

- Vamos parte por parte, certo, o que mais quer saber sobre minks? E sim eu posso te ensinar algumas coisas sobre combate, mas primeiro os minks.- Ele completava apenas falando um pouco mais sobre e esperando que Achiles acompanhasse o raciocínio, talvez depois de tudo ele tivesse mais perguntas que respostas. -Com tinha explicado, eles são como híbridos de humanos e animais,, Alguns vem de Kyanon island, outros de algum lugar no novo mundo, mas a origem deles pode ser qualquer lugar atualmente, visto que eles se espalharam pelo mundo, claro que eles não tem uma população grande fora dessas ilhas base, onde eles se centralizam.- completaria isso esperando agora o que o garoto teria pra dizer sobre isso, ele estava bem mais calmo que em outros momentos hoje, parecia ter tomado um bom chá.

Ramiel tinha muitas coisas em sua mente naquele momento, basicamente o garoto era um boxeador, ele poderia ensinar coisas a ele, mas talvez ele não fosse o melhor mentor pra estilo de combate, ele poderia ajudar em táticas gerais, e isso de certa forma era mais valioso do que ensinar o estilo de combate em si, e além disso tinham muitas outras coisas que ele poderia repassar, inclusive um treino intensivo no futuro, mas isso ficaria pra um pouco mais a frente, ele não sabia o quanto o garoto teria evoluído, e isso era algo que ele teria que testar futuramente antes de jogar ele num barco pra Grand Line, e claro, ele tinha que subir um pouquinho a patente, Ramiel poderia fazer esse teste a qualquer hora, mas achava que ele precisava de mais uma missão arriscada, e ser posto a prova dentro de campo uma vez mais, isso por que quando analisamos tudo, a Grand Line é um lugar muito mais perigoso, ate mais que estar preso numa ilha cheia de revolucionários querendo sua cabeça.

Spoiler:
 

____________________________________________________

Make love, not war


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

2017 Achievements:
 


2018 Achievements:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Achiles
Sargento
Sargento
Achiles

Créditos : 47
Warn : Tróia - Parte 2 - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 01/09/2017
Localização : The Wonderful Land - 1º Rota

Tróia - Parte 2 - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Tróia - Parte 2   Tróia - Parte 2 - Página 2 EmptySeg 26 Fev 2018, 14:41


Tróia - Parte 2





Akame ignorava a minha cantada como era de se esperar de uma superior e eu seguia o meu caminho em direção ao porto, minha memória estava boa e conseguia seguir tranquilamente pela neve que ainda estava na ilha continuando a me incomodar bastante com esse tipo de solo. Ao chegar ao porto me estranhava com a pouca quantidade de pessoas que haviam por ali, aquele frio realmente estava pegando a ilha de jeito tornando os lugares mais comuns em deserto.

Não demorava para encontrar Ramiel que parecia estar olhando para o horizonte, nada me parecia bem específico para a direção que estava olhando e para mim ele estava apenas pensando em sua vida. Ele já estava a minha espera e eu parecia mais apressado que o costume, mas estava feliz e bem empolgado em continuar aprendendo sobre coisas novas e todas as minhas experiências recentes haviam sido bem excitantes até agora e não tinha parado para descansar ou pensar nisso direito sempre reagindo direto as ações.

O homem me dizia mais sobre os minks e pedia para eu ter calma sobre instruções de combate, aproveitando da deixa sobre perguntas, começaria com uma simples exibindo a curiosidade médica sobre a anatomia desses híbridos. - Eles possuem uma anatomia meio a meio, mas seus órgãos são mais humanos ou animais? Deveria cuidar de um mink da mesma forma que um humano ou deveria aprender mais sobre a anatomia animal? - Colocaria a minha mão em meu queixo, era uma das dúvidas que eu tinha, se eu precisasse salvar Rannah ou qualquer outro companheiro híbrido precisava saber como e isso era mais importante para mim do que qualquer outra coisa.

Colocaria me a pensar tentando me manter descontraído embora as dúvidas viessem em minha mente, procuraria continuar com o meu sorriso no rosto e olhar ao redor, estaria procurando por mais pessoas e preferencialmente híbridos por ali. - Eu fico curioso sobre como seriam essas ilhas e um mundo repleto de minks, você disse novo mundo, seria a grand line? - Era uma expressão do qual não havia ouvido antes e que também me trazia dúvidas, das minhas histórias meu pai sempre foi bem reservado quanto ao mundo, não é atoa que eu vivia em uma única ilha sempre ajudando os outros e acabei tendo um déficit em conhecimento sobre o mundo exterior.

Não entendia muito bem o porquê de estarmos no porto, era um lugar bem aberto e tudo mais, mas por que ali? - Por que estamos no porto? Por que não qualquer lugar como o QG ou coisa parecida? - Estava pensativo sobre os motivos de Ramiel, sobre o que o homem estava pensando?

Em todo esse tempo desde que fui recrutado eu simplesmente não havia parado bem até agora, estive sempre tratando de missões e descansei bem pouco, lutei diversas batalhas e talvez tudo isso esteja me modificando, costumava andar bem mais despreocupado procurando frutas em uma ilha totalmente nova, mas essas experiências anteriores costumaram me deixar mais alerta ao que acontece ao redor. Agacharia ao chão e procuraria recolher um pouco da neve no chão, observaria a mesma curiosamente e miraria em um ponto específico no mar, recolheria uma pequena quantidade tentando formar uma bola, me levantaria e tentaria lança-la com a maior força que adquirisse em meu braço direito.

- Estou me sentindo bem melhor do que das últimas vezes, tive contratempos em meio ao dia enfrentando dois ladrões, mal pude fazer alguma coisa e isso me deixa irritado. Eles não demorarão para atacar outras pessoas, isso se já não estiverem fazendo isso agora. - Agarraria ao meu bolso, precisamente no relógio e procuraria retirá-lo de meu bolso olhando o seu horário e a foto de meus pais. - Eu realmente preciso ficar mais forte. - Apertaria um pouco o mesmo e guardaria no meu bolso novamente.

Atirar uma bola de neve não era nada demais, não forçaria bastante os meus músculos nisso, mas era apenas um teste e uma distração da qual queria realizar na curiosidade daquela neve. Voltaria a me focar em Ramiel. - Ramis, me ajude a me tornar mais forte. - Olharia determinado para o mesmo. Tudo isso me lembrava quando meu pai começara a me ensinar técnicas de combate, ele foi um ótimo mentor e sempre me tratou rigorosamente, se tem alguém quem devo agradecer por estar vivo foi aquele homem, não houve outra pessoa melhor do que ele e eu tenho que orgulhá-lo a cada momento, chegará o dia que eu farei justiça, mas no momento eu devo me focar em me tornar mais forte e não conheço outra pessoa que possa me ajudar melhor do que um agente experiente como o ceifador.

Estaria disposto a segui-lo para qualquer lugar, andando sempre ao seu lado ou um pouco mais atrás, olharia ao redor continuando a minha procura por minks ou coisa parecida, minha curiosidade ainda estava desperta e minha fome de conhecimento era gigantesca, talvez até a fome normal pudesse começar a ocasionar vendo que mal havia me alimentado nos últimos dias e tudo mais.

- Eu sempre ouvi histórias sobre híbridos peixes também, diziam que eles eram sempre bem agressivos e a pior raça do mundo, que deveriam ser extintos, mas nunca cheguei a ver nenhum desses, o que você tem a me dizer sobre eles? - Eu colocaria a minha mão sobre o meu queixo tentando despertar a minha memória. - Acho que chamavam eles de tritões, mas não sei se a histórias são reais. - Questionaria a mim mesmo sobre isso, já havia tido bastante tempo que havia ouvido essas histórias quando brincava com outras crianças e juntávamos para contar histórias de terror ou coisas parecidas.








Objetivos:
 

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Ficha na Sign

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Mephisto
Caçador de Recompensas
Caçador de Recompensas
Mephisto

Créditos : 111
Warn : Tróia - Parte 2 - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 06/04/2017
Idade : 22
Localização : Wars Island (North Blue)

Tróia - Parte 2 - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Tróia - Parte 2   Tróia - Parte 2 - Página 2 EmptySeg 26 Fev 2018, 20:26

Call Of Destiny


As perguntas do jovem era bem o que ele esperava mesmo nada muito fora do comum, agora Ramiel entendia melhor, não era como se ele apenas não entendesse muito do assunto, ele era um leigo completo relacionado a todos os assuntos abrangiam os minks, ele teria que falar um pouco mais. - Bem eles por dentro são humanos de certa forma, não precisaria de algo a mais pra tratar deles, se bem que alguns conhecimentos de veterinária podiam ajudar com possíveis pulgas hahahaha.- ele fala dando uma risada mas no final ficava pensativo, onde aquele garoto morou esse tempo todo? Bem não deveria ser tão fácil ver eles por lá nesse caso, Shells não era uma ilha lá tão grande, por mais que tenha seus méritos.

Mas as perguntas dele não acabaram essa era mais interessante, na verdade era uma informação pouco difundida, então era todo sentido que ele perguntasse, mas logo o ceifeiro tinha a resposta na ponta da língua. -Sim é uma das metades da Grand Line, existem duas partes, a primeira chamada Paradaisu, na verdade batizada assim para os que foram na segunda metade que chamam de Novo Mundo, e o todo disso é a Grand Line.- explicava ele sobre o lugar enigmático que o garoto perguntava, era algo interessante, e na verdade Ramiel só sabia disso por ter estado na Gl a tempos e só voltado aos blues por um motivo ainda misterioso, alguns dizem que uma missão e outros que apenas ele voltou pra ver uma mulher, bem talvez a missão dele fosse uma mulher se ligarmos as pontas, mas isso não é tão lógico quando se fala em voz alta.

E a outra pergunta do garoto pegava o grandão de surpresa. “por que?” ele pensava, na verdade ele nem pensou muito nisso, apenas que gostava do porto e ia passar a tarde aqui, dessa forma ele formulava uma resposta na mente antes de falar, ele lembrava na verdade de um lugar com neve dando no umbigo dele ali perto. - Há isso… é… que… tem um lugar ali, cheio de neve, da acima do umbigo, achei que seria legal treinar resistência lá, correndo dentro da neve, tá bem fundo então vai ser algo bem divertido de fazer Hahahaha. - “Esse garoto quase me pega agora” pensava ramiel por alguns instantes, ele fazia perguntas tanto quanto uma criança curiosa, que vai perguntando ate não se ter uma resposta concreta pra algo, não que ele não gostasse disso, na verdade, era uma das coisas que ele havia apreciado no garoto, que é o de ele não ser alguém convencido, e realmente ouvir as coisas, e pegar o conhecimento de forma que agregasse pra seu futuro.

O garoto então abaixava pegando uma bola de neve enquanto falava algo bem estranho sobre atacarem pessoas, ou ao menos algo assim, ele não tinha certeza do por que ele dizia isso mas ainda nesse momento ele olhava a hora no relógio, eram agora 16:15, ele então chamava o homem perguntando se ele podia deixar ele mais forte mas na cabeça do ceifeiro estava uma coisa “Rame? De onde ele tirou essa?” era engraçado pra ele essas coisas que o garoto falava e fazia. -Certo, a gente vai treinar, olha lembra do lugar com gelo? Me siga.- e ambos começavam a caminhar era bem perto do porto ficava em baixo do que seria um tipo de ponte, e ia seguindo em uma estradinha. Antes de Ramiel explicar como seria o treino ele tinha uma última pergunta sobre os tritões, que era assim respondida também. - Bom os tritões eles são como os minks, mas são meio-peixes, nem todos são maus, eu já tive amigos tritões, a maldade é como eu te disse antes, depende de cada ser, existem humanos mais malvados que os tritões, e tritões melhores que humanos, isso tudo é relativo.- explicava ele sobre esse ponto.

Ele estralava os ossos e se preparava movendo os braços pra frente, e dessa maneira, era hora de adicionar mais detalhes. - Bem a ideia é correr nessa neve mas!! Não apenas correr nela! Quero que avance no pique, movimentando a cintura, pra treinar sua flexibilidade ai, mova como se fosse um 8- falaria explicando enquanto olhava pra ele estava interessado em testar o vigor do rapaz ao fazer isso o próximo passo ele explicaria depois da corrida ate ali já estava bom, ele correria junto pra ver mais da resistência do garoto, isso poderia ajudar ele ter melhor noção de o quão rápido poderia ter ficado nesse meio tempo, assim como de o que poderia fazer ao fim de tudo, toda a parte a seguir dependia dessa em específico pra funcionar. Por mais simples que ela parecesse, era como ver se ele estava pronto para o próximo passo do que faria, e partir dali as decisões vão ser tomadas.

Spoiler:
 

____________________________________________________

Make love, not war


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

2017 Achievements:
 


2018 Achievements:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Achiles
Sargento
Sargento
Achiles

Créditos : 47
Warn : Tróia - Parte 2 - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 01/09/2017
Localização : The Wonderful Land - 1º Rota

Tróia - Parte 2 - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Tróia - Parte 2   Tróia - Parte 2 - Página 2 EmptySeg 26 Fev 2018, 23:32


Tróia - Parte 2





Ramiel era bem paciente com as minhas perguntas, talvez estivesse perguntando bem mais do que a paciência pudesse aguentar, mas o homem não se irritava e parecia se divertir respondendo as mesmas o que me deixava mais tranquilizado sobre isso. Segundo ele, não havia necessidade em saber um conhecimento a mais quanto a cuidar de um mink e me explicava melhor sobre a grand line que era dividida em duas partes, o quão grande é esse mundo?

Quanto a localização parecia tê-lo pego de surpresa, ele me dizia sobre um lugar com neve até o umbigo e isso não era uma das melhores notícias, ainda estava meio receoso quando se tratava de neve e em um volume tão grande já que não havia me dado bem das últimas vezes com esse tipo de solo. Sorria quando o mesmo dizia que iríamos treinar e isso começava a me empolgar novamente, conseguia sentir o meu sangue começando a esquentar em meio ao frio que estava fazendo pela empolgação

Caminhávamos seguindo o trajeto que o ceifeiro indicava, não demorava muito para ver a neve enorme acumulada a nossa frente e antes de começarmos com aquilo havia uma última pergunta a ser respondida, sobre tritões. Ele me dizia que eram quase iguais aos minks, mas eram peixes ao invés disso, talvez as histórias massacrassem demais esse tipo de híbrido por algum motivo, mas não tenho dúvidas nenhuma que há pessoas muito piores independente da raça.

Ramiel se preparava para andar em meio aquela neve comigo e me lançava um desafio para me movimentar em oito e movendo a cintura, não havia entendido bem o que ele havia a passar através daquela explicação ficando um pouco confusa, mas entendia que havia de treinar e melhorar a minha movimentação em meio a toda aquela neve. - Movimentar-me em oito em meio a essa neve? - Ainda meio confuso havia de tentar mesmo não tendo entendido muito bem.

Colocaria-me pensativo sobre o obstáculo a minha frente, qual seria a melhor forma de prosseguir diante toda aquela neve até o umbigo e que conseguisse ser rápido, precisava fortalecer as minhas pernas mantendo um ponto fixo ao solo e para não perder o equilíbrio usar os braços de maneira nivelada agarrando-me a neve e abrindo um espaço para que o meu corpo pudesse passar sem grandes dificuldades.

Flexionaria os meus joelhos para ter um melhor centro gravitacional e consequentemente um melhor equilíbrio, começaria a concentrar as forças em minhas panturrilhas e pés deixando-os levemente inclinados e daria um pequeno avanço a minha frente, com minhas mãos procuraria enfia-las na neve e empurrá-la para os lados direito e esquerdo tentando abrir um caminho em meio aquela neve, meu movimento se assemelharia a um pêndulo de um lado para o outro e minhas mãos procuraria seguir como um "∞" retirando a neve a minha frente.

Em meus pensamentos esse era o movimento mais adequado para encarar aquilo, com a neve sendo jogada para trás me permitiria avançar melhor. Manteria a minha respiração constante, respiraria fundo pelo meu nariz e expiraria pela minha boca sempre em constância com os movimentos tentando avançar o máximo que eu pudesse em meio a neve.

Se em algum momento percebesse que os movimentos estivessem me deixando cada vez mais lento procuraria tentar forçar mais os braços, pernas e minha respiração para estar sempre em constante movimento. Olharia para o meu lado para ver se Ramiel estivesse me acompanhando ou estivesse a minha frente, procuraria observar os movimentos que ele estava usando para superar aquele obstáculo e começaria a adaptar os meus aos dele estando disposto a mudar a forma que mexesse as minhas mãos ou pernas e seguisse conselhos se fossem me ditos procurando sempre estar em um constante avanço.

Caso o meu corpo começasse a fraquejar em meio aquilo procuraria tentar acelerar para aumentar a minha temperatura corporal, aquele frio não me faria nem um pouco bem e provavelmente acabaria me deixando com hipotermia uma hora ou outra com minhas vestimentas nada adequadas para o clima frio que estava fazendo naquela ilha.

Se chegássemos ao fim daquilo procuraria olhar para Ramiel já tentando retirar qualquer resquício de neve das minhas vestes balançando-me para o lado e para o outro e tentando esfregar os meus ombros para aumentar a temperatura do meu corpo mais uma vez embora a adrenalina também ajudasse bastante nisso não achava que seria capaz de mantê-lo aquecido apenas me  movimentando.






Objetivos:
 

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Ficha na Sign

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Tróia - Parte 2 - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Tróia - Parte 2   Tróia - Parte 2 - Página 2 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Tróia - Parte 2
Voltar ao Topo 
Página 2 de 7Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: East Blue :: Polestar Islands-
Ir para: