One Piece RPG
 A justiça brilhante, clareando o passado XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» [E.M] - Gostosuras e Travessuras
 A justiça brilhante, clareando o passado Emptypor Fran B. Air Hoje à(s) 19:53

» Livro Um: Graduação
 A justiça brilhante, clareando o passado Emptypor Jean Fraga Hoje à(s) 19:41

» Arco 5: Uma boa morte!
 A justiça brilhante, clareando o passado Emptypor Milabbh Hoje à(s) 19:28

» As Raízes do Vigilante Lucífugo
 A justiça brilhante, clareando o passado Emptypor Kekzy Hoje à(s) 18:29

» Meu nome é Mike Brigss
 A justiça brilhante, clareando o passado Emptypor Shiro Hoje à(s) 17:46

» 1º Tale - Where the Earth Meets the Sky
 A justiça brilhante, clareando o passado Emptypor ADM.Tidus Hoje à(s) 16:50

» Os 12 Escolhidos, O Filme
 A justiça brilhante, clareando o passado Emptypor Ceji Hoje à(s) 16:14

» Kit - Ceji
 A justiça brilhante, clareando o passado Emptypor Ceji Hoje à(s) 15:23

» [ficha] Arthur D.
 A justiça brilhante, clareando o passado Emptypor arthurbrag Hoje à(s) 15:15

» Mini-Aventura
 A justiça brilhante, clareando o passado Emptypor Makei Hoje à(s) 14:25

» [Mini-Aventura] A volta para casa
 A justiça brilhante, clareando o passado Emptypor Ryoma Hoje à(s) 12:40

» Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante
 A justiça brilhante, clareando o passado Emptypor Akuma Nikaido Hoje à(s) 12:34

» Mini-Aventura
 A justiça brilhante, clareando o passado Emptypor Makei Hoje à(s) 12:29

» Art. 4 - Rejected by the heavens
 A justiça brilhante, clareando o passado Emptypor Ryoma Hoje à(s) 12:04

» O Log que vale Dois Bilhões de Berries
 A justiça brilhante, clareando o passado Emptypor Takamoto Lisandro Hoje à(s) 11:06

» [Mini-Azarado] Um falastrão beberrento
 A justiça brilhante, clareando o passado Emptypor GM.Jinne Hoje à(s) 10:58

» Jade Blair
 A justiça brilhante, clareando o passado Emptypor Kylo Hoje à(s) 03:42

» Seasons: Road to New World
 A justiça brilhante, clareando o passado Emptypor Ravenborn Hoje à(s) 02:26

» The Victory Promise
 A justiça brilhante, clareando o passado Emptypor Akise Hoje à(s) 00:33

» Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas
 A justiça brilhante, clareando o passado Emptypor Fukai Hoje à(s) 00:27



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

  A justiça brilhante, clareando o passado

Ir em baixo 
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 62
Warn :  A justiça brilhante, clareando o passado 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 27
Localização : 1ª Rota - Karakui

 A justiça brilhante, clareando o passado Empty
MensagemAssunto: A justiça brilhante, clareando o passado    A justiça brilhante, clareando o passado EmptySex 26 Jan 2018, 00:43

A justiça brilhante, clareando o passado

Aqui ocorrerá a aventura do(a) civil Krish Nogard . A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Krish Nogard
Membro
Membro
Krish Nogard

Créditos : Zero
Warn :  A justiça brilhante, clareando o passado 10010
Data de inscrição : 22/12/2017

 A justiça brilhante, clareando o passado Empty
MensagemAssunto: Re: A justiça brilhante, clareando o passado    A justiça brilhante, clareando o passado EmptySeg 29 Jan 2018, 01:25

O que é você? Seu corpo? Mas e se eu cortar seu braço? Você poderá dizer "eu e meu braço". Seu braço não faz mas parte de você. Se eu cortar sua cabeça? Você dirá "Eu e meu corpo" ou "eu e minha cabeça"? Isso quer dizer que você é sua cabeça? Você não pode ser sua cabeça. Se a cabeça é sua, ela não é você, apenas pertence a você. Essa não é uma pergunta fácil de responder. O que é você? Você é... "Você"! Essa é a unica resposta possível. Mas na tentativa de se diferenciar dos outros, a primeira cosia que fazemos o nos definir, e pra isso, usamos nossas lembranças. Elas que nos formal. Nos somos, apenas, e somos graças as lembranças.

O que é você então, sem lembranças?

O jovem espadachim sabia que tinha que juntar as poucas coisas que sabia, e tinha que fazer isso o mais rápido possível. Caminhando por Torino Kingdom, o mais longe possível de qualquer pessoa, ele tentava juntar os fatos das noites anteriores. Já tinha se passado alguns dias desde que acordara naquela ilha, com absolutamente nenhuma memória. Krish lembrava de ter acordado na casa de uma mulher generosa, mas nada antes disso. Exceto as coisas que ela contara. Sobre a praia, restos de um naufrágio. O garoto na verdade lembrava de duas pessoas ainda: Um capitão risonho e uma garota de pele Ebano.
Pouco tempo depois de acordar na casa de maria, conseguiu um emprego como guarda de um ferreiro. Defendendo a loja de alguns bandidos ele havia conseguido uma das peças cruciais do quebra-cabeças que era seu passado: Ele sabia usar uma espada! Para o garoto isso apenas poderia significar que ele era um espadachim, um combatente na tripulação da qual fazia parte.
Por fim, o combate não fora um sucesso, e ele teria morrido, se não tivesse sido salvo pela marinha.

- Marinha... - Falou o jovem, pensando Alto.


A marinha por algum motivo causava um sentimento muito forte ao jovem. Talvez algo em seu passado tivesse a ver com aquela corporação, talvez algo tivesse ligado a ele. E depois de ser salvo pela marinha alguns dias atrás, a imagem do grupo como simbolo da justiça se consolidava em sua mente.

- Eu preciso lembrar... Mas até lá, eu preciso me ocupar com algo. - Falou ele parando sua caminhada. - Se eu conseguisse entrar na marinha...Talvez até pudesse me ajudar na investigação! - Concluiu com a voz sobressaltada!

Rapidamente Krish traçou em sua mente o que deveria fazer. Primeiramente ele iria procurar um porto na ilha, ele imaginava que boa parte das ilhas deveria ter um, então iria procurar. Caso encontre o porto, antes de tudo iria procurar um navio da marinha. Encontrando-o, ele iria até ele procurando qualquer marinheiro que pudesse responder minhas duvidas:

- Bom dia! Eu estou procurando saber onde eu poderia me alistar na marinha. Tem alguém com quem eu possa falar?

Caso não haja um navio, ele vai tentar falar com uma pessoa que pareça saber responder:

- Com licença senhor, eu gostaria de saber se existe uma base da marinha nessa ilha. Eu tenho interesse em me alistar mas não sei onde posso fazê-lo

Se existir a tal base eu vou agradecer, e rumar para lá. Do contrário, com um semblante entristecido, vou continuar.

- É uma pena... Existe algum barco aqui que possa me levar para outra ilha? Uma que tenha uma base? Posso pagar a viagem trabalhando!

Se ele puder me ajudar, vou até o barco que ele me indicar, procurar conseguir uma carona.



Objetivos
Spoiler:
 

Histórico
Spoiler:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
ADM.Ventus
Mercenário
Mercenário
ADM.Ventus

Créditos : 61
Warn :  A justiça brilhante, clareando o passado 10010
Masculino Data de inscrição : 15/12/2013
Idade : 25

 A justiça brilhante, clareando o passado Empty
MensagemAssunto: Re: A justiça brilhante, clareando o passado    A justiça brilhante, clareando o passado EmptySeg 29 Jan 2018, 10:18



Torino

Kris Nogard estava confuso, havia perdido algo precioso para os seres humanos e ao mesmo tempo algo precioso para a formação da identidade de um “ser” o que ele era agora que não se lembrava de seu passado, suas experiências e seus sonhos, mas suas dúvidas e seus medos cessavam ao pensar sobre a marinha o que o levara a mais perguntas sobre a mesma e sobre sua relação com a força militar. Correno atrás de suas respostas na ilha de Torino Kingdom o espadachim pode ver a neve cair por cima das arvores, da grama e é claro da colossal arvore de Torino Kingdom, a neve derretia assim que chegava no chão e nas folhas mas ainda assim era possível ver pequenos montes de neve se formando por aquele cenário, ao mesmo tempo não parecia haver construções ali tudo que Kris via era flores, mato e a grande arvore, mesmo não sendo dali Kris podia entender que aquele neve não era algo natural afinal o tempo não parecia estar tão frio para criar neve mas sempre que um floco de neve tocava na pele exposta do espadachim era possível sentir um frio assustador.

Confuso o jovem procurava um porto buscando ver algum navio no lugar mas não encontrava nada apesar da pouca neve ali Nogard não tinha dificuldade em ver naquele dia tão claro e calmo, não existia tal construção naquela ilha, os habitantes eram simples homens das selvas que viviam do que a ilha provia, vivendo em cabanas aqueles homens caçavam, pescavam e colhiam para viver não se via construções como lojas, forjas, portos ou ate mesmo QGs, aquele lugar era pacifico e simples demais para estabelecer uma cultura em base de comercio ou batalhas. O espadachim chegava a costa em que ele havia sido encontrado mas não havia nada para ele ali tudo que podia ver era uma navio muito a distância que passava seguindo sua rota, o garoto estava quase perdendo as esperanças quando viu um homem grande e forte andando pela costa, o homem tinha uma pele negra era grande com uma barriga avantajada mas seus braços e pernas eram fortes, o homem usava apenas uma calça de couro, em suas costas carregava uma lança e uma rede cheia de peixes imensos, o homem parou por um momento e ficou de costas para Kris, parecia estar apreciando a paisagem e vendo o navio que a distância parecia apenas um pequeno barco de brinquedo.

O homem não parecia ter notado Kris até ele se virar e perceber o espadachim ali parado que por sua vez se aproximou e perguntou sobre a marinha e sobre a possibilidade de alistamento. – Ma-ri-nha? Você falar de marimus? – o Homem parecia ter dificuldades de entender o que Kris havia dito mas o espadachim tentou mais uma vez de maneira mais lenta e calma. – Ah marinhos AHAHAHAHA sim, sim Bukka sabe dos marinhos mas não marinhos aqui, aquele barco é o único que Bukka viu a semanas. – Essa ultima parte o homem falou de um modo mais triste que Norgard não soube dizer se tal tristeza era por ele ou pelo próprio Bukka. – Vamos até Lucy! – Exclamou o grande homem em voz alta do nada assustando até mesmo o jovem espadachim. – Sim Lucy é boa em pensar bem, Lucy saber de coisas e saber sobre Marinhos também. – Bukka saiu andando em direção a grande arvore assumindo para ele que Kris o seguia.




Considerações:
 

OFF:
 


____________________________________________________


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
~[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]|[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]~
Olá Convidado seja bem-vindo(a) ao One Piece RPG.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Krish Nogard
Membro
Membro
Krish Nogard

Créditos : Zero
Warn :  A justiça brilhante, clareando o passado 10010
Data de inscrição : 22/12/2017

 A justiça brilhante, clareando o passado Empty
MensagemAssunto: Re: A justiça brilhante, clareando o passado    A justiça brilhante, clareando o passado EmptyTer 30 Jan 2018, 11:36

Depois de uma longa procura o primeiro sinal de vida humana encontrado por Krish foi um homem um tanto quanto peculiar. Talvez o jovem espadachim não entendesse onde estava metido, mas logo logo perceberia que as pessoas ali presentes não estavam tão... Aptas a ajudar. Chegando na praia Krish Via a distancia um barco muito muito distante, que no horizonte parecia um barco de brinquedo.
"Droga" Pensou. "Eu acho que já está muito longe para eu nadar até lá."
Foi então que alguém apareceu. O homem era grande, com muculos evidentes. Sua cabeça era tão pequena quanto sua barriga era grande. Ao ouvir a pergunta de Krish ele demonstrou não conseguir se comunicar muito bem. Talvez aquela ilha, que o garoto não conhecia muito bem, fosse habitada por pessoa primitivas. Foi então que ele citou uma tal Lucy...

- Lucy? Ela é a chefe por aqui? Bukka, por favor, gostaria muito de falar com ela.

Falando isso, o garoto segue o Homenzarrão. No caminho, sempre prestando atenção na paisagem ao redor, Krish pergunta a Bukka.

- Meu nome é Krish. Ele fala se apresentando. -Bukka, você disse que aquele era o ultimo barco que viu em semanas? O que houve? Nenhum barco vem aqui.?

Krish segue sempre atento a tudo ao redor. Cada segundo de observação é um pouco de conhecimento a mais sobre a ilha. E o garoto, genuinamente incomodado, sentiu quando o homem falou do barco com penar. Talvez, se houvesse um problema, ele pudesse fazer algo para ajudar. Mas até ali, tudo eram suposições.

Ao chegar em Lucy, Krish iria se aproximar demonstrando todo respeito a posição de chefe, que ele imagnara pertencer a ela. Fazendo uma reverencia, ele iria se apresentar, e contar sua história.


-Senhora Lucy? Meu nome é Krish Nogard. Sou na verdade um naufrago. Não lembro de meu passado, apenas de ter acordado na ilha a algumas noites. Desde então eu venho procurando uma base da marinha, onde eu possa encontrar ajuda em procurar meu passado. A senhora por acaso sabe como posso entrar em contato com eles? Eu não acho que existam marinheiros na ilha,
mas realmente não existe nenhuma forma de navegar até a próxima ilha?


Caso a mulher se mostre capaz de ajuda-lo, Krish agradecerá, e tentará partir o mais brevemente possível.
Voltar ao Topo Ir em baixo
ADM.Ventus
Mercenário
Mercenário
ADM.Ventus

Créditos : 61
Warn :  A justiça brilhante, clareando o passado 10010
Masculino Data de inscrição : 15/12/2013
Idade : 25

 A justiça brilhante, clareando o passado Empty
MensagemAssunto: Re: A justiça brilhante, clareando o passado    A justiça brilhante, clareando o passado EmptyTer 30 Jan 2018, 16:24



Torino

Bukka liderava o caminho enquanto cantarolava um “ la la la” com sua voz rouca em um tom de voz abobalhado, Krish acompanhava o grande homem enquanto passavam por uma vegetação tensa em direção até a grande arvore de Torino Kingdom, Krish pode ver a distância diversas cabanas de diversos tamanhos e formatos, de longe podia ver pessoas transitando pela mesma homens fortes e grandes até mesmo maiores que aquele que guiava o espadachim, via algumas mulheres carregando bebes amarrados em suas costas em uma espécie de cesto improvisado com couro e corda. – Hm... Não é bem isso não, pessoas não parar muito aqui, povo Torino não comprar coisas e não vender nada povo Torino fazer trocas boas mas barco não passar muito não. Apesar da explicação devassada o espadachim entendeu o que Bukka queria dizer, uma ilha que não comprava não chamaria atenção de navios mercadores tal ilha serviria apenas como ponto de troca caso algum mercador tivesse interesse em algum recurso da ilha.

Se aproximando da grande arvore Krish agora podia ver ninhos imensos no galho da mesma e nesses ninhos ele via aves gigantes que pareciam não ter vontade de voar naquele tempo frio, os pássaros pareciam abraçar uns aos outros em busca de calor e em baixo da grande arvore havia uma grande porta dupla com um belo adorno, suas maçanetas eram douradas, a porta em si tinha alguns desenhos em sua madeira, um desenho de uma grande arvore com pássaros imensos no céu e nos galhos enquanto na raiz e no chão próximo a arvore do desenho tinham pessoas, claramente uma ilustração daquela aldeia e de seu estilo de vida. Em frente a porta havia uma mulher trajando um vestido feito de pele de algum animal que Krish não conseguia identificar, em seu pescoço havia um colar feito de dentes. – Aquela Lucy, mulher ajudar tu, Bukka precisa ir agora depois Bukka voltar tchau Xis – Se despediu Bukka caminhando em direção a um grupo de homens maiores e mais musculosos que ele.

Nogard se aproximou de Lucy que a encarou com curiosidade, podia notar a surpresa nos olhos daquela mulher, o espadachim se apresentou e revelou suas intenções de maneira educada Lucy ainda parecia um pouco surpresa mas ouviu em silencio tudo que o jovem havia falado. – Prazer conhecer sr. Nogard, como o senhor já sabe eu sou Lucy a líder dessa aldeia. – A mulher falou de maneira educada e até mesmo um pouco cordial, diferente de Bukka que falava de maneira bruta e desastrada. – Sinto muito pelo o que houve com você espero poder ajuda-lo, mas bem como você já percebeu nós não possuímos uma base da marinha ou porto, nossa aldeia faz poucos acordos com o povo de fora no intuito de proteger nossa ilha e nossa cultura... – Falou a mulher levantando um dos dedos a altura de seu rosto e gesticulando de maneira suave para manter a atenção do espadachim. – Mas não estamos totalmente fora de contato com o mundo, temos um Den den mushi dentro da biblioteca que entra em contato com um navio da marinha que circula por essas bandas, se assim desejar posso entrar em contato com eles. - Lucy falou se virando para a grande porta atrás dela e ao abrir a mesma ela seguia para dentro da sala assumindo que o rapaz a acompanhava.

Dentro daquela sala podia se admirar uma imensa biblioteca dentro da arvore, milhares de livros em centenas de prateleiras que se estendiam a metros acima, a sala parecia ter diversos andares com uma escada circular que dava acesso aos mesmo, no centro da sala havia uma grande mesa algumas cadeiras a sua volta, haviam alguns imensos pufes espalhados pelo centro da sala, Lucy caminhou passando pelo centro da biblioteca enquanto Krish a seguia, andaram até o canto da sala onde tinha um grande armário de madeira fechado a regente de Torino Island abriu o mesmo revelando um grande caracol preto com uma imensa barba branca, a criatura abriu os olhos lentamente e depois de abertos ela miscou seus olhos diversas vezes como se estivesse acabado de acordar, seu casco era cinza e no topo tinha um telefone, Lucy pegou o telefone e o levou até a orelha mas antes de fazer a ligação ela percebeu o jovem ali e pareceu lembrar de algo. – Me desculpe Sr. Nogard mas tem algo que preciso conversar em confidencial com a marinha, poderia por favor esperar do lado de fora da biblioteca? Espere na aldeia sinta-se livre para dar uma volta eu vou ao seu encontro quando terminar aqui. – Falou a regente enquanto aguardava o espadachim se retirar para iniciar a sua ligação.




Considerações:
 
Legendas:
 
OFF:
 

____________________________________________________


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
~[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]|[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]~
Olá Convidado seja bem-vindo(a) ao One Piece RPG.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




 A justiça brilhante, clareando o passado Empty
MensagemAssunto: Re: A justiça brilhante, clareando o passado    A justiça brilhante, clareando o passado Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
A justiça brilhante, clareando o passado
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: South Blue :: Torino Kingdom-
Ir para: