One Piece RPG
A independência é uma delícia! XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» [MINI- Kiryu] Cumprindo uma promessa.
A independência é uma delícia! Emptypor Kiryu Hoje à(s) 21:17

» Capítulo I - Surgem os Eternos!
A independência é uma delícia! Emptypor Ripper Hoje à(s) 20:37

» Timbre Mudo
A independência é uma delícia! Emptypor Oni Hoje à(s) 20:20

» [MINI- Rmz'] Renegado
A independência é uma delícia! Emptypor Kylo Hoje à(s) 19:23

» ~ Mudanças Importantes ~
A independência é uma delícia! Emptypor DEV.Ryan Hoje à(s) 18:28

» [MINI - Lily Ann] Rainha das Rosas
A independência é uma delícia! Emptypor Kylo Hoje à(s) 17:48

» Phantom Blood
A independência é uma delícia! Emptypor Johnny Bear Hoje à(s) 12:12

» [Kit - MINK (Dramatical Murders)]
A independência é uma delícia! Emptypor Blum Hoje à(s) 11:58

» [MINI-Amador Amoroso] NANANAAA
A independência é uma delícia! Emptypor Kylo Hoje à(s) 04:42

» Apresentação - 2: Falência ambígua
A independência é uma delícia! Emptypor love.licia Hoje à(s) 02:21

» Fogo e Sangue
A independência é uma delícia! Emptypor Shroud Ontem à(s) 23:52

» [M.E.P] Rmz'
A independência é uma delícia! Emptypor Kylo Ontem à(s) 23:49

» Sem rumo definido
A independência é uma delícia! Emptypor PepePepi Ontem à(s) 23:13

» Deus não me ama
A independência é uma delícia! Emptypor Mirutsu Ontem à(s) 20:46

» A justiça não é cega!
A independência é uma delícia! Emptypor Wild Ragnar Ontem à(s) 20:00

» Stage 1 - Uma nova vida
A independência é uma delícia! Emptypor Bijin Ontem à(s) 17:25

» ☆☆I'm a motherf#$%in' starboy!☆☆
A independência é uma delícia! Emptypor Wild Ragnar Ontem à(s) 15:31

» Cap. 1 - Abrindo caminho
A independência é uma delícia! Emptypor Bijin Ontem à(s) 14:34

» Sons of Vermillion's Blood: Gênesis
A independência é uma delícia! Emptypor Hooligan Ontem à(s) 14:04

» 1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo!
A independência é uma delícia! Emptypor yaTTo Ontem à(s) 07:50



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


Compartilhe
 

 A independência é uma delícia!

Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 73
Warn : A independência é uma delícia! 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 26
Localização : 1ª Rota - Karakui

A independência é uma delícia! Empty
MensagemAssunto: A independência é uma delícia!   A independência é uma delícia! EmptySex 26 Jan 2018, 00:43

A independência é uma delícia!

Aqui ocorrerá a aventura do(a) civil Ryan Vougan. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
DEV.Ryan
Agente em Treinamento
Agente em Treinamento
DEV.Ryan

Créditos : 53
Warn : A independência é uma delícia! 10010
Masculino Data de inscrição : 17/11/2011
Idade : 28

A independência é uma delícia! Empty
MensagemAssunto: Re: A independência é uma delícia!   A independência é uma delícia! EmptyQui 01 Fev 2018, 19:50

Finalmente! Fazia já uns anos que Ryan estava determinado a sair de casa e bom, agora ele finalmente conseguiu. Atrás de seus objetivos, o nosso loiro estava agora atrás de sua liberdade, seus afazeres e sem que seus pais protetores possam interferir.

Flashback ~

Connan: - Eae filhão, já ta preparado para se tornar um Agente igual seu paizão aqui ?!

Que surpresa, seus pais queriam que ele realmente quisesse sair de casa !! É, talvez Ryan não estivesse tão preparado assim para sair da boa vida com os mesmos, ele tinha seu próprio quarto e era bancado por ambos, conseguia tudo que queria e quase todo dia eram festas em seu grande quarto nas cidades por onde passava:

- Sair de casa ?! Porque eu faria isso ?!

Sua mão se aproximava da sala, com seu longo vestido florido que mais se aproximava de uma camisola, Xena abraçava Connan e reforçava suas palavras. O rosto de ambos era de felicidade, talvez eles agora não suportavam mais estar bancando um homem crescido de vinte seis anos de idade. Ryan estava velho por assim dizer, sabia atirar, era extremamente sempre calmo com tudo e por fim amava coisas com grandes emoções, explosões, paixões de um dia. O típico adolescente não totalmente maduro e mimado, esse é o nosso bruto galanteador! Já estava no seu momento de finalmente conhecer tudo com seus próprios olhos e crescer:

Xena: - Ué ?! Você não acha que seu pai está certo ?! Pensa bem, você terá sua própria casa, sua roupa de Agente, ficará com sua própria grana pra ser gasta como quiser. Sua casa inteira pode ser uma festa, seu uniforme irá lhe deixar mais atraente do que já é. Poderá atirar por ae, sem que nós lhe impeçamos de atirar em algo !! Só lembre-se de seguir seus superiores.. Com todo treinamento que passou conosco, você com certeza está pronto..

Era isso, ele se encontrava no sofá, acabando com seus últimos petiscos salgados, umas gostosas batatinhas que sua mãe adorava fazer para ele, enquanto coçava seu saco e assistia televisão, prestando pouca atenção no que ambos diziam:

"Própria casa em festa, meu uniforme, eu mais atraente, poder atirar por ae, seguir o superior..."

- Tem razão!! Estou saindo exatamente agora.. - PAH! - Ryan batia a porta.

Sem dar qualquer tipo de despedida decente, ele apenas largava a tigela com batatas acima do sofá, saltava o mesmo, saia pela porta e a fechava!! Era algo muito rápido, sem qualquer tempo de reação de seus pais. Ah Ryan, porque você é assim ?! Os sorrisos no rosto de Connan e Xena eram largos, lágrimas escorriam por seus rosto até pingarem de seus queixos:

Xena: - Eles crescem tão rápido!!

Connan: - Sim!! - Secavam suas lágrimas - Vamos transar por toda a casa ?! Pra estrear logo isso ?!

Xena: - Achei que nunca fosse me convidar!!!!!!!!!

~ Flashback

Ainda caminhando sem ter noção de como fazer para se tornar Agente, Ryan com suas roupas ainda bem lavadas e arrumadas, sua camisa vermelha de sempre, calça jeans, suspensório e luvas, apenas seguiria seu caminho, pararia qualquer mulher dentro do padrão de beleza, para que pudesse arranjar informações:

- Olá.. Você sabe onde posso encontrar charutos?! E onde posso virar um belo Agente do governo ?! Nossa,
você é maravilhosa!! O que uma mulher tão linda estaria andando por ae e nada próxima de mim?


Mesmo que esta primeira não tivesse as respostas, ele a largaria no meio da rua e iria para a próxima mulher atraente e dentro dos padrões de beleza. Até porque, Ryan gosta de mulheres e qualquer homem que tentasse ajudá-lo, ele iria ignorá-lo. Não porque ele quer, mas porque ele não consegue prestar atenção em homens os quais não são seus superiores, assim como sua mãe havia lhe informado. O loiro é distraído demais pra prestar atenção em coisas nas quais não estão incluídas em seu objetivo!

Mas qualquer que fosse a informação passada a ele, sobre comprar charutos, ele já iria atrás do estabelecimento. Entraria no mesmo e diria no balcão:

- Gostaria de charutos!

Retiraria de seus bolsos quase todo o dinheiro que tinha e sem muita expressão, Ryan esperaria por seus produtos. Após nosso loiro conseguir o que desejava, tendo a informação de onde se alistar, o bruto apenas seguiria em passos calmos pela rua até o QG que pudesse se alistar. Estando fechado, ele iria querer saber sobre o porque estaria fechado com a pessoa mais próxima que passasse por ali:

- Porque está fechado ?!

Caso estivesse aberto ou abrisse, ele simplesmente entraria. Iria se dirigir a qualquer primeiro balcão que encontrasse e de forma rápida, ele diria:

- Quero ser um Agente do Governo gostosão!

Bom, mas nada disso poderia acontecer.. E caso não acontecesse, ele continuaria a procurar informações sobre como poderia se alistar, sempre com as mulheres mais belas que ele pudesse encontrar:

- Onde posso virar um belo Agente do governo, sua linda que ainda não beijou minha boca ?!

Com seu rosto sempre sério e seu olhar calmo, que não podia ser visto pois ele usava seus inseparáveis óculos escuros sempre.. Seu andar meio bruto, com seus grandes braços malhados e definidos largos e desajeitados, se movendo para frente e para trás. Mas o que será que estaria esperando por Ryan nessa grande e ainda curiosa ilha para o loiro.

Objetivo:
 

Histórico:
 

Citação :


~ LEGENDA ~


Narração = white
Pensamentos = bold+firebrick
Falas = bold+crimson


Quando alcançar outra página, eu coloco novamente a legenda!
E ela também pode ser encontrada no fim da minha ficha:
FICHA

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.] Your face, your ass... What's the diference ?!  
 Hail to the king Baby !  

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Conheça minha voz:
 

Play with me:
 


Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
O Painel a esquerda no fórum irá te ajudar.
Voltar ao Topo Ir em baixo
https://www.facebook.com/vtavaresl
Abel
Civil
Civil
Abel

Créditos : 12
Warn : A independência é uma delícia! 3010
Masculino Data de inscrição : 25/03/2015
Idade : 21

A independência é uma delícia! Empty
MensagemAssunto: Re: A independência é uma delícia!   A independência é uma delícia! EmptySex 02 Fev 2018, 00:43


De todos dias do ano aquele seria o com menos novatos se jogando no mundo para arriscarem seus sonhos, uma neve aconchegante para os que estão em suas casas aquecidos caía sobre a ilha, Micqueot, a ilha dos vinhos luxuosos não se incomodava tanto com frio por ser uma cidade invernal, apesar que a neve era um tanto estranha, não fora relatada pelos meteorologistas ou jornais, simplesmente começou a cair, cientistas já pesquisavam a origem da neve e falhavam até o momento, apesar de tudo um jovem rapaz saía de sua casa sem se importar muito com as coisas que não fossem diretamente ligadas a si próprio, sua regata seria um problema com o frio que estaria por vir mas podia contornar este problema de diversas maneiras, uma lareira, um casaco, alguma bebida quente.. nha, ninguém precisa disso, o loiro partia em busca de boas mulheres, charutos e o governo mundial, tirando este último os outros dois são suficientes para qualquer homem viver feliz para o resto de sua vida.

Conforme caminhava percebia a maior parte dos estabelecimentos com poucas pessoas, as casas fechadas, as únicas almas vivas que podia avistar eram crianças super felizes por brincarem com a neve, faziam pequenas bolas de gelo com as mãos e tacavam uma nas outras, por não terem a experiência bélica que Ryan tinha, acidentalmente, uma bola acertava em cheio o rosto do rapaz, seu óculos balançava levemente e voltava como uma mola, a porta da casa mais perto de onde as crianças estavam se abriu, um moça com seus vinte e tantos anos saiu, usava um casaco e por cima deste um avental, uma típica dona de casa, estava prestes a desculpar-se pelo filho quando Ryan decidiu tirar suas dúvidas - Olá.. Você sabe onde posso encontrar charutos?! E onde posso virar um belo Agente do governo ?! Nossa, você é maravilhosa!! O que uma mulher tão linda estaria andando por ae e nada próxima de mim? A mulher se surpreendia, esperava que o homem estivesse irritado apesar de ser mais bonito que a média, as alvas bochechas femininas se coravam - Escute aqui: Prefere que eu chame meu marido pra ele ficar mais próximo de você? aumentava o tom de voz proporcionalmente a cada palavra, irritada saía de braços cruzados, não tinha o que temer, ela que saiu perdendo..

Sem dar muita bola para o ocorrido continuava andando, não era mais preciso perguntar a nenhuma bela mulher, por mais que quisesse isso, o fluxo de pessoas começou a aumentar até que avistou um bar, portas largas de madeira recebiam as pessoas, em cima esculpido em madeira o nome "Tabacabar do JC", atraía tantas pessoas por seu diverso cardápio, desde vinhos até produtos do tabaco, não era um boteco qualquer mas não chegava a um lugar chique, seria algo como "arrumado", adentrando o estabelecimento algumas mesas presas ao chão, e suas respectivas quatro cadeiras presas, ficavam posicionadas pela área da porta até o balcão e neste os bancos se destacavam, os clássicos lugares para cachaceiros sofridos que falavam de suas vidas. Ao sentar em um dos bancos - já que também era o lugar onde se pedia bebidas e produtos específicos que não fossem comida - falava com a garçonete do outro lado do balcão - Gostaria de charutos! a moça puxava uma caixa pequena com o número 6 destacado na parte que se abre, entregava B$25.000,00 para a moça de cabelos roxos que contava nota por nota até ter certeza da quantia, mesmo que não um valor grande parecia ter o hábito de checar sempre. Ainda no balcão perguntava sobre o alistamento - Pelo que eu sei é só ir até o Quartel, e ele fica aqui perto, saia daqui e siga a direita toda vida, quando se deparar com vários engravatados é porque está chegando lá! afirmava enquanto enxuga um copo com um pano de prato.

Saindo do bar e seguindo as ordens da mulher o atirador andou por quase quinze minutos, o suor que escorria de seu rosto estava gelado pela neve, pegar uma gripe seria algo bem rápido para um homem de regatas independente da sua resistência, teria que se proteger logo, talvez o charuto aquecesse seu corpo com a fumaça quente mas por motivos financeiros ou idiotice não pensou em comprar um isqueiro. Começou a ver alguns homens de terno e gravata usando luvas e cachecóis, um primeiro lugar se destacava pelo amontoado de gente, em cima da entrada "Banco Mundial" se destacava, um lugar refinado que só pessoas com dinheiro iam, ao lado percebia o Quartel General, uma rua separava os dois lugares mas meios de transportes não passavam naquela rua devido o tráfego das pessoas. Após esbarrar em algumas pessoas, nada que encostasse no sagrado óculos, chegava ao Quartel, em sua recepção muitas pessoas com seus Den Den Mushis andavam - Caralho, eu já falei pra esse filho da puta não me dar essas tarefas!! Reclamava um rapaz, era bom que seu superior não o ouvisse.. A neve parecia não existir mais devido o aquecedor do lugar e o calor gerado pela multidão, podia falar sem que suas narinas doessem agora. Seguindo até o Guichê de Informações que, por incrível que pareça, era o único lugar vazio se dirigiu até o guichê mais distante de onde estava, um dos últimos, só porque a pessoa que tirava as dúvidas era uma linda mulher seu uniforme da Marinha se destacava por possuir o laço vermelho e não azul como os outros, Ryan não exitou ao perguntar sobre o alistamento de forma.. não muito sutil - Senhor.. você sabe que eu poderia te prender por isso, certo? Não seria preso mas aposto que alguém como o senhor não gostaria de ficar trancado por algumas horas.. Para se alistar preencha isto e siga para a sala n°2, só ir naquele corredor ali na frente e procurar.. aborrecida entregou uma prancheta, as informações eram superficiais mas necessárias.



Formulário escreveu:
Nome: ______________
Idade: ______________
Sexo: [ ]M [ ]F
Marinha ou Agente do Governo Mundial: [ ]M [ ]AGM
Por que quer se alistar?: ______________
Passagem criminal?: [ ]S [ ]N
Área que pretende atuar: [ ]Soldado de Campo [ ]Inteligência

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
DEV.Ryan
Agente em Treinamento
Agente em Treinamento
DEV.Ryan

Créditos : 53
Warn : A independência é uma delícia! 10010
Masculino Data de inscrição : 17/11/2011
Idade : 28

A independência é uma delícia! Empty
MensagemAssunto: Re: A independência é uma delícia!   A independência é uma delícia! EmptySeg 05 Fev 2018, 22:19

Dia estranho, uma neve sem nenhum motivo aparente estava a cair. Bom, era uma cidade invernal e não havia nenhum problema nisso. Tirando o fato do nosso loiro andar apenas de regata, mal sabia ele que um leve frio iria incomodá-lo mais a frente. Os lugares pareciam fechados e apenas crianças brincando com a neve eram as coisas que mais se movimentavam naquele exato momento, mas para infortúnio de Ryan, uma das bolas de neve repentinamente o acertava em cheio no rosto.

Adivinhem o que aconteceu ?! Nada, se não houve risco de vida, o bruto simplesmente ignorou e apenas percebeu que uma mulher saiu de sua casa. Esta que iria se desculpar por seu filho, não teve nem a chance de começar a falar, escutou aquela bela voz e mesmo que fosse uma pergunta simples, tudo que Ryan disse acompanhava com uma cantada nada das melhores. A mulher simplesmente se sentia envergonhada, mas não se permitia ser assediada assim, simplesmente do nada:

- Escute aqui! Prefere que eu chame meu marido pra ele ficar mais próximo de você?

Era em alto tom de voz e irritada a mesma voltava para sua casa. Ryan apenas dava de ombros, subia uma de suas sobrancelhas e continuava a caminhar atrás de informações. Bom, não parecia precisar mais, de uma fora surpreendente e inusitada, o nosso loiro encontrava um bar onde acima estava escrito "Tabacabar do JC". Muito estranho, o nosso idiota nunca foi de achar nada sem uma fonte, nunca foi de perceber nada assim do nada, aquele era um momento único para o bruto, sua vontade e seu objetivo falaram tão alto que ele conseguiu perceber até mesmo coisas inanimadas.

Entrando no certo estabelecimento do JC, todas as mesas e cadeiras pareciam estar presas ao chão distribuídas por todo local, não que Ryan tivesse percebido né, mas temos de dar os detalhes corretos. Mas ao longe ele pode perceber uma coisa, uma linda garçonete de cabelos rosados, não demorou para ele seguir caminhando para o balcão onde se encontrava esta e sentando ao banco diferenciado próximo, ele fazia seu pedido, pegava uma certa caixa com o número 6 destacado em sua abertura e lhe dava a quantia correta do charuto, esta quantia que era contada para caso o nosso loiro tivesse errado o custo e sim, ele poderia ter errado. Ainda por la, o atirador pedia informações sobre o alistamento:

- Pelo que eu sei é só ir até o Quartel, e ele fica aqui perto, saia daqui e siga a direita toda vida, quando se deparar com vários engravatados é porque está chegando lá!

Agora sim, a informação mais valiosa de seu dia, tirando a dica de sua mãe claro. Saindo do estabelecimento do JC, aliás, fiquei curioso pelo JC, mas o Ryan não. Se dirigia pelas orientações da garçonete, andava tanto que parecia suar mesmo com aquele frio abundante, seu corpo sentia uns certos calafrios, tava na hora de ele perceber que só usar regata ia lhe fazer mal. Alguns homens de terno e gravata começavam a surgir, seu caminho então parecia estar correto. Ali perto parecia ter um lugar muito importante, muitas pessoas a sua frente e acima da entrada do mesmo estava escrito "Banco Mundial" e ao lado estava o lugar certo, o Quartel General, este no qual foi o único percebido pelo nosso loiro.

Chegando no lugar após esbarrar naquele grande fluxo de pessoas e logo na entrada, muitos andavam com seus Den Den Mushis, murmurando coisas como:

- Caralho, eu já falei pra esse filho da puta não me dar essas tarefas!!

Reclamações, nada que Ryan estivesse prestando atenção, o local estava bem aquecido, acredito que tivesse algum tipo de máquina que esquentasse corretamente aquele ambiente. Olhando mais a frente, ele percebia uma mulher linda com um laço vermelho próximo ao pescoço, que não chamou mais atenção do que seu rosto e corpo belo, ela era do último guichê de informações, estes que o nosso jovem nem chegou a perceber. Alcançando a mesma, ele fazia sua pergunta sem se segurar em nada:

- Senhor.. você bla bla bla bla bla, certo? Hmmmm laga laga duuur bla bla boom.. Para se alistar preencha isto e siga para a sala n°2, só ir naquele corredor ali na frente e procurar..

Muito atrevido, ele largava uma de suas, se não a pior, cantada e que acabava por irritar a mulher, mesmo que sua voz fosse encantadora, ela não iria aceitar tão facilmente esse tipo de assédio. Bom, o Ryan não conseguiu perceber a ameaçada, só conseguiu prestar atenção direito quando ela lhe disse as instruções para o alistamento e logo então ela lhe entregava uma prancheta na qual ele deveria preencher e seguir a uma sala de número 2 por um corredor próximo:


Formulário escreveu:
Nome: Ryan Vougan
Idade: 26
Sexo: [ ]M [ ]F Gosto muito de sexo, sou hétero e curto mulheres.
Marinha ou Agente do Governo Mundial: [ ]M [ ]AGM Agente lindo do Governo Mundial
Por que quer se alistar?: Quero ficar gostoso de uniforme, até porque já sou gostoso.
Passagem criminal?: [ ]S [ ]N Não tenho, pra que serve S e N ?
Área que pretende atuar: [Esse aqui]Soldado de Campo [Inteligência é para idiotas]Inteligência

- Que ficha idiota!! Vamos ver para onde eu preciso entregar isso e ganhar uma roupa maneira..

Sentia o calor daquele lugar, não estaria mais batendo seu queixo sem mesmo nem perceber, seu corpo já estava mais aquecido. Sem nem ligar para a ameaça da mulher, Ryan seguiria para o corredor mais próximo que encontrasse e olharia acima de todas as portas desse corredor até entrar em uma sala com o número 2 nela:

- Deve ser aqui.

Será que encontraria a sala correta ?! Apenas sei que ele encontrando a sala com o certo número dois, ele entraria na mesma e com a prancheta em mãos preenchida, esticaria a mesma para a primeira pessoa que se encontrasse la:

- É para você que preciso entregar esta ficha ?! Tome, sei que vocês tem um uniforme que deixa qualquer um lindo!! E se for ajudar, eu atiro tão bem quanto sou lindo.

O lugar era desconhecido para o loiro, ele nunca havia entrado no mesmo, as missões pegas por seu pai eram de certa forma secretas e o mesmo não podia visitá-lo dentro de seu escritório ou Quartel General, mas podia segui-lo de longe, tentando prestar atenção em suas aventuras. Mas não era momento para lembrar disso, Ryan tinha um objetivo e aquilo precisava ser cumprido, como será q ele iria se sair ?

Histórico:
 

OFF:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.] Your face, your ass... What's the diference ?!  
 Hail to the king Baby !  

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Conheça minha voz:
 

Play with me:
 


Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
O Painel a esquerda no fórum irá te ajudar.
Voltar ao Topo Ir em baixo
https://www.facebook.com/vtavaresl
Abel
Civil
Civil
Abel

Créditos : 12
Warn : A independência é uma delícia! 3010
Masculino Data de inscrição : 25/03/2015
Idade : 21

A independência é uma delícia! Empty
MensagemAssunto: Re: A independência é uma delícia!   A independência é uma delícia! EmptyQua 07 Fev 2018, 18:20


Com sinceridade respondia as informações que pouco lhe interessavam, só queria o uniforme, como um cara daquele jeito tinha o sonho de vestir um terno do governo mundial? Com toda sua postura se encaixava num clássico pirata fora da lei que se importa apenas com si próprio, por quê fazer parte da maior organização do mundo? Será que conseguirá se adequar as regras, já que obviamente com sua postura sendo apenas um soldado não chegaria muito longe, mas ainda tinha muito caminho a percorrer até pensar nisso, quem sabe o que a vida guardava para o futuro do jovem.

A moça do guichê de informações franzia ao perceber que respondia de forma errada a prancheta, já sentia que receberia reclamações do superior ao deixar um cara como aquele entrar em seu escritório, mas sabia que se o impedisse mais problemas viriam e só pelo seu comportamento não tinha como fazer nada, como uma boa funcionária tentava esquecer isso e mantinha um sorriso forçado no rosto enquanto apontava para onde o rapaz deveria seguir. Caminhando via um adesivo preso a tal porta "Sgt. Lansky", chegando podia ver um homem quase idoso sentado numa cadeira atrás de uma escrivaninha, canetas, papéis e coisas burocráticas estavam lá, no canto da mesa uma plaquinha de metal forjado com seu nome "Sgt Meyer Lansky", em frente a escrivaninha uma mulher mantinha sua postura sem olhar para o rapaz, de braços cruzados parecia dar ordens ao homem, este último ao perceber o jovem olhava para o mesmo e tentando fugir do assunto cortava a fala da mulher - Diga jovem, em que posso lhe ajudar? Na tentativa de ficar mais alguns minutos sem a conversa com sua possível superior se levantava da cadeira, ajeitou seu chapéu e ficou cara-a-cara com Ryan, puxou sua prancheta e começou a lê-la, algumas risadas escapava do seu rosto - É para você que preciso entregar esta ficha ?! Tome, sei que vocês tem um uniforme que deixa qualquer um lindo!! E se for ajudar, eu atiro tão bem quanto sou lindo. O idoso continuava a rir, com um movimento afirmativo com seu rosto voltava a se sentar, deixou a prancheta em sua mesa e fez um movimento com as mãos indicando para o rapaz se sentar em uma das cadeiras que tinham em frente a sua escrivaninha.

- Bom, não vou atrapalhar o novato pelo seu erro.. Depois eu volto Lansky, você vai consertar isso.. A mulher saia quase bufando da sala, deixava cair de seu bolso um objeto qualquer, não brilhava mas Ryan o percebia, enquanto isto o homem voltava a falar - Dá para perceber que não estamos num bom momento.. A Marinha anda uma zona, mas isto não é assunto para você, vamos prosseguir com sua.. err.. pegou a prancheta para dar uma olhada - Prosseguir com sua admissão como Agente lindo do Governo Mundial, siga-me! novamente ria, até os pés de galinha no rosto do homem se balançavam, parecia não dar risadas há algum tempo. Permanecia em pé e esperava o jovem do lado de fora do escritório, ia guiá-lo até o Exame de Admissão. Observando melhor o escritório algumas medalhas estavam presas na parede, um retrato que devia ser de quando era mais novo, contudo nada disso interessava a Ryan, mas o que o rapaz faria agora?


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
DEV.Ryan
Agente em Treinamento
Agente em Treinamento
DEV.Ryan

Créditos : 53
Warn : A independência é uma delícia! 10010
Masculino Data de inscrição : 17/11/2011
Idade : 28

A independência é uma delícia! Empty
MensagemAssunto: Re: A independência é uma delícia!   A independência é uma delícia! EmptyQui 22 Fev 2018, 18:15

Uma surpresa! Após Ryan preencher de sua forma, não necessariamente correta, ele fazia tudo que a mulher do guichê lhe indicava. A mesma que com o sorriso forçado apenas o indicava o caminho. Na porta em que o loiro deveria chegar, havia também um adesivo com a seguinte descrição: "Sgt. Lansky". Bom, o nosso jovem só se lembrava do número 2 na porta, isto deveria estar la, não sei. Só o que sabemos é, o nosso bruto entrou no ambiente e por la se podia ver claramente um escritório, que deveria de ser do senhor Sgt Lansky.

 Um idoso sentado, vestido bem formalmente e um chapéu singular, aparentemente deveria ser um agente. A frente deste havia uma escrivaninha, canetas, papéis e uma placa de metal com o nome talvez completo do senhor do escritório, "Sgt Meyer Lansky", diversas coisas de escritório que Ryan não iria notar, mas de braços cruzados a frente do senhor aparentemente agente, havia uma mulher. Parecia estar irritada e ordenando coisas ao responsável do local, que rapidamente cortando a talvez superior, dizia:

- Diga jovem, em que posso lhe ajudar?

Se levantava e ao receber a prancheta de Ryan, o senhor parecia rir e rir muito. O nosso bruto dizia a que estava ali, não estava envergonhado, ele não fica envergonhado e nem constrangido, mas o senhor não parecia parar de rir. Confirmando que era ali mesmo, o Sgt com gestos, indicava ao nosso loiro para se sentar e era exatamente o que ele fazia. Puxava uma das cadeiras próximas a escrivaninha e sempre de seu jeito robótico, meio bruto e militar, ele se sentava tentando entender quais eram os passos ao mesmo para se tornar o grande e lindo Agente do Governo que queria ser:

- Bom, não vou atrapalhar o novato pelo seu erro.. Depois eu volto Lansky, você vai consertar isso..

Tentava prestar atenção no que a mulher aparentemente dizia, mas não se sabe sua aparência, então possível do loiro nem ter ligado para o que ela disse, estaria prestando atenção agora no seu talvez futuro superior, esperando qualquer ordem que ele lhe desse, para segui-la exatamente como havia sido mandada. O ser de gênero feminino então saia do local meio irritada, era o que estava parecendo e de seu bolso caia um objeto qualquer que o jovem bruto percebia, mas porque ele perceberia ?! Não fazia sentido a Ryan, então ele nem ligou para o que caiu no chão para escutar apenas o que o Sgt teria a lhe falar:

- Dá para perceber que bla bla bla bom bla bla bla.. E mais Marinha bla bla bla não é assunto pra você bla bla bla.. err.. - Era cansativo, o senhor não falava nada que agradasse ao Ryan, nada ao que o jovem estava exatamente ali, então após a pausa para olhar a prancheta o Sgt voltava a falar - Prosseguir com sua admissão como Agente lindo do Governo Mundial, siga-me!

Agora sim!! Agora as coisas iriam andar, já era uma surpresa Ryan ter sido recebido e não ter sido esculachado com sua ficha irregular, então apenas seguir as instruções que o Sgt iria dar. Este que não parava de rir enquanto andava para fora do escritório e o nosso loiro iria se levantar cheio de pose como sempre, cabeça erguida e uma breve forte respirada. Estaria pronto para seguir o responsável do local e não importando o que o senhor ordenasse, o bruto faria, iriam então deixar aquele lugar que havia muitos registros dos feitos do Senhor Lansky:

- Não vejo a hora de ser um Agente lindo do Governo Mundial!

Sempre de peito estufado, parecendo mais um pombo, seus grandes braços balançando calmamente enquanto andava e sua cabeça olhando sempre ao horizonte, Ryan iria apenas prestar atenção pelo caminho que o Sgt andaria, o seguindo aonde fosse. O que houvesse a frente ele não iria perceber, basicamente porque seu objetivo ainda está acima de mulheres e a única coisa acima de seu objetivo, é a vida do mesmo. Quaisquer fossem as ordens que o senhor do chapéu lhe dissesse, o bruto faria. Não iria pensar duas vezes, talvez nem pensar, ele apenas faria o que lhe fosse dito para fazer.

 Eram momentos de tensão, mas Ryan estava orgulhoso de si, sempre sentia que tudo daria certo, ele não conseguia enxergar erros nele mesmo. Sabendo que qualquer pergunta pudesse vir a qualquer momento, o nosso loiro estaria preparado para respondê-las rapidamente. Sempre que fossem perguntas que incluíssem ser do Governo Mundial e sendo positivas, como como perguntando se ele gostaria de ser um agente mesmo, ou coisas parecidas, que indicasse de alguma forma que o bruto estivesse certo do que estaria fazendo, ele diria:

- Sim! Quero! Gosto!

Bom, não necessariamente ele responderia correto né, mas sabemos que seu cérebro de minhoca não iria exigir uma resposta muito complexa. Mas caso fossem perguntas sobre, se ele queria se tornar algum dia pirata, marinheiro, revolucionário, apenas civil, caçador de recompensas ou até mesmo perguntando se Ryan iria algum dia trair o governo, ele apenas indagaria:

- Não.

Centrado, sério, tudo que ele queria era se tornar agente do governo e ter aquele terno tão bonito quanto seu pai tem. O que será que estaria predestinado ao jovem loiro burro igual uma porta ?! Ryan, Ryan.. Como seu futuro irá se desenvolver...


Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.] Your face, your ass... What's the diference ?!  
 Hail to the king Baby !  

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Conheça minha voz:
 

Play with me:
 


Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
O Painel a esquerda no fórum irá te ajudar.
Voltar ao Topo Ir em baixo
https://www.facebook.com/vtavaresl
Achiles
Pirata
Pirata
Achiles

Créditos : 45
Warn : A independência é uma delícia! 10010
Masculino Data de inscrição : 01/09/2017
Localização : The Wonderful Land - 1º Rota

A independência é uma delícia! Empty
MensagemAssunto: Re: A independência é uma delícia!   A independência é uma delícia! EmptyQui 15 Mar 2018, 23:00


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]




A independência é uma delícia!




Ambos saiam da sala ainda com o senhor rindo de alguma coisa hilária, o vento gelado entrava pelas janelas do QG e os corredores gelados proporcionavam aquele clima mais gelado, mas independente daquilo, Ryan continuava o seu caminho atrás do senhor focado em uma única coisa: Se tornar um lindo e maravilho agente do governo. Lensky ria quando o garoto dizia que queria se tornar um ALGM(Agente lindo do governo mundial).

O caminho não era muito longo dali, eles entravam em um salão, parecia a área de treinamentos dos marinheiros e agentes, haviam diversos homens e mulheres presentes, exercitando-se em aparelhos, outros corriam em volta de uma pista e haviam algumas áreas para basquete e um pequeno campo de futebol de quadra. Era um clima bem amistoso e não pareciam que as pessoas que estavam ali não se conhecessem, talvez fossem de um esquadrão ou apenas faziam turnos de horários parecidos. Em meio a observação ao redor da sala, o sargento pegava um balde com um esfregão, o balde de ferro cinza e brilhante continha água com sabão, uma esponja grande e um pano de chão cinza, o esfregão tinha um cabo largo de madeira e grandes frios de material absorvente. - Tanto um agente como marinheiro devem receber ordens e cumpri-las, sejam elas sobre missões ou tarefas simples. Essa é a primeira etapa para virar um gostosão do governo, limpe o salão da forma que desejar, mas deixe brilhando. Tem até uma hora para pelo menos limpar metade dele, voltarei nesse mesmo tempo para avaliar. - Ele dava os instrumentos de limpeza na mão do estufado pombo e seguia viagem pelos corredores do quartel. Restava agora ao recruta fazer o seu serviço.

O cheiro daquela sala era um tanto ruim, o suor que emanava das suvaqueiras das outras pessoas que estavam com ele na sal, um limpeza bem feita teria resultado naquele cheiro espantando qualquer coisa, as paredes do lugar eram todas brancas com algumas listras azuis bem espaçadas e um grande símbolo da marinha na parede do centro, o teto era bem alto e tinha por volta de dez metros ou mais, o lugar todo bem iluminado com uma grande e larga janelas nos dois lados de Ryan que dava a iluminação natural e passavam o clima arejado do lugar.

As outras pessoas começavam a olhar para Vougan e algumas riam daquilo, mas também podia ver a expressão de que tinha gente que não gostava de fazer aquele trabalho, não era como se o loiro fosse ficar reparando nelas, pois agora tinha um trabalho grande para fazer e era limpar aquele salão enorme e só assim conseguiria progredir nas etapas para virar um supermaravilhoso agente do governo.



Considerações:
 

Dicas:
 

Off:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Ficha na Sign
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
DEV.Ryan
Agente em Treinamento
Agente em Treinamento
DEV.Ryan

Créditos : 53
Warn : A independência é uma delícia! 10010
Masculino Data de inscrição : 17/11/2011
Idade : 28

A independência é uma delícia! Empty
MensagemAssunto: Re: A independência é uma delícia!   A independência é uma delícia! EmptyQui 29 Mar 2018, 00:35

 Enfim o desafio, Ryan acompanhava seu superior pelos corredores do Quartel General e não tinha como ele notar aquele ataque ao seu corpo, o frio:

" Caralho de frio filho da puta!! Mas eu sou gostoso demais pra senti-lo"

 Uma caminhada rápida para o loiro até o lugar onde teria sua primeira e grande tarefa. Seu corpo tremendo leve não tirava seu foco, ele estava ali tentando prestar atenção no que Lensky, que as vezes ria quando se lembrava da ficha de nosso grandão, e também parecia se ocupar procurando as belas mulheres que ali estariam se exercitando. Era um salão enorme, com várias pessoas se exercitando, marinheiros e agentes, quadras para esportes diferentes e com uma grande e larga janela, que se repetia em ambos os lados do bruto. Bom, nada que o Ryan tivesse prestado atenção, ele apenas se focava nas mulheres se exercitando e na nuca do seu superior, esperando alguma ordem:

- Tanto um agente como marinheiro devem receber ordens e cumpri-las, sejam elas sobre missões ou tarefas simples. Essa é a primeira etapa para virar um gostosão do governo, limpe o salão da forma que desejar, mas deixe brilhando. Tem até uma hora para pelo menos limpar metade dele, voltarei nesse mesmo tempo para avaliar.

 Em mãos, o sargento entregava ao nosso atirador, um balde com água e sabão, uma esponja, um pano e um esfregão grande:

- Quando você voltar, vai desejar ter minha bunda estampada na parede!! Deixarei tudo tão limpo e lindo quanto eu.

 Carregaria o seu equipamento para tarefa, enquanto seu superior saia pelos corredores do QG e só voltaria após uma hora. O lugar fedia a suor, realmente parecia estar precisando de uma boa limpeza. Algumas pessoas pareciam olhar para Ryan e rir da situação, coitados, se eles soubessem que o nosso loiro não conseguisse nem prestar atenção neles e mesmo que conseguisse, não iria nem sequer ficar envergonhado ou saber porque estariam rindo.. Ai ai brutão, ta na hora da limpeza né!

 Andaria até uma posição boa, uma coisa que ele não sabia, e ao se posicionar exatamente no centro do salão, o nosso atirador lindo, maravilhoso e burro, colocaria o balde no chão e tentaria entender a lógica daquilo ali:

" Droga...."

- Só sei matar gente, como faço isso aqui ?! Já sei, deve ser um pacote completo, como montar uma arma.

 Seu pensamento escaparia pela boca, o loiro não consegue as vezes segurar o que está pensando. Então começaria a juntar as coisas, deixaria a esponja embaixo do esfregão, envolveria a esponja e a parte debaixo do esfregão com o pano e logo afundaria tudo no balde, retirando os mesmos e com força, molharia tudo próximo do mesmo. Iria de um lado pro outro molhando tudo que podia, tentando retirar sempre a mais forte mancha que pudesse enxergar. Não, Ryan não se importaria com ninguém próximo e isso talvez pudesse trazer problemas para o mesmo, coitado do grande e estúpido rapaz, caso trombassem nele ou falassem algo, ele não pensaria duas vezes em, não fazer nada!

 Estaria focado em molhar todo o salão com o máximo de força que pudesse, até ficar exausto. Mesmo se mulheres que lhe fossem atrativas, ele apenas soltaria alguns chamegos bem fracos:

- Não fique assim... Depois eu deixo você me limpar também.

 Caso fosse atacado, seu foco principal não mudaria. Ele poderia receber golpes, mas iria sempre tentar voltar a sua tarefa, pegar seu combo de esfregão, esponja e pano, para assim terminar seu primeiro trabalho:

- Nada como um gostoso limpo, para fazer um lugar ficar assim.

 Não iria terminar sua tarefa até seu superior terminar, ninguém poderia pará-lo, ou será que poderia ?!

Histórico:
 

OFF:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.] Your face, your ass... What's the diference ?!  
 Hail to the king Baby !  

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Conheça minha voz:
 

Play with me:
 


Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
O Painel a esquerda no fórum irá te ajudar.
Voltar ao Topo Ir em baixo
https://www.facebook.com/vtavaresl
Achiles
Pirata
Pirata
Achiles

Créditos : 45
Warn : A independência é uma delícia! 10010
Masculino Data de inscrição : 01/09/2017
Localização : The Wonderful Land - 1º Rota

A independência é uma delícia! Empty
MensagemAssunto: Re: A independência é uma delícia!   A independência é uma delícia! EmptyQui 29 Mar 2018, 22:19


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]




A independência é uma delícia!




Os olhares de terceiros não o incomodavam, o homem não sabia bem como limpar aquela sala e começava a fazer coisas que muitos não pensariam, enrolando tudo no esfregão e começando a molhar tudo o que conseguia ver com o mesmo. Seus movimentos eram rápidos e em linhas retas, os outros não conseguiam deixar de rir, mas se surpreendiam com a velocidade que o loiro estava conseguindo realizar a tarefa. Embora não esfregasse o chão, molhá-lo já retirava uma parte do cheiro deixando-o mais limpo.

Sem se importar com o que estava pelo seu caminho, os problemas começavam, esbarrava em halteres e panos pelo chão até que encontrou a sua primeira vítima, o seu esfregão bateu sobre os seus pés e fez o mesmo ir ao chão, mas o musculoso não parava e passava o esfregão por cima do mesmo.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

O garoto de cabelos azuis reclamava do rodo sendo passado por cima do mesmo e ao levantar empurrava Ryan que ia ao chão bem na hora que Lansky entrava na sala e observava o chão bem mais do que molhado. Ele não parecia com uma das caras mais animadas, o chão estava limpo embora bem molhado.

- Não faça isso, soldado. – Dizia o Sargento antes que o soldado fosse socar o novo recruta, o atirador se levantava e ficava na posição para atender o seu superior, suas roupas estavam molhadas e mais pesadas e o frio parecia piorar a sua situação. - Já que vocês tiveram essa desavença, por que vocês não terminam ela disputando quem é o mais forte? Escolham quatro aparelhos e use-os nessa disputa. – Lansky estava sério e pegava as ferramentas da mão de Ryan guardando-a junto com o balde, um outro marinheiro chegava começando a passar um pano para secar o chão.

O soldado tinha uma etiqueta em seu uniforme escrito: “Jones”. Ele já escolhia o supino reto como o primeiro dos aparelhos, seu peso estava por volta de cinquenta quilos com pesos de vinte e cinco de cada lado. - Cada um tem duas tentativas, quem fizer mais em cada aparelho ganha a disputa, não é válido atrapalhar um ao outro, estarei a observá-los. – O objetivo agora era outro, Lansky parecia ter aprovado a limpeza de Ryan, mas tinha ficado irritado com a desavença entre os dois.



Considerações:
 

Dicas:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Ficha na Sign
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
DEV.Ryan
Agente em Treinamento
Agente em Treinamento
DEV.Ryan

Créditos : 53
Warn : A independência é uma delícia! 10010
Masculino Data de inscrição : 17/11/2011
Idade : 28

A independência é uma delícia! Empty
MensagemAssunto: Re: A independência é uma delícia!   A independência é uma delícia! EmptyTer 31 Dez 2019, 20:26

Eu não acredito, eu não acredito, o cara EMPURROU O RYAN NO CHÃO! Bom, não era de se esperar algo diferente com nosso loiro agindo de forma imprudente. Imaginem só, você acaba de ser usado como rodo, na frente de toda sua equipe de trabalho, talvez o musculoso atirador não tenha feito bem o seu trabalho e ao ser empurrado ele também tinha sua visão sobre o que estava acontecendo:

- Caralho, surgiu um maluco mais irritado que tartaruga comendo canudo. De onde você apareceu ?

Nesse exato momento, onde tudo parecia começar a ficar mais tenso:

- Não faça isso, soldado.

Acho que Ryan não estava em um bom momento, pelo que parece o soldado, que sinceramente agora estava limpo graças ao nosso grandão, ia partir para a ignorância. Ai ai, porque o loiro é tão desajeitado:

- Já que vocês tiveram essa desavença, por que vocês não terminam ela disputando quem é o mais forte? Escolham quatro aparelhos e use-os nessa disputa.

Se levantava molhado e com frio, nada que ele não pudesse aguentar, além do mais, Ryan é um homem forte e agora acredito que vai se dar melhor na situação:

- Frio da porra.... Você quer que eu veja quem é o mais forte contra o Homem Rodo ae ?! Coitado, ele vai ter que ficar com um cabo na bunda pro resto da vida, assim posso limpar melhor o chão.

Um momento interessante, o tal soldado usado de pano de chão tinha uma etiqueta o identificando, seu nome era Jones. Bom, apenas um detalhe que o nosso musculoso atirador não vai reparar, mas o supino era algo que Ryan iria reparar, exercício lindo, exercício formoso, era seu momento de brilhar:

- Cada um tem duas tentativas, quem fizer mais em cada aparelho ganha a disputa, não é válido atrapalhar um ao outro, estarei a observá-los.

Respirando fundo, momento de tensão, um momento que Ryan esperava, mas a emoção era tanta que ele nem sequer esboçou um sorriso. Claro, o loiro não ligava, ele estava esperando entrar logo para ser um agente gostosão:

- Vou começar chefe.

Iria checar se os pesos de vinte cinco de cada lado estavam bem firmes, com tal confirmação Ryan na sequência deitaria e posicionaria seus dedos na barra do supino, iria calcular bem a posição dos mesmos. Abriria e esticaria sua mão, na distância exata de um palmo do peso de vinte cinco para a direção do centro da barra, o atirador iria segurar firme. Deitado abaixo da barra na altura de seu grande peitoral, o loiro iria tentar suspender o peso. E é agora que o bicho PEGA!

- 1....2....3....4....5....6....

Cada levantada seria uma respirada, cada abaixada seria uma expirada. Faria de forma calma, iria no seu ritmo. Ryan apenas pararia, quando seu braço começasse a tremer e na dificuldade de levantar uma última vez, ele iria forçar seu braço a continuar ereto, deixaria o supino no alto e guardaria de volta a barra em seu local de apoio. Sairia com cuidado na cama, tentando respirar devagar e com certeza estaria tentando não mostrar sua respiração ofegante e cansaço:

- Poooooooorra, essa foi boa, morri de tesão. Sua vez rodão.

Mentira, Ryan suaria igual uma porca e mesmo tentando respirar devagar, daria pra ver claramente que ele foi até seu melhor limite. Encostaria no ombro de Jones sinalizando a permissão dele começar o exercício. Ainda iria sentir frio e o mais importante, qual seria seu limite ? O loirão gosta de academia, será que Rodo Jones levantaria mais que nosso atirador ?

Uma coisa era certa, o grandão iria buscar um banco para se sentar e iria ficar olhando pro chão. Até porque, Ryan quer muito ser agente, mas ele não está nem ae pro quanto Jones faria, ele não liga pra esse tipo de coisa e sinceramente, vamos ser francos, o nosso homem tinha convicção que iria superar o homem rodo em levantar o supino.

- Só lembrando que o próximo aparelho sou eu que escolho, vamos para a remada na máquina!

Decidido, o loiro tesão da minha vida ficaria a espera de Jones finalizar sua parte, para vê-lo triste novamente em outro exercício.

Histórico:
 

OFF:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.] Your face, your ass... What's the diference ?!  
 Hail to the king Baby !  

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Conheça minha voz:
 

Play with me:
 


Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
O Painel a esquerda no fórum irá te ajudar.
Voltar ao Topo Ir em baixo
https://www.facebook.com/vtavaresl
Conteúdo patrocinado




A independência é uma delícia! Empty
MensagemAssunto: Re: A independência é uma delícia!   A independência é uma delícia! Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
A independência é uma delícia!
Voltar ao Topo 
Página 1 de 2Ir à página : 1, 2  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: North Blue :: Budou Island-
Ir para: