One Piece RPG
O caminho da Gaivota  XwqZD3u
One Piece RPG
O caminho da Gaivota  XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» [Mini - Toji]
O caminho da Gaivota  Emptypor Toji Hoje à(s) 16:34

» Pandemonium - 9 Brave New World
O caminho da Gaivota  Emptypor CrowKuro Hoje à(s) 16:29

» LightPoint!Os herois e amigos se reunem novamente!
O caminho da Gaivota  Emptypor Noah Hoje à(s) 15:50

» Pandamonio, Vol 1 - Rumo à Grand Line!
O caminho da Gaivota  Emptypor AoYume Hoje à(s) 15:08

» Uma promessa ao céu
O caminho da Gaivota  Emptypor Bolin Hoje à(s) 13:32

» Lealdade, Valor e Morte
O caminho da Gaivota  Emptypor Coldraz Hoje à(s) 11:47

» Steps For a New Chapter
O caminho da Gaivota  Emptypor Achiles Hoje à(s) 10:49

» Right Punch, Left Punch!
O caminho da Gaivota  Emptypor Razard Hoje à(s) 10:36

» ~ Acontecimentos ~ The Wonderful Land
O caminho da Gaivota  Emptypor GM.Milabbh Hoje à(s) 10:17

» Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas
O caminho da Gaivota  Emptypor Shogo Hoje à(s) 09:22

» Um Encontro Destinado
O caminho da Gaivota  Emptypor Cloe Kaminari Hoje à(s) 02:24

» Drake Fateburn
O caminho da Gaivota  Emptypor ADM.Tonikbelo Hoje à(s) 01:49

» I did not fall from the sky, I leapt
O caminho da Gaivota  Emptypor Formiga Hoje à(s) 01:47

» Alipheese Fateburn
O caminho da Gaivota  Emptypor ADM.Tonikbelo Hoje à(s) 01:43

» Sophia Aldebaran Rockfeller
O caminho da Gaivota  Emptypor ADM.Tonikbelo Hoje à(s) 01:38

» Vol 2 - The beginning of a pirate
O caminho da Gaivota  Emptypor Formiga Hoje à(s) 01:09

» [MINI-HOKI] O Espadachim Negro
O caminho da Gaivota  Emptypor Hoki Hoje à(s) 00:35

» União Flasco: Inicio do Sonho
O caminho da Gaivota  Emptypor Takamoto Lisandro Hoje à(s) 00:12

» I - Justiça: Um compromisso obstinado!
O caminho da Gaivota  Emptypor Hammurabi Ontem à(s) 22:57

» 11º Capítulo - Cataclismo em Skypeia!
O caminho da Gaivota  Emptypor Marciano Ontem à(s) 22:05



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 O caminho da Gaivota

Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 77
Warn : O caminho da Gaivota  10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 27
Localização : Fishman Island

O caminho da Gaivota  Empty
MensagemAssunto: O caminho da Gaivota    O caminho da Gaivota  EmptyQua 24 Jan 2018, 16:01

O caminho da Gaivota

Aqui ocorrerá a aventura do(a) civil Von Strass. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ripper
Membro
Membro
Ripper

Créditos : 5
Warn : O caminho da Gaivota  10010
Masculino Data de inscrição : 14/01/2018

O caminho da Gaivota  Empty
MensagemAssunto: Re: O caminho da Gaivota    O caminho da Gaivota  EmptySex 26 Jan 2018, 13:47

Von havia decidido no dia anterior se alistar para marinha, ainda era bem cedo quando acordou, por conta do seu, agora, antigo trabalho no porto, Von não dormia até tarde.
Coçou a sua barba, sentado a beira de sua cama, relembrando um pouco de sua trajetória até aquele momento e pensou, também, até onde aquilo poderia chegar, começou a se acostumar com o fato de sonhar alto "Se for para mudar mesmo, eu não irei me frear.."
pensava. Olhava para a palma de suas mãos, calejadas pelo tempo que trabalhou carregando caixas, a superfície dura e visualmente desgastada, pareciam ter visto milhares de barris e caixotes.. "Entrando na marinha, com certeza terei diversos embates.." Pensava Von, enquanto virava e fechava suas mãos, que agora se tornavam punhos, um leve sorriso despontava do canto de sua boca - É.. acho que conseguirei lidar.. falou enquanto uma leve risada pode ser ouvido saindo de sua boca em baixo tom. Seu coração palpitava fortemente, de ansiedade e emoção, estava finalmente, seguindo seu propósito.
Quando a hora que julgava propícia chegou, Von pegou apenas o pouco dinheiro que o restou, levantou-se e abandonou seu pequeno barraco onde havia passado os últimos anos de sua vida. Seu objetivo era ir até o QG da Marinha de sua Ilha, onde tentaria se alistar na mesma.


Ações

Von iria em busca do QG da Marinha para efetuar seu alistamento, tentaria lembrar a localização do mesmo, já que viveu a vida toda na ilha, mas caso não soubesse onde o mesmo ficava, pediria informações na rua, dizendo coisas como Bom dia, o senhor(a) poderia me informar onde fica o Quartel General da Marinha? e retribuiria a resposta com um largo sorriso e um - Obrigado!. Sendo a resposta da pergunta negativa, continuaria a perguntar para novas pessoas até obter a informação.

Quando conseguisse a informação, provavelmente iria dirigir-se diretamente ao local especificado, chegando lá, caso encontrasse marinheiros na porta, provavelmente se apresentaria dizendo coisas como - Von Strass se apresentando, venho aqui com o objetivo de me alistar e nada mais me interessa! sua voz grave e imponente o acompanharia durante as palavras.

Resposta positiva: Seguiria as instruções dos mesmos para efetuar o alistamento.

Resposta negativa: Caso fosse mal recebido e por algum motivo não quisessem aceitar seu alistamento Von provavelmente tentaria convencer os marinheiros a mudarem de ideia, dizendo coisas como - Eu não irei desistir de entrar para a marinha, a minha vida aspira por isso, não há lugar para eu voltar, não tenho família, casa ou história, meu coração e punhos desejam apenas a marinha e, como eu disse, nada mais me interessa!


OFF:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Ficha no banner


Última edição por ripperox em Seg 29 Jan 2018, 00:53, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Yamazaki Raizo
Revolucionário
Revolucionário
Yamazaki Raizo

Créditos : 6
Warn : O caminho da Gaivota  10010
Masculino Data de inscrição : 21/03/2017
Idade : 25

O caminho da Gaivota  Empty
MensagemAssunto: Re: O caminho da Gaivota    O caminho da Gaivota  EmptyDom 28 Jan 2018, 06:24


Von deixava para trás sua casa, assim como sua antiga vida no porto para dedicar-se exclusivamente para a marinha, pois sentia que na marinha poderia cumprir seu propósito. Após encorajar-se em pensamentos o rapaz pegava suas economias e partia em busca de sua nova vida.

Ao sair nas ruas de Toroa, o ar gélido e revigorante da manhã massageava os pulmões do rapaz, o sol ainda não havia nascido mas era possível ver no horizonte ao leste os primeiros raios refletidos nas nuvens do céu. As únicas pessoas que estavam nas ruas àquela hora eram os trabalhadores do porto que, assim como Von fazia antigamente, levantavam bem cedo.

O rapaz tinha intenção de alistar-se na marinha, e era bem fácil localizar o quartel, já que o mesmo ficava numa posição privilegiada em relação ao restante da ilha, pois foi construído próximo à cachoeira, na montanha, então Von não teve muitas dificuldades para localiza-lo. Após alguns minutos de caminhada, Von atravessou a cidade, passando pelo lago no centro da ilha, e subiu pela estrada na montanha até chegar na enorme instalação da marinha, onde havia apenas um marinheiro na recepção, pois era muito cedo, e o rapaz foi recebido pelo mesmo com palavras genéricas, porém o tom delas não era muito amigável:

- Pois não cidadão, em que posso lhe ajudar essa hora da manhã ?

E Von prontamente respondeu:

- Von Strass se apresentando, venho aqui com o objetivo de me alistar e nada mais me interessa!

E o marinheiro com os olhos arregalados, surpreso com o peso das palavras de Von, respondia:

- Você deve estar mesmo com vontade de servir, para vir aqui à essa hora e ainda estar com essa disposição. Mas tudo bem, o responsável pelo recrutamento é o Tenente Enrico e ele vai chegar daqui alguns minutos, pod...


E antes que o marinheiro terminasse de falar uma voz tão pesada quanto a de Von surgia de trás do rapaz:

- O tenente Enrico acabou de chegar e eu ouvi sua solicitação rapaz!


Era o tenente Enrico e assim que o marinheiro na recepção o viu, o marinheiro fez sinal de continência e permaneceu assim até que o tenente continuou sua fala:

- Descansar sargento, e pra você rapaz, gostei da sua iniciativa mas vamos ver se mantém sua postura limpando todos os banheiros do quartel, temos um aqui, outro ali e mais dois nos fundos, se quiser se alistar pegue os baldes e os produtos de limpeza ali naquela sala e pode começar!

Conforme o tenente falava sobre os banheiros ele apontava a direção de cada um, mostrando ao aspirante à marinheiro a localização dos mesmos, Von não imaginava que seria tão rápido, mas os testes para seu alistamento já haviam começado!


Tenente Enrico:
 

____________________________________________________

~A vida é apenas um fenômeno superestimado...~


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]  |  [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Gods Slayers
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
From the ashes, we will be reborn


- Fala -
* Pensamento *
~ Flashback ~

Objetivos:
[x] Entrar no exercito revolucionário
[  ] Declarar guerra ao governo mundial
[  ] Organizar um ataque à marinha que entre para a história
[  ] Libertar os escravos das mãos dos tenryuubitos
[  ] Obliterar Mariejoa com uma arma apocalíptica
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ripper
Membro
Membro
Ripper

Créditos : 5
Warn : O caminho da Gaivota  10010
Masculino Data de inscrição : 14/01/2018

O caminho da Gaivota  Empty
MensagemAssunto: Re: O caminho da Gaivota    O caminho da Gaivota  EmptyDom 28 Jan 2018, 18:20


Von podia sentir o ar gelado que inspirava tocando cada parte do seu peito, um novo dia nascendo junto ao Sol, os trabalhadores a caminho de sua labuta.. Era uma bela manhã. O grandalhão realmente gostava daquela parte do dia e da forma como a sua jornada havia começado, parecia que o destino dava boas-vindas ao novo aventureiro e ele sorria para o horizonte, como se agradecesse a ele.

Fez o caminho que viu tantos bandidos fazerem, após serem presos. Após alguns minutos, chegou finalmente ao seu destino, já havia visto aquela estrutura algumas outras vezes durante sua vida na Ilha, mas daquela vez era diferente, a enorme estrutura impressionou um pouco o jovem rapaz, parecia que havia percebido naquele momento, a grandiosidade da sua escolha. Dirigiu-se ao marinheiro que fazia guarda nos portões e demonstrou sua vigorosa vontade em se alistar, rapidamente o cenário foi mudado e Von se deparou com um Tenente mal encarado, que logo garantiu que nosso grandalhão tivesse um clássico trabalho de novatos, limpar banheiros.

Não considerou isso um problema, na verdade, até achou uma tarefa simples já que estava acostumado a carregar caixas por horas a fio e receber uns míseros trocados no final do dia e convenhamos, lavar banheiros não era um preço alto para se entrar na marinha.


Ações

Von provavelmente se dirigiria a sala indicada pelo Tenente para recolher os materiais de limpeza e começar o seu trabalho, caso os materiais não se encontrassem no local indicado, reportaria ao superior o ocorrido, afim de procurar uma solução para tal.

Se a situação permanecesse a mesma e Von conseguisse os materiais, tentaria se dedicar o máximo a limpeza, limpando cada canto e fresta que seu enorme tamanho permitisse, seu objetivo seria mostrar que não falou de forma leviana que nada mais o interessaria, a não ser alistar-se na marinha.

Após concluir a limpeza, Von iria reportar ao Tenente, de forma respeitosa, que a tarefa havia sido cumprida, dizendo coisas como:

- Senhor, os banheiros foram limpos conforme as suas ordens, senhor!


OFF:
 

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Ficha no banner
Voltar ao Topo Ir em baixo
Yamazaki Raizo
Revolucionário
Revolucionário
Yamazaki Raizo

Créditos : 6
Warn : O caminho da Gaivota  10010
Masculino Data de inscrição : 21/03/2017
Idade : 25

O caminho da Gaivota  Empty
MensagemAssunto: Re: O caminho da Gaivota    O caminho da Gaivota  EmptySeg 29 Jan 2018, 06:46


Von se esforçava em cada mínimo detalhe, limpando cada fresta, cada canto, para provar à todos e a si mesmo que estava pronto e era ele quem iria exercer o papel de um marinheiro no seu sentido mais fiel: com justiça e honra. O garoto então esfregava as paredes do banheiro que estavam imundas e cheias de crostas, talvez por não terem sido limpas à muito tempo, o cheiro era repugnante mas isso não incomodava o garoto.

Ao terminar, o seu trabalho era excelente e impossível de não ser notado, e procurando novamente o tenente Enrico que se encontrava na recepção o garoto dizia:

- Senhor, os banheiros foram limpos conforme as suas ordens, senhor!

E o tenente surpreso respondia com ar de dúvidas:

- Mas já ? Se fez um serviço ruim garoto pode esquecer a marinha, vou cuidar para que você nunca consiga se alistar em nenhum quartel do mundo! E agora vou avaliar seu trabalho.

O tenente saía da vista de Von em direção aos banheiros, e alguns minutos depois retornava impressionado:

- Rapaz, à muito tempo não via tal determinação. Entendo que são só banheiros, mas esse era um trabalho que ninguém queria fazer, e acho que você percebeu o por que ninguém queria fazê-lo, mais isso não te desanimou e você fez com excelência. A essência da marinha é essa, fazemos o que ninguém quer fazer, não é legal, não é heróico, apenas cumprimos nosso dever dedicando nossas vidas à ele, e você me passou uma boa impressão garoto.

E mudando sua expressão, como se desafiasse Von, o tenente continuou:

- Mas agora é o momento onde eu testo de verdade sua determinação, enquanto você limpava os banheiros uma forte nevasca começou a cair repentinamente. O motivo do clima mudar tão drasticamente assim ainda não foi confirmado, porém ao pé da montanha um carregamento foi bloqueado pela neve, esse carregamento é muito importante.

E levando o garoto à porta do QG, o tenente prosseguia:

- Você sabe o caminho, pois passou por lá para chegar até aqui, então como seu segundo teste você terá que descer o caminho que fez para chegar até aqui, e empurrar a carroça com o carregamento e com o cocheiro em cima, por todo o morro, até chegar aqui. Se acha que consegue pode ir agora, se acha que não, vá embora e nunca mais tente se alistar pois não vai conseguir. Boa sorte filho.

A nevasca era intensa, e o clima agradável tinha se tornado muito incômodo, o sol já não era mais visível, e o vento agredia os pulmões, Von seria movido puramente por sua determinação caso ainda tivesse intenção de se alistar.

____________________________________________________

~A vida é apenas um fenômeno superestimado...~


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]  |  [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Gods Slayers
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
From the ashes, we will be reborn


- Fala -
* Pensamento *
~ Flashback ~

Objetivos:
[x] Entrar no exercito revolucionário
[  ] Declarar guerra ao governo mundial
[  ] Organizar um ataque à marinha que entre para a história
[  ] Libertar os escravos das mãos dos tenryuubitos
[  ] Obliterar Mariejoa com uma arma apocalíptica
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ripper
Membro
Membro
Ripper

Créditos : 5
Warn : O caminho da Gaivota  10010
Masculino Data de inscrição : 14/01/2018

O caminho da Gaivota  Empty
MensagemAssunto: Re: O caminho da Gaivota    O caminho da Gaivota  EmptySeg 29 Jan 2018, 20:31



Von ficou feliz com o elogio vindo do Tenente, mesmo sendo por uma coisa banal como lavar banheiros, não era algo recorrente em sua antiga vida, o máximo que havia ouvido eram coisas como "Nossa! Você realmente conseguiu levantar essa caixa".
A felicidade e satisfação de Von foram rapidamente cortadas pela nova tarefa que seu superior o apresentara, nosso grandalhão iria usar pela primeira vez, em nome da marinha, os dons que o destino havia dado a ele.
Acompanhado pelo Tenente Enrico, Von vislumbrou a nova paisagem da Ilha e achou aquilo incomum para a época do ano, ainda mais se considerasse como aquele dia havia começado, mas nada disso importava, nosso prospecto de marinheiro tinha um trabalho e ele seria cumprido.


Ações

Ação 1
Von tentaria, primeiramente, arrumar algum tipo de agasalho.

- Senhor Tenente, senhor. Haveria a possibilidade de eu obter algum agasalho emprestado dentro do QG? Essa "virada" no tempo me pegou de surpresa, certamente não estou preparado para ela. Diria dirigindo-se ao Tenente Enrico.

             Resposta positiva: Von tentaria pegar o casaco e prosseguiria com a próxima ação.

             Resposta negativa: Von iria de qualquer forma ao encontro de seu dever, prosseguindo para a próxima ação.


Ação 2
Von tentaria seguir até o local indicado pelo Tenente, chegando lá, se apresentaria ao cocheiro e lhe ofereceria ajuda.

- Saudações! Meu nome é Von Strass e a marinha me enviou para lhe ajudar, você não precisará descer da carroça, a única coisa que irei pedir é, quando eu gritar "Já!", acione os animais para que eles façam força junto comigo.

Caso o cocheiro não aceitasse a ajuda, Von provavelmente falaria coisas como:
- Eu fui enviado em nome do Tenente Enrico para ajudá-lo com o carregamento! Não estou vestido como marinheiro por ainda estar em fase de aprovação, acredite em mim! - e, se tivesse obtido um agasalho da marinha, provavelmente o mostraria como prova.

Se o cocheiro aceitasse a ajuda: Von tentaria se posicionar atrás da carroça, espalmando ambas as mãos contra a mesma, em algum lugar que oferecesse resistência o suficiente para suas mãos, abaixaria seu tronco até um ângulo de 45°, encaixando sua escápula e firmando bem seus pés contra o chão, caso houvesse neve embaixo de seus pés, daria chutes com o bico dos pés para liberar espaço com a finalidade de empurrar o chão sob ele e não a neve e, assim, obter mais atrito contra o mesmo para que gerasse mais força contra a carroça, dobraria também suas pernas em 45° para que conseguisse usar as forças não só de seus membros superiores, mas também de seus músculos inferiores. Quando sua preparação estivesse pronta, Von tentaria inspirar todo o ar possível e tentaria gritar o mais alto possível:

- JÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁ!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Ao mesmo tempo em que tentaria utilizar cada fibra muscular presente em seu corpo com a finalidade de movimentar aquela bendita carroça.


Ação 3

Caso não conseguisse empurrar a carroça: Von provavelmente frustrado por não cumprir as ordens do Tenente, tentaria pedir que o cocheiro descesse e puxasse a corda dos animais que levavam a carroça pelo ponto mais alto da ladeira, assim diminuiria o peso da carroça e Von teria ajuda da força do próprio cocheiro e tentaria repetir a posição detalhada na "Ação 2".


             Caso conseguisse empurrar a carroça até a base sem ajuda: Tentaria ir diretamente ao Tenente reportar a missão.

- Senhor, tudo foi feito conforme o ordenado senhor. - e tentaria devolver o casaco, caso houvesse sido emprestado.


             Caso só conseguisse empurrar a carroça com ajuda: Tentaria ir diretamente ao Tenente reportar a missão.

- Senhor, infelizmente não consegui completar a missão nas condições impostas pelo senhor, precisei que o cocheiro descesse e me ajudasse, é uma vergonha que eu prometo que não voltará a se repetir.


Ação 4


             Caso Von não conseguisse empurrar a carroça: Von tentaria voltar até o Tenente e reportaria a missão, provavelmente entraria na sala de cabeça erguida e diria:

- Senhor, é com grande vergonha que eu venho reportar que a missão não foi concluída com sucesso, a minha força não foi o suficiente para empurrar a carroça, nem com a ajuda do cocheiro, gostaria de pedir que o senhor enviasse mais alguém comigo, para me ajudar, prometo que, caso eu entre mesmo na marinha, tais situações não serão comuns.

Se o Tenente enviasse alguém com Von para empurrar a carroça, seria repetido a posição explicada na Ação 2.



Ações menores

Se o cocheiro agradecesse a ajuda de Von, o mesmo tentaria responder - Não há de que. - ao mesmo tempo que um grande sorriso provavelmente poderia ser visto em seu rosto.

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Ficha no banner
Voltar ao Topo Ir em baixo
Yamazaki Raizo
Revolucionário
Revolucionário
Yamazaki Raizo

Créditos : 6
Warn : O caminho da Gaivota  10010
Masculino Data de inscrição : 21/03/2017
Idade : 25

O caminho da Gaivota  Empty
MensagemAssunto: Re: O caminho da Gaivota    O caminho da Gaivota  EmptyQua 31 Jan 2018, 05:27


Ao perguntar para o tenente se havia um agasalho a resposta veio rápido:

- É claro que sim, eu jamais permitiria que um dos meus soldados adoecesse por causa do frio, pegue aquela capa rapaz e se cubra, garanto que vai te manter aquecido!

Aquelas palavras soaram irônicas demais, e enquanto o tenente falava o marinheiro no balcão segurava o riso. Von dirigiu-se até onde a capa estava e ao vesti-la percebeu que estava completamente furada, parecendo mais um trapo velho do que uma capa de verdade. O brasão da marinha estava intacto, porém o restante da capa estava rasgado talvez por espadadas ou outros golpes.

Sem se importar com isso o rapaz vestia o casaco e saía do quartel sem dizer nada, o que causava um estranhamento no tenente, já que o normal seria ele fazer continência e pedir permissão para se retirar, porém Von estava aprendendo e com o tempo e dedicação se tornaria o melhor. Depois de percorrer o caminho novamente até o pé da montanha, Von percebeu que o chão estava coberto por uma fina camada de neve, que era suficiente para tirar o atrito entre as rodas da carroça e o chão e impedir que os cavalos conseguissem puxá-la. Ao chegar Von apresentou-se para o cocheiro, que era um velho com barba extremamente branca e levemente comprida, usando um chapéu cônico. Educadamente porém com uma voz firma o garoto disse:

- Saudações! Meu nome é Von Strass e a marinha me enviou para lhe ajudar, você não precisará descer da carroça, a única coisa que irei pedir é, quando eu gritar "Já!", acione os animais para que eles façam força junto comigo.

E o cocheiro animado com o reforço respondeu:

- Faça como quiser filho, contanto que me tire dessa neve. Pois se eu ficar mais um minuto aqui meu pulmão para de funcionar! Hueheuheeuhe!

Von tentava ser o mais profissional possível e preparando-se atrás da carroça o grandalhão dava o sinal e começava a empurrar, mas de repente o cocheiro gritava desesperado na frente da carroça:

- ESPEERE!

Ao observar o motivo do grito do cocheiro, Von pôde visualizar na frente da carroça uma imagem preocupante para o garoto: uma menininha, sem agasalho, caída na neve na frente da carroça. Quando Von olhou pra ela, ela olhou com uma expressão de dor para o aspirante à marinheiro e moveu os lábios sem que saísse som da sua boca, mas era possível entender que ela pedia ajuda dele. O teste para entrar na marinha era de extrema importância, mas o garoto jamais recusava um pedido de ajuda, ainda mais vindo de alguém claramente indefeso e necessitado como aquela menininha.

____________________________________________________

~A vida é apenas um fenômeno superestimado...~


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]  |  [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Gods Slayers
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
From the ashes, we will be reborn


- Fala -
* Pensamento *
~ Flashback ~

Objetivos:
[x] Entrar no exercito revolucionário
[  ] Declarar guerra ao governo mundial
[  ] Organizar um ataque à marinha que entre para a história
[  ] Libertar os escravos das mãos dos tenryuubitos
[  ] Obliterar Mariejoa com uma arma apocalíptica
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ripper
Membro
Membro
Ripper

Créditos : 5
Warn : O caminho da Gaivota  10010
Masculino Data de inscrição : 14/01/2018

O caminho da Gaivota  Empty
MensagemAssunto: Re: O caminho da Gaivota    O caminho da Gaivota  EmptyQui 01 Fev 2018, 01:26



Von ficara aliviado com a resposta positiva acerca do pedido pelo agasalho, mas logo ficou evidenciado para ele que a rápida resposta e boas intenções do Tenente nada mais eram que uma brincadeira com o novato em questão. Von vestiu orgulhosamente o casaco pois, mesmo que ele tivesse mais buracos do que pano, o mais importante estava mantido, que era o símbolo da Marinha.
Apressou-se com o objetivo de chegar rapidamente ao seu destino, a cena era como ele imaginava, um senhor em idade já avançada, precisava de sua ajuda. Todo o esforço e preparação de nosso prospecto foi interrompida por um grito alarmante do cocheiro - ESPEERE! - foi o que atingiu seus ouvidos. A cena não podia ter roubado mais qualquer atenção de Von, uma criança, naquele frio, jogada ao chão sem o mínimo de proteção.. Aquilo havia se tornado a sua prioridade.



Ações

O bondoso grandalhão, normalmente seria mais lógico e perguntaria ao cocheiro se haveria algum tipo de agasalho no carregamento para aquecer a criança, mas a situação dela provavelmente o fez agir de forma mais impulsiva, se dirigindo rapidamente a criança e pegando-a em seus braços. A primeira solução a ser tentada por Von, seria tirar seu pseudo-casaco que fora fornecido pelo Tenente e posteriormente, dobrá-lo diversas vezes, afim de concentrar todo o pano presente naquela vestimenta, como o jovem era um humano extremamente grande, provavelmente seu casaco, mesmo que com diversos furos, dobrado diversas vezes, fosse o suficiente para servir realmente como um agasalho para aquela criança. Caso a criança ainda aparentasse estar com demasiado frio, Von tentaria tirar sua camisa e também a envolveria na criança, com a finalidade de aquecer-la. Caso ela ainda aparentasse estar com muito frio, Von correria com a mesma para o QG, assim buscando lá, uma melhor forma de aquece-la.

- ESSA CRIANÇA PRECISA DE AJUDA! - seriam as primeiras palavras de Von, completando com: - Ela estava jogada no chão, sem agasalhos, eu tentei ajudar como pude mas.. por favor, salvem ela!!

Com a criança já em boas mãos, Von voltaria ao cocheiro para ajudar-lo, empurrando a carroça conforme dito no post anterior(irei escrever novamente a ação mais pra baixo, neste post).

Se a criança aparentasse uma melhora no seu estado depois de agasalhada, Von tentaria entregar ela para o cocheiro colocar ao seu lado, caso não houvesse espaço, pediria para que o mesmo a segurasse em seus braços e, então, Von tentaria se posicionar novamente atrás da carroça e tentaria repetir as ações do último post(escreverei novamente abaixo).

Von se posicionaria atrás da carroça, espalmando ambas as mãos contra a mesma, em algum lugar que oferecesse resistência o suficiente para suas mãos, abaixaria seu tronco até um ângulo de 45°, encaixando sua escápula e firmando bem seus pés contra o chão, caso houvesse neve embaixo de seus pés, daria chutes com o bico dos pés para liberar espaço com a finalidade de empurrar o chão sob ele e não a neve e, assim, obter mais atrito contra o mesmo para que gerasse mais força contra a carroça, dobraria também suas pernas em 45° para que conseguisse usar as forças não só de seus membros superiores, mas também de seus músculos inferiores. Quando sua preparação estivesse pronta, Von tentaria inspirar todo o ar possível e tentaria gritar o mais alto possível:

- JÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁ!!!!!!!!!!!!!!!!!!!


Ao mesmo tempo em que tentaria utilizar cada fibra muscular presente em seu corpo com a finalidade de movimentar aquela bendita carroça.

Caso conseguisse com sucesso chegar ao QG, tentaria pegar rapidamente a criança e a levaria para dentro da instalação, procurando ajuda para ela o mais rápido possível, caso nosso prospecto não tivesse perdido a própria batalha contra o frio.

- Alguém me ajude, ela estava largada nesse frio, eu agasalhei ela da forma que pude, mas creio que ainda precise de atendimento médico!!!!

Após verificar que a criança estava bem, Von tentaria reportar toda a missão para o Tenente, tentaria ir até a sala dele e, caso conseguisse, prestaria continência e logo após proferiria as seguintes palavras: - Senhor Tenente, senhor! A missão foi cumprida com sucesso, a carruagem e a carga foram entregues conforme o pedido!

 


Histórico/Dados da Ficha:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Ficha no banner
Voltar ao Topo Ir em baixo
Yamazaki Raizo
Revolucionário
Revolucionário
Yamazaki Raizo

Créditos : 6
Warn : O caminho da Gaivota  10010
Masculino Data de inscrição : 21/03/2017
Idade : 25

O caminho da Gaivota  Empty
MensagemAssunto: Re: O caminho da Gaivota    O caminho da Gaivota  EmptySab 03 Fev 2018, 02:43


Von não media esforços para ajudar a garota que estava desfalecida no chão e ao perceber que o trapo velho que o tenente irônicamente ofereceu à ele como proteção não seria suficiente para aquecê-la, o rapaz despiu-se de sua própria camiseta para aquecê-la, e percebendo que a menina respirava e estava aquecida por suas roupas Von a entregou para o cocheiro e empurrou a carroça morro acima. O vento frio resfriava seu corpo aquecido pelo exercício, e isso era extremamente prejudicial ao seus pulmões, ao chegarem no quartel o rapaz disse desesperado:

- Alguém me ajude, ela estava largada nesse frio, eu agasalhei ela da forma que pude, mas creio que ainda precise de atendimento médico!!!!

E dirigindo-se ao Tenente completou:

- Senhor Tenente, senhor! A missão foi cumprida com sucesso, a carruagem e a carga foram entregues conforme o pedido!

Ao ouvi-lo, o próprio tenente ia em direção à carroça e tirava a menina dos braços do cocheiro, no momento que pegou a criança nos braços, o tenente com uma mão segurou a menina em seu colo e com a outra mão o tenente tirou algumas madeixas do cabelo da menina que tampavam seu pescoço e ao fazer isso o tenente revelou uma tatuagem na criança.

Na verdade aquela marca era mais uma queimadura feita à ferro quente, assemelhava-se à um corvo e ao ver tal tatuagem a expressão do tenente mudou instantaneamente. Ele estava preocupado e nervoso ao mesmo tempo, e com uma voz firme ordenou aos seus subordinados:

- Quero uma carruagem coberta para mim e para essa menina agora mesmo, precisamos levá-la ao hospital da cidade, a enfermaria do quartel não pode ajudá-la. Preciso do sargento Hiroshi e o sgt. Ichirou comigo e mais dois soldados para investigarmos uma ação criminosa na cidade, enquanto isso quero que o sgt. Tatsuo continue os testes do joven Von.

E dirigindo-se à Von o tenente disse:

- Você passou com louvor no teste de serviço à marinha e resistência física rapaz, seu último teste será de combate, vou confiar esse teste à um de meus sargentos, conforme o relatório dele você entrará para a marinha ou será reprovado, boa sorte!

Logo após dizer isso, o tenente Enrico ia em direção à carruagem que já estava à espera do mesmo e partiam em direção ao centro de Toroa. A nevasca ainda caía e Von estava com a parte superior do corpo descoberta, e já começava sentir os primeiros sinais de que seu corpo fôra prejudicado por ser exposto à nevasca, sua garganta começava a doer e seu nariz extremamente gelado começava à trancar dificultando sua respiração.

O jovem Von ouviu uma voz conhecida vindo de dentro do quartel, e ao se virar a surpresa foi grande:

- Aqui rapaz, vista isso! Se continuar assim vai acabar pegando um res...

Era o marinheiro corrupto que Von havia encontrado numa taverna no centro de Toroa alguns dias atrás, e ao ver o garoto sua reação foi exatamente a mesma de Von, arregalou os olhos e ficou extremamente surpreso. O careca fechou o rosto na mesma hora e ainda oferecendo um uniforme da marinha para Von apenas o encarava, e o clima ficou pesado assim por alguns segundos que pareciam uma eternidade, e o sargento para quebrar o gelo disse em tom sério:

- Por uma ironia do destino o tenente Enrico confiou à mim sua admissão na marinha. Vamos ver o que você sabe sobre luta, me acompanhe.

O sargento movia-se rapidamente entre os corredores do quartel, e era possível ver que ele ia até um tipo de ringue de luta, tal ringue era quadrado porém ao envés de cordas nas laterais tinha uma espécie de grade, onde os lutadores entravam por uma porta também feita de grade e após isso ela era fechada, deixando os lutadores numa espécie de jaula. O sargento Tatsuo já estava lá dentro, e se aquecia preparando-se para um embate com o jovem, e dessa vez tal embate poderia colocar a vida de Von em risco.

Explicações:
 

____________________________________________________

~A vida é apenas um fenômeno superestimado...~


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]  |  [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Gods Slayers
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
From the ashes, we will be reborn


- Fala -
* Pensamento *
~ Flashback ~

Objetivos:
[x] Entrar no exercito revolucionário
[  ] Declarar guerra ao governo mundial
[  ] Organizar um ataque à marinha que entre para a história
[  ] Libertar os escravos das mãos dos tenryuubitos
[  ] Obliterar Mariejoa com uma arma apocalíptica
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ripper
Membro
Membro
Ripper

Créditos : 5
Warn : O caminho da Gaivota  10010
Masculino Data de inscrição : 14/01/2018

O caminho da Gaivota  Empty
MensagemAssunto: Re: O caminho da Gaivota    O caminho da Gaivota  EmptySeg 05 Fev 2018, 23:30


A satisfação pelo dever cumprido se misturava com a preocupação pela garotinha, apesar de agora ela estar sob os cuidados do Tenente e a caminho do hospital, a cena no qual Von a encontrara havia causado um impacto no jovem rapaz. Von observou o Tenente deixar o QG com a garota em seus braços enquanto prestava sua continência, o frio era bruto, seu corpo começa a reclamar pela primeira vez mas tudo havia valido a pena.
Tudo bem, mas ele tinha sua missão a cumprir, ainda não era um oficial da marinha e, apesar da garganta dolorida e da dificuldade para respirar, uma luta corporal ainda o aguardava. A conhecida voz que atingiu seus ouvidos, não trouxe uma grata surpresa, aquele verme que o havia confrontado na taverna manteve-se na Marinha e agora era o responsável direto pela sua aprovação.
Von pegou o uniforme por ele oferecido, afinal, aquele homem não o faria dar um passo sequer atrás na busca pelo seu objetivo, na verdade, agora ele se tornara um incentivo.
Aquele rústico ringue, mais pareceu pra Von algo clandestino, mas ele gostou, seria o cenário perfeito para ele punir, mais uma vez, um marinheiro corrupto.


Ações


Von provavelmente subiria também ao ringue, afim de se juntar ao sargento, se posicionando na parte oposta ao local que ele se encontrava, balançaria sua cabeça lateralmente, afim de tentar estralar as juntas do pescoço. Alongar seus membros e alguns pequenos saltos, provavelmente caracterizariam o final de sua preparação e, após isso, Von tentaria assumir sua postura de combate, dando pequenos pulos para frente e para trás, de forma intervalada, afim de aumentar a sua mobilidade naquele combate, ao mesmo tempo em que levantaria seus punhos na altura de seu queixo, como um bom pugilista.

Como estava prejudicado pela nevasca, Von adotaria uma postura mais defensiva, esperando uma iniciativa de seu oponente, caso o mesmo o atacasse com um soco direto, um cruzado, ou qualquer tipo de golpe alto, Von tentaria se esquivar abaixando, para então contra atacar com um cruzado no rosto do oponente, sempre fazendo valer de sua grande envergadura. Se golpes viessem em sua costela, Von defenderia abaixando seus cotovelos na altura da costela alvejada, em seguida, golpearia com um soco no rosto do oponente, utilizando a mão oposta ao braço que utilizou para defender a respectiva costela. Caso o oponente tentasse aplicar chutes baixos, Von recuaria procurando uma brecha para, então, utilizar-se de sua aceleração e aplicar um soco direto no rosto do oponente, aproximando-se rapidamente para isso. Caso o oponente tente agarrar Von,
ele tentaria impedir isso empurrando o sargento para longe.
Em caso do sargento não tomar iniciativa, Von aproximaria lentamente do mesmo, fintando-o com seus movimentos de pés, e tentaria, caso achasse que havia uma brecha, aplicar um soco direto no rosto do mesmo, utilizando de sua aceleração para antecipar sua passada e surpreender o mesmo, caso o Sargento esquivasse, Von retornaria a sua "guarda" de boxe rapidamente, para proteger o seu queixo, tentando ao mesmo tempo, sempre desviar dos golpes abaixando a cabeça rapidamente ou dando passos para trás.


Posição de luta:
 


Histórico/Dados da Ficha:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Ficha no banner
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




O caminho da Gaivota  Empty
MensagemAssunto: Re: O caminho da Gaivota    O caminho da Gaivota  Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
O caminho da Gaivota
Voltar ao Topo 
Página 1 de 2Ir à página : 1, 2  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: West Blue :: Toroa Island-
Ir para: