One Piece RPG
A verdade sobre A Corte ! O passado de um oficial - Página 4 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» O que me aguarda em Ponta de Lança? Espero que belas Mulheres, hihihi
A verdade sobre A Corte ! O passado de um oficial - Página 4 Emptypor Pippos Hoje à(s) 23:31

» Xeque - Mate - Parte 1
A verdade sobre A Corte ! O passado de um oficial - Página 4 Emptypor TheJoker Hoje à(s) 23:26

» Arco 5: Uma boa morte!
A verdade sobre A Corte ! O passado de um oficial - Página 4 Emptypor Kenshin Himura Hoje à(s) 23:12

» Supernova
A verdade sobre A Corte ! O passado de um oficial - Página 4 Emptypor Takamoto Lisandro Hoje à(s) 22:34

» I - O bêbado e o soldado
A verdade sobre A Corte ! O passado de um oficial - Página 4 Emptypor Masques Hoje à(s) 21:39

» Capítulo I: Raízes Perdidas
A verdade sobre A Corte ! O passado de um oficial - Página 4 Emptypor ADM.Tidus Hoje à(s) 21:30

» Apresentação 6 ~ Falência Bombástica
A verdade sobre A Corte ! O passado de um oficial - Página 4 Emptypor Furry Hoje à(s) 21:10

» [Kit - Makei] Red Saber/Mordred Pendragon
A verdade sobre A Corte ! O passado de um oficial - Página 4 Emptypor Volker Hoje à(s) 21:06

» [E.M] - Gostosuras e Travessuras
A verdade sobre A Corte ! O passado de um oficial - Página 4 Emptypor Achiles Hoje à(s) 20:27

» Drake Fateburn
A verdade sobre A Corte ! O passado de um oficial - Página 4 Emptypor CrowKuro Hoje à(s) 19:59

» Hermínia Hetelvine
A verdade sobre A Corte ! O passado de um oficial - Página 4 Emptypor ADM.Noskire Hoje à(s) 19:51

» Akira Suzuki
A verdade sobre A Corte ! O passado de um oficial - Página 4 Emptypor ADM.Noskire Hoje à(s) 19:49

» Sette Bello
A verdade sobre A Corte ! O passado de um oficial - Página 4 Emptypor ADM.Noskire Hoje à(s) 19:46

» Bell Farest
A verdade sobre A Corte ! O passado de um oficial - Página 4 Emptypor Far Hoje à(s) 19:43

» Alipheese Fateburn
A verdade sobre A Corte ! O passado de um oficial - Página 4 Emptypor GM.Alipheese Hoje à(s) 19:31

» As mil espadas - As mil aranhas
A verdade sobre A Corte ! O passado de um oficial - Página 4 Emptypor Noelle Hoje à(s) 19:08

» The One Above All - Ato 2
A verdade sobre A Corte ! O passado de um oficial - Página 4 Emptypor Thomas Kenway Hoje à(s) 18:54

» Seasons: Road to New World
A verdade sobre A Corte ! O passado de um oficial - Página 4 Emptypor GM.Muffatu Hoje à(s) 18:28

» Cap. 2 - The Enemy Within
A verdade sobre A Corte ! O passado de um oficial - Página 4 Emptypor Takamoto Lisandro Hoje à(s) 18:04

» Enuma Elish
A verdade sobre A Corte ! O passado de um oficial - Página 4 Emptypor Thomas Kenway Hoje à(s) 17:28



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 A verdade sobre A Corte ! O passado de um oficial

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 62
Warn : A verdade sobre A Corte ! O passado de um oficial - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 27
Localização : 1ª Rota - Karakui

A verdade sobre A Corte ! O passado de um oficial - Página 4 Empty
MensagemAssunto: A verdade sobre A Corte ! O passado de um oficial   A verdade sobre A Corte ! O passado de um oficial - Página 4 EmptySeg 25 Dez - 15:55

Relembrando a primeira mensagem :

A verdade sobre A Corte ! O passado de um oficial

Aqui ocorrerá a aventura do(a) marinheiro Laith Kinder. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
GM.Midnight
Tenente
Tenente


Data de inscrição : 27/04/2010

A verdade sobre A Corte ! O passado de um oficial - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: A verdade sobre A Corte ! O passado de um oficial   A verdade sobre A Corte ! O passado de um oficial - Página 4 EmptySex 5 Jan - 17:45



La Black Rose


The ache of my pain


Laith por um momento parava para ouvir o que o agente tinha em mente, e de fato eram detalhes que não tinham passado ainda pela cabeça do sargento, afinal, se o próprio reconhecera Yuri, por que não o terrorista não o reconheceria? O rapaz deixava ambas as mãos sobre a mesa, apoiando-se sobre ela enquanto o olhar pairava no envelope, com um semblante pensativo sobre a questão.

- De fato, nós dois nos aproximarmos poderia ser arriscado, mas o baile de gala é uma oportunidade única para infiltrar na rede de contato dele, afinal lá estarão os que fazem parte dos negócios lícitos e ilícitos. O sargento fazia uma breve pausa, refletindo sobre a questão e voltando sobre o assunto. – Tenente, você tem razão, com certeza ele deve ter um meio de evacuar todo esse transporte ilegal, um terceiro está ajudando ele, seja um interno ou externo, por isso precisamos descobrir sobre essa pessoa e sobre seus meios.

O marinheiro refletia mais uma vez sobre a questão e puxava de seu envelope algumas informações, em especial a que dizia sobre as atividades noturnas na empresa do civil.

“ É bem provável que esse desgraçado deve fazer o transporte das mercadorias durante a noite, mas o meio que ele faz isso é a grande questão, não há muitas ilhas perto de Loguetown em que ele possa mover tão rapidamente, além disso o mar aqui não é dos melhores para isso, o máximo que fariam é aportar na costas, mas não garantia nada para que a carga fosse até a empresa.”

- Escutem, precisamos fazer isso de forma sigilosa, mas que não deixe ele agir livremente, precisamos ter ele dentro do nosso controle e sem ele perceber isso. Por isso, Andres, seguiremos com o plano do baile de gala, mas você é quem irá interceptar Yuri, eu ficarei encarregado de descobrir algumas coisas com os convidados. Tenente, peço veemente que na noite do baile, aumente a vigilância na região da empresa, mas deixe claro para os soldados ficarem de olho na movimentação das ruas, se ele desconfiar de algo com certeza vai movimentar Cedric na mesma noite, peço também que deixe o soldado Phill entre os escalados para a vigilância, afinal ele é parte do grupo, mas é o único que não sabe das informações, e isso facilitaria para ele observar as coisas de forma geral.

O ruivo se sentava novamente entre os presentes e assim parava para refletir mais uma vez sobre o plano, o grande problema para ele era onde iria se encaixar todos seus problemas pessoais e de que forma os fazer sem que Yuri ou os próprios marinheiros notassem algo de diferente.

- O prazo para toda a primeira fase do nosso plano é de uma semana. Tenente Spark, o senhor está de acordo?

Após a resposta do tenente, o rapaz seguia com a conversa, mas caso o plano fosse acordado, o rapaz se levantaria e daria como encerrada a reunião, faria uma continência ao superior e se retiraria dali, indo pelo corredor até que fazia um sinal discreto ao agente do governo, esperando que o mesmo compreendesse e seguiria pelo edifício até um lugar mais reservado e discreto, caso Andres tivesse o seguido.

- Agente Andres, sobre nossos disfarces e planos, peço que mantenha o máximo sigilo sobre eles, se reporte diretamente para mim a respeito dessa tarefa, como o próprio tenente falou, talvez hajam elementos corruptos dentro dessa história, o que complicaria todo o plano.

Obviamente, tal preocupação era uma plena fachada do próprio marinheiro, afinal dali em diante todas as preocupações sobre as ações com Yuri esbarrariam no agente, e Laith não pretendia perder o controle delas.

- Além disso, eu pretendo olhar o prédio da empresa hoje mesmo, a noite, quero ver o movimento com o meus próprios olhos, gostaria de acompanhar?

Se o agente aceitasse, então esperaria o cair da noite e seguiria junto do mesmo para a região da empresa, aonde observaria o movimento, vendo se notava algo amais.






H i s t ó r i c o

-Ganhos: Perícia(Anatomia Humana), Péricia(Toxicologia), Kunai(Lv 1), rank marinha(sargento); Ninjaken(Nível 2);
-Perdas: Ninjaken (Nível 1)
-Posts: 15
-Relações com personagens: Mitrir, médico marinheiro (navio rumo à loguetown), tenente Spark(navio), Phill(soldado ruivo, com martelo), Tenente Cruzis
- Posts até Loguetown: 05/05.

Créditos a @[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Boreal
Pirata
Pirata
Boreal

Créditos : 4
Warn : A verdade sobre A Corte ! O passado de um oficial - Página 4 10010
Feminino Data de inscrição : 31/03/2013
Idade : 19

A verdade sobre A Corte ! O passado de um oficial - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: A verdade sobre A Corte ! O passado de um oficial   A verdade sobre A Corte ! O passado de um oficial - Página 4 EmptySex 5 Jan - 23:16

- De fato, nós dois nos aproximarmos poderia ser arriscado, mas o baile de gala é uma oportunidade única para infiltrar na rede de contato dele, afinal lá estarão os que fazem parte dos negócios lícitos e ilícitos. - Dizia Laith, logo após alguns segundos de reflexão. Ele fazia uma breve pausa e então seguia seus dizeres. - Tenente, você tem razão, com certeza ele deve ter um meio de evacuar todo esse transporte ilegal, um terceiro está ajudando ele, seja um interno ou externo, por isso precisamos descobrir sobre essa pessoa e sobre seus meios.

- E se algum de nós for o corrupto? Como saberemos que não estamos dando bandeira dizendo todos os planos bem em frente a essa pessoa? - Brutus dizia. Pela primeira vez ele havia dito algo mais inteligente, enquanto Laith lia novamente a parte no envelope que falava sobre as estranhas movimentações noturnas na lavanderia.

- Francamente? Eu duvido. - Respondia Sanders, como se desdenhasse do grandalhão, que apenas ficava quieto.

- Escutem, precisamos fazer isso de forma sigilosa, mas que não deixe ele agir livremente, precisamos ter ele dentro do nosso controle e sem ele perceber isso. Por isso, Andres, seguiremos com o plano do baile de gala, mas você é quem irá interceptar Yuri, eu ficarei encarregado de descobrir algumas coisas com os convidados. Tenente, peço veemente que na noite do baile, aumente a vigilância na região da empresa, mas deixe claro para os soldados ficarem de olho na movimentação das ruas, se ele desconfiar de algo com certeza vai movimentar Cedric na mesma noite, peço também que deixe o soldado Phill entre os escalados para a vigilância, afinal ele é parte do grupo, mas é o único que não sabe das informações, e isso facilitaria para ele observar as coisas de forma geral.

- Perfeito. Usar o Phil nessa situação é uma boa ideia, sargento. - Respondia Sparks, esboçando um sorriso confiante para o habitante do céu. - Laith, se quiser passar também na central de uniformes e pedir um paletó, para que esteja em traje de gala também, diga que eu autorizei. Caso precisem de alguma peça adicional no disfarce podem dizer o mesmo.

- Ótimo. Provavelmente passaremos lá logo mais. Obrigado, tenente. - Sanders levantava um pouquinho seu chapéu em sinal de gratidão.

- O prazo para toda a primeira fase do nosso plano é de uma semana. Tenente Spark, o senhor está de acordo?

- Totalmente. Eu irei requisitar alguns Den Den Mushis para essa missão ainda hoje. Um para mim, um para Laith, um para o agente Sanders e um para Brutus e Phil. - E com isso, eles davam a reunião como encerrada, e deixavam o local, sendo Laith o primeiro a sair da sala, fazendo um gesto sutil para que o agente o acompanhasse, o qual respondia com um simples aceno com a cabeça mostrando ter entendido.

Ambos deixavam o local andando um pouco pelo corredor, onde aparentemente não havia ninguém próximo, e então o ninja dizia em tom mais baixo para Sanders. - Agente Andres, sobre nossos disfarces e planos, peço que mantenha o máximo sigilo sobre eles, se reporte diretamente para mim a respeito dessa tarefa, como o próprio tenente falou, talvez hajam elementos corruptos dentro dessa história, o que complicaria todo o plano.

- É claro, sargento. Confidencialidade é um dos fortes dos agentes do governo, caso não saiba. - Respondia, com certa soberba.

- Além disso, eu pretendo olhar o prédio da empresa hoje mesmo, a noite, quero ver o movimento com o meus próprios olhos, gostaria de acompanhar?

- Eu acho melhor não. Além do mais, eu vou fazer algumas pesquisas e mexer alguns pauzinhos para descobrir como entraremos no jantar, e também quando vai ser o próximo. - Fazia uma breve pausa, se preparando para sair, até que voltava a falar. - Ah, e sargento Laith... Mantenha a discrição. Eu sei que não é o forte da Marinha, mas você consegue. - Brincava ele, saindo então pelo corredor.

Laith olhava por um relógio na parede ali próxima e este marcava ainda 6:30, que ele deduzia ser da tarde. Faltavam algumas horas ainda para que ele partisse em direção ao estabelecimento. O que faria?

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
GM.Midnight
Tenente
Tenente
GM.Midnight

Créditos : 61
Warn : A verdade sobre A Corte ! O passado de um oficial - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 27/04/2010
Idade : 23

A verdade sobre A Corte ! O passado de um oficial - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: A verdade sobre A Corte ! O passado de um oficial   A verdade sobre A Corte ! O passado de um oficial - Página 4 EmptyDom 7 Jan - 21:05



La Black Rose


The ache of my pain


O sargento deixava com que Andres saísse do local calmamente, aliás, pelas costas é do mesmo é que Laith despejava uma aura de desejo de mata-lo, afinal, havia acabado de receber uma “lição” de um subalterno, um qualquer aos olhos do ruivo, desafiando além disso o próprio orgulho do marinheiro.

“Isso mesmo, vou ser bem discreto quanto eu for cortar o seu pescoço, seu merda.”

Em situações usuais o marinheiro esconderia seu sorriso, mas não, dessa vez deixava bem estampado no rosto um sorriso maníaco, compulsivo, vivido por sangue, que desejava nenhum outro senão do patente rasa do governo que antes conversavam. Esperava até que o mesmo sumisse de sua vista e logo passava o dedo pelos lábios, como se tivesse o matado em sua mente e banhado seus lábios com o sangue da presa, seu sorriso aos poucos se esvazia, assim como sua calma retornava.

Ainda faltava um bom tempo para a observação do edifício, sendo assim o marinheiro caminhava entre os corredores do Quartel General, indo novamente até a ala de uniformes, onde conversava com uma das atendentes, informando-a da situação.

- O tenente Spark me autorizou para que eu pegasse um paletó para a missão, poderia me prover um ?

Esperava então pelos procedimentos dos encarregados e logo se retirava do edifício, ainda havia coisas para serem feitas, coisas que batiam nos seus planos pessoais.

“Bem..vou precisar de instrumentos para o meu plano, preciso de luvas para evitar que haja marcas, e preciso de uma lamina e um veneno..se eu pegasse do arsenal da marinha talvez ficasse muito obvio pelo registro, e a possibilidade de roubar de um dos combatentes pode acarretar em luta desnecessária, bom, acho que uma faca talvez cuide da situação, é melhor comprar uma.”

O sargento então procurava uma pessoa na rua, e se fosse uma mulher não resistiria, acabando por dar uma olhadela nas curvas e uma cantada, após ter feito a pergunta:

- Com licença, poderia me informar aonde é a mercearia mais próxima?

Ao que tivesse o endereço indicado, seguiria até o local, inclusive distribuindo alguns assobios para as mulheres, e ao entrar na loja chegaria ao balcão pedindo uma faca com bom corte para gastronomia e um par de luvas para médico (luvas transparente).

Logo que realizasse suas compras, Laith voltaria para o Quartel General, guardando-as e em seguida iria para a taberna, parando para perguntar sobre o local a um dos soldados, tiraria seu uniforme de marinheiro e seguiria rumo até a taverna, aonde sentaria no balcão, pedindo apenas um suco, e ouviria as conversas alheias por ali até que encontrasse alguma coisa que o chamasse a atenção, algum conteúdo como sobre movimentos terroristas e medos a respeito de ataques, além de boatos sobre as organizações ou sobre Yuri.





H i s t ó r i c o

-Ganhos: Perícia(Anatomia Humana), Péricia(Toxicologia), Kunai(Lv 1), rank marinha(sargento); Ninjaken(Nível 2);
-Perdas: Ninjaken (Nível 1)
-Posts: 16
-Relações com personagens: Mitrir, médico marinheiro (navio rumo à loguetown), tenente Spark(navio), Phill(soldado ruivo, com martelo), Tenente Cruzis; Burques(marinheiro), Andres(agente do governo)
- Posts até Loguetown: 05/05.

Créditos a @[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

"Pague o preço do seu karma e aceite-o."
Voltar ao Topo Ir em baixo
Boreal
Pirata
Pirata
Boreal

Créditos : 4
Warn : A verdade sobre A Corte ! O passado de um oficial - Página 4 10010
Feminino Data de inscrição : 31/03/2013
Idade : 19

A verdade sobre A Corte ! O passado de um oficial - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: A verdade sobre A Corte ! O passado de um oficial   A verdade sobre A Corte ! O passado de um oficial - Página 4 EmptyDom 7 Jan - 22:05

Enquanto o agente em treinamento Sanders deixava o local caminhando pelo corredor, Laith nutria um ódio terrível por ter seu orgulho de certa forma quebrado pela brincadeira do "subalterno". Ele colocava os dedos na boca e por um instante se deliciava ao imaginar o sangue do agente, escapando um sorriso demoníaco entre suas feições.

Mas ele se controlava. E, tendo então se controlado, resolvia se dirigir novamente ao departamento de uniformes e costura do QG, e chegando lá a mesma mulher que o atendera antes estava anotando algumas coisas em papeis. - O tenente Spark me autorizou para que eu pegasse um paletó para a missão, poderia me prover um? - Ela levantava o olhar e ao ver que era ele novamente, sorria.

- Claro, sargento Laith. Além disso, os ajustes em seu novo uniforme ficaram prontos também. - Ela puxava um cabide coberto por uma capa preta, com um zíper na frente para abri-la. - Pode se vestir ali e deixar suas roupas anteriores conosco, iremos deixar elas prontas para caso venham a ser necessitadas por outro soldado. - Ela dizia, apontando para uma pequena portinha que dava numa salinha de 1 por 1, um simples provador, com um espelho.

E então o habitante do céu pegava o cabide e entrava no provador, tirando suas roupas de soldado e colocando então os trajes de sargento, de certa forma mais sociais, mas ainda com certo tom militar. Se olhava no espelho, escondendo suas asas dentro da camisa, e se sentindo mais imponente com aquelas vestimentas.

Ao sair do provador, a mulher olhava para ele com um sorriso e dizia. - O senhor ficou realmente elegante, sargento. - Havia um certo orgulho em sua voz. - Aqui o paletó que solicitou. Mas cuidado, pois ele não faz parte do uniforme, e algum superior pode se irritar ao ver usando isso. - Dizia, entregando o paletó sem nenhum cabide ou coisa do tipo.

Ele então deixava o local, saindo até mesmo do quartel, andando um pouco nas ruas perguntando informações para pessoas. Ele até assobiava para umas duas mulheres que via nas ruas, e ela pareciam não gostar muito daquilo, mas não reagiam. Ao fim, ele encontrava um estabelecimento bonito, bem construído, com os dizeres "Tem-De-Tudo do Sr. Lemos". Adentrava o mesmo e era recebido por um senhor baixinho, gordinho, com um belo bigode negro estampando suas feições e um chapéu da mesma cor. - OLAAAA, SEJA BEM VINDO! EU SOU O SR. LEMOS!

Ele solicitava uma luva de gastronomia e uma faca de médico... Ou melhor, luvas de médico e uma faca de gastronomia. O vendedor tirava ambos os itens das costas, num passe de mágica, de maneira até estranha. Em sua mão direita um par de luvas brancas quase transparentes, e na outra uma faca de cozinha comum. O valor total: 55.000 berries, que era pago por Laith, em troca recebendo os itens.

Com estes junto a si, ele voltava ao quartel general, adentrando rapidamente o local e indo para uma região no canto do QG, onde haviam alguns armários para os marinheiros guardarem suas coisas. Era um corredor sem saída, pouco iluminado, e pouquíssimas pessoas passavam próximas dali, esporadicamente. Era um lugar um tanto quanto macabro. Ele deixava a faca e as luvas em um armário e trancava o mesmo, levando a chave consigo. Estava para sair e então Phil surgia de trás dos armários, com um sorriso em seu rosto, mas com uma certa ironia. - E ai sargento Laith... - Ele dizia isso dando certa enfase no novo cargo do marinheiro, em um tom incompreensível, talvez de desprezo. - O tenente Spark disse que ia precisar de mim para uma missão, com uma pequena equipe que estaria de certa forma... Liderando, é? - Neste momento Laith percebia que ele tinha uma mão nas costas, como se escondesse algo. - Podia ser eu liderando esse grupo. Mas um filho da puta de um outro ruivo metido a besta roubou a minha promoção que eu tenho esperado a alguns meses. - Ele encarava profundamente Laith, com um olhar assustador, intensificado pelo clima do local. Seu sorriso já havia caído. Era estranho, aquele não era o Phil que havia conhecido anteriormente. - Escuta aqui Laith. Você vai renunciar a esse cargo, agora! E vai pedir para passarem essa missão para mim. A minha família é muito influente aqui dentro da Marinha, até tenho um tio que é Comodoro, e eu acho que você não vai querer ter problemas conosco... Como vai ser?

Roupas Adquiridas:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
GM.Midnight
Tenente
Tenente
GM.Midnight

Créditos : 61
Warn : A verdade sobre A Corte ! O passado de um oficial - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 27/04/2010
Idade : 23

A verdade sobre A Corte ! O passado de um oficial - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: A verdade sobre A Corte ! O passado de um oficial   A verdade sobre A Corte ! O passado de um oficial - Página 4 EmptySeg 8 Jan - 14:01



La Black Rose


The ache of my pain


As compras tinham ido muito bem, havia conseguido achar o item se muitos problemas e o valor, apesar de um pouco acima do esperado, ainda havia conseguido passar com suas economias, um passo do plano estava dado, era quando o rapaz guardava seus itens para missão dentro de um armário, inclusive se perguntava a razão daquele corredor que levava aos armários ser um corredor de péssimas condições.

Quando se preparava para partir em direção da taverna, uma voz conhecida o parava, em um tom totalmente diferente, mas de fato era a mesma voz. Calmamente o rapaz virava-se encontrando o mesmo rapaz, ruivo, levemente moreno, e mais alto. Dava para se perceber o tom agressivo, e irônico, na voz do outro, o qual Laith se concentrava para não responder com um sorriso compulsivo. Acabava esperando pelas falas do outro, e quando terminava, concentrava-se mais em não mostrar um sorriso sádico, e forçava seu rosto à uma expressão séria, talvez nunca havia agradecido tanto os céus por ter aprendido a arte da atuação quanto agora.

- Ora ora, se não é o soldado Phill. Laith respondia no mesmo tom irônico que o “colega” havia o dirigido. – Sim, isso mesmo, eu pedi ao tenente Spark que designasse você para uma missão comigo.

Nesse ponto, o sargento já tentava discretamente deixar a mão com a chave do armário atrás das costas, de forma que conforme ia falando, ia encaixando a chave no cadeado e tentando-o abrir discretamente.

- Essa missão foi um pedido especial de Shell Town, um assunto bem delicado, e achei que você talvez daria conta do recado. Não me entenda errado Phill, eu não designei você nessa missão por dó ou pena, pelo contrário, achei que você seria um ponto interessante nela. Além disso, acho que você não consegue observar, mas eu estou te dando uma chance de mesmo tendo falhado na prova, você ser promovido para sargento, é só você ficar quietinho e ouvir bem o que eu e o tenente temos para te dizer.

- E sobre seu tio Comodoro ou algo assim, não venha com esse papo, o que você acha pior? Seu parente na cola do Quartel General de Loguetown, ou todos os principais jornais dos quatro blues e o próprio Sea Gull estarem na capa, Sobrinho de Comodoro é preso por motim no quartel General de Loguetown, indiciado por atacar os companheiros e desacatar os superiores, é tratado como a desgraça da família e preso.

O ruivo dava mais um passo para frente, firme, fazendo mais barulho que o normal, assim como afiava seu olhar, deixando-o penetrante e fixo no soldado, tentando-o intimidar de certa forma.

- E aí, o que você vai querer?

Claro que se Phill tentasse atacar nesse meio tempo, Laith então observaria o rapaz e faria uma estimativa do tempo até que o outro atacasse, se fosse uma arma de mão(como martelo, ou faca, ou espada) esperaria o ataque e então usaria sua técnica (Coupe d’air), mas ao invés de desferir um corte no final, tentaria desferir um chute contra sua cabeça, na esperança de desmaia-lo. Todavia, se fosse uma arma de fogo, o sargento faria um rápido rolamento para frente e dispararia em uma corrida tentando diminuir a distância entre os dois, até que com sua kunai, tentaria desferir um golpe sobre a mão do mesmo, procurando aceitar a região do punho.

Se fosse impossível um desvio, em ambos os casos, buscaria bloquear ou então desviar para a região oposta ao golpe, objetivando amenizar os danos. Devido à estrutura do corredor, rolamentos laterais seriam impossíveis, então só restaria ao rapaz usar a parede como impulso para um salto ou usar de um mortal rápido para trás.





H i s t ó r i c o

-Ganhos: Perícia(Anatomia Humana), Pericia(Toxicologia), Kunai(Lv 1), rank marinha(sargento); Ninjaken(Nível 2); uniforme da marinha(sargento); paletó chique; faca para gastronomia; luvas de médico.
-Perdas: Ninjaken (Nível 1); 55.000 berries
-Posts: 17
-Relações com personagens: Mitrir, médico marinheiro (navio rumo à loguetown), tenente Spark(navio), Phill(soldado ruivo, com martelo), Tenente Cruzis; Burques(marinheiro), Sandres(agente do governo)
- Posts até Loguetown: 05/05.

Créditos a @[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


técnica:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

"Pague o preço do seu karma e aceite-o."
Voltar ao Topo Ir em baixo
Boreal
Pirata
Pirata
Boreal

Créditos : 4
Warn : A verdade sobre A Corte ! O passado de um oficial - Página 4 10010
Feminino Data de inscrição : 31/03/2013
Idade : 19

A verdade sobre A Corte ! O passado de um oficial - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: A verdade sobre A Corte ! O passado de um oficial   A verdade sobre A Corte ! O passado de um oficial - Página 4 EmptySeg 8 Jan - 15:01


- Ora ora, se não é o soldado Phill. - Laith dava a mesma ironia no cargo que o outro ruivo, prosseguindo sua fala com um semblante sério. - Sim, isso mesmo, eu pedi ao tenente Spark que designasse você para uma missão comigo. - Enquanto falava isso, o habitante do céu com as mãos nas costas girava a chave no armário em que havia guardado suas coisas abrindo-o(?). - Essa missão foi um pedido especial de Shell Town, um assunto bem delicado, e achei que você talvez daria conta do recado. Não me entenda errado Phill, eu não designei você nessa missão por dó ou pena, pelo contrário, achei que você seria um ponto interessante nela. Além disso, acho que você não consegue observar, mas eu estou te dando uma chance de mesmo tendo falhado na prova, você ser promovido para sargento, é só você ficar quietinho e ouvir bem o que eu e o tenente temos para te dizer.

- Sem joguinhos, Laith. - Phill franzia o cenho, ainda com uma das mãos nas costas.

- E sobre seu tio Comodoro ou algo assim, não venha com esse papo, o que você acha pior? Seu parente na cola do Quartel General de Loguetown, ou todos os principais jornais dos quatro blues e o próprio Sea Gull estarem na capa, Sobrinho de Comodoro é preso por motim no quartel General de Loguetown, indiciado por atacar os companheiros e desacatar os superiores, é tratado como a desgraça da família e preso... - Dizia, encarando profundamente o bárbaro.

- Você não teria audácia... - Neste momento, Laith tava um passo em sua direção, ainda fitando-o.

- E aí, o que você vai querer? - O Kinder fazia o olhar mais penetrante que conseguia, enquanto Phil parecia não saber lidar muito com aquela situação.

- Eu queria fazer do jeito mais fácil mas você está ousando me ameaçar. - Ele apontava um revólver para Laith, diretamente contra seu rosto. - Quando você sumir Cruzis vai ser obrigado a promover um novo sargento, e este serei eu.

Laith avançaria com sua kunai em mãos contra o adversário, se não fosse um tiro que atravessava a cabeça do bárbaro por trás, derrubando-o no chão, já morto, com seu sangue se espalhando pelo piso.

- Laith. - A figura que surgia, desrosqueando o silenciador de sua arma, era Sanders, com um olhar preocupado. - Estive ouvindo tudo desde o começo. Pensei que não teria que intervir, mas quando vi a arma não tive outra opção. - Ele guardava a arma novamente na sua cintura, por baixo de sua camisa e paletó de agente em treinamento. - Nós precisamos sair o mais rápido possível antes que alguém venha aqui, ou nós dois estamos ferrados.

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
GM.Midnight
Tenente
Tenente
GM.Midnight

Créditos : 61
Warn : A verdade sobre A Corte ! O passado de um oficial - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 27/04/2010
Idade : 23

A verdade sobre A Corte ! O passado de um oficial - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: A verdade sobre A Corte ! O passado de um oficial   A verdade sobre A Corte ! O passado de um oficial - Página 4 EmptySeg 8 Jan - 23:21



La Black Rose


The ache of my pain


Quando estava prestes a avançar sobre o inimigo, o sargento ouvia um barulho abafado, um baque, e em seguida a expressão desvanecida de Phill, seu corpo indo ao chão e em seguida o sangue pelo rosto do soldado, e o pior de tudo, Laith estava em meio a cena, com certeza algo que não desejava. Os olhos do ruivo subiam lentamente até que observava a figura surgindo entre a escuridão do corredor e logo via a figura do agente em treinamento, o qual com certeza de discrição pouco sabia, o que deixava o rapaz ainda mais irritado.

- Que porra você pensa que está fazendo? Dizia o sargento, dando um passo para frente olhando o corpo e então seguia até o agente, olhando-o de cima para baixo, segurando-se para não cortar o pescoço dele ali mesmo, por fim, guardava a kunai e virava-se para o defunto, fazendo um leve som de desgosto, “tsc”. – Bom, agora com certeza não sou só eu que tenho que melhorar em discrição.

O rapaz olhava para o corredor, vendo se alguém passava por lá, poderia ter alguns jeitos de prolongar as coisas para o lado do agente, mas isso não valia a pena agora, o rapaz retornava ao armário, fechando-o e assim caminhava pelo corredor fazendo um sinal para o agente ir com o mesmo, seguia até um local mais afastado e desolado do Quartel e puxava o mesmo.

- Primeiro, me explique porque você estava ali, e segundo, o que pretende fazer a partir de agora?

O rapaz deixava suavemente sua mão sobre a kunai, julgando se agora era a hora de matar o agente também ou deixar para mata-lo depois, afinal, era mais uma testemunha no processo e mais uma preocupação.





H i s t ó r i c o

-Ganhos: Perícia(Anatomia Humana), Pericia(Toxicologia), Kunai(Lv 1), rank marinha(sargento); Ninjaken(Nível 2); uniforme da marinha(sargento); paletó chique; faca para gastronomia; luvas de médico.
-Perdas: Ninjaken (Nível 1); 55.000 berries
-Posts: 18
-Relações com personagens: Mitrir, médico marinheiro (navio rumo à loguetown), tenente Spark(navio), Phill(soldado ruivo, com martelo), Tenente Cruzis; Burques(marinheiro), Sandres(agente do governo)
- Posts até Loguetown: 05/05.

Créditos a @[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

"Pague o preço do seu karma e aceite-o."
Voltar ao Topo Ir em baixo
Boreal
Pirata
Pirata
Boreal

Créditos : 4
Warn : A verdade sobre A Corte ! O passado de um oficial - Página 4 10010
Feminino Data de inscrição : 31/03/2013
Idade : 19

A verdade sobre A Corte ! O passado de um oficial - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: A verdade sobre A Corte ! O passado de um oficial   A verdade sobre A Corte ! O passado de um oficial - Página 4 EmptySeg 8 Jan - 23:41

- Que porra você pensa que está fazendo? - Laith dizia, irritado pela ação tomada pelo agente.

- Porra, eu estava salvando sua vida e a nossa missão. - Sanders dizia, fechando o olhar, com certa irritação pela pergunta e falta gratidão do sargento.

- Bom, agora com certeza não sou só eu que tenho que melhorar em discrição. - O habitante do céu dizia, com um tom de desgosto, segurando-se para não cortar o pescoço do "companheiro". Ele guardava sua kunai.

- Vai se foder, Laith. Eu acabei de salvar sua vida. - Ele dizia, reclamando, mas sem perder o tom amigável da coisa, de certa forma. - Para que você acha que serve essa bosta? - Mostrava o pequeno silenciador, colocando-o no bolso novamente?

Laith fechava o armário e então sinalizava para o agente seguir em frente, indo logo atrás dele, saindo do corredor. Eles andavam por aquela parte menos movimentada do QG ainda e acabavam por ir para um dormitório, onde não havia ninguém próximo. Duas camas, um armário, e uma escrivaninha, além de uma janela pela qual era possível ver a cor do céu que denunciava o sol em seu por.

- Primeiro, me explique porque você estava ali, e segundo, o que pretende fazer a partir de agora? - Laith questionava o agente, deixando sua mão tocar suave e ocultamente a kunai.

- Você quer saber mesmo? O próprio tenente Cruzis me mandou ficar de olho nele, antes mesmo da nossa "reuniãozinha". Ao que parece estava preocupado depois dele ser reprovado no teste para sargento, mas com certeza não esperava que ele fosse tentar te matar! Eu vi ele pegando a arma e seguindo você, não podia deixar que ele te matasse ou a nossa missão ia por água a baixo. - Explicava, gesticulando um pouco para dar ênfase em suas palavras. - E agora o que eu pretendo fazer? - Neste momento um outro soldado aleatório entrava no dormitório, acenava para eles com um sorriso, e ia até o armário pegar alguma coisa. - Eu vou fumar um cigarro pra relaxar. Confie em mim, vai dar tudo certo. - O soldado pegava alguns livros no armário e saia do quarto, e Sanders sairia logo atrás dele.

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
GM.Midnight
Tenente
Tenente
GM.Midnight

Créditos : 61
Warn : A verdade sobre A Corte ! O passado de um oficial - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 27/04/2010
Idade : 23

A verdade sobre A Corte ! O passado de um oficial - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: A verdade sobre A Corte ! O passado de um oficial   A verdade sobre A Corte ! O passado de um oficial - Página 4 EmptyTer 9 Jan - 0:38



La Black Rose


The ache of my pain


Quanto mais o agente falava, mais o sargento tinha vontade de cortar a garganta dele e não ouvir sua voz, de fato, agora ela estava irritando-o, o dia em especial tinha sido um tanto quanto conturbado, ainda mais com os problemas ao redor do soldado Phill e com os detalhes da missão, pelo menos de fato em uma coisa Sandres estava certo: era melhor isso do que ter que batalhar com Phill e acabar se expondo mais.

“Mas que filho da puta, agora não sei mais com que me preocupar.”

O ruivo esperava então que o “companheiro” saísse e ajeitava suas roupas novamente, como se estivesse se preparando para uma nova empreitada, ao olhar na janela, dava para ver que o horário estava chegando ao próximo ao anoitecer e logo estaria no horário da movimentação ao redor da empresa de Yuri, queria ver como era a própria movimentação e o que poderia haver de errado nelas, talvez pudesse descobrir também de onde vinha a carga ilegal.

Logo após o anoitecer, o marinheiro saia do Quartel General e ia em direção ao prédio conforme o mapa, seguia pelo caminho durante a noite mantendo a descrição e colocando paletó sobre o uniforme, de forma a esconder parcialmente sua identidade da marinha, enquanto o boné havia colocado dobrado em um dos bolsos, o rapaz caminhava atentamente pela rua, olhando para os becos e ruas, tentando achar algum movimento como o de uma carroça.

Quando chegasse ao local, se espreitaria em algum beco e assim ficaria observando a movimentação próxima ao prédio, notaria a quantidade e a descrição das pessoas que entrassem e saíssem, assim como a movimentação das cargas, sua mão ficaria sobre a kunai a todo momento, afim de estar preparado para um possível ataque surpresa nas sombras, olharia também para a fachada do prédio, de forma a procurar algum ponto interessante ou movimento estranho.





H i s t ó r i c o

-Ganhos: Perícia(Anatomia Humana), Pericia(Toxicologia), Kunai(Lv 1), rank marinha(sargento); Ninjaken(Nível 2); uniforme da marinha(sargento); paletó chique; faca para gastronomia; luvas de médico.
-Perdas: Ninjaken (Nível 1); 55.000 berries
-Posts: 19
-Relações com personagens: Mitrir, médico marinheiro (navio rumo à loguetown), tenente Spark(navio), Phill(soldado ruivo, com martelo), Tenente Cruzis; Burques(marinheiro), Sandres(agente do governo)
- Posts até Loguetown: 05/05.

Créditos a @[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

"Pague o preço do seu karma e aceite-o."
Voltar ao Topo Ir em baixo
Boreal
Pirata
Pirata
Boreal

Créditos : 4
Warn : A verdade sobre A Corte ! O passado de um oficial - Página 4 10010
Feminino Data de inscrição : 31/03/2013
Idade : 19

A verdade sobre A Corte ! O passado de um oficial - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: A verdade sobre A Corte ! O passado de um oficial   A verdade sobre A Corte ! O passado de um oficial - Página 4 EmptyTer 9 Jan - 22:19


O agente em treinamento Sanders deixava a sala sem dizer mais nada, e Laith nem tava impedi-lo ou dizer outra coisa, de forma que ele saia facilmente. O sargento olhava para janela e vendo ser quase noite, se preparava para deixar o quartel.

Alguns passos eram dados pelo QG a caminho da saída principal, e andando um pouco notava uma movimentação um pouco "estranha". Marinheiros e agentes do governo caminhavam, corriam, com semblantes de preocupação e outros desconfiados. Laith ouvia algumas conversas e, com partes bem cortadas de todas, poderia deduzir que já haviam descoberto da morte de Phil, pelo jeito.

De toda forma, ele deixava o local e já estava quase totalmente escuro, as lâmpadas de gás que iluminavam a cidade aos poucos eram acesas, e o número de pessoas nas ruas ia diminuindo aos poucos. Não como se fossem se extinguir por enquanto, mas por exemplo, se antes haviam 10 pessoas em um lugar, agora provavelmente teriam 6.

Laith seguia as informações que tinha até chegar próximo a lavanderia, se disfarçando de forma improvisada com o paletó e escondendo seu boné amassado dentro das roupas. Ele ficava a alguns metros e via que a construção era relativamente alta, em seus três andares, e as fotos mostravam muito bem a mesma. Atrás das vitrines do primeiro andar, mulheres lavavam suas roupas em tanques e enxaguavam em pequenas pias logo ao lado.

O mercadinho logo ao lado estava fechando, em sua placa a escrita "Tem-De-Tudo do Sr. Lemos". Contudo, não era o mesmo que Laith havia ido anteriormente, era um pouco menor e a sua estrutura era pintada de rosa. Ironicamente, também era o mesmo Sr. Lemos de antes que estava fechando o local, mas ele não parecia ver o marinheiro.

A movimentação na lavanderia num geral era comum, pessoas com sacolas ou caixas com suas roupas entravam e saiam, em sua maioria mulheres, também com uma leve inclinação a senhoras de mais de 50 anos.  Mas um indivíduo em comum chamava a atenção de Laith: um homem calvo, quase careca, branco caucasiano, trajando um terno com gravata borboleta, com um machado preso por uma correia em suas costas, carregando dois cabides com paletós extremamente chiques. Poderia ser um homem qualquer indo lavar roupas, mas tinha uma energia diferente, era como se suas intenções não fossem só aquelas, e seu olhar para os lados antes de entrar denunciava isso.

Ilustração:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
GM.Midnight
Tenente
Tenente
GM.Midnight

Créditos : 61
Warn : A verdade sobre A Corte ! O passado de um oficial - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 27/04/2010
Idade : 23

A verdade sobre A Corte ! O passado de um oficial - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: A verdade sobre A Corte ! O passado de um oficial   A verdade sobre A Corte ! O passado de um oficial - Página 4 EmptyTer 9 Jan - 22:51



La Black Rose


The ache of my pain


A movimentação parecia se um tanto quanto incomum, não pelas mulheres lavando as roupas, imaginando que no cotidiano da cidade reversa, essa fosse uma cena comum, mas sim por alguns elementos, como um homem de semblante duvidoso e um Sr.Lemos que ou tinha dois negócios, ou era um elemento de negócios igualmente questionáveis.

“Esse velho parece saber de alguma coisa, mas o careca também, talvez um subordinado carregando o paletó do chefe? “

Laith continuava então espreitando, e observaria a movimentação do mesmo, se o mesmo entrasse na lavanderia, o sargento iria até o Sr. Lemos, caso estivesse, iria dar um toque no ombro do mesmo, pedindo para conversar com ele.

- Boa noite senhor Lemos, estava de passagem aqui e vi o senhor, queria conversar sobre o nosso negócio mais cedo, acho que uma das luvas veio com defeito, mas queria ter uma certeza antes? Se importa de conversar?

Ao que fosse permitido, seguiria a conversa com o mesmo.

- Bom, antes dos itens, gostaria de perguntar outra coisa que me chamou a atenção, o senhor tem dois negócios na cidade? Ou o outro é uma fachada? Perguntaria com um tom calmo, mas um olhar penetrante encima do velho, afim de pressiona-lo a tirar alguma informação. – Além do mais, não me apresentei, pode me chamar de Castro. Devo dizer que tenho alguns contatos na ilha, mas antes de tudo quero que me fale uma coisa, você tem observado alguma movimentação estranha na lavanderia a frente de sua loja nos últimos dias? Me descreva por favor.

Entretanto, se o velho não estivesse mais, Laith seguiria então para dentro da lavanderia, ao que abrisse a porta olharia com cuidado para todos lá dentro, observando para ver se não havia nenhum segurança ou algo assim, observaria se o careca ainda estava ali, e es estivesse tentaria observá-lo furtivamente, vendo se ia para o próximo andar ou não, ou então se já não estivesse lá, o sargento andaria até a escada e subiria alguns degraus, vendo se estava algum segurança ou alguém.

Se alguma pessoa o interceptasse, calmamente iria sorrir e fazer um leve sinal de respeito ao outro. – Mil perdões, eu sou um comerciante que fora enviado aqui para vender os meus produtos, gostaria de falar com o seu gerente, se possível. Peço perdão pelo horário também, como meu parceiro de vendas faltou, tive que cobrir todos os estabelecimentos da cidade, e isso acarretou nesse horário. Mentiria na cara dura,  mas tentando torna-la convincente, de modo que pelo menos pudesse retirar-se dali, ou extrair alguma informação.





H i s t ó r i c o

-Ganhos: Perícia(Anatomia Humana), Pericia(Toxicologia), Kunai(Lv 1), rank marinha(sargento); Ninjaken(Nível 2); uniforme da marinha(sargento); paletó chique; faca para gastronomia; luvas de médico.
-Perdas: Ninjaken (Nível 1); 55.000 berries
-Posts: 20
-Relações com personagens: Mitrir, médico marinheiro (navio rumo à loguetown), tenente Spark(navio), Phill(soldado ruivo, com martelo), Tenente Cruzis; Burques(marinheiro), Sandres(agente do governo)
- Posts até Loguetown: 05/05.

Créditos a @[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

legenda:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

"Pague o preço do seu karma e aceite-o."
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




A verdade sobre A Corte ! O passado de um oficial - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: A verdade sobre A Corte ! O passado de um oficial   A verdade sobre A Corte ! O passado de um oficial - Página 4 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
A verdade sobre A Corte ! O passado de um oficial
Voltar ao Topo 
Página 4 de 9Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: East Blue :: Polestar Islands-
Ir para: