One Piece RPG
Em busca de fama! Um começo! - Página 19 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Nox I - Loucura
Em busca de fama! Um começo! - Página 19 Emptypor Catuios Ontem à(s) 23:31

» Sons of Vermillion's Blood: Gênesis
Em busca de fama! Um começo! - Página 19 Emptypor ADM.Tidus Ontem à(s) 22:08

» Bizarre Adventure: Smooth Criminal
Em busca de fama! Um começo! - Página 19 Emptypor Achiles Ontem à(s) 21:43

» Teleton Chronicles I: Retaliação
Em busca de fama! Um começo! - Página 19 Emptypor Sakaki Ontem à(s) 21:34

» [ficha] Hinata Bijin
Em busca de fama! Um começo! - Página 19 Emptypor Bijin Ontem à(s) 20:39

» Apenas UMA Aventura
Em busca de fama! Um começo! - Página 19 Emptypor Van Ontem à(s) 20:35

» Cap. 1: Laços entrelaçados, as chamas da revolução se erguem!
Em busca de fama! Um começo! - Página 19 Emptypor Wesker Ontem à(s) 20:07

» Buki Bijin
Em busca de fama! Um começo! - Página 19 Emptypor ADM.Ventus Ontem à(s) 19:02

» Arthas Mandrake
Em busca de fama! Um começo! - Página 19 Emptypor ADM.Ventus Ontem à(s) 18:58

» Bastardos Inglórios
Em busca de fama! Um começo! - Página 19 Emptypor Wing Ontem à(s) 18:57

» Evento Natalino - Amigo Secreto
Em busca de fama! Um começo! - Página 19 Emptypor Mizzu Ontem à(s) 18:13

» あんみつ - Anmitsu
Em busca de fama! Um começo! - Página 19 Emptypor Vincentão Ontem à(s) 18:03

» Unbreakable
Em busca de fama! Um começo! - Página 19 Emptypor ADM.Tidus Ontem à(s) 18:03

» Cap. 1 - Abrindo caminho
Em busca de fama! Um começo! - Página 19 Emptypor Fonseca Ontem à(s) 17:31

» [Mini-Theodore]
Em busca de fama! Um começo! - Página 19 Emptypor Death-D.Obscure Ontem à(s) 17:04

» [Ficha] Mikhail Vermillion
Em busca de fama! Um começo! - Página 19 Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 16:40

» Mikhail Vermillion
Em busca de fama! Um começo! - Página 19 Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 16:37

» Construindo o Começo
Em busca de fama! Um começo! - Página 19 Emptypor Graeme Ontem à(s) 15:17

» [Ficha] Coldraz Vermiillion
Em busca de fama! Um começo! - Página 19 Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 13:35

» Coldraz Vermillion
Em busca de fama! Um começo! - Página 19 Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 13:34



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG

Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


Compartilhe
 

 Em busca de fama! Um começo!

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1 ... 11 ... 18, 19, 20, 21, 22  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Ventus
Pirata
Pirata


Data de inscrição : 15/12/2013

Em busca de fama! Um começo! - Página 19 Empty
MensagemAssunto: Re: Em busca de fama! Um começo!   Em busca de fama! Um começo! - Página 19 EmptyQua Mar 21 2018, 14:20



A Invasão part.VI
Batalha na mansão


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


     Não era uma situação muito desejável a qual os piratas se encontravam, os piratas da ruiva tinham conhecimento que seu papel seria enfrentar oponentes fortes e talvez até mesmo mais experientes que os novatos piratas ao mar, no entanto os agentes ultrapassaram suas expectativas em relação aos inimigos, Dk via adaga fincada em seu abdômen e por um momento considerou se realmente seria uma boa decisão remover a arma, Ria na porta também não se encontrava em bons lençóis já que seu ombro baleado seria um obstáculo a mais em seu combate.

     Na mansão ficava claro saber que ali não estava acontecendo algo de bom, barulhos de disparos ecoavam pelas paredes fazendo ser possível escutar os disparos do jardim, gritos surgiam de diversos cômodos “PIRATAS AQUI! PEGUEM-OS ; AAAAAH ALGUÉM ME AJUDE! ; SOCORRO!” Eram diversas vozes diferentes vindo de diversos cômodos diferentes sendo que algumas vezes ficava difícil de compreender já que a mansão gerava ecos que repercutia por todo o cenário.

     Kaminari removeu a adaga de seu abdômen, antes de remover ele percebia que o disparo tinha sido executado com certa força já que a mesma estava cravada até alguns poucos centímetros do cabo de empunhadura, ao remover tinha sido necessário uma certa força do samurai mas de imediato seu ferimento começava a sangrar, podia sentir o sangue escorrer por debaixo de suas vestes enquanto as mesmas ficavam um pouco manchadas na região, sua força se esvaia aos poucos mas o samurai ainda tinha uma batalha para seguir. -Espero que você não tenha cortado nada importante.- Falou Kaminari começando a caminhar em direção de seu oponente.

     Enquanto isso Ria reunia suas forças restantes que em um instalo deram impulso a ceifadora em uma grande dose de adrenalina, a ruiva começou a correr com a fúria estampada em sua face o agente pareceu surpresa da mulher ainda conseguir se mover daquela maneira o que acabou o atrapalhando ao recarregar sua arma e com o alvo em seu alcance Ria acertava o golpe com o cabo de foice e ao puxar o agente ela fincava o fio de sua foice nas costas de seu alvo executando um ferimento não muito profundo mas ainda assim bastante doloroso, ao puxar o agente ele acabava tendo seu corpo em direção ao da ceifadora e fazendo proveito dessa proximidade o homem imediatamente executou uma coronhada em um movimento horizontal acertando o lado direito do rosto de Fanalis.

     O agente aproveitava enquanto Ria sofria com a dor de mais um golpe e saltou para mais uma vez fora do alcance da ceifadora, ele executou algumas cambalhotas no chão e durante o procedimento ele começava a recarregar sua pistola, assim que se pôs em pé o homem executou alguns disparos contra a pirata que imediatamente começou a correr buscando sair da mira de seu algoz, agora Ria se encontrava em movimento correndo pelo jardim enquanto o agente disparava contra ela.

     Caminhar de Dk começava se transformar em uma corrida assim como a do agente mas diferente de Dk que corria avançando contra o agente o oponente corria buscando distância do samurai tornando aquilo uma perseguição por um certo momento, o agente começou a correr subindo as escadas que davam acesso ao segundo andar com o samurai ao seu encalço e chegando no topo da escada o gatuno parou deixando que Kaminari se aproximasse e executasse o primeiro ataque, imediatamente o agente saiu do caminho da katana de Dk se posicionando ao lado do samurai e com isso ele tentou executar um ataque com sua adaga remanescente mas logo era bloqueado pela segunda espada. -Tsc..- Antes que ele pudesse fugir outra vez o samurai executava um corte vertical subindo pelo tronco do oponente cortando todas as vestes que cobriam seu peito assim como um pouco de sua pele e carne fazendo o sangue do inimigo jorrar.

     O golpe tinha sido bom deixando o inimigo sangrando e com ferimentos graves no entanto ele ainda estava de pé e em um movimento desesperado ele correu contra Kaminari se jogando por cima do samurai, o agente tinha seu corpo perfurado mas isso não o impediu de se jogar contra o espadachim e cair por cima da muro da escada do segundo andar até o sólido chão de mármore do lugar.

     Tudo tinha sido muito rápido para o samurai em um momento ele atravessava sua katana na barriga do agente e outra ele estava caindo, seu corpo bateu de lado contra o chão podendo sentir que alguma coisa em seu corpo se quebrou e ao olhar para si ele percebeu que a adaga que o homem manejava antes agora se encontrava cravada abaixo de sua costela no lado direito de seu corpo, ao olhar os arredores pode ver seu inimigo morto enquanto e Yue ainda trocando golpes com o agente.

     Todo o corpo de Dk gritava em dor a primeiro momento não parecia ser possível se levantar mas ele sabia que ainda não tinham acabado o que começaram na mansão, ainda não tinham sinais dos médicos desaparecidos e tão pouco pareciam ter terminado com o assalto.


Histórico RIA:
 
Histórico DK:
 
FERIMENTOS:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Fanalis B. Ria
Pirata
Pirata
Fanalis B. Ria

Créditos : 51
Warn : Em busca de fama! Um começo! - Página 19 10010
Feminino Data de inscrição : 30/11/2017
Idade : 23
Localização : The Wonderful Land

Em busca de fama! Um começo! - Página 19 Empty
MensagemAssunto: Re: Em busca de fama! Um começo!   Em busca de fama! Um começo! - Página 19 EmptyQua Mar 21 2018, 20:05



Esquivando De Tudo! Ataque Da Ruiva Ensanguentada!


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Consegui de alguma forma acertar um desses agentes que até agora se mostravam intocáveis, ter acertado um golpe já era motivo para alegria e aumento de minha confiança,  pelo menos eu tenho uma chance de vencer, era o que pensava. Mas nem tudo na vida era um mar de rosas, eu estava totalmente machucada, braços, pernas, agora até mesmo rosto, o homem me dava uma coronhada no rosto. Me pergunto o que essas pessoas com quem luto sentem em acertar meu rosto, parece que gostam disso, ficava paralisada com a cabeça para o lado e para baixo, fico com dor por alguns instantes com aquele golpe forte, apenas parada em pé de frente para o agente, nesse tempo ele deu cambalhotas enquanto recarregava sua arma, fico sem entender porque tudo aquilo, mas de certa forma quando dou por mim falo em voz alta - MALDITO. - finalmente percebo o que está acontecendo e foi até que uma coisa bonita de se ver, toda aquela habilidade do agente me lembrava até do circo com os revolucionários pelo qual passamos alguns dias atrás.

Tanta coisa aconteceu nesses dias, e eu ainda achando que seria fácil derrotar esses agentes devido ao que vimos quando estávamos com Elizabeth, mas essa era só mais uma prova de que tínhamos um longo caminho para seguir até realizarmos nossos sonhos. Chegar ao fim da Grand Line não seria nem um pouco fácil pelo jeito, ainda estávamos no East Blue e já tínhamos passado por várias coisas e situações diferentes, mas não teria graça teria virar a Rainha Dos Piratas em um piscar de olhos.

Era possível escutar o ressoar de gritos, espadas colidindo, balas, todo tipo de coisa pela mansão, parecia até que estávamos no meio da invasão de uma cidade com tantas vozes e sons ao mesmo tempo, era impressionante toda aquela situação, mas eu não podia ficar parando para prestar atenção ou observar esse tipo de coisa, o agente com quem eu estava lutando ainda estava lá em pé, firme e forte para me derrotar. O homem começava a atirar em mim, eu, no susto, corria logo que me recuperava da pancada, nisso, rapidamente dava uma leve conferida para ter certeza que não tinha perdido nenhum dente com a língua, aparentemente estava tudo no lugar. Logo que confiro meus dentes, vejo aquela cena maluca, mesmo que de relance e em alta velocidade dou uma pequena olhada, vejo acima da escadaria uma luta ocorrendo, era Dk e o outro agente em uma feroz luta pela vida, até me distraio um pouco impressionada com os movimentos, mas não o suficiente para atrapalhar ou parar minha corrida, correria em ziguezague tentando sair da mira do agente e me esquivar de possíveis balas que ele viesse a disparar, ao mesmo tempo me aproximando dele para tentar um ataque.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Quando me aproximasse, ele poderia rolar como sempre fazia ou me atacar, eu o atacaria em um ataque vertical acertando a parte de cima de seu ombro, dando como se fosse uma estocada vindo de cima com a lâmina de minha foice, de maneira que ele não pudesse fugir, se ele tentasse se esquivar indo para trás ou rolando, eu iria atrás para desferir o golpe e acertar onde quer que fosse. O importante era acertá-lo para parar seu movimento, caso o agente tentasse atirar em mim, me acertar com uma coronhada, um soco ou um chute, tentaria me esquivar tirando a parte do corpo que ele almejasse acertar da trajetória de seu golpe.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Então, mais uma vez me aproximaria dele, sempre me esquivando de possíveis tiros, dessa vez, miraria em seu abdômen causando um corte horizontal com toda minha força e velocidade, fazendo de tudo para que ele não me impedisse e nem tentasse se esquivar, caso fosse me atacar, eu novamente tentaria me esquivar retirando a parte do corpo que ele aparentasse querer acertar com seu tiro, a mira dele era boa, eu tinha que contar com a minha agilidade para conseguir me esquivar dos seus ataques, se ele se afastasse, iria atrás dele para tentar desferir meu corte.

Caso em algum momento ele conseguisse se distanciar de mim, novamente correria para o lado o circundando e deixando que gastasse suas balas me esquivando dos tiros com movimentos aleatórios em ziguezague, assim que achasse que as balas acabaram, correria na direção dele, mas não em linha reta, para no caso de ele tentar me enganar, eu conseguir alcança-lo sem ser baleada novamente. Então, ainda segurando minha foice com a mão esquerda, disferiria um ataque diagonal em seu peito o mais profundo que conseguisse.

Se derrotasse o agente atirador, andaria de vagar até os outros para ver como estavam, se já haviam vencido os outros e se tinham se machucado tanto quanto eu, provavelmente todos estaríamos acabados aqueles agentes eram muito fortes. Caso Yue estivesse podendo se mexer normalmente, falaria baixo com uma voz meio fraca, mas ainda consciente do que estava fazendo, enquanto apontaria para meu ombro machucado - Yue, teria como dar uma olhada em meus ferimentos? Acho que eu me machuquei um pouco. - eu tinha perdido muito sangue e estava cheia de ferimentos, não seria estranho se desmaiasse ali mesmo, mas faria um esforço para poder continuar com a invasão.

OFF:
 

Objetivos:
 

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Convidado, continue tentando melhorar e você chega lá, não desista jamais!


Última edição por Fanalis B. Ria em Qui Mar 22 2018, 00:02, editado 7 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kaminari Dk
Pirata
Pirata
Kaminari Dk

Créditos : 6
Warn : Em busca de fama! Um começo! - Página 19 9010
Masculino Data de inscrição : 27/11/2017
Idade : 23
Localização : Conomi Island

Em busca de fama! Um começo! - Página 19 Empty
MensagemAssunto: Re: Em busca de fama! Um começo!   Em busca de fama! Um começo! - Página 19 EmptyQua Mar 21 2018, 21:37

A luta estava em seu clímax, nenhum de nós, tanto eu quanto o agente, cederíamos tão facilmente, eu removi a adaga que estava enfiada em mim, o ferimento estava latejando, o sangue saía conforme a pulsação do meu coração, era possível perceber que estava perdendo muito sangue e começando a ficar meio tonto, mas não pararia apenas com isso. Corro na direção do agente, o acompanhando pelas escadas até o segundo piso da mansão na tentativa de alcança-lo e ataca-lo, quando dou o ataque, ele habilmente se esquiva e ainda tenta um ataque em mim, mas eu o defendo com uma de minhas katanas e ainda consigo desferir um ataque, tinha certeza que com isso teria o derrotado.

Mas para minha surpresa, meu inimigo não estava caindo, ele ainda estava de pé e conseguia lutar, com certeza ele era duro na queda, mas ele veio com um movimento estranho, não tentou um ataque normal com suas adagas, pulou para cima de mim e começamos a cair do segundo piso da mansão, durante a queda, fala angustiado pela decisão do agente -Mas o quê... Antes que pudesse terminar minha frase, atingimos o solo com tudo, eu fico desacordado por um breve momento devido ao impacto da queda, mas rapidamente acordo de novo e recupero a consciência, me sento, embora, para meu azar não me lembrava bem do que tinha acontecido, até que vejo Yue lutando e o corpo do agente no chão, me recordo na hora de tudo falando -Esse cara, o que ele fez? O agente estava morto e eu todo machucado e com uma adaga enfiada em meu corpo, tossia -Cof Cof. E limparia a boca com o braço, conferindo se havia saído sangue por ela, se saísse seria um péssimo sinal.

Não sentia dor alguma na hora, deve estar acontecendo aquela coisa da adrenalina impedir a dor, não entendo direito dessas coisas, mas Yue estava lutando, embora já estivesse sangrando e não tenha parecido ser uma boa ideia tirar a adaga da primeira vez, faria de novo, falaria para mim mesmo -Preciso ajudar Yue. Ali sentado, tiraria a outra adaga em meu corpo, tentando não me cortar mais e o mais rápido possível, então me levantaria já com uma de minhas katanas na mão direita, mesmo que estivesse quase sem forças, sangrando e com as pernas tremendo, não posso deixar que aquele agente fira Yue. Mesmo que caísse faria força para me levantar de novo e conseguir ajudá-la.

Se conseguisse me levantar, tentaria correr, mas mesmo que não conseguisse, andaria em direção do agente lutando contra Yue, ao me aproximar, segurando minha katana com as duas mãos, daria um corte diagonal de baixo para cima nele, não importando onde acertasse, tudo que queria era acabar logo com essa luta. Caso ele fosse me atacar com suas adagas, mudaria meu ataque para um bloqueio, batendo na diagonal com minha katana com toda força que ainda me restava e tentando interceptar seu ataque antes que me atingisse, se acertasse o ataque, daria outro logo em seguida também na diagonal, mas dessa vez de cima para baixo, caso ele me atacasse e eu bloqueasse seu ataque ou ele bloqueasse o meu, deslizaria minha katana em sua arma e tentaria o corte diagonal de cima para baixo.

Se ele ainda conseguisse lutar, eu aguardaria que ele me atacasse, assim que o fizesse, eu bateria com força minha katana em sua adaga ou a parte do corpo que usasse para atacar para tentar desviá-lo e assim que desviasse seu ataque, daria um corte horizontal da direita para esquerda em seu peito, caso eu percebesse que não conseguiria bloquear algum de seus ataques, me movimentaria rapidamente na direção contrária à Yue com velocidade na tentativa de me esquivar.

OFF:
 

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]///[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
ADM.Ventus
Pirata
Pirata
ADM.Ventus

Créditos : 77
Warn : Em busca de fama! Um começo! - Página 19 10010
Masculino Data de inscrição : 15/12/2013
Idade : 25

Em busca de fama! Um começo! - Página 19 Empty
MensagemAssunto: Re: Em busca de fama! Um começo!   Em busca de fama! Um começo! - Página 19 EmptyQui Mar 22 2018, 17:58



A Invasão part.VII
Reforços a caminho!


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


    Akeno estava trocando golpes rápidos e violentos contra o agente as adagas se chocavam tanto em ataque quanto em defesa, os dois se moviam em uma velocidade consideravelmente boa em suas demais esquivas, Kaminari via a cena e seu instinto natural era ajudar sua companheira no entanto por mais que ele fosse orgulhoso e tentasse ignorar a dor no primeiro momento de esforço para se levantar ele vacilou e voltou cair batendo o rosto no resistente piso da mansão, fazendo com que sua cabeça doesse e tentando se livrar de um das dores sem sequer pensar ele removeu a lâmina presa embaixo de suas costelas deixando mais uma vez que seu sangue escorresse em um ritmo talvez tão urgente quanto de seu abdômen.

    Para Ria a situação já tinha tomado proporções calamitosas, cada disparo parecia mais próximo da ceifadora não só pelo fato do agente estar se acostumando com a movimentação da ruiva mas também pelo fato da Fanalis ficar cada vez mais lenta por questões de exaustão pois a adrenalina já deixava de correr pelo seu corpo fazendo com que os ferimentos voltassem a doer, um disparo passou de raspão em seu rosto desenhando um risco em sua bochecha que sentia o fluido quente e vermelho começando a escorrer, um segundo  disparo passou perto de acertar o ombro bom da ceifadora que conseguia desviar durante sua aproximação.

    Com o atirador finalmente a seu alcance Fanalis desceu a ponta de sua foice contra o agente que entendia o movimento previsível de sua oponente e em vez de adotar um esquiva exuberante ele apenas se limitou a dar um passo para o lado esquerdo deixando que a ponta da foice de Ria se encontrasse direto com a terra do jardim, imediatamente ele apontou a arma para a cabeça da ruiva e apertou o gatilho mas para sua infelicidade a arma já estava descarregada, imediatamente com sua mão livre ele puxou a segunda pistola a girando em seus dedos enquanto movimentava sua mão na altura da cabeça de Ria.

    A ceifadora puxou sua arma para manejar um segundo movimento enquanto se preparava para mais uma vez tentar desviar mas devido a distância o disparo seria a queima roupa sem muitas chances de esquiva, quando o agente firmou a arma em sua mão pôs o giro ele imediatamente era acertado pela foice em um movimento horizontal onde a ponta de arma passava abrindo caminho pelas costelas do agente permitindo que o resto da lâmina passasse em seguida cortando um pouco da carne do homem, no entanto em um pasmo natural em resposta da dor o agente disparou contra a pirata mais uma vez, sua mira afetada pela dor e o impacto do golpe da ceifadora acabava sendo alterada para a coxa esquerda de Ria a fazendo cair logo em seguida de acertar o agente.

    Ria viu o agente cair no chão sangrando com uma de suas mãos em seu ferimento, no chão apontou são segunda arma em direção à cabeça de Ria que também estava caída na grama e com a dor estampada em seu semblante ele apertou o gatilho mas tudo que pode ser ouvido foi um click vazio sem munição, afinal ele não tinha recarregado sua segunda arma, desapontado com a situação o homem bateu sua cabeça contra a grama do jardim em uma expressão e ódio enquanto sangrava mas quando ele olhou adiante na direção no portão um sorriso surgiu no rosto do agente acompanhado de um olhar de alívio.

    Kaminari depois de muito esforço e determinação se levantava ensanguentado, ele não conseguia correr sem vacilar e cair então logo sua movimentação era lenta mas ainda assim instável se aproximando de maneira lenta até onde a médica e o agente lutavam, um homem de cabelos longos, sangrando e com uma espada na mão facilmente chamava atenção do agente que ao notar seus companheiros caídos decidiu recuar para fugir mas antes que fizesse isso Yue corria em encontro com o agente e acertava sua lâmina no peito do oponente que caiu de imediato.

    A situação do lado de dentro da mansão parecia ficar mais positiva com os sons de luta diminuindo gradualmente até se tornarem inexistentes dando a entender que as demais lutas chegaram ao seu fim, no entanto para Ria que estava do lado de fora entendia que a situação não era tão favorável assim, grupos de marinheiros começavam a se reunir no portão da mansão se preparando para um resgate era uma cena de mais ou menos quinze a vinte preparando suas armas e sua formação para o ataque. Dk e Yue não tinha visão dessa cena já que não era possível ver o portão de entrada de onde eles estavam assim como Ria não tinha visão muito clara do que se passava dentro da mansão.

-Dk você está muito ferido? precisamos encontrar os médicos logo antes que as coisas piorem.- Falou a médica guardando suas armas até que ela se virou e olhou para o samurai. -Mas o quê…- Antes que a médica pudesse terminar sua frase a capitã entrava na mansão mais uma vez enquanto fazia sua foice de apoio como se fosse uma bengala. -Yue, teria como dar uma olhada em meus ferimentos? Acho que eu me machuquei um pouco.- Falou Fanalis com uma voz fraca e baixa. -Vocês estão bem? Esse agentes são mesmo perigosos… è muito arriscado eu começar um tratamento agora, levaria tempo até cuidar desses ferimentos e quem sabe o que pode acontecer durante esse período de tempo.- Falou a médica com uma certa razão já que no momento em que ela começasse o tratamento os piratas estariam indefesos contra ataques inimigos.



Histórico RIA:
 
Histórico DK:
 
FERIMENTOS:
 
OFF:
 

____________________________________________________


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
~[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]|[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]~
Olá Convidado seja bem-vindo(a) ao One Piece RPG.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Fanalis B. Ria
Pirata
Pirata
Fanalis B. Ria

Créditos : 51
Warn : Em busca de fama! Um começo! - Página 19 10010
Feminino Data de inscrição : 30/11/2017
Idade : 23
Localização : The Wonderful Land

Em busca de fama! Um começo! - Página 19 Empty
MensagemAssunto: Re: Em busca de fama! Um começo!   Em busca de fama! Um começo! - Página 19 EmptySex Mar 23 2018, 00:46



De Cara Com A Morte! Início Da Procura Pelos Médicos!


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Minha força e velocidade já nem se comparavam a quando comecei essa luta, estava cheia de ferimentos por todo corpo, acabada. O atirador também já não parecia estar em seus melhores dias, mas não deixava de ser habilidoso, do contrário, eu não estaria na situação que estava no momento, começava a sentir dor, dor essa que não sentia já fazia um tempo, cada ferimento latejava naquele momento, eram vários disparos sendo realizados, eu conseguia me esquivar de alguns, mas outros passavam perto, até que um pega de raspão em meu rosto, a dor que sentia dos outros ferimentos sequer me deixava sentir o daquele arranhão, mas mesmo assim consigo perceber o sangue escorrer pelo meu rosto saindo daquela nova ferida, fico furiosa dando um grito - MEU ROSTO NÃO! - aquele agente já tinha passado dos limites, estava mais do que na hora de acabar com essa luta.

Dou uma última esquivada e tento o acertar com minha foice por cima, ele desvia e mira em minha cabeça, seria um disparo a queima roupa, quando percebo o que estava prestes a acontecer, tudo fica branco, não consigo pensar em nada, mas ao apertar o gatilho tudo o que escuto saindo da arma do agente é *Click!* quase minha vida havia se esvaído, felizmente para minha sorte a arma estava descarregada, fico sem entender nada, falaria com um tom pensativo - Como assim? - Não entendia como um agente do governo poderia ser tão distraído a ponto de não contar quantas balas tinha, me perguntava se ele estaria brincando comigo ou se foi por negligência mesmo.

A luta estava frenética, mas o agente tinha outra arma, ele a puxava e se preparava para atirar em mim, entretanto eu não o daria essa abertura, já havia começado meu próximo ataque assim que percebi que não morreria naquele momento em que ele mirou em mim a queima roupa, acerto com minha foice entre as costelas do agente que de alguma forma ainda consegue disparar contra minha coxa. Sinto aquela bala passando e imediatamente, somando aquilo com todas as outras feridas que havia acumulado ao longo da luta, deixo minha foice cair e caio no chão por cima dela totalmente sem forças, com a mão esquerda acima do novo ferimento na coxa e sem energia ou forças para me mover, tudo estava embaçado, a dor estava lá, era aguda naquele ponto, mas se somava com tudo que sentia dos machucados anteriores, nada parecia estar normal em meu corpo.

Eu estava virada para o agente, logo que caí, vejo ele cair também, ele também não parecia estar nada bem, quase tão mal ou pior do que eu, minha visão que estava embaçada melhora um pouco e vejo ele lentamente mexendo seu braço, a mira dele ia subindo, estava mais do que óbvio, estava vindo devagar, tudo que pensava era tenho que sair daqui, mas não conseguia, meu corpo não me obedecia, parecia que eu ia morrer ali, não tinha o que fazer, vamos pernas, me tirem daqui, era tudo que pensava. Estava começando a me desesperar apesar de não conseguir fazer nada e apenas com os olhos semi-abertos, deitada, cheia de ferimentos, com o cabelo no chão enquanto via minha morte chegar, ficava pensativa, dizem que quando se está prestes a morrer sua vida passa diante de seus olhos, mas não se passava minha vida por completo, tudo que me lembrava era da última semana, todos os momentos felizes, divertidos e tristes que passei com meus companheiros, dava um sorriso me lembrando daquelas memórias, começava a achar que aquele era meu fim, fechava um de meus olhos esperando o tiro e pensando Yue, Dk, eu vou... *Click* ria por dentro me lembrando, é verdade, ele não recarregou essa arma, me pergunto que tipo de agente é esse e como ele conseguiu me deixar nesse estado sendo tão descuidado, vejo o agente deitar a cabeça e fico pensando mais um pouco, quer dizer que vou viver, então fecho os olhos.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Passo alguns segundos com os olhos fechados, sem perceber ou escutar nada, até que acordo os abrindo com tudo, não era hora de dormir ou morrer aqui, ainda sentia dor, mas ao tentar me mover com muito esforço, vejo que começo a conseguir um pouco, era vagaroso, mas aos poucos se tornou em um movimento um pouco mais rápido, me levantava com auxilio de minha foice devagar, olhava para os lados e via vários marinheiros cercando a mansão, eles certamente já sabem de tudo o que está acontecendo. Ia praticamente me arrastando e usando minha foice longa como apoio em direção a mansão, chegando lá, via Yue e Dk, estava um pouco tonta, mas acho que ainda conseguiria me mover se fosse devagar.

Ao pedir para Yue dar uma olhada em meus ferimentos, cairia com o joelho da perna direita no chão, depois da pergunta dela, tossiria um pouco dizendo baixo e com a cabeça abaixada devido à minha fraqueza -Cof... Cof... A mar... A marinha, tem marinheiros lá fora! - o perigo era eminente, precisamos dar um jeito em tudo, ainda ajoelhada, levantaria um pouco a cabeça olhando para Yue, responderia a sua pergunta dando um leve sorriso apesar da situação em que nos encontrávamos - Eu é que te pergunto como você está bem depois disso, mas veja, os sons de luta e a gritaria pararam, provavelmente Savage e os outros conseguiram. - me levantaria aos poucos com minha foice ainda de apoio e completando - Ou eles morreram tentando, vamos conferir lá em cima, mas antes vamos olhar se tem algo nessas portas, confira a outra. -

Seguiria até uma das portas o mais rápido que conseguisse apesar dos ferimentos e conferiria se tinha algo que nos ajudasse ou alguém, perguntaria o mais alto que conseguisse - Tem algum médico aqui? - se não tivesse nada de útil ou alguém, subiria para o segundo piso na esperança de que os outros grupos tenham efetuado com êxito sua parte. Apesar de estarmos cercados, se tivermos os reféns, talvez consigamos algum dinheiro, apesar de nosso foco ser salvar os médicos, além de que dependendo dos reféns, talvez possamos interrogá-los e descobrir onde os médicos estão sendo escondidos ou se foram mortos, subindo as escadas seguiria qualquer som que escutasse na esperança de nos reunir com o resto do grupo de invasão.

Objetivos:
 

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Convidado, continue tentando melhorar e você chega lá, não desista jamais!


Última edição por Fanalis B. Ria em Sex Mar 23 2018, 12:36, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kaminari Dk
Pirata
Pirata
Kaminari Dk

Créditos : 6
Warn : Em busca de fama! Um começo! - Página 19 9010
Masculino Data de inscrição : 27/11/2017
Idade : 23
Localização : Conomi Island

Em busca de fama! Um começo! - Página 19 Empty
MensagemAssunto: Re: Em busca de fama! Um começo!   Em busca de fama! Um começo! - Página 19 EmptySex Mar 23 2018, 11:03

Eu estava destruído, a única coisa que mostrava que eu estava vivo e me mantinha em pé era a dor que eu sentia e ao mesmo tempo a vontade de ajudar Yue a vencer, eu andava quase caindo, meio curvado e em um ritmo lento devido aos danos sofridos devido ao combate anterior, eu não sabia como estava conseguindo, mas de alguma forma andava arrastando minha katana no chão e aos poucos me aproximando. Até que o agente me vendo se aproximar abaixa a guarda para tentar fugir, dando oportunidade para Yue que em um rápido movimento o atinge com sua adaga e derrota o ele. Ela me pergunta se eu estava ferido, lá estava eu quase desmaiando, o sangue escorria por várias partes de meu corpo, mas ainda estava de pé, olhava para ela nos olhos enquanto tremia por completo, com um olhar sério e calmo, falava com a voz meio rouca e sem fôlego devido a todo esforço que havia tido e ainda mantinha para ficar em pé -Eu estou bem. Parecia que ela havia levado um susto com a situação em que eu estava, no caso, semi-morto, até eu me impressionava de ainda estar em pé, mas ainda tínhamos coisas para fazer naquela mansão, tudo que eu precisava era de um leve descanso para poder prosseguir, quando acabarmos aqui, imagino que dormirei por três dias, colocaria a mão no meu peito para ver se a garrafa de saquê que eu tinha estava intacta, daria um belo sorriso imaginando como seria bom beber daquela garrafa de saquê que e dormir por um longo período de tempo.

Ainda olhando para Yue, perguntaria -E você? Se feriu? Dando uma boa olhada no corpo de nossa médica buscando por sangue e ferimentos para ter noção de como ela estava, ela é mais forte que eu imaginava para conseguir lutar com um desses agentes com uma simples adaga, fico realmente impressionado. Os sons de luta pareciam estar começando a diminuir, aparentemente logo mais a mansão seria nossa, ou seríamos destruídos no caso de os piratas de Savage falharem, já seria hora começar a ter ideias para nosso plano de fuga caso as coisas saíam do controle, por enquanto acho melhor contarmos que eles conseguiram derrotar todos, fazer os reféns e coletar os tesouros, essa poderia ser nossa oportunidade de interrogar algum dos Mallone para descobrir a verdade sobre os médicos.

Não demorava até ver aquela cena no portão principal, Ria estava enfrentando o mais chato dos agentes que topamos, aquele que usava uma pistola, era ela, parecia ter perdido menos sangue que eu, mas a situação não era boa, estava totalmente acabada também, assim como eu mal conseguia se manter em pé, usando sua foice como bengala ela entrava. Se ela dissesse que haviam marinheiros, eu estava um pouco melhor, embora não conseguisse me mexer muito bem, aparentemente poderia conversar, mesmo que com dificuldade, responderia Ria -O quê? Savage não tinha falado nada sobre isso, mas é óbvio que a invasão seria descoberta pela marinha, só não esperava que fosse tão cedo, temos que nos reunir com os piratas logo. Concordaria com Ria sobre as portas, pode ter algum vestígio dos médicos, é melhor checarmos tudo, andaria até a outra enquanto falaria para Yue -Feche a porta da frente, se vamos fazer reféns é melhor que ninguém simplesmente entre do nada, veja se consegue trancar a porta ou colocar algo para dificultar a passagem deles pela mesma. Então andaria até a outra porta e conferiria se havia algo que pudesse nos levar aos médicos, se tivesse, andaria até lá para conferir o que era, caso não, falaria -Não tem nada aqui.

Fecharia a porta que havia aberto abaixo da escada, guardaria minhas katanas e seguiria com Ria e Yue subindo pelas escadas, cada degrau seria um sacrifício, sangue saia por cada um dos ferimentos que havia sofrido, mas tentaria não deixar isso me abalar, mesmo que fosse devagar, subiria e iria com elas procurando pelo time dos reféns, também tentaria escutar conversas ou sons dos piratas para encontrá-los, se conseguisse, falaria -Acho que eles estão por aqui. Sairia andando até o lugar em que estavam, chegando lá, perguntaria para o primeiro pirata que encontrasse -E então? Deu tudo certo?

Eu ainda estava com vários ferimentos e cansado, entretanto a invasão ainda não tinha acabado, sentaria em um canto e falaria para Yue em um tom que ela escutasse -Yue, teria como dar uma olhada em meus ferimentos e nos de Ria? Acho que passamos um pouco da conta. Deixaria que Yue cuidasse de mim, enquanto isso analisaria a situação do lugar melhor para pensar e decidir como proceder para descobrir onde os médicos estavam.

OFF:
 

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]///[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
ADM.Ventus
Pirata
Pirata
ADM.Ventus

Créditos : 77
Warn : Em busca de fama! Um começo! - Página 19 10010
Masculino Data de inscrição : 15/12/2013
Idade : 25

Em busca de fama! Um começo! - Página 19 Empty
MensagemAssunto: Re: Em busca de fama! Um começo!   Em busca de fama! Um começo! - Página 19 EmptyDom Mar 25 2018, 13:10



A Invasão part.VIII
Os nobres reféns!


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


    Os reforços marinheiros poderiam ser um problema sem solução já que os piratas a encontravam em seu pior estado, Dk sofria com sangramento em dois de seus ferimentos e a dor na região lateral de seu corpo era incapacitante o que dava a entender que tinha alguma costela quebrada e isso já era o suficiente para afetar toda a sua movimentação, Ria talvez não sofresse com hemorragia mas as balas cravejada em seu corpo geram uma dor tão incapacitante quanto ou até mesmo pior que a do samurai, uma dor onde sorrir ou falar vinhessem acompanhados de um gemido de angústia uma dor que a forçava usar sua foice como apoio mas que ainda assim parecia que a garota poderia cair a qualquer momento. Akeno também estava ferida mas não chegava tão perto do nível e urgência quanto seus companheiros, Yue tinha um corte leve e bem superficial em sua bochecha, um corte já um pouco mais extenso em sua barriga e outro na coxa direita, a médica era questionada sobre sua saúde mas ela ficava quieta considerando que tinha sido uma pergunta retórica.

    Enquanto os piratas se dividiam cada um indo para uma porta Yue seguia como instruída e corria fechando a porta de entrada da mansão e empurrando as mobílias próximas para fazer uma espécie é barricada colada com a porta fechada gerando um certo peso para quem desejasse entrar por ali, enquanto isso Kaminari ia em direção à uma das portas e quando abriu deu de cara com uma sala de jantar espaçosa com uma imensa mesa retangular com todos os lugares vagos, imensas janelas na parede com vista para o jardim e alguns quadros de paisagens ou retratos das mesma pessoas que ele virá antes na sala anterior mas não tinha ninguém e nada que pudesse indicar paradeiro dos médicos, na segunda porta Ria encontrava uma sala de estar um pouco similar como a da primeira que eles tinham entrado, uma espécie de sala de estar, porém essa não tinha estantes de livros, também vazia e sem nenhuma resposta, os piratas da ruiva não viam escolha se não seguirem para o segundo andar procurar os outros piratas.

    Assim que subiram as escadas eles viam um longo corredor com um tapete vermelho no chão, o corredor tinha um total de dez portas não era muito difícil identificar a que os piratas estavam devido a voz de um deles gritando com os reféns -Podem ficando quietos aí e colaborando, não tem ninguém que vai vir ajudar vocês e não queremos matar fracotes então bico fechado!- Kaminari caminhava com o apoio de Yue já que suas costelas doíam mais a cada passo. - Tome cuidado andar nesse estado pode acabar gerando alguma hemorragia interna, alguma de suas costelas pode ter quebrado e se for isso então correr o risco de algum movimento brusco seu perfurar algum órgão ou algo do gênero.- Falou a médica dando seu ombro de apoio para o samurai.

    Abrindo a porta de onde vinha a voz pirata o grupo dava de frente com a equipe que Savage tinha selecionado para fazer os reféns mais quinze pessoas, as pessoas que o Kaminari tinha identificado nos quadros estavam ali mais um grupo de empregados, todos estavam de joelhos, uns abraçavam os outros, uns chorava e etc. Um dos piratas que estava de olho nos reféns se virou para porta e viu Ria e Dk entrando completamente -Nossa, cadê Bart e os outros eles não estavam com vocês?- Perguntou o pirata enquanto Yue ajudava Dk a se sentar e respondia o samurai começando a fazer os primeiros socorros, ela rasgou a cortina que estava na janela desse cômodo e rasgou em diversos trapos para usar como bandagem e assim tratar os ferimentos de Dk. -Não faça movimentos bruscos ou eles irão se abrir novamente e voltar a sangrar, eu não tenho nenhum analgésico ou algo do tipo para as costelas então não faça nada que possa te provocar dor, tente não mexer muito o tronco até sairmos daqui.- A médica deixou o samurai descansar e caminhou até ria.

    -Agora é a sua vez, deite aqui.- Falou a mulher sinalizando para o chão ao lado de Kaminari, alguns reféns olhavam curiosos para a cena dos piratas feridos cuidando de seus ferimentos como se imaginassem o que teria acontecido para eles acabarem assim.




Histórico RIA:
 
Histórico DK:
 
FERIMENTOS:
 

____________________________________________________


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
~[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]|[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]~
Olá Convidado seja bem-vindo(a) ao One Piece RPG.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Fanalis B. Ria
Pirata
Pirata
Fanalis B. Ria

Créditos : 51
Warn : Em busca de fama! Um começo! - Página 19 10010
Feminino Data de inscrição : 30/11/2017
Idade : 23
Localização : The Wonderful Land

Em busca de fama! Um começo! - Página 19 Empty
MensagemAssunto: Re: Em busca de fama! Um começo!   Em busca de fama! Um começo! - Página 19 EmptyDom Mar 25 2018, 18:18



Pirata Ou Bruxa? Ria Fica Maluca!


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Abrindo a porta abaixo da escada, achando que me depararia com algum tipo de pequena dispensa ou materiais para manutenção e limpeza, me deparo com uma imensa sala de estar, fico impressionada com aquilo e o modo que fui enganada por aquela porta que antes parecia ser algo totalmente aleatório, mas nem sinal de médico algum, dava uma pequena olhada para trás e via que na porta que Dk havia aberto tinha outra sala grande e espaçosa, não vejo os detalhes, mas mesmo assim, chegava a ser absurdo esse lugar ser tão grande, apenas falo impressionada - Nossa, então isso é uma mansão? Impressionante! - fechava a porta e via Yue retornando após impedir a passagem pela porta da frente, olhava a gambiarra que ela fez e respondia - Muito bem, isso deve segurar eles nem que seja por pouco tempo, isso no caso de decidirem entrar por aquela porta. -

Depois disso, subia para o segundo piso para ver a situação em que estávamos, para mim, até fazer a coisa mais simplória do mundo como andar tinha seu grau de dificuldade naquele momento, subia um degrau por vez, bem mais lentamente que o normal, cada um fazia com que parecesse que até meus ferimentos gritassem de dor, nunca pensei que um agente de classe baixa do governo causaria tanto estrago, ou ele era forte, ou eu sou muito fraca, como ainda não vi muita coisa nesse mundo, não tenho uma noção tão boa de o que é forte e o que é fraco, mas nas histórias que li e me contaram, tinham pessoas capazes de matar um Rei Dos Mares com um golpe, me pergunto se eu consigo ou um dia vou conseguir fazer isso, eu nem sequer vi um ainda, com esses e outros pensamentos continuava, tentando me distrair da dor.

No percorrer do caminho, dava algumas gemidas dependendo da posição que ficava - Argh. - mas iria me acostumando e evitando as posições que mais causavam doíam, minha foice nunca havia sido tão útil, mas não era para ceifar meus inimigos e sim como um apoio para que eu me mantivesse em pé durante aquela árdua tarefa. Chegando lá em cima, olhava para baixo dando um sorriso, por mais simples que fosse subir uma escadaria, eu estava toda dolorida e cheia de ferimentos abertos, era como se fosse uma conquista para mim. Dava uma olhada para Yue imaginando se ela daria conta de cuidar de tudo isso, sem falar que ainda tinha o Dk para que ela desse uma olhada.

Lá em cima, não foi difícil encontrar os piratas, dava para escutar eles falando, parecia que estavam rendendo os reféns, andamos e ao abrir a porta de onde vinha a conversa, damos de cara com os piratas encarregados daquela tarefa e é claro, os reféns ajoelhados, um dos piratas pergunta onde estão Bart e os outros. Enquanto Yue cuida de Dk, tentaria ignorar a dor, me aproximaria dele, o olharia nos olhos colocando meu braço bom na cintura, dando um sorriso e respondendo com o corpo cheio de ferimentos, a roupa toda manchada e rasgada, além de sangue ainda escorrendo por toda a parte e pingando no chão - Como pode ver pelo nosso estado, não foi tão simples de chegar aqui, acabamos nos separando, eu achava que eles já tinham chegado, devem chegar logo. Pelo menos vocês conseguiram sua parte, tem notícias de Savage e os outros? - escutaria o que o pirata tinha a dizer, queria saber exatamente como estava a situação. Depois completaria, dessa vez com a feição mais preocupada - Acho que todos já imaginavam que a marinha viria uma hora ou outra, bem, eles estão lá fora, eu vi uns quinze ou vinte homens nos cercando, não sei se só os reféns vão bastar, acho que vamos precisar usar a tal arma secreta de vocês, mas por enquanto, me deixe ter uma palavrinha com eles. -

Quando Yue me chamasse, eu a acompanharia, me sentando ao lado de Dk com as pernas esticadas, via que os reféns estavam inquietos, se Dk me falasse quem são os Mallone, encararia os reféns lá sentada mesmo, apenas os observando e notando os detalhes, quem estava com medo, ou quem parecia não estar abalado com a situação, enquanto Yue cuidava de mim e assim que ela terminasse, me levantaria e falaria ainda segurando minha foice como apoio e com a minha voz normal, mas em uma altura que eles ouvissem - Muitas pessoas morreram ou se feriram hoje, ninguém mais precisa morrer, nós sabemos de tudo, lealdade é sempre bom, mas vocês apostariam suas vidas nisso? Nós sabemos o que fizeram com os médicos da região pobre, dos ganhos que vocês estavam tendo sobre isso, todas as coisas e riquezas que adquiriram de maneira ilegal dos outros Blues com a intenção de comprar a Lich Corp. - daria um suspiro tentando recuperar o ar e continuaria - Mas essas coisas ou o que aprontaram não me interessam, apenas a primeira delas, eu quero salvar os médicos e com isso a região pobre de Loguetown, não importa quem seja a falar, pode ser esse homem, essa mulher, essas crianças, essa velha, os empregados, qualquer um. me aproximaria mais deles e bateria minha foice no chão, tentando a enfincar na frente das crianças com toda minha força e ao mesmo tempo tentando fazer barulho para lhes dar um susto, eu não pretendia machucar ninguém, mas eles não precisavam saber disso, então concluiria - Se tem valor pela vida de vocês, me falem se os médicos estão vivos e se estão, onde estão, assim, talvez todos possamos viver o dia de amanhã felizes por mais um dia de vida. -

Escutaria a resposta deles, ainda tinha esperança de que os médicos estivessem em algum lugar, se não estiverem, provavelmente Yue não vai querer vir conosco e todo nosso esforço terá sido em vão. Era possível que ninguém falasse, se fosse esse o caso, talvez fosse melhor interrogar membro por membro para ter a resposta, não sabia se teria tempo para isso, mas levaria os reféns, um de cada vez comigo para alguma sala ao lado começando pelos Mallone, no caso alguma das crianças menores, eles tinham que saber que eu estava séria, daria uma piscada para Yue e Dk sem que os reféns pudessem ver, me viraria para os piratas de Savage dizendo - Não interfiram. - enquanto guardaria minha foice nas costas.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Iria na direção dos reféns tentando ignorar a dor que sentia nos ferimentos tratados por Yue e puxaria a menor criança pelo braço, a levando nem que fosse a força nas esperanças de um dos pais ceder ao desespero de uma pirata levando sua cria e contasse toda a verdade, se falasse, eu soltaria a criança para que ela voltasse com os pais e diria - Então decidiu colaborar? - se não cedessem, levaria a criança para a outra sala fazendo um sinal para que Yue me acompanhasse, lá, diria - Não se preocupe, eu jamais faria mal a uma criança, é só uma ameaça. - me agacharia na altura da criança com a mão sobre as coxas e perguntaria com minha voz normal sem tentar aterrorizar a criança e nem nada do tipo - Sabe algo dos médicos? - provavelmente não saberia, mas tudo bem, ficaria lá um ou dois minutos e voltaria para onde os reféns estavam, deixaria Yue e a criança na outra sala, chegando de novo nos reféns, falaria com os braços levantados na altura de meu pescoço e a palma das mãos para cima - Não sabia de nada. Quem é o próximo? - levaria outra criança comigo, se chegasse nesse momento, eu já me sentiria um monstro por fazer aquilo, mas continuaria, os monstros na verdade seriam os pais por deixar aquilo acontecer e omitirem uma simples informação, levaria a outra criança com Yue, esperaria um minuto e retornaria, se nem assim eles cedessem, chamaria Dk e Yue para conversar na sala que estavam as crianças mesmo - O que vocês acham? Parece que eles não vão falar. Vasculhamos toda a mansão ou algo do tipo? - Ficaria com eles lá bolando alguma coisa para tentarmos achar os médicos.

Objetivos:
 

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Convidado, continue tentando melhorar e você chega lá, não desista jamais!


Última edição por Fanalis B. Ria em Seg Mar 26 2018, 01:33, editado 2 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kaminari Dk
Pirata
Pirata
Kaminari Dk

Créditos : 6
Warn : Em busca de fama! Um começo! - Página 19 9010
Masculino Data de inscrição : 27/11/2017
Idade : 23
Localização : Conomi Island

Em busca de fama! Um começo! - Página 19 Empty
MensagemAssunto: Re: Em busca de fama! Um começo!   Em busca de fama! Um começo! - Página 19 EmptyDom Mar 25 2018, 22:32

Ainda bem que Yue estava lá para ajudar, sem ela não sei o que faria para conseguir acompanhar Ria com tantos ferimentos, provavelmente ficaria em algum canto jogado, esperando por ajuda quando tuco acabar. Confiro uma das portas e como já esperava, não havia nada ali e nem na que Ria olhava, mas tudo bem, nada saiu fora do contexto do plano ainda. Fecho a porta e subo com o auxilio de Yue pelas escadas, eu tinha muitas feridas, mas a dor vinha e ia, as vezes sentia uma dor enorme e arregalava os olhos fazendo um pequeno barulho -Arfgh. Em outras, não sentia nada, de modo que apesar da fraqueza e da necessidade de ajuda, por um breve espaço de tempo, era como se eu estivesse normal.

Vamos na direção de onde estavam os piratas e os reféns, no caminho, Yue disse que minhas costelas poderiam estar quebradas e podiam machucar meus órgãos se eu fizesse movimentos bruscos, a pergunto em voz baixa dizendo -E como eu vou fazer para lutar? Ainda temos inimigos. Mas continuaria andando na direção dos reféns. Chegando lá, vejo exatamente o que Savage havia descrito, os reféns ajoelhados, com medo e os piratas com total controle da situação. Apenas levanto minha cabeça que estava baixa olhando para o chão para facilitar minha caminhada com Yue e ao ver aquilo, digo -Vocês não brincam mesmo em serviço. Ando um pouco para o lado e me sento no chão, no primeiro encosto que achamos.

Yue me tratava com a mesma delicadeza e maestria de sempre, ela sempre se mostrava ser incrível ao ajudar alguém e daquela vez não foi diferente, mesmo improvisando, acho que se ela simplesmente olhasse para meus ferimentos sem fazer nada, eu já me sentiria melhor, apenas por ser ela, do jeito que as coisas estavam naquela hora, qualquer colírio poderia ser comparável ao melhor analgésico no mercado, ou um soco que eu recebesse, poderiam equivaler a dez tiros, não era muito difícil de melhorar ou piorar qualquer coisa em meus ferimentos. Umas ataduras aqui e ali e eu já me sentia bem melhor do que antes, não tinha nada a falar, apenas -Obrigado. E me viraria para os piratas falando -Teria um pouco de água para me dar? Tinha perdido muito sangue, acho que por isso estava com sede em um momento como esses, de repente não seria difícil conseguir um copo com água em uma mansão. Se alguém a trouxesse, beberia tudo em uma golada só.

Olhando os reféns, percebia que lá estavam as pessoas que havia visto no quadro, esperaria Ria se aproximar, assim que ela se sentasse do meu lado, falaria baixo para ela enquanto olharia para os reféns -Ria-san, aquelas crianças, o homem, a velha e a loira sentados próximos uns dos outros são os Mallone. Ficaria olhando os reféns e tentando descansar um pouco, apenas esperando para ver se mais alguém chegava na gente, como Bart e os outros ou grupo de Savage, quanto mais de nós chegassem no local, melhor, significaria que o plano estaria correndo para o sucesso, mas me pergunto como vamos fugir quando a mansão estiver totalmente cercada peça marinha, me dava até uma certa empolgação só de pensar, deixava minhas katanas apoiadas em meu colo enquanto pensava sobre aquilo.

Se Ria falasse com os piratas, esperaria sentado, ainda descansando e escutando tudo que ela tinha a dizer, não tinha porque entrar naquela conversa, eu precisava recuperar o máximo de energia possível para os próximos inimigos que aparecessem, para mim, esse seria o ideal de se fazer naquele momento e naquela situação específica. Se nada que Ria tentasse desse certo, e ela fizesse o sinal para a acompanhar, eu iria com ela e caso ela perguntasse o que fazer, eu colocaria a mao no queixo pensando um pouco e diria -Podemos tentar interrogar os empregados, mas duvido que descubramos algo, imagino que o principal sejam os Mallone, mas se mesmo com a pressão que você colocou, eles não fizeram nada, duvido que falem, imagino que tenhamos que vasculhar essa mansão. Se ainda faltasse alguém se reunir conosco, continuaria -Vamos esperar mais um pouco para os outros nos encontrarem e então podemos ir olhar isso de cabo a rabo, imagino que eles precisem de algum tempo para se preparar.
Então esperaria mais uns dez minutos.

Caso não voltassem ou se todos chegassem, falaria para os piratas -Vamos andar por ai e ver se encontramos os médicos que tanto procuramos, quanto tempo podem nos dar? Concordaria com o tempo se houvesse algum, se não houvesse, ficaria desapontado, já que não seria desse vez e seguiria com os piratas, mas se houvesse, faria um sinal com a mão para que Ria e Yue viessem comigo, começaria olhando as portas que não vimos no segundo andar, depois o sótão se houvesse, então voltaria para o andar de baixo procurando por todo o canto e por fim, o lugar mais provável, o porão caso houvesse algum, se não os achasse, voltaria com elas junto dos piratas, dizendo desapontado -Nem sinal deles.

OFF:
 

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]///[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
ADM.Ventus
Pirata
Pirata
ADM.Ventus

Créditos : 77
Warn : Em busca de fama! Um começo! - Página 19 10010
Masculino Data de inscrição : 15/12/2013
Idade : 25

Em busca de fama! Um começo! - Página 19 Empty
MensagemAssunto: Re: Em busca de fama! Um começo!   Em busca de fama! Um começo! - Página 19 EmptySeg Mar 26 2018, 22:38



A Invasão part.IX
Revelação e Contenção


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


Ria respondia o pirata que parecia não se preocupar muito com o fato do grupo ter se separado e nem mesmo com o fato da marinha está nos portões da mansão o Dk, se virava para os demais pedindo por água mas ninguém ali parecia portar dela no momento e tudo que recebia como resposta era “- Foi mal cara mas não temos.-” Fanalis seguiu como instruída pela médica que começava os tratamentos na ceifadora, ela começou pelo o ombro removendo o projétil cravado e limpando o ferimento rapidamente com os trapos da cortina uma vez com o ferimento limpo ela começava a tratar do mesmo e assim prosseguiu com a perna e os demais. Mesmo com os ferimentos tratados era difícil manter a compostura ali já que um descanso era sempre a melhor opção após um tratamento mas os piratas não tinham muito tempo, se um pequeno grupo de agentes tinham sido capazes de proferir tanto dano imagina com o auxílio da marinha.

Kaminari passou para a sua capitã quem eram os Mallones ali naquela sala e com a oportunidade em mãos a ceifadora seguiu mais uma vez na tentativa de um interrogatório mas ao se aproximar e terminar a primeira frase a mulher mais velha da família (avó) sequer viu interesse em manter algum segredo. -Sim, sim, sim tanto faz…- Falou a velha aproveitando o momento para puxar um maço de cigarros entre seus seios e um isqueiro. - O que você quer de mim um pedido de desculpas?- A mulher acendeu um dos cigarros e o levou até os lábios, a velha e o homem (pai) eram os que se encontravam mais tranquilos ali diferentes dos demais, ela ouviu tudo que a ceifadora falou e após um longo sopro de fumaça ela voltou a falar. -Estão todos mortos obviamente, achou que eu seria estúpida em deixar alguma ponta solta nisso tudo?- O desdém na voz da mulher palpável, o homem pareceu não ligar para as atitudes da velha mas a mulher e as crianças pareciam não entender sobre o que eles estavam falando, não era uma notícia inesperada para eles no entanto o choque e a frieza da notícia gelava Yue.

Nesse momento a porta se abriu mais uma vez era Bart e os demais adentrando a sala, todos apresentavam ferimentos mais leves, alguns hematomas e até mesmo sangue em suas roupas, Elizabeth se pôs no meio do grupo e guardou a sua espada em suas costas. - Savage começou com o arrombamento do cofre, a marinha está nos portões Carlos e Arnold já estão se preparando para começar o combate assim que tiverem oportunidade, teremos que segurar nossas pontas até lá. - A guerreira caminhou até uma das paredes e se sentou com as costas apoiadas na mesma enquanto dava um logo suspiro de alívio. -É simples na verdade, só temos que nos dividir e manter posição matando qualquer um que ouse nos capturar.- Falou o Bart enquanto caminhava entre os reféns os encarando. -Nosso grupo vai ficar junto com Savage enquanto ele arromba o cofre garantindo a segurança dele, vocês não parecem estar em boas condições fiquem aqui e ajudem eles caso alguém tente bancar o herói é bom que tem chances de recuperar um pouco de energia para continuarmos.- Dize Bart virando o olhar para Ria e Dk. -Vamos.- Falou o homem se retirando da sala de maneira tão rápida quanto havia entrada, Elizabeth revirou os olhos como se não gostasse muito de receber ordens de Bart mas ainda assim prosseguiu como desejado.



Histórico RIA:
 
Histórico DK:
 
FERIMENTOS:
 

____________________________________________________


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
~[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]|[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]~
Olá Convidado seja bem-vindo(a) ao One Piece RPG.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Fanalis B. Ria
Pirata
Pirata
Fanalis B. Ria

Créditos : 51
Warn : Em busca de fama! Um começo! - Página 19 10010
Feminino Data de inscrição : 30/11/2017
Idade : 23
Localização : The Wonderful Land

Em busca de fama! Um começo! - Página 19 Empty
MensagemAssunto: Re: Em busca de fama! Um começo!   Em busca de fama! Um começo! - Página 19 EmptyTer Mar 27 2018, 02:10



A Esperança É A Última Que Morre! Grande Insistência Da Ruiva!


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Eu olhava para a velha com aquela fala aterrorizante, meus olhos chegavam a arregalar, estava incrédula com sua frieza, chegava a ser absurda, por mais que eu não quisesse acreditar nela, ela parecia estar dizendo a verdade, tudo que eu me perguntava era se ela não estaria mentindo e teve mesmo a coragem de matar os médicos, quer dizer, eles poderiam ser úteis em algo, mas não tinha o que fazer, se ela estivesse falando a verdade, teríamos problemas. Os médicos eram nosso maior empecilho de poder levar Yue conosco em nossa viagem pega Grand Line, alguma atitude deveria ser tomada.

É então que Bart e os outros chegam, desvio o olhar rapidamente dos reféns para eles ao virar o pescoço e os vendo, fico surpresa com como eles pareciam estar em um estado bem melhor que o nosso, nossa sorte é que temos Yue conosco para colocar ataduras e nos ajudar nessa situação, pensando nisso, dou uma olhada para ela sem que ela perceba, acaba que uma lágrima escorre pelo meu olho esquerdo pensando em como seria ficar sem ela, ela já me salvou tantas vezes que nem consigo contar ou imaginar nossas próximas aventuras sem ela, precisamos fazer o possível e impossível para mantê-la conosco, era o que eu pensava diante de toda essa situação. Nem que eu mesma tenha que aprender e lecionar medicina para a população, ninguém da minha tripulação fica para trás contra vontade.

Se não tivesse conseguido nada em relação aos médicos, por enquanto me manteria focada em relação ao plano, escutaria o que os outros tinham a dizer e ao ouvir Bart, concordaria com a cabeça, bateria a ponta do cabo de minha foice no chão, precisávamos pensar no agora e o agora seria manter os reféns, responderia ele confiante e um pouco brava - Muito bem, pode deixar conosco! Só vou fazer algumas perguntas para eles durante esse tempo. - podem aparecer mais pessoas a qualquer momento, temos apenas que nos preparar para outras lutas eventuais. O problema era que eu já estava nervosa com o que aquela velha havia me falado, minha vontade era de partir para cima dela.

Assim que eles saíssem, voltaria para os reféns, olhando diretamente nos olhos da velha e falando -Então vocês mataram a sangue frio as supostas pontas soltas, sem deixar nenhuma? Como vou saber se não está tentando me enganar? falando isso, observaria atentamente a reação da velha, dos outros Mallone e dos empregados, tentando ver se alguém faria algum movimento diferente com a minha fala. Caso alguém tivesse feito algum movimento suspeito, como uma desviada de olhar, uma coçada na cabeça ou uma mexida diferente no corpo, teria motivos para acreditar que a velha estava mentindo e que ainda temos esperanças, se não, tudo que tínhamos feito até o momento em relação a invasão teria sido em vão, eu não ligo muito para dinheiro e todas essas banalidades que algumas pessoas amam, quer dizer, Yue não irá querer vir conosco pois vai querer ficar em Loguetown para cuidar das pessoas, era algum lance de médica fanática ou algo do tipo, além do que as pessoas não vão parar de ficar doentes, eu até entendo ela. Sem falar que não sei dizer se só ela e seu pai seriam o bastante, além do que, eles podem sofrer ataques de pessoas que queiram o mesmo que os Mallone por exemplo já que vão ser poucos.

Parando para analisar a situação, eu ainda sentia dor e as coisas iam de mal a pior, caso no momento que eu falasse aquilo, percebesse a reação suspeita de alguém, esqueceria a ideia que tinha tido antes de fingir uma agressão com as crianças diante da frieza que havia presenciado pelos membros da família, falaria para algum dos piratas de Savage - Me ajude aqui. Quero saber se essa pessoa sabe de alguma coisa. - puxaria a pessoa que fez o movimento suspeito pelo braço, a levando até alguma das salas ao lado da que estávamos em qualquer uma das outras nove portas restantes. Se ninguém tivesse reagido a minha fala, puxaria o pai mesmo, embora ele parecesse estar tranquilo, seria o que mais teria a perder se morresse, quer dizer, a velha já está com um pé na cova praticamente mesmo, imagino que nem deva temer a morte mais.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Chegando na sala, me sentaria em qualquer cadeira ou sofá que achasse, de frente para pessoa, se não achasse nenhum, ficaria de pé mesmo a olhando diretamente nos olhos, diria calma e com a minha voz de sempre - Não tem com o que se preocupar, os Mallone e nem ninguém vai te fazer mal, me diga, o que você sabe? Aquela velhota não estava dizendo a verdade, estava? - caso fosse o pai, diria com um tom mais nervoso - Aquela velha não disse toda a verdade, disse? Se ama sua família, pode começar a dizer tudo que aconteceu. - se a pessoa parecesse saber de algo, mas não quisesse falar por medo ou algo do tipo, continuaria - Pessoas estão morrendo lá fora, se souber de algo e não falar, seria como se o sangue estivesse em suas mãos, tanto delas, quanto dos que morrerem na mansão hoje, me diga o que sabe, ninguém lhe fará mal! - caso a pessoa não falasse o que eu queria, falaria - Tudo bem então. - parecendo ou não que sabia de algo, deixaria que voltasse para o grupo, caso parecesse saber, isso seria bom, mais uma vez a chama da esperança se acenderia e eu soltaria um sorriso ao voltar para sala, se não parecesse saber de nada, continuaria séria pensando em outros meios de resolver a questão dos médicos na região pobre, tinha algumas coisas em mente, como destruir o hospital dos Mallone, simplesmente roubar todo dinheiro que eles tem, além de destruir seus bens para que eles venham a falir e outras coisas do tipo.

Eu não queria por nada acreditar na velha, mas era o mais provável mesmo de se acontecer, caso meus esforços de descobrir algo por parte dos reféns não levassem em nada, tudo bem, teríamos duas escolhas, ou descobrimos algo na mansão durante o resto da invasão, ou teremos que bolar um jeito da parte pobre da cidade receber o tratamento necessário para continuarem bem, mesmo que Yue venha conosco. Devem haver outros médicos em Loguetown e a demanda é grande, se não tivessem mais a ameaça por parte dos Mallone, talvez tivesse como os médicos lucrarem muito em cima de seu serviço mesmo cobrando pouco, as ideias vinham, o problema era saber se eram viáveis.

Ficaria sentada encostada na parede em algum lugar que eu possa ter uma boa visão do acesso a sala e dos reféns, isso no caso de planejarem alguma coisa, nesse caso eu me levantaria, já pronta para agir. Tudo que poderia fazer no momento, seria aguardar que alguém chegasse tentando salvar os reféns como os marinheiros, ou que Savage e os outros terminem a parte deles para darmos o fora e pensarmos no que fazer em relação aos médicos, lá sentada mesmo, eu já ficaria pensando em outras possibilidades.



Objetivos:
 

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Convidado, continue tentando melhorar e você chega lá, não desista jamais!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Em busca de fama! Um começo! - Página 19 Empty
MensagemAssunto: Re: Em busca de fama! Um começo!   Em busca de fama! Um começo! - Página 19 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Em busca de fama! Um começo!
Voltar ao Topo 
Página 19 de 22Ir à página : Anterior  1 ... 11 ... 18, 19, 20, 21, 22  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: East Blue :: Conomi Island-
Ir para: