One Piece RPG
Em busca de fama! Um começo! XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Apenas UMA Aventura
Em busca de fama! Um começo! Emptypor Mirutsu Hoje à(s) 03:07

» O Ronco do Bárbaro
Em busca de fama! Um começo! Emptypor Ghastz Hoje à(s) 02:29

» Sangue e Pólvora! O Caminho do Atirador!
Em busca de fama! Um começo! Emptypor rafaeliscorrelis Ontem à(s) 23:50

» Nox I - Loucura
Em busca de fama! Um começo! Emptypor Jin Ontem à(s) 23:18

» Unbreakable
Em busca de fama! Um começo! Emptypor Hooligan Ontem à(s) 22:05

» Bizarre Adventure: Smooth Criminal
Em busca de fama! Um começo! Emptypor Achiles Ontem à(s) 21:42

» I - Pseudopredadores
Em busca de fama! Um começo! Emptypor Domom Ontem à(s) 21:03

» Galeria Volker ~
Em busca de fama! Um começo! Emptypor Volker Ontem à(s) 19:27

» Untraveled Road
Em busca de fama! Um começo! Emptypor Layla Morningstar Ontem à(s) 19:07

» Arthas Mandrake
Em busca de fama! Um começo! Emptypor Wing Ontem à(s) 18:17

» [Ficha] Coldraz Vermiillion
Em busca de fama! Um começo! Emptypor Coldraz Ontem à(s) 16:42

» Coldraz Anne Stine
Em busca de fama! Um começo! Emptypor ADM.Ventus Ontem à(s) 15:59

» Karelina Lawford
Em busca de fama! Um começo! Emptypor ADM.Ventus Ontem à(s) 15:57

» O vagabundo e o aleijado
Em busca de fama! Um começo! Emptypor Tensei Ontem à(s) 15:32

» [Mini - Polyn] Sorriso afetado.
Em busca de fama! Um começo! Emptypor Polyn Ontem à(s) 15:09

» Bastardos Inglórios
Em busca de fama! Um começo! Emptypor Dante Ontem à(s) 14:14

» [Ficha] Mikhail Vermillion
Em busca de fama! Um começo! Emptypor Homero Ontem à(s) 13:43

» [Mini- Alvin] O garoto e a serpente
Em busca de fama! Um começo! Emptypor Alvin Stigma Ontem à(s) 13:11

» Latiffa Blackheart
Em busca de fama! Um começo! Emptypor Sunken Ontem à(s) 12:45

» Gato de Convês
Em busca de fama! Um começo! Emptypor Ainz Ontem à(s) 09:37



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG

Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


Compartilhe
 

 Em busca de fama! Um começo!

Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2, 3 ... 11 ... 22  Seguinte
AutorMensagem
Raizen
Administrador
Administrador
Raizen

Créditos : 60
Warn : Em busca de fama! Um começo! 10010
Masculino Data de inscrição : 18/04/2011
Localização : Grand Line – 6ª Rota – Alabasta

Em busca de fama! Um começo! Empty
MensagemAssunto: Em busca de fama! Um começo!   Em busca de fama! Um começo! EmptyQui 07 Dez 2017, 21:50

Em busca de fama! Um começo!

Aqui ocorrerá a aventura do(a) civil Fanalis B. Ria. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________



[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] l [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]



Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | Mudanças Importantes | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]



Voltar ao Topo Ir em baixo
Fanalis B. Ria
Pirata
Pirata
Fanalis B. Ria

Créditos : 51
Warn : Em busca de fama! Um começo! 10010
Feminino Data de inscrição : 30/11/2017
Idade : 23
Localização : The Wonderful Land

Em busca de fama! Um começo! Empty
MensagemAssunto: Re: Em busca de fama! Um começo!   Em busca de fama! Um começo! EmptyQui 07 Dez 2017, 23:08



Eu sou Ria! - A Mulher que vai ser a Rainha dos Piratas!


Nasci em Conomi Island, minha mãe, Snake B. Erza, saiu para o mar quando eu ainda era criança para virar pirata, desde então, eu não tive mais noticias dela, apesar disso, eu me sentia muito orgulhosa de minha mãe que mesmo tendo abandonado minha família, fez isso para lutar pelos seus sonhos, coisa que eu não teria coragem de fazer e acabei ficando e trabalhando com meu pai, volta e meia, via aqueles cartazes de procurados pregados em muros e painéis pela cidade, e ficava imaginando pelo o que aquelas pessoas tinham passado, o que tinham vivido e como seria legal estar lá e ser famosa também,  não me importava em fracassar, desde que estivesse seguindo meu sonho e enquanto estivesse me divertindo, não teria problemas, querendo um dia poder dizer que sou a Rainha dos Piratas para todos.

Quando criança, eu não tinha amigos, as outras crianças do interior ficavam caçoando de mim por ter cabelos vermelhos, me chamando  de todo tipo de apelido pejorativo, como ferrugem e pimenta, mas eu nunca me importei com isso, eu não podia ir muito na cidade conhecer as crianças, porque meu pai tinha medo que os tritões fizessem algo comigo, então, acabei fazendo amizade mais com adultos, sendo a maioria os empregados que trabalhavam com meu pai nas nossas terras, mas eles foram indo embora da ilha com o passar do tempo, porque o meu pai não estava conseguindo pagá-los devidamente e acabaram indo aos poucos, até que restasse apenas eu e meu pai, que estava cada vez mais fraco devido a uma doença.

Eu sempre cuidei de plantações de arroz na fazenda do meu pai, antes mencionado, Fanalis Salo, acabei aprendendo a manusear bem certas ferramentas de fazendeiro com ele, mas sabia que não estava destinada a algo tão simplório, não conseguia pensar em viver minha vida toda assim, mas não poderia sair, ainda mais porque aos 15 anos, meu pai adoeceu e eu não poderia abandona-lo assim, precisava cuidar dele, até que infelizmente ele morreu, fiquei arrasada por algumas semanas, demorou um pouco, mas superei, essa desventura apenas me deu mais forças para ir em busca de meus objetivos e não acabar como meu pai, com uma vida pacata.

Logo que superei a morte de meu pai, eu tomei um bom e último banho nesse lugar, me vesti com meu melhor vestido preto, minha tiara favorita, peguei todo dinheiro que tinha escondido ao longo dos anos, que não foi praticamente nada, dei uma bela olhada nas nossas antigas terras, agora, confiscadas por um agiota para o qual meu pai tinha feito várias dívidas, olhei por vários minutos, pensando em toda minha vida até o momento, a qual passei dia após dia trabalhando, uma lágrima escorre dos meus olhos e eu simplesmente viro as costas sem olhar para trás, agora começa minha verdadeira vida, uma aventura, era o que eu pensava, tudo que tinha havia se esvaído, não adianta mais ficar resguardando meus sentimentos. -SEGUIREI MEUS SONHOS. Dou um grito sem querer enquanto ando, olho para os lados com um pouco de vergonha para ver se não tinha ninguém na estrada, apena continuarei andando, independente de se tiver, hoje nada me abala, andarei confiante. Sai assobiando, andando e feliz da vida, seguindo as placas rumo a cidade de Hiirotown, para posteriormente ir ao seu porto. Como perdi tudo, a única coisa que possuo são as roupas do corpo, alguns trocados no bolso e meus pensamentos de ser a Rainha dos Piratas.

Se conseguir chegar ao porto, irei tentar encontrar algum navegador ou navegadora perguntando no local para as pessoas que visse, caso tivesse alguém lá, afinal preciso de um para entrar em minha tripulação, sei um pouco de navegação, mas não o suficiente para realizar meus planos, chegando lá, perguntarei para pessoas aleatórias com um grande sorriso no rosto -Sabe de alguém que saiba navegar e queira ir para a Grand Line?.

Se me indicarem algum navegador, tentarei encontrá-lo e se parecer amigável direi -Olá, sou Fanalis B. Ria, quer se aventurar comigo? Vamos juntos para a Grand Line. Esbanjando um belo sorriso no rosto com uma postura confiante. Se dissesse que sim, eu perguntaria -Qual o seu nome? Imagino que é meio estranho pessoas desconhecidas chamando do nada outras pessoas para coisas absurdas, mas eu sou assim, dificilmente conseguirei mudar isso. Se respondesse o nome, eu logo soltaria a pergunta à qual estou mais interessada. -Você por acaso não teria alguma embarcação, teria? Se dissesse que tem, meu sorriso logo mudaria para uma gargalhada -Bahahaha. E sem nem pensar eu perguntaria, enquanto ao mesmo tempo ajeitaria a tiara que uso em meus cabelos vermelhos. -Muito bem, quando podemos partir? Se dissesse que não tem um navio ou embarcação, faria uma cara de tristeza, daria uma reviravolta nos olhos, como se estivesse decepcionada e diria -Tudo bem, vamos conseguir um então.

Já se respondesse que não quer se aventurar comigo, eu olharia com um olhar de desprezo, não muito aparente e diria -Que pena, sabe de alguém que gosta de experiências interessantes? Com um tom um pouco irônico. Caso o navegador soubesse, tentaria ir até a pessoa andando calmamente, caso não, iria tentar conversar com outras pessoas na região, tentando as mesmas abordagens anteriores.

Se não houvesse nenhum navegador ou navegadora com navio disposto a ir para Grand Line, não haveria escolha, eu mesma teria que tentar a sorte, sei um pouco de navegação que minha tia me ensinou, como conheço do mercado negro, irei procurar algum vendedor traficante e se achar tentarei comprar um bote por até B$50.000 dizendo com um belo sorriso e me inclinando para frente -Olá, quero comprar um bote, posso pagar B$20.000. Se ele dissesse que não, e um preço maior que B$35.000, tentaria negociar, fazendo charme, usando minha lábia e dizendo -Vamos lá, não me parece que você tem vendido muito ultimamente, ajude a irmãzinha aqui, B$35.000 e não se fala mais nisso. Se fosse menor que B$35.000, diria -Fechado. Se mesmo assim, ele persistisse em um preço maior que B$35.000, diria -Tudo bem, vou em outro vendedor. E sairia desapontada, então tentaria achar algum mais justo, com o preço do mercado negro, negociando do mesmo modo.

No caso de depois de procurar, não encontrasse navios que eu possa pagar, tentaria roubar algum, ficaria furtiva, sem levantar suspeita, andaria pelo porto e procuraria alguma embarcação dando sopa em que possa navegar sozinha, então a roubaria, não importando a forma que conseguisse o navio, navegaria para Loguetown.

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Convidado, continue tentando melhorar e você chega lá, não desista jamais!


Última edição por Fanalis B. Ria em Sex 16 Mar 2018, 13:58, editado 2 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Wild Ragnar
Narrador
Narrador
Wild Ragnar

Créditos : 41
Warn : Em busca de fama! Um começo! 10010
Masculino Data de inscrição : 24/06/2014
Localização : Rio de Janeiro

Em busca de fama! Um começo! Empty
MensagemAssunto: Re: Em busca de fama! Um começo!   Em busca de fama! Um começo! EmptyTer 12 Dez 2017, 21:00



Hirotown se encontrava movimentada naquele fim de tarde. As pessoas retornavam para suas casas após um longo dia de trabalho, fazendeiros saíam daquele centro comercial em carroças, alguns com olhar de satisfação no rosto, outros nem tanto. A poucos dias havia ocorrido o fatídico Festival da Colheita, onde muitos cidadãos haviam sido envenenados.

No entanto o desastre de três dias atrás não pode parar a economia da região. A medida que as plantações eram colhidas, o arroz precisava ser levado para a cidade para que pudesse ser exportado para as outras ilhas. Mas naquele dia, Ria, a menina que estava pronta para ir atrás de seus sonhos, descobriria qual era uma das poucas coisas que seriam capazes de interromper tal processo.

-Sabe de alguém que saiba navegar e queira ir para a Grand Line?

Já era a terceira pessoa naquele porto a quem Fanalis Ria perguntava. As duas primeiras nem de dignaram a responder, apenas lançando olhares estranhos para a menina antes de prosseguirem com seus afazeres. Finalmente o terceiro lhe dava uma resposta, mesmo que não fosse a que gostaria de ouvir – Escute menina, você acha que é capaz de ir para a Grand Line com esse corpo franzino? Garigaarigarigarigari! Aquele é o mar mais perigoso de todos e não é lugar para uma menina como você!

-Que pena, sabe de alguém que gosta de experiências interessantes? – A menina não se deixava abater e usava seu tom irônico para rebater as palavras cruéis do homem.

- Garota, eu to dizendo isso pelo seu próprio bem, ok? Você ao menos tem noção do caos que é isso tudo lá fora? – Apontava o homem para a imensidão dos mares. – Sigh, você sabia que nesse momento, enquanto nós conversamos existe uma frota pirata batalhando com a marinha nos mares de Loguetown?! É a maior frota pirata vista no East Blue desde... desde a época dos reis dos piratas!! – O homem começava a se exaltar dizendo isso, aumentando o tom de voz e movimentando os braços para dar ênfase. – Nenhum navegador ta saindo hoje para não arriscar ser pego como efeito colateral dessa batalha. Esse arroz todo vai ter que esperar mais um dia pelo menos antes de ser transportado. E isso é fichinha perto do que acontece para lá da Reverse Mountain, que é um desafio de vida ou morte por si só. Tem certeza que é isso mesmo que quer?

Off::
 

____________________________________________________


Hao:INSPIRE VIDA | EXPIRE MORTE
"Pensamento"
- Fala -



[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

code by sant
Voltar ao Topo Ir em baixo
Fanalis B. Ria
Pirata
Pirata
Fanalis B. Ria

Créditos : 51
Warn : Em busca de fama! Um começo! 10010
Feminino Data de inscrição : 30/11/2017
Idade : 23
Localização : The Wonderful Land

Em busca de fama! Um começo! Empty
MensagemAssunto: Re: Em busca de fama! Um começo!   Em busca de fama! Um começo! EmptyQua 13 Dez 2017, 03:32



O Homem Arrogante! Procurando Um Navio!



Procurando por um navegador no porto, topo com um homem que diz
–Escute menina, você acha que é capaz de ir para a Grand Line com esse corpo franzino? Garigaarigarigarigari! Aquele é o mar mais perigoso de todos e não é lugar para uma menina como você!

Ouvindo isso, respondo -Que pena, sabe de alguém que gosta de experiências interessantes? Não me deixo abater e uso meu tom irônico para rebater as palavras cruéis do homem. Mas aí ele responde -Garota, eu to dizendo isso pelo seu próprio bem, ok? Você ao menos tem noção do caos que é isso tudo lá fora? Apontou o homem para a imensidão dos mares e logo disse. –Sigh, você sabia que nesse momento, enquanto nós conversamos existe uma frota pirata batalhando com a marinha nos mares de Loguetown?! É a maior frota pirata vista no East Blue desde... desde a época dos reis dos piratas!! O homem começou a se exaltar dizendo isso, aumentando o tom de voz e movimentando os braços para dar ênfase, então falou. –Nenhum navegador ta saindo hoje para não arriscar ser pego como efeito colateral dessa batalha. Esse arroz todo vai ter que esperar mais um dia pelo menos antes de ser transportado. E isso é fichinha perto do que acontece para lá da Reverse Mountain, que é um desafio de vida ou morte por si só. Tem certeza que é isso mesmo que quer?

Colocarei minhas mãos na cintura, tirarei apenas minha mão direita de lá, apontarei para ele e direi -Pode apostar que sim! Então, é óbvio que não resta mais nada a fazer, irei em busca de um navio. Como não encontrei nenhum navegador ou navegadora com navio disposto a ir para Grand Line, não haveria escolha, eu mesma teria que tentar a sorte, sei um pouco de navegação que minha tia me ensinou, como conheço do mercado negro, irei procurar algum vendedor traficante e se achar tentarei comprar um bote por até B$50.000 dizendo com um belo sorriso e me inclinando para frente -Olá, quero comprar um bote, posso pagar B$20.000. Se ele dissesse que não, e um preço maior que B$35.000, tentaria negociar, fazendo charme, usando minha lábia e dizendo -Vamos lá, não me parece que você tem vendido muito ultimamente, ajude a irmãzinha aqui, B$35.000 e não se fala mais nisso. Se fosse menor que B$35.000, diria -Fechado. Se mesmo assim, ele persistisse em um preço maior que B$35.000, diria -Tudo bem, vou em outro vendedor. E sairia desapontada, então tentaria achar algum mais justo, com o preço do mercado negro, negociando do mesmo modo.

No caso de depois de procurar, não encontrasse navios que eu possa pagar, tentaria roubar algum, ficaria furtiva, sem levantar suspeita, andaria pelo porto e procuraria alguma embarcação dando sopa em que possa navegar sozinha, então tentaria rouba-la, esperaria que ficasse em algum canto que ela ficasse sozinha então a invadiria e roubaria, indo para a próxima ilha, mas independente da forma que conseguisse o navio, navegaria para Loguetown, era oque eu pensava.
OFF:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Convidado, continue tentando melhorar e você chega lá, não desista jamais!


Última edição por Fanalis Ria em Qui 14 Dez 2017, 21:34, editado 3 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kaminari Dk
Pirata
Pirata
Kaminari Dk

Créditos : 6
Warn : Em busca de fama! Um começo! 9010
Masculino Data de inscrição : 27/11/2017
Idade : 23
Localização : Conomi Island

Em busca de fama! Um começo! Empty
MensagemAssunto: Re: Em busca de fama! Um começo!   Em busca de fama! Um começo! EmptyQui 14 Dez 2017, 04:28

Virar um pirata era oque eu queria, o tempo todo pensando e imaginando, como ser o homem mais livre desse mundo e a qual conclusão cheguei? Do que adianta ser o homem mais livre de todo mundo se nem ao menos vi o mundo, para isso devo ir para ultima ilha da Grand Line, ver Laftel, esse será meu sonho. É oque penso desde criança quando minha avó lia histórias sobre outras ilhas, com lugares e criaturas além da compreensão.

Para chegar lá só existe um jeito no mundo atual, me tornar pirata, se esse é o necessário, assim será, completando 18 anos sairei pelo mundo, era oque eu imaginava. Dito isto, pegarei meus pertences e procurarei um barco para montar uma tripulação e me aventurar, espero que minha avó me apoie quando um cartaz com recompensa pela minha cabeça chegar, era oque eu não parava de pensar. Mas fazia pouco tempo que eu havia completado tal idade e já passava da hora, aprendi muito sobre navegação trabalhando como pescador em Hiirotown de vez em quando para ajudar nas despesas. Só estava esperando algum motivo para me levar a diante em minha jornada.

Como sempre, irei me levantar bem cedo, antes mesmo do sol raiar, sairei com um sorriso meio cansado no rosto devido ao sono em direção ao porto, procurarei algum bico para tentar conseguir alguns belly para ajudar em casa, além de poder levar alguns peixes quando sobram muitos, adoro o ensopado de minha avó, irei trabalhar como pescador durante o dia, para mim, será só mais um dia cotidiano. Chegando ao porto, sairei perguntando para os tripulantes de navios de pescadores se algum precisa de alguém hoje, falando -Bom dia, existe algum espaço para mim hoje? - Se conseguisse, ficaria o resto do dia pescando. Caso não consiga um, irei treinar um pouco de espada no dojo que costumo treinar.

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]///[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Wild Ragnar
Narrador
Narrador
Wild Ragnar

Créditos : 41
Warn : Em busca de fama! Um começo! 10010
Masculino Data de inscrição : 24/06/2014
Localização : Rio de Janeiro

Em busca de fama! Um começo! Empty
MensagemAssunto: Re: Em busca de fama! Um começo!   Em busca de fama! Um começo! EmptyQui 14 Dez 2017, 21:09

Vendo que não conseguiria o que buscava com aquele homem, Ria nem mesmo tentou adquirir mais informações através daquela antiga conversa fiada. Sua mente estava focada em seu objetivo de sair daquela ilha e nada mais importava. Seguindo para onde ela sabia haver uma espécie de mercado negro no local, a menina chegou em frente a uma porta velha que estava entreaberta. Era estranho pois normalmente haveria um velho decrepito em frente a ela, o porteiro.

Passando pela porta e o corredor atrás dela, ela desceu por escadas mal iluminadas e chegou na entrada de uma imensa câmara subterrânea. Era ali que os negociadores do mercado negro costumavam ficar. O lugar era sempre agitado, com tochas e lamparinas iluminando o lugar, entrar naquela câmara normalmente trazia a sensação de estar-se entrando numa colmeia devido o barulho de várias pessoas falando juntas. Mas naquele momento não havia ninguém. Aparentemente deserto, a escuridão dominava o local, e dentro daquele escuro, Ria poderia sentir como se estivesse sendo observada.

--

DK saía cheio de esperanças para um futuro repleto de aventuras, viagens e liberdade. Em seus bolsos os poucos berries que tinha, em sua cabeça um chapéu. Naquela hora o sol se punha e a cidade começava a ficar deserta, com todos fazendeiros e comerciantes retornando para seus lares.

Caminhando até o porto, o jovem pretendia arrumar uma vaga em um dos navios pesqueiros da cidade, e apesar de estar com poucas pessoas, ainda haviam alguns homens carregando as sacas de arroz para dentro de navios que os transportariam para outras ilhas.

-Bom dia, existe algum espaço para mim hoje? -

O homem que DK abordava era o mesmo que havia conversado com Ria mais cedo, no entanto agora ele estava ocupado controlando os tripulantes de um desses navios e apesar de ter reconhecido o rapaz como um navegador, não teve tempo de dar-lhe muita atenção.

- Desculpas rapaz, mas hoje ninguém ‘tá navegando por causa do que ‘ta acontecendo em Logue. Dependendo dos resultados da batalha amanhã pode ser que as atividades retornem. Sigh.


Assim, sem conseguir alcançar seu objetivo principal, o rapaz se pôs a andar em direção ao dojô onde treinava, e quando conseguiu alcança-lo já era noite. Por isso, deu de cara com os portões do lugar fechados e as luzes apagadas.

Off: Leiam imaginando uma voz bondosa e pacífica.:
 

____________________________________________________


Hao:INSPIRE VIDA | EXPIRE MORTE
"Pensamento"
- Fala -



[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

code by sant
Voltar ao Topo Ir em baixo
Fanalis B. Ria
Pirata
Pirata
Fanalis B. Ria

Créditos : 51
Warn : Em busca de fama! Um começo! 10010
Feminino Data de inscrição : 30/11/2017
Idade : 23
Localização : The Wonderful Land

Em busca de fama! Um começo! Empty
MensagemAssunto: Re: Em busca de fama! Um começo!   Em busca de fama! Um começo! EmptyQui 14 Dez 2017, 22:39

Onde Está o Mercado Negro? O Que Está Acontecendo em Loguetown?



Chegando ao ponto onde sabia que costumava haver um mercado negro, não encontro ninguém, passei pela porta e o corredor atrás de mim, desci por escadas mal iluminadas e cheguei na entrada de uma imensa câmara subterrânea. Era ali que os negociadores do mercado negro costumavam ficar. O lugar era sempre agitado, com tochas e lamparinas iluminando o lugar, entrar naquela câmara normalmente trazia a sensação de estar entrando numa colmeia devido o barulho de várias pessoas falando juntas. Mas naquele momento não havia ninguém. Aparentemente deserto, a escuridão dominava o local, fico imaginando se tem algo a ver com os piratas que o homem disse mais cedo que estavam atacando Loguetown, mas dentro daquele escuro, eu sinto como se estivesse sendo observada.

Com essa pequena sensação, eu fico com um pouco de medo, então sem pensar eu tento perguntar com uma voz um pouco alta -Quem está aí? Se respondesse, eu diria -O que quer comigo? Onde está todo mundo? O que está acontecendo? Caso não respondesse, eu tentaria encontrar algum vestígio de onde pode ser o local novo, procuraria por papeis jogados ou sinais desenhados nas paredes do local, se encontrasse tentaria seguir a indicação para o novo local, se não encontrasse, iria sair de lá e andaria pela cidade andando normalmente, sem levantar suspeitas até ficar cansada tentando encontrar alguém que parecesse mexer com coisas ilegais, que aparentasse ser um bandido ou algo do tipo, e ao mesmo tempo tentaria notar locais que pudesse passar a noite e bares, se achasse alguém o seguiria para ver se ele iria até algum local que se parecesse com o mercado negro.

Se não achasse ninguém, iria me decepcionar um pouco, mas não restaria opção, caso eu tivesse notado algum bar enquanto procurava alguém suspeito, iria entrar se ainda estivesse aberto, iria até o balcão, me sentaria e diria -Uma taça de vinho, por favor! Se fosse servida, daria um pequeno gole e ficaria lá sentada pensando por alguns minutos em onde poderia conseguir um barco, então chamaria quem me servira e perguntaria calmamente a pessoa -Olá, você sabe de algo sobre o mercado negro? Me falaram que ele mudou de lugar. Se a pessoa me respondesse ou não, eu apenas escutaria sem mostrar reações, terminaria a bebida, e diria então -Sabe onde posso passar a noite por um preço bem em conta? Independente da resposta, diria -Obrigada, quanto te devo? Pagaria e sairia de lá.

Se não tivesse encontrado um bar, mas sim uma pousada, um hotel ou algo do tipo, ou caso tivesse encontrado o bar e a pessoa tivesse me indicado um lugar para passar a noite, em qualquer um dos casos, iria até o lugar e se estivesse aberto diria a quem me recebesse -Boa noite, quero um quarto por favor. Quanto é o seu mais simples? Se fosse um preço justo, pagaria, iria até o quarto e dormiria.

Caso descobrisse a localização do mercado negro, iria até lá procuraria algum vendedor traficante e se achasse tentaria comprar um bote por até B$50.000 dizendo com um belo sorriso e me inclinando para frente -Olá, quero comprar um bote, posso pagar B$20.000. Se ele dissesse que não, e um preço maior que B$35.000, tentaria negociar, fazendo charme, usando minha lábia e dizendo -Vamos lá, não me parece que você tem vendido muito ultimamente, B$35.000 e não se fala mais nisso. Se fosse menor que B$35.000, diria -Fechado. Se mesmo assim, ele persistisse em um preço maior que B$35.000, diria -Tudo bem, vou em outro vendedor. E sairia desapontada, então tentaria achar algum mais justo, com o preço do mercado negro, negociando do mesmo modo.

No caso de não descobrir nada do mercado negro, nem encontrar um bar ou um hotel, ficaria um pouco irritada de não conseguir nada do que procuro, então tentaria achar algum local não muito movimentado, sentaria encostada na parede, cruzaria os braços e dormiria lá mesmo, sentada. No outro dia, me levantaria o mais cedo possível, estaria um pouco mais tranquila, mas ainda um pouco brava de não estar conseguindo sair da ilha que vivi toda minha vida, começaria a pensar que as coisas eram mais complicadas do que pareciam e iria até o porto, lá tentaria encontrar alguém que venda algum navio perguntando por lá -Sabe onde posso comprar barcos? E se encontrasse diria -Bom dia. Qual o valor dos seus barcos?
OFF:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Convidado, continue tentando melhorar e você chega lá, não desista jamais!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kaminari Dk
Pirata
Pirata
Kaminari Dk

Créditos : 6
Warn : Em busca de fama! Um começo! 9010
Masculino Data de inscrição : 27/11/2017
Idade : 23
Localização : Conomi Island

Em busca de fama! Um começo! Empty
MensagemAssunto: Re: Em busca de fama! Um começo!   Em busca de fama! Um começo! EmptySex 15 Dez 2017, 00:05

Fui até o porto, mas já estava escurecendo e não consegui encontrar nada para trabalhar durante a noite, então fui ao dôjo, mas já estava fechado também, com tudo apagado, provavelmente Sakura já havia ido para casa ficar com suas filhas, vendo isso, iria para casa de minha avó passar a noite. Se ela estivesse acordada, eu diria -Boa noite vó, não tinha trabalho no porto, vou dormir e amanhã acordarei bem cedo para ir encontrar trabalho. Então subiria para meu quarto, me deitaria na cama, pensaria no dia desperdiçado que gastei conversando com os vizinhos, sendo que poderia estar trabalhando desde de manhã e tentaria dormir rapidamente.

No outro dia, tentaria acordar cedo, pensaria, hoje é um novo dia, dará tudo certo, então iria até o porto, se conseguisse, chegar lá, procuraria pessoas que estivessem se preparando para transportar arroz ou para pescar, caso achasse alguma diria com tranquilidade, como se já tivesse feito aquilo várias vezes e já havia feito mesmo -Olá, estão precisando de mais um homem para trabalhar? Faço qualquer coisa e se precisarem, eu sou navegador. Se dissessem que sim, me juntaria a eles e trabalharia normalmente, se não, procuraria outros e tentaria encontrar algum trabalho, não deve ser tão difícil assim, eu pensaria.

Caso eu não encontrasse trabalho, ficaria super desanimado, dois dias sem trabalhar seriam de mais, precisaria de algo para me ocupar, tentaria ir até o dojo onde treinava, se estivesse aberto, iria diretamente com um sorriso e os olhos quase fechados conversar com a Sakura dizendo -Sakura, vamos treinar, me empreste duas katanas de bamboo. Afinal, luto usando duas katanas, então ficaria até próximo ao horário do almoço lá treinando com ela, apenas aperfeiçoando minhas habilidades como espadachim.

Tendo conseguido trabalho ou indo no dojo, ao final da atividade, eu iria até a casa de minha avó para almoçar como sempre, chegando lá, diria -Olá vó, vim almoçar. enquanto comia, eu começaria a pensar que minha vida está muito rotineira, todo dia a mesma coisa, é então que perceberia que oque estava fazendo não tinha sentido, porque viver assim, esperando algo acontecer para então seguir meus sonhos, sendo que poderia começar a correr atrás deles, de ver o mundo e me tornar o mais forte, não precisaria de um estopim para isso.

Ao pensar nisso, eu havia me decidido, me levantaria, me despediria de minha avó dizendo com um sorriso -Volto daqui a pouco. Então tentariaentaria ir correndo até a Sakura e diria -Estou pensando em finalmente seguir meus sonhos e ir rumo a Grand Line. O que você acha? Eu sabia que ela sempre me apoiou nesse sonho meu e achava que eu poderia conseguir, mas mesmo que ela dissesse que não devo ir, eu diria com confiança -Vai dar certo, já me decidi, vou ao porto conseguir algum navio e seguirei meu sonho! Logo falaria -Você teria duas katanas sobrando para me dar? Vou precisar em minha viagem. Então, me dando ou não as katanas, eu daria um abraço bem forte nela e agradeceria -Obrigado por tudo, estou indo.

Depois disso, tentaria ir correndo para casa da minha avó, que assim como dojo fica bem próxima da cidade, mas fora dela, minha avó era a outra pessoa importante em minha vida, eu teria que dizer oque eu havia decidido, se chegasse na casa, iria para o banheiro, tomaria um banho, colocaria meu melhor kimono, meu chapéu de bamboo, pegaria o pouco dinheiro que tinha, B$50.000 e me sentaria na mesa de jantar, a chamaria para se sentar comigo e diria com calma para que ela não ficasse triste, mesmo sabendo que ela iria sentir minha falta, nós já havíamos conversado sobre isso várias vezes -Vó, finalmente me decidi, estou indo para o mar. E independente de sua reação, tentaria me levantar rapidamente, antes dela e daria um abraço nela ainda sentada, então falaria -Me desculpe, mas está na hora de seguir com minha vida. Vou para a Grand Line. Dito isso, consolaria ela abraçando-a por um tempo e então iria até o porto.

Se chegasse ao porto, procuraria alguém para ir até a Grand Line, perguntaria aos mercadores e pescadores que havia conhecido ao longo dos anos caso achasse algum, se não, perguntaria a desconhecidos mesmo -Sabe de alguém que queira ira para Grand Line e esteja procurando aum navegador?
Dúvidas:
 

Objetivos:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]///[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Wild Ragnar
Narrador
Narrador
Wild Ragnar

Créditos : 41
Warn : Em busca de fama! Um começo! 10010
Masculino Data de inscrição : 24/06/2014
Localização : Rio de Janeiro

Em busca de fama! Um começo! Empty
MensagemAssunto: Re: Em busca de fama! Um começo!   Em busca de fama! Um começo! EmptyDom 17 Dez 2017, 01:49

Aquele lugar sombrio deixou Ria se sentindo temerosa e questionando quem estava ali, mas não ouviu nenhuma resposta. Ignorando aquela sensação, tentou ainda procurar por sinais que poderiam ter sido deixados para trás que indicassem para onde o mercado negro se deslocara, ou o que poderia ter acontecido ali, no entanto a escuridão do local dificultava o sucesso e ela acabou por desistir. Saindo daquele lugar ela se dirigiu a um bar que havia nas proximidades, talvez lá conseguisse mais informações. O que ela não percebeu é que daquela escuridão, alguém tinha surgido e começara a seguir ela.

-Uma taça de vinho, por favor!

- Vão ser 700 berries. – Respondeu o bartender que tinha um tapa olho e cabelos penteados para trás. Um bigode bem cuidado e suspensórios por cima de uma camisa social branca completavam o visual do homem que logo enchia uma taça e colocava na frente da garota.

O lugar estava cheio. Ao menos trinta pessoas sentadas em mesas, em frente ao balcão ou em pé estavam no lugar.

-Olá, você sabe de algo sobre o mercado negro? Me falaram que ele mudou de lugar.

Ao ouvir essa pergunta o homem olhou seriamente de cima para baixo e depois de baixo para cima para a garota que lhe questionara. Após hesitar por um instante ele respondeu de forma cautelosa. – Ouvi dizer que todos foram para Shirotown. Alguma confusão entre Kishimo e Grambos. Não sei ao certo.

-Sabe onde posso passar a noite por um preço bem em conta?u

- Tem um lugar onde vão te cobrar 12.000 pela noite apenas logo no fim da rua “Pousada da Dona Chica”.


-Obrigada, quanto te devo?

- Vão ser só os 700 mesmo.

Ao sair da pousada mais uma vez a menina era seguida pela figura encapuzada que estivera a observando na antiga localização do mercado. O bartender viu a movimentação e franziu o cenho, mas no fim das contas foi atender outro pedido.

Logo ao sair do bar e seguindo para a esquerda, Ria andou por mais um dois quarteirões, quando ao passar por uma rua estreita, sentiu alguém a empurrando por trás em direção ao beco. Tudo acontecia muito rápido e ela não pode evitar ser jogada contra a parede. Um corpo magro mas forte pressionava contra o dela, e o hálito de cachaça barata atingia em cheio seu rosto.

- Não acha que está desistindo muito fácil? Kekekekekeke!! – O homem encapuzado, era de fato um velho enrugado com alguns dentes faltando. Sua voz ranhosa incomodava os ouvidos de quem a escutasse.

--

DK estava decepcionado por não ter conseguido o trabalho que pretendia e resolveu retornar para o seu lar. No caminho viu uma mulher ruiva de baixa estatura mas com belas curvas saindo de um bar. Ela não aparentava estar bêbada e até então esse era só um acontecimento cotidiano.

No entanto logo em seguida ele também percebeu um homem encapuzado que saiu do mesmo bar e parecia ir na mesma direção da moça. Enquanto andava ele viu como o homem se aproximava mais e mais da moça, até que de repente ele pareceu ataca-la!! A agarrando e a puxando para um beco!

Logo ele estava em frente ao beco vendo a mulher sendo pressionada na parede pelo homem que falava algo que infelizmente ele não conseguiu ouvir.

--



Off:
 


____________________________________________________


Hao:INSPIRE VIDA | EXPIRE MORTE
"Pensamento"
- Fala -



[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

code by sant
Voltar ao Topo Ir em baixo
Fanalis B. Ria
Pirata
Pirata
Fanalis B. Ria

Créditos : 51
Warn : Em busca de fama! Um começo! 10010
Feminino Data de inscrição : 30/11/2017
Idade : 23
Localização : The Wonderful Land

Em busca de fama! Um começo! Empty
MensagemAssunto: Re: Em busca de fama! Um começo!   Em busca de fama! Um começo! EmptyDom 17 Dez 2017, 04:10



Ataque no Beco! O Velho Encapuzado!



Ao ser atacada, não sei oque fazer, vejo aquele velho magrelo, enrugado e com hálito de cachaça, me pressionando contra parede, e dizendo com uma voz ranhosa -Não acha que está desistindo muito fácil? Kekekekekeke!! Acabo ficando um pouco enjoada e desconfortável com aquela situação medonha, mas tentaria me controlar apesar de tudo, se conseguisse, com um tom de desprezo, sem demonstrar medo ou insegurança, tentando tomar as rédeas da situação, falaria -Quem é você e o que pensa que está fazendo?

Dito isto, eu pensaria que comecei minha aventura a pouco, tentei conseguir duas coisas primordiais, um barco e um navegador. Para o primeiro, acabei indo ao ponto do mercado negro, o qual já conhecia, mas não estava lá, então fui a um bar e acabei fazendo perguntas sobre. Já no segundo caso, eu havia ido ao porto e perguntado para algumas pessoas sobre o navegador. Esse homem só pode estar me perguntando a respeito de uma dessas coisas, a questão é, desde quando ele me seguira e porque está interessado em mim. A princípio, eu não revidaria a agressão, aparentemente seria apenas um velho que tinha algo a me dizer, eu escutaria o que ele tem a falar, mas com o rosto um pouco fechado antes mesmo que ele me respondesse a primeira pergunta, eu diria -Me solte para conversarmos! É sobre o navegador que procuro ou o mercado negro?

Se ele me soltasse, escutaria oque tinha tem a dizer, caso fosse sobre o mercado negro e sua localização que seria o mais provável, diria séria -Muito bem, então me leve até o lugar atual do mercado negro. Se ele fosse me levar, ou pelo menos me dissesse onde fica exatamente, eu diria com um pouco de receio -Obrigada, mas por que está me ajudando? No caso de me falar alguma situação inesperada a respeito do mercado negro ou de alguém, que estaria acontecendo, mas eu tinha chance de fazer algo a respeito, eu falaria empolgada com uma possível aventura -E o que eu posso fazer sobre isso? Se na verdade ele quisesse me dizer que sabe de alguém que queira vir para a Grand Line comigo, diria sorrindo -Legal, quem? E onde está essa pessoa? Não me diga que é você.

No primeiro caso, em que ele me falaria ou me levaria a localidade atual do mercado negro, eu o seguiria um pouco desconfiada e atenta a qualquer perigo. No segundo, caso algo interessante estivesse acontecendo e eu pudesse fazer algo para interferir, escutaria tudo que ele tem a dizer com muita empolgação e pareceria querer muito participar daquilo, no terceiro, caso ele soubesse sobre algum navegador, daria um belo sorriso, mas tentaria encerrar a conversa o mais rápido possível e me dirigiria a pessoa rapidamente, independente da situação, agora que sei que posso ser atacada a qualquer momento, começaria a pensar que não posso simplesmente sair por aí andando desarmada e seria uma boa conseguir alguma arma logo.

Se ele não me soltasse, eu começaria a ficar brava de verdade, começaria a me debater até me soltar, se conseguisse, sairia correndo na tentativa de fugir do homem, se não conseguisse despistá-lo em quanto corria, procuraria alguma loja de ferreiro ou algo do tipo, algum lugar onde eu possa conseguir uma foice, que é a arma que eu sei manusear, a qual aprendi ao longo dos anos trabalhando nas plantações de arroz de meu pai, se encontrasse uma, a pegaria "emprestada" por algum tempo e partiria para cima de meu agressor.

Se ele simplesmente me dissesse onde é o mercado negro mesmo, eu iria até lá, dessa vez atenta para caso alguém esteja me seguindo. Aproveitando que estava a noite, que provavelmente é quando a maioria das coisas desse tipo de negócio funcionam. Chegando próxima ao local, observaria para ter certeza que o homem falava a verdade, pode ser que ele estivesse criando uma armadilha, desde para roubar o pouco de dinheiro que eu tinha, até para me prender e vender como escrava. Se fosse realmente o mercado negro, tentaria negociar um navio e uma arma, entraria lá e daria uma olhada nos preços de possíveis navios e foices perguntando para vendedores demonstrando certo interesse -Olá, quanto está seu navio mais barato? E -Você teria alguma foice para me vender?

OFF:
 

Objetivos:
 

Ganhos(+) e Perdas(-):
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Convidado, continue tentando melhorar e você chega lá, não desista jamais!


Última edição por Fanalis Ria em Ter 19 Dez 2017, 23:55, editado 12 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Em busca de fama! Um começo! Empty
MensagemAssunto: Re: Em busca de fama! Um começo!   Em busca de fama! Um começo! Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Em busca de fama! Um começo!
Voltar ao Topo 
Página 1 de 22Ir à página : 1, 2, 3 ... 11 ... 22  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: East Blue :: Conomi Island-
Ir para: