One Piece RPG
Olhos Dourados ascende! A engenhosa sociedade Mink! - Página 4 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Vol 1 - The Soul's Desires
Olhos Dourados ascende! A engenhosa sociedade Mink! - Página 4 Emptypor Arthur Infamus Hoje à(s) 21:07

» Evento Natalino - Amigo Secreto
Olhos Dourados ascende! A engenhosa sociedade Mink! - Página 4 Emptypor Blum Hoje à(s) 20:15

» Caçadoras Eternas: Almas entrelaçadas!
Olhos Dourados ascende! A engenhosa sociedade Mink! - Página 4 Emptypor Alek Hoje à(s) 20:08

» Wu-HA!
Olhos Dourados ascende! A engenhosa sociedade Mink! - Página 4 Emptypor ADM.Tidus Hoje à(s) 19:36

» [MINI-Koji] Anjo caído
Olhos Dourados ascende! A engenhosa sociedade Mink! - Página 4 Emptypor Proto_ Hoje à(s) 17:39

» Sorte ou Azar? Uma Ascensão Pirata!
Olhos Dourados ascende! A engenhosa sociedade Mink! - Página 4 Emptypor ADM.Tidus Hoje à(s) 17:12

» The Hero Rises!
Olhos Dourados ascende! A engenhosa sociedade Mink! - Página 4 Emptypor GM.Alipheese Hoje à(s) 17:09

» VIII - The Unforgiven
Olhos Dourados ascende! A engenhosa sociedade Mink! - Página 4 Emptypor GM.Alipheese Hoje à(s) 16:37

» Ato 157: Se eu quisesse tua opinião, Eu tirava na Porrada
Olhos Dourados ascende! A engenhosa sociedade Mink! - Página 4 Emptypor Skÿller Hoje à(s) 15:54

» A primeira conquista
Olhos Dourados ascende! A engenhosa sociedade Mink! - Página 4 Emptypor Misterioso Hoje à(s) 15:42

» 10º Capítulo - Parabellum!
Olhos Dourados ascende! A engenhosa sociedade Mink! - Página 4 Emptypor Marciano Hoje à(s) 14:09

» Blues, Bourbon e balas
Olhos Dourados ascende! A engenhosa sociedade Mink! - Página 4 Emptypor ReiDelas Hoje à(s) 13:35

» II - Growing Bonds
Olhos Dourados ascende! A engenhosa sociedade Mink! - Página 4 Emptypor Teo Hoje à(s) 13:34

» Mess in Grand Line: The Red-Haired Arrived
Olhos Dourados ascende! A engenhosa sociedade Mink! - Página 4 Emptypor Akise Hoje à(s) 11:57

» Meu nome é Mike Brigss
Olhos Dourados ascende! A engenhosa sociedade Mink! - Página 4 Emptypor Oni Hoje à(s) 10:37

» Cindy Vallar
Olhos Dourados ascende! A engenhosa sociedade Mink! - Página 4 Emptypor Oni Hoje à(s) 08:56

» Que tal um truque de mágica?
Olhos Dourados ascende! A engenhosa sociedade Mink! - Página 4 Emptypor Veruir Hoje à(s) 08:56

» Mao di Lut Ima
Olhos Dourados ascende! A engenhosa sociedade Mink! - Página 4 Emptypor Alek Hoje à(s) 04:24

» [Mini] Albafica Mino
Olhos Dourados ascende! A engenhosa sociedade Mink! - Página 4 Emptypor Albafica Mino Hoje à(s) 03:42

» One Piece RPG Awards 2020
Olhos Dourados ascende! A engenhosa sociedade Mink! - Página 4 Emptypor ADM.Tonikbelo Hoje à(s) 00:00



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 Olhos Dourados ascende! A engenhosa sociedade Mink!

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 65
Warn : Olhos Dourados ascende! A engenhosa sociedade Mink! - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 27
Localização : 1ª Rota - Karakui

Olhos Dourados ascende! A engenhosa sociedade Mink! - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Olhos Dourados ascende! A engenhosa sociedade Mink!   Olhos Dourados ascende! A engenhosa sociedade Mink! - Página 4 EmptyQui 30 Nov 2017, 19:24

Relembrando a primeira mensagem :

Olhos Dourados ascende! A engenhosa sociedade Mink!

Aqui ocorrerá a aventura do(a) civil Bartolomeo Khan. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
Aesop
Civil
Civil


Data de inscrição : 14/06/2014

Olhos Dourados ascende! A engenhosa sociedade Mink! - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Olhos Dourados ascende! A engenhosa sociedade Mink!   Olhos Dourados ascende! A engenhosa sociedade Mink! - Página 4 EmptyQua 17 Jan 2018, 12:29

Bartolomeo era narciso, mas também era um ser humano. Numa tentativa de balancear os seus dois lados, Olhos Dourados fez um comentário com um aspecto um tanto quanto insensível e que fez Moku se sentir inferior. Falar que a ditadora era previsível machucava qualquer um dos generais, afinal, eles não conseguiram ler a coelha tão bem quanto o loiro dizia ter lido. O rapaz havia percebido isso quando seus olhos encontraram os de Moku, contenciosos e desaprovadores.

Num ato de raiva e, provavelmente frustração, ele urrava, cada vez mais aumentando o tom. Bartolomeo, apesar de saber que seu comentário fora inoportuno, não aceitava que aumentassem o tom de voz com ele, e não ficou quieto, apesar do seu erro anterior.

  - Você acha que se Shizuka fosse imprevisível metade do meu exército estaria morto e quase todos os moradores da aldeia?

  - É isso mesmo que eu estou ouvindo? Se você não soubesse das intenções dela, o exército não estaria pronto. Fracasso não é vergonha. Aceite isso.

  - Me deem licença senhores, vou me juntar aos outros no recolhimento dos corpos, quando terminarem me unirei à vocês sem perguntas e que o destino guie nossas vidas. - falou Moku saindo da tenda.

  O clima estava pesado de fato, e Bartolomeo sentia esse peso caindo sobre suas costas, mas seu orgulho o cegava e ele pouco se importava se Moku seria seu amigo ou não naquele instante, afinal, eles estavam se aliando por um bem maior. De fato, aquele modo de falar mudou a visão de Bart sobre o mink leão, afinal, ele nunca fora acostumado a ser tratado com hostilidade e brutalidade, muito menos falta de educação e a ser peitado. O garoto apenas prosseguia de forma profissional, escutando os pedidos de desculpa do outro general e ouvindo os planos de Nyu e as constatações do outro general.

  - Depois da saída secreta da gruta, há uma clareira cercada de vegetação bem aqui em frente à saída, e separando a clareira e a grande árvore há uma faixa de vegetação não tão grande, mas o suficiente para esconder nosso exército. Sugiro que esperem meu sinal, e caso não tenha ninguém por perto eu faço o som indicando que vocês podem sair da gruta, e então nos escondemos aqui nessa faixa de árvores e damos sequência na próxima parte do plano.

  - Já fui preso naquela árvore, e posso dizer que se não tiver ajuda é inexpugnável. Quem pode ajudá-lo com isso é o Moku, pois foi ele quem me libertou e muitos outros também, acredito que ele vá gostar da ideia. Mas à respeito da localização das celas, elas são suspensas nos galhos mais altos da árvore, e se você se mexer muito tentando sair sua cela despenca de la de cima, após ver alguns companheiros despencando e virando poeira lá embaixo você acaba se dando conta que fugir com vida sem ajuda é impossível.

  - E sobre o arsenal, acho que isso ninguém sabe, já que somos todos da resistência por algumas gerações, e quem mais tem informações da grande árvore nos últimos tempos sou eu, e só fui capaz disso por que consigo chegar perto para observar sem que me notem, então não pude saber muito sobre coisas internas da árvore.

  - Então a gente não vai ter apoio dos prisioneiros, nem acesso ao arsenal de forma planejada... Então vamos ter que fazer uma entrada silenciosa o suficiente para causarmos um alvoroço. Meu plano é o seguinte: eu e Nyu vamos tentar nos infiltrar para chegar até Shizuka, sendo o mais silencioso possível. Caso a coisa esquente, Nyu vai dar o sinal e o exército invade a cidade contendo aqueles que tentarem nos parar. Lembrando que nossa intenção não é matar ninguém, e sim desbancar Shizuka. Matar somente quando for necessário, certo?

 Agindo como se fosse realmente um estrategista de guerra, Bartolomeo finalmente falava o seu plano e então dispensava os generais, ficando a sós com Nyu, recebendo a notícia que Meela fora registrada como uma das baixas no ataque. De certa forma, uma ira muito grande crescia no interior do rapaz, afinal, aquilo era terrorismo, mas ele tinha um objetivo e deveria focar nele e somente nele. Acabar com a ditadura era o principal foco naquele momento, e era isso que todos se empenhariam para fazer.

  Khan se alimentou, descansou, cuidou do seu braço, que estava quase sendo totalmente recuperado e pronto para mais um round de pancadaria. Quando entardeceu, houve o funeral, onde todos os guerreiros assistiram os corpos sendo cremados. Moku se encarregou de cuidar dos feridos, um dos generais recrutou pessoas que queriam servir para a batalha que estava chegando. Bartolomeo estava em pé, diante de todo o povo, ao lado do grande mink leão albino, escondendo um secreto desentendimento anterior e prontos para liderar.

  - Hoje tivemos um grande ataque, o qual nosso exército tentou reagir e conseguiu, com êxito, defender a integridade da colônia, mas acabou sofrendo inúmeras baixas. - começou - Guerreiros morreram. Mestres morreram. Pessoas inocentes... - frisou - Morreram. Essa batalha só mostra que minks e seres humanos são idênticos. Temos um ancestral em comum. Somos uma ramificação diferente, mas nivelada. A prova disso são essas batalhas inúteis e superficiais. Shizuka não é uma grande líder, ela é uma mentirosa manipuladora. Nós somos os responsáveis por acabar com o seu reinado, e é isso que vamos fazer hoje. Mas não vamos nos rebaixar ao nível deles. Matar civis como vingança não nos ajudará, muito pelo contrário. Nós temos que mostrar para o resto do povo que ainda há uma esperança, mostrar que existe uma forma de viver tranquilamente e pacificamente, sem ter que derrubar embarcações ou caçar seres humanos. Quem está disposto a dar o seu sangue para esse objetivo, sigam-nos. Eu os convoco para a guerra final, que decidirá o futuro desta ilha.

  Com um passo para trás, Olhos dourados deixava o mink leão explicar o plano e liderar o povo. O boxeador tinha um objetivo, e, para isso, precisava encontrar algum dos generais ou até mesmo Nyu, caso conseguisse enxergá-lo. Ele queria falar com Shizaki, o mink coelho espinhoso que lutara anteriormente, em prol de tirar algumas últimas informações em troca de alguma espécie de anistia. O garoto perguntaria para o primeiro que encontrasse, e, caso não conseguisse falar com Shizaki, voltaria para a multidão e os guiaria para a gruta, onde tudo começaria.

  Entretanto, caso fosse possível falar com o mink prisioneiro, o garoto iria até ele e ficaria de cócoras, utilizando toda sua persuasão para penetrar os olhos maníacos do mink, isso se ele estivesse acordado, e, caso contrário, o acordaria com tapas na cara.

  - Estamos indo visitar sua irmã, sabe me dizer como chegar até ela?Podemos negociar alguma coisa, como, por exemplo, a garantia que deixaremos armas cortantes longe de você.

  Bartolomeo não tinha todo o tempo do mundo, mas usaria essa tática para tentar tirar alguma coisa da mente de Shizaki, afinal, ele sabia que o mesmo tinha traumas com armas cortantes, e talvez isso fosse um gatilho para poder conseguir extrair informações. Conseguindo ou não, não ficaria por lá muito tempo, e voltaria para a liderança da multidão, rumando a gruta e, consecutivamente, a grande árvore, onde Shizuka provavelmente se encontrava.

Off:
 
Histórico:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Yamazaki Raizo
Revolucionário
Revolucionário
Yamazaki Raizo

Créditos : 6
Warn : Olhos Dourados ascende! A engenhosa sociedade Mink! - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 21/03/2017
Idade : 25

Olhos Dourados ascende! A engenhosa sociedade Mink! - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Olhos Dourados ascende! A engenhosa sociedade Mink!   Olhos Dourados ascende! A engenhosa sociedade Mink! - Página 4 EmptyQui 18 Jan 2018, 09:39


Após discursar frente ao povo mink, Bartolomeu procurava por Shizaki para interrogá-lo. Ao se aproximar do mink, percebeu que o mesmo estava acordado, e com uma expressão péssima no rosto, como se transpirasse puro ódio. Ao vê-lo, Bartolomeu disse:

- Estamos indo visitar sua irmã, sabe me dizer como chegar até ela? Podemos negociar alguma coisa, como, por exemplo, a garantia que deixaremos armas cortantes longe de você.

E virando-se lentamente, o mink focava sua atenção para o jovem Khan, com os olhos arregalados e com um olhar maníaco, e dizia:

- Ela vai matar todos vocês por terem feito isso comigo, é melhor se esconderem melhor do que já se escondiam antes!


Bartolomeu percebeu que aquele era um caso perdido, quando a loucura domina a mente, mesmo um experiente interrogador não consegue tirar informações, já que a mente do interrogado está corrompida. Então o garoto voltava para a multidão, que já estava ciente do plano, graças aos minks guerreiros e à Moku, que tiveram a responsabilidade de lhes contar o plano.

Confiantes na liderança de Bartolomeu, os minks que escolheram cuidar dos feridos, crianças e idosos desejavam boa sorte à todos, enquanto que os guerreiros rumavam novamente para a gruta, onde seria dado o início ao ataque definitivo. A noite havia caído na ilha, os sons de insetos e outros animais típicos da floresta ecoavam por todos os lados, e os guerreiros andavam sorrateiramente, cada um com sua arma na mão dispostos a dar a vida por aquela operação, já que era aquele o momento que iria definir a liberdade do povo.

Ao reunirem-se na gruta, Moku chamava Bartolomeu para explicar-lhe o modo em que estavam acostumados à batalhar:

- Afim de organizar melhor nosso exército, nós nos dividimos em grupos, dessa vez o que tenho em mente é o seguinte: Eu, você, Nyu e mais seis ou sete guerreiros seremos Água, nós vamos ser os mais versáteis, que podem tanto ser furtivos quanto batalhar até a morte se for preciso, sendo capazes de driblar suas defesas. Bardo, o urso, vai liderar o grupo Fogo, ele e a maioria dos guerreiros vão ser a cavalaria, se algo der errado ou quando dermos o sinal, eles vão atacar com o objetivo de suprimir a força inimiga. Xin Seng, o lobo, vai ser o Vento e ele prefere trabalhar sozinho, nos dando apoio e cobertura de uma posição estratégica sem que o inimigo perceba a presença dele.

E ainda com uma expressão de crítica ao rapaz, Moku olhava para Bartolomeu como se estivesse se esforçando para tolerá-lo, e concluia sem muita sinceridade em seu tom de voz:

- Se preferir mudar alguma coisa, somos todos ouvidos!

Após as últimas palavras de Bartolomeu, era dado ínicio ao plano,e era Nyu quem corria rapidamente abrindo caminho na frente de todos, e guiando-os entre as várias bifurcações existentes dentro da gruta, logo atrás dele Bartolomeu e Moku o seguiam rapidamente, sendo seguidos pelo mink lobo e o urso e então o restante dos guerreiros, todos seguiam o mais rápido possível fazendo o menor barulho possível. Ao chegar na última saída da gruta, Nyu parou um pouco antes e todos os outros pararam atrás dele, e virando-se para Bartolomeu disse:

- Como eu falei aquela é a saída que vai dar numa clareira, separando a clareira da árvore há uma vegetação onde podemos nos esconder, mas se houver algum guarda na clareira, assim que sairmos ele pode nos ver. Se eu for sozinho eu posso evitar de ser visto mesmo que haja alguém logo na saída da gruta. Bartolomeu, você quer vir comigo mesmo assim, ou confia em mim para dar o sinal ?

____________________________________________________

~A vida é apenas um fenômeno superestimado...~


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]  |  [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Gods Slayers
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
From the ashes, we will be reborn


- Fala -
* Pensamento *
~ Flashback ~

Objetivos:
[x] Entrar no exercito revolucionário
[  ] Declarar guerra ao governo mundial
[  ] Organizar um ataque à marinha que entre para a história
[  ] Libertar os escravos das mãos dos tenryuubitos
[  ] Obliterar Mariejoa com uma arma apocalíptica
Voltar ao Topo Ir em baixo
Aesop
Civil
Civil
Aesop

Créditos : Zero
Warn : Olhos Dourados ascende! A engenhosa sociedade Mink! - Página 4 3010
Masculino Data de inscrição : 14/06/2014
Idade : 20
Localização : São Paulo-SP

Olhos Dourados ascende! A engenhosa sociedade Mink! - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Olhos Dourados ascende! A engenhosa sociedade Mink!   Olhos Dourados ascende! A engenhosa sociedade Mink! - Página 4 EmptyQui 18 Jan 2018, 11:42

- Ela vai matar todos vocês por terem feito isso comigo, é melhor se esconderem melhor do que já se escondiam antes! - grunhiu Shizaki quando pressionado

- Aproveite sua estadia aqui, é bom se acostumar, pois não vai sair daqui tão cedo. - levantava e falava para o mais próximo - Ele está delirando, não ouça a ele.

Voltei para o meu exército, o qual já tinha ciência do plano montado. Um frio na barriga subiu e se transformou num calafrio que passava por cada vértebra da coluna, me fazendo sentir à flor da pele o que era estar em uma batalha tão importante. Entretanto, ergui o peito conforme marchávamos para a gruta, entrando na trilha de pedra guiada por diamantes brilhantes, pisando sobre o terreno que há algumas horas foi palco de um massacre em massa. Nossa determinação nos poupou de ficarmos sentidos com o acontecimento anterior, e aquilo só nos servia de motivação.

Moku começava a explicar o jeito que estavam acostumados a lutar, me explicando que eles eram separados em grupos com nomes dos elementos naturais.

- Afim de organizar melhor nosso exército, nós nos dividimos em grupos, dessa vez o que tenho em mente é o seguinte: Eu, você, Nyu e mais seis ou sete guerreiros seremos Água, nós vamos ser os mais versáteis, que podem tanto ser furtivos quanto batalhar até a morte se for preciso, sendo capazes de driblar suas defesas. Bardo, o urso, vai liderar o grupo Fogo, ele e a maioria dos guerreiros vão ser a cavalaria, se algo der errado ou quando dermos o sinal, eles vão atacar com o objetivo de suprimir a força inimiga. Xin Seng, o lobo, vai ser o Vento e ele prefere trabalhar sozinho, nos dando apoio e cobertura de uma posição estratégica sem que o inimigo perceba a presença dele. - e, ainda com o olhar crítico, continuou - Se preferir mudar alguma coisa, somos todos ouvidos!

- Estou com vocês nessa. - assenti, concordando com a estratégia.

Sorrateira e apressadamente, fomos guiados por Nyu até o último corredor da gruta, passando por bifurcações e esquinas que faziam aquele lugar parecer um verdadeiro labirinto. A pequena raposa era bastante dedicada e útil, e sua determinação era digna de reconhecimento. Um imenso batalhão estava atrás de mim, e eu estava atrás daquele pequeno ser com uma mente incrível. Eu resolvi concordar com tudo o que ele dissesse, afinal, ele conseguira a minha atenção. Eu estava com uma expressão séria e decidida, escutando o que o rapazinho tinha para falar.

- Como eu falei aquela é a saída que vai dar numa clareira, separando a clareira da árvore há uma vegetação onde podemos nos esconder, mas se houver algum guarda na clareira, assim que sairmos ele pode nos ver. Se eu for sozinho eu posso evitar de ser visto mesmo que haja alguém logo na saída da gruta. Bartolomeu, você quer vir comigo mesmo assim, ou confia em mim para dar o sinal?

- Confio em você, Nyu! - falei com um sorriso complacente - Xin Seng vai nos dar apoio, e, ainda assim, se as coisas ficarem ruins, o esquadrão água pode entrar em ação. Temos que fazer o mínimo de barulho possível para que Shizuka e seus capachos, digo, capangas, não nos ouçam. Boa sorte, Nyu!

Apesar de ter dado esse voto de confiança, tentaria achar uma posição de vantagem em relação ao suposto guarda da clareira. Queria enxergá-lo sem que ele pudesse fazer o mesmo comigo, então assistindo, de longe, as ações do pequeno Nyu. Essa minha ação tinha um objetivo: reagir o mais rápido possível, guiando o meu esquadrão, o água, para conter o guarda caso as coisas ficassem pretas. Eu não sabia de Xin Seng estaria lá mesmo, apesar de querer acreditar que ele estava nos seguindo, então eu seria prudente como um pássaro e faria a cobertura para o pequeno espião.

Esperaria o sinal do pequenino para podermos avançar, ainda fazendo o máximo de silêncio possível. Estaríamos agora entrando em território inimigo, e guiaria o batalhão inteiro para o meio do mato, onde grande parte deles ficaria escondido esperando um segundo sinal, caso as coisas com Shizuka não estivessem andando como o planejado. Caso Nyu não desse resposta em alguns minutos, era inevitável ficar ansioso, e iria, eu mesmo, checar o que estava havendo, ficando de prontidão para alguma esquiva ou contra-ataque, tentando manter sempre uma posição segura.

Uma vez no matagal, daria as ordens:

- Certo, agora estamos em território inimigo. Eu e o esquadrão Água vamos tentar nos infiltrar, com auxílio de Nyu, nos aposentos de Shizuka para realizarmos a negociação. Vamos andar pela penumbra e tentar não chamar atenção. Vocês vão ficar atentos ao sinal de Nyu. Decidam aí como vai ser o sinal de "deu merda" e o sinal de "vencemos". - daria um tempo para eles combinarem - Certo. Nyu, nos guie pela colônia deles, faça o caminho mais seguro, mesmo que seja mais longo.


Era tudo ou nada, e precaução nunca era demais.


Off:
 
Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Yamazaki Raizo
Revolucionário
Revolucionário
Yamazaki Raizo

Créditos : 6
Warn : Olhos Dourados ascende! A engenhosa sociedade Mink! - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 21/03/2017
Idade : 25

Olhos Dourados ascende! A engenhosa sociedade Mink! - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Olhos Dourados ascende! A engenhosa sociedade Mink!   Olhos Dourados ascende! A engenhosa sociedade Mink! - Página 4 EmptyDom 21 Jan 2018, 04:09

Bartolomeu escolhia confiar em Nyu, e assim que o jovem concordou em esperar pela movimentação do mink rato, o pequenino acenou com a cabeça como se agradecesse pela confiança, mas seus olhos estavam tristes, quase lacrimejantes, e assim que acenou com a cabeça Nyu partiu de dentro da caverna sorrateiramente.

Tentando observar a movimentação do pequeno mink, Bartolomeu se posicionou na entrada da caverna, mas nada pôde ver, pois repentinamente uma nevasca começou a cair naquela ilha, o que era surpreendente pois algumas horas atrás o clima era de verão, então Bartolomeu apenas esperou junto dos outros, pelo sinal do pequeno mink.

Após alguns segundos de espera, a tensão da calmaria afetava à todos os guerreiros, poucos segundos pareciam uma eternidade, e todos se entreolhavam em silencio, nervosos com a situação. Porém, a calmaria foi interrompida por um grito desesperado que ecoou pelos corredores da gruta:

- Atrás de nós!!!

Xin Seng estava com uma flecha preparada para ser disparada em seu arco, e mirava os soldados de Shizuka, que estavam posicionados atrás de todos do exército rebelde, eram inúmeros, impossível de contar, mas ao bater o olho dava pra perceber que o exército de Bartolomeu estava em menor número. Moku correu, posicionando-se entre seus soldados e os de Shizuka, porém Bardo o urso, também gritou alertando à todos:

- Estamos cercados!!!

E ao olhar para a saída da gruta, Bartolomeu visualizou uma imagem desesperadora: mais soldados de Shizuka, o mink mais forte da ilha denominado Jeff o mink cabra, e a própria mink coelha em pessoa, Shizuka atual regente da ilha. Porém a maior surpresa de Bartolomeu não era essa, o garoto sofreu um mini ataque cardíaco quando viu, sobre os ombros de Shizuka o seu espião, Nyu o mink rato, Shizuka estava com ele nos ombros e o acariciava nas costas levemente com um sorriso no rosto. Shizuka sorria, porém Nyu mesmo sendo acariciado por ela, estava chorando, com uma expressão de extrema tristeza no rosto, aparentemente sofrendo ao imaginar o que os minks que ele traiu iriam passar. Shizuka sem perder tempo dizia:

- Muito bem Nyu, você foi explêndido! Nos delatou sobre o traidor Longshoot, nos informou sobre a vidente Meela e agora nos trouxe todo o exército rebelde de bandeja! É o seu perfeccionismo que me fascina, nos dizer onde esperar e trazê-los até o ponto exato da armadilha foi surpreendente. Talvez agora eu pense sobre libertar sua família! Hauhauhauhau!

E olhando para Bartolomeu, Nyu dizia de forma que era possível apenas ler os seus lábios, enquanto chorava inconsolávelmente:

- Me desculpem...

O exército rebelde fazia uma espécie de círculo, com os escudistas tomando a frente e fazendo uma espécie de falange na tentativa de proteger os demais, e os minks de Shizuka, todos com armaduras, apontavam setas, lanças e espadas para os rebeldes. Era clara a diferença imensa na força de batalha, a derrota para Bartolomeu era inevitável, a fuga era impossível restando apenas a rendição. Jeff tomava a frente de seus homens e iniciava seu discurso:

- Desistam, larguem suas armas e rendam-se, e eu usarei um por vez como comida para a nossa fera, e permitirei que o resto de vocês que ainda estão naquela vila imunda vivam sob nossas ordens. Resistam e matarei todos e jogarei todos de uma vez para alimentar a fera, sem contar que matarei todos que sobraram na vila de vocês!

Moku nada dizia, apenas rosnava de modo que sua raiva dava para ser sentida, Bardo na esperança de inspirar Bartolomeu dizia:

- Senhor estamos todos prontos para dar nossas vidas, estamos com você até o fim!

E Xin Seng completava, sussurrando de modo que apenas Bartolomeu ouvisse:

- Eu posso matar Jeff facilmente daqui jovem mestre! Ele está na posição perfeita para matar ele e mais um ou dois guardas com uma flecha só!

E Jeff surpreendentemente fôra habilidoso o suficiente para ouvir e retrucar:

- Faça isso lobo desgraçado, e mato você e seu jovem mestre antes que sua flecha chegue na metade do caminho!

As palavras de Jeff fizeram Xin Seng rosnar e puxar ainda mais sua flecha como se estivesse se preparando para disparar. Todos estavam com os nervos à flor da pele e tudo iria depender da escolha que Bartolomeu faria.

____________________________________________________

~A vida é apenas um fenômeno superestimado...~


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]  |  [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Gods Slayers
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
From the ashes, we will be reborn


- Fala -
* Pensamento *
~ Flashback ~

Objetivos:
[x] Entrar no exercito revolucionário
[  ] Declarar guerra ao governo mundial
[  ] Organizar um ataque à marinha que entre para a história
[  ] Libertar os escravos das mãos dos tenryuubitos
[  ] Obliterar Mariejoa com uma arma apocalíptica
Voltar ao Topo Ir em baixo
Aesop
Civil
Civil
Aesop

Créditos : Zero
Warn : Olhos Dourados ascende! A engenhosa sociedade Mink! - Página 4 3010
Masculino Data de inscrição : 14/06/2014
Idade : 20
Localização : São Paulo-SP

Olhos Dourados ascende! A engenhosa sociedade Mink! - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Olhos Dourados ascende! A engenhosa sociedade Mink!   Olhos Dourados ascende! A engenhosa sociedade Mink! - Página 4 EmptyDom 21 Jan 2018, 13:47

Dei o voto de confiança no frágil esquilo, que, corajosamente, se prontificou para servir como espião e nos dar o aviso para avançarmos. Fiquei de prontidão tentando olhar para o roedor e garantir que nada de ruim acontecesse com ele. Minha ansiedade era maior que o meu corpo, e eu sentia minhas mãos ansiarem por ação, querendo que algo acontecesse logo para acabar com a angústia da espera. Nyu estava na clareira, mas eu não conseguia vê-lo, afinal, uma nevasca estranha começava a cair. - Isso é normal nessa ilha? - perguntei retoricamente, sabendo que ninguém estava em condições de me dar aula sobre clima naquele momento decisivo. Estava intrigado com aquilo, mas minha atenção foi tomada por outra coisa. Um grito, dessa vez de Xin Seng, alertando que haviam minks adversários na gruta.

Ao olhar para trás, meu mundo caiu, minhas expectativas estavam caindo cada vez mais: eram centenas de guerreiros, claramente um número muito maior que o meu exército. Moku se movimentou e ficou entre os dois exércitos, mas seu olhar foi direcionado para o outro lado ao passo que Bardo gritava. Outro batalhão entrava pelo lado de fora, nos cercando. Meus dentes rangiam de raiva, mais uma vez eu havia falhado. O homem cabra de antes estava entrando, acompanhado de mais centenas de soldados, além da verdadeira cabeça atrás de tudo aquilo: Shizuka. - Nyu! - gritei, assumindo que eu fracassei em deixá-lo ir sozinho. O esquilo fora capturado - Nyu!! Me descu... - então notei que ele estava sendo acariciado.

Meu coração parecia apertado naquele instante. Aquilo não era justo. Não havia sentido algum! Shizuka exibia um sorriso superior, e sua aura persuasiva exercia uma pressão naquela gruta. Ela ria com gosto, como um pescador que conseguia trazer toneladas de peixe em uma única viagem. - Nyu!!!! - meu grito, antes preocupado, agora era irado, raivoso, indignado - Como você pôde?!? - gritei, dando espaço para a coelha falar logo em seguida sobre o seu plano maléfico - Muito bem Nyu, você foi explêndido! Nos delatou sobre o traidor Longshoot, nos informou sobre a vidente Meela e agora nos trouxe todo o exército rebelde de bandeja! É o seu perfeccionismo que me fascina, nos dizer onde esperar e trazê-los até o ponto exato da armadilha foi surpreendente. Talvez agora eu pense sobre libertar sua família! Hauhauhauhau!

Nyu estava choramingado alguma coisa, e olhou diretamente para mim quando pediu desculpa sem emitir algum som. Ele era o culpado pela captura de Longshoot e pela morte de Meela, tudo isso em troca da hipotética libertação de sua família. Eu não conseguia mais admirar o pequeno, apesar de sua ingenuidade. Eu só sentia raiva e indignação com seu egoísmo e burrice. Enquanto o exército fazia um círculo, com escudeiros na frente e os outros lanceiros nos flanqueando, reparei em Shizuka. Ela não parecia alguém que lutava, diferente de Jeff, que era um homem cabra muito atlético e forte. Shizuka era uma estrategista, e usou a nossa carta na manga em seu próprio baralho. - Desistam, larguem suas armas e rendam-se, e eu usarei um por vez como comida para a nossa fera, e permitirei que o resto de vocês que ainda estão naquela vila imunda vivam sob nossas ordens. Resistam e matarei todos e jogarei todos de uma vez para alimentar a fera, sem contar que matarei todos que sobraram na vila de vocês!

Não havia escapatória. Eu não arriscaria a vida de todo mundo numa estratégia arriscada e sem cabimento. Dar mais sorte ao azar era burrice, e eu era justamente o contrário de burro. Moku rosnava, e eu sentia que ele também tinha raiva de mim. Bardo tentava me inspirar, consagrando a vida de todos em prol daquela batalha. Xin dizia que Jeff estava em sua mira, mas o homem cabra havia acabado com aquele golpe surpresa ao ouvir o que o lobo dissera. Eu deveria me prontificar, começar a falar. - Não. Existem vidas inocentes ali. - comandei para os generais, pedindo que não atacassem. Olhei para Nyu e apontei o indicador, esticando todo o meu braço, e fazendo minha mão parecer um revólver - Nyu, isso não vai ficar assim. - minha voz era calma e moderada, mas o aviso fora dado.

Arriscaria alguns passos, atento ao movimento do exército de Shizuka. Eu não iria arriscar a integridade de todos ali e atacar Jeff sem nenhuma estratégia. Iria me posicionar na frente do homem cabra para negociar a sua decisão. - Acho muito corajoso de sua parte, mas eu quero falar com a líder, não com uma de suas marionetes. Shizuka, deixe a covardia e venha negociar com dignidade. - minha tentativa era provocar os líderes na frente de seus soldados, quem sabe para diminuir a moral deles. Estaria atento a qualquer movimento de Jeff. Eu não sabia seu temperamento, mas talvez ele pudesse reagir fisicamente com os meus insultos a ele e a Shizuka. Caso ele tentasse agarrar meu pescoço ou algo do tipo, tentaria interceptá-lo, segurando o seu pulso. Se ele tentasse algum soco ou chute, tentaria esquivar com pulos para trás, falando logo em seguida - Mais covardia... É assim que vocês lideram um povo?

A batalha ali era mental, estávamos em um tribunal, e eu era o advogado da resistência. Caso o meu pedido de falar com Shizuka cara-a-cara fosse negado, abriria os braços e o sorriso sarcástico - Shizaki pelo menos fora mink o suficiente para me encarar pessoalmente. Parece que Jeff é o verdadeiro líder aqui. Vem cá, homem cabra. Por que exatamente você segue essa coelha? Ela prometeu libertar sua família também? - esse meu comentário tinha a intenção de atingir três pessoas: Nyu, Jeff e Shizuka. - Você tem voz de liderança, você é forte e respeitado. Por que ser uma marionete quando se pode ser o ventríloquo? - caso percebesse alguma alteração na expressão de Jeff, continuaria pressionando - Vamos lá! Eu sei que você é mais que isso. Então me dê essa garantia. Ninguém aqui vai morrer caso a gente se entregue. - havia uma jogada em minha fala. Eu me referia a todos ali presentes, incluindo os meus soldados. Eu queria jogar com o orgulho natural que um homem tem em sua palavra, e, caso ele arriscasse matar alguém ali, usaria isso contra ele. - Shizuka! Não se intrometa. Você perdeu a oportunidade de falar comigo! - gritaria caso ela tentasse se intrometer.

Entretanto, Shizuka poderia ser tão corajosa quanto Shizaki e vir falar comigo face a face, e, para esse caso, meu jogo mudaria. Jeff estava assinando o testamento de marionete, e Shizuka estaria pagando de corajosa e com todas as cartas na manga. - Sabe, Shizuka... - colocaria as mãos nas costas e andaria pelo perímetro - Eu sinto que eu fui acolhido por esses minks. Eu sinto como se eles fossem a minha família. - abraçaria o meu próprio corpo - É aconchegante ter uma família, não é mesmo? Eu sei que você sabe como é. Ter um irmão é dividir o fardo. Você sempre quer... Protegê-lo, passar o tempo com essa pessoa, dar uma boa condição de vida. Isso é família. - pararia em frente a ela - E você está mexendo com a minha. Você MEXEU com a minha. - daria um sorriso de canto - Mas eu sou civilizado, sou misericordioso. Eu tenho a capacidade de dar perdão uma vez. Você mexeu comigo uma vez, então acredito que... Como era o nome daquele coelho tosco? Shizaki... Olha só, o nome de vocês combina! Que amável. Enfim, voltando. Acho que ele pode ter mais uma chance de viver caso a minha família fique em paz. Uma trégua, quem sabe. Com um sinal, você vai ouvir algumas explosões, e quem sabe pode encontrar os membros do seu irmão por ai, na selva. Mas, com outro sinal, desativaremos a bomba, e eu mesmo, em pessoa, irei devolvê-lo. - estenderia a mão para a coelha - É sua escolha. Todos os seus soldados estão olhando. Você vai gostar que eles saibam que a líder que eles tanto adoram não tem amor e piedade nem mesmo por sua própria família?

Essa era a minha jogada, estava calmo por fora mas tinha cinco Mokus por dentro de mim, querendo esganar cada um daqueles soldados capachos de Shizuka.

Histórico:
 
[/quote]

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Sete
Revolucionário
Revolucionário
Sete

Créditos : Zero
Warn : Olhos Dourados ascende! A engenhosa sociedade Mink! - Página 4 3010
Data de inscrição : 05/02/2013

Olhos Dourados ascende! A engenhosa sociedade Mink! - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Olhos Dourados ascende! A engenhosa sociedade Mink!   Olhos Dourados ascende! A engenhosa sociedade Mink! - Página 4 EmptySeg 22 Jan 2018, 23:04

Ponto de início


Finalmente estava em Kyanon Island. Minha animação era indescritível, uma sensação de liberdade muito maior do que antes. Não havia mais correntes, nem navios ou qualquer tipo de amarra – LIVREEEEEEEEE – Gritaria, abrindo meus braços e olhando para o alto, como se quisesse agradecer a alguém. Não queria parecer ingrato ao pessoal do navio, eles me salvaram e cuidaram de mim, mas estava na hora de andar pelas minhas próprias pernas. Perdi muito tempo da minha vida servindo e tentado agradar os outros, minha aventura começaria agora. Acho que no fundo eles entenderam, e espero algum dia vê-los novamente.

Podia sentir todo meu corpo arrepiado, um pouco pelo frio, e o outro pela animação da minha jornada. Acredito que minha roupa conseguiria me proteger do frio, o problema era não ficar exposto a nevasca. Porém não poderia sair andando atoa pela ilha, era um lugar desconhecido com uma cultura desconhecida, era preciso tomar cuidado. Sobre a ilha, eu sabia o básico, era uma ilha dominada por Minks, e acredito que nem todos são amigáveis.

Meu objetivo era aprender sobre o local, principalmente sobre a parte medica. Quem sabe eles ainda tivessem curadores, artes místicas ou afins. Era muito excitante pensar sobre. Minha cabeça imaginava tribos xamanistas, usando aquelas mascaras tribais com rosto de animais. Tudo isso associado aos próprios Minks. Uma sociedade pacifica, protetora da fauna e flora. Nunca tinha visto algo do tipo, e seria muito divertido se fosse assim.

Entretanto, o ideal era manter a calma. Nada como acalmar a minha respiração e olhar ao redor. Estava numa floresta? Estava beira-mar? Ouvindo ou vendo algo? Procuraria analisar onde eu estava, escutar o ambiente. Com certeza haveria algo que chamaria minha atenção, algum som fora do comum ou paisagem diferente. Teria que começar por algum lugar, escolheria o que mais me chamasse a atenção. Seguiria na direção procurando por algum sinal de vida -ALOOOOOOO!!!! TEM ALGUEM AI?

Caso encontrasse alguém, logo me apresentaria – Olá!! Meu nome é sete, é um pouco estranho, eu sei – Falar sobre meu nome me trazia algumas lembranças desagradáveis, mas Sete já era algo meu, e não mudaria – Sou um aventureiro, gostaria de aprender sobre o local -  Em seguida procuraria saber sobre a pessoa ou mink que encontrasse – Qual seu nome? Poderia me ajudar? – Por fim, caso houvesse algum mal-entendido, tentaria me explicar – Me desculpe se fiz algo que não lhe agradou, não quero confusão.

Histórico :
 

off:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Legenda:
"Lembranças"
Fala


Voltar ao Topo Ir em baixo
Yamazaki Raizo
Revolucionário
Revolucionário
Yamazaki Raizo

Créditos : 6
Warn : Olhos Dourados ascende! A engenhosa sociedade Mink! - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 21/03/2017
Idade : 25

Olhos Dourados ascende! A engenhosa sociedade Mink! - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Olhos Dourados ascende! A engenhosa sociedade Mink!   Olhos Dourados ascende! A engenhosa sociedade Mink! - Página 4 EmptyTer 23 Jan 2018, 05:15


     
Bartolomeu



Bartolomeu ponderava todas as possibilidades, colocando as vidas inocentes em prioridade. E atacando quem mais havia causado dano à resistência, o garoto apontava o dedo de forma ameaçadora e dizia:

- Nyu, isso não vai ficar assim.

Após a ameaça o garoto saía da falange de escudos e começava a andar em direção à Jeff, porém os lanceiros o interceptaram, posicionando suas lanças no peito do rapaz e furando o mesmo superficialmente. Ao ver isso Shizuka ordenou com um sorriso de deboche no rosto:

- Deixem ele passar, ele já está derrotado!

Os guardas abaixavam suas lanças ao ouvir a ordem e permitiam que Bartolomeu passasse, logo depois apontando suas lanças novamente para o exército rebelde. Ao se posicionar em frente à Jeff, com um tom sério Bartolomeu dizia:

- Acho muito corajoso de sua parte, mas eu quero falar com a líder, não com uma de suas marionetes. Shizuka, deixe a covardia e venha negociar com dignidade.

Ao ouvir isso, Jeff furioso cerrou os punhos e Bartolomeu já esperando um ataque pulou para trás antes que Jeff começasse se mover, porém o mink cabra era extremamente rápido e desferiu um golpe horizontal mirando o pescoço do rapaz. O golpe pegou de raspão no peito, alguns centímetros abaixo do pescoço, se Bartolomeu não estivesse esperando por isso muito provavelmente teria sido decapitado. Ao receber o golpe, de braços abertos Bartolomeu dizia:

- Mais covardia... É assim que vocês lideram um povo? Shizaki pelo menos fora mink o suficiente para me encarar pessoalmente. Parece que Jeff é o verdadeiro líder aqui. Vem cá, homem cabra. Por que exatamente você segue essa coelha? Ela prometeu libertar sua família também?

Jeff se preparava para uma nova investida, desse vez apoiando-se em seus quatro membros no chão e enrijecendo todos seus músculos, não era possível saber o que ele faria em seguida, porém antes que realizasse o ataque Shizuka o interrompeu:

- Jeeeeff... Não faça isso! Você sabe que eu odeio a bagunça que você deixa toda vez que faz isso com os outros!

Aproveitando que Shizuka havia interrompido seu marido, Bartolomeu prosseguiu tentando entrar na mente do mink cabra:

- Você tem voz de liderança, você é forte e respeitado. Por que ser uma marionete quando se pode ser o ventríloquo? Vamos lá! Eu sei que você é mais que isso. Então me dê essa garantia. Ninguém aqui vai morrer caso a gente se entregue.

E Jeff prontamente respondia:

- Eu não quero liderar nada, nem ser nenhum ventríloquo, só quero realizar todos os desejos dessa mulher por que a amo!

E rindo descontroladamente, Shizuka dirigia-se à Bartolomeu:

- Desista garoto, você já perdeu! Mwahahahah!

E Bartolomeu resolveu mudar sua estratégia e desestabilizar Shizuka mentalmente ao envés de Jeff:

- Sabe, Shizuka... - dizia Bartolomeu, com as mãos nas costas e andando pela caverna - Eu sinto que eu fui acolhido por esses minks. Eu sinto como se eles fossem a minha família. É aconchegante ter uma família, não é mesmo? Eu sei que você sabe como é. Ter um irmão é dividir o fardo. Você sempre quer... Protegê-lo, passar o tempo com essa pessoa, dar uma boa condição de vida. Isso é família. - E parando em frente à ela, com minks lanceiros com as lanças encostadas em seu pescoço e Jeff à poucos centímetros de sua costa, Bartolomeu prosseguia - E você está mexendo com a minha. Você MEXEU com a minha.  Mas eu sou civilizado, sou misericordioso. Eu tenho a capacidade de dar perdão uma vez. Você mexeu comigo uma vez, então acredito que... Como era o nome daquele coelho tosco? Shizaki... Olha só, o nome de vocês combina! Que amável. Enfim, voltando. Acho que ele pode ter mais uma chance de viver caso a minha família fique em paz. Uma trégua, quem sabe. Com um sinal, você vai ouvir algumas explosões, e quem sabe pode encontrar os membros do seu irmão por ai, na selva. Mas, com outro sinal, desativaremos a bomba, e eu mesmo, em pessoa, irei devolvê-lo. - e estendendo a mão para a coelha, dizia - É sua escolha. Todos os seus soldados estão olhando. Você vai gostar que eles saibam que a líder que eles tanto adoram não tem amor e piedade nem mesmo por sua própria família?

E dirigindo-se à Bartolomeu, Shizuka prosseguiu:

- Você deve estar falando da aberração do meu irmão não é ? Vocês não mataram ele ? Como são incompetentes! Ele queria me destronar, eu tenho certeza que ele queria isso, por isso eu mandei ele pra gruta pra morrer enquanto Jeff procurava a vidente e a matava, pois se ela ficasse viva essa emboscada não teria sido um sucesso!

Assim que Shizuka terminou sua frase, uma voz ecoou detrás do exército de Shizuka, mais especificamente, detrás de todo mundo na gruta:

- Não acredito que você disse isso! Eu te amava mais que todos esses lixos, mais do que esse idiota de barbicha, e você me mandou pra morte certa ?! Eu nunca quis destronar você, mas agora vou lutar do lado deles só pra poder socar sua cara!

Era Shizaki, assim que o exército rebelde saiu da aldeia, ele se soltou e os seguiu mantendo-se escondido, e assim pode posicionar-se atrás dos soldados de Shizuka, e os soldados ao vê-lo abaixaram as armas já que Shizaki também era do alto escalão. Mais do que depressa, Jeff retrucou a ameaça de Shizaki:

- Encoste nela desgraçado e eu corto seu pescoçobéééhh!!

Alguns soldados de Shizuka extremamente confusos com o que acontecia resolveram se aliar ao exército rebelde, os que se juntaram arrancaram o brasão de Shizuka de suas armaduras e se posicionaram junto à falange de escudos, apontando suas lanças e setas para os soldados de Shizuka restantes. Alguns dos minks que mudavam de lado falavam:

- Não me importo de morrer agora, mas esses caras eram apenas boatos até pouco tempo atrás para mim. Agora que sei que eles são reais não vou mais aceitar suas ordens Shizuka, nem que eu tenha que morrer. É melhor morrer com honra do que viver com vergonha!

E à medida que os minks falavam e se uniam ao exército rebelde, mais deles se uniam também, e Jeff resolveu encorajar os restantes:

- Mais alguém quer ser esmagado junto com eles ? Vamos passem pro outro lado rápido! Quanto mais traidores mais comida minha fera vai ter!

Nesse momento os restantes seguraram suas armas com mais força e os que haviam acabado de mudar de lado estavam levemente arrependidos. Shizuka estava completamente surpresa com o aparecimento de seu irmão, Jeff estava concentrado em Bartolomeu que era o inimigo mais próximo de Shizuka, Xin Seng ainda tinha Jeff na mira e os restante dos minks se encaravam com a tensão chegando à um ápice. E era Shizaki que pronunciava as últimas palavras da calmaria:

- Se eu tenho que acabar com você antes de socar ela, então que seja! Whuaaaaaaa!

E com um urro Shizaki passou por todos os soldados em uma fração de segundos, sendo quase tão rápido quanto Jeff. O mink cabra tirou os olhos de Bartolomeu para focar em Shizaki e foi nessa hora que Xin Seng viu uma brecha para disparar contra o mink cabra. Tudo aconteceu muito rápido, Xin Seng disparou a flecha acertando o ombro direito de Jeff, Shizaki investindo contra o mink cabra desferia socos que eram bloqueados por Jeff com apenas uma mão, e ao mesmo tempo Jeff desviava dos disparos de Xin Seng. Os minks lanceiros que rodeavam Bartolomeu se afastaram do garoto e correram de encontro com o exército rebelde, que agora estava quase de igual para igual em números com os recém-aliados do exército de Shizuka.

A batalha era frenética, Moku, Bardo e o restante dos guerreiros lutavam contra o exército de Shizuka, Shizaki e Xin Seng pressionavam completamente Jeff forçando o mink à ficar na defensiva e até Nyu tomara seu papel na batalha, como sempre um papel muitíssimo importante. Ao ver a chance de derrotar Shizuka, o mink rato laçou o pescoço da mesma com seu rabo e realizou uma espécie de estrangulamento na mesma, forçando a nuca de Shizuka com os pés e a estrangulando com a cauda e as pequenas mãozinhas, enquanto gritava para Bartolomeu:

- Agora Bart, acabe com ela! Rápido, não vou aguentar muito tempo!

Shizuka se debatia e batia as costas do mink rato contra as paredes da caverna, e quando Bartolomeu menos esperava, um outro mink saiu das sombras e rapidamente avançou contra Nyu, era um [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] e tal mink avançou contra Nyu mordendo ferozmente suas costas. Nyu berrava de dor tão alto, que seus gritos eram mais altos que todos os urros e tinidos de espadas que os outros faziam todos juntos, porém o pequeno mink não largava jamais de sua cauda, levando Shizuka à beira de um desmaio.

Repentinamente tudo havia mudado naquela batalha, segundos atrás não havia chance de vitória, agora havia uma luz no fim do túnel, muito pequena, mas Bartolomeu mais uma vez deveria agir no mínimo perfeitamente para sair vitorioso daquela gruta.


     
Sete    
   



Sete havia acabado de aportar em Kyanon Island, mesmo não havendo um porto na ilha. Sendo recebido apenas pelas dunas de areia da pequena faixa de praia que circudava a ilha, que por sinal estavam cobertas de neve, o garoto exprimia todo seu entusiasmo por poder explorar o mundo, que era algo muito trivial para alguns, mas para Sete era de valor inestimável poder ser livre, já que foi privado de liberdade desde de que nasceu.

Ao olhar ao seu redor, Sete não conseguiu enxergar muita coisa, já que a noite estava bem escura por causa da nevasca. A nuvem que cobria a ilha impossibilitava que a lua à iluminasse, então a visibilidade era extremamente baixa. Sete seguiu em frente, da forma que podia e ao aproximar-se da zona de floresta, pôde perceber uma trilha que levava ao coração da floresta, ao seu lado havia um rio que estranhamente não estava congelado, mesmo com a nevasca caindo sobre ele.

Sete não havia visualizado ninguém até o momento, mas a trilha sugeria que algum tipo de vida animal passava por ali, pois a trilha não havia sido feita naturalmente. Poderia tanto ser apenas um animal que passava por ali diariamente, ou algum tipo de vida inteligente, pois era do conhecimento do garoto que a ilha era dominada por minks, logo, entrar ou continuar na praia era uma escolha que logo de cara ele teria que fazer, e tal escolha poderia por sua própria vida em risco.


____________________________________________________

~A vida é apenas um fenômeno superestimado...~


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]  |  [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Gods Slayers
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
From the ashes, we will be reborn


- Fala -
* Pensamento *
~ Flashback ~

Objetivos:
[x] Entrar no exercito revolucionário
[  ] Declarar guerra ao governo mundial
[  ] Organizar um ataque à marinha que entre para a história
[  ] Libertar os escravos das mãos dos tenryuubitos
[  ] Obliterar Mariejoa com uma arma apocalíptica
Voltar ao Topo Ir em baixo
Aesop
Civil
Civil
Aesop

Créditos : Zero
Warn : Olhos Dourados ascende! A engenhosa sociedade Mink! - Página 4 3010
Masculino Data de inscrição : 14/06/2014
Idade : 20
Localização : São Paulo-SP

Olhos Dourados ascende! A engenhosa sociedade Mink! - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Olhos Dourados ascende! A engenhosa sociedade Mink!   Olhos Dourados ascende! A engenhosa sociedade Mink! - Página 4 EmptyTer 23 Jan 2018, 11:22

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

- Típico. - constatei quando recebi um soco de raspão impressionantemente rápido. Jeff, além de ser um covarde era bem rápido. - Agora eu entendi porque Shizuka gosta de você. Você é bem rápido, igual os coelhos. Se é que me entende.

Fazia comentários pejorativos com a intenção de desestabilizá-los, e, de certa forma, eu estava conseguindo fazê-lo com o homem cabra. Eu estava extremamente exposto naquele local, mas era o que eu poderia fazer para salvar o meu exército, e não estava me arrependendo daquilo, apesar de estar receoso com o ataque de Jeff que estava por vir. Ele se preparou sobre as quatro patas, como se fosse investir contra mim, mas eu sabia que aquilo não estava nos planos de Shizuka, que ordenou que ele parasse. Até mesmo aquela ordem poderia criar um tumulto interno na mente do homem cabra, e ele maquiava aquelas ordens com a justificativa do nobre amor.

Eu tentava mais algumas vezes desestabilizar o homem cabra, e quando a lagomorfa riu-se pedindo para que eu parasse, foi a prova de que eu estava tocando em um assunto sensível para ambos. Comecei um discurso para virar o exército contra ela, citando Shizaki e a sua quase morte. Apesar de um blefe, minha intenção era conseguir um bom resultado, sejam eles a desistência de Shizuka ou mostrar para os soldados dela que a batalha que lutavam não valia a pena. Mesmo com a resposta xucra, estava contente com o resultado. A sorte me sorria mais uma vez.

- Você deve estar falando da aberração do meu irmão não é? Vocês não mataram ele? Como são incompetentes! Ele queria me destronar, eu tenho certeza que ele queria isso, por isso eu mandei ele pra gruta pra morrer enquanto Jeff procurava a vidente e a matava, pois se ela ficasse viva essa emboscada não teria sido um sucesso! - retrucava.

- Não acredito que você disse isso! Eu te amava mais que todos esses lixos, mais do que esse idiota de barbicha, e você me mandou pra morte certa ?! Eu nunca quis destronar você, mas agora vou lutar do lado deles só pra poder socar sua cara!

A batalha estava ficando igual. Grande parte do exército de Shizuka vinha para o lado aliado, e o próprio irmão da líder percebia o quão descartável todos eram para aquela falsa soberana. Jeff tentava ameaçar os outros mink dizendo que eles virariam ração de um monstrengo, mas eu não estava nem um pouco impressionado com aquilo, afinal, eu nem sabia sobre o que eles estavam falando. Mas as nossas chances de vitória aumentaram, isso era para se alegrar e ter mais esperança. Eu estava me saindo um ótimo líder de batalha, e assistia o resultado de todas as minhas falas: Shizaki estava saltando em direção ao homem cabra, travando uma batalha de socos espinhosos e defesas mais rápidas ainda por parte do fantoche caprino.

Xin Seng havia disparado uma flecha no ombro de Jeff, mas fora a única que conseguiu acertar o alvo. Mesmo sendo golpeado por um guerreiro agressivo, o homem cabra conseguia manter sua posição, defendendo-se dos golpes e esquivando das demais flechas. Eu não sabia com quem lidar, afinal, a guerra estava começando, e eu deveria achar o meu posto. Um grito me chamou, era Nyu, laçando o pescoço de Shizuka e a enforcando. Encorajei alguns passos para frente, incerto se deveria confiar no esquilo depois de tudo aquilo. Quando um coiote abocanhou as costas de Nyu, percebi que desconfiar não me levaria a nada. Eu deveria agir.

- Shizukaaaaa! - bradei correndo em direção à coelha.

Eu sentia um fervor em meus músculos, uma determinação inata que havia estado dentro de mim em repouso, esperando o seu despertar. Era como se Olhos Dourados, a entidade que veio para trazer justiça para o mundo, estivesse finalmente ali. Os outros soldados pareciam vultos na minha visão, totalmente focada no coiote e na coelha. Meus braços estavam atrás do corpo, absorvendo o máximo de energia que eu conseguiria naquela corrida acelerada. Enrijeci os músculos ao passo que me aproximava dos meus adversários. Apesar de todo o foco, ainda reservava um pouco da minha atenção para Jeff, que, possivelmente, poderia largar tudo o que estava fazendo para servir de escudo humano para a coelha.

Eu estava preparando um Double Direct, e independente de quem fosse o meu alvo, prioritariamente uma das personalidades importantes, iria usar essa técnica. Durante minha corrida, meu foco para usar o golpe era no coiote e colocá-lo longe de Shizuka, para que eu pudesse assumir o controle da situação junto de Nyu. Entretanto, Jeff poderia vir em minha direção, e eu usaria tudo o que Ren e Shu me ensinaram anteriormente. Tentaria perceber de onde estava vindo e dar uma pirueta, buscando assim esquivar por cima, e, quando ali estivesse, usaria esta técnica para baixo, na direção do meu oponente, em prol de jogá-lo contra o chão. Se Jeff fosse golpeado, comandaria para Shizaki fazer as honras.

- Shizaki, esse é todo seu! Eu vou tentar me livrar do coiote! - e então voltaria para o meu primeiro alvo.

Ainda assim, tentaria ficar atento a golpes alheios, que poderiam estar me visando ou somente ricocheteando em minha direção. Usaria meus braços para desviar corpos, socaria quando fosse possível, usaria as pernas também, mas sempre em movimento para me aproximar do coiote que atacava Nyu. Quando estivesse perto, tentaria ignorar a presença de Shizuka, que estava sendo estrangulada, e partiria para o ataque contra o maldito lupino. Gritando para suprimir meu entusiasmo, avançaria com um uppercut com o braço direito, mirando na barriga do humanoide. Minha intenção era simples: socar sua barriga e abrir sua boca.

Independente disso acontecer ou não, prosseguiria com um pêndulo para ajeitar o meu corpo, desferindo um cruzado de esquerda.

Caso o coiote bloqueasse o primeiro golpe, ou seja, o uppercut, tentaria passar meu braço esquerdo por trás de sua cabeça afim de agarrá-la, e trazê-la para perto ao mesmo tempo que usaria-a como impulso, elevando meu joelho e mirando em seu focinho comprido. Cachorros tem esse ponto fraco famoso, e eu tentaria abusar disso para provar se era mito ou verdade. Caso ele tentasse contra-atacar com arranhões ou até mesmo socos, usaria o pêndulo para aumentar minhas chances de esquiva, abaixando e tentando passar por baixo de seus golpes, variando com jogos de corpo para trás, como se distanciasse minha cabeça de seus punhos. Quando visse uma oportunidade de acertar sua cara ou barriga, assim o faria.

Eu tinha que acabar com aquela luta de uma forma rápida para ajudar Nyu. Se assim conseguisse, iria parar na frente de Shizuka e tentaria acertar um cruzado para jogá-la contra a parede, então tentaria pegar suas orelhas, liberando Nyu de sua tarefa, e então as puxaria para cima enquanto pressionava o corpo dela para baixo, numa tentativa de imobilizá-la.

Se assim o conseguisse, gritaria para todos na gruta:

- ACABOU! Shizuka está em minhas mãos. Jeff, é melhor parar, ou sua esposa vai sentir muita dor. Vocês tem a chance de ir embora pacificamente, ou a luta vai continuar. É trocar o certo pelo incerto. Vocês decidem.

Entretanto, caso isso nunca acontecesse, o jeito era continuar a luta, sobrevivendo e infligindo dano.

Double Direct:
 
Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Sete
Revolucionário
Revolucionário
Sete

Créditos : Zero
Warn : Olhos Dourados ascende! A engenhosa sociedade Mink! - Página 4 3010
Data de inscrição : 05/02/2013

Olhos Dourados ascende! A engenhosa sociedade Mink! - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Olhos Dourados ascende! A engenhosa sociedade Mink!   Olhos Dourados ascende! A engenhosa sociedade Mink! - Página 4 EmptyTer 23 Jan 2018, 23:34

Praia de neve


Olhando ao redor pude notar apenas uma faixa de neve – Acredito que deveria ser a praia - Poderia parecer redundante, mas a noite estava muito escura. O tempo estava fechado por causa da nevasca, e as nuvens cobriam a lua, bloqueando parte da luz. Mesmo com a visibilidade afetada, consegui chegar na entrada de uma floresta. Nesta entrada havia algo similar a uma trilha e um rio. Curiosamente, o rio não estava congelado, o que trazia duas possibilidades na minha cabeça – Ou não esta tão frio, ou a nevasca começou a pouco tempo – Mas pensar nisso não era algo relevante naquele momento.

O importante era decidir o que fazer. A trilha não parecia ser natural, ou seja, algo ou alguém havia passado por ali. Não havia duvida sobre a minha decisão. Olharia uma última vez para trás, antes de partir – Acho que é um adeus, me desejem sorte – Mesmo não havendo ninguém ali, sentia que deixava minha antiga vida naquela embarcação. Em algum lugar eu sentia que meus amigos estavam torcendo por mim – Não vou decepciona-los.

Entraria na floresta pela trilha, rumo ao centro da ilha. Como estava de noite, precisaria ter mais cuidado, não queria me tornar a presa de alguém – Isso é muito perigoso? é perigoso, mas vamos lá – Tentava acalmar a mim mesmo, continuando pela trilha. Iria tentar ir mais devagar, afinal, não teria como me defender caso fosse atacado. Como a visibilidade era baixa, procuraria escutar algum som ou algum sinal de vida. Ao mesmo tempo, prestando atenção a paisagem, poderia ter alguma vegetação diferente. Observaria também a temperatura e a neve. Mesmo sendo floresta fechada, poderia chegar a alguma conclusão sobre a duração da nevasca pela altura da neve no chão.

Encontrando algum sinal, atentaria as condições. Inicialmente ficaria recuado, fazendo uma rápida analise sobre a situação. Não adiantava eu chegar do nada e começar a falar sem parar. Eles poderiam estar dormindo, comendo, ou fazendo qualquer outra coisa. Procuraria alguma oportunidade para me apresentar, sendo o mais amistoso possível – Olá! Me chamo sete e você? – tentaria manter a calma e não causar nenhum constrangimento – Me desculpe se estou atrapalhando, mas gostaria de algumas informações. Estou à procura dos conhecimentos mink, poderia me ajudar?

Caso não houvesse brecha para apresentações, continuaria observando de longe. Não queria me envolver em nada naquele momento. Ficaria escondido e afastado.



Histórico :
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Legenda:
"Lembranças"
Fala


Voltar ao Topo Ir em baixo
Yamazaki Raizo
Revolucionário
Revolucionário
Yamazaki Raizo

Créditos : 6
Warn : Olhos Dourados ascende! A engenhosa sociedade Mink! - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 21/03/2017
Idade : 25

Olhos Dourados ascende! A engenhosa sociedade Mink! - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Olhos Dourados ascende! A engenhosa sociedade Mink!   Olhos Dourados ascende! A engenhosa sociedade Mink! - Página 4 EmptyQua 24 Jan 2018, 04:10


 
Bartolomeu



Bartolomeu conseguia aos poucos ir mudando o rumo de uma batalha que estava praticamente vencida por parte de Shizuka, o que fazia a mink sentir muita raiva, já que não estava acostumada à perder. O garoto corria em direção à Shizuka com os braços para trás indicando realizar um ataque, e ao ver isso Jeff tentava se movimentar em direção ao garoto para interceptá-lo, porém a cada tentativa do mink cabra Shizaki e Xin Seng o faziam lembrar quem eram seus oponentes no momento.

Bartolomeu havia conseguido se aproximar de Shizuka e do coiote, e mirando na barriga do coiote Bartolomeu desferiu seu ataque, Double Direct, que foi bloqueado pelo mink. Usando o braço esquerdo para receber o golpe e usando a mão direita como suporte para seu braço esquerdo, o mink conseguiu bloquear o golpe de Bartolomeu, porém o punho direito do mink sofreu uma leve torção com o golpe e seu braço esquerdo extremamente dolorido iria ao menos incomodá-lo durante uma luta. Bartolomeu conseguiu arrastar o mink coiote com o impacto, fazendo-o puxar Nyu com a mordida, e Nyu por sua vez berrou estrondosamente mas também não largou seu alvo, Shizuka também foi arrastada pelo pescoço.

Bartolomeu vendo que precisaria continuar atacando para livrar Nyu e chegar até Shizuka, até a cabeça do exército inimigo, investiu contra o coiote combinando uppercuts no estômago do oponente, esquivas das investidas do coiote e joelhadas no ponto fraco. As sequências de Bartolomeu foram um sucesso até que o coiote sucumbiu e soltou a mordida, porém Nyu também estava em seu limite, e parecia ja desacordado mas não soltava o estrangulamento de forma alguma. O coiote ao soltar Nyu, focou Bartolomeu e preparando uma investida, se abaixou no chão como um predador e saltou pra cima do garoto, mas Bardo apareceu de trás do jovem Khan, agarrando o mink coiote e sendo mordido pelo mesmo no pescoço. Bardo estava com uma lança cravada até a metade em seu ombro, porém seu estilo de batalha lembrava os Berserkers Vikings que não sentiam dor, medo ou qualquer outro sentimento negativo em batalha, apenas lutavam até a morte.

Bardo teve sucesso em interceptar o mink coiote, e segurá-lo contra a parede, enquanto era mordido no rosto, pescoço e em todas as partes ao alcance do coiote, porém ao mesmo tempo, Shizuka conseguia livrar-se de Nyu, que inconsciente e com as costas completamente ensanguentadas, caía no chão da gruta, com o corpo sem reação qualquer. Shizuka aproveitando a oportunidade de descontar parte da sua raiva, pisava com toda força em cima do mink rato, que outrora estava sendo acariciado por ela. Bartolomeu ao perceber uma chance de acabar com a batalha, agarrou a mink coelha pelas orelhas com as duas mãos e jogou-a contra o chão, forçando seu corpo para baixo, a imobilizando. Ao conseguir o controle da cabeça do exército, Bartolomeu bradou:

- ACABOU! Shizuka está em minhas m...

Mas antes que acabasse de dizer, Jeff num estado de fúria, com seu braço esquerdo agarrou Shizaki pelo pescoço e o colocou muito rapidamente na frente de uma das flechas de Xin Seng, fazendo o mink ser acertado num ponto vital, em frações de segundos após isso, Jeff arremessou o mink coelho em Bartolomeu, que recebeu o projétil "humano" em cheio nas costas, soltando então Shizuka e sendo arremessado contra a parede, junto com Shizaki. Aproveitando a brecha, Xin Seng cravou mais uma seta dessa vez na perna esquerda de Jeff, provavelmente em sua veia principal, já que Xin Seng é um exímio atirador, porém ao disparar outra flecha mirando outro ponto vital, Jeff foi rápido o suficiente para agarrá-la em pleno ar, e impulsionando-se apenas com sua perna direita, o mink cabra investiu num piscar de olhos contra Xin Seng, e empalou o peito do mink lobo com sua própria flecha, tirando-o de combate também.

A batalha estava completamente acirrada, e Bartolomeu precisava acabar rápido, pois não era possível saber quem venceria entre Bardo e o coiote, já que Bardo estava extremamente ferido e cansado, e o mink coiote não tão desgastado assim. A pequena vantagem numérica do exército de Shizuka ia crescendo com o passar do tempo, já que vários soldados rebeldes eram civis que decidiram ajudar na luta à pouco tempo atrás, e não era possível saber como Moku estava. Jeff mancando, quase evitando de pisar com sua perna no chão se posicionava entre Shizuka e Bartolomeu, pois ambos se recuperavam e levantavam do chão, e aproveitando o momento para intimidar ainda mais os adversários, Jeff berrava:

- ACABOU ? NÂO! SÓ ACABA QUANDO EU PARA DE RESPIRAR! BÉÉÉHHH!!!

Shizuka ao se levantar, quebrava as pontas das setas fincadas no corpo de seu parceiro, sem removê-las, para evitar uma hemorragia, e ao mesmo tempo melhorar do modo que podia, a movimentação de Jeff, depois de ajudá-lo Shizuka sacava duas adagas de arremesso, provavelmente preparando-se para a batalha, agora era a hora de Bartolomeu mostrar do que era feito, pois Shizuka tinha total controle mental de Jeff, e era astuta o suficiente para não cair na lábia de Bartolomeu. Era dois contra um, e se o jovem Khan não conseguisse vencê-los naquele momento, ninguém mais conseguiria.



Sete

O garoto de cabelos platinados seguia pela trilha que encontrou, após se despedir mentalmente de sua antiga família do coração. Ao entrar na floresta a nevasca diminuía levemente, graças às árvores que bloqueavam parcialmente sua passagem. O chão era uma mistura de barro e neve, tornando difícil a movimentação, Sete precisava prestar atenção em seus passos pois hora ou outra o terreno traiçoeiro o fazia escorregar levemente.

Após alguns minutos andando pela trilha, ouvindo apenas o som dos próprios passos, da nevasca que era uma mistura de ventania e neve caindo, e o som forte do rio correndo, o garoto observava atentamente os arredores, e percebeu que as árvores faziam uma espécie de parede dos dois lados da trilha, mas em um ponto da parede, do seu lado esquerdo, a vegetação estava destruída, como se alguém ou várias pessoas tivessem aberto caminho por ali.

Algumas árvores menores haviam sido quebradas e estavam deitadas no chão, com uma fina camada de neve sobre elas. O restante da vegetação estava pendurado, porém era possível perceber que aquilo era um tipo de entrada. Sete confundia-se ao tentar ver o que havia do outro lado dessa entrada, pois a vegetação o atrapalhava, somente se o garoto se aproximasse e tirasse a vegetação da sua frente, ou passasse mesmo pela entrada, apenas assim seria possível ver o que havia do outro lado. A trilha continuava cada vez mais para o coração da floresta, porém essa hipotética entrada era muito interessante e misteriosa, mesmo não havendo visto alguém ou algo vivo, Sete percebia cada vez mais, mais sinais de vida naquela ilha.

____________________________________________________

~A vida é apenas um fenômeno superestimado...~


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]  |  [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Gods Slayers
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
From the ashes, we will be reborn


- Fala -
* Pensamento *
~ Flashback ~

Objetivos:
[x] Entrar no exercito revolucionário
[  ] Declarar guerra ao governo mundial
[  ] Organizar um ataque à marinha que entre para a história
[  ] Libertar os escravos das mãos dos tenryuubitos
[  ] Obliterar Mariejoa com uma arma apocalíptica
Voltar ao Topo Ir em baixo
Aesop
Civil
Civil
Aesop

Créditos : Zero
Warn : Olhos Dourados ascende! A engenhosa sociedade Mink! - Página 4 3010
Masculino Data de inscrição : 14/06/2014
Idade : 20
Localização : São Paulo-SP

Olhos Dourados ascende! A engenhosa sociedade Mink! - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Olhos Dourados ascende! A engenhosa sociedade Mink!   Olhos Dourados ascende! A engenhosa sociedade Mink! - Página 4 EmptyQua 24 Jan 2018, 14:59

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

O coiote era o meu objetivo, e Jeff agiu da maneira como eu pensei. Moku não poderia ficar irritado se eu dissesse que o cabra era previsível. Graças aos bons combatentes que eu tinha ao meu lado, consegui prosseguir a investida contra o canino, e assim o fiz, mas não foi da maneira que pensei. Meu golpe mais forte era o Double Direct, mas esse golpe foi o que meu oponente conseguira bloquear, mas foi arrastado, mostrando que eu tinha bastante força com os dois socos diretos. Nyu sentia mais dores, e Shizuka estava a beira do desmaio. Eu tinha que continuar minha investida enquanto Jeff se preocupava com os outros dois.

Combinei uppercuts e diretos, cruzados e jabs, joelhadas e golpes baixos, tudo o que eu poderia fazer para abrir a guarda do animal. E assim o fiz. Nyu parecia não ter noção do que estava acontecendo, mas continuava estrangulando a coelha. Era a chance que eu tinha para avançar contra ela, mas o coiote era voraz e saltou em minha direção. Meus olhos dourados pegaram cada movimento do animal, até que Bardo surgia para salvar o dia, suportando toda a dor de uma lança encravada no ombro e, naquele instante, a mordida do coiote no pescoço. Essa era a brecha que eu estava precisando.

Shizuka pisoteava Nyu, me deixando num estado de fúria ainda mais elevado, chocando seu corpo contra o chão e declarando, antecipadamente, a vitória. Quando menos percebi, um corpo era atirado em mim, me levando contra a parede. Aqueles pelos duros e pontiagudos, brancos e emanando um desejo de sangue. Shizaki estava fora de combate, com diversas flechas em seu corpo. Sua alma partira para outro mundo com uma frustração: fora traído pela própria irmã. Isso era revoltante, e sem sentido algum. Família, apesar das desavenças, sempre devem amar uns aos outros. Eu era assim com os demais Khan. Apesar do castigo que eu estava recebendo, eu os amava e queria o bem deles. Mas eu tinha um fardo sobre mim.

Eu era o emissário da justiça!

Me livrei do corpo de Shizaki com pena, afinal, eu entendia a angústia dele. Levantei-me batendo na roupa para me desfazer da poeira e sujeira. Meus cabelos loiros caíam sobre os olhos, a cabeça baixa checava se havia alguma sujeira no meu trapo velho e negro. Percebi que Shizuka quebrava as pontas das flechas que estavam encravadas em Jeff e melhoravam a sua locomoção. Xin Seng havia conseguido acertar uma veia importante na perna de Jeff, e era questão de tempo até as coisas piorarem para ele. Infelizmente, o arqueiro morrera, deixando Moku e Bardo lutando para me auxiliar. Shizuka sacava duas adagas de arremesso, mostrando finalmente o seu estilo de combate.

- ACABOU? NÃO! SÓ ACABA QUANDO EU PARA DE RESPIRAR! BÉÉÉHHH!!!

- Jeff, você é só mais um peão no jogo de xadrez. Quem está controlando as peças é Shizuka. - meus olhos focaram os meus oponentes, o cabelo esvoaçando na estranha corrente de ar que vinha das saídas da gruta, dessa vez mais geladas que o normal - Eu sou Olhos Dourados, e vocês perdem a guerra agora!

Ai dizer a última palavra, tentaria me movimentar da forma mais rápida possível, usando da minha aceleração e acrobacia para conseguir efetuar alguns passos na parede, de forma a flanquear meus oponentes. Eu tinha as preocupações das facas de Shizuka, mas ainda tinha o corpo grandalhão de Jeff para me auxiliar. Por ora, iria ignorar a batalha de Bardo e o coiote para focar no combate que eu participava, então daria o meu all-in. Dando alguns passos na parede, iria saltar logo em seguida, mirando o homem cabra, posicionando meu braço esquerdo como quem vai aplicar uma espécie de Lariat. Prestaria atenção em seu movimento, afinal, ele não era o verdadeiro alvo desse golpe.

O foco verdadeiro estava atrás dele, era a coelha maldita. Meu lariat tinha a intenção de combinar o dano e emendar uma movimentação. Focando o pescoço de Jeff, iria usá-lo como um pivô para rotacionar meu corpo em volta dele e conseguir impulso o suficiente para jogar minhas duas pernas contra Shizuka, torcendo para que a energia posta nesse movimento fosse capaz de arrastá-la para trás. Assim que esse movimento fosse feito, acertando Shizuka ou não, tentaria dar um pisão na parte de trás do joelho de Jeff e, caso possível, arrancar a flecha e provocar a hemorragia.

Se conseguisse fazer isso, provavelmente conseguiria mais tempo para focar em Shizuka, e emendaria mais um dash na direção da coelha, levantando meu punho direito atrás do corpo e procurando aplicar um golpe direto em sua face. Entretanto, ainda deveria tomar cuidado com as facas da lagomorfa, e, como eu não tinha escudos ou armas, não conseguiria bloqueá-las. Se eu percebesse que Shizuka me focava enquanto eu estava perto de Jeff, tentaria usá-lo como escudo, aproveitando a posição para combinar as facas hipoteticamente lançadas por Shizuka e alguns socos rápidos no peitoral do humanoide.

Se as facas fossem lançadas durante a minha breve corrida na parede, tentaria antecipar o meu salto, desviando delas. Eu deveria precaver e conseguir um bom impulso na parede, afinal, eu era um alvo enquanto estivesse no ar, então, justamente por esse motivo, tentaria fazer com que meu salto em direção ao pescoço do homem cabra fosse o mais rápido que eu conseguisse. Shizuka também poderia esperar e usar as facas enquanto estivesse investindo contra ela, e, por isso, tentaria deixar de prontidão as minhas pernas para saltar em zigue-zague, afim de confundi-la e dificultar sua mira.

Jeff, apesar dos machucados, não era um inválido, e poderia muito bem esquivar ou bloquear meu primeiro golpe. Caso ele esquivasse, faria conforme o planejado e investiria contra Shizuka. Ao caso dele bloquear meu lariat, seja me segurando ou somente chocando seu corpo contra o meu, tentaria aplicar mais uma vez o Double Direct a queima roupa, então investindo contra Shizuka logo em seguida.

Se ele me recebesse com um soco, tentaria mudar completamente o meu movimento, usando meu braço esquerdo, antes preparado para o lariat, agora para tentar segurar o pulso do homem e usá-lo como pivô para girar meu corpo e alcançar as orelhas da coelha, então trazendo-as para perto de mim, soltando o pulso de Jeff e usar o mesmo braço para socar com força a cara da vilã. Era um plano ousado, mas quando se está em desvantagem, a melhor coisa a se fazer é arriscar. O não eu já tinha, se eu não tentasse, era certeza que não daria certo.

- Shizuka!!!!


Double Direct:
 
Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Olhos Dourados ascende! A engenhosa sociedade Mink! - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Olhos Dourados ascende! A engenhosa sociedade Mink!   Olhos Dourados ascende! A engenhosa sociedade Mink! - Página 4 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Olhos Dourados ascende! A engenhosa sociedade Mink!
Voltar ao Topo 
Página 4 de 8Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: West Blue :: Kano Country-
Ir para: