One Piece RPG
I - Auf Der Suche Nach Dem Weg - Página 4 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Que tal um truque de mágica?
I - Auf Der Suche Nach Dem Weg - Página 4 Emptypor Kenshin Himura Hoje à(s) 3:17

» Art. 4 - Rejected by the heavens
I - Auf Der Suche Nach Dem Weg - Página 4 Emptypor Kenshin Himura Hoje à(s) 1:58

» O catálogo continua, Baterilla a cidade da beleza
I - Auf Der Suche Nach Dem Weg - Página 4 Emptypor maximo12 Hoje à(s) 0:00

» Apresentação 6 ~ Falência Bombástica
I - Auf Der Suche Nach Dem Weg - Página 4 Emptypor Licia Ontem à(s) 23:32

» Seasons: Road to New World
I - Auf Der Suche Nach Dem Weg - Página 4 Emptypor Volker Ontem à(s) 22:37

» Vol 1 - The Soul's Desires
I - Auf Der Suche Nach Dem Weg - Página 4 Emptypor Arthur Infamus Ontem à(s) 22:08

» VIII - The Unforgiven
I - Auf Der Suche Nach Dem Weg - Página 4 Emptypor GM.Alipheese Ontem à(s) 22:00

» The Hero Rises!
I - Auf Der Suche Nach Dem Weg - Página 4 Emptypor GM.Alipheese Ontem à(s) 21:56

» The One Above All - Ato 2
I - Auf Der Suche Nach Dem Weg - Página 4 Emptypor CrowKuro Ontem à(s) 20:53

» Cortes e Tiros, resgate na ilha das aranhas!
I - Auf Der Suche Nach Dem Weg - Página 4 Emptypor Achiles Ontem à(s) 20:49

» Bakemonogatari
I - Auf Der Suche Nach Dem Weg - Página 4 Emptypor Milabbh Ontem à(s) 20:39

» Caçadoras Eternas: Almas entrelaçadas!
I - Auf Der Suche Nach Dem Weg - Página 4 Emptypor Kenshin Himura Ontem à(s) 20:25

» Ato 157: Se eu quisesse tua opinião, Eu tirava na Porrada
I - Auf Der Suche Nach Dem Weg - Página 4 Emptypor Dante Ontem à(s) 19:52

» [MINI-DoflamingoPDC] A pantera negra da ilha montanhosa
I - Auf Der Suche Nach Dem Weg - Página 4 Emptypor Makei Ontem à(s) 19:43

» [Mini - Nice] A espada que dorme.
I - Auf Der Suche Nach Dem Weg - Página 4 Emptypor Ryoma Ontem à(s) 19:35

» [M.E.P] Nice
I - Auf Der Suche Nach Dem Weg - Página 4 Emptypor Ryoma Ontem à(s) 19:34

» [Mini] Albafica Mino
I - Auf Der Suche Nach Dem Weg - Página 4 Emptypor Makei Ontem à(s) 19:16

» [M.E.P] Albafica
I - Auf Der Suche Nach Dem Weg - Página 4 Emptypor Makei Ontem à(s) 19:15

» A primeira conquista
I - Auf Der Suche Nach Dem Weg - Página 4 Emptypor Rangi Ontem à(s) 18:19

» A Ascensão da Justiça!
I - Auf Der Suche Nach Dem Weg - Página 4 Emptypor K1NG Ontem à(s) 16:26



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 I - Auf Der Suche Nach Dem Weg

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 65
Warn : I - Auf Der Suche Nach Dem Weg - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 27
Localização : 1ª Rota - Karakui

I - Auf Der Suche Nach Dem Weg - Página 4 Empty
MensagemAssunto: I - Auf Der Suche Nach Dem Weg   I - Auf Der Suche Nach Dem Weg - Página 4 Empty26.11.17 19:12

Relembrando a primeira mensagem :

I - Auf Der Suche Nach Dem Weg

Aqui ocorrerá a aventura do(a) civil Kaiser Hilderbrand. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
Raiden Fuji
Narrador
Narrador


Data de inscrição : 17/09/2017

I - Auf Der Suche Nach Dem Weg - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: I - Auf Der Suche Nach Dem Weg   I - Auf Der Suche Nach Dem Weg - Página 4 Empty05.01.18 22:55

I - Auf Der Suche Nach Dem Weg



KAISER HILDERBRAND
A dor nas costas estava me matando enquanto eu levantar-me-ia após ser lançado pelo maldito guarda que me impedia de libertar meus companheiros, algumas coisas pude ver durante o momento em que me levantava, como a iluminação que facilitava a luta que teríamos no momento, baús dentro da sala, a própria decoração desta, as armas que havíamos perdido, uma escrivaninha com seus próprios instrumentos sobre esta e a chave das algemas pendurada no pescoço do guarda, e então tive de observá-lo para saber o que me esperava, vi que suas vestimentas eram comuns, mas o que me chamava atenção era o sorriso que havia em seu rosto, parecia demonstrar o prazer em lutar e ver sua vítima agonizando, mas deixando isso de lado, finalmente deveria estar de pé, e a primeira coisa que faria, seria pegar a espada por onde a pouco eu havia caído por cima, e então pude escutar o grito de Annabele, me incentivando, junto do outro cara que estava do lado desta, mesmo que sem palavras, e então viraria meu rosto para ela, daria um sorriso confiante, e diria. - Não se preocupe, tudo ficará bem. – Mesmo sabendo que seria uma luta difícil, não poderia deixar de me sentir feliz por poder ter a cabeça de um pirata em minhas mãos.

Depois dessa pequena demonstração de confiança, eu me voltaria para frente e encararia meu oponente com minha face séria, me fora possível ver que uma distância considerável havia entre nós, e era algo que poderia me ajudar, então eu inicialmente começaria com uma rápida corrida usando minha aceleração, e ao diminuir a distância entre nós para a metade, iniciaria minha técnica Battojutsu: Shōmen Kōgeki. Com qualquer que seja o resultado final, eu saltaria para trás, tentando por uma distância de 1 metro entre nós, e observaria meu oponente rapidamente, se eu tivesse acertado a técnica, eu aproveitaria que a guarda dele estaria prejudicada e correria em minha velocidade máxima e buscaria acertar seu pescoço com minha espada numa estocada, com a força máxima que eu pudesse utilizar, e caso o golpe fosse bloqueado ou esquivado, eu entraria numa sequência de golpes horizontais, alternando entre direita e esquerda, e vez ou outra conforme a necessidade golpes diagonais alternados da mesma forma, até que o guarda fosse acertado uma ou mais vezes.

Se ele bloqueasse ou esquivasse, eu procuraria uma brecha em sua defesa, e encontrando-a eu correria em sua direção em forma de zigue-zague, buscando confundir meu adversário, e ao chegar perto deste, faria uma finta jogando meu corpo levemente para a direita e para a esquerda quantas vezes fosse possível, e daria uma rápida estocada onde havia visto a brecha anteriormente. Com qualquer resultado desse golpe, eu rapidamente faria um golpe horizontal da esquerda para a direita na altura de seu pescoço, e logo saltaria para trás, tentando pôr uma grande distância entre nós.

Se em qualquer momento me fosse necessário tomar a defensiva, eu procuraria analisar de onde viria o golpe, tentando olhar as penas e os pés do guarda para poder identificar como ele faria o golpe, primeiramente minha primeira opção seria bloquear o golpe deste, de forma a parar o movimento, mas se não fosse possível, eu jogaria meu corpo para o lado em que tivesse mais espaço para mim e bateria com minha espada na dele, na tentativa de fazer com que sua guarda se abrisse, e se fosse feliz na tentativa, eu faria um golpe contrário ao que eu havia feito para abrir sua guarda, na altura de seu abdome, mas se essa tentativa não fosse possível, eu saltaria para trás, ou para onde tivesse mais espaço para realizar um contra-ataque, este que seria em forma de um golpe vertical de baixo para cima.

Legendas:
Fala Kaiser

Histórico:
 

Objetivos:
 

HP: 44 | 44 SP: 46 | 62 POSTS: 15 POST EDC: 04
Voltar ao Topo Ir em baixo
Achiles
Sargento
Sargento
Achiles

Créditos : 47
Warn : I - Auf Der Suche Nach Dem Weg - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 01/09/2017
Localização : The Wonderful Land - 1º Rota

I - Auf Der Suche Nach Dem Weg - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: I - Auf Der Suche Nach Dem Weg   I - Auf Der Suche Nach Dem Weg - Página 4 Empty06.01.18 1:44


Kaiser Hilderbrand


Com uma motivação a mais para ganhar aquele embate, Kaiser precisava confiar em si e em suas habilidades o máximo possível, pegava rapidamente a espada ao chão e quando percebia havia que bloquear um golpe em sua direção, o homem tinha aproveitado a pequena brecha de tempo que havia entre os dois para se aproximar quando ele abaixava. Com o seu golpe bloqueado o homem pulava para trás e era quando dava início a sequência de ataques do loiro começando com a utilização de uma técnica aprendida com a espada e a tentativa de um corte na diagonal em sequência de um na diagonal, os ataques eram fortes e o primeiro ele tentava se esquivar e a espada acabava pegando de raspão um pouco abaixo de seu olho cortando alguns fios de cabelo em seu caminho do guarda, o sangue saia rapidamente do corte quando ele era aberto, mas não havia sido muito profundo, o segundo golpe era bloqueado e o impulso fazia o homem ir para trás e depois empurrando o garoto para trás na disputa de forças.

A expressão no homem era de se estar divertindo, ele abria um sorriso toda vez que as espadas colidiam entre-si, com a guarda mais abaixada devido a bloquear o ataque, o agente tentava rapidamente acertar uma estocada no pescoço do guarda que rapidamente se esquivava agilmente e acertava de raspão passando a sua lâmina pela costela esquerda, aquilo não impedia-o de iniciar mais uma sequências de golpes que eram bloqueados e quando o homem percebia que não haveria mais espaço para andar para trás jogava todo o seu corpo para frente tendo as espadas colidindo de perto e sendo trazidas para mais perto do corpo de Kaiser e em um movimento rápido o homem agarrava a cabeça do garoto e colidia-a contra a sua.

Hilderbrand ia para trás meio desnorteado e o homem também não parecia ter gostado tanto de dar aquele golpe, ele parecia ser bem inteligente usando daquilo pois sabia bem como executar a cabeçada. Mais uma vez o homem partia para cima forçando alguns bloqueios de Kaiser e dando um chute frontal quando via a guarda sendo aberta devido a um bloqueio que fazia-o cair para trás em direção a parede. - Você é divertido, mas parece que isso acabará aqui! - Podia se escutar o suspiro dos seus companheiros vindo da outra sala, o homem estava se preparando para dar um golpe final na vertical em direção ao loiro.

O destino daquelas vidas estavam na mão de Kaiser e ele sabia disso, era o momento de se provar, se superar aquela divergência em seu caminho e orgulhar o seu pai complementando com o ódio que sentia por aquela "raça" de homens. Ele podia sentir o suor em sua testa escorrendo junto com o sangue que levemente saia de seu corpo pelo corte abrido antes, a luta ainda parecia estar longe de acabar, ambos estavam inteiros, por quanto tempo?!


Considerações:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Ficha na Sign

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Raiden Fuji
Narrador
Narrador
Raiden Fuji

Créditos : 26
Warn : I - Auf Der Suche Nach Dem Weg - Página 4 7010
Masculino Data de inscrição : 17/09/2017
Idade : 26
Localização : Las Camp - West Blue

I - Auf Der Suche Nach Dem Weg - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: I - Auf Der Suche Nach Dem Weg   I - Auf Der Suche Nach Dem Weg - Página 4 Empty06.01.18 3:02

I - Auf Der Suche Nach Dem Weg



KAISER HILDERBRAND
Após o chute que eu recebi, vindo do maldito homem que lutava comigo, eu caí no chão, e com isso  o suor que havia em minha testa acabaria embaçando minha visão levemente e nesse momento minha raiva daquele sujeito só aumentava. - Maldito trapaceiro, mas o que esperar vindo de uma escória pirata. – Pensaria comigo, mas ao terminar meu pensamento, minha visão pôde capturar a imagem de um golpe vertical vindo em minha direção, em minha mente uma única coisa vinha naquele instante, “Merda!!”, vendo que não havia muitas opções, eu tentaria rolar meu corpo para onde havia mais espaço para tal ação, mas se isso não me fosse possível por não haver espaço, ou também por não saber como se realizaria tal movimento, eu bloquearia o golpe pondo minha katana horizontalmente, mas buscaria por uma mão no cabo e outra  na katana, tendo esta mão na parte não cortante da arma, com o bloqueio efetuado, eu tentaria empurrar o cabo da katana, de forma que a lâmina da escória fosse direcionada para o chão, e com esse espaço, eu rapidamente me levantaria e saltaria para trás, tentando ganhar espaço.

Assim, que eu tivesse de pé, olharia rapidamente o ferimento que obtivera em minha costela, como não havia tempo hábil para avaliar a condição deste, me voltaria para meu adversário. E furioso por estar sendo pressionado por tal oponente, eu partiria logo para cima deste, procurando uma alternativa diferente de atacá-lo, durante a corrida, eu faria um giro com minha katana, segurando ela com sua ponta apontando para baixo e para a direita, e ao chegar numa distância suficiente para acertá-lo, dessa posição eu faria um golpe diagonal reverso, de baixo para cima e da direita para a esquerda, procuraria usar a quantidade de força necessária para que se ele tentasse bloquear, me fosse possível jogar sua espada para o alto, mesmo que o guarda ainda a tivesse em mãos, e imediatamente traria minha katana para a posição inicial, fazendo um golpe ao contrário do que havia feito anteriormente. Se quando eu desse início ao golpe me fosse possível ver pelos seus pés que meu adversário se moveria para se esquivar, eu me jogaria em sua direção para ter a certeza que meu golpe de fato o acertaria.

Tendo esse primeiro golpe exótico tendo sido eficaz ou não, eu daria sequência a 4 golpes horizontais, sendo 2 deles vindo da esquerda e 2 da direita, e terminaria com um vindo da direita, e logo em seguida encaixaria um diagonal vindo da esquerda e por último uma estocada na altura de seu abdome. Ao finalizar a sequência, eu veria o estrago que esta causara, sendo este muito, eu olharia para o guarda e diria. - Uma escória como você não tem a mínima chance de me vencer. – Mas se não houvesse muita eficácia ao final da sequência de golpes, eu fecharia meu semblante e olharia irritado para meu adversário. - Maldito seja, porquê esse desgraçado ainda vive? Hein? Eu preciso orgulhar meu pai, não posso deixá-lo escapar. – Diria em minha própria mente, mas não deixaria de manter minha guarda alta e minha visão focada no homem que estava a minha frente.

Se novamente eu fosse forçado a me defender, prestaria mais atenção a tal movimentação, para não acabar com outra ferida, como acontecera anteriormente. Se visse a necessidade de me esquivar, saltaria para trás se fosse um golpe diagonal, moveria meu corpo para onde havia mais espaço num golpe horizontal ou numa estocada, se fosse um horizontal na do meu peito para baixo, eu saltaria para trás com força, além de que poria minha katana verticalmente a minha frente para caso o salto não ter distância suficiente para que eu não fosse acertado. Mas se nesse golpe horizontal fosse na altura do meu pescoço, eu me abaixaria e faria uma estocada na altura de seu abdome e puxaria minha katana para cima se acertasse, e tentaria por uma boa distância novamente entre nós qualquer fosse o resultado.

Se em fez de esquivar, fosse necessária bloquear, eu procuraria analisar de onde viria o golpe, tentando olhar as penas e os pés do guarda para poder identificar como ele faria o golpe, e então, eu bloquearia o golpe, de forma a parar o movimento, mas se não fosse possível, eu jogaria meu corpo para o lado em que tivesse mais espaço para mim e bateria com minha espada na dele, na tentativa de fazer com que sua guarda se abrisse, e se fosse feliz na tentativa, eu faria um golpe contrário ao que eu havia feito para abrir sua guarda, na altura de seu abdome, e logo em seguida, faria um diagonal de baixo para cima e na direção contrária do primeiro golpe.

Legendas:
Fala Kaiser
Pensamento Kaiser

Histórico:
 

Objetivos:
 

HP: 44 | 44 SP: 46 | 62 POSTS: 16 POST EDC: 05

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Objetivos Futuros:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Achiles
Sargento
Sargento
Achiles

Créditos : 47
Warn : I - Auf Der Suche Nach Dem Weg - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 01/09/2017
Localização : The Wonderful Land - 1º Rota

I - Auf Der Suche Nach Dem Weg - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: I - Auf Der Suche Nach Dem Weg   I - Auf Der Suche Nach Dem Weg - Página 4 Empty06.01.18 13:03


Kaiser Hilderbrand


Kaiser buscava da sua inspiração para sair daquele golpe vendo aquile corte vertical vindo com velocidade em sua direção, ele não teria tempo para esquivar do mesmo tendo que usar o bloqueio como último recurso, apoiando no cabo e em parte da lâmina, um detalhe que o loiro não havia percebido em sua espada era as irregularidades que a mesma havia, a lâmina gasta, o ferro corroído e quando podia perceber a espada quebrava ao meio quando recebia o golpe, por sorte do mesmo conseguia rolar para o lado e escapar de um segundo golpe do guarda. A espada agora fazia uma ponta mais curta tendo metade do seu alcance, o homem não parava e continuava a tentar atacar, uma esquiva para trás e um contra-ataque bloqueado e continuava a sessão de ataques até que Hilderbrand se abaixava e estocava o resto de sua espada na direita da barriga do pirata que ignorando o acontecimento perfurava o ombro do loiro puxando a sua espada de volta. Ambos recuavam para recuperar do seu golpe.

- Maldito agente. - Dizia colocando a mão em seu machucado para ver o quanto sangrava, Kaiser sangrava mais pelo seu ombro e sua costela voltava a sangrar com os esforços que estava fazendo. Furioso, o garoto tentava atacar com golpes diagonais com força prevendo para a esquiva e aquele passo fazia com que ele perdesse tanto a força do golpe e o guarda conseguisse bloquear sem perder a sua espada. Uma nova sequência se iniciava, esta vinda de Hilderbrand usando de toda a sua força para tentar cortes simples, o homem bloqueava e esquivava outros e no último golpe ele dava uma esquiva mexendo a sua katana para acertar um corte na costela da direita, este mais profundo e que fazia o agente gemer.

Ele retirava a sua espada e olhava para o sangue escorrendo dela, a sua outra mão ia diretamente no machucado em sua barriga, aquilo parecia estar começando a deixá-lo mais fraco devido ao sangue que perdia e com o agente não poderia ser diferente também deixando-o mais fraco. O embate estava próximo de acabar com um ou os dois mortos.


Considerações:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Ficha na Sign

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Raiden Fuji
Narrador
Narrador
Raiden Fuji

Créditos : 26
Warn : I - Auf Der Suche Nach Dem Weg - Página 4 7010
Masculino Data de inscrição : 17/09/2017
Idade : 26
Localização : Las Camp - West Blue

I - Auf Der Suche Nach Dem Weg - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: I - Auf Der Suche Nach Dem Weg   I - Auf Der Suche Nach Dem Weg - Página 4 Empty07.01.18 0:38

I - Auf Der Suche Nach Dem Weg



KAISER HILDERBRAND
A angústia que eu sentia naquele momento me causava um grande mal-estar, como se de repente, as paredes fossem sair de seus lugares e me devorar, até que não sobrasse algo que pudesse garantir que um dia minha vida fora real, e tudo isso causado pela insegurança que eu tinha no momento, aquele combate estava sendo para mim tão ruim, que nunca eu poderia imaginar tal situação ocorrendo. O sangue parecia correr abundantemente das minhas feridas, que apesar de serem poucas, duas mostravam ser preocupantes, de forma que eu necessitava terminar aquela luta rapidamente, e então eu lembrei do coto de espada que havia em minha mão, aquela arma devia ser bem vagabunda para quebrar de forma tão casual quanto bloquear outra, ou então estava muito velha já, mas isso não importa mais, eu não poderia arrastar mais esse combate, ou então sofreria graves consequências.

Eu sabia que não ia adiantar tentar me poupar para não abrir os ferimentos, pois daria a chance de ganhar novos, então decidi ir com tudo novamente, primeiramente eu procuraria ver se havia alguma condição de eu entrar na sala e recuperar a katana que conseguira mais cedo. Se tivesse sucesso, correria até esta e a pegaria, deixando a espada quebrada em qualquer lugar, e então olharia com ira para o guarda. - Prepare-se escória, agora será a hora de sua morte. – Diria para o homem, e em seguida começaria a correr na direção deste e iniciaria minha técnica Ittoryu Iai: Suihei Katto. Ao fim da técnica, sem me importar para qual seria o resultado final desta, eu faria um golpe diagonal da direita para a esquerda e de cima para baixo, e logo em seguida faria outro na direção contrária, ou seja, da esquerda para a direita e de cima para baixo. Ao final dos golpes eu saltaria para trás, e esperaria meu adversário estar de pé, para o que eu estava planejando.

Assim que o guarda estivesse pronto para lutar novamente, eu correria em sua direção sem mostrar qualquer indício de troca de direção, ao chegar perto deste, se houvesse algum golpe vindo em minha direção, eu buscaria usar minha katana para empurrar a arma deste para longe de mim, e em seguida faria uma estocada na altura de seu abdome, mas com o máximo de força possível, pois meu objetivo era trespassá-la por ele, fazendo com que a ponta da minha arma saísse por suas costas, mas se ele bloqueasse ou desviasse, eu voltaria a me arremeter contra este, seguindo a mesma tática até acertá-lo.

Se eu não conseguisse ter minha katana, eu trocaria minha espada quebrada de mãos, estendo com essa na esquerda, e correria com minha velocidade máxima na direção do homem à minha frente, sem me importar com os ferimentos, que a essa hora estariam me incomodando bastante, e ao chegar próximo deste, eu me abaixaria e, em seguida, me levantaria rapidamente trazendo minha mão cerrada e desferiria um gancho em seu queixo, e com minha mão esquerda enfiaria a espada quebrada em sua mão que segurava a espada, e tentaria aproveitar a oportunidade para tentar decepar alguns dedos de sua mãos. E com a espada inteira em mãos, sorriria para a escória e enfiaria a espada em sua garganta, mas caso não conseguisse a espada deste, me jogaria em cima deste, dando um soco na parte lateral de seu ombro, com o objetivo de acertar seu nervo, onde eu sabia estar localizado, para fazê-lo perder a força por alguns instantes no braço que segurava a lâmina, e me permitindo pegar esta para mim, e procederia da mesma forma, acertando-o na garganta.

Em caso de haver a necessidade de me defender, procuraria me esquivar, para que não houvesse chance de voltar a me ferir. E então saltaria para trás se fosse um golpe diagonal, moveria meu corpo para onde havia mais espaço num golpe horizontal ou numa estocada, se fosse um horizontal na do meu peito para baixo, eu saltaria para trás com força, além de que poria minha katana verticalmente a minha frente para caso o salto não ter distância suficiente para que eu não fosse acertado. Mas se nesse golpe horizontal fosse na altura do meu pescoço, eu me abaixaria e faria uma estocada na altura de seu abdome e puxaria minha katana para cima se acertasse, e tentaria por uma boa distância novamente entre nós qualquer fosse o resultado.

Se em fez de esquivar, fosse necessária bloquear, eu procuraria analisar de onde viria o golpe, tentando olhar as penas e os pés do guarda para poder identificar como ele faria o golpe, e então, eu bloquearia o golpe, de forma a parar o movimento, mas se não fosse possível, eu jogaria meu corpo para o lado em que tivesse mais espaço para mim e bateria com minha espada na dele, na tentativa de fazer com que sua guarda se abrisse, e se fosse feliz na tentativa, eu faria um golpe contrário ao que eu havia feito para abrir sua guarda, na altura de seu abdome, e logo em seguida, faria um diagonal de baixo para cima e na direção contrária do primeiro golpe.

Legendas:
Fala Kaiser

Técnica:
 

Histórico:
 

Objetivos:
 

HP: 44 | 44 SP: 46 | 62 POSTS: 17 POST EDC: 06

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Objetivos Futuros:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Achiles
Sargento
Sargento
Achiles

Créditos : 47
Warn : I - Auf Der Suche Nach Dem Weg - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 01/09/2017
Localização : The Wonderful Land - 1º Rota

I - Auf Der Suche Nach Dem Weg - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: I - Auf Der Suche Nach Dem Weg   I - Auf Der Suche Nach Dem Weg - Página 4 Empty07.01.18 2:54


Kaiser Hilderbrand


Com um pouco de angústia e dor estava prevendo que aquele combate havia de terminar naquele instante se ainda queria estar vivo, dúvidas invadiam a sua mente e a insegurança era uma forte inimiga naquele combate, coisa que ele não deveria estar tendo, seu pai deveria estar o apoiando em seus pensamentos e era nisso que o garoto tinha que estar pensando, infelizmente talvez o medo corrompesse o que tinha de pensamentos bons. Ele sabia de uma única coisa: Precisava atacar de qualquer maneira e com tudo.

Analisava a distância em que os dois haviam e podia ver a sua katana muito longe para ser alcançada apenas ignorando o homem, havia de necessitar usar a sua espada quebrada para atacar e trocava de mãos a sua pequena espada, com o intuito de surpreender o seu oponente começava a sua última investida. Os passos rápidos eram capazes de gerar uma boa velocidade e quando chegava próximo o suficiente ele se agachava, na tentativa de aplicar um gancho acabava por errando o seu alvo, o guarda havia conseguido se esquivar movimentando-se para trás e trazendo as suas mãos para cima também desviando da tentativa de enfiar a espada quebrada na mesma. Ele ria vendo aquela medida arriscada e totalmente falha de Hilderbrand. Uma palavra em meio a tudo passava a vir em sua cabeça e era quando estava lutando contra o sargento Oka no tatame, "Concentre-se."

Aquilo gerava um ânimo a mais, mas agora era a vez do seu inimigo atacar começando com ataques horizontais e na diagonal que eram esquivados por Kaiser, o homem não dava espaço para o agente conseguir contra-atacar, mas em um desses ataques o garoto via a sua brecha, um golpe mais demorado e este vindo verticalmente, era o momento em que o loiro atingia-o com uma estocada em seu estômago puxando o pedaço de espada para cima que quebrava dentro do corpo. O homem soltava a sua espada e podia sentir um cheiro pobre vindo do homem de imediato, de dentro do homem podia se ver o sangue jorrando.

A batalha havia finalmente acabado, a katana começava a cair das mãos do homem, mas não sem antes ferir as costas de Kaiser que segurava o homem em cima de seus ombros até que despencava sobre o chão, estava fraco. Sua visão começava a ficar turva devida a perda de sangue contínua, um último esforço ele precisava fazer para salvar os seus companheiros, com tudo quieto podia se ouvir Anna gritando de dentro da sala junto com o garoto moreno. - Você está bem?! Diga-me que sim!... Vamos Kaiser! Diga que você venceu! - Era notável em suas vozes o medo que estavam sentindo, o apavoro de ele ter perdido e provavelmente seriam mortos em seguida.


Considerações:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Ficha na Sign

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Raiden Fuji
Narrador
Narrador
Raiden Fuji

Créditos : 26
Warn : I - Auf Der Suche Nach Dem Weg - Página 4 7010
Masculino Data de inscrição : 17/09/2017
Idade : 26
Localização : Las Camp - West Blue

I - Auf Der Suche Nach Dem Weg - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: I - Auf Der Suche Nach Dem Weg   I - Auf Der Suche Nach Dem Weg - Página 4 Empty08.01.18 21:22

I - Auf Der Suche Nach Dem Weg



KAISER HILDERBRAND
Neste momento meu corpo estava tão destruído que eu não sabia se estava vivo ou morto, talvez no limbo, mas me forcaria a me levantar, pois não deveria deixar meus companheiros gritando em vão, eles deveriam ter conhecimento de que a vitória foi minha, apesar do meu estado atual. - Claro que venci seus idiotas, jamais que eu perderia para uma escória como essa. Hahahahha. – Diria sem ter a certeza de onde estavam meus companheiros, as feridas somadas me deixaram num estado tão ruim que até minha visão estava uma merda, com dificuldade, usaria minhas mãos para apalpar o chão a minha volta, tentando encontrar o corpo do homem com quem eu lutara a pouco.

Ao o encontrar, algo que eu esperava ser em pouco tempo, procuraria saber qual era a parte do corpo deste que minhas mãos tocaram em primeira instância, e dali sabendo o caminho que deviria percorrer para chegar a sua cintura, o faira, pois era naquele local que estava a chave que libertaria meus companheiros. Assim que estivesse com as chaves em mãos, primeiramente eu me arrastaria até a parede mais próxima, e me levantaria com calma, usando as mãos como apoio para tudo, já que minha visão turva em nada me auxiliava neste momento. Ao me encontrar de pé, me arrastaria junto da parede para perto de onde estavam meus companheiros, mas primeiro precisava ter a certeza da localização destes. - Ei, onde vocês estão? Não estou enxergando direito, só continuem falando para eu me guiar pelo som. – Assim que terminasse de falar, esperaria alguma fala por parte dos outros para que eu pudesse me guiar e voltaria a me arrastar para poder alcançá-los.

Quando finalmente estivesse em uma posição favorável para fazer a entrega das chaves, o faria para quem estivesse mais próximo de mim, pois não tinha nenhuma chance de eu soltá-los. Assim que eu entregasse a chave, eu encostaria minhas costas na parede e me deixaria escorregar para no final estar sentado no chão e com as costas encostadas na parede, e ao fazê-lo, fecharia meus olhos, respirando fundo. - Na sala que tem ai, estão nossas armas e algumas outras coisas que podem nos ser úteis. – Diria para que pudéssemos ter posse de tais objetos. - E vejam se tem algum kit de primeiros socorros, ou algum tecido para fazer um torniquete, estou acabado, essa luta me deixou destruído. – Diria, mesmo sabendo que provavelmente iria escutar alguma gracinha mas não me importava, eu estava satisfeito de ter vencido o combate, havia sobrevivido, e de ter honrado o desejo de meu pai, agora uma escória a menos vive.

Assim que meus companheiros estivessem com os objetos e talvez algo que eu pudesse usar para dar uma aliviada em meus ferimentos, eu os chamaria de volta para onde eu me encontrava. - Ei, venham para cá. Estão com as coisas? Conseguiram alguma coisa para me ajudar com esses ferimentos? – Perguntaria ao alto, sem saber quem me responderia. Esperaria que chegassem até mim, e recebesse minha espada primeiro, e escutar o que teriam para falar sobre o que havia dentro da sala, e por último saber se havia algum kit ou torniquete. Se trouxessem o kit, eu diria para Anna, que parecia ter mais cuidado. - Ei Anna, me ajude aqui, primeiro eu preciso que você pegue uma água e lave os ferimentos, e depois veja se tem uma pomada e aplique nos ferimentos, e por último, se tiver alguma bandagem, enrole os ferimentos, eu não consigo fazer isso sozinho. – E depois esperaria que esta realizasse os procedimentos, tentando aguentar sem dar um grito sequer. Se houvesse um torniquete, eu pediria para Anna da mesma forma, mas o pedido seria outro. - Ei Anna, me ajude aqui, primeiro eu preciso que você pegue uma água e lave os ferimentos, e depois preciso que pegue esse tecido e amarre abaixo da ferida do meu ombro, e o aperte com o máximo de força, para diminuir um pouco o ferimento. E depois me ajude, preciso ir para um hospital. – Diria para a loira. Mas se não houvesse nada, teria de ir a um hospital para ser tratado, e então diria. - Me ajudem então, preciso ir a um hospital, me deem um suporte, não estou conseguindo enxergar direito. – E após isso, esperaria que meus companheiros me ajudassem a me locomover ao estabelecimento que me ajudaria a me recuperar.

Legendas:
Fala Kaiser

Histórico:
 

Objetivos:
 

HP: 44 | 44 SP: 46 | 62 POSTS: 18 POST EDC: 06

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Objetivos Futuros:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Achiles
Sargento
Sargento
Achiles

Créditos : 47
Warn : I - Auf Der Suche Nach Dem Weg - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 01/09/2017
Localização : The Wonderful Land - 1º Rota

I - Auf Der Suche Nach Dem Weg - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: I - Auf Der Suche Nach Dem Weg   I - Auf Der Suche Nach Dem Weg - Página 4 Empty09.01.18 3:54


Kaiser Hilderbrand


Kaiser precisava pegar as chaves e soltar os seus companheiros, começava se arrastando para perto do homem e colocando a mão sobre seus joelhos subindo até a sua cintura e tirando a argola com chaves da sua calça, apoiando-se em uma parede para conseguir se sustentar e ficar de pé, a sua visão turva e seus ferimentos deixando-o fraco fazia o garoto ter que se apoiar a cada passo para conseguir se movimentar. Havia gritado pra os seus amigos antes que suspiravam de alívio, quando a sombra do loiro ficava na porta e seu braço apoiado sobre a parede começavam a se preocupar novamente, o garoto dava um primeiro passo ao aberto e via que o moreno estava mais próximo com ele falando, ao chegar perto seus joelhos fraquejavam e ele ajoelhava ao chão, o garoto rapidamente soltava as suas algemas enquanto Hilderbrand estava encostado a parede sangrando pelos seus ferimentos.

Quando os dois estavam desalgemados ouviam as instruções do loiro e rapidamente corriam para dentro da sala, podia ser ouvido o barulho de metal e baús abrindo, com velocidade voltavam até o garoto e o arrastavam até a porta onde se encontrava bem mais iluminado, eles haviam achado um kit médico e um pequeno cristal azul com um cordão amarrado. - O que precisa que eu faça? Acho que o cristal merece a você depois de todo esse trabalho que teve. - Ela colocava no bolso do garoto e começava a ouvir tudo o que ele havia pedido, o kit havia das coisas mais básicas e era o moreno quem liderava os primeiros socorros, ele parecia conhecer sobre o assunto melhor do que Kaiser e fazia as coisas do jeito dele e outras do jeito que o garoto havia pedido.

Usava o soro fisiológico para limpar as feridas, passava pomada dentro e fora do machucado que fazia-o arder em uma dor constante, haviam algumas pilulas analgésicas dentro do kit e o garoto engolia elas sem água nenhuma, com tudo pronto, o sangramento havia diminuído bastante e o torniquete no braço do garoto estava bem apertado a ponto de estar doendo bastante daquela forma, mas pelo menos não geraria complicações tão cedo, mesmo precisando ser tratado logo. - Só preciso fazer a sutura agora, por sorte nada lhe atingiu algum órgão, teremos um grande caminho até o hospital, ainda não sabemos o que se há dentro dessas paredes e alguém pode voltar. - Ele começava a preparar a linha e a agulha para a sutura esperando apenas uma confirmação do agente que já via sua visão melhorando e logo estaria melhor.


Considerações:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Ficha na Sign

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Raiden Fuji
Narrador
Narrador
Raiden Fuji

Créditos : 26
Warn : I - Auf Der Suche Nach Dem Weg - Página 4 7010
Masculino Data de inscrição : 17/09/2017
Idade : 26
Localização : Las Camp - West Blue

I - Auf Der Suche Nach Dem Weg - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: I - Auf Der Suche Nach Dem Weg   I - Auf Der Suche Nach Dem Weg - Página 4 Empty09.01.18 9:31

I - Auf Der Suche Nach Dem Weg



KAISER HILDERBRAND
Depois de receber o cristal azul de Anna, que era muito bonito por sinal, o outro rapaz que estava conosco começou a realizar os procedimentos, e foi algo que me surpreendeu, eu não sabia muito de primeiros socorros, mas ele parecia saber bem o que estava fazendo, então me despreocupei e o deixei fazer os procedimentos, apenas fechando os olhos e rangendo os dentes em dor, esta que fora bastante aliviada ao término disto, e eu pensaria na hora. - Dor dos infernos, mas depois disso sem mais dores. Esse dia não pode ficar pior do que já está. – E eu não poderia estar mais errado, pois logo o mesmo pegou uma linha e disse que ia ter que fazer a sutura, e em meu íntimo a vontade de chorar veio. - Me fudi, maldito pensamento, para quê que eu fui pensar? – E então pegaria um pano ou algo assim que estivesse próximo, mas caso não tenha por perto, pediria a alguém, já que não estava enxergando direito, apesar de estar um pouco melhor. - Ei, tem alguma coisa aí pra botar na boca, fazer isso sem anestesia vai doer pra caralho. – E então eu fecharia os olhos morderia com força o que eu achasse ou me dessem, e procuraria aguentar da melhor forma a dor de ter uma agulha sendo enfiada em sua pele um bocado de vezes.

Assim que o doloroso processo se encerrasse, eu relaxaria meu corpo, respirando fundo algumas vezes, e após isso abriria meus olhos novamente, mesmo que não pudesse enxergar direito. Além disso, eu sabia que os primeiros socorros não eram suficientes, eu precisava de um médico, e então eu deveria pedir ajuda a meus companheiros. - Ei, vamos lá, eu preciso de um médico. Não me leve a mal cara, mas só isso não vai ser o suficiente para curar meus ferimentos. Mas eu vou precisar que me ajudem, ainda não estou conseguindo enxergar direito, vou precisar que alguém me ajude a andar. – Diria, mas tentando não parecer ingrato mediante a ajuda que a pouco recebi. Assim que estivéssemos prontos, deveríamos sair logo do local, pois não sabíamos quando os outros homens chegariam, e quando me fosse dada a oportunidade de ser apoiado, embora eu preferisse que Annabele me ajudasse, começaria a andar independente de quem estivesse me ajudando, mas se fosse ela a me ajudar, tentaria aproximar meu rosto de seu pescoço e dar o famigerado cheirinho no cangote, e caso suas reações fossem escandalosas, somente riria, mas caso ela me agredisse, daria uma risada sem graça e depois diria. - Tá bom, parei. Não precisa me bater.

Durante o caminho, eu procuraria estar atento ao que meus ouvidos viriam a captar, para que pudéssemos descobrir o que aconteceu após o estouro que me fez apagar ao final de nossa missão, e se possível, algo sobre o agente Roger, pois não sabíamos o que aconteceu a ele e aos outros integrantes da missão. Além disso, eu tentaria mover minha cabeça sempre que possível, e também focaria minha visão em algum lugar, tentando enxergar alguma coisa, através da minha visão provavelmente embaçada, isso era algo que eu esperava passar logo, pois era uma condição que me deixava muito a mercê de outros.

Depois que chegássemos ao hospital, deixaria que meus companheiros se pronunciassem por mim, só queria falar com o médico que viria me atender, e ao chegar neste, explicaria como meus ferimentos haviam acontecido. - Ei doutor, estava lutando contra um cara, não sei se ele era um pirata ou revolucionário, mas o matei no final, mas ele me feria na costela dos dois lados, no ombro e nas costas, e estou com a visão meio ruim, o que pode fazer por mim? – Perguntaria, de forma firme. - E outra coisa, eu estava em uma missão de escolta a um nobre e fomos atacados, sabe me dizer o que aconteceu nessa ilha? Depois da explosão não soubemos de mais nada. – Perguntaria, mesmo que tivesse escutado algo nas ruas, era melhor ter uma informação direta.

Legendas:
Fala Kaiser
Pensamento Kaiser

Histórico:
 

Objetivos:
 

HP: 44 | 44 SP: 46 | 62 POSTS: 19 POST EDC: 06

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Objetivos Futuros:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Achiles
Sargento
Sargento
Achiles

Créditos : 47
Warn : I - Auf Der Suche Nach Dem Weg - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 01/09/2017
Localização : The Wonderful Land - 1º Rota

I - Auf Der Suche Nach Dem Weg - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: I - Auf Der Suche Nach Dem Weg   I - Auf Der Suche Nach Dem Weg - Página 4 Empty09.01.18 16:49


Kaiser Hilderbrand


O homem escutava o seu pedido sobre algo para colocar em sua boca, ele pegava o cinto que estava com o guarda morto, dobrava-o e colocava no meio dos dentes do agente. - Vou contar até três. Um... Dois... - E no meio de sua contagem perfurava a sua pele com a agulha pegando de surpresa Kaiser que esperava o três. A agulha lhe passava uma sensação mais do que ruim, o couro entre seus dentes absorvia o impacto de sua mordida, não demorava um minuto até que a sutura havia sido completa em um dos seus ferimentos. Anna ouvia os gemidos de dor de Hilderbrand e ficava meio angustiada, mas com sua lança cuidava da passagem vigiando o corredor a sua frente.

Era a mesma coisa para os outros ferimentos, a dor agoniante e o desejo de estar morto de estar fazendo aquilo sem uma anestesia e a cada perfuração a dor ficava pior aumentando e aumentando, a sensação dava uma dor de cabeça e parecia que iria desmaiar. Quando o último ponto era dado, a sensação de alívio tomava conta dos dois, o suor escorria pelo corpo do agente, o calor constante e sua cabeça ia para baixo cansado do que estava sentindo. O garoto de cabelos castanhos recuava e também suspirava. - Acabamos por aqui, agora temos que ir.
Sim, seu estado ainda não é dos melhores, temos que te levar para um médico. Eu te ajudo enquanto a Anna lidera o caminho.
- E assim o garoto o ajudava a levantar e começavam a andar pelo corredor de paredes amareladas, Anna carregava as espadas e o revólver, o que mais deixava curioso sobre aquilo é que estava faltando um companheiro deles e Roger, para onde tinham o levado?

O calor daquele lugar era constante e não parecia estar passando tanto ar para o calor estar daquele jeito, conforme iam seguindo pelo corredor começavam a escutar alguns passos bem distantes e algumas palavras, era quando havia alguns armário mais a esquerda e um contentor de lixo de metal que não cheirava e parecia estar vazio. Ouvia-se passos começando a vir em sua direção e eram pelo menos três pessoas. Rapidamente Anna pensava em algo. - O lugar é muito fechado para termos uma batalha aqui, entrem no contentor. - A garota era a primeira a entrar e mantinha-o aberto.

Com a ajuda do garoto, Kaiser entrava e ele em seguida, Anna entrava por último ajeitando as armas para dentro do mesmo e fechando. Os passos ficavam cada vez mais altos e abafados, o calor aumentava e podiam sentir um pouco do cheiro de dentro do objeto, era fedido e podre, haviam algumas marcas de arranhões e objeto orgânico. Os homens passavam direto sem suspeitarem deles estarem dentro e não diziam nenhuma palavra. Assim que os passos começavam a ficar baixos mais uma vez, Annabellle sussurrava. - Nós teremos que apertar os passos agora antes que eles vejam o guarda e descobram que escapamos. Vamos! - A garota saia por primeiro e em seguida saia Kaiser agarrando a ele para conseguirem andar, a visão do garoto já estava boa novamente e o Castanho fechava o contentor do mesmo jeito que estava antes, as armas nas costas de Anna e eles seguindo pelo caminho, no meio do caminho, Hilderbrand tentava dar um cheiro no cangote, conseguia rapidamente e a garota olhava estranhamente para ele. - É bom que esteja delirando. - O seu cheiro era de suor combinado com um perfume doce bem fraco.

Quando saiam do corredor estavam em uma sala enorme, haviam homens armados por todos os lugares fazendo a guarda por ali, dois na porta, quatro andando e mais três no andar de cima, uma escada central com um tapete era estendido por ali. Haviam alguns sofás e balcões espalhados com um grande lustre e outras lâmpadas dando iluminação para o local, era tudo chique, mas podia se ver o chão sujo de pedra e outros tipos de detritos derivados da explosão, pelo que parecia estavam dentro da mansão.

Os dois olhavam para Kaiser, o clima estava mais fresco. - Temos que achar apenas uma saída e avisar aos superiores. - Sussurrava Anna enquanto os três estavam escondidos atrás de um balcão com as armas para baixo para que não fossem vistos. - Ou podemos achar Roger e o nobre. - Ambos esperavam que Hilderbrand tomasse a decisão correta e fizesse a estratégia vendo que os dois não concordavam com as suas ideias.


Considerações:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Ficha na Sign

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Raiden Fuji
Narrador
Narrador
Raiden Fuji

Créditos : 26
Warn : I - Auf Der Suche Nach Dem Weg - Página 4 7010
Masculino Data de inscrição : 17/09/2017
Idade : 26
Localização : Las Camp - West Blue

I - Auf Der Suche Nach Dem Weg - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: I - Auf Der Suche Nach Dem Weg   I - Auf Der Suche Nach Dem Weg - Página 4 Empty09.01.18 21:55

I - Auf Der Suche Nach Dem Weg



KAISER HILDERBRAND
Assim que acabou o processo mais doloroso da minha vida, finalmente estava pronto para deixar o lugar onde acabei parando depois da explosão que fodeu com a nossa missão, mas nada parecia ser fácil comigo, e passos começaram a vir em nossa direção, mas felizmente Anna conseguiu pensar rápido, e acabamos entrando em um contentor, o que foi feito com certa dificuldade por mim, já que agilidade passava longe de mim com aqueles ferimentos, mas com sorte estávamos todos dentro do objeto antes que os passos nos alcançassem, e quando o fizeram, passaram direto por nós, já que nós sequer nos mexíamos, pois a chance de nos movimentarmos e os homens percebessem era bem grandes, mas o mais desfiante foi ter de aguentar o cheiro pútrido que havia dentro daquela coisa. - Mas que porra de cheiro é esse? Parece que alguém morreu e esqueceram de enterra. – Pensaria, já que falar estava fora de questão, mas por sorte os homens pareciam estar com pressa pois logo o barulho dos passos foi diminuindo, então com um sussurro de Anna, logo saímos do contentor podre, e evitando ao máximo sermos rápidos e silenciosos, e isso era uma tarefa nada fácil.

Assim que todos nós estávamos fora, pude perceber uma melhora na visão, mas o resto do meu corpo continuava na mesma, ou seja, a situação praticamente em nada mudara, era o mesmo que ter uma lamborghini com um motor de um santana quebrado, e isso em nada me adiantava no momento. Ignorando essa questão, que eu esperava estar resolvida em pouco tempo, percebi que, pelo menos, uma coisa estava a meu favor, era Anna que me ajudava a me locomover, e aproveitando a chance, cheirei seu cangote, o cheiro me era agradável, combinando um perfume feminino já fraco e um pouco de suor, algo que era normal, devido a situação que nos encontrávamos, e sua reação me foi inesperada, mas bastante engraçada, no entanto não poderia perder tempo falando nada, estávamos no meio de uma situação complicada pra caralho, já foi um exagero fazer tal coisa agora.

Após isso, o silêncio reinou, até que saímos do corredor, e demos de cara com um salão, onde diversos guardas estavam de guarda, a grande quantidade destes me deixou intrigado. - Quem será que é o maldito que está por trás de toda essa merda? Não é comum ter tantos guardas assim apenas de vigia. – Pensaria eu, pois não me sentia seguro o suficiente para falar, temia que se o fizesse poderia me pôr em risco junto de meus companheiros, mas então percebemos que estávamos na mansão, onde deveríamos ter feito a entrega do nobre, com uma localização real de nossa localização atual, nos seria possível agora pensar em um plano, este que seria complicado, visto que meus dois companheiros não concordavam em suas ideias, então eu precisaria tomar a dianteira e fazer o que era preciso.

- Certo, primeiro temos que ter nosso objetivo em mente, e me desculpe Anna, mas não vou desistir dessa missão no meio, precisamos ter a certeza de como o nobre, que é o nosso cliente, está, e se houver algum problema, ou não o encontrarmos, contataremos os superiores. – Diria de forma firme, naquele momento precisávamos nos unir, então juntando as duas ideias, deveria ser um bom plano. - Agora o problema é escaparmos desse lugar, esse maldito lugar está completamente lotado de guardas. – Voltaria a dizer, somente para pôr em palavras a nossa situação, que era horrível atualmente, até que uma luz apareceu em minha mente. - Já sei!! – Diria para meus companheiros, mas se por conta da empolgação minha voz saísse mais alta que o planejado, poria minhas mãos sobre a boca, e ficaria alguns segundos em silêncio.

- Podemos fazer o seguinte, vamos voltar e nos esconder no contentor, mas pelo lado de fora, já que depois de ver o corpo de guarda morto, aqueles caras vão voltar correndo para cá, e quando ele estiverem passando por nós, os abordamos. Anna pode nos dar um apoio de média distância, e nós dois os abordamos, e podermos nossas armas em seus pescoços. – Voltaria a dizer, mas parando para recuperar o fôlego. - E então, mandaríamos ele nos deixarem passar se não quisessem morrer. Estamos num momento desesperado, então precisamos tomar medidas desesperadas. – Diria, e após isso, indicaria a direção que deveríamos ir com a cabeça.

Quando chegássemos no local que planejamos, nos esconderíamos, usando o objeto que estávamos dentro antes, e agora nos dava uma cobertura, nos permitindo surpreendê-los. Assim que os passos se tornassem bem altos, eu balançaria a cabeça de forma afirmativa, dando início ao plano, e então seria o primeiro a me levantar, sem esperar os outros dois. - Parados aí, não se mexam se não quiserem morrer. – Eu diria me aproximando, com minha katana em riste, esta que pegaria com Anna antes de dar início ao plano. Asim que eu tivesse espaço suficiente para pôr minha lâmina no pescoço de um dos homens, o faria, enquanto olharia de forma firme para este, indicando que não era algum tipo de brincadeira. - Sem gracinhas, vocês vão nos deixar passar por esses seus guardas, até estarmos livres desse lugar, a não ser que queiram morrer. E se fizerem qualquer movimento, vocês vão morrer, não me importa o que seja. – Diria de forma dura, não queria dar uma brecha sequer para que pudéssemos correr algum perigo. Tanto que se mexessem de qualquer forma, empurraria minha katana na direção de sua garganta, até que um filete de sangue começasse a escorrer. - Acha que eu estou brincando? Estão afim de morrer? – Se não interrompessem o movimento, sem pena alguma, eu faria o movimento necessário para que minha lâmina perfurasse completamente a garganta do homem que eu mantinha de refém, e depois me viraria para o outro. - Espero que seja mais inteligente que seu amigo, então, o que vai ser? – Se a ocasião se repetisse, diria de forma melancólica. - Parece que eu me enganei. – Logo em seguida o mataria da mesma forma.

Se em algum instante os homens se dispusessem a nos levar para fora da mansão, eu primeiro perguntaria. - Onde está o dono desse lugar, está com vocês? – Tendo a resposta ou não, eu daria a ordem para meus companheiros levarem os homens. - Anna, você fica atrás, fique atenta a qualquer movimento desses desgraçados, eu levarei o da direita, e você o da esquerda. – Diria, para formar uma formação básica, para os ameaçar, mas também tentando nos manter seguros. - Agora andem! – Diria aos homens, começando a andar também, para finalmente escapar daquele lugar.

Se os dois homens preferissem morrer, ou eles não aparecessem no local, eu teria de montar uma outra estratégia, e então, outra ideia surgiria em minha mente, e eu a explicaria para meus companheiros. - Eu tive outra ideia, façam o seguinte, primeiro joguem algumas pedras ali naquele vidro da direita, onde não tem ninguém, para atrair a atenção dos guardas, e enquanto isso, daremos a volta pelo lado esquerdo, e se preciso, atirador dê bons tiros neles, eu não tenho pontaria alguma, então não vou poder ajudá-los nesse caso, e me desculpa cara, eu esqueci teu nome. – Diria meu novo pleno, e coçaria a parte de trás da cabeça, sem graça ao falar para meu companheiro que não lembrava seu nome. E então diria a eles para começar a estratégia, veria eles jogando as pedras no vidro, e esperaria alguns segundos para ver se a distração fora efetiva.

Se sim, correríamos como o planejado, e diria ao moreno para atirar em qualquer guarda que estivesse na porta, no impedindo de passar, além de me atender para caso algum outro guarda usar arma de fogo. Se algum tiro viesse em nossa direção, eu tentaria usar minha katana com o braço bom, e bloquear, o disparo, mesmo que fosse com minha mão ruim, apesar de acabar sofrendo por estar utilizando minha mão ruim, era melhor do que ter uma bala alojada em minha carne. - Vamos, corram o mais rápido que puderem!! – Gritaria para meus companheiros, também buscando ignorar meus ferimentos e faria o mesmo. Mas caso ainda estivéssemos presos na mansão, diria ao atirador. - Foque nos que têm armas de fogo, o resto a gente resolve depois. – E assim esperaria que os que mais nos ofereciam perigo se fossem para que voltássemos a correr.

Mas se os guardas não fossem pegos na distração, diria ao moreno. - Veja se consegue identificar os que têm armas de fogo, eliminando esses, devemos conseguir escapar sem outros problemas. – E então esperaria que os malditos estivessem mortos, e gritaria para ambos. - Vamos, é a nossa deixa!! – E dessa forma me poria a correr.

Assim que estivéssemos fora do alcance dos guardas da mansão, pediria a meus companheiros. - Preciso que... me levem... ao hospital. – Diria com certa dificuldade, pois não deveria ter feito tais coisas no meu estado atual, mas torcia para não desmaiar antes de chegar ao local, o que poderia ser inevitável, mas se por sorte não o fizesse, esperaria chegar no médico e falaria somente com este. - [color=#2E8B57Ei doutor, estava lutando contra um cara, não sei se ele era um pirata ou revolucionário, mas o matei no final, mas ele me feria na costela dos dois lados, no ombro e nas costas, mas depois precisei fazer outras coisas, que não devia ter feito com esses ferimentos, mas foi necessário, o que pode fazer por mim?[/color]

Legendas:
Fala Kaiser
Pensamento Kaiser

Histórico:
 

Objetivos:
 

HP: 44 | 44 SP: 46 | 62 POSTS: 20 POST EDC: 06

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Objetivos Futuros:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




I - Auf Der Suche Nach Dem Weg - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: I - Auf Der Suche Nach Dem Weg   I - Auf Der Suche Nach Dem Weg - Página 4 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
I - Auf Der Suche Nach Dem Weg
Voltar ao Topo 
Página 4 de 9Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: West Blue :: Las Camp-
Ir para: