One Piece RPG
Mau presságio - Página 20 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Sidney Thompson
Mau presságio - Página 20 Emptypor Zed Hoje à(s) 01:19

» Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas
Mau presságio - Página 20 Emptypor Fukai Hoje à(s) 00:49

» Seasons: Road to New World
Mau presságio - Página 20 Emptypor Ravenborn Hoje à(s) 00:26

» Hello darkness my old friend...
Mau presságio - Página 20 Emptypor Zed Hoje à(s) 00:09

» Phantom Blood
Mau presságio - Página 20 Emptypor Licia Ontem à(s) 23:50

» [M.E.P]Kujo
Mau presságio - Página 20 Emptypor Kujo Ontem à(s) 23:42

» [Mini-Aventura] A volta para casa
Mau presságio - Página 20 Emptypor Ryoma Ontem à(s) 23:30

» Enuma Elish
Mau presságio - Página 20 Emptypor Thomas Kenway Ontem à(s) 23:07

» [E.M] - Gostosuras e Travessuras
Mau presságio - Página 20 Emptypor Blum Ontem à(s) 22:44

» Xeque - Mate - Parte 1
Mau presságio - Página 20 Emptypor Ceji Ontem à(s) 22:22

» Ain't No Rest For The Wicked
Mau presságio - Página 20 Emptypor Hoyu Ontem à(s) 22:00

» BOOH!
Mau presságio - Página 20 Emptypor Oni Ontem à(s) 21:35

» [LB] O Florescer de Utopia III
Mau presságio - Página 20 Emptypor Kekzy Ontem à(s) 21:27

» Apresentação 6 ~ Falência Bombástica
Mau presságio - Página 20 Emptypor Furry Ontem à(s) 21:24

» Meu nome é Mike Brigss
Mau presságio - Página 20 Emptypor Oni Ontem à(s) 21:07

» The One Above All - Ato 2
Mau presságio - Página 20 Emptypor Thomas Kenway Ontem à(s) 21:07

» Que se ascenda o fogo!
Mau presságio - Página 20 Emptypor ADM.Tidus Ontem à(s) 21:01

» Mise en place
Mau presságio - Página 20 Emptypor ADM.Tidus Ontem à(s) 21:01

» [MINI - Gates] O Pantera Negra
Mau presságio - Página 20 Emptypor Ryoma Ontem à(s) 20:46

» [M.E.P - Gates] O Pantera Negra
Mau presságio - Página 20 Emptypor Ryoma Ontem à(s) 20:44



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 Mau presságio

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1 ... 11 ... 19, 20, 21  Seguinte
AutorMensagem
Raizen
Administrador
Administrador
Raizen

Créditos : 60
Warn : Mau presságio - Página 20 10010
Masculino Data de inscrição : 18/04/2011
Localização : Grand Line – 6ª Rota – Alabasta

Mau presságio - Página 20 Empty
MensagemAssunto: Mau presságio   Mau presságio - Página 20 EmptyTer 21 Nov 2017, 17:42

Relembrando a primeira mensagem :

Mau presságio

Aqui ocorrerá a aventura do(a)s Piratas Draguren Hynno e Doppio Pannacotta. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________



[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] l [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]



Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | Mudanças Importantes | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]



Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
PepePepi
Membro
Membro


Data de inscrição : 15/03/2013

Mau presságio - Página 20 Empty
MensagemAssunto: Re: Mau presságio   Mau presságio - Página 20 EmptyQui 24 Maio 2018, 22:24

Narração

Clima: Chovendo ~começando a parar no final do post~
Local: Ilha Aracne


Piromaníaco

Esperou pelo médico aparecer, o mesmo demorou mais do que o piromaníaco desejava. Estava sentindo-se cada minuto mais fraco. Tobio sugeriu que deitasse com as costas para cima, para a pressão ajudar um pouco contra o sangramento todo que estava ocorrendo ali. Tobio também aos poucos arrastou Yoki para fora da chuva, descendo a mesma pelas escadas enquanto Draguren falava sozinho.

Fragiem chegou um bom tempo depois, usava guarda de chuva, não satisfeito, ainda estava com um guarda chuva e uma mochila. Viu os corpos, viu o espeto de cabeças e balançou a cabeça negativamente. - Tanto trabalho desperdiçado. - Foi então que o piromaníaco mostrou suas costas para o médico, a chuva começava a diminuir e o médico falou bem tranquilo apesar da situação séria que parecia estar a sua frente. - Vamos entrar, precisarei de uma mesa ou cama para tratar tudo isso. - O médico então aos poucos foi retirando as balas, fazendo curativos em cada ferimento do pirata. O procedimento foi lento, pois o médico falou que não seria bom errar naquela situação. Quando terminou ainda alertou o pirata. - Sei que não irá ficar parado ainda, mas recomendo que repouse depois por pelo menos um dia ou dois antes de entrar em outra batalha dessas. Enquanto era tratado percebia que a visão de seu olho finalmente voltava ao normal.

Quando acabou, o pirata falou para que tratasse Yoki que também havia levado um tiro. Enquanto isso, foi pegar as armas dos mortos, espólios da batalha, a espada do homem era bem inferior a sua. A pistola de Rory era uma porcaria, não se admira que havia sobrevivido mesmo com o caçador tendo descarregado a mesma no pirata. No entanto, ainda notou que a pistola não tinha mais balas. Já o rifle que atingiu suas costelas era um pouco melhor, mas era notoriamente inferior as armas que o diabrete fabricava por exemplo. Foi então que Fragiem saiu da parte inferior do navio com seu trabalho concluído e o piromaníaco pediu que o médico o ensinasse sobre toxicologia no interior do navio, mas o médico recusou. -  Ali dentro não há nada que eu possa utilizar para te ensinar sobre isso. Vamos até o meu escritório que consigo te ensinar bem melhor. - O piromaníaco ouvindo isso, falou para Tobio que iria avisar os homens que acabou o trabalho ali e saiu com o médico até o escritório, onde aprendeu toxicologia em uma boa aula com vários venenos, principalmente de aranhas. Pagou o médico e então partiu finalmente para o santuário.

A chuva estava finalmente mostrando sinais de que iria começar a parar quando entrou no santuário. O único lá era Ricard. Jogou a cabeça dos três caçadores no chão e avisou o mesmo de que o contato dele estava morto. - E você trouxe a arma dele para mim, quanta delicadeza. - Falou Ricard ao ouvir sobre a morte do homem. Porém o piromaníaco continuou falando, sobre o navio e sobre querer aprender sobre armadilhas.- Bem... se não for problemas serem armadilhas para humanos eu posso ajudar nisso.


Diabrete

Nervoso como sempre, o diabrete xingou o caçador e se glorificou, nenhuma novidade para o homem-doninha que ali estava. Doppio, apesar de surpreso com a velocidade, pareceu não se importar com isso naquele momento e deu um simples tiro na direção do peito da doninha diferenciada que estava na sua frente. Apesar de ser rápido, aquilo ainda era um tiro na maior região de seu corpo. A bala não pegou exatamente onde o diabrete queria, mas pegou. Gregory no entanto não só havia feito um movimento de esquiva, como o transformou em um movimento de arrancada para começar a correr até o diabrete e o tritão. O cozinheiro estava longe caído no chão, mas se levantando aos poucos. O segundo tiro, que foi dado logo em seguida do primeiro, por ter mirado em um alvo bem pequeno, olho esquerdo do mesmo, foi fácil de ser desviado. A cabeça de Gregory no formato doninha era bem pequena, não foi necessário um movimento muito amplo de seu pescoço para desviar do tiro.

Então enquanto o homem-doninha se aproximava, o diabrete continuou atirando. A maioria dos tiros acertavam, mas nenhum acertava exatamente onde ele queria. Gregory já estava bem mais próximo. Doppio falava com o tritão e com Gregory, que o ignorava completamente ainda correndo em sua direção, claramente o caçador não se importava com nada que o pirata falava. O pirata não era de confiança para tal.

O tritão entrou no caminho dos dois e foi rapidamente acertado pela garra gigantesca de Gregory bem no peito, aquilo surpreendeu até mesmo o diabrete por um instante, pensava que o príncipe conseguiria realizar algo a mais do que aquilo, porém no ataque aparentemente o caçador conseguia agir mais rápido. Gregory não finalizou o tritão, na verdade, parecia ignorar o mesmo sabendo que a ameaça real ali era o diabrete. E não estava errado, todos os movimentos realizados por Gregory até então estavam sendo observados por Doppio, as esquivas, o jeito de avançar e assim cada tiro ficava mais próximo de acertar onde realmente queria. Entendera o fato do caçador ser realmente novo com aquela akuma no mi, os movimentos eram completamente anti-naturais para uma doninha, até então havia atirado sabendo que aquele ser era um humano, mas então percebeu que no final das contas ele provavelmente era mais perigoso naquela forma hibrida que estava antes, nessa forma seus movimentos acabavam se tornando menos apropriados para a dinâmica corporal que deveria realmente existir. Claro, isso não eliminava o fato de Gregory ser bem mais rápido que Doppio e o alvo ser bem menor que a forma híbrida, e por isso somente quando o caçador estava na sua frente com ambas as garras gigantescas prontas para acertar o diabrete, que o pirata viu o momento perfeito para dar um tiro realmente certeiro no homem-doninha. Infelizmente para isso tinha certeza que não conseguiria desviar a tempo das garras, mas tomou a decisão e acabou sendo acertado ao mesmo tempo que o tiro acertava o peito de Gregory com toda a força. As garras haviam formado um corte em X no peito do diabrete e apesar da dor que sentira imediatamente, acabou percebendo que na verdade era mais como um corte que ardia, não um corte doloroso. Não sentia sangue ou qualquer coisa do tipo saindo do ferimento, ao olhar para baixo percebeu que a roupa apesar de rasgada, somente mostrava seu peito no local onde estava cortado, sem sinal de sangue.

Quando Gregory caiu a sua frente, tinha certeza que havia matado o caçador com um bom tiro no peito. Ouviu então o cozinheiro gritando, não de raiva, de tristeza, ele acabou ficando de joelhos olhando fixamente para o corpo inerte de Gregory. A força de vontade do cozinheiro havia acabado por ali. Foi então que o diabrete percebeu que começava a diminuir a intensidade da chuva.


Caçadores:
 

"Aliados Temporários":
 

Aliados:
 

Ferimentos:
 

Ganhos e Perdas:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
OverLord
Pirata
Pirata
OverLord

Créditos : 31
Warn : Mau presságio - Página 20 4010
Masculino Data de inscrição : 31/03/2012
Idade : 23

Mau presságio - Página 20 Empty
MensagemAssunto: Re: Mau presságio   Mau presságio - Página 20 EmptySex 25 Maio 2018, 01:51


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
"Como você venderia a morte? Literalmente a experiência definitiva! Sem seguro, sem enjoo, sem discussão, uma viagem só de ida"
Post: 66 | Localização: Ilha Aracne




Bem, Poe estava demorando para trazer Fragiem, as costas ainda ardiam e Tobio dava um conselho, que Hynno ignorava. Se deitar com as costas para cima. Um tempo havia se passado, o médico surgia, de guarda chuva e mochila, ele parecia negativo com todo aquele trabalho que teve, para depois, os pacientes dele morrerem. Na hora que mostrava suas costas para Fragiem, aquela chuva diminuía, finalmente poderia tacar fogo em algo, sem se preocupar com a água apagar a sua arte. O médico chamava o psicopata para adentrar na embarcação, para conseguir trabalhar nas costas de Hynno. Lá dentro, Fragiem retirava as balas, fazia curativo em tudo, demorava um tempo e então, ele avisava para Hynno: - Sei que não irá ficar parado ainda, mas recomendo que repouse depois por pelo menos um dia ou dois antes de entrar em outra batalha dessas. Após aquela sugestão, finalmente sua visão retornava ao normal, os ferimentos derivados a batalha contra Darius, havia se passado. Adeus ferimentos velhos, olá ferimentos novos. Mandava Fragiem cuidar dos ferimentos da garota e enquanto isso, fazia a limpa dos mortos e o que conseguia era: Uma espada, uma pistola sem munição, que ainda por cima, era ruim. E por fim, um Rifle.

Requisitava para Fragiem um aprendizado sobre Toxicologia e o mesmo recomendava para o psicopata, o acompanhar até o escritório dele, pois segundo o médico, dentro do Peste Negra, não havia nada que pudesse utilizar para ensinar o pirata. Com o aviso dado para Tobio, os dois saiam até o escritório do médico, lá o mesmo ensinava para Draguren sobre Toxicologia e no final, ia para o santuário, onde apenas o velho estava lá e jogava as cabeças e avisava sobre o cara. Não sabia se estava se importando ou não, Hynno também pedia alguém para lhe ensinar sobre armadilhas, Ricard dava uma alternativa, ainda era o foco e o objetivo do psicopata, por isso, o piromaníaco topava, se aproximando do velho para aprender.

Após o aprendizado, Hynno entregaria junto com o dinheiro, a espada do morto e diria para Ricard: - Não se esqueça. Quero... Digo, gostaria que alguém que soubesse construir uma cozinha num navio, fosse lá para fazer uma.. E então, puxaria sua máscara, deixaria ela em cima, deixando o rosto finalmente descoberto e do bolso retiraria um cigarro, onde o levaria com o indicador e o do meio, da mão direita até a boca, onde seguraria para o cigarro não cair no chão e então, com a esquerda, pegaria um isqueiro, onde levaria o seu polegar até aquelas roldanas e pressionaria para baixo, para causar as faíscas e a chama surgir. Com o isqueiro funcionando, levaria até a ponta do cigarro, onde com a mão direita, faria uma cabana para o fogo acender direito seu cigarro e feito aquilo, tiraria o polegar da roldana e guardaria o isqueiro. – Bem, vou indo nessa, até a próxima, Ricard. Se lembre de mim, Draguren Hynno. Diria, com os dentes pressionando o cigarro para que, durante a fala, não caísse. Era a primeira vez que fumava, mas já havia visto diversas pessoas fazendo isso e então, saia do santuário, fechando a porta assim que saísse e com dois dedos da mão direita, retirava o cigarro da boca sem antes dar uma tragada e soltaria a fumaça para cima, olhando para o céu escuro. – Poe, vá para aquele lado e comece a espalhar que Daniel, Louis e Rory estão mortos. Apontava especificamente para onde havia visto o akumado e Taylor. – Depois vá para o navio.

Hynno então, colocava o cigarro de volta na boca e caminhava até Peste negra, com sua Ymir na bainha, só que antes, relembrava que Aiko também estava no grupo pirata e ia até Fragiem. Se a garota estivesse acordada, diria para a mesma: - Vamos, mexa suas perninhas, tudo acabou, falta apenas Gregory e o cozinheiro, que Doppio está cuidando. Tomamos o navio também. O psicopata então, caminharia de volta para Peste negra. Em todo momento, permaneceria com aquele olho que até agora pouco estava ruim, fechado. Fingiria que ainda não havia melhorado. Se Aiko estivesse dormindo ainda, pegaria seu rifle recém adquirido e olharia para o buraco dos cartuchos, para ver quantos disparos poderia dar e então, destravaria a trava e miraria na garota. – Aiko, acorde. Se Fragiem interferisse, Hynno diria para o mesmo acordar ela e mandar Aiko para o navio. Por fim, travaria novamente o Rifle e partiria para Peste Negra. Se a garota acordasse sobre a mira da arma, diria para ela: - Não vou explicar como acabou assim, mas, os caçadores estão todos mortos praticamente. Vamos para o navio agora. E então, iria até o Brigue, com a arma novamente travada e guardada.

Na embarcação, ficaria encostado numa parede, repousando enquanto relaxava com aquela paisagem e o cigarro. Fitaria seriamente para Yoki e a questionaria, num tom que se enquadrava com a fitada. – Me clareie uma coisa, Yoki. “Desculpa, eu não sei porque eu fui contra vocês”. Suponho que você tenha dito para os caçadores.. Novamente, daria um trago em seu cigarro e esperaria uma explicação da garota, caso ela não conseguisse dar uma ou falasse a sua explicação, questionaria a mesma: - Se você pudesse falar um pecado, sabe, Ira, luxúria, etc.. Para as suas ações e para você, qual seria? Do nada havia falado aquilo sobre pecado capital, Hynno tinha uma ideia, ideias na verdade, mas para isso, necessitava de descanso e aquilo, era uma distração para Draguren.






Objetivos:
 

Contador do piromaníaco:
 

Histórico:
 

Obs para avaliador:
 

____________________________________________________

- Fala
* Pensamento
- Fala da Plateia

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

R.I.P:
 


Chibis:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
PepePepi
Membro
Membro
PepePepi

Créditos : 140
Warn : Mau presságio - Página 20 10010
Data de inscrição : 15/03/2013
Localização : Utopia - 7ª rota

Mau presságio - Página 20 Empty
MensagemAssunto: Re: Mau presságio   Mau presságio - Página 20 EmptyDom 27 Maio 2018, 02:04

Narração

Clima: No máximo garoando
Local: Ilha Aracne


Piromaníaco

A sorte estava do lado do piromaníaco naquele segundo. Ricard sabia sobre armadilhas e aceitou ensiná-lo por seu devido preço. No final do extenso aprendizado, acabou lembrando o velho sobre alguém para cuidar da cozinha do navio. - Vou achar alguém, mas não será de graça. - Nesse momento o pirata ligou o foda-se para a saúde e começou a fumar, isso porque a pouco tempo atrás o médico mandou ele descansar. – Bem, vou indo nessa, até a próxima, Ricard. Se lembre de mim, Draguren Hynno. - Ao sair e olhar para o céu, percebeu que a chuva estava basicamente finalizada. Mandou o corvo avisar da morte dos outros três na direção que havia visto o akumado e o cozinheiro e finalmente partiu para o escritório do médico.

Chegando lá viu que Aiko estava dormindo. Retirou seu rifle, verificou que ainda possuía balas para isso e apontou para a menina, mandando ela acordar. Foi então que ouviu o médico falando. - Durante o aprendizado tão inteligente, você sofre com algum distúrbio mental ou tem problema de memória? - Falou se aproximando e empurrando o rifle para longe. - Ela não iria acordar com você mandando e muito menos conseguiria se mexer para ir até o navio no estado que está, ela E VOCÊ pelo que me lembro de ter falado, precisam de repouso. E ela ainda precisa mais do que você. Aquele veneno não é brincadeira. - O médico então olhou a sua volta. - Tem uma maca aqui, podemos levá-la se quiser.

Assim, após chegarem ao navio. Cansado, Hynno sentou-se apreciando a paisagem na madrugada que não acabava. Fumando, indagou para Yoki sobre ela ter desistido de lutar contra os caçadores. E então fumando novamente perguntou sobre que pecado ela seria. - Pecado? Como assim? - A menina estava com medo da fala do pirata. Aquele sentimento na verdade definia a menina a um bom tempo naquela ilha já. Ela abriu a boca para responder quando uma voz apareceu do lado de fora. - É este navio que eu preciso arrumar?


Caçadores:
 

"Aliados Temporários":
 

Aliados:
 

Ferimentos:
 

Ganhos e Perdas:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
OverLord
Pirata
Pirata
OverLord

Créditos : 31
Warn : Mau presságio - Página 20 4010
Masculino Data de inscrição : 31/03/2012
Idade : 23

Mau presságio - Página 20 Empty
MensagemAssunto: Re: Mau presságio   Mau presságio - Página 20 EmptyDom 27 Maio 2018, 03:16


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
"Como você venderia a morte? Literalmente a experiência definitiva! Sem seguro, sem enjoo, sem discussão, uma viagem só de ida"
Post: 67 | Localização: Ilha Aracne




Após o aprendizado e o pedido para alguém ir arrumar a cozinha da peste negra, Ricard dizia que iria arrumar alguém, mas infelizmente, Hynno teria que pagar e sem se importa, decidiu relaxar, no modo de filmes antigos, com um cigarro. Do lado de fora, percebia que a chuva estava sendo finalizada, finalmente. Dava o comando para Poe e então, seu corvo ia para um lado e seu dono, para outro. Ia para o escritório de Fragiem, fazer com que a garota fosse para Peste negra. Lá, notava que Aiko estava dormindo e então, empunhava o rifle, percebia que nele tinha balas para serem disparadas e então, destravada e mirada na garota, o médico então respondia o psicopata, bem, poderia ser uma crítica ou um xingamento para alguns, mas levava aquilo como um elogio, até sorria para ele perante o que ele havia dito. Fragiem empurrava a arma, ela não estava mais mirando na garota, o médico até avisava sobre o repouso e sobre o veneno das aranhas da ilha não serem brincadeiras. Por fim, ele sugeria levar a garota numa maca e sem pensar duas vezes, o pirata junto com o rapaz, levava a garota para o Brigue, com ela na maca.

Ficava repousado, como Fragiem havia pedido, enquanto fumava, olhava aquela paisagem naquela infinita madrugada, como se ela não quisesse ir embora. Aquele dia estava sendo um dia cansativo e irritante, perante aquelas garotas, principalmente Yoki. Pretendia elimina-la mais cedo ou mais tarde. Aiko tinha serventia ainda, mas Yoki? Provavelmente teria que acabar com ela, pois o prazo de validade dela havia expirado. Tinha um plano para isso e com aquilo em mente, questionava ela sobre algo do nada e sem sentido: Pecados. Não tinha sentido nenhum, e nenhuma conexão com o momento. Ela se fazia de desentendida com a pergunta de Hynno, mas quando ela ia responder, uma outra voz surgia, uma masculina. Questionava se aquela era a embarcação que ele precisava arrumar.

Dava mais uma tragada, soltando a fumaça pelo ar e se levantava lentamente e ia até a borda do navio, onde pessoas podiam entrar e sair e que tinha uma conexão com o porto atracado. – Exato! Esperaria ele subir na Peste negra e então, apontaria para o local que ele deveria fazer o serviço e diria, num tom de desentendido: - Como pode ver, algum psicopata explodiu a nossa cozinha, e esse é o serviço que você fará. Se ele desconfiasse que Hynno havia feito aquilo e que, ele era o psicopata citado, iria sorrir para ele, aceitava aquilo como um elogio, mas também, dava de ombros enquanto mexia suas mãos como se não soubesse de nada e retornaria para o seu canto, se sentando novamente. Quando percebesse que o seu cigarro estava acabando, daria uma última tragada e procuraria jogar para fora, se tivesse brecha para lançar na água, faria isso, se não, iria jogar na terra firme. – Não pense que eu me esqueci.

Diria para Yoki, fitando a mesma e com o rifle em mãos já, destravado, pronto para atirar, mas era apenas para assustar. Olhava também, de relance, para os corpos de Daniel e Louis, que ainda estavam no navio, sem cabeças. – Um dia cansativo, mas com recompensas... Como os dois caçadores sem cabeça. Sussurrava o psicopata para sua plateia. – E não se esqueça da cabeça de Steve que deve estar em algum lugar do navio, e o corpo de Rory, que deve ter sido pego pelas aranhas. – Exato. Memento Mori: Lembre-se que você vai morrer. Foi quase o que aconteceu, tanto com Hynno, quanto com Doppio.




Objetivos:
 

Contador do piromaníaco:
 

Histórico:
 

Obs para avaliador:
 

____________________________________________________

- Fala
* Pensamento
- Fala da Plateia

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

R.I.P:
 


Chibis:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
PepePepi
Membro
Membro
PepePepi

Créditos : 140
Warn : Mau presságio - Página 20 10010
Data de inscrição : 15/03/2013
Localização : Utopia - 7ª rota

Mau presságio - Página 20 Empty
MensagemAssunto: Re: Mau presságio   Mau presságio - Página 20 EmptyDom 27 Maio 2018, 03:56

Narração

Clima: Parou de chover
Local: Ilha Aracne


Piromaníaco

Tudo ocorreu basicamente como o planejado até certo ponto. Aprendeu a perícia como queria, conseguiu levar Aiko para o navio, não como queria, mas conseguiu. Enquanto descansava e perguntava coisas totalmente aleatórias e sem sentido para Yoki, ouviu um homem perguntando se era aquele navio que ele precisava arrumar. Incrível o serviço de Ricard, mesmo de madrugada arranjara alguém para fazer o serviço. – Exato! - Respondeu o piromaníaco e assim o homem começou a subir, ouviu o homem murmurando uma reclamação consigo mesmo por ter feito uma pergunta idiota, o ex-navio dos caçadores era o único barco ali naquele porto. O homem estava claramente cansado e irritado com o fato de ter sido acordado no meio da noite para fazer o serviço.

Quando o homem subiu, o piromaníaco acabou falando. - Como pode ver, algum psicopata explodiu a nossa cozinha, e esse é o serviço que você fará. - O homem então olhou para o nada e respondeu. - Não sei que poder bizarro você tem para ver no escuro, mas não estou vendo ainda o que você está vendo. - Falou o mesmo andando para frente devagar por causa do medo de cair em algum buraco do convés por causa da suposta explosão que ouviu o dono do navio descrevendo. - Ouvi que tem um psicopata que gosta de tacar fogo nas coisas nessa ilha mesmo. Como que ele se chama mesmo? Ah, sim, El Diablo. Ele está floresta a dentro pelo que ouvi, criando o grande projeto de atear fogo a floreta. Não sabia que atacava no porto. Fez algo para irritá-lo? - Perguntou o homem, mas ele não estava querendo saber de nenhuma resposta, queria simplesmente fazer o serviço e quem sabe voltar para a cama o mais cedo que conseguisse. Assim, quando finalmente chegou em um ponto que conseguia ver a cozinha explodida reclamou.- Puta merda, isso aqui vai dar mais trabalho do que eu pensei. - E começou o trabalho.

Hynno então, gastando tempo, acabou por ameaçar Yoki, nenhuma novidade até então nisso, enquanto terminava o cigarro, fumar era uma novidade na verdade. Quando o homem terminou o serviço, cobrou de Hynno o preço pelo serviço e partiu.


Caçadores:
 

"Aliados Temporários":
 

Aliados:
 

Ferimentos:
 

Ganhos e Perdas:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
ReiDelas
Civil
Civil
ReiDelas

Créditos : 3
Warn : Mau presságio - Página 20 010
Masculino Data de inscrição : 13/08/2015
Idade : 21
Localização : Hospício

Mau presságio - Página 20 Empty
MensagemAssunto: [color=#00688B][/color]   Mau presságio - Página 20 EmptyTer 29 Maio 2018, 02:13

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Guardaria as armas logo após girá-las nas mãos, no mesmo movimento. Enquanto a chuva dava trégua, olhava com desdém para o cadáver; de soslaio para o sobrevivente. — Apague-o, tenho planos pra ele. — Diria para Berthuls. — Leve-o para a cabana de Dina ou não, faça o que quiser. Eu só preciso dele. — E iria ao corpo de Gregory, vasculharia-o com as mãos nuas em busca de tudo de valor — monetário ou não — que carregasse consigo. Quando terminasse, seguiria para a cabana próxima, e vasculharia-a cômodo a cômodo, demorasse o tempo que demorasse, em busca de dinheiro e itens valiosos.

Entraria, por fim, sujando o assoalho com os pés molhados e lamacentos. — Minha parte tá feita. — Se Gerald e Richard não estivessem por lá, indagaria diretamente para Dina, admirando seu rosto e curvas (essas segundas, sutilmente) enquanto falava. — Quem é o fodido do Nico Itori? Tenho um leve pressentimento que esse cara vai ficar puto a respeito do incêndio, mais do que cês já ficaram. — Esperava que ela dissesse algo principalmente a respeito da posição hierarquica do homem, além de sua importância na ilha. No fim, acenaria com a cabeça. — Onde estão os outros dois? Vou aproveitar que fiz a porra do serviço sujo de vocês bem rápido e vou tratar logo de negócios com ele. — Caso me dissesse, por-me-ia a caminhar até a localidade dos homens — ou de um deles — a passos largos.

Assim que encontrasse-o(s), estudaria o local onde estivesse(m); se aposentos privados, bateria na porta e diria meu nome, e por fim entraria se abrisse a porta. Se espaços "públicos", apenas me aproximaria discretamente. — Feito seu serviço. Não sei da parte do Piromaníaco, mas eu eliminei o usuário de Akuma. — Não ligaria das roupas molhadas, deixando-as molhar ou pingar tudo por aí. Não me importava nem um maldito pouco. Passei os dedos na cicatriz sob o olho para acalmá-la. — Meu ato de boa-fé ante o maldito incêndio está feito. Agora, quero tratar de negócios grandes. — Ficaria de pé, não ousando me sentar num sofá com o cu todo molhado.





Calculo de gasto de Energia: 100 – 5 – 15 - 5 + 10 = 85 + 15 = 100 - 5 + 10 - 10 - 5 - 20 + 40 - 10 +10 - 5 + 5 - 10 + 10 - 15 - 35 + 10 + 10= 70




Histórico:
 
[/spoiler]

Principais objetivos:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
PepePepi
Membro
Membro
PepePepi

Créditos : 140
Warn : Mau presságio - Página 20 10010
Data de inscrição : 15/03/2013
Localização : Utopia - 7ª rota

Mau presságio - Página 20 Empty
MensagemAssunto: Re: Mau presságio   Mau presságio - Página 20 EmptyTer 29 Maio 2018, 22:35

Narração

Clima: Parando de chover
Local: Ilha Aracne


Diabrete

Guardando suas armas, olhou para o cozinheiro e falou com o tritão que estava tranquilo com qualquer ação que ele fizesse com o cozinheiro, desde que o mantivesse vivo, o diabrete queria algo com ele vivo. Foi até o cadáver doninha e percebeu que a doninha estava usando um pijama. A cada passo dado na direção do cadáver foi sentindo uma pequena dor aumentando onde ocorreram os "cortes" do caçador.

Foi então até a casa, onde conseguia ouvir gemidos de dor vindo do homem que era provavelmente o dono da casa. Onde vasculhou todos os cômodos e acabou encontrando no total 20.498.000 berries. Na revista pela casa entendeu porque os moradores aceitaram os caçadores, a condição deles era das piores. Claramente já haviam vendido móveis e itens pessoais. Foi então que ouviu o corvo do piromaníaco voando perto da casa falando duas palavras: caçadores, mortos, caçadores, mortos.

Começou a andar na direção do local onde conheceu Dina e a cada passo começava a sentir uma dor ainda mais incomoda no peito onde o suposto corte foi realizado. Abrindo a camisa para ver, perceberia que seu peito estava meio avermelhado no formato em X que levou o golpe e que estava meio inchado também. O tritão sofria da mesma coisa só que era um único corte. Aquela zoan da doninha não era algo comum.

Chegando no local, logo falou: — Minha parte tá feita. - E reparou que somente Ricard estava ali, se espreguiçando. Ele havia deixado a luz do local mais forte e havia várias armadilhas? Algo do tipo espalhadas pelo chão. Reparou então na cabeça dos três caçadores que faltavam jogadas no chão. Percebendo que então todo o serviço estava feito, falou. — Meu ato de boa-fé ante o maldito incêndio está feito. Agora, quero tratar de negócios grandes. - Foi então que Ricard, todo sorridente ao saber da notícia de que todos os caçadores estavam mortos logo foi falando. - Mais negócios? Bom, Gerald me pediu para perguntar se você desejava que a informação sobre você fosse espalhada como "tripulante dos Corvinata" ou se desejaria criar uma marca própria.


Caçadores:
 

"Aliados Temporários":
 

Aliados:
 

Ganhos e Perdas:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
ReiDelas
Civil
Civil
ReiDelas

Créditos : 3
Warn : Mau presságio - Página 20 010
Masculino Data de inscrição : 13/08/2015
Idade : 21
Localização : Hospício

Mau presságio - Página 20 Empty
MensagemAssunto: Re: Mau presságio   Mau presságio - Página 20 EmptyTer 29 Maio 2018, 23:55

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Deve ter veneno nessa merda. Pensei a respeito do corte em X. Por fim, não dei muita importância ao fato no momento; tinha coisas mais importantes diante de meus olhos.

Tripulante? — Não gostei nem um pouco dessa merda. Quis levantar a voz, mas me contive; limitei-me a falar num tom mais rude. — Eu não sou nenhum merda de tripulante. Pelas malditas regras do bando, eu sou o capitão desde Micqueot, quero que isso esteja na notícia também. — Minha boca se retorcia. — Que seja direcionada diretamente à Marinha; não sei de onde raios tiraram essa ideia.

Mas enfim... — Me esforcei ao máximo pra me acalmar, o primeiro traço foi a leve atenuada na voz. — Sim, eu quero minha marca; "Diabrete Artigos para Festas" será o nome. — A ideia de ter minha própria marca de armas era, essencialmente, fascinante. Isso me ajudou a acalmar os ânimos de vez. Continuei. — Farei armas sob encomenda e até mesmo em lotes, se assim meu cliente desejar.

Por fim, tocaria no assunto que mais me intrigava no momento;

Sobre Nico Itori... — Levantei a sobrancelha esquerda. — Ele é o manda-chuva do "submundo" por aqui, certo? — Se estivesse certo, prosseguiria. — Cês não devem gostar muito de agir sob ordens do crápula, hah. — Um leve sorrisinho de canto de boca e um olhar penetrante direto em seus olhos, lançaria. Não diria mais nada, esperava que entendesse o que eu sutilmente dissera.





Calculo de gasto de Energia: 100 – 5 – 15 - 5 + 10 = 85 + 15 = 100 - 5 + 10 - 10 - 5 - 20 + 40 - 10 +10 - 5 + 5 - 10 + 10 - 15 - 35 + 10 + 10 +10 = 80




Histórico:
 
[/spoiler]

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
PepePepi
Membro
Membro
PepePepi

Créditos : 140
Warn : Mau presságio - Página 20 10010
Data de inscrição : 15/03/2013
Localização : Utopia - 7ª rota

Mau presságio - Página 20 Empty
MensagemAssunto: Re: Mau presságio   Mau presságio - Página 20 EmptyQua 30 Maio 2018, 15:26

Narração

Clima: Agradável pós chuva
Local: Ilha Aracne


Diabrete

Apesar da dor que sentia do corte do caçador. Ignorou e seguiu até seu objetivo mesmo assim. Chegando notou que só Ricard estava por ali e realmente não gostou do que o homem lhe falou. Graças a isso, reclamou com o mesmo, falando em um tom bem rude que não era um mero tripulante e sim o capitão. Foi então que viu um sorrisinho de canto de boca do homem mais velho, era claramente irônico para o senhor o pirata ter que se auto afirmar daquela forma.

Então, se acalmando um pouco, o diabrete continuou, falando que adoraria que anunciassem o nome no mercado como:

Diabrete Artigos para Festas

Eis que Ricard na sua situação de negociante pareceu intrigado. - Mas e um desenho? Um símbolo? - O homem se aproximou empolgado do diabrete, de forma clara que não haveria perigo para o pirata. Colocou a mão esquerda nas costas do diabrete e apesar de estarem em um local fechado e parcialmente escuro (a iluminação interna não estava lá muito boa), falou, com sua mão direita para frente, apontando para um canto. - Imagine alguém aparecendo ali com uma metralhadora e começando a atirar como nunca em outras pessoas que estão por ali. - Falou então apontando para outro lado do santuário e depois voltou a atenção para o primeiro canto. - Na arma, o símbolo de que ela foi forjada por você já faz alguns estremecerem com o poder que ela pode conter. Um desenho bem feito pode expandir sua marca muito mais rápido que um nome... - Apesar de não ter falado, ficou claro para o diabrete que Ricard não gostou tanto do nome que o diabrete escolheu, talvez não entendesse o humor do pirata.

Após então um pequeno tempo, percebendo que não havia mais o que falar sobre sua marca, o diabrete perguntou sobre Nico Itori para Ricard. A primeira reação do homem mais velho foi interessante, como se o pirata estivesse meio perdido. Logo em seguida, acabou comentando. - Eu sigo as ordens de Gerald... ele segue as ordens de Sapphira. - O homem parecia meio incerto com a situação que o diabrete propunha. - Não tenho autoridade alguma para planejar algo desse nível. Estava aqui só para concluir nosso tratado. Acho que Gerald não imaginava que vocês eram tão loucos assim. Vá até aquele quarto da estalagem falar com ele sobre isso e aproveite no caminho para pensar sobre o que eu disse sobre algum tipo de desenho, se pensar em algum pode passar para o próprio Gerald. - Apesar da pequena conversa que teve com o homem, foi sentindo que a dor se mantinha constante e forte no "corte" em seu peito. Se olhasse, veria que estava aos poucos ficando mais inchado do que era antes.


Caçadores:
 

"Aliados Temporários":
 

Aliados:
 

Ganhos e Perdas:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
ReiDelas
Civil
Civil
ReiDelas

Créditos : 3
Warn : Mau presságio - Página 20 010
Masculino Data de inscrição : 13/08/2015
Idade : 21
Localização : Hospício

Mau presságio - Página 20 Empty
MensagemAssunto: Re: Mau presságio   Mau presságio - Página 20 EmptyQua 30 Maio 2018, 21:59

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Tsc. Pensei por um instante, incomodado pela dor no peito. Minha maior suspeita era que a doninha produzia algum tipo de veneno. Um desenho... Já tinha uma ideia básica em mente. Viraria-me de costas sem dizer nada, como se, ao encerrar a conversa com o homem, ignorasse sua presença ali. Seguiria para o quarto indicado;

uma vez diante da porta, bateria. Se fosse permitido entrar, giraria a maçaneta e seguiria quarto adentro, fechando a porta atrás de mim. — Me decidi sobre a marca. — Não cumprimentaria-o nem nada, só procuraria um lugar pra sentar, e me sentaria ao achar. — Por que não me serve algo pra beber? Conversar dá sede. — Caso me servisse algo, beberia um gole, sereno. — Bom, o nome será "Diabrete Artigos para Festas" e o símbolo... uma caveira com chifres diabólicos e um buraco de bala na testa. — Beberia novamente. —
E tenho um outro assunto pra tratar, também.

Me acomodaria mais ainda no assento, prosseguindo. — Eu acredito que seu chefe, Nico Itori, vai ficar muito puto quando chegar aqui, por causa do maldito incêndio. — Jogaria verde, pressupondo a posição hierárquica do dito cujo sobre Gerald — através de sua resposta e reação a isso, deduziria se estava certo ou errado. Prossegui. — Acredito que ter exterminado os ratos que lhes sujavam a casa tenha sido um ato suficiente para provar nossa maldita boa fé. — Montei um semblante desconfiado. — No entanto, é fato que seu maldito chefe — Mais uma vez, jogaria verde. — não vai aceitar isso desse jeito, e isso com certeza vai gerar um conflito.

Se Gerald, intencionalmente ou não, afirmasse que Nico tinha uma posição de elevada importância no submundo local — o que daria a ele mais poder nesse âmbito que o próprio a quem falo e seus iguais — cuspiria logo uma verdade em sua cara. — Nesse cenário... — Beberia mais uma vez, parando por alguns segundos e encarando-o nos olhos. — Ele vai morrer.

Colocaria o copo/taça ou o que fosse, de volta num apoio (criado mudo, mesa de centro etc) que estivesse próximo.

Cabe a você decidir se pode fazer isso lucrativo para ambos — Olhei pra ele, e pra baixo, como se indicasse a mim. — Ou gerar prejuízos para ambos os lados. — No mais, esperaria; minha expressão, postura e comportamento eram totalmente neutros e inofensivos, o que facilitava que meu tom de voz e até minhas próprias ideias não demonstrassem agressividade alguma.





Calculo de gasto de Energia: 100 – 5 – 15 - 5 + 10 = 85 + 15 = 100 - 5 + 10 - 10 - 5 - 20 + 40 - 10 +10 - 5 + 5 - 10 + 10 - 15 - 35 + 10 + 10 +10 + 10 = 90




Histórico:
 
[/spoiler]

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
PepePepi
Membro
Membro
PepePepi

Créditos : 140
Warn : Mau presságio - Página 20 10010
Data de inscrição : 15/03/2013
Localização : Utopia - 7ª rota

Mau presságio - Página 20 Empty
MensagemAssunto: Re: Mau presságio   Mau presságio - Página 20 EmptyQui 31 Maio 2018, 01:35

Narração

Clima: Agradável pós chuva
Local: Ilha Aracne


Diabrete

O diabrete começou a se dirigir para a estalagem. Foi quando ouviu o tritão reclamando de dor mais uma vez e parando chamou por Doppio. - Não vou ficar andando com esse maldito aqui desmaiado sentindo essa dor. Estou indo para o escritório daquele médico de antes. - Falou e começou a se afastar aos poucos.

Ao chegar na estalagem, foi ao quarto que era de Gerald e bateu na porta. Ouvindo um estranhado "entre", obviamente, se ele mandou Ricard cuidar da negociação, não esperava por visitas. O diabrete abriu a porta e mal a fechou quando já partiu direto para o assunto. Falando a forma que desejava o desenho de sua marca. - Isso você poderia falar para Ricard. - O homem estava aparentemente pronto para dormir e meio irritado com ter sido interrompido pelo pirata. — Por que não me serve algo pra beber? Conversar dá sede. - Gerald olhou meio irritado para ele. - Você já se sentiu a vontade aqui neste quarto o suficiente para saber que não tem bebida nele. Se quer tanto assim pegue lá fora no bar.

Indo pegar uma bebida ou não, o diabrete sentiria a dor aumentando mais e mais com o tempo.  Acabou-se sentando na cadeira, deixando Gerald sentado na própria cama. E começou a falar sobre sua marca. Uma caveira com chifres diabólicos e um buraco de bala na testa. Ouviu um ok de Gerald, que aparentemente pretendia que o pirata houvesse acabado o assunto por ali e iria embora. — Eu acredito que seu chefe, Nico Itori, vai ficar muito puto quando chegar aqui, por causa do maldito incêndio. - Viu Gerald então sorrindo e quase rindo.

Foi então que o diabrete continuou falando sobre Nico e a situação como um todo. Gerald então fechou os olhos e apontou a cabeça para o teto, pensando em tudo. - Não vou te ajudar infelizmente. Você está certo em achar que ele é meu chefe. É meio complicada a situação. Mas se você realmente deixou ele nervoso, vou ser gente boa, porque você ainda me ajudou contra os caçadores, só fuja desta ilha. - Seu peito então com o corte em X já estava incomodando mais do que o normal de se imaginar.


Caçadores:
 

"Aliados Temporários":
 

Aliados:
 

Ganhos e Perdas:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Mau presságio - Página 20 Empty
MensagemAssunto: Re: Mau presságio   Mau presságio - Página 20 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Mau presságio
Voltar ao Topo 
Página 20 de 21Ir à página : Anterior  1 ... 11 ... 19, 20, 21  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Grand Line - Paradise (Paradaisu) :: Farol-
Ir para: