One Piece RPG
Mau presságio - Página 19 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» [E.M] - Gostosuras e Travessuras
Mau presságio - Página 19 Emptypor Furry Hoje à(s) 6:57 pm

» As Raízes do Vigilante Lucífugo
Mau presságio - Página 19 Emptypor Kekzy Hoje à(s) 6:29 pm

» Meu nome é Mike Brigss
Mau presságio - Página 19 Emptypor Shiro Hoje à(s) 5:46 pm

» 1º Tale - Where the Earth Meets the Sky
Mau presságio - Página 19 Emptypor ADM.Tidus Hoje à(s) 4:50 pm

» Os 12 Escolhidos, O Filme
Mau presságio - Página 19 Emptypor Ceji Hoje à(s) 4:14 pm

» Kit - Ceji
Mau presságio - Página 19 Emptypor Ceji Hoje à(s) 3:23 pm

» [ficha] Arthur D.
Mau presságio - Página 19 Emptypor arthurbrag Hoje à(s) 3:15 pm

» Mini-Aventura
Mau presságio - Página 19 Emptypor Makei Hoje à(s) 2:25 pm

» [Mini-Aventura] A volta para casa
Mau presságio - Página 19 Emptypor Ryoma Hoje à(s) 12:40 pm

» Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante
Mau presságio - Página 19 Emptypor Akuma Nikaido Hoje à(s) 12:34 pm

» Mini-Aventura
Mau presságio - Página 19 Emptypor Makei Hoje à(s) 12:29 pm

» Art. 4 - Rejected by the heavens
Mau presságio - Página 19 Emptypor Ryoma Hoje à(s) 12:04 pm

» O Log que vale Dois Bilhões de Berries
Mau presságio - Página 19 Emptypor Takamoto Lisandro Hoje à(s) 11:06 am

» [Mini-Azarado] Um falastrão beberrento
Mau presságio - Página 19 Emptypor GM.Jinne Hoje à(s) 10:58 am

» Jade Blair
Mau presságio - Página 19 Emptypor Kylo Hoje à(s) 3:42 am

» Seasons: Road to New World
Mau presságio - Página 19 Emptypor Ravenborn Hoje à(s) 2:26 am

» The Victory Promise
Mau presságio - Página 19 Emptypor Akise Hoje à(s) 12:33 am

» Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas
Mau presságio - Página 19 Emptypor Fukai Hoje à(s) 12:27 am

» Kit Phil Magestic
Mau presságio - Página 19 Emptypor GM.Muffatu Ontem à(s) 10:25 pm

» 10º Capítulo - Parabellum!
Mau presságio - Página 19 Emptypor Marciano Ontem à(s) 10:12 pm



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 Mau presságio

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1 ... 11 ... 18, 19, 20, 21  Seguinte
AutorMensagem
Raizen
Administrador
Administrador
Raizen

Créditos : 60
Warn : Mau presságio - Página 19 10010
Masculino Data de inscrição : 18/04/2011
Localização : Grand Line – 6ª Rota – Alabasta

Mau presságio - Página 19 Empty
MensagemAssunto: Mau presságio   Mau presságio - Página 19 EmptyTer Nov 21, 2017 5:42 pm

Relembrando a primeira mensagem :

Mau presságio

Aqui ocorrerá a aventura do(a)s Piratas Draguren Hynno e Doppio Pannacotta. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________



[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] l [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]



Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | Mudanças Importantes | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]



Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
OverLord
Pirata
Pirata


Data de inscrição : 31/03/2012

Mau presságio - Página 19 Empty
MensagemAssunto: Re: Mau presságio   Mau presságio - Página 19 EmptyDom Maio 20, 2018 1:55 am


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
"Como você venderia a morte? Literalmente a experiência definitiva! Sem seguro, sem enjoo, sem discussão, uma viagem só de ida"
Post: 62 | Localização: Ilha Aracne




Quando havia retornado para o escritório do médico, com a novidade sobra a caça ao clã do Steve, era recebido por Yoki, que parecia desanimada, parecia que já havia desistido de matar os caçadores. A reação de imediato, havia sido de Fragiem, reclamando que ele havia acabado de tratar Steve e agora, estava só a cabeça. Depois, veio Yoki rindo daquilo e o mink estava sem reação alguma e questionava o psicopata sobre o feito. – Fácil, não fui eu. Foi Doppio. Yoki ficava mais descontraída com aquilo, até fazia piada sobre o ocorrido no navio e atualmente. Tobio parecia preocupado e certo de que, se tudo estivesse ok, o psicopata teria mostrado os restos dos outros caçadores, e tinha razão. Se todos estivessem mortos, teria feito alguma algazarra com os corpos, mas, não. Pelo jeito, precisaria esperar eles melhorarem para continuar o avanço e durante a espera, orientava os mesmos sobre quem quisesse ir com ele ou com Doppio e passava as informações do lado do nanico, no final, Yoki e Tobio iriam com o piromaníaco.

O tempo se passava e alguém batia na porta, quando o lunático abria a mesma, via um homem de capuz e com uma espada, ele questionava se era ele, o psicopata, que seria o homem que iria ajuda-lo. Sujeito arrogante, “ajuda-lo” ? Na verdade, ele que era a peça para o ataque, assim como Yoki. Iria usa-los para finalizar as dependências e depois, se livrar das duas garotas, do sujeito não poderia, pois tinha olhos na ilha, teria que ser por acidente, caso contrário, mais problemas viriam. Explicava a situação, o sujeito ia na frente, enquanto o resto aguardava a melhora dos outros dois. Finalmente, o trio agora estava pronto para partir e iam até o porto, encontrava a peste negra e também, levava um susto da parte do aliado, que surgia rapidamente, dando informações: Daniel e Louis estavam lá. Bem, ferreiro, era o Louis, mas ele não sabia o nome deles, claro.

Enquanto Poe voava para dar uma segunda afirmação, o psicopata respondia a garota: - Sim. Com o retorno de seu corvo, aquele cara estava certo. Dois. O problema maior era Daniel. O pirata então, diria para eles: - Então, Daniel é boxeador e usa um tipo de Haki. O outro, o ferreiro, seu nome é Louis, não sei como ele luta, mas tomem cuidado. Yoki vai com o cara lutar contra o ferreiro. Depois, podem vir ajudar contra Daniel, se sobreviverem. Tobio, você por enquanto fique de longe, lançando as estrelas ninjas e tudo mais. O pirata então, entregava a garrafa para a garota. – Use no momento certo, ou que achar melhor e não bote fogo neles ou no navio... Sacaria então, sua Ymir com a mão esquerda, enquanto mantinha a cabeça de Steve na direita. Esperaria que os dois começassem a andar e então, o psicopata iria logo em seguida na direção do navio também. Assim que eles notassem a presença de Hynno e dos outros dois, o pirata mostraria a cabeça de Steve, principalmente para Daniel e então, faria um sinal provocativo, para o mesmo vir para cima.

Ficaria em constante movimento, fitando os dois, para caso fosse lançado algo contra ele. Deixaria que Yoki e o outro cuidassem de Louis, que mantivessem ele ocupado para não tentar nada. Se Daniel caísse na provocação e partisse para cima de Hynno, o lunático iria lançar a cabeça do caçador contra o de trapos e partiria para cima do mesmo, em ziguezague e quando estivesse próximo o bastante de Daniel, executaria um movimento na horizontal, da esquerda para a direita, visando o pescoço de Daniel e em seguida, retornaria o movimento, no mesmo local. Se o oponente se esquivasse, saltando para trás, Hynno daria um impulso para frente e continuaria o seu movimento, agora, caso Daniel se esquivasse para o lado oposto do movimento, o psicopata daria um salto naquela direção e transformaria aquele golpe, num ataque na diagonal, da direita para a esquerda ou, da esquerda para a direita, no peito do seu adversário. Caso ele se agachasse e Hynno percebesse que poderia transformar o golpe na horizontal, em uma estocada na vertical, faria o mesmo, seria a espada sendo encravada na pedra, que seria a cabeça de Daniel, enquanto que, daria uma joelhada no pescoço e então, procuraria se afastar dele.

Caso Daniel bloqueasse o primeiro golpe na horizontal, Hynno procuraria acerta-lo um chute no joelho direito. Se com aquele chute, Daniel se agachasse, Hynno rapidamente, faria um corte na diagonal, da esquerda para a direita, de cima para baixo, na direção do rosto de Daniel e logo após, daria dois saltos para trás, para dar uma distância do mesmo. Se o chute no joelho não o fizesse se agachar, tentaria forçar o golpe contra Daniel e seguiria o mesmo caso do início, dele se esquivar e tudo mais do golpe na horizontal. Era três contra um e dois contra um. Os números estavam do lado do grupo, os caçadores haviam se dividido, assim como a trupe, mas, o grupo de Hynno estava na vantagem, o problema agora era Daniel e Gregory do outro lado.

Agora, se Daniel tentasse um contra-ataque, com um soco direto, seja de direita ou de esquerda, o psicopata buscaria saltar para o lado oposto e durante o salto, daria um giro incompleto para ficar numa posição boa e durante o salto, tentaria um corte na vertical, se o soco fosse com a mão direita, o salto seria para a esquerda e o golpe na vertical, seria no cotovelo do braço direito de Daniel, se fosse com a mão esquerda, o salto e o golpe seriam opostos e logo em seguida, buscaria ganhar um pouco de distância de seu oponente. Se o golpe fosse cruzado, Hynno se afastaria, enquanto buscaria fazer um jogo de corpo para o lado oposto do golpe e então, tentaria uma estocada no pescoço do inimigo e se, Daniel se esquivasse para os lados, Hynno saltaria para o mesmo lado e transformaria uma estocada em um golpe na horizontal, no mesmo local. No pescoço de Daniel. Se o caçador se agachasse, de estocada, viraria um corte na vertical enquanto dava um salto para trás, para evitar um golpe surpresa de Daniel.

Em todo momento, Draguren buscaria abrir espaço, para os ataques de Tobio e de Edgar, Daniel não conseguiria dar conta de três ao mesmo tempo. Shurikens e kunais sendo lançadas de longe, enquanto um espadachim de médio e curto alcance está lhe atacando e um corvo, de cima o ataca com garras e bico. Aquela batalha era a última que precisava entrar, para recuperar suas coisas, na verdade, o dinheiro. Acabando com aqueles dois, não se importava em deixar os sobreviventes vivos, por enquanto. Depois de recuperar o dinheiro, pensaria em começar o seu plano, improvisaria no que fazer, mas a prioridade, era acabar com Daniel e Louis, recuperar o dinheiro que eles tivessem com eles e no navio e tomar a Peste Negra para o grupo pirata e fazer um conserto nele, por causa da explosão, a cozinha não existia mais e um navio sem uma cozinha, seus tripulantes não iriam sobreviver na viagem entre ilhas.





Objetivos:
 

Contador do piromaníaco:
 

Histórico:
 

Obs para avaliador:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
PepePepi
Membro
Membro
PepePepi

Créditos : 140
Warn : Mau presságio - Página 19 10010
Data de inscrição : 15/03/2013
Localização : Utopia - 7ª rota

Mau presságio - Página 19 Empty
MensagemAssunto: Re: Mau presságio   Mau presságio - Página 19 EmptySeg Maio 21, 2018 2:52 am

Narração

Clima: Chovendo
Local: Ilha Aracne


Diabrete

— Certo, espero que o fodido pegue nosso dinheiro de volta. — Falou ao ouvir a explicação da belissima Dina.

— Cê sabe chegar nessa maldita cabana, homem-peixe? - Falou enquanto saia do templo. O tritão então olhou para ele meio confuso. - Não. Quem achou os dois foi o Piromaníaco. E ele só citou que estavam em alguma construção perto da estalagem. - Ótima informação, não saberia como chegar então na cabana, até que ouviu a porta se abrindo atrás de si, Dina estava saindo vestindo uma capa de chuva.

- Você deve saber como chegar lá, não? - Perguntou o tritão para a mulher de forma bem rude. Ela o olhou meio curiosa e debochada em seguida falou. - Vocês não sabem onde é? E queriam cuidar deles como? - Ela olhou para a chuva, depois olhou para o lado contrário da estalagem, e finalmente para o lado da estalagem. - Gerald passou aqui depois que contactou o homem, ele citou o nome das pessoas que aceitaram os dois caçadores, eu sei onde eles moram... vou levar vocês até lá. - Começando a andar, o diabrete conseguiu notar que a moça ficava quase imperceptível por causa da chuva e da capa. Quando finalmente chegaram na cabana, notaram que as luzes estavam apagadas, assim o diabrete conseguia ver até onde a luz externa iluminava, o que não era grande coisas por causa da chuva. Aparentemente estava dormindo, não era para menos, o dia já havia virado. Ouviram Dina falando. - Vou... - Ela pensou melhor e depois falou. - Boa sorte. - Falou se retirando e aos poucos sumindo da vista dos dois piratas.

Após ela sair, o diabrete começou a observar melhor a casa. Era uma casa pequena, possuía quem sabe uns quatro cômodos lá dentro, estava difícil de estimar graças a escuridão, além de depender do tamanho dos cômodos. Mas provavelmente eram quatro. Conseguia ver um pouco lá dentro graças a luz da lua que ia até certo ponto dentro da janela que observava, infelizmente a lua estava bem escondida por causa das nuvens da chuva, então após um ponto já era escuridão completa. Começou a pensar em que tipo de plano poderia fazer, quando finalmente entendeu o plano, explicou o mesmo para o tritão, que aceitou de bom grado não achando erros no plano naquele momento, conseguia imaginar que qualquer um morreria para esse tipo de ataque, as armas pareciam muito fortes.

Assim acabaram se separando enquanto o diabrete entrava na terra graças ao seu poder demoníaco. Ouviu bem baixo a porta batendo do outro lado. Ouviu o barulho de passos sendo dados e o barulho de uma luz ligando. Atravessou a cara pela parede e a arma também, mas logicamente, não estava no mesmo cômodo que o homem que abriu a porta. Estava em um cômodo muito escuro, onde só conseguia ver até onde a luz da janela permitia. Era um quarto onde havia uma cama de casal e uma mulher dormia na cama.

- Quem diabos é você? - Ouviu onde estava a porta.


Piromaníaco

Ouvindo a pergunta de Yoki, respondeu um simples sim. Com a confirmação do corvo, acabou explicando para eles. - Então, Daniel é boxeador e usa um tipo de Haki. O outro, o ferreiro, seu nome é Louis, não sei como ele luta, mas tomem cuidado. Yoki vai com o cara lutar contra o ferreiro. Depois, podem vir ajudar contra Daniel, se sobreviverem. Tobio, você por enquanto fique de longe, lançando as estrelas ninjas e tudo mais. - Não achando o suficiente, passou a garrafa que tinha para Yoki, falando para a mesma ter cuidado para não tacar fogo na embarcação.

Retirou sua espada da bainha e então começou a seguir Yoki e o homem que foram andando devagar, o homem impressionantemente não fazia barulho algum enquanto andava. Então Yoki perguntou para o homem enquanto se aproximavam. - Você disse que sabia que os dois estavam no navio, onde eles estão no navio? - O homem a olhou de uma forma muito ameaçadora, apesar de ser difícil de ver por causa da escuridão que estava ali. - Um estava no leme, o outro estava conversando com ele. - Respondeu o mesmo baixinho, quase imperceptível para todos ali.

Enquanto se aproximavam do navio, o piromaníaco começou a notar que havia uma pequena fonte de luz vindo do navio. Quando subiram, perceberam que Daniel já olhava para eles. Daniel estava mais distante, no leme, o ferreiro estava bem mais perto, apoiando o ombro no mastro principal. A fonte de luz era uma lanterna de óleo que estava entre os dois.

- Temos companhia Louis. - O pirata então não perdeu tempo e mostrou a cabeça de Steve para o caçador, não sendo o bastante ainda o provocou. A mudança foi rápida e brusca. Ele soltou o leme e começou a correr tão rápido na direção do piromaníaco que a reação para tacar a cabeça de Steve em sua direção até demorou mais do que queria.

Ao mesmo tempo, via o homem e Yoki saindo de perto, procurando se aproximarem do ferreiro. Ouviu tiros, sendo que um passou bem próximo dele. Os tiros vieram do ferreiro. - Sabia que tínhamos que ter matado esses malditos. Maldito Steve e sua honra. - Ouvindo um gemido estranho atrás de si, percebeu que o tiro não foi guiado até ele e sim até o mink. O ferreiro aparentemente levou um golpe de Yoki por ter se concentrado em acertar Tobio.

De qualquer forma, a cabeça de Steve foi completamente esquivada por Daniel enquanto a mesma voava em sua direção. Graças a luz estar nas costas de Daniel, o piromaníaco não conseguia distinguir o rosto do mesmo quando o caçador já estava mais próximo. Correndo na direção do caçador, tentou cortá-lo da esquerda para direita. Daniel parou em um ponto ótimo para saltar para trás e se esquivar completamente da lâmina do pirata. Mas Hynno não pararia por aí, continuo tentando acertar mais uma vez o caçador indo para frente. Mas então Daniel se esquivou pulando para a direita do pirata. Tendo que alterar o movimento mais uma vez, piromaníaco acabou alterando um pouco o golpe para um golpe diagonal da esquerda para direita mirando na altura do peito do caçador. Mas novamente o caçador desviou, indo ainda mais para a direita. Ficando basicamente lado a lado com o caçador e assim tentando socá-lo diretamente na cara. Mas parou o soco no meio do caminho e Draguren viu uma shuriken passando onde o braço do caçador teria continuado se o golpe fosse mais para frente.

- Seu maldito traidor. - Falou o caçador sem olhar em específico para Tobio, mas era claro que a mensagem era para ele. - Tomara que Steve te torture pessoalmente no inferno quando eu te mandar para lá.

Poe tentou acertar o mesmo enquanto ele estava nesse momento de hesitação. Mas o homem deu um tapa com as costas da mão no corvo quando este chegou próximo o suficiente. Não perdendo tempo, acabou por tentar acertar um cruzado no pirata com sua mão esquerda. Hynno então já meio preparado mentalmente conseguiu desviar-se e então tentou uma estocada no pescoço do caçador, que começou a desviar-se, o pirata já ciente deste poder estranho que fazia ele sempre desviar-se começou a alterar seu movimento para que cortasse o pescoço do caçador de alguma forma. Parecia que o caçador iria conseguir desviar mais uma vez, mas aí algo que nem mesmo o caçador havia previsto acabou o acertando. Uma shuriken de Tobio o acertou na lateral do corpo e esse momento foi o suficiente para que o pirata acabasse realizando um corte feio no pescoço do caçador que não cairá morto, mas que provavelmente nunca mais falaria algo em sua vida. O caçador conseguiu se distanciar um pouco enquanto ficava com sua mão no pescoço para estancar o que desse do sangramento.

Eis que naquele momento foi possível ouvir a garrafa se quebrando, olhando, era possível ver que a garrafa fora quebrada na cabeça do ferreiro que caia no chão quebrando a lanterna de óleo e apagando-a. Ficando completamente escuro.


Caçadores:
 

"Aliados Temporários":
 

Aliados:
 

Ferimentos:
 

Ganhos e Perdas:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
OverLord
Pirata
Pirata
OverLord

Créditos : 31
Warn : Mau presságio - Página 19 4010
Masculino Data de inscrição : 31/03/2012
Idade : 23

Mau presságio - Página 19 Empty
MensagemAssunto: Re: Mau presságio   Mau presságio - Página 19 EmptyTer Maio 22, 2018 2:41 am


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
"Como você venderia a morte? Literalmente a experiência definitiva! Sem seguro, sem enjoo, sem discussão, uma viagem só de ida"
Post: 63 | Localização: Ilha Aracne




Tudo começava a se encaminhar, havia explicado tudo que sabia, havia dado uma ideia para Yoki e então, com Ymir em punhos, seguia o homem e a garota. Todos iam devagar, o aliado surpreendentemente, não emitia som no andar, uma sombra. Durante a caminhada, a garota perguntava sobre a localização dos dois dentro do navio, podia notar que o homem olhava para Yoki e a respondia, então, os dois estavam logo no início da peste negra. Uma luz vinha da embarcação e quando subiram no navio, Daniel já havia percebido a aproximação, pois olhava para o grupo. A iluminação vinha de uma lanterna movida a óleo. O embate começaria, Hynno havia mostrado a cabeça de Steve e como Dina havia dito, Daniel mudava e o combate do psicopata e do caçador se dava início, já Louis, reclamava de Steve e sua honra e uma das balas, passava próximo de Draguren, era um atirador. Não era o alvo dele, era alguém além do pirata, deveria ser o coelho, mas não precisava se preocupar com o Mink, Louis iria pagar pelo foco errado, agora era Daniel contra psicopata. O lançamento da cabeça era esquivado pelo caçador, as cenas seguintes eram incríveis, movimentações sem parar e em frenesi, um descuido poderia significar uma morte rápida ou lenta, no caso de Hynno, gostava de vê-los indo lentamente.

Aquela habilidade de Daniel era irritante, o mesmo conseguia desviar dos golpes do espadachim, não com facilidade, mas tinha êxito na esquiva, só que em um certo momento, uma estrela ninja acertava o caçador e Daniel soltava praga contra o mink sem olhar direto para ele, pois sabia que abriria uma brecha para o piromaníaco mata-lo, esperto. Ataque também vinha de cima, seu corvo tentava ataca-lo, mas o caçador afastava o animal com uma de suas mãos e o embate voltava, em um certo momento, tudo virou e Hynno via a morte de Daniel chegando, pois, o mesmo era acertado por uma estrela ninja e com isso, via a brecha perfeita e conseguia causar um corte feio no pescoço do oponente. Aquilo não era o suficiente para matar Daniel, mas o sangue continuaria a escorrer até ele tratar, isto é, se ainda fosse possível a sobrevivência dele. A mão de Daniel estava no pescoço, ele parecia querer estancar o que pudesse e no mesmo instante, a garrafa que havia entregado para Yoki se quebrava e com aquilo, tudo ficava escuro.

A adrenalina ainda estava em seu corpo, precisava acabar com aquilo, com a escuridão, vinha a ideia: Jogar um fósforo lá, botar fogo e assim, teria luz. Mas, seu objetivo era recuperar o dinheiro, matar os caçadores e tomar a embarcação para o grupo e não, queimar ela e suas coisas. - Espero que o dinheiro esteja aqui e com vocês, pelo menos, a minha parte.. Doppio se bobear, já matou Gregory e o cozinheiro. Louis deve ter falecido agora e você, deve morrer em breve, sobrando apenas um. Rory. Com sua mão direita, retiraria do bolso um isqueiro, ainda ficava em posição defensiva, pois não sabia o que Daniel iria fazer e então, pressionava o gatilho do isqueiro, faria a chama surgir, se necessitasse, daria um passo para trás e faria uma cabana para a chama se manter, buscaria iluminar um pouco o local, mas, caso alguém fizesse isso antes, apenas guardaria o isqueiro e ficaria em guarda.

Com alguém fazendo iluminação ou sendo a chama do isqueiro, procuraria iluminar seu caminho, enquanto gritava para Yoki e o outro cara: - Cortem a cabeça de Louis! Se Daniel tentasse impedir, Hynno correria com tudo, usando sua aceleração e corrida, tentaria alcança-lo e então, procuraria fazer um corte na horizontal, ainda no pescoço do mesmo e logo após, se afastaria. Se as chamas do isqueiro se apagassem, Hynno guardaria o mesmo no bolso. Se Daniel se esquivasse para os lados, Draguren faria um golpe na diagonal, de cima para baixo, ainda visando a cabeça de Daniel. Se a esquiva fosse ele se agachar, faria uma estocada, de cima para baixo, a espada na pedra. Funcionando ou não, Hynno apenas se afastaria de perto do caçador, sabia que era uma questão de tempo até ele desmaiar e por fim, morrer pela falta de sangue.

Se após a fala do psicopata, Daniel ficasse na dele, sem avançar, apenas ficando parado, Hynno diria: - Acho que você deve estar se perguntando: Como matamos Steve? Bem, Doppio matou ele e também, encontramos Dina, a mulher da história de Steve e agora, é uma caçada contra vocês, isso ajudou muito, a divisão de vocês. A minha ideia era acabar com Louis, o cozinheiro e Rory, mas tanto o cozinheiro quanto Louis estavam com você e Gregory. Á todo momento, Hynno estava atento para qualquer movimentação de Daniel, mas, caso o caçador apenas aceitasse a morte, o pirata caminharia até o mesmo, mas ainda longe só que, com o alcance de Ymir, daria uma estocada na cabeça do caçador para dar uma confirmada, não, não era uma espécie de cutucada, era uma estocada em forma de cutucada e se ele realmente tivesse se entregado, iria até o mesmo e o revistaria, pegaria todo dinheiro que ele tivesse no bolso e começaria a desferir golpes no pescoço dele, iria arrancar a cabeça do caçador e após fazer toda a limpa nele, jogaria o corpo do falecido com tudo na terra firme e a mesma coisa faria com Louis, isto é, se os dois já não tivessem feito a limpe. Se não, faria a limpa e caso a cabeça do ferreiro ainda estivesse no lugar, cortaria a mesma e jogaria o corpo dele junto para onde a de Daniel estava. Caso a cabeça já estivesse cortada, faria a limpa e jogaria o corpo.

Com os dois caçadores mortos, entraria navio adentro, ainda atento, pois sabia que faltava Rory, vasculharia a Peste negra toda, os quartos, tudo que fosse possível, na busca de procurar o dinheiro total e após a vistoria, caso conseguisse recuperar o dinheiro, pelo menos, sua parte e não tivesse mais ninguém, voltaria para o convés, onde ordenaria que Edgar fosse voando até o local que havia se encontrado com Dina, Gerald e Ricard e transmitisse a mensagem: - Tomamos o navio e as cabeças, falta só os do lado do nanico. Sabia que a mensagem iria sair picotada para eles, mas, eles que se virassem com a interpretação. Hynno então, começaria a dançar, ainda com a espada em punhos. – Agora só falta Rory, que está sumido. Dizia, levando em conta que Doppio fizesse a parte dele e matasse Gregory e Taylor. Se tivesse recuperado sua grana toda, faria sua espada de espeto e cravaria as cabeças de Daniel e Louis nela e diria para o aliado: - Vou conferir com eles, tomem conta do navio. Tem um perdido por aí e não sei o estilo dele. Hynno então, caminharia até o local que havia se encontrado com todos e ao entrar, mostraria as cabeças e retiraria elas da sua lâmina, por fim, guardando Ymir na bainha e sairia do local, indo até o escritório de Fragiem.

Caso Daniel partisse para cima de Hynno, o psicopata apenas ficaria desviando, dando alguns saltos para trás e fazendo jogo de corpo se fosse preciso e assim que notasse uma brecha, tentaria uma estocada, no pescoço novamente. Se o caçador se esquivasse da estocada, se esquivando para o lado, Draguren procuraria dar um salto naquela direção e desferiria um golpe na diagonal, de cima para baixo, no rosto de Daniel e em seguida, buscaria ganhar distância. Se a esquiva fosse ele se agachar, o pirata transformaria a estocada em um golpe na vertical, de cima para baixo, visando a face do caçador e em seguida, buscando um recuo. Caso não fosse uma esquiva para os lados ou para baixo e sim um recuo, com sua aceleração e corrida, procuraria não dar espaço e nem sossego, continuaria seu avanço e sua tentativa de ataque seria a mesma, uma estocada no pescoço e se aí, ele se esquivasse para os lados ou para baixo, seguiria os mesmos casos.

Agora, após o embate e Daniel morresse, Hynno faria as mesmas coisas com a morte do caçador, revistaria o corpo dele, cortaria a cabeça dele, jogaria o corpo do caçador em terra firme e assim por diante, como descrito acima. Poderia finalmente fazer o que queria, descansar e pensar em algo novo, com o objetivo de recuperar o dinheiro e matar os caçadores, não havia tempo para repouso ou algo do tipo, precisaria ficar sempre em vigilância. Agora com cinco deles mortos, apenas faltando Rory, poderia fazer o que queria, sem se incomodar com os caçadores. Agora, a rotina voltaria ao normal, seus objetivos também. Assim como seu plano, que agora, poderia começar a tomar forma e ter o seu início, mas não sabia ainda um nome adequado para ele e por isso, deixava nas sombras suas ideias, até o momento adequado.





Objetivos:
 

Contador do piromaníaco:
 

Histórico:
 

Obs para avaliador:
 

____________________________________________________

- Fala
* Pensamento
- Fala da Plateia

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

R.I.P:
 


Chibis:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
ReiDelas
Civil
Civil
ReiDelas

Créditos : 3
Warn : Mau presságio - Página 19 010
Masculino Data de inscrição : 13/08/2015
Idade : 21
Localização : Hospício

Mau presságio - Página 19 Empty
MensagemAssunto: Re: Mau presságio   Mau presságio - Página 19 EmptyTer Maio 22, 2018 11:47 am

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Inimigo. — Respondi, seco; soergui Calígula e tentei explodir um belo disparo entre os olhos da mulher; se conseguisse, vasculharia seu corpo — bolsos de roupas e etc — além da mobília do lugar, procurava dinheiro e qualquer outro item útil.

Por fim, atravessaria o rosto pelas paredes do quarto, de modo a vasculhar os outros cômodos vizinhos com o olhar. Seguiria pelos cômodos vazios até encontrar onde estavam os dois inimigos; assim que encontrasse-os, miraria-os com as duas pistolas, estivessem de frente ou de costas para mim.

Não atiraria de cara. — Rendam-se e resolvemos essa merda pacificamente; do contrário, vão morrer agora. — Caso se rendessem, dispararia uma vez em cada um, direto entre seus olhos. Se não o fizessem, tentaria a mesma ação. Queria-os mortos, nada mudaria isso.

Caso atacassem, atravessaria as paredes o mais rápido possível para que seus golpes se chocassem contra elas; no caso de ser alvejado com armas comuns, apenas daria à área alvejada propriedades intangíveis, e deixaria que os ataques passassem através de mim. A cada vez que isso acontecesse, tentaria disparar com Calígula — girando-a num saque rápido — duas vezes num único movimento, direto no peito de cada um deles.



Vou editar o gasto certinho desse post.

Calculo de gasto de Energia: 100 – 5 – 15 - 5 + 10 = 85 + 15 = 100 - 5 + 10 - 10 - 5 - 20 + 40 - 10 +10 - 5 + 5 - 10 + 10 - 15*= 85*




Histórico:
 
[/spoiler]

Principais objetivos:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
PepePepi
Membro
Membro
PepePepi

Créditos : 140
Warn : Mau presságio - Página 19 10010
Data de inscrição : 15/03/2013
Localização : Utopia - 7ª rota

Mau presságio - Página 19 Empty
MensagemAssunto: Re: Mau presságio   Mau presságio - Página 19 EmptyTer Maio 22, 2018 9:25 pm

Narração

Clima: Chovendo
Local: Ilha Aracne


Piromaníaco

Após o apagão, o pirata se gabou da situação. - Espero que o dinheiro esteja aqui e com vocês, pelo menos, a minha parte.. Doppio se bobear, já matou Gregory e o cozinheiro. Louis deve ter falecido agora e você, deve morrer em breve, sobrando apenas um. Rory. - Pegou o isqueiro com seu braço direito e o acendeu, vendo que o mesmo ia apagar, acabou por fazer uma cabana. Iluminando agora porcamente a situação, gritou para os seus aliados. - Cortem a cabeça de Louis! - E antes de ouvir qualquer movimento por parte deles, algo o surpreendeu de forma ridícula. O isqueiro a sua frente teve uma faísca e  acabou explodindo em uma pequena explosão que engoliu por um segundo ambas as mãos e sua espada de gelo.

Enquanto a espada de gelo ia caindo por causa do susto, via porcamente por causa da chuva e do olho que faltava tão pouco para ser curado, Daniel correndo em sua direção e socando sua cara com um belo cruzado, com sua mão livre, que o fez cair no chão. Foi então que ouviu o barulho de um corpo caindo no chão, era claramente o homem que havia ido até lá para ajudar, não saberia falar se ele estava vivo ou não, mas ele claramente ia decapitar o ferreiro desacordado. Daniel não atacou de novo, aparentemente o golpe fez ele soltar um pouco o próprio pescoço e assim estava concentrado em parar o sangramento novamente com sua mão.

Yoki pegou a espada do homem morto, mas estava tremendo de joelhos no chão, não é como se uma espada fosse ajudá-la ali. - Desculpa! Eu não sei porque eu fui contra vocês. - Tobio parecia ser o único que ainda estava atento ao que acontecia, rastejando foi até o piromaníaco. - Tobio acha que Rory está atirando do lado de fora do navio. - Suas mãos ardiam um pouco menos por causa da chuva que caia, conseguia ver sua espada mais próxima aos pés de Daniel do que de si próprio. Foi então que viu que Yoki também foi acertada, mas não sabia dizer se ela estava viva. A precisão do maldito só foi boa com o isqueiro porque era uma fonte de luz clara, basicamente um alvo, com o resto ele parecia não acertar onde queria.


Diabrete

Ouviu o tritão respondendo na porta meio surpreso. - Éééé, sou um dos caçadores. Estou procurando pelos outros dois, estamos com problemas. - O homem por um instante não respondeu, foi quando então o diabrete atirou na mulher e começou a procurar em suas roupas, porém notava que a mesma estava simplesmente com uma camisola. - DUVIDO MUITO DISSO! - Respondeu o homem bem alto, claramente gritando. Ouviu então algo como um soco e um grito de dor do mesmo homem. Então ao mesmo tempo ouvia o barulho de uma porta quebrando e um grito ao fundo só que do tritão desta vez. Ao passar pela parede viu rapidamente o vulto dos dois caçadores saindo para bater em Bhertulls que estava caído do lado de fora com um tremendo corte no peito.

O diabrete então saiu da casa com a arma apontada para ambos e falou. — Rendam-se e resolvemos essa merda pacificamente; do contrário, vão morrer agora. - Gregory estava em sua forma híbrida, com tremendas garras gigantescas e únicas em cada mão. Eis que esse mesmo Gregory virou-se para ele e começou a correr em sua direção em uma velocidade ridiculamente rápida, sem se preocupar com o aviso. Voltou passando pela parede da casa e viu a garra quebrando a parede e assim destroços dela acabaram por atingi-lo quando se materializou do outro lado tentando atirar com suas armas. — Como se você soubesse cumprir sua parte do trato. - A velocidade de Gregory era muito acima de qualquer coisa que o diabrete já havia visto.


Caçadores:
 

"Aliados Temporários":
 

Aliados:
 

Ferimentos:
 

Ganhos e Perdas:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
OverLord
Pirata
Pirata
OverLord

Créditos : 31
Warn : Mau presságio - Página 19 4010
Masculino Data de inscrição : 31/03/2012
Idade : 23

Mau presságio - Página 19 Empty
MensagemAssunto: Re: Mau presságio   Mau presságio - Página 19 EmptyQua Maio 23, 2018 2:10 am


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
"Como você venderia a morte? Literalmente a experiência definitiva! Sem seguro, sem enjoo, sem discussão, uma viagem só de ida"
Post: 64 | Localização: Ilha Aracne




A situação ficava pior, graças à explosão do isqueiro, sua espada caia e suas mãos ficavam queimadas, mas eram acalmadas pela chuva, mas aquilo abria a brecha para Daniel que vinha para cima do psicopata com um cruzado, derrubava o piromaníaco e em seguida, o som de alguém caindo surgia no local. Era aquele espadachim, mas como Louis estava desmaiado e os outros dois estavam em outro canto, significava que Rory estava por perto, para conseguir atirar. Daniel parecia não querer continuar o ataque, pois agora parecia estar mais preocupado em parar o sangramento, enquanto isso, Yoki parecia falar com alguém, se desculpando e falando que não sabia porque havia ido contra “vocês”. Devia estar falando em referência aos caçadores e então, ela caia. Assim como o aliado, o psicopata não conseguia notar se eles estavam vivos ou mortos, mas sabia que Louis ainda estava vivo, desmaiado, mas vivo. O mink se aproximava do psicopata, se rastejando e segundo Tobio, Rory estava em alguma parte do lado de fora. Podia ser uma boa opção conferir lá fora, mas antes, precisava acabar com Daniel e Louis, sua Ymir estava perto de Daniel do que do pirata, precisaria lutar com os punhos até recuperar ela.

Hynno então, antes de se levantar, sussurraria para Tobio: - Vê se finaliza o Louis, com as estrelas ou as kunais. Seja lançando ou indo até lá e fazendo um corte ou perfuração. Draguren então, se levantava e sem escândalo ou demora, avançava em ziguezague com tudo, contra o boxeador e então, quando estivesse próximo, tentaria um direto de direita e em seguida, um cruzado de esquerda, todos visando o rosto de Daniel. O objetivo era ele se afastar para recuperar a espada, também o objetivo era acerta-lo, era bem capaz do caçador cair morto em algum momento, mas no agora, estava vivo. Caso Daniel se esquivasse do soco direto, indo para os lados, se o caminho de Ymir estivesse livre, correria até lá e com um rolamento para aquela direção, faria e no chão, seguraria o cabo de sua espada com a mão esquerda e então, daria um giro com os calcanhares, ainda de olho em Daniel e enfim, se ergueria um pouco. Se Daniel viesse contra Hynno após o psicopata recuperar sua espada, aplicaria uma de suas técnicas: Bloody Hell, visando acertar o peito do caçador e em seguida, procuraria se afastar.

Caso Daniel se esquivasse do seu soco direto, se agachando, Hynno tentaria uma joelhada no rosto do caçador e em seguida, um soco como se fosse um cascudo na cabeça do oponente e em seguida, se conseguisse uma brecha, procuraria desferir diversos socos no rosto de Daniel e se nesse momento, ele tampasse seu rosto, com a mão esquerda, iria levar até o ferimento e procurar fazer o máximo de seus dedos entrar naquela ferida e procuraria causar mais o sangramento e então, caso ele perecesse durante todo esse caso, iria recuperar Ymir e em seguida, se Louis ainda não tivesse sido finalizado por Tobio, rastejando iria até ele e procuraria dar uma estocada no pescoço de Louis, faria a lâmina passar de um lado para o outro e em seguida, puxaria rapidamente de volta e embainharia Ymir de volta. Se Daniel Bloqueasse o soco direto, o pirata continuaria com o segundo golpe e então, assim que notasse uma abertura, iria utilizar sua aceleração para ir até Ymir e lá, com um rolamento, procuraria pegar a espada de gelo com a mão esquerda e então, se levantaria. Se naquele momento, o caçador viesse para cima ou não, Hynno utilizaria a técnica Bloody Hell, onde o foco era o pescoço de Daniel.

Caso ao recuperar a espada e executar sua técnica, Daniel continuasse vivo, Hynno avançaria com tudo contra ele e então, tentaria um corte na horizontal, visando o pescoço dele e caso ele se esquivasse para algum dos lados, Draguren avançaria com um salto naquela direção e tentaria novamente, mais um golpe na diagonal, de cima para baixo, no rosto de Daniel. Se a esquiva fosse um agachamento, Hynno tentaria uma joelhada no meio da fuça de Daniel e em seguida, tentaria uma estocada de cima para baixo, bem no meio do crânio do caçador. Caso fosse um recuo, Hynno com sua aceleração, avançaria sem parar contra ele e então, faria o mesmo golpe e suas consequências.

Se enfim, Daniel caísse morto, Hynno rapidamente procuraria decapitar a cabeça do caçador e logo após, rastejando iria até Louis, isto é, se Tobio não tivesse feito o que havia pedido. Se não, faria a mesma coisa com o ferreiro. Após a remoção das cabeças, vasculharia o corpo dos dois na busca de suas coisas, o dinheiro. Se achasse, guardaria e então, ainda agachado, iria conferir Yoki e o cara, se tivessem vivos, avisaria Tobio que eles estavam vivos e que procuraria por Rory e então, sairia do navio rapidamente, procurando pelo atirador, correndo em ziguezague alternativo. Caso Louis tivesse morto por ordem de Hynno e executado por Tobio, vasculharia o corpo do ferreiro e Daniel e seguiria o caso da busca por Rory e a fala sobre os dois aliados para Tobio.

Se conseguisse encontrar Rory, avançaria contra ele utilizando sua corrida e aceleração, ainda em ziguezague e quando se aproximasse do atirador, tentaria um golpe na horizontal, novamente, visando o pescoço dele. Se Rory se esquivasse para os lados, Hynno iria sem parar até ele, onde executaria um golpe na diagonal, da esquerda para a direita, no rosto do atirador e em seguida, quando a lâmina estivesse embaixo, daria um impulso para o lado de Rory e refaria o caminho da lâmina no mesmo local. Caso a esquiva de Rory fosse um agachamento, Hynno com seu joelho direito, procuraria dar uma joelhada no rosto do caçador e em seguida, com Ymir, procuraria um golpe na vertical, no rosto do atirador e em seguida, uma estocada no meio da testa de Rory.

Caso a esquiva dele fosse um recuo, Hynno com tudo a vapor, iria até ele, em ziguezague e quando estivesse numa distância boa, tentaria um golpe na horizontal, visando o pescoço de Rory e em seguida, tentaria um na diagonal, de cima para baixo, no peito do atirador e sem perder tempo, se aproximaria mais ainda do caçador e tentaria um soco direto com seu punho direito no meio do rosto dele e, caso acertasse e continuasse vivo, procuraria cravar Ymir no estômago de Rory e começaria a desferir socos no rosto do caçador, iria até o mesmo parasse de respirar ou pedisse arrego. Se fosse o segundo caso, levaria seus dois polegares até os olhos de Rory e pressionaria seus dedos contra os olhos do caçador, afundaria aquilo, faria o mesmo perder a visão. E então, retiraria a espada do estômago dele e faria um corte no pescoço de Rory, retiraria a cabeça do caçador do lugar e guardaria sua Ymir na bainha e em seguida, revistaria o corpo de Rory também, se encontrasse dinheiro, guardaria também e com a cabeça dele, voltaria para o navio, onde diria em alto e bom tom, para quem tivesse vivo e no convés escutasse: - Acabamos com os três, falta só Doppio acabar com o deles.

Hynno então, começaria a dançar, ainda com a espada em punhos. Se tivesse recuperado sua grana toda, faria sua espada de espeto e cravaria as cabeças de Daniel, Rory e Louis nela e então, mandaria Poe ir até o escritório de Fragiem, avisar sobre os feridos e que fosse para lá agora, enquanto que o próprio psicopata, iria até onde havia se encontrado com Dina, Ricard e Gerald. Finalmente aquilo havia acabado, pelo menos, para o lado do psicopata, Doppio que se virasse com Gregory e Taylor, era os alvos dele, não de Draguren. Cada um escolhe o que pode.

Ao entrar no local, mostraria as cabeças na espada e retiraria aquilo de sua lâmina, jogando-as no chão e embainhando a espada de volta. – Meu trabalho está feito. Tomei o navio também, apenas precisaremos de uma nova cozinha.. Bem que vocês podiam ajudar com isso. E então, retornaria ao navio, onde se Fragiem estivesse lá, pediria que o mesmo tratasse de suas mãos e então, se Aiko não estivesse com ele, diria: - Traga a outra garota, Fragiem. Agora, caso quando notasse que Yoki estava morta, junto com o aliado ou então, só Yoki, procuraria pegar a arma de fogo de Louis e então, procuraria atirar contra a garota, ela havia perdido a serventia quando pedia desculpas para os caçadores e não havia motivos para deixa-la viver após aquilo. Daria dois tiros nela, pelo menos, se tivesse duas balas na arma, se tivesse uma, daria um. Agora, se não tivesse munição mais na arma de Louis, iria fazer aquilo depois, isto é, quando matasse Rory. Se conseguisse matar o último caçador nas redondezas e arrancar a cabeça dele, vasculhar o corpo dele e tudo mais, pegaria a arma de Rory e atiraria contra Yoki, a queima roupa e guardaria aquela arma travada e na cintura, nas costas para ser mais preciso. Olharia para o mink e faria um sinal de tipo: “Você não viu nada”, com o indicador direito na boca da máscara. E em seguida, voltaria para o caso adequado.






Objetivos:
 

Contador do piromaníaco:
 

Histórico:
 

Obs para avaliador:
 

Bloody Hell:
 

____________________________________________________

- Fala
* Pensamento
- Fala da Plateia

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

R.I.P:
 


Chibis:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
ReiDelas
Civil
Civil
ReiDelas

Créditos : 3
Warn : Mau presságio - Página 19 010
Masculino Data de inscrição : 13/08/2015
Idade : 21
Localização : Hospício

Mau presságio - Página 19 Empty
MensagemAssunto: Re: Mau presságio   Mau presságio - Página 19 EmptyQua Maio 23, 2018 5:47 pm

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Então... é do tipo com fogo no cu. — Olho-o fixamente. Veias esverdeadas percorrendo a testa, visíveis como nunca. Não é como se eu estivesse cego de raiva, mas estava puto. Respirei, pesada, grossa e intensamente, levemente incomodado pelos estilhaços. Sorri, por fim, sob o colarinho. — Vou fazer queimar o resto.

Agilizei os movimentos dos braços, girando uma vez as duas pistolas e guardando-as. Desmaterializaria a mim e às armas, sem soltá-las e recuaria em zigue-zague, me embrenhando à chuva, ao breu e à lama, intangível. Eu nunca fiz essa merda antes. Não me permitia errar. O sentimento de falha comigo mesmo me destruiria. Toda a potência do sangue fluindo no corpo, concentrada naquele momento; naquele instante. Mas tá na hora de elevar o nível dessa merda. Diminuiria minha altura gradativamente, afundando até o começo do colarinho e tentando seguir num trajeto tortuoso e imprevisível, variando direções e intensidade de movimentos, rumo às árvores mais próximas. Sacaria Nero, sob a terra. O show seria um difícil trabalho de concentração, talvez o máximo que eu conseguiria suportar, Ainda tem muito o que vir.

No instante em que avançasse, calcularia a distância certa para o saque; não piscaria, e as pupilas dilatariam ao máximo, representando o quanto minha visão se aproveitaria da pouca luz e de sua perspicácia natural para visualizar o avanço e o comportamento corporal do inimigo, buscando posições que pudessem sugerir a direção do golpe ou golpes que daria;

Caso alvejasse minha cabeça, simplesmente pareceria me afundar no chão como água, sumindo. brevemente; o suficiente só para eu seu ataque atingisse o chão. E agora... A sensação é de sufocamento, e — sob minha humilde opinião — como flutuar. Me moveria brevemente para trás da posição que calculara para o inimigo, assumindo sua retaguarda. Cancelaria a intangibilidade o suficiente para expor o braço livre direto sob o tornozelo do Akumado, tentando compartilhar com ele meu estado físico desmaterializado. O intuito era afundá-lo no solo como quando se dá um "caldo" em algo, sem tirar a mão dele; por fim, traria-o abaixo até no mínimo os pulsos, e no máximo os cotovelos, para impedí-lo de usar os braços.

Usaria o suporte de seu peso para me o suficiente para alcançar próximo o suficiente  — o suficiente para apontar a arma, poucos centímentros além de seu tamanho — de sua nuca com o braço armado, fora do solo se necessário. Tsc. No fim, dispararia com Nero, à queima roupa, logo abaixo de seu crânio, esperando vê-lo de esparramar em tripas e morrer. Se isso acontecesse, cancelaria toda a influência da Nuke Nuke sobre nós dois e votaria à superfície. Todo o processo não deveria tomar um minuto, sendo o suficiente para segurar a respiração.

Caso não avançasse, dispararia e trocaria de posição, quantas vezes necessário, sem propor um padrão para meus movimentos, mirando alternadamente entre suas pernas, ombros e mãos.



Vou editar o gasto certinho desse post.

Calculo de gasto de Energia: 100 – 5 – 15 - 5 + 10 = 85 + 15 = 100 - 5 + 10 - 10 - 5 - 20 + 40 - 10 +10 - 5 + 5 - 10 + 10 - 15 - 35 = 50




Histórico:
 
[/spoiler]

Principais objetivos:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
PepePepi
Membro
Membro
PepePepi

Créditos : 140
Warn : Mau presságio - Página 19 10010
Data de inscrição : 15/03/2013
Localização : Utopia - 7ª rota

Mau presságio - Página 19 Empty
MensagemAssunto: Re: Mau presságio   Mau presságio - Página 19 EmptyQui Maio 24, 2018 1:10 am

Narração

Clima: Chovendo
Local: Ilha Aracne


Piromaníaco

Com a virada brusca na situação em que estavam, acabou falando para Tobio finalizar com o ferreiro e então se levantou calmo. - Tobio não acha que foi uma boa ideia se levantar. - Falou o mink ainda se arrastando pelo chão saindo de perto do piromaníaco. Então correu na direção do Daniel, neste movimento viu que uma bala o errou pro pouco. Daniel se afastou antes mesmo do pirata chegar perto. Estaria ele fugindo? Foi então que Hynno sentiu um tiro em suas costas. Na altura da costela direita número 2 ou 3. A precisão de Rory realmente estava ruim agora sem a luz, estava errou e agora provavelmente ele havia mirado na cabeça? Provavelmente mirava onde imaginava ser algum ponto vital pelo menos.

Graças a essa situação, conseguiu recuperar a espada sem dificuldades. A porcaria do tiro se alojou entre as costelas e incomodava constantemente, sentiu um pouco de calor nas suas costas do sangue que estava descendo do ferimento, mas sentia que não era muita coisa, a bala claramente não atravessou e por isso não sangrava tanto quanto poderia. Daniel no entanto não estava atacando, o homem estava confuso enquanto olhava para Hynno. Algo ali estava muito errado, o homem a sua frente estava claramente furioso, mas estava claramente fugindo ao mesmo tempo.

Outro tiro foi dado, mas esse só passou de raspão no braço do piromaníaco, realizando um pequeno corte. Daniel vendo aquilo pareceu decidir-se mentalmente de alguma coisa. Foi então que Hynno viu o braço que esteve até então no pescoço do caçador saindo do local por vontade própria pela primeira vez, o caçador arrancou sua roupa e a amarrou no pescoço da melhor forma que pode. Logo em seguida ficando em posição de luta. Aquilo lá com certeza não fazia a mesma pressão que a mão dele se não ele sufocaria. Conseguia ver que Tobio já estava se programando para matar o caçador desmaiado. Daniel então avançou na direção do piromaníaco com tudo, claramente era um movimento desesperado, que não se importava tanto com sua defesa, focando na velocidade. Aproveitando a situação, Hynno conseguiu acertar uma de suas técnicas no caçador, gerando dois cortes feios em seu peito. Porém o caçador ainda estava vivo. O pirata queria avançar nele, mas o caçador não havia parado sua movimentação nem com os cortes profundos e assim chegou primeiro. Ao invés de atacar, ele segurou ambos os braços do pirata na altura do ombro com uma força muito acima do normal. E então ergueu Hynno no ar alguns centímetros. O pirata conseguia ver o sangue jorrando do pescoço e do peito do caçador por causa da tremenda força que estava fazendo, aquilo não estava fazendo sentido, mas conseguia ver a raiva que emanava do rosto dele, ele não estava raciocinando mais, pelo menos o raciocínio não visava manter-se vivo. Foi então que entendeu pois acabou tomando vários tiros em suas costas, as balas eram claramente menores que a que o acertou anteriormente, mas ainda assim o machucavam. Então Hynno viu a si mesmo caindo em cima do corpo de Daniel, morto pela falta de sangue. Reparou que Louis estava morto também, Tobio havia feito seu serviço. Suas costas ardiam, sentia sangue saindo de vários pontos de suas costas. O piromaníaco não pensou duas vezes e cortou fora a cabeça do caçador.

Pelo menos as balas não acertaram nenhum ponto vital de suas costas ou qualquer ponto que prejudicasse sua locomoção. Foi então finalmente rastejando até o ferreiro e cortou a cabeça do morto também. Vasculhou os corpos de ambos os caçadores e percebeu que eles não possuíam nada além das armas do ferreiro e alguns itens que provavelmente Daniel usava para consertar o navio.  Provavelmente o dinheiro estava em algum local dos andares abaixo. Falou para Tobio o que fazer e então foi em direção a saída do navio. Graças a sua visão melhor do que o comum, conseguiu ver Rory e entendeu o porque dos tiros não acontecerem enquanto estava abaixado. O mesmo estava no telhado de uma casa baixa no cais, ele estava tentando subir no telhado de uma casa mais alta, mas a chuva e suas armas não ajudavam. Aquele momento clareou a mente do piromaníaco, Rory não tinha muito ângulo de tiro de onde estava já que o piromaníaco e Daniel estavam mais próximos da "parede" do navio por causa do avanço maluco que o caçador fez até ele, além disso, tanto Yoki quanto o outro homem estavam mais expostos por estarem mais próximos do mastro. Além disso, se Rory estivesse no solo obviamente não ia conseguir atirar para dentro do navio.

O caçador ainda não tinha visto que o piromaníaco havia achado ele, o pirata agradeceu ao deus do fogo por esse detalhe e correu até a casa, agradecendo ainda mais por nenhum tiro ter pegado em qualquer nervo que o ajudava a se locomover, ou até mesmo a chuva que fazia barulho demais para o homem ouvir ele se aproximando. A casa era realmente baixa, mas o pirata já estava machucado o suficiente para sentir dificuldades ao subir pulando. Quando terminou de subir, se viu encarando Rory que claramente ouviu Hynno subindo. Ambos estavam no telhado da pequena casa.

O espaço era limitado, mas o piromaníaco executou seu plano rapidamente, correndo em ziguezague acabou atacando Rory no pescoço, que desviou para o lado e claramente iria cair do telhado. Mas Hynno não pararia por aí, mudou seu movimento e realizou um corte diagonal na cara do caçador. Que acertou em cheio, o mesmo não morreu com aquilo, mas acabou morrendo ao mesmo tempo. Pois este corte fez ele cair do telhado e claramente quebrar o pescoço na queda.

Descendo, sentiu uma bom pontada nas costas, estava sangrando com certeza mais do que deveria. Procurou novamente pelo dinheiro e não achou, aquela merda estava com certeza no navio. Cortou a cabeça de Rory fora e então a levou até o convés. Onde todo feliz falou para Tobio, o único acordado na situação. - Acabamos com os três, falta só Doppio acabar com o deles.

Viu que Tobio já havia virado os dois para checar o estado de cada um deles. - Tobio nada pode fazer para ajudar esse homem. Yoki vai ficar bem daqui um tempo, o tiro fez ela sangrar, mas Tobio deu conta de conter o sangramento. - O próprio mink estava sangrando no braço. O ferreiro havia atirado nele.

Ambos procuraram no navio e acharam divididos em três partes, 30.747.000 berries. Durante a busca Tobio conseguiu perceber que o piromaníaco estava machucado e quis cuidar dele, mas não tinha nada ali para conseguir estancar tantos ferimentos. Havia algumas balas alojadas ainda e o equipamento médico do navio foi levado pelo Gregory.

Hynno então subiu ao convés e começou a dançar enquanto utilizava sua espada de espeto de churrasco nas cabeças dos três caçadores. Deu ordens para seu corvo que saiu voando na direção de Fragiem, daqui um tempo o mesmo acabaria aparecendo.


Diabrete

A raiva consumiu o diabrete enquanto começava a executar o plano que havia feito. Se tornou intangível e foi saindo da casa com sua intangibilidade ao mesmo afundava na terra. - E eu achava a minha akuma conveniente. - Falou virando para encarar o diabrete. O diabrete se distanciou mergulhado até certo ponto na terra. Já havia arquitetado todo o plano. Gregory não parecia ter dificuldades de localizá-lo mesmo no escuro que seria para pessoas normais, aquela maldita akuma estava ajudando-o nisso.

Todo o plano foi executado bem rápido, quase da forma exata que o diabrete havia imaginado. Gregory o atacou e o pirata realmente conseguiu afundar na terra como queria, virar-se e agarrar o tornozelo do pirata fazendo-o descer também. Já estava pronto para atirar quando sentiu então algo que não estava em seus planos acontecendo. Gregory simplesmente mudou de forma. Apesar do tiro acertar ainda em algum ponto que não vira qual. Com a mudança de forma, acabou soltando-o em seguida e assim o caçador foi expelido para fora da terra antes do pirata. Quando subiu do chão, acabou sendo acertado nas costas por uma espada. - NÃO TOQUE NO GREGORY! - Foi então que o próprio caçador que o acertou acabou voando por um golpe do tritão. - E você, não me ignore. - O tritão estava furioso com o caçador que o ignorou para atacar o diabrete sem pensar duas vezes. O diabrete então via Gregory na forma completa dele. O animal estava claramente furioso com o amigo ter sido atingido de forma tão violenta.


off:
 

Caçadores:
 

"Aliados Temporários":
 

Aliados:
 

Ferimentos:
 

Ganhos e Perdas:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Última edição por PepePepi em Qui Maio 24, 2018 3:58 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
OverLord
Pirata
Pirata
OverLord

Créditos : 31
Warn : Mau presságio - Página 19 4010
Masculino Data de inscrição : 31/03/2012
Idade : 23

Mau presságio - Página 19 Empty
MensagemAssunto: Re: Mau presságio   Mau presságio - Página 19 EmptyQui Maio 24, 2018 2:19 am


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
"Como você venderia a morte? Literalmente a experiência definitiva! Sem seguro, sem enjoo, sem discussão, uma viagem só de ida"
Post: 65 | Localização: Ilha Aracne




Então, explicado a função que Tobio iria exercer, se levantava, iria acabar com tudo aquilo e então, finalizaria a sua jornada contra eles, foi então, que o embate recomeçava. Um tiro acertava Hynno durante sua investida e ao mesmo tempo, Daniel parecia só ficar no recuo, não iria partir para o ataque, provavelmente sabia que já ia morrer e pretendia enrolar, fazer com que Rory acertasse o pirata. Mesmo com aquele tiro, o espadachim continuava, não seria um tiro que pararia o piromaníaco, muito menos um sangramento. Um segundo disparo era feito, por sorte, era apenas pego por raspão pelo braço. O boxeador então agia, o braço parava de estancar o sangue e Daniel arrancava a camisa e a usando para amarrar no pescoço, aquilo não iria amenizar a situação e ele sabia disto e durante o avanço, Draguren utilizava uma de suas técnicas e acertava o caçador, mas o mesmo segurava Hynno pelos braços, erguendo o psicopata, com aquilo, levava mais alguns tiros nas costas e no final, caia sobre Daniel, o mesmo morto. Como previsto. Por falta de sangue. Pelo menos, Tobio era competente, havia feito o serviço. As costas do psicopata ardiam por causa do tiro e, rastejando, arrancava a cabeça de Daniel e Louis, em nenhum deles tinha a grana de Hynno. Faltava Louis.

Contra o timoneiro, havia uma vantagem, a que ele não havia notado que o psicopata havia encontrado o mesmo e então, no final, Rory caia do telhado, com um ferimento na cabeça e provavelmente o pescoço quebrado. Três haviam perecido. Os ferimentos dos tiros estavam doendo, necessitava de um tratamento logo, no convés, dizia o status da missão para o mink que, naquele momento, havia averiguado Yoki e o aliado. Segundo Tobio, a garota ainda tinha salvação, o aliado, já havia morrido. Com a ajuda do coelho, a dupla vasculhava o navio e finalmente, havia recuperado a parte de seu dinheiro e um pouco a mais, provavelmente a grana de cabeças que aqueles caçadores haviam pego de outra caça. De volta no convés, o psicopata fazia uma dança, com Ymir em punhos e presa nela, as cabeças de, respectivamente: Daniel, Louis e Rory. Poe voava para o escritório de Fragiem, seu corvo havia uma missão, chamar o médico. – Finalmente, posso pensar em outra coisa. Sussurrava o piromaníaco para a sua plateia. – Agora, só falta os do Doppio. Olhava para o lado e então, respondia: - Ele que se vire.

Então, quando Fragiem viesse ao navio, primeiramente, faria o médico cuidar dos ferimentos de Draguren, aquilo seria a prioridade dele e então, esperaria parado, para que Fragiem fizesse os procedimentos necessários e em seguida, esperaria que Fragiem cuidasse de Yoki e enquanto ele tratava dela, o psicopata tomava do homem, a espada e sua bainha, onde a colocaria do lado direito de sua cintura. Era sua nova aquisição, feita de um inimigo que nem havia tocado. Quando o médico tivesse feito todo o tratamento em todos, Hynno pediria para Fragiem lhe ensinasse a perícia Toxicologia. Onde iria levar ele, Peste negra adentro e lá, aprenderia a perícia conforme o necessário, ainda com Ymir em punhos. Deixaria então, o dinheiro com o médico e sairia do interior, retornaria ao convés e diria para o grupo: - Vou avisar eles que acabei, fiquem aqui. Ao sair do navio, passaria pelo local que o corpo de Rory estava e dele, pegaria as armas de fogo dele e as munições que ele carregava. Colocaria aquelas pistolas ou algo do tipo, em sua cintura, por debaixo da camisa e então, iria até onde havia encontrado com o trio. Isto é: Dina, Ricard e Gerald.

Ao chegar lá, mostraria as cabeças dos caçadores, tiraria uma por uma e jogaria na direção da garota, se ela estivesse lá, se não, apenas jogaria no chão, próximo de quem estivesse. – Fiz minha parte. Seu contato morreu para um atirador. Giraria os calcanhares e buscaria sair do local, mas antes, diria para quem estivesse lá: - Poderiam mandar alguém para fazer uma nova cozinha no navio? A antigo foi explodida... Sua mão tocava a maçaneta, mas logo, uma lembrança vinha. – Tinha me esquecido.. Novamente, giraria os calcanhares, agora fitava as pessoas. – Conhece alguém que pode me ensinar como montar, armar, desarmar armadilhas? Esse tipo de coisas..






Objetivos:
 

Contador do piromaníaco:
 

Histórico:
 

Obs para avaliador:
 

____________________________________________________

- Fala
* Pensamento
- Fala da Plateia

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

R.I.P:
 


Chibis:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
ReiDelas
Civil
Civil
ReiDelas

Créditos : 3
Warn : Mau presságio - Página 19 010
Masculino Data de inscrição : 13/08/2015
Idade : 21
Localização : Hospício

Mau presságio - Página 19 Empty
MensagemAssunto: [color=#00688B][/color]   Mau presságio - Página 19 EmptyQui Maio 24, 2018 2:49 am

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Por pouco, maldito. — Mexi os dedos da mão livre, flexionando-os sutilmente. Estavam próximas o suficiente da cintura. — Cê não tá lidando com pirata de quinta categoria não, filho da puta. — Transmitia em tom de voz e olhar a indignação a respeito da sacanagem que fizeram conosco no acordo pelo transporte. Não berrava ou levantava a voz.

Tenho lutado muito "nem aí" desde que cheguei, Indicador e polegar da mão vazia tremiam. Vou fazer esse merda comer merda, e vou fazer bem feito. E dispensaria qualquer blá-blá-blá; soergui Nero novamente, mirando só com o olhar sorrateiro e tentando disparar no mesmo momento direto no peito da criatura;

Um tipo Zoan, e não me parece muito comum. Maneiro. A chuva fria fazia meu corpo contrastar, manifestando calor no ambiente gélido. Eu era puro foco, mesmo que não parecesse. O primeiro tiro, reto, seria seguido quase que no mesmo movimento, por um saque tão rápido quanto um piscar de olhos, num giro que parecia até ter eixo. Na altura da cintura — o plano era que Gregory seguisse para cima ou pras laterais, e praticamente no mesmo instante, tentando estudar os movimentos com os olhos afiados para determinar uma direção de tiro o mais rápido possível, trari — Calícula se revelaria e, com ela, eu dispararia um único projétil, silencioso e quieto, visando nada mais nada menos que...

seu olho esquerdo.

Caso ele bloqueasse as primeiras balas, dispararia com uma mão mais uma vez e num movimento ascendente, com Calígula, focado na barriga do inimigo. O movimento do braço prosseguiria, como o taco numa tacada de sinuca, e meu pulso jogaria a mão para trás; pow! pow! Gritariam de meus pulsos; o segundo tiro seria possível ao posicionar o braço de Nero de forma correta — embora mirando no sentido oposto à mão de seu irmão — para enviar um projétil pela Bloody Mary junto à outra arma, de mesmo nome; um miraria uma das coxas, bem na junta com o tronco, e quase em simultâneo, o outro tiro visaria seu olho esquerdo. Daria a ele uma escolha.

Caso obtivesse êxito, diria para o tritão, sem olhar pra ele. — Te devo. Não o deixe me atrapalhar outra vez. — Abriria alguns dedos da mão de Calígula para pedir que Gregory esperasse um momento enquanto eu falava com meu aliado, só pra incomodar. — E você, filho de uma puta, vai me falar onde tá a merda do meu dinheiro. — Prepararia-me para mais tiros. — Do contrário, o próximo vai explodir sua cabeça. — Olhei para Nero, com uma confiança enorme na arma.

Alinharia a arma com a cabeça do akumado, e acompanharia seus movimentos para nunca perdê-la de mira. — Você tem uma chance de falar a verdade. — Minha linguagem corporal, a firmeza do braço e a postura para mirar, talvez inspirassem uma confusão, dúvida sobre intimidar-se ou não com minha figuras, atitudes e palavras. — Se der mole, morre. — Se eu notasse que o que ele dissesse era mentira, explodiria um disparo em direção à sua cabeça.

No instante em que notasse que ele avançaria mais rápido que minhas reações de contra ataque, volveria o corpo a uma postura especifica, juntando os braços ao corpo e flexionando os joelhos. Meu tamanho pareceria diminuir, e minha agilidade para locomover-me aumentaria gradativamente; caso atacasse com as garras, buscando perfurar meu corpo, solavancaria a área alvejada num movimento calculado e rígido para uma direção inofensiva, e repetiria o processo. Para golpes cortantes, me abaixaria ou saltaria baixo — encolhendo as pernas — para que cortes baixos passassem abaixo da altura do pulo.

A todo momento, os olhos negros como noite estudariam seus padrões e movimentos ensaiados, saturados e repetidos, procurando uma brecha que permitisse uma rasteira sem honra para vencer a luta. — Onde está O MEU DINHEIRO!? — Quando encontrasse, tocaria a área com o bicho de Calígula — pistola que tentaria sacar com maestria e discrição antes da ação — e dispararia um tiro para se alojar ali, comprometendo sua mobilidade o quanto antes.

Por fim, usaria o básico para evasões; antes, durante ou depois, concluiria os movimentos com "solavancos" bem executados para as mais variadas direções, variando de altura também. Caso conseguisse abater o homem, seguiria até seu corpo, saquearia-o completamente, buscando TUDO que estivesse consigo. Estudaria o que era cada coisa que encontrara.



Vou editar o gasto certinho desse post.

Calculo de gasto de Energia: 100 – 5 – 15 - 5 + 10 = 85 + 15 = 100 - 5 + 10 - 10 - 5 - 20 + 40 - 10 +10 - 5 + 5 - 10 + 10 - 15 - 35 + 10= 60




Histórico:
 
[/spoiler]

Principais objetivos:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
PepePepi
Membro
Membro
PepePepi

Créditos : 140
Warn : Mau presságio - Página 19 10010
Data de inscrição : 15/03/2013
Localização : Utopia - 7ª rota

Mau presságio - Página 19 Empty
MensagemAssunto: Re: Mau presságio   Mau presságio - Página 19 EmptyQui Maio 24, 2018 10:24 pm

Narração

Clima: Chovendo ~começando a parar no final do post~
Local: Ilha Aracne


Piromaníaco

Esperou pelo médico aparecer, o mesmo demorou mais do que o piromaníaco desejava. Estava sentindo-se cada minuto mais fraco. Tobio sugeriu que deitasse com as costas para cima, para a pressão ajudar um pouco contra o sangramento todo que estava ocorrendo ali. Tobio também aos poucos arrastou Yoki para fora da chuva, descendo a mesma pelas escadas enquanto Draguren falava sozinho.

Fragiem chegou um bom tempo depois, usava guarda de chuva, não satisfeito, ainda estava com um guarda chuva e uma mochila. Viu os corpos, viu o espeto de cabeças e balançou a cabeça negativamente. - Tanto trabalho desperdiçado. - Foi então que o piromaníaco mostrou suas costas para o médico, a chuva começava a diminuir e o médico falou bem tranquilo apesar da situação séria que parecia estar a sua frente. - Vamos entrar, precisarei de uma mesa ou cama para tratar tudo isso. - O médico então aos poucos foi retirando as balas, fazendo curativos em cada ferimento do pirata. O procedimento foi lento, pois o médico falou que não seria bom errar naquela situação. Quando terminou ainda alertou o pirata. - Sei que não irá ficar parado ainda, mas recomendo que repouse depois por pelo menos um dia ou dois antes de entrar em outra batalha dessas. Enquanto era tratado percebia que a visão de seu olho finalmente voltava ao normal.

Quando acabou, o pirata falou para que tratasse Yoki que também havia levado um tiro. Enquanto isso, foi pegar as armas dos mortos, espólios da batalha, a espada do homem era bem inferior a sua. A pistola de Rory era uma porcaria, não se admira que havia sobrevivido mesmo com o caçador tendo descarregado a mesma no pirata. No entanto, ainda notou que a pistola não tinha mais balas. Já o rifle que atingiu suas costelas era um pouco melhor, mas era notoriamente inferior as armas que o diabrete fabricava por exemplo. Foi então que Fragiem saiu da parte inferior do navio com seu trabalho concluído e o piromaníaco pediu que o médico o ensinasse sobre toxicologia no interior do navio, mas o médico recusou. -  Ali dentro não há nada que eu possa utilizar para te ensinar sobre isso. Vamos até o meu escritório que consigo te ensinar bem melhor. - O piromaníaco ouvindo isso, falou para Tobio que iria avisar os homens que acabou o trabalho ali e saiu com o médico até o escritório, onde aprendeu toxicologia em uma boa aula com vários venenos, principalmente de aranhas. Pagou o médico e então partiu finalmente para o santuário.

A chuva estava finalmente mostrando sinais de que iria começar a parar quando entrou no santuário. O único lá era Ricard. Jogou a cabeça dos três caçadores no chão e avisou o mesmo de que o contato dele estava morto. - E você trouxe a arma dele para mim, quanta delicadeza. - Falou Ricard ao ouvir sobre a morte do homem. Porém o piromaníaco continuou falando, sobre o navio e sobre querer aprender sobre armadilhas.- Bem... se não for problemas serem armadilhas para humanos eu posso ajudar nisso.


Diabrete

Nervoso como sempre, o diabrete xingou o caçador e se glorificou, nenhuma novidade para o homem-doninha que ali estava. Doppio, apesar de surpreso com a velocidade, pareceu não se importar com isso naquele momento e deu um simples tiro na direção do peito da doninha diferenciada que estava na sua frente. Apesar de ser rápido, aquilo ainda era um tiro na maior região de seu corpo. A bala não pegou exatamente onde o diabrete queria, mas pegou. Gregory no entanto não só havia feito um movimento de esquiva, como o transformou em um movimento de arrancada para começar a correr até o diabrete e o tritão. O cozinheiro estava longe caído no chão, mas se levantando aos poucos. O segundo tiro, que foi dado logo em seguida do primeiro, por ter mirado em um alvo bem pequeno, olho esquerdo do mesmo, foi fácil de ser desviado. A cabeça de Gregory no formato doninha era bem pequena, não foi necessário um movimento muito amplo de seu pescoço para desviar do tiro.

Então enquanto o homem-doninha se aproximava, o diabrete continuou atirando. A maioria dos tiros acertavam, mas nenhum acertava exatamente onde ele queria. Gregory já estava bem mais próximo. Doppio falava com o tritão e com Gregory, que o ignorava completamente ainda correndo em sua direção, claramente o caçador não se importava com nada que o pirata falava. O pirata não era de confiança para tal.

O tritão entrou no caminho dos dois e foi rapidamente acertado pela garra gigantesca de Gregory bem no peito, aquilo surpreendeu até mesmo o diabrete por um instante, pensava que o príncipe conseguiria realizar algo a mais do que aquilo, porém no ataque aparentemente o caçador conseguia agir mais rápido. Gregory não finalizou o tritão, na verdade, parecia ignorar o mesmo sabendo que a ameaça real ali era o diabrete. E não estava errado, todos os movimentos realizados por Gregory até então estavam sendo observados por Doppio, as esquivas, o jeito de avançar e assim cada tiro ficava mais próximo de acertar onde realmente queria. Entendera o fato do caçador ser realmente novo com aquela akuma no mi, os movimentos eram completamente anti-naturais para uma doninha, até então havia atirado sabendo que aquele ser era um humano, mas então percebeu que no final das contas ele provavelmente era mais perigoso naquela forma hibrida que estava antes, nessa forma seus movimentos acabavam se tornando menos apropriados para a dinâmica corporal que deveria realmente existir. Claro, isso não eliminava o fato de Gregory ser bem mais rápido que Doppio e o alvo ser bem menor que a forma híbrida, e por isso somente quando o caçador estava na sua frente com ambas as garras gigantescas prontas para acertar o diabrete, que o pirata viu o momento perfeito para dar um tiro realmente certeiro no homem-doninha. Infelizmente para isso tinha certeza que não conseguiria desviar a tempo das garras, mas tomou a decisão e acabou sendo acertado ao mesmo tempo que o tiro acertava o peito de Gregory com toda a força. As garras haviam formado um corte em X no peito do diabrete e apesar da dor que sentira imediatamente, acabou percebendo que na verdade era mais como um corte que ardia, não um corte doloroso. Não sentia sangue ou qualquer coisa do tipo saindo do ferimento, ao olhar para baixo percebeu que a roupa apesar de rasgada, somente mostrava seu peito no local onde estava cortado, sem sinal de sangue.

Quando Gregory caiu a sua frente, tinha certeza que havia matado o caçador com um bom tiro no peito. Ouviu então o cozinheiro gritando, não de raiva, de tristeza, ele acabou ficando de joelhos olhando fixamente para o corpo inerte de Gregory. A força de vontade do cozinheiro havia acabado por ali. Foi então que o diabrete percebeu que começava a diminuir a intensidade da chuva.


Caçadores:
 

"Aliados Temporários":
 

Aliados:
 

Ferimentos:
 

Ganhos e Perdas:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Mau presságio - Página 19 Empty
MensagemAssunto: Re: Mau presságio   Mau presságio - Página 19 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Mau presságio
Voltar ao Topo 
Página 19 de 21Ir à página : Anterior  1 ... 11 ... 18, 19, 20, 21  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Grand Line - Paradise (Paradaisu) :: Farol-
Ir para: