One Piece RPG
Tróia - Parte 1 - Página 5 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» 10 Anos de OPRPG - Bingo!
Tróia - Parte 1 - Página 5 Emptypor Kenshin Himura Hoje à(s) 07:55

» 1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo!
Tróia - Parte 1 - Página 5 Emptypor Kenshin Himura Hoje à(s) 07:12

» Cap. 2: Da alvorada ao Crepúsculo, os aspectos da liberdade surgem!
Tróia - Parte 1 - Página 5 Emptypor Wesker Hoje à(s) 05:00

» Draguren Hynno
Tróia - Parte 1 - Página 5 Emptypor OverLord Hoje à(s) 04:31

» Duncan Dellumiere
Tróia - Parte 1 - Página 5 Emptypor Wesker Hoje à(s) 03:11

» Aaron DeWitt
Tróia - Parte 1 - Página 5 Emptypor Yami Hoje à(s) 01:40

» There's no good man in the west
Tróia - Parte 1 - Página 5 Emptypor PepePepi Hoje à(s) 01:31

» [Mini-Shinki Karan] Ficha
Tróia - Parte 1 - Página 5 Emptypor Quazer Satiel Hoje à(s) 00:21

» O bando nasce! Nobreza contra ralé!
Tróia - Parte 1 - Página 5 Emptypor Aesop Ontem à(s) 23:24

» Hey Ya!
Tróia - Parte 1 - Página 5 Emptypor Megalinho Ontem à(s) 23:23

» Naomi Yumi
Tróia - Parte 1 - Página 5 Emptypor ADM.Ventus Ontem à(s) 23:22

» Capítulo I - Despedida
Tróia - Parte 1 - Página 5 Emptypor GM.Noskire Ontem à(s) 23:16

» Capítulo I: Meu nome é Cory Atom! Filho de Kouha Atom
Tróia - Parte 1 - Página 5 Emptypor Kiomaro Roshiro Ontem à(s) 23:04

» Joe Kerr
Tróia - Parte 1 - Página 5 Emptypor ADM.Ventus Ontem à(s) 22:38

» Bizarre Adventure: Welcome to the Jungle
Tróia - Parte 1 - Página 5 Emptypor ADM.Ventus Ontem à(s) 22:34

» Laith Kinder
Tróia - Parte 1 - Página 5 Emptypor ADM.Ventus Ontem à(s) 21:33

» Karyo Shen
Tróia - Parte 1 - Página 5 Emptypor ADM.Ventus Ontem à(s) 21:30

» Noskire M. Hughes
Tróia - Parte 1 - Página 5 Emptypor ADM.Ventus Ontem à(s) 21:27

» Alexsander Kaelum Colt
Tróia - Parte 1 - Página 5 Emptypor ADM.Ventus Ontem à(s) 21:22

» Hizumy Mizushiro Mayan
Tróia - Parte 1 - Página 5 Emptypor ADM.Ventus Ontem à(s) 21:20



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 Tróia - Parte 1

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6 ... 9, 10, 11  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 44
Warn : Tróia - Parte 1 - Página 5 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 26
Localização : 1ª Rota - Karakui

Tróia - Parte 1 - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Tróia - Parte 1   Tróia - Parte 1 - Página 5 EmptyDom 10 Set 2017, 17:18

Relembrando a primeira mensagem :

Tróia - Parte 1

Aqui ocorrerá a aventura do(a) civil Achiles Wolf. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
Achiles
Pirata
Pirata


Data de inscrição : 01/09/2017

Tróia - Parte 1 - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: Tróia - Parte 1   Tróia - Parte 1 - Página 5 EmptyTer 21 Nov 2017, 01:46


Tróia - Parte 1






Fiorela era bem gentil com seus cuidados por mim e após a minha explicação ela saiu para falar com Pilo sobre o que tinha acontecido, infelizmente os meus galanteios não a atingiam também e eu ficava frustado por não conseguir nenhuma paquera, já eram dois foras, Rannah e Fiorela. A noite e a chuva davam um bom clima para o meu sono que loco caia e eu adormecia.

As únicas vozes que eu ouvia depois disso era de alguém me chamando, eu acordava e via Rannah ao meu lado me dizendo que deveria levantar para irmos até Pilo que nos chamava, ela dizia que ainda era 5:30 e que queriam dificultar para gente enquanto ainda chovia. A dor na minha nuca ainda era constante embora todo o resto estivesse melhor, infelizmente o meu corpo ainda parecia pesado devido ao que aconteceu ontem e depois de tanto esforço e uma noite mal dormida, era de se esperar que ainda sentisse um pouco da exaustão provocada. - Rannah! - Mostraria um sorriso ao vê-la me acordando. - Bom, vamos, eles nos esperam, até fico um pouco mais animado sendo acordado por você. - Sorriria mais uma vez e me levantaria da maca e começaria a segui-la após arrumar as minhas vestes.

Mostraria um sorriso ao ver Pilo que fazia um sinal de cabeça ao nos ver no lugar, ele estava mais lotado e parecia que outros grupos de recrutas haviam se juntado ao nosso, um marinheiro chamava as pessoas para lhe ceder armas e eu me colocava a pensar nas soqueiras usadas por Marcus na noite passada, Fiorela havia me dito quem era e a raiva por ele ser um nobre combinava com a dele ser um bully, o Governo trabalha para os nobres e aquilo me deixava irritado por simplesmente não gostar da ideia, nunca fui de classe alta e isso me irritava, todos aqueles privilégios enquanto as pessoas passam fome e morrem de doenças que com um pouco mais de ajuda teriam tido uma vida mais longa, meu dever será proteger as pessoas e tentar encaixar um sorriso nelas, mas acho que isso incluí até mesmo os nobres.

Voltando a vida olharia para o marinheiro e esperaria ser chamado por ele, caso não fosse me dirigiria até ele. - Gostaria de Manoplas ou Soqueiras, se não tiver não tem problema, obrigado mesmo assim. - Esperaria a sua resposta e aceitaria o que fosse me dado, se fossem soqueiras colocaria em meus bolsos da calça, se fossem manoplas eu as vestiria.Se tivesse uma resposta negativa apenas me despediria com um aceno de cabeça e me colocaria a ficar atento para o instrutor dizer.

Um agente de terno estava mais a frente e era ele que começava todas as explicações e instruções do que deveria ser realizado naquele lugar, para início começaríamos com seis voltas ao redor do pátio, o que me trazia más lembranças do que havia acontecido no dia passado onde corri na frente e não pude aproveitar de ser um time, colocando-me em uma punição de carregar bombonas. O segundo seria levantar peso, algo com que eu já estava acostumado tendo passado a vida fazendo isso, ajudando moradores e trabalhando com isso, além de ter carregado as bombonas do dia passado. O terceiro era o que me deixava mais ansioso, aplicar em bonecos de madeiras as minhas melhores técnicas para o combate, me lembrava da noite passada onde havia lutado contra Marcus e tinha com certeza que melhorar naquele quesito se eu quisesse derrotá-lo facilmente qualquer dia desses, precisava treinar! O quarto era simples e que testaria a nossa agilidade nos levando em uma corrida de obstáculos, já havia demonstrado a minha habilidade de esquiva também na noite passada, mas deveria ser mais ágil para poder batalhar contra os meus oponentes e acerta-los onde mais doe.

Colocaria a minha mão na nuca para ver como estava doendo e me aqueceria mexendo o meu pescoço tentando aceitar a dor provocada e balançaria meus ombros e pernas dando alguns pequeno pulos tentando aquecer o meu corpo e verificar como todos os meus membros e peso do corpo estava. Olharia para Rannah mais uma vez e diria se ela estivesse perto de mim. - Bom, acho que está bem no fim, me desculpe por qualquer coisa e boa sorte. - Estenderia a minha mão para um aperto de mão.

Me posicionaria para correr ao redor do pátio, caso houvesse algum sinal de largada eu esperaria algum instrutor fazer, caso contrário e eu visse alguém começando a correr em volta do pátio iniciaria o meu trajeto ao redor do pátio também tomando cuidado com cada passo para não tropeçar e parando caso sentisse alguma tontura das dores de ontem, esperaria passar e seguiria correndo ao redor do pátio sem forçar bastante o meu corpo e numa velocidade constante em que minha respiração ficasse sempre constante e não muito rápida. Faria o trajeto da melhor forma que fosse possível e tentaria manter o ritmo em que eu achasse que daria para dar as seis voltas e ficando entre os primeiros, se sentisse que não daria tempo para completar as seis voltas até que algum instrutor interrompe ou as outras pessoas estivessem bem lendas começaria a acelerar cada passo e tentar correr o mais rápido que eu pudesse.

Se conseguisse completar as seis voltas sairia do trajeto dos outros indo até mais ao centro do pátio e colocaria minhas mãos no meu joelho deitando o meu torso e respirando fundo e forte para poupar o cansaço. Olharia ao redor para avaliar as condições físicas dos outros recrutas e tentar adivinhar o que os instrutores estavam achando olhando em suas impressões faciais se fosse possível. Esperaria todos terminarem antes de continuar o que era me pedido para realizar pelos instrutores, estaria sorridente se tivesse conseguido passar sem os instrutores terem dito alguma coisa sobre a avaliação e seguiria em direção onde precisava para levantar os pesos, passaria a minha mão na minha nuca de leve para sentir como a dor estava.

Começaria com pesos leves, levantando eles até a altura do meu peito dobrando os meus cotovelos e depois estendendo eles até o meu joelho mantendo a coluna reta, repetiria a mesma coisa durante dez repetições, após completar eu pararia por um instante largando os pesos ao meu lado e respirando fundo mantendo a concentração, daria aquela pausa de um minuto e voltaria com pesos maiores se estivessem disponíveis, fazendo o mesmo exercício com os pesos maiores na mesma sequência de dez vezes, pararia para dar uma respirada e descansar os músculos e colocaria os pesos leves e maiores de volta em seus respectivos lugares, mas dessa vez pegando um ainda maior que os outros dois segurando-o com as duas mãos a frente do meu peito e fazendo o mesmo exercício com a mesma quantidade de repetições, colocando o peso no chão e respirando bem fundo mais uma vez, mas dessa vez indo até um instrutor, de preferência Pilo e perguntando ao mesmo. - Está bom ou preciso fazer mais? - Se a resposta fosse que precisava fazer mais eu seguiria todo os exercícios novamente e faria a mesma pergunta até que recebesse um "está bom" como resposta.

Veria se dava tempo para dar uma leve pausa e descansada antes de continuar com o procedimento que havia a ser exercido, estaria feliz se até aquela etapa eu ainda não havia sido eliminado e estaria feliz por estar fazendo aquilo e tendo êxito. Olharia para Rannah se ela estivesse lá e veria como ela estava, da última vez ela tinha se cansado bastante com os exercícios físicos e eu acho que não estaria diferente dessa vez.

Seguiria então em direção aos bonecos de madeira para seguir com as etapas, esperaria que todo o tempo que eu havia demorado para dar uma descansada dos exercícios fosse o tempo de todos terem terminado, caso contrário esperaria mais antes de dar início aos socos no boneco. Assim que estivesse posicionado iniciaria a minha postura de combate, colocaria as minhas soqueiras se tivessem me dado soqueiras ao invés de manoplas e seguiria dando dois jabs de esquerda e direita na altura do rosto do boneco de treino e depois puxando o meu braço direito para trás e tentando acertar um direto em seu rosto. Imaginaria que era Marcus quem estava acertando todo esse tempo para dar mais raiva aos meus golpes, seguiria fazendo essa sequência mais duas vezes e depois partiria para uma sequência de ganchos na altura das costelas do boneco tentando estar sempre centrado e manuseando a força utilizada para não dar socos fortes o suficiente para rasgar as minhas mãos, mas forte o suficiente para mostrar que estava levando aquilo a sério. Repetiria a sequência mais algumas vezes até que achasse que estava bom, daria golpes rodados tentando acertar com a parte de cima da mão no boneco de treino tentando aplicar bastante força nos golpes até que eu ficasse tonto. Assim que eu ficasse tonto eu pararia, descansaria mais uma vez e olharia para algum dos instrutores tentando ver a confirmação deles.

Me afastaria dos bonecos de treino e sentaria no chão para dar uma melhor descansada enquanto esperaria os outros caso eles ainda não tivessem terminado, caso contrário já me levantaria e seguiria para a pista de obstáculos. Olharia ao meu redor para ver o estado físicos das outras pessoas mais uma vez e checaria a minha nuca mais uma vez para ver como estava a dor, aguentaria forte as dores se estivesse doendo bastante com os esforços para poder prosseguir com a última etapa.

Olharia com cada atenção cada parte do trajeto antes de dar início para o mesmo, seguiria correndo por cima dos obstáculos se pudesse ou deslizando por baixo utilizando da maior aceleração e força em minhas pernas possíveis para conseguir escapar dos obstáculos da melhor forma possível pulando bastante e deslizando da melhor maneira possível com a perna direita sempre a frente para melhor equilíbrio e jogando as minhas mãos na altura do meu ombro nos saltos e os cotovelos ao chão quando fosse deslizar tentando ser o primeiro a chegar no fim com a maior velocidade que eu conseguia sem cair ou tropeçar, caso acontecesse isso eu tentaria me erguer o mais rápido possível e continuar o trajeto até o fim levantando quantas vezes fossem necessárias.

Se eu conseguisse completar todas as etapas eu iria até Pilo e perguntaria ao mesmo. - Então, passei? - Colocaria a mão na minha cabeça perto da minha nuca e tentaria aguentar a dor até que fosse me dado a resposta esperançoso de suas ações. Se a resposta fosse sim eu levantaria as minhas mãos em sinal de comemoração e sorriria alegre, procuraria em meus olhos encontrar Rannah e ver se ela havia passado junto a mim nos testes.

Em caso de falha, eu abaixaria a minha cabeça ficando triste por não conseguir passar, olharia para Pilo se ele estivesse em minha frente e iria até ele, perguntaria ao mesmo. - Quando eu poderei repetir os testes? - E esperaria as suas resposta.


Objetivos:
 

Histórico:
 

Off:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
GM.Furry
Game Master
Game Master
GM.Furry

Créditos : 26
Warn : Tróia - Parte 1 - Página 5 10010
Masculino Data de inscrição : 27/03/2015
Idade : 28

Tróia - Parte 1 - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: Tróia - Parte 1   Tróia - Parte 1 - Página 5 EmptyQui 23 Nov 2017, 15:12




Achiles

Nobre Galanteador



Durante todo o tempo de execução dos exercícios instrutores circularam pelo meio dos recrutas com pranchetas e realizando anotações. Não era bem possível identificar em seus rostos se gostavam ou não do que observavam, pois todos vestiam uma mascara de semblante sério.

Achiles observou que durante a execução ao menos os seus conhecidos pareciam ir mal, tal qual o gordinho que não conseguiu concluir o percurso de corrida nem o de agilidade. Outros mostravam as mesmas dificuldades sendo que do seu grupo a única que parecia conseguir concluir os exercícios além dele próprio era a Mink Rannah.

Os instrutores não chegavam a permitir um real tempo de descanso, mas era possível conseguir um ou dois minutos na espera de vaga para a realização do novo percurso.

Os testes duraram basicamente uma hora, suor escorria pela face e costas de Achiles, suas temporãs pulsavam com força e por duas vezes sentiu-se tonto, mas persistiu e por fim terminou. Quando indagou a Pilo sobre se havia passado ou não o instrutor apenas pediu para que esperasse que logo iriam reunir todos os recrutas e dariam o anuncio formal.

>>><<<

Os recrutas encontravam-se novamente na posição inicial de frente ao tablado elevado, lá em cima os instrutores de cada grupo e quem provavelmente seria um tipo de supervisor fitavam os olhares cansados dos candidatos.

- ATENNNÇÃO!! - Bradou silenciando as poucas conversas que ocorriam na fila de recrutas. - Os resultados da seleção foram uma completa vergonha, não há mais jovens dedicados hoje em dia, sinto que os que passaram foi por completa pena dos seus instrutores e não porque mereciam… - Fez uma curta pausa enquanto observava as caras de desanimo que se alastravam entre os recrutas. - Aqueles que os nomes forem chamados permaneçam onde estão, quando aos que não fores estão dispensados.

Dito isso ele pegou uma prancheta e começou a chamar, Achiles foi o terceiro nome, seguido de Ranahh e depois desta apenas mais um nome foi dito. Concluída a chamada o supervisor berrou expulsando os outros enquanto os chamava de inúteis.  

>> Adlet, Amber, Achiles, Ranaah e Yami. << ( Prununcia-se Adalet, Ember)

Ranaah já era conhecida de Achiles, já os outros pertenciam a outros grupos de recrutas.

Spoiler:
 

Adlet e Amber pareciam ser irmão, ao menos possuíam bastante entrosamento e semelhanças entre si, já Yami por outro lado não podia ser mais diferente, tinha uma aparência estranha, um olhar agressivo e um jeito irritante de ser, pois parecia toda hora fazer pouco dos fracassados e caçoar daqueles que não haviam sido admitidos.

O supervisor casca grossa deixou o tablado e Pilo se dirigiu aos 5.

- Bom.. hunhun… Meus parabéns a vocês 5. Todos vocês ainda tem pontos a melhorar, mas até aqui atingiram o mínimo necessário para serem aceitos na maior e mais poderosa agencia do mundo, então é esperado que continuem se esforçando para galgarem cada vez mais degraus.


Amanha vocês receberam sua primeira missão, então olhem bem para os homens e mulheres ao seu lado, pois esses serão seus companheiros de missão. Vocês serão liderados por dois agentes mais experientes em sua primeira missão real. Aproveitem o dia de hoje para se conhecerem, aprenderem a trabalhar em equipe e se prepararem para a missão de amanha. Estão dispensados, estejam na sala do Capitão Thor amanha de manha as 6h. Dispensados!



Com isso Pilo e os outros recrutadores deixaram o patio e seguiram para o interior do QG.

- É isso ai!!!! - Comemorou Adlet que bateu um cumprimento com sua irmã.

- Viu??? Eu disse que a gente ia passar, somos os melhores. - Soava um pouco esnobe da parte dela, mas havia um humor escondido em sua voz.

- Uhummm.

- Puff, idiotas. - Disse Yami a direita de Ranaah antes de começar a caminhar para longe do grupo.






Com a ajuda do Yami-sempai bolei uma missão no minimo inusitada e ardilosa para você. =) que comece a parte divertida e a tortura psicológica de minhas armadilhas.

____________________________________________________



[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Voltar ao Topo Ir em baixo
Achiles
Pirata
Pirata
Achiles

Créditos : 32
Warn : Tróia - Parte 1 - Página 5 10010
Masculino Data de inscrição : 01/09/2017
Localização : The Wonderful Land - 1º Rota

Tróia - Parte 1 - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: Tróia - Parte 1   Tróia - Parte 1 - Página 5 EmptySex 24 Nov 2017, 17:21


Tróia - Parte 1






Estava feliz, havia conseguido algo que eu queria já há algum tempo, virar um agente. Após um grande esforço para conseguir aquilo e passando por várias dificuldades havia conseguido realizar o que eu tanto queria, nada podia me alegrar mais em ver meu nome sendo citado entre os cinco que passaram, duas pessoas ruivas, Rannah e mais um todo estranho. As duas pessoas ruivas, um homem e uma mulher vibravam por terem conseguido passar pelo teste e estavam felizes por isso, ambos pareciam irmãos. O supervisor havia nos dado uma bronca por "sermos fracos diante de seu olhar", aquilo me incomodava com a sua arrogância, haviam apenas uma coisa que havia me deixado para baixo mesmo tendo conseguido passar, deixar os outros meus companheiros do grupo de recruta irem embora por não terem passado, eu odiava aquilo e desejava que todos tivessem passado, infelizmente não foi assim.

Lembro das palavras de Pilo nos parabenizando por termos passado e já formando um grupo para uma missão no dia seguinte, deveria conhecer os meus companheiros e ter Rannah perto me fazia ficar mais a vontade naquilo. Olharia para todos ali e me direcionaria até os ruivos. - Nós passamos! - Daria um sorriso para eles antes de começar a correr em direção ao estranho se ele ainda estivesse ali e tentar parar em sua frente. - Hey, espere. - Tentaria olhar nos fundos do seu olho para ver a expressão que escondia. - Vamos dar um passeio antes de amanhã, precisamos nos conhecer melhor, você não acha? - Esperaria sua resposta, mas já pensava que seria não, ele era estranho e não parecia estar querendo fazer amigos.

Iria até Rannah por último e sorriria mais uma vez para ela. - Acho que você está presa a mim. - Daria uma risada e concluiria. - Você mandou bem. - Estenderia a minha mão para um aperto. Me colocaria ao centro e perguntaria a todos. - Alguém sabe de um bom lugar para comer ou beber algo? Ainda nem tomamos o café da manhã, não é mesmo? - Esperaria a resposta de algum deles esperançoso que Rannah soubesse melhor por ela ter me convidado para tomar algo antes e provavelmente sabendo de um bar ou algo do tipo, se a resposta fosse positiva eu começaria a seguir a pessoa que soubesse o caminho até o estabelecimento. Caso contrário eu tentaria lembrar em minhas memórias de sempre viver nessa ilha um lugar em que eu achasse algo para comer ou beber, uma taverna ou coisa do tipo e diria a todos. - Acho que sei de um lugar, vamos! - E lideraria o caminho até o lugar seguindo as minhas memórias. E em caso de não saber apenas diria. - Então vamos passear pela ilha até encontrar alguma coisa. - E sairia do local esperando que alguém viesse comigo procurando por um estabelecimento em que vendesse comida ou algo para beber.

Se chegássemos ao bar/taverna procuraria por uma mesa a me sentar junto com meus mais novos colegas e depois olharia para o bartender estendendo a minha mão para cima e chamando por ele caso o visse. - Traz algumas garrafas de alguma coisa e alguma coisa para nós comermos! - E esperaria ser servido enquanto olharia fixo para minhas novas manoplas.

Em caso de todos terem me ignorado, sairia do local de cabeça baixo por não conseguir abrir um sorriso em ninguém e procuraria por um estabelecimento em que eu pudesse descansar e comer alguma coisa, um bar ou taverna. Olharia para o bartender se chegasse ao local e diria. - Me traz algo para comer e uma garrafa de alguma coisa, por favor. - Sentaria-me em uma mesa qualquer e esperaria ser servido enquanto descansaria as minhas costas no encosto da cadeira e olharia fixo para minhas novas manoplas.


Objetivos:
 

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Ficha na Sign
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
GM.Furry
Game Master
Game Master
GM.Furry

Créditos : 26
Warn : Tróia - Parte 1 - Página 5 10010
Masculino Data de inscrição : 27/03/2015
Idade : 28

Tróia - Parte 1 - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: Tróia - Parte 1   Tróia - Parte 1 - Página 5 EmptySeg 27 Nov 2017, 16:37




Achiles

Nobre Galanteador



Animado Achiles se exalta lançando uma comemoração para os ruivos, mas nem tem tempo de ver as expressões do mesmos, pois já se vira e segue para alcançar Yami que já se dirigia para fora do pátio.

 Vamos dar um passeio antes de amanhã, precisamos nos conhecer melhor, você não acha? 

- Ahhhhh claro que sim. - Exclamou Yami com uma animação súbita que pegou Achiles desprevenido. - Depois podemos contar todas nossas habilidades uns para os outros e melhorar nosso entrosamento….. A sim pegue. - Yami colocou a mão no bolso e jogou algo em arco para Achiles, era um objeto pequeno e por instinto Achiles colocou as mãos em forma de concha apanhando o objeto no ar.

Em sua mão via o que parecia ser um besouro, este olhou-o nos olhos, balançou as antenas e então de repente imitiu um odor pútrido muito forte e desagradável toldando assim os sentidos de Achiles. Com os olhos fechados largou o inseto e tampou o nariz enquanto ouvia Yami se afastar rindo e chamando-o de novato idiota…. No fim estava certo, aquele sujeito não iria aceitar. Por fim o cheiro se dissipou e voltou caminhando até Ranaah que tampava o nariz com uma das mãos, mas sorria.

- Acho que você está presa a mim. -  - falou Achiles que ainda mantinha o bom humor apesar do ocorrido.

- Só tome um banho antes de me algemar. - brincou ela e riu do seu comentário.

- Alguém sabe de um bom lugar para comer ou beber algo? Ainda nem tomamos o café da manhã, não é mesmo? 

- AHNNNNNN!!! - Exclamou Adlet com o rosto torcido em uma careta cômica. - Esse zé ninguém tá falando com a gente mana?

- É, acho que ele tá sim mano. (Se você assiste anime leia o mano mano como Nisam e Anesam) - Acho que é o que se pode esperar de um ralé sem modos. UNFF - e virou a cara de lado em amplo sentido de ofendida.

- Venha, vamos ignorá-lo, talvez ele vá embora mana. - E assim viraram-se e saíram do pátio. Deixando Achiles e Ranaah perplexos com o comportamento dos irmãos.

Aquela sem dúvida seria uma missão bastante divertida.

- Eu até acompanho você, mas precisa tomar um banho primeiro. - riu-se.

Assim uma hora mais tarde Achiles e Ranaah estavam sentado em um bar local, não muito grande, mas limpo. Ranaah sorria afinal estava contente em ter passado e parecia que outros fatores não lhe importavam muito, tais quais o grupo ser completamente estranho.

Ela recusou a bebida e pediu leite ao proprietário recebendo um olhar estranho, mas também o leite.

- Ahhhh, estou anciosa com a missão de amanha. - Agora que havia passado Ranaah parecia muito mais descontraída e despreocupada,  o que combinava bastante com o fato de ser uma mink gata. - Já pensou o que precisamos levar amanha?



Spoiler:
 
Tentei dar um clima bem de anime no sentido comedia e diversificação dos personagens, costumo criar os NPCs bem complexos em suas personalidades de modo que o que você fala, como fala e o tom que fala influencia bastante na forma como cada um irá agir.
Também tento dar bastante peculiaridades para eles embora plagiados um pouco. O casal de irmãos tem uma personalidade vinda de shakugan no Shana enquanto Yami de Black Clover.

Converse com a Ranaah se quiser, use o post pra comprar o que achar que precisa e pra pedir no quartel mantimentos ou outras coisas que ache, depois se não quiser mais nada post algo como iria dormir e acordaria na hora para ir até o escritório do capitão que seguimos pra missão, enquanto você não postar isso seguimos no post a post.

____________________________________________________



[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Voltar ao Topo Ir em baixo
Achiles
Pirata
Pirata
Achiles

Créditos : 32
Warn : Tróia - Parte 1 - Página 5 10010
Masculino Data de inscrição : 01/09/2017
Localização : The Wonderful Land - 1º Rota

Tróia - Parte 1 - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: Tróia - Parte 1   Tróia - Parte 1 - Página 5 EmptySeg 27 Nov 2017, 23:30


Tróia - Parte 1






Com uma brincadeira idiota com um besouro acabava sendo enganado por um momento e ficando com um cheiro terrível e os olhos ferrados, mas como já era previsto por mim o garoto estranho recusava a nos acompanhar. Os outros dois que pareciam ser irmãos também recusavam com uma atitude mais do que idiotas, deveriam ser nobres igualmente a Marcus que tinha me deixado em débito com ele pela luta de antes, minha vontade ainda era de socar a cara dele, mas deveria ter uma razão melhor para isso do que motivo próprio...

Rannah ao contrário dos outros tinha se juntado a mim e parecia estar bem animada, estava feliz e me respondendo como se houvesse esquecido do que havia acontecido antes, era um alívio para minha parte para conseguir uma companhia. Após o passar de um tempo chegávamos a um bar e nos encontrávamos sentados em uma mesa, a garota recusava a bebida e pedia um leite, um comportamento estranho. Ela me dizia que estava ansiosa e depois perguntava se deveríamos levar algo para amanhã. - Eu não faço a menor ideia. - Daria um riso meio envergonhado por não saber e continuaria. - Em toda minha vida sempre dependi dessas duas. - Colocaria minhas mãos a minha frente levantando a palma de frente para mim e depois virando, fechando os dedos e depois batendo de leve uma na outra com um sorriso no rosto ansioso para uma luta amanhã. - O que eu quero mesmo é uma boa luta. - Retiraria as minhas manoplas e colocaria uma encima da outra e tomaria dois goles pequenos da minha bebida e colocaria ela de volta para a mesa, enquanto colocaria minhas mãos sobre as manoplas. - Não estou preocupado com amanhã e também não tenho muito dinheiro para comprar algo de tão útil assim, o momento agora é só descansar e aproveitar o dia mesmo, você concorda comigo? - Esperaria sua resposta enquanto comeria o que havia sido me servido deixando metade para a garota se ela quisesse.

Olharia com atenção para os detalhes da garota procurando ver cada centímetro de seu rosto e depois olharia para o redor e colocaria a me pensar em um bom lugar para poder leva-la comigo. Me lembraria de um lugar que era de costume de ser frequentado como uma loja de artefatos marinhos, era morador daquela ilha desde que nasci e tinha costume de passear bastante ajudando as pessoas necessitadas e era aquilo que vinha em mente no exato momento e com um sorriso no rosto colocando minhas duas mãos na mesa e animado diria. - A bela moça me acompanharia até um lugar famoso? - Vestiria as minhas manoplas e pegaria a minha garrafa, se houvesse alguma rolha para fechar eu fecharia, caso contrário iria até o balcão onde pagaria pelo que havia sido me servido e pediria uma rolha dizendo. - Você haveria uma rolha para tampar a garrafa? - Assentiria com a cabeça agradecendo havendo ou não e colocando a rolha no lugar se fosse me dado.

Esperaria Rannah na porta se ela fosse vir comigo para a loja, caso contrário iria até ela e diria: - É uma pena não passar mais tempo com você, gosto bastante de você, Rannah. Até amanhã! - Daria mais um sorriso e sairia pela porta. Se fosse pedido para ficar mais um tempo antes de ir, esperaria. Meu objetivo era chegar até a loja de artefatos de Shells, sempre é um loja bem cobiçada e frequentada, eu queria saber mais sobre ali tentando usar da minha memória das ruas da ilha para seguir o caminho com uma das mãos no machucado em minha nuca de leve para proteger aquela área de um vento frio ou uma garoa fina e com a garrafa de vinho escondida dentro do paletó.

Se conseguíssemos chegar sem problemas na loja eu procuraria ver os objetos, procurando por um objeto mais atraente e bonito, olharia para Rannah se estivesse acompanhado e perguntaria para ela após termos dado uma vista pelos objetos. - De qual você mais gostou? - Caso o preço se encaixasse em meu orçamento eu pegaria e iria até o balconista pagando pelo artefato após perguntar. - Qual o preço?, se não houvesse uma etiqueta indicando o mesmo. Estenderia a minha mão com o objeto para ela e diria. - Pegue e guarde, este é um presente meu para você. - Olharia sua expressão e esperaria que ela aceitasse o meu presente, caso contrário eu guarda no bolso meio decepcionado pro ela ter recusado. Olharia para ela mais uma vez e diria: - Bom, acho que é melhor eu ir descansar para a missão de amanhã, irei para o Quartel. - Me despediria daquele momento abaixando a minha cabeça e fazendo uma reverência a garota e começaria a seguir em direção ao quartel fazendo a mesma coisa com a outra mão dessa vez.

Se Rannah não houvesse me acompanhado eu seguiria do mesmo jeito em direção a loja e compraria o objeto mais atraente e que encaixasse em meu orçamento, olharia todos lá e selecionaria ele. Olharia para o bartender e perguntaria. - Qual o preço? - Caso não houvesse alguma etiqueta nele, pagaria pelo objeto e seguiria em direção ao quartel realizando a mesma estratégia de andar com a minha mão em minha nuca e a garrafa escondida.

Se chegasse ao quartel são em salvo procuraria pela enfermaria mais uma vez a procura de Fiorela, caso encontrasse ela e ela não estivesse ocupada perguntaria para a mesma. - Vim para ver se você pode avaliar mais uma vez a minha nuca para não estar com outros problemas e pedir se poderia descansar um pouco aqui se não fosse incomodar, não me sinto mais seguro dormindo nos dormitórios. - Esperaria por uma reação dela e seguiria o que fosse me pedido, colocando a garrafa de vinho no chão e descansado se fosse permitido, se ela negasse eu dormir ali ou o atendimento, iria até o dormitório e procuraria por minha cama, tentaria guardar o meu paletó embaixo do meu travesseiro com o objeto no bolso dele e a garrafa enrolada dentro da veste se estivesse tampada, caso contrária guardaria dentro do bau tentando esconder dos olhares e tentar dormir com a coberta, faria o mesmo na enfermaria.

Em caso de encontrar com Marcus pelo caminho procuraria por avaliar o mesmo e sorriria em sua direção se ele estivesse olhando para mim. - O round 2 irá começar logo. - Provocaria e tentaria me esquivar se ele tentasse qualquer golpe, caso contrário procuraria deixá-lo passar por mim ou passar rápido em direção ao que eu estivesse andando.


Objetivos:
 

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Ficha na Sign
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
GM.Furry
Game Master
Game Master
GM.Furry

Créditos : 26
Warn : Tróia - Parte 1 - Página 5 10010
Masculino Data de inscrição : 27/03/2015
Idade : 28

Tróia - Parte 1 - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: Tróia - Parte 1   Tróia - Parte 1 - Página 5 EmptyQua 29 Nov 2017, 18:44




Achiles

Nobre Galanteador




Ranaah tinha um bigode de leite enquanto ouvia o que Achiles discursava só ter precisado de seus punhos, as orelas pontiagudas e peludas que ela possuia sobre a cabeça se agitavam enquanto ouvia.

- Não sei se vamos poder contar só com lutas em nossas missões, ser agente do governo não sei se é tão direto assim. - Disse ela como um comentário qualquer logo se distraindo em limpar o bigode e comer o aperitivo a sua frente. Comeram e beberam até que Achiles foi novamente acometido pelo seu lado galante e partiu pra cima da sua dama de forma arrojada.

- A bela moça me acompanharia até um lugar famoso?

A jovem a frente sorriu e completou.

- Desde que o lugar famoso que diz não seja a sua cama. - deu-lhe uma piscadela com o olho direito e se levantou bebendo seu ultimo gole de leite.

Levantaram-se e rumaram pela porta, ouvindo gritos ao fundo.

- Eii moleques, onde pensam que estão indo sem pagar a conta… Ah moleques!!!! - Ranaah riu bem humorada e acenou para o dono do local quando este saiu para rua olhando para o casal fugitivo de contas e assim sob gritos de protesto seguiram pelas ruas de Shells sem problemas.

Acalçaram depois de algum tempo a loja que Achiles desejava.

Awa’s Shells. - leu a plaqueta.

Era uma loja pequena e modesta, construída de pedras irregulares e conchas. Dentro o ambiente também era modesto e com diversos itens confeccionados de pedras, conchas, esponjas, algas, perolas e por diante.

Distraíram-se pela loja, atrás do balcão uma senhora já idosa sorria amavelmente para o casal e deixou-lhes a vontade para bisbilhotar os itens da loja. No interior havia outras duas mulheres pela casa dos 40 anos que olhavam as prateleiras. Quando indagada sobre o que mais tinha gostado Ranaah respondeu.

- UHMMMM de muitas coisas na verdade. - Ai puxou Achiles lhe mostrando nas prateleiras tudo que havia achado interessante.

Havia uma falha fatal no plano do jovem, que era não ter percebido antes que a palavra MAIS GOSTOU não existe necessariamente no vocabulário das mulheres. E assim seguiu-se uma sucessão de itens dos quais Ranaah havia gostado.

Entre os itens havia uma pulseira simples, mas bonita composta de conchas e pequenas pedrinhas trançadas em fios coloridos e com um pingente metalico pequeno na forma de um golfinho ao preço de 15k berries.

>>><<<

Achiles havia se despedido de Ranaah no centro de Shells, a jovem havia lhe agradecido a pulseira com um beijo no rosto e um sorriso simpático, e piscando-lhe havia dito que aceitaria passear mais vezes. O jovem aproximava-se da enfermaria nesse momento.

>>><<<

Fiorella lhe garantiu que estava bem, mas disse-lhe que um homem de verdade não devia se esconder e assim o enxotou da enfermaria. Não encontrou Marcus no quarto e assim pode descansar, na verdade os dormitórios encontravam-se praticamente vazios agora que muitos novatos haviam sido dispensados.  Guardou seus pertences e passou o restante do tempo descansando para o dia seguinte.


>>>><<<<

Os cinco encontravam-se no escritório do capitão, mas o mesmo não estava lá, em seu lugar encontrava-se Pilo para lhes receber. Além dos cinco estava lá Jason e um outro agente mais velho que Achiles veio a  saber chamar-se Rider.

A missão era simples, ao menos em sua explicação. Iria ser enviado um mensageiro a Logue Town, este transportava algo que não lhes foi informado, mas que devia ser protegido e garantida a segurança. Era importante que tanto o mensageiro quanto a carga chegassem até o QG de Logue Town. O navio zarparia em uma hora, cerca de outros 20 marinheiros estariam a bordo, mas estes não sabiam nada sobre a missão, o mensageiro e a carga levada e deviam continuar sem serem informados a menos que fosse de suma importância a revelação deste fato.

Os cinco novatos deveriam acompanhar o mensageiro e garantir sua segurança sobre a supervisão de Rider e com o auxilio de Jason. O navio Zarparia em menos de uma hora.

O mensageiro foi convidado a entrar, era um sujeito magro vestido de preto com um manto que lhe cobria as feições, carregava um pequeno baú nos braços feito de madeira e ferro.

>>>><<<

Fora do QG Rider se manifestou.

- Estou aqui apenas para garantir e observar o cumprimento da missão, mas optarei por me envolver o menos possível e observar. Jason será o líder da equipe, vocês deveram obedecer as suas ordens sem discussão. Vocês todos foram recém aprovados, mas isso não lhes garante estabilidade permanente então se esforcem e concluam a missão.

Com isso foi dada a ordem de seguir para o navio.

- O mensageiro ficará em uma cabine, o restante assumam postos pelo navio e procurem checar se está tudo em ordem.



Spoiler:
 

____________________________________________________



[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Voltar ao Topo Ir em baixo
Achiles
Pirata
Pirata
Achiles

Créditos : 32
Warn : Tróia - Parte 1 - Página 5 10010
Masculino Data de inscrição : 01/09/2017
Localização : The Wonderful Land - 1º Rota

Tróia - Parte 1 - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: Tróia - Parte 1   Tróia - Parte 1 - Página 5 EmptyQui 30 Nov 2017, 01:43


Tróia - Parte 1






Tudo estava dando certo até então, um dia de calma para compensar a noite passada, havia acabado esquecendo de pagar o bar e fugindo com Rannah sem pagar, foi divertido, mas era algo que eu deveria lembrar da próxima vez. Quando chegávamos na Awa's Shells ficávamos um tempo admirando os belos objetos que havia ali e após uma pergunta de o que ela mais gostou tornou tudo mais complicado, mas consegui comprar uma pulseira para ela. Quando voltei ao quartel Fiorela me disse que estava tudo bem e depois me expulsou da enfermaria, mas consegui dormir sem problemas no dormitório. Quando acordamos foi nos dado uma missão para proteger um entregador até Loguetown, nunca havia saído de Shells Town e aquilo começava a me empolgar mais do que deveria, Pilo nos tinha instruído sobre a missão e iríamos com Jason, o que daria uma oportunidade para vê-lo mais de perto e o porquê que Pilo havia despertado curiosidade nele, Rider era outro agente que nos acompanharia e após sairmos ele começava um discurso que seria apenas a pessoa que avaliaria a missão, o mensageiro estava todo misterioso e levantava algumas dúvidas de quem ele era.

Seguiria até o barco atento a qualquer movimento com um sorriso mais do que besta em meu rosto mais do que animado sentindo a emoção que aquilo me traria, eram novas aventuras que eu estava começando e com uma grande certeza que aquela não seria a última aventura minha. Estaria andando perto de Rannah que era a única pessoa amigável que tinha conseguido achar naquele quartel inteiro independente de todas as desavenças que tínhamos tido na primeira vez que encontramos. - Bom dia, madame. - Sorriria para ela galante mais uma vez e depois daria uma leve afastada para não levantar reclamações dos superiores voltando a minha função de observar o movimento sempre mantendo o meu terno bem arrumado e as mãos escondidas no bolso e escondendo as manoplas.

Se eu visse alguma movimentação estranha de alguém se aproximando perto de mais do grupo ou correndo em nossa direção eu retiraria as minhas mãos no bolso e olharia diretamente para ele, fechando os punhos e se aproximando mais de Jason ou quem estivesse próximo a mim dando um leve cutuque e movendo a minha cabeça e olhos para a direção para tentar mostrar para ele a direção em que deveria olhar.

Ao chegar no barco procuraria olhar tudo ao redor, cada detalhe e velas que aquilo tinha, tentando direcionar a mim alguma posição no barco em que eu não fosse incomodar ninguém ali, procuraria seguir para a parte da frente e olhar bem ao longe do horizonte e analisar bem o local, colocaria as minhas mãos sobre a borda da embarcação e sorriria besta. " A doença dela surgiu do mar, espero que nada venha acontecer parecido com ninguém. "

Estaria atento para qualquer ordem de alguém superior a mim ou algum pedido de algum marinheiro que estivesse no navio, procuraria por estar atento também ao longe quando começássemos a viagem para Loguetown. Olharia para os marinheiros e para qualquer outra pessoa e verificaria os seus comportamentos, se algum fosse meio estranho como se não encaixasse aos outros marinheiros me dirigiria para Jason, relataria a situação para ele em sussurros. - Aquele ali está apresentando um comportamento estranho ao meu ver. - Voltaria a minha posição e continuaria a analisar os comportamentos de dentro do barco e fora como alguma embarcação que fosse se aproximar, se alguma me chamasse a atenção eu também me dirigiria a Jason. - Você vê aquele barco? - Em caso de ocuparem a minha posição me dirigiria para alguma mais vazia ou algo do tipo procurando sempre estar no mais alto se fosse me permitido. Se nada estivesse acontecendo eu colocaria os meus olhos para Jason e procuraria analisá-lo, os seus comportamentos e coisa parecida, era ele quem havia me salvo da pancadaria que rolou naquele banheiro e talvez eu não estivesse vivo hoje se não fosse ele ter me ajudado a chegar a enfermaria e avisar Fiorela.

Estaria todo empolgado com a missão tremendo as minhas mãos e batendo os polegares sobre a borda com aquele mesmo sorriso de antes estando bem ansioso por uma luta, estava feliz de estar ali e queria muito estar em uma luta, agora com as manoplas meus socos deveriam estar doendo bem mais e do mesmo jeito que doeram quando Marcus me acertou, se antes já doíam, imagina agora.


Objetivos:
 

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Ficha na Sign
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
GM.Furry
Game Master
Game Master
GM.Furry

Créditos : 26
Warn : Tróia - Parte 1 - Página 5 10010
Masculino Data de inscrição : 27/03/2015
Idade : 28

Tróia - Parte 1 - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: Tróia - Parte 1   Tróia - Parte 1 - Página 5 EmptySex 01 Dez 2017, 17:04




Achiles

Nobre Galanteador




- Bom dia Senhor. - respondeu descontraidamente antes de Achiles se afastar. Tudo transcorria sem problemas, logo chegaram ao navio. Era uma brigue com dois grandes mastros de tamanhos muito parecidos, um pouco mais atrás do centro do navio e outro mais a frente quase na proa. Do mastro frontal seguiam-se velas que eram presas no ‘nariz’ da embarcação.

Os marines já estavam a bordo, haviam caixas que eram carregadas por funcionários do porto. Um tenente da marinha se apresentou e saudou o grupo comunicando que estavam a sua espera conduzindo-lhes a bordo.

No interior Achiles notou em sua ronda diversas caixas de suprimentos, muitas eram de armas, outras de polvora e balas de canhão. Haviam 8 destes por sinal, quatro no andar de baixo e quatro no deck, sendo quatro na metade frontal e quatro na traseira. Haviam 3 pisos, sendo o Deck o inferior e o porão que erá basicamente uma grande dispensa e redes para dormir.

No piso infior haviam outras cabines, tendo entre elas quartos, cozinha, enfermaria, e um escritório. Já no deck não haviam salas. Quando voltou ao deck Shells já era uma nébula distante. Havia visto pouco movimento nos conveses inferiores, pois todos os marines ocupavam-se de suas funções no deck. Alguns penduravam-se entre as velas, outros renovavam o alcatrão no cordame e no piso.

Gaivotas voavam no alto, o sol brilhava o o céu estava azul, o vento vinha de boreste o que tornava o avanço do navio mais lento.


>>>>><<<<

Os agentes haviam se separado, Achiles estava mais a frente, enquanto Jason, o mensageiro e Rides estavam entre os dois mastros. Ranaah havia escalado o cordame e pendurava-se lá no alto, os irmãos ‘blaze’ estavam na parte traseira do navio, Yami estava recostado próximo ao timão e parecia dormir.

>>>>><<<<

Cerca de duas horas haviam-se passado e tudo corria tranquilamente, Achiles não havia percebido nada de anormal, Ranaah começava a se distrair lá no alto e caminhava entre os mastros pelos cordames de sustentação.

Achiles aproximava-se de Jason e Rider e com curiosidade tentava ver o rosto encapuzado do messegeiro, embora sem sucesso. Jason e Rider conversavam, aparentemente haviam recebido uma ligação do QG, seus rostos estavam sérios e pararam de falar quando Achiles se aproximou levando o jovem a erguer uma sobrancelha em estranheza.

- E então? Tudo tranquilo a frente? - perguntou Jason recebendo um aceno afirmativo de Achiles.

- EIIII. - gritou Ranaah lá do alto. - O mar está re...

Antes que ela tivesse tempo de falar e os outros olharem o navio estremeceu por inteiro como se tivesse acertado um banco de areia, ouviu-se o som da madeira rachando e todos foram jogados ao chão pelo impacto que ocorreu. Sentiu-se o navio inclinando e Achiles se viu deslizando na direção da amurada esquerda, Rider que era maior acabou passando por cima da amurada e sendo atirado ao mar.

- Socorro, ajuda. - se olhasse para cima veria Ranaah pendurada em uma corda, no entanto segurava-se com o pé que havia enroscado. O navio permanecia inclinado e ao poucos parecia que era empurrado por uma força lateral.

Marines que estavam no alto junto a Rannah estavam bem, firmavam-se nas cordas, mas estavam afastados de mais para alcançá-la. Ouviu-se alguns cordames estalando, logo arrebentariam.

O mensageiro estava caído próximo a Achiles, parecia desmaiado, mas nem assim havia largado o baú.

- Rei do mar. - Gritou um dos marines no alto das cordas.

Logo que o aviso foi dado a força que empurrava o navio sumiu e este voltou a desinclinar. O movimento de pendulo acabou por arremessar Aghata para a direita fazendo-a traçar um arco por sobre o navio e mergulhar na água próximo onde o rei dos mares havia acertado o navio.

- Está fazendo água, a Quilha foi rachada! - Gritou um dos homens que subia as escadas vindo dos pisos inferiores.

- SOCORRO! - ouviu-se novamente o pedido de ajuda de Ranaah.

Yami continuava sentado junto ao timão e parecia ignorar a agitação a bordo, Adlet ajudava sua irmã a se levantar e ainda não havia dado atenção aos demais acontecimentos, Jason se levantava, estava com sangue escorrendo da lateral da cabeça.

Ao horizonte viam a água se revolvendo novamente com uma grande sombra abaixo da superfície que avançava na direção do navio.

Rider havia sido jogado no mar, bem como Ranaah, ambos em lados opostos do navio. O rei do mar avançava pelo lado em que Ranaah estava. Jason parecia aturdido, o mensageiro estava desacordado e era provavel que fosse o próximo junto a Jason a ser arremessado ao mar se nada fosse feito para impedir.




Spoiler:
 
OFF: BUM

____________________________________________________



[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Voltar ao Topo Ir em baixo
Achiles
Pirata
Pirata
Achiles

Créditos : 32
Warn : Tróia - Parte 1 - Página 5 10010
Masculino Data de inscrição : 01/09/2017
Localização : The Wonderful Land - 1º Rota

Tróia - Parte 1 - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: Tróia - Parte 1   Tróia - Parte 1 - Página 5 EmptySeg 04 Dez 2017, 00:56


Tróia - Parte 1






Rannah havia sido amigável com o bom dia e aquilo me enchia de alegria. O caminho era tranquilo e nada de inesperado acontecia. Eu fazia uma ronda por dentro da embarcação e encontrava coisas dos marinheiros que já estavam lá quando eu cheguei, nada que viesse a surpreender, eram armas, munição e suprimentos, haviam redes e outros detalhes que não me chamavam muita a atenção, era um barco de marinheiros normais pelo que eu sabia sobre um. Voltava para o convés e Shells Town já estava distante de tudo. Após algumas horas o tédio começava a aparecer e algo parecia preocupar os nossos superiores, o mar estava calmo até onde parecia e Rannah estava se divertindo na parte alta do navio pelas cordas, mas aquilo estava para mudar.

Katchau! Bum! O barco tremia após um grito de Rannah, eu deslizava pela embarcação e Rider caia ao mar, ao olhar para cima conseguia ver a garota pendurada pela corda e tudo aquilo começava a se tornar cada vez mais preocupante, meu coração estava disparado e já podia sentir a adrenalina penetrando o meu corpo e crescendo em minhas veias, eu havia de salvá-la. O mensageiro estava caído e desacordado, um dos homens gritava "Rei do Mar". O nome era mais do que familiar, as histórias eram verdadeiras? Não sabia bem o que dizer, mas não podia negar que aquela força havia rachado o barco quando um dos homens havia subido as escadas para nós avisar que o barco vazava água. Olharia rapidamente para o horizonte para ver se eu conseguia ver alguma coisa da posição que eu estava, se eu visse alguma coisa, apontaria para a direção e gritaria para todos ouvirem. - Ele está naquela direção! Cuidado!

Nunca abandonarei ninguém! Rannah era a que mais corria perigo seguida segurada pela corda e a mais fácil para ser salva se eu conseguisse agarrar a corda, olharia rapidamente para Jason e gritaria para ele vendo que estava com a cabeça meio tonta ainda após o impacto. - Jason, acorda! Se mova, proteja o mensageiro! - Rapidamente gritaria para o estranho que parecia estar ignorando tudo. - Tenta proteger o mensageiro!

Eu correria rapidamente em direção a corda da garota tentando agarrar a mesma e puxar o mais rápido que eu pudesse colocando minhas pernas na amurada da embarcação e puxando com a maior força que eu possuísse para arrasta-la até mim. Com um pouco de sorte, velocidade e sucesso tentaria soltar a corda amarrada em sua perna o mais rápido possível e tentaria dar um salto rápido em direção ao mensageiro para agarra-lo caso Jason não tivesse feito isso, caso ele tivesse feito isso procuraria segurar o máximo na amurada com as duas mãos.

Em caso de a corda não estar perto o bastante para eu conseguir puxa-la, tentaria ir me agarrar ao mensageiro e a Jason com aquele aperto no coração que Rannah estaria em apuros, mas a nossa missão era proteger o mensageiro a qualquer custo e ele também era um companheiro nosso, procuraria tentaria coloca-lo dentro de uma sala, onde tentaria ficar a proteger agarrado a ele e aos seus braços para fortalecer que os seus braços não soltassem o bau.

Se conseguisse puxar Rannah, mas não conseguir solta-la da corda, procuraria ficar agarrada a ela e segurando com a outra mão na amurada. - Segure forte em mim! - Esperaria vir mais um impacto. Um ataque havia vindo do nada pelo rei do mar e era bem possível que viesse a atacar novamente, não fazia tempo para pensar bastante e fazia que proteger os meus companheiros. " Não deixarei de tentar salvar nenhum companheiro! "

Se não viesse nenhum impacto independente da minha ação, procuraria tentar acordar o mensageiro se ele não estivesse acordado e eu estivesse agarrado a ele esperando pelo impacto, procuraria desamarrar a perna de Rannah se não tivesse conseguido antes ou tentaria ir até o mensageiro e ficar perto dele para conseguir agarrar ele e tentar desacordá-lo.

Se viesse um impacto, procuraria por me concentrar em minhas mãos e fortalecer o máximo os meus músculos para não me soltar e cair ao mar seja lá com quem eu estivesse agarrado segurando a pessoa ao máximo e se eu ainda estivesse ao barco começaria a avaliar a condição e olhar para o mar para ver se eu conseguia ver mais alguma coisa, gritaria em direção aos meus companheiros se visse algo e apontaria para a direção. - Ele está para *****!

Se no fim, eu terminasse dentro do mar, tentaria procurar nadar em direção a alguma madeira que estivesse sobre o mar devido ao primeiro impacto ter perfurado a embarcação, me apoiaria sobre o mesmo e esperaria uma melhor hora para prover uma ação.


Objetivos:
 

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Ficha na Sign
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
GM.Furry
Game Master
Game Master
GM.Furry

Créditos : 26
Warn : Tróia - Parte 1 - Página 5 10010
Masculino Data de inscrição : 27/03/2015
Idade : 28

Tróia - Parte 1 - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: Tróia - Parte 1   Tróia - Parte 1 - Página 5 EmptyTer 05 Dez 2017, 17:03




Achiles

Nobre Galanteador




Um ato divino do azar (narrador) havia tornado a viagem calma em uma completa cacofonia. O surgimento do rei dos mares havia pego a equipe a bordo desprevenida lançando os tripulantes em um caos. No meio deste tumulto Ranaah havia sido lançada ao mar na direita do navio enquanto Rider havia sido lançado a esquerda.

Achiles tentava acordar Jason, ou ao menos tira-lo do estupor em que estava, mas sem sucesso.

- Aos canhões. - gritou o tenente que os havia recepcionado no embarque. - Mexam-se homens, ou mais um golpe desses e nós vamos parar no fundo do mar. - homens já corriam enquanto o tenente ainda falava. Os que não foram para os canhões tomaram rifles em mão e começaram a disparar na água onde se via o vulto submerso.

Os sons dos disparos enxia o ar.

Yami havia estranhamente se levantado e ido acudir o mensageiro, permitindo assim que Achiles corresse para ajudar Ranaah.

Outra bateria de disparos se ouviu, bolas de canhão seguiam na direção do rei dos mares forçando-o a submergir e a abandonar aquela investida passando por baixo do navio.

- Preparem os outros canhões. - bradou o tenente vendo que a criatura trocava de lado naquele momento e imaginando que não tardaria a nova investida.

Ranaah não estava presa a uma corda, visto que fora justamente o fato de se desprender da corda que lhe atirou na água, assim Achiles acabou jogando uma corda para baixo. Era possível vê-la mais abaixo mantendo-se na superfície com algum esforço.

Quando viu que ela havia agarrado a corda começou a puxar.

- Está voltando. - gritou um dos marinheiros do lado esquerdo do navio. - Disparar! - gritou o tenente.

O navio estremeceu com os disparos, Ranaah estava quase a salvo. Mais estalos se ouviam, homens disparavam com empenho para afugentar a criatura, enquanto outros corriam para os conveses inferiores para tentarem impedir que o navio afundasse. Os canhões de baixo dispararam quando Ranaah foi trazida a bordo por Achiles.

A criatura submergiu de novo, mas como estava mais próxima do navio criou um solavanco que desequilibrou Achiles fazendo-o tomar para frente em cima de uma molhada e ofegante Ranaah. ( HUMMM, molhadinha e ofegante. )

Marines corriam para o lado direito do navio, acompanhando assim o movimento do rei dos mares, Achiles dava-se conta que segurava um dos peitos da jovem, apoiando-se neste quando caiu.

- Errrrrrr, obrigada. Ia dizer que fiquei te devendo, mas você já esta sendo pago né? - Disse ofegante, mas havia gratidão em seu tom junto a um sorriso um pouco sem graça em seus lábios. - E o mensageiro? - perguntou de repente alarmada. - Ao olharem para trás viram que Yami estava agachado em frente ao mensageiro, de modo que só era possível enxergar os pés esticados do mesmo e as costas de Yami, mas de toda forma ao menos estavam a bordo e não na água.

- Acho que desistiu. - Anunciou o tenente no comando. Então este gritou para um dos homens que continuavam nas velas e o sujeito confirmou que não enxergava mais a criatura.

Yami se levantou , e virando-se para Achiles sorriu e lhe deu uma piscada. O mensageiro continuava onde estava, embora houvesse um inseto caminhando por sua roupa.

Rider içou-se a bordo pouco depois, estava com sangue escorrendo pela perna e no braço esquerdo, provavelmente atingido por uma das passagens do rei do mar. Jason recobrou a consciência pouco depois. Adlet e sua irmã chegaram correndo junto com o aparecimento de Rider e começaram a ‘puxar’ o desacordado mensageiro para dentro, levando-o provavelmente para a cabine do médico.

- Navio a estibordo. - Gritou o homem do alto.

- O que é agora? - tenente.

- É da marinha. - Gritou o homem do alto não escondendo o alivio em sua voz. No entanto Achiles percebeu que Jason e Rider se olharam e pareceram preocupados com a informação.



Spoiler:
 


Fiquei esperando pra ver se com o post passado onde os comandantes estavam inoperantes o Achiles tomaria uma atitude mais de 'Lider', mas talvez você tenha planejado ele pra ser alguém mais direto mesmo, ou só não tenha percebido a oportunidade.

____________________________________________________



[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Voltar ao Topo Ir em baixo
Achiles
Pirata
Pirata
Achiles

Créditos : 32
Warn : Tróia - Parte 1 - Página 5 10010
Masculino Data de inscrição : 01/09/2017
Localização : The Wonderful Land - 1º Rota

Tróia - Parte 1 - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: Tróia - Parte 1   Tróia - Parte 1 - Página 5 EmptySex 08 Dez 2017, 23:46


Tróia - Parte 1






A viagem estava começando a ficar melhor quando Yami finalmente se levantava e ia cuidar do mensageiro, aquilo me dava liberdade para poder salvar Rannah jogando uma corda em sua direção e os outros marinheiros conseguiram afugentar a criatura atirando balas de canhões de todas as direções para a criatura, quando estava próximo a conseguir fazer Rannah ficar a bordo outra onda de disparos foi efetuada e tudo aquilo resultou na criatura criando uma enorme tremulação na embarcação que me fazia cair em cima dela..

Aquilo havia dado um resultado bem interessante para mim que ao perceber que estava segurando um dos seios da garota, pude provar da maciez daquela parte íntima e ela agradecia por eu ter salvo ela, respondia com um sorriso e ela ficava mais assustada quanto ao mensageiro e era aquilo que me fazia voltar ao mundo real e também olhar para a direção dele, mas parecia que o garoto estranho tinha finalmente feito alguma coisa de útil e salvo o mensageiro de ter caído ao mar ou coisa pior.

Mais um suspiro alegre podia ser dado quando um dos homens dizia que a criatura havia desistido, Yami se levantava e mandava uma piscadela e um sorriso, achava estranho aquela atitude vindo dele, mas não podia negar de lhe responder com um sorriso. - Bom trabalho! - A volta de um dos nossos superiores nos trazia um bom alívio, ele estava machucado, mas não era tão grave assim, os dois que pareciam irmãos levavam o mensageiro para dentro do barco e depois disso era feito mais um anúncio, outro navio da marinha estava a chegar, os olhares de Jason e Rider era visto e aquilo era estranho, mas não me preocupava.

Olharia para Rannah mais uma vez e diria. - Você é minha companheira, meu dever é te ajudar de qualquer jeito. - Sorriria para ela e me colocaria para ver o barco da marinha em alguma das minhas amuradas, seguiria em direção a Jason dessa vez correndo até ele me preocupando para não escorregar com a água que deveria estar no convés. - Senhores, acho melhor ver se o mensageiro está bem e está tudo em ordem,
farei mais uma ronda pelo barco para ver como as coisas estão.
- Depois gritaria bem alto para todos. - Bom trabalho a todos, senhores! - Esse grito era para empolgar os outros marinheiros e seguiria o meu caminho.

Começaria a assobiar pelo navio enquanto correria na direção do lado do primeiro impacto do rei do mar, me colocaria sobre a amurada para ver o casco e depois começaria a descer para o barco e começar a ver tudo mais uma vez, faria uma nova ronda procurando qualquer coisa que me chamasse a atenção ou indo ajudar os marinheiros a consertar a embarcação carregando madeiras, pregos ou o que fosse me pedido, caso ninguém pedisse ajuda chegaria perto de algum grupo deles e perguntaria em voz alta. - Vocês estão precisando de ajuda? - Estaria sorrindo depois disso e estaria mantendo o meu bom humor em dia.

Caso não fosse preciso nada disso, voltaria para a parte alta do barco e começaria a olhar a movimentação de todos, me preocupando mais com os nossos superiores e com a outra embarcação da marinha, o que eles estavam fazendo vindo aqui? Era mais uma proteção ao mensageiro? Quem era o mensageiro? Todas aquelas dúvidas vinham em minha cabeça e eu não sabia bem o que fazer para conseguir as suas resposta, olharia também para Rannah para admirar a sua beleza, ela estava molhada e aquilo talvez me chamasse mais atenção e atração para ela.


Objetivos:
 

Histórico:
 
Off:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Ficha na Sign
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Tróia - Parte 1 - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: Tróia - Parte 1   Tróia - Parte 1 - Página 5 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Tróia - Parte 1
Voltar ao Topo 
Página 5 de 11Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6 ... 9, 10, 11  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: East Blue :: Yotsuba Island-
Ir para: