One Piece RPG
Rumo ao Mar - Os primeiros passos de um Marinheiro !  - Página 6 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Unbreakable
Rumo ao Mar - Os primeiros passos de um Marinheiro !  - Página 6 Emptypor Ineel Hoje à(s) 09:15

» Mini - DanJo
Rumo ao Mar - Os primeiros passos de um Marinheiro !  - Página 6 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 06:48

» Bellamy Navarro
Rumo ao Mar - Os primeiros passos de um Marinheiro !  - Página 6 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 01:27

» Mini Aventura - Agyo Shitenno
Rumo ao Mar - Os primeiros passos de um Marinheiro !  - Página 6 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 01:05

» (Mini) Gyatho
Rumo ao Mar - Os primeiros passos de um Marinheiro !  - Página 6 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 01:02

» (MEP) Gyatho
Rumo ao Mar - Os primeiros passos de um Marinheiro !  - Página 6 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 00:55

» [MINI-Tenzin]Here we go again
Rumo ao Mar - Os primeiros passos de um Marinheiro !  - Página 6 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 00:53

» [M.E.P]Tenzin
Rumo ao Mar - Os primeiros passos de um Marinheiro !  - Página 6 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 00:43

» [Extra] — Elicia's Diary
Rumo ao Mar - Os primeiros passos de um Marinheiro !  - Página 6 Emptypor GM.Noskire Hoje à(s) 00:27

» M.E.P DanJo
Rumo ao Mar - Os primeiros passos de um Marinheiro !  - Página 6 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 00:27

» Mini Aventura - No Mercy
Rumo ao Mar - Os primeiros passos de um Marinheiro !  - Página 6 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 00:20

» [Mini-Rosinante-san] O homem que quer ser livre
Rumo ao Mar - Os primeiros passos de um Marinheiro !  - Página 6 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 00:15

» Retornando para a aventura
Rumo ao Mar - Os primeiros passos de um Marinheiro !  - Página 6 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 00:13

» Começo
Rumo ao Mar - Os primeiros passos de um Marinheiro !  - Página 6 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 00:12

» Bizarre Adventure: Smooth Criminal
Rumo ao Mar - Os primeiros passos de um Marinheiro !  - Página 6 Emptypor ADM.Ventus Ontem à(s) 21:38

» Aaron DeWitt
Rumo ao Mar - Os primeiros passos de um Marinheiro !  - Página 6 Emptypor ADM.Ventus Ontem à(s) 20:55

» Apenas UMA Aventura
Rumo ao Mar - Os primeiros passos de um Marinheiro !  - Página 6 Emptypor Mirutsu Ontem à(s) 19:08

» [M.E.P] Ichizu
Rumo ao Mar - Os primeiros passos de um Marinheiro !  - Página 6 Emptypor Ichizu Ontem à(s) 13:38

» [MINI-Ichizu] O Aprendiz de ferreiro
Rumo ao Mar - Os primeiros passos de um Marinheiro !  - Página 6 Emptypor Ichizu Ontem à(s) 13:37

» Cap I: Veneno de dois Gume
Rumo ao Mar - Os primeiros passos de um Marinheiro !  - Página 6 Emptypor Noelle Ontem à(s) 13:02



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG

Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


Compartilhe
 

 Rumo ao Mar - Os primeiros passos de um Marinheiro !

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1 ... 5, 6, 7 ... 11 ... 16  Seguinte
AutorMensagem
Makei
Estagiário Orientador
Estagiário Orientador


Data de inscrição : 07/08/2017

Rumo ao Mar - Os primeiros passos de um Marinheiro !  - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Rumo ao Mar - Os primeiros passos de um Marinheiro !    Rumo ao Mar - Os primeiros passos de um Marinheiro !  - Página 6 EmptySeg 29 Jan 2018, 10:10

The Emperor of Sea




Diante daquele caos e com a atenção totalmente para si de três tritões, Lynn conseguia manter sua vantagem mesmo estando em um estado de três contra um, sua habilidade ao se esquivar pulando de um lado para o outro lhe deixavam sair facilmente dos golpes que viam em sua direção, assim o deixando em uma posição mais satisfatória. Sem o uso de trabalho em equipe dos Tritões, de algum modo, tudo parecia estar dando certo na batalha, até que os três se decidiram o cercar na tentativa de limitar seus movimentos. Se antes as coisas estavam boas, tudo parecia mudar no momento que um pouco de trabalho em equipe era colocado em prática, de inicio um soco poderia ser sentido sobre o seu rosto causando uma dor sobre o seu nariz, logo em seguida um chute bem no meio do abdomem e antes que pudesse tomar o próximo golpe da sequência pelo Tritão gordo, uma série de tiros poderia ser ouvido antes de vê-lo cair. Mesmo que pudesse sentir as dores em seu corpo, principalmente sobre os músculos do abdômen e em seu nariz, o garoto como um vulto aproveitava rapidamente da oportunidade para finalizar o Tritão gordo caído com sua lança.

"" Hey ! Sai dai que vai da merd- Ai ! Eita fudeu... SANTA SEJA O CABELO BRANCO ! (ノ◕ヮ◕)ノ*:・゚✧ ""
" Eles não fizeram isso... Aaaahhh eles não fizeram isso... "
"" ?!? Oe... Você está bem ? ""

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Sem entender direito o que estava acontecendo com seu corpo, um sentimento estranho parecia crescer cada vez mais naquela situação, não sabia dizer no momento se era a adrenalina ou qualquer outra coisa, mas o garoto de cabelos ruivos conseguia sentir o seu sangue ferver cada vez mais como um vulcão em erupção, sua mente beirou entre a frenesia e a loucura, como um desejo maluco de simplesmente de ataca-los sem pensar parecia correr pelo seu corpo que tremia levemente com a agitação do momento, o desejo de matá-los parecia transcender o seu corpo ao ponto de que talvez aqueles próximos a ele fossem possivel sentir a sua hostilidade transbordar. Como um demônio sedento a dias, a sua sede por sangue podia ser totalmente transmitida por seus olhos dourados e afiados que pareciam ter um vislumbre negro no fundo ao olhar para os Tritões, poderia observar claramente o Homem-Peixe de madeixas ruivas se preparar para ataca-lo novamente e logo em seguida o outro que foi em direção de Alipheese, mesmo que o desejo fosse grande de se entregar totalmente a essa sensação, algo lá no fundo ainda o mantinha firme, mesmo que ainda fosse fraco, era o suficiente para simplesmente não deixá-lo se perder em sua fúria.

"" Ta saindo da jaula o monstro !!! ┻━┻ ︵ヽ(`Д´)ノ︵ ┻━┻ ""

Voltando seu olhar para o Tritão ruivo, sua mão poderia ser vista apertar firmemente em sua lança enquanto o garoto lambia seus labios como se estivesse prestes a realmente preparar a sua refeição, o sabor de sangue que viria a ter sobre o local poderia ser sentido sobre a sua saliva que desciam sobre a sua garganta. Se preparando para uma investida contra o Homem-Peixe, Lynn usava toda sua velocidade e aceleração para uma investida rápida sobre o Tritão, mas para a curiosidade e talvez surpresa do Tritão Ruivo, o alvo que o garoto havia escolhido não havia sido ele e sim o dos olhos grandes que havia ido atrás de Alipheese.

Com sua velocidade e insanidade do momento, Lynn deixaria suas costas totalmente abertas para o Tritão de cabelos vermelhos enquanto seguiria em direção do outro com Olhos Grandes, não podia aceitar que logo após tê-lo machucado, ele decidiu simplesmente ignora-lo e ir atrás de outra pessoa, na visão do garoto isso era algo inaceitável, primeiramente o machucaram e logo em seguida havia dado suas costas para tal divindade, IMPERDOÁVEL !

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Aproveitando do barulho dos tiros de Alipheese, o Ruivo empalaria o Tritão provavelmente com um ataque surpresa sobre as suas costas, com um golpe rápido e forte, a lança deslizaria pelo corpo do Tritão de forma a atravessá-lo totalmente de um lado ao outro, sangue provavelmente poderia ser visto jorrar sobre a lança e talvez até sobre o corpo de Lynn. Com um belo sorriso sobre o rosto ele se aproxima lentamente em seu ouvido, era impossível não sentir a ansiedade e o desejo de sangue do garoto, como um Demônio, suas palavras pareciam não conseguir segurar a sua excitação de tal ato junto de um tom sarcástico, isso provavelmente iria atormentá-lo em seus pesadelo pelo resto das vidas que aquele tritão poderia vir a reencarnar.

- Hehehahahaaha. Onde você pensa que vai pequeno peixinho ? Por acaso eu lhe dei a ordem de simplesmente virar as costas para mim ? HEIN SEU FILHO DA PUTA ! Agora... Se ajoelhe perante o Imperador enquanto espera a sua morte, verme. -

"" (°Д°) ""

Deixando o Tritão de olhos grandes sobre joelhos antes de voltar a sua atenção para o outro restante se ainda estivesse por ali, gostaria de continuar a saciar a sua sede de sangue que parecia nunca acabar, afinal... Apenas matar um deles não era o suficiente para o Imperador dos Mares, já que ter o seu corpo danificado por tais criaturas era algo inaceitável e apenas a morte poderia esperá-los em seu fim. Se fosse interrompido ou atacado pelas costas pelo Tritão Ruivo, o garoto apenas viraria em sua direção como se ignorasse o dano infligido a ele, mantendo o sorriso no rosto o garoto lamberia novamente seus lábios antes de partir em sua direção, se o mesmo já estivesse danificado pelos tiros de Alipheese, o garoto tentaria atravessar sua lança sobre uma das pernas do tritão na tentativa de retirar qualquer oportunidade que ele pudesse de fugir, mas se ele ainda estivesse em perfeitas condições, o garoto manteria seu foco sobre os ligamentos das pernas e calcanhar com golpes e movimentos rapidos na atitude de sempre manter uma distancia favoravel antes de atravessar a lança sobre sua perna, enfiando sobre o chão.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Sem a lança em mãos agora, mesmo sem ser um expert nas artes de combate corpo-a-corpo, o garoto só via essa maneira para descontar a sua furia do momento ao simplesmente tentar espanca-lo de várias maneiras, sendo elas com socos ou segurá-lo enquanto chutaria sem parar sobre o seu estômago, se o Tritão, provavelmente imovel tentasse revidar, o garoto ruivo daria um leve passo para trás rapidamente para desviar, assim mostrando um pequeno sorriso sobre o rosto antes de tentar continuar a sua "Tortura". Sua atitude era totalmente brutal e sem escrúpulos perante o pobre Homem-Peixe que provavelmente continuaria apenas a ouvir as suas queixas e golpes, sem ligar para o que ele talvez tentasse falar ou se desculpar.

- É só isso que vocês tem ?... Você tem a ousadia de vir aqui, estragar o meu dia e depois me acertar... Hahahahahaha ! QUEM CARALHOS VOCÊS ACHAM QUE SÃO ? HUH ? AGORA TÃO TUDO AI, VIRANDO CARNE PODRE, lixos... Até perdi minha fome... Tch. -

"" Em nome do pai, do filho e do espirito santo, to é dando o fora daqui, isso sim ! ~ ᕕ(ᐛ)ᕗ ""

Sendo interrompido por Alipheese, Lynn olharia para a garota de maneira um pouco mais calma, com seu corpo provavelmente todo ensanguentado pela morte do Tritão e o espancamento do outro, as palavras da garota pareciam julgar de alguma forma a sua maneira de agir diretamente sobre o seu orgulho, o seu "Titulo" de Imperador dos Mares dado a si mesmo. Havia motivos para discordar de suas palavras, mas talvez isso apenas o mostraria como um "Tirano", algo que ele não buscava de certa forma, não totalmente pelo menos... Olhando para os lados antes de realmente querer responder o que estava preso em sua garganta por ainda sentir o seu sangue ferver, o garoto buscou se acalmar um pouco antes de falar novamente, já que havia a possibilidade de terem chamado a atenção dos outros Marinheiros ao seu redor, mesmo que no final iria ter feito o que a garota havia pedido.

"Esperança ? Justiça ? Não me venha falar dessas coisas, duvido que você sequer saiba como isso realmente funciona... Crescer em um mundo perfeito é fácil, quero ver é viver sem sequer ter o conhecimento dessas coisas. Eles são criminosos ! Além de estarem contra a Marinha, eles se colocaram contra mim ! Não apenas isso como também tiveram a ousadia de me acertar ! Agora eu me pergunto, qual é o julgamento por isso se não a Morte ? Quer saber ? Cansei também."

- Tch, você e teus conceitos... Por sinal, ficar batendo em cachorro morto não tem a minima graça. -

"" Mas que porra ta acontecendo aqui gente... Jesus abençoa essas crianças ┬─┬ノ( º _ ºノ) ""


Finalizando sua fala, retiraria sua lança que provavelmente estava sobre a perna do Tritão e a colocaria atrás de sua cabeça de maneira deitada, como se estivesse apoiando sobre os seus ombros, um pequeno suspiro poderia ser visto antes do garoto falar novamente, dessa vez mais calmo que antes, porem não mantendo contato visual.

- Ta... Vamos indo então ? -

Histórico:
 
Objetivos:
 
off¹:
 
off²:
 


Créditos a @[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
SraVanuza
Membro
Membro
SraVanuza

Créditos : 12
Warn : Rumo ao Mar - Os primeiros passos de um Marinheiro !  - Página 6 10010
Data de inscrição : 14/12/2017
Idade : 21

Rumo ao Mar - Os primeiros passos de um Marinheiro !  - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Rumo ao Mar - Os primeiros passos de um Marinheiro !    Rumo ao Mar - Os primeiros passos de um Marinheiro !  - Página 6 EmptySeg 29 Jan 2018, 18:59



Be a pretty bitch!



Kariel bolava sua estratégia e isso havia sido muito bem bolado. Com uma pequena pedra que via no chão, traçaria sua vitória, num movimento veloz é capaz de lançá-la mesmo com o desvio de seu adversário, consegue executar seu golpe muito bem. Seu abdomem ainda sente um pouco de dor, mas nada que não fosse possível de ser ignorado ou pelo menos disfarçado.

Entretanto sofreria um provavel golpe, aquele tritão se preparava para acerta-la com mais um soco, ela praticamente estava pronta para toma-lo, mas algo muda esse destino. Uma lâmina o atravessa pela barriga, fazendo que ele seja derrotado completamente, de onde ela vinha? Setsune, que já havia ganho seu combate e deu uma “mãozinha”.

Parecia irritada ou pelo menos apressada, aquela situação ali havia lhe custado um tempo que talvez ela nao tivesse. Após finalizar, já solta o comando de avança, não queria ficar ali mais tempo do que necessário. Kariel se posiciona e se limpa, dando palmadinha em sua vestimenta, para que pudesse remover todos os resquícios daquele lugar imundo.

Em parte parecia agradecida pela ajuda e por outra ofendida por ter sido interrompida, afinal era a luta dela. Mas o constante pensamento de que estaria ali para ajudá-la a recuperar algo a fazia ficar menos indignada. Porém não menos curiosa.

-Bom.. Obrigada pela ajuda, não acho que seria necessário, mas enfim.. Obrigada! - Dizia de forma tranquila, já que haviam contornado aquela situação.

-Mas isso me deixa mais curiosa, ou pelo menos intrigada. Você parece ser uma guerreira excepcional… Venceu seu oponente muito rápido e ainda veio me ajudar..  Você deve ter treinado muito para conseguir dominar seu estilo de combate dessa forma… -Seu monólogo parecia não ter fim e nem uma conclusão adequada, mas ficava fascinada pela força  e brutalidade daquela mulher para com seus inimigos.

“Ela é muito forte, acho que finalmente vejo uma boa vantagem com essa empreitada... “

Kariel tinha muitas coisas em sua cabeça, ideias e visões de futuros impróprios, alguns que talvez pudesse se tornar realidade se pudesse por uma momento ignorar seu orgulho, aquela mulher poderia lhe dar o suporte necessário para que pudesse se tornar uma espadachim melhor. Continuaria caminha com ela naquele lugar desprezivel, o cheiro ainda era muito forte que incomodava muito. Ficaria alerta para qualquer movimentação na água de coco, afinal poderiam surgir novas coisas dali.

-Bom, espero não estar sendo muito presunçosa, mas gostaria de saber se você poderia me treinar… Sei que parece do nada, mas eu pretendo um dia ser uma grande espadachim e pelo que vi, você têm grandes capacidades. O que de fato poderiam ser úteis para mim.. Então o que acha? - Seus órgãos internos se contorcia, seu orgulho perfura cada parte de seu corpo como se fosse agulhas afiadas. Ficaria atenta a resposta, mas esperava um grande “Não”, afinal ela parecia ser muito fria e que não se importaria com aquela gata novata.  



Histórico:
 
Objetivos:
 





Thanks Faith @CG

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Voltar ao Topo Ir em baixo
Homero
Pirata
Pirata
Homero

Créditos : 5
Warn : Rumo ao Mar - Os primeiros passos de um Marinheiro !  - Página 6 10010
Feminino Data de inscrição : 31/03/2013
Idade : 19
Localização : Dream Whater

Rumo ao Mar - Os primeiros passos de um Marinheiro !  - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Rumo ao Mar - Os primeiros passos de um Marinheiro !    Rumo ao Mar - Os primeiros passos de um Marinheiro !  - Página 6 EmptyQua 31 Jan 2018, 00:01

Tendo vencido seus adversários, Kariel agradecia afirmando que apesar disso não precisaria de ajuda. Ela questionava sobre Setsune já ter treinado muito antes para chegar naquele estágio e a queixa respondia de maneira fria, para variar. - Tive que aprender a me virar... A vida não é fácil, sabe disso. - Não havia nenhum sinal de lembrança ou qualquer coisa em seu olhar, como se dissesse apenas palavras no ar. - Vamos, não podemos perder tempo...

A dupla tão diferente prosseguia seguindo pelo caminho, e após alguns passos Kariel voltava a falar algumas coisas, e a princípio Setsune parecia não dar muitos ouvidos, mas quando vinha a proposta, ela parava de andar e se virava para trás, para a mink, levantando uma das sobrancelhas. - Escuta, garota... - Esboçava, pela primeira vez, um sorriso de canto de rosto. - Não é treinamento de ninguém que vai fazer de você uma grande espadachim. Já sabe o básico, eu vi. O segredo agora é a prática, o esforço, dar duro. A evolução virá com o tempo e... Não deixe nada te abalar, é isso que te digo. - Aquilo sim parecia despertar nela algum sentimento, e ao olhar dentro de seus olhos, era possível ver mais vida do que antes. - A saída é logo a frente. Sairemos próximas ao porto, e devem haver alguns tritões por ali, fique alerta.

Enquanto isso, Lynn e Alipheese estavam concentrados em suas próprias batalhas. Ou melhor, nas batalhas um do outro, enquanto a garota tentava atirar no adversário do companheiro megalomaníaco, o lanceiro ia contra o adversário delas. Sequências de tiros e golpes vinham e no final havia um resultado não tão bom.

O tritão de cabelos longos cabelos vermelhos, vendo-se abandonado de sua batalha, corria atrás de Lynn chamando-o de covarde, mas conseguindo se esquivar do tiro de Alipheese por conta de já estar virado para aquele lado. Se não fosse aquilo, com certeza seria atingido, mas como conseguia ver melhor, via a arma em sua direção, mesmo que distante, e tinha tempo de reação para saltar para o lado.

Já o outro tritão, de olhos grandes, sentia a aproximação de Lynn por trás e se esquivava ao mesmo tempo da empalada que receberia nas costas e do primeiro tiro de Alipheese. O resultado era que, no mesmo movimento que saltava para o lado, rodava seu corpo e acertava um forte chute na coxa esquerda do lanceiro, que também acabava por receber, na coxa direita, o tiro da companheira. Se não bastasse, o tritão de madeixas vermelhas no mesmo instante se aproximava e acertava um soco na nuca do Imperador, que não tinha tempo de reação no meio de toda aquela situação, e acabava por quase cair no chão, mas conseguindo permanecer de pé, mesmo que com certa tontura.

Apesar disso, nem tudo dava errado, e o segundo tiro da atiradora acertava plenamente a coxa do tritão de olhos grandes, que olhava para ela com desprezo diante daquilo, voltando seu avance contra ela, agora quase próximo. O de cabelos longos olhava para Lynn, as suas costas, rindo e caçoando. - Humanos são tão patéticos hihihihi

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Narração ~ ~ ~ Fala (brown) ~ ~ ~ "Pensamento"  (orange)

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Makei
Estagiário Orientador
Estagiário Orientador
Makei

Créditos : 32
Warn : Rumo ao Mar - Os primeiros passos de um Marinheiro !  - Página 6 9010
Masculino Data de inscrição : 07/08/2017
Idade : 23

Rumo ao Mar - Os primeiros passos de um Marinheiro !  - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Rumo ao Mar - Os primeiros passos de um Marinheiro !    Rumo ao Mar - Os primeiros passos de um Marinheiro !  - Página 6 EmptyQua 31 Jan 2018, 22:59

The Emperor of Sea




Parecido com um show de comédia como Gato e Rato, poderia ser visto uma cena estranha no meio daquele caos onde Lynn e Alipheese se encontravam. Com a troca de alvos, o Ruivo corria ferozmente atrás do Tritão que ia em direção da moça, enquanto ela atirava contra o Tritão atrás do garoto. Talvez aquilo fosse a demonstração de confiança e trabalho em equipe entre os dois jovens diante dos Tritões, mesmo que talvez não parecesse propositalmente, poderia haver um pouco de peso ao se colocar sobre o peito deles.

Enquanto um continuava a lhe chamar de covarde, Lynn se mantia atrás do tritão de olhos grandes, se aproximando cada vez mais de maneira sedenta, as únicas coisas que sentia sobre o seu corpo nesse instante era a adrenalina escorrer por seus poros, a cada passo que se aproximava do Tritão, melhor era o sabor que sentia envolver em sua boca. Mesmo que pudesse parecer ações cegas e sem sentido levados por sua raiva, na verdade em sua cabeça havia um pingo de logica em sua ação... Mas tudo parecia dar errado, como se alguém sentisse prazer em lhe fazer sofrer o dia inteiro, o garoto se aproximou o suficiente para finalmente fazer a sua investida contra o Tritão... Porém por obra do destino, o mesmo parecia sentir a sua investida, que como resultado saltava para o lado enquanto rodava seu corpo e acertando um forte chute em sua coxa esquerda, junto da sorte que o garoto estava vindo a ter, a ação do Tritão também ocasionou na sorte de desviar do tiro de Alipheese que nesse instante atingia a sua coxa direita. Como um pequeno show de horrores, tudo continuava a dar errado quando se viu sendo acertado novamente em sua nuca pelo Tritão Ruivo, sem chance de reação no meio de todos as coisas infligidas a ele, o garoto apenas sentia seu corpo pesar em direção ao chão que rapidamente enfiava a sua lança como um apoio, mesmo de pé ainda poderia sentir uma certa tontura rodear o seu corpo, mas mesmo assim se manteria firme, pois não podia se permitir cair a tamanha humilhação nesse momento.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

"" Waaaaaaahhhhhh !! Waaaaaaahhhhhh !! Wwwwaaaaaaaahhhh !!!! Eu não quero morrer ! Por Favor me tirem daqui !! Alguem !!! Eu não aguento mais isso, esse retardado vai me matar e eu não quero isso ! Bwaaaaa, eu sou muito jovem para morrer, EU AINDA SOU BV ! SABE O QUE ISSO SIGNIFICA ?  (;´༎ຶД༎ຶ`). Tudo isso é sua culpa ! Se você morrer eu juro que irei te amaldiçoar pelo resto da vida... Apesar que eu já faço isso... Ah, foda-se ! Resolva isso pufavo ! Shini Takunai !! (;´༎ຶД༎ຶ`) ""

Apesar de uma parte da sua mente gritar em desespero, o outro lado parecia consistir de emoções e sentimentos bem complicadas nesse momento como; humilhação, ira, injúria, ansiedade, desgosto, confuso e entre outros. Era um aglomerado de sensações que o faziam apenas querer vomitar nesse instante, não estava acostumado a sofrer tanto e isso abalava um pouco o seu estado atual, precisava se recompor e se adaptar, sabia que de hoje em diante isso talvez fosse algo comum do seu dia-a-dia, mas nesse momento apenas uma coisa de valor parecia gritar em sua mente "Imperador dos Mares".

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Sem saber explicar o motivo do por que, uma calmaria parecia fluir sobre o seu corpo, talvez a raiva e a loucura do momento estivessem chegado a um nivel tão grande que haviam quebrado o cronômetro e voltado a estaca zero, uma calmaria talvez assustadora para as pessoas que o conheciam ao ver de maneira tão serena e isolada. Arrumando sua postura de maneira mais ereta nesse momento, viraria seu corpo levemente na direção do Tritão Ruivo que parecia continuar a caçoar do garoto, com sua lança em mãos, finalmente as pessoas em volta poderia ver a situação que o garoto se encontrava, sua postura, sua atitude, sua voz e principalmente a sua presença havia mudado totalmente. Finalmente poderia ser dito que o Imperador chegou.

- Abaixe a cabeça, minhas ordens são absolutas. Emperor Decree - Gungnir ! -
"" A-CA-BOU O CAÓ ! O GENERAL CHEGOU ! O GENERAL CHEGOU OUOUOUOUOO ! ヾ(⌐■_■)ノ♪ ""

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

De uma maneira totalmente diferente, Lynn não demoraria para receber uma resposta do Tritão a sua ordem, dessa vez como antes, quem tentaria manter a iniciativa era ele, porem agora... Sem brincadeiras, o garoto estava totalmente sério. Com um movimento sem muitas firulas e avisos, o garoto faria uma estocada rápida e forte com sua mão sobre a direção da traqueia do Tritão, mesmo que percebesse o ato do Ruivo, talvez acreditasse que mesmo estando perto, a lança não o alcançaria, para a sua surpresa, Lynn deixaria a Lança deslizar sobre a sua mão e a seguraria apenas no fim de seu cabo, tal ataque iria aumentar o seu alcance, gerando potência e velocidade no golpe, podendo até ser possível atravessar o corpo do Tritão Ruivo que poderia estar a continuar  caçoando de sua cara, infelizmente, talvez com uma lança perfurada sobre o seu corpo.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Se caso o seu golpe surpresa não tenha sido efetivo, sabia que com suas pernas danificadas, principalmente a coxa direita, não se tinha mais totais condições de garantir a vantagem apenas em sua esquiva, por isso a unica coisa que lhe sobrava era a ofensiva sobre os Tritões, vendo que tinha a possibilidade de seu ataque falhar, Lynn recuaria rapidamente a sua lança e se colocaria a uma distância confortável do Tritão onde tinha a intenção de manter o abuso da distancia que sua lança podia oferecer, sabia dos problemas  que poderia ter ao deixa-lo se aproximar e com isso focaria totalmente no combate a ler as ações do Tritão na intenção de sempre se manter a frente no combate.  Se o Homem-Peixe conseguisse de alguma forma se aproximar do garoto, a sua unica opção que se tinha era focar em seu bloqueio enquanto tentaria prever os seus ataques na tentativa de desviar com a menor quantia de movimentos possíveis, sua ação logo em seguida seria a de se afastar novamente ou tentar empurrar o Tritão como um contra-ataque na ideia de não colocar muita pressão sobre a sua perna direita e provavelmente seu corpo levemente desgastado. Com uma oportunidade, lançaria um ataque rápido dessa vez não sobre o Tritão e sim o chão ! Sua ideia era tentar levantar poeira e neve sobre o seu rosto para esconder as suas próximas investidas que vinham rapidamente com a intenção de debilita-lo, se isso não fosse o suficiente, o garoto giraria a sua lança em direção da sua outra mão,  segurando a parte próxima a ponta com sua outra mão, logo em seguida o garoto a soltaria na intenção de fazer um forte corte vertical sobre o tritão e logo em seguida fazendo o movimento de volta com as duas mãos. Precisava finalizar isso o mais rápido, não pela Alipheese e sim por ele mesmo, sabia que seu estado atual não era muito favorável e precisava acabar com isso rapidamente.

Se a sua investida inicial eliminasse rapidamente o Tritão Ruivo, Lynn não esperaria duas vezes antes de olhar na direção de Alipheese e logo após para o Tritão de Olhos Grandes enquanto chamaria tentaria chamar a sua atenção com suas palavras junto do corpo de seu companheiro sobre o lado. Com uma expressão séria junto de seus olhos pálidos e afiados poderia ser dito como se realmente um Rei ou Imperador estivesse os olhando de cima, podendo ser capaz de até trazer sensações talvez estranhas e assustadoras para aqueles que conheciam o garoto agir de tal maneira, mesmo que sempre dissesse ser o "Imperador dos Mares", Lynn nunca realmente "Agiu" ou se demonstrou como um, o que nesse momento era totalmente o inverso. Se mantendo com sua lança como apoio para se manter em pé, Lynn esperava que sua tentativa de provocação fosse efetiva e o Tritão de Olhos Grandes viesse em sua direção, assim deixando suas costas totalmente abertas para Alipheese. Com total confiança que a garota não perderia a oportunidade ou que iria lidar com o Tritão caso fosse em sua direção, Lynn apenas assistiria a cena a sua frente tomar um desfecho, talvez estivesse contando com a sorte nesse momento que poderia ter um resultado horrível para o garoto... Mas continuava a confiar em sua atitude perante Alipheese, como um Imperador confia em seus súditos mais confiáveis, mesmo que a momentos atrás o mesmo havia sido atingido por ela, talvez por seu intelecto, sabia que realmente não era total culpa da garota e sim da ação inesperada do Homem-Peixe ao conseguir sentir sem avisos a sua presença.

Hey ! No final é só isso que vocês tem ?!... Diante de mim, a sua derrota desde o inicio foi absoluta.

Com talvez a finalização da situação atual, Lynn provavelmente não aguentaria mais se manter em pé, poderia sentir a dor e o cansaço sobre o seu corpo ao mesmo tempo que se sentava de maneira bruta sobre o chão, nesse momento um sorriso alegre poderia ser visito brotar em seu rosto, de maneira mais relaxada e descontraída, mostraria seu dedo indicador e do meio como um formato de V para Alipheese enquanto falaria de maneira um pouco cansada e ofegante, na tentativa de talvez fazer a garota mais a vontade se ela se sentisse mal pelo tiro amigo, assim demonstrando como se tudo estivesse bem com ele enquanto verificava os danos em seu corpo de uma maneira desleixada, talvez pelo fato da adrenalina estar alta até o momento Lynn não conseguia sentir direito os efeitos da Gripe que pareciam voltar com alguns espirros após descansar um pouco.

- Molezinha... Da pra fazer isso todo dia... Acho que dessa vez... Eu me dei bem mal, hehe... Belo tiro por sinal… Argh… Será que tem algum médico livre ?-
"" Dessa vez tu tumou no brioco memo em meu fii... Huehuehue ( ͡° ͜ʖ ͡°) ""
- Atchim ! -

Técnica Usada:
 

Histórico:
 
Objetivos:
 
off¹:
 
off²:
 
off³:
 

Créditos a @[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

____________________________________________________


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
        Ficha       ~ ~        Aventura


~> Fala <~
~> Pensamento <~


Medalhas:
 



Última edição por Makei em Sex 02 Fev 2018, 17:50, editado 15 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
GM.Alipheese
Tenente
Tenente
GM.Alipheese

Créditos : 30
Warn : Rumo ao Mar - Os primeiros passos de um Marinheiro !  - Página 6 10010
Feminino Data de inscrição : 31/03/2013
Idade : 25
Localização : Mawakun-3ª Rota.

Rumo ao Mar - Os primeiros passos de um Marinheiro !  - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Rumo ao Mar - Os primeiros passos de um Marinheiro !    Rumo ao Mar - Os primeiros passos de um Marinheiro !  - Página 6 EmptyQui 01 Fev 2018, 00:36


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


Uma queda inesperada, o orgulho que se coloca a frente do sucesso.





A garota tentou prosseguir de forma extremamente cautelosa, mas a falta de experiência havia a feito cometer um erro que para muitos poderia parecer um erro de principiante. Não havia levado em conta a falta de sinergia entre os movimentos do rapaz que nesse momento ela agia como um suporte. Eram muito diferentes, tinham uma noção muito vaga sobre a capacidade um do outro e havia o fator da possibilidade de superestimar as capacidades cognitivas e ativas um do outro.
Alipheese era guiada pela razão na batalha, ainda que pudesse ter disparado um tiro contra um oponente que não era dela, sua intenção era que pudesse ali criar um espaço maior para que Lynn agisse, aproveitando-se da possível dúvida que tentou plantar na cabeça do tritão ruivo. Porém, a vantagem que ela tentou criar, havia sido descartada, não esperava que o tiro acertasse ou precisava que ele tivesse o mínimo sucesso para que sua estratégia funcionasse. O rapaz não era nenhum tolo, mas se sua intenção era se passar por um, executaria o seu papel com maestria, ao deixar que o orgulho se colocasse acima de sua própria razão. A garota não esperava que ele pudesse abandonar um oponente, dando as costas para ele para que pudesse atingir um oponente que ela mesma tinha um bom plano para lidar. Tinha grandes capacidades de adaptação, mas não era experiente o suficiente para que pudesse cobrir o rapaz de forma tão eficaz quanto talvez ele  pudesse esperar. Talvez, se o rapaz tivesse focado em primeiro derrubar o seu próprio oponente, sua investida poderia ser perfeita, mas não foi assim que ocorreu. Em sua investida, rapidamente o arrependimento poderia lhe bater na porta, quando seu movimento não só pudesse falhar, como servisse como modo a alertar o tritão e ainda assim levar o golpe em seu lugar.

Ainda que fosse uma  péssima decisão, era surpreendente como o tritão havia sido capaz de desviar de ambos os golpes que contra ele eram aplicados e  ainda assim prejudicar a Lynn em uma situação que poderia ali ter destruído completamente qualquer chance de um trabalho de equipe no futuro, se ambos não tivessem a maturidade e a calma para lidar com aquela situação. A garota suspirou de forma longa, quase como se tentasse levar a pressão que o estresse havia levado a sua cabeça para o lado de fora e quando o fez, uma pequena fumaça poderia ter saído de sua boca, devido a baixa temperatura do ambiente estar menor do que a temperatura interna da garota.Seus olhos talvez por um momento se cruzassem com os de Lynn, nesse pequeno instante em que ela havia tomado para analisar a situação e retomar a calma. O olhar do rapaz  poderia passar um sentimento ruim muito forte, para Alipheese mas, qualquer agressividade que ele guardasse, não deveria estar direcionada a ela e o rapaz, nesse mesmo momento, poderia talvez enxergar um pouco de decepção no olhar da garota, o que talvez pudesse servir como combustível, para que ele se levantasse ou agisse de forma mais racional, visto que se esperava mais.

Confiaria que Lynn seria capaz de aguentar tempo o suficiente contra o próprio oponente, mesmo que sua movimentação estivesse limitada em relação as suas pernas, os seus braços que eram sua principal ferramenta de combate não estavam e seu oponente estava desarmado e ele deveria ser capaz de encarar as consequências de sua escolha, os oponentes não esperariam até que eles pudessem se resolver.

“ Continue calma Alipheese, você sabe que não é culpa sua. Não há como fazer a bala voltar... Uma vez que tenha sido disparada.Não faz sentido que você fique pensando naquilo que não pode mudar em meio a batalha… Mas o rapaz vai precisar de tratamento, então você deve se concentrar em fazer a sua parte primeiro e evitar qualquer risco ou ferimento desnecessário, se quiser ajudá-lo... Felizmente em nossa unidade de reforço há médicos, ou ao menos deveriam haver alguns... Eu ainda tenho duas balas nesse mesmo cartucho, mesmo que me desagrade, é  melhor que eu descarte duas balas do que eu correr o risco de me faltar tiros em um momento crítico... É minha primeira batalha e eu não estou indo mal, mesmo que o incidente tenha ocorrido, isso foi mérito do tritão e a própria decisão de Lynn em tomar o caminho  mais difícil... Não que eu fosse capaz de dizer a ele... Nesse momento...."



O tritão havia  diminuído a distância que havia entre eles, ainda que ainda houvesse uma. A garota não poderia se sentir confortável em uma situação como aquelas que todo o seu planejamento acabaria indo por água abaixo mas,graças ao seu temperamento calmo era capaz de  não se entregar a emoção ou ao desespero e pensar, tudo o que ela tinha como ferramentas era a sua capacidade de pensar calmamente em uma situação como aquela e a sua própria mira, e faria isso valer. Rapidamente, liberou  a trava de sua arma, para que o cartucho pudesse cair ao chão e o mais rápido que pôde  levou sua mão ao bolso onde encontravam-se os demais cartuchos para  pegar o cartucho e  sem levar muito tempo executaria as demais tarefas necessárias para que pudesse recarregar sua própria arma. Diferente do combate, manusear uma arma era algo extremamente natural a ela devido a sua experiência com seu ofício era um processo que, já havia repetido tantas vezes que tinha a plena confiança que poderia fazer até mesmo de olhos fechados. Era algo quase tão automático quanto respirar e isso poderia ter lhe ganhado preciosos segundos em relação a qualquer um que não tivesse a mesma naturalidade, segundos que fariam a total diferença no combate.

Seu oponente havia levado um tiro na coxa, o que poderia  limitar mesmo que levemente a sua movimentação, muito mais devido a dor do que qualquer outro motivo e claramente o limiar de dor do tritão parecia ser alto  o suficiente para que ele continuasse sua investida,tinha a consciência que no momento em que perdesse a vantagem da distância, toda vantagem que ela poderia ter, seria jogada no lixo e com base nisso, dessa vez não permaneceu estacionária, olhou rapidamente para trás, para ver o que estava às suas costas e começou a dar passos lentos de forma que não pudesse ali tropeçar, manteria a postura de suas mãos elevadas, na direção do tritão toda e qualquer informação que ela pudesse ter adquirido através da experiência anterior, em relação a direção de seu desvio e a própria forma como ele se locomovia a ela agora, poderia ser usada de base, uma vez que ela limitasse naquele momento os movimentos do tritão, ele não teria outra opção que não fosse se arrastar. Sua arma tinha potencial para a letalidade, mas naquele momento, enquanto ainda tivesse a superioridade do combate, lhe pareceu errôneo. Focada unicamente em seu próprio combate, a garota mirou agora na perna já ferida do tritão, não era necessário que ela o fizesse perder a mobilidade com mais de uma perna, se uma não pudesse sustentá-lo em pé ou o causasse dor o suficiente para que não fosse capaz de manter a sua consciência naquele momento, era muito mais do que o suficiente. Realizou dois disparos, seguindo sua própria linha de raciocínio para delimitar o espaço que ele poderia percorrer, o intervalo entre os disparos eram curtos, mas ambos tinham algo em comum, ambos tinham como alvo a parte próxima da canela e ambos eram feitos no momento em que Alipheese pudesse ver os pés do tritão encostarem no chão após concluir um passo, de forma que toda a base de seu peso era sustentada por aquela única perna, dificultando que uma esquiva pudesse ser feita, mas a garota era prevenida o suficiente para que o seu sucesso não pudesse ser colocado apenas em um dos disparos e por isso, mesmo  que um dos tiros fosse desperdiçado, o segundo disparo teria como alvo uma posição futura ao qual ela imaginou ser possível para que ele se esquivasse, de forma a tentar garantir que ali ela poderia derrubá-lo.


Era algo simples naquele momento e a distância poderia agir ao seu favor, por tornar um alvo mais próximo e fácil para que ela acertasse, suas mãos se mantinham firmes, com o novo cartucho ainda teria mais seis disparos. Para  o caso de ao menos um de seus disparos ter sido um sucesso, era extremamente improvável que ele pudesse permanecer de pé, uma vez que o momento de seu disparo contra a perna já ferida havia sido extremamente bem pensado, pois naquele momento, na já fragilizada perna esta serviria como ponto de apoio para todo o corpo do tritão, que poderia fazer com que um único disparo fosse muito mais efetivo do que seria em outras situações, levando  em consideração a sua possível queda, isso daria espaço para que a garota se afastasse mais, de forma “segura” e circulasse o tritão de modo a ficar longe de seu campo de visão, mantendo a mira sobre as suas costas, sua intenção era mantê-lo rendido, até que alguém pudesse restringi-lo, mas ao menor sinal de movimento ou tentativa de se levantar, Alipheese dispararia contra ele no local que ele usasse como ponto de apoio, fosse sua outra perna ou os seus braços, não importava para ela que sua ação pudesse ser humilhante para o tritão e sequer essa era a sua intenção, se ele simplesmente colaborasse em se entregar, as coisas seriam muito mais fáceis para ambos os lados.

No entanto, havia a possibilidade de ambos disparos falharem e nesse caso, mesmo que corresse o risco de acertar algum órgão importante, Alipheese realizaria mais dois tiros, na região abdominal de seu oponente, visto que era uma área maior e mais fácil de acertar, a forma como ela se afastava, mesmo que não criasse uma distância tão grande quanto correr poderia criar, dava a ela estabilidade em sua postura para que ela pudesse mirar e realizar bons disparos para o próprio nível considerado por muitos  habilidoso de sua pontaria, o fato de seu oponente estar ferido, era benéfico para limitar a sua movimentação, assim como desvios súbitos ou possíveis movimentos bruscos pareciam improváveis mas, caso o oponente de Alipheese, ainda pudesse chegar próximo o suficiente para que fosse perigoso a ela e tentasse lhe realizar algum golpe, como um modo de tentar criar rapidamente distância, a garota saltaria para trás com um impulso de seus pequenos pés, tentando realizar  mais um disparo, em meio a sua esquiva. A garota poderia não ser muito forte fisicamente, mas a forma como ela era capaz de manter a estrutura e a compostura naquela situação mostravam um nível de maturidade mental e auto-controle que poderiam fazer com que sua mente fosse considerada forte.


Caso o seu embate pudesse ser finalizado, assim como o de Lynn, usaria do privilégio a ela concedido de ter uma visão excepcionalmente boa, para procurar no ambiente, qualquer sinal que pudesse levá-la a pensar que algum dos aliados da marinha ali era um médico ou que poderia ajudar ao ruivo com os ferimentos e a partir disso, tentaria ajudá-lo a se levantar, caso tivesse caído, ou ajudá-lo a andar se ele precisasse. Daria  a ele um ponto de apoio ao tentar passar o braço dele por cima, de modo a agir como “ muleta”, permitindo que ele não tivesse de forçar tanto o lado em que sua perna estava mais machucada, mas ainda que o fizesse o rapaz teria de fazer a sua parte, não era capaz de suportar todo o seu peso sozinha, apenas ajudar levemente. Fosse pelo esforço físico de tentar ajudá-lo ou por não saber como responder apropriadamente, a garota se manteria em silêncio, mesmo que o garoto tentasse falar algo com ela, assumiria a responsabilidade pelo que fez e caso pudesse encontrar algum rapaz ou moça que parecesse ser capaz de ajudá-lo, tentaria seguir as instruções que lhe fossem dadas, enquanto tentaria explicar o que aconteceu.


- Senhor(a), esse membro da minha unidade levou um tiro, em meio a confusão e eu acredito que precise de cuidados o mais rápido possível… Eu… A arma utilizada para o disparo foi essa e… Aconteceu por uma falta de sincronia! Não o acertei porque quis! Você pode ajudá-lo?


Ao abordar uma nova pessoa, caso todas suas ações a guiassem até esse caminho, Alipheese acabaria perdendo sua postura séria e a calma necessária para o combate, uma vez que não estivesse mais nele, havia tentado formular várias formas em sua cabeça de explicar aquela situação, mas talvez tenha escolhido a pior delas. Sua honestidade havia a obrigado a assumir a autoria do tiro, sendo sincera a garota nunca poderia dizer que sequer passou pela sua cabeça mentir, isso poderia ser pior e iria totalmente contra seus próprios princípios. Suas bochechas seriam tingidas por um tom rubro, e suas mãos talvez se mexessem demais, enquanto tentava explicar, seu tom de voz era  provavelmente audível mas, poderia soar quase como uma lamuria, tremenda era a culpa que parecia carregar suas palavras.A primeira impressão que provavelmente causaria, dificilmente seria a de alguém ameaçador, como poderia ser o seu semblante uma vez que o combate tenha iniciado nesse momento, sua aparência infantil, junto ao modo como havia preocupação, culpa e até a forma como a cor lhe pintou fácilmente o rosto dificilmente levaria a essa pessoa a pensar que ela era algo diferente de uma pessoa boa que realmente queria ajudar. Por mais difícil que fosse, a garota tentava olhar nos olhos da pessoa, enquanto esperava a sua resposta, seria colaborativa na medida que suas próprias limitações a permitissem.









Histórico.:
 
Objetivos:
 

____________________________________________________


Rumo ao Mar - Os primeiros passos de um Marinheiro !  - Página 6 >
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Ação
Pensamento
Fala
Voltar ao Topo Ir em baixo
CrowKuro
Tenente
Tenente
CrowKuro

Créditos : 2
Warn : Rumo ao Mar - Os primeiros passos de um Marinheiro !  - Página 6 10010
Masculino Data de inscrição : 24/01/2018
Idade : 25

Rumo ao Mar - Os primeiros passos de um Marinheiro !  - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Inicio   Rumo ao Mar - Os primeiros passos de um Marinheiro !  - Página 6 EmptyDom 04 Fev 2018, 23:53

Estaria andando pela cidade de shells town enquanto talvez pensava no que fazer no futuro agora que não fazia mais parte do circo, Drake tinha em sua cabeça alguns planos que eram uma parte de seu objetivo,o jovem provavelmente estaria vagando enquanto olhava para o céu o observando, podendo até ser possível sentir a leve brisa bater sobre o seu rosto. Drake pensava onde poderia encontrar o Q.G da marinha e como fazer para chegar lá, e ao chegar o que fazer e o que dizer.


“Hmm, será que eu devo seguir por aqui? Eu não sei bem onde isso daria, então eu poderia acabar saindo do meu caminho. Talvez eu procure por informações quem sabe se eu encontrar alguém aqui essa pessoa possa me tirar algumas dúvidas.”


Drake andaria de forma suave e calma em direção ao centro da cidade buscando talvez achar informações de por onde começar a procurar, em sua mente se fazia perguntas do que faria, se seguiria diretamente ao centro da cidade ou se iria a uma taverna para buscar mais informações, o jovem vagava por shells town livremente com a dúvida em sua cabeça.


“Hmm se eu for a uma taverna provavelmente eu iria conseguir algum tipo de informação de onde poderia ser o Q.G da marinha, mas é um tipo de ambiente ao qual eu não estou muito familiarizado, talvez eu devesse seguir mesmo até o centro da cidade, ou talvez ir a uma feira, as pessoas que trabalham em feiras sempre sabem de muitas coisas.”


O jovem seguiria seu rumo tentando decidir onde iria primeiro, caso fosse em algum dos lugares aos quais pensava e não conseguisse nenhuma informação valiosa, tentaria seguir a outro local.

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Pensamento
Fala
Extras

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
SraVanuza
Membro
Membro
SraVanuza

Créditos : 12
Warn : Rumo ao Mar - Os primeiros passos de um Marinheiro !  - Página 6 10010
Data de inscrição : 14/12/2017
Idade : 21

Rumo ao Mar - Os primeiros passos de um Marinheiro !  - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Rumo ao Mar - Os primeiros passos de um Marinheiro !    Rumo ao Mar - Os primeiros passos de um Marinheiro !  - Página 6 EmptySeg 05 Fev 2018, 00:15



Be a pretty bitch!



Todos os intestinos da gata se reviravam dentro de sua barriga, pedir ajuda e se mostrar tão vulnerável assim não era muito bem a sua praia, logo a fazia ficar meio desconfortável, nem mesmo em combate ou com o cheiro ruim do ambiente Kariel havia ficado tão afetada como naquele momento, ainda mais pelo que seria dito.

A mulher parecia ser auto suficiente, pelo menos na cabeça dela, talvez devesse tê-la batido em um degrau, afinal que tinha de guerreira “se vira sozinho”, na cabeça da jovem não fazia sentido. É fácil compreender que as vezes não temos suporte suficiente para nos estruturar, mas sem nenhum auxílio sempre? Isso parece no mínimo impossível, sua expressão parecia levemente confusa seus olhos ainda focados silhueta da mulher em sua frente, não poderia perdê-la de vista naquele momento.

“Sei de que? Não têm como alguém ser 100% independente, como que ela pode dizer algo do tipo dessa forma..”

Mas o tapa na cara viria depois, após propor que precisava de ajuda e treino e que Setsune poderia ser uma boa mestra, recebeu um golpe cruel. “Dar duro”, Kariel havia dado duro, mas sem base como poderia se estruturar? Aquelas falas para a jovem, foram fortes, como se ela não estivesse dando o suficiente para ser uma boa espadachim, queria contar com a experiência de uma grande guerreira, mas parecia que só conseguiu extrair alguma expressão facial, o que era talvez perturbador. Como se fosse receber um puxão de orelha ainda maior. Seu coração por algum motivo fervia, era uma junção de indignação, com confusão e raiva. Aquela resposta, que nem ao menos foi grosseira, surtiu efeito negativo na gata que a faria andar um pouco mais rápido, sua voz ficaria mais intensa e quem sabe agressiva, seu rabo ficaria ser agitando para os lados e para cima fazendo pequeno círculos no ar, mas de forma rápida, aleatória e frequente.

-Então basta que eu fique golpeando uma árvore, desde de o amanhecer ao anoitecer, durante vários dias exaustivamente que eu me tornarei uma boa espadachim? É isso que quer dizer? Eu jamais poderia concordar com isso?! - Indagou com indignação e confiança, parecia certa do que estava falando - Preciso de técnica, conhecimento, experiência, disciplina e uma base, entendo que você pode ter feito muita coisa sozinha ou com o mínimo de ajuda. Mas isso não a torna independente! Se não quiser ser minha tutora, tudo bem eu sou capaz de entender isso e tenho maturidade para aceitar, mas não me diga que posso “me virar sozinha” como se isso fosse me garantir sucesso, por que não é assim que as coisas funcionam!

Kariel havia alterado seu tom de voz, parecia triste ou pelo menos decepcionada, criou em sua mente uma ideia completamente diferente de uma guerreira, algo mais “quente”, mas parecia falar com alguém que não sentia grandes coisas em relação ao que já havia ou poderia ser feito.

Mesmo bolada, Kariel atende ao comando da mulher, não abaixaria sua guarda mesmo nessa situação. Com sua lâmina empunhada em sua mão direita, ficaria alerta ao que poderia vir tanto da água de coco quanto do fim do túnel, onde era provável que poderiam encontrar mais dessas coisas.  Sua mente ainda permanecia conturbada, afinal viu a reação de Setsune e isso despertou curiosidade, afinal o que de fato ela havia pensado?

Isso jamais seria respondido, afinal não chegaria nela e perguntaria isso de forma aberta, lhe deixando em uma posição de vulnerabilidade novamente, o que deveria ser evitado o máximo possível devido ao último constrangimento.

Seus passos ficaria levemente mais lentos, para não ficar tão afrontosa ali na frente, afinal poderia ter um perigo eminente, novamente focaria em observar o ambiente, no caso, o exterior, queria se alocar de acordo com o local onde sairia dos túneis, adoraria sentir o cheiro de ar puro que deveria estar no exterior do ambiente.  


Histórico:
 
Objetivos:
 





Thanks Faith @CG

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Voltar ao Topo Ir em baixo
Homero
Pirata
Pirata
Homero

Créditos : 5
Warn : Rumo ao Mar - Os primeiros passos de um Marinheiro !  - Página 6 10010
Feminino Data de inscrição : 31/03/2013
Idade : 19
Localização : Dream Whater

Rumo ao Mar - Os primeiros passos de um Marinheiro !  - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Rumo ao Mar - Os primeiros passos de um Marinheiro !    Rumo ao Mar - Os primeiros passos de um Marinheiro !  - Página 6 EmptySeg 05 Fev 2018, 21:54

Mais apressada em seus passos, Kariel parecia não ter ficado satisfeita com a resposta e então voltava a falar, com certa indignação em sua voz, com Setsuni, estando ela logo de frente para o buraco que subiriam para sair daquela rede de esgotos. A gueixa não parecia gostar das palavras da mink, mas não era como se sentisse raiva, era quase uma indignação por conta daquela resposta mesmo diante de sua sabedoria que poderia ter incentivado qualquer um.

- NÃO É QUESTÃO DE QUERER SER SUA TUTORA OU NÃO, MENINA! - Ela se exaltava um pouco, notando isso e fazendo uma pausa na sua voz para se recompor antes de voltar a falar. - Eu NÃO disse para você ficar golpeando uma árvore. Eu NÃO disse que técnica, disciplina e essas demais coisas não servem de nada. Mas... Você sabe lutar! Eu vi isso! Você sabe segurar uma espada, porra. Para os leigos, um ensinamento é necessário, uma base para que eles possam dar sequência, gata. Mas você já tem essa base! Pelos deuses, garota, você tá se subestimando! E eu não faço ideia das suas motivações e sonhos, mas se você quiser ir para o mar, como eu fui, para a Grand Line, isso que você tem é o suficiente pra começar. Só falta crer em você mesma. Porque dificuldades virão SIM! Mas se você souber enfrentar com perseverança, aprendendo com cada coisa que passar, e desenvolvendo uma estilo próprio, não há nada que eu precise te ensinar, entendeu? - Ela sacava uma espada diferente, que não tinha uma lâmina metálica e sequer um gume, parecendo muito mais um taco. A espada saia do que parecia anteriormente um guarda-chuva em sua cintura. - Isso é uma Shinai. Sempre eu aprendi que a base de ataques de um espadachim é cortante, mas eu descobri essa arma, e estudei sobre ilusões e danças, para formar um estilo só meu. Eu sei lutar como qualquer espadachim, mas essa é minha espada preferida, e ela não corta! Sabe quem me ensinou a lutar com ela? Ninguém! Porque eu tive a base bem simples que me foi ensinada, e desenvolvi meu próprio estilo, com base em outros conhecimentos que eu tinha. Eu posso até te ensinar a dançar, ou a fazer ilusionismo, mas se você quiser incorporar isso no seu estilo, dai isso deve partir de você, e somente de você. - Ela parava para dar uma respirada enfim, e em seu olhar tinha uma esperança em Kariel que talvez ela tivesse tido poucas vezes antes.

A dupla então subia pelo buraco que daria nas ruas de Shells Town, com a fina neve caindo sobre a mesma, e o ar mais limpo e menos fétido entrando por suas narinas. A alguns metros presenciava uma cena que estará descrita logo mais, vendo de longe, mas ouvindo com sua audição aguçada, coisa que Setsuni não tinha.

O jovem Drake, um ex-artista circense, caminhava pelas ruas de Shells Town com um frio diferente do comum naquela ilha, com uma fina camada de neve caindo enquanto ele andava. As pessoas que via pareciam estar um pouco agitadas, e inclusive haviam alguns sinais de destruição, mesmo que poucos, em certas construções na ilha.

- Ei garotinho kihihihihihi por que não se aproxima? - Uma figura toda envolva em uma capa preta que impedia até de ver seu rosto o chamava, de longe, num beco. Sua voz era feminina, mas aparentava ser de uma pessoa mais velha, além de ser áspera e arrastada. Apesar de nem Drake nem a figura perceberem Setsuni e Kariel a alguns metros dali, a mink conseguia ouvir claramente a conversa com sua audição privilegiada. - Eu tenho uma missão para você, se estiver afim de conseguir uns bons berries: Um grupo de tritões vândalos está causando confusões pela cidade, e eles pegaram uma certa coisa que eu estava buscando para fazer um feitiço. Trata-se de uma pedra vermelha, com propriedades mágicas, que pertence a Gueixa, mas que agora está nas posses dos tritões, que sequer sabem usá-la. Se trouxer para mim eu posso lhe recompensar com certos milhões de berries ou um feitiço de sua escolha, amor, prosperidade, morte a seus inimigos. O que acha?

A uma breve distância dali, Alipheese e Lynn continuavam suas batalhas, agora mais individuais. Ali via a aproximação cada vez mais constante do tritão e, com seus conhecimentos de atirador somados a seus conhecimentos sobre armas, fazia uma rápida troca de cartuchos da arma, restabelecendo a quantidade de 8 tiros em seu revólver.

O tritão estava cada vez mais perto, contudo a atiradora era rápida e com dois tiros conseguia derrubar o homem peixe. O primeiro, que ele quase se esquivava, só não conseguindo por conta da distância menor, e o segundo que era o suficiente para derrubá-lo. Seus olhos pareciam ficar maiores ainda quando ele sentia as duas balas penetrando sua carne de peixe, levando-o ao chão, mas ele não desistia e, tendo caído suficientemente próximo de Alipheese, puxava a perna dela, levando-a também ao chão num movimento inesperado, e passando seu braço pelo pescoço da ferreira, enforcando-a num mata-leão.

Ao quanto o tritão apertava, Alipheese ia perdendo um pouco de seu ar e, se não conseguisse se livrar daquela situação rápido, poderia vir até a desmaiar.

Lynn, por outro lado, tendo acabado de ser acertado por golpes, assumia uma postura rígida. Sabe-se lá de onde, ele conseguia reunir forças e olhava para o tritão que por um instante até se sentia intimidado com a pose e a frase do garoto ordenando que este abaixasse sua cabeça.

O tritão até se colocaria em posição de combate, mas não havia tempo. A lança de Lynn o atravessava num movimento tão liso que com certeza acabava com sua vida em instantes. Era como se o espirito de Imperador tivesse tomado conta do corpo do megalomaníaco, que conseguia derrotar o adversário somente com aquele golpe. Já sem vida, o tritão caía no chão com o sangue escorrendo de si para a fina camada de neve no chão.

Lynn se virava e via Alipheese sendo pega pelo tritão em um mata-leão. Ele sentia o sangue quente escorrendo de seu ferimento e a bala alojada em sua coxa se movimentava, queimando sua carne como se um pedaço de brasa estivesse dentro de si. Contudo, era como se o misto de sua adrenalina e seu espírito heroico chamasse para ele salvar a companheira, lhe dando um "up" suficiente para um último movimento antes de provavelmente cair pela dor na coxa. Talvez não tivesse forças para mais de um ataque, então era preciso ser preciso, e mais do que tudo, rápido, antes que Alipheese acabasse inconsciente.
OFF:
 

Status:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Narração ~ ~ ~ Fala (brown) ~ ~ ~ "Pensamento"  (orange)

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
GM.Alipheese
Tenente
Tenente
GM.Alipheese

Créditos : 30
Warn : Rumo ao Mar - Os primeiros passos de um Marinheiro !  - Página 6 10010
Feminino Data de inscrição : 31/03/2013
Idade : 25
Localização : Mawakun-3ª Rota.

Rumo ao Mar - Os primeiros passos de um Marinheiro !  - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Rumo ao Mar - Os primeiros passos de um Marinheiro !    Rumo ao Mar - Os primeiros passos de um Marinheiro !  - Página 6 EmptyTer 06 Fev 2018, 08:25


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


O terror da falta de experiência. Medidas desesperadas são tomadas.







O oponente de Alipheese era terrivelmente veloz considerando o ferimento anterior que ele havia recebido na perna, no lugar do tritão sequer poderia afirmar que seria capaz de ficar de pé a menos que a situação fosse extrema ao ponto de que a adrenalina pudesse erguê-la. Sua falta de real experiência em combate cada vez mais mostrava-se um obstáculo, que só poderia ser superado de uma forma, não importava  o quanto fosse capaz de projetar milhões de possibilidades em uma fração de segundo, a pequena garota não poderia projetar com exatidão aquilo que ela não tinha a certeza, não sabia determinar perfeitamente as capacidades físicas de alguém, sequer tinha a noção além da comum de quais lugares deveria acertar no entanto, seu talento somado às muitas horas dedicadas ao seu ofício, conseguiam fazer uma diferença muito maior do que ela poderia ter imaginado no campo de batalha e isso poderia confortar um pouco seu coração e sua mente que se não fosse pelo seu temperamento calmo que assumia um papel decisivo em situações como essa poderiam já estar em pedaços, assim como o seu corpo.

Sua visão aguçada, junto a sua capacidade de projetar e escolher a melhor rota havia tornado possível que ela acertasse não só um mas, dois tiros no tritão que estava assustadoramente próximo. Não podia comemorar e mesmo que quisesse não teria tempo para tal, seu primeiro tiro não era perfeito, pra falar a verdade passava longe de ser, uma vez que se não fosse a distância aquele seria um erro, algo que era uma característica terrível para uma atiradora que deveria ser capaz de eliminar qualquer tipo de ameaça antes que um oponente possa chegar a ela. O seu campo de visão logo tornou-se o  céu, seu equilibrio parecia desaparecer, enquanto o seu reinado pareceu ruir, tão rápido quanto sua supremacia poderia ter se estabelecida, esta seria tomada de si. Seu coração acelerou e o único reflexo que pôde ter antes que o tritão pudesse restringir o movimento de seu pescoço era o de evitar que a sua cabeça pudesse bater contra o chão. Havia sentido ao redor do seu pescoço o braço do tritão e a sensação anaeróbia era completamente assustadora, sua consciência não duraria muito, por mais que tentasse poupar o ar, o aperto era firme demais para alguém que tinha de lidar com a dor de ter levado três tiros. Não só a posição favorecia para que  Alipheese precisasse de muito mais força caso tentasse puxar o seu braço, como garota tão pequena quanto magra não poderia fazer frente a força física do mesmo  em uma disputa direta.


Por um momento o pânico pareceu querer dominá-la por completo, quando seus olhos abriram-se um pouco mais e seus pulmões pediam pelo ar que não eram capazes de alcançá-los naquele momento, ela havia sido impiedosa, mesmo que sua intenção fosse levá-los vivos era impossível que após ter derrubado um parceiro seu e ter feito com que ele aguentasse tanta dor, que ele simplesmente não a executasse se ela perdesse a consciência.

“ Não caia no desespero, o desespero vai guiá-la para a sua morte, pense, assim como ele tornou uma situação de desvantagem em uma situação de vantagem, você também pode fazer isso! Você tem seus braços e suas pernas livres, como todos ele tem pontos sensíveis e não só isso... Você esta armada, faça uso disso para se libertar!”

Checaria se seus braços poderiam se mexer, e se pudesse, tentaria encostar o cano da sua arma contra alguma parte do corpo do tritão e disparar até que ele pudesse afrouxar seu braço ou até que o restante de suas balas fosse utilizado, o que viesse primeiro. Aproveitando-se disso fosse necessário ou apenas um meio de facilitar que o tritão perdesse a força ainda mais, tomaria uma ação que era longe de ser reconhecida como nobre ou mais bela não era honrada e era claramente  um ato desesperado, a garota tentava cravar seus dentes com o máximo de força que podia, fosse no braço ou fosse na mão do tritão aquele que pudesse parecer a ela que infringiria maior dor no momento, seria rápida e intensa, não queria que ele a machucasse e tão veloz como fora a sua mordida, também seria o ato de tirar a própria boca e por reflexo acabar cuspindo, independente do gosto que tivesse a carne ou o sangue que poderia agora estar em sua boca, seu próprio ato a enojou, mas se fez desnecessário, precisava aproveitar ou criar qualquer oportunidade para que pudesse se libertar. Suas pernas se moviam de forma agitada e como seu corpo era provavelmente muito menor do que o do tritão, para que ele pudesse segurá-la em um mata leão, seria necessário que ela estivesse um pouco erguida em relação a ele, tornando possivelmente a possibilidade perfeita para que ela tentasse chutar a virilha do tritão, caso estivesse ao alcance de seus pés com toda intensidade possível, ou mesmo uma das pernas machucadas que nesse momento deveriam arder por si só como o inferno.A aspirante a marinheira tentava várias possíveis ações que poderiam ter um resultado abaixo do esperado ou até mesmo muito acima do esperado, não era apenas um meio de escapar que ela havia tentado mas três, que poderiam ser ou não combinados, dependendo da necessidade, por mais que não se deixasse dominar por este, ela sentia medo de perder a consciência para nunca mais voltar. Por mais simples que fosse a ação de morder, se subestima muito a força da mandíbula humana, há quem diga que esta  pode ser capaz de arrancar até mesmo um dedo caso usada toda a sua força, considerando a adrenalina que corria devido a batalha e o medo, talvez uma ação tão simples quanto essa pudesse ser ainda mais eficaz do que o esperado, pela garota que mesmo que não tivesse tal conhecimento, tentou como forma instintiva usar todas as ferramentas que tinha. Caso algum de seus meios pudesse ser efetivo para libertá-la daquela assustadora situação, tentaria o mais rápido que podia afastar-se, fosse se levantando subitamente, fosse rolando ou mesmo se arrastando  sua primeira ação provavelmente a uma distância segura  seria a de colocar a mão que não carregava a arma nesse momento em seu pescoço, que devido a violência sofrida por ela, nesse momento provavelmente estava muito dolorido. Sua respiração provavelmente neste momento não poderia ser definida como tranquila, uma vez que poderia parecer uma pessoa que havia quase se afogado, lutando desesperadamente pelo ar, levando a possibilidade que havia se libertado, não era provável que se ela fosse capaz de manter totalmente a sua calma que estivesse em tal situação devido ao desperdício de oxigênio que a tensão e a agitação poderiam ter causado na garota naquele momento.

Ela reconhecia a força que seu oponente e ao olhar para a situação que o oponente de Lynn poderia se encontrar, caso chegasse a conclusão que ele estava morto, esperava do fundo do coração que por mais que a tenha feito ter tanto medo e tivesse atentado contra a sua vida, que ele pudesse ser julgado corretamente e pagasse da forma correta pelos seus crimes. Talvez a falta de conhecimento anatômico da garota ou o modo como ela tivesse usado para o combate pudesse ter tornado a possibilidade de sua sobrevivência baixa devido a necessidade que havia de ela se libertar, mas sua intenção não era assassina. Não saberia dizer se poderia sentir remorso em uma situação como aquela, não era eloquente o suficiente para fazer com que criminosos pudessem parar ao seu comando, tão pouco tinha o poder para tornar algo em realidade que não fosse por meio de suas ações, que visavam o bem do próximo, não o próprio.

Caso o rapaz a tivesse ajudado devido as suas táticas não terem sido eficientes, por mais que a lógica ligasse ao contrário, confiaria para que o rapaz tomasse a decisão correta, tentaria evitar uma possível agitação a menos que fosse usada como escudo de carne, onde tentaria o máximo que seu corpo ainda lhe permitisse impulsioná-lo para que o  ruivo não a acertasse, mas a possibilidade de nesse momento precisar de um resgate tendo em vista que o tritão teria que resistir a tiros e as demais medidas físicas que a própria garota tomava, era claro que ela não esperava que diante da maior parte das experiências estranhas que puderam ter juntos pudesse ser o suficiente para que ele se arriscasse em ajudá-la ao se colocar em risco, pelo menos não depois do que havia acontecido a tão pouco tempo.Talvez fosse um pré-julgamento errado ou apenas falta de conhecimento, Alipheese não era uma telepata e poderia apenas supor. Sua situação talvez fosse muito mais psicológica do que física, o que não fazia de sua situação mais fácil de lidar, atrasando qualquer suporte que ela pudesse oferecer a Lynn de imediato.

Levando em conta essa situação, caso pudesse observar qualquer caminho que não pudesse oferecer riscos para que pudesse tirar Lynn do foco da confusão, ela tentaria se focar nele, especialmente se houvesse a possibilidade de encontrar alguém para que pudesse cuidar do rapaz que lhe parecesse um médico ou capacitado para tal. Seu semblante estava visivelmente abalado, mas ela tentaria oferecer suporte ao rapaz, talvez devido a diferença de altura a garota não pudesse oferecer um apoio tão bom quanto poderia caso tivesse altura similar ou maior a do garoto e isso por um momento a incomodou, mas não mais do que a assustadora idéia de não só ter de falar com o ruivo primeiro, como precisar ter contato físico para ajudá-lo.
O rapaz definitivamente era esquisito, passava uma idéia assustadora sobre si e até mesmo a tinha decepcionado quando ela havia botado fé demais nele mas, seria difícil para que ela não tomasse aquilo como um erro próprio no momento em que estivesse com as ideias um pouco mais claras, mas era inegável que ela pudesse negar que apesar de tudo sua boa aparência a fazia sentir-se estranha. Era um processo completamente natural, ainda que a maior das partes pudessem macular esse tipo de reação, sua própria timidez provávelmente tornava aquilo um obstáculo muito maior do que deveria ser, fazendo com que rapidamente a idéia de que se essa característica não fosse presente, talvez fosse mais fácil para o seu coração lidar naquele momento. Tentaria se aproximar a passos tímidos e tentaria evitar o contato visual, tentando puxar a mão do rapaz que não estivesse segurando a lança para que pudesse se apoiar nela, de modo a diminuir a força que seria necessária para que ele pudesse se manter em pé e andar, talvez ele pudesse ajudar ainda mais com isso caso utilizasse sua arma como uma espécie de muleta improvisada, já que a garota não tinha força física o suficiente para carregá-lo sem que ele oferecesse um pouco de ajuda.

-V… Va.. Vamos encontrar alguém para cui-cuidar do seus ferimentos… Eu… Não vou conseguir carregar você se você desmaiar… Eu não pretendo cair junto, vou te soltar se isso acontecer...  Então preciso que você me ajude a achar um médico pra você.

Era incrível como aquela garota que havia sido capaz de atirar e enfrentar os tritões sem demonstrar uma única gota de hesitação, tão rapidamente quanto a situação poderia ter se resolvido havia voltado a fragilidade de seu modo habitual, era  possível que o rapaz a ouvisse variar seu tom de voz várias vezes, enquanto tomava diversas pausas para respirar, pensar e isso era algo tão transparente quanto um cristal, não havia a mesma segurança no momento em que as relações interpessoais começassem e não houvesse um papel ou uma situação para que ela pudesse focar a sua mente. Era possível sentir que a garota tentava tocar o menos possível, como se aquilo profundamente a incomodasse mas, ela tinha a empatia e atitude para deixar de lado suas próprias dificuldades para que pudesse ajudar e não ser capaz de manter a própria compostura a incomodava profundamente. Sua estatura não era das maiores, sua aparência era claramente infantil, mas em meio a sua alva pele quase tão branca quanto a neve, assim como seus cabelos, havia uma graça que poderia assimilá-la a figura de uma boneca, delicada e agradável aos olhos. Não teria outra pista que não fossem possíveis indicações nas roupas ou ações que pudessem levá-la a deduzir que a pessoa era capacitada para executar a função, não sabia quanto tempo Lynn poderia manter sua consciência e isso a trazia certa urgência, mesmo que tivesse dito que o deixaria cair, não o abandonaria, procuraria um jeito de salvá-lo ali. Não importava se a ação do rapaz fosse similar, se a situação fosse inversa, seu próprio senso do certo e errado não levava isso em consideração. Caso por si só não pudesse encontrar uma direção a seguir para que pudesse buscar assistência médica a Lynn, tentaria procurar por Sheppard ou qualquer marinheiro que pudesse lhe ser familiar, fosse por ter visto seu rosto alguma vez ou mesmo por fazer parte do esquadrão que rapidamente se debandou, um sinal claro da ausência do estabelecimento de um líder para que a situação fosse resolvida de forma eficaz.


-Eu.. Eu preciso de achar um médico para cuidar dele, o(a) senhor(a) sabe onde posso encontrar?


Seu tom seria dócil, mas claramente soaria ofegante, possívelmente ainda havia sangue na região próxima de sua boca e talvez tivesse respingado até mesmo em sua camisa, caso os tiros que ela havia executado contra o tritão tivessem a manchado ou se a mordida que ela tivesse dado fosse capaz de penetrar na carne do tritão e machucá-lo, por mais adorável que fosse tinha sinais claros de batalha e esta seguiria na direção do local indicado o mais rápido que pudesse dado ao peso que carregava junto do próprio corpo, que não acostumado com um ritmo de batalhas, estava claramente desgastado.


Caso pudesse encontrar por si mesma alguém que ela julgasse que poderia cuidar de Lynn ou tivesse chegado por meio de uma instrução anterior ela tentaria recuperar um pouco do ar, da calma, de sua compostura e de qualquer coragem que pudesse lhe faltar e não se permitindo muito tempo para pensar, se focaria na situação quando aproximou-se e disse:


-Senhor(a), meu amigo foi ferido… Em meio ao combate eu acabei o acertando sem querer, devido a falta de cordenação nossa no combate… Eu não tenho ferimentos que precisem de tratamento… Pra falar a verdade, quase não me feri, mas ele, precisa de toda ajuda que puder ter, não só o tiro, ele acabou apanhando bastante…

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
O tom de voz da garota por mais firme que tentasse parecer parecia quase que choroso e isso era reforçado pelos seus grandes olhos que nesse momento pareciam dois grandes rubis com um intenso brilho e levemente dilatados, havia alma e um coração em suas palavras que talvez soassem até mesmo como súplicas, ainda que fosse um simples pedido da garota que tinha dificuldades para que pudesse se comunicar. Claramente demonstraria dificuldade em  ajudar o rapaz que era maior que ela e se não fosse a imensa disparidade que havia entre a aparência dos dois, talvez devido a aparência que a assimilava muito a uma figura de uma criança, mesmo com um uniforme que havia sido emprestado pela marinha que talvez tivesse algum detalhe que pudesse identificá-la como parte dela, talvez pudesse até pensar que estaria ajudando o irmão que havia se ferido ou algo do tipo, se não fossem os sinais de batalha que haviam sobre o seu corpo ou os detalhes que ela havia relatado, para que o tratamento fosse mais eficiente, sabia que o caos não se dissiparia com a derrota de apenas três tritões, mas nesse momento precisava garantir que o erro do trabalho em equipe de ambos, não pudesse fazer com que o rapaz tivesse sua situação agravada.









Histórico.:
 
Objetivos:
 


Off:
 

____________________________________________________


Rumo ao Mar - Os primeiros passos de um Marinheiro !  - Página 6 >
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Ação
Pensamento
Fala
Voltar ao Topo Ir em baixo
CrowKuro
Tenente
Tenente
CrowKuro

Créditos : 2
Warn : Rumo ao Mar - Os primeiros passos de um Marinheiro !  - Página 6 10010
Masculino Data de inscrição : 24/01/2018
Idade : 25

Rumo ao Mar - Os primeiros passos de um Marinheiro !  - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Rumo ao Mar - Os primeiros passos de um Marinheiro !    Rumo ao Mar - Os primeiros passos de um Marinheiro !  - Página 6 EmptyTer 06 Fev 2018, 18:53

Drake que havia começado sua jornada para atingir seus objetivos, seguia em busca de informações as quais o levassem a seu destino, no caminho ao passar por um beco Drake ouve uma voz o chamando, a voz parecia com a de uma mulher idosa, o jovem tentava observar e ver quem o estava chamando até que avista uma pessoa coberta por uma capa preta, o jovem tenta se aproximar e ouvir o que ela queria dizer. A pessoa então começa a dizer que tritões estavam causando problemas a cidade e que um deles havia roubado uma pedra vermelha e era algo que estava procurando, a mesma pedia para que Drake a recuperasse e que daria uma boa quantia em berries ou algum tipo de bruxaria caso ele conseguisse recuperá-la, o jovem então diz:


- Uma pedra vermelha não é? Bom, não sei o que são esses tais tritões, mas se eles realmente estão causando um tumulto nessa cidade, mesmo com a marinha, parecem presas apetitosas, se você me indicar o caminho, talvez se eu lembrar eu até possa pegar essa tal pedra, desde que eu possa caçar, não me importo com tarefas menores no percurso.


“Isso me parece um tanto estranho e ao mesmo tempo interessante, porque essa pessoa pediu justamente a mim para fazer isso? Será porque eu fui o único a passar por aqui nesse momento? Será que esses tais tritões são fortes? Bom, talvez eu devesse ir até lá e aceitar o pedido dessa pessoa, se isso for uma armação dela mas eles forem fortes, pelo menos vai valer a pena ter uma luta com esses tais tritões.”



- Então a senhora sabe para onde esses tritões foram? Se souber poderia me indicar o caminho?


“Bom, se ela está me pedindo isso o normal seria ela saber a direção onde eles estão… “


Drake então observaria a sua volta reparando como tudo está destruído como se realmente tivesse acontecido algo naquele lugar, parecido com uma briga ou algo do tipo, o jovem tentava observar cuidadosamente os traços de destruição que estavam presentes no local, procurando assim uma resposta de como seriam esses tais tritões e o nível de sua força, Drake parecia estar bem atento a todos os detalhes da destruição e mesmo que adorasse lutar contra pessoas fortes o jovem talvez tenha entendido o quão fortes esses tritões podem ser, o jovem esperaria uma resposta da senhora de qual direção ele devia seguir mesmo observando os rastros de destruição por toda a rua, ele não sabia se podia confiar na mulher ou não, então mesmo que ela dissesse o lugar para qual seguir ele tentaria não o fazer e tentaria seguir pelo próprio caminho até chegar a esses tritões.


Se a mulher dissesse onde os tritões estariam e a direção a qual seguir, Drake não iria pelo caminho dito e procuraria uma forma de seguir por sua própria intuição, assim talvez evitando algum tipo de emboscada que possa ter sido feita pela estranha pessoa. Se a pessoa não soubesse dizer para onde o jovem deveria seguir o mesmo a indagaria:



- Você me pede para fazer um trabalho como esse e nem ao menos sabe me indicar o caminho? Rum não sei se realmente devo dar ouvidos a você sobre tudo isso… Me parece um pouco suspeito… Mas eu vou tentar achá-los se isso realmente for verdade talvez eu possa recuperar a tal pedra para você.



Drake tentaria seguir pelo próprio caminho até achar os tais tritões, e se houvesse alguma pessoa no caminho tentaria perguntar para onde deveria seguir ou se havia algum tipo de tumulto envolvendo tritões pelas redondezas, pedindo informações de como chegar até o local onde eles possivelmente poderiam estar.



Se caso fosse abordado por outras pessoas enquanto conversa com a senhora, esperaria entender melhor do que estava acontecendo, pois o assunto trazido pela Velha, de uma maneira ou outra, era um pouco impertinente.

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Pensamento
Fala
Extras

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Última edição por CrowKuro em Qua 07 Fev 2018, 22:19, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Makei
Estagiário Orientador
Estagiário Orientador
Makei

Créditos : 32
Warn : Rumo ao Mar - Os primeiros passos de um Marinheiro !  - Página 6 9010
Masculino Data de inscrição : 07/08/2017
Idade : 23

Rumo ao Mar - Os primeiros passos de um Marinheiro !  - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Rumo ao Mar - Os primeiros passos de um Marinheiro !    Rumo ao Mar - Os primeiros passos de um Marinheiro !  - Página 6 EmptyTer 06 Fev 2018, 23:50

The Emperor of Sea




No meio da confusão, Lynn não sabia explicar direito o seu estado atual além de uma raiva controlada, ter o seu orgulho ofendido tantas vezes em um mesmo dia parecia lhe ter feito se encontrar nesse estado, não era algo calmo e sereno, e sim controlado. A necessidade de levar as coisas mais a sério era evidente em sua situação, se continuasse a agir de maneira totalmente emocional e sem lógica, apenas a derrota iria lhe esperar no fim do túnel.

Agora com um semblante mais sério e uma postura mais rígida, o garoto colocava suas ações e conhecimento a funcionar, mas nunca largando a sua essência. Aproveitando da atitude do Tritão Ruivo diante dele, sua lança poderia ser vista deslizar sobre a sua mão com um movimento limpo e liso, o resultado era claro nesse instante. Agora como um verdadeiro Imperador, apenas sobrava para o movimento do sangue escorrer pela fina camada de neve ao solo do Tritão, agora caído sobre o chão .

Retirando sua lança do corpo do Tritão, Lynn agora poderia ver como estava a situação de Alipheese, e ela não era muito das melhores. Arregalando levemente seus olhos, o garoto conseguia ver plenamente o Homem-Peixe puxar a menina e encaixar um mata-leão sobre ela. Como um gatilho, o garoto conseguia sentir o seu quente sangue borbulhar dentro de si enquanto escorria sobre a sua ferida, a bala sobre a sua coxa parecia se movimentar em resposta a movimentação, enquanto um calor descomunal parecia tomar totalmente o seu corpo. Porém todo essa mistura parecia apenas criar mais agitação dentro de seu corpo, não sendo suficiente para faze-lo agir novamente de maneira irracional, como havia sido explicado anteriormente, era algo de maneira mais controlada e não totalmente emocional, Lynn estava aprendendo com seus erros, continuando sempre a evoluir de passo em passo. Sentindo sua adrenalina alcançar números cada vez maiores, o seu espírito parecia entrar em erupção, a necessidade de salvar Alipheese parecia crescer em sua cabeça, contudo precisava pensar em uma maneira em que fosse certo que não infligiria dano a sua companheira, algo complicado, porem não impossível.

"" ALO. É do 190 ? Eu gostaria de fazer uma denuncia de pedofilia. Sim... Uhum ! Então... Parece que tem um peixe "comendo" uma garotinha em plena luz do dia. Oi ? CARALHO, SE ISSO AI NÃO É PEDOFILIA EU NÃO SEI O QUE É ! PORRA ! (ノಠ益ಠ)ノ彡 ︵( .o.)""

" Caralho garota ! Você não vai me avacalhar de novo bem agora né ? Vamos lá Ali, pelo menos aguente até eu chegar... Na verdade eu espero que eu consiga chega... "

Percebendo o desgaste de seu corpo e da dor sentida sobre ele, sabia que não tinha muita energia sobrando para lidar com o tritão em um combate mais prolongado, precisava ser rápido e preciso em sua ação, pois provavelmente seria um ataque de uma ida só. Respirando fundo, provavelmente poderia ser visto uma fumaça sair de sua boca ao soltar o ar preso em seu pulmão, seus olhos continuavam de maneira séria enquanto o garoto se posicionava para um avanço rápido em direção de Alipheese, o mesmo gostaria de manter a confiança que talvez a mesma poderia resolver a sua situação mas, infelizmente não era totalmente certo ao lembrar dos erros passados que foram cometidos pela dupla em seu excesso de confiança.

Com sua mente funcionando a velocidade máxima, o garoto fazia sua investida como uma Cheetah na direção dos dois. Suas possibilidades se consistiam basicamente em confiar na sua visão e no conhecimento que havia obtido de seus comportamentos, tentaria prever e visualizar as ações da garota e do Homem-Peixe para tentar ser o mais rápido e preciso possível, assim não acarretando em um ferimento sobre a jovem garota, mesmo que ela havia tido o erro de acerta-lo, não podia se permitir a cometer o mesmo erro.

Avançando em direção a eles, sua primeira possibilidade era a que a garota não conseguisse sair do Mata-Leão exercido sobre ela, precisava pensar em alguma maneira em que pudesse fazê-lo pelo menos afrouxar o suficiente para que ela conseguisse fugir ou tomar alguma ação, se atacasse sobre a parte do corpo ou cabeça do Tritão, o perigo da chance era eminente em acertar a jovem, por isso Lynn optou por ir em direção de suas pernas, pois pela estatura pequena que ela tinha, provavelmente muito menor que a do Tritão, seria mais fácil de se ter como alvo, principalmente por já estar danificada, assim oferecendo mais uma ferida ou usando a ponta de seu cabo para adentrar em suas feridas, assim provavelmente causando dor ao Homem-Peixe. Se Alipheese conseguisse fugir por puro mérito dela antes de Lynn chegar, o garoto não pensaria duas vezes antes de tentar  empalar novamente o Tritão com a sua lança, dessa vez totalmente focado nas ações inesperadas do Homem-Peixe, não se deixando ser surpreendido. Colocando toda sua força para tentar acompanha-lo enquanto manteria total confiança, finalizaria o seu serviço inacabado.

Na melhor das hipóteses, sua ação poderia vir a ser desnecessárias ao vê-la dar um jeito por si mesma. Assim aliviando um pouco do estresse em sua mente.

Supondo agora com o término da luta, apenas o cansaço lhe sobraria, poderia provavelmente sentir o seu corpo pesar pela falta de energia e a dor alojada em sua coxa que parecia queimar como um pedaço de carne sobre uma brasa quente. Usando sua Lança como apoio para tentar não cair sobre o chão, o garoto mostraria mais preocupação para a garota, provavelmente perto dele, do que o seu estado atual, afinal... Poderia ter tomado um susto ao ver a sua vida em risco naquele instante, mesmo que quisesse averiguar a situação dela mais de perto e oferecer ajuda, provável que seria o inverso a acontecer...

- Huff... Huff... Você está bem Ali ?... Algum machucado ? Pff... Dor ? Qualquer coisa ?... -

"" Olhe só ! Se preocupando com a garotinha, ta querendo ganhar uns pontos né ? Safadinho ! (¬‿¬) ""

Com sua voz ofegante e uma respiração pesada, tentaria visualizar se estava tudo bem com a garota a sua frente, se a mesma mostrasse não haver problemas e lhe oferecesse ajuda, Lynn apenas aceitaria com um leve sorriso no rosto, não demonstrando impertinência alguma para a ação da jovem. Agora com seu semblante mais calmo e normal de antes, continuaria a usar sua lança como uma bengala ou apoio para se mover, se observasse a garota se esforçando para ajudá-lo, deixaria por ela tomar as atitudes, não gostaria de atrapalhá-la ou preocupa-la ao mostrar tanto esforço com o garoto mas, se ouvisse algum comentário pertinente a ele, ainda mostraria sua insatisfação perante aquilo, porém não de uma maneira totalmente agressiva como antes e sim um pouco mais amigável.

- H-Heyy !! N-não foi assim... Huff, huff... Eu acho... -

"" É ! Não foi assim ! Ele não apenas apanhou bastante, ele apanhou para um caralho ! É diferente ! Huehuehue (☞゚∀゚)☞ ""

Histórico:
 
Objetivos:
 
off¹:
 


Créditos a @[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

____________________________________________________


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
        Ficha       ~ ~        Aventura


~> Fala <~
~> Pensamento <~


Medalhas:
 

Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Rumo ao Mar - Os primeiros passos de um Marinheiro !  - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Rumo ao Mar - Os primeiros passos de um Marinheiro !    Rumo ao Mar - Os primeiros passos de um Marinheiro !  - Página 6 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Rumo ao Mar - Os primeiros passos de um Marinheiro !
Voltar ao Topo 
Página 6 de 16Ir à página : Anterior  1 ... 5, 6, 7 ... 11 ... 16  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: East Blue :: Shells Town-
Ir para: