One Piece RPG
II - Selecção Natural - Página 9 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Bellamy Navarro
II - Selecção Natural - Página 9 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 01:27

» Mini Aventura - Agyo Shitenno
II - Selecção Natural - Página 9 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 01:05

» (Mini) Gyatho
II - Selecção Natural - Página 9 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 01:02

» (MEP) Gyatho
II - Selecção Natural - Página 9 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 00:55

» [MINI-Tenzin]Here we go again
II - Selecção Natural - Página 9 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 00:53

» [M.E.P]Tenzin
II - Selecção Natural - Página 9 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 00:43

» Mini - DanJo
II - Selecção Natural - Página 9 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 00:42

» [Extra] — Elicia's Diary
II - Selecção Natural - Página 9 Emptypor GM.Noskire Hoje à(s) 00:27

» M.E.P DanJo
II - Selecção Natural - Página 9 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 00:27

» Mini Aventura - No Mercy
II - Selecção Natural - Página 9 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 00:20

» [Mini-Rosinante-san] O homem que quer ser livre
II - Selecção Natural - Página 9 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 00:15

» Retornando para a aventura
II - Selecção Natural - Página 9 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 00:13

» Começo
II - Selecção Natural - Página 9 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 00:12

» Bizarre Adventure: Smooth Criminal
II - Selecção Natural - Página 9 Emptypor ADM.Ventus Ontem à(s) 21:38

» Aaron DeWitt
II - Selecção Natural - Página 9 Emptypor ADM.Ventus Ontem à(s) 20:55

» Apenas UMA Aventura
II - Selecção Natural - Página 9 Emptypor Mirutsu Ontem à(s) 19:08

» [M.E.P] Ichizu
II - Selecção Natural - Página 9 Emptypor Ichizu Ontem à(s) 13:38

» [MINI-Ichizu] O Aprendiz de ferreiro
II - Selecção Natural - Página 9 Emptypor Ichizu Ontem à(s) 13:37

» Cap I: Veneno de dois Gume
II - Selecção Natural - Página 9 Emptypor Noelle Ontem à(s) 13:02

» mini-aventura
II - Selecção Natural - Página 9 Emptypor guatemaia Ontem à(s) 09:55



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG

Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


Compartilhe
 

 II - Selecção Natural

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9
AutorMensagem
Wild Ragnar
Narrador
Narrador


Data de inscrição : 24/06/2014

II - Selecção Natural - Página 9 Empty
MensagemAssunto: Re: II - Selecção Natural   II - Selecção Natural - Página 9 EmptyQua 07 Fev 2018, 01:38



Roxanne continuava em coma, mas após tanta luta para proteger aquele lugar, parecia um desperdício não visita-lo. Com auxílio do bastão de Hizumy, vestida com uma roupa de marinheira novinha que deixaram ali na enfermaria para ela, Skyller acompanhou o jovem para fora do navio após ele atracar.

Nevava levemente, e uma brisa fraca fazia com que o frio gelasse até mesmo os pelinhos do cóccix. Já era manhã do dia posterior a batalha, e o porto já estava movimentado, com vários navios atracando, pessoas desembarcando, carregando caixas e realizando todo tipo de movimentação comum ao local.

Aquelas pessoas seguiam com suas vidas, tranquilizadas agora que sabiam que os piratas haviam sido parados sem nem mesmo colocarem os pés na ilha. Tudo estava de volta ao normal. Algumas pessoas ao vez os dois fardados acenavam levemente com a cabeça ou sorriam. Outros olhavam com preocupação ao ver o estado de Skyller.

Governantes diferentes tinham estratégias diferentes na forma de lidar com a população quando ameaças como a do dia anterior surgiam. Alguns escondiam do povo os acontecimentos procurando evitar histeria em massa, e isso normalmente era um bom indicativo de um governo enfraquecido com pouca confiança por parte dos súditos.

Outros no entanto avisavam com antecedência aos cidadãos, pedindo que esses ficassem em seus lares e atentos, dependendo até mesmo moviam as pessoas para locais seguros se fosse possível e tivesse um bom preparo. Loguetown sob o comando de Cruzis era uma dessas ilhas. O ataque dos piratas havia sido aproveitado para aumentar o prestígio da Marinha na ilha. Os protetores do povo. A linha de defesa. A mão da justiça.

De fato, mesmo agora, no QG ao ouvir o relatório e pedido do Tenente Yang, Cruzis estava se sentindo triste por não poder fazer de Roxanne e Skyller heroínas do povo. Mas ainda haviam outros sobreviventes que tomariam esses lugares. Não entendam errado, ele não era um homem sem emoção e certamente preferia que seus soldados não tivessem sido sacrificados. Mas o fato é que com a grande baixa de pessoas, o QG estava enfraquecido, e precisariam de novos recrutas para repor o contingente. E para isso a marinha precisava estar em alta.

Assim, o fato de que uma árdua batalha em alto mar havia sido travada não era segredo algum, e por isso Skyller e Hizumy recebiam olhares amistosos e cheios de respeito. Aos poucos os dois avançaram e os locais foram se transformando em lojinhas e bares. Entrando em uma delas que tinha roupas a venda.

- Bom dia! Posso lhes ajudar com alguma coisa?


– Desculpa, senhor(a) vendedor(a), mas será que tem alguma roupa com símbolo da Marinha? OU então, se não tiver, será que tem broches da Marinha? –

- Na verdade não, isso é algo que apenas o QG está autorizado e repassar.

– Dá para comprar alguma jaqueta com este dinheiro? De preferência bem quente…

- Bom, apesar de não termos uma jaqueta que saia por esse valor, temos uma capa\manto que certamente irá servir suas necessidades. Não se deixe enganar pela aparência batida, ele é bem quente. – Disse a vendedora puxando uma peça verde desbotada com capuz e pegando quarenta mil berries do dinheiro posto no balcão.

- Será que dá para comprar mais um? Não é para mim, é para uma pessoa. –

- Bom, seriam mais quarenta mil... – Falou a mulher deixando no ar que Skyller não poderia pagar. Logo Hizumy chegou com os itens escolhido os colocando no balcão também.

- Serão 450.000 berries tudo. – Enquanto falava ela arrumava as coisas e aproveitava para sorrateiramente pegar outra capa\manto e colocar ao lado das compras de Hizumy. Olhando para Skyller ela repetia o que tinha dito, mas agora com o jovenzinho perto para ouvir. – Vão ser 40.000 a capa para a outra pessoa.

Nesse momento um homem entrava pela porta com um objeto na mão. – Hey hey Luna, mais cedo acabei encontrando essa máscara na areia da praia. É meio feia mas pode ter alguém que se interesse, te passo ela por dez mil, o que acha? – Sem olhar duas vezes para as dois marinheiros no local, ele jogava a mascara em cima do balcão, fazendo com que essa caísse logo ao lado da capa que Skyller queria levar para Roxanne.

A posição que ela caía era virada de frente para a ninja e parecia que estava fitando a mesma. Talvez estivesse, afinal de contas passaram tanto tempo juntas...

Sem sombra de dúvidas aquela era a máscara que afundara no submarino no dia anterior. Uma máscara que carrega consigo tantas lembranças sangrentas. A herança do clã de Skyller. A máscara dos Van der Veen!

"Você acha que pode fugir? Me usar e abandonar? Tolinha..." E naquela lojinha de roupas, com a neve caindo lá fora, era como se várias vozes estivessem sussurrando a mesma coisa em conjunto, um sussurro que só Skyller podia ouvir.

"Por que tentar sentir demais?
E você só me usou
Eu tentava ajudar
E você só me queimou afogou"





Off: Cometendo erro de iniciante a esse ponto da historia? Chegaram em logue e já sabem onde fica o banco? Aiai...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Mizushiro Hizumy
Revolucionário
Revolucionário
Mizushiro Hizumy

Créditos : 2
Warn : II - Selecção Natural - Página 9 10010
Masculino Data de inscrição : 12/11/2014
Idade : 19
Localização : Cactus Island

II - Selecção Natural - Página 9 Empty
MensagemAssunto: Re: II - Selecção Natural   II - Selecção Natural - Página 9 EmptyQua 07 Fev 2018, 17:09



Passeio por Logue
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | Post:04


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


   Ao longo do caminho em que percorrera até a lojinha de roupas naquela que seria a zona comercial da ilha, Hizumy reparara que algumas pessoas lhes acenavam, outras apenas os cumprimentavam com um sorriso, e houvera mesmo quem reagisse de outras maneiras. Mas sempre reagiam. Numa primeira instância, perguntara-se mentalmente se eram por causa das roupas e por serem marinheiros, porém, logo percebeu que era por causa da garota que estava a acompanhar. Skyller e seus companheiros haviam sacrificado muito para proteger a ilha, e de alguma forma o vulgo o sabia. Ao aperceber-se disso, ou ao imaginar que tal fosse a razão, sentira-se meio desconfortável e inconveniente, afinal, ele não havia feito nada para merecer aquela simpatia.

    Na loja de roupas o pequeno celestial conseguia tudo o que procurara, e com suas roupas sendo aprontadas na sua nova bolsa, era o momento de pagar. - Serão 450.000 berries tudo. – Vasculhando a pequena saca de dinheiros, o noviço procurava pela quantia que devia, quando reparou que Skyller, apesar de não ter o suficiente, desejava comprar algumas roupas também para Roxanne. – Vão ser 40.000 a capa para a outra pessoa. Inocentemente, abriu um sorriso corado, contente por ver que Skyller realmente se preocupava com a amiga, e retirou algumas notas e moedas a mais, repousando o total de quatrocentos e noventa mil berries no balcão. – Aqui, senhora! Eu pago por ela! hi! hi! – Sorriria contente.   – Não se preocupe, Skyller-onee-san, eu tenho algum dinheiro que me deixaram! Além disso, vocês fizeram muito por Loguetown enquanto que eu nem sequer posso imaginar o cenário em que vocês lutaram e já fico arrepiado… Por isso, ao menos me deixe vos agradecer em nome de Loguetown! hi! hi! – Diria sorrindo caso a marinheira recusasse ou falasse algo contra deixar Hizy pagar. – Além disso, estaremos os três sob o cuidado do Yang-sama! Mais um motivo para vos ajudar! – Continuaria explicando.

   – Hey hey Luna, mais cedo acabei encontrando essa máscara na areia da praia. É meio feia mas pode ter alguém que se interesse, te passo ela por dez mil, o que acha? – Se a garota-gato se demonstrasse bastante interessada na máscara ao ponto de deixar meio que óbvio, permitindo que o jovem celestial apercebesse, ou se ela lhe pedisse directamente, o menino retiraria mais algumas notas da sua carteira de trapos onde guardava o seu dinheiro, com um sorriso no rosto, sequer se importando ou pensando se devia ou não gastar aquele dinheiro, e compraria a máscara para Skyller. – Aqui, onee-san! E não se preocupe! Como disse, essa pode ser a única forma de ajudar e agradecer que eu tenho por enquanto… - Dito isto, Hizy colocaria a alça da sua bolsa envolta do ombro esquerdo, meio que atravessando o corpo, deixando a bolsa do lado da sua cintura do lado direito e dirigir-se-ia à senhora vendedora que os atendera com um sorriso de agradecimento. – Muito obrigado, senhora! Ah! A senhora poderia nos dizer onde podemos encontrar um banco, por favor? – Perguntaria. Se iam à procura de um tesouro, supunha que muitos perigos os aguardariam, por isso, talvez fosse melhor guardar alguma de suas poupanças para o futuro. – Obrigado de novo, senhora! – Acenando e se afastando do balcão em direcção à saída, o garoto agradeceria alegre.

  Lado à lado da Van Der Veen, andando pelos caminhos e ruelas de Logue, observando a paisagem em seu redor com atenção, suas casas, suas gentes e animais, o menino seguiria até ao banco pela direcção que a vendedora lhe houvera dito. Se a resposta da mesma fosse de alguma forma negativa, não contendo informação alguma, iria perguntando as pessoas na rua. – Desculpe incomodá-lo, senhor, mas poderia me dizer onde fica o banco? Obrigado! – ou, se se deparasse com uma mulher: - Desculpe, onee-san, mas você sabe onde fica o banco da ilha? Obrigado!

    Com a neve caindo de forma tão serena, Hizy não conseguiria se segurar e rodopiaria sobre o próprio pé direito, levantando a perna esquerda até a altura da sua cintura e abrindo os braços imitando um pássaro. – Há! Há! Há! Há! – Era a segunda vez na sua vida que via neve, sendo a primeira numa de suas viagens com sua família. – Há! Há! Há! Olha como são tão bonitos, Skyller-onee-san! Os flocos de neve! – Gargalhando, correria até a moça e diria para ela.  Olharia para o céu e abrindo a boca, tentaria fazer com que um floco de neve caísse sob sua língua morna.   – Brrrr!!! Brrr! – Encolher-se-ia e se abraçando, todo o seu corpinho tremeria. Não estava habituado a climas tão frios e comer um floco de neve não fora uma boa ideia. – Apesar de serem tão bonitos e únicos, os flocos de neve são tão frios! – Constataria tremendo um pouco a voz devido ao frio e tentando fazer a rapariga sorrir da sua estupidez. Se conseguisse roubar um pequeno riso de seus lábios, seu rosto coraria e entre suas bochechas rosadas um sorriso alegre surgiria. – Hi! Hi! Hi! Finalmente você sorriu um pouco! – Animado com o sorriso, nem que fosse o mais ínfimo dos sorrisos, o menino pegaria nãos mãos da garota e daria uma volta com ela, quase como em um movimento de dança.

  Soltando as mãos da garota, sorrindo com os lábios e os olhos, alegre e inocente, o garoto apontaria para o caminho a frente de ambos. – Vamos, nee-san! Temos que nos apressar, só assim poderemos voltar o quanto antes para o navio! Hi! Hi! Hi! – Diria, já que imaginava o quão ansiosa Skyller poderia estar para estar ao lado de sua amiga.

  Quando chegassem no banco, procuraria por alguém que o pudesse ajudar, ou caminharia até ao balcão mais próximo. – Bom dia, senhor! Eu gostaria de depositar 1.000.000 $Berries, por favor! – Retiraria o dinheiro e o colocaria em cima do banco com um semblante alegre. Enquanto que o banqueiro tratado do assunto, e da papelada, se tal fosse necessário, o pequeno anjo de cabelos azuis repousaria seus braços sobre a mesa, ou balcão, e com os dedos, tilintaria com os dedos, imitando os gestos de um pianista ao tocar nas teclas do piano.

  – Obrigado, senhor! – Agradeceria assim que o responsável que o atendera houvesse terminado todo o processo. Se tivesse que assinar algum papel, assinaria com o nome - “Hizumy M. Mayan” – como sempre fizera, sem sequer pensar se tal acto teria alguma consequência futura ou não.  Procuraria por algumas cadeiras disponíveis e sentar-se-ia numa delas. Baloiçando as pernas de forma alternada, olhando para tudo, com as mãos relaxadas sob seus joelhos, aguardava por Skyller.

  - Já terminou, onee-san? – Perguntaria ele assim que a garota viesse em sua direcção, ou em direcção à saída, correndo até a mesma. – Então já podemos ir embora! – Sorridente, lado à lado dela, regressaria para o Alvorada.  


__________________________________




Histórico:

Post: 04
Aventura Anterior: O Segredo dos Mayans e Tesouros Desvendados -
Parte I

Ganhos: Casaco para o panda | relógio de pulso | gorro | botas de neve/normais | meias | roupa interior | colete | luvas | jeans/calças | blusão | blusa | fio de cabelo | (tudo especificado no post nº 3 e no spoiler abaixo:

Roupas e itens comprados:
 
Perdas:  -500.000$B (perícia Ilusionismo / Aventura anterior) | - 450.000$B (roupas inverno) | - 40.000$B (Jaqueta da Roxanne) | - 10.000$B (máscara Skyller).
Total de $Berries: 1.007.000$B (???) / +3.000.000$B (Conversão de 3 créditos em Berries)
Bónus:
Aprendizado de Perícias:
Players:

Skyller Van der Ven:
 

NPC's:

Goemon:
 


Yami Mizushiro Mayan:
 

Tenente Yang:
 


HP: 120/120
SP: 62/62

Vantagens: Genialidade | Aerodinamicidade | Voz Encantadora | Boa Aparência
Desvantagens: Código dos Heróis | Coração Mole | Trauma Profundo
Citação :
Sempre que vê ou ouve algo relacionado aos tenryuubitos entra em estado de choque, por serem eles os responsáveis pela morte de seus pais, e por acreditar  que os próprios são a origem de todo o mal existente no mundo. Fica tão paralisado que a única coisa que pode fazer é fugir amedrontamente, de forma bem devagar. Até mesmo estátuas ou gravuras de dragões orientais a voarem o deixam ligeiramente incomodado, desconfortável e nervoso.

Perícias: Instrumentos Musicais| Doma | Treinamento
Ofício: Artista

Pet:
Animal Comum:
 



...


Para o Narrador, Hizy escreveu:
Peço desculpa pelo post anterior!! Ç.Ç Mas realmente tive poucos minutos para o fazer! Ç.Ç Tentarei não cometer mais erros como esses!! Espero que este post esteja um pouquinho melhor! Apesar de estar um pouco sem graça, já que é um post de aquisição de itens :/  Deixarei pra trocar de roupa e banhar no próximo post u.u  Ah! Não sei se o Cubo te informou, mas queríamos ir para Cactus Island… então, se for possível para você! ^.^  

Objectivos escreveu:
Adquirir uma bolsa --> Entrar na Marinha--> Ir para Loguetown. Objectivos Concluídos \õ/


Legenda:
– Pensamento – - #99FFFF
– Fala – - #0099ff
~ Canto/Cantar ~ - #0099ff + blur

Thanks Panda

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] escreveu:

[ ] Ganhar uma Meitou; (ノ≧∀≦)ノ
[ ] Ter Haki; (╯✧∇✧)╯
[ ] Caçar 10 Recompensas; ヾ(〃^∇^)ノ♪
[ ] Caçar [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]; (۶ꈨຶꎁꈨຶ )۶ʸᵉᵃʰᵎ



Última edição por Mizushiro Hizumy em Qua 07 Fev 2018, 20:27, editado 1 vez(es) (Razão : @edited)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Skÿller
Agente Especial
Agente Especial
Skÿller

Créditos : 10
Warn : II - Selecção Natural - Página 9 10010
Masculino Data de inscrição : 10/08/2015
Idade : 24
Localização : seilá

II - Selecção Natural - Página 9 Empty
MensagemAssunto: Re: II - Selecção Natural   II - Selecção Natural - Página 9 EmptyQui 08 Fev 2018, 18:34





Kiss From A Rose



...... Logue parecia estar bem, os seus cidadãos felizes e tranquilos, eles acenavam e cumprimentavam-nos à medida que passávamos, era uma sensação reconfortante, todo o esforço havia dado frutos.
Assim que chegou na loja, eu e Hizumy começamos a preparar as nossas compras na loja, até que um sinal enviado pelo Criador aparece. O “mensageiro” jogava a máscara de qualquer forma para cima do balcão, se já eu não tivesse-me conformado que a máscara tinha sido perdida para sempre, eu teria feito aquele homem pagar pela sua insolência, mas em vez disso o meu coração ficou a bater com tanta força que parecia querer sair do peito.
"Você acha que pode fugir? Me usar e abandonar? Tolinha..." – escutei várias vozes sussurrando em sincronia, vozes familiares. Sim, só podia ser a máscara.
- Essa máscara é amaldiçoada! – disse Samael num tom de troça enquanto segurava uma cruz – QUEIMA ELA!
- Eu… Eu achei que tinha perdido ela para sempre… - diria pegando na máscara – Eu nunca abandonaria nenhum de vocês. – abraçaria a máscara e começaria a chorar de felicidade, as lágrimas seriam tão puras como a neve que caia no exterior da loja.
Esqueceria por completo que estávamos numa loja e deixaria Hizumy pagar pelas coisas, visto que ele estava se voluntariando para tal. Agradeceria à vendedora e ao homem pelas compras, vestiria o meu novo manto e seguiria Hizumy até ao banco.
O caminho todo ficaria abraçada à máscara e, quando chegássemos ao banco aproximaria ela do meu rosto, como se estivesse olhando para mim. Samael obviamente se sentia ignorado então decidiria ficar cotocando o meu rosto e falando obscenidades sobre a minha pessoa.
- Como vocês regressaram? – sussurraria para a máscara, esperando uma resposta da mesma. – Foi o Criador, certo? Ele deseja que eu recrie o clã? Ele quer que eu pare Kiara? Hein?!
“Criador, obrigado por fazer a máscara voltar para mim! Eu sinto mais do que nunca que tenho de continuar a lutar!”
- Sky… - escutaria a voz preocupada de Lux – Você está horrível.
- Sem nós você é mesmo uma inútil! – troçaria Tenebris.
- Ela tá viva graças a mim, seus inúteis. – comentaria Samael num tom de superioridade.
“Eu fiz um pacto com Samael. Eu tenho que parar de escutar o que vocês aconselham.”
- Aff, sua bobona! – resmungaria Tenebris.
- É melhor assim… - sorriria Lux. – Vamos Tenebris.
“Então era por isso que eles estavam imóveis na visão que tive com Kiara… Eles já não estariam ao meu lado.”
- Já terminou, onee-san?
- Hãn? – diria confusa, estava tão preocupada com a máscara e com Lux e Tenebris que tinha desligado o mundo real – S-sim…
– Então já podemos ir embora!
Então voltaria a fazer o caminho até ao navio, porém com um passo mais acelerado. Ao chegar no navio iria imediatamente até a enfermaria, para puder ver a condição de Roxanne. Entraria na enfermaria sem fazer muito barulho, não queria perturbar o descanso dela.
- Roxanne? – chamaria por ela em voz baixa – Você já acordou? - Se ela já estivesse acordada não hesitaria em correr até ela e a abraçar, no entanto, se ainda estivesse inconsciente eu procuraria por um livro na enfermaria e tentaria ler ela perto de Roxanne, sentando-me ao seu lado.
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Thanks for @Lovatic, Cupcake Graphics



Citação :

Nome da Personagem: Skÿller Van Der Veen
Nº de Posts: 39
Sangue: (09/15)
Ganhos: Bainha para ninjaken; Cicatriz em baixo do olho esquerdo; Cicatriz na sobrancelha esquerda; Cicatriz na bunda.
Perdas: Máscara do Clã
Personagens:
Alfer - um homem muito alto e com um ar cansado, por algum motivo não gosta de contato pessoal. Btw ele tá morto.
Braganis - Traidor que matou dois marines e tentou culpar Skyller. Virou comida de psicopata.
Loirinho - um marine que se acha herói
Platão – um sargento que Skÿller conseguiu salvar da hipnose de Bragnis, agora está liderando a missão.
Roxanne (acrescentar) - Ficou surpresa pelo vício de Skÿller, embora sinta uma óbvia aversão pelo vício, a marinheira parece não querer cortar laços com Sky por enquanto.
Careca - Um pirata com excesso de confiança;
Capitão Morgan - capitão pirata que concordou em colaborar com a marinha em troca de uma pena reduzida.
“Cabo” Cortes – Um soldado da marinha que não tem vergonha na cara. Rip.
The Wolf:5/5
Dance of Knives 5/5
Coments Extras: Usando farda da marinha; Ombro esquerdo fudido; Braço direito incapacidade e Ferrado; Sangrando ; Buraco no torso; Troca na fantasia de Lux e Tenebris por Samael; Buraco no peito.
Objetivos:
 
Spoiler:
 
Off: pensa num post ruim. Tinha um anão colocando pressão em mim, foi o que deu para fazer. Fu feliz

____________________________________________________


~Fala~
~Pensamento~

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Sabe por que caímos?
Para aprendermos a levantar.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Wild Ragnar
Narrador
Narrador
Wild Ragnar

Créditos : 41
Warn : II - Selecção Natural - Página 9 10010
Masculino Data de inscrição : 24/06/2014
Localização : Rio de Janeiro

II - Selecção Natural - Página 9 Empty
MensagemAssunto: Re: II - Selecção Natural   II - Selecção Natural - Página 9 EmptySeg 12 Fev 2018, 05:22


Não apenas o pescador se sentia abismado com a cena que presenciava. Luna, a vendedora, também olhava espantada para Skyller agarrando a máscara enquanto chorava e conversava com ela. Olhando para o uniforme de marinheira dela, seus ferimentos, e somando com as informações que tinham, não podiam deixar de pensar que aquela era uma mulher que havia ficado insana devido a batalha pela qual passara.

Seu senso de gratidão se misturava com o peso do dedo com o qual julgariam normalmente, e isso os faziam se sentirem confusos, de forma que nenhum deles questionou quando o menino Hizy pagou por tudo e junto de Sky saíram da loja. Estavam simplesmente pasmos.

– Muito obrigado, senhora! Ah! A senhora poderia nos dizer onde podemos encontrar um banco, por favor? – Dizia ele antes de sair, obtendo uma resposta quase que robótica.

- Siga reto, dobre a direita após seis quarteirões. Siga reto. Vai chegar lá.

Durante o caminho, ambos demonstravam comportamentos extremamente opostos. Enquanto a Van der Veen estava presa em seu próprio mundinho tentando obter respostas da máscara, o menino observava tudo ao seu redor, até mesmo brincando com a neve e tentando chamar atenção da moça, apesar de não ter sucesso com isso.

Ao menos ele esteva se divertindo. A pureza e inocência de uma criança, mesmo após ter visto aquelas cenas terríveis, ainda permaneciam nele. Sortudo.

Ignorando completamente o garoto e os pedestres ao seu redor, a ninja falava com sua máscara quase gritando, fazendo várias perguntas para qual a resposta era apenas um silencio constrangedor. Claro que suas outras fantasias, Tenebris e Lux finalmente davam as caras para não deixar a moça no vácuo. Ainda assim ela era a única que podia ouvi-los e conversava em retorno com ambos. Para aqueles que a avistavam, não importava as propagandas feitas pelo capitão da ilha, eram todas arruinadas por aquela cena. A loka da máscara.

No entanto, mesmo essa estranheza toda, não impediam a dupla de seguir as direções indicadas e finalmente adentrar o banco. Skyller, ainda muito entretida em sua loucura, simplesmente ficou lá, fazendo com que as pessoas se afastassem dela com medo que alguém as associasse com aquela lunática com uniforme da marinha.

Engraçado como alguns até mesmo passavam a negar a possibilidade dela ser uma marinheira de fato e pensavam em ir denuncia-la ao QG local.

– Bom dia, senhor! Eu gostaria de depositar 1.000.000 $Berries, por favor! –

- Ohh, tudo isso? – Exclamava uma atendente com orelhas e nariz de gato. – Pelo visto a marinha realmente é uma carreira promissora hein!? Já tem uma conta aqui? Caso não tenha é preciso preencher esses formulários e abrir uma antes de realizar o depósito.

Após todo o processo realizado, e o menino assinando com o nome completo, ele finalmente conseguiu tirar a doida da máscara de seus devaneios com uma simples frase.  - Já terminou, onee-san?

Juntos retornaram ao navio, agora atraindo menos olhares esquisitos. Nesse momento soldados chegavam ao banco, tendo sido alertados pelos civis que acharam que Skyller era uma impostora. Ao questionar as atendentes a respeito, afinal, não era um bom negócio ter alguém “atuando” como uma marinheira por aí e destruindo a imagem da organização, eles chegaram a um nome, o nome do menino que aparentemente estava com ela. “Hizumy M. Mayan”.

Correndo para o quartel de forma a verificar o nome, eles não tinham ideia da treta que estavam prestes a desencadear.


Já no navio, Skyller verificava que Roxanne continuava apagada, e buscando um livro na pequenina estante que havia no local, começava a tentar ler para ela. Pouco tempo depois, o medico que fizera a cirurgia em ambos, adentrava no local. Ele já tinha um cenho envelhecido pelo tempo, seus cabelos e sobrancelhas brancas contrastavam com sua pele morena. Um cigarro na boca completava o visual.

- Como estão minhas pacientes? – Perguntava ele.

Off:
 

____________________________________________________


Hao:INSPIRE VIDA | EXPIRE MORTE
"Pensamento"
- Fala -



[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

code by sant
Voltar ao Topo Ir em baixo
Skÿller
Agente Especial
Agente Especial
Skÿller

Créditos : 10
Warn : II - Selecção Natural - Página 9 10010
Masculino Data de inscrição : 10/08/2015
Idade : 24
Localização : seilá

II - Selecção Natural - Página 9 Empty
MensagemAssunto: Re: II - Selecção Natural   II - Selecção Natural - Página 9 EmptySeg 12 Fev 2018, 22:18





Kiss From A Rose


...... Como era de esperar, fiquei completamente apagada do mundo real como modo defensivo, mostrar emoções não era algo que eu estava acostumada a fazer mas era impossível conter os sentimentos dentro de mim. Não ignorava Hizumy por maldade ou desinteresse mas sim por falta de atenção, minha menta carregava pouca coisa de cada vez, “lerda” como Samael fazia questão de falar.
...... Não sabia se ficava feliz ou triste por ver Roxanne ainda deitada inconsciente na cama, como não tinha mais nada para fazer e o jovem celestial de cabelos azulados não estava comigo, peguei num livro e comecei a tentar ler em voz alta, precisava treinar a minha leitura e escrita se eu realmente quisesse me adaptar à sociedade.
...... - Como estão minhas pacientes? – Perguntou um médico cuja idade já era avançada.
......Uhm? Oh… Ela ainda não acordou… - diria com um pequeno sorriso – Mas está viva. – fecharia o livro e tocaria levemente no lugar onde o tiro de Morgan havia me acertado – Eu acho que também estou bem melhor. Obrigado por tratar de nós.
......Parece um velho simpático. – Disse Samael. - É pena ele não saber que salvou uma psicopata.
...... Olharia para Roxanne e suspiraria, ficaria encarando ela por alguns segundos até que mostraria o livro para o médico e diria tentando fazer conversa para fazer o tempo passar – Eu peguei isto emprestado, espero que não se importe… Ainda estou aprendendo a ler e escrever, então tenho que treinar sempre que não estou ocupada.
......Se o médico perguntasse qual era a relação que eu tinha com Roxanne, eu ficaria com um ar pensativo, levando o meu dedo indicador esquerdo até ao meu lábio superior e então diria – Eu acho que… Talvez amigas? Eu não sei ao certo, mas sinto que posso confiar nela.
......Ela vai ficar bem, certo? – Perguntaria ao médico – Não me refiro a nível físico... A Roxanne vai continuar a ser a Roxanne, certo? – Obviamente estava preocupada, se fosse eu a perder um braço ficaria desolada. – Apenas posso imaginar uma ínfima parte da dor que ela sente.
...... Olharia para as minhas mãos e as encararia por uns segundos, por momentos veria elas cheias de sangue e relembraria o sabor do mesmo, então olharia para o médico e perguntaria - Acho que não deve estar acostumado a ouvir esta pergunta mas... - pararia de falar e abanaria a cabeça na horizontal - Esqueça a pergunta, eu acho que a resposta não faria muita diferença.
...... Ficaria sempre atenta a Roxanne e ignorando as palhaçadas que Samael estaria fazendo com o médico, ao menor sinal de começar a acordar imediatamente viraria todo o meu foco para ela e, se ela acordasse, ficaria boquiaberta olhando para ela. Ficaria sem palavras até que um sorriso tomasse conta de todo o meu rosto, ao contrário da maioria dos meus sorrisos este não seria assustador ou arrepiante, este seria um sorriso cheio de alegria e alívio. – Roxanne? – diria o seu nome incrédula e, sem pensar duas vezes, “saltaria” para cima dela, abraçando-a com toda a força e contendo as lágrimas, já tinha chorado o suficiente por um dia.


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


...... - Finalmente você acordou! – diria aliviada – Você perdeu muito sangue, achei que nunca mais voltaria a acordar. – afastar-me-ia dela e perguntaria com um tom mais apreensivo – Como você se sente?
...... Se ela se demonstrasse abalada por perder o seu braço, eu seguraria a sua mão com a minha mão esquerda docilmente, olharia nos seus olhos e dira – O Tenente disse que é possível reconstruir um braço no lugar do antigo, só temos que ir para a Grand Line. O braço novo não será barato, mas juntas iremos conseguir superar isso…
...... Talvez ela ficasse agressiva e perguntasse o motivo de eu estar preocupada com o braço dela ou algo parecido, imediatamente cortaria ela me levantando e respondendo num tom severo – Eu me importo com você! É por isso! Você é a minha primeira amiga de verdade, não vou perder você tão cedo… - acalmaria a minha voz e diria num tom apaziguador – Eu prometi não abandonar você quando estávamos no navio. Você perdeu o braço mas não perdeu a vida, um braço perdido tem solução…
......Eu matei Morgan e o seu corpo caiu no mar, mas no processo ele consegui dar um tiro no meu peito. – dira mostrando a ferida/cicatriz caso ela perguntasse o que tinha ocorrido – Fiquei sem forças e um navio marinheiro veio nos socorrer, foi um garoto chamado Hizumy que ajudou a carregar você. Depois eu apresento ele para você. – diria com um sorriso. – E acredito que este seja o médico que tratou de nós. – diria apontando para o senhor se ele ainda estivesse presente.
......Enquanto você estava dormindo, fui com Hizumy até a loja e compramos roupa para proteger do frio… - mostraria a sua capa e entregaria para ela - Ah, quase esquecia. Está nevando lá fora.
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Thanks for @Lovatic, Cupcake Graphics



Citação :

Nome da Personagem: Skÿller Van Der Veen
Nº de Posts: 40
Sangue: (10/15)
Ganhos: Bainha para ninjaken; Cicatriz em baixo do olho esquerdo; Cicatriz na sobrancelha esquerda; Cicatriz na bunda; Cicatriz no torço; Cicatriz no peito;
Perdas:  Farda antiga da marinha
Personagens:
Alfer (npc)- um homem muito alto e com um ar cansado, por algum motivo não gosta de contato pessoal. Morto
Braganis (npc)- Traidor que matou dois marines e tentou culpar Skyller. Morto.
Loirinho (npc)- um marine que se acha herói. Morto
Platão (npc)– um sargento que Skÿller conseguiu salvar da hipnose de Bragnis, agora está liderando a missão. Ficou insano.
Roxanne (npc acompanhante) (acrescentar) - Ficou surpresa pelo vício de Skÿller, embora sinta uma óbvia aversão pelo vício, a marinheira parece não querer cortar laços com Sky por enquanto. Perdeu o braço.
Careca - Um pirata com excesso de confiança. Morto.
Capitão Morgan (npc) - capitão pirata que concordou em colaborar com a marinha em troca de uma pena reduzida. Morto (?).
“Cabo” Cortes (npc)– Um soldado da marinha que não tem vergonha na cara. Morto.
Tenente Yang  (npc) – um tenente que propôs uma solução para o braço de Roxanne.
Hizumy (Player) – Um garoto muito simpático e inocente que ajudou Sky e Roxanne.
The Wolf:5/5
Dance of Knives 5/5
Coments Extras: Usando farda da marinha; Ombro esquerdo fudido; Braço direito incapacidade e Ferrado; Sangrando ; Buraco no torso; Troca na fantasia de Lux e Tenebris por Samael; Buraco no peito.  
Objetivos:
 
Spoiler:
 
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

____________________________________________________


~Fala~
~Pensamento~

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Sabe por que caímos?
Para aprendermos a levantar.



Última edição por Cubo Nito em Qua 14 Fev 2018, 08:16, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Mizushiro Hizumy
Revolucionário
Revolucionário
Mizushiro Hizumy

Créditos : 2
Warn : II - Selecção Natural - Página 9 10010
Masculino Data de inscrição : 12/11/2014
Idade : 19
Localização : Cactus Island

II - Selecção Natural - Página 9 Empty
MensagemAssunto: Re: II - Selecção Natural   II - Selecção Natural - Página 9 EmptyTer 13 Fev 2018, 01:02


Blue Ocean & White Snow – The colours of my Soul
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


Aquele seria um dia que jamais o esqueceria, o dia em que sua vida mudaria para sempre. O dia em que encontrar-se-ia com o garoto mais dócil e desafortunado, sorridente mesmo quando o Fado o ordenava a render-se aos prantos. O dia em que conheceria o herdeiro do nada.

Era inverno - o mais rigoroso que todo o país já houvera testemunhado - quando nascera aquele que seria o guardião de todas as memórias sigilosas e pecaminosas que existiam nos escombros da história de Thule. E não quisesse a Fortuna doutra forma tramar, o guardião de todos os mistérios e segredos da dinastia amaldiçoada não passava de um animal. Um simples panda, nascido em um dia de Inverno gélido e nevoso.
Por serem exóticos e estarem em extinção, o soberano do reino havia comprado seus pais e os levado para viver no palácio, esperançoso que a cria, fruto da natureza, nascesse saudável nas acomodações reais, protegidos do temporal que se vivia no longínquo. O primeiro vislumbre que teve do mundo quando abrira as janelas da sua alma guardaria consigo para todo o sempre. Repousando no colo morno e maternal de uma jovem donzela de cabelos rosa, um pequeno bebé de poucos fios azulados em sua careca sorria para ele, atrás deles, podia ver ao fundo, do lado de lá da janela, a neve dançando.

Não esqueceria aquele dia. Não havia nada de especial. Nenhum feito extraordinário, nenhuma luta ou evento místico que fosse destinado a ser guardado como um tesouro. Era apenas o nascimento de uma amizade que tinha tanto de tão incrível como de cruel, afinal, seria ele, aquele que o pequeno órfão mais confiava, após tudo ter involuntariamente presenciado: intrigadas políticas, conspirações de assassinato e de regicídio, revelações sobre a corte, que guardava todos os segredos reais e severos de tudo o que havia acontecido em Thule.


Azuis, sob o cair sereno da alva neve, os olhos calados do pequeno infante percorriam pelos cómodos d’ Alvorada, a embarcação do seu mestre e tenente da Marinha, em busca do seu fiel companheiro doméstico. – Shima-chan?! – Abrindo todas as portas que fosse encontrando pelo seu trajecto, o garotinho ia chamando pelo nome da dantesca criatura de pelagem fofa. – Oh! Desculpe o incómodo! – Diria ao abrir uma porta que não devesse ser aberta ou se incomodasse alguém. – Onde te meteste, Shima-chan? – Pensaria, começando a ficar ligeiramente preocupado. – Ah! Aqui estás tu! – Libertando um infantil sorriso acolhedor, o pequenote corria em direcção aos braços do urso abraçando-o bem fortemente. – Desculpa ter te feito esperar tanto tempo, Shima-chan! Mas veja… - Soltando-o, afastar-se-ia em uma distância singela de dois passos, e vasculhando o interior da sua nova bolsa, procurando com suas mãozinhas o casaco que havia lhe comprado, apesar de que, um animal com tanta pelagem como ele, mesmo sem um casaco, não passaria frio. - .. Comprei-te este casaco para te proteger do frio! E olha que é bem bonitinho! Ha! Ha! Ha! Ha! – Gargalharia divertido revelando a veste ao amigo. Mexendo as narinas de forma peculiar, imitando um filhote de cachorro, e as levando até as axilas, esticando o braço no ar, cheirava o odor que de seu corpo exalava. – Hugh! – Afastando rapidamente o rosto dali, fazia uma expressão de dor ao sentir todo aquele cheirete. – Preciso de tomar um banho antes de vestir as roupas novas… Vamos! Não irás escapar desta vez! He! He! – Afirmaria convicto, em um tom quase de ordem, puxando o gigante panda gigante pela pata dianteira, meio que o obrigando a andar sob as duas patas traseiras.

- Se bem me lembro, acho que o lavabo ficava por aqui… - Pensaria em voz alta, buscando pelo banheiro que, quiçá, de tanto já ter vagado pela embarcação, já tivesse o encontrado, mesmo que sem querer, ao menos uma vez.

- AH! Há! Aqui! Encontramos! – Exclamaria o noviço. – Com licença! – Batendo na porta com os nós dos dedinhos três vezes, esperava por uma resposta. Não obtendo nenhuma que viesse de trás daquela porta, seria sinal de que a mesma estava disponível para que ambos a pudessem usar. Se alguma voz ecoasse por de trás da porta, não teriam outro remédio se não aguardar pela vez deles.

O ranger da porta de madeira talvez já velha e desgastada pela água do mar revelaria, ao deixar-se abrir pelas mãos jovens, a casa-de-banho. – Fecha a porta depois de entrar, Shima-chan. – Falaria, seguindo em frente, tateando com os olhos e procurando com as mãos por toalhas limpas e secas: duas; Além de shampoo e gel de banho.

Ficaria surpreso com a aparência interna do lavabo. – Positivamente, se o mesmo se revelasse um lugar bem limpo, organizado, com banheira, duche e água quente. – Perfeito! Poderemos tomar um bom banho aqui! - Negativamente, se se encontrasse sujo e húmido, com apenas uma grande caixa de madeira redonda fingindo ser uma banheira. - …. Acho que vai ter de servir… he he…he…. Aff! – Suspiraria claramente dececionado. Não era apenas o seu odor, mas também sentia o corpo um pouco pegajoso, e depois de uma visão como a que vira horas atrás, um bom banho o aliviaria, mesmo já estando relaxado.

Revestindo toda a sua mão na rosca da torneira, iria abrindo e temperando a água até estar à uma temperatura agradável. – Pronto! Assim está perfeita! - Despir-se-ia de toda a roupa de soldado, atirando-a para o chão, e entraria para debaixo do chuveiro. Esfregaria todo o corpo e trocaria de lugar com o panda, pois, enquanto este se molhava, o menino passaria sabão por todo o corpo e shampoo pelos longos fios de cabelo e pelo couro cabeludo. Enxaguar-se-ia e ajudaria Shima-chan ao espremer o recipiente do shampoo por toda a pelugem do animal e ao esfregar as costas do mesmo. Depois de o enxaguar, e de estarem ambos limpos, secar-se-ia e daria uma toalha para o animal ir se secando também, mesmo que desengonçadamente. – Uffaa ~! – Suspiraria de alívio e de forma relaxada. – Sinto-me bem mais leve e fresco e quentinho agora! – Comentaria.
Quando estivesse totalmente seco, auxiliaria Shimauma a secar-se de forma eficiente. E quando também o animal estivesse seco e limpo, com um cheiro agradável, entregar-lhe-ia o casaco para que ele o vestisse, enquanto que se iria vestir também. – O que achas? Fica-me bem? Hi! Hi! Hi! – Gracejaria a criança depois de se ter vestido e de ter penteado e prendido o cabelo. – O casaco combinou bastante com você Shima-chan! – Rindo, brincaria, pois achava engraçado a visão de um urso vestindo um casaco tal igual um humano!

Naturais, as ondas batiam e rebatiam-se contra o casco do Alvorada. Saindo do interior do navio, vindo calmamente com o panda para o exterior, transformando sua respiração em pequenas e tão finas que quase transparentes nuvenzinhas, Hizumy aproximar-se-ia da amurada do Alvorada que estivesse virada para o porto. Gravaria aquela imagem, da ilha de Loguetown e da neve que docemente se deixava cair, pouco e pouco revestindo ruas e telhados alheios. – Bye Bye Loguetown! Infelizmente, não tivemos muito tempo para nos conhecermos, mas tenho a certeza de que teria sido incrível! – Acenaria para a ilha, e para as pessoas que estivessem no porto, o encarando com olhares estranhos se o ouvisse ou visse, com um panda de quase dois metros ao seu lado. – Shimauma… Estamos partindo para a Grand Line… Será apenas uma questão de tempo até regressarmos à Thule… - Com um olhar nostalgicamente alegre, distante porém gentilmente calmo e esperançoso, nada triste ou frio, admiraria o horizonte, caminhando até a ponta do navio, onde este cortava em suas viagens náuticas as ondas e o mar. – Será que todos estão bem? Pergunto-me se têm visitado o túmulo deles… Espero que sim… - Com o aroma agridoce das águas do mar na atmosfera misturada com a neve que caia, com o som de fundo dos trabalhos que os demais marinheiros faziam, ou das conversas que teriam, do chilrear das gaivotas se por ali estivessem… Tudo isso somaria numa combinação perfeita para que a sua gentil, tranquilizadora e, inocente e genuinamente jovem voz saísse, passando por sua garganta e sendo transformada em canção pelos lábios.

~ Behold the joy of children… Behold the joy of men, Behold the burning circle… That never has an end. ~ Com um olhar serenamente convicto de que, apesar de todas as dificuldades que estariam por vir, obteria sucesso e traria seu irmão para casa, tendo o vento a soprar-lhe, seguraria na pelugem do panda, olhando para o horizonte como que se o desafiasse.


- Iremos encontra-lo e o levaremos para casa, Shima…


Spoiler:
 




[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Histórico:

Post: 05
Aventura Anterior: O Segredo dos Mayans e Tesouros Desvendados -
Parte I

Ganhos: Casaco para o panda | relógio de pulso | gorro | botas de neve/normais | meias | roupa interior | colete | luvas | jeans/calças | blusão | blusa | fio de cabelo | (tudo especificado no post nº 3 e no spoiler abaixo:

Roupas e itens comprados/Vestuário:
 
Perdas: -500.000$B (perícia Ilusionismo / Aventura anterior) | - 450.000$B (roupas inverno) | - 40.000$B (Jaqueta da Roxanne) | - 10.000$B (máscara Skyller). | 1.000.000$B depositados no banco.
Total de $Berries: 7.000$B (???) / +3.000.000$B (Conversão de 3 créditos em Berries)
Bónus:
Aprendizado de Perícias: – X –
HP: 120/120
SP: 62/62
Vantagens: Genialidade | Aerodinamicidade | Voz Encantadora | Boa Aparência
Desvantagens: Código dos Heróis | Coração Mole | Trauma Profundo:
Citação :
Sempre que vê ou ouve algo relacionado aos tenryuubitos entra em estado de choque, por serem eles os responsáveis pela morte de seus pais, e por acreditar que os próprios são a origem de todo o mal existente no mundo. Fica tão paralisado que a única coisa que pode fazer é fugir amedrontamente, de forma bem devagar. Até mesmo estátuas ou gravuras de dragões orientais a voarem o deixam ligeiramente incomodado, desconfortável e nervoso.

Perícias: Instrumentos Musicais| Doma | Treinamento
Ofício: Artista
Pet:
Animal Comum:
 

Personagens conhecidos:
 

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

OFF: Desculpe pelo post pobre!! TT.TT Mas não tinha ideia do que fazer para deixar o post minimamente bom… desculpa… e Acho que o meu histórico está correto… Eu fiz um para esta aventura e outro, separado, para a minha aventura que está lá… Só uma pergunta, os berries que se deposita no banco permanece na ficha? Entram no histórico como perda? e.e
Editei o post, quis experimentar algo diferente no inicio, não sei se isso fez com que o post ficasse pior ou melhor ^-^’’ Mas irei tentar narrar, talvez ainda não estou certo se o farei ou não, algumas memórias de Thule mas a partir do ponto de vista do Shima-chan xD Acho que eu posso fazer isso, né?! Quer dizer, não são acções… são apenas memórias do passado xD Mas se for contra as regras me avisa, please! ^^

Objectivos escreveu:
Adquirir uma bolsa --> Entrar na Marinha--> Ir para Loguetown. Objectivos Concluídos \õ/


Legenda:
– Pensamento – - #99FFFF
– Fala – - #0099ff
~ Canções ~ - #0099ff + blur


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | POST: 005


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] escreveu:

[ ] Ganhar uma Meitou; (ノ≧∀≦)ノ
[ ] Ter Haki; (╯✧∇✧)╯
[ ] Caçar 10 Recompensas; ヾ(〃^∇^)ノ♪
[ ] Caçar [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]; (۶ꈨຶꎁꈨຶ )۶ʸᵉᵃʰᵎ



Última edição por Mizushiro Hizumy em Ter 13 Fev 2018, 16:32, editado 1 vez(es) (Razão : ...)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Wild Ragnar
Narrador
Narrador
Wild Ragnar

Créditos : 41
Warn : II - Selecção Natural - Página 9 10010
Masculino Data de inscrição : 24/06/2014
Localização : Rio de Janeiro

II - Selecção Natural - Página 9 Empty
MensagemAssunto: Re: II - Selecção Natural   II - Selecção Natural - Página 9 EmptyQua 14 Fev 2018, 20:29

O tenente Yang andava pelas ruas de Loguetown com uma expressão pesada no rosto. Em suas mãos uma caixa de madeira com medalhas dentro, e uma pasta com diversos documentos. “Que senso de humor cruel esse destino tem, de colocar aquele garoto sob o meu comando... sigh. Ao menos creio que Kattleback não percebeu nada e consegui apagar os vestígios deixados ali. Infelizmente não posso influenciar no banco... eventualmente ele vai ser descoberto... sinto muito Hizumy, só tenho como te proteger até um certo ponto.”

Até agora ele tinha dificuldades em acreditar como o nome completo do moleque acabara em suas mãos. Tudo graças a louca da máscara. “Ta aí outra dor de cabeça que coloquei sob minhas asas. A menina já tem uma má fama, e ainda fica aprontando essas...” Não pôde deixar de olhar para a caixa em suas mãos e balançar a cabeça negativamente clareando seus pensamentos. “Louca ou não, ela mereceu essas.”

---

- Não tem de que garota. É apenas meu trabalho. Agora deixe-me verificar se todos os curativos estão bem. – Com tal fala, Dr. Cottle começava a examinar as duas. Ele não falava muito mais, apenas acenando em relação ao livro. Após conferir o soro de Roxanne, abriu sua boca e a fez engolir um comprimido. – Tive que dar mais um antitérmico para ela, se possível cheque de hora em hora para ver se ela está muito quente, sim? Se estiver, mande me chamar.

– Ela vai ficar bem, certo? Não me refiro a nível físico... A Roxanne vai continuar a ser a Roxanne, certo?

- Isso é difícil de dizer, no início certamente será difícil se adaptar, depois, só o tempo vai dizer. De toda forma, ela ainda deve dormir por pelo menos mais um dia. Talvez mais.

– Apenas posso imaginar uma ínfima parte da dor que ela sente. Acho que não deve estar acostumado a ouvir esta pergunta mas... Esqueça a pergunta, eu acho que a resposta não faria muita diferença.

- Ok... – Sem se prolongar muito, ele saía do local e deixava as duas sozinhos. A bela adormecida e a fera.

---

Já Hizumy procurava por seu panda. O jeito do menino fazia com que os marinheiros não conseguissem brigar com ele e muitos abriam um sorrisinho ao vê-lo. Em dois meros dias, ele já tinha ganhado a tripulação.

Seguindo para o lavabo, a água estava muito fria, mas o panda não sentia incomodo. O mesmo não podia ser dito de Hizumy. Shima olhava para a criança com um amor fraternal e diversão nos olhos ao vê-lo tremendo. – UONNNNNNRGH! – Rugia querendo transmitir uma “zoação” para ele.

---

Já no navio, Tenente Yang entrava na enfermaria e avistava Skyller e Roxanne em suas camas. – Estou com seus documentos aqui. Foi constatado que essa foi a sua segunda missão completa, o que significa que quando estiver curada, poderá fazer um teste para virar sargento se assim desejar. – Parando para abrir a pasta e tirar um panfleto com a foto do mink leão que Skyller matara, ele o entregou a Skyller. – O nome dele era Leon de La Serre, com uma recompensa de 6.000.000 de berries. As famílias dos marinheiros mortos agradecem muito sua doação. Foi um ato bem nobre.

Novamente ele parou de falar e pegou a caixinha de madeira a abrindo. Dentro dela haviam quatro medalhas. - Essas são suas por direito em mérito aos seus serviços. Essa é a Admission Mark, que deveria ter ganho quando ingressou na marinha. Por matar Leon ganhou a Enterprise e a Potential. Como teve um papel significativo na proteção da ilha e de seu QG, ganhou a Guardian. Parabéns!

Com isso ele se voltava para sair do local, mas ao se lembrar de algo, retirava mais dois cartazes da sua pasta e entregava a Skyller. A foto do capitão Morgan estava presente em um e a foto de Earl em outro. Cada um com uma recompensa de 7.500.000 em um e 8.000.000 em outro.

Sem falar mais nada, nem mesmo fazer perguntas, ele lançou um olhar significativo para a moça antes de sair do quarto. Assim que saiu sussurrou para si mesmo - E onde está aquele pirralho que não ta vigiando ela como eu mandei? Parece que precisa de um treinamento intenso para aprender a não desobedecer minhas ordens. – Estalando o pescoço ele se dirigia a longos passos para o convés. “Ah, ali está ele, hehehe.” Hizumy e Sma haviam acabado seus banhos e agora apareciam no local.

- ATENÇÃO HOMENS! PREPARAR PARA ZARPAR! RUMO A GRAND LINE! NOSSO DESTINO É A ROTARUFEM OS TAMBORES

Quantidade aleatória (1,7) :
2
!

Dizia ele enquanto tirava um objeto do bolso e olhava. Era um Log Pose.

- E VOCÊ!! – Gritava apontando para Hizy. – SE PREPARE QUE SEU TREINO COMEÇA EM DEZ MINUTOS! HAHAHAHA!

Uma frase, e todos os olhares de apreciação que Hizy ganhava de repente viraram um de pena. Hoje não seria um da fácil para o menino. Com Yang entrando em sua cabine, Hizy iniciou sua despedida a LogueTown enquanto velas eram içadas e ancora era levantada. Aos poucos se afastavam da ilha.

---

Dentro da enfermaria, Skyller teria suas medalhas e cartazes em mãos. Nesse momento poderia perceber no chão um outro papel. Era um envelope lacrado com cera quente escrita: CONFIDENCIAL

CONTINUA...


Avaliador escreveu:
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] escreveu:
Avaliação – Cubo e Hizy

Cubo

Perdas:
● Farda Antiga - Não precisa botar perda se vai ganhar a mesma coisa depois. Fica no 0 a 0
● 40.000 berries - OK - Compra da jaqueta
● NPC Acompanhante perdeu o braço direito - OK
● Desvantagem Analfabeto (1\5) - OK - Lembrando que essa progressão não necessariamente será de 1 por aventura. Dependendo do esforço em alguma aventura, pode subir mais ou nem subir.

Ganhos:
● Bainha para Ninjaken - OK - Achei palhaçada terem tirado só isso antes, mas ok...
● Farda Nova - Já especifiquei nas perdas
● Cicatriz em torno do olho esquerdo, cicatriz na bunda, cicatriz no torso - OK
● Cicatriz no peito (4\8); braço direito imobilizado, cicatriz grande no ombro (4\10) - Isso foi tratado... As cicatrizes referentes a isso já estão contabilizadas.
● Tapa Olho - OK - Apenas se o player quiser. O tapa olho foi usado para comprovar a morte do pirata, então ela pode ficar ou jogar fora.
● Medalha Admission Mark - OK
● Medalha Enterprise (matou Leon) - OK
● Medalha Potential (recompensa de Leon era 6.000.000) - OK - Lembrando que o valor da recompensa foi doado, não poderá recuperá-lo.
● Medalha Guardian (protegeu Loguetown e seu QG) - OK
● Duas missões completas pela marinha (ao todo) - OK - Lembre-se que 1 delas foi recrutamento, não ganha salário.

Extra:

● Mudança da fantasia - Troca na fantasia de Lux e Tenebris por Samael

● Ela não retirou o salário. Apesar de ter ido ao banco, não realizou ações para retirá-lo. Portanto, ela tem o valor de B$ 20.000 pela missão atual. Lembrando que a 1ª missão foi o recrutamento, no qual ela não ganha salário por isso.
● Vantagem - Liderança (1/4) - Uma coisa que Cubo precisa ficar muito atento é com o fato de que ele AINDA NÃO TEM a vantagem. Em alguns momentos o player narrava como se a possuísse, esperando que suas ações inspirassem liderança. Concordo que esteja caminhando para adquirir a vantagem, mas como ainda não a tem, foi meio penalizado por narrar muitas situações como se já a tivesse. Tome cautela. Novamente, a progressão não significa que irá aumentar 1 por aventura, ela pode não aumentar ou até mesmo pular, dependendo do modo como o player evoluir isso.

Relação de personagens:
• O player irá fazer OK

Exp: 12
EdC: 12

Localização: East Blue - LogueTown OK.




Hizy

Perdas:

• 1.000.000 berries - OK

Ganhos:

• Bastão lvl 1 - OK
• Flauta - OK
• Casaco para o panda e roupas de inverno - OK
• Relógio de pulso - OK
• Roupas medias (gorro, botas de neve, meias, roupa interior, colete, luvas, calças,  blusão,  blusa) - OK - Pode escolher as imagens das roupas.
• Farda da Marinha - OK (Acrescenta nisso também a Admition Mark e 2 missões pela marinha que seria o recrutamento + a atual).
• Fio de Cabelo - Hã? Pra que botar um fio de cabelo na ficha dele? Altamente desnecessário a informação... Apesar que, se for importante, ele pode narrar como se tivesse, mas não precisa estar na ficha.
• Perícia Ilusionismo (comprada) - OK
• Perícia Hipnose (aprendida) - OK
• 1.000.000 de berries no banco - Alterando para 1.020.000 B$ (explicação logo abaixo)

Extras:

• Acrescentando: +1 missão pela marinha
Por mais que tenha sido curta, Hizy também completou +1 missão pela marinha, que foi fazer parte do reforço no combate de LogueTown. Como não há limite mínimo de páginas de missão, mas sim de páginas da aventura total, encaixa tranquilo como mais uma missão. O salário de B$ 20.000 estará somado no banco.

Relação de personagens:
• O player irá fazer OK

Exp: 8
EdC: 8

Localização: East Blue - LogueTown OK.


Quantidade de posts do(s) Narrador(es): 35 (total) = 4 créditos OK.

____________________________________________________


Hao:INSPIRE VIDA | EXPIRE MORTE
"Pensamento"
- Fala -



[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

code by sant


Última edição por GM.Wild Ragnar em Qua 07 Mar 2018, 01:14, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




II - Selecção Natural - Página 9 Empty
MensagemAssunto: Re: II - Selecção Natural   II - Selecção Natural - Página 9 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
II - Selecção Natural
Voltar ao Topo 
Página 9 de 9Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: East Blue :: Shells Town-
Ir para: