One Piece RPG
Crônica do Leste: Uma nova vida - Página 3 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» On The Top Of The World
Crônica do Leste: Uma nova vida - Página 3 Emptypor Ceji Hoje à(s) 21:32

» A justiça não é cega!
Crônica do Leste: Uma nova vida - Página 3 Emptypor Van Hoje à(s) 20:27

» Capítulo I: Meu nome é Cory Atom! Filho de Kouha Atom
Crônica do Leste: Uma nova vida - Página 3 Emptypor Kiomaro Roshiro Hoje à(s) 18:06

» There's no good man in the west
Crônica do Leste: Uma nova vida - Página 3 Emptypor PepePepi Hoje à(s) 17:45

» The Victory Promise
Crônica do Leste: Uma nova vida - Página 3 Emptypor Apoo Hoje à(s) 16:58

» Red Albarn e o Alvorecer de um Herói
Crônica do Leste: Uma nova vida - Página 3 Emptypor GM.Doodles Hoje à(s) 15:22

» [Mini-Handa] Uma beleza preguiçosa
Crônica do Leste: Uma nova vida - Página 3 Emptypor Handa Hoje à(s) 5:11

» Al mare!
Crônica do Leste: Uma nova vida - Página 3 Emptypor Fanalis B. Ria Hoje à(s) 5:00

» Vermelho
Crônica do Leste: Uma nova vida - Página 3 Emptypor Kenshin Himura Hoje à(s) 4:15

» Ficha - Dylan Jones
Crônica do Leste: Uma nova vida - Página 3 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 2:31

» Dylan Jones
Crônica do Leste: Uma nova vida - Página 3 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 2:30

» [MINI - Gon Vinteluas] *SENHORAS E SENHORES!*
Crônica do Leste: Uma nova vida - Página 3 Emptypor Bijin Ontem à(s) 22:16

» [MINI-Yahikko] - A partir do zero!
Crônica do Leste: Uma nova vida - Página 3 Emptypor ADM.Tidus Ontem à(s) 20:32

» Una Regazza Chiamata Pericolo
Crônica do Leste: Uma nova vida - Página 3 Emptypor Vrowk Ontem à(s) 20:03

» Unidos por um propósito maior
Crônica do Leste: Uma nova vida - Página 3 Emptypor madrickjr Ontem à(s) 17:22

» [MEP] 01 | Eco
Crônica do Leste: Uma nova vida - Página 3 Emptypor DJ GBR Ontem à(s) 17:06

» [MINI - DJ GBR] 01 | Eco
Crônica do Leste: Uma nova vida - Página 3 Emptypor DJ GBR Ontem à(s) 17:03

» Faíscas da Revolução
Crônica do Leste: Uma nova vida - Página 3 Emptypor K1NG Ontem à(s) 13:46

» O Sapo Mágico
Crônica do Leste: Uma nova vida - Página 3 Emptypor K1NG Ontem à(s) 13:15

» Apresentação 3 - Falência Abrasiva
Crônica do Leste: Uma nova vida - Página 3 Emptypor GM.Furry Ontem à(s) 12:06



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 Crônica do Leste: Uma nova vida

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 47
Warn : Crônica do Leste: Uma nova vida - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 26
Localização : 1ª Rota - Karakui

Crônica do Leste: Uma nova vida - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Crônica do Leste: Uma nova vida   Crônica do Leste: Uma nova vida - Página 3 EmptyDom 21 Maio - 14:58

Relembrando a primeira mensagem :

Crônica do Leste: Uma nova vida

Aqui ocorrerá a aventura do(a) pirata Elrick Alfagor. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
Blackfish
Pirata
Pirata


Data de inscrição : 12/04/2016

Crônica do Leste: Uma nova vida - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Crônica do Leste: Uma nova vida   Crônica do Leste: Uma nova vida - Página 3 EmptyTer 12 Set - 18:51

O Resgate Francês


Ficaria momentaneamente perplexo pela reação da moça, não era uma opção provável que ela aceitaria, já tive uma quantia enorme de exemplos de pessoas que acharam que eu era louco ou um psicopata megalomaníaco, mas fiquei feliz que ela assentiu, de uma forma não esperada, mas ainda sim assentiu.

Um sauvetage é?... — Levantaria a sobrancelha esquerda e sorriria escaço de canto de rosto enquanto curvava meu dorso para observar o mapa — ... Não sou um herói para resgatar ninguém, nem ao menos vilão pra deixá-los de lado, mas não posso negar um favor a quem salvou a minha vida.

Ficaria um pouco preocupado pelo tempo que estávamos planejando no quarto, calculei brevemente que poderia ser tempo o suficiente para os marujos do barco que fede a cachorro molhado achar a nós dois, verificaria pela minha preocupação irritante e meu toque de me certificar das coisas ao menos duas vezes.

Uma ideia desabrochou em minha mente, quase como um flash de luz, sorri de orelha a orelha como reação quase como instantâneo.

Se tudo der certo... — Franzi a testa coçando o queixo ...Nous pourrions deixar toda a "culpa" em meu nome? O quê acha? — Segurei a risada forçada — Já tenho uma péssima fama no East Blue mesmo, mas eu amour isso!  

Ficaria inquieto por estar tanto tempo planejando algo, não gostava de ficar parado por muito tempo, sou uma pessoa objetiva que sempre sei o quê quero, tenho planos elaborados mas como a ideia era de Ruth eu preferia improvisar todos meus atos, por isso não queria ficar naquela espelunca nem por mais um minuto.

Então, vamos à la rescousse? — Diria ajeitando minha franja.


Objetivos:
 

OBS:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Van
Soldado
Soldado
Van

Créditos : 4
Warn : Crônica do Leste: Uma nova vida - Página 3 5010
Masculino Data de inscrição : 31/10/2011
Idade : 30
Localização : -

Crônica do Leste: Uma nova vida - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Crônica do Leste: Uma nova vida   Crônica do Leste: Uma nova vida - Página 3 EmptyTer 12 Set - 20:15

Narração

A noite é escura e cheia de terror. Quer algo mais aterrorizante do que enfrentar um presídio para resgatar duas pessoas que você nunca viu na vida apenas por causa de uma pussy? Essa é a história de Elrick Alfagor, um Kicker Womanizer capaz das maiores loucuras por um belo par de seios, melhores ainda quando tamanho 48 igual os de Ruth… ou seriam 58? A gigante, a qual não era tão gigante assim, colocava o rapaz numa furada, porém sua personalidade o impedia de recusar e agora ele tinha uma jeba enorme pela frente. Seria ela travesti?

- Iremos atacar daqui há 3 horas. Descansaremos duas horas e passaremos a hora final estudando esse mapa para cada um atacar de um lado. De madrugada, não há muito movimento, então conseguiremos entrar sem sermos notados e abrir as celas, daí em diante será o que você tanto gosta… Caos!

Ruth era uma mulher inteligente e decidida. O plano, apesar de simples, já vinha sido trabalhado há bastante tempo e ela parecia ter informações privilegiadas. Como ela conseguiu? No idea.

Ele tinha algum tempo antes de partirem. Ruth sequer hesitou e já deitou para descansar e recuperar energias. Como Alfagor gastará esse tempo?

Considerações:
 

Histórico:
 

____________________________________________________


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] |
Voltar ao Topo Ir em baixo
https://www.youtube.com/ocanilbr
Blackfish
Pirata
Pirata
Blackfish

Créditos : 7
Warn : Crônica do Leste: Uma nova vida - Página 3 8010
Masculino Data de inscrição : 12/04/2016
Idade : 21
Localização : Loguetown - East Blue

Crônica do Leste: Uma nova vida - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Crônica do Leste: Uma nova vida   Crônica do Leste: Uma nova vida - Página 3 EmptyQua 13 Set - 19:06

Un petit désastre


Ouviria atento as palavras de Ruth, confesso que aqueles seios tiravam um pouco da minha atenção, mas não tanto para que eu perdesse o foco do assunto, mulheres era um dos meus maiores prazeres, mas não ficava atrás do de ser rico e famoso.

Assentiria quado a garota terminou sua oratória pré-estudo, sentiria um leve e passageiro embrulho no estômago de euforia e entusiasmo para praticar o caos, eu já tinha feito aquilo algumas vezes, mas a graça era tão grande que toda vez parecia a primeira, eu realmente me sentia entorpecido.

Estudaria um pouco o mapa, procuraria saber onde estaria as prisões, perto de quais locais famosos, alguns detalhes como morros, florestas ou cidades altas, não conhecia muito bem Loguetown então todo recinto era uma novidade.

Engraçado... Como essa brunette quer invadir o local sem ter noção de nada? Ou ela tem e não quer me contar — Observaria a moça dormir, mas por minutos breves — Por mais que eu confie nessa garota eu deveria estar me arriscando tanto? A fama é boa... Enquanto a recompensa? Eu preciso arrumar alguém, um intercessor entre nós, alguém que eu confie para não ficar sozinho dependendo de qualquer um que apareça na minha frente, drogue, vou fazer uma análise no local antes de descansar um pouco.

Procuraria algum papel e algo que pudesse escrever, não incomodaria o descanso de Ruth e apenas deixaria um papel escrito a mão que eu haveria ido explorar um pouco em volta do albergue onde estávamos, ou era um bar, ou era algo que eu não sabia distinguir. Deixaria o papel próximo a garota e sairia do local explorando fora do bar, sempre olhando para todos os lados visando a milicia local ou a autoridade.

Caso não pudesse deixar um aviso apenas sairia encurtando o tempo de exploração, deduziria que no máximo eu poderia ficar fora do quarto por uma hora e meia, eu acharia que aquele tempo seria o bastante para Ruth descansar.

Andaria pelos arredores do bar para respirar um pouco de ar puro, me sentia enclausurado por ter passado tanto tempo em uma embarcação, estudaria o comportamento das pessoas naquele local, ficaria esperto com os batedores-de-carteiras e a marinha, caso houvesse alguma oportunidade tentaria ganhar alguns berries ou esquentar meu corpo na porrada.


Extra:
 

____________________________________________________

Fala Pensamentos Narração
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Van
Soldado
Soldado
Van

Créditos : 4
Warn : Crônica do Leste: Uma nova vida - Página 3 5010
Masculino Data de inscrição : 31/10/2011
Idade : 30
Localização : -

Crônica do Leste: Uma nova vida - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Crônica do Leste: Uma nova vida   Crônica do Leste: Uma nova vida - Página 3 EmptyQua 13 Set - 21:04

Narração

A empolgação causada por Ruth passou, assim como a ereção que tinha ao secar os seios da jovem. Tudo na vida passa, principalmente sensações e sentimentos, o que antes era vontade, agora se transformava em receio. Poderia ele confiar em Ruth? Como ela sabia daqueles planos? Nada melhor que uma caminhada na noitada para limpar a mente e ponderar sobre a pica que estava prestes a sentar.

Conseguiu deixar um bilhete e poucos minutos depois se via na rua sozinho. Todas lojas fechadas com exceção do bar e as poucas pessoas que estavam na rua, só tinham um caminho em mente. O entra e sai era constante, embora fraco. Erick poderia roubar um outro bêbado que saía do local, afinal não havia segurança à essa hora. Estava tudo calmo, tão tranquilo quanto o mar antes de uma grande tempestade. Ele ainda tinha algum tempo até a hora da invasão. O que ele fará agora?

Considerações:
 

Histórico:
 

____________________________________________________


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] |
Voltar ao Topo Ir em baixo
https://www.youtube.com/ocanilbr
Blackfish
Pirata
Pirata
Blackfish

Créditos : 7
Warn : Crônica do Leste: Uma nova vida - Página 3 8010
Masculino Data de inscrição : 12/04/2016
Idade : 21
Localização : Loguetown - East Blue

Crônica do Leste: Uma nova vida - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Crônica do Leste: Uma nova vida   Crônica do Leste: Uma nova vida - Página 3 EmptyQui 14 Set - 19:15

Uma dose, por favor


Agora que estaria fora do ambiente de bar me sentia mais livre, também visava várias rotas de fuga já que meu senso de perigo era gritante, a todo momento. Observaria meu arredor e puxaria o ar para meus pulmões respirando o ar, não tão puro talvez, mas para expressar sinal de liberdade.

Acho que eu vou tentar tirar um de l'argent Sussurraria ao procurar disfarçadamente alguém portando bijuterias de valor, ou alguma vitrine com algo considerável Preciso arrumar umas berries pra uma calça nova.

Caminharia lentamente procurando algo de valor, não sou um ladrão de fato mas como dizia um velho ditado, é a ocasião que faz um ladrão.

Se visasse alguém consideravelmente bêbado me aproximaria em passos curtos e rápidos, ficaria atento com os movimentos bruscos do bêbado. Levaria meu braço esquerdo por volta do pescoço do sujeito e o forçaria para caminhar junto comigo.

Se não achasse um vítima bêbado procuraria andar para próximo do centro daquela cidade e visaria pesquisar sobre algumas lojas mais próximas onde eu pudesse planejar algum roubo, isso tomando cuidado com as autoridades.

Caso o bêbado reagisse antes que pudesse realizar o que eu queria, saltaria dois passos para trás dele e abaixaria meu torso caso fosse um golpe visando a cabeça e o peitoral, e saltaria se fosse algum golpe vindo da cintura pra baixo.

Oh... Calma aí campeão! — Diria levantando a guarda.

Caso o bêbado não reagisse o instruiria para me acompanhar e que nós andássemos pelas ruas até que eu pudesse ver algum beco.

Meu ami, sou Elrick Alfagor, um espião do Governo Mundial e você foi convocado para participar da... — Minha mente travaria por alguns minutos e ficaria confuso olhando pro céu —... Shh, é um assunto delicado, você ainda não está preparado pra ouvir, imbécile!

Iria torcer para que ele caísse em minha lábia, mas serviria só para que eu pudesse entretê-lo e levá-lo para um beco mais próximo, em todo momento daria leves solavancos no indigente para ouvir qualquer berrie carregada em seu corpo e visaria em seus pulsos e seu pescoço qualquer coisa que eu pudesse penhorar.

Por ali! — Diria forçando a me seguir.

Caso o homem se recusasse começaria a usar a força e iludi-lo para que me seguisse.

Quando chegasse no local desvencilharia um chute focalizado no estômago do sujeito, de relance, tão rápido que não o desse chance de reagir.

Se houvesse reação avançaria para trás abaixando seu corpo e girando afim de infligir uma rasteira, ao ver o homem no chão daria um chute com o calcanhar no estômago para desmaiá-lo.

O quê nous avons aqui... — Saquearia o bêbado afim de coisas valiosas com maior silêncio possível — Não é você, amigo. Sou eu. A ocasião faz um ladrão, e convenhamos eu preciso de uma calça nova, não leva pro lado pessoal!

Logo após olharia para os lados e tentaria sair rapidamente sem levantar suspeitas procurando uma loja de penhores ou uma botique mais próxima.

Se houvesse imprevistos no beco ficaria de ouvidos em pé e olhos abertos, sempre ficaria visando atrás de lixeiras ou coisas do tipo, saqueadores como eu ou ratos de esgoto querendo minha presa, jogaria o bêbado para servir de distração e se tivesse em menor número fugiria do local, se houvesse até dois inimigos ficaria para ver até onde aquilo levaria. Se posicionaria com o pé direito na frente e os punhos cerrados levantados, seu corpo bem flexionado e rígido afim de não amolecer na queda.

Faria o mesmo movimento caso o bêbado quisesse revidar antes de ser nocauteado no chão.

____________________________________________________

Fala Pensamentos Narração
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Van
Soldado
Soldado
Van

Créditos : 4
Warn : Crônica do Leste: Uma nova vida - Página 3 5010
Masculino Data de inscrição : 31/10/2011
Idade : 30
Localização : -

Crônica do Leste: Uma nova vida - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Crônica do Leste: Uma nova vida   Crônica do Leste: Uma nova vida - Página 3 EmptyQui 14 Set - 20:00

Narração

Provavelmente Erick nunca ouviu o ditado “Deus protege os bêbados” e decidiu agir contra os fracos seres de alma. Ele observou as presas e encontrou uma que se encaixava no pretendido, ele conseguiu encaminhar o alcoólatra até um beco e o nocauteou, roubando o pouco que havia restado: Um cordão com uma cruz, 22 mil berri e um anel de ouro (casamento).

As ruas ainda estavam tranquilas e assim Alfagor procurou por uma loja de penhores para vender o roubo, porém não encontrava nada aberto essa hora, tendo que esperar até o amanhecer para algo. O tempo gasto nesse assalto acabou sendo mais do que o desejado e restavam poucos minutos para o ataque ao presídio. O que ele fará agora?
Considerações:
 

Histórico:
 

____________________________________________________


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] |
Voltar ao Topo Ir em baixo
https://www.youtube.com/ocanilbr
Blackfish
Pirata
Pirata
Blackfish

Créditos : 7
Warn : Crônica do Leste: Uma nova vida - Página 3 8010
Masculino Data de inscrição : 12/04/2016
Idade : 21
Localização : Loguetown - East Blue

Crônica do Leste: Uma nova vida - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Crônica do Leste: Uma nova vida   Crônica do Leste: Uma nova vida - Página 3 EmptySex 15 Set - 20:44

Espólios


Me sentiria feliz, meu consciente estava pesado já que eu havia acabado de nocautear um bêbado para saqueá-lo, porém, essa era ditadura de ditados que ditava meus atos.

Levantaria aquele cordão com pingente de cruz, meu sorriso abriria de orelha a orelha e flexionaria a testa enrrugando-a, uma expressão de adolescente apaixonado. Estenderia aquele acessório em frente aos meus olhos admirando-o, era algo que sempre quis desde criança mas nunca pude comprar, analisei brevemente para saber qual seria a quantia que eu receberia na loja de penhores, se aquilo era ouro ou prata, pesado ou leve, falso ou verdadeiro. Até saber se a bijuteria era valiosa eu usaria em meu pescoço.

À travers les cieux, eu vou ficar bonito pra cacete! — Sussurraria colocando o cordão no pescoço.

Com o andar da carruagem minha ética já deveria ter ido ao esgoto, como eu estava na chuva decidi me molhar então comecei a testar a aliança em todos os dedos, semicerrei meus olhos curioso já que havia um ditado que usar aliança de outra pessoa dava azar, mas eu caso azar nas pessoas, não me importei e tentei colocar no dedo minimo, caso não desse usaria em qualquer um que não fosse o dedo anelar.

Guardaria as berries no bolso e olharia para o céu para ter uma noção do tempo, mas logo me lembraria que eu havia estimado menos tempo para arrecadar dinheiro do que eu tinha usado, logo me apressaria para voltar ao quarto do meu albergue. Olharia para os dois lados para que ninguém havia observado meus atos e esconderia o corpo desmaiado perto de algumas latas de lixo para forjar um desmaio de tanta bebedeira.

Valeu pelo cordão e o anel, mon chéri! — Diria estendendo o polegar.

Caso alguém estivesse vendo a situação não me importaria, gostava quando alguém reconhecia meus atos, mesmo que fosse para uma posição negativa onde fosse me prejudicar, meu fascínio era ser famoso, independente da posição da sociedade. Viraria as costas para o sujeito(as) que estivessem me vendo e correria de volta ao bar.

Não perderia tempo e com apenas um folego tentaria correr de volta ao meu quarto, passaria no balcão do bar e procuraria o primeiro copo de rum que eu achasse na frente, independente de quem fosse eu tomaria um gole generoso, arrotaria e limparia a boca rudemente deixando um sorriso sínico como gorjeta logo correria em disparada para o quarto.

Caso alguém se o posicionasse contra minhas ações grosseiras, imaturas e prepotentes me afastaria com um ginge de corpo para trás, visava entortar minha coluna recuando meu peitoral para trás visando defender ataques em arco, jogaria em relance meu corpo contra ação do golpe que viesse e se fosse algo abaixo da cintura pularia para cima do balcão para desviar.

Oh... Calme, calme Faria uma pausa para um arroto — É só um copo de bebida, vocês são muito estressados! É assim que tratam um conselheiro de um Almirante?

Levantaria sorrindo e correria para o quarto, esperava que aquelas palavras descessem fácil pela garganta dos brutamontes e bêbados do bar, já que o álcool já havia consumido os neurônios deles, não obtinha muito tempo para enrolar então apenas fiz o quê sabia de melhor, correr e não se preocupar com nada.

Antes de entrar no quarto eu pararia e respiraria fundo, passaria as duas mãos pelo couro cabeludo jogando minhas madeixas para trás, respiraria fundo e ajeitaria minhas sobrancelhas, entraria no quarto nas pontas dos pés e ficaria próximo a janela como se estivesse esperando Ruth acordar a muito tempo.

Vamos? Ennui! Estou esperando você a muito tempo — Respiraria fundo — Vamos ao presidio liberar os presos?

Caso a morena já estivesse acordada quando eu chegasse eu apenas sorriria sínico e respiraria fundo.

Dei uma saidinha para relaxar a mente, não fiz nada demais — Coçaria a nuca e levantaria a sobrancelha — Vamos?

Seguiria a garota para primeira rota da missão, mesmo acreditando na índole dela ficaria de olhos abertos para quaisquer ações dela e nunca a deixaria ficar muito longe de mim, a vida havia me ensinado a nunca confiar completamente em alguém.

____________________________________________________

Fala Pensamentos Narração
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Van
Soldado
Soldado
Van

Créditos : 4
Warn : Crônica do Leste: Uma nova vida - Página 3 5010
Masculino Data de inscrição : 31/10/2011
Idade : 30
Localização : -

Crônica do Leste: Uma nova vida - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Crônica do Leste: Uma nova vida   Crônica do Leste: Uma nova vida - Página 3 EmptySab 16 Set - 14:20

Narração

O roubo bem executado animou o mentiroso, principalmente pelas joias. Todas ficaram muito bem nele e assim ele partiu de volta ao bar com pressa. No caminho, ele roubou um copo de rum que certamente lhe traria problemas, porém em seu jeito característico, ele se auto-intitulou auxiliar de almirante e a desculpa era tão esfarrapada que o dono preferiu ignorar. Certamente era um bêbado maluco, pensou.

No quarto, Ruth o esperava e não conseguiu controlar o sorriso de alegria ao vê-lo, certamente havia cogitado a possibilidade de uma desistência. Agora estavam preparados para a missão. Ela perguntou aonde ele tinha ido e ele explicou mais ou menos, porém foi o suficiente para que ela ficasse satisfeita e lhe contasse o restante do plano.

- Então… A verdade é que eu sou de um bando pirata que teve o líder preso. Nosso bando vai tentar soltá-lo daqui a pouco. Se você for com a gente, poderá ser nosso nakama. Nosso Capitão é o melhor… Ele tem uma recompensa de 15 milhões, é muito forte. O que acha?

Ciente da verdade, Erick agora tinha uma nova oportunidade de escolher se embarcava nessa treta ou não. Teria ele personalidade para seguir alguém? Sua paixão falaria mais alto? O que o Mentiroso fará agora?

Considerações:
 

Histórico:
 

____________________________________________________


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] |
Voltar ao Topo Ir em baixo
https://www.youtube.com/ocanilbr
Blackfish
Pirata
Pirata
Blackfish

Créditos : 7
Warn : Crônica do Leste: Uma nova vida - Página 3 8010
Masculino Data de inscrição : 12/04/2016
Idade : 21
Localização : Loguetown - East Blue

Crônica do Leste: Uma nova vida - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Crônica do Leste: Uma nova vida   Crônica do Leste: Uma nova vida - Página 3 EmptySab 16 Set - 18:08

Comprando uma guerra perdida


Ouvia atentamente as palavras da donzela, porém, meus ouvidos iriam parar e minha mente raciocinar lento ao ouvir duas palavras "quinze" e "milhões", imaginando o tanto de recompensa que aquele capitão teria acumulado ao levar de sua vida e qual seria a fama que eu conseguiria traindo ou seguindo aquele ser era deleite pra os meus olhos, inconscientemente abriria um sorriso sínico e meu olhar pareceria distante já que possibilitava em minha mente vários lucros e barganhas em cima da recompensa daquele sujeito, mesmo que não era um valor alto seria somado aos meus feitos e isso geraria o triplo do valor, aquilo era de grande felicidade para mim.

15 milhões? — Diria lentamente e engolindo saliva seca — ... É claro que eu quero, mon visage!

Acompanharia a moça e tomaria a dianteira por euforia, já planejaria em minha mente tomar uam distância na hora do ato considerável deixando que a garota seja o foco dos ataques principais, a primeira possibilidade seria de algo sorrateiro e silencioso logo seguiria os passos da mesma, nas sombras, como já se era por costume, atacaria após uma analise do local onde estivéssemos e a quantia de adversários, tudo era estudado pois gostaria de uma porcentagem de sucesso grande, nada mediano, tudo nas proporções do meu orgulho.

Tome a dianteira! — Diria com uma voz distante.

Caso fossemos para próximo da prisão ou algo parecido certificaria que meus itens estariam presos ao meu corpo para não perder nada, logo após me esconderia nas sombras independente da liderança da morena, antes que ela pudesse perceber já andaria em passos rápidos e nas pontas dos pés para atrás de algum objeto ou pilastra grande, procuraria algo fora do campo de visão para assim ter uma visão ampla do acontecido, planejaria meu próximo passo observando as ações de minha companheira.


OBs::
 

____________________________________________________

Fala Pensamentos Narração
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Van
Soldado
Soldado
Van

Créditos : 4
Warn : Crônica do Leste: Uma nova vida - Página 3 5010
Masculino Data de inscrição : 31/10/2011
Idade : 30
Localização : -

Crônica do Leste: Uma nova vida - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Crônica do Leste: Uma nova vida   Crônica do Leste: Uma nova vida - Página 3 EmptyDom 17 Set - 14:25

Narração

O jovem pirata concordou com a missão e dessa forma entrou num grupo de piratas sem capitão numa missão suicida para resgatar seu superior. O alvo? O presídio de Loguetown. Ruth seguiu na frente e após caminharem por algum tempo, chegaram em um armazém aonde 8 pessoas esperavam. Agora, os 10 membros estavam unidos e era hora de partir para a missão. Durante a caminhada, um outro homem > Aparência < explicava a missão.

- Então, guys… Nosso capitão está nos esperando. Nós vamos abrir o maior número de celas que conseguir. O caos nos ajudará com a fuga. O túnel já está pronto. Temos que fazer tudo o mais rápido possível. Não se esqueçam, ao sair do túnel, corram para a direita e tentem matar o máximo de inimigos que der, mas a prioridade é…?

- SALVAR O CAPITÃO!

O grupo parecia bastante unido e na mesma página. Assim, entraram no túnel e após uma hora andando com dificuldades por causa do espaço apertado, eles chegaram no ponto. O ruivo foi na frente e levantou a tampa, olhando ao redor e dando o sinal, saindo do lugar o mais rápido possível, porém evitando fazer barulhos. Outros membros começaram a sair, Ruth foi na frente dando o sinal para Erick o acompanhasse. O que ele fará agora?

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Considerações:
 

Histórico:
 

____________________________________________________


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] |
Voltar ao Topo Ir em baixo
https://www.youtube.com/ocanilbr
Blackfish
Pirata
Pirata
Blackfish

Créditos : 7
Warn : Crônica do Leste: Uma nova vida - Página 3 8010
Masculino Data de inscrição : 12/04/2016
Idade : 21
Localização : Loguetown - East Blue

Crônica do Leste: Uma nova vida - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Crônica do Leste: Uma nova vida   Crônica do Leste: Uma nova vida - Página 3 EmptyDom 17 Set - 20:10

Heureux les doux qui habite en paix


Caminharia junto aquele pequeno grupo de desordeiros sem capitão, ainda me perguntaria o porquê do capitão deles ter sido preso, para alguém que vale quinze milhões de berries ele deve ser casca dura. Esses homens não são muito inteligentes, pressionaria levemente os olhos e morderia o lábio inferior enquanto caminharia e raciocinava ao meu redor. São dez homens afim de resgatar apenas um, já fizeram a conta de quantos marinheiros, agentes do governo e caçadores de recompensa deve ter em Loguetown? Aliás, pelo pouco que sei essa ilha é referência aqui no East Blue, mas eles parecem não ligar, são uns putas megalomaníacos! Meu Deus! Eu tenho que salvar a minha pele, por mais que eu tenha um trato de afeto com Ruth.

Enquanto me dividiria entre meus devaneios e as breves palavras de um sujeito com cara de quem segura fezes ficaria atento ao meu redor e nas palavras do mesmo.

A prioridade? — Sussurraria — Salvar a minha bunda!

Borboletas começavam a querer voar em meu estômago, sinal de entusiasmo e nervosismo, mas minha mente canalizava aquilo em ondas de euforia e adrenalina deixando meu corpo mais alerta que o normal, eu me sentia quase como incapaz de perder o controle dos meus atos e raciocínio lógico, porém ainda não havia me tornado uma pedra de gelo que ignorava emoções, mas confesso que aquele clímax de invasão ao presidio me deixava muito contente com as probabilidades. Antes que o ruivo fosse abrir a tampa para que nós pudêssemos escapar me agacharia e ficaria atento a quaisquer movimentos; Estaria calmo, confiante e alerta, ficaria de olho em Ruth.

Seguiria a mulata tomando um pouco de distância, uma média de três passos dela, porém não ficaria fora da aglomeração de piratas, assim sobre qualquer imprevisto não seria o primeiro a ficar em linha de fogo, minha presença ficaria omitida entre aquele monte de crânio e eu poderia me perder entre as pessoas.

Após passar o túnel me moveria silencioso, antes de sair deixaria que ao menos dois homens fossem na frente para me certificar que aquilo não seria uma armadilha. Caso acontecesse algo com eles, recuaria dois passos e esperaria o ruivo tomar as rédeas, em primeiro plano me certificaria de entrar sem ser danificado e se precisasse daria uma ideia ao sujeito.

Vamos pelas beiradas, colados com a parede, camarade! Sussurraria — Se formos em campo aberto seremos alvos fáceis, vamos separar em grupos para que possamos confundir o inimigo, andando em zigue-zague para evitar tiros e em passos curtos e rápidos.

Se ocorresse tudo bem acompanharia Ruth porém tomaria a dianteira, observaria ao redor fazendo uma analise no local, um mapa em minha mente se houvesse guardas por cima, quantos prédios haviam naquele terreno, se era aberto ou fechado, a locação de cada qual, pessoas presentes, o ambiente e isso sem perder o passo sorrateiro.

Se houvesse algum imóvel onde não estivessem guardas por perto me locomoveria para perto da parede não ficando em área aberta, faria uma visão do local para perceber onde estava e onde seria o presidio principal, como já fui preso antes sabia que todo terreno obteria algum espaço de vigilância e eu me certificaria de abatê-lo primeiro, procuraria o caminho mais rápido e seguro para o mesmo, se houvesse empecilhos no caminho me esconderia para depois criar uma tática.

Se fosse atacado e não houvesse escapatória utilizaria de saltos transversais sempre rodopiando meu corpo para dificultar a mira de tiro, faria pousos suaves para ter estabilidade para ataque e logo me aproximaria do inimigo quase como em passos de dança, tentando confundi-lo e me focalizar.

Kick Shot (キック影響)!

Visaria utilizar minha técnica para nocautear ou na medida do possível matar o inimigo, arrastar seu corpo para alguma grama alta ou atrás de pilastras e avaliar os espólios.


Kick Shot (キック影響):
 

____________________________________________________

Fala Pensamentos Narração
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Crônica do Leste: Uma nova vida - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Crônica do Leste: Uma nova vida   Crônica do Leste: Uma nova vida - Página 3 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Crônica do Leste: Uma nova vida
Voltar ao Topo 
Página 3 de 5Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: East Blue :: Dawn Island-
Ir para: