One Piece RPG
Chapter I: Tonight, Tonight - Página 2 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» The Claw
Chapter I: Tonight, Tonight - Página 2 Emptypor Mephisto Hoje à(s) 18:50

» 1º Cap: O começo de uma grande aventura
Chapter I: Tonight, Tonight - Página 2 Emptypor Muffatu Hoje à(s) 18:42

» Una Regazza Chiamata Pericolo
Chapter I: Tonight, Tonight - Página 2 Emptypor DarkWoodsKeeper Hoje à(s) 18:21

» Terminando assuntos inacabados
Chapter I: Tonight, Tonight - Página 2 Emptypor Muffatu Hoje à(s) 18:02

» Enuma Elish
Chapter I: Tonight, Tonight - Página 2 Emptypor GM.Alipheese Hoje à(s) 17:49

» Unidos por um propósito maior
Chapter I: Tonight, Tonight - Página 2 Emptypor xRaja Hoje à(s) 17:12

» Cap.2 - Seguindo um sonho!
Chapter I: Tonight, Tonight - Página 2 Emptypor Kallieel Hoje à(s) 16:57

» [Mini-Kuroper] Começo da Jornada
Chapter I: Tonight, Tonight - Página 2 Emptypor Kuroper Hoje à(s) 16:28

» [Mini-Archer James] Cachorros da Dor
Chapter I: Tonight, Tonight - Página 2 Emptypor Dogsofain Hoje à(s) 16:26

» Apresentação 5 ~ Falência Sensacionalista
Chapter I: Tonight, Tonight - Página 2 Emptypor GM.Furry Hoje à(s) 15:54

» VI - Seek & Destroy
Chapter I: Tonight, Tonight - Página 2 Emptypor GM.Alipheese Hoje à(s) 15:45

» Aprendendo a respirar
Chapter I: Tonight, Tonight - Página 2 Emptypor K1NG Hoje à(s) 15:10

» O Sapo Mágico
Chapter I: Tonight, Tonight - Página 2 Emptypor K1NG Hoje à(s) 14:57

» Arco 1: Passagem pela ilha do riso
Chapter I: Tonight, Tonight - Página 2 Emptypor Milabbh Hoje à(s) 14:12

» II - Growing Bonds
Chapter I: Tonight, Tonight - Página 2 Emptypor Teo Hoje à(s) 11:59

» Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem...
Chapter I: Tonight, Tonight - Página 2 Emptypor Pippos Hoje à(s) 09:23

» [Mini] Am I really need do this?!
Chapter I: Tonight, Tonight - Página 2 Emptypor Vismonke Nizako Hoje à(s) 07:26

» 1° Act - It's Navy Time
Chapter I: Tonight, Tonight - Página 2 Emptypor PepePepi Hoje à(s) 05:47

» The One Above All
Chapter I: Tonight, Tonight - Página 2 Emptypor Achiles Hoje à(s) 03:21

» ブルーベリーパイ ~ Blueberry Pie
Chapter I: Tonight, Tonight - Página 2 Emptypor DanJo Hoje à(s) 03:20



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 Chapter I: Tonight, Tonight

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 56
Warn : Chapter I: Tonight, Tonight - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 26
Localização : 1ª Rota - Karakui

Chapter I: Tonight, Tonight - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Chapter I: Tonight, Tonight   Chapter I: Tonight, Tonight - Página 2 EmptyTer 04 Abr 2017, 17:59

Relembrando a primeira mensagem :

Chapter I: Tonight, Tonight

Aqui ocorrerá a aventura do(a) civil Akihiro Yoshida. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
Nolan
Caçador de Recompensas
Caçador de Recompensas


Data de inscrição : 27/12/2016

Chapter I: Tonight, Tonight - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Chapter I: Tonight, Tonight   Chapter I: Tonight, Tonight - Página 2 EmptySab 29 Jul 2017, 08:02

- Eeeeu, puxa saco? - Perguntava Akihiro enquanto se divertia com o comentário do capitão. Ele realmente não era puxa saco, mas se sentia até meio com vergonha de estar vestido tão mal enquanto estava ao lado dele e do garoto. Jack também falou que o filho dele tinha forjado a foice, mas como não falou mais nada sobre ele, nosso protagonista não quis continuar tocando no assunto.

Com o clima bem mais leve, o grupo se dirigiu para a casa onde o bando estava instalado, brincando no camiho com o fato do jovem iniciante no clã querer ficar com o líder do bando inimigo. Como havia respondido anteriormente, Akihiro foi na frente para forçá-los a sair. Parando pra pensar, é algo inteligente a se fazer? E a resposta é definitivamente não, mas fazer o que… Após gritar provocações e chutar a porta algumas vezes, viu uma sombra atrás da janela e decidiu sabiamente recuar enquanto olhava as duas criaturas mais estranhas que já vira em sua vida aparecerem diante de seus olhos. Um porcão punk barrigudo que andava sobre duas patas e seu amigo estranho com uma roupa vermelha apertada.

Parecia que o grandão era o chefe, então Akihiro se adiantou para desafiá-lo, o que deixou-o bem satisfeito. E pela animação, aqueles baderneiros estavam felizes com o desafio. Antes que Akihiro pudesse tomar a iniciativa, o porcão avança em sua direção, desferindo golpes com sua corrente com uma espécie de gancho na ponta. O rapaz desviava sem muitos danos da corrente até sentir seu calcanhar queimar. A corrente enlaçou seu pé e com um puxão do Punk, Akihiro era levado ao chão, sendo arrastado para cada vez mais perto.

Yoshida tentaria primeiro alcançar o gancho em seu pé e se livrar do seu aperto enquanto era puxado cada vez mais pra perto de seu oponente. Sentia a grande urgência que era se soltar, ficar embaixo daquele grandalhão não era boa coisa. Se não conseguisse se soltar e ficasse o raio de ação tanto das gigantescas mãos quanto dos pés do porcalhão, Akihiro tentaria se esquivar rolando para os lados e numa última e desesperada tentativa, caso não houvesse chances de escapar, bloquearia seus golpes.

Porém, se o rapaz conseguisse se desvencilhar enquanto era arrastado, a luta tomaria outra forma. Não sabia o quão lento ficou devido ao ferimento, mas presumia que ainda sim poderia ser mais rápido que o pançudo. Tentaria rodeá-lo, chamando seus ataques a longa distância e se ele começar a morder a isca e lançar os golpes, tentaria se esquivar o melhor que conseguisse em sua atual situação, tirando o corpo, se abaixando, levantando os pés para outros ataques no calcanhar e até pulando se necessário. Recuaria 6 passos do porco e continuaria a chamar seus ataques e tentar esquivar, esperando uma oportunidade.

Caso o porco faça um balanço longo demais com a corrente ou lance um golpe reto, Akihiro daria um grande passo à esquerda, tentando diminuir o máximo a distância e com um segundo passo largo o mais rápido que conseguia, colaria no corpo do animalesco adversário. Se conseguisse chegar próximo ao porcalhão, desferiria uma sequência de golpes, que seriam: gancho de esquerda no corpo, gancho de esquerda no rosto e direto no rosto, o mais rápido que conseguisse, se afastando para uma distância segura no final. É certo dizer que em todo momento, Akihiro estaria em posição de guarda do boxe, com as duas mãos protegendo o rosto e o antebraço/cotovelo protegendo o corpo, para o caso do grandão conseguir desferir algum golpe efetivo no rapaz. Caso não conseguisse dar toda a sequência de golpes, ele pelo menos focaria os golpes na barriga do oponente, tentando cansá-lo.

Essa seria a estratégia adotada por Akihiro, já que confiava em sua agilidade perante aquele porco gigante. Ele não ligaria para nenhuma provocação que o inimigo tentasse fazer e muito menos se afobaria. E como explicado antes, atacaria sempre depois que o grandalhão fizesse seu ataque, contando que sua agilidade vencesse a do suíno e focando seus ataques na barriga a princípio.

Se aquilo fosse o suficiente para parar o porco, Akihiro olharia ao redor, procurando seu grupo para ver como todos estavam. Ajudaria quem precisa e depois perguntaria ao Jack o próximo passo, seguindo suas instruções. Mas se aquele não fosse o fim do porco, o que era bem provável, ele continuaria em uma distância segura, preparado para se esquivar de mais golpes.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kenway
Pirata
Pirata
Kenway

Créditos : 29
Warn : Chapter I: Tonight, Tonight - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 25/11/2016
Idade : 20

Chapter I: Tonight, Tonight - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Chapter I: Tonight, Tonight   Chapter I: Tonight, Tonight - Página 2 EmptyTer 01 Ago 2017, 01:26


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
05. Caçada Pt III
Malkiham


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]A vida em um contexto geral é bela, em especial a dos humanos que, mesmo presos à ética e moral do dia-a-dia, são livres para fazerem o que bem entenderem; cada indivíduo segue seus próprios conceitos, têm sua própria visão de mundo e agem conforme lhe favorecem, mas tudo isso parece esvair quando se está rendido por um fator externo. Akihiro por sua vez vivia isso em sua carne.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]O ferreiro, que tinha em suas pernas correntes que lhe arrastavam, manteve a maior calma possível para ele naquele instante e reunia forças para tentar tirar o ganho, o porco percebia a malícia nas ações do humano e utilizava de toda a sua brutalidade para puxá-lo. A liberdade lhe veio, mas com um preço.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Desprendeu a corrente em pleno ar, chocando-se contra o chão em um baque tortuoso aos ouvidos para quem estivesse próximo o suficiente, sentiu dores em praticamente todo o corpo simultaneamente ao cair de costas, mas a adrenalina do momento permitiu que suportasse o incômodo. O suíno gargalhou e tentou um golpe descendente que por pouco fora esquivado por Akihiro, a corrente chocou contra a terra e afundou bem pouco.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Isso vai ser interessante — riu mais uma vez.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]O boxeador não perdeu tempo, se aproximou um pouco e rodeou seu oponente o mais veloz que podia, resultando no ataque do mesmo, que fora errado e deu brecha para a aproximação do humano. Já em uma distância corpo-a-corpo, desferiu ganchos em seu oponente que não teve tempo de reação para bloquear ou esquivar, já seu golpe direto em sua face fora evitado pela corrente que foi enrolada em seu braço logo em seguida e ocasionou uma cabeçada na testa de Akihiro provinda do porco, fez seu nariz sangrar e seu membro ainda estava limitado.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Alguns socos na barriga do mink foram o suficiente para fazê-lo largar o ferreiro, mas agora o pirata parecia mais determinado e concentrado.


Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Ficha
Spoiler:
 

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG!
Links para ajuda
:
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Nolan
Caçador de Recompensas
Caçador de Recompensas
Nolan

Créditos : 1
Warn : Chapter I: Tonight, Tonight - Página 2 9010
Masculino Data de inscrição : 27/12/2016

Chapter I: Tonight, Tonight - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Chapter I: Tonight, Tonight   Chapter I: Tonight, Tonight - Página 2 EmptySeg 18 Set 2017, 08:06

Todo o seu corpo doía devido ao baque no chão ao se soltar da corrente, seu braço estava machucado por causa do aperto da corrente e seu nariz estava um pouco destruído devido a cabeçada do porco, mas porque será que aquilo deixava Akihiro tão feliz? Ele sorria com as provocações do pirata desejava apenas uma coisa, mais tempo para lutar. Não havia um único pensamento desnecessário em sua mente, ele só desejava sair vencedor daquele embate e todos os seus neurônios tentavam trabalhar para isso.

Uma coisa era certa, tinha que admitir que aquele cara era durão e que sua cabeça era bem dura, mas seu maior problema era a corrente. Ele pensava em um jeito de derrotar aquela arma tão problemática para alguém com tão pouco alcance enquanto rodeava-o a uma distância segura. Então deliberando rapidamente, decidiu avançar de uma vez e tentar ser mais rápido que o porco.

Ele sabia que ao esquivar do primeiro golpe desferido pelo porco, estaria livre para atacar enquanto a corrente era recolhida, então decidiu tentar uma coisa. Ele não tiraria os olhos do porco enquanto avançava, tentando perceber o momento que ele lançaria sua corrente. Ele tentaria entre três evasões a depender de como o porco lançasse a corrente. Com ela sendo lançada em linha reta, Akihiro daria um grande passo na diagonal e com outro impulso, se lançaria para o pirata tentando desferir com o máximo de força um golpe em seu rosto.

Caso o golpe fosse outra vez mirado em suas pernas ele tentaria vencer a distância entre o porco e ele com um salto, tentando desferir-lhe um soco também em seu rosto ainda no ar. Com a distância vencida, ele desferiria um gancho no queixo do pirata com sua mão esquerda e um direto de direita bem no meio do seu rosto. E se por um acaso ele decidisse mirar sua cabeça, ele faria praticamente o mesmo que na primeira ocasião, a única diferença seria que ele se esquivaria para a esquerda e ao ter diminuído bem a distância, lançaria um cruzado de esquerda na têmpora do seu oponente e dois ganchos rápidos, um em sua barriga e outro em seu queixo.

Terminadas as ações, para seu sucesso ou desgraça, Akihiro se afastaria, sempre alerta a novos ataques , enquanto tentaria checar como seus companheiros estavam se saindo com seus combates.



Off, para o Punk:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Punk
Pirata
Pirata
Punk

Créditos : 13
Warn : Chapter I: Tonight, Tonight - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 01/07/2013
Idade : 28
Localização : No barco

Chapter I: Tonight, Tonight - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Chapter I: Tonight, Tonight   Chapter I: Tonight, Tonight - Página 2 EmptyQui 21 Set 2017, 13:27



“Quão fácil é corromper os homens, e quão difícil é torná-los justos.”

O aspirante a caçador se sentia feliz, sim, por enfrentar um oponente forte, talvez o mais forte dos piratas. O mink tinha uma pequena vantagem, pois, tinha distância segura para combater o boxeador. Enquanto os companheiros de Akihiro no momento estaria com mais sorte no combate. O porco ainda dava uma risada, também parecia está se divertindo com seu oponente, então segurava suas correntes com um pouco mais de firmeza e o mesmo disse:

— Vou derramar seu sangue. (Risada)

O Mink então tomava a iniciativa com sua corrente, o alvo era novamente as pernas do aspirante a caçador de recompensa, que imediatamente tentava um salto para se esquivar diminuindo a distância. A corrente ainda acertava a perna de Akihiro, mesmo com seu movimento o jogando ao chão e fazendo um machucado em sua perna, também deixando o seu corpo todo dolorido. O mink caia na gargalhada, tentando se aproveitar da situação, tentaria se aproximar do seu inimigo, com um ar de zombamento, para pisotear o ruivo, mesmo com o copo cheio de dor ainda conseguia fazer um movimento.

O pirata andava meio que desengonçado querendo se divertir, pois, o rapaz ali conseguia se levantar meio que se esquivando do pisão do porco, sim, no chão fazia o movimento para o lado. Na sequência levantava emendando um gancho no queixo do mink, que daria uns três passos para trás, podia ver o sangue suíno antes dele ir caminhando para trás sair de sua boca e voar até o seu rosto. O Mink passava a mão sobre sua boca, olhava aquele sangue escorrendo e ficava furioso, tão nervoso que ficava ainda mais rosado então ele disse:

— Olha só o que você fez, prepare-se vou destruir você, não, vou matar você. Será lavagem de porco... (uma pausa) … Julgo que ai não, bom, você vai morrer!!

Como o nosso aspirante a caçador sairia dessa situação agora, pois, a luta parecia bem equilibrada, ambos estavam machucados, porém, seu corpo todo também estava dolorido, além do novo ferimento em sua perna.

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Nolan
Caçador de Recompensas
Caçador de Recompensas
Nolan

Créditos : 1
Warn : Chapter I: Tonight, Tonight - Página 2 9010
Masculino Data de inscrição : 27/12/2016

Chapter I: Tonight, Tonight - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Chapter I: Tonight, Tonight   Chapter I: Tonight, Tonight - Página 2 EmptyQui 12 Out 2017, 00:14

Akihiro tentava analisar da maneira mais calma que conseguia a sua situação até ali no combate. Sua perna queimava do último corte feito por aquela maldita corrente e seu corpo começava a sentir os problemas de ser jogado frequentemente no chão e sinceramente? Aquele ditado “quanto maior o tamanho, maior a queda” nunca foi tão bem aplicado como nessa situação. Ele também não sabia o quão rápido poderia se mover com a perna daquele jeito, então sua mente buscava uma solução para aquele embate, numa distância segura do seu combatente, que não causasse mais danos ao seu corpo, ou sua derrota. Então ele olharia ao redor e tentaria ver se seus dois companheiros haviam acabado suas lutas, caso tenham, ele viraria e perguntaria:

— Eeeei seus malditos, vocês poderiam me emprestar alguma algo que me ajude derrotar esse idiota. É simplesmente ridículo de chegar perto de um cara assim só com os punhos.

Se algum dos seus companheiros tivesse acabado de lutar e emprestasse sua arma ele avaliaria-a. Seu peso, balanço, equilíbrio e testaria seu corte arrancando um pequeno pedaço do seu cabelo. A partir daí uma outra batalha se iniciaria.

Mas caso seus companheiros ainda estivessem presos em seus embates ele teria que pensar em outra coisa o mais rápido que podia. Enquanto pensava em tal situação, andava ao redor do porco para checar as condições de sua perna, então algo vem à sua mente:

— Está bravinho porquinho? — Provocava Akihiro. — Pode relaxar, eu não consegui deixá-lo mais feio que a vadia da sua mãe. E o que é essa corrente ai? O fio-dental que tua mãe usa fincado no rabo pra se apresentar no puteiro? Lute como homem, lute com suas mãos! - Caso a provocação desse certo e o mink perdesse a calma, Yoshida ficaria atento pois seu ataque seria feroz, mas descuidado. Torcendo para que ele viesse de mãos nuas Akihiro esquivaria em guarda de seus ataques  enquanto recuava, sempre mantendo uma distância segura de suas mãos pesadas esperando uma oportunidade, sempre prestando atenção aos seus pés com sua visão periférica. Assim que seu oponente apoiasse o pé esquerdo no chão, o jovem rapaz lançaria um counter com sua mão esquerda outra vez no queixo do porco com toda a força que ele dispunha naquele momento, usando este movimento contrário para causar o máximo de dano possível e não importando o resultado, ele se afastaria e analisaria a sua situação no combate.

Mas caso o porco não cedesse a provocação, Akihiro continuaria a rodea-lo até estar entre a casa e ele. Então gritaria:

— Então é lá que vocês estão vivendo? Quero ver se acho a foto da sua mãe pra prestar uma homenagem. - E caso ele não entendesse ou não não ficasse verdadeiramente furioso, o jovem rapaz ainda adicionaria um movimento pélvico característico que aquele cérebro suíno realmente entenderia instintivamente, então correria a todo vapor para a casa. A corrente não seria tão efetiva lá dentro em espaços fechados. Então o rapaz entraria no máximo de cômodos possíveis a procura da cozinha. “Facas… preciso de facas” pensava enquanto procurava a cozinha salvadora. Enquanto procura, tomaria cuidado com as investidas de seu oponente, sempre preferindo recuar ao enfrentá-lo cara a cara até achar alguma lâmina ou algo que possa ajudá-lo em sua luta. Caso não ache ele pensaria em outra estratégia que se encaixe melhor ao seu background atual.

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Punk
Pirata
Pirata
Punk

Créditos : 13
Warn : Chapter I: Tonight, Tonight - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 01/07/2013
Idade : 28
Localização : No barco

Chapter I: Tonight, Tonight - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Chapter I: Tonight, Tonight   Chapter I: Tonight, Tonight - Página 2 EmptyDom 15 Out 2017, 23:50


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


O risco de uma decisão errada é preferível ao terror da indecisão.

O aspirante a caçador se preocupava com a distância segura que o Mink conseguia ter sobre ele. Pensava em uma solução na sua mente, talvez um desespero de Akihiro, procurava ajuda com seus companheiros, sim, para que alguém pudesse emprestar uma arma. O ruivo se via em desvantagem, sim, as correntes do pirata o colocava em uma situação bem favorável. Os outros apesar de estarem bem mais confortáveis ainda não havia ganho seus combates, então era depender da própria força, o momento de ter fé em si mesmo, lembrar-se do homem que se tornou, do grande boxeador que é. Olhando para o ruivo o porco com um tom bem sádico e, ao mesmo tempo, demonstrando uma certa raiva falou:

— Desculpe-me, roinc, já acabou a piedade, roinc.

Yoshida então partia para uma nova estratégia, tentando irritar seu adversário e já começava com insultos para a mãe de seu oponente. Sua tentativa era chamá-lo para um combate corpo a corpo. Por um lado até funcionava vendo que o Mink tem um pavio bem curto, por outro não. Em nenhum momento o pirata parecia desistir de lutar com sua arma, enquanto o ruivo ia insultando cada vez mais seu adversário, antes que terminasse sua fala recebia um ataque direto em seu ombro esquerdo. Bastante sangue ia escorrendo era um golpe forte, parecia doer bastante e o porco disse:

— Ora seu.... roinc, como ousa falar de mãinha.. Roinc, roinc!! Eu vou te amarrar e te assar igual um porco... roinc.... ops é ... Bem, roinc.

Mink perdido em suas próprias palavras, não era o dos mais espertos, aproveitando esse momento que Akihiro com a perna machucada e o ombro esquerdo ferido foi rodeando. O pirata buscava a palavra certa, mais não deixava sua guarda baixa ia seguindo o mesmo com os olhos e suas correntes sempre pronta. Quando chegou em um certo ponto o aspirante a caçador correu o máximo que conseguiu para dentro da casa e o percebendo isso o pirata furioso disse:

— Você já entendeu o que eu disse!! Roinc, Roinc. Vou assar você, roinc!!

Um hall amplo preenche boa parte da casa, com uma lareira de mármore negro de um lado uma escadaria espiralada e mármore vermelho. Acima da lareira, montada na parede, está uma espada bem velha. As paredes de madeira são esculpidas com imagens, algumas bem bonitas e também possui um quadro, é um nu artístico da senhora porcalhona a mãe dos piratas. Também dali já é possível ver a cozinha o que nosso aventureiro ferido irá fazer agora? Pode ouvir os passos pesados de seu adversário e o horripilante som das correntes sendo arrastada. Irá combate-lo? Prestar uma homenagem à Senhora Porcalhona?

— ROINC , ROINC


xXx Histórico xXx
Em construção.


xXxOFF xXx
Por gentileza ponha o histórico no próximo post.




____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Nolan
Caçador de Recompensas
Caçador de Recompensas
Nolan

Créditos : 1
Warn : Chapter I: Tonight, Tonight - Página 2 9010
Masculino Data de inscrição : 27/12/2016

Chapter I: Tonight, Tonight - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Chapter I: Tonight, Tonight   Chapter I: Tonight, Tonight - Página 2 EmptyDom 22 Out 2017, 16:31

A luta estava ficando cada vez mais complicada a cada momento que passava. O nosso herói estava em desvantagem e nada podia fazer. Mas sua maior burrice foi se concentrar demais nos insultos que despejava sobre a mãe do porcaralho. Nem se distanciar funcionou, já que o suíno havia vencido a distância entre eles com facilidade e lhe aplicou um soco que se não inutilizou o seu braço esquerdo por completo, chegou bem perto. Ele sangrava e Akihiro não sabia se estava quebrado, luxado ou se era apenas um corte profundo, mas utilizá-lo naquele combate seria impossível. Lutar com aquele porco de mãos nuas era incrivelmente irritante, então Akihiro alimentou um pouco a esperança de encontrar alguma arma branca dentro da casa. Ele rodou o porco como se espreitasse uma presa como havia fazendo em todo o combate e quando o casarão ficou atrás de suas costas ele se virou e correu para dentro.

A todo momento o suíno gritava insultos, mas a bem da verdade, eles eram bem sem graça, mesmo assim Yoshida estava tão concentrado em ganhar aquele embate que via sua boca mexer, mas nem ouvia o que o projeto de rolha de poço dizia. Assim que ele entra na casa, percebe que o espaço do hall é bem amplo e a casa tinha seus luxos. Suas paredes decoradas com finos desenhos na madeira demonstravam que aquela casa podia pertencer a uma pessoa/família rica, havia materiais como mármore e a lareira era bem requintada, mas havia dois detalhes que chamavam a atenção do caçador. A espada velha que convenientemente estava posta acima da lareira e sinceramente, a coisa mais horrenda que qualquer um poderia ver na vida.

Vendo aquilo, quase que Akihiro entregava sua vida para o pirata que o perseguia para dentro da casa. Era um nu artístico da mãe do porco que ele tanto xingou e se ele não precisasse dos olhos para viver, já havia arrancado-os com as próprias mãos. O choque o havia distraído por poucos segundos, mas ele temia que fosse o suficiente para o porco o alcançar. Então correria para a lareira o mais rápido que conseguia no seu atual estado e tiraria a espada de seu local de descanso, ela não só parecia velha, ela era velha, mas deveria servir para um combate.

Seu primeiro pensamento era ir para a cozinha buscar algumas facas, mas aquela espada servia bem melhor ao seu propósito. Com a confiança renovada de uma arma em sua mão, ele decide esperar o porco no hall já que era amplo o bastante para haver uma boa disputa. Querendo ou não, Akihiro estava se divertindo, aquilo o fazia sentir cada vez mais vivo. Era isso que ele buscava quando saiu de sua vida monótona de ferreiro. Antes do porco entrar ele decidira ser mais agressivo com a espada na mão. Havia anos que ele não lutava daquela forma. Ele havia aprendido aquele estilo com seu pai e convenientemente, seu ombro não o atrapalharia em nada. Assumindo sua posição de combate ele se posicionaria lateralmente, a espada a sua frente e seu ombro ferido protegido.

Assim que o porco abrisse a porta, Akihiro aproveitaria o espaço apertado da entrada e avançaria o mais rápido que conseguia em suas condições e desferiria dois golpes, um corte horizontal da direita para a esquerda na barriga grande e gorda do porco e uma estocada direcionada ao queixo do porco. Não seguro que aquilo funcionaria, já que o seu oponente já provara que era um lutador de grande valor, ele estaria preparado para se abaixar caso necessário e então cravaria a espada na panturrilha gorda do porco, embolando para trás e tomando distância do seu oponente depois disso. Havia a alternativa de, na situação anterior, o caçador esquivar para os lados, então se necessário esta evasiva lateral, ele focaria nos braços do seu oponente, desferindo um, dois cortes e se afastando em seguida. Sempre em guarda pronto para bloquear a corrente com sua espada. O jovem sempre se moveria lateralmente e atacaria caso o porco desse passos para dentro da casa, ele não queria perder a vantagem dele não ter espaço.

Se o porco atacasse suas pernas, Akihiro esquivaria para o lado ou para trás e atacaria o braço da corrente e a lateral do corpo do porco com estocadas e cortes na diagonal. Para socos, o caso seria bem mais fácil, se os socos fossem desferidos mirando sua cabeça, ele se esquivaria para o lado do soco e cortaria a barriga de seu oponente com um corte horizontal e se distanciaria o máximo que podia para longe de uma possível retaliação, caso não fosse rápido o bastante, usaria a parte achatada da espada para ao menos diminuir um pouco a fora do golpe. Se o porco conseguisse entrar na casa, ele mudaria de cômodo, iria enfim para a cozinha e o esperaria dentro dela para usar da mesma estratégia que usou na porta.

— Já se cansou porquinho? Ou quer mais?


Para falar a verdade, ele não estava tão confiante quanto essa fala demonstrava. Se o porco já estivesse derrotado, Akihiro iria alegremente para a cozinha, arranjaria uma sacola, arrancaria sua cabeça e levaria para os outros. Quando saísse da casa, deixaria a espada no chão e tentaria ver a situação que seus atuais companheiros se encontravam, esperava que a cabeça do seu líder desanimasse os lutadores remanescentes e alegrasse os seus aliados. Se não, Akihiro continuaria alerta, espada em punho e pronto para continuar a fatiar bacon.

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Hyde
Civil
Civil
Hyde

Créditos : Zero
Warn : Chapter I: Tonight, Tonight - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 04/11/2010
Idade : 17

Chapter I: Tonight, Tonight - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Chapter I: Tonight, Tonight   Chapter I: Tonight, Tonight - Página 2 EmptyDom 22 Out 2017, 16:45

Um novo dia uma nova ilha, Hyde já podia sentir o gosto dos vinhos que tinham a fama de serem os melhores do planeta, na mente do gatuno ele havia acabado de pousar em Micqueout, no entanto os deuses que regem a historia do artista não são tão gentis com o mesmo e no momento o Lilliputano se encontrava em  Malkiham Island.

- Meu amigo... Joseph ta na hora de troca essa sua perna de pau por um estabilizador de voo... - O rapaz tentava organizar suas roupas enquanto observava ao seu redor, sua viajem não fora das melhores afinal o pequenino ainda não mostrava maestria em montar seu caro amigo Lôro Joseph - Pequenino é piranha da sua mãe, outra coisa puta ideia estupida essa de eu não poder nascer sabendo montaria... queria saber quem caralhos aprovou isso.

As vezes Hyde se irritava e começava a bravejar com aqueles que ele julgava estarem escrevendo a historia de sua vida, para o ambidestro esses seres poderiam ao menos fazer com que ele conseguisse mais bebidas de graça ou mesmo encontrasse uma ilha onde tudo e todos fizessem musicas.

- Vambora papagaio que esse seu voo de terceira fez com que eu perdesse minha gaita e a breja, temos que conseguir outras... priorizando a cachaça obviamente, ou deveria dizer vinho... bom se tiver álcool serve qual quer um  - Dito isso Hyde iria tentar encontrar alguma loja que vendesse instrumentos musicais ou a loja de vinho famosa que ele havia ouvido alguns marujos falando anteriormente.

____________________________________________________

~ Legenda ~
Citação :
Pensamento ~ #298e9a
Fala ~ #C85A17
Narração ~ #e3e3e3

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Punk
Pirata
Pirata
Punk

Créditos : 13
Warn : Chapter I: Tonight, Tonight - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 01/07/2013
Idade : 28
Localização : No barco

Chapter I: Tonight, Tonight - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Chapter I: Tonight, Tonight   Chapter I: Tonight, Tonight - Página 2 EmptyTer 24 Out 2017, 20:19


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


O risco de uma decisão errada é preferível ao terror da indecisão.

Akihiro pego a espada velha que servia de enfeite em cima de uma lareira e se colocou em posição de combate. Inicialmente protegia seu ombro machucado em seu pensamento tentaria usar o pequeno espaço da casa como vantagem. O mink vinha preparado para o combate, o som das correntes arrastando pelo chão causava um desconforto muito grande. O ruivo então partia para o ataque com um golpe horizontal da direita para a esquerda. O pirata usava suas correntes como defesa, enrolava sobre a espada e jogava Yoshida ao chão, mostrando uma enorme maestria mesmo em espaço curto, porém, Akihiro não havia levado nenhuma lesão nesse contra-ataque.

Agora com a corrente enrolada na espada o porco perdia m pouco da sua utilidade, Yoshida segurando a espada a tornava meio que sem utilidade então o criminoso partia para cima. Sabia que precisava soltar suas correntes para continuar utilizando, mas o mesmo estava tão confiante que ia para golpes físicos. Ele tinha na mente os ferimentos do aspirante a caçador de recompensas. Que estava ali caído no chão observava seu oponente vim com muita velocidade apesar de todo o seu tamanho, porém, o civil ainda conseguia usar sua espada e segurava firme a mesma.

O rosado então começava a enforcar Yoshida que estava ali caído, só que não estava conseguindo fazer com força suficiente. Segurando firme sua espada enquanto o mink tentava enforcá-lo o mesmo enfiava em seu adversário, iria cravando a mesma contra seu adversário. Ficaria aquela disputa de força o mink que não era muito hábil em lutar sem suas correntes e a cada segundo o ruivo cravaria ainda mais sua espada. O porco já estava babando e Yoshida podia ver bem de perto aquela cena nojenta enquanto ele forçava e sentia a dor da espada. Uma baba então caia sobre o rosto de Akihiro e ele sentia a espada quebrar dentro do corpo do mink, também sentia que o porco começava a soltar seu pescoço. Ali em volta observando notaria que o pirata havia perdido muito sangue uma poça enorme em volta do mesmo.

O criminoso o soltava completamente então o boxeador tiraria o corpo do inimigo de cima e falou. “— Já se cansou porquinho? Ou quer mais?” Só que o mesmo já não respondia mais, o aspirante a caçador enfim após um duro combate conseguia seu objetivo, à sua primeira caçada tinha sido bem complicada. O ruivo estava ferido, sangrando, além de sujo com o sangue do Mink e também com rosto sujo com a baba do mesmo. Então o jovem iria até à cozinha e pegaria uma faca, uma arma quase sem corte e uma sacola e então com muita dificuldade começaria a cortar a cabeça de seu inimigo.

Enquanto iria cerrando seu o bacon, os seus companheiros de missão logo chegaria até a casa eles olhariam aquilo e perguntaria: “ – Tudo bem com você, parece machucado teve problemas.” Os dois estavam limpos, parece que não tiveram nenhuma dificuldade contra seus adversários. O que Akihiro faria agora?

xXx Hyde xXx

Era uma manhã como outra qualquer, o sol emanando calor, transmitindo seus raios solares a toda ilha, o céu extremamente azul sem qualquer nuvem apenas agregava a beleza do sol, era quase que uma pintura. Hyde um Lylliputano parecia bravo com seu papagaio e seu vou de terceira que havia feito o mesmo perder sua bebida. Com isso o civil caminharia pelas ruas de Malkiham em busca de uma loja de instrumentos musicais ou de vinho. Enquanto andava podia usar a sombra das pessoas para se esconder do sol, Joseph ia seguindo o mesmo.

Após algum tempo andando encontrava uma loja a qual do lado de fora já poderia enxergar varios tipos de instrumentos musicais. Conseguia notar guitarras, baixos e violão pendurados na parede. A loja não era muito grande e também não era muito movimentada, na mais pura realidade não tinha nenhum cliente. Dentro da loja o vendedor estava limpando algumas coisas, era um homem alto, não muito músculoso, usava roupas simples sendo uma camisa branca e calça jeans. Sua pele era clara e seus olhos na cor castanha. O mesmo ainda não havia notado a presença de Hyde.




____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Nolan
Caçador de Recompensas
Caçador de Recompensas
Nolan

Créditos : 1
Warn : Chapter I: Tonight, Tonight - Página 2 9010
Masculino Data de inscrição : 27/12/2016

Chapter I: Tonight, Tonight - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Chapter I: Tonight, Tonight   Chapter I: Tonight, Tonight - Página 2 EmptySex 27 Out 2017, 18:43

Dentro da casa e perto da porta estava nosso caçador em treinamento no seu primeiro desafio. E que desafio estava sendo até aquele momento. Com uma de suas pernas e seu braço esquerdo machucados, o jovem não tinha mais espaço para erros. Sua respiração arfava e seu coração batia rápido, era aquele tipo de adrenalina que ele procurava quando saiu de sua casa e de seu trabalho de artesão. Mesmo assim, não esperava que fosse ter tantas complicações. Quando a porta se abriu, ele tentou usar o pouco espaço que o suíno tinha para se mover para atacar-lhe com a espada, movimento que seu adversário já esperava e o bloqueou com certa facilidade enlaçando a corrente à espada do aspirante a caçador e derrubando-o no chão. Para a sorte do inexperiente Yoshida, o mink não o desarmou antes de tentar finalizar a luta, o que foi um terrível erro.

O procurado achava que Akihiro estava fraco demais para revidar e um simples estrangulamento, porém o seu braço bom ainda segurava firme a espada. O estrangulamento fazia certo efeito, deitado no chão o ruivo mal conseguia respirar, mas tinha ali o suficiente para poder revidar. Fincou a espada o mais forte que podia no adversário que tentava subjugá-lo e ambos ficaram por um tempo nessa briga de resistência para ver quem cederia primeiro.

O rosto do porco estava muito perto ao dele e felizmente o ferreiro foi vendo aos poucos suas expressões avisarem, antes dos movimentos de seu corpo, quem sairia vencedor daquele embate. Cravou a espada tão fundo no abdômen do seu oponente que ela até quebrara no processo. O rosto do suíno passou rapidamente de pura confiança ao desespero profundo de ver que seu tempo na terra acabara, baba saia de sua boca e melou um pouco do rosto do então vencedor Akihiro que nem ligou, já que estava totalmente coberto de sangue.

Ele tirou com certa dificuldade o porco de cima de si e despejou palavras vazias de provocação ao seu oponente vencido e morto que só demonstravam o quanto tinha sido difícil aquele embate. Para uma pessoa calma como ele, aquilo era o mais perto que tinha chegado na vida de perdê-la e isso ficará gravado em sua mente mesmo depois de muito tempo. Com a luta finalizada, Akihiro ia para a parte desagradável, que acabou nem sendo tão desagradável assim. Já que aquela merda de pirata havia dado tanto trabalho, cortar sua cabeça, mesmo com uma arma de pouco corte, seria um grande exercício de relaxamento, mesmo que isso fosse meio macabro de certo modo.

Enquanto ele tentava serrar aquele toucinho gigante seus companheiros Jack e o garoto espadachim chegavam a porta dizendo:

– Tudo bem com você, parece machucado teve problemas.

Akihiro olhava para eles com um sorrisinho tranquilizador e falava:

— Está tudo bem, um calcanhar meio esfolado e um braço que não sei a real situação. — Tentaria movimentá-lo e arquejaria de dor se o ferimento fosse para tanto.
— Acho que vou precisar de tratamento médico além de um banho. Vocês com certeza devem saber de um lugar que atendem a esses requisitos, não é mesmo? — e lançaria um olhar de cumplicidade para os dois a sua frente enquanto tentava terminar o trabalho na cabeça do procurado. Mesmo se não houvesse nenhuma pergunta, Akihiro acabaria se explicando devido a situação estranhamente macabra em que se encontrava num tom meio despreocupado.

— Ah, isso aqui? Me desculpem por isso. É que não há nenhum QG aqui, então ficar levando o corpo desse grandão aqui daria trabalho demais, acabei pensando que era melhor cortar a sua cabeça. Alem de ser um bom exercício para extravasar a raiva. — e completava meio feliz. — Meu primeiro procurado, queria arrancar a cabeça eu mesmo.

Assim que acabasse de cortar a cabeça, o ruivo colocaria-a numa sacola que achou na cozinha, deixaria a faca e o corpo no chão e perguntaria:

— Vocês tem algum freezer para conservar isso aqui por um tempo? — e olhava para sua roupa com digna tristeza. — Tem mais vermelho em mim do que estou habituado. Vocês podem me levar onde vocês normalmente tratam suas feridas e descansam depois de um longo dia de trabalho?

Akihiro os seguiria onde quer que eles fossem tentando prestar atenção ao ambiente que o rodeava, mas isso poderia ser meio engraçado. Tentaria ver a reação do povo ao passar por eles melado de sangue com uma sacola também ensanguentada. Tentaria dar o seu melhor e mais sincero sorriso de pedido de desculpas para as mais assustadas e para ser sincero, acharia bem estranho qualquer outro tipo de reação.



Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Hyde
Civil
Civil
Hyde

Créditos : Zero
Warn : Chapter I: Tonight, Tonight - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 04/11/2010
Idade : 17

Chapter I: Tonight, Tonight - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Chapter I: Tonight, Tonight   Chapter I: Tonight, Tonight - Página 2 EmptyDom 29 Out 2017, 14:56

A temperatura estava agradável e sol esquentava levemente a pele do civil, fazendo com que a caminhada fosse confortável. Joseph estava estranhamente quieto, Hyde acreditava que a pobre ave devia estar sedento de alguma boa bebida, no entanto se esqueceu desse preocupação momentaneamente após avistar um dos seus objetivos que era uma loja de instrumentos musicais.

- Veja joseph, violões... vamos conseguir alguns instrumentos, depois conseguimos alguma bebidas e podemos parar em algum lugar para relaxar... - Enquanto o gatuno caminhava em direção a loja ele percebia que a mesma não estava muito movimentada, parecia que o dono do estabelecimento estava tendo tempos difíceis já que no estabelecimento só era possível ver um empregado terminando seus afazeres - Que loja parada... ele deve ser o dono, bom contanto que consiga instrumentos de qualidade não me importo com o resto.

Sem demoras artista entraria a loja e iria procura se aproximar de onde o homem parecia estar limpando algumas coisas, com sua voz em tom pujante falaria - Oh meu parça, a parada é a seguinte to precisando de um violão e de uma harmônica cromática de preferencia em 64 vozes... - Ao terminar de falar ele buscaria observar a ação do homem, por experiencia própria hyde sabia que humanos no geral não estavam acostumados com os Lilliputanos.

No caso de o vendedor trouxesse um ou ambos os instrumentos o rapaz pediria para tocá-los  antes que discutissem algum preço para ambos os aparatos - Vamos ver se essas belezinhas possuem o necessários para criar um obra de arte...

Se estivesse com o violão em mãos ele buscaria um local vazio em cima de algum balcão para assim o vendedor pudesse vê-lo melhor  e então começaria lentamente a dedilhar as cordas do instrumento e após alguns segundos de solo começaria a fazer com que sua doce voz soasse estrondosa por toda a loja.

- ♪The wolf he has claws, fangs and old scars♪

Spoiler:
 


E então ao terminar de cantar a música ele pegaria a gaita e começaria a tocar a mesma, caso o vendedor só tivesse lhe trazido a harmônica ele tocaria ela do mesmo jeito.

Spoiler:
 

Então o gatuno perguntaria quanto um ou ambos os instrumentos custariam e caso o valor fosse superior a 35 mil berries ele mandaria essa - Meu amigo... Joseph olha esse puto tentando me roubar em plena luz do dia... meeee... ou tio isso ta caro não? te dou no máximo 40 mil berries... - então o gatuno esperaria a resposta do vendedor, caso esse não aceitasse essa proposta o artista voltaria com uma nova proposta - Meu amigo, que vendedor é esse que não esta disposto a negociar, bom se esse é seu preço final espera 30 minutos que vou pedir esmola fazendo um pequeno show de rua aqui na frente da sua loja...
o Joseph caralho tu vai me ajudar seu bosta, enquanto vou tocar tu vai ficar do meu lado fazendo cara de coitado...
- o gatuno faz uma pequena pausa e então volta - Melhor, tio escreve ai num papel pra min vai 'Ajude-me a comprar uma protese melhor ass. Lôro Joseph', sim... isso vai ser perfeito os humanos gostam de ajudar animais,
nunca entendi por que eles não gostam de ajudar outros humanos...


Então Hyde com muita calma sairia pela porta da frente para cumprir seus planos, caso o vendedor fizesse algo para impedi-lo o gatuno tentaria mais uma vez combinar um preço justo com o vendedor, e com justo quero dizer algo que ele conseguisse pagar e ainda sobrasse o dinheiro para a bebidinha.

____________________________________________________

~ Legenda ~
Citação :
Pensamento ~ #298e9a
Fala ~ #C85A17
Narração ~ #e3e3e3

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Chapter I: Tonight, Tonight - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Chapter I: Tonight, Tonight   Chapter I: Tonight, Tonight - Página 2 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Chapter I: Tonight, Tonight
Voltar ao Topo 
Página 2 de 6Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: North Blue :: Malkiham Island-
Ir para: