One Piece RPG
Brand New World - Página 4 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Evento Natalino - Amigo Secreto
Brand New World - Página 4 Emptypor ADM.Tonikbelo Hoje à(s) 12:00 am

» I - Conhecendo o mundo
Brand New World - Página 4 Emptypor Bijin Ontem à(s) 10:58 pm

» [KIT] Slade Wilson
Brand New World - Página 4 Emptypor Achiles Ontem à(s) 10:22 pm

» O vagabundo e o aleijado
Brand New World - Página 4 Emptypor Ghastz Ontem à(s) 8:15 pm

» [FP] Kozuki Orochi
Brand New World - Página 4 Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 5:34 pm

» Kozuki Orochi
Brand New World - Página 4 Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 5:34 pm

» (Mini) Gyatho
Brand New World - Página 4 Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 5:30 pm

» [Mini-Theodore]
Brand New World - Página 4 Emptypor Shroud Ontem à(s) 4:26 pm

» Sette Bello
Brand New World - Página 4 Emptypor Pippos Ontem à(s) 2:38 pm

» I - Pseudopredadores
Brand New World - Página 4 Emptypor Megalinho Ontem à(s) 1:39 pm

» Teleton Chronicles I: Retaliação
Brand New World - Página 4 Emptypor Midnight Ontem à(s) 1:16 pm

» Drake
Brand New World - Página 4 Emptypor CrowKuro Ontem à(s) 1:15 pm

» Unbreakable
Brand New World - Página 4 Emptypor Ainz Ontem à(s) 12:20 pm

» Cap. 1: Laços entrelaçados, as chamas da revolução se erguem!
Brand New World - Página 4 Emptypor Kenshin Himura Ontem à(s) 12:05 pm

» Shaanti Mochan
Brand New World - Página 4 Emptypor GM.Furry Ontem à(s) 8:21 am

» Alipheese Fateburn
Brand New World - Página 4 Emptypor GM.Alipheese Ontem à(s) 7:59 am

» Nox I - Loucura
Brand New World - Página 4 Emptypor Jin Ontem à(s) 3:32 am

» Kime's here
Brand New World - Página 4 Emptypor Kimerado Ontem à(s) 1:35 am

» あんみつ - Anmitsu
Brand New World - Página 4 Emptypor Skÿller Sex Dez 13, 2019 9:27 pm

» [ficha] Hinata Bijin
Brand New World - Página 4 Emptypor ADM.Senshi Sex Dez 13, 2019 8:02 pm



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG

Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


Compartilhe
 

 Brand New World

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4
AutorMensagem
Lancer
Civil
Civil


Data de inscrição : 22/06/2015

Brand New World - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Brand New World   Brand New World - Página 4 EmptyTer Nov 21, 2017 8:00 pm

Até eu comecei a temer pela Diana. Mas agora a única coisa que podia fazer que podia fazer era acreditar que elas estavam bem.
Dessa forma, iria começar a explorar o navio mais a fundo. Ia abrir as portas de forma a ver o que estava em cada uma delas, talvez consegui-se encontra-las, talvez não. Ou talvez apenas encontraria os cadáveres delas.
Queria acreditar que a ultima hipótese não iria acontecer. Enquanto isso ia-me manter atento, pois caso ainda estivesse aqui alguém e me tentasse atacar, iria defender com o meu bastão e afastar-me um pouco enquanto pensaria como contra-atacar.
Enquanto apenas estivesse a vasculhar e a abrir as varias porta, ia prestar atenção as manchas de sangue e aos diversos desenhos, enquanto pensaria:

- Se as pessoas daqui foram morta por laminas como espadas, de certeza que deve haver linhas de sangue que escorre das laminas. - Fazendo uma pausa. - Se for esse o caso, dá para ver para onde o assassino se dirigiu depois de matar as pessoas que estavam aqui.

Outra coisa que me estava a intrigar eram os diversos desenhos em papeis. Poderiam ser qualquer coisa, como mapas ou até mensagens escondidas. Por outras palavras, poderiam ser pistas que nos indicassem o que se passou ou para onde deveria-mos seguir.
Ter sido um filho de um marinheiro estava a fazer-me pensar assim, pois lembraria-me que o Erick sempre me dizia que existe uma pista escondida em todos os locais que nos podem ajudar a perceber o que se passou.
Assim, iria continuar a entrar por aquele navio abandonado, mas ia-me mantendo encostado a uma parede e usando o meu bastão como bengala de forma a manter o equilíbrio e forma que me facilita-se o seu uso para defender-me de algum possível ataque surpresa.



Histórico:
 


OFF:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Sylvanas
Narrador
Narrador
Sylvanas

Créditos : 7
Warn : Brand New World - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 04/05/2013
Idade : 101
Localização : Elbaf

Brand New World - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Brand New World   Brand New World - Página 4 EmptySex Nov 24, 2017 3:07 pm

Os pensamentos e sensações de Roy variavam entre a esperança de encontrar sua irmã viva e o medo de encontra-la morta naquele navio lançado a própria sorte. - Elizabeth! - A voz de Flame em meio ao som estridente da chuva batendo no casco do navio tensionava ainda mais a corda de sentimentos naquela hora tão importante na vida dos dois.

Roy andava cambaleando por conta do balanço do barco, e prestando atenção por onde pisava usando seu bastão e as paredes para ajuda-lo, começou a seguir manchas de sangue, apenas revelando mais corpos em salas, por sorte não o corpo de sua irmã.

Haviam mais duas mulheres como aquela mortas nos corredores, o sangue ia se modificando de um mais escuro e seco na madeira do barco para um mais fresco próximo aos corpos dos cadáveres.

Depois de andar até o fundo de um corredor, a sua ultima esperança era uma porta velha de madeira escancarada. Lá dentro, após conseguir abri-la dando um empurrão, viu alguém deitado próximo a uma cama. A jovem estava suja de sangue quase completamente, seus cabelos loiros estavam quebradiços e não demonstravam vida, mas quando seu corpo recebeu um pouco da luz vinda de fora quando a porta foi aberta, um pequeno movimento demonstrou vida, era Diana... Ela estava machucada, com certeza. Sua pele estava pálida como um algodão, assim como seus olhos mostravam o medo em que ela estava mergulhada, ela não conseguia falar tamanha a fraqueza, mas ao conseguir se virar, esboçou um pequeno sorriso para o irmão que tinha a vindo resgatar. Estranhamente, porém, Roy pode notar que não ouvira mais a voz de Flame depois que tinha se separado do irmão.




Diana:
 


Off:
 


____________________________________________________


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Aventuras:
 


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Voltar ao Topo Ir em baixo
Lancer
Civil
Civil
Lancer

Créditos : Zero
Warn : Brand New World - Página 4 9010
Data de inscrição : 22/06/2015

Brand New World - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Brand New World   Brand New World - Página 4 EmptySab Nov 25, 2017 9:31 pm

Por momentos paralisei. A Diana estava ali, mas ao ver de longe, parecia que tinha chegado tarde de mais. Todo eu tremia, sempre acreditei que ela iria ficar bem, pois não queria sequer pensar na possibilidade de a perder. Aliás, essa hipótese era impossível na minha mente.

Olhando para ela, apenas dizia pequenos " Não... " com a voz trémula, mas de súbito, vi-a a mexer-se. Assim que ela virou-se para mim e vi aquele ligeiro sorriso, apesar do medo e desespero que ela estava a sentir, iria começar a chorar de alívio. Nisto iria correr até ela e assim que chegasse, iria dizer enquanto chorava:

- Graças a Deus... Estás bem... - Não conseguindo falar direito. - Graças a Deus....

A alegria de ela estar viva era tanta que não conseguia pensar em mais nada, mas mesmo assim... Não conseguia deixar de sentir-me culpado. Ela estava assim por minha causa, olhando bem para ela só via feridas e sangue. Apenas queria chorar e acreditava que estava quase a fazê-lo, pois tinha perfeita noção que a culpa disto era minha, mas tinha que controlar-me. Sabia perfeitamente que chorar não ia resolver nada, apenas tirando-a daqui e levando-a para um local seguro, conseguiria remediar a situação. Dessa forma, iria segurar ligeiramente nos cabelos dela e diria:

- Eu sei bem que a culpa é minha... E... Por mais que eu peças desculpas, nada vai mudar. - Fazendo uma pausa olhando para o chão com uma expressão depressiva. - A única coisa que posso fazer é tirar-se daqui e levar-te de volta. - fazendo outra pausa e começando a olhar para ela seriamente. - E juro que isso vai acontecer, nem que me custe a vida!

Nisto iria pegar nela ao colo, com o maior cuidado. Acreditava que ficar aqui não era boa ideia. Apenas queria tira-la deste local que provavelmente lhe deixou um grande trauma. Outra coisa que me estava a preocupar era o facto de não estar a ouvir a voz de Flames. Se eu encontrei a Diana neste estado, nem queria imaginar como ele encontrou a Elizabeth, isto é se a encontrou.

Desta forma, iria leva-la para o local onde tinha deixado Flames. Agora sentia-me numa posição ainda mais complicada. Queria acreditar que este navio estava mesmo abandonado, mas a possibilidade de ser atacado de surpresa, assustava-me imenso. Dessa forma, iria caminhar de vagar, pois não queria que a Diana se magoa-se mais com o balanço. A verdade é que indo de vagar, tinha melhor perceção do que estava a minha volta.

Tendo a cabeça da Diana encostada ao meu ombro esquerdo, estava a segurar as costas dela com o meu braço esquerdo. Desta forma, estava a usar o meu braço direito para suportar a maior quantidade do peso dela, mas caso precisasse de me defender, conseguiria usar o meu bastão com a minha mão direita. Porque se deixasse de a segurar com o meu braço direito, apenas as pernas dela iria descair para o chão. Dessa forma ela iria ficar encostada a mim, como se estivesse de pé, enquanto eu bloqueasse qualquer ataque com o meu bastão.

Também se poderia dar o caso de chegar ao local que queria sem nada acontecer, que era o que eu queria. Assim que chegasse, iria gritar:

- Fames! - Fazendo uma pausa. - Flames, onde estás?!

Caso ele me respondesse e viesse ter comigo, de certa forma iria respirar de alívio. Isso significaria que este estava bem. Caso ele não respondesse, era a possibilidade que eu mais temia. Isso significava que teria de procurá-lo com a Diana ao colo. Em qualquer dos casos, assim que o encontrasse, iria prestar bastante atenção nele. Lembrava-me que quando o tinha deixado, ele parecia descontrolado emocionalmente. Eu percebia o porquê, pois eu quase me descontrolei, mas sabia que tinha de manter-me atento a ele e se fosse preciso acalmá-lo. Dessa forma iria perguntar:

- Encontras-te alguma coisa? - Fazendo uma pausa de segundo - Eu encontrei a Diana, mas... Ela precisa de assistência médica. Temos de sair daqui o mais rápido possível!

Desta forma iria voltar a olhar para a Diana. Vê-la naquele estado, apenas aumentava o meu sentimento de culpa, mas mesmo assim... Não conseguia deixar de sorrir. Sorria porque ela estava viva e para mim, isso já era um motivo para continuar e tirá-la daqui.

Off:
 

Histórico:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Sylvanas
Narrador
Narrador
Sylvanas

Créditos : 7
Warn : Brand New World - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 04/05/2013
Idade : 101
Localização : Elbaf

Brand New World - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Brand New World   Brand New World - Página 4 EmptySeg Dez 04, 2017 5:32 pm

Ao ver sua irmã deitada, Roy pensou logo no pior mas esperou certamente no melhor, e ao vê-la se movendo não conseguiu controlar suas lagrimas que saíram rolando ao encontro do chão do navio. - Graças a Deus... Estás bem... - Soluçou em meio ao choro e continuou após reunir forças.  - Graças a Deus.... - Segurou a garota tão frágil nos braços e se desculpou sem motivos. - Eu sei bem que a culpa é minha... E... Por mais que eu peças desculpas, nada vai mudar. - Respirou fundo e continuou. - A única coisa que posso fazer é tirar-se daqui e levar-te de volta. - Encheu-se de motivação e então pôs fim a conversa. - E juro que isso vai acontecer, nem que me custe a vida! - Retirou-a do chão e a carregou nos braços, era difícil carregar o bastão junto ao corpo enquanto a carregava, mas o jovem mantinha a guarda alta pois havia colocado na cabeça a ideia de um ataque repentino ao barco a deriva, o que não era incomum naquelas áreas.

- Flames! - O jovem gritou pelo seu irmão, mas não ouviu resposta. Carregando sua irmã, Roy percebeu que ela tinha um ferimento profundo nas costas. - Flames, onde estás?! - Gritou novamente, mas não era necessário, Flames saiu de uma das portas no fundo dos quartos totalmente pálido e abalado com os olhos profundos e sem direção, como se não conseguisse ver nada. - Encontras-te alguma coisa? - Perguntou Roy, mas seu irmão não mostrou nenhuma reação, como não estivesse ouvindo. - Eu encontrei a Diana, mas... Ela precisa de assistência médica. Temos de sair daqui o mais rápido possível! - Flames agora olhava para o corpo nas mãos de Roy, mas ainda sem reação ele se sentava no chão, apoiando os cotovelos no chão largando sua espada ao seu lado. - Morta... Está morta... - Depois disso não falou mais nada.

Após segundos, algo parecia encostar no navio pois um barulho podia ser ouvido fora dele. Um sino estava tocando, era estranho ouvir aquilo no meio do mar, mas logo depois do sino, passos podiam ser ouvidos na proa acima deles, e logo depois Roy pôde ver botas descendo as escadas do lugar. Por um momento o sentimento de medo perdurou, poderiam ser inimigos ou saqueadores, mas não, era um marinheiro.

O homem de bigode olhava para toda aquela cena com espanto e logo depois gritava para fora do interior do barco, ainda encharcado. - Hey pessoal, achei algo!! Tragam um médico! - O marinheiro se virou a Roy e ainda na escada perguntou. - O que houve aqui rapaz? - O barco não estava mais balançando e a chuva parecia mais fina agora, pois o som dos pingos que antes enchiam os ouvidos como um chiado insuportável já tinham cessado.



____________________________________________________


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Aventuras:
 


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Voltar ao Topo Ir em baixo
Lancer
Civil
Civil
Lancer

Créditos : Zero
Warn : Brand New World - Página 4 9010
Data de inscrição : 22/06/2015

Brand New World - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Brand New World   Brand New World - Página 4 EmptySeg Dez 04, 2017 7:52 pm

- Morta... Está morta...

Estas palavras fizeram-me olhar para ele sem saber o que dizer. Eu tinha tido sorte, mas ele... Queria dizer ou fazer algo que pudesse ajudar, mas não estava nas minhas mãos. Fechei os meus olhos, tava tão confuso e perdido que não sabia como reagir, apenas sabia que tinha de tomar as rédeas desta situação.

Dessa forma, iria respirar fundo outra vez e iria olhar com para ele. Nisto com a ponta do meu bastão iria dar-lhe uma pequena cacetada na cabeça, como se lhe desse um estalo, mas com o meu bastão. Assim que ele começasse a olhar para mim, eu iria olhar para ela com uma cara séria e responderia:

- Não é altura para desistir! - fazendo uma pausa - É verdade que chegámos tarde, mas não podemos desistir agora! Especialmente porque ainda consegui-los salvar alguém... - Olhando para a Diana e depois voltando a olhar para Flames. - Duvido que a Elizabeth quisesse que ficasses assim por causa dela...

Se calhara estava a ser demasiado duro com ele, mas não tinha outra coisa que eu pudesse fazer. Queria que ele voltasse a si para poder-mos sair daqui sem grandes problemas, visto que se tivesse-mos que lutar nestas circunstâncias estava-mos perdidos.

Subitamente começo a ouvir um barulho estranho. Um sino? Isso só poderia ser outro barco que se estava a aproximar. Na minha mente veio logo a palavra " Problemas " pois o Erick já me tinha dito que era comum haver saqueadores e piratas no mar. Nisto iria pousar a Diana suavemente no chão.

Enquanto isso, conseguia ouvir barulho de botas, ficava cada vez mais alto, pois estavam a aproximar-se. Era impossível perceber quantos era, apenas sabia que tinha de proteger a Diana, sendo assim, segurei o meu bastão com as duas mãos e meti-me em posição de combate, virado para a porta.  Felizmente, quem entrou pela porta havia sido um marinheiro de bigodes. Assim que o vi, baixei o bastão e respirei de alívio. Enquanto isso, ele dizia para fora:

- Hey pessoal, achei algo!! Tragam um médico!
- depois virou-se para mim e perguntou. - O que houve aqui rapaz?

Ao ouvir a pergunta, baixaria a minha cabeça e iria olhar para a Diana. Eu nem conseguia imaginar o que havia passado aqui, a única pessoa que conseguia responder a isso era a Diana, mas... Será que ela, mesmo tendo estado aqui, conseguia descrever o inferno que aconteceu? Nisto iria olhar para o marinheiro dizendo:

- Isso gostava eu de saber.

Assim que chegasse o médico que aquele marinheiro havia chamado, eu iria deixar-lo fazer o que tinha de fazer para ajudar a Diana, mas não ia sair do lado dela. Não queria que mais nada acontecesse a ela. Apesar de não conseguir fazer grande coisa e de me sentir impotente nesta situação, queria estar ali para ela.

Enquanto isso, também iria olhar para Flames. Não sabia se o que lhe havia dito, fez-lhe ou não algum efeito, por isso, ele também me preocupava. Dessa forma iria virar-me para um dos marinheiros e iria dizer em voz baixa:

- Ele acabou de perder alguém que ama. - apontando para Flames. - Neste momento, ele precisa de mais ajuda e apoio que eu.

Muito provavelmente, eles iram levar a Diana para o barco deles e eu iria acompanhá-los, tinha decidido que não a voltaria a abandonar e iria levar a minha decisão até ao fim. Mesmo que tivesse que ficar a porta da sala onde ela estivesse, iria ficar até ter boas noticias sobre a condição dela.


Histórico:
 
[/quote]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Sylvanas
Narrador
Narrador
Sylvanas

Créditos : 7
Warn : Brand New World - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 04/05/2013
Idade : 101
Localização : Elbaf

Brand New World - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Brand New World   Brand New World - Página 4 EmptySex Dez 08, 2017 11:59 am

Depois de sentir seu companheiro perdendo a cabeça pela morte de sua amada, Roy não pôde ficar parado, e logo pegou seu bastão e deu um toque na cabeça de seu irmão para acorda-lo daquele estado vegetativo. - Não é altura para desistir! - Flame olhou para os olhos esperançosos de seu irmão e por um momento voltou a consciência. - É verdade que chegamos tarde, mas não podemos desistir agora! Especialmente porque ainda consegui-los salvar alguém... - O jovem olhou para Diana e continuou. - Duvido que a Elizabeth quisesse que ficasses assim por causa dela... - Flames parecia estar voltando a realidade, sua mente brigava consigo mesmo e por um momento ele quis se levantar, e ao ouvir os sons do sino e dos passos acima deles ele logo se pôs de pé pegando sua espada logo em seguida.

- Você está certo Roy, ainda temos uma vida para salvar! - O garoto se pôs na frente do irmão, pronto para defende-lo de um possível inimigo, mas quando viu que não era necessário, apenas relaxou ouvindo a voz do marinheiro.

Sendo perguntado sobre o que havia acontecido ali, Roy respondeu abertamente. - Isso gostava eu de saber. - Depois de sua frase, dois homens chegaram com uma maca e pegaram Diana para leva-la para fora daquele mausoléu.

- Estão feridos? - Perguntou o marinheiro de antes, que olhando bem para os dois, pediu para que eles o seguissem também para a ala médica fora dali. - Vamos sair daqui, logo um investigador do governo virá perguntar a vocês o que ouve, por isso é melhor estarem prontos. - Terminando de falar, os irmãos e os homens que carregavam Diana saíram do barco.

Não estava mais chovendo, os céus que antes estavam totalmente escuros por conta das nuvens agora estava limpo e estrelado e a lua iluminava mesmo que minimamente a madeira úmida do barco. - Por aqui.- Requisitou o marinheiro para que fossem até a prancha que levava até o barco da marinha.  

Chegando lá, Diana foi logo levada até a ala de emergência e Roy foi impedido de entrar na sala, Flames ficou sempre ao seu lado ainda pensativo. Depois de alguns segundos, uma voz fina e esganiçada veio subindo pelo corredor junto a passos de sapatos sociais. - E então, quem de vocês dois vai me explicar o que aconteceu lá? - A voz vinha de um homem de terno e chapéu coco que olhava através de óculos escuros para os dois, seus sapatos tinham manchas de sangue, o que poderia indicar que ele tinha acabado de sair da cena dos crimes.

- Eu posso falar... - Respondeu Flames pedindo aprovação do irmão, olhando para ele para ver se ele não tinha nada a acrescentar.

Depois de alguns minutos, aquele mesmo marinheiro bigodudo de antes chegou próximo a Roy na tentativa de tentar acalma-lo. - Então garoto, como é seu nome? - Perguntou levantando as sobrancelhas grossas. - Eu sou o Sargento Koy, muito prazer. Não se preocupe com a jovem, ela vai ficar bem, eu confio no meu pessoal... - Com certo tom de curiosidade ele continuou e finalizou com uma pergunta. - Vocês não parecem ter feito aquela chacina no barco, mas em tanto tempo de trabalho eu aprendi a desconfiar de todos... - O velho continuou depois de respirar fundo. - Coisas estranhas aparecem no mar depois de uma tempestade como aquela, e vocês foram a coisa estranha da vez... Mas não acredito que foram pegos de surpresa por aquela tempestade tão fácil de prever. - O sargento levantou uma das sobrancelhas e olhou direto para Roy esperando a continuação do diálogo.


____________________________________________________


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Aventuras:
 


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Voltar ao Topo Ir em baixo
Lancer
Civil
Civil
Lancer

Créditos : Zero
Warn : Brand New World - Página 4 9010
Data de inscrição : 22/06/2015

Brand New World - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Brand New World   Brand New World - Página 4 EmptySex Dez 08, 2017 10:52 pm

Assim que eles levaram a Diana eu não tive mais nada a dizer. Apenas segui-os como me diziam para fazer. Eu queria ter entrado com ela mas não me deixaram, por isso fiquei à porta. O Flames estava comigo e de certa forma ainda bem que ele não me tinha dito mais nada, pois não sei se conseguiria prestar atenção a ele nesta situação.

Visto que já estava-mos rodeados de marinheiros, já não precisava de preocupar com Fames. Apenas queria direcionar a minha atenção a Diana. Nisto surge um homem com um fato que nos pergunta:

- E então, quem de vocês dois vai me explicar o que aconteceu lá?
- Eu posso falar... - Responde Flames

Eu apenas lhe respondi acenando sim. Depois disso, voltaria a olhar para a porta por onde a Diana havia entrado. Cruzando os braços, enquanto segurava o meu bastão com a minha mão direita, iria agarrá-lo com força. Como se fosse um reflexo do meu desejo que ela se salvasse disto. Sabia que ela era bastante teimosa e que não iria desistir da vida assim sem mais nem menos, mas mesmo assim não me conseguia deixar de me preocupar.

Nisto o marinheiro que nos encontrou no barco veio ter comigo, dizendo:

- Então garoto, como é seu nome?
- Tohsaka Roy. - Respondo continuando a olhar para a porta.
- Eu sou o Sargento Koy, muito prazer. Não se preocupe com a jovem, ela vai ficar bem, eu confio no meu pessoal... - fazendo uma pausa. - Vocês não parecem ter feito aquela chacina no barco, mas em tanto tempo de trabalho eu aprendi a desconfiar de todos... - Respirando fundo. - Coisas estranhas aparecem no mar depois de uma tempestade como aquela, e vocês foram a coisa estranha da vez... Mas não acredito que foram pegos de surpresa por aquela tempestade tão fácil de prever.

Ao ouvir aquilo, olhei de lado para aquele homem. Ironicamente até tinha a sua piada, pois este idiota estava a suspeitar de um filho de um marinheiro, sendo que ele deveria estar por dentro do que aconteceu. Pois tanto eu como a Diana somos filhos de um marinheiro.

Eu respirava fundo, porque de certa forma não queria mais problemas, apenas queria saber da Diana. Sendo assim, iria responder:

- Se quiser saber mais sobre mim e sobre a rapariga que está lá dentro, basta ir a Conomi Island perguntar. - Fazendo uma pausa e voltando a olhar para a porta. - Tanto eu como ela somos filhos de um marinheiro. E todos de lá conseguem explicar o motivo de estar-mos no mar. - Fazendo uma pausa e respirando fundo. - Em relação à tempestade... Eu não sei nada de metreologia, por isso é normal ter sido pego de surpresa.

Nisto iria caminhar para o lado da porta e iria-me encostar a ela. Só olhar para ali não ia resolver nada, dessa forma, preferia estar encostado à parede, mesmo ao lado da porta. Poderia ser superstição, mas sentia-me mais perto da Diana. De qualquer forma, iria continuar a dizer:

- Talvez se eu começasse a aprender metreologia não voltaria a ser apanhado de surpresa por tempestades assim. - fazendo uma pausa.  - Já para não falar... - Olhando de lado para a porta. - A única coisa que conseguia pensar naquela altura era nela. Mesmo que fosse uma tempestade que qualquer pessoa conseguisse perceber... Não estava nada atento ao que estava a minha volta.

Histórico:
 


Última edição por Lancer em Dom Dez 10, 2017 12:27 am, editado 2 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Sylvanas
Narrador
Narrador
Sylvanas

Créditos : 7
Warn : Brand New World - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 04/05/2013
Idade : 101
Localização : Elbaf

Brand New World - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Brand New World   Brand New World - Página 4 EmptyDom Dez 10, 2017 11:21 pm

Após perceber a investida do marinheiro, Roy apenas foi direto em dizer seu nome, mas após dizer de onde havia vindo, o marinheiro arregalou os olhos como se o jovem viesse de outro planeta. - Se quiser saber mais sobre mim e sobre a rapariga que está lá dentro, basta ir a Conomi Island perguntar. - O marinheiro parecia querer dizer algo mas logo foi interrompido por Roy que continuou a falar desta vez olhando para a porta do quarto de Diana. - Tanto eu como ela somos filhos de um marinheiro. E todos de lá conseguem explicar o motivo de estarmos no mar ... Em relação à tempestade... Eu não sei nada de meteorologia, por isso é normal ter sido pego de surpresa.  - Após receber tantas informações, o marinheiro se calou durante um momento e voltou a falar desta vez engrossando mais a voz como se achasse Roy ainda mais suspeito.

- Como pode ser que você seja filho de um marinheiro naquela ilha? Pelas histórias que eu ouvi, qualquer marinheiro que pisa lá e é descoberto em Conomi é torturado e morto pelos malditos revolucionários! - Exclamou em fúria como se fosse com ele mesmo que tivesse acontecido algo do tipo.

O bigodudo parecia ter mais coisas a falar, mas foi logo interrompido por uma enfermeira que saiu do quarto de Diana. - Senhor com licença, a jovem está se recuperando bem... Mas ainda está muito fraca pois perdeu muito sangue depois de ficar com o ferimento aberto por tanto tempo, por isso acho melhor deixa-la descansando agora. - Anunciou a mulher de branco. - Ótimo, bom trabalho. - Disse de forma rígida o marinheiro antes que a enfermeira saísse. - Ainda temos muito o que conversar garoto... Estou achando sua história muito estranha... - Depois de alguns segundos o som de uma porta abrindo foi ouvido, e de lá saiu o homem de terno que antes havia levado Flames. - Sargento... Pode vir aqui um momento? - Chamou o engravatado.

- Hm... Já estou indo... - O Sargento saiu de perto de Roy depois de uma encarada dura e entrou na sala logo depois do agente, e por lá ficaram durante vários minutos.

Depois de uma aparente longa conversa, Flames foi o primeiro a sair seguido do sargento e do agente que foram logo ao encontro de Roy. - Agora eu entendo o que você passou filho, sua cabeça deve estar muito confusa... - Um olhar de entendimento foi lançado ao jovem. - Bem, se quiser esfriar a cabeça... Posso te ensinar como prever uma tempestade fácil daquelas... Para que não fique encrencado novamente entende? - O marinheiro sorriu e depois de um soco de leve no ombro do loiro saiu dali e foi para a parte de cima do barco.

- E então garotos... Para onde vocês pretendem ir agora? O nosso barco vai fazer uma parada em Loguetown, já estamos chegando na verdade... Podemos levar sua irmã até o hospital da marinha se desejarem. - Disse o agente esperando a aprovação dos irmãos, Flames pareceu gostar da ideia e esperou que Roy confirmasse seu desejo.


____________________________________________________


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Aventuras:
 


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Voltar ao Topo Ir em baixo
Lancer
Civil
Civil
Lancer

Créditos : Zero
Warn : Brand New World - Página 4 9010
Data de inscrição : 22/06/2015

Brand New World - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Brand New World   Brand New World - Página 4 EmptySeg Dez 11, 2017 11:10 am

Apesar de perceber o porquê de todas aquelas suspeitas, já me estava a começar a incomodar. Tinha mais em que me preocupar e se ele puxasse mais por mim, ainda lhe iria dar uma resposta que ele não ia gostar e iria causar problemas. Para minha sorte, uma enfermeira sai da sala onde a Diana estava e disse:

- Senhor com licença, a jovem está se recuperando bem... Mas ainda está muito fraca pois perdeu muito sangue depois de ficar com o ferimento aberto por tanto tempo, por isso acho melhor deixa-la descansando agora.

Ao ouvir aquilo, suspirei de alívio. O meu coração havia acalmado-se em segundos. Dava para ver que tinha um sorriso de orelha a orelha e estava bastante feliz por ela ter-se salvo.
Era impossível ver o quão aliviado estava, pois parecia que tinham-me tirado uma tonelada das costas. Sendo assim, iria dizer:

- Ainda bem... - sorrindo
- Ótimo, bom trabalho. - Disse de forma rígida o marinheiro antes que a enfermeira saísse. - Ainda temos muito o que conversar garoto... Estou achando sua história muito estranha...

Agora podia dizer que já tinha paciência para todas as perguntas dele. Ao ouvir isto olhei para ele de lado e sorri ligeiramente. Já não me importava de ser interrogado, basicamente estava a voltar a ser quem era no dia a dia, uma pessoa bastante alegre. Sendo assim iria-lhe responder:

- Agora... - Fazendo uma pausa e virando-me para ele. - Terei tooooodoooo o prazer em contar-lhe tudo o que sei. - Encostando o meu bastão na parede e cruzando os meus braços atrás da cabeça, enquanto relaxava.

Ele provavelmente podia ver isto como uma provocação, mas não queria saber. Para mim já estava tudo bem e já podia respirar de alívio. Antes que ele começasse a falar, ouviu-se uma porta a abrir e consegue-se ver o engravatado. Este olha para o sargento e diz:

- Sargento... Pode vir aqui um momento?
- Hm... Já estou indo... - Responde o marinheiro.

Nisto ele começou a caminhar em direção aquela sala. Apesar de não ter mostrado, provavelmente ele deveria ter ficado chateado com a minha resposta. Eu apenas me ria e já conseguia achar piada a situação.

Assim que ele entrasse na sala, eu iria sentar-me no chão, e suspirar de alivio, ao mesmo tempo que iria dizer para mim com um tom de piada:

- Agora que tinhas a oportunidade de saber tudo, o teu superior não deixou. - fazendo uma pausa enquanto olharia para a porta que o marinheiro entrou. - O destino não está nada a ajudar-te. eheheh

Os minutos passaram e eu estava quase a adormecer. Apesar de tudo, estava um pouco cansado. Não fisicamente, mas psicologicamente. Agora a única coisa que queria fazer era avisar o Erick que estava tudo bem, sendo assim. Acho que teria que voltar a Conomi o mais rápido possível.

Enquanto estava perdido em pensamentos e quase a adormecer, iria voltar a ouvir a porta a abrir-se. Olhando para lá, iria ver Flames, o engravatado e o Marinheiro a saírem de lá e a virem na minha direção. Não sei porquê, mas o marinheiro parecia com uma expressão diferente e quando chegou ao pé de mim, começou a dizer:

- Agora eu entendo o que você passou filho, sua cabeça deve estar muito confusa... - Um olhar de entendimento foi lançado ao jovem. - Bem, se quiser esfriar a cabeça... Posso te ensinar como prever uma tempestade fácil daquelas... Para que não fique encrencado novamente entende?

Nisto o homem sorrio. Percebi logo que Flames os tinha posto a par da situação toda que tinha acontecido. Ele deu-me um pequeno soco no ombro, de leve, mas foi o suficiente para empurrar-me um pouco. De qualquer maneira eu iria responder:

- Resfriar a cabeça já não é preciso. - sorrindo. - pois já estou bem calmo. - fazendo uma pausa. - Mas aceito aprender sobre metreologia.

Depois de ouvir a minha resposta, o marinheiro foi-se embora. A ideia de aprender algo novo que me poderia ajudar a evitar situações em que a Diana poderia acabar assim, era algo que me fazia querer aprender. Eu ia começar a seguir o homem, para ele me ensinar, mas o engravatado começa a falar, dizendo:

- E então garotos... Para onde vocês pretendem ir agora? O nosso barco vai fazer uma parada em Loguetown, já estamos chegando na verdade... Podemos levar sua irmã até o hospital da marinha se desejarem.

O Flames havia concordado, mas eu. Bem, estava a pensar no facto do Erick ainda não ter tido noticias. Provavelmente, ja o tinham avisado que eu tinha ido atrás da Diana, ou seja, em vez de se preocupar com um filho, devia estar a preocupar-se com os dois.

Nisto eu iria olhar e dizer:

- Por mim, pode ser, mas... - Fazendo uma pausa e começando a olhar para o engravatado. - É verdade que a Diana consegue melhorar melhor em Loguetown, mas preciso de avisar o Erick que está tudo bem connosco. - fazendo outra pausa. -Se for possível mandar uma mensagem para o Erick a explicar a situação, tudo bem. Se não, eu e a Diana só vamos ficar lá o tempo essencial para que ela se cure e depois vamos voltar.

Nisto iria esperar a resposta dele. Apenas queria saber o que é que iria ter de fazer mais tarde, se era ficar algum tempo em Loguetown e poder aproveitar para explorar ou se apenas iria ficar o tempo essencial para a Diana se recuperar.

Em qualquer dos casos, depois de ouvir a resposta, iria dizer:

- Ok, por mim pode ser. - fazendo uma pausa e começando a ir para onde aquele marinheiro foi. - Eu tenho umas coisas para fazer. Até já.

Nisto iria começar a correr. Ia seguir aquele marinheiro para a parte de cima, pois queria que ele me ensinasse. Assim que chegasse lá a cima, iria dizer:

- Bigodes, vamos lá começar a aprendizagem. - sorrindo de orelha a orelhas.


Histórico:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Sylvanas
Narrador
Narrador
Sylvanas

Créditos : 7
Warn : Brand New World - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 04/05/2013
Idade : 101
Localização : Elbaf

Brand New World - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Brand New World   Brand New World - Página 4 EmptyQui Dez 14, 2017 8:23 pm

Depois de respirar aliviado por ter boas notícias de Diana e tudo ser esclarecido para o marinheiro e para o agente que acompanhava o barco, Roy aceitou aprender um pouco da arte de entender o tempo e logo viu-se entre Flames e o homem de terno o perguntando sobre deixar sua irmã em Loguetown.

- Por mim, pode ser, mas... É verdade que a Diana consegue melhorar melhor em Loguetown, mas preciso de avisar o Erick que está tudo bem connosco. - Enquanto falava, o agente apenas levantou uma das sobrancelhas e esperou o resto da fala. - Se for possível mandar uma mensagem para o Erick a explicar a situação, tudo bem. Se não, eu e a Diana só vamos ficar lá o tempo essencial para que ela se cure e depois vamos voltar. - Após terminar, o agente olhou feio para Roy e Flames mas tentou entender a situação.

- Hm... Tudo bem, mas se for voltar pra lá mesmo eu gostaria que me trouxesse informações sobre esse tal Quartel da Marinha falso onde seu pai trabalha, não se esqueça garoto... Ele é um criminoso e enganou você e sua irmã... - Disse, e então saiu do interior do barco acendendo um cigarro logo em seguida. - Vou tentar cochilar um pouco, me avise quando chegarmos... - Disse Flames com um olhar fundo antes de entrar em um quarto no corredor médico.

Depois de ficar sozinho, Roy foi logo tratar do assunto de aprendizado. Chegando ao convés do navio a onde se encontrava o Sargento Koy depois de correr um pouco, falou logo do que lhe interessava. - Bigodes, vamos lá começar a aprendizagem. - O Sargento sorriu para o apelido que havia recebido e em seguida levantou-se de cima de um baú velho e o abriu revelando vários livros e ferramentas estranhas. - Ótimo! Já estamos muito perto do porto de Loguetown, enquanto isso vou lhe ensinar o que sei! - Exclamou animado, o céu estava limpo e azul, e as nuvens brancas enchiam sua menor parte, mas próximo ao por do sol algumas nuvens mais cinzas davam o semblante do horizonte.

Off:
 

____________________________________________________


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Aventuras:
 


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Voltar ao Topo Ir em baixo
Lancer
Civil
Civil
Lancer

Créditos : Zero
Warn : Brand New World - Página 4 9010
Data de inscrição : 22/06/2015

Brand New World - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Brand New World   Brand New World - Página 4 EmptyDom Jan 07, 2018 2:15 pm

Peço o cancelamento da aventura.

Vou resetar a Ficha. :P

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Brand New World - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Brand New World   Brand New World - Página 4 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Brand New World
Voltar ao Topo 
Página 4 de 4Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: East Blue :: Conomi Island-
Ir para: