One Piece RPG
1 Ato - Agouro XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Mini-Aventura
1 Ato - Agouro Emptypor Makei Hoje à(s) 14:25

» Meu nome é Mike Brigss
1 Ato - Agouro Emptypor Shiro Hoje à(s) 14:01

» [E.M] - Gostosuras e Travessuras
1 Ato - Agouro Emptypor King Hoje à(s) 13:44

» [Mini-Aventura] A volta para casa
1 Ato - Agouro Emptypor Ryoma Hoje à(s) 12:40

» Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante
1 Ato - Agouro Emptypor Akuma Nikaido Hoje à(s) 12:34

» Mini-Aventura
1 Ato - Agouro Emptypor Makei Hoje à(s) 12:29

» Art. 4 - Rejected by the heavens
1 Ato - Agouro Emptypor Ryoma Hoje à(s) 12:04

» [ficha] Arthur D.
1 Ato - Agouro Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 11:13

» O Log que vale Dois Bilhões de Berries
1 Ato - Agouro Emptypor Takamoto Lisandro Hoje à(s) 11:06

» [Mini-Azarado] Um falastrão beberrento
1 Ato - Agouro Emptypor GM.Jinne Hoje à(s) 10:58

» Os 12 Escolhidos, O Filme
1 Ato - Agouro Emptypor Fran B. Air Hoje à(s) 05:24

» Jade Blair
1 Ato - Agouro Emptypor Kylo Hoje à(s) 03:42

» Seasons: Road to New World
1 Ato - Agouro Emptypor Ravenborn Hoje à(s) 02:26

» The Victory Promise
1 Ato - Agouro Emptypor Akise Hoje à(s) 00:33

» Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas
1 Ato - Agouro Emptypor Fukai Hoje à(s) 00:27

» Kit Phil Magestic
1 Ato - Agouro Emptypor GM.Muffatu Ontem à(s) 22:25

» 10º Capítulo - Parabellum!
1 Ato - Agouro Emptypor Marciano Ontem à(s) 22:12

» II - Growing Bonds
1 Ato - Agouro Emptypor War Ontem à(s) 21:36

» Xeque - Mate - Parte 1
1 Ato - Agouro Emptypor Ceji Ontem à(s) 21:20

» Pandamonio, Vol 1 - Rumo à Grand Line!
1 Ato - Agouro Emptypor Fran B. Air Ontem à(s) 19:58



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 1 Ato - Agouro

Ir em baixo 
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 62
Warn : 1 Ato - Agouro 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 27
Localização : 1ª Rota - Karakui

1 Ato - Agouro Empty
MensagemAssunto: 1 Ato - Agouro   1 Ato - Agouro EmptyTer 07 Fev 2017, 16:38

1 Ato - Agouro

Aqui ocorrerá a aventura do(a) civil Nost Gauner. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Fukai
Membro
Membro
Fukai

Créditos : 5
Warn : 1 Ato - Agouro 10010
Masculino Data de inscrição : 18/01/2017
Idade : 19

1 Ato - Agouro Empty
MensagemAssunto: Re: 1 Ato - Agouro   1 Ato - Agouro EmptyTer 21 Fev 2017, 22:14


~Início do Sonho~


E era outra noite chuvoso, mais uma fria noite de chuva para quem não tem um bom teto, e lá estava um pequeno garoto loiro correndo e correndo no meio da chuva, o mesmo garoto loiro que voltava a correr todas as noites, com a sensação de que aquilo já tinha acontecido diversas vezes, e ele continuava a correr. Algumas vezes não aguentando sua curiosidade e olhando para trás, com a vaga esperança de que não veria mais seus perseguidores, mas era apenas um engano, ainda estavam lá, os seus amigos o perseguindo, o seu passado, aqueles que ele deixou para trás, não era mais como da primeira vez, não era mais um homem que o seguia, era seu passado, e foi ao olhar para trás que ele tropeçou e caiu, se virando, com as lágrimas disfarçadas pela chuva que escorria do seu rosto gritava.

-POR FAVOR PAREM! EU QUERIA SALVAR VOCÊS! EU NÃO PODIA, EU… EU… QUERIA...

~Fim do Sonho~


-SALVAR VOCÊS!

Acordaria gritando, me livrando do pesadelo que voltava a se repetir toda noite, as lembranças que voltavam a me perseguir, não que realmente eu pudesse esquecê-las algum dia. Mas tentando desviar meu foco delas olharia então em volta, esperando ainda estar no quarto que tenho dormindo nas últimas noites, só um quarto em uma pequeno pousada, elevantaria procurando minha roupa para vestir, calçaria minhas botas e por último pegaria os brincos, a visão deles deixaria escapar um pensamento acompanhado de um leve sorriso amargo.

“Afinal, como eu poderia esquecer?”

Após estar pronto sairia do quarto e iria procurar a saída da pousada, precisava fazer algo para espairecer, e caminhar sem rumo nas ruas ultimamente tem sido bastante eficiente, até porque a fama que atualmente me acompanha tem facilitado achar confusão, e nada melhor que outros problemas para esquecer dos seus problemas originais. Ainda sim o que eu mais desejo são informações sobre os tais “revolucionários”, um grupo do qual meu mestre faz parte e que realmente precisa melhorar suas relações externas e recrutamento.

De qualquer forma, apagando qualquer pensamento da minha cabeça, apenas iria andar pelas ruas, observando os movimentos de todos ali, atento a qualquer coisa fora do normal, afinal a maioria das pessoas dessa região gostavam de mim, mas não o suficiente para serem confiáveis, há sempre aqueles que preferem agir como obedientes animais de estimação dos outros. E claro sempre estaria evitando me aproximar das partes mais próximas da muralha que nos separava da Cidade Alta, afinal lá não era um local onde eu sou bem vindo, nem mal vindo, eles realmente não iam me deixar entrar.

Se, em algum momento da minha caminhada eu encontrasse algum bar apenas entraria nele, e iria direto ao balcão e de forma direita, e até meio ríspida, falaria.

-Me dê algo forte, bom pra começar um longo dia.

E apenas esperaria ele me trazer a bebida e pagaria o valor cobrado sem falar nada, a não ser claro que fosse um preço maior do que eu tinha no bolso, nesse caso apenas olharia para um homem, com um olhar sério, semicerrado e sem nenhum sinal de sorriso nos meus lábios, e o indagaria.

-Você tem certeza que é realmente esse o preço?

Se ele ainda existisse a cobrar esse valor, claramente abusivo, apenas levantaria e iria saindo enquanto falava.

-Desculpa, eu realmente não me sinto bem para ser enganado hoje, amanhã eu volto pra ser roubado…

Por outro lado se ele diminuísse o preço então pagaria. Assim que tivesse minha bebida, se a tivesse, procuraria um local mais ao canto para me sentar e beber, e então tentaria ouvir os comuns rumores que sempre podem ser ouvidos em bares, em especial atento a qualquer pessoa que fale “exército revolucionário” ou “revolucionários".


Legendas

Narração
-Fala
“Pensamento”

OFF:
 

____________________________________________________

"Ninguém nasce impiedoso, ninguém nasce para ser cauteloso e astuto.
Tudo isso é causado pelas experiências de vida de alguém."
                                                        - Um jovem medíocre.


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] || [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
TerryBogard
Pirata
Pirata
TerryBogard

Créditos : Zero
Warn : 1 Ato - Agouro 10010
Masculino Data de inscrição : 13/04/2016
Localização : Shells

1 Ato - Agouro Empty
MensagemAssunto: Re: 1 Ato - Agouro   1 Ato - Agouro EmptyDom 19 Mar 2017, 17:27

Depois de uma noite bastante atribulada, Nost levantava-se de sua cama, o sol brilhava do lado de fora anunciando uma clara manhã de verão. O jovem sai da pousada buscando algo para fazer e afastando os maus pensamentos que frequentemente o assombravam. As ruas de Dawn Island estavam como sempre: pessoas caminhando para lá e para cá indo para seus locais de trabalho, donas de casa faxinando a frente de suas residências, e algumas crianças brincando de pega-pega e esconde-esconde.

Não havia absolutamente nada fora do normal, as pessoas realizavam seus afazeres diários normalmente e não havia nada com que o jovem de cabelos loiros precisasse se preocupar. Enquanto caminhava, Nost avistou um pequeno estabelecimento com uma placa com os dizeres: ''Bar do Irmão Firmino'', estando procurando um estabelecimento como o tal, Nost decidiu adentrar o lugar, aparentemente o jovem não possuía qualquer restrição quanto a beber antes das dez da manhã.

O interior do bar estava quase vazio, exceto por alguns beberrões que roncavam debruçados em mesas, provavelmente haviam virado a noite no local. O taberneiro limpava o balcão com um pano velho que parecia sujar mais do que limpar, o taberneiro, com uma expressão ranzinza, encara o recém chegado com um ar de estranheza, ele não esperava por clientes naquela hora da manhã, mas também jamais iria recusar-se a atender um.

-Me dê algo forte, bom pra começar um longo dia.

O taberneiro responde ao pedido com um olhar confuso, mas logo vira-se para procurar a garrafa de bebida.

- Vai beber isso aqui a essa hora? é cada tipo estranho que me aparece por aqui, sei não viu...

Ele então coloca uma garrafa de bebida que Nost não conseguiu identificar, não tinha rótulo ou qualquer indicação do que seria o conteúdo daquilo, provavelmente foi feita de forma caseira, junto com a garrafa, o taberneio coloca uma caneca de madeira perto do jovem.

- Só não venha me encher o saco se o seu dia acabar logo de manhã, você que pediu.

Nost então pega a bebida e a garrafa, e dirige-se a uma mesa mais afastada, onde ele senta-se para começar a bebedeira. Quanto o jovem menos esperava, a porta do bar, que era dupla, estilo faroeste, abre-se em um estrondo, e de lá adentram um grupo de três homens com aparências ameaçadoras, porém todos tinham uma fita no braço com a insígnia da marinha, mas que tipo de marinheiros andariam por aí sem uniforme? A expressão do taberneio transforma-se em uma de puro horror enquanto percebe a chegada do grupo, o que andava no meio, provavelmente o líder; um homem com cabelos negros presos com uma bandana branca e uma expressão psicopática, avança até o balcão enquanto o taberneiro treme de medo.

- Bom dia Firm, pronto para entregar o seu dinheiro da proteção? - falava o líder dos marinheiros.

- Hoje eu não tenho suficiente, semana que vem eu pagarei dobrado! - pediu o taberneiro.

O homem de cabelos negros alterou sua expressão, parecia estar um pouco incomodado.

- E mais! eu não tenho obrigação de pagar proteção para a marinha, e logo para vocês da Tropa Gama, vocês podem ser marinheiros mas são piores que piratas! - o velho homem parecia ter ganhado um pouco de coragem.

- Firm, quer que eu lembre você do nosso acordo? você nos paga toda semana, para que eu não denuncie essa sua espelunca por vender bebidas ilegais...

O taberneiro novamente aterrorizou-se, e sua valentia desapareceu em um instante.

- Por favor! tudo menos isso! meu bar é meu único modo de sustentar minha família, e eu só consigo clientes por causa do meu skooma!

- Hiroshi, Kazuki, virem esse lugar de cabeça para baixo! - ordenou o homem de cabelos negros, o taberneiro soltou um grito de desespero enquanto implorava desesperadamente para que não fizessem isso.

- Quer que nós não prendamos você? simples! pague a proteção!

A situação parecia tensa no bar, será que Nost iria intervir a favor de um dos dois lados? ou iria ignorar tudo aquilo?


Líder da Tropa Gama:
 

Hiroshi:
 

Kazuki:
 

____________________________________________________

Ficha: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




1 Ato - Agouro Empty
MensagemAssunto: Re: 1 Ato - Agouro   1 Ato - Agouro Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
1 Ato - Agouro
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: East Blue :: Dawn Island-
Ir para: