One Piece RPG
Indecisões e Decisões em Conomi! - Página 2 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Desventura 3.5: O treino para Grand Line
Indecisões e Decisões em Conomi! - Página 2 Emptypor Bijin Hoje à(s) 16:27

» Asger
Indecisões e Decisões em Conomi! - Página 2 Emptypor Achiles Hoje à(s) 16:14

» Cap. 1 - Abrindo caminho
Indecisões e Decisões em Conomi! - Página 2 Emptypor Bijin Hoje à(s) 15:59

» Sons of Vermillion's Blood: Gênesis
Indecisões e Decisões em Conomi! - Página 2 Emptypor Coldraz Hoje à(s) 15:49

» [Mini- Alvin] O garoto e a serpente
Indecisões e Decisões em Conomi! - Página 2 Emptypor TheJoker Hoje à(s) 15:48

» O Ronco do Bárbaro
Indecisões e Decisões em Conomi! - Página 2 Emptypor West Hoje à(s) 15:41

» Unbreakable
Indecisões e Decisões em Conomi! - Página 2 Emptypor Ainz Hoje à(s) 15:32

» Bizarre Adventure: Smooth Criminal
Indecisões e Decisões em Conomi! - Página 2 Emptypor ADM.Ventus Hoje à(s) 14:42

» O Legado Bitencourt Act I
Indecisões e Decisões em Conomi! - Página 2 Emptypor SraVanuza Hoje à(s) 14:08

» Evento Natalino - Amigo Secreto
Indecisões e Decisões em Conomi! - Página 2 Emptypor Shroud Hoje à(s) 14:01

» Procura-se piratas no East Blue
Indecisões e Decisões em Conomi! - Página 2 Emptypor Ainz Hoje à(s) 13:58

» Miyuki Morningstar
Indecisões e Decisões em Conomi! - Página 2 Emptypor ADM.Ventus Hoje à(s) 12:58

» Rumo aos novos mares ! Grandline me espera
Indecisões e Decisões em Conomi! - Página 2 Emptypor Faktor Hoje à(s) 11:13

» Construindo o Começo
Indecisões e Decisões em Conomi! - Página 2 Emptypor Ainz Hoje à(s) 09:24

» [FP] Kozuki Orochi
Indecisões e Decisões em Conomi! - Página 2 Emptypor Akagami Hoje à(s) 09:24

» [Mini - Polyn] Sorriso afetado.
Indecisões e Decisões em Conomi! - Página 2 Emptypor Layla Morningstar Hoje à(s) 03:00

» mini-aventura
Indecisões e Decisões em Conomi! - Página 2 Emptypor Layla Morningstar Hoje à(s) 02:01

» Bastardos Inglórios
Indecisões e Decisões em Conomi! - Página 2 Emptypor Kenway Hoje à(s) 01:06

» Nox I - Loucura
Indecisões e Decisões em Conomi! - Página 2 Emptypor Catuios Ontem à(s) 23:31

» Teleton Chronicles I: Retaliação
Indecisões e Decisões em Conomi! - Página 2 Emptypor Sakaki Ontem à(s) 21:34



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG

Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


Compartilhe
 

 Indecisões e Decisões em Conomi!

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3  Seguinte
AutorMensagem
Abel
Civil
Civil


Data de inscrição : 25/03/2015

Indecisões e Decisões em Conomi! - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Indecisões e Decisões em Conomi!   Indecisões e Decisões em Conomi! - Página 2 EmptySex 13 Jan 2017, 22:27


Ouvindo a conversa entre o homem que a pouco me recrutara e o líder dos Aurors novamente veio à parte que me chamava a atenção algumas horas atrás, o que parecia ser a prima do governador de Dawn Island, mas não devia ser tão importante assim, pois se o fosse o próprio Governador estaria aqui e não apenas uma ramificação de sua árvore genealógica, mas com todos meus argumentos adoraria estar errado, imagina só, menos de trinta minutos na base deles e já partir para uma missão revolucionária que poderia - ou não - mudar Conomi e Dawn ao mesmo tempo, como se fossem dois marinheiros cuspidos com um cuspe só - Então garoto, estou pensando em dar inicio a um plano, você tá dentro? perguntava Grambos, aproveitando de sua pergunta também disponibilizava um caixote com algumas armas, boas o suficientes para um homem como eu que a pouco iniciou sua aventura.

- Não poderia estar mais dentro AHAHAHA ria para descontrair a tensão do ambiente, do caixote de madeira que o rapaz de cabelos vermelhos como o fogo pegaria um par de adagas, afinal, um gatuno ambidestro deve usar ambas as mãos para facilitar e deixar mais prático o assassinato, mas algo me incomodaria em carregar duas armas brancas sem o devido objeto para facilitar seu porte, no meio do caixote procuraria então alguns coldres, mas especificamente dois tipos do mesmo, um para encaixar como se fosse um cinto em minha coxa e outro apenas para guardar devidamente a arma e por em minha cintura, caso encontrasse ambos sem demorar muito apertaria o primeiro em minha coxa esquerda e o coldre mais simples ficaria na parte direita da minha cintura, se não fosse possível encontrar ambos itens de auxílio não faria falta, são utensílios de fácil acesso em uma possível Loja de Armas e Equipamentos, porém adquiri-los sem nenhum custo seria um galho quebrado.

Após pegar ambas armas brancas ou as guardaria em seus novos objetos de couro - ou pano -, mas como já tinha ciência de talvez não ter os equipamentos apenas pegaria uma adaga com cada mão e em um movimento simultâneo das duas mãos afiaria uma na outra, tendo até uma chance de criar faíscas, já estava com minhas armas afiadas e já havia respondido com firmeza o homem com uma deficiência física, que por sinal, não parecia ter diminuído sua capacidade de combate, apenas o deixou mais forte para a vida "Não acredito que finalmente começarei a mudar esse mundo merda em que vivo hahahaha!" pensava, talvez até um leve sorriso se esboçasse em meu rosto mas preferiria não dar uma ideia de alguém que sorri por qualquer coisa, preferiria manter a personalidade de um homem sério que frequentemente faz algumas brincadeiras e trocadilhos. Terminava então de bater uma adaga contra a outra e então encararia o Grambos na tentativa de ouvir algum comando ou ordem "O que será que vou fazer?" não parava de pensar, parecia tudo tão importante, uma bela jovem descendo de um navio, pouco tempo depois a encontra em saída do Acampamento Revolucionário, e o próprio líder da base diz ser uma oportunidade de ouro, se é de ouro para um membro importante como ele, imagina o que não deve ser para um novato como eu? Pensamentos de ansiedade eram comuns quando estou prestes a realizar algum ato que julgue importante.

Quando um homem tem sentimentos à flor da pele o que eles costumam fazer? Pensar? Desabafar com alguém próximo? Óbvio que não, queria apenas dar um bom gole em meu vinho, e foi o que fiz sem muito demorar, tirei a rolha de madeira que me impedia de alcançar aquele maravilhoso líquido, sem muita demora para retirar o mesmo, dei um gole devidamente grande, nada que fizesse falta na garrafa, apenas molhei e enxaguei a garganta com vinho, com a parte da palma do dedo polegar esquerdo limpei os resíduos de vinho no canto da boca, agora sim estava pronto para uma missão, apenas esperaria possíveis ordens do chefe.

Independente de quais fossem as ordens, ou simplesmente, um pedido para segui-lo, o faria sem muita demorar, afinal, aquilo era o meu sonho se tornando realidade, já poderia ser considerado um membro da Revolução, mas para realmente me tornar um Revolucionário teria que ter algum feito significativo nessa missão, e era isso que pretendia fazer, resumidamente, seja qual fosse a ordem de Grambos a seguiria, e aliás, havia esquecido de tampar a garrafa quando a bebi, agora a fecharia ”Cara, como eu preciso dos coldres..” pensava, já que sem os coldres teria que me virar para carregar uma garrafa de vinho e duas adagas, mas eu conseguiria de qualquer forma, com ou sem um pedaço de couro.




Histórico:
 

Coldre 1:
 

Coldre 2:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Leo
Orientador
Orientador
Leo

Créditos : Zero
Warn : Indecisões e Decisões em Conomi! - Página 2 4010
Masculino Data de inscrição : 14/06/2014
Idade : 19
Localização : São Paulo-SP

Indecisões e Decisões em Conomi! - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Indecisões e Decisões em Conomi!   Indecisões e Decisões em Conomi! - Página 2 EmptyQui 19 Jan 2017, 20:23


Indecisões e Decisões em Conomi!
Missão revolucionária

O caixote de madeira dispunha de diversas armas em ótimo estado, e poderiam ser usadas pelo garoto. A única coisa que procurou naquele caixote foram duas adagas para satisfazerem a necessidade do viciado em vinho. Duas facas de cabo preto estavam dispostas num canto, e foram elas que Naharis escolheu para usar. Brandiu as pequenas lâminas das adagas imaginando o que poderia fazer para mudar o mundo. Infelizmente não encontrou os requisitados coldres, mas não se preocupou, poderia comprá-los a qualquer hora.

Enquanto bebericava a garrafa de vinho, Grambos estralava os dedos da mão direita pressionando-os contra a costela, esperando Naharis ficar mais atento para que pudesse falar.

- Bom, já que está pronto, podemos começar a falar. - o homem virou-se na direção do casarão e caminhou calmamente, Gorgon e J seguiam o homem, levando Naharis consigo.

O interior do casarão era um pouco menos simples que o resto das casas de Conomi. Tudo era feito de madeira, mas lá, estavam mais limpas e num estado melhor e mais apresentável. A entrada principal era como um hall de um palácio: teto alto, alguns pilares para segurar o prédio, uma escada de madeira do lado oposto da entrada levando para o segundo andar. Um balcão quadrado estava no centro do aposento, e nas paredes, alguns quadros com papeis pregados, fotos de marinheiros, agentes, piratas e todo tipo de pessoa que pudesse estar em alguma aventura.

- Vamos para alguma sala de reuniões vazia.

Naharis e o grupo de revolucionários seguiram para o outro lado do hall, passaram do lado da escada de madeira e encontraram uma porta fechada. A porta cinza estava destrancada, e Grambos abiu-a com um chute de leve. O seu interior era espaçoso, ocupado por uma mesa oval rodeada de cadeiras de madeira almofadadas. Grambos se sentou do lado esquerdo, J sentou-se ao lado do líder, enquanto Naharis e Gorgon sentaram do lado direito, na frente dos novos companheiros.

Grambos apoiou encima da mesa o único braço que tinha, e distribuiu olhares para os outros integrantes da célula. Estava com um sorriso do melhor estilo bom velhinho no grupo, e parecia bem feliz com o que a loira tinha proposto. J estava um pouco mais curioso, mas nada se comparava com o que Gorgon e Naharis sentiam naquele instante. Enfim, após alguns segundos de tensão, o líder decide abrir a boca.

- Foi proposto um acordo. Isso envolveria Dawn Island e o trono do Lorde Faham Doroth III. - ele falava bem sério, mas seu tom sugeria que estava empolgado e aceitaria que as pessoas tentassem adivinhar o que estava para acontecer - Ela quer tomar o trono de Dawn Island com um golpe, e precisará da nossa ajuda.

- Ousada. - comentou J.

- E onde que isso iria ser bom para nós? - perguntou Gorgon, levantando a grande questão.

Grambos coçou a rala barba grisalha que tinha, mordendo o lábio inferior. Estava pensando para falar, talvez revendo o tratado que lhe fora proposto. J também olhava para o líder, curioso com a resposta do homem.

- Dawn Island é, de longe, a ilha mais injusta de todo East Blue. O vilarejo  sofre por causa dos nobres mesquinhos e mimados. E com ela no trono, poderíamos torná-la laranja do exército e mudar os ideais da alta nobreza. - todos entendiam o que Grambos pretendia, e sem deixar ninguém interrompe-lo, continuou: - Porém, há sempre o empecilho: um agente do governo está no reino de Dawn. Ele veio sozinho, está disfarçado, mas a prima de Faham nos contou sobre sua missão. Ele está misturado com os civis, e está trabalhando como empregado no reino. - Grambos apontou para Naharis e Gorgon - Vocês devem interceptá-lo e conseguir informações sobre a atual situação política de Dawn Island. - levanto-se empurrando a cadeira para trás com a perna- Esse é o primeiro passo para o golpe do trono.

A missão era simples, mas era importante, envolvia o grande reino de Dawn Island e o governo mundial. Naharis recebia sua primeira tarefa, junto de Gorgon, e agora estava dispensado. A cidade era livre para exploração.

- Vocês podem sair com a princesa se quiserem, ela tem um ótimo navegador.

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Abel
Civil
Civil
Abel

Créditos : 12
Warn : Indecisões e Decisões em Conomi! - Página 2 3010
Masculino Data de inscrição : 25/03/2015
Idade : 21

Indecisões e Decisões em Conomi! - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Indecisões e Decisões em Conomi!   Indecisões e Decisões em Conomi! - Página 2 EmptySeg 23 Jan 2017, 16:13


Conforme ia ouvindo as instruções e explicações de Grambos ia assemelhando diversos fatores que me causariam uma boa fama no fim da missão, não deveria me arriscar demais tanto pela operação como por minha falta de experiência, mas grandes oportunidades viriam com essa primeira missão que me foi dada, sem tirar o fato de minha ação ser a primeira e uma das cruciais para o desenrolar do resto, tinha muito a pensar ainda, talvez Gorgon só viesse a me atrapalhar e ser uma pedra em meus sapatos, mas por outro lado o rapaz poderia ser uma peça de grande ajuda no jogo, era tudo uma questão de sorte, lembro que há alguns anos atrás desenvolvi e aperfeiçoei minha habilidade em me mover sem fazer tanto barulho, ser furtivo seria uma habilidade que não me arrependeria de ter treinado nessa missão.

A missão era simples, porém complexa, junto com Gorgon teria que investigar e descobrir quem é o tal agente infiltrado, nas frases de Grambos não pude perceber se já sabíamos quem é o agente ou se a princesa já tinha a informação, se já soubessem seria um trabalho a menos mas não que mudasse muitas peças, enfim, interceptaríamos-o para pegar informações políticas de Dawn, verbalmente falando parece uma tarefa fácil apesar que nunca tive dom para tortura ou investigação, se o agente se fizesse de difícil não saberia o que fazer tirando o uso de violência, mas faltava tempo ainda para essa informação.

Já estava dispensado para partir da sala, poderia ficar de bobeira na cidade esperando o melhor horário para zarpar, ou já partir de imediato com a princesa e seu navegador, porém tinha uma pergunta a fazer para Grambos, então antes de sair da sala e após levantar da cadeira onde estava sentado me dirijo à minha direita - onde Grambos estava sentado - para lhe indagar a pergunta - Senhor, após conseguirmos as informações a quem devo confiar as informações? A quem as passarei? terminava a frase enquanto mantinha uma postura ereta com os braços grudado em nas laterais do meu corpo, uma posição semelhante a de soldados, talvez fosse repreendido por tal, mas me parecia adequado na situação perante um homem de alto cargo do exército revolucionário. Aguardaria a resposta então do homem, se as recebesse agradeceria pela mesma e então partiria da sala, assim que fechasse à porta sairia procurando pela princesa ou por seu navegador, ainda não sabia se todos da base tinham ciência da missão ou do motivo pela princesa estar aqui então não poderia criar muito alarde.

Saindo do local onde tinham as salas para reuniões procurava sem muito desespero a princesa, como tinha um certo tempo pensava em alguns lembretes mentais que tinha posto para mim há pouco tempo, se chegássemos cedo em Dawn Island iria imediatamente comprar meus coldres já que em um combate ficaria extremamente complicado permanecer com duas adagas e uma garrafa de vinho, mas para completar isso precisava encontrar meu passe grátis para Dawn, iria para o lugar mais óbvio onde uma princesa e seu navegador estariam, para o Porto, o lugar onde tinha começado minha exploração seria para onde voltaria, lembro que o caminho até a base do exército era meio complicado e demorado, então era melhor começá-lo logo.

Checando minhas adagas e meu vinho, chamaria Gorgon e então partiria do Acampamento Aurors rumo à cidade de Conomi Island onde me dirigiria ao Porto sem muita demora, caminharia num passo "lento rápido'', caminhando rápido mas sem chegar no ponto de correr, quanto antes chegássemos melhor seria para todos, apenas aguardaria minha caminhada chegar ao seu fim. Se não conseguisse chegar na cidade analisaria o que havia dado de errado para então tomar as possíveis e lógicas soluções para o hipotético problema. Caso chegasse na cidade sem muitos ou quase nenhum problema apenas me guiaria por placas ou por informação do Gorgon para chegar até o porto onde visualizaria por completo o ambiente, havia visto o navio da princesa mas agora pouco me lembraria qual era, teria que analisar melhor a situação para tentar reconhecer algum rosto familiar ou, novamente, esperar Gorgon me guiar. Independente do que acontecesse já não entraria no navio, esperaria para confirmar com a princesa a missão, afinal, seria um erro inadmissível entrar no navio errado que, consequentemente, atrasaria a missão.





Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Leo
Orientador
Orientador
Leo

Créditos : Zero
Warn : Indecisões e Decisões em Conomi! - Página 2 4010
Masculino Data de inscrição : 14/06/2014
Idade : 19
Localização : São Paulo-SP

Indecisões e Decisões em Conomi! - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Indecisões e Decisões em Conomi!   Indecisões e Decisões em Conomi! - Página 2 EmptySeg 23 Jan 2017, 16:44

Indecisões e Decisões em Conomi!
Missão revolucionária

A primeira missão de Naharis fora dada, e junto dela, a oportunidade de mudar o rumo de uma ilha inteira. Porém, com grandes poderes, vem grandes responsabilidades, e era justamente isso que fazia pesar a consciência do gatuno. Apesar de ser bastante seguro de si, sabia que cumpria ordens diretas do líder daquela célula, podendo ser um grande cartão de visitas caso corresse tudo bem, ou uma péssima primeira impressão no caso de falhar em seu dever. E sabendo disso, foi cauteloso para perguntar à Grambos o detalhe importante para passar o relatório.

- Gorgon tem um Den den mushi com ele. Ele vai usá-lo para passar o relatório. - respondeu apontando para Gorgon, que balançava em sua mão um caracol com cara de cansado.

O barbudo saiu da sala seguido de J, e logo em sequência, por Naharis. O ruivo subiu as escadas, se separando de Gorgon, que corpulento e desengonçado, caminhava para fora do casarão. Pelo visto não esperaria pelo novato, e iria diretamente para algum outro lugar, provavelmente para o navio rumando Dawn Island. Sem pressa, o rapaz de cabelos brancos seguiu o parceiro, que caminhava sem olhar para trás, e parecia tão relaxado quanto um monge.

Chegaram ao vilarejo que Naharis passara anteriormente. As casas simples formavam ruas, que se ligavam então para a rua principal, que seguia para o porto. O céu azulado e limpo combinava com o sol forte, e penalizava aqueles que odiavam o calor. Os civis faziam suas atividades rotineiras, conversando, brincando, trabalhando e jogando. Gorgon agora estava no meio do povo, se misturando entre as pessoas, mas ainda na vista do parceiro.

Chegaram enfim para a rua principal, onde deveriam segui-la para chegar ao destino, mas Naharis percebe algo estranho. Gorgon atravessava a rua, seguindo para uma mais quieta e parada. Não olho para trás, apenas continuou a caminhada. O gatuno sabia que deveria cumprir suas obrigações, mas não deveria partir sem parceiro, sem contar que sua curiosidade falava mais alto naquele instante, e compulsivamente, seguiu o revolucionário.

A rua era delimitada pela lateral de dois sobrados de madeira, algumas janelas do segundo andar tinham a tentativa falha de trazer luz do sol para os cômodos, mas a única coisa que havia naquela rua era sombra. Mais casebres se desenhavam pela rua, e em uma casa laranja, a pouco menos de trinta metros de onde Naharis estava, Gorgon bateu na porta, olhou para o lado e alguém o recepcionou.

Não era possível ver a face da pessoa, mas o braço forte puxou Gorgon para dentro, e então fechou a porta. Era impossível conter a curiosidade naquele instante, Naharis deveria checar. Se tentasse abrir a porta principal, veria que estava trancada. A janela ao lado da porta estaria tampada com a cortina marrom. Ao lado da casa, criando uma pequena passagem entre ela e a casa vizinha, uma janela estava aberta, poderia ser uma boa oportunidade para que Naharis matasse sua curiosidade.


Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Abel
Civil
Civil
Abel

Créditos : 12
Warn : Indecisões e Decisões em Conomi! - Página 2 3010
Masculino Data de inscrição : 25/03/2015
Idade : 21

Indecisões e Decisões em Conomi! - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Indecisões e Decisões em Conomi!   Indecisões e Decisões em Conomi! - Página 2 EmptySeg 23 Jan 2017, 19:29


Não gostava do fato do Den Den Mushi ir para Gorgon, estaria mais seguro se o objeto viesse a ficar comigo, mas nem tudo na vida são flores então minha única posição era aceitar o destino que teríamos, seja ele bom ou ruim, e pelo que me parecia cheirar, boa coisa não estava por vir.. Meu parceiro parecia não ser de muita conversa durante nossa viagem, após chegarmos com sucesso no vilarejo quase o perdi de vista, pelo que me parecia sua intenção era me despistar, mas por quê ele faria isso? Algo muito errado estava por vir, consegui enxergá-lo atravessando a rua e, consequentemente, desviou-se do caminho original que lhe fora proposto. " Péssima hora para ter uma curiosidade tão alta como a minha.. Tsc.. " pensava enquanto via que tinha uma grande chance de me dar mal em seguir Gorgon, apesar do pensamento negativo tinha que ver com outros olhos, se Gorgon fosse um traidor ou estivesse fazendo quaisquer atitudes que não fossem adequadas para a missão eu poderia reportar para Grambos, mas tinha um problema.. O Den Den Mushi estava com o próprio Gorgon, hoje não era o meu dia de sorte.

Um beco, dois sobrados, trinta metros de distância, essa era a relação de números e objetos que destacava a situação em que eu estava à passar atualmente, tinha que tomar a decisão mais sábia, porém a mais sábia ia contra meus princípios e minha forma de agir e pensar e não tinha como enganar ninguém, com minhas unhas coçava minhas pernas de curiosidade, precisava rapidamente checar o que meu "parceiro" tinha à esconder de mim, algumas situações do que poderia acontecer vinham em minha mente, eu entraria no local em algum de seus pontos cegos e conseguiria as informações e voltaria sem ninguém ver, eu entraria e me veriam, eu entraria e veria que era apenas uma casa normal, rezava para ser a última opção já que não queria confusão apenas saciar minha curiosidade.

Vendo Gorgon adentrar em uma das casas que não estava muito distante de mim já consegui avistar os pontos cegos que serviriam para favorecer minha entrada no local, uma casa laranja era algo que merecia destaque, se eu passasse por ali em uma dia normal já chamaria minha atenção para saber o que tinha de especial, então hoje, o aspecto da casa mais a situação em que me encontro temos o resultado da minha curiosidade em ação, e não podia demorar muito com aquilo já que tinha planos a fazer em Dawn Island, então observo atentamente a casa e consigo vê-la com exatidão já que trinta metros não é uma distância absurda, uma porta trancada, uma janela tampada por uma cortina ao seu lado e uma janela mais distante que estava aberta. Não arriscaria tanto de primeira ação, vendo que uma das janelas estava aberta porém tampada iria andando normalmente até a mesma e quando estivesse cerca de dez metros longe da casa me agacharia e andaria dessa forma até alcançar a janela em questão que se situava ao lado da porta, permaneceria então agachado encostado na parede e com a janela ao meu lado para assim tentar ouvir alguma informação.

Se não fosse possível escutar com exatidão o que era dito dentro da casa teria que me arriscar mais, daria a volta na casa - ainda agachado - até encontrar a janela que estava aberta e, nessa mesma, faria o mesmo plano da outra: permanecer agachado ao lado dela para tentar escutar quaisquer vozes, não podia ser uma missão suicida, se houvessem mais de duas vozes se destacando já não adentraria no ambiente do jeito que estava, porém tinha que conseguir ouvir primeiro. Se não conseguisse ouvir nenhum tipo de voz teria que arriscar a sorte, já tinha chegado tão perto, mas primeiro checaria meus itens, guardaria a garrafa de vinho no bolso direito da minha calça e uma adaga ficaria entre minha cintura e a calça na parte direita e a outra adaga entre a cintura e a calça no lado esquerdo, ambas ficariam de fácil acesso num combate, após checar meus itens e armamentos botaria apenas a cabeça para fora na janela, já que permanecia agachado era esse o método que tinha para checar se tinha alguém no cômodo que possuía aquela janela.

Caso houvesse alguém rapidamente retiraria meu rosto para não ser visto por ninguém " Essa foi por pouco.. Ufa.. " e não entraria, apenas aguardaria para ver onde aquilo chegaria e permaneceria agachado e atento a possíveis vozes, mas caso não houvesse ninguém arriscaria por a primeira perna " Que que estou fazendo da minha vida.. " depois a segunda perna e então passaria o resto do corpo, analisaria a casa e se ouvisse quaisquer tipo de vozes me esconderia em algum lugar próximo as mesmas para que permanecesse seguro e ao mesmo tempo conseguisse as informações necessárias " Onde esse viado do Gorgon tá me metendo.. " pensava enquanto permanecia escondido.

Não tinha muito o que fazer se não aceitar aquele destino em que fui colocado, aguardaria possíveis vozes ou reações, permanecendo atento com as mãos em minhas adagas em caso de pensar estar próximo a um combate e se sentisse barulho ou passos de pessoas vindo até mim rapidamente veria se o esconderijo em que estava era o adequado e se não fosse mudaria para algum que o fosse para a situação. Se acontecesse alguma situação crítica seja para mim fisicamente ou se me encontrassem procuraria o caminho que havia entrado e pela mesma janela sairia correndo até chegar na multidão onde tentaria despistar quem me seguisse.

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Leo
Orientador
Orientador
Leo

Créditos : Zero
Warn : Indecisões e Decisões em Conomi! - Página 2 4010
Masculino Data de inscrição : 14/06/2014
Idade : 19
Localização : São Paulo-SP

Indecisões e Decisões em Conomi! - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Indecisões e Decisões em Conomi!   Indecisões e Decisões em Conomi! - Página 2 EmptyTer 24 Jan 2017, 09:46

Indecisões e Decisões em Conomi!
Gorgon e o caracol

Espionar um parceiro de equipe não era uma coisa muito ética, mas Naharis deveria saciar o desejo de fazê-lo, só e unicamente por causa de sua curiosidade, que em muitas situações, e talvez nessa também, poderia colocá-lo em grande perigo. A casa parecia mais velha e menos bem cuidada a cada passo dado. A madeira era pátio de musgos que nasciam em pontos isolados, deixando a casa laranja com pontos esverdeados. Mas ainda assim, era a casa onde Gorgon entrara, e era ela que o gatuno espionaria.

Agachado, Daario se aproximou do casebre e entrou no beco, se deparando com a lateral da casa. Estava tão sombrio quanto a rua que passara antes, mas encontrava pontos de luz no fim daquele beco, o que era animador, talvez aquele lugar não fosse sombra 100% do dia. Seu foco era a janela aberta, direcionou-se para ela, e à medida que se aproximava, uma voz áspera era ouvida.

- Então você se juntou mesmo a eles, Gorgon. - disse a voz.

Naharis colocou a cabeça e viu uma coisa bem estranha. Gorgon estava sentado, corpulento e desengonçado como sempre, em uma cadeira que mal o cabia, e inclinava a cabeça para ouvir o Den den mushi falar, mas este era diferente do que havia pego na base, este pertencia exclusivamente a Gorgon. O homem ficava sem jeito ao ouvir o que o caracol falava, e se consertava na cadeira pra responder.

- Mas eu sou fiel à você. Sou eternamente grato pelo que fez por mim. E... - pigarreou - Eu vou passar aí. Estou indo para Dawn Island em missão. É unir o útil ao agradá...

- Como posso ter certeza que não vai mudar de ideia? O exército parece bem tentador, não é mesmo?

- Sim, é tentador. Mas eu tenho prioridades.

O homem se levantou, sorriu, virou-se para a parede oposta à janela e pegou uma lança que estava pendurada. Era uma arma simples, mas se encaixava bem na mão do rapaz, que a girava um pouco em sua mão. De repente ficou em silêncio, prendeu a respiração, e num golpe rápido, apontou a ponta da lança para a janela, que agora estava sem ninguém, apenas mostrando os fundos do sobrado vizinho.

Naharis conseguira ser furtivo o suficiente para ouvir o bastante para saciar sua curiosidade e sair sem se encrencar. Agora era decidir o que fazer. Ir para o navio era algo bastante válido, afinal, não sabiam se ele partiria agora, se partiria depois, ou se já estava de partida.


Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Abel
Civil
Civil
Abel

Créditos : 12
Warn : Indecisões e Decisões em Conomi! - Página 2 3010
Masculino Data de inscrição : 25/03/2015
Idade : 21

Indecisões e Decisões em Conomi! - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Indecisões e Decisões em Conomi!   Indecisões e Decisões em Conomi! - Página 2 EmptyTer 24 Jan 2017, 13:14


Ouvindo a conversa entre Gorgon e um ser desconhecido, me perguntava onde estava o homem que outrora havia puxado Gorgon para dentro do estabelecimento com seu braço, conforme ia ouvindo pensava no quão traidor meu "parceiro" poderia ser, não sabia qual decisão deveria tomar, pensamentos inúteis vinham junto com as sugestões de ações à fazer, poderia simplesmente entrar na janela furtivamente e tentar uma assassinato rápido e limpo mas que poderia dar errado se eu pisasse em qualquer objeto que fizesse barulho ou talvez até o próprio piso - como é de madeira -, poderia correr dali até o navio da princesa e rezar aos Deuses do Vinho para que ela carregasse um Den Den Mushi com comunicação para o Acampamento e pudesse relatar o ocorrido e mais diversas opções.

Acreditaria cegamente na última, sendo esta a menos arriscada e com minha curiosidade saciada era quase 100% de chance em sair daquele beco para o porto, porém antes de sair daquele local permaneceria mais alguns - poucos - minutos na tentativa de obter mais algum tipo de informação, como para quem realmente Gorgon trabalhava, contudo se não fosse possível sairia então de perto da casa ainda agachado com o objetivo que na casa laranja nenhum dos vários - talvez? - ou dos poucos - talvez? - membros conseguissem me ver, e então ao estar afastado o suficiente em que eu considerasse seguro - cerca de dez metros - voltaria ao andar ereto e normal, sem muito esforço caminharia até o navio que aparentava ser da princesa ou que pelo menos eu conseguisse reconhecer a mesma, " Mas que furada eu fui me meter hein... Esses parceiros de hoje em dia andam mais furados que aquelas dançarinas baratas de bar.. AUAHAHAHAH ", alguns suspiros vinham em meio à pensamentos obsoletos, coçadas na nuca interpretavam meu ser naquele momento.

Com sorte acharia o navio com exatidão e sem muita demora - era esse o objetivo - porém sempre tem aquele um por cento que insiste em me atrapalhar, continuaria a andar pelo porto até achar o navio da princesa mas caso não fosse possível pararia a pessoa que estivesse mais próxima de mim e indagaria - Pois bem, sabe qual navio chegou de Dawn Island hoje? Exatamente hoje. não deixaria claro minhas intenções com a prima do rei, talvez os próprios civis não soubessem quem era a moça que desembarcara daquele navio há algumas horas então seria melhor apenas identificar o navio como "aquele que veio de Dawn Island", não teria risco de comprometer nenhuma informação, se obtivesse as respostas adequadas para a minha pergunta seguiria-as até encontrar o navio.

Ao encontrar o navio procuraria diretamente a princesa ou algum dos soldados que tinha visto no Acampamento, possivelmente toda a tripulação do navio dela sabia de uma parte da missão então não era necessário todo cuidado, apenas no que falar, não passaria todas informações obviamente mas - Ei, Grambos disse que eu poderia ir para Dawn no navio da princesa, então.. onde eu fico? diria para qualquer um dos soldados que anteriormente à protegiam, caso se fosse a princesa em si - Boa tarde, princesa, Grambos disse que eu poderia ir em sua companhia até a ilha para completar a missão., ao estar sozinho com a princesa revelaria as informações que obtive no beco - Vossa Majestade teria um Den Den Mushi com conexão à Grambos? Saiba que meu parceiro, Gorgon, é um traidor e não trabalha para o exército revolucionário, está apenas como um espião, agora para quem ele é um espião já não tenho a ciência! talvez eu conseguisse obter essa informação quando fiquei mais alguns minutos no beco mas ainda não revelaria isso para a princesa, esperaria estarmos à caminho de Dawn para conversar mais a sério com a mesma.

'' Zarpa logo esse navio.. " pensava enquanto possivelmente esperaria a princesa fazer a ligação através de seu hipotético Den Den Mushi, crenças e sorte era o que mais contava naquele dia..




Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Leo
Orientador
Orientador
Leo

Créditos : Zero
Warn : Indecisões e Decisões em Conomi! - Página 2 4010
Masculino Data de inscrição : 14/06/2014
Idade : 19
Localização : São Paulo-SP

Indecisões e Decisões em Conomi! - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Indecisões e Decisões em Conomi!   Indecisões e Decisões em Conomi! - Página 2 EmptyTer 24 Jan 2017, 13:44

Indecisões e Decisões em Conomi!
Gorgon e o caracol

Gorgon saía da sua casa com uma mochilinha nas costas, era bastante pequena, e nele, parecia uma pochete. Também descansava a lança atrás do pescoço, segurando-a com a parte de dentro dos cotovelos enquanto repousava as mãos atrás da cabeça. Estava bastante relaxado, e se fosse mesmo um espião, era um homem bastante controlado e seguro de si, afinal, não demonstrava tensão ou seriedade alguma. Passou pela rua, fazendo o trajeto contrário, e Naharis continuou lá esperando alguma nova informação.

Ficou algum tempo esperando, mas o silêncio tomava conta da rua. Enfim desistiu e rumou ao porto.

Passou pelos civis, desenhando o caminho até o litoral. O chão ladrilhado precariamente era um obstáculo a ser superado para quem estava com pressa, mas aparentemente não era o caso de Naharis. Gorgon já não estava no campo de visão do rapaz, muito provavelmente estava no local desejado. Sem demoras a imensidão do mar foi encontrada, as ondas calmas retratavam o dia calmo que fazia em Conomi.

Um grande navio estava ancorado. Era o único no local. Homens trabalhavam levando mantimento e soltando as cordas de grandes estacas de madeira. Uma bandeira azul caía sobre o mastro principal. Era o navio que Naharis vira anteriormente. Não havia sinal da princesa, mas era, claramente, o navio que iria para Dawn Island. Daario não hesitou em entrar no navio. Um homem parou o gatuno levantando a palma da mão, obrigando o rapaz a se explicar. Dito tudo, o liberou.

- Ah sim, pode embarcar. Seu amigo está na proa, encontre-se com ele e alguém já os levará para o quarto. - disse o homem.

Apesar de ter o desejo de se encontrar com a loira que almejava o trono de Dawn Island, Naharis não teria essa chance tão cedo. Nem mesmo os nobres conseguiam ter essa exclusividade, e, quem era Daario se não um empregado? Foi levado para a proa do navio, muito bonita por sinal. Madeiras seguiam a mesma direção, preenchendo o chão e respectivamente o teto do andar inferior. Estava muito bem limpo também, afinal, a princesa estava lá.

Uma porta dava para a cabine do capitão, e ao lado da porta, duas escadas levava para o timão, onde um homem brincava de dirigir, fingindo girar o objeto. Uma porta do outro lado do navio era rasteira, grudada ao chão, e estava aberta, dando acesso para uma escada que iria para baixo. Fora isso, três mastros se erguiam no convés, mostrando a autoridade que Dawn Island tinha.

Gorgon estava debruçado no canto do navio, olhando para o mar, sua mochila ainda em suas coisas. Agora estava um pouco mais nervoso, sua cara estava mais pálida e parecia apreensivo, talvez enjoo? Acenou para o companheiro revolucionário quando um terceiro homem chegou. Vestia roupas ao estilo Kiko (só que sem o chapeu, mostrando a cabeleira preta espetada e falha), mostrando a perna com pelos grossos e feios. Fumava um cachimbo no canto da boca torta, caída para o lado.

- Yo-ho, yo-ho, dois marujos novatos. - bateu nas costas de Gorgon, e Naharis pôde ver a diferença de tamanho que tinham. Gorgon era um bebê perto dele! - Eu sou o capitão Phill. Sou o capitão oficial da princesa Filomena, prima de do lorde Faham III. Não vou me dar ao trabalho de mostrar o quarto de vocês, mas é só descer a escada mesmo. Temos seis quartos, o de vocês dois é o primeiro da direita. Os outros são dos meus marujos, e a última porta é o quarto da princesa, não a incomodem, ou vão se ver comigo.

E era isso. Informações dadas, exploração liberada.


Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Abel
Civil
Civil
Abel

Créditos : 12
Warn : Indecisões e Decisões em Conomi! - Página 2 3010
Masculino Data de inscrição : 25/03/2015
Idade : 21

Indecisões e Decisões em Conomi! - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Indecisões e Decisões em Conomi!   Indecisões e Decisões em Conomi! - Página 2 EmptyQua 25 Jan 2017, 13:17


A chance de encontrar a princesa parecia um sonho distante mas não tinha a menor chance de deixar Gorgon escapar disso sem ao menos se explicar ou nos contar o que estava acontecendo, conseguia ver meu "parceiro" debruçado no canto do navio com olhos à imensidão do mar quando o capitão do navio chegou e nos deu alguns avisos, estava comprovado, contatar a princesa seria algo impossível, bem, eu poderia invadir o quarto dela com o custo de minhas forças mas não procurava encrenca logo no navio que me daria uma viagem de graça para Dawn Island.

Esperaria então Phill dar as costas para nós dois então pegaria uma de minhas adagas e a deixaria em minha mão direita enquanto a outra adaga permaneceria em minha cintura e meu vinho em meu bolso, com a adaga andaria furtivamente com silêncio e cuidado até Gorgon e ao chegar próximo ao mesmo posicionaria meu braço direito de tal forma no pescoço do rapaz que poderia ser uma possível ameaça à vida dele enquanto minha mão direita ficaria na altura de seu abdome com a intenção de prender o movimento de ambos braços do rapaz - Desembucha, para quem você trabalha? E o que você fazia naquele quarto? Responda rápido e antes que você pense em se mover sua garganta já estará "distribuindo" sangue.. diria ao mesmo na tentativa de obter respostas, em primeira via não o mataria caso não respondesse minhas perguntas, forçaria ainda mais o braço dando uma impressão que faria uma ação imprudente e farias as mesmas perguntas de novo, caso alguma pessoa do navio se aproximasse para tentar separar ou se intrometer na briga gritaria - ESTE HOMEM PODE POR EM RISCO TODA A NOSSA MISSÃO, DEIXA QUE EU RESOLVO ISSO OU CHAMEM A PRINCESA!!

Se Gorgon conseguisse escapar da minha possível imobilização e começasse a correr - em qualquer direção - correria atrás do mesmo porém dessa vez com ambas adagas equipadas em cada mão e assim que considerasse uma brecha ou uma pequena distância entre nós pularia em sua direção na tentativa de cair sobre suas costas e fazê-lo cair e então o viraria para que ficasse de costas ao chão, em seguida se conseguisse esse feito novamente com a adaga direita posicionaria-a à poucos milímetros de sua garganta sendo possível até iniciar um sangramento de tão próxima que estava mas sendo este não profundo - Me diz para quem caralhos você trabalha, seu merda! enquanto permanecia em cima dele minha mão esquerda vasculharia sua blusa ou o que estivesse usando na parte de cima com a intenção de encontrar o Den Den Mushi que outrora havia sido usado para se comunicar com um ser desconhecido por mim.

" Ai caralho, a missão tinha que começar assim? " pensava enquanto permanecia com o braço em cima do pescoço do rapaz.

Caso ele não tentasse fugir da ameaça inicial esperaria-o responder as perguntas ou a princesa chegar no local, se ele respondesse negativamente e negando as acusações - Ah é? Pois bem, tire todos seus itens da blusa inclusive os dois Den Den Mushi que você possui, um que Grambos te deu e outro que você usou para se comunicar na Casa Laranja... dizia já com um tom mais calmo porém sério e caso ele começasse a se "auto-revistar" ainda permaneceria com meu braço direito em seu pescoço apenas tirando o esquerdo que antes possivelmente bloqueava seu abdome. Por sua vez se a princesa aparecesse diria a mesma - Vossa Majestade, esse rapaz é um impostor, ao sairmos do Acampamento ele tentava me despistar até que o vi seguindo para um beco onde tinha uma casa laranja e ao entrar na casa eu me aproximei furtivamente da janela onde parecia mais adequado e então consegui escutar sua conversa onde dizia ser fiel a um homem, e esse homem andava desconfiado de Gorgon realmente querer se juntar ao exército revolucionário porém Gorgon novamente afirmou jurar fidelidade e agradecer por tudo que o homem tinha feito para ele.. Princesa, se realmente deseja completar o que foi combinado é necessário dar um jeito em Gorgon, mas isso é decisão sua.. falando com um tom de voz elevado mas mantendo o respeito com a figura que estava à minha frente.




Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Leo
Orientador
Orientador
Leo

Créditos : Zero
Warn : Indecisões e Decisões em Conomi! - Página 2 4010
Masculino Data de inscrição : 14/06/2014
Idade : 19
Localização : São Paulo-SP

Indecisões e Decisões em Conomi! - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Indecisões e Decisões em Conomi!   Indecisões e Decisões em Conomi! - Página 2 EmptyQua 25 Jan 2017, 18:39

Indecisões e Decisões em Conomi!
Ameaça irracional / Post de viagem: 1/3

Phill, o capitão de quase três metros e meio e desenhado com músculos definidos (apesar da idade), deixava a dupla de revolucionários a sós, os mandando ir para os seus aposentos. A caminhada de Gorgon era um pouco estranha, suas mãos estavam na barriga, estava um pouco curvado. Certamente já estava enjoado, mas nem saíram do porto ainda. Desciam dois lances de escada e entravam num corredor um pouco escuro, e ali Naharis via a oportunidade perfeita para intimidar seu parceiro.

Colocou a adaga perto do pescoço do grandalhão, e tentou também limitar o movimento de seus braços. Gorgon segurava sua lança, mas preferiu não usá-la contra Naharis, que estava certo de que seu parceiro era um traidor. Gorgon não fez nada, somente respirou fundo e fez um pouco de força para que seu parceiro o soltasse, mas nada brusco, e Daario continuou na tentativa de imobilização. O interrogatório do garoto era muito ruim, não parecia convincente, combinando com o fato de que era um novato, então Gorgon não deu o valor necessário.

- Me solta, garoto. - a voz do homem era séria e claramente não estava feliz - Você está se complicando cada vez mais.

Mais pressão foi colocada, e Gorgon estava realmente incomodado. As perguntas foram feitas novamente, mas dessa vez, Gorgon reagiu. Correu para trás e girou seu corpo, chocando Naharis contra a parede, obrigando o rapaz a soltar o grandalhão. O gatuno não teve tempo de reação, e assistiu um show de habilidade com a lança dançando nas mãozorras do revolucionário, que bateu com o cabo usando muita força na coxa de Daario, causando muita dor, e por fim, girou a lança para bater o cabo na cabeça de Naharis.

E tudo ficou escuro.

Depois que a consciência de Naharis voltou, estava num escritório. A parede de madeira era igual a todas as outras do navio, e claramente estavam navegando agora. Pela janela do escritório, viu os casebres de Conomi, que começavam a se distanciar, acabavam de sair do porto. Uma mesa com papeis estava na frente do garoto, e poderia até mesmo pegá-las, se não fossem por cordas que prendiam suas mãos no encosto da cadeira que estava sentado. Estava sozinho no escritório, mas ouvia as vozes dos marujos do lado de fora.

De supetão, a porta se abria atrás de Naharis, levando mais luz para o interior do escritório. Uma grande sombra surgiu de lá, entrou no aposento, fechou a porta e respirou fundo. O homem que entrara era tão grande que sua respiração parecia a de alguém bufando.

- Yo-ho. - falou - Sr. Gorgon me contou o que aconteceu lá embaixo.

Phill passava ao lado da cadeira, contornou a mesa e ficou de frente para Naharis. Colocou os dois punhos fechados encima da mesa, exibindo o braço grosso e forte, o tronco grandalhão era escondido pela roupa preta de manga bem curta. O capitão mostrava o sorriso amarelado por entre as barbas, parecia estar lidando com uma criança.

- Você não deveria espionar alguém em sua própria casa. Gorgon está bem chateado, é a primeira missão dele, e ele é recebido assim. Sem contar que você é um novato. Será que seu superior gostaria que isso chegasse ao seu ouvido? - Phill e sua voz rouca pareciam serenos demais, mas davam a impressão de esconderem um homem nervoso e violento. - Você tem que ter certeza das coisas antes de fazer. Não perguntei nada para ele, o coitado está bastante triste com o que aconteceu. Não vou invadir a privacidade dele, todos nós temos segredos afinal. - o homem foi para trás de Naharis e soltou as cordas amarradas com força - Tomei a liberdade de beber um pouco do seu vinho... Bem. Pra você não deve ser pouco, mas ainda dá pra tomar uns goles. Suas facas estão encima da cama, pode pegá-las, mas com um aviso: Se causar mais alguma coisa, eu vou tomar atitudes severas. Não quero zona no meu navio.

Naharis poderia voltar a andar no navio, mas mancaria bastante, afinal, o golpe de Gorgon fora bastante dolorido, e criava hematomas e sintomas de dores. Teria que arcar com aquilo.


Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Abel
Civil
Civil
Abel

Créditos : 12
Warn : Indecisões e Decisões em Conomi! - Página 2 3010
Masculino Data de inscrição : 25/03/2015
Idade : 21

Indecisões e Decisões em Conomi! - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Indecisões e Decisões em Conomi!   Indecisões e Decisões em Conomi! - Página 2 EmptyQua 25 Jan 2017, 19:18


"Onde que eu tô?" pensava ao abrir lentamente os olhos, não lembrava com exatidão como tinha ido parar ali mas aos poucos minha memória ia se refrescando "Não acredito que aquele filho da puta saiu ileso.." pensava com raiva, por sorte apenas uma dor na perna mas ao saber que o velho tinha bebido meu vinho o sangue subiu à cabeça, porém não tinha como reagir se não positivamente, fingir que estava tudo bem e sorrir, mas não ia deixar barato, alguém tinha que saber a verdade mas como eu faria isso? Eu poderia invadir o quarto da princesa e contar tudo, mas o quarto dela provavelmente é vigiado 24 horas por dia por soldados o que tornava essa sugestão inviável, como eu traria a verdade à tona, será que Phill tinha noção da missão e do nosso objetivo? Precisava arriscar..

- Capitão.. espere, eu preciso lhe contar uma coisa, eu sinto muito ter causado o alvoroço em seu navio mas me responda honestamente, você tem ciência do por quê a Princesa veio até Conomi e por quê eu estou aqui indo para Dawn Island? indagaria ao capitão antes que o mesmo virasse às costas e fosse embora, se sua resposta fosse sobre não ter conhecimento do motivo ou negasse responder à mim diria quase gritando - Eu imploro à você, deixe-me falar com a Princesa, eu estou dando minha reputação ao exército revolucionário nesse momento, eu juro, Phill, se você deseja o bem da Princesa você precisa deixar ela falar comigo, não é um pedido meu é um pedido de todo o exército revolucionário, você pode ter certeza que se fosse qualquer membro inclusive Grambos ele faria o mesmo que eu! suplicaria, meu rosto possivelmente se avermelharia pelo ponto em que teria que chegar mas era necessário.

Somente se Phill respondesse positivamente e dissesse ter quaisquer tipos de envolvimento e respostas sobre a missão e os por quês que outrora eu havia indagado diria dessa vez mais seriamente - Phill, Sua Princesa jamais se tornará Rainha de Dawn Island se continuar a achar que Gorgon é bom moço, aquela pode até ser a casa dele mas eu juro que tem algo errado, possivelmente agora ele sabe que eu ouvi as conversas e vai se livrar do Den Den Mushi dele mas eu preciso que você acredite em mim, segura minhas armas, amarre-me onde você bem achar e deixe quantos soldados quiser com armas e espadas apontadas em minha garganta mas deixe-me falar com a Princesa, ela merece se tornar Rainha e isso não será possível se me deixar aqui com as informações que descobri.. ao fim da frase abaixaria meu rosto e ficaria olhando para o chão em quanto esperava possíveis reações do Capitão.

Não gostava de me ver chegar à esse ponto mas era totalmente necessário, eu tinha um desejo de mudar o mundo, eu fui aceito por querer mudar o mundo e quando tive a oportunidade de provar o meu desejo fui injustiçado e acusado do que não fiz quando o verdadeiro mal escapa, aquilo tinha que ser detido nem que minha vida seja sacrificada. Finalmente me levantaria da cadeira Phill estando ali ou não, daria um gole em meu vinho para limpar a garganta e ver se me fazia relaxar um pouco "Estava precisando.. Aah" e caso o Capitão ainda permanecesse na sala diria - Se me permite.. e pegaria as adagas e as equiparia na cintura da mesma forma que antes, se o mesmo não estivesse mais na sala e me ignorado das súplicas que fiz suspiraria "Foda essa vida.." e do mesmo jeito equiparia ambas adagas.

Se Phill me ignorasse iria para o meu quarto que antes ele havia me oferecido "Caralho, que dor fudida.." enquanto mancava até chegar no local, então analisaria cada aspecto do meu quarto e se possuísse uma cama deitaria nela e posicionaria ambos braços esticados e com os dedos entrelaçados atrás da minha cabeça, se não possuísse cama sentaria num canto qualquer do carto enquanto pensaria em possíveis soluções para a situação em que havia me metido..

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Indecisões e Decisões em Conomi! - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Indecisões e Decisões em Conomi!   Indecisões e Decisões em Conomi! - Página 2 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Indecisões e Decisões em Conomi!
Voltar ao Topo 
Página 2 de 3Ir à página : Anterior  1, 2, 3  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: East Blue :: Conomi Island-
Ir para: