One Piece RPG
#1 Principium - Página 5 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Um Destino em Comum
#1 Principium - Página 5 Emptypor (Orochi) Hoje à(s) 06:02

» 10º Capítulo - Parabellum!
#1 Principium - Página 5 Emptypor OverLord Hoje à(s) 02:44

» Hey Ya!
#1 Principium - Página 5 Emptypor GM.Mirutsu Ontem à(s) 23:12

» The One Above All - Ato 2
#1 Principium - Página 5 Emptypor CrowKuro Ontem à(s) 22:17

» [LB] O Florescer de Utopia III
#1 Principium - Página 5 Emptypor ADM.Noskire Ontem à(s) 22:05

» The Hero Rises!
#1 Principium - Página 5 Emptypor Achiles Ontem à(s) 21:57

» Capitulo II: Sangue e navalhas! O Golpe em Las Camp
#1 Principium - Página 5 Emptypor Oni Ontem à(s) 21:24

» Meu nome é Mike Brigss
#1 Principium - Página 5 Emptypor Oni Ontem à(s) 20:57

» BOOH!
#1 Principium - Página 5 Emptypor Oni Ontem à(s) 20:20

» Garfield Henryford
#1 Principium - Página 5 Emptypor Sagashi Ontem à(s) 19:54

» Caçadoras Eternas: Almas entrelaçadas!
#1 Principium - Página 5 Emptypor Kenshin Himura Ontem à(s) 19:04

» [M.E.P] Kan Kin
#1 Principium - Página 5 Emptypor Shideras Ontem à(s) 19:03

» [MINI-*Kan Kin*] *Uma vida de merda*
#1 Principium - Página 5 Emptypor Shideras Ontem à(s) 18:58

» Bakemonogatari
#1 Principium - Página 5 Emptypor yaTTo Ontem à(s) 18:50

» Apresentação 6 ~ Falência Bombástica
#1 Principium - Página 5 Emptypor Furry Ontem à(s) 18:35

» [M.E.P] Albafica
#1 Principium - Página 5 Emptypor Albafica Mino Ontem à(s) 18:01

» [Mini] Albafica Mino
#1 Principium - Página 5 Emptypor Albafica Mino Ontem à(s) 18:00

» Cap.1 Deuses entre nós
#1 Principium - Página 5 Emptypor Salazar Merlin Ontem à(s) 17:54

» Cap 4: O Silêncio dos Inocentes
#1 Principium - Página 5 Emptypor ADM.Tidus Ontem à(s) 17:50

» Mess in Grand Line: The Red-Haired Arrived
#1 Principium - Página 5 Emptypor ADM.Tidus Ontem à(s) 17:50



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 #1 Principium

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 65
Warn : #1 Principium - Página 5 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 27
Localização : 1ª Rota - Karakui

#1 Principium - Página 5 Empty
MensagemAssunto: #1 Principium   #1 Principium - Página 5 EmptyQua 28 Dez 2016, 20:08

Relembrando a primeira mensagem :

#1 Principium

Aqui ocorrerá a aventura do(a) civil Shimizu Raiden. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
Gina
OPRPG Facebook
OPRPG Facebook


Data de inscrição : 17/06/2011

#1 Principium - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: #1 Principium   #1 Principium - Página 5 EmptySeg 22 Jan 2018, 12:16

OFF: Que bom que estão gostando :D Eu já pensei mais ou menos em como desenvolver/guiar o Takezo na sua busca pelos da sua tribo, mas ficaria pra uma próxima aventura, não sei... Bem, isso se forem me querer como “narrador fixo”.    

~ Raiden ~

Harry não retribuía o abraço, mas também não o recusava, recebendo as palavras de Raiden e sentindo a lagrima lhe molhar o ombro do uniforme de forma sutil. Notavelmente ele não esperava algo assim vindo de Shimizu, e ficou sem reação por um momento. – Sim, principalmente aquele pirata e seu bando... Eu irei detê-los. Definitivamente irei. – Era visível a determinação em sua voz.

Em meio àquela comemoração, uma figura menos empolgada era vista deixando o QG pelo portão principal enquanto os aplausos já começavam a cessar. McGarden direcionou seu olhar para o homem, percebendo que era um dos que antes estavam com eles no vestiário, um dos recrutas, o único dos que passaram pelo teste de percurso com obstáculos e não foi aprovado no ingresso na marinha, por ter “falhado” no exame ocupacional anterior. Alguns poderiam considerar aquele cena de vê-lo partir como lembrete de que nem todos alcançaram o sucesso e se tornaram soldados aquele dia. Harry franziu o cenho ao vê-lo ir embora e então virou o rosto, se desfazendo do abraço de Raiden. – Já chega disso... – Foi se afastando do grupo de soldados recém admitidos e indo para dentro do prédio principal da base. – Eu prometo. – Disse enquanto partia, de forma discreta, mas audível, para Raiden.

– Parabéns, pessoal!! – Júlio direcionou suas felicitações a todos, porém em seguida se aproximou dos que antes compuseram sua equipe no exame ocupacional. – Eu posso ser seu senpai, mas agora estamos no mesmo nível, galera. Somos todos soldados da marinha, então não precisam fazer cerimonias quando forem falar comigo! – Seu rosto sorridente e amigável como sempre, combinando com seu tom de voz e atitude. Christopher o abraçava em lagrimas agradecendo pelo seu apoio, era um homem simples e bem emotivo quanto aos seus sonhos. – Ei pessoal, o que me dizem de virem comigo? Vou lhes mostrar onde é o alojamento, onde aqueles que não moram na ilha vão poder dormir e... – Sua fala era interrompida pela de Maikão. – Que mané alojamento, meu bom? Com a empolgação que nóis tá, daora mesmo seria pegar uma missão! Quem tá comigo? – Júlio não entendeu qual a pressa em partir tão cedo em uma missão, e até tentou explicar que teriam muito tempo para fazer isso depois, mas no fim acabou sendo convencido pela empolgação do braços longos e concordou em leva-los até o local onde poderiam ser designados para missões. – Então tá bom! Aqueles do “Time Júlio” que quiserem começar a servir em missões, venham comigo! – Dito isso Júlio começaria a caminhar na mesma direção que Harry foi mais cedo.    

Raiden sentiu algo tocar seus cabelos de leve, bem no topo da cabeça. Logo depois alguma coisa caiu, suavemente na ponta de seu nariz. Era gelado e derreteu quase que de imediato ao entrar em contato com o calor do corpo do novo soldado. Todos então notaram uma precipitação alva que caia de forma vagarosa do céu. Pequenos e frágeis flocos de neve começavam a tomar conta do céu, vindo ao chão. Estava nevando! As pessoas admiravam confusas e maravilhadas aquele fenômeno fora de época e estação. O tenente Derek, entretanto, cruzou os braços olhando para cima com uma cara séria e com tons de preocupação. – Então ele finalmente resolveu agir... – Falou para si mesmo, pensando alto. Seu olhar reflexivo e contemplativo.
         
     

~ Takezo ~

O plano do anão estava dando certo, Yago lhe direcionou um soco, mas acertar um corpo tão pequeno em pleno movimento parecia ser uma tarefa impossível quando você ainda precisa se curvar para isso. Tentava não perder Takezo de vista, endireitando o corpo e mantendo a guarda alta, enquanto movia a cabeça para os lados, na tentativa de manter contato visual e uma base firme. - Pretende só ficar correndo, igual uma barata? – Começava a se irritar com o anão.  

Sua furtividade natural, aliada a sua altíssima capacidade de aceleração, tornavam Takezo um alvo muito complicado de se atingir, ou mesmo de se manter os olhos por muito tempo, quando em movimento. E por isso não foi difícil para ele se posicionar bem detrás do boxeador, que não sabia mais onde o anão estava e olhava para os lados desesperado para encontra-lo. O gatuno então partiu pro ataque, atingindo, após saltar meio metro no ar, a parte de trás do joelho esquerdo de Yago com a adaga de plástico, que por ser uma peça pequena, não se partia ou entortava com o impacto e força empregada.

Mesmo não tendo lhe furado a pele, por ser um objeto sem ponta, a dor causada por uma estocada com tanta força focada em um ponto tão pequeno era considerável. Yago foi obrigado a dobrar o joelho, caindo no chão assim, se apoiando com a mão direita no tatame. Olivia se impressionou com a capacidade e sagacidade de Takezo, que obviamente tinha seus métodos para lidar com inimigos nitidamente várias vezes mais altos que ele.
Aquele golpe havia, porém, revelado sua posição para o boxeador, que já virou o rosto lhe mirando um gancho com a mão esquerda, que foi evadido por Takezo ao se abaixar e afastar, infelizmente, não o suficiente para evitar o chute lateral de Yago, que atingiu todo o lado esquerdo do seu corpo e, por sua baixa estatura e peso, foi arremessado a vários metros, se chocando contra uma janela de vidro que não se partiu. Poderia ver, através dela, o céu nublado que apareceu quase que de repente, despejando uma constante quantidade de neve sobre o QG e a ilha.

Olivia, tendo seus olhos seguindo o desenvolvimento da luta, também notou a nevasca e parece ter se impactado com isso. – Não é só por que as regras do boxe não permitem o uso dos pés que eu não posso usa-los em uma luta real! Aprenda a estar pronto para todo tipo de ataque em uma briga, nanico! – Yago parecia ser o único a não perceber a nevasca que se formou lá fora, e se levantava para voltar a lutar. A soldada da prancheta, por outro lado, dava uma enorme atenção a isso, se aproximando da janela onde Takezo estava bem no batente, e olhando lá para fora. – Esse teste acabou! Takezo, você lutou bem, está aprovado! Vá até o prédio principal para buscar seu uniforme. Preciso ir ver a Sgt. Heaven! – Dizendo isso a marinheira saia apressada pela porta principal. Takezo, mesmo estando ali na base pela primeira vez, não teria dificuldades em identificar qual era o prédio principal, já que ele era perceptivelmente destacado em relação aos outros pelo tamanho e design.
             

   

OFF:
Spoiler:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Raiden
Agente em Treinamento
Agente em Treinamento
Raiden

Créditos : Zero
Warn : #1 Principium - Página 5 10010
Masculino Data de inscrição : 20/05/2011
Idade : 27
Localização : ᕦ(ò_óˇ)ᕤ

#1 Principium - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: #1 Principium   #1 Principium - Página 5 EmptyTer 23 Jan 2018, 11:59

   Pegando Harry de surpresa Raiden abraçou-o deixando-lhe sem ação, mas por alguma razão logo desprendeu-se do abraço com o cenho franzido, o jovem entendera que seu companheiro havia lembrado de algo que não lhe deixou conformado mas rapidamente passando a mão em seu próprio rosto secando a lágrima abriria um sorriso logo voltando-se para Júlio que disparava..

- Parabéns pessoal!! Eu posso ser seu senpai, mas agora estamos no mesmo nível, galera. Somos todos soldados da marinha, então não precisam fazer cerimonias quando forem falar comigo! Ei pessoal, o que me dizem de virem comigo? Vou lhes mostrar onde é o alojamento, onde aqueles que não moram na ilha vão poder dormir e...

- Que mané alojamento, meu bom? Com a empolgação que nóis tá, daora mesmo seria pegar uma missão! Quem tá comigo?

- Opa! - Levantando a mão Raiden diria - Pode contar comigo! Hahahah

- Então tá bom! Aqueles do “Time Júlio” que quiserem começar a servir em missões, venham comigo!

   Antes de seguir seu grupo Raiden sentiu algo cair em sua cabeça, parou confuso ao sentir o tom gélido que logo escorria pelo seu nariz, levando a mão até o topo da cabeça tentando pegar aquilo que havia caído foi inapto, sentiu apenas água e ao olhar para cima percebeu que nevava na ilha, flocos de neve caíam do céu sem aparente motivo, todos ficavam maravilhados com o fenômeno mas Raiden não, o jovem ficavam atônito olhando a neve cair, sua mente viajava enquanto sua audição captava as palavras de tenente Derek..

- Então ele finalmente resolveu agir..

~ Eu moro aqui há anos, nunca vi uma gota de neve.. E o que seria "ele finalmente resolveu agir"?? O tenente sabe o porque desse fenômeno, eu realmente queria fazer uma missão mas.. Droga, isso parece mais urgente, preciso estar por dentro para proteger todos ~

   Virando-se em direção ao tenente Derek, o jovem iria com passos firmes sem pressa, ignoraria seus companheiros pois não iria mais para a missão, estava focado em seu objetivo e ao chegar próximo do tenente prestaria continência para logo após relaxar com as mãos para trás dizendo..

- Tenente.. Gostaria de uma palavra com o senhor, se possível, senhor. - Caso questionado o motivo diria - Senhor, moro nessa ilha há mais de 8 anos, sei quando algo está errado, gostaria de discutir em privado, seria melhor senhor.

   Não iria embora sem conseguir uma palavra com o tenente, de preferência em algum escritório ou mesmo um quarto desocupado, uma vez neste local com o tenente não pouparia em suas palavras..

- Tenente Derek, com todo respeito senhor.. Nestes 8 anos nunca vi uma gota de neve nesta ilha, eu até mesmo pensaria que o clima do planeta está mudando por algum fator meteorológico que desconheço pois não estudei para isto, mas, ouvi o senhor dizer "Então ele finalmente resolveu agir", gostaria de estar a par da situação senhor, estou na marinha para ajudar e, se me permite dizer, sou o tipo de cara que gosta de informações, prefiro estar ciente de tudo que acontece e me encontro sem a menor ideia do que está acontecendo, quem é "ele" tenente? E o que podemos fazer a respeito?

   Prosseguiria a conversa até estar completamente ciente do que acontecia em sua ilha, não queria que nada pegasse-o desprevenido, não enquanto pudesse se prevenir e tomar conhecimento do que está acontecendo. Raiden estava contente por ter escolhido um uniforme com manga pois, com o clima sabia que ficaria mais frio, posteriormente perguntaria se há um casaco que a marinha poderia oferecer mas isto era apenas uma preocupação consigo mesmo, esqueceria isto por enquanto, todavia este evento colocou em check seu objetivo, se queria tanto ser um cara com 'informações' como alega querer ser, por que não sabe de nada sobre isto? Passou seus anos na ilha trabalhando e curtindo a vida, agora recebeu um soco no estômago com esta situação, não passaria mais os seus dias apenas trabalhando e curtindo, procuraria saber mais, sempre estudar, afinal é isto que Las Camp lhe ensina, que com estudo você pode chegar longe, Raiden tomaria isto para a vida.

Histórico:
 

____________________________________________________

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Takezo
Soldado
Soldado
Takezo

Créditos : 10
Warn : #1 Principium - Página 5 10010
Masculino Data de inscrição : 07/10/2011

#1 Principium - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: #1 Principium   #1 Principium - Página 5 EmptyQui 25 Jan 2018, 03:22

Meus movimentos e pequeno tamanho eram destaques na movimentação contra Yago, porém, algo me surpreendia, o marinheiro utilizava um golpe que, até o momento, eu nunca julguei que era capaz; um chute. Eu sentia meu corpo sendo lançado contra uma direção de tal forma que eu não tinha muito controle, sentindo meu corpo bater contra uma janela, sem a quebrar. [!... Aff... como assim um chute?! Eu lembro que li muito bem que boxeadores não utilizam outras partes do corpo... aquela história deve ser mentirosa, droga![/i] Me sentia levemente decepcionado comigo mesmo, afinal, não tinha previsto um golpe tão óbvio que poderia ocorrer, tudo por supor saber exatamente como o inimigo se movia e lutava.

-Hahah. Foi um pequeno erro. Já havia lido um pouco sobre como funciona o boxe, eu realmente não esperava por esse golpe, hahaha. Eu estava visivelmente desconfortável por ter cometido um pequeno erro, ainda menor que o meu tamanho. Ia me colocando de pé e virando ao marinheiro, passando rapidamente os olhos naquele cenário lindo de neve caindo. Me posicionada de tal forma a voltar a lutar, até notar que Olivia estava se aproximando. Então, de minha posição eu observava ela para tentar entender o que iria acontecer, afinal, ela parecia entrar no meio do cenário de combate.

Não demorou muito para que ela informasse o que queria, sendo aprovado no teste, apesar de ter falhado naquele último momento. Me sentia levemente feliz e triste ao mesmo tempo, afinal, a situação dava um gosto amargo na boca. Foi um prazer ter essa luta com você. Mesmo pequeno eu inclinava um pouco meu torso de forma a comprimentar Yago. [color=#006699][i]Aprendi mais do que imaginava que seria possível em um teste assim!

Após isso, seguia as ordens de Olivia, sairia daquele local e procuraria o tal prédio principal para me equipar com as roupas necessárias dos marinheiros. Com isso, me despedia de ambos ali e procurava por tal prédio. Meus olhos buscavam o maior dos grandiosos prédios (afinal, pelo meu tamanho todos eram grandes). Conseguindo localizar corretamente, entraria e buscaria informações sobre possíveis roupas para minha pequena silhueta, informando que eu havia acabado de ser aprovado em um teste de combate, juntamente com os outros exames.


Off::
 

Histórico:
 

____________________________________________________

*Ação*
"Pensamento" (darkviolet)
-Fala (#006699)


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Gina
OPRPG Facebook
OPRPG Facebook
Gina

Créditos : 15
Warn : #1 Principium - Página 5 10010
Masculino Data de inscrição : 17/06/2011
Idade : 26
Localização : Bem atrás de você...

#1 Principium - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: #1 Principium   #1 Principium - Página 5 EmptySex 26 Jan 2018, 11:54

~ Raiden ~
Entretidos em suas próprias conversas, Júlio e os outros nem percebiam que Raiden não os acompanhava até o prédio principal, partindo sem ele em busca de seus primeiros trabalhos. Shimizu preferia ficar e fazer algumas perguntas ao Tenente Derek que, quando foi abordado, disse de maneira discreta, olhando para o soldado e descruzando os braços, que poderiam conversar ali mesmo, no pátio onde estavam, já imaginando qual seria a natureza da conversa. – Se for para falar do que estou pensando, não há necessidade de segredo ou privacidade. Diga o que o está incomodando, soldado. – Raiden se adiantava e falava sobre a nevasca repentina que os acometera e as palavras “suspeitas” e cheias de significado ditas pelo próprio oficial ao notar o gelo caindo do céu. Respirando fundo, Derek soltava o ar com um certo tom de leve preocupação, embora seus olhos passassem certa tranquilidade. – Então era mesmo isso... Bem, não tem por que eu tentar omitir qualquer coisa a respeito disso. Em breve será noticia nos jornais, de qualquer forma...

– Não sei se já ouviu falar de um homem que, algum tempo atrás, causou uma grande confusão na Grand Line. Mille Kelig, que rapidamente superou os 100 milhões de berries de recompensa, se tornando um Supernova, título atribuído aos piratas novatos que parecem ser especialmente problemáticos. Enfim, já faz um tempo que a marinha tem percebido indícios de seu retorno após uma temporada sumido. Todos os com patente mais elevada na corporação tem estado em alerta para caso ele tentasse alguma coisa e essa neve fora de época, tema ver com ele, provavelmente... – Surgindo ao longe, detrás das costas de Derek, Raiden via uma figura feminina passando pelos portões dianteiros do quartel general e adentrando a base. Caminhava decididamente de encontro aos dois, ou melhor, de encontro a Derek que, coincidentemente, estava na companhia de Shimizu. A mulher não era uma estranha desconhecida para o ex jogador de basquete, se tratava de Nia, a mulher com quem esteve pela manhã. – Ah, então é mesmo o Destruição Alva que está por trás disso... Acha que vamos ter problemas na ilha por conta disso, Sr. Derek? – Nia parava detrás do tenente e, cruzando os braços com o semblante incomodado, fazia esse questionamento ao ouvir parcialmente a conversa dele com o soldado, ao qual a moça falhou em identificar.

– Boa tarde, senhorita Nia. – Se virava para olhar para a vice diretora da universidade, que parecia ainda menor diante dos 1,90m do tenente. – Eu ainda não tive tempo de entrar em contato com Marine Ford ou o G5 para saber o que está acontecendo. Acho difícil acreditar que Kellig teria algum interesse em vir até o West Blue só para fazer algo em nossa ilha. Entretanto... Eu meio que torço para que seja isso... Por que, se ele não está nas proximidades, e ainda sim pode fazer isso acontecer, significa que seus poderes aumentaram muito nos últimos tempos... – Ao dizer a palavra “isso”, Derek apontou pra cima, indicando o céu nevado que os aplacava. Pensativa, Nia desviou o olhar por um momento, digerindo as palavras do tenente. – De qualquer forma, eu vou me prevenir... Não posso arriscar que aquele projeto seja interrompido... É a nossa esperança. – Em nenhum momento a mulher sequer olhou diretamente para Raiden, partindo direto para o prédio principal, para onde Júlio e os outros seguiram antes.
         


~ Takezo ~

Quando saiu do local onde lutou, o anão, que antes teve a arma de plástico tomada de suas mãos pelo boxeador e posta de volta onde estava, já do lado de fora, notou que o clima começava a esfriar bastante. Via, um pouco mais distante na área externa, que Raiden batia papo com algum oficial vestindo uma jaqueta como se fosse uma capa, mas seguia seu caminho até o prédio principal. Uma vez lá dentro se deparou com um grande corredor branco e bem iluminado, com diversas portas e acessos a outros corredores ao longo dele. Ouvia um vozerio saindo de alguns deles, mas era algo indistinto e difícil de discernir.
Quase foi esmagado por um marinheiro afobado que surgia de repente de um dos corredores adjacentes, apressado, parecendo procurar por alguém e trazendo uma caixa pequena e retangular na mão. Só não fora pisado por ele pois chamou sua atenção ao lhe questionar sobre onde conseguir um uniforme e dizer que havia sido aprovado no exame da marinha.

– Oohhh, ai esta você! Estava a sua procura!! – O soldado, que parecia empolgado, se abaixou para falar com Takezo “de perto”. – A Olivia me avisou pelo Den Den Mushi que você foi aceito na marinha e me pediu para providenciar seu uniforme... – Dizendo isso ele mostrava para o anão a caixa que trazia em mãos. Era uma embalagem de brinquedo e dentro dela havia uma figura de ação de um marinheiro uniformizado. Animado o soldado abriu a caixa e começou a despir o boneco, entregando os trajes a Takezo, o incentivando a vestir. – A propósito, minhas armas te ajudaram no teste? – Se referia ao arsenal de plástico que Takezo teve a oportunidade de usufruir mais cedo.  

Em dado momento uma das conversas vindas de tras das portas se tornava mais intensa e audível, e era uma voz familiar. – Eu requisito ir nessa missão. – O tom da voz era sério e impositivo, decidido, firme. – Me põe nessa fita ai também, minha chegada. – Eram Harry e Maikão. – Mas achei que a ideia fossemos ir todos juntos numa aventura, essa missão ai é pequena e só tem 3 vagas, assim alguém vai ficar de fora... Tem outras ai com mais vagas, que dá pra ir todo mundo...

Passando pela mesma entrada que o anão usou, uma mulher cruzava o corredor rapidamente, indo até a porta de onde esses sons vieram e a escancarando. – Não há razão para se preocuparem. Fui eu quem solicitei essa missão à marinha e estou aqui justamente para pedir que aumentem o contingente de soldados nela. Precisarei reforçar a segurança enquanto isso durar... Acho que não preciso dizer a importância disso, né? – O discurso parecia ser dirigido a soldada responsável por distribuir as missões que trabalhava naquela sala, que confirmou com um “Entendido” ao ouvir o pedido de Nia. – Isso não é ótimo, pessoal? Assim todo time Júlio pode embarcar nessa missão!!



@EDIT: Tinha colocado a cor errada nessa ultima fala, dai podia parecer que foi o Ten. Derek que falou. Agora corrigi pra ficar mais obvio que foi o Júlio.

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.] [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Pericias p/ Aprender:
Spoiler:
 


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


Última edição por Gina em Sex 02 Fev 2018, 09:45, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Raiden
Agente em Treinamento
Agente em Treinamento
Raiden

Créditos : Zero
Warn : #1 Principium - Página 5 10010
Masculino Data de inscrição : 20/05/2011
Idade : 27
Localização : ᕦ(ò_óˇ)ᕤ

#1 Principium - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: #1 Principium   #1 Principium - Página 5 EmptySeg 29 Jan 2018, 20:31

   O tenente não relutava em falar sobre aquilo abertamente com o soldado, nem mesmo quis ir para um lugar reservado o que era um bom sinal, aquilo mostrava que o tenente não tinha nada a esconder de seus subordinados e isto passou maior confiança a Raiden, assim que questionado sobre a nevasca na ilha Derek disparou..

- Não sei se já ouviu falar de um homem que, algum tempo atrás, causou uma grande confusão na Grand Line. Mille Kelig, que rapidamente superou os 100 milhões de berries de recompensa, se tornando um Supernova, título atribuído aos piratas novatos que parecem ser especialmente problemáticos. Enfim, já faz um tempo que a marinha tem percebido indícios de seu retorno após uma temporada sumido. Todos os com patente mais elevada na corporação tem estado em alerta para caso ele tentasse alguma coisa e essa neve fora de época, tema ver com ele, provavelmente...

- Sim, faz bastante tempo, lembro vagamente..

- Ah, então é mesmo o Destruição Alva que está por trás disso... Acha que vamos ter problemas na ilha por conta disso, Sr. Derek?

   Nia aparecia atrás de Derek, Raiden não acreditava no que via pois a mulher antes estava tão desesperadamente fissurada pelo o que quer que seja que estava atrás da porta qual o jovem foi barrado de entrar, agora a mulher estava ali, fora do local, aquilo intrigou o jovem mas permaneceu quieto e continuou a observar, por enquanto..

- Boa tarde, senhorita Nia. Eu ainda não tive tempo de entrar em contato com Marine Ford ou o G5 para saber o que está acontecendo. Acho difícil acreditar que Kellig teria algum interesse em vir até o West Blue só para fazer algo em nossa ilha. Entretanto... Eu meio que torço para que seja isso... Por que, se ele não está nas proximidades, e ainda sim pode fazer isso acontecer, significa que seus poderes aumentaram muito nos últimos tempos..

- De qualquer forma, eu vou me prevenir... Não posso arriscar que aquele projeto seja interrompido... É a nossa esperança.

   Após isto a mulher simplesmente virou as costas e foi em direção ao prédio principal, Raiden não acreditava no que via, aquela mulher estava realmente cega pelo seu "projeto", apesar de rude sua atitude o jovem decidiu seguir-la, virando-se rapidamente para Derek e dizendo..

- Obrigado pela honestidade tenente! Vou me juntar ao meu time agora, com sua licença.

   Prestando uma ligeira continência iria pelo mesmo caminho que Nia, seguindo-a de uma distância segura continuaria, até então chegar a um local onde reconhecia os rostos ali presentes, chegaria devagar com passos leves para não ser notado, esconderia o rosto com o boné disfarçando-se fingindo não conhecer-los apenas chegando mais próximo para que pudesse saber do que se tratava..

- Me põe nessa fita ai também, minha chegada.

- Mas achei que a ideia fossemos ir todos juntos numa aventura, essa missão ai é pequena e só tem 3 vagas, assim alguém vai ficar de fora... Tem outras ai com mais vagas, que dá pra ir todo mundo...

- Não há razão para se preocuparem. Fui eu quem solicitei essa missão à marinha e estou aqui justamente para pedir que aumentem o contingente de soldados nela. Precisarei reforçar a segurança enquanto isso durar... Acho que não preciso dizer a importância disso, né?

~ Então eles já foram em busca de missões mas não acharam nada que precisasse de tanta gente e Nia acaba de aumentar o limite de vagas para sua missão, essa é a minha deixa ~

- Não é necessário Nia.. - Diria removendo o boné para que pudesse olhar nos olhos dela e depois olhar seus amigos - Prontos para nossa primeira missão? Vamos andando, Nia explica no caminho nosso objetivo.

   Virando as costas colocaria o boné novamente ocultando seu rosto e com as mãos no bolso seguiria andando devagar pelo corredor até que fosse alcançado por todos, para assim então acompanhar seus ritmos, ficaria quieto apenas atento as palavras de todos até que chegassem ao destino, gostaria de saber qual seria sua primeira missão mas não faria qualquer pergunta, deixaria que seus companheiros o fizessem.

Histórico:
 

____________________________________________________

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Takezo
Soldado
Soldado
Takezo

Créditos : 10
Warn : #1 Principium - Página 5 10010
Masculino Data de inscrição : 07/10/2011

#1 Principium - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: #1 Principium   #1 Principium - Página 5 EmptyTer 30 Jan 2018, 03:59

Eu sentia levemente estranho naquela situação. O frio ia começando a predominar, sentia minha pele retrair de tal forma como se quisesse uma forma de esquentar. Passava lentamente uma palma da mão pelo braço contrário afim de tentar aquecê-los brevemente. Aquilo era só mais um lembrete para mim mesmo o quanto precisava de novos trajes. Espero que as roupas sejam confortáveis e bem quentes, esse clima da ilha é algo estranho... Eu ia pensando sobre isso, enquanto vagarosamente ia dando meus passos para adentrar tal prédio que me foi orientado inicialmente.

HEEEY! Cuidado... Me movimentava indo para o lado direito, em um pequeno salto para me livrar dos pés de um marinheiro muito afobado. Aproveitava que via alguma alma naquele corredor e já emandava Oi... Você poderia me indicar a direção para adquirir o uniforme da marinha? Minha pergunta era quase que imediatamente respondida pelo homem a minha frente. O mesmo citava que havia justamente recebido orientação de me encontrar e providenciar roupas. Sim, sim. Não são como armas normais e ainda mais leves e de durabilidade duvidável, porém foram de excelente ajuda. Mas acho que preciso de armas decentes... Eu colocava minhas palmas da mão na cintura, em movimentos deslizantes até as pernas, como se sentisse falta de objetos que ficavam naquelas laterais. Aproveitava tais movimentos e ia me despindo ali mesmo e colocando os trajes que outrora estavam no boneco. Só espero que os trajes sejam mais quentes... esse clima é realmente estranho! Me movimentava com simples golpes de pernas e braços. Testava o quão longe meu punho podia chegar sem ser prejudicado pela roupa em questão que eu havia acabado de colocar.

Um pequeno aquecimento com movimentos de braços, sempre um auxiliando o outro. Movimentava a cabeça para algumas direções e, com isso, acabei ouvindo sons próximos que chamaram a minha atenção. O assunto era interessante e a curiosidade bateu naquele instante, pulava na direção da porta em que a mulher acabara de entrar, já questionando em tom alto sobre Eu também poderei participar? Não esqueçam de mim! Eu dava um salto na aresta da porta em vertical, indo de um lado ao outro, de tal forma que tentava puxar atenção a mim para que notassem que eu também tinha algum interesse no que estava para acontecer. Tenho que me dedicar de tal forma que eles consigam confiar em mim e que eu possa adquirir algum tipo de respeito para obter as informações que eu desejo sobre meu povo!

Tentava demonstrar um sorriso abobalhado para todos eles, demonstrando minha intenção de ajudar e minha empolgação, principalmente pensando que aquilo era um meio para o fim que eu desejava. Esperava por algum tipo de resposta sobre a situação, para entender qual seria o meu ponto ali naquele momento. Se iria ou não ser aceito para auxiliar em tal missão, que até o momento, eu sabia nada sobre.



Histórico:
 

____________________________________________________

*Ação*
"Pensamento" (darkviolet)
-Fala (#006699)


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Gina
OPRPG Facebook
OPRPG Facebook
Gina

Créditos : 15
Warn : #1 Principium - Página 5 10010
Masculino Data de inscrição : 17/06/2011
Idade : 26
Localização : Bem atrás de você...

#1 Principium - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: #1 Principium   #1 Principium - Página 5 EmptySex 02 Fev 2018, 16:26

Clima: Nublado e Nevado;
Temperatura: 15º Celsius;
Período: Meio da Tarde;

Júlio, apressado, se punha a frente de Shimizu e tentava deter seu avanço, o parando ao empurrar seu peito com as mãos por uns instantes. – Calminha ai, Raiden. Não tão rápido. Temos que ir pegar armas pra vocês antes! – Nia finalmente tinha sua atenção guiada até o ex jogador de basquete, desviando enfim seu olhar da pequena figura vestida com um mini traje da marinha que se apresentava para a missão. – Ora, ora... Raiden? Você não é o garoto que eu levei para casa ontem a noite? Parece que resolveu seguir meus conselhos e entrar para a marinha, não é mesmo, criança? Enfim... Eu tenho de ir, venham assim que estiverem devidamente equipados, e que não demorem... – A mulher vestia um belo casaco de pele e saiu pelo mesmo caminho que entrou, parecia estar com pressa, talvez não querendo ficar muito tempo longe de seu “projeto”.

– Oloko, Raiden! Rei delas, moleque solto, passando a pica em geral. – Não de proposito, Maikão disse isso apenas após Nia deixar o local, se referindo ao que a mulher disse sobre ele ter passado a noite na casa dela. Estendeu o cumprido braço direito para Shimizu, a palma aberta aguardando que o soldado lhe cumprimentasse com um “High Five”. Enquanto que para Maikão a conclusão de que Raiden e a vice diretora haviam dormido juntos era óbvia, os outros membros do “Time Júlio” pareciam confusos e não entendiam por que Raiden havia ido para a casa de Nia a noite anterior. – Bem, bem, bem... Temos que chegar ao local da missão depressa. Mas como começou a nevar, é melhor pegarmos nossos trajes de inverno e, independente disso, nossas armas no arsenal. – Mesmo naquele ambiente interno, dentro do prédio principal, era perceptível que a temperatura continuava a baixar exponencialmente, perdendo graus a cada minuto que passava.

Com um “sigam-me” Júlio liderou o grupo, mostrando o caminho que deveriam fazer até arsenal onde, convenientemente, também estavam os trajes de inverno. Christopher, Maikão e Harry o seguiam sem pestanejar, apenas alguns passos atrás. Enquanto avançavam pelos corredores Júlio explicava brevemente alguma coisa. – Desde que a ilha se tornou tão violenta, as regras são que nenhum soldado deve deixar o Quartel sem portar ao menos uma arma. Para sua própria segurança. – Ao fim daquela frase já estavam no arsenal. Olivia, a mesma que antes mostrou onde era o vestiário, tirou Takezo do refeitório e lhe aplicou o teste de proficiência em combate, já estava no local com sua prancheta em mãos, na companhia de outros dois soldados, pegando uma grande quantidade de capas amarronzadas de tecido grosso, que seriam entregues aos marinheiros na base.

Sem que fosse preciso ninguém ali dizer nada, Olivia olhava para o grupo que chegou e, em seguida, para sua prancheta, folheando por um segundo os papeis e então entregava, a um por um, com exceção de Júlio, que já trazia uma adaga na cintura, a arma apropriada para seu estilo de combate, citado nos relatórios dos exames de admissão. Caso Takezo tivesse vindo junto da equipe, receberia um item extra das mãos de Olivia, era um broche de metal reluzente, pintado de forma bela e elegante, com cores vivas... Sua medalha de admissão na marinha. O objeto, porém, lhe seria proporcional, assim como a arma que, surpreendentemente, existiam no estoque da marinha em tamanho especial para anões. Não seria impossível para Takezo fixar sua medalha no peito. Nesse momento Júlio se lembrava de que havia prometido que faria ele mesmo a entrega de uniforme para o anão assim que fosse aprovado, e se sentia mal por não ter cumprido sua promessa, embora não dissesse nada a respeito, apenas parabenizando o rapaz. – Parabéns, Takezo! É uma pena que tenha perdido a cerimônia de entrega de medalhas com o tenente, mas agora você é oficialmente um soldado como nós! – Harry recebera e equipara um par de manoplas, enquanto que Maikão calçava as botas bico de ferro. Christopher observava o brilho da lamina da katana, enquanto ele prendia a bainha na cintura. Os dois soldados que acompanhavam a marinheira entregavam ao time Júlio algumas [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.], um exemplar para cada, enquanto que Takezo teria a sua entregue pelo mesmo soldado que lhe entregou o resto do uniforme antes, que surgia correndo na porta e lhe dava a nova peça, que era um item de colecionador de figuras de ação da marinha. Traziam o simbolo da corporação estampado nas costas e possuíam capuz.

Enquanto vestia sua capa, algo se agitava e mexia no bolso do peito, na camisa de Júlio. Em poucos segundos um par de olhos surgia de lá, era Dexter, o hamster, que ainda estava com ele desde o teste ocupacional. Com todos devidamente equipados, o veterano os convocava para a missão, mas, antes de partir, se lembrando de outra promessa que fizera a Takezo, se aproximava de Olivia e fazia um pedido. – Não quero abusar, mas será que você poderia me fazer um grande favor, Olivia-san? Enquanto estou em missão você poderia olhar, ou pedir para que alguém olhe, os registros da marinha para ver se tem algo sobre um incidente envolvendo anões em Micqueot, no North Blue, nos últimos anos? Eu agradeceria muito... – A mulher assentiu com um meneio de cabeça, e com isso Júlio finalmente partia, esperando ser acompanhado pelo grupo, tinha em mãos uma folha contendo os detalhes da missão, embora não tivesse nada muito especificado. Júlio leria, enquanto caminhavam até o local, as informações imprescindíveis.

– Parece ser uma missão do tipo “Sentinela”, com o tempo vocês vão aprender os jargões da Marinha. Missões de sentinela são aquelas em que precisamos ficar de guarda em uma região ou estabelecimento... Os que cuidam dos portões da base, por exemplo, estão em missão de sentinela aqui do QG. Mas a gente vai ficar de guarda é lá na universidade, mais especificamente em um dos locais de pesquisa... Que estranho... Aqui na ficha não diz o porquê dessa guarda ter sido solicitada, ou o que/quem estaremos guardando. – Do lado de fora do Quartel General o frio parecia ainda mais intenso, embora as capas ajudassem a se proteger dele, preservando em parte o calor corporal dos usuários. A neve continuava a cair e se acumular aos poucos no chão, que não demoraria muito para estar coberto pelo gelo.
A maioria ali saberia como chegar a faculdade sozinho, mas o soldado veterano tomava a iniciativa de lidera-los, indo na frente e mostrando o caminho. O frio ia se intensificando e, embora algumas crianças ainda permanecessem do lado de fora, trajadas com agasalhos, brincando na neve, a maior parte das pessoas entraram em casa e trataram de acender suas chaminés, que já fumegavam e cuspiam fumaça cinza escura para o céu, tingindo alguns dos flocos de neve que precipitavam.        

A medida que se afastavam da base, o número de cidadãos ainda fora de casa, incluindo crianças brincando, diminuía. Refletindo o crescimento da “insegurança” dos habitantes, que aumentava gradativamente mediante a falta de proximidade do QG. Devia ser por volta das 15h da tarde mas, por conta do seu nublado, parecia já estar perto das 18h.    
Após essa caminhada chegavam enfim na universidade, avançando por ela até alcançarem, após muitos corredores, uma passagem já conhecida por Raiden, era a porta dupla na qual havia sido barrado mais cedo naquele mesmo dia. Os escritos de “Área Restrita – Proibido Entrar” permaneciam ali. – Opa, parece que nossos reforços, ou melhor, substitutos, chegaram. Nosso turno acabou. – Dizia um dos brutamontes de 2 metros, que antes puseram Shimizu contra a parede quando o garoto tentou “invadir” o local sem a autorização de Nia. Os dois soldados podiam deduzir que se tratavam dos novos responsáveis por vigiar o local ao perceberem que vestiam uniformes da marinha e ao identificarem Júlio. – A Srta. Nia disse pra ficarem 2 aqui fora, no nosso posto, e o resto entrar para receber outras orientações sobre onde ficar de guarda lá dentro. – Antes de avançarem o grupo teria de decidir quem ficaria de guarda na porta, a ausência de um “líder”, visto que Júlio era de patente igual, os forçava a ter de escolher por si mesmo quem ficaria ali.
   


OFF: Podem dizer qual a arma que ganharam, levando em conta que é uma “Arma Simples” da loja que seja condizente com seu EdC. Põe nos ganhos, junto com a capa, o tipo de arma que escolheram.
Takezo, olha no tópico de uniformes da marinha e diz lá como é seu uniforme nos ganhos.  
Vocês dois, ou um de vocês, podem se candidatar para ficar de guarda na porta, ou se abster e dai outros membros do grupo vão ficar do lado de fora e vocês entram. A missão começou.
#1 Principium - Página 5 572694640

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.] [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Pericias p/ Aprender:
Spoiler:
 


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Raiden
Agente em Treinamento
Agente em Treinamento
Raiden

Créditos : Zero
Warn : #1 Principium - Página 5 10010
Masculino Data de inscrição : 20/05/2011
Idade : 27
Localização : ᕦ(ò_óˇ)ᕤ

#1 Principium - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: #1 Principium   #1 Principium - Página 5 EmptySeg 05 Fev 2018, 23:54

   Ao sair era detido por Júlio que reforçava ser necessário armarem-se primeiro antes de partir na missão, Nia fazia seu discurso com aquele ar superior e saia pela porta que entrou, Raiden não ligava já era passado e aquela mulher sabia ser antipática, soltando um sorriso ao comentário de Maikão, o jovem apenas daria uma leve risada e bateria na mão de seu companheiro fazendo o "High Five". Seguindo com o grupo chegou até o arsenal encontrava novamente Olivia que com sua prancheta distribuía os itens necessários, Raiden apanhava para si uma capa de inverno e um bastão de madeira com pontas de ferro, até que estiloso.

   Segurando seu novo bastão, colocaria-o encostado na parede para que pudesse colocar no corpo a capa propriamente, finalmente pronto para sua missão Raiden encostaria ao lado esperando por seus companheiros e analisando sua nova arma, faria alguns movimentos para acostumar-se com o peso dela e seus movimentos, enquanto isto Júlio explicava sua missão..

- Parece ser uma missão do tipo “Sentinela”, com o tempo vocês vão aprender os jargões da Marinha. Missões de sentinela são aquelas em que precisamos ficar de guarda em uma região ou estabelecimento... Os que cuidam dos portões da base, por exemplo, estão em missão de sentinela aqui do QG. Mas a gente vai ficar de guarda é lá na universidade, mais especificamente em um dos locais de pesquisa... Que estranho... Aqui na ficha não diz o porquê dessa guarda ter sido solicitada, ou o que/quem estaremos guardando.

- Se é confidencial para soldados, têm um motivo. Basta apenas fazermos nosso trabalho, certo?Mas estou intrigado, se levantaram o número de guardas é porque sabem de algo que não nos disseram, provavelmente será alvo de ataque.. Só uma ideia..

   Não queria alarmar o grupo mas colocou no ar um pouco do que tinha em mente sobre aquela situação, não diria tudo pois ainda não sabia como era seu grupo, com o tempo passando a conhecer-los melhor saberia como lidar com cada um, por enquanto apenas analisaria-os. Já do lado de fora do QG o frio fazia-se presente, neve caía sem parar deixando o chão branco, logo mais nesse ritmo seria difícil de andar por ali, como a ilha nunca teve um inverno daquele Raiden duvidava que teriam como limpar aquela neve pra não prejudicar o movimento das pessoas, com isto em mente continuou quieto esperando ordens.

   Após a caminhada o grupo chegava na universidade, olhando para o céu via que dali para frente só iria escurecer, adentrando a faculdade chegou aonde antes fora barrado por soldados, quais ainda estavam ali e pelo visto não reconheceram Raiden que puxava sua capa no rosto mantendo seu disfarce, até que os soldados recepcionavam-os dizendo..

- Opa, parece que nossos reforços, ou melhor, substitutos, chegaram. Nosso turno acabou. A Srta. Nia disse pra ficarem 2 aqui fora, no nosso posto, e o resto entrar para receber outras orientações sobre onde ficar de guarda lá dentro.

- Perfeito. - Virando-se para seu time diria - Se não se importarem, Júlio e Christopher deveriam ficar de guarda aqui. Takezo e Maikão não são, como dizer, "humanos normais" e esta é a porta da frente, já Harry não é muito sociável, sem ofensas, mas pode ter vaga individual lá dentro, acho que você prefere.. O que me dizem?

   Colocando suas palavras de forma que não soasse uma ordem Raiden daria sua ideia, até porque as patentes de todos eram iguais e sem um "líder" o jovem tomou a dianteira expondo não só o que queria mas o 'por que' disto, uma vez que concordassem seguiria para dentro, mesmo que não concordassem e dissessem algo como deixar-lo do lado de fora diria..

- Eu uso bastão, fica muito na cara ficar na porta com ele, entrega muita informação.. Não é a melhor escolha me deixar aqui fora..

   Contudo, se concordassem com suas ideias diria..

- Obrigado pela compreensão, vamos lá!

   Assim que entrasse iria andando até achar Nia, uma vez que encontrasse a mulher ficaria de frente para ela removendo o capuz e batendo o bastão no chão faria-se perceber que estava ali, sem dizer qualquer palavra apenas olharia para a mulher esperando as ordens, afinal estava ali para cumprir sua missão.

Histórico:
 

____________________________________________________

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Takezo
Soldado
Soldado
Takezo

Créditos : 10
Warn : #1 Principium - Página 5 10010
Masculino Data de inscrição : 07/10/2011

#1 Principium - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: #1 Principium   #1 Principium - Página 5 EmptyTer 06 Fev 2018, 11:54

Sem perder muito tempo, eu escolhia pelas roupas com manga longa e pegava a capa do boneco de ação da marinha. Ria um pouco sobre o como era estranho ter um manequin do meu tamanho, visto que eu só tinha notado manequins do tamanho de pessoas sem a maldição. Colocava sem muitas delongas todas aquelas roupas e até a capa. De arma, aproveitei para pegar uma sai, afinal, achei condizente a arma por ser mais do tipo de perfuração do que realmente de cortes, apesar de poder funcionar assim.

Me sentia pertencendo ao grupo, afinal, estava sim ali no meio de todos eles, apesar dos tamanhos consideravelmente diferentes e por ter tido Julio me parabenizando com pequenas e boas palavras, além disso, pouco depois o mesmo parecia lembrar da promessa de verificar informações sobre minha pequena tribo desaparecida. Agradecia com um sorriso no rosto, um movimento inclinando de minha cabeça, sem sair uma palavra.

Espero que dê tudo certo... quero muito reencontrar minha família, meus amigos, minha comunidade... NÃO! Não é a hora de ficar triste e perdido nesses pensamentos! Tenho que focar que agora sou um marinheiro e tenho obrigações. Que o que estava em minhas mãos foi feito e que agora tenho que esperar eles conseguirem informações. Cerrava os punhos pouco a frente do meu corpo, com meus olhos em resolução olhando para eles. Estava colocando meus focos em ordem.

A situação ia se desenvolvendo até o ponto que me via chegando na universidade. O ambiente por si só e o clima me forçavam a me apegar às roupas por estar frio e a luz parecia cada vez mais se distanciar do céu. Mas meus olhos percorriam todo aquele local. Nunca havia visto um ambiente daquela forma e daquelas estruturas ligadas entre si. Então ISSO é uma universidade... Só conhecia de ler sobre elas... O local no mundo que abriga conhecimentos... Não conseguia conter um certo ar de maravilha ao observar aquele local. Não eram só prédios, pedras, corredores, eram conhecimento. Eram livros. Eram pessoas que queriam almejar mais sabedoria.

Pouco tempo depois, enfim chegamos a uma porta específica, Raiden parecia já dizer algumas palavras firmes sobre posicionamentos e lugares. Como eu era mais inexperiente, fiquei quieto, observando e tentando entender a estratégia daquela situação. Balançava a cabeça ao concordar que era melhor ficar dentro da localidade pois não era um humano comum. Apesar de acreditar que por meu tamanho e por ser gatuno, muitas vezes iria passar despercebido ali e poderia funcionar como informante caso acontecesse ali na frente, mas mantive-me quieto, afinal, tudo aquilo era estranho; estava praticando situações em que eu só havia lido em livros policiais e de investigação.

Se posso dar uma sugestão... Falava lentamente, com um pouco de vergonha de dar uma ideia Lá dentro, onde estivermos, me coloque em uma posição que posso tirar proveito do tamanho e da minha furtividade... Mas é só uma ideia, se não quiser, eu entendo perfeitamente. Eu dizia gesticulando muito os braços em minha frente, visivelmente ansioso por ter falado algo e preocupado em como seria receptado pelos outros.



Histórico:
 

____________________________________________________

*Ação*
"Pensamento" (darkviolet)
-Fala (#006699)


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Gina
OPRPG Facebook
OPRPG Facebook
Gina

Créditos : 15
Warn : #1 Principium - Página 5 10010
Masculino Data de inscrição : 17/06/2011
Idade : 26
Localização : Bem atrás de você...

#1 Principium - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: #1 Principium   #1 Principium - Página 5 EmptyQua 07 Fev 2018, 10:51

Clima: Nublado e Nevado;
Temperatura: 10º Celsius;
Horário: Meio da Tarde;

Ao ouvir os comentários sobre si mesmo, Harry apenas emitia um “Humph!” e cruzava os braços, virando a cabeça para não olhar para Raiden, não com raiva exatamente, apenas como se quisesse mostrar desinteresse pelo assunto. Surpreendentemente, era Maikão a pessoa que “criava caso” pelo o que Shimizu disse. – Namoral, Raiden, papo reto? Tu pagou pra vacilar agora, tá ligado? Tu tá de preconceito pra cima do braçudão aqui, véi? Ai não, racistas não passarão!! Se for assim, então tu também não pode ficar de guarda aqui na porta, porra, por que tu é negro. Eu vou ficar aqui sim, já é? Aqui nesse time não vai ter intolerância! E se alguém pensar diferente de mim, eu vou descer a porrada! Até por que racismo é coisa de tritão. – Tentando apaziguar os ânimos do pessoal, Júlio concordava em ficar de guarda ali junto do homem da tribo dos braços longos, enquanto que Christopher iria junto dos outros para dentro.

Decidida qual seria a “formação” dos que ficariam na parte externa da sala, Raiden, Takezo e o resto do grupo avançava pela porta, vendo os outros dois soldados indo embora, mas não sem antes um deles entregar a Júlio um caracol, um baby dendenmushi.
A porta se fechava assim que entravam, a sala era ampla e bem iluminada pelas lâmpadas no teto, com cerca de 12 metros de largura por 7 de comprimento, tendo uma outra porta mais a frente, essa feita de metal, o som de pessoas conversando podia ser ouvido por detrás dela. A esquerda e a direita tinham janelas, uma em cada lado, protegidas por grades de metal, estavam fechadas e por isso não permitiam que parte do frio “entrasse”, mantendo o calor ali dentro e o ambiente em 15 graus. Armários com grandes gavetas próprias para arquivos, escrivaninhas próximas das paredes, um mesa retangular no centro, com algumas cadeiras de rodinhas com assento e encosto macios, alguns papeis espalhados por sobre cada um desses objetos. Assim era a mobília daquele cômodo. Junto a grande mesa no meio da sala estava Nia, trajando óculos de leitura enquanto lia algumas das anotações das folhas espalhadas sobre a mesa, ainda de pé com o corpo ligeiramente curvado. Interrompia a leitura ao ouvir o som da ponta de metal do bastão se chocar contra o chão de concreto liso. – Que bom que não demoraram. Assim posso voltar logo ao meu projeto.
 
Mexendo nos bolsos da calça, a mulher retirava deles um dispositivo de comunicação como o que foi entregue a Júlio, e um par de chaves soltas, uma grande e escura, outra pequena e prateada, essa última parecendo um tanto mais “elaborada” e sofisticada. – É o seguinte, eu serei breve, então escutem com atenção. Eu tomei a liberdade de planejar o esquema de segurança para essa noite. O objeto que vocês estão aqui para proteger ainda não “existe”, ele está detrás dessa porta de aço, sendo criado nesse exato momento. Lá dentro não há outras portas ou janelas, se alguém for tentar entrar ali será por essa porta metálica. Por tanto, o mais importante é que protejam essa antessala. Quero um homem em cada janela e mais um de prontidão aqui, de olho na porta da frente por dentro. Ou seja, três de vocês ficarão aqui e o quarto, bem, virá comigo para dentro da sala blindada, sendo a última linha de defesa caso tudo de errado. – Enquanto falava, indivaca com os olhos os pontos de que falava, direcionando o olhar para as janelas, para a porta da frente pela qual entraram e para a porta metálica. – Adotaremos também a estratégia de compartimentalizar os recursos. Cada um dos que estiverem nessa sala vai receber um desses itens. Um Den Den Mushi, que tem link direto para falar com os que estão no corredor, guardando a porta da frente, e para se comunicar com QG, pedindo reforços se necessário; A chave da porta da frente, que deverá ser trancada imediatamente, e aberta apenas em caso de emergência; E a chave da sala selada, que só será usada em uma situação de extrema necessidade.

Esse plano visava limitar as chances de vitória de qualquer invasor que, caso derrotasse apenas um ou dois dos 3 marinheiros que ficariam na sala, não teria o suficiente para escapar com sucesso. Além disso, o fato de apenas o soldado ali dentro ter a chave da porta da frente, significava que mesmo que Maikão e Júlio fossem nocauteados, os invasores ainda não teriam como entrar facilmente. – Eu fico com o Den Den Mushi e de prontidão, de olho na porta. Acionarei a base no caso de qualquer movimentação suspeita lá fora. – Harry se candidatou com tom sério e decidido, estendendo a mão direita para Nia, esperando receber o caracol de comunicação. Entretanto, ainda não estava nada decidido, os outros poderiam escolher entre si suas posições e itens de posse, além de qual deles iria avançar até a sala blindada junto de Nia.
   


OFF: O Harry apenas demonstrou interesse em ter o dendenmushi, não quer dizer que já é dele. Se algum de vocês quiser ficar responsável por ele, é só fazer o personagem se manifestar e tals e vocês vão discutir com Harry, argumentar e Nia vai ver pra quem ela entrega baseado nisso. (Mas já aviso que o DenDenMushi não vai entrar nos seus ganhos, pois será devolvido a nia no fim da missão). Podem também se candidatar para ficar la dentro com a nia e os cientistas da universidade.

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.] [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Pericias p/ Aprender:
Spoiler:
 


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Raiden
Agente em Treinamento
Agente em Treinamento
Raiden

Créditos : Zero
Warn : #1 Principium - Página 5 10010
Masculino Data de inscrição : 20/05/2011
Idade : 27
Localização : ᕦ(ò_óˇ)ᕤ

#1 Principium - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: #1 Principium   #1 Principium - Página 5 EmptyQua 07 Fev 2018, 15:05

   Harry apenas dizia 'humph' e cruzava os braços, sabia que Raiden estava correto e era antisocial demais pra debater isto em público, o grupo parecia ter escutado mas Maikão levou o comentário para o pessoal, assim Raiden tentou explicar-lhe novamente..

- Namoral, Raiden, papo reto? Tu pagou pra vacilar agora, tá ligado? Tu tá de preconceito pra cima do braçudão aqui, véi? Ai não, racistas não passarão!! Se for assim, então tu também não pode ficar de guarda aqui na porta, porra, por que tu é negro. Eu vou ficar aqui sim, já é? Aqui nesse time não vai ter intolerância! E se alguém pensar diferente de mim, eu vou descer a porrada! Até por que racismo é coisa de tritão.

- Então preto, pessoas com braços com 3 cotovelos, anões, com asas, qualquer coisa é normal mas tritão é repudiado? Exatemente isto que quis falar Maikão, não que eu tenha preconceito, não tenho nem com tritão pra mim somos todos iguais apesar da aparência ser diferente, vivemos no mesmo mundo.. Apenas quis te proteger do que as pessoas vão falar, querendo ou não elas te tratam de forma diferente apenas pela sua aparência, acredite em mim, sou preto a minha vida toda. Mas se quer ficar e Júlio também, só precisamos de dois aqui, apenas não queria que ficasse mal entendido o que disse..

   Seguiria para dentro com o restante da equipe, fazendo-se presente Nia abandonava os papéis para olhar pro grupo, retirando do bolso um baby dendenmushi junto de um par de chaves diferentes, começou a explicar o que teria de ser feito..

- É o seguinte, eu serei breve, então escutem com atenção. Eu tomei a liberdade de planejar o esquema de segurança para essa noite. O objeto que vocês estão aqui para proteger ainda não “existe”, ele está detrás dessa porta de aço, sendo criado nesse exato momento. Lá dentro não há outras portas ou janelas, se alguém for tentar entrar ali será por essa porta metálica. Portanto, o mais importante é que protejam essa antessala. Quero um homem em cada janela e mais um de prontidão aqui, de olho na porta da frente por dentro. Ou seja, três de vocês ficarão aqui e o quarto, bem, virá comigo para dentro da sala blindada, sendo a última linha de defesa caso tudo de errado.

~ Eu, Takezo, Chritopher e Harry.. São 2 janelas, cada um em uma, um deles entre uma porta e outra e o outro lá dentro com Nia.. Apesar de não gostar da ideia de estar lá dentro, sobra apenas eu e Christopher ~

- Adotaremos também a estratégia de compartimentalizar os recursos. Cada um dos que estiverem nessa sala vai receber um desses itens. Um Den Den Mushi, que tem link direto para falar com os que estão no corredor, guardando a porta da frente, e para se comunicar com QG, pedindo reforços se necessário; A chave da porta da frente, que deverá ser trancada imediatamente, e aberta apenas em caso de emergência; E a chave da sala selada, que só será usada em uma situação de extrema necessidade.

   Raiden ficava pensativo, bolando sua estratégia de defesa, tinha uma boa ideia já do que faria mas Harry foi mais rápido tomando a frente e dizendo que iria ficar com o denden mushi e de prontidão na sala, isto já estava na mente do jovem que apenas concluiu..

- Eu fico com o Den Den Mushi e de prontidão, de olho na porta. Acionarei a base no caso de qualquer movimentação suspeita lá fora.

- Então está decidido. - Iria até Nia apanhando a chave da porta da frente, segurando-a amostrando para Christopher diria - Harry ficará com o Den Den Mushi, Takezo pode tirar proveito do terreno escondendo-se entre as mesas e bancos da sala, da uma vantagem numérica surpresa pra caso de ataque. O que resta eu e você Chris, Harry em uma janela e eu ou você na outra, quer ficar aqui ou lá dentro com Nia? Sinceramente, se houvesse um de nós dois melhor para estar lá dentro eu daria a ideia, mas deixo com você essa decisão. Apenas digo, Harry com o Den Den Mushi e o outro com a chave, será melhor os dois itens separados.

   Iria até a porta trancar-la e voltaria com a chave em mãos com ela aberta caso Chris quisesse pegar, faria menção de fechar a mão devagar para que o companheiro não levasse muito tempo decidindo, uma vez que estivesse tudo decidido assumiria seu posto ficando de guarda, quer fosse na sala ou dentro com Nia.

Histórico:
 

____________________________________________________

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




#1 Principium - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: #1 Principium   #1 Principium - Página 5 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
#1 Principium
Voltar ao Topo 
Página 5 de 10Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: West Blue :: Las Camp-
Ir para: