One Piece RPG
Terceiro Ato: The Swordless Knights - Página 19 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Voltei, Dattebayo
Terceiro Ato: The Swordless Knights - Página 19 Emptypor Joe Blow Hoje à(s) 07:32

» [E.M] - Gostosuras e Travessuras
Terceiro Ato: The Swordless Knights - Página 19 Emptypor Ineel Hoje à(s) 06:25

» Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante
Terceiro Ato: The Swordless Knights - Página 19 Emptypor PepePepi Hoje à(s) 06:04

» O catálogo continua, Baterilla a cidade da beleza
Terceiro Ato: The Swordless Knights - Página 19 Emptypor CaraxDD Hoje à(s) 05:05

» Primum non nocere
Terceiro Ato: The Swordless Knights - Página 19 Emptypor Misterioso Hoje à(s) 04:48

» [LB] O Florescer de Utopia III
Terceiro Ato: The Swordless Knights - Página 19 Emptypor PepePepi Hoje à(s) 04:46

» ブルーベリーパイ ~ Blueberry Pie
Terceiro Ato: The Swordless Knights - Página 19 Emptypor CaraxDD Hoje à(s) 04:30

» De volta aos negócios
Terceiro Ato: The Swordless Knights - Página 19 Emptypor Viktor II Hoje à(s) 03:02

» A inconsistência do Mágico
Terceiro Ato: The Swordless Knights - Página 19 Emptypor CaraxDD Hoje à(s) 02:31

» As Raízes do Vigilante Lucífugo
Terceiro Ato: The Swordless Knights - Página 19 Emptypor Hisoka Hoje à(s) 02:03

» salve salve
Terceiro Ato: The Swordless Knights - Página 19 Emptypor DFoolZ Hoje à(s) 01:19

» Arco 5: Uma boa morte!
Terceiro Ato: The Swordless Knights - Página 19 Emptypor Kenshin Himura Hoje à(s) 01:07

» Xeque - Mate - Parte 1
Terceiro Ato: The Swordless Knights - Página 19 Emptypor Jacob Allan Hoje à(s) 00:35

» Pequeno Gigante
Terceiro Ato: The Swordless Knights - Página 19 Emptypor Faktor Ontem à(s) 23:32

» 10º Capítulo - Parabellum!
Terceiro Ato: The Swordless Knights - Página 19 Emptypor Yami Ontem à(s) 23:18

» Revan Yamamoto
Terceiro Ato: The Swordless Knights - Página 19 Emptypor Kylo Ontem à(s) 22:27

» Pandamonio, Vol 1 - Rumo à Grand Line!
Terceiro Ato: The Swordless Knights - Página 19 Emptypor DarkWoodsKeeper Ontem à(s) 21:34

» [Mini-Aventura] A volta para casa
Terceiro Ato: The Swordless Knights - Página 19 Emptypor Ryoma Ontem à(s) 21:18

» Um novo tempo uma nova história
Terceiro Ato: The Swordless Knights - Página 19 Emptypor ADM.Noskire Ontem à(s) 20:12

» Apresentação 6 ~ Falência Bombástica
Terceiro Ato: The Swordless Knights - Página 19 Emptypor Licia Ontem à(s) 19:05



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 Terceiro Ato: The Swordless Knights

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1 ... 11 ... 17, 18, 19
AutorMensagem
Axell
Comandante Revolucionário
Comandante Revolucionário
Axell

Créditos : 33
Warn : Terceiro Ato: The Swordless Knights - Página 19 10010
Masculino Data de inscrição : 14/05/2011
Idade : 24
Localização : 5ª Rota - Pindorama

Terceiro Ato: The Swordless Knights - Página 19 Empty
MensagemAssunto: Terceiro Ato: The Swordless Knights   Terceiro Ato: The Swordless Knights - Página 19 EmptySeg 26 Dez 2016, 20:53

Relembrando a primeira mensagem :

Terceiro Ato: The Swordless Knights


Aqui ocorrerá a aventura do pirata Buzz Bee. A qual não possui narrador definido.

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
Hoyu
Olhos de Deus
Olhos de Deus


Data de inscrição : 27/04/2013

Terceiro Ato: The Swordless Knights - Página 19 Empty
MensagemAssunto: Re: Terceiro Ato: The Swordless Knights   Terceiro Ato: The Swordless Knights - Página 19 EmptyDom 03 Dez 2017, 22:06




Log & Eternal


  • Todos


Buzz se mostrava um tanto frustrado por ter sido enganado daquele jeito, mas a animação no olhar de Umika fez com que ele esquecesse daquilo; talvez, se a ilha fosse interessante, não seria tão ruim, afinal. Com curiosidade e um certo receio, o garoto foi até a navegadora, pedindo que ela explicasse os detalhes sobre as bússolas. - Nossa, como eu vou explicar isso... - Umika ainda estava concentrada em guiar o navio, mas agora dividia sua atenção com a explicação que formulava para Buzz. - As ilhas da Grand Line emitem um tipo de ondas eletromagnéticas únicas, características de cada ilha. São essas ondas que as agulhas detectam. Quando o Log Pose chega na ilha para onde ele aponta, ele precisa de um tempo se regular com a onda da ilha e passar a apontar para a próxima ilha, fazendo assim com que se tenha uma progressão linear nas viagens. - Enquanto ela explicava, o garoto começou um desafio pessoal de tentar encarar ela, já que estava olhando para o caminho a frente sem olhar para ele. Com determinação, ele conseguiu encará-la por cerca de 7 segundos, até que ela se virou e olhou ele bem nos olhos.

- Que foi? - Olhar no olho dela já era demais, com seus olhos esmeralda profundo que o tragavam, e os óculos de armação retangular que dava foco em seu belíssimo rosto. Sem saber o que fazer, o rosto do garoto começou a enrubescer, e ele desviou o rosto, sem conseguir manter o contato. A vergonha sempre foi um inimigo constante de Buzz, mas não deveria ser assim com Umika. - Você fica fofo quando fica vermelho. - A garota disse, com um sorriso sincero, que provavelmente faria o garoto corar mais ainda, para então olhar novamente para o mar à frente. - O Eternal Pose, ao contrário do Log Pose, não se adapta às ondas emitidas pela ilha e troca para outra. Ele é feito e configurado para identificar e apontar somente para a ilha em questão, não importa em que parte do mundo você esteja. Geralmente essas bússolas só são feitas para lugares de destaque ou importantes, e é isso que me deixa animada. - Umika checou a direção que o Eternal Pose apontava mais uma vez, e se surpreendeu com a pergunta de Buzz sobre a ilha. - E-eu não tenho a menor ideia de como pode ser, mas espero que seja uma ilha calma e aconchegante, de preferência de primavera ou outono. Adoraria algo como um SPA para relaxar depois de tantas confusões, mas se não tiver, tudo bem. Só quero algum lugar calmo. E sem aranhas, definitivamente sem aranhas.

Por sua vez, Bee compartilhou que achava que seria da ilha, e comentou suas preocupações em relação com o nome cravado na madeira. - Aracne... Não me lembro de nada sobre isso. Espero que seja só paranoia da sua cabeça, ou pelo menos não seja nada de ruim. - Um calafrio percorreu o corpo da garota, enquanto mantinha o curso, de modo a seguir a direção a agulha. Despedindo-se, o garoto começou a checar o navio, vendo onde eram os dormitórios, cozinha (onde Jacob estava sentado no chão lendo, banheiros e enfermaria. Na enfermaria, entretanto, não haviam nada além de uns 3 band-aids em uma gaveta. Aparentemente o antigo proprietário não queria incluir nada no navio que não fosse estritamente necessário.

Em outra parte do navio, alheio ao mundo, Jacob lia o livro que seu irmão havia comprado para ele sentado no chão da cozinha. O livro era complicado, mas não era impossível de se entender, e logo o homem terminou a leitura. Depois de alguns instantes, Li Wan apareceu na porta da cozinha. - Você se sente mais confortável aqui, né? - A mink panda deu alguns passos e se sentou ao lado de Jacob, no chão de madeira da cozinha. - As vezes eu fico pensando no quanto nós passamos para chegar até aqui, e só gostaria de dizer "obrigado" por terem me acolhido no bando e me ajudado esse tempo todo. Principalmente você, Jacob. Você pode parecer alguém muito durão, mas quando se conhece bem, você é um doce. - A garota se inclinou e deu um rápido beijo na bochecha no homem, antes de se afastar novamente. - Obrigada por em apoiar nesse tempo todo. Estou muito feliz de estar aqui com vocês. - Li Wan já estava se levantando para sair, de modo a deixar Jacob sozinho novamente, quando pareceu sentir o cheiro de algo. - ...Que? - Olhando debaixo de uma das bancadas da cozinha ela pode ver uma latinha de comida enlatada caída, com sua tampa levemente rasgada e o conteúdo caído no chão. Pegando-a, os dois poderiam ver que se tratava de uma lata de feijão, e seu conteúdo havia caído e sujado um dos cantos da cozinha, perto da parede. - O que diabos isso está fazendo aqui?


Viagem:
 


Legenda:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jacob Allan
Super Nova
Super Nova
Jacob Allan

Créditos : 29
Warn : Terceiro Ato: The Swordless Knights - Página 19 10010
Masculino Data de inscrição : 19/08/2015
Idade : 27
Localização : Bingo Bingo Island - 2ª Rota

Terceiro Ato: The Swordless Knights - Página 19 Empty
MensagemAssunto: Re: Terceiro Ato: The Swordless Knights   Terceiro Ato: The Swordless Knights - Página 19 EmptyDom 03 Dez 2017, 23:16

A bela e a Fera.

Minks apaixonado e cozinheiro canastrão.






Eu juro que vou ter que ler esse livro de novo, esse negocio não entra fácil na “Cachola”!

Meu sotaque caraterístico estava ali, presente como nunca deixava de estar, eu admito que aquele livro era um verdadeiro desafio, não era complicado de o compreender, mas não era um mar de rosas aplica-lo descentemente.  Foi ao termino da ultima pagina e o esboçar da minha reação que pude sentir o aroma doce no ar, Li, ela adentrará com seu aroma feminino e com um delicioso tom de voz.

Sua chegada e suas palavras foram incisivas, ela agradecia não pelo simples tratamento educado e carinhoso que esboçávamos com ela, mas sim pela força que sempre damos a suas escolhas, bem, era compreensível ouvir aquilo, também seria grato se fosse comigo, mas já tínhamos dados nossas palavras de homem para ela, não voltaríamos atrás e agora éramos uma grande família, nada mais feriria aquela bela panda, afinal, ninguém fere os nossos “ Brotos “ nem mesmo o mais voraz dos seres.  

Quando ela terminou os agradecimentos um rápido beijo veio a minha bochecha, estive em silencio a observando em todo esse tempo, não podia então de retribuir o carinho, ao vê-la levantar-se tentei pegar sua mão para que com isso pudesse ficar ali uns instantes, sorri de forma gentil e altiva, carismáticamente me levantei e observei a mesma nos olhos enquanto falava :


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

–  “Broto”, eu e “Anaki-Boy” nós protegemos e protegemos a nossa família, somos uma “ Golden Family” transa o que estou falando ? Você é a nossa irmãzinha mais nova, bem, nos dias que não está me “dando uma corda”, transa o que estou falando né ?  

Não queria ser indelicado, mas bem, não podia deixar de lembrar da noite que tivemos  a algum tempo, bem, nada complicado, mas nada fácil de esquecer. Após dar um leve sorriso toquei em sua cabeça apenas com um tom sereno falei enquanto fazia uma pequena pose dando um soquinho em meu queixo:

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

– “Broto”, nós é que agradecemos esse seu “jeitão” único de ser.

E foi colocando-me ao lado dela que deixei a mesma esboçar a suas reações sobre tudo que falei, meu jeito era meio esquisito, poucas pessoas podiam acompanhar, mas uma coisa era certa para aqueles “Brothers”,  meu jeito não era algo que importava, o fato deu lutar ao lado deles, buscar os sonhos deles com eles, bem, aquilo importava mais do que o meu jeito, eles no fim eram como eu e isso era incrível de se imaginar.

Após a reação veio constatações que o “broto” esboçou ao sentir um odor diferente no ar, a mesma viu um pequeno enlatado aberto, ele encontrava-se em um dos cantos de um dos armários inferiores, Eu não tinha percebido, algo que era plausível tendo em vista que estava mesmo  entretido lendo meu livro e foi ao ouvir o questionamento da Mink que também tive a mesma indagação.

Um sorriso forçado se fez presente em minha face, minha mente quase gritou, alimentos como esses abertos podem causar um grande estrago e podem ate mesmo pode causar alguns transtornos nutricionais, aberto e respirando bactérias não comuns a ele poderia ser ainda mais prejudicial.  Minha primeira reação foi respirar fundo, pegar a lata e com ela na mão ir ate o convés com um olhar tranquilo e quase sorridente falando:  


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

—Alguém pode me dizer como esse “ rango de lata” foi parar na parte dos perecíveis aberto?

Meu rosto indicava o incomodo, mas não a real fúria que possuía, meus olhos eram direcionados a todos os presentes no convês, mas foi ao cruzar com os olhos de Umika que abri um sorriso um pouco mais largo, e estreitei mais os olhos, afinal apenas ela e Ryu estavam naquele barco e se Ryu não admitiria, aquela jovem moça tinha de admitir que desogarnizaram as coisas no meu templo pessoal.




bichaelson



Menu Completo:
 

Historico Afro:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
BuzzB
Pirata
Pirata
BuzzB

Créditos : 83
Warn : Terceiro Ato: The Swordless Knights - Página 19 10010
Masculino Data de inscrição : 03/04/2016
Idade : 21
Localização : Nos anais do Acre

Terceiro Ato: The Swordless Knights - Página 19 Empty
MensagemAssunto: Re: Terceiro Ato: The Swordless Knights   Terceiro Ato: The Swordless Knights - Página 19 EmptySex 08 Dez 2017, 00:28

O que nos espera além deste mar


Buzz


Captação e adaptação de ondas eletromagnéticas emitidas por ilhas. Esse era um pequeno resumo que havia formulado em minha mente a partir da explicação da navegadora sobre as tais log poses. Aquilo me maravilhava um pouco. Objetos tão pequenos e de aparência tão simplória conseguiam fazer algo que parecia demandar o auxílio de instrumentos incrivelmente complexos. Como um ser que sempre foi muito curioso e via a ciência como algo que poderia nos levar mais longe do que jamais sonhamos, aquele pequeno dispositivo abriu meus olhos para um fato que eu provavelmente havia esquecido em minha mente. A Grand Line era conhecida por muitas coisas, como monstros dos mais variados tipos, pessoas com fisionomias diferentes, ilhas em que algumas coisas não faziam o menor sentido, etc. Mas uma das coisas que mais me animava sobre o local eram os boatos sobre as máquinas e tecnologias em geral que haviam por lá. Apesar de não saber nada sobre como fazer ou manusear coisas com muita tecnologia, eu sempre aprendi as coisas bem rápido, então talvez um dia eu pudesse construir algo que fizesse alguma diferença. Não tinha ideia do que poderia ser, mesmo assim a ideia me entusiasmava bastante.

Depois de ter uma aula sobre como as logs funcionavam, eu resolvia praticar melhorar minhas relações interpessoais. Por ser naturalmente um ser mais diplomático, eu sabia como deveria me comunicar bem com as pessoas. O que me impedia de melhorar a maneira como me relacionava com outras pessoas era unicamente a minha falta de confiança ou vergonha excessiva. Não era algo que eu escolhi ter, contudo não era algo impossível de se treinar, afim de superar tal problemática. Eu já vinha treinando falar mais com as pessoas, mesmo que desconhecidas, para tentar conseguir algum progresso. Mesmo assim, sentia que deveria ser um pouco mais agressivo para sobrepujar esta fraqueza no menor tempo possível. E tinha forma mais eficaz de se fazer isto naquele local, senão olhando para a garota de quem gostava? Havia me autoimposto um desafio, e até estava me saindo bem. O problema foi quando ela olhou para mim. Por que ela tinha que ter olhos tão bonitos? Minha coragem se esvaia rapidamente e em fração de segundos meu rosto havia ficado completamente vermelho. Ainda bem que eu estava em silêncio, senão teria gaguejado e ficaria ainda mais envergonhado. Apesar dela achar aquilo "fofo", eu achava algo patético. Conseguia encarar lutas perigosas e arriscava minha vida sem muito problema, mas bastava olhar nos olhos de uma garota e eu era derrotado.

Após me recuperar um pouco do acontecido, resolvi introduzir uma conversa simples para descontrair. A resposta que a garota deu a minha pergunta foi em geral simples e compreensível. * Calma, aconchegante, com um SPA para relaxamento... Apesar de ser um pensamento bem inocente, acho que eu ficaria mais preocupado caso ela respondesse algo mais obscuro. Ela é apenas uma garota normal, afinal de contas. * Após seu resposta, foi minha vez de dizer o que esperava da ilha e confesso que me arrependo de ter compartilhado minhas paranoias com a garota. Apesar de que aquela era uma resposta racional, me senti como se estivesse arrancando um fio de esperança em que a garota se segurava firmemente para não vacilar durante sua jornada. Após constatar tal fato, levei a mão ao rosto e pensei pesaroso. * Eu sou realmente um cara horrível. *

Depois disto deixei o local e fui explorar minha nova aquisição. Queria saber onde estava cada grão de poeira naquele lugar e quem sabe achar algo útil. Após algum tempo olhando o local, cheguei aonde seria praticamente o meu segundo quarto. Até porque, eu era o médico do grupo. Não dá para se descrever em palavras o desgosto que foi ver o "equipamento" do qual eu dispunha. * Sério que eu vou ter que comprar tudo? Isso só pode ser brincadeira com a minha cara. * * Ha. Tenho certeza que não é. Esse é o meu trabalho! * Ao comprar o navio, eu sabia que não ia ter uns equipamentos de ponta e vários utensílios para usar. Só que se me dissessem que eu só teria três band-aids, eu acharia que era uma brincadeira de mal gosto. * Eu realmente não consigo acreditar nisso. * * Olhe pelo lado bom. Você ainda pode curar três arranhões antes de ter que comprar mais coisas. * Fecharia a gaveta e me afastaria dela para evitar jogá-la contra a parede. Precisava esquecer aquela merda e me focar em outra coisa. Olharia ao redor e começaria a afastar as coisas, de modo a deixar um espaço, o mais amplo possível.

Treinamento - Ambidestria



Já havia algum tempo que eu me pegava pensando sobre como melhorar minhas qualidades ofensivas, e naquele momento uma ideia me vinha à cabeça. Todas as vezes que eu lutava, na maioria das vezes eu apenas usava a perna direita para atacar. Como eu era destro, tal fato era óbvio e compreensivo. Porém, se eu conseguisse dominar o lado esquerdo do meu corpo do mesmo modo que faço com o direito, teria o dobro de possibilidades de combate. Sabia que seria árduo e provavelmente bem frustrante, mas como eu não tinha nada melhor para fazer e realmente me preocupava com a maneira como lutava, resolvi me esforçar. Primeiro, tiraria as botas e toda a parte de cima da minha roupa, ficando apenas com as calças e roupa de baixo. Deixaria tudo em cima do móvel onde os band-ainds se encontravam e iria até o centro do espaço que preparei. Começaria a respirar de maneira calma e controlada para me acalmar o máximo possível. Após isso, colocaria o pé direito à frente e deixaria minha mão esquerda na frente dos meus olhos. Treinaria mexer os dedos da mão e do pé de maneira suave e precisa. Faria e refaria os movimentos tanto quanto achasse necessário, até que sentisse uma melhor resposta dos membros.

Em seguida, entraria em posição de combate, porém manteria a perna direita à frente. Como queria treinar a minha perna esquerda, a outra deveria servir de apoio a esta. Começaria praticando chutes laterais no ar, tendo cuidado para não bater em nada e me concentrando no movimento, e não na força que eu colocava nele. Na realidade, eu apenas queria com isso treinar o equilíbrio na direita e me acostumar com a movimentação com a esquerda. Tentaria sentir os músculos trabalhando enquanto executava os golpes e buscaria memorizar aquilo. Depois de algumas repetições, sentaria-me com as pernas esticadas e massagearia os músculos com movimentos circulares. Assim que tivesse descansado o bastante, voltaria a fazer o exercício e de vez em quando eu aceleraria os golpes um pouco, apenas para testar. Quando sentisse que estava cansado, pararia o exercício e sentaria novamente no chão.

Fim do treino



Manteria a concentração em minha respiração para mantê-la sobre controle. Queria recuperar minhas energias rapidamente para voltar a treinar. Aproveitar esse momento de calma antes de chegarmos na próxima ilha era a coisa mais inteligente à se fazer no momento, e uma das poucas coisas que se tinha para fazer.


Histórico:
 

____________________________________________________

* Pensamento * (Buzz)
* Pensamento * (Staz)
- Fala

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Hoyu
Olhos de Deus
Olhos de Deus
Hoyu

Créditos : 76
Warn : Terceiro Ato: The Swordless Knights - Página 19 10010
Masculino Data de inscrição : 27/04/2013
Idade : 20
Localização : Grand Line - Jingle Bell Island

Terceiro Ato: The Swordless Knights - Página 19 Empty
MensagemAssunto: Re: Terceiro Ato: The Swordless Knights   Terceiro Ato: The Swordless Knights - Página 19 EmptySex 05 Jan 2018, 21:55






A nova ilha!


  • Todos


Jacob definitivamente não estava nada feliz com o achado em sua cozinha, e sem perder tempo foi até o convés com o objetivo de tirar satisfações com a única pessoa que estava no navio que havia a possibilidade de confessar tudo. Seja lá o que esse "tudo" fosse. Logo que ficou em frente de Umika, juntode Li Wan, a garota congelou. Ver o enlatado pareceu fazer ela ficar pálida de medo, sem saber o que fazer, mas logo começou a falar tão rápido que começou a se embolar. - Depois que vocês saíram eu fui na cozinha ver se estava tudo bem e estava tudo uma bagunça com tudo caído por todos os lados com comida caída no chão por toda parte porque aparentemente quando subimos na cachoeira o balanço fez os armários abrirem e tudo caiu no chão e não sabíamos o que fazer então guardamos o que deu para guardar e nos livramos do que não tinha como salvar e... - Umika respirou fundo, pois falara tudo sem respirar. - Eu e Ryu limpamos tudo. Desculpa por não ter visto isso. - Ela disse, como se implorasse por misericórdia para seu carrasco. Umika e Jacob não estavam prestando muita atenção, até que Li Wan pareceu perceber algo e apontara para a frente dos dois.

Em outro ponto do navio, Buzz havia finalmente encontrado a enfermaria, entretanto aquilo era muito mal equipado, de um jeito que jovem nunca poderia ter imaginado, o que o aborreceu um pouco. Assim, ele começou a matar o tempo fazendo alguns exercícios. O tempo passou calmamente, até que ele conseguiu ouvir Li Wan gritando do convés. - FINALMENTE! - Aquilo foi repentino, e se o jovem resolvesse ir até o convés onde os outros estavam, poderia ver o mesmo que todos viam: á frente do barco, se aproximando timidamente havia uma ilha. A ilha para a qual o Eternal Pose apontava. Ela era relativamente grande, e logo à primeira vista era possível ver uma enorme floresta paradisíaca que cobria grande parte da fachada da ilha que conseguiam ver de onde estavam. Uma floresta extremamente bela, entretendo não era ela que mais chamava a atenção. Não era possível ver nenhuma casa ou moradia de onde estavam, somente uma construção gigantesca que parecia uma enorme estalagem. - SPAAAAA! - Gritou Umika, animada. O navio foi se aproximando até atracar na ilha. Finalmente haviam chegado no que seria o primeiro passo para realizarem os seus sonhos: a Ilha Aracne!


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


Viagem:
 


Legenda:
 



Avaliação:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Grupo:
 


2017:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Terceiro Ato: The Swordless Knights - Página 19 Empty
MensagemAssunto: Re: Terceiro Ato: The Swordless Knights   Terceiro Ato: The Swordless Knights - Página 19 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Terceiro Ato: The Swordless Knights
Voltar ao Topo 
Página 19 de 19Ir à página : Anterior  1 ... 11 ... 17, 18, 19

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: East Blue :: Polestar Islands-
Ir para: