One Piece RPG
Persona Shutter XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante
Persona Shutter Emptypor PepePepi Ontem à(s) 22:55

» VI - Seek & Destroy
Persona Shutter Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 22:52

» Chapter I: Seafret - Oceans ♪♫♪
Persona Shutter Emptypor tamerex12 Ontem à(s) 22:24

» [LB] O Florescer de Utopia III
Persona Shutter Emptypor Kekzy Ontem à(s) 21:52

» [MINI-Ballu] Um momento desesperador
Persona Shutter Emptypor DarkWoodsKeeper Ontem à(s) 21:34

» Enuma Elish
Persona Shutter Emptypor GM.Alipheese Ontem à(s) 21:05

» 1º Ato - O Despertar
Persona Shutter Emptypor Hammurabi Ontem à(s) 19:49

» The Claw
Persona Shutter Emptypor Achiles Ontem à(s) 19:46

» Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem...
Persona Shutter Emptypor Pippos Ontem à(s) 19:15

» III ~ Uma Loira na Ilha das Aranhas?
Persona Shutter Emptypor PepePepi Ontem à(s) 19:06

» MaikLynn Scarlaiti de Orr
Persona Shutter Emptypor GM.Noskire Ontem à(s) 18:24

» II - Aliados
Persona Shutter Emptypor Hunson Ontem à(s) 18:19

» Tríade Selvagem
Persona Shutter Emptypor GM.Furry Ontem à(s) 18:18

» Escuridão total sem estrelas
Persona Shutter Emptypor K1NG Ontem à(s) 18:17

» Rumo à Grand Line?
Persona Shutter Emptypor Kekzy Ontem à(s) 18:00

» Una Regazza Chiamata Pericolo
Persona Shutter Emptypor Vrowk Ontem à(s) 17:40

» Arco North Blue: Uma Odisseia no Santuário
Persona Shutter Emptypor tamerex12 Ontem à(s) 17:26

» O início da pesquisa.
Persona Shutter Emptypor K1NG Ontem à(s) 17:07

» Yami Sukehiro
Persona Shutter Emptypor Mad Ontem à(s) 16:50

» O Sapo Mágico
Persona Shutter Emptypor K1NG Ontem à(s) 16:47



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 Persona Shutter

Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 53
Warn : Persona Shutter 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 26
Localização : 1ª Rota - Karakui

Persona Shutter Empty
MensagemAssunto: Persona Shutter   Persona Shutter EmptySeg 19 Dez - 17:05

Persona Shutter

Aqui ocorrerá a aventura do(a) agente Aster Mansur Scarlight. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Scarlight
Civil
Civil
Scarlight

Créditos : 15
Warn : Persona Shutter 10010
Data de inscrição : 01/07/2016
Idade : 20

Persona Shutter Empty
MensagemAssunto: Re: Persona Shutter   Persona Shutter EmptyTer 20 Dez - 14:48


O dia estava indo como eu imaginava. Não havia nada para me irritar, ou mesmo me tirar do sério. Apesar de a ilha parecer ser uma selva gigantesca e haver apenas algumas casas, ao menos ela possui um Quartel General, o que facilita a comunicação com o Governo. Sawa parecia estar cada vez mais sem saber aonde ia, o que faria e como prosseguiria, apenas se agarrando ao meu corpo e se guiando por meio de meus passos. "Francamente, se ela não tivesse sido tão útil, iria afastá-la a força."

De qualquer forma, o local realmente parecia deserto. Havia poucas pessoas no Quartel, parece que faltavam investimentos quanto a questões de recrutamento e uma atenção maior. Mas se a quantidade de pessoas se remete a quantidade de residências que vi até agora, então posso dizer que há mais do que eu esperava aqui. "Não acredito que fui mandado para uma espelunca." De qualquer forma, após uma série de eventos, finalmente consegui saber que iria contatar o responsável pelos agentes no local, e fui guiado por um agente qualquer. Ele nos deixou em uma sala, falando com alguém no feminino, se curvando e indo embora logo em seguida, ficando somente Sawa e eu junto com alguém desconhecido numa saleta arrumada.

A voz envolvente e charmosa de uma mulher foi ouvida num canto esquerdo, e logo consegui enxergar uma mulher em vestes enegrecidas, madeixas da mesma cor, uma aparência delicada, mas com uma aura forte, decisiva. Ela começava a falar e eu ficava cada vez mais atento ao que ela dizia ao mesmo tempo em que consegui descobrir que o real nome de Sawa possui um "za" no fim, que coisa mais desinteressante.

- Devo dizer que esperava um pouco mais de respeito vindo de você, mas não posso fazer nada. Não foi educado direito e trata as pessoas desta forma, terei de corrigi-lo enquanto estiver sobre meus cuidados.

Antes que pudesse falar alguma grosseria, lembrei-me que recentemente aprendi sobre as técnicas de simulação de emoções, onde eu poderia ganhar alguma coisa com as mesmas. É realmente útil quando preciso passar outras impressões para as pessoas, apesar de que não faz diferença em batalha. De qualquer forma, me segurei para não poder responder de forma rude, apenas dando um sorriso falso para a mesma, ou ao menos tentando, com o intuito de fazer com que ela reveja suas palavras.
Seja como for, ela continuava com sua prosa, e falou sobre uma missão com destino a um lugar que eu estivera desejando piamente: a Grand Line. É lá onde pertenço, onde os acontecimentos maiores ocorrem, e onde posso me destacar mais. "Ao menos eu não precisarei ficar muito mais tempo neste buraco chamado Lvneel." Além disso, aquela agente parecia ser muito confiante de si mesma, afinal, se não ocorria nenhum erro em missões em que ela comandava, devia ser muito boa. "Talvez ela até mesmo consiga chegar ao meu nível, vamos ver o que ela tem a oferecer."

Terminando tudo, envolveu-se em nossos pescoços, dando um beijo na bochecha tanto minha quanto de Sawaza. "Agora ela pensa que pode invadir meu espaço dessa maneira? Quanto audácia." Não pude deixar de fazer uma cara de reprovação e esperar que ela finalmente se desprendesse de mim. Levantaria-me logo em seguida, ajeitando minha roupa caso estivesse desarrumada, e olhando bem nos olhos dela.

- Apenas desejo saber os detalhes da missão, o que vamos fazer, o momento de partida e coisas do tipo. Ah, sim, e como devo lhe chamar? - Diria, e após a resposta, iria me virar para Sawaza - Alguma dúvida? Então vamos. Se puder nos mostrar onde ficam nossos quartos, ficarei mais satisfeito do que estou.

Após tudo ser esclarecido e Sawaza retirar qualquer dúvida que ela viesse a possuir, iria caminhar em direção a porta, saindo logo em seguida. Esperava que a enfermeira que tanto me ajudara me acompanhasse. Esperaria que alguém pudesse me guiar até o lugar onde fosse ficar enquanto nenhuma outra ordem ou planos fossem dados. Se não fosse o caso, iria procurar pelos quartos eu mesmo, visto que os ferimentos já estavam curados o suficiente para que eu pudesse me movimentar mais livremente, assim como me incomodar menos.

- Sawaza, quando retirarei esses curativos irritantes? Já estou me sentindo bem melhor. - Diria indiferente, caso minha companheira estivesse ao meu lado.

Assim que encontrasse o quarto destinado a mim, iria entrar e trancar a porta logo em seguida. Analisaria o mesmo, observando sua qualidade e se poderia ficar confortável ali. Não vai demorar muito tempo para sair daqui e ir logo para a Grand Line, tenho certeza quase que absoluta. Finalmente poderei dar mais um passo como um oficial do Governo Mundial.



Histórico:
 




off:
Ao Avaliador: me baseei no último post de minha aventura, espero que não haja problemas.

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Fala
Falas alheias
"Pensamento"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ryoma
Super Nova
Super Nova
Ryoma

Créditos : 81
Warn : Persona Shutter 10010
Feminino Data de inscrição : 04/06/2011
Idade : 21
Localização : hell

Persona Shutter Empty
MensagemAssunto: Re: Persona Shutter   Persona Shutter EmptyQua 21 Dez - 18:04

A mulher passou a mão em seus cabelos, pensando na resposta que daria para o agente. – Pode me chamar de Lynx, este é o meu codinome. Logo vocês vão arrumar um, mas por hora, só eu nessa ilha sei o nome real de vocês dois. – Fez uma pausa para pegar alguns documentos na mesa, passando os olhos neles antes de continuar. – Você e mais alguns agentes vão me acompanhar em uma viagem para a Grand Line. Todos devem ficar quietos e escutar meus comandos, pois não vão fazer nada de perigoso. Quando chegarmos à localização, pretendo posicionar cada uma das crianças em locais estratégicos, e quando todos estiverem prontos eu devo entrar e começar a negociação. O outro lado é um grupo bem complicado, qualquer coisa pode desagradar o líder deles e isso se torna confusão. Se isso acontecer, todos vocês vão entrar em ação e eliminar qualquer um que não seja conhecido. – Colocou os papeis delicadamente na mesa e prosseguiu. – A missão é sobre convencê-los a fazer o que buscamos ou elimina-los. Algo simples para novatos, nada que não consigam fazer. – Sorriu e avançou até os dois que a ouviam. – Vamos partir quando todos os integrantes dessa missão estiverem reunidos... Provavelmente... – Olhou para um relógio que tinha sobre a porta. – Hoje a noite, dez horas da noite. – Ainda faltava muito tempo até o encontro de verdade e Scar teria tempo suficiente para se preparar antes de continuar.

Sawa ainda não estava completamente bem. Ela tinha compreendido o que havia acontecido, mas estava surpresa por receber tantas informações de uma vez e ainda ser considerada parte da missão quando era apenas uma enfermeira que trabalhava para o governo. – E-eu... Como eu sou parte de tudo isto? – Furiosa por não ter sido avisada anteriormente do que estava indo fazer ali, avançou até Lynx e a pressionou apenas com sua aproximação até a estante de livros, onde a mulher bateu as costas e ficou observando o que Sawa estava querendo fazer e dizer. – Ninguém realmente me informou isso antes, como eu posso ser escolhido sem ser avisada? Por qual razão isso aconteceu? Como chegaram a isto sem pensarem que eu poderia ser contra?! – Com o tempo não ia mais parecendo raiva, pois lágrimas surgiam nos olhos da garota e iam escorrendo enquanto ela corava e dava um soco na estante. – Eu.. Eu não mereço isso... Eu mal comecei e vocês já querem me mandar para longe, como poderia aceitar isso? Aquela conversa de promoção era realmente verdade... Vocês querem que eu me torne uma agente do governo realmente? Como eu poderia... – A enfermeira se afastou da mulher, andando até Scar e sem perguntar nada, agarrou o braço esquerdo do homem e o levou para fora da sala em passos curtos.

Sawa guiava os dois até a área de dormitórios e perguntava para algum agente qualquer, sendo guiados até um quarto vazio onde poderiam descansar e seria deles por hora. A mais nova entrou primeiro e arrastou Scar para dentro, com tudo fechado as luzes eram acesas e eles se deparavam com um quarto simples. Havia duas camas separadas, um banheiro, duas mesas com cadeira onde poderiam ler e estudar alguns livros que estavam sobre elas e também tinha uma janela de encontro com a parte traseira do QG. – Não me chame de Sawaza! E deite logo, eu vou tirar os curativos. – Como os olhos vermelhos e o rosto ainda levemente úmido ela fez Scar deitar-se em uma das camas, ajudando-o a tirar a parte de cima das vestimentas, podendo assim retirar os curativos de forma mais tranquila. Por fim, Sawa levantou com todos os curativos sujos de sangue até o banheiro, jogando todos fora e logo em seguida encostando a porta enquanto retirava a mochila de suas costas. – Eu tomarei um banho primeiro, qualquer problema é só me chamar. – Fechou a porta, mas não trancou e algum tempo depois foi possível escutar o barulho do chuveiro sendo ligado e a água chocando-se com o piso.


Lynx:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Última edição por Ryoma em Qui 5 Jan - 4:56, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Scarlight
Civil
Civil
Scarlight

Créditos : 15
Warn : Persona Shutter 10010
Data de inscrição : 01/07/2016
Idade : 20

Persona Shutter Empty
MensagemAssunto: Re: Persona Shutter   Persona Shutter EmptyQua 21 Dez - 21:03


Antes que eu pudesse sair com Sawaza eu presenciei uma cena dramática de novela. Começou com a agente se apresentando como Lynx, sendo este provavelmente o seu codinome, visto que o sigilo entre agentes é necessário durante toda sua vida. Era um codinome interessante, e estava esperando que pudesse receber algum o mais rápido possível, assim poderia esconder minha identidade e evitar que a descobrissem.
Continuando, ela já começava a explicar os detalhes da missão, enquanto estava escutando ela atentamente, embora meus olhos continuassem a correr pelos objetos da sala, como se não estivesse dando atenção, mas estava concordando com tudo o que ela dizia. Era muito simples, bastava nos posicionarmos em pontos estratégicos enquanto ela tentava negociar com um certo alguém com temperamento difícil, e se algo de ruim saísse dos planos, deveríamos nos livrar de todos aqueles que não conhecíamos. "Matar algumas pessoas avulsas não parece ser uma tarefa muito difícil, realmente."

Mesmo sendo algo simples como isso, parece que Sawaza não gostou muito. Ela estava começando a ficar possessa de raiva, seu rosto se ruborizando cada vez mais, até que pudesse ficar vermelha de tanto ódio. "Mas por quais motivos?" pensei, enquanto observava aquele pequeno conflito. A enfermeira que havia cuidado tanto de mim começou a enquadrar Lynx, como se o rato estivesse se revoltando com o gato que havia feito de sua vida um inferno o tempo todo.
Pelo que estava ouvindo enquanto encarava aquela cena de maneira indiferente, Sawa estava furiosa e não conseguia se controlar, pois a notícia de ir para longe e de ser promovida para uma agente do Governo e não uma simples enfermeira com salário mais alto abalava seu emocional. Estava confusa, perdida em meio a pessoas que pareciam não ligar para ela. "Quanta ingratidão mais essa garota pode mostrar?" pensava eu. Mesmo assim, uma parte de mim estava entendendo Sawaza. Era realmente revoltando você se ver em uma vida nova totalmente diferente do que você estava esperando e provavelmente ser algo que você não deseja. Eu sei disso, pois passei exatamente por isso. E algo em Sawaza me atraia. "Talvez seja a força com qual ela se expressa? Sua atenciosidade? Não sei ao certo dizer, mas ter sentimentos por alguém está fora de cogitação."

Antes que Lynx pudesse colocar a enfermeira em seu lugar ou que eu pudesse dar alguma opinião no assunto, Sawaza surgiu ao meu lado sem dizer nada, me agarrou pelo braço e começou a me arrastar para fora do quarto. "Mas que diabos? O que essa garota tem na cabeça? Quando foi que permiti que ela fizesse isso?" De qualquer forma, não fiz nada com ela aquele momento. Ela estava sendo realmente útil para mim até aquele momento, tanto que conseguiu me guiar até o quarto sem problema nenhum.
Entramos no cômodo e nos deparamos com um local confortável. Duas camas separadas, uma porta que levava para outro local, provavelmente sendo este o banheiro, além de que o quarto disponibilizava mesas e cadeiras se assim desejássemos usar, ao invés de ficarmos apenas nas camas. Nada impressionante, mas nada que fosse horrível demais. Poderia utilizar aquele lugar até que pudéssemos sair à noite, em direção à Grand Line.
Pedi para que Sawaza retirasse os curativos, pois já estava me sentindo muito melhor e não precisava mais daquelas bandagens ensanguentadas envolvendo meu corpo enquanto eu estivesse ali. Ela levantou sua voz, parecia estar nervosa.

- Não me chame de Sawaza! E deite logo, eu vou tirar os curativos. - Disse ela, logo fazendo com que eu me deitasse.

Apenas fiz uma careta para ela, sinal de minha desaprovação perante a suas palavras. "Como ela ousa se comportar assim perante a mim? Que menina mais insolente." Pensava comigo mesmo, mas decidi não dizer nada, pois ela ainda assim estava cuidando de meu corpo para que ficasse em perfeito estado, e estava fazendo um ótimo trabalho até agora.
Assim que terminou, pegou todas as bandagens ensanguentadas e as lançou no lixo. Eu estava me sentindo melhor. Como havia ficado um bom tempo com elas, sentia minha pele mais sensível, como se uma brisa fria tocasse aquele local delicadamente, mas era apenas uma questão de costume, pois o ferimento já havia ficado em perfeito estado.

A enfermeira de olhos esverdeados avisou que ia tomar um banho, e eu apenas acenei minha cabeça positivamente, mesmo que não estivesse ligando para o que ela fazia. O que eu deveria fazer a partir de agora? Faltava muito tempo para que pudesse cair a noite e saíssemos da ilha as 22 horas. Iria procurar algum livro por ali, talvez pudesse me entreter de alguma maneira, mas se não houvesse algo, esperaria que a moça saísse do banho para que pudesse conversar com ela. Talvez aliviasse esta tensão toda, pois já estava começando a ficar irritado demais com toda aquela situação.

- O que esta acontecendo, Sawaza? - Perguntaria para ela, assim que saísse do banheiro. - Vamos conversar, pacificamente, por favor.

Era a hora de saber o que se passar na cabeça daquela mulher. Por algum motivo, eu estava querendo saber realmente o que estava acontecendo. O que poderia ser? "E por que motivos eu estou me importando com ela? Que coisa mais ridícula." De qualquer forma, esperava tomar um banho após a conversa se encerrar, finalmente.




Histórico:
 



____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Fala
Falas alheias
"Pensamento"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ryoma
Super Nova
Super Nova
Ryoma

Créditos : 81
Warn : Persona Shutter 10010
Feminino Data de inscrição : 04/06/2011
Idade : 21
Localização : hell

Persona Shutter Empty
MensagemAssunto: Re: Persona Shutter   Persona Shutter EmptyQua 21 Dez - 22:51

O banho levou algum tempo, cerca de trinta minutos. Scar acabou lendo alguma coisa qualquer sobre a história daquele QG, conhecendo um pouco mais da ilha e do atual capitão daquele local. Quando Sawa finalmente saiu, a pergunta foi solta no ar, pois o homem resolveu que era hora de conversar. – Não é necessário você saber. – A garota tinha mudado de roupas, vestindo agora uma camisa preta sem mangas, uma calça jeans também preta e os sapatos da cor cinza. – Sawa! – Jogou a mochila na cama em que ficaria e caminhou até lá enquanto secava um pouco mais o cabelo ainda úmido. – O meu problema é eles terem feito tudo isto sem me avisar nada, me sinto usada e ajudada a chegar onde estou. Prometi sempre seguir as leis e me elevar somente com o meu esforço, mas não parece que estou me tornando uma agente do governo com minhas habilidades. É como se você estivesse me levando junto. – Sawa parou de falar por algum tempo, focou apenas em olhar Scar e secar completamente suas madeixas. – Ainda não acredito que foi tudo por causa das minhas habilidades... É certeza que me colocaram com você para isto acontecer, preparando o momento certo de me mover para cá e então até a Grand Line. – Respirou fundo, cansada de pensar tanto no que estaria ocorrendo em sua vida sem ela ter noção nenhuma.

Eu não quero ir. Meu único irmão esta sendo deixando para trás, me sinto horrível em fazer isso com ele sem ter avisado nada. – Se levantou, caminhou até Scar e em pé, na frente dele, começou a falar novamente. – Eu não quero ir, mas na verdade quero e isso me faz ficar louca. Estou feliz, triste e com raiva ao mesmo tempo... Não sei o que fazer... Scar... Poderia me ajudar nisso? Não quero que decida tudo por mim, mas preciso de auxilio ou vou acabar tomando uma decisão precipitada. – A forma como falava ia de raiva, para um tom doce e calmo que suplicava pela ajuda do agente. – Eu quero uma resposta até a noite... Vou deixa-lo tomar um banho agora, sairei para tomar um ar enquanto não termina de se arrumar. – E com isto Sawa saiu do quarto um pouco mais tranquila do que antes, demonstrando que a conversa teria ajudado a liberar seus sentimentos por hora. O homem tomou seu rumo ao banheiro, sentindo ainda o cheiro de perfume deixado pela garota para trás logo após o banho. Scar levou o tempo que achou necessário e ao sair, encontrou Sawa deitada em sua cama dormindo sentada enquanto abraçava o travesseiro.

Depois de algum tempo, quando Scar já estava trocado com suas vestes normais, pois não tinha sido requisitado nenhum uniforme do governo por hora, algumas batidas eram escutadas na porta e o agente não teve nem tempo de abri-la já que esta era aberta imediatamente logo que as batidas cessavam. – Olá! – Lynx entrou no quarto sem esperar qualquer permissão e quando viu Sawa dormindo, abaixou o tom de voz e caminhou rapidamente até onde Scarlight estava. – Como foi? Resolveram os problemas dela ou ainda está irritada comigo? – Mesmo soando um pouco mais baixo, Sawa ainda acordou e enquanto esfregava os olhos percebeu Lynx sentada na cama de seu paciente. – Já deu o horário? – Cobriu a boca com a mão direita e bocejou se levantando da cama, colocando sua mochila nas costas e indo ao banheiro se arrumar. – Tudo está pronto, todos chegaram um pouco mais cedo do que o esperado. Podemos ir? – Quando a confirmação fosse dada, os três iriam sair do quarto juntos no caminho para fora do QG, onde o barco para a Grand Line esperava. Foi neste momento que Sawa se aproximou muito de Scar, segurando firme seu braço esquerdo com ambas as mãos enquanto aproximava o rosto dela ao do outro para poder dizer de uma forma mais secreta. – O que eu faço? – A jovem indecisa não conseguia saber o que fazer, precisando da opinião de um homem e um  real agente do governo até então.

Sawa:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Última edição por Ryoma em Qui 5 Jan - 4:58, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Scarlight
Civil
Civil
Scarlight

Créditos : 15
Warn : Persona Shutter 10010
Data de inscrição : 01/07/2016
Idade : 20

Persona Shutter Empty
MensagemAssunto: Re: Persona Shutter   Persona Shutter EmptyQui 22 Dez - 2:57


Sawaza levou um banho demorado, parecia mais uma eternidade. Os trinta minutos que ela gastou no banheiro eu gastei lendo um livro sobre a geografia e a história da ilha. Pelo visto, não era apenas aquilo que havia enxergado. Havia um reino por trás de toda a mata, mas o Quartel General ficava localizado em meio a selva por algum motivo do qual não quis pesquisar sobre. "Não faz muito sentido, o QG ficaria melhor dentro do reino para dar mais proteção. Que coisa mais mal estruturada."

De qualquer forma, a garota saiu com uma roupa diferente do que havia. Ela estava com camiseta e calça pretas, tênis cinza e parecia mais relaxada agora. Era estranho vê-la com vestimentas diferentes das que eu havia visto anteriormente, com seu uniforme de enfermeira. Esse visual a deixava um tanto quanto rebelde, mas não fazia diferença nenhum. "Não faz diferença, realmente, continua o mesmo rosto bonito de sempre" pensei comigo mesmo.
Ela novamente ficou nervosa quando a chamei por Sawaza, e não parecia querer contar sobre sua situação, mas o fez mesmo assim.
Segundo ela, estava nervosa e desconfortável, pois não haviam dito nem avisado nada sobre o que está para acontecer, como sua promoção repentina e sua ida para a Grand Line. Eu entendo, em partes, e estão forçando ela por algum motivo. "Mas qual o problema? Ela pode muito bem decidir não ir. Mesmo assim, seria uma idiotice não seguir o que é proposto pelo Governo, assim como seria idiotice não ficar ao lado de alguém como eu." Além disso, enquanto ela falava, eu me perdia naqueles olhos de esmeralda. Seu rosto era realmente belo, beirando a perfeição, e seu cabelo era muito peculiar, mas combinava com tudo. "Esqueça isso, Aster, ela é apenas alguém abaixo de você e que está lhe acompanhando, não é nada importante."
Estava muito bem e seguindo tudo o que ela dizia até pronunciar "Scar", que seria apenas uma parte de meu sobrenome, como se fosse um apelido. Ruborizei quase que imediatamente. "Scar? Mas o que essa demente tem na cabeça? Q-quando eu lhe dei permissão pra poder usar esse apelido em mim, sua plebeia?"

- D-de qualquer forma - Comecei a dizer, mas logo me recompus ao meu estado normal, tentei esconder as emoções e fazer uma face mais séria, rude e fria - Não me chame de Scar, use Scarlight, entendeu, Sawaza? E não é como se fosse problema meu, mas acho que posso te ajudar com isso mais tarde.

Ela então saiu do quarto, um tanto mais tranquila do que antes. Parecia que um peso enorme havia saído de suas costas. "Seria eu seu confidente? Ou algum tipo de amigo? Urgh... eu não preciso de coisas como amizade." Mesmo pensando assim, não conseguia tirar seu rosto angelical, delicado, seus olhos verdes como esmeraldas e seu jeito de minha cabeça. "Mas o que diabos está acontecendo?"
Assim que entrei no banheiro para tomar o banho que tanto desejava, senti o cheiro de seu perfume. Envolvente, doce, encantador. Mesmo assim, era realmente uma pena. "O cheiro artificial esconde o verdadeiro aroma da alma e... espera, mas o que diabos? Que coisa mais absurda, eu não me importo com essa porcaria de maneira nenhuma." Enquanto tomava o banho e a ducha quente caía sobre meu corpo, não conseguia retirar a garota de minha cabeça, por mais que eu tentasse. Nem mesmo o fato de eu estar indo para a Grand Line conseguia me fazer parar. "Bem, é apenas porque eu acabei de conversar com ela, não vai demorar pra que isso se esvaia."

Saí do banho e vi que Sawaza estava dormindo sentada, abraçada com um travesseiro. Por algum motivo, aquilo a fazia ficar fofa. "Fofa?" pensei. "E que diferença isso faz? Por que estou preenchendo minha cabeça com pensamentos tão inúteis e retardados?" Seja como for, me vesti com minhas roupas costumeiras, poderia simplesmente usar o uniforme quando realmente fosse necessário.
Enquanto acabava de me arrumar, ouvi batidas na porta, rápidas e leves. Antes que pudesse me virar, a porta já se abria e deixava uma brisa entrar por ela, junto com Lynx. Não prestei muita atenção, ela não é tão importante no momento. Bem, ao menos seu estado não é importante, pois preciso dela se eu quero ir para a Grand Line sem nenhum problema, não é mesmo?

- Como foi? Resolveram os problemas dela ou ainda está irritada comigo? - Perguntou Lynx, quase sem voz.

Antes que eu pudesse dizer qualquer coisa sobre o assunto, Sawaza acordou repentinamente. Olhou para Lynx, mas não tive tempo de ver sua linda reação, pois a mesma esfregou seus olhos e bocejou. Estava hipnotizado por seu estado, onde ela havia recém acordado. "É como se fosse um anjo..."

- Tudo está pronto, todos chegaram um pouco mais cedo do que o esperado. Podemos ir? - Disse Lynx, me retirando de meus devaneios.

E, antes mesmo que continuasse a viajar em sonhos enquanto observava Sawaza, a agente anunciou que todos estavam prontos para a viajem e que somente faltava nós mesmos. Bem, não tenho problema algum, mas Sawaza ainda não parecia confiante o bastante para ir.
Saímos do Quartel General, e a noite já havia caído antes que pudéssemos perceber. A brisa fria que vinha com seu véu era simplesmente divina, revigorante. Esses são os ventos convidativos que chamam os agentes do Governo para fazerem suas ações, na calada da noite, observando, perseguindo, assassinando sem deixar rastros nem pistas. Me alistar realmente é uma das melhores coisas que fiz na minha vida, além de todo o aprendizado que consegui durante os anos.

- O que eu faço? - Disse Sawaza, me acordando de meus devaneios, enquanto se agarrava ao meu braço esquerdo.

"O que fazer?" pensei. "Realmente, o que ela deve fazer? Deveria deixar o North Blue e seu irmão para trás ou deveria vir com uma pessoa como eu para a Grand Line e ter uma carreira promissora?" A segunda resposta é certamente a mais óbvia de ser escolhida, assim como a mais tentadora, mas ela deveria realmente ponderar e escolher entre os dois.

- Bem, se quer saber minha opinião - Diria, enquanto seguia Lynx até o navio - Sugiro que vá para a Grand Line comigo, e comece uma vida nova ali. Não sei como seu irmão é, mas tenho certeza de que ele vai superar. Espero que venha, seria difícil ter que me acostumar com uma assistência médica completamente diferente do que eu espero.

Essas eram minhas sinceras palavras para Sawaza, e esperava que ela seguisse-as e viesse comigo. "É verdade, estou sendo mais cordial e gentil com ela do que costumo ser com qualquer outra pessoa" pensava, enquanto caminhava. "Mas qual o problema disso? Eu estou realmente acostumado a sua presença. Demoraria mais em certa ocasiões, mas não faz diferença. Ela é uma médica muito útil e uma companhia... interessante."

- Lynx, quando iremos zarpar? Estou mais do que pronto - Diria, e logo me viraria para a enfermeira. - E espero que você venha comigo, Sawaza.

Após isso, independente de sua resposta, iria entrar no navio e aguardar para que ele pudesse finalmente iniciar a nossa viagem. Mas posso esperar para ir até o maior mar de todos, onde as maiores personalidades estão. "Eu não posso ser reconhecido, mas isso não significa que eu não seja um dos gênios em meio a este mar tenebroso."



Histórico:
 



____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Fala
Falas alheias
"Pensamento"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ryoma
Super Nova
Super Nova
Ryoma

Créditos : 81
Warn : Persona Shutter 10010
Feminino Data de inscrição : 04/06/2011
Idade : 21
Localização : hell

Persona Shutter Empty
MensagemAssunto: Re: Persona Shutter   Persona Shutter EmptySex 23 Dez - 15:48

Durante o tempo de caminhada, Scar deu sua sugestão sobre a ida de Sawa para a Grand Line e isto só fez animar a garota. As palavras foram recebidas como incentivo, fazendo-a abrir um largo sorriso e saltar até onde Lynx estava. Uma onda de desculpas foi sendo dado, um abraço e logo depois começaram a andar de braços dados. Todos finalmente estavam bem e conseguiam seguir na direção do porto, passando pela cidade e logo chegando até o destino. – Eles estão... – A voz foi cortada pelo som de um den den mushi tocando. Com a mão direita, retirou o pequeno de dentro das vestes e atendeu a chamada, parando de andar enquanto conversava. – Prossiga. – A voz da mulher estava em um tom mais sério que o conhecido pela dupla e seu olhar no mesmo nível. – Agente Lynx! O capitão Eric solicita sua ajuda imediatamente para eliminar um grupo revolucionário que está escapando da ilha neste momento. Todos os agentes em seu comando devem sair agora e acabar com isto, mas precisamos de ao menos um deles vivo para fins investigativos. A embarcação deles está no porto e eles devem estar chegando agora, pois acabaram de assassinar um grupo de marinheiros que protegia certos nobres da ilha... Agora vá, não demore ou eles podem sair da ilha antes de chegarem lá. – A voz apressada se assemelhava a de um homem e isto não era um ponto importante para o desenrolar da história. Lynx guardou de imediato o den den mushi, olhou para a dupla e sinalizou para correrem, iniciando desta forma uma rápida corrida para o porto.

Quando chegaram ao local, conseguiam ver cinco pessoas paradas em frente à um barco normal, estes não pareciam fugir e acenavam ao ver Lynx se aproximar. Já o outro grupo que aparecia, corria de imediato até um barco um pouco mais robusto, um tipo especifico para combater no mar. Todos estes vestiam capas vermelhas com capuzes que cobriam completamente o rosto e corpo. A corrida do grupo os levou até o interior do barco e logo este partiu, deixando os agentes para trás. Os três corredores alcançavam o grupo que precisava, conhecendo finalmente quem faria parte da missão na Grand Line. Todos eles vestiam suas roupas normais e estavam divididos em dois homens e três mulheres. Não houve muito tempo para apresentação, Lynx ordenou que todos fossem para o barco e em poucos segundos eles já estavam partindo junto com o grupo revolucionário. Foi somente neste momento que conseguiram ter tempo para conversar, dando espaço para apresentações. A primeira mulher a fazer uma apresentação possuía cabelos azuis, olhos violetas e uma enorme foice nas costas. Tudo nela chamava a atenção quando se referia a beleza, até mesmo sua voz calma. – É um prazer conhecê-los, me chamem de Nelly. – Assim que terminou sua apresentação, recuou com um sorriso e deu espaço para os outros.

A segunda garota a se apresentar tinha cabelos castanhos, olhos da mesma cor e orelhas pontudas, além de um rosto fino. Sua aparência em si era delicada, carregando consigo uma adaga fina na cintura e na mão direita segurava algum livro grosso. – Me chame de Sylte. – Séria e completamente direta, recuou sem nem mesmo olhar para os outros e deu espaço para a última garota, ou para ser mais exato, uma mink. Ela parecia ser um tipo de gata, mesclando humano com felino e isto deu nela. Cabelos negros, olhos dourados e uma espada grossa na cintura, além das orelhas de gato sobre a cabeça. Ela olhava como um verdadeiro felino, analisando cada um como presas e sorrindo enquanto isto. – Meera. – Falou rapidamente e logo os outros dois restantes iam para a frente, dizendo uma breve apresentação da mesma forma. – Sou Weev. – Este era um dos homens, tinha orelhas pontudas, longos cabelos loiros e olhos violetas. Suas vestimentas chamavam a atenção por serem de primeira qualidade, algo que somente nobres possuíam naquela ilha. – Louis... É realmente hora de estarmos nos apresentando? – O sujeito com vestimentas de combate, uma escopeta nas costas e cabelos escuros pareceu confuso com a situação surpresa de partirem imediatamente.

Temos que eliminar os revolucionários naquele barco. – Apontou para a embarcação que perseguiam. – Não existe necessidade de explicações mais detalhadas, vocês vão entrar, matar quase todos eles, deixando apenas um vivo para trazermos como prisioneiro... Sei que nenhum desses nomes é real, cada um escolha o seu nome falso para podermos nos comunicar nessa missão. Ela vai ser importante aqui e na próxima, preciso de todos sabendo como chamar uns aos outros. – Com o braço direito ela puxou Scar mais perto, envolvendo o pescoço dele com seu braço enquanto virava-se e murmurava em seu ouvido. – Estou te promovendo aqui e agora para Agente Graduado. Esse ataque é complicado para que eu comande sozinha todos vocês, me ajude nessa divisão. Fique com Sawa e mais dois, eu cuidarei dos outros três. – Lynx virou novamente os dois e ficou por trás de Scar, apoiou o rosto no ombro direito do agente e o abraçou sem motivo nenhum. – Este é o segundo em comando nesta missão, gostaria que seguissem suas ordens como se fossem minhas, pois se ele vier reclamar de algum de vocês... Não posso afirmar que me manterei calma. – Por fim esperou que Scar fizesse a escolha de seus companheiros para a invasão ao barco revolucionário. Sawa já estava ao seu lado e a líder não deixava o abraço terminar.


NPCS:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Última edição por Ryoma em Qui 5 Jan - 4:58, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Scarlight
Civil
Civil
Scarlight

Créditos : 15
Warn : Persona Shutter 10010
Data de inscrição : 01/07/2016
Idade : 20

Persona Shutter Empty
MensagemAssunto: Re: Persona Shutter   Persona Shutter EmptySex 23 Dez - 23:46


Sawaza parecia ter ficado contente com as minhas palavras. Não demorou muito para que ela ficasse saltitante em direção a Lynx e começasse a conversar com ela, então finalmente se abraçaram e deram o braço uma para outra, como se fossem amigas de longa data, o que era bem estranho, pois a algumas horas atrás elas pareciam querer matar uma a outra. "Não causando problemas para mim, eu não ligo de maneira alguma." Ao menos ela parecia estar feliz com a decisão que tomou, e isso me deixava contente. "Mas ainda me pergunto o motivo de estar contente com uma coisa tão insignificante dessas."
Enquanto eu via ambas conversando e ficando amigas como nunca, um som era ouvido onde estávamos. "Puru puru puru puru" era o som que chegava aos meus ouvidos. Não preciso nem mesmo perguntar para saber que aquilo era com certeza um Den Den Mushi, um aparelho de comunicação. Já havia estudado sobre eles, são pequenos caracóis que se comunicam entre si por meio de ondas telepáticas ou coisa do tipo, e fazem possível os humanos comunicarem entre si por meio de acoplagem de aparelhos em seus corpos. Algo muito útil, por assim dizer. "Mas o que poderia ser essa ligação repentina?"

De qualquer forma, Lynx tomou uma postura séria, tão séria quanto aquela que estava quando nos encontramos na saleta que era seu escritório. Atendeu a ligação e começou a ouvir o que o seu comunicador tinha a dizer, e pelo visto era algo que iria com toda a certeza atrasar toda a minha ida à Grand Line. Ouvia a voz apressada de um homem, e ele dizia que precisávamos urgentemente lidar com um bando de revolucionários que causaram alguns problemas. Assassinaram um grupo de marinheiros e simplesmente fugiram. "Que covardes mais imundos. Não aceitam o melhor que o Governo faz para todos e por isso atacam pessoas e querem fugir? Que ratos mais irritantes."
A agente então desligou o aparelho de comunicação e se o guardo, virando-se para nós em seguida e fazendo um sinal. Era óbvio que o sinal significava que precisávamos urgentemente nos apressar, e foi o que fizemos.

Não demorou a que chegássemos ao porto e encontrássemos dois grupos distintos, assim como dois barcos distintos. Um dos barcos era simples, algumas pessoas dentro dele pareciam acenar, eram os compostos de um dos grupos. O outro grupo era um bando de gente correndo desesperadamente até um barco que parecia ter sido feito para batalhas, e todos se vestiam de vermelho. "Ao menos com essas vestes eles podem esconder o sangue." Eles chegaram ao barco de guerra e então zarparam, e não demoramos a fazer o mesmo, apenas de ter um pequeno período de tempo entre nossas partidas. Todos entraram, não tiveram tempo para apresentações, e então zarpamos.

Já dentro do navio, foi possível adquirir um pequeno intervalo para que pudéssemos nos apresentar. Era um grupo de agentes um tanto quanto curioso. Não estavam com suas vestes de trabalho, mas sim as suas comuns. Uma garota com uma foice era a que chamava mais atenção, e atendia pelo nome "Nelly". Era realmente bonita, mas Sawaza ainda parecia ser mais. Havia também um garoto que parecia ter crescido entre nobres, seus cabelos loiros e vestia-se como um deles, atendia pelo nome de "Weev". Outra que chegava a chamar atenção quase tanto quanto Nelly, e parecia ser um humanoide híbrido entre humano e gato, carregando uma espada grossa, e gostaria de ser chamada de "Meera". Por último, mas não menos importante, um rapaz com estilo um tanto quanto agressivo, carregando uma arma de fogo nas costas, e se autodenominava "Louis".
"Interessante" pensava eu. "Todos parecem ter habilidades distintas e estilos muito distintos. Será que esses plebeus consegue chegar a minha altura? Parecem saber fazer muita coisa, mas seria muito irritante se fizessem algum erro."

De qualquer forma, Lynx começou a falar e explicar o que deveríamos fazer a partir de agora. Precisamos derrotar todos, matá-los a sangue frio, sem deixar rastros, com exceção de um deles que precisamos manter vivo para fins investigativos, imagino. "Ótimo, estou com vontade de socar a cara de um desses porcos imundos da sociedade." Dei um pequeno sorriso de satisfação. "Apesar de minha ida à Grand Line ser atrasada, ao menos poderei fazer com que essas escórias se arrependam."
Antes que eu pudesse propriamente dar um nome para que pudessem me identificar, Lynx me puxou pelo braço, me levando a um canto mais afastado do barco, envolvendo seus braços em meu corpo como sempre fazia. "Me pergunto o motivo de ela gostar de invadir o espaço pessoal das pessoas assim, que péssimo hábito." Minha face de desaprovação quanto aqueles movimentos era nítida, mas suas seguintes palavras me fizeram ficar mais interessado no que ela tinha a dizer.

- Estou te promovendo aqui e agora para Agente Graduado. Esse ataque é complicado para que eu comande sozinha todos vocês, me ajude nessa divisão. Fique com Sawa e mais dois, eu cuidarei dos outros três. - Era o que ela dizia.
- Certo, mas me solte logo, está começando a me irritar - Respondi, quase que instantaneamente.

Ela então se virou novamente, agora me deixando de frente para todo o grupo e indo atrás de mim, envolvendo seus membros ao meu tronco e descansando sua cabeça sobre meu ombro. "Mas que petulância. Qual o problema dela? Está carente, por um acaso?"

- Este é o segundo em comando nesta missão, gostaria que seguissem suas ordens como se fossem minhas, pois se ele vier reclamar de algum de vocês... Não posso afirmar que me manterei calma. - Disse ela logo em seguida.
- Certo então - Diria, me voltando para todos - Só me chamem por White, não é como se eu me importasse muito.

Após isso, se aquela mulher ainda não tivesse deixado de se envolver em meu corpo, iria tentar pegar em seus braços e levanta-los, para que eu pudesse-me ver livre de seus membros invadindo meu espaço pessoal. Esperaria ao menos que ela percebesse o que eu estava tentando fazer para que pudesse me soltar e me deixasse continuar falando com todos.

- Certo, todos vocês, espero que não hajam erros - Diria, com a voz firme e uma face um tanto quanto menosprezadora, como se estivesse desafiando a todos - De qualquer forma, quero que Nelly venha comigo quando invadirmos o navio, enquanto minha acompanhante e Louis ficam no navio para protegê-lo caso tentem invadir. Se precisarem de reforços, não hesitem em contatar o Quartel General e pedirem ajuda, apesar de que eu acho que não será necessário.

As ordens eram bem claras. Decidi deixar Sawaza no navio, pois não sabia ao certo se ela possuía alguma habilidade em batalha. Além disso, acho que Nelly será de grande ajuda com aquela foice caso precisemos cortar algumas cabeças, e ela parece conseguir manter a calma e fazer um bom trabalho. "Espero que Sawaza não se machuque..." pensava comigo mesmo. "Mas por que estou pensando nela e me preocupando tanto com seu bem estar?  Ela está sob meu comando, assim como os outros, e devo deixar que todos fiquem o melhor possível, mas por que estou achando que Sawa não deve nem mesmo sofrer algum ferimento? Que coisa mais absurda." De qualquer forma, acabei de me lembrar que não sabia o plano de Lynx, então acho que deveria dar alguma sugestão para ela.

- Lynx, que tal fazer como estou fazendo? - Diria, me voltando para ela - Dois de seu grupo defendem aqui, enquanto outros dois vão se infiltram. Se quiser minha opinião, acho que uma das pessoas que deve batalhar deveria ser Meera, o que acha? Os outros ficam a sua escolha.

Estava interessado em suas opiniões sobre a tática de luta, pois uma boa estratégia era necessária para vencermos. Além disso, ela estava um comando acima do meu, e apesar de eu detestar essa ideia, seu consentimento era necessário para que pudéssemos fazer com que a tática funcionasse como o esperado e erros não ocorressem. "Além disso, Meera parece ter certa experiência, e algo me diz que ela possui habilidades que podem ser úteis em batalha."
Esperaria que suas palavras fossem despejadas, aguardando sua opinião e ideias e as ouviria para que pudéssemos chegar num consenso, apesar de que meu plano é obviamente o melhor a ser seguido de qualquer maneira. Seja como for, se o tempo estivesse curto e já estivéssemos nos aproximando do barco de guerra, iria interromper quem quer que esteja falando para continuar com meu plano.

- Certo, espero que esteja decidido, sendo assim, Nelly e eu vamos entrar primeiro, para o lado que esteja com menos pessoas para que não sejamos pegos de surpresa. Após isso, quem quer que Lynx tenha escolhido entra em seguida. Não combatam muito oponentes de uma vez, e tentem ficar em grupos, se ajudando sempre. Usem o máximo de suas habilidades em combate possíveis. Erros não serão tolerados. Matem todos sem hesitar, pois se hesitarem, morrerão. Espero ter sido claro. Quanto ao grupo que se encarregará do navio - Diria, me virando para eles - Não hesitem em chamar reforços se virem que eles estão sendo trabalhosos. Como eu disse anteriormente, acho que não será necessário para ratos imundos como esses, mas chamem mesmo assim.

Minha voz era firme e estava explicando da maneira mais clara possível. É verdade que erros não serão tolerados, e espero que tudo seja da maneira que estou planejando. A eliminação deve ser o mais rápido possível, para que eu possa logo prosseguir para a missão original que iria fazer antes de iniciar esta emergência. Aguardaria então para saber o que viria a seguir, e quais surpresas aguardam a nós. Além do mais, esses porcos estavam acabando com o meu humor de várias maneiras, então quero dar uma punição adequada para cada um.



Histórico:
 



____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Fala
Falas alheias
"Pensamento"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ryoma
Super Nova
Super Nova
Ryoma

Créditos : 81
Warn : Persona Shutter 10010
Feminino Data de inscrição : 04/06/2011
Idade : 21
Localização : hell

Persona Shutter Empty
MensagemAssunto: Re: Persona Shutter   Persona Shutter EmptySab 24 Dez - 21:38

A forma como sua superior lhe abraçava não o agradava, reclamando um pouco até que ela o soltava antes das ordens serem realmente dadas. A dupla chamada por Scar se aproximou de imediato, ficando perto do mesmo para por entender qual seria o plano exato. As explicações de ambos os lados iam sendo dadas, Lynx adotava um plano semelhante ao do boxeador e dizia para dois ficarem na embarcação, levando apenas Meera consigo para o combate principal. – Então vai ser assim. Se preparem! – O grupo que iria invadir o outro barco se posicionou na parte da frente, já o restante ficou para trás, cuidando do interior e dos navegadores. A velocidade de uma embarcação mais leve se mostrou maior, alcançando rapidamente os revolucionários, que começaram a preparar seus canhões e em poucos segundos já estavam disparando contra o barco do governo. Lynx aproveitou dessa brecha para avançar em velocidade e pular por cima da borda, lançando seu corpo para a embarcação inimiga sem nenhum medo de quem estava aguardando-a. Meera levou apenas dois segundos para decidir que iria saltar, avançando como um predador, garras de fora e os olhos sedentes já focados nos encapuzados. O salto foi mais surpreendente, sendo feito com os braços e pernas como impulso, parecendo realmente um gato.

Scar e sua dupla não avançavam. Lynx começava um ataque diretamente nos atiradores, impedindo que os canhões continuassem funcionando. Ela não carregava realmente um armamento. O combate se desenvolvia completamente com seu corpo, usando cada parte possível para atacar os adversários pelo caminho. Meera cortava para todo lado, arranhava o ar e mordia quem se aproximava muito, algo completamente diferente de sua superior. A luta ia criando proporções maiores, onde tinham dez revolucionários no convés, surgiam mais dez e acabava por deixar algo muito desproporcional para a dupla de mulheres. Qualquer ataque por trás não iria realmente funcionar com tanta gente aparecendo. Nelly resolveu pular para o barco inimigo, indo com maestria para cima de diversos revolucionários aleatórios. A enorme foice foi o bastante para acabar com diversos deles, criando um grande espaço por conta do tamanho de sua arma.

Todos os outros agentes começavam uma aproximação, os que tinham armas se portavam na borda. Sawa agora com um revolver simples e Louis miravam nos revolucionários mais fáceis de acertar e atiravam, tendo erros e acertas algumas vezes, mas não parecia acabar de aparecer. A embarcação era grande e quem estava lá ia se complicando, começando a receber alguns golpes mais complicados. Foi naquele instante que Scar percebeu a falha do plano de invadir a outra embarcação. Ao fundo, podia ver que mais dois barcos semelhantes surgiam, trazendo ainda mais revolucionários para a luta e eles estavam em um grupo muito menor. A quantidade poderia causar medo, todos preparados para lutar e Scar, que ainda não havia pulado, tinha a posição privilegiada. De onde estava, poderia comandar, saltar ou fugir. Os problemas atuais só aumentariam e não havia muito para fazer. Não tinham reforços chegando de imediato, os agentes estavam sozinhos em uma batalha pela sobrevivência. Nada poderia melhorar e realmente não melhorou, apenas piorou. Uma bala de canhão voou contra a embarcação dos agentes, abrindo um buraco no meio do convés e nisto, Sawa e Louis foram jogados para fora, caindo diretamente na água. Ambos continuaram submersos enquanto a água ia sendo colorida de vermelho, nada realmente ajudava e Scar tinha um sentimento de que as coisas só iam piorar.

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Última edição por Ryoma em Qui 5 Jan - 4:58, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Scarlight
Civil
Civil
Scarlight

Créditos : 15
Warn : Persona Shutter 10010
Data de inscrição : 01/07/2016
Idade : 20

Persona Shutter Empty
MensagemAssunto: Re: Persona Shutter   Persona Shutter EmptyDom 25 Dez - 0:43


Tudo estava ocorrendo bem até o momento pois Lynx havia aceitado minha ideia e concordamos fazer o possível para que tudo ocorresse bem. O vento parecia estar favorável, e espero que possamos acabar o mais rápido possível com essa missão. "Esta tudo indo como planejado por enquanto, e espero que possamos continuar como estou desejando" pensei, elevando ainda mais minha capacidade imensa para quaisquer atividades. Nosso navio era menor, então ele conseguia ser mais rápido que o outro, e em pouco tempo conseguimos chegar  onde seria nosso local de luta.

De qualquer forma, não demorou a o outro navio começar a se preparar para atacar, e foi questão de segundos até que as balas de canhão fossem atiradas contra todos nós. Não pareciam ter feito algum estrago, e Lynx decidia aproveitar deste tempo para saltar para o convés aliado de corpo, como se fosse imprudente. Mas ela não era idiota, nada disso. Aproveitou para que pudesse atacar todos os atiradores que pudessem criar algum problema, enquanto Meera ia logo atrás, como uma verdadeira felina. Ambas tinham estilos de luta distintos, e ambas faziam muito bem o seu trabalho. "Ainda não aconteceu nada de errado, vamos apenas esperar o desenrolar."
Mesmo assim, a luta ia começando a pender para o lado deles. O navio inimigo possuía mais pessoas, então estavam se aglomerando em maiores números. Os números estavam excedendo os meus combatentes, e precisavam de ajuda, Felizmente, Nelly saltou, mesmo que não houvesse brechas para um ataque surpresa. Fiquei impressionado com sua maestria com a foice, pois ela conseguiu igualar bem a batalha com sua força. "Parece que fiquei com sorte ao ter esses combatentes sobre meu comando. Que ótimo."

Até mesmo Sawaza havia entrado na luta, junto com Louis. Louis utilizava muito bem sua escopeta, atingindo alvos mais próximos e mais fáceis de atingir, e Sawaza fazia o mesmo, só que com um revólver básico. "Não sabia que ela possuía habilidade em combate. Bem, melhor para nós." De qualquer forma, a situação ainda está sobre controle. Bem, até aquele momento.
Não demorei a perceber que havia algum problema com a invasão. Apesar de estarmos dificultando a batalha e ganhando vantagem no navio alvo, havia outros navios de guerra chegando, carregando ainda mais daqueles ratos imundos que se autodenominam revolucionários, e estavam começando a causar ainda mais problemas. "Merda."
Estávamos em desvantagem numérica, e isso sempre significa que uma hora ou outra iremos sucumbir perante a grande quantidade de inimigos que não conseguimos derrotar. "De qualquer forma, eu não deixarei isso acontecer de maneira nenhuma. É apenas uma questão de tempo até que nossos reforços cheguem e consigam dominar o grupo inimigo."

Mas então aconteceu o que eu menos desejava que acontecesse. Repentinamente, uma bala de canhão veio sobrevoando nosso navio e atingiu diretamente o convés, fazendo com que tudo explodisse. A explosão não me atingiu, porém, Sawaza e Louis foram lançados com a força da explosão, despencando por vários metros até que atingissem a água. Meu coração pareceu ter parado por um milésimo de segundo, pois ver que Sawaza havia caído fez com que eu gelasse meu corpo por completo. Além disso, a água ia se tingindo de vermelho, e ia se espalhando cada vez mais. "O que..."
Uma onda de nervosismo atingiu meu corpo. Sawaza era a pessoa que eu mais queria segura, a que menos se ferisse, e que pudesse ficar bem após o fim da batalha. Vê-la caindo contra a água foi um choque para mim. "Mas por que eu me sinto assim em relação a Sawaza? Eu ainda não entendo! Preciso salvá-la. Mas espere..." E foi aí que me lembrei que estava em uma situação difícil de salvar alguém que havia caído. Estávamos contra um grupo que estava superando o meu em questão de números, e seus reforços estavam chegando, enquanto os nossos estavam cada vez mais lentos. Além disso, era uma questão de tempo até que o navio começasse a ser destroçado pelos ataques inimigos.

"Mas o que eu devo fazer?" pensava, enquanto observava tudo aquilo, e logo me lembrei de um detalhe mais importante que todos os outros. "Fique calmo." Esta frase ressoou em minha cabeça como um eco, e ficava cada vez mais alta. Não demorou a que eu pudesse recobrar meus sentidos e começasse a analisar a situação mais detalhadamente. "Certo, então precisamos esperar nossos reforços chegarem, e os reforços inimigos estão em maior quantidade. Além disso, temos dois que estão submersos e provavelmente estejam mortos, apesar de eu não querer submergir, o nosso navio não vai demorar a ser arruinado. Sendo assim, há apenas três opções, duas sendo viáveis." E era realmente verdade. Eu poderia saltar contra a água e me safar, nadando para fugir. Ou poderia ficar ali para morrer. Ou a melhor delas: abandonar o nosso navio e tomar posse do outro. A última opção parecia realmente ser a melhor, e precisaria esperar o desenrolar do destino quanto a ela. Correria o mais rápido que pudesse para onde os pilotos estivessem, para poder falar num volume em que outras pessoas não pudessem me ouvir, mas não tão próximo de maneira que precisemos falar em sussurros.

- Ei pilotos! - Chamaria a atenção deles, com uma voz firme - Se quiserem se salvar, precisam sair do navio! Vão para o mar, ou podem ir para o convés do inimigo e tentar lutar conosco. Se forem ao mar, eu tenho um pedido! Procurem por Sawa e Louis, eles caíram lá! Isso é uma ordem!

Após isso, sairia correndo, desviando de todos os obstáculos possíveis, saltando para longe de balas de canhão que poderiam chegar até mim. Com isso, iria então chegar o mais próximo que conseguisse do outro navio estando neste no momento e dando um salto, tentando aterrissar com segurança em uma área com poucas pessoas. Após isso, se houvesse alguém próximo, iria socar a cara de quem estivesse mais próximo com um soco para o lado que estivesse mais favorável. Se a pessoa estivesse a minha direita, iria utilizar meu punho esquerdo para aplicar um golpe contra sua face, e vice versa para caso ela estivesse a minha direita. Após isso, iria cuidar de minha retaguarda, e se alguém tentasse me atacar por trás, iria tentar inicialmente uma esquiva saltando para frente e me virando ao mesmo tempo, logo tomando um impulso e golpeando quem estivesse por trás um soco de direita contra seu queixo, tentando fazer com que fosse um nocaute sem muitos problemas.

Iria então tentar ver se alguém precisasse de alguma ajuda minha. Iria procurar por alguém que estivesse com problema na luta e correria o mais rápido possível para ajudar esta pessoa. Mas antes que eu fizesse isso, iria checar para ver se possuísse alguém perto de mim, me atrapalhando, e se houvesse, iria tratar de criar o plano de batalha. Com isso em mente, iria então tentar me esquivar dos golpes que o oponente tentasse lançar contra mim, bloqueando algum caso não fosse possível me esquivar, apesar de estar fazendo uma sequência de esquerda para direita e me afastando. Iria então procurar por uma brecha e, encontrando a mesma, iria saltar contra a pessoa, aplicando um soco de direita contra seu queixo, a fim de desestabilizar a vítima. Faria isso com qualquer pessoa que tentasse me impedir, e provavelmente tomaria o tempo que eu poderia usar para poder ajudar outra pessoa.
Caso conseguisse me livrar de todos e houvesse alguém que precisasse de ajuda, iria de encontra a esta pessoa, tentando chegar de surpresa para atingir a pessoa que mais pudesse estar ameaçando a segurança no momento, atacando com um soco ascendente tentando atingir o queixo de meu alvo. Tudo isso seria em prol da segurança de todos.

Esperava que os reforços chegassem o mais rápido possível e todos pudessem abandonar o navio o mais rápido possível. Não posso simplesmente garantir que todos saiam vivos, porém, preciso pelo menos me certificar que o mínimo de mortes possíveis aconteça. "Ainda preciso me manter calmo a todo e qualquer custo, não posso ficar nervoso ou louco por motivos tolos, mesmo que eles se remetam a Sawaza."



Histórico:
 



____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Fala
Falas alheias
"Pensamento"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Persona Shutter Empty
MensagemAssunto: Re: Persona Shutter   Persona Shutter Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Persona Shutter
Voltar ao Topo 
Página 1 de 7Ir à página : 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: North Blue :: Lvneel Kingdom-
Ir para: