One Piece RPG
Emerald Lady Strikes - Página 2 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Ato 157: Se eu quisesse tua opinião, Eu tirava na Porrada
Emerald Lady Strikes - Página 2 Emptypor K1NG Hoje à(s) 15:04

» Ato III: Not Fast but Furious
Emerald Lady Strikes - Página 2 Emptypor Yamazaki Raizo Hoje à(s) 14:36

» Making Wonderful Land a Real Wonder
Emerald Lady Strikes - Página 2 Emptypor GM.Milabbh Hoje à(s) 14:27

» Pandamonio, Vol 1 - Rumo à Grand Line!
Emerald Lady Strikes - Página 2 Emptypor DarkWoodsKeeper Hoje à(s) 12:16

» X - A vontade de um Rei
Emerald Lady Strikes - Página 2 Emptypor Kekzy Hoje à(s) 12:09

» [Mini-DarkJohn] O começo de algo
Emerald Lady Strikes - Página 2 Emptypor DarkJohn Hoje à(s) 11:34

» Mess in Grand Line: The Red-Haired Arrived
Emerald Lady Strikes - Página 2 Emptypor Akise Hoje à(s) 10:13

» LightPoint!Os herois e amigos se reunem novamente!
Emerald Lady Strikes - Página 2 Emptypor Noah Hoje à(s) 08:53

» Cap 4: O Silêncio dos Inocentes
Emerald Lady Strikes - Página 2 Emptypor PepePepi Hoje à(s) 04:42

» [Mini- Yoru] Aula de kenjutsu!
Emerald Lady Strikes - Página 2 Emptypor Yoru-san Hoje à(s) 04:00

» I - As rédeas de Latem City!!
Emerald Lady Strikes - Página 2 Emptypor Jean Fraga Hoje à(s) 01:42

» Ficha Saito Hiraga
Emerald Lady Strikes - Página 2 Emptypor Saito Hiraga Hoje à(s) 01:38

» X - Some Kind Of Monster
Emerald Lady Strikes - Página 2 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 01:24

» Chapter I: Seafret - Oceans ♪♫♪
Emerald Lady Strikes - Página 2 Emptypor Nolan Hoje à(s) 01:09

» [Ficha] - Koji
Emerald Lady Strikes - Página 2 Emptypor Proto_ Hoje à(s) 00:24

» [MINI-Subaé] OXE! agora a aventura começa mesmo!
Emerald Lady Strikes - Página 2 Emptypor Subaé Ontem à(s) 22:44

» A primeira conquista
Emerald Lady Strikes - Página 2 Emptypor Nolan Ontem à(s) 22:01

» O que me aguarda em Ponta de Lança? Espero que belas Mulheres, hihihi
Emerald Lady Strikes - Página 2 Emptypor GM.Muffatu Ontem à(s) 21:46

» Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas
Emerald Lady Strikes - Página 2 Emptypor Shogo Ontem à(s) 20:31

» [M.E.P-DarkJohn] O começo de algo
Emerald Lady Strikes - Página 2 Emptypor Ryoma Ontem à(s) 20:12



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 Emerald Lady Strikes

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, ... 10, 11, 12  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 71
Warn : Emerald Lady Strikes - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 27
Localização : Fishman Island

Emerald Lady Strikes - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Emerald Lady Strikes   Emerald Lady Strikes - Página 2 EmptyQui 15 Dez 2016, 14:17

Relembrando a primeira mensagem :

Emerald Lady Strikes

Aqui ocorrerá a aventura do(a) civil Elise Von Bernstein. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
King
Revolucionário
Revolucionário


Data de inscrição : 13/09/2012

Emerald Lady Strikes - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Emerald Lady Strikes   Emerald Lady Strikes - Página 2 EmptySab 08 Abr 2017, 15:38

Deu ruim

Infelizmente não consegui acompanhar os homens, e uma montanha de músculos bloqueou meu caminho. "Quem esse desgraçado pensa que é?" Sentia uma raiva descomunal correndo meu corpo, de dentro para fora. Aquele maldito amendoim que me acertara foi o suficiente para cerrar meus punhos, deixando minhas mãos trêmulas de raiva.

Chegava a hora de usar um pouco a cabeça, e deixar meu mau-humor para depois. Lutar com aquele homem somente faria as coisas piorarem. Ele tinha o apoio das pessoas, que rapidamente se aglomeraram em volta de nós, os revolucionários me odiariam se algo eu acabasse com um herói local. Inspiraria e expiraria profundamente antes de responder ao homem. Deixar toda a tensão ir embora com o ar que saia do meu peito. E então, fitaria-o. - Você é um herói? - Perguntaria, com tom sereno. - Engraçado, você não estava presente quando essa velha me xingou por causa da minha pele, assim como seu filho. Que tipo de herói é você? - Completaria a pergunta com um semblante de dúvida, questionando-o. Mesmo se não respondesse, continuaria. - Heróis deveriam ajudar a todos, mas você escolhe a dedo quem vai ajudar. - Encararia o chão por alguns segundos, tentando transmitir melancolia para a multidão. - Tudo que eu fiz foi comprar uma arma dessa senhora, entreguei o dinheiro e ela não conseguiu pegar, acertando sua face, sem intenção de machuca-la. Eu não agredi ninguém. Se você é realmente justo, vai entender que isso foi tudo um acidente. - Aqueles que nos observavam não pareciam ser tão racionais, assim como o projeto de herói a minha frente. Utilizando da emoção, ludibriaria-los através de meu apelo.

Depois da sensibilização, continuaria - Alguém aqui sabe aonde eu posso encontrar os revolucionários? Tenho coisas a tratar com eles - Com a grande presença dos revolucionários, presumi que a população saberia aonde os encontrar. Caso ninguém respondesse nada, ou com informações inúteis ou contraditórias, continuaria na direção aonde os dois homens foram.

Se meu discurso não funcionasse, ou o "herói" e as pessoas me ignorassem, ficaria pronta para o combate. Sacaria a espada, e a apontaria na direção do oponente. - Você cometeu um grande erro - Intimidaria-o, com um sorriso cínico no rosto um pouco inclinado. Esperaria o oponente atacar, e então me esquivaria. Caso realizasse algum ataque na vertical, me esquivaria para a lateral que estivesse com mais espaço e contra-atacaria, atacando-o com minha espada na direção de sua barriga, tentando rasga-la. Traria a espada para mais próxima de mim, e então estocaria as costas do homem.

Se tentasse me atacar pelas laterais, rapidamente me agacharia para esquivar da investida. Utilizando novamente da minha espada, levantaria e desferiria um ataque de baixo para cima contra o rosto do homem, visando atingir algum de seus olhos. Continuaria a ofensiva, me movimentaria para trás do homem e cortaria a região atrás de seus joelhos. - Satisfeito? - Indagaria.

Se alguém da multidão tentasse me atacar horizontalmente, me afastaria com velocidade do golpe, para trás. Se tentassem me atacar verticalmente ou retilineamente, me jogaria para a direita. E, em ambos os casos, empurraria a pessoa para trás, utilizando o cabo da katana.

OFF
Espero que não dê ruim, perdi a manha dos combates e das possibilidades Fu feliz
Voltar ao Topo Ir em baixo
Stitches
Civil
Civil
Stitches

Créditos : Zero
Warn : Emerald Lady Strikes - Página 2 10010
Data de inscrição : 18/02/2017

Emerald Lady Strikes - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Emerald Lady Strikes   Emerald Lady Strikes - Página 2 EmptyTer 18 Abr 2017, 23:51

Ao se deparar com o homem na sua frente, depois de ser desrespeitada daquela forma, tudo que conseguia pensar era “Quem esse desgraçado pensa que é?”, a raiva transcorreu o corpo de Elise até mesmo suas mãos começaram a tremer.

-O que foi a garotinha está com medo agora? – Disse Terry com um sorriso irônico no rosto. E disso apenas foi seguido uma pergunta calma e serena da mulher monstruosa. – Você é um Herói? – O homem confuso e quase gargalhando apenas concordou positivamente com a cabeça.

- Engraçado, você não estava presente quando essa velha me xingou por causa da minha pele, assim como seu filho. Que tipo de herói é você? – E esperou uma resposta, Terry parecia ser o tipo de homem que não mudava de idéia com facilidade. – Sou do tipo que não se deixa enganar, as testemunhas disseram que ela só te insultou por você ter ameaçado o filho dela. – O rosto de Terry saiu do modo brincalhão e se tornou sério, até mesmo passivamente violento.

- Heróis deveriam ajudar a todos, mas você escolhe a dedo quem vai ajudar. – assim encarava o chão, mostrando toda sua melancolia para a multidão que não pareceu acreditar nem um pouco, mas estava mais calma pelos argumentos bem formados. - Tudo que eu fiz foi comprar uma arma dessa senhora, entreguei o dinheiro e ela não conseguiu pegar, acertando sua face, sem intenção de machucá-la. Eu não agredi ninguém. Se você é realmente justo, vai entender que isso foi tudo um acidente. – O apelo pelo emocional de todos não funcionou muito bem, e apesar de alguns estarem mais torcendo pela garota agora, a multidão ainda estava formada.

Mas isso não duraria muito tempo, pois a garota soltou algo a mais durante o evento - Alguém aqui sabe aonde eu posso encontrar os revolucionários? Tenho coisas a tratar com eles – Nesse momento todos pararam, o silencio reinou por alguns instantes e a multidão se dispersou. Menos o homem musculoso em sua frente.

-Não sei qual seu assunto com eles, mas hoje não é seu dia de sorte sua golpista. – O homem assumiu posição de combate e a garota retribuiu com a mesma moeda. - Você cometeu um grande erro – A tensão foi aumentando e finalmente o primeiro movimento aconteceu Terry avançou rapidamente com a intenção de um lhe acertar com o antebraço na cara.

A espadachim rapidamente se agachou, puxou a espada num movimento ascendente visando cortar o olho do homem, que desviou por pouco, ficando com apenas um pequeno corte na bochecha e na sobrancelha.

Continuando sua ofensiva a garota rapidamente foi para trás do homem e tentou cortar atrás de seu joelho direito. Esse já foi um corte mais efetivo, não havia muito sangue, mas o homem sentiu a dor do corte – Satisfeito? – indagou Elise, agora mancando com uma perna realizava um novo ataque contra ela, dessa vez um soco descendente diretamente na cara da mulher. E esse golpe a atingiu certeiramente, fazendo-a sentir o gosto de ferro na boca, pois ao receber o golpe bateu o queixo no chão mordendo a própria língua. – Cuidado para não se envenenar com sua língua. – Disse Terry esperando mais ataques da mulher

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Objetivos:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Sasaki Kojiro
Estagiário Narrador
Estagiário Narrador
Sasaki Kojiro

Créditos : 6
Warn : Emerald Lady Strikes - Página 2 9010
Masculino Data de inscrição : 13/01/2012
Idade : 25

Emerald Lady Strikes - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Emerald Lady Strikes   Emerald Lady Strikes - Página 2 EmptyQui 20 Abr 2017, 19:30




III - Feel


Percebo que todo aquele sangue partia de uma porta que se encontrava fechada até o momento em que um senhor de barbas longas resolve sair do local, resmungando por algo relacionado a todo aquele sangue derramado. Observaria a saída do velho e perceberia que sua parte traseira estava manchada, como se houvesse sentado ou caído sobre aquela poça de sangue. O velho parecia estar irritado e murmurava sobre porque de todo aquele sangue. "Açougueiro? Mas o que quer dizer essa palavra?" –Pensaria enquanto observava as atitudes daquele senhor. Aparentemente ele não havia dado conta de minha presença e sua reação quando me avistou foi deveras engraçada, onde reagiu atirando-se no chão e realizando súplicas. – Calma meu senhor, não irei lhe machucar! Você por acaso consegue entender o que estou falando? –Perguntaria calmamente tentando conter os ânimos do pobre senhor. Caso ele estivesse assustado ao ponto de não me responder buscaria sair da viela pelo lado contrário de minha entrada e tentaria esquecer o ocorrido por hora, mesmo sendo desconfortável para mim.

Ainda meio confuso pelo que vi, percebo na minha saída uma grande quantidade de pessoas emocionadas, que aparentavam torcer por algo ou alguém. Isso me deixaria curioso, pois por minhas andanças pela cidade era a primeira vez que veria uma grande quantidade de pessoas reunidas em um só lugar. Trataria de fazer uma aproximação tranquila para tentar saber o motivo de toda aquela euforia. Eis então que uma doce voz feminina em meio a gritaria despertaria meus sentidos mais profundos, despertaria em mim uma emoção diferente. Essa voz abordava um assunto relacionado ao exército revolucionário, e justo nesse momento as pessoas que ali estavam se calaram e seguiram seus rumos, reação que me deixaria intrigado. Neste momento minha curiosidade me motivaria em localizar a dona daquela doce voz para poder conhece-la pessoalmente.

Meus olhos brilhariam ao avistar a dona daquela voz. Uma jovem que devia medir a metade de meu tamanho e emanava valentia. Seu belo corpo, seu longo cabelo, sua pele pálida, seus lábios negros, e seus olhos. – Mas que belos olhos. –Falaria baixinho apenas para o vento ouvir. Mas algo passava mal, a bela jovem que empunhava firmemente uma espada entre suas mãos, aparentemente estava prestes a travar uma batalha contra um homem de bom porte físico. "Será que ela está com problemas?" –Pensaria analisando a trama atentamente. Ambos reagiram quase que instantaneamente mas a jovem moça obteve uma vantagem (ou sorte) em sua ação, causando um leve corte no rosto do homem com sua espada. E em seguida efetuou um corte na região posterior do joelho direito do homem, que esboçou uma feição de dor. "Não, ela não está em problemas. Pelo contrário, esse homem se envolveu com a pessoa errada." –Pensaria ainda analisando a batalha atentamente, agora estaria levemente excitado. Rapidamente o homem realizou uma investida que surpreenderia a todos acertando um soco diretamente no rosto da jovem, fazendo-a cair com a face virada para o solo.

No momento em que vi a jovem cair no solo minha feição mudaria, trazendo um aspecto de seriedade. – Miserável, como ousa agredir uma dama dessa maneira? – Falaria no tempo em que partiria em direção ao homem, trataria de usar minha aceleração para me aproximar o mais rápido possível. Se consigo essa aproximação, montaria minha base colocando o pé esquerdo a frente, e o pé direito para trás, mantendo um bom espaçamento entre ambos para obter estabilidade. Em seguida faria uma rotação de tronco no eixo onde o ombro, quadril e pé projetariam-se a frente e efetuaria um direito de direita com a mão voltada para o solo, visando atingir o queixo do homem. Se consigo atingi-lo aproximaria-me mais buscando ganhar a lateral do mesmo, logo inclinaria levemente meus joelhos e dispararia um gancho (hook) com o punho esquerdo que teria como alvo as costelas do homem. Terminada as ações daria três passos simultâneos para trás e montaria uma guarda fechada. Analisaria atentamente as condições do homem e manteria-me alerta á possíveis investidas do mesmo. – Ta tudo bem com você, moça? –Questionaria a jovem ainda com os olhares sobre o rapaz a minha frente.

Histórico:
 

Objetivos:
 

Off:
 


____________________________________________________


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
King
Revolucionário
Revolucionário
King

Créditos : 24
Warn : Emerald Lady Strikes - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 13/09/2012
Idade : 19
Localização : Cisplatina

Emerald Lady Strikes - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Emerald Lady Strikes   Emerald Lady Strikes - Página 2 EmptySex 28 Abr 2017, 14:52

An... Ally?!

Aquilo havia sido sorte. Apenas sorte. Não havia como um idiota daqueles ser capaz de me acertar, e muito menos me derrubar no chão.Mas doeu, como doeu. " Então ele sabe dar um soco.." Não devia ter subestimado meu oponente. A partir daquele momento, a luta atingira outro patamar.

Antes que eu pudesse perceber, a multidão em volta de nós havia se desfeito. " Acho que a minha fala os desanimou um pouco. " Bom, em caso de desvantagem eu eventualmente poderia fugir. Desde que eu trabalhava naquele maldito circo sempre me destaquei na velocidade, atingindo todo meu potencial em alguns segundos. Passaria, então, minha mão sobre a região do meu maxilar tentando encontrar algum machucado, ou resquícios de sangue. Também tentando aliviar a dor local.


Antes que pudesse me recuperar e levantar, a última coisa que passara na minha aconteceu. Alguém veio me ajudar, mas... O que era aquilo? Eu esperava que a multidão fizesse, porém um urso, sim, um urso apareceu e partiu para cima do homem. Foi algo inesperado, de fato me surpreendeu. " Será que ele entendeu o que eu falei antes?" Alguns pensamentos circulavam em minha mente, porém não era o melhor momento para refletir. Pegaria minha espada do chão, se já não estivesse ela em mãos e me afastaria, momentaneamente para ver o desenrolar da situação. Não é todo dia que um urso aparece para te salvar, isso se ele não fosse selvagem e resolvesse me atacar também. Foram poucos os animais falantes que tive contato na minha vida, era melhor ver o desenrolar da ação, para então, tomar uma decisão.

Afastaria lentamente para trás, evitando causar ruídos que chamassem a atenção dos dois, especialmente ao homem que me atacara antes. Com uma das mãos sobre a katana, fitaria ambos com os olhos cerrados, tentando não perder nenhum detalhe do embate que havia começado. Caso o humanoide se mostrasse em desvantagem, partiria para cima do homem que atacara antes, sacaria minha arma com a mão direita e tentaria golpear a outra perna do homem, realizando uma estocada na direção de sua coxa. Assim feito,  empurraria-o em direção ao chão. Agora que estava com as duas pernas imobilizadas, não conseguiria mas me atormentar.

Na hipótese dele conseguir se esquivar, ou então bloquear meus ataques, rapidamente mudaria a direção da espada e desferiria um corte vertical, de cima para baixo, contra o peitoral do oponente e assim rasgar sua pele desde do peitoral a barriga, para então seguir com um ataque lateral novamente na mesma área. No caso de contra-ataque, buscaria me mover para trás,
se o ataque fosse horizontal, ou para a direita, se fosse vertical. Concluída minha esquiva, tentaria o atacar me movendo para uma de suas laterais e realizando uma estocada contra quaisquer de seus braços, seguindo de um corte vertical.

Em caso de o homem avançar contra mim, mesmo com a ameaça de uma fera pairando contra o mesmo, seguraria firmemente minha katana, com ambas as mãos. Dobraria a perna direita e alongaria a perna esquerda, visando concentrar minhas forças sobre a região frontal do meu corpo e esperaria que o homem conseguisse alcance suficiente para me atacar. Momentos antes de atacar me agacharia tentando passar por debaixo de seu golpe me jogando levemente para a esquerda. Ainda com as duas mãos na katana desferiria um forte corte diagonal contra a região superior de seu corpo, desde da barriga até um de seus ombros, seria o suficiente para acabar com aquela briga inútil.

Se conseguíssemos de fato acabar com aquele problema, esperaria alguma reação da fera. - Então.... errr, você fala? Perguntaria ao misterioso aliado, e no caso dele falar comigo, também responderia assim, demonstrando a incerteza que tinha ainda que ele tivesse me ajudado. Prosseguiria, então. - Bom, obrigado pela... Ajuda que me deu.
Qual é o seu nome?
Ainda estava bem receosa com o mesmo, mas talvez um pouco de educação seria bom, sabe se lá o que se passa na cabeça dele.

OFFFFF
Spoiler:
 

____________________________________________________

Narração

– Fala –

"Pensamento"

Título

Ouça a voz da Elise:
 



[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jin McDowell
Membro
Membro
Jin McDowell

Créditos : 6
Warn : Emerald Lady Strikes - Página 2 10010
Data de inscrição : 30/04/2017

Emerald Lady Strikes - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Emerald Lady Strikes   Emerald Lady Strikes - Página 2 EmptyQui 11 Maio 2017, 07:39



 
Emerald Lady Strikes
ONE PIECE RPG | NARRAÇÃO
#
narração
A vida não havia pegado nem um pouco leve com Kahm Baggings. Não bastava os maus tratos que havia recebido no tempo em que havia sido mantido como atração circense, também era alvo de um grande preconceito por causa de sua aparência - afinal, era um Mink enquanto a maior população dos mares era de humanos comuns. Naquele instante em específico não era diferente. Quando seguiu o cheiro que lhe despertara seus instintos animalescos, se deparou com uma porta ensanguentada que parecia carregar ainda mais forte aquele odor. Assim que chegou mais perto, foi surpreendido por um velho homem que abrira a porta bruscamente.

Ao ver que se tratava de um urso, um grande choque se abateu sobre o homem, que jogou-se contra o chão em posição fetal.


???
colapso mental
- Por favor, por favor... apenas vá embora. Você pode levar tudo o que tenho, mas não é muito.... apenas deixe o suficiente para que eu possa alimentar a minha netinha.


Era possível ver pela condição do homem que ele não estava em um momento bom o suficiente para raciocinar. Caso Baggings conhecesse sua profissão poderia entender a carga emocional por trás de um trabalho onde o sujeito é obrigado a mutilar cadáveres, ainda que de animais irracionais, o que provavelmente acabou causando o seu colapso mental. Mas entendeu na hora que seria inútil tentar convencê-lo de que não estava ali para machucá-lo naquele instante. Por isso, resolveu seguir a doce mas determinada voz que ouvira anteriormente por entre os becos.

Ao chegar perto o suficiente se deparou com uma cena um tanto quanto inusitada. Uma garota parecia estar subjugando um grandalhão no que aparentemente se tratava de uma briga de rua.
Aquela era a dona da voz misteriosa. Quando ela perguntou algo sobre os revolucionários com o homem ainda fazendo força para não cair por causa do corte na parte traseira de seu joelho, toda a população pareceu manter-se em silêncio. Alguns até mesmo decidiram seguir seu rumo, passando batidos pela figura do urso que se esgueirava pela ruela de onde viera.


T. King
Ferimento: Joelho // Furioso
- Cuidado para não se envenenar com a própria língua, vadia!

5/7


Foi o que Kahm pôde ouvir assim que chegou na cena, presenciando um golpe de grande impacto que o homem havia acertando contra o rosto da garota. Aquele gesto foi o suficiente para despertar a fúria do feral que não suportava vê-la sendo acertada daquele modo por um brutamontes. Então, decidido, Baggings partiu para cima do homem para acertá-lo. Sua posição de batalha era muito boa e Terry não parecia estar preparado para um segundo alvo querendo lhe atingir.

Tudo indicava que conseguiria acertá-lo sem qualquer problema. Tudo, se não fosse pela interferência de um outro. Quando chegou perto o suficiente de Terry King para acertá-lo com seu direto de direita, Baggings sentiu seu corpo sendo arremessado para frente por uma mão que lhe empurrava pelas costas encorajando-o a seguir o rumo de seu próprio golpe. Sua própria força tratou de fazer o resto, fazendo com que ele caísse alguns metros para frente batendo contra alguns tambores de madeira carregados com algo.

Para sua sorte, a mercadoria manteve-se intacta, o que era um milagre visto o seu peso. Ainda um pouco desnorteado, pôde ver um comerciante loiro e magro com medo correndo para trás do balcão de sua barraca enquanto deixava apenas seus olhos à mostra para continuar observando o urso. Enquanto isso, Elise Von Bernstein viu tudo o que ocorreu. Um homem com um casaco branco aparecera no meio da batalha com uma velocidade impressionante, puxando Terry pela camisa para trás e fazendo com que o urso errasse seu golpe, em seguida empurrando-o e fazendo-o perder o equilíbrio.

Acreditando que aquele era o sinal que precisava - de que Kahm estava em desvantagem por causa do novo aliado de King - a garota partiu com toda sua velocidade em direção do seu antigo adversário tentando lhe acertar uma estocada contra a coxa de sua outra perna ainda boa para fazer-lhe perder completamente a movimentação. No entanto, do mesmo modo como o homem da capa branca havia habilmente evitado o golpe de Baggings, evitou o de Elise também. Dessa vez, usou sua perna direita para fazê-la tropeçar e cair a apenas alguns metros do urso, como resultado, sua Katana deslizou pelo chão até perto do feral.


???
---
- Tsc... sinceramente, King. Sempre que eu volto pra essa ilha você está metido no meio de alguma confusão. O que foi dessa vez? A madame Laura mentiu novamente sobre estar sendo importunada por viajantes enquanto ela mesmo destila seu veneno?


O homem lançava um olhar acusatório para a mulher que havia começado toda aquela confusão. Ao que dava a entender, aquele homem conhecia-a bem o suficiente para julgá-la. Não apenas isso, mas também havia feito King acalmar-se como um pequeno garoto. O homem em questão não era bem um homem - era possível ver sua cauda negra balançando enquanto ele se aproximava de Baggings e Elise. Ele vestia uma capa branca e uma calça azulada característica de marinheiros, ainda que estivesse sem camisa exibindo algumas cicatrizes no abdômen. Uma pequena mochila de pano que havia deixado no chão denunciava que provavelmente acabara de chegar na cidade.

Enquanto ele se aproximava dos dois aspirantes a revolucionários, eles podiam ouvir a população cochichando coisas como "ainda bem que o Dimitri voltou...", "Dimitri-Sama!" e outras expressões que mostravam que ele tinha certo prestígio ao menos naquela área da ilha. Assim que chegou perto o suficiente conseguiram notar entre seu longo cabelo duas medianas orelhas típicas de felinos, além de uma luva que parecia estar estranhamente colada em cabeça.


Dimitri
---
- Acredito que eu deva desculpas a vocês pelo comportamento do grandalhão. Certo? Ele é um bom rapaz, mas passa dos limites por ser facilmente influenciado, então perdoem-no. Sou conhecido por essas redondezas como Sargento Dimitri, mas podem me chamar de Dimitri apenas. E vocês, são?


O homem estendia sua mão para que Elise se apoiasse nele para levantar-se caso quisesse, mas ao mesmo tempo seu olhar intercalava entre a garota e o feral, o que denunciava que de algum modo ele já desconfiava que Baggings não era apenas uma criatura selvagem que acabara se perdendo na cidade grande. Talvez pelo fato dele mesmo apresentar uma cauda e orelhas diferentes das orelhas de humanos.


#
Notas (OFF)
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] - Lembre-se de fazer sempre ações de batalha com condições não atreladas à outras condições. Por exemplo, o que você faria se errasse o primeiro golpe contra o queixo do King? Todas suas outras ações estão condicionadas à essa,
então se você errar você perde o post todo.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] - Se possível tente não se adiantar tanto nas suas ações. Seu combate foi ótimo mas você acaba gastando um pouco o seu inglês fazendo interações antes mesmo da luta acabar, visto que sua interação estava condicionada ao fim da batalha e não um comentário durante ela para o Baggings. Podemos ir com mais calma, caso contrário o narrador pode ficar sem jeito de cortar sua ação na metade!

---

Olá! A partir de agora eu assumirei a aventura de vocês. Vejo que estão sem jogar desde o dia 28 de abril, o que é uma pena. Farei o possível pra compensar o tempo perdido!

Se possível adicionem na signature ou em OFF nos seus posts as vantagens, desvantagens e perícias dos personagens. Estarei cuidando dos seus históricos (basta passar o mouse na mochila abaixo), mas caso queiram sinalizar em seus posts também não tem problema. Qualquer dúvida, pedido ou aviso PM ou OFF!

Dias de post: Todos (com algumas exceções quando houver imprevistos ou se por algum motivo vocês postarem muito tarde - depois das 18 horas, por exemplo).
Horários de post: 3-5 da manhã (com exceção de algumas segundas, terças e quintas). 14:00 até 18:00.
Número de Posts: Postarei sempre que vocês postarem, até mesmo fazendo mais de um post por dia caso vocês acabem postando rápido um dia ou outro.

   

Mochilinha do Histórico

Elise Von Bernstein
1. Katana (1x) - Ganho | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
2. 30.000 B$ - Perda | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
3.

Posts: 6 | Extras: ---

Kahm Baggings
1. ---

Posts: 3 | Extras: ---

Grupo

Localização: Área Comercial (Norte).
NPCs: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.].

____________________________________________________




@EXTRAS
 
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Objetivos:
1. Tornar-se um Agente do Governo.
2. Conseguir um par de pistolas.
3. Realizar missões para o Governo Mundial.
4. Aprender Engenharia, Física, Química e Ciências Proibidas.
5. Criar acessórios e melhorias para as próprias armas.
6. Forjar balas especiais.
7. Seguir em direção à Grand Line.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]



Última edição por Jin McDowell em Dom 28 Maio 2017, 11:52, editado 4 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Sasaki Kojiro
Estagiário Narrador
Estagiário Narrador
Sasaki Kojiro

Créditos : 6
Warn : Emerald Lady Strikes - Página 2 9010
Masculino Data de inscrição : 13/01/2012
Idade : 25

Emerald Lady Strikes - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Emerald Lady Strikes   Emerald Lady Strikes - Página 2 EmptyQui 11 Maio 2017, 13:56



IV - Conforto em meio ao caos.

Entrei pela primeira vez nessa cidade após anos vivendo em seus arredores, atormentado pelas horríveis lembranças do massacre ocorrido em minha aldeia. Até então não havia tido contato direto com seus moradores e agora me vejo em meio a um combate alheio, contra um adversário desconhecido, motivado pelo meu espírito.

Naquele dia despertei com um desejo simples, conhecer a cidade, apenas. Queria explorar sua arquitetura, os costumes dos seus moradores, suas vestes e a língua predominante. Aproveitando minhas andanças para buscar informações sobre algum exército revolucionário instalado na cidade, buscando as pessoas que me concederam a liberdade. Repentinamente fui guiado por algumas vozes que ecoavam em meio ao silêncio predominante das ruas e meus olhares caíram sobre uma jovem de beleza exótica, que exalando coragem enfrentava um ser com o dobro de seu tamanho.

– Sim, eu falo. Responderia olhando para a jovem. – Me chamo Kamh. E você, como se chama? Após realizar a pergunta voltaria com o olhar fixo sobre o adversário a minha frente. – Me pergunto que tipo de homem honrado usaria a força contra uma mulher. Faria o diálogo buscando chamar a atenção do meu adversário indiretamente. "Independente de ser um sujeito que não conheço, e de ser uma batalha que não me envolve, não permitirei que esse bastardo levante a mão contra essa dama novamente." Pensaria analisando meu adversário com um certo repúdio.

Minhas ações foram penalizadas. Agir de acordo com o meu sentimento não foi a melhor decisão. Um segundo ser surpreendeu a todos infiltrando-se no combate, tirando o ser musculoso do raio de alcance do meu golpe e empurrando-me, fazendo-me perder o equilíbrio e cair impulsionado pelo meu próprio peso sobre alguns tonéis de madeira. – Mas o que diabos foi isso? Falaria apenas para o vento ouvir. Recuperando-me do susto, avistei o ser responsável por esse feito penalizando a jovem que tentou atingi-lo com sua katana, fazendo-a tropeçar ao colocar sua perna diante de sua trajetória e caindo próximo a mim. Pegaria sua katana que foi desprendida de suas mãos com a queda e a arremessaria para próximo da jovem.

– Aceitarei suas desculpas mas peço que seu amigo também se desculpe, mas não comigo, com a jovem! Falaria tentando levantar apoiando-me sobre os tonéis. – Prazer, Dimitri. Me chamo Kamh. Responderia sua pergunta revesando olhares entre seus olhos e suas características similares a minha, atentando-me principalmente a sua calda que balançava propositalmente, ou não. – Desculpa a pergunta repentina, mas de onde você vem? Qual a sua terra de origem? Tentaria ser cortês em minhas palavras para não soar desrespeitoso, afinal, essa era uma dúvida muito importante e qualquer informação seria válida.

Olharia para a jovem ao meu lado para verificar suas condições, se havia sofrido algum ferimento grave, analisando-a dos pés a cabeça. Toda aquela chuva de informações me deixaria um pouco eufórico. Em pouco tempo dentro da cidade consegui localizar dois seres com características distintas das dos demais e similares a minha. Querendo ou não aquilo me confortaria, me sentiria contente pela simples presença de ambos, independente de suas índoles e seus passados. Desfrutaria do momento enquanto me atentaria as palavras da jovem, pois ela era a protagonista da história e carregava consigo todas as informações necessárias da trama.


Histórico:
 

Objetivos:
 

Off:
 


____________________________________________________


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
King
Revolucionário
Revolucionário
King

Créditos : 24
Warn : Emerald Lady Strikes - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 13/09/2012
Idade : 19
Localização : Cisplatina

Emerald Lady Strikes - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Emerald Lady Strikes   Emerald Lady Strikes - Página 2 EmptySex 12 Maio 2017, 16:48

A day to remember


A fera havia dito seu nome. Qual era mesmo? Kamh, algo parecido com isso. Meu foco ainda estava no oponente. O cruzar de nossos olhares demonstrava toda aversão que havia entre nós. Quase esquecendo da fala de meu companheiro de batalha, responderia. - Elise, pode me chamar de Elise. - Responderia, porém ainda com foco no oponente a nossa frente.

Kamh não tardou a tomar uma ação. Avançou de forma selvagem, para cima do homem. Nada mais do que esperado para um animal como ele. Como um ser daqueles podia combinar tanta selvageria e racionalidade? " Interessante.... Pode vir a ser útil" Continuara a observar o embate entre os dois, até tudo ser interrompido por um homem. Não, aquilo não era um homem comum. Conseguiu evitar facilmente o ataque do urso, salvando o oponente. Fui tola ao pensar que aquela era a minha chance, ao tentar atacar o desgraçado o homem de vestes brancas facilmente me derrubou no chão.

Ouvi um breve monólogo ao lutador que me enfrentou por parte do homem misterioso. Sua roupa me lembrava a da marinha, maldita marinha, que zombara de mim e de minha pele. Mas aquele homem tinha algo de diferente. Suas orelhas eram parecidas, se não idênticas as de um gato. " Mas que diabos, aceitam um maluco desse, mas eu não? " não conseguia engolir a informação a seco. Precisava me informar melhor.

Me levantaria com o auxílio do sargento. Antes que pudesse me pronunciar, Kamh exigiu desculpas por parte do nosso oponente. Gostei, quanto mais humilhação aquele desgraçado passar, melhor. Depois de toda aquela confusão, quem diria, conseguiria esboçar um pequeno sorriso no meu semblante. Se não consegui a vantagem na luta, conseguiria através da lábia.

Fitaria o sargento, respondendo seu pedido de desculpas. - Oh sim, é um bom garoto.... Quase quebrou meu nariz. Respondia, com leve tom de sarcasmo, enquanto revirava meu olhar.- Aceito sim seu pedido, porém eu concordo com o urso ali, acho que alguém tá me devendo desculpas. Gesticularia, apontando para o urso. E, aproveitando a ocasião, tentaria acabar com a minha dúvida anterior. - A próposito.... Você é um marinheiro, certo? Com minha katana guardada em sua bainha, esperaria a resposta do homem.
OFF
Desculpa a demora Fu feliz

Objetivos:
 

____________________________________________________

Narração

– Fala –

"Pensamento"

Título

Ouça a voz da Elise:
 



[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Última edição por Davi King em Sex 12 Maio 2017, 17:54, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jin McDowell
Membro
Membro
Jin McDowell

Créditos : 6
Warn : Emerald Lady Strikes - Página 2 10010
Data de inscrição : 30/04/2017

Emerald Lady Strikes - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Emerald Lady Strikes   Emerald Lady Strikes - Página 2 EmptySex 12 Maio 2017, 17:38



 
Emerald Lady Strikes
ONE PIECE RPG | NARRAÇÃO
#
narração
O homem que se aproximara de Kahm Baggings e Elise Von Bernstein pareceu bastante aliviado quando percebeu que nada havia acontecido com eles. Aquela de certa forma era uma atitude um tanto quanto estranha vindo de um homem com uma patente mais avançada que soldado. No entanto, ele não parecia estar mentindo em nenhuma de suas palavras: Estava realmente preocupado com a situação dos dois.

Naquele instante, Elise foi a primeira a perceber as gotas d'água caindo em sua pele. Kahm percebeu alguns momentos depois visto que tinha um pelo bastante grosso o que lhe protegia de condições climáticas. No mesmo instante eles puderam ver os vendedores correndo para trás de suas barracas enquanto começavam a empacotar a maior parte dos seus pertences que estavam anteriormente à venda. "Karl, proteja a mercadoria antes que ela estrague!" - puderam ouvir uma das vendedoras gritando.

Enquanto isso, o astral do homem que os defendera de um modo inconvencional parecia piorar, com ele fazendo um pequeno bico de decepção. No mesmo instante, deu um pulo bastante repentino para baixo de uma das tendas dos vendedores.


Dimitri
---
- Desculpem por isso... não importa o tamanho, um gato sempre será um gato. Vocês tem razão. Ei! - gritou - Venha se desculpar com nossos viajantes, King!


O grandalhão que ainda estava na chuva cabisbaixo habilmente ergueu sua cabeça ao escutar o chamado de Dimitri. Quando ouviu do que se tratava, novamente seu ânimo pareceu diminuir, mas mesmo assim partiu correndo pela chuva que gradativamente começava a se intensificar para perto do Sargento. Aparentemente já sabia o que teria de fazer. Ficando de joelhos, curvou suas costas e estirou ambos os braços para frente.


T. King
Ferimento: Joelho // Arrependido
- Me desculpem! BUARÁRÁRÁRÁ!


O choro do homem, por mais que fosse bastante esquisito, parecia sincero. Aparentemente Dimitri não estava brincando ao dizer que aquele homenzarrão era na verdade como um garotinho inocente, por mais que houvesse parecido com um galo de briga quando precisou defender aqueles que julgava mais fraco. Ao ver a reação de Terry, Dimitri colocou uma das mãos dentro da luva colada em sua cabeça como se fizesse um típico facepalm.


Dimitri
---
- Sinceramente... vá para casa King! E não arrume nenhuma confusão no caminho. - King logo abandonou a borda da tenda, partindo em disparada para o mais longe possível. Balançando a cabeça negativamente enquanto via King correndo, observou o horizonte por alguns segundos antes de continuar. - Eu sei o que você está pensando. Acha que vim de Zou, certo? - Após uma pequena pausa continuou. - Meus pais são de Zou, vim para cá quando ainda estava na barriga da minha mãe, junto com a minha irmã gêmea. Imagino que você não tenha tido uma vida fácil, certo? - Algo passava a impressão de que ele não estava falando tudo o que sabia. Então, respondeu Elise. - Sim, atualmente estou uma patente acima de soldado, o que significa que atualmente comando um pequeno grupo deles. De qualquer modo... não querem ir até o meu casebre para conversar melhor? Apenas peguem minha sacola no meio da chuva, tem algo que pode nos ajudar lá.


Era levemente hilário o modo como aquele felino parecia odiar a água da chuva. Em seus olhos era possível ver um misto entre medo e ódio enquanto se encolhia cada vez mais para dentro da tenda. Naquela tenda em específico não havia ninguém; Provavelmente o comerciante dono dela tinha escapado com suas mercadorias pela chuva para não deixá-las expostas à umidade do local.


#
Notas (OFF)

   

Mochilinha do Histórico

Elise Von Bernstein
1. Katana (1x) - Ganho | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
2. 30.000 B$ - Perda | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
3.

Posts: 7 | Extras: ---

Kahm Baggings
1. ---

Posts: 4 | Extras: ---

Grupo

Localização: Área Comercial (Norte).
NPCs: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.].

____________________________________________________




@EXTRAS
 
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Objetivos:
1. Tornar-se um Agente do Governo.
2. Conseguir um par de pistolas.
3. Realizar missões para o Governo Mundial.
4. Aprender Engenharia, Física, Química e Ciências Proibidas.
5. Criar acessórios e melhorias para as próprias armas.
6. Forjar balas especiais.
7. Seguir em direção à Grand Line.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]



Última edição por Jin McDowell em Dom 28 Maio 2017, 11:52, editado 4 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Sasaki Kojiro
Estagiário Narrador
Estagiário Narrador
Sasaki Kojiro

Créditos : 6
Warn : Emerald Lady Strikes - Página 2 9010
Masculino Data de inscrição : 13/01/2012
Idade : 25

Emerald Lady Strikes - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Emerald Lady Strikes   Emerald Lady Strikes - Página 2 EmptySex 12 Maio 2017, 22:47



V - Cuidado com as palavras.

Após notar que sobre minha visão passavam alguns pingos de chuva, olharia para o céu com o olhar semi-cerrados e aproveitaria um pouco da sensação causada pelo contato dos pingos de água sobre minha pelugem. Retornaria os olhos para o meu redor e perceberia que o gatilho de reação das pessoas foi imediato, correndo de um lado para o outro buscando salvar seus materiais de trabalho. Aquela cena me deixaria ansioso para poder ajuda-los mas eu tinha coisas mais importante a minha frente.

"Então ele é um felino." Pensaria enquanto veria Dimitri correr para d'baixo da tenda mais próxima, com medo da água que caía sem culpa. Abrigado, o felino ordenou para que seu companheiro se aproximasse e pedisse as devidas desculpas a jovem, que por final se chamava Elise. Admiraria o pedido de desculpas do grande rapaz com serenidade e esboçaria um pequeno sorriso pela sua dramatização. Enquanto o grande rapaz era mandado de volta para sua casa, coçaria minha cabeça e pensaria olhando para o objeto pregado na cabeça de Dimitri: "Como será que essa luva foi parar na cabeça dele?"

Dimitri finalmente respondeu nossas perguntas e eu logo tomaria a liberdade em fazer outro questionamento antes mesmo de Elise tomar iniciativa: – Então você também é de Zou. Minha feição apresentaria traços de seriedade e continuaria. – Minha vida não foi fácil mesmo, tive grandes perdas. Creio que você deve saber sobre o massacre ocorrido cerca de 30 anos atrás, certo? Questionaria realmente interessado em saber a resposta de Dimitri e não teria vergonha de aparentar curiosidade. Neste momento Dimitri virou-se para responder os questionamentos de Elise e nessa hora deixou escapar palavras que entrariam desconfortáveis em meus ouvidos, mas eu faria todo o possível para ocultar minhas emoções. "Se ele é da Marinha e originário de Zou com certeza tem informações sobre o massacre."

Não tenho um total repudio contra a Marinha, mas existem incógnitas que não tive respostas até hoje, por exemplo: Como um grupo circense conseguiu durar tanto tempo rondando sem preocupações, por cidades e mais cidades, e nunca foram descobertos? Isso me faz refletir sobre uma possível negociação de interesses entre os empresários do circo e os líderes da Marinha, até mesmo envolvimento de Nobres importantes. Até porque quem conseguiu resolver esse problema foram grupos revolucionários, e por esse motivo os busco.

Dimitri, irritado com os pingos que caíam do céu, convidou-nos para irmos até o seu casebre para conversarmos melhor, e essa era uma proposta tentadora, até porque aquela chuva recém iniciada poderia apresentar traços de tardar e ali não era o melhor cenário para uma conversa. Caminharia apressadamente até a bolsa de Dimitri jogada no solo, apanharia limpando-a e em seguida retornaria até a tenda para aguardar a partida de Dimitri. Colocaria a bolsa em suas mãos e falaria: – Use sua capa para protegê-lo da chuva, Dimitri. Faria uma sugestão óbvia para enaltecer minha pressa em ter uma conversa com Dimitri. Seguiria o Marinheiro ordenando em minha cabeça todas as dúvidas acumuladas nos anos que passei longe de minha aldeia e tomaria cuidado com minhas informações, independente da generosidade de Dimitri e de sua educação eu não o conhecia, e acima de tudo, ele era um Marinheiro.


Histórico:
 

Objetivos:
 

Off:
 


____________________________________________________


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
King
Revolucionário
Revolucionário
King

Créditos : 24
Warn : Emerald Lady Strikes - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 13/09/2012
Idade : 19
Localização : Cisplatina

Emerald Lady Strikes - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Emerald Lady Strikes   Emerald Lady Strikes - Página 2 EmptyDom 14 Maio 2017, 09:48

Purple Rain

Enfim, toda aquela confusão acabara. A queda das gotas do céu foi o sinal perfeito para tal. A atenção que antes estava voltada em um pequeno embate entre 3 pessoas simplesmente sumira. Comerciantes e civis que antes nos observavam faziam de tudo para retirar seus pertences da chuva. Talvez até aquela velha, responsável por toda a confusão, tivesse feito o mesmo. Percebendo o início do chuvisco, inclinaria minha cabeça para cima e abriria minha mão direita deixando que a água percorresse seu caminho. Aquilo de certa forma me acalmava. Nunca foi muito receptiva com as pessoas, preferia me relacionar de forma platônica com o próprio mundo.

Perdida entre meus pensamentos pude notar o sargento repentinamente pulando em direção a uma das tendas. Me surpreendi, talvez fosse mais felino que humano. " Para alguém que não vai muito bem com água, ser um marinheiro deve ser difícil. " Refletia sobre sua ação. Foi então que o homem chamara King para se desculpar conosco. De forma um tanto quanto estranha, ele permanecia estático na chuva. Veio em nossa direção e para minha surpresa, chorou como uma criança ao nos pedir desculpa. Provei que estava certa, era apenas um monte de músculos sem cabeça.

A reação do sargento foi um tanto quanto engraçada, assim como o jeito que King foi embora. Foi então que começou a responder nossas dúvidas. Sim, ele era um marinheiro e não, eu não sei como aceitaram uma mescla de humano e gato na marinha. Aquela dúvida ainda martelava minha consciência, mas tanto faz, a chuva parecia piorar e o homem nos convidou a acompanha-lo até sua casa. Não haviam melhores opções, então gesticularia positivamente com a cabeça, balançando-a verticalmente. Ele também pedira para pegar sua sacola no meio da chuva, havia algo importante nela, mas o urso já havia pegado. - O que tem dentro dessa sacola? - Perguntaria ao felino, enquanto acompanharia ambos os animais até o local. Também ouvi algo relacionando a uma ilha ou local, dito por Kamh. Algo chamado Zou e um massacre. Levando em conta que a única coisa em comum entre ambos eram as características animalescas, talvez esse seja o lugar de onde todos eles vieram. " É por gente desse tipo que rolou um massacre. " Imaginava com certa malícia o que ocorrera lá, não era algo certo a se fazer, mas eu nunca fiz a coisa certa.

Durante o percurso, novamente faria perguntas ao marinheiro. - Sendo um sargento, você aprendeu algo de especial na marinha? Algo que te ajudasse nas suas missões? - Estava interessada em aumentar meu conhecimento. Roubar carteiras e convencer algumas pessoas não eram algo suficiente para deixar meu intelecto satisfeito.

____________________________________________________

Narração

– Fala –

"Pensamento"

Título

Ouça a voz da Elise:
 



[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jin McDowell
Membro
Membro
Jin McDowell

Créditos : 6
Warn : Emerald Lady Strikes - Página 2 10010
Data de inscrição : 30/04/2017

Emerald Lady Strikes - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Emerald Lady Strikes   Emerald Lady Strikes - Página 2 EmptyDom 14 Maio 2017, 12:16



 
Emerald Lady Strikes
ONE PIECE RPG | NARRAÇÃO
#
narração
A chuva naquela localidade apenas continuava a se intensificar enquanto Dimitri, Kahm e Elise permaneciam ainda debaixo de uma tenda qualquer de algum vendedor que já não estava mais presente. Não era para menos - aqueles que viviam naquela região por algum tempo já sabiam que chuvas eram constantes por causa do clima invernal daquela ilha. Nem por isso as pessoas pareciam estar acostumadas com a chuva, muito pelo contrário, logo as ruas que estavam repletas de vida e de pessoas davam lugar a apenas uma paisagem semi-fantasmagórica com certo ar melancólico.

Enquanto conversavam já podiam ver os primeiros resquícios de fumaça no ar enquanto as pessoas, dentro de suas casas e estabelecimentos, começavam a esquentar as lareiras e outros tipos de fogões que provavelmente esquentariam lares e continuariam movimentando o comércio naquele dia que parecia não estar interessado em revelar novamente o sol por aquelas bandas.


Dimitri
---
- Massacre... trinta anos... bom, é um pouco mais velho do que eu mesmo, então não posso dizer que conheço todos os detalhes. No entanto não posso negar que conheço muitos dos acontecimentos marcantes dos últimos tempos da ilha de Zou. Se puder refrescar minha memória talvez tenha algo que eu possa lhe dizer.


A fala do homem ainda passava certa sensação de que ele não estava completamente confortável em conversar com eles. Poderia ser simplesmente pelo fato de serem estranhos, afinal, quem gostaria de abrir-se com um? No entanto, ele não pareceu ter qualquer dificuldade para abordá-los, o que poderia soar um tanto quanto controverso se parassem para pensar por alguns instantes. De qualquer modo, o convite do homem combinava bem com o clima de chuva, visto que não teriam muito o que perder naquele dia fechado.

Após ouvir a resposta de Dimitri, Kahm partiu em direção à sacola no meio da chuva. Enquanto isso, Elise parecia um tanto quanto curiosa para saber o que Dimitri possuía dentro daquela sacola que havia pedido para alguém buscar. Obviamente ela também não parecia confiar 100% no homem, o que tornava aquela situação como uma pequena guerra de quem iria ceder e abrir o jogo antes. Apesar disso, não conseguia sentir qualquer tipo de hostilidade vindo por parte do marinheiro, ao menos não naquele instante.


Dimitri
---
- Você verá. Dentro daquela sacola além de um par de garrafas cheias de leite, alguns jornais e meia dúzia trapos velhos... há a esperança para a humanidade. O objeto mais precioso já forjado pelas mãos de um homem e essencial para o avanço da sociedade.


O olhar sereno de Dimitri não deixava-o mentir. Olhava para a sacola na mão de Kahm que já começava a retornar rapidamente em direção à tenda como quem olharia para a mulher mais bonita de todos os blues. Era possível ver no fundo de sua alma uma estrela brilhando ao mesmo tempo que carregava para longe todo o mau humor que havia acumulado desde que a chuva encostara em seu seu corpo. Assim que Kahm chegou novamente na tenda,
Dimitri agarrou rapidamente sacola.

Em seguida, pulou para trás do balcão enquanto fez um sinal para que esperassem enquanto ele fazia algo de importante. Enquanto sumido, eles puderam ouvir o barulho de borracha e algumas batidas vindo de trás de onde estava. No fim de alguns curtos instantes ele tornou a aparecer, dessa vez no topo da mediana bancada. Era a coisa mais ridícula já presenciada em toda a história humana - uma roupa de borracha completamente impermeável, provavelmente para protegê-lo completamente da chuva e de outras substâncias líquidas. Na parte de trás da roupa amarela de borracha havia um guarda-chuva acoplado que protegia ainda mais seu corpo.

Além, é claro, de um capacete de mergulho estilizado.


Dimitri
---
- Agora estamos prontos. Com a suprema vestimenta impermeável o céu é o limite. Sigam-me. - Ao ponderar sobre a qeustão de Elise, não pareceu entender muito bem onde ela gostaria de chegar com a conversa. - Nada em especial, eu acho... talvez, trabalho em equipe? - E deixou a questão de lado sem dar muito pensamento à ela.


O felino saltou do balcão enquanto segurava a sua pequena sacola, deixando-a na mão direita iniciando sua caminhada em passos rápidos pela chuva. Mesmo com todo aquele aparato ele não parecia nem um pouco feliz de estar naquela situação, o que mostrava o quão era afetado psicologicamente por sua estrutura animalesca. Enquanto andavam pelas ruas, podiam ver por entre as janelas o ambiente aconchegante das casas e estabelecimentos - lareiras quentes, comidas e bebidas que faziam o estômago roncar apenas de pensar em saboreá-las e muitas conversas.

Aquela era Centaurea vista por um outro ângulo, quando todos se recolhiam para aproveitar o aconchego do lar mesmo em um momento onde o comércio deveria estar a todo vapor. De qualquer modo, ainda havia uma grande parcela de estabelecimentos que atendiam dentro de suas portas, sendo os mais notáveis os bares que abriram assim que notaram a chuva e perceberam a possibilidade de ganhar algum dinheiro. Após cerca de dez minutos de caminhada chegaram no local onde aparentemente era o casebre de Dimitri, visto que ele parava em frente ao local e começava a vasculhar sua sacola.

O local era bastante pequeno. Um humilde casebre que ficava perto do rio que cercava a ilha. Branco e achatado, com o telhado de coloração vermelho vivo, dava a impressão que a casa era um cogumelo. Após alguns segundos vasculhando seus pertences, Dimitri encontrou um molho de chaves e logo abriu a porta, convidando-os a entrar. Lá dentro, nada de novo. Uma pequena divisão separava o banheiro da sala-cozinha-quarto. Havia uma estante com meia dúzia de livros, uma pequena cama, um sofá surrado e panelas mal lavadas na pia.


Dimitri
---
- Acomodem-se enquanto eu preparo um chá para conversarmos. A casa é de vocês. - Disse enquanto caminhava em direção à improvisada cozinha do local.


Agarrando meia dúzia de limões de uma cesta perto da pia e cortando-os habilmente, começou a extrair seu suco. Em seguida, colocou água fervente junto com outros três ingredientes dentro de uma espécie de bule cinzento com a tampa faltando uma lasca. Aproximando-se, tirou debaixo do sofá um pedaço de madeira que apoiou em um balde retirado da própria cozinha improvisando uma pequena mesinha. Em seguida, posicionou-a em frente ao sofá apoiando o bule e três xícaras.

Dimitri afastou-se da pequena mesa com um sorriso amigável. Mas logo esse sorriso tornou-se afiado ao mesmo tempo que seus olhos tornaram-se levemente traiçoeiros. O gato que já havia retirado sua ridícula roupa e descartado-a na cozinha começou a falar em tom sereno.


Dimitri
Intenção Assassina
- Eram vocês que estavam gritando pelo centro da feira em busca dos revolucionários, não? Preciso que me digam sinceramente quais negócios pretendem procurando por algo assim. Se eu gostar da resposta, então vocês poderão desfrutar de uma bela xícara de chá e uma conversa agradável. Se eu não gostar... temo que não poderei deixá-los sair daqui.


#
Notas (OFF)

   

Mochilinha do Histórico

Elise Von Bernstein
1. Katana (1x) - Ganho | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
2. 30.000 B$ - Perda | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
3.

Posts: 8 | Extras: ---

Kahm Baggings
1. ---

Posts: 5 | Extras: ---

Grupo

Localização: Casebre do NPC Dimitri (Norte).
NPCs: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.], [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.].

____________________________________________________




@EXTRAS
 
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Objetivos:
1. Tornar-se um Agente do Governo.
2. Conseguir um par de pistolas.
3. Realizar missões para o Governo Mundial.
4. Aprender Engenharia, Física, Química e Ciências Proibidas.
5. Criar acessórios e melhorias para as próprias armas.
6. Forjar balas especiais.
7. Seguir em direção à Grand Line.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]



Última edição por Jin McDowell em Dom 28 Maio 2017, 11:50, editado 2 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Emerald Lady Strikes - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Emerald Lady Strikes   Emerald Lady Strikes - Página 2 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Emerald Lady Strikes
Voltar ao Topo 
Página 2 de 12Ir à página : Anterior  1, 2, 3, ... 10, 11, 12  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: South Blue :: Centaurea Island-
Ir para: