One Piece RPG
Chapter Zero - The Path of Order - Página 3 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» [M.E.P] Nash
Chapter Zero - The Path of Order - Página 3 Emptypor TsubasaNash Hoje à(s) 13:40

» ~ RESET ~
Chapter Zero - The Path of Order - Página 3 Emptypor Jin Hoje à(s) 13:35

» [Kit - Garou]
Chapter Zero - The Path of Order - Página 3 Emptypor Ainz Hoje à(s) 12:06

» V - Into The Void
Chapter Zero - The Path of Order - Página 3 Emptypor GM.Alipheese Hoje à(s) 11:03

» Mini - DanJo
Chapter Zero - The Path of Order - Página 3 Emptypor DanJo Hoje à(s) 02:51

» Crisbella Rhode
Chapter Zero - The Path of Order - Página 3 Emptypor ADM.Ventus Hoje à(s) 02:48

» A Aparição de Mais Um Meio a Tantos
Chapter Zero - The Path of Order - Página 3 Emptypor Wave Hoje à(s) 00:53

» O vagabundo e o aleijado
Chapter Zero - The Path of Order - Página 3 Emptypor Ghastz Hoje à(s) 00:40

» Mini Aventura - Agyo Shitenno
Chapter Zero - The Path of Order - Página 3 Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 23:16

» O Legado Bitencourt Act I
Chapter Zero - The Path of Order - Página 3 Emptypor Faktor Ontem à(s) 22:16

» Apenas UMA Aventura
Chapter Zero - The Path of Order - Página 3 Emptypor Van Ontem à(s) 17:49

» Bellamy Navarro
Chapter Zero - The Path of Order - Página 3 Emptypor Greny Ontem à(s) 12:43

» Unbreakable
Chapter Zero - The Path of Order - Página 3 Emptypor Ainz Ontem à(s) 11:55

» (Mini) Gyatho
Chapter Zero - The Path of Order - Página 3 Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 01:02

» (MEP) Gyatho
Chapter Zero - The Path of Order - Página 3 Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 00:55

» [MINI-Tenzin]Here we go again
Chapter Zero - The Path of Order - Página 3 Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 00:53

» [M.E.P]Tenzin
Chapter Zero - The Path of Order - Página 3 Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 00:43

» [Extra] — Elicia's Diary
Chapter Zero - The Path of Order - Página 3 Emptypor GM.Noskire Ontem à(s) 00:27

» M.E.P DanJo
Chapter Zero - The Path of Order - Página 3 Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 00:27

» Mini Aventura - No Mercy
Chapter Zero - The Path of Order - Página 3 Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 00:20



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG

Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


Compartilhe
 

 Chapter Zero - The Path of Order

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4 ... 9, 10, 11  Seguinte
AutorMensagem
Sakaki
Estagiário Narrador
Estagiário Narrador


Data de inscrição : 22/10/2013

Chapter Zero - The Path of Order - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Chapter Zero - The Path of Order   Chapter Zero - The Path of Order - Página 3 EmptySeg 02 Jan 2017, 02:17

Chapter Zero - The Path of Order
Fuck The System

O sol surgia no horizonte trazendo o amanhecer, as rajadas de luz solar começavam iluminar a ilha, os comércios começavam a abrir para mais um dia de vendas, os civis começavam a acordar um por um para mais um dia na "excitante" cidade de Shells Town, e em meio ao caos do monótono povo daquela ilha se encontrava Yato, um dos jovens mais " excepcionais" que a ilha tinha para oferecer, sentado em algum banco de alguma praça qualquer recobrando a lucidez após algumas das poucas horas de sono diário que ele tinha. Abria a boca bocejando de forma assombrosa, passava as mãos em seus olhos retirando resquícios de remela e secava a saliva seca no canto de sua bochecha, os preparativos estavam feitos, Yato estava pronto para se erguer daquele banco com um sorriso no rosto e dar a cidade Shells Town tudo que ele tinha a oferecer.

Aquele dia estava de alguma forma diferente, o jovem estava simplesmente cansado de viver como um mendigo, a realidade é que ele não tinha nada a oferecer para a cidade, era só um garoto preguiçoso que dormia em praças publicas a noite, sobrevivia fazendo pequenos trabalhos como faz-tudo por toda a cidade, e o que ele ganhava diariamente não era o bastante nem para comprar a droga de uma maçã no comércio da esquina, sobrevivia de algumas economias que mantinha a tempos, já havia pensado em vários meios para sair daquela vida, roubar, pedir esmolas, fazer shows de arremesso de faca em praças, se prostitu... Mas nenhuma era viável para se ter a vida que Yato desejava, o garoto só possuía um talento, técnica de combate, ele só podia usar aquilo para duas coisas, para pirataria ou para proteger os cidadãos como um marinheiro, assim como seu mestre, por mais que a vida de pirata tivesse suas tentações o jovem não queria estragar a memória de seu mestre, e se ele se tornasse um pirata só provaria que todos estavam certos sobre ele, e ele não suportava essa imagem em sua mente, já era hora de Yato sair daquela vida, e ele sairia como um marinheiro.

O garoto lamberia a palma de sua mão e passaria no cabelo o deixando posicionado igual um mauricinho, estamparia um sorriso no rosto e começaria a andar em direção ao seu brilhante e glorioso futuro, um futuro tão glorioso e resplandecente que ofuscava sua... Logo o garoto interrompia seus passos e pensava:

"Mas aonde fica a droga do QG?"

Envergonhado por viver naquela cidade desde seu nascimento e não saber aonde fica um dos maiores pontos de referencia de toda a ilha o garoto se encontrava perdido, ele abaixava a cabeça e entrava novamente em seus devaneios:

"Pensa Yato! Na marinha os marinheiros matam bandidos, e para matar os bandidos eles precisam de ARMAS! Isso mesmo, eu preciso de armas e depois posso perguntar ao vendedor aonde fica a droga do QG, ele é um vendedor ele tem que saber, HAHAHA! Eu sou um gênio"

Yato estampava novamente o sorriso confiante em seu rosto, mas logo sua expressão viria a mudar ao ver o quanto restava de suas economias, míseros 50.000 Berries, com a expressão de decepcionado o jovem sussurra para si mesmo ouvir:

- Deve dar para comprar algumas Shurikens...

Assim, o garoto parte em direção a loja de armas mais próxima visando comprar algumas shurikens, caso ele chegasse com sucesso na loja, sacaria seu pequeno saco de dinheiro do bolso, e diria com um sorriso estranho em seu rosto:

-Eu quero a droga das Shurikens mais baratas que você tiver.

Caso tudo corresse bem ele pagaria ao atendente o devido preço do produto, e depois se esgueiraria pelo balcão até próximo ao atendente como se fosse lhe contar um segredo, e então sussurraria em um tom de larapio:

-Sabe, acredite ou não eu estou prestes a me tornar o marinheiro mais famoso do mundo, mas algo esta me impedindo, algo que você meu caro senhor(a) pode me ajudar. Pra que lado fica esse QG?

Caso o atendente lhe apontasse o caminho ele exageradamente agradeceria com um grande sorriso no rosto e como se fosse um grande favor, e após isso ele sairia pela porta da loja pirilampo em busca do QG, na direção apontada pelo atendente. Mas caso o atendente não soubesse, ele faria uma cara de nojo e murmuraria um obrigado insincero, e sairia da loja, e repetiria o discurso que fez para o balconista para cada alma viva que cruzasse seu caminho, alguém naquela ilha nojenta teria que saber não é?

Caso ele conseguisse a informação de alguma forma, ele partiria na direção que foi passada com um sorriso confiante no seu rosto, como se fosse o melhor dia de sua vida, mas caso não conseguisse simplesmente sairia pela cidade perambulando em busca do local. Se ele tivesse sucesso em chegar no local iria procurar a porta de entrada em busca de qualquer pessoa que usasse um uniforme, e ao encontrar tal pessoa ele recitaria seu discurso:

-Olá senhor marinheiro, acredite ou não eu estou prestes a me tornar o marinheiro mais famoso de todos os mares, mas... Como eu faço pra me alistar?

Ouviria atentamente a resposta do homem e seguiria todos os passos ditos por ele caso ele conseguisse extrair alguma informação da pessoa abordada.

Objetivos:
 

Citação :
Legenda

- Fala
"Pensamento"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Lostboy
Danger Zone
Danger Zone
Lostboy

Créditos : 10
Warn : Chapter Zero - The Path of Order - Página 3 10010
Data de inscrição : 19/07/2016

Chapter Zero - The Path of Order - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Chapter Zero - The Path of Order   Chapter Zero - The Path of Order - Página 3 EmptyQua 04 Jan 2017, 17:00


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


-Eae garoto?! Mais quanto tempo pretende ficar nessa enrolação de aquecimento? Não acabou de fazer os exercícios?

Em tom debochado [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] zombava das atitudes do garoto. Alguns marinheiros riam de seus dizeres, outros mantinham-se calados fazendo cara feia para a dupla de combate.

-Pode começar, vamos ver do que você é capaz.

Com sua mão livre, rapidamente apontava para o garoto logo em seguida girava sua mão apontando sua palma coberta pelos dedos, com exceção do indicador, agora, para o céu, movimentando para cima e para baixo, repetidamente, esperando pelo garoto se mexer.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] também parecia se exaltar, suas luvas batiam uma contra a outra, fazendo um alto barulho. Bufava como um touro por suas ventas, animado saltitava. Ou seria isso uma espécie de movimentação de seu estilo?

Qualquer um que fosse rapidamente avançava em direção a seu adversário, Rin, o cão. Sua aproximação era rápida, ainda que estivesse a não mais que 3 metros de distância de seu oponente. Seu corpo balançava com suas passadas, a qualquer momento. Seria tarde demais para uma tentativa de bloqueio? Ou até mesmo esquivar de seu oponente?

O rapaz de óculos começava a observar o que havia logo acima dele, talvez imaginando o que mais poderia haver por aí ou quem sabe o que mais poderia ficar no céu, além de pássaros, não dando muita atenção para os garotos, dessa vez. Céu este que aos pouco começava a escurecer aos poucos, sendo tomado por nuvens de chuva. Apesar do calor, que ainda predominava, o clima tornava-se mais ameno, conforme a cidade se escurecia. Os ventos de maresia ajudavam a diminuir ainda mais a temperatura. Talvez a sensação térmica acabaria por descer alguns bons graus.

Em um pedaço não muito afastado dali, um morador de rua decidia mudar sua vida. Bem, de forma drástica, se me permite dizer. Infelizmente, o garoto não era capaz de se lembrar exatamente onde ficava o lugar de mudança de vida, digo, ele não sabia onde ficava a base da Marinha, símbolo de honra e justiça para a cidade. Ainda que estes não fossem os mais justos do mundo. Mas está repleto de boas intenções, espero...Será que ele pelo menos se lembra de como se amarra os tênis? Ou eles são de velcro?

De aparência estranha par a qualquer lugar que já pudesse ter ido ou então vivido, até mesmo para sua terra natal, [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] estava com sua barraquinha prestes a desmontá-la, pelo mal tempo que se aproximava. Uma espécie de carroça com uma mula já estava pronta com boa parte de seus pertences amarrados em panos ou então em barris de cerveja com seus nomes riscados.

-Oh, você querer aquelas coisas que parecem estrelas de ferro? Por quê não vir antes, eu ter as melhores da cidade! E a melhor, son baratas! Um pacote custa 30 mil, ou de onde venho, 50 Rupees. Mas acho que não ter rupees com você, entãoun ficar pelo preço de 30 mesmo. Vai levar?

Não somente sua pronuncia das palavras era estranha, como também seu sotaque, algo no mínimo, diferente. Esfregava seus dedos tentando mostrar que queria o dinheiro, ainda que não estivesse aberto a negociações, ao menos por hora.

Com seu novo equipamento em mãos, agora o cara-de-pau, digo, Yatto fazia sua pergunta.

-Quer dizer aquilo ali?

Apontava para uma grande estrutura a cerca de 50 passos de onde os dois estavam. Uma espécie de muralha em cor branca com o símbolo da marinha estampado em sua lateral e ainda escrito “Marinha”. Não levou muito para os dois seguirem seus caminhos, o vendedor, voltava a organizar suas mercadorias em sua carroça e desmontar sua barraca. Seguindo então em direção ao porto. Podia não parecer, mas aqueles talvez fossem os últimos momentos do homem na ilha.

Enquanto isso o garoto pedia para se alistar justamente para a pessoa certa. Logo na entrada do QG, uma mulher vagarosa em sua forma de agir.

-Preenche isso daqui *Mostrava e entregava um papel com algumas informações*, me devolve e leva as coisas que eu te entregar lá pra dentro *Apontava para o pátio interno do lugar*, pra um cara de óculos. Já tem uma avaliação acontecendo... Melhor se apressar.

Citação :
Nome:
Idade:
Profissão (se tiver):
Caso de doença séria em membro próximo da família[Pais, irmãos] (caso tenha):

# Post: IV #



Off:
 

____________________________________________________

Citação :

- Harkyn -
"Pensamento"
[Narração]


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Teru
Soldado
Soldado
Teru

Créditos : 37
Warn : Chapter Zero - The Path of Order - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 04/01/2014
Idade : 22
Localização : F3 + Teru

Chapter Zero - The Path of Order - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Chapter Zero - The Path of Order   Chapter Zero - The Path of Order - Página 3 EmptySex 06 Jan 2017, 23:46


Chapter Zero - The Path of Order
The First Jorney

I bite way more than I bark
A Dog In Big City VIII
.

Começando agora a simulação de combate, os adversários eram escolhidos de uma forma algo irónica visto que Hyo tinha escolhido o fumador na esperança de conseguir um cigarro caso vence-se e Rin ficava com o gigante visto que era a última pessoa que restava. Permanecendo calmo e focado no seu adversário, o mink procurava um ponto fraco, algo que pudesse explorar ou no mínimo tirar partido de modo a conseguir sair vitorioso, ele tinha uma distância razoavelmente grande entre si e o seu adversário logo isto iria lhe proporcionar algum tempo para analisar e descobrir o que fazer (pelo menos de imediato). Olhando para o gordo que iria enfrentar, Rin via o marine saltitando de um lado para o outro batendo as suas luvas uma na outra de forma selvagem, nem ele que era parcialmente canino tinha comportamentos tão bizarros.... ou pelo menos não tanto.

"Tendo em conta ao tamanho dele, não será a melhor da opções tentar enfrenta-lo frente a frente..."

Optando por rapidez e golpes bem posicionados em vez de força bruta, Rin iria baixar-se levemente focando a sua força nas pernas e de seguida iria sair disparado de encontro ao marine de tamanho avantajado, o cachorro tinha passado tantos anos estudando anatomia e as fraquezas e fortes do corpo humano que tinha quase a certeza que podia abusar disso em combate. Assim que estivesse a cerca de um metro do adversário, Rin iria jogar-se para frente rolando sobre o peso do seu corpo tentando esquivar qualquer golpe que lhe fosse aplicado, depois de rolar iria pegar numa das suas "armas" (os itens de treino que lhes tinham sido emprestado no inicio do treino) e tentaria aplicar um golpe horizontal na rotula do joelho direito do monstro, ao danificar uma das rotulas o inimigo iria perder grande parte do equilíbrio visto que não conseguiria focar o seu peso correctamente danificando a sua postura defensiva.

Depois de se colocar novamente em pé, Rin iria tentar contornar o humano bovino pela esquerda tentando se manter sempre atrás do mesmo, usando a sua mobilidade extra para saltar e rolar atrás do adversário, assim que tive oportunidade iria atacar novamente a rotula do joelho direito do adversário aplicando golpes rápidos e de seguida afastando-se o mais depressa possível do alcance da besta. Para se defender Rin iria saltar por cima de ataques baixos como rasteiras ou pontapés e rolar para os lados de ataques altos como socos ou empurrões, Rin manteria-se ocupado esquivando ataques e focando em atacar sempre o mesmo local uma vez que ele sabia que não tinha muita força logo teria que causar ataques constantes sempre na mesma zona para ter algum resultado.

Se durante o combate tivesse a chance de fazer um contra-ataque, Rin tinha conhecimento de outros pontos fracos dos quais podia aproveitar caso possível, obviamente preferia atacar o joelho vezes e vezes sem conta até que o adversário não conseguisse usar a perna, mas caso ele cometesse um erro semelhante a um golpe descente do qual Rin conseguisse esquivar saltando por cima do braço, o cachorro contra-atacaria correndo no braço do mesmo e aplicaria dois golpes com as suas armas, o primeiro seria um ataque horizontal no pescoço (um dos pontos vitais mais sensíveis do corpo humano) na esperança de conseguir cessar temporariamente as vias respiratórias e a segunda seria um golpe vertical no queixo, algo que se fosse bem colocado, seria o suficiente para abanar o cérebro do oponente, atordoando-o e deixando-o temporariamente atordoado caso possível. No entanto esta estratégia de corpo-a-corpo era mais arriscada e Rin preferia jogar pelo seguro e ser aprovado no exame do que tentar algo exibicionista e no final acabar derrotado com um simples golpe, destruindo o seu ego e as suas esperanças de entrar na marinha.

Obs:
 

Histórico:
 


Última edição por Teru em Sab 07 Jan 2017, 22:25, editado 3 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Hyo
Civil
Civil
Hyo

Créditos : 6
Warn : Chapter Zero - The Path of Order - Página 3 8010
Data de inscrição : 30/11/2016

Chapter Zero - The Path of Order - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Chapter Zero - The Path of Order   Chapter Zero - The Path of Order - Página 3 EmptySab 07 Jan 2017, 01:12

– Pode começar, vamos ver do que você é capaz.

As palavras podiam entrar no ouvido do jovem garoto de cabelos preto, que começava a ficar empolgado com toda a situação, parecia que o senhor não estava acreditando muito em suas palavras, o garoto abria um sorriso em direção ao senhor falando em um tom confiante.

– não esqueça que quando acabar eu quero um cigarro, ainda não fumei e não achava que fosse perder tanto tempo para me alistar.

Em seguida Hyo serrava os punhos flexionando um pouco as pernas e em seguida dava um impulso para frente na tentativa de conseguir pegar o máximo de velocidade que pudesse alcançar naquela distância, ao chegar próximo ao senhor, tentaria prestar atenção em suas mãos, dando maior atenção a mão que estivesse com a arma.

Ao aproximar-se do senhor tentaria o golpear, ameaçando-o com um soco com o braço esquerdo na altura do rosto parando na metade do movimento e em seguida tentaria lhe dar um soco de direita no estomago com toda a força jogando o corpo um pouco para baixo para facilitar o golpe, caso o golpe acertasse o senhor o jovem também iria tentar continuar dando outro soco rápido e com o máximo de força que pudesse acumular, dessa vez de esquerda e visando novamente o estomago do senhor.

Se por um acaso o senhor conseguisse defender o seu primeiro golpe, Hyo cancelaria o segundo golpe, afastando-se um pouco do senhor, caso o velho tentasse ataca-lo com o bastão de cima para baixo ele tentaria jogar o corpo para o lado, caso o velho tentasse lhe acertar com um golpe horizontal, tentaria abaixar-se o mais rápido possível e em seguida tentaria lhe acertar com um soco na cara, tentando mirar o nariz e se por acaso o acertasse continuaria com outro soco, tentando acertar a boca do senhor com o máximo de força possível.

Se o velho tentasse lhe chutar ou lhe passar uma rasteira, Hyo tentaria segurar a perna do senhor e caso conseguisse tentaria lhe dar um soco no joelho com toda a força, e se acertasse tentaria jogar o senhor no chão, caso o velho caísse iria tentar lhe dar um chute na cara com toda a minha força a fim de desacordar o mesmo.

Se por um acaso eu conseguisse derrotar o velho com algum dos movimentos e ele estivesse desacordado eu caminharia em sua direção, em seguida revistaria seus bolsos até encontrar um cigarro, caso o velho estivesse acordado eu lhe falaria com um sorriso no rosto.

– obrigado pela luta, você poderia me dar um cigarro agora?

caso nenhum de meus movimentos funcionassem eu apenas me afastaria do senhor, tentando ficar a cerca de três metros do mesmo, observando seus movimentos, caso o velho viesse para cima eu tentaria me esquivar, e se conseguisse tentaria contra ataca-lo com um soco no rosto seguido por um chute no estômago.




Objetivos:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Fala (#008B8B - Darkcyan)
Pensamento (#228B22 - ForestGreen)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Sakaki
Estagiário Narrador
Estagiário Narrador
Sakaki

Créditos : 6
Warn : Chapter Zero - The Path of Order - Página 3 1010
Masculino Data de inscrição : 22/10/2013

Chapter Zero - The Path of Order - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Chapter Zero - The Path of Order   Chapter Zero - The Path of Order - Página 3 EmptySab 07 Jan 2017, 04:34

Chapter Zero - The Path of Order
Eu Tardo Mas Não Falho

O céu antes azul agora se encontrava coberto por nuvens negras simbolizando o mal tempo, alguns mercadores começavam a recolher suas posses com medo da tempestade, porém com "sorte" Yato conseguiu alcançar um comerciante que estava quase partindo do local, era um homem tanto o quanto estranho, falava de jeito engraçado e parecia ser muito burro, mas não tão burro quanto o jovem ficou surpreso ao perceber que o QG da Marinha era a droga da construção mais vistosa da cidade, e ainda explicitava com as escritas "Marinha" nas laterais do prédio.

"Aquela droga sempre esteve lá?"

Após comprar oque desejava do troglodita Yato faria um sinal positivo com a cabeça a partiria na direção do QG ficava a poucos metros de onde o jovem se encontrava, sua ambição de se tornar marinheiro estava cada vez mais próxima, ele não fazia ideia de como seria o processo de alistamento, mas esperava que não fosse algo fácil. Não demorou muito para chegar ao local, e teve a sorte de contatar a mulher certa para o serviço, uma mulher bem "vistosa" o entregava uma prancheta e pedia para que o garoto preenchesse a papelada em um tom de tédio e má vontade, Yato segurava a prancheta firmemente enquanto pensava:

"Odeio papeladas..

Preenchia cada tópico do documento de forma rapida e relaxada sem nenhuma dificuldades, até chegar no último tópico do papel "Caso de doença séria em membro próximo da família[Pais, irmãos] (caso tenha)", aquilo fazia seu sangue gelar, aquela simples questão o trazia lembranças tão profundas, era engraçado como algo tão simples havia feito o bom humor do garoto ir pelo ralo.

"Nora..."  

Entregava a droga da prancheta preenchida para a mulher gorda, agora com uma expressão séria e ao mesmo tempo triste em seu rosto, pegaria qualquer coisa que a mulher tivesse para entregar ao jovem e correria para o local apontado pela moça, pelo jeito já havia uma avaliação acontecendo no momento e um atraso não causaria uma boa impressão. Ao adentrar  ao local ele analisaria o grande pátio de terra, havia um homem com um óculos engraçado e um bloco de anotações na mão, parecia ser o avaliador pelo que a mulher lhe apontou, e no meio do campo havia movimentação, duas batalhas ocorrendo simultaneamente, um garoto que aparentava a mesma idade de Yato nada chamava atenção nele, mas por outro lado o outro ser fez Yato soltar uma leve gargalhada mas conter-se, era a droga de um cachorro, claro que Yato já havia visto e convivido com Minks, mas era a primeira vez que via um desses meio-cão, era particularmente engraçado. Mas o jovem não tinha tempo para perder com aquilo, a avaliação já havia começado e o garoto não queria ficar para trás, tudo que ele desejava no momento era alguém para trocar porrada com ele, ele se moveria rapidamente para o homem com o bloco e mostraria oque quer que a mulher gorda tivesse lhe entregado, enquanto dizia com um sorriso no rosto:

- Parece que me atrasei para a festa, sou Yato Gami e vim me alistar!

Ouviria atentamente oque quer que o homem de óculos engraçados falasse e seguiria a risca seus dizeres, talvez ele tivesse que fazer algo para compensar o atraso, mas ele realmente esperava que pudesse começar o exercício junto dos outros ali.

Citação :
Nome: Yato Gami
Idade: 17
Profissão (se tiver): Vagabundo Urbano
Caso de doença séria em membro próximo da família[Pais, irmãos] (caso tenha): Não mais

Histórico:
 

Objetivos:
 

Citação :
Legenda

- Fala
"Pensamento"

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Última edição por Sakaki em Sab 21 Jan 2017, 04:29, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Lostboy
Danger Zone
Danger Zone
Lostboy

Créditos : 10
Warn : Chapter Zero - The Path of Order - Página 3 10010
Data de inscrição : 19/07/2016

Chapter Zero - The Path of Order - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Chapter Zero - The Path of Order   Chapter Zero - The Path of Order - Página 3 EmptyQua 11 Jan 2017, 00:26


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Ainda que seu tempo de reação fosse curto, o garoto agia como se o tempo parasse a seu redor. Em uma tentativa frustrada, um rolamento seguido de um golpe no joelho. Uma pena seria se exatamente o joelho direito do homem houvesse sido perdido em uma batalha e substituído por um de ferro, não é mesmo?

Ainda bem que nada disso ocorreu, então apenas ignore o que eu falei ali encima, com exceção de que não deu certo. Talvez seu único erro em todos seus cálculos fora acreditar que seu adversário, por aparentar ser um boxeador, teria golpes com pernas tão simples quanto ponta-pés ou coisas como rasteiras. Ainda que fosse humano, suas atitudes eram muito similares à de um touro. Sua corrida com as pernas longas que tinham, permitiram acertar o jovem com uma joelhada bem em seu peito. Acertando, talvez por sorte ou azar, a calda de Rin, também. O impacto fora forte. Forte o bastante par lançar o garoto para uma  das bordas da roda que os cercavam. Por sorte sua espada ainda estava em sua mão.

A situação do outro já não era muito diferente. Seus rápidos socos não foram o bastante para ‘acertar’ o homem do cigarro. Sua primeira tentativa, acertar o rosto, não dera muito certo, ao ter seu punho segurado por uma palma aberta. E mesmo ainda quando tentou pular para trás, teve suas pernas “varridas” pelo bastão, levando seu corpo ao chão. Com um único golpe de seu bastão, no rosto do garoto, seu nariz começara a ter hemorragias. (Bem, isso é comum em áreas cheias de veias)

As palavras amargas que se seguiram, poderiam machucar o coração de pessoas mais frágeis.

-Se acha que se alistar é perda de tempo, pode sair daqui. E fique com esse resto aqui. Pode fumar se quiser. Já terminamos.

Suas passadas eram largas e firmes, aquele não era qualquer marine, realmente não era. O cigarro que a poucos estava em sua boca, agora deitava-se ao lado do rapaz ensanguentado.

No chão, poder-se-ia ver aos poucos pequenos pontos pretos que, junto a um barulho de gotas, aumentava. A água que caia dos céus começava a perturbar os que estavam ali. Não levou muito tempo para que o rapaz de óculos se pronunciasse e ser rudemente interrompido por ninguém mais ninguém menos Menos que isso só resto de dejetos Yato.

-B-bem, acho que enceramos as batalhas, não se preocupe... N-não é esperado que...

- Parece que me atrasei para a festa, sou Yato Gami e vim me alistar!

-B-bem, parece que teremos de fazer mais um teste... D-dessa vez eu vou lutar, já que estamos com pressa... C-como já está armado, pode vir assim mesmo... E-esperem um pouco, já vamos para o próximo.

O rapaz franzino entrava em uma posição de defesa, com seu braço esquerdo a frente, não muito esticado e seu corpo de lado, com um pé a frente do outro, cerca de meio passo.

A chuva caía mais forte agora e alguns dos marinheiros que estavam mais distantes, pareciam se aproximar da roda, ao notarem quem iria lutar nesse momento. Outros, distraídos, apenas corriam para o fedorento vestiário que, apesar de distante e com o fator chuva envolvido, era possível sentir seu odor, até mesmo aqueles sem o nariz aguçado.

# Post: V #



Off:
 

____________________________________________________

Citação :

- Harkyn -
"Pensamento"
[Narração]


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Hyo
Civil
Civil
Hyo

Créditos : 6
Warn : Chapter Zero - The Path of Order - Página 3 8010
Data de inscrição : 30/11/2016

Chapter Zero - The Path of Order - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Chapter Zero - The Path of Order   Chapter Zero - The Path of Order - Página 3 EmptyQui 12 Jan 2017, 18:11

O jovem garoto podia ver que tudo que havia planejado para o combate no fim das contas não valia de nada, o primeiro erro fora achar que o senhor era lento devido à idade, de fato aquele não era simplesmente um marine qualquer, ao ter a mão segurada, Hyo fora surpreendido pelo bastão ao tentar se afastar do velho caindo ao chão, sem tempo para reações o garoto podia sentir o bastão lhe acertar o nariz.

Ao cair ao chão diversos pensamentos passavam na cabeça do jovem, a frustração por ter sido derrotado tão facilmente e o sentimento de fracasso, parece que realmente o jovem não era páreo para o senhor e ele percebera isso da maneira mais difícil enquanto caia ao chão.

-Se acha que se alistar é perda de tempo, pode sair daqui. E fique com esse resto aqui. Pode fumar se quiser. Já terminamos.

O garoto se mantinha deitado ao chão enquanto escutava as palavras do velho, palavras que certamente não esqueceria, enquanto com a mão tentava fazer parar o sangramento do nariz, olhando para o céu, em seguida olhava para o lado e via o cigarro que antes estava com o velho ao seu lado ainda aceso, pegando o mesmo e colocando na boca, puxando o ar com toda a força e soltando a fumaça aos poucos de forma lenta observando a fumaça voltando o olhar ao velho que aos poucos começava a sair do local, Hyo se sentava olhando em direção ao mesmo.

- Qual o seu nome? Quem é você?

Eram as palavras que saiam da boca do garoto enquanto começava a sentir gotas de chuva tocarem a sua cabeça, se por um acaso o velho o respondesse ele apenas iria se manter quieto escutando o que lhe fosse dito.

A chuva começava a cair mais forte e Hyo podia ver mais um jovem se aproximar falando com o examinador.

- Parece que me atrasei para a festa, sou Yato Gami e vim me alistar!

O jovem garoto apenas observava enquanto o examinador conversava com o garoto, sentado e imóvel ignorando a chuva, afinal até onde se lembrava eram três testes e até agora apenas dois foram feitos, esperaria as devidas instruções e quando fosse instruído iria fazer o que lhe fosse mandado ou seguiria para o local que lhe fosse indicado pelo instrutor pronto para o teste final.

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Fala (#008B8B - Darkcyan)
Pensamento (#228B22 - ForestGreen)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Teru
Soldado
Soldado
Teru

Créditos : 37
Warn : Chapter Zero - The Path of Order - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 04/01/2014
Idade : 22
Localização : F3 + Teru

Chapter Zero - The Path of Order - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Chapter Zero - The Path of Order   Chapter Zero - The Path of Order - Página 3 EmptySex 13 Jan 2017, 00:27


Chapter Zero - The Path of Order
The First Jorney

I bite way more than I bark
A Dog In Big City IX
.

Começando o combate as coisas pareciam ir a seu favor, Rin havia conseguido esquivar o golpe sem nenhum problema, a janela de oportunidade para esquivar o golpe era bem pequena porém nada disso lhe impediu de sair vitorioso do primeiro confronto. Por momentos parecia tudo uma obra de ficção, o cachorro havia conseguido aplicar o primeiro golpe no joelho do semi-gigante e de inicio parecia ter resultado, a palavra-chave é "parecia" pois breves instantes depois a realidade assentou e Rin descobriu que o mundo real nem sempre era misericordioso, uma lição de moral que já tinha aprendido a muito tempo atrás porém algo que a vida fazia questão de lhe relembrar constantemente e por vezes nos piores momentos possíveis. Com tantas alturas para estar errado, o destino tinha que escolher precisamente o momento em que estava a ser avaliado para marinheiro, uma decisão que podia drasticamente mudar o seu futuro, quem diria que aquele boxeador tinha tanta força nas pernas quantos nos braços? Pelos vistos nem todos os clichés eram verídicos na sociedade de hoje em dia...

Por um golpe de sorte, ou melhor dito de azar para Rin, a besta conseguiu aplicar uma joelhada no peito do humanoide, o mesmo não teve tempo para se defender do golpe, uma consequência de ter subestimado o personagem inimigo ou talvez um jogo doentio de forças superiores. Seja qual fosse a justificação, Rin acabou por ser arremessado para trás meia dúzia de metros como se fosse uma simples bola de papel, o mink aterrou numa das bordas da roda que os cercavam mas curiosamente ainda tinha as suas espadas de treino nas suas patas, uma boa noticia no meio de tanto azar. Respirando fundo e colocando-se novamente em pé, o mink preparava-se para investir novamente contra o seu adversário porém foi cessado pelas palavras do seu suposto avaliador, algo que lhe deixou meio desanimado e acima de tudo algo preocupado, uma expressão altamente notável pelo baixar das suas orelhas caninas uma para cada lado.

-B-bem, acho que enceramos as batalhas, não se preocupe... N-não é esperado que...

- Parece que me atrasei para a festa, sou Yato Gami e vim me alistar!

Olhando em redor em busca da voz misteriosa, um adjectivo usado de forma subentendida visto que o facto de a voz ser misteriosa era apenas pelo facto de não a ter ouvido naquele local desde que tinha chegado no quartel, sendo uma criatura de audição apurada, eram pormenores desses que o diferenciavam de todos os outros no mundo ou pelo menos era essa as palavras que Rin usava para manter a sua auto-estima elevada quando deparado com tempos mais difíceis como aquele. Assim que encontro a fonte, Rin reparou que se tratava de mais um mano do género masculino que ou era ligeiramente insano ou provavelmente veio tentar a sua sorte no alistamento a marinheiro. Olhando em redor muitos pareciam ter perdido o interesse, Hyo estava no chão com um pequeno maço de cigarros, o cachorro tinha ouvido o seu suposto "amigo" a pedir um cigarro caso vence-se porém tendo em conta o seu estado era muito provável que apenas tinha ganho um cigarro por misericórdia, focando-se novamente no novo pretendente Rin reparava que este já vinha armado, uma escolha bastante corajosa, entrar num quartel militar da marinha de arma em punho e não ser barrado a entrada, provavelmente o segurança responsável tinha tirado uma pausa para beber café.

-B-bem, parece que teremos de fazer mais um teste... D-dessa vez eu vou lutar, já que estamos com pressa... C-como já está armado, pode vir assim mesmo... E-esperem um pouco, já vamos para o próximo.

Ao ouvir que o suposto "avaliador" é que seria o oponente daquele rapaz, Rin apenas fez o que achou seguro e saiu de dentro do suposto ringue de treino, não que ele estivesse a abandonar o local ou algo do género, apenas não queria ser apanhado a meio do treino e ser vitima de danos colaterais, tomando um lugar aleatório no chão ou em cima de algum barril ou algo do género Rin observaria pacientemente a demonstração desse tal Yato sem causar muito alarido. O mink já tinha reparado que o tempo tinha mudado e que algumas gotas de água caiam do céu, com dois testes concluídos ele esperava que o terceiro fosse algo fácil que pudesse ser feito no interior, algo que lhe ajudasse a recuperar do seu ego perdido e que acima de tudo lhe proporciona-se a oportunidade de descansar um pouco.

"Espero não ficar com cheiro a cachorro molhado..."

Off:
 

Histórico:
 

____________________________________________________

L£t Me bE yOur gUIdE, in tHiS pAth of MeGaLoMaNiA


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Narração   -   Pensamento  -   Fala
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Sakaki
Estagiário Narrador
Estagiário Narrador
Sakaki

Créditos : 6
Warn : Chapter Zero - The Path of Order - Página 3 1010
Masculino Data de inscrição : 22/10/2013

Chapter Zero - The Path of Order - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Chapter Zero - The Path of Order   Chapter Zero - The Path of Order - Página 3 EmptySex 13 Jan 2017, 08:16

Chapter Zero - The Path of Order
É Hora Do Pau

A chuva aos poucos começava a se fortalecer, as gotas de água caiam cada vez mais rápido e maiores, Yato agora se encontrava em meio ao campo de batalha, seu oponente não era ninguém menos que o próprio avaliador, o jovem ficava feliz por um momento ao perceber o fraco físico do adversário sem falar dos grandes óculos que deixavam sua aparência ainda mais patética, mas logo Yato notaria uma aglomeração de marinheiros ao redor da arena, e com certeza não estariam ali por sua causa, e um homem daqueles não haveria chegado a posição de avaliador sem saber lutar, o garoto sabia que não devia subestimá-lo, ele começava a fazer breves e rápidos alongamentos, alongando as pontas dos dedos, os ombros, e então levaria seus braços até suas costas como se fosse mais um alongamento, porém furtivamente sacava quatro shurikens do compartimento em seu cinto, duas em cada mão as posicionando entre seus dedos, como era ambidestro realizaria um ataque de ambos os lados, veria o homem com o braço esquerdo erguido em posição de defesa, assim deduzindo que aquele era o braço dominante, então resolveria atacar pelo lado direito, antes de realizar seu ataque sussurraria em voz baixa:

- Regra 32 do universo, nunca bata em um cara de óculos.

Rapidamente lançaria as 4 shurikens simultaneamente em direção do homem, duas pelo lado direito e duas pelo esquerdo, e quase imediatamente correria realizando o minimo de barulho possível em direção ao homem, Yato não esperava que suas shurikens acertassem o homem, entretanto elas serviam de distração para o golpe que veria em sequencia. Caso o homem bloqueasse, esquivasse ou improvavelmente acertado Yato continuaria correndo em sua direção e ao se aproximar o suficiente visaria acertar um soco no lado direito da face do homem, com esperança de que a chuva tivesse embaçado o homem ou algo do tipo.

Caso acertasse o soco ele saltaria para trás tomando distancia novamente enquanto sacava mais duas shurikens do compartimento com a mão esquerda, e manteria o braço direito na frente do corpo em posição de defesa, dessa vez esperando o golpe do homem, que caso se aproximasse para realizar um ataque Yato lançaria as shurikens e tomaria distância novamente, sacando mais duas shurikens e repetindo o processo, sempre se mantendo atento para bloquear, esquivar ou contra-atacar quando necessário.

Caso o homem esquivasse ou bloqueasse o soco na face mas mantivesse proximidade Yato tentaria manter-se na posição ofensiva e aproveitando o impulso que teria pego para o soco usaria para tentar acertar um golpe com o joelho em qualquer parte exposta do corpo do homem. Mas caso ele esquivasse ou bloqueasse e tomasse distância Yato repetiria o ato de sacar duas shurikens com a mão esquerda e etc...

Caso Yato fosse surpreendido por um ataque surpresa tentaria esquivar do mesmo, mas caso não fosse possível tentaria bloquear, e se ele levasse o golpe em cheio novamente repetiria a ação de sacar duas shurikens e tomar distancia esperando o golpe.

Off:
 

Histórico:
 

Objetivos:
 

Citação :
Legenda

- Fala
"Pensamento"

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Lostboy
Danger Zone
Danger Zone
Lostboy

Créditos : 10
Warn : Chapter Zero - The Path of Order - Página 3 10010
Data de inscrição : 19/07/2016

Chapter Zero - The Path of Order - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Chapter Zero - The Path of Order   Chapter Zero - The Path of Order - Página 3 EmptySeg 16 Jan 2017, 12:52


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Uma vez me senti tão entorpecido por um pedaço de bolo, que mal pude me conter a um único pedaço. Quando percebi, o bolo inteiro estava em meu estômago e o último pedaço, este, por sua vez, em minha mão, muito similar àquele primeiro. Seria essa a definição de vício? Ou apenas uma forma de poder me fazer entender o motivo pelo qual com todas as suas forças, o pobre garoto se agarrava a aquela bituca de cigarro, infelizmente já apagada, e sugava o ar por trás dela esperando poder aspirar um pouco da fumaça que pudesse ter restado. Seu vício não pudera ser saciado.

Ao menos o cigarro que tanto almejava já estava em suas mãos, um pouco de fogo talvez ajudasse em sua próxima tentativa. O homem que havia o derrotado sem esforços saía do local sem dizer mais alguma palavra, mas isso não quer dizer que seria a última vez que o encontraria.

Já teve a sensação de estar com sorte? Talvez essa não fosse a sensação da pobre carniça. Ser derrotado com um simples tocar de joelhos em suas costelas, esmagando sua cauda e provavelmente causando a fratura de algum dos ossos nela presente, ainda que não estivesse exposta, estava enrolada em seu torço, ainda que tente negar estava na ficha do personagem, já leu ou precisa linkar?. Uma visita a enfermaria não faira mal. Talvez aquele podre pedaço de carne animal que era Rin precisasse ter mais noção de suas capacidades e pensar em mais estratégias que apenas rolar e bater no joelho como faria se estivesse em um jogo de Dark Souls. Uma pena não estar, não é mesmo?

Já tentou arremessar algo em curva? Uma bola talvez, quando chutar ou quem sabe jogar com as mãos, fácil eu diria, em termos. Mas isso se dá pelo formato de tal objeto. Coisas como shurikens ou balas, não foram feitas para curvarem sua trajetória. O que se espera então é que tais armas sigam reto. Uma tentativa vaga de se jogar por dois lados distintos em um único alvo. Não é preciso dizer que apenas um passo para trás fora o suficiente para colocar as 4 em duas direções que não eram a que o de óculos estava. A estratégia fora boa, criar distração para seguir em um confronto frente a frente, digo, corpo a corpo. Entretanto, não tão boa assim. O avanço da criança fora mantido, porém não saíra como esperado. Seu braço esticado para o soco fora talvez seu erro, mesmo que inocente. Seu braço é agarrado e rapidamente todo seu corpo é... Levantado? Não, um pouco mais complicado que isso. Talvez a leveza que sentira naquele breve instante talvez a sensação poderia ser comparada ao alçar de voo de um pássaro. Mas logo seu peito estaria sendo pressionado contra a clavícula de seu avaliador e então, com suas costas no chão, todo o ar de seus pulmões seria expulso para então poder sentir uma lâmina pressionando contra seu pescoço, fazendo um leve corte por sua amolação.

Agora com seus óculos em mãos, o homem que os avaliava mudava sua postura, imponente, e com uma confiança jamais vista por qualquer um, não por ter derrotado um adversário mais fraco que ele, mas por sua própria personalidade. Imperativa, sua voz reverberava pelas poças da chuva que se formavam. -Bem, teste encerrado. O que estão fazendo aqui seus restos imundos de sardinhas pequenas?! Por que não entram logo de uma vez e se limpam?! Nossos novos convidados estão esperando para poder limpar aquele chiqueiro!!

Uma breve gargalhada era dada por todos que se apressavam a entrar naquele lugar. Ainda podia se ouvir algumas lamúrias de alguns mais compadecidos com o animal indefeso e machucado. “Pobre carniça, vai sofrer ali”. -Bem, acho que já deixei mais que claro o que devera ser feito. Como vai demorar para aqueles dejetos ambulantes terminem de se trocar, aconselho que resolvam qualquer pendência que tenham deixado. *Prosseguia o avaliador. Após uma breve pausa.* Encontrem-me em frente a tenda de inscrição em 30 minutos.

Retirava-se para o vestuário em passos largos, deixando o trio na chuva para que se resolvessem.

# Post: VI #



Off:
 

____________________________________________________

Citação :

- Harkyn -
"Pensamento"
[Narração]


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Teru
Soldado
Soldado
Teru

Créditos : 37
Warn : Chapter Zero - The Path of Order - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 04/01/2014
Idade : 22
Localização : F3 + Teru

Chapter Zero - The Path of Order - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Chapter Zero - The Path of Order   Chapter Zero - The Path of Order - Página 3 EmptyQui 19 Jan 2017, 01:12


Chapter Zero - The Path of Order
The First Jorney

I bite way more than I bark
A Dog In Big City X
.

Observando o curto espectáculo do novato acabado de chegar, uma coisa era óbvia para o mink, esta etapa não era mais nada do que uma boa chance para descarregar a frustração e cansaço nos novos recrutas, era uma iniciação algo esperada se tivermos em conta o ambiente em questão porém era algo que Rin esperava não ter de lidar tão cedo. Num simples movimento aquele aspirante a ninja tinha perdido a sua postura e arremessado ao chão como se fosse um boneco de treino, algo irónico visto que perder o orgulho era algo muito mais apreciado do que danos físicos, a postura do suposto avaliador também havia mudado, o humano contraído e monótono havia se tornado arrogante e exibicionista, talvez um caso de dupla personalidade ou apenas uma simples mudança de humor, seja qual fosse a justificação era bom ver as verdadeiras cores da pessoa que autorizaria ou negaria a entrada do grupo no quartel da marinha. Com o ninja derrotado, o marinheiro examinador dirigiu-se para o grupo e num tom de voz elevado comentou a situação actual e de certa forma a próxima tarefa:

-Bem, teste encerrado. O que estão fazendo aqui seus restos imundos de sardinhas pequenas?! Por que não entram logo de uma vez e se limpam?! Nossos novos convidados estão esperando para poder limpar aquele chiqueiro!!

Ouvindo estas palavras a sentença estava marcada, obviamente a próxima tarefa era a limpeza do balneário, um local que já não cheirava bem de longe e de perto devia ser ainda pior de perto, eram nessas alturas que Rin estava feliz por não ser cachorro o suficiente, como não tinha nenhum tipo de olfacto apurada, o mink teria a sorte de sofrer do mesmo modo que os outros dois humanos sofreriam, talvez uma lenço ou uma mola no nariz fosse o suficiente para impedir o cheiro pelo menos tempo suficiente para arremessar meio litro de lixívia ou qualquer outro tipo de utensílio de limpeza que a marinha tivesse a disponibilizar para a tarefa. De seguida o examinador dirigiu-se para Rin e os outros dois humanos e explicou com pormenor a parte que iria aparecer a seguir, era óptimo ter uma confirmação do "castigo" que iam receber, talvez a limpeza fosse uma consequência por não ter satisfeito os critérios de luta que o marine tinha para o grupo ou talvez o homem era um sádico masoquista desgraçado, sem qualquer tipo de infância ou amigos e descarregava nas pessoas de qualquer jeito que podia. Seja qual fosse a justificação isso pouco importava visto que nenhum deles tinha ganho e a sentença já tinha sido decidida.

-Bem, acho que já deixei mais que claro o que devera ser feito. Como vai demorar para aqueles dejetos ambulantes terminem de se trocar, aconselho que resolvam qualquer pendência que tenham deixado ... Encontrem-me em frente a tenda de inscrição em 30 minutos.

Por momentos Rin quis perguntar se as palavras dele significavam que o grupo tinha sido aceite na marinha, obviamente eles não iram aproveitar do trabalho escravo de civis para fazer as tarefas domesticas e depois manda-los embora...certo? Querendo acreditar no sistema e mais juridicamente temendo uma tarefa pior, Rin apenas acenou em sinal de concordância e permaneceu em silêncio permitindo que o tal homem se afastasse, caso Hyo ou a outra criatura cujo nome lhe tinha passado pela cabeça momentos atrás porém não se recordava, falassem o mink apenas permaneceria calado observando a conversa. Assim que o homem se afastando e tendo plena noção que a chuva começava a cair de forma mais séria, Rin iria esticar a pata esquerda em direcção a Yato para ajuda-lo a levantar enquanto marinha a pata esquerda a volta da zona golpeada de modo a amortizar as dores, de seguida olharia para Hyo e partilha com ambos um pouco das suas intenções naquele momento.

- Bem eu vou a enfermaria... eu tenho quase a certeza que tenho duas das minhas vinte e quatro costelas quebradas e honestamente, vocês não estão de óptimo aspecto. Não sei querem vir ou algo parecido, mas como esta a chover não aconselhava a ficarem aqui a espera. Eu tenho a impressão que o que vem a seguir é pior...

Rin faria um sorriso disfarçado, tentando esconder as ligeiras dores que começava a sentir, caso decidissem segui-lo ou acompanha-lo, Rin faria alguma piada de péssimo gosto relativamente ao fracasso dos três e seguiria o caminho procurando algum sinal ou orientação que fosse dar a enfermaria. Caso apenas um deles decidi-se acompanha-lo ou ate mesmo nenhum deles planeá-se ir a enfermaria consigo, Rin apenas desejaria boa sorte e começaria a andar em direcção a enfermaria, como todo naquele local era um território do governo, o mink esperava não ter dificuldades a encontrar a secção médica, assim que encontrasse o que procurava (seja sozinho ao acompanhado) o cachorro bateria a porta pedindo autorização para entrar. Uma vez no interior, Rin procuraria algum medico ou enfermeiro que pudesse ajuda-lo com o seu problema, uma vez que possuía conhecimentos médicos ele apenas pediria um analgésico simples, uma ligadura, uma tesoura, a partir dai ele sabia mais ou menos como se orientar, se tivesse algum inchaço ou inflamação o mink pediria também um saco com gelo ou algo gelado.

Se por algum motivo o auxiliar medico insistisse em fazer o tratamento pessoalmente, Rin apenas tiraria a camisola lentamente, de modo a não provocar mais dores do que aquelas que sentia e apenas seguiria as instruções do suposto auxiliar. Ele também tinha sofrido pequeno ferimentos na sua cauda porém de todos os danos recebidos, esse era o mais fácil e mais eficaz de tratar, tendo em conta que a cauda era apenas um músculo associado ao corpo e músculos eram muito mais simples de tratar do que ossos.


OFF:
 

Histórico:
 

____________________________________________________

L£t Me bE yOur gUIdE, in tHiS pAth of MeGaLoMaNiA


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Narração   -   Pensamento  -   Fala
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Chapter Zero - The Path of Order - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Chapter Zero - The Path of Order   Chapter Zero - The Path of Order - Página 3 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Chapter Zero - The Path of Order
Voltar ao Topo 
Página 3 de 11Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4 ... 9, 10, 11  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: East Blue :: Shells Town-
Ir para: