One Piece RPG
Rap God - Página 4 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Sangue e Pólvora! O Caminho do Atirador!
Rap God - Página 4 Emptypor rafaeliscorrelis Ontem à(s) 23:50

» Nox I - Loucura
Rap God - Página 4 Emptypor Jin Ontem à(s) 23:18

» Unbreakable
Rap God - Página 4 Emptypor Hooligan Ontem à(s) 22:05

» Bizarre Adventure: Smooth Criminal
Rap God - Página 4 Emptypor Achiles Ontem à(s) 21:42

» I - Pseudopredadores
Rap God - Página 4 Emptypor Domom Ontem à(s) 21:03

» Galeria Volker ~
Rap God - Página 4 Emptypor Volker Ontem à(s) 19:27

» Untraveled Road
Rap God - Página 4 Emptypor Layla Morningstar Ontem à(s) 19:07

» Arthas Mandrake
Rap God - Página 4 Emptypor Wing Ontem à(s) 18:17

» [Ficha] Coldraz Vermiillion
Rap God - Página 4 Emptypor Coldraz Ontem à(s) 16:42

» Coldraz Anne Stine
Rap God - Página 4 Emptypor ADM.Ventus Ontem à(s) 15:59

» Karelina Lawford
Rap God - Página 4 Emptypor ADM.Ventus Ontem à(s) 15:57

» O vagabundo e o aleijado
Rap God - Página 4 Emptypor Tensei Ontem à(s) 15:32

» [Mini - Polyn] Sorriso afetado.
Rap God - Página 4 Emptypor Polyn Ontem à(s) 15:09

» Bastardos Inglórios
Rap God - Página 4 Emptypor Dante Ontem à(s) 14:14

» [Ficha] Mikhail Vermillion
Rap God - Página 4 Emptypor Homero Ontem à(s) 13:43

» [Mini- Alvin] O garoto e a serpente
Rap God - Página 4 Emptypor Alvin Stigma Ontem à(s) 13:11

» Latiffa Blackheart
Rap God - Página 4 Emptypor Sunken Ontem à(s) 12:45

» Gato de Convês
Rap God - Página 4 Emptypor Ainz Ontem à(s) 09:37

» O Legado Bitencourt Act I
Rap God - Página 4 Emptypor Ineel Ontem à(s) 05:38

» SeaGull Newspaper - Edição de destaque de final de ano.
Rap God - Página 4 Emptypor GM.Alipheese Ontem à(s) 05:03



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG

Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


Compartilhe
 

 Rap God

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4
AutorMensagem
Skyblazer
Soldado
Soldado


Data de inscrição : 28/04/2014

Rap God - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Rap God   Rap God - Página 4 EmptySab 29 Abr 2017, 19:04


Sucker Punch

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Havia sido estranho passar por aquilo após tanto tempo sem nenhuma visão. Eu me lembrava em flashes desconexos de, quando criança, ter esses momentos de estranha reflexão aonde eu via essa senhora. Tudo era tão alvo. Tão ofuscantemente branco. Mas, sempre que eu perguntava ao mestre sobre isso, por algum motivo, ele desconversava. Com o tempo, foi ficando cada vez mais raro até que parou completamente... Quer dizer, isso até hoje.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]A questão é que eu não pude me dar ao luxo de pensar muito nisso, afinal de contas, olhem pra mim - Eu era um negro, pobre, que havia acabado de pisar pesado no calo de uma das maiores organizações mundiais. Seria completamente insano dizer que eu estou puta orgulhoso disso? Se sim, então podem me chamar de biruta mesmo. A situação se desenrolou de uma forma em que meu plano foi suficientemente bem sucedido, e que me via frente-a-frente com Roy; um total estranho que ganhou meu respeito mais rápido do que provavelmente alguma outra pessoa irá.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Eu nem acredito que saímos dessa vivos, parça. Mas você também deve fugir, caso descubram a farsa - Rimei, liberando-o do papel de refém - Que isso não me sirva de castigo, mas cara... Foi bom trabalhar contigo - Cumprimentava meu aliado com um soquinho no ombro, guardando em seguida minhas espadas deixando-as prontas para serem utilizadas no futuro, caso necessário - Estou indo nessa, mas antes que me esqueça, me deixa reforçar nosso teatro à beça! - E, virando o corpo, desferi um soco de sopetão bem forte no olho de Roy - Eles não iam acreditar que deixei você ir assim, sem nenhum pequeno arranhãozinho, maninho - Sorria, já virando as costas e iniciando uma corrida, que iria contar com toda a intensidade de minha aceleração, rumo ao porto.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Essa corrida seria realizada da maneira mais inteligente que me fosse possível, utilizando todos os becos e atalhos que conhecesse. Também faria uso de movimentos de Parkour para vencer eventuais obstáculos, fossem estes urbanos ou naturais, que se apresentassem. Também levaria em consideração a informação lembrada por Roy, evitando, assim, tanto quanto fosse possível, regiões próximas ao QG em construção; e também conglomerados de milicos marines.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Caso conseguisse chegar ao porto, daria um tapa na cara com o tamanho de minha estupidez - Puta que me pariu, como eu vou saber qual barco que é, se tiver mais de um? - Meus olhos procuravam por quaisquer sinais ou pista do meu correto método de fuga. Sob a hipótese de detectá-lo, correria a bordo, agradecendo apenas com um riso e um rápido aceno com a cabeça - E aí, xará; pra onde vamos zarpar? - A adrenalina e euforia circulavam pelo meu sangue tornando quase que difícil respirar.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Existia, no entanto, uma rara possibilidade de ter que entrar em uma situação de combate por algum motivo; para essa chance eu reservaria movimentos simples porém efetivos de esquivas para trás, visando ao máximo ganhar tempo para raciocinar apropriadamente. Também voltaria a sacar minhas Ninja-ken e as utilizaria em estocadas rápidas e profundas contra regiões do tórax de meus antagonistas.




OFF:
 

Objetivos na Aventura:
 

Ponto-Situação do Personagem:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kekzy
Tenente
Tenente
Kekzy

Créditos : 10
Warn : Rap God - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 06/11/2013
Idade : 21
Localização : Utopia - 7ª Rota

Rap God - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Rap God   Rap God - Página 4 EmptySab 29 Abr 2017, 20:46

Narração


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Tudo havia saído como planejado, os revolucionários haviam ganho esta batalha com a ajuda de Reyes, protegendo a sua ilha da invasão da marinha e parando o plano de usar os órfãos para formar novos marinheiros, além de impedir a tortura que era feita pela corrupção de alguns marinheiros. Todavia, também via que existiam marinheiros que lutavam pela justiça, que mesmo após torturados pelos seus próprios aliados continuavam a lutar por seus ideais.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Assim, Reyes corria com Roy, o qual tirava os seus óculos rapidamente — Calma, calma ai! - o soco atingia com tudo a sua face, fazendo-o colodir com uma parede — Puta merda, o meu olho já é fudido, cara! Acho que vou ficar por aqui... Voe alto, Reyes - ele compreendia a necessidade, falando com uma serena felicidade, deixando-se cair lentamente ao chão, escorregando as costas na parede. Por fim, acendia o seu cigarro, olhando para cima, com uma expressão cheia de esperança.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Reyes dava-se a correr, rápido e para longe, se olhasse para trás, poderia ver a expressão de Roy e seu braço levantado, com o punho fechado. Cortava caminho por becos e ruelas, pulando caixotes e muros, derrubando latas e assustando gatos. Ofegava, mas nada o pararia, precisava deixar aquela ilha para trás por diversos que eram os seus motivos.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Pelo caminho, pôde ver dois grupos de quatro marinheiros cada, movimentando-se em uniformidade rumo ao local. Não haveria mais lutas pelo orfanato, aquilo já estava decidido. Quanto ao QG, ainda não o sabia. No entanto, apesar de Reyes ter feito o melhor trajeto, não havia sido cauteloso o suficiente para manter-se furtivo, sendo detectado por um grupo de marinheiros.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]E que infortúnio, o porto já estava a vista, Reyes um tanto ofegante. De lá, podia ver um sinalizador vermelho sendo atirado para o céu, tingindo-o de vermelho, enquanto caia lentamente para o mar. O navio dava indícios de que iria zarpar em breve, podendo-se ver homens desatando as cordas que o prendiam ali.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Os quatro marinheiros estavam quase que no início da rua, enquanto Reyes em sua metade, dando uma distância considerável. Eles corriam atrás do ninja, dando uma dúzia de disparos, apenas sendo bem sucedidos em três, que passavam de raspão nos braços e na perna de Reyes. Ainda assim, continuava correndo.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]O navio já estava perto de zarpar, os homens gritavam, pegando suas armas e atirando contra os marinheiros. No meio do tiroteio, estava Reaper, que logo entrou na embarcação, a qual não tardou para zarpar após o grito — ZARPAAAR! HOMENS, NÃO DEIXEM OS MARINHEIROS ENCOSTAREM NO NOSSO CONVIDADO! - gritava uma personalidade alta, com um sobretudo negro — Para onde acha que estamos indo, Reyes Reaper? - ele respondia a pergunta do ninja, na proa do navio, passando uma imagem possante.


Off

Spoiler:
 

Orientações
* Indicar no post ao usar vantagens/habilidades - exceto as inatas.






[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]  | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Skyblazer
Soldado
Soldado
Skyblazer

Créditos : 13
Warn : Rap God - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 28/04/2014
Idade : 28
Localização : Lvneel - North Blue

Rap God - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Rap God   Rap God - Página 4 EmptySab 29 Abr 2017, 23:15


Runaway

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Pela primeira vez em algum tempo eu voltei a provar o amargo sabor da dor física. Em todas as localidades em que os disparos tinham tocado minha negra pele, o incômodo era uma realidade muito táctil. Eu teceria xingamentos baixinhos, enquanto utilizava a amureta da embarcação como cobertura natural contra os disparos que ali estavam sendo trocados.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Se visse que ainda tinha necessidade, com um aceno da mão, pediria para que me lançassem uma pistola, espingarda, ou qualquer arma de longo alcance que ali pudesse estar disponível e/ou me pudesse ser emprestada. Pegando-a, passaria alguns instantes analisando seu funcionamento até entender o princípio básico de utilização. Por sorte, havia nascido com o dom de ser bom com qualquer arma que colocassem em sua frente, e agora poria isso em prática com armas de fogo.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Portanto, após considerar que tinha reunido conhecimentos mínimos sobre como utilizar seguramente a arma em questão, viraria para a terra firme, miraria e atiraria contra o marinheiro que mais estivesse aparentemente propício a ser alvejado, seja por estar mais exposto ou pior posicionado. Entretanto, caso não fosse clara a necessidade de seu auxílio direto, me manteria apenas abaixado, tirando a parte de cima daquele uniforme idiótico que utilizava como disfarce e utilizando o seu algodão para enxugar e secar o sangue que provavelmente havia nas áreas em que fui atingido. Só então, sob a égide da calmaria que possivelmente crescia conforme o navio se afastava do cais, eu me permitiria processar as palavras ditas pela figura bonachona daquele que aparentava ser o líder.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Sabe meu nome inteiro, então já vi que é ligeiro - Começaria a rimar, fazendo pressão por sobre os ferimentos para evitar qualquer perda desnecessária de sangue - Mas sem querer desrespeitar, o Reaper vem primeiro - Concluiria, corrigindo o homem alto conforme me levantava e ia para mais perto dele, esticando a mão em uma oferta de cumprimentá-lo tradicionalmente - Não sou muito de agradecer, mas minha cabeça ia rolar se fosse por você; Reaper Reyes é meu nome, minha identificação; mas que eu saiba ainda não ouvi o nome do Capitão - Faria, do meu jeito meio torto, minhas próprias perguntas; gravando mentalmente as respostas que ouvisse.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Sendo a minha vez de responder, cantaria - Para onde acho que vamos, cê tá louco? Do mundo externo à ilha conheço muito pouco; Só pra você começar a ter uma noção, eu não faço nem idéia de onde nasci, meu patrão; Yo - A sinceridade seria o tempero contido em cada ingrediente gramatical da frase.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]E por falar em ingredientes... Fazia um bom tempo que eu não sabia o que era reabastecer. Descansar. Respirar. Beber um pouco e reestabelecer-me mesmo que parcialmente. Mentalmente o corpo começava a pedir um pit-stop, ao mesmo tempo em que eu começava a me procupar com o fato de ter simplesmente queimado todas minhas economias comprando as duas espadas; ficando completamente sem nada para até mesmo comprar uma refeição simples que fosse. Por isso mesmo, faria três perguntas ao meu novo conhecido

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Meu caro, sem querer atrapalhar, eu preciso saber o que um negro tem que fazer pra não morrer de fome em alto-mar; Yo, acabei de ajudar toda a equipe de vocês; mas eu não tenho um centavo pra pagar o aluguel do mês... E ainda sem querer dar uma de cético, esse barco aqui é bom mesmo ou vocês não tem nenhum médico?




OFF:
 

Objetivos na Aventura:
 

Ponto-Situação do Personagem:
 

____________________________________________________


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Aqui é Divine Tools, pô!!!:
 

Never Forget!:
 

ஜ۩۞۩ஜ
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kekzy
Tenente
Tenente
Kekzy

Créditos : 10
Warn : Rap God - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 06/11/2013
Idade : 21
Localização : Utopia - 7ª Rota

Rap God - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Rap God   Rap God - Página 4 EmptySeg 01 Maio 2017, 18:33

Narração


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]A embarcação, que cabia senão cerca de dez homens - de forma confortável - e carregava oito, era uma espécie de escuna, com o corpo longo e as laterais altas, provida de uma escada para a parte inferior e interior do barco. Na ponta da proa, em forma de um grande Marlin, o capitão respondia Reyes — Que assim o seja, Reaper Reyes. Devo um grande favor a um amigo, então você é o meu convidado especial, enquanto estiver conosco será tratado como um dos nossos. Não é, homens? - sua voz era um tanto sussurada. Ele continuava a olhar para o horizonte, evitando olhar para trás.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]O navio já havia se distanciado da ilha. Os marinheiros nada puderam fazer. Ao longe, podia-se ver um brilho vermelho que ardia, iluminando o céu — Parece que o projeto de QG foi abaixo - um dos homens dizia — Era de se esperar - o capitão respondia, com sua voz um pouco melancólica.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Os homens começavam a rir no navio, derrubando a bebida. Fazia-se uma pequena festa, saquê era oferecido para Reyes pelos homens, os quais pareciam boa gente. O médico do navio atendia ao pedido e tratava dele, enquanto a comida era servida. Também havia uma mulher no grupo, que eles haviam comentado, mas que dormia no interior da embarcação — Não se deve irritar ela, lembre-se disso! - eles alertavam.  

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]A noite passava rápido, o capitão continuava olhando para o horizonte, um tanto escondido nas sombras — Qual é capitão, vamos comemorar, enfim conseguimos algo interessante! Não é por este negoço não sair da... - o dito capitão virava bruscamente, revelando um capacete de urso, que mais lembrava o animal de pelúcia, em sua cabeça — Fale disto novamente e eu o atiro ao mar! - ele apontava para o homem, que segurava o riso. Ele virava, voltando a encarar o horizonte, mas batendo a cabeça em um dos suportes do navio — Maldição... - parava, ficando cabisbaixo, parado em seu lugar predileto.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Aos poucos, podia-se ver Loguetown aproximando-se. Não era a toa que era tão famosa, podia-se ver a grande estrutura da ilha, quanto mais se aproximava. Os homens anunciavam que estavam chegando, mas o capitão não parecia ligar. Finalmente, ao atracar, um dos homens dizia — Chegamos em Loguetown! - ao anúncio, o capitão começava a pular e a chutar o chão, debatendo os braços e gritando diversos palavrões — QUE MALDIÇÃO! EU NÃO IREI DESCER ASSIM! ALGUÉM TIRE ISTO DE MIM, TIREM! - dois dos tripulantes soltavam longos suspiros e iam ajudar o capitão, puxando a fantasia para sair da cabeça dele, mas não adiantava. O homem caia de joelhos e mãos no chão, como se lamentando — É inútil, é inútil...


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]O médico do navio se aproximava de Reyes, explicando-lhe a situação — Já faz alguns meses que esta fantasia entrou na cabeça dele e não sai mais, tentamos de tudo, até cortá-la. Não parece, mas ela tem uma estrutura de metal, é uma espécie de capacete. Assim, o capitão não desfruta de sua fama e seus feitos são atribuidos a esta imagem, não a ele. No início era bastante engraçado, depois ele surtou e começou a se irritar, agora está em um estado de depressão e desesperança. Estávamos indo rumo a Grand Line, mas paramos aqui em Loguetown para vermos o que podemos fazer. Nosso dever acaba aqui, mas caso consiga ajudar ao capitão, podemos te levar conosco até a Grand Line! - o homem fazia a proposta.

PP - Capitão:
 



Off

Spoiler:
 

Orientações
* Indicar no post ao usar vantagens/habilidades - exceto as inatas.






[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]  | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Skyblazer
Soldado
Soldado
Skyblazer

Créditos : 13
Warn : Rap God - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 28/04/2014
Idade : 28
Localização : Lvneel - North Blue

Rap God - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Rap God   Rap God - Página 4 EmptyTer 02 Maio 2017, 19:50


Learn with Black

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Ao passo em que Loguetown foi se desenhando ao horizonte, eu pude ver, meio que de través, a figura um tanto quanto pitoresca do capitão se desenhar - Mas que p*** é essa? - Pensei, segurando um riso rápido com a mão esquerda formando um punho frente à boca, enquanto ele dava mais uma das suas (perceptivelmente) tradicionais crises de chilique.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Incoerente e instintivamente, após a explicação e o tratamento médico, que agradeci com um olhar firme e um aceno de ''positivo'' com a cabeça; olhava de novo para o capitão reclamão e, desta vez, o que me inundava não era aquela vontade irrefreável de caçoar dele, mas, sim, uma espécie de simpatia. Uma espécie de conexão pelo fato de, metaforicamente, vivermos a mesma situação. Resolveria, então, aquela problemática da maneira que se apresenta a seguir:

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Levantaria e iria até o capitão. Um passo atrás do outro, fazendo questão de bater firme o solado duro das botas contra a superfície de madeira da embarcação. Me aproximando dele, colocaria a mão direita em seu ombro e rimaria - Cap, tão difícil quanto é um homem nascer com asas, algumas coisas são de se colocar em palavras... Eu quero te dar um conselho amigo, mas por não saber falar tão bem, lutaria comigo? - E, afastando minha mão, desembainharia minha espada fazendo uma reverência metódia e respeitosa, curvando minha cabeça para frente no método mais asiático que se possa imaginar. Eu sei, pouco comum, certo? Mas ser criado num mosteiro me ensinou a viver nessa espécie de área cinza entre a minha marra natural e o respeito mútuo aprendido academicamente, o que é estranhamente bom.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Deixaria a lâmina da Ninja Ken horizontalmente estendida, para que fosse tocada pela lâmina do capitão em sinal de aceitação. Se isto ocorresse faria movimentos técnicos, rápidos, mas bem ensaiados e previsíveis tanto para esquivas quanto para bloqueios. O objetivo, naquela luta cerimonial, não era vencer, perder, ou nem mesmo demonstrar habilidade. Era unir almas com o capitão. Era transmitir-lhe aquilo que o íntimo de meu âmago queria dizer-lhe e não encontrava na literatura palavras ou rimas condizentes. Também esquivaria dos golpes de meu aliado de maneira precisa, rápida, mas respeitosa. Para muitos, seria como se dançasse com meu rival, mostrando-lhe passos que, se fossem executados com brutalidade, poderiam ser fatais; mas que, ao serem utilizados daquela maneira, eram, antiteticamente, apenas belos e calmos.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Entende, capitão? - Falaria, no meio de um dos meus golpes inofensivos - Não é o que as coisas parecem ser ; mas sim o que de verdade são - Completaria a rima, girando o corpo e dando uma espécie de pirueta acrobática - Eu não pedi para nascer negro, não pedi pela orfandade, pelo preconceito ou solidão; mas aceitei minha armadura de couro preto, e hoje sou tão forte quanto o próprio capitão - Voltaria fazendo um gesto com a ponta da espada que era muito mais um apontar de dedo do que, em si, uma estocada - Você é o coração que bate por trás dessa armadura de ursão, você é a mão que ataca e o ar que impulsiona o pulmão, você é o homem que tripula com esses homens, você é o nosso capitão. Não precisa sentir vergonha disso, não. Se agora eu, que serei o Rei dos Piratas um dia,  já te respeito... - Faria uma pausa, finalizando a luta e voltando a menear a cabeça, menos reverencial e mais amigo - ... Imagine quantos mais respeitarão?

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Esperava, de todo coração, que minhas atitudes tivessem o reflexo objetivado. Eu queria mostrar para o Capitão que aquilo que ele considerava como destrutivo e depreciador poderia ser, na verdade, uma bênção. Eu sei que muitos iriam pensar, em um primeiro momento, que a maneira certa seria tentar encontrar alguma forma de livrá-lo da sua couraça recém-adquirida; mas a minha filosofia de vida me propele a pensar fora da caixa. Me propulsiona a buscar o ângulo menos visto: A alternativa que é furtiva aos olhos dos normais.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Caso não obtivesse sucesso dessa forma, respiraria fundo e agradeceria todos ali antes de sair da embarcação. Eu iria dar as costas aos recém-aliados e apostar nas probabilidades de, vagueando pelo porto da famigerada Loguetown, encontrar novas oportunidades de atingir meus propósitos novinhos em folha.



OFF:
 

Objetivos na Aventura:
 

Ponto-Situação do Personagem:
 

____________________________________________________


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Aqui é Divine Tools, pô!!!:
 

Never Forget!:
 

ஜ۩۞۩ஜ
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kekzy
Tenente
Tenente
Kekzy

Créditos : 10
Warn : Rap God - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 06/11/2013
Idade : 21
Localização : Utopia - 7ª Rota

Rap God - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Rap God   Rap God - Página 4 EmptyQua 03 Maio 2017, 20:45

Narração


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Algumas emoções conflitantes passavam por Reyes ao ponderar sobre a situação do dito capitão. Não era algo que havia o desejado, mas como um infortúnio, não lhe cabia decidir que tipo de situações ruins aconteceriam ao transcorrer de sua vida.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Haviam coisas que não podiam ser expressas em palavras, ou se podiam, eram difíceis demais para algumas pessoas. Assim, tendo desembanhado suas armas, Reyes fazia a sua proposição. O capitão abaixava a cabeça, olhando para a sua arma. As suas mãos corriam para o cabo da katana, repousando nela, por um momento absorto. Logo, ele erguia a cabeça, sacando a arma e fazendo as devidas reverências. É claro, estava debilitado por sua visão e acostumando-se ao novo peso do objeto, que afetava tanto o seu equilíbrio quanto seu centro de gravidade, mas mesmo assim aceitava a oferta.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Só podia-se escutar os sons das ondas quebrando na costa e a moderada ventania litorânea. O capitão flexionava os joelhos, brandindo sua lâmina, sem dizer uma palavra, adotando a postura de um espadachim. A luta começava; a priori, parecia algo mais bruto, sem forma, com movimentos desconexos e deselegantes. No entanto, a medida que lutavam, também entravam em sintonia; os passos ficavam mais curtos e rítmicos, com alguma perfeição, ditados com maestria pelos dois; os golpes tornavam-se mais refinados e aprazíveis, cheios de técnica e ao seu tempo; ambos trocavam de lado peridiodicamente, em harmonia, desviando com elegância, como se fossem parte de uma obra de arte. Finalmente, as espadas se chocavam, dando o desfecho necessário e cada um recuava para o seu canto.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Reyes podia notar que em técnica o capitão não ficava para trás, assim como em força. Cada golpe que havia dado carregava certo ressentimento e frustração, mas ao passar da dança foram livrando-se das impurezas. Por fim, o homem olhava novamente para a sua katana, já embanhada — Reaper Reyes... eu sou grato - ele fazia uma reverência ao ninja. Depois, calou-se novamente, virando-se para o mar, pensativo.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Os tripulantes mantinham-se em silêncio, observadores. Todos contemplavam o capitão, que agora brandia a espada para os céus — Hoje aprendi uma lição valorosa, homens. Vim para Loguetown com desesperança; no fundo, queria que tudo acabasse aqui. Seria um bom local para terminar a minha jornada, a cidade do fim... Abasteçam o navio e afiem suas armas, partiremos para a Grand Line em breve! - o capitão proclamava.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Atrás de Reyes, um dos homens falava — É a cidade do começo e do fim, o que implicaria dizer que se quer começamos a nossa verdadeira aventura - os homens desatavam-se a rir — Atirem-se ao mar! - o capitão apontava a lâmina para eles, furioso, mas eles continuavam a rir, fazendo-o dar uma voadora em um de seus homens.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Apesar de tudo, parecia uma boa tripulação, que se dava estranhamente bem. O médico, um homem de cabelos loiros, com uma roupa social elegante sob um colete azul aproximava-se de Reyes, enquanto apreciava a confusão entre os membros — Fazia tempo que não os via animados assim, obrigado por restaurar o clima do navio, isto deve bastar por agora - o homem ia até a borda-falsa da escuna, ensinuando para Reaper o acompanhar — Pode não parecer, mas o capitão é um homem famoso nestes mares, ele não o disse, mas também tem pretensões a se tornar o rei dos piratas, então creio que devemos nos encontrar novamente pelos mares... - ele segurava um pequeno pedaço de papel enrolado, botando para o lado do pirata — Esta é uma cópia, quero que fique com ela. Sei que não foi o que propus, mas você foi de grande ajuda - entregava-o o pergaminho — É melhor tomar cuidado por aqui, pelo que Roy nos passou, a marinha está frenética em sua procura, pois sabe que deve passar por aqui - advertia.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]O caminho para explorar a ilha estava livre. A cidade do começo e do fim. Haviam muitas coisas a se ver e aventuras para encontrar, apenas o local certo precisava se encontrar.


Off

Spoiler:
 

Orientações
* Indicar no post ao usar vantagens/habilidades - exceto as inatas.






[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]  | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Skyblazer
Soldado
Soldado
Skyblazer

Créditos : 13
Warn : Rap God - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 28/04/2014
Idade : 28
Localização : Lvneel - North Blue

Rap God - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Rap God   Rap God - Página 4 EmptyQui 04 Maio 2017, 00:05


Treinamento de Perícias - Armadilhas


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Enquanto fugíamos da agora movimentada Conomi, um gentil médico veio tratar os ferimentos das balas de raspão que tomei durante a escapada. Ele parecia um cara deveras camarada e, enquanto conversávamos durante a aplicação dos curativos, ele acabou deixando escapar que, dentre as várias funções que ele tinha naquela tripulação, uma das que ele mais estimava era a de manter todos seguros.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Aquela foi uma deixa curiosa, e logo perguntei o que ele querida dizer. Virando para mim com um singelo sorriso em lábios, ele foi paulatinamente me explicando que seu pai, há muito tempo atrás, lhe ensinou a arte de ser um Armadilheiro. Leigo e curioso, eu tive que rimar, lhe indagando diretamente sobre o que exatamente significava aquilo. As as palavras que vieram a seguir foram ouvidas por um Eu um tanto quanto abobalhado e, sem saber sabendo, já completamente apaixonado por aquela arte milenar.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Armadilhas, meu caro Reyes, são artefatos ou táticas milenarmente conhecidos, utilizados para prender, capturar ou causar qualquer tipo de dano a qualquer tipo de coisa - Ele falou, pigarreando alto e assumindo um tom de professor que eu não me recordava de ter-lhe pedido. Logo, continuou - Os objetos utilizados podem ser mais elaborados, como gaiolas e mordeduras de metal; até coisas mais simplórias e rústicas como pauzinhos segurando caixotes. Tudo depende de que tipo de uso você dará à sua armadilha; sendo que caça e segurança são os mais comuns.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]A esse ponto da conversa, eu já havia largado minhas ninjaken de lado e sentado de maneira academicamente disciplinada em sua frente. Apoiado e com os joelhos flexionados, meus ouvidos sorviam cada palavra dita como se fosse uma verdadeira lição para a vida. Ele prosseguiu - Geralmente as armadilhas são construídas, mas existem também armadilhas naturais que podem ser utilizadas. Lembre-se: Ser um armadilheiro é muito mais do que apenas saber construir objetos que proporcionam segurança, mas, é, sobretudo, saber lidar com o psicológico da presa que se quer capturar, ou do invasor que deseja barrar.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Bom, acho que é desnecessário dizer aqui que eu sabia muito bem o que era uma armadilha, e que eu tinha boas noções do que ele falava até agora. Talvez, no entanto, algo em meu semblante tenha denunciado esse ar de sabichão; pois logo em seguida ele se levantou me dizendo - Hmm, acho que em algumas artes milenares não é bem preciso reinventar a roda para que se seja efetivo; mas pelo que estou vendo você esperava que eu fosse contar algo inusitado e raro, né verdade? Bom... Eu posso não ter nada para exatamente falar de inovador sobre uma armadilha, mas que tal tirarmos essa sua bunda negra do chão e te ensinarmos a como fazer uma apropriadamente?

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Não deu pra segurar o brilho no olho; ironicamente aparecendo milésimos após eu ter começado a entrar em um estado de início de tédio. As costas do médico sumiram quando ele se pôs a descer na embarcação e, quando voltou, ele trazia em mãos um punhado de arames, um sino, uma corda e algus estrepes. De início eu imaginei que ele fosse me ensinar um uso para cada um dos utensílios apresentados; mas logo em seguida eu descobri que não. Ele explicou:

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]A armadilha ideal é aquela que faz algo simples, com perfeição. Uma vez que você tenha entendido esse princípio, terá entendido a alma que existe por trás de cada armadilheiro que ama seu ofício - Ele terminou de falar me chamando com um gesto de sua mão para me mostrar o passo a passo do que estava fazendo - O que vamos fazer aqui é um mecanismo completo que geralmente uso quando a tripulação acampa em terra firme. Basicamente uso os arames para criar um perímetro quadriculado. Ao serem tocados com certa força, como pisados por exemplo, eles acionam o sino para nos alertar e ativam os diversos laços que eu espalho em sua extensão; assim é possível capturar múltiplos inimigos. Os estrepes são apenas uma medida de segurança, visto que caso exista outro armadilheiro nas linhas inimigas, ele pode vir a detectar os arames mesmo camuflados e avisar seus comparsas.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Ele respirava entre frases, o coração nitidamente colocado em cada ensinamento. Meu senso de dever gritou alto que eu precisava honrar o homem aprendendo o que ele tinha a me ensinar; então eu me concentrei ao máximo quando ele começou a montar o perímetro ali, na parte mais espaçosa e ampla do navio mesmo. É claro que, infelizmente, não pude acompanhar todos os tipos de nós e engenhocagem conectadas que ele fez logo assim, de cara. Mas, em um primeiro momento, tinha entendido bem a premissa de utilizar os estrepes na região mais interior do perímetro como salvaguarda e método anti-erros.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Após montar a área, ele quis me mostrar seu funcionamento. Tirou a própria bota e arremessou no arame que estava retinho por conta da tensão aplicada em cada amarra. O arame curvou, balançando o mecanismo do sino fazendo ele girar badalando alto. Em seguida todos os laços subiram pela parte do mastro que ele usou para simular um galho; rápidos como a luz. Aquela era, de longe, a maior lição que estava recebendo desde que saí dos laços com meu mestre. Me pus, então, a eu mesmo puxar cada laço para o chão e segurar o sino de perto para que ele parasse com aquele barulho infernal, e só aí meu cérebro começou a juntar todas as peças do quebra-cabeças.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]O sino era enrolado por várias voltas da corda. Assim, quando alguém pisava, um pequeno pino que prendia essas voltas saia do lugar e a corda puxava para cima; fazendo o sino rodar louco. Era necessária uma superfície parecida com um guidon de bicicleta para aquilo ser efetivo, mas com árvores e coisas assim não era algo tão difícil de se ter. O legal era a economia! Esse mesmo mecanismo era aquele utilizado para fazer os laços subirem, ou seja, o próprio peso e a eventual luta para se soltar dos laços intensificava ainda mais o alerta do engenho. Simplesmente fantástico!

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Após duas horas inteiras, consegui re-armar a armadilha; agora com um pouco mais de noção de como cada coisa funcionava. O balançar do navio não ajudava, e a demora da viagem também não, mas o Médico me instruiu para que eu desfizesse nó por nó daquele grande complexo; sem pressa, estudando de maneira reversa como deveria fazer para conseguir atingir o mesmo resultado. Enquanto isso, ele apenas sentou e pegou uma garrafa de sakê; pois acredito que é óbvio que não iria ser algo exatamente rápido.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Desatei primeiro os nós que conectavam os laços, identificando que eram laçadas simples, afixadas com nós de marinheiro. Não seria algo problemático de se fazer porcamente, mas caso eu quisesse uma base confiável precisaria treinar um pouco. Sendo assim, após cada nó desamarrado eu fui re-amarrando lentamente, comparando sempre meu resultado com o que se parecia quando eu peguei pela primeira vez no setor. Assim, progressivamente, os nós crus e desajeitados foram tomando forma e se tornando firmes. Os dedos e as mãos estavam começando a arder, antevendo calos, mas dentro do devido tempo finalmente eu consegui simular com alguma qualidade o trabalho de meu mestre.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Para testar, coloquei um pé no laço e com o outro pisei no arame. Como que tragado por um furacão, eu vi o mundo ficar de ponta-cabeça e, rapidamente, estava balançando segurado pelo tornozelho há 02 metros do chão. Primeira etapa concluída! Mas o estranho é que o sino não tinha feito barulho algum.
Após alguma ajuda (e algumas risadas do meu mais novo mestre), eu estava de volta ao chão e corri logo para ver o mecanismo do sino. De cara não consegui entender porque não havia acontecido a ativação de maneira normal, então me sentei ali e matutei. Após alguns minutos mexendo no pino, finalmente tive o insight que demonstrou meu erro! O ferro tinha que estar posicionado de forma tal que o arame o removesse quando fosse para frente, ou seja, quando servisse de resistência para um passo! Da forma que eu tinha feito, ele apenas sairia se alguém pisasse no gatilho, ou seja, se fosse alvo de um movimento de cima para baixo. Sorrindo, compartilhei com meu professor a minha descoberta e, com um ligeiro aceno de cabeça, ele confirmou meu palpite.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Cuidadosamente eu realinhei os arames e o pino para que atendessem a nova demanda e, com mais um teste, agora eu conseguia não apenas ficar preso como gerar um barulho infernal! De cabeça para baixo eu havia percebido que o aprendizado daquela arte, por mais simples que fosse, não podia ser subestimado de maneira alguma; e que era algo que não se podia jamais ser feito com desatenção. Usando a Ninja-ken, cortei a corda que prendia o meu tornozelo e aterrisei de pé, reunindo o material e finalizando o aprendizado dos princípios básicos munido de alguma frustração pelas falhas, uma boa quantidade de suór e, principalmente, muito respeito por aqueles que dedicavam a vida à manutenção da segurança dos seus aliados; bem como da caça aos seus inimigos.


-x-  Fim do Treinamento de perícia -x-


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.] Com o pergaminho em mãos, dizer que não havia uma fagulha de curiosidade vagueando pela minha mente seria apenas tentar mentir para mim mesmo. Então o desenrolei e abri, lendo-o da melhor maneira que, para mim, fosse possível. Guardaria-o bem junto de si, logo após saciar minhas dúvidas.


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Era notável que havia, no tom de voz do médico, um ar de despedida; o que era estranho já que ele me pediu para ajudar no caso do Capitão e, do meu ponto de vista, eu o tinha ajudado. Okay, ele ainda estava usando um capacete gigantesco de Urso - O que era deveras engraçado - Mas já imaginou você ter que lutar contra um urso de pelúcia extremamente forte como ele parecia ser? Pelo que me consta, isso seria ainda mais amedrontador e assustador do que qualquer monstro do mar. Infelizmente, eles pareciam não aceitar minha forma de dizer que o mais correto era cessar pela busca de como remover aquilo e, ao invés disso, abraçar a nova identidade. De toda forma, eles eram caras realmente divertidos e os guardaria em muito boa conta, no lado esquerdo do peito.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Antes de descer da embarcação, faria algumas coisas básicas. A primeira delas seria me livrar de qualquer resquício que ainda pudesse estar trajando do uniforme da marinha; e logo em seguida vestir minhas roupas tradicionais. A segunda seria meio que uma percepção causada por isso - Preciso estar em constante mudança, agora sou um homem procurado... Tsc - E já começaria a raciocinar sobre quais métodos utilizaria para conseguir uma efetiva troca de roupas.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Como que clareado por uma idéia simples, concluía - Bom, agora eu sou um fora da lei. Isso deve trazer alguma vantagem, de alguma forma... - E matutava enquanto saltava da embarcação rumo ao porto, acenando um adeus sem virar os olhos para o barco, de costas mesmo. Partindo desse princípio, eu iria caminhar à esmo por alguns instantes ali na região portuária, estudando meus arredores e evitando ao máximo patrulhas Marines que pudessem existir; sempre utilizando-me de minha furtividade para encontrar locais que favorecem a minha mistura na multidão.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Quando - Ou se - Encontrasse alguém destacado de grupos e amontoados de pessoas, o abordaria - Eaí senhor, uma informação por favor? Aww Yeah! Saberia onde posso conseguir umas paradas baratas e legais pra vestir? - Daria preferência a pessoas que parecessem ser mais desligadas e menos antenadas do mundo, como camponeses ou agricultores. Em suma, gente simplória - Quanto menos gente esperta e atualizada eu tiver que lidar, melhor.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Se obtivesse indicações, iria me locomover utilizando as coordenadas adquiridas, buscando a loja. Durante todo o percurso manteria minha precaução e cuidados acima mencionados. Se encontrasse o local, entraria normalmente sem alardes e perguntaria ao vendedor que primeiro se aproximasse - Olá, amigão; não vou roubar muito do teu tempo não! Pode me mostrar um sobretudo assim, pretão? Com capuz, camiseta e o seu mais bolado coturnão?




OFF:
 

Objetivos na Aventura:
 

Ponto-Situação do Personagem:
 

____________________________________________________


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Aqui é Divine Tools, pô!!!:
 

Never Forget!:
 

ஜ۩۞۩ஜ


Última edição por Sky em Ter 09 Maio 2017, 02:33, editado 3 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kekzy
Tenente
Tenente
Kekzy

Créditos : 10
Warn : Rap God - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 06/11/2013
Idade : 21
Localização : Utopia - 7ª Rota

Rap God - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Rap God   Rap God - Página 4 EmptySex 05 Maio 2017, 20:03

Narração


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]O papiro era aberto, mostrando uma série de desenhos e signos que Reyes não compreendia. Pouco sabia de geografia, o que conseguia compreender era que aquilo era um mapa. Por estar escrito no devido local, sabia também que o item o guiaria para a Grand Line, mas só.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Reaper sentia uma sensação estranha, talvez fosse os efeitos da turbulência que havia passado há pouco, mas o médico estava grato por sua ajuda. Agora, iriam adiantar alguns afazeres, deixando Reyes livre para explorar a ilha. No entanto, caso fosse de sua vontade, ele era bem-vindo no navio, podendo partir para a Grand Line em breve.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Largando para trás as suas roupas de marinheiro, o seu traje original voltava a ser vestido, deixando-o a caráter. Aquelas roupas o haviam servido bem, mas já não eram mais necessárias; do contrário, seria mais facilmente identificado daquela maneira, podendo se meter em mais confusões que o necessário.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]O bando havia abarcado em uma região mais isolada, uma vez que o porto era demasiado perigoso. Reyes divagava pelo litoral, despedindo-se da tripulação — Nos encontraremos na Grand Line! Ou, se quiser, nos procure antes do fim do dia aqui no mesmo local! - os membros gritavam. Tinham tornado-se bons companheiros, afinal.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Por fim, um tempo depois, o pirata chegava na temida região portuária. Tanto por ser um local com constantes conflitos, que eclodiam diariamente, como pela rígida patrulha que se estabelecia ali. Para fins de verdade, mais marinheiros encontravam-se presentes no porto, pois assim os foi ordenado após os eventos da noite anterior. A marinha sabia que Reyes devia passar pela ilha, aumentando a vigilância, pois seus atos haviam incomodado profundamente os superiores.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Era arriscado estar ali, mas o ninja conseguia manter-se discreto, usando do fluxo de pessoas para locomover-se sem ser percebido com maestria. No entanto, ele atraía alguns olhares, fazendo alguns indivíduos tomarem distância por motivos que ele não distinguia com precisão.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Com perspicácia, Reyes procurava informar-se com aqueles que pareciam mais alheios ao mundo. Todavia, estava em um porto, a ilha era majoritariamente composta por cidade, não encontrando as pessoas a princípio desejadas por ele. Haviam algumas pessoas simples, mas eram exatamente essas que passavam parte do dia em suas casas e que haviam visto a transmissão. Afinal, o rosto de Reyes estava bem claro e recente nas memórias das pessoas e ele era notícia em toda a cidade — SOCORRO! ELE ESTÁ AQUI! É ELE! O ASSASSINO QUE MATOU O MARINHEIRO NAQUELA TRANSMISSÃO! - o grito ecoou e logo um grande silêncio se fez. Em seguida, uma frota inteira de marinheiros, tantos que Reyes não podia contar naquela hora, começou a correr em sua direção.



Off

Spoiler:
 

Orientações
* Indicar no post ao usar vantagens/habilidades - exceto as inatas.






[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]  | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Skyblazer
Soldado
Soldado
Skyblazer

Créditos : 13
Warn : Rap God - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 28/04/2014
Idade : 28
Localização : Lvneel - North Blue

Rap God - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Rap God   Rap God - Página 4 EmptySex 05 Maio 2017, 21:26

~Leia abaixo~
Para o Avaliador:
 

Holy Shit

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Fodeu - Foi o único pensamento que, como um raio, irrompeu em minha mente naquele instante. O grito denunciador era a prova cabal de que muito provavelmente eu subestimei, em MUITO, a repercussão dos meus próprios atos. Dentro da minha cápsula de humildade, eu não esperava - Mesmo - Estar sendo tão procurado assim. Mas sabe o que é o pior? Eu não sei se fico triste ou feliz com isso.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Os fatos falavam por si só, e nesse momento eles gritavam em coro uníssono apenas uma coisa: CORRE NEGÃO! E eu, que não sou doido nem nada, obedeci fidedignamente. Utilizando-me dos transeuntes e civis, começaria a correr em zigue-zague, já abusando da minha velocidade e aceleração, por entre estes. Julgava que a Marinha não fosse deturpadamente idiota a ponto de abrir fogo em pleno dia contra mim, arriscando derramar sangue inocente no processo. Minha desabalada carreira, no entanto, não seria voltando para onde haviam atracado meus amigos piratas. Reaper Reyes JAMAIS levaria intencionalmente perigo à aliados seus, pois sou um Homem, e não um rato.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Outro motivo do porque dessa metáfora ser perfeita é que ratazanas correm para longe do que as ameaça, enquanto eu corro para o coração do perigo. Isso mesmo! Minha corrida seria rumo ao seio da cidade do início e do fim. Para as ruas mais centrais de Loguetown! Meu corpo moveria-se célere saindo do porto, evitando os obstáculos que encontrasse utilizando minhas técnicas ninja e acrobáticas, em uma imitação ao que fiz em Conomi. Correria por corrimões, saltaria caixotes, escorregaria por mesas e andaria lateralmente em paredes, tudo para ganhar distância de meus perseguidores. Assim que me fosse possível, entraria em algum beco ou ruela que se apresentasse; visando, ao fazer a brusca curva, começar a despistar os milicos. Permaneceria assim, fazendo curvas e entrando em becos, até que meu objetivo fosse alcançado ou encontrasse algo que me impedisse de prosseguir.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Se, porventura, entrasse em uma rua sem saída; ou se começasse a demorar demais para fazer com que meus algozes perdessem a minha trilha, teria a idéia de correr em direção ao encontro angular das duas paredes, saltando e chutando uma parede em direção a outra, subindo no local. Se houvessem coisas como canos, varais ou quaisquer reentrâncias que seja, as utilizaria abertamente para ajudar no processo acrobático de escalar em direção aos telhados. Telhados! Eles seriam a opção perfeita para ganhar uma visão panorâmica da coisa e bolar algum plano paliativo enquanto pensava em algo melhor.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Uma vez em situação de segurança, sentaria; me escondendo e utilizando o que pudesse como cobertura. Respiraria fundo e tentaria me manter calmo para raciocinar - Ok, eu ainda preciso urgentemente trocar de roupa; mas preciso conseguir ficar vivo antes... - E, com esse pensamento em mente, tiraria minha camiseta, amarrando-a na cabeça fazendo uma máscara ninja improvisada. Também removeria meu óculos e colocaria dentro de um dos bolsos do meu sobretudo - Bom, pelo que dizem por aqui existe todo tipo de gente; e eles não procuram por um maluco de brilhantes olhos vermelhos-sangue... Talvez seja o suficiente, por ora...

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Se estivesse em um telhado, agora ''disfarçado''; olharia pelas beiradas buscando alguma janela aberta, que contasse com uma varanda ou qualquer suporte que pudesse usar para pular, me segurar, e entrar. Optaria prioritariamente por janelas abertas, mas se encontrasse uma situação favorável para o salto, saltaria mesmo assim; me protegendo cruzando os braços antes do choque com o vidro e fazendo um rolamento para dentro do cômodo, já ficando em posição de combate, sacando as duas lâminas e estudando aonda havia pousado, pronto para me esquivar de ataques saltando acrobaticamente para as laterais enquanto redirecionaria as ofensivas usando a lâmina das minhas armas que, ao final, estariam apontadas para os presentes

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Parados! Ninguém precisa morrer! Me dêem uma roupa, um copo d'água, e uma coisa para comer. Não quero tocar o terror, então... Por favor? - As lâminas ameaçavam contrastando com a minha real vontade: A de não ter que machucar verdadeiramente ninguém.



OFF:
 

Objetivos na Aventura:
 

Ponto-Situação do Personagem:
 

____________________________________________________


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Aqui é Divine Tools, pô!!!:
 

Never Forget!:
 

ஜ۩۞۩ஜ


Última edição por Sky em Ter 09 Maio 2017, 02:33, editado 5 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kekzy
Tenente
Tenente
Kekzy

Créditos : 10
Warn : Rap God - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 06/11/2013
Idade : 21
Localização : Utopia - 7ª Rota

Rap God - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Rap God   Rap God - Página 4 EmptyDom 07 Maio 2017, 14:25

Narração


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Reconhecido o seu erro de subestimar os seus próprios atos ou a eficiência da marinha, Reyes deu-se a correr daquele enxame de marinheiros. Usava de forma ardil os civis, impedindo a marinha de abrir fogo contra ele, como planejado. Aliás, conseguia abrir cada vez mais distância dos perseguidores. O homem que era procurado por invadir uma construção ligada ao governo, trajando-se de marinheiro e sendo descoberto apenas após matar um dos soldados; um dos responsáveis por queimar o QG que se erguia em Conomi - a culpa recaiu sobre ele e usar de um civil reconhecido como refém. O homem que fugiu impune, até agora.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Rápido e esguio como um puma, o ninja usava de suas artimanhas para usufruir de tudo ao seu redor que lhe desse um pouco mais de vantagem. Becos e ruelas eram usados com maestria, despistando cada vez mais os marinheiros. Todavia, ele próprio tinha perdido o rastro deles. Teriam se separado ou continuavam juntos?

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Para atender essa necessidade, Reaper usava de suas habilidades acrobáticas para subir em um telhado, ganhando uma vantagem de visão. Lá encontrou refúgio, mas também não obteve demais informações dos marinheiros, senão um grupo de três soldados que passava por perto, já dando uma dica de como haviam se organizado. Se tivesse sido descuidado demais, teria sido prontamente identificado e cercado naquele telhado.


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Provido de alguns minutos para por os pensamentos em ordem, Reyes tentava disfarçar a sua real identidade, usando de sua camisa para cobrir seu rosto. Não o sabia se funcionaria, mas era o que tinha por agora. Destarte, procurava por um meio de adentrar em alguma residência. Pouco espaço era dado para ir do telhado até alguma possível entrada, apenas algumas protuberâncias da janela, de onde teria que pular.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Assim o fez, no entanto, uma das telhas escorregou, fazendo-o quase cair. Estilhaçou-se no chão em diversos pedaços, fazendo algum ruído. Rapidamente, Reyes apressou-se e jogou-se de vez contra a janela, que estava fechada a princípio. Ele se preparou para o impacto e o pouso, porém, ela logo se abria — Você escutou algum barulho, Umika-chAAAAAAAAAA!! - Reyes colidia de frente com o que parecia ser um panda, rolando no chão até bater a cabeça na perna da cama — UM PERVERTIIDOOOOO! - uma garota gritava.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]A mink panda pulava em cima de Reyes, antes dele se levantar, tentando imobilizá-lo — Corra, Umika-chan! Eu irei segurá-lo, nenhum hentai irá fazer nada a nós! - ela se esforçava.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Ao que parecia, não havia nada de água ou comida naquele local.

AVENTURA FINALIZADA

Citação :
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] escreveu:
Avaliação Sky

Perdas:

● 50.000 berries ok

Ganhos:

● Pericia Armadilha Negado - O aprendizado em si não foi ruim, mas foi somente utilizado um único tipo de armadilha, deixando o aprendizado incompleto.
● 2 Ninja-kens básicas da Loja - uma branca e outra preta, a primeira possui uma história e um mistério cingindo-a. ok
● Mapa da Grand Line ok
● Novo Grupo: Pirata – Recompensa 1.300.000 Berries ok

Relação de personagens:

● Player fará Ok

Exp: 7
EdC: 7

Localização: East Blue – Loguetown Ok

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Off

Spoiler:
 

Orientações
* Indicar no post ao usar vantagens/habilidades - exceto as inatas.




[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]  | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Rap God - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Rap God   Rap God - Página 4 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Rap God
Voltar ao Topo 
Página 4 de 4Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: East Blue :: Conomi Island-
Ir para: