One Piece RPG
Canção do Inverno XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Escuridão total sem estrelas
Canção do Inverno Emptypor DanJo Hoje à(s) 11:49

» Navegando por uma nova história. A revolução começa!
Canção do Inverno Emptypor Greny Hoje à(s) 10:41

» Art. 3 - Our memories
Canção do Inverno Emptypor Kenshin Himura Hoje à(s) 06:03

» Segundo ato: Revelação
Canção do Inverno Emptypor Padre Hoje à(s) 05:45

» Arco 1: Passagem pela ilha do riso
Canção do Inverno Emptypor Kenshin Himura Hoje à(s) 03:47

» O Sapo Mágico
Canção do Inverno Emptypor CaraxDD Hoje à(s) 02:45

» II - Growing Bonds
Canção do Inverno Emptypor War Hoje à(s) 01:35

» Sádica em construção
Canção do Inverno Emptypor Hanabi Hoje à(s) 01:16

» Unidos por um propósito menor
Canção do Inverno Emptypor Oni Ontem à(s) 23:06

» Corvus oculum corvi non eruit
Canção do Inverno Emptypor Fellippo Ontem à(s) 23:00

» Do ferro ao aço
Canção do Inverno Emptypor Vincent Ontem à(s) 22:54

» [Ficha] Fenrir Seawolf
Canção do Inverno Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 22:14

» Unidos por um propósito maior
Canção do Inverno Emptypor Milabbh Ontem à(s) 22:06

» Terminando assuntos inacabados
Canção do Inverno Emptypor Aokine Daiki Ontem à(s) 22:03

» Enuma Elish
Canção do Inverno Emptypor GM.Furry Ontem à(s) 21:56

» Seasons: Road to New World
Canção do Inverno Emptypor Volker Ontem à(s) 21:46

» [Mini] Am I really need do this?!
Canção do Inverno Emptypor Jinne Ontem à(s) 21:23

» Apresentação 5 ~ Falência Sensacionalista
Canção do Inverno Emptypor Licia Ontem à(s) 21:07

» Una Regazza Chiamata Pericolo
Canção do Inverno Emptypor Milabbh Ontem à(s) 21:00

» The Lost Boy
Canção do Inverno Emptypor tamerex12 Ontem à(s) 20:14



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 Canção do Inverno

Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 56
Warn : Canção do Inverno 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 26
Localização : 1ª Rota - Karakui

Canção do Inverno Empty
MensagemAssunto: Canção do Inverno   Canção do Inverno EmptyDom 25 Set 2016, 20:33

Canção do Inverno

Aqui ocorrerá a aventura do(a) civil Montgomery Koba. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Onikoroshi
Civil
Civil
Onikoroshi

Créditos : Zero
Warn : Canção do Inverno 10010
Masculino Data de inscrição : 28/08/2016
Idade : 38
Localização : Serra/ES

Canção do Inverno Empty
MensagemAssunto: Canção do Inverno   Canção do Inverno EmptySeg 03 Out 2016, 20:34

* Dez anos de treinamento pesado passam bem rápido se você está no meio do nada, sem mais nada para fazer e sem mais ninguém para te desviar a atenção *

Pensaria Koba naquela manhã, antes de tentar partir pela última vez da caverna que havia lhe servido de lar naqueles últimos anos. Desta vez para não voltar nunca mais. Ele acreditava que conseguiria se virar bem com o treinamento e conhecimento que tinha e improvisar o resto, se fosse necessário. Até mesmo por que não havia nada mais que pudesse aprender sozinho naquele lugar. Consigo só carregava as roupas do corpo. Sua ideia era chegar na cidade de Malkiham Island.

* Finalmente vou poder encontrar com aqueles velhos desgraçados e descobrir o motivo de tudo o que me aconteceu. *

Ele se sentia um pouco ansioso. Poderia finalmente colocar seus planos em ação? Sua ideia era bem simples: Primeiro, encontrar um de seus avôs e depois arrancar de um deles algumas respostas do por que haviam submetido ele e seus pais a tanto sofrimento; segundo, se vingar se fosse o caso. Tentaria encontrar a avó paterna em Logue Town. Talvez ela pudesse indicar um caminho onde encontraria suas respostas. Mas antes, precisava sair da ilha.

– Adeus e até nunca mais!

Koba não havia sequer chegado perto da cidade da ilha naqueles dez anos. Ele temia que se fosse até as regiões habitadas da ilha, a perseguição a qual fora submetido por tantos anos recomeçasse. Ele pretendia não se expor muito na cidade. Tentaria primeiramente circular com cuidado pelo lugar para identificar onde ficariam o porto, o bar e as lojas de armas e de suprimentos em geral.

* Talvez consiga sair da ilha sem muitos problemas se for cuidadoso o suficiente. *

Imaginou quase em voz alta enquanto tentava se aproximar da cidade. Pensou ainda que, se tivesse sorte, conseguiria trabalho em algum navio, em troca de carona até Logue Town ou alguma outra ilha mais próxima de lá.

* PENSAMENTOS *
- FALAS.


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Scarlight
Civil
Civil
Scarlight

Créditos : 15
Warn : Canção do Inverno 10010
Data de inscrição : 01/07/2016
Idade : 20

Canção do Inverno Empty
MensagemAssunto: Re: Canção do Inverno   Canção do Inverno EmptyQua 05 Out 2016, 14:09


Dez anos. Dez longos anos treinando, se fortificando, criando alguma resistência, haviam se passado. Não apenas para Montgomery Koba, mas para muitas outras pessoas. Para alguns - a minoria, pelo menos - havia passado muito rápido e não havia mudado quase que nada. Para a maioria, muita coisa havia ocorrido, muitas coisas haviam mudado o rumo de suas vidas, e outras nem tanto. Seja como for, Koba estava entre essas duas situações.
O rapaz treinou por 10 anos seguidos, isolado na floresta, morando numa caverna onde não havia a possibilidade de qualquer pessoa encontrar o local, visto que ficava numa parte mais fechada. Ele tinha 13 anos quando começou, e hoje está no auge de seus 23 anos. Muita coisa havia mudado, como o fato de seu crescimento. Já não era mais uma criança no início de sua puberdade, agora já era um jovem musculoso, alto, com feições mais desenvolvidas e não muito fofas, apesar de parecer inofensivo.

Esses 10 anos haviam feito muito bem para quem esteve treinando esse tempo todo, mas Koba estava isolado do mundo, provavelmente as coisas que ele conhecia a 10 anos atrás não são as mesmas que ele conhece hoje. É uma década inteira isolado e longe da sociedade, o que ele estava esperando? Que fosse tudo como era antes? Pelo menos a maior de suas preocupações estava resolvida, pois todas as mudanças em seu corpo faziam com que ele fosse alguém muito pouco reconhecível.

O rapaz carregava em seu corpo apenas seus roupas. Não possuía arma nenhuma, o que era um problema, já que para um ninja era quase que obrigatório ter armas e afins, pois ele precisava das mesmas para poder lutar de maneira correta, além de que ele precisaria logo arranjar algo para comer.
Despedindo-se da caverna onde morou por 10 anos de maneira um tanto rude, logo caminhou tranquilamente em direção à ilha. Os sons que ela emitia, tanto pelo farfalhar das folhas como pelo canto deleitoso dos pássaros que vivam lá era, de certa forma, acalmante.

Koba estava com sua imensa obsessão por encontrar logo sua família, mais em particular sua avó paterna, para saber o por que de terem feito o que fizeram com seus pais e com ele por toda uma vida. Era um desejo insaciável para descobrir e ficar a par de tudo o que havia ocorrido, e ele não iria desistir tão fácil. Com isso em mente, após meia hora caminhando, nem havia percebido que chegara a cidade.

Era praticamente um subúrbio gigantesco, casas com arquiteturas comuns, assim como pessoas que também parecendo muito comuns faziam o que poderiam fazer todos os dias. Não havia nada de muito interessante, além de que ninguém parecia estar ligando muito para ele. Suas vestimentas eram comuns, e a tonalidade de sua pele era mais ainda, visto que os raios solares que tocavam toda a ilha mal aqueciam as pessoas nela. O rapaz queria ir desesperadamente para Loguetown, mas para isso, precisaria encontrar um barco e alguém disposto a deixá-lo entrar neste barco. Ou somente se esconder de fininho e aguardar.

Logo, ele chegava ao porto da cidade. Não havia muito o que ver ali. Alguns navios com mercadorias estavam aportando, outros navios saíam, mas estavam longe da costa, era apenas possível vê-los ali, navegando nas calmas águas. Pessoas trabalhavam para carregar as mercadorias e afins, enquanto outras apenas observavam.

Não parecia haver nenhum navio que estava prestes a sair de Malkiham Island. Não pareciam ter nenhum destino, mas era bom que algum destes navios pudesse levá-lo a alguma outra ilha onde pudesse encontrar algum estação da Apple, com os zepelin a jato para que possa viajar até o East Blue, onde está a cidade de Loguetown, visto que Malkiham não oferecia serviços como este. E agora, o que faria Montgomery Koba? Será que todo aquele treinamento foi em vão? Poderia conversar com alguém, pedir alguma informação, talvez encontrar alguma arma, as vezes até tentar se esconder. Era muito tímido para poder perguntar para as pessoas o que está acontecendo, afinal...
Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Fala
Falas alheias
"Pensamento"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Onikoroshi
Civil
Civil
Onikoroshi

Créditos : Zero
Warn : Canção do Inverno 10010
Masculino Data de inscrição : 28/08/2016
Idade : 38
Localização : Serra/ES

Canção do Inverno Empty
MensagemAssunto: Re: Canção do Inverno   Canção do Inverno EmptyQua 05 Out 2016, 19:46

* Bem menor do que eu esperava, mas ainda assim impressionante... vamos ver o que eu consigo fazer agora. *

Koba estava um pouco surpreso com a cidade. Ele imaginava o lugar um tanto quanto diferente do que a realidade lhe mostrava. Mais surpreso ainda por perceber que as pessoas simplesmente o ignoravam.

* Bem melhor do que eu imaginei. Agora, vamos conseguir algum dinheiro. *

Ciente que o tempo era crucial, o ninja procurou encontrar alguém que pudesse empregá-lo mesmo que temporariamente. Sua intenção era conseguir algum dinheiro para comprar armas e suprimentos.

Ele tentaria se aproximar de um grupo de pessoas e perguntar (caso conseguisse) se eles saberiam de alguém contratando para serviços temporários ou se teriam o contato com algum armador do porto (que seria outra forma de conseguir algum emprego temporário). Com o dinheiro que Koba planejava comprar pelo menos duas kunais e alguns itens para preparar venenos – sua especialidade.

* Talvez eu consiga carona em algum desses barcos no momento que eles partirem da ilha. Quem sabe, se eu tiver mais sorte, consiga emprego como ajudante. *

* PENSAMENTOS *
- FALAS.




[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Off:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Scarlight
Civil
Civil
Scarlight

Créditos : 15
Warn : Canção do Inverno 10010
Data de inscrição : 01/07/2016
Idade : 20

Canção do Inverno Empty
MensagemAssunto: Re: Canção do Inverno   Canção do Inverno EmptyQui 06 Out 2016, 18:20


Enquanto Koba caminhava pelas ruas da cidade situada em Malkiham Island, uma ilha que foi ignorada pela Marine e pelo Governo Mundial (ou talvez simplesmente ainda não conseguiram instalar alguma base ali), ele se impressionava com o quanto a cidade havia crescido desde a última vez que esteve ali, antes de se isolar. Ainda era pequena como sempre, apesar de um leve crescimento, e realmente houveram várias mudanças ali. Mesmo assim, ainda esperava uma realidade diferente, um cenário diferente, esperava que com 10 anos fora a ilha poderia realmente crescer e sua cidade minúscula se tornar enorme e muito bem sucedida.

Deixando de lado as ilusões perfeitas e o sonho de uma ilha com uma hierarquia social horrível e um sistema falho, fora que não possuía nenhuma oportunidade interessante para poder fazer com que a mesma crescesse, Koba estava agora no porto observando todo aquele trabalho. Não era o maior porto existente, mas dava para ter certa noção do básico. Ele desejava algum dinheiro, talvez arranjar algum pequeno emprego carregando coisas e ajudando por um dia, as vezes até mesmo uma carona.

Infelizmente, sua timidez era o que mais atrapalhava o rapaz. Ele simplesmente travava ao tentar falar com outras pessoas, isso era um fato muito triste. Apenas estava pensando no talvez... talvez conseguisse uma carona, talvez um emprego... assim que se aproximou de um homem que parecia estar comandando um navio para descarregar algumas mercadorias de baixa qualidade, o mesmo olhou diretamente para ele.

Era um homem musculoso, alto, careca, usava uma camisa verde que estava suada, uma calça jeans surrada e botinas. Parecia ter cerca de 36 anos, talvez mais, talvez menos. Era careca, tinha sobrancelhas grossas e um bigode gigantesco, realmente muito impressionante. Tinha traços um tanto quanto duros, mas ao mesmo tempo pareciam ser aconchegantes, confortáveis, e olhos azuis muito claros, de forma que conseguiria encantar qualquer pessoa que quisesse com muita facilidade. Ficava encarando Koba, querendo saber o que o rapaz queria com ele, que estava simplesmente parado, sem dizer nada.

- O que foi, garoto? Quer alguma coisa? - Perguntou ele, por fim, após alguns minutos.

Ele ficava esperando o rapaz falar alguma coisa, e passados alguns segundos voltou a dar ordens para os carregadores dali mesmo, aos berros. Logo se afastaria para fazer alguma coisa. Se Koba não dissesse nada, iria perder a chance de tentar conseguir um emprego ou coisa do tipo. O que fazer agora?

Aparência facial do homem:
 

Histórico:
 




off: Você não precisa se preocupar com ações negadas. Fala assim, diga que vai fazer uma coisa e se não der certo tente outra coisa, e crie um plano para ambas caso alguma delas funcione. Ex: "Se tal coisa não desse muito certo, iria tentar isso. Se ele aceitasse minha proposta, iria acatar as ordens, se ele não quisesse nada, iria apenas embora". Ah, outra coisa, você precisa narrar pedindo por emprego, não espere que eu faça isso por você. Leve em conta que seu personagem tem a desvantagem "Tímido".

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Fala
Falas alheias
"Pensamento"


Última edição por Scarlight em Sex 07 Out 2016, 21:16, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Onikoroshi
Civil
Civil
Onikoroshi

Créditos : Zero
Warn : Canção do Inverno 10010
Masculino Data de inscrição : 28/08/2016
Idade : 38
Localização : Serra/ES

Canção do Inverno Empty
MensagemAssunto: Re: Canção do Inverno   Canção do Inverno EmptyQui 06 Out 2016, 20:52

- O que foi, garoto? Quer alguma coisa?

A pergunta do homem que parecia ser o capataz, faria o ninja ficar receoso, sem razão aparente.

- …

Olharia Koba, sem responder, no primeiro momento, à pergunta do homem de camisa verde. Sua falta o fez pensar:

* Droga! Eu continuo fazendo isso, mesmo depois de tanto tempo… isso tem que parar. *

- Sair da ilha! Eu preciso sair da ilha, posso trabalhar para pagar pela passagem...

Koba tentaria responder, se esforçando para fazê-lo, ao mesmo tempo em que olharia para o chão, tentando evitar os olhos do homem.

- Qualquer lugar vai servir.

Tentaria continuar, buscando forças para não deixar a voz sumir no processo.

* Incorrigível... isso me prejudica mais do que deveria. *

O ninja esperaria alguma resposta do homem e tentaria responder mais alto se fosse necessário, mas sem mudar o que havia sido dito anteriormente.



* PENSAMENTOS *
- FALAS.
– FALAS DE OUTROS PERSONAGENS.





[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Scarlight
Civil
Civil
Scarlight

Créditos : 15
Warn : Canção do Inverno 10010
Data de inscrição : 01/07/2016
Idade : 20

Canção do Inverno Empty
MensagemAssunto: Re: Canção do Inverno   Canção do Inverno EmptySex 07 Out 2016, 21:16


O homem fez sua pergunta, estava apenas interrogando o rapaz de maneira muito cautelosa. Ele parecia simplesmente ter travado novamente. Não parecia estar apressando o rapaz nem nada parecido, estava apenas observando-o, aguardando falar. O que recebeu foi apenas o silêncio.

Ele então voltou para poder observar o resto do trabalho que seus trabalhadores estavam executando. Não parecia muito preocupado. Tinha mais o que fazer do que ficar aguardando o ninja falar alguma coisa, e além disso, não tinha tempo para o silêncio, precisava se apressar para poder fazer todas as cargas e descargas na ilha até o fim do dia, pelo menos.

Koba estava simplesmente pensando em como ele estava sendo um idiota por ficar ali, parado, apenas olhando para ohomem e não conseguindo dizer nada. Não era que ele queria fazer com que o careca perdesse tempo, ele apenas estava muito constrangido, envergonhado talvez, para que pudesse falar alguma coisa. Foi quando simplesmente criou coragem e soltou o verbo, dizendo que queria realmente um emprego.

O homem de olhos azuis, bigode volumoso, careca brilhante e camisa verde virou seu olhar para ele pareceu estar um tanto quanto contente. Será que ele esperava que o rapaz perguntasse isso para ele de alguma maneira? Seja como for, o pai de família olhou o rapaz de cima abaixo, analisando seu corpo detalhadamente, enquanto coçava o volumoso bigode.

- Bem, eu não sei muito bem onde você poderia trabalhar - Dizia, um pouco pensativo.

Era verdade. A maioria dos homens ali trabalhando eram muito musculosos, num nível superior ao do jovem Montgomery, mas ele simplesmente não iria desistir. Apesar de sua enorme timidez, tentou persuadir o homem para que o mesmo pudesse lhe arranjar um trabalho, falando que poderia trabalhar em qualquer lugar. O careca de bigode ficou um pouco corado.

- B-bem, você pode fazer um favor para mim e levar esse carregamento de armas até a loja. E eu estou de olho em você! - Dizia, parecendo autoritário - A propósito, pode me chamar de Joe.

O maduro de olhos azuis então fez sinal para que Koba pudesse acompanhá-lo. Não demoraria muito para que ele chegasse em um local onde haviam várias caixas não muito grande e não muito pesadas para que ele pudesse levar até a loja de armas da cidade, a única ali naquele lugar, que parecia lucrar com o Clã Ant-Bullet.

- São 6 caixas, acho que você consegue levar 2 de cada vez... quando terminar, me avise e eu poderei lhe dar mais um trabalho! - Dizia o bigodudo.

Agora restaria a decisão de se concluir sobre o que ele deveria realmente fazer. Serão 3 viagens de ida e volta até a loja de armas local, e por ter passado uma década inteira fora da cidade, parecia que Koba não estava muito bem lembrado de onde era. Pelo visto, teria que procurar o lugar.

Histórico:
 




off: faça um bom post para poder encontrar o mercado, não deixarei com certa facilidade :q

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Fala
Falas alheias
"Pensamento"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Onikoroshi
Civil
Civil
Onikoroshi

Créditos : Zero
Warn : Canção do Inverno 10010
Masculino Data de inscrição : 28/08/2016
Idade : 38
Localização : Serra/ES

Canção do Inverno Empty
MensagemAssunto: Canção do Inverno   Canção do Inverno EmptySex 07 Out 2016, 23:25

– Bem, eu não sei muito bem onde você poderia trabalhar.

* Droga, deveria ter dito algo antes... *

Imaginou Koba, com um ar depressivo, antes que o homem pudesse continuar. Porém sentiu um fio de esperança quando o homem careca continuou:

– B-bem, você pode fazer um favor para mim e levar esse carregamento de armas até a loja. E eu estou de olho em você! - Dizia, parecendo autoritário - A propósito, pode me chamar de Joe.

– Claro, claro! Pode me chamar de Monty...

O ninja tentaria responder, logo após a apresentação do homem de bigodes e continuaria mentalmente:

* Isso! O destino sorriu para mim novamente. É melhor não abusar da sorte... vou tentar resolver esse lance o quanto antes, assim posso ter tempo de voltar à loja de armas depois e conseguir algumas coisinhas lá também. *

Koba já planejava o que faria com o possível pagamento quando o homem disse:

– São 6 caixas, acho que você consegue levar 2 de cada vez... quando terminar, me avise e eu poderei lhe dar mais um trabalho!

– Sim, senhor Joe! Agora mesmo! Basta me dizer qual é o nome da loja e a encontrarei.

Tentou responder rapidamente o jovem, enquanto fazia planos mentalmente de como encontrar a loja de armas, que ele parecia não se lembrar de onde ficava localizada. O Ninja tentaria se mover em direção das caixas, procurando fazer menção de que as recolheria para começar a tarefa solicitada.

* Humm... loja de armas, acho que vou ter que improvisar. De novo. Bom, não importa. Tenho trabalho a fazer. *

Imaginaria Koba, antes de pegar as primeiras duas caixas e procurar o rumo da cidade. Ele ainda imaginou que, se pudesse refazer o caminho por onde havia vindo da floresta, talvez, encontrasse a loja. Ou talvez encontrasse uma taverna ou bar onde poderia perguntar onde a loja se localiza, caso não conseguisse encontrar o caminho sozinho.

Dessa forma, assim que conseguisse pegar as duas primeiras caixas, Koba tentaria percorrer o caminho de volta, até o ponto onde pudesse localizar uma loja de armas. Ele estava ciente que a tarefa poderia não ser tão fácil quanto parecia, mas ainda assim, tentaria fazer, procurando por qualquer placa de identificação, vitrine ou movimentação que indicasse que no local funcionaria uma loja de armas. E como se tratava de uma loja de armas em uma ilha dominada por caçadores de recompensa, pensou que seria interessante começar a procurar nos prédios com as fachadas em melhor estado de conservação.

Caso, ainda assim, não conseguisse encontrar a loja de armas sozinho, procuraria por um bar ou taverna. Nesse segundo caso, tentaria verificar as condições do local sem entrar no estabelecimento. Ele tentaria verificar a situação antes de tomar qualquer decisão antes de prosseguir.


* PENSAMENTOS *
– FALAS.
– FALAS DE OUTROS PERSONAGENS.





[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Scarlight
Civil
Civil
Scarlight

Créditos : 15
Warn : Canção do Inverno 10010
Data de inscrição : 01/07/2016
Idade : 20

Canção do Inverno Empty
MensagemAssunto: Re: Canção do Inverno   Canção do Inverno EmptyTer 11 Out 2016, 15:20


O rapaz Koba parecia estar muito feliz em ter recebido um trabalho. Bom, qualquer coisa é melhor do que ficar vagabundando por aí e não saber se irá comer alguma coisa no dia de amanhã. Ao menos ele poderia garantir algum dinheiro com esse pouco trabalho, e assim pelo menos tentar garantir o que vem pela frente pois, afinal, o amanhã é uma esperança, nunca uma promessa.

Seja como for, o garoto ficou pensando em como poderia levar as caixas de um lado para o outro. Será que deveria improvisar e levar mais de uma caixa? E, afinal, onde ficava essa loja de armas onde o tal Joe havia falado? Ficava muito longe dali? Talvez bem próximo? Bom, não deve ser muito difícil saber, afinal, muitas pessoas de tal clã procuravam tal lugar. Seria melhor Montgomery Koba não pedir informação para pessoas erradas, como o Clã Ant-Bullet, talvez possam reconhecê-lo, de alguma maneira. Apesar disso, não poderão fazer nada, o rapaz não tinha uma recompensa pela sua cabeça... ainda.

Sendo assim, organizou-se e pegou 2 caixas para que pudesse levar primeiramente. Teria que fazer 6 viagens, 3 de ida até a loja e 3 de volta para pegar as caixas e saber seu próximo trabalho. Ao pegar as caixas, percebe-se que elas são muito pouco pesadas, mas é melhor tomar certo cuidado, algo pode vir a explodir. E seria realmente trágico se o rapaz chegasse a perder um braço, ou viesse a falecer em algum momento.

Enfim, Koba caminhava pelas ruas da cidade de Malkiham Island. Era uma cidade pequena comparada a floresta que havia nela, como fora observado antes. O zoológico deveria estar longe, apesar de que o garoto realmente não procurava um local assim. Caminhou por um tempo, virou algumas esquinas, e simplesmente nada de loja nenhuma, até que uma mulher passou pela rua. Seu marido parecia estar se desculpando, enquanto ela parecia nervosa.

- Por favor, Mary, é só um revólver qualquer! - Dizia o marido da mulher.
- Não é não! Essas coisas são perigosas! E mais, os Ant-Bullet protegem a gente sempre, sem mais armas!
- Mas a loja é logo virando a esquina! Tem muita coisa boa! - Respondia o marido, um tanto quanto desesperado.
- NÃO, ADALBERTO - Gritou Maria, pondo fim à discussão e deixando o homem encolhido em si mesmo.

Apesar da discussão que parecia um tanto quanto cômica de Maria e Adalberto, eles haviam dado uma informação importante para Koba. A loja era virando uma esquina de uma rua que o rapaz ainda não havia chegado até lá. Mas o que seria de Adalberto e Maria? Será que o homem iria comprar a arma escondido mesmo assim, fazendo com que seu casamento resultasse em um divórcio? Bom, certamente os problemas alheios não importam.

Seguindo até a loja de armas, o jovem Montgomery encontra uma loja feita de concreto, pintura branca, alguns barris do lado de fora em uma varanda de madeira, que não parecia ter teto algum. Provavelmente era algo decorativo do local. Seja como for, ao entrar pela porta simples de madeira, era possível ouvir um sino acima, tocando. A loja não parecia muito interessante. As prateleiras continham armas comuns, não em enormes quantidades, algumas caixas de munições. Seria um perigo se alguém resolvesse invadir o local, pegar uma arma e uma caixa de munições e sair atirando por aí. Por sorte, o clã Ant-Bullet protege a cidade.

Sendo assim, eis que surge um rapaz com cabelo preto, longo, vestindo algo como um poncho marrom, uma camisa vermelha, calças brancas, cinto de couro e botas de camurça. Ele parecia ser o dono do local, e logo que viu Koba, decidiu cumprimentá-lo.

- Bem vindo - Disse ele, um tanto quanto indiferente - O que procura?

Bastava agora Koba apresentar as armas para ele. Ele só precisava fazer aquilo, entregar, voltar mais duas vezes para dar o resto das armas para ele. E foi o que ele fez, e o rapaz logo abriu a encomenda.

- Ah sim, já estava na hora - Disse ele, enquanto olhava para o rapaz - Mas ainda faltam algumas caixas, certo?

Sim, era verdade, após a primeira, ainda faltam outras duas caixas, bastava Koba explicar o que havia acontecido. O rapaz guardou as armas e pegou alguma outra caixa embaixo do balcão.

- Ei, tenho essas há algum tempo, então em perfeito estado, mas ninguém tem interesse em comprar. O que acha dessas armas?

Ele logo colocou várias shurikens, senbons, kunais e ninjakens em cima do balcão. Ele estava oferecendo algo que parecia ser muito útil. O preço estava etiquetado em cada arma. Koba não era obrigado a comprar, mas era uma boa oportunidade para poder adiantar as coisas. O que fazer agora?
Armas disponíveis:
 

Aparência do vendedor:
 

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Fala
Falas alheias
"Pensamento"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Onikoroshi
Civil
Civil
Onikoroshi

Créditos : Zero
Warn : Canção do Inverno 10010
Masculino Data de inscrição : 28/08/2016
Idade : 38
Localização : Serra/ES

Canção do Inverno Empty
MensagemAssunto: Canção do Inverno   Canção do Inverno EmptyTer 11 Out 2016, 19:45

- Bem vindo. O que procura?

Ouviu Koba ao entrar na loja. Sem conseguir ao menos fazer menção de responder, ouviu em seguida:

- Ah sim, já estava na hora. Mas ainda faltam algumas caixas, certo?

Tentando ser mais rápido, para responder desta vez, o ninja fez sim com a cabeça, ao mesmo tempo em que procurava fazer força para que a sua timidez não o impedisse, nem o fizesse parecer estranho demais.

* Que sorte ter passado por aquele casal! Se não fosse por eles, acho que nunca iria encontrar esse lugar... agora é só agilizar que antes que o dia acabe posso estar longe dessa ilha e a caminho de algum outro lugar mais próximo de Logue Town. *

Imaginaria Koba, procurando pelo caminho da porta, mas antes mesmo que o jovem fizesse menção de sair da loja para buscar o restante das caixas, o ninja pode ouvir do rapaz, que aparentava ser dono do lugar:

- Ei, tenho essas há algum tempo, então em perfeito estado, mas ninguém tem interesse em comprar. O que acha dessas armas?

– Huh!?! Oh! É claro!.

Tentaria responder o ninja, ao mesmo tempo que procuraria se voltar para as armas, para analisá-las melhor:

* Hummm. Talvez se o pagamento pela entrega das armas for o suficiente, ou será que ele aceitaria a troca de alguma destas armas por um serviço qualquer? Só tem um jeito de descobrir. *

Com a ideia de realizar um escambo com o dono da loja, Koba tentaria (procurando não fazer contato visual com o homem, com a intenção de evitar que sua timidez o fizesse travar no momento da conversa):

– Eu tenho interesse na Ninjaken e nas Senbons, em especial. Contudo não tenho o dinheiro suficiente para comprá-las no momento. Se o senhor puder aguardar até o fim do dia, tenho certeza poderei retornar para adquiri-las, ou o senhor poderia me dar as armas em troca de algum serviço que precisa que seja feito. O que me diz?

* Será que vai colar? *

Imaginaria o ninja, enquanto continuaria tentando evitar contato visual com o dono da loja, ao mesmo tempo em que aguardaria uma resposta do homem, para assim retornar ao porto para fazer o translado das caixas restantes.

* PENSAMENTOS *
– FALAS.
– FALAS DE OUTROS PERSONAGENS.





[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Canção do Inverno Empty
MensagemAssunto: Re: Canção do Inverno   Canção do Inverno Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Canção do Inverno
Voltar ao Topo 
Página 1 de 7Ir à página : 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: North Blue :: Malkiham Island-
Ir para: