One Piece RPG
I - Murder Club XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» [MINI - Kani]
I - Murder Club Emptypor Makei Hoje à(s) 00:25

» 11º Capítulo - Cataclismo em Skypeia!
I - Murder Club Emptypor Yami Hoje à(s) 00:10

» As Raízes do Vigilante Lucífugo
I - Murder Club Emptypor Hisoka Ontem à(s) 23:41

» Onde terra e mar se encontram, o início da jornada!
I - Murder Club Emptypor CaraxDD Ontem à(s) 21:53

» [Mini-Aventura] - Oaridã.
I - Murder Club Emptypor Terasu Ontem à(s) 21:17

» [M.E.P]Toph
I - Murder Club Emptypor Toph Ontem à(s) 21:07

» Making Wonderful Land a Real Wonder
I - Murder Club Emptypor Achiles Ontem à(s) 21:05

» Apresentação 7 ~ Falência Premeditada
I - Murder Club Emptypor Furry Ontem à(s) 20:36

» Hinata Bijin
I - Murder Club Emptypor ADM.Noskire Ontem à(s) 20:30

» Cap 4: O Silêncio dos Inocentes
I - Murder Club Emptypor PepePepi Ontem à(s) 19:59

» X - Some Kind Of Monster
I - Murder Club Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 19:41

» Caçadoras Eternas: Pesar Crescente!
I - Murder Club Emptypor Alek Ontem à(s) 19:34

» [MINI-LEO GREYWOLF] O início
I - Murder Club Emptypor Mephisto Ontem à(s) 19:13

» nova aventura
I - Murder Club Emptypor duduzinx Ontem à(s) 18:54

» nova aventura
I - Murder Club Emptypor duduzinx Ontem à(s) 18:41

» [Mini-Saitoshiba] A Aventura está apenas começando
I - Murder Club Emptypor Saitoshiba Ontem à(s) 18:30

» I - Vós que entrais, abandonai toda a esperança
I - Murder Club Emptypor Achiles Ontem à(s) 18:10

» MINHA FICHA
I - Murder Club Emptypor Mephisto Ontem à(s) 18:06

» Mini - Casslol
I - Murder Club Emptypor casslol Ontem à(s) 17:36

» Right Punch, Left Punch!
I - Murder Club Emptypor Razard Ontem à(s) 12:04



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 I - Murder Club

Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2, 3 ... 10, 11, 12  Seguinte
AutorMensagem
Skÿller
Agente em Treinamento
Agente em Treinamento
Skÿller

Créditos : 24
Warn : I - Murder Club 10010
Masculino Data de inscrição : 10/08/2015
Idade : 25
Localização : Novidades em Breve

I - Murder Club Empty
MensagemAssunto: I - Murder Club   I - Murder Club EmptySab 03 Set 2016, 23:48

I - Murder Club

Aqui ocorrerá a aventura do Civil Nakigitsune Shiro. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

~Fala~
~Pensamento~

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Sabe por que caímos?
Para aprendermos a levantar.
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
yaTTo
Soldado
Soldado
yaTTo

Créditos : Zero
Warn : I - Murder Club 10010
Masculino Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 23

I - Murder Club Empty
MensagemAssunto: Re: I - Murder Club   I - Murder Club EmptySab 03 Set 2016, 23:49



Their Aspirations

O ninja abria seus olhos dourados, sua mão direita passava a frente dos mesmos evitando a claridade do mundo fora de suas pálpebras, levantava-se e se sentia um pouco tonto. - tsc - Não fazia muito tempo desde que tinha chegado em Shells Town, contudo o clima era definitivamente diferente de onde vinha, na ilha mink fazia bastante frio e seus pelos eram mais do que suficientes para cobrir seu corpo, contudo sentia-se como na borda de um vulcão, onde quer que estivesse, mesmo que fizesse frio ele ainda se sentia com calor, afinal de onde vinha a neve era uma parte da paisagem comumente vista todos os dias. Tocava em seus bolsos, apenas alguns trocados, ele sorria, sabia que não tinha trazido consigo muito dinheiro mas esperava que com aquele seria o suficiente para viver uma boa vida em busca de novas aventuras. Levantava-se, sentia-se inquieto desde a ultima noite, a razão eram pesadelos que o atormentava diariamente, o dia referente a noite das sombras em sua terra natal ainda o atormentava como se não tivessem passado todos aqueles anos, ficava serio, coçava sua cabeça e sua cauda mexia um pouco, a colocava para dentro de suas vestimentas.  

Não tinha consigo nenhuma kunai, esperava que elas não lhe faltassem por enquanto, planejava entrar na instituição que tinha maior semelhança com o exercito mink, a marinha, desde que tinha começado a conviver naquele mundo predominantemente humano tinha se deparado com não menos do que uma ou duas vezes homens de azul e branco que estampavam o símbolo azul em suas costas, ele teria que usar aquela mesma vestimenta? Não queria se desfazer de seu uniforme da academia militar, contudo o deixar de lado talvez fosse um dever a ser cumprido. Coçava sua cabeça, ainda estava um pouco tonto sobre o pesadelo, toda aquela fumaça e chamas ainda o faziam tremer, contudo não iria se abalar por pensamentos ruins, uma barreira mental não é nada mais do que isso, algo psicológico. Colocaria sua mascara, não gostava de que as pessoas o reconhecessem logo de cara como um mink, talvez não fosse tão odiado como um cabeça de peixe, porem o preconceito de alguns talvez pudessem ofuscar um caminho brilhante a sua frente.



Iria seguir por uma das ruas de Shells, desde que tinha chegado naquela ilha simplória vivia e dormia nas ruas, local onde conseguia informações de suas "crianças", mendigos de todos os tipos e idades, o governo com todas as suas regras podem achar que sabem de tudo, mal eles sabem que a informação das ruas é sempre a mais verdadeira. As coisas que sabia sobre aquele local eram o suficiente para iniciar sua jornada, tinha chegado a não mais do que uma semana e sabia um pouco sobre a cultura da região então não poderia se submeter a infligir sua própria em meio a algo já estabelecido. Iria ele em direção ao quartel general da marinha, suas mãos tremiam, não de medo como antes tivera, dessa vez estava animado, estava agitado e acima de tudo estava feliz. Chegando ao quartel ele iria procurar pelo primeiro guarda que conseguisse distinguir dentre as pessoas – Me chamo Shiro, Nakigitsune Shiro, desejo servir a marinha. - Falava de maneira firme a raposa, seus olhos afiados e semicerrados demonstravam confiança em suas palavras, ele não poderia fraquejar em nenhum momento ou a primeira impressão seria aquela que o marcaria para sempre.

Acompanhado ou sozinho ele iria seguir para a direção indicada, provavelmente o levariam para fazer registros administrativos, ele odiava aquilo e muitas vezes ignorava perdido em um mundo apenas dele, politicas e papeis que não fossem livros históricos não eram nada atrativos para o mesmo. Dirigindo-se a uma nova pessoa ele novamente se apresentaria e com um sorriso no rosto ele iria ouvir suas palavras com atenção.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Posts: 01
Localização: East Blue - Shells Town


Objetivos:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] l [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Última edição por yaTTo em Dom 04 Set 2016, 17:02, editado 5 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Alek
Pirata
Pirata
Alek

Créditos : 3
Warn : I - Murder Club 10010
Feminino Data de inscrição : 09/06/2013
Idade : 22
Localização : Penumbra - 5ª Rota

I - Murder Club Empty
MensagemAssunto: Re: I - Murder Club   I - Murder Club EmptyDom 04 Set 2016, 14:49





Mao L. Ima

"A Filha do Caos."



- Hmmmm...



Conseguia despertar-me aos poucos, trazendo minha mente à consciência enquanto que esticava vagarosamente os braços paralelamente ao tronco. Abriria os olhos aos poucos, levando a palma da mão destra ao rosto, cobrindo-o em defesa a qualquer possível iluminação que viesse a ser um incômodo em meu despertar.
Não conseguia lembrar de ter ido dormir na noite passada, as minhas vagas memórias do dia anterior se resumiam ao extensivo treino que vinha fazendo ao longo daqueles últimos dias, preparando-me e aperfeiçoando-me para entrar na Marinha.

"Você tava acabada, amiga. Eu apenas nos guiei até um canto qualquer, virei e dormi."

Falava a voz em minha mente, que parecia perceber minhas dúvidas. Por fim, apenas procuraria levantar-me de onde quer que eu estivesse, tateando em volta rapidamente, procurando por algum apoio fixo por perto, segurando-o e utilizando-o para alavancar-me para cima, pondo-me de pé. Ainda sentia uma certa tontura por ter acordado tão recentemente, mas provavelmente não era nada que viesse a persistir por muito tempo.

"Não esquece..." A outra Mao começava, mas eu sequer mudaria o semblante ao ouvi-la, afinal, parecer esquizofrênica falando sozinha era uma das coisas que eu menos desejava para aquela manhã. "... Você vai se alistar hoje... E eu sei que você está me ouvindo." Ela era, no fim das contas, um ótimo lembrete pessoal.

Já de pé, desferiria alguns tapinhas contra as vestes e a ajustaria em meu corpo. Pretendia estar pelo menos "apresentável" ao inscrever-me para o ingresso na Marinha. Com tudo pronto, não tardaria em partir em direção ao Quartel General, o qual provavelmente conseguiria alcançar pelos melhores caminhos, tendo em vista toda a minha experiência nas ruas daquela cidade.

"Espero que eles me aceitem... Eu treinei muito para isso."


"Relaxa, garota. Apesar de você não ter uma arma, muito provavelmente é a melhor atiradora que esses rapazes um dia verão."



Sorri. Não podia deixar de concordar com a outra. Eu vinha praticando e aperfeiçoando a minha precisão por muito tempo, e pretendia um dia ser tão boa quanto meu falecido tio, Wander Winterfell, que apesar de ter sido um pirata, fora o melhor atirador que eu já havia ouvido falar.

- Eu sou Mao di Lut Ima e pretendo ingressar na Marinha. Como faço?



Diria a algum oficial assim que chegasse ao Quartel General. Não pretendia se divertir muito naquela profissão, consequentemente manteria o meu rosto fechado, sorrindo apenas para a minha própria mente, que muito provavelmente era a única que conheceria a minha felicidade daquele momento em diante.






Objetivos:
 

____________________________________________________

I - Murder Club >
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


Falas da Mao
Falas da Aggy
Falas de Players Aliados
Falas de NPCs Aliados
Falas de Inimigos




RIP:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kenshin Himura
Comandante Revolucionário
Comandante Revolucionário
Kenshin Himura

Créditos : 26
Warn : I - Murder Club 10010
Masculino Data de inscrição : 22/04/2012
Idade : 24

I - Murder Club Empty
MensagemAssunto: Re: I - Murder Club   I - Murder Club EmptyTer 06 Set 2016, 05:25

Os primeiros passos!

Havia passado alguns dias desde a minha chegada em Shells Town, meu objetivo ali era claro, me alistar na marinha, mas não apenas me alistar sozinho, a alguns anos atrás havia feito a jura de me alistar junto da jovem garota que tinha um grande potencial militar, eu havia a ajudado treinar e agora finalmente o dia do alistamento havia retornado, mas a mesma não estava por perto, talvez ela já estivesse a caminho do QG, e como não conhecia a cidade só me restava seguir solo até o QG da marinha.

“Vamos lá, esperei dias até esse momento, não os deixarei desapontados! ” Pensava enquanto trilharia meu caminho pela cidade, e me recordando de histórias no qual os membros de minha família também trilharam exatamente os mesmos caminhos, anos e décadas e mais décadas atrás, e agora eu era mais um, mais um Vermillyon seguindo com um legado grandioso nas costas.

Assim iniciava a minha procura ao QG da marinha, enquanto andava pela cidade tentaria não chamar muita atenção, afinal eu era um estrangeiro em um lugar aonde nunca estive antes, meus status de nobre não serviam para basicamente nada ali, e além de tudo estava desarmado, não poderia arranjar confusão de maneira alguma. Caso eu não tenha encontrado o QG, eu chegaria calmamente até um morador local e perguntaria educadamente aonde ficaria o QG, caso fosse respondida eu sairia em direção indicada pela pessoa, mas caso essa pessoa não soubesse eu perguntaria a outra pessoa.

Se encontrasse o QG eu daria uma boa olhada nele, ali seria aonde tudo iniciaria, toda a minha carreira militar daria o primeiro ponta pé ali, prestaria bastante atenção ao meu redor, tentando identificar quem estava no local, e o que estavam fazendo, assim chegaria no marinheiro mais próximo e falaria. - Olá senhor (a), eu gostaria de saber aonde eu poderia me alistar? Caso me respondesse eu agradeceria e seguiria em direção do local indicado, mas caso não soubesse me falar, eu seguiria a dentro do QG atrás de saber aonde encontraria o local de alistamento, ou se conseguia avistar Mao em algum lugar do QG.

Assim que encontrasse o local certo seguiria sem cerimônias em direção a pessoa que estava fazendo os alistamentos, e assim começaria a falar. – Alucard Vermillyon se apresentando para o alistamento. Daria um pequeno sorriso simpático para a pessoa e voltaria a falar. – O que tenho de fazer para ser aceito senhor(a)? Assim prestaria atenção em tudo que o oficial falasse sobre o alistamento e o seguiria para onde o mesmo pedisse.
Histórico:
 

Off:
 

____________________________________________________

I - Murder Club >
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Sempre estarão comigo:
 

Voltar ao Topo Ir em baixo
https://www.onepiecerpg.com/t33737-cla-shadows-league
Wander
Pirata
Pirata
Wander

Créditos : 17
Warn : I - Murder Club 10010
Masculino Data de inscrição : 05/07/2013
Idade : 22
Localização : Não sei :D

I - Murder Club Empty
MensagemAssunto: Re: I - Murder Club   I - Murder Club EmptyTer 06 Set 2016, 14:03


Depois de uma longa viagem naquele navio, finalmente tive como pisar em um solo firme, ou quase isso. Se não bastasse o cansaço da viagem, meus pés afundavam na areia, fazendo-me cambalear a cada passo. Sorri, imaginando que se meus primeiros passos em busca do meu novo objetivo também seriam tortos como esses.

Ergueria meu olhar em um longo vislumbre da cidade, enquanto tentava deixar os novos ares preencherem meus pulmões. Deixaria o ar escapar em um suspiro e endireitaria minha postura, tentando esquecer o cansaço para seguir de vez até o meu destino, em busca de compensar meu tempo perdido. - POIS BEM, CHEGUEEEEEEEI! - Gritaria para o mar, transbordando empolgação em forma de um sorriso.

Nada como um sorriso para poder esquecer os problemas, visar o futuro e até mesmo conquistar umas gatinha. Com isso em mente, eu seguiria com passos apressados até a cidade e uma vez estando por lá eu andaria pelas ruas enquanto procurava encontrar por perto algum morador que estivesse de bobeira. Assim que avistasse um alvo, me aproximaria lenta e amigavelmente - Olá meu senhor(a), pode me indicar em quais direções posso encontrar um mercado e o Quartel General da marinha da ilha? - Estaria disposto a fazer essa pergunta a outros moradores, caso por algum motivo eu não recebesse uma resposta ou se fosse respondido por incompleto. Se eu esquecesse as instruções, não hesitaria em perguntar novamente a outras pessoas.

Quando eu obtivesse as informações, agradeceria a boa alma que tivesse me ajudado e em seguida iria primeiramente até o mercado. Embora eu estivesse empolgado para meu alistamento na marinha, a ansiedade gerada pelo grande período que fiquei sem fumar já começava a me dar agonia. Eu tinha que usar todo meu autocontrole para não ficar estressado nessa situação e acabar espantando a população.

- Pode me arranjar cigarros e um isqueiro? - Perguntaria ao comerciante quando chegasse no mercado. Esperaria pelos objetos para que eu pudesse pagar o preço por eles usando algumas das notas que me restavam.

Após essa passagem no mercado, finalmente iria até o QG da marinha. - Com licença, gostaria de me alistar na marinha, pode me indicar como posso fazer isso? - Questionaria isso a algum marinheiro que estivesse por lá e aguardaria minha resposta. Estava ansioso, não só por que eu finalmente ingressaria na instituição, mas também por que eu estava decidido a dar uma fumada apenas quando concluísse aquele assunto.

OBJETIVOS:

( ) Aprender Forja
( ) Fazer o Alistamento e uma missão
( ) DINHEIRO

____________________________________________________

Falas
Pensamentos
Esquizofrenia (Fantasia)

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] |[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

RIP:
 

Titulo Internacional:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Sylvanas
Narrador
Narrador
Sylvanas

Créditos : 7
Warn : I - Murder Club 10010
Masculino Data de inscrição : 04/05/2013
Idade : 102
Localização : Elbaf

I - Murder Club Empty
MensagemAssunto: Re: I - Murder Club   I - Murder Club EmptyQua 07 Set 2016, 19:43

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]



Marinha

Guerra, seria isso o que estava por vir? Ninguém sabia realmente o que acontecia na ilha de Shell's Town atualmente. No meio da noite em que quase toda a cidade dormia, enquanto a lua era dona dos céus e as estrelas somente faziam o papel de coadjuvante, cinco navios de guerra da marinha atracaram no porto, suas armas pesadas descarregadas, navios esses lotados de soldados, sargentos e outros homens, todos armados com espingardas e outros tipos de armas, abaixaram as pranchas e começaram a procurar locais para dormir e montar acampamentos. A ilha nunca tinha visto tantos marinheiros prontos para a batalha, a criminalidade era quase nula naquele dia pois a cada esquina havia um homem vestindo o branco e o azul que cintilavam sobre o sol. Não adiantava perguntar a eles o que estava acontecendo, pois nem eles sabiam, eles tinham vindo sob ordens de seus respectivos quarteis.

Em meio a toda essa bagunça, quatro jovens buscavam entrar na marinha, buscavam ser como todos aqueles soldados que um dia tinham decidido seguir este caminho. O quartel estava lotado de marinheiros, por sorte tinham uma boa administração e mesmo estando lotado, havia ainda algum espaço para que os jovens passassem por entre seus portões de olhos vigilantes a cada canto. E eles podiam se ver facilmente, pois eram os únicos ali sem uniformes ou sem vestir o terno e gravata típico dos poucos agentes que ali estavam. Alguns dos marinheiros mostravam seu poder somente com suas presenças, já outros, mantinham-se quietos por serem mais fracos.

Todos eles procuraram o local de alistamento, e foram indicados para irem até um grande marinheiro, quando digo grande eu quero dizer que ele possuía cinco metros somente, era um homem musculoso, de olhos verdes quase brancos e cabelos raspados, o mesmo se encontrava sentado no pátio meditando com seus olhos fechados.

Dos jovens que estavam o procurando, o primeiro a perguntar algo para o grande marinheiro era Alucard, um simples humano que possuía os olhos vermelhos e negros que chamavam a atenção de alguns. – Alucard Vermillyon se apresentando para o alistamento. - A voz de Alucard acordava o gigante de sua meditação, seus  olhos verdes iam de encontro ao garoto enquanto o espadachim voltava a falar. – O que tenho de fazer para ser aceito senhor? - O homem começava a falar, mas antes, começava a olhar em sua volta percebendo todos os jovens juntos. - Todos vão fazer o teste?... - Ele esperava  alguma resposta dos jovens e então continuava. - Ótimo, venham comigo... - Agora se levantando, ele começava a andar na direção de um grande armazém. - Primeiramente, gostaria de parabeniza-los pela escolha de se alistar... Mas antes de tudo, para vestirem o uniforme, precisarão passar por alguns testes... Estes que irão me permitir verificar alguns quesitos  que todo o soldado precisa ter.   - Enquanto falava, seus olhos perseguiam cada um dos novatos. - O primeiro teste, esse armazém não é limpo aparentemente a muito tempo, mas não importa. Com o número de soldados na ilha agora ele não servirá mais como armazém e sim como local para eles dormirem hoje. Portanto, quero que retirem todas as caixas dentro dele e depois o limpem. - As empregadas que estavam  começando a limpar também ouviam outras palavras do homem. - Obrigada senhoras, mas seus serviços não são mais necessários, podem descansar enquanto esses aqui fazem o trabalho. - Elas se aliviaram, pois era um armazém muito grande, que possuía dois andares. Estava muito empoeirado e cheio de teias de aranhas e talvez tivesse até alguns ratos lá, era um trabalho muito importante para os aspirantes a marinheiros. Enquanto fizessem qualquer coisa, os olhos do gigante estariam atentos.

Todos podiam perceber a movimentação la dentro, de curiosidade, excitação e apreensão ao mesmo tempo. Vários agentes e marinheiros andavam para fora e para dentro do quartel, alguns com mais homens em volta e outros não, tudo estava muito estranho hoje. Os Minks que se encontravam ali também ouviam com sua audição aguçada algumas vozes em alguns grupos de marinheiros. Falavam sobre guerra, mortes, honra e medo. Wander já possuía seu maço de cigarro e seu isqueiro, mas não sabia se seria possível fumar dentro do quartel.


Considerações:
 


____________________________________________________


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Aventuras:
 


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Voltar ao Topo Ir em baixo
yaTTo
Soldado
Soldado
yaTTo

Créditos : Zero
Warn : I - Murder Club 10010
Masculino Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 23

I - Murder Club Empty
MensagemAssunto: Re: I - Murder Club   I - Murder Club EmptyQua 07 Set 2016, 20:45



Nagai Nagai Yume no Naka no Utage

Quantas pessoas tinham ali? O mink ficava um pouco surpreso com o numero de soldados e agentes do governo que se faziam presente naquele QG, por acaso estávamos entrando em guerra com alguém? Não tinha ouvido nada daquilo nas ruas o gatuno, existia alguém com um bando tão poderoso a ponto de trazer toda aquela massa de pessoas para aquela pequena ilha - Não poderia ser... - Ele sorria, parecia entender um pouco o que estava acontecendo, se a marinha teme mais alguém do que os piratas só podiam ser eles – Revolucionários – não conseguia esconder, mesmo com aquela mascara, o incrível sorriso em seu rosto, ele estava animado para o que o esperava mais a frente, teria ele o prazer de enfrentar os foras da lei mais famosos do mundo? Suas mãos tremiam, tremiam de excitação. Chegava ao que parecia ser o homem que lidava com os novatos na marinha, ele não esperava por aquilo mas diante de si tinham ao todo, contando com o mesmo, quatro pessoas, quem diabos seriam esses novatos? - tsc – ele não gostava muito de trabalhar em equipe de fato, ainda mais pessoas tão diferentes, contudo alguém lhe chamava a atenção, um mink com chifres, fazia bastante tempo desde que ele tinha visto alguém de sua raça, mesmo que não de sua linhagem. - Ei vaca, de onde você veio? - O sorriso escondido por sua mascara novamente se fazia presente.



Prestava atenção na mulher, ela tinha uma aparência de no mínimo incomum para a mesma, todas as minks do sexo feminino tinham um odor especial, ela não demonstrava nada daquilo, aquilo era realmente uma mulher com um vestido? Ele se questionava por alguns instantes antes de receber suas ordens para ir em direção ao galpão. Quando no futuro desejava por encontrar aventuras e grandes diversões, por nenhum instante pensou que deveria cuidar dos trabalhos domésticos que a mulheres já o faziam a pouco, provavelmente aquilo era um tipo de rotina para aqueles que estavam adentrando na marinha, estava mais para um trote, porem aquela talvez fosse sua chance de demonstrar serviço, um papel de liderança entre todos aqueles presentes e para o homem de altura elevada seu valor. - Bem, acho que nenhum de nós desejava por fazer isso certo? - A raposa observava a reação dos presentes, o mink de chifres provavelmente não se importaria, eles sempre são encarregados de fazer os trabalhos mundanos em todo o canto, certo? Era assim em sua ilha, ele achava que seria aplicado a todos no mundo. Contudo o que ele mais desejava não encontrar entre eles seria aquele homem de aparência singular, tinha todo uma postura nobre, pessoas desse tipo não gostavam de trabalhar, apenas dar ordens, a raposa odiava aquilo, mesmo que não gostasse nada de ter que fazer esforço, ainda dava valor para aqueles que gostavam do sabor de uma boa luta.

- Se seguirem meus direcionamentos durante esta tarefa, eu garanto que teremos uma vitoria perfeita. - Ele sorria, fazia gesticulações com os braços e tentava demonstrar total apoio e compreensão para com os presentes, uma total mentira, contava os segundos para se livrar daquele povo, afinal seu lugar não era ali, ele desejava ir para a Grand Line, onde os verdadeiros guerreiros estão, não iria apodrecer em uma ilha de um blue qualquer. - Vamos fazer o seguinte, primeiro tiramos as caixas que estão de fato dentro e as jogamos empilhadas no lado de fora, em um local que não chame muita atenção para não estragar a circulação para este local. - Apontaria ele para as laterais do galpão, provavelmente seriam um local perfeito para isso. - Depois de retirar tudo pegamos os materiais de limpeza e nos dividimos pela metade, cada dupla com um andar, assim acabaremos mais rápido. - Dessa vez ele apontava para os materiais e para os andares. Gesticular para com aqueles de menor sabedoria demonstrava-se eficiente, ele acreditava naquilo. - Por fim dividimos cada andar pela metade e cada um limpa sua metade, alguma sugestão? - Terminava a raposa demonstrando estar ouvindo as vozes e opiniões dos demais membros, lideres tem que saber ouvir também.  

Com a aprovação dos membros daquele grupo ele ajeitava suas luvas, as guardava dentro de um de seus bolsos e iria procurar por luvas de serviço, apesar de suas luvas serem de fato uteis contra a sujeira, ele desejava algo mais resistente para lidar com aquelas caixas, caso não achasse ele usuária as suas de fato, mesmo não gostando. Iria procurar pelas caixas que conseguisse carregar, sua aparência magrela não mentia sobre sua força, não era muito forte, porem não era um homem sem força, ele iria demonstrar isso, mesmo que com esforço. Após todos moverem as caixas era hora da limpeza, iria ficar no primeiro andar, caso visse qualquer pessoa de onde estava ele iria simplesmente acenar com um sorriso. Pegaria ele um pano e com água e sabão ele iria começar a limpar - Façam como estou fazendo, é provavelmente a forma mais rápida, temos que mostrar velocidade, tempo é dinheiro! - Colocaria o pano no chão, colocaria suas mãos no pano e meio que fazendo um arco com seu corpo ele iria seguir para frente com suas pernas limpando em linhas verticais o chão por onde passava, iria começar pelas laterais chegando ate o centro e iria repetir o processo novamente para secar. Esperava que todos o seguissem em seu plano, assim seria de fato um trabalho simples e fácil de ser realizado.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Posts: 02
Localização: East Blue - Shells Town

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] l [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Wander
Pirata
Pirata
Wander

Créditos : 17
Warn : I - Murder Club 10010
Masculino Data de inscrição : 05/07/2013
Idade : 22
Localização : Não sei :D

I - Murder Club Empty
MensagemAssunto: Re: I - Murder Club   I - Murder Club EmptyQui 08 Set 2016, 00:20


Nunca tinha visto tantos marinheiros presentes por metro quadrado em minha vida, apesar de ter vivido a maior parte de minha vida em um ambiente frequentado por eles. Era incrível ver toda a organização da instituição na ilha, me fazia imaginar as possibilidades que eu teria quando subisse de cargo. Ver aqueles navios de guerra no porto me fez entrar em transe, visando o futuro em que, quem sabe, eu pudesse comandar uma frota repleta de navios como aqueles.

Após chegar no QG eu fui guiado sem problemas para o examinador. Contando comigo, haviam quatro pessoas interessadas em se alistar naquele dia. Enquanto ouvia as palavras do soldado gigante, não pude deixar de lado minhas suspeitas, afinal, em um dia conturbado como esse, pode ser que entre esses possa haver um ou mais impostores entre os recrutas. Enquanto estava em alerta, notei que um dos recrutas puxou conversa comigo.

- Vaca? – Repetiria as palavras do garoto, com uma expressão séria. Eis que minha marra desabaria quando uma gargalhada me forçava a perder a postura para rir um pouco. – BWAHAHAHAHA... Me chamo Wander e sou um mink bovino. Nasci em Zou, mas cresci em Dawn Island. Bom... Presumo que você também seja um mink, certo? Um mink com aparência bastante humana... Por acaso é um hibrido ou algo assim? – Após minha risada, fiquei meio sem jeito e acabei deixando a conversa fluir. Mesmo prestes a entrar em uma instituição séria e em meio a minhas suspeitas eu pude deixar vir a tona minha velha mania de ficar confortável entre pessoas que me acompanham.

Ainda tinham outras duas pessoas ali e essas certamente não estariam interessadas em assuntos de outras raças. O cara não me chamava muito a atenção, mas a garota de certa forma me fez parar para pensar um pouco. Ver seus traços me trazia o que parecia ser atração. Ela era aparentemente mais nova que eu, ao contrário de todas as mulheres que um dia já amei na vida. Os marinheiros do navio o qual peguei carona até me zoaram sobre esse fato, mas fazer o que... Tem algo que apenas mulheres de idade conseguem me trazer, uma espécie de charme que consegue me provocar.

Mas deixando meus sentimentos e problemas de lado, agora eu tinha que focar em minha tarefa. Era algo simples, mas que duraria tanto tempo que parecia ser também um teste mental para medir a persistência e a resistência dos candidatos. Isso não me desanimava, pelo contrário, só me fazia querer me esforçar mais ainda. Por isso, eu já estava pronto para pôr a mão na massa, embora não soubesse por onde começar, mas eu parei para ouvir o que o jovem mink tinha a dizer e tenho que admitir que ele conseguiu guiar minimamente as decisões do grupo.

- Tudo bem. Vou ajudar vocês a tirarem as caixas aqui no andar de baixo e depois irei para cima e farei a limpeza por lá.

Após essas palavras, entraria no armazém e começaria a pegar as caixas e objetos que pudessem atrapalhar a limpeza e os levaria até a lateral do armazém. Caso minha força possibilitasse e as caixas tivessem um tamanho que coubesse em meus braços, pegaria duas de vez em cada braço, posicionando eles debaixo da axila de forma que ficassem pressionados entre o braço e minhas costelas. Se houvessem caixas pesadas demais, deixaria para pegar elas por último com a ajuda dos outros. Caso algum dos outros tivesse dificuldade de carregar algo, daria uma mãozinha a eles.

Após concluir a tarefa de retirar caixas no primeiro andar, subiria para o segundo e começaria a fazer o mesmo. Quando o segundo andar estivesse livre, procuraria encontrar em algum lugar no armazém ou se fosse possível buscaria olhar nos equipamentos das empregadas para achar um espanador e uma vassoura. Se eu não conseguisse encontrar esses objetos, pediria ao examinador para que pudesse me arranjar eles. E então assim que eu tivesse com ambas as ferramentas de limpeza, seguiria para o segundo andar e abriria as janelas para facilitar a circulação de ar para dentro e o fluxo de poeira para fora. Usaria o espanador para desempoeirar as paredes e a vassoura para limpar o chão e o teto. Acumularia a poeira e sujeiras no centro da sala para que no fim eu pudesse procurar algum recipiente, de preferencia uma pá e um balde, para fazer o descarte logo em seguida do lado de fora do armazém.

____________________________________________________

Falas
Pensamentos
Esquizofrenia (Fantasia)

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] |[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

RIP:
 

Titulo Internacional:
 


Última edição por Wander em Qua 14 Set 2016, 01:00, editado 2 vez(es) (Razão : corrigir um erro por desatenção: repeti a mesma palavra duas vezes... kk)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Alek
Pirata
Pirata
Alek

Créditos : 3
Warn : I - Murder Club 10010
Feminino Data de inscrição : 09/06/2013
Idade : 22
Localização : Penumbra - 5ª Rota

I - Murder Club Empty
MensagemAssunto: Re: I - Murder Club   I - Murder Club EmptyQui 08 Set 2016, 00:58





Mao L. Ima

"A Filha do Caos."



As ruas estavam definitivamente lotadas de marinheiros. Era, de fato, uma situação bem incomum, até mesmo para Mao, que já estava há anos naquela mesma cidade e nunca havia visto nada parecido; A ilha parecia completamente mudada, como se, de uma hora para a outra, ela tivesse se tornado numa ilha militar, ao invés de civil.

"Vai ver eles pretendem instaurar uma ditadura aqui... Isso seria, no mínimo, excitante."

Não tinha como discordar da outra, qualquer que fosse a movimentação militar que estivesse para acontecer naquela ilha, deveria ser algo de extrema importância e risco. Algo que pudesse, muito provavelmente, mudar a vida daquela ilha "pacífica".

- Alucard Vermillyon se apresentando para o alistamento.

"Ele realmente veio..."

Ficava feliz de encontrá-lo ali no alistamento, já que conhecia o garoto há bastante tempo. Desde que chegara na ilha o tivera como ajuda para seus treinamentos, e também como guia de seus objetivos na Marinha. Porém, pelo menos naquele momento, sentia que não deveriam pôr as conversas em dia. Acenou com a cabeça e sorriu, ao invés disso, logo voltando sua atenção ao brutamontes que estava ali cuidando do alistamento.

- Todos vão fazer o teste?...

A garota acenava com a cabeça, virando seu rosto em volta e analisando as possíveis respostas de cada um ali. E, no instante seguinte, passou a seguir o Instrutor, que parecia querer guiá-los até um aparente armazém. Logo mais, ele explicava o que queria que os novos recrutas fizessem a respeito daquele local, e Mao parecia não se importar muito com o trabalho, visto que sua vida nunca fora das mais fáceis desde que chegara a Shells Town, anos antes, apenas se incomodava um pouco com a quantidade de pessoas que estavam nas redondezas, todas conversando em clima agitado, deixando sempre algumas palavras voarem soltas pelo ambiente.

"Sua audição às vezes pode ser uma maldição, não acha?"

Mao divertia-se ao ouvir sobre o nome do boi, o qual era certamente o mesmo nome que o seu tio, Wander Winterfell, possuíra em vida.
Logo passaria a prestar atenção no que era mencionado por um dos outros recrutas, o qual parecia híbrido com uma raposa.

- Se seguirem meus direcionamentos durante esta tarefa, eu garanto que teremos uma vitoria perfeita.

Por quê não? Desde que Mao se lembrava, raposas eram espertas. E tal pensamento era o suficiente para fazê-la concordar e seguir em frente com o plano do garoto. Procuraria, portanto, por alguma vassoura dentre os materiais de limpeza das empregadas, a qual utilizaria para, rapidamente, varrer todo o perímetro interior do armazém, aproveitando do tempo em que os outros recrutas provavelmente estariam retirando as caixas. Afinal, precisariam que o armazém estivesse sem sujeiras para quando fossem limpá-los com água. Procuraria ser rápida, portanto, apenas varrendo superficialmente ambos os andares.

De seguida, com todas as caixas retiradas do interior do armazém, ajudaria os outros recrutas a lavar o chão, mantendo-se no primeiro andar e vestindo possíveis luvas. Pegaria um esfregão - ou pano, caso não viesse a encontrar o anterior - e o molharia na água de algum balde com produtos para limpeza. Em sequência, seguindo para o lado do primeiro andar que não estivesse passando pela limpeza de qualquer dos outros recrutas, e passando o esfregão pelo chão, ou agachando-me para esfregar o pano, caso não tivéssemos qualquer esfregão à nossa disposição.

- Você não parece como um humano.

Apontaria o óbvio para o homem-raposa, procurando algum tipo de entrosamento com um futuro marinheiro como ela.

- Qual é mesmo o seu nome?

Questionaria, sem apresentar o seu próprio, afinal, Mao não era uma garota de etiqueta, sequer tinha recebido o mínimo de educação de seu pai pirata, ou de sua mãe, que estava sempre tão ocupada com as tarefas da cozinha do navio, que nunca possuía tempo para "ser mãe".
A atiradora não desviaria seu foco do trabalho. Sorriria para o raposo após lhe fazer as perguntas, e passaria as costas da mão destra na testa caso percebesse suor escorrendo. Por fim, procuraria deixar tudo limpo em sua parte, e, caso terminasse com isso, procuraria ajudar os outros em suas próprias partes do piso.

- Podemos terminar isso antes assim.






Roxo - Fala/Pensamento da Mao
Vermelho - Fala/Pensamento da dupla personalidade
Laranja - Fala de qualquer outro nojentinho, seja NPC ou Player.

Meu Histórico:
 

____________________________________________________

I - Murder Club >
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


Falas da Mao
Falas da Aggy
Falas de Players Aliados
Falas de NPCs Aliados
Falas de Inimigos




RIP:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kenshin Himura
Comandante Revolucionário
Comandante Revolucionário
Kenshin Himura

Créditos : 26
Warn : I - Murder Club 10010
Masculino Data de inscrição : 22/04/2012
Idade : 24

I - Murder Club Empty
MensagemAssunto: Re: I - Murder Club   I - Murder Club EmptyQui 08 Set 2016, 16:30

Alistamento! part: 1

Meu objetivo naquela ilha era um dos mais simples naquele momento, me alistar e seguir minha carreira militar, mas antes que eu pudesse fazer qualquer coisa deveria passar pelos testes. Com isso em mente seguia meu caminho pelas ruas da cidade indo em direção ao QG da marinha, mas algo que eu não poderia deixar de notar. A quantidade de marinheiros que estavam espalhados pelas ruas, mesmo para uma cidade aonde a presença da marinha era constante aquele de marinheiros era assustador e isso me dava um pressentimento estranho.

“Será que acontecerá alguma coisa nessa região? Estranho...” Pensava enquanto continuava minha caminhada em direção ao QG. Quanto mais caminhava mais aparecia marinheiros, era mais fácil encontrar os marinheiros do que os próprios civis da cidade, bom o que fosse que estivesse acontecendo naquela cidade uma hora ou outra ficaria sabendo, ao menos espero estar no lugar certo quando isso tudo começar.

Sem muitas demoras eu encontrava o QG da marinha, o foco de marinheiros ali era muito, mas muito grande, havia apenas um pequeno caminhão aonde poderia passar em meio tantos marinheiros, e aparentemente eu não era o único aspirante a soldado ali, podia ver mais três pessoas com roupas comuns, seguindo na mesma direção que eu estava seguindo.

Logo encontrava o local de alistamento, era nada mais nada menos que um grande marinheiro, um homem gigantesco que parecia estar meditando, além de mim os outros três jovens também se aproximavam do mesmo, logo eu me apresentava e falava o que estava a procura ali, assim que terminava de falar percebia que Mao estava dentre os três jovens que iriam se alistar, ela sorria para mim, e sem demoras retribuía o sorriso, mas logo voltava as minhas atenções para o homem que parecia estar com os olhos abertos e começava a falar. - Todos vão fazer o teste?... Acenava positivamente para o memo.

Assim o marinheiro pedia que todos nós o seguisse, o mesmo nos levava para um grande armazém aonde nos parabenizava por tentar uma carreira na marinha, e ao mesmo tempo nos informava que antes que pudéssemos usar o devido uniforme de soldado deveríamos fazer algumas tarefas, tarefas que eu já sabia mais ou menos do que se tratavam, pois, todos os membros da minha família já passaram por isso e me informaram. “Vamos lá pode me passar qualquer coisa que farei! ” Assim pensava enquanto o marinheiro começava a falar da primeira tarefa, deveríamos limpar o armazém no qual nos foi apresentado, aparentemente aquele local seria um dormitório para os números extras de marinheiros que estavam na cidade, o gigante dispensava o serviço das empregadas que pelo que parecia estavam aliviadas com a notícia.

Logo após as instruções do marinheiro dois dos recrutas começaram a trocar uma ideia, o maior deles se apresentava como Wander, um mink boi que tinha um nome um tanto estranho, o outro com quem ele falava era outro mink, esse um pouco mais canino ao certo ponto, mas também tinha uma aparência um tanto humana, logo o mesmo se irava e começava a falar.

- Se seguirem meus direcionamentos durante esta tarefa, eu garanto que teremos uma vitória perfeita. Particularmente não via problema algum sobre aquilo, afinal era um trabalho simples como limpar um galpão, assim acenava positivamente para o garoto fazendo sinal para que o mesmo prosseguisse com sua ideia.

Após o garoto expor todos seus pensamentos sobre o trabalho, esperaria que ao menos dois deles fossem atrás das caixas, enquanto eu iria até aonde estavam as coisas das empregadas e pegaria uma das vassouras que tivessem ali, em seguida iria para dentro do armazém e começaria a tirar qualquer sugeria solida que tivesse ali afim de não atrapalhar a lavagem do local, varrendo todo o perímetro e tirando as poeiras e teias de aranha, mesmo sendo alguém de uma família nobre sempre estive cercado de empregados, e como uma pessoa observadora eu acabava aprendendo como limpar apenas vendo as mesmas limpando. Após retirar a poeira e a sujeira bruta eu seguiria para o andar que tivesse menos gente afim de ajudar na limpeza.

- Vamos acabar com isso logo! Falaria dando um sorriso para o outro recruta que estivesse no mesmo andar que eu, em seguida procuraria um balde com água pano e um rodo, assim molhando o pano colocaria no rodo e seguiria fazendo alguns movimentos para frente e para trás seguindo do canto do armazém até todo o local estivesse limpo. Após terminar esperaria que meus companheiros também terminassem para enfim seguirmos com o resto das tarefas.
Histórico:
 

____________________________________________________

I - Murder Club >
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Sempre estarão comigo:
 

Voltar ao Topo Ir em baixo
https://www.onepiecerpg.com/t33737-cla-shadows-league
Conteúdo patrocinado




I - Murder Club Empty
MensagemAssunto: Re: I - Murder Club   I - Murder Club Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
I - Murder Club
Voltar ao Topo 
Página 1 de 12Ir à página : 1, 2, 3 ... 10, 11, 12  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: East Blue :: Yotsuba Island-
Ir para: