One Piece RPG
Perdidos na Ilha do Gelo - Página 5 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» A justiça não é cega!
Perdidos na Ilha do Gelo - Página 5 Emptypor Van Hoje à(s) 20:27

» Capítulo I: Meu nome é Cory Atom! Filho de Kouha Atom
Perdidos na Ilha do Gelo - Página 5 Emptypor Kiomaro Roshiro Hoje à(s) 18:06

» There's no good man in the west
Perdidos na Ilha do Gelo - Página 5 Emptypor PepePepi Hoje à(s) 17:45

» The Victory Promise
Perdidos na Ilha do Gelo - Página 5 Emptypor Apoo Hoje à(s) 16:58

» On The Top Of The World
Perdidos na Ilha do Gelo - Página 5 Emptypor GM.Kekzy Hoje à(s) 15:59

» Red Albarn e o Alvorecer de um Herói
Perdidos na Ilha do Gelo - Página 5 Emptypor GM.Doodles Hoje à(s) 15:22

» [Mini-Handa] Uma beleza preguiçosa
Perdidos na Ilha do Gelo - Página 5 Emptypor Handa Hoje à(s) 05:11

» Al mare!
Perdidos na Ilha do Gelo - Página 5 Emptypor Fanalis B. Ria Hoje à(s) 05:00

» Vermelho
Perdidos na Ilha do Gelo - Página 5 Emptypor Kenshin Himura Hoje à(s) 04:15

» Ficha - Dylan Jones
Perdidos na Ilha do Gelo - Página 5 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 02:31

» Dylan Jones
Perdidos na Ilha do Gelo - Página 5 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 02:30

» [MINI - Gon Vinteluas] *SENHORAS E SENHORES!*
Perdidos na Ilha do Gelo - Página 5 Emptypor Bijin Ontem à(s) 22:16

» [MINI-Yahikko] - A partir do zero!
Perdidos na Ilha do Gelo - Página 5 Emptypor ADM.Tidus Ontem à(s) 20:32

» Una Regazza Chiamata Pericolo
Perdidos na Ilha do Gelo - Página 5 Emptypor Vrowk Ontem à(s) 20:03

» Unidos por um propósito maior
Perdidos na Ilha do Gelo - Página 5 Emptypor madrickjr Ontem à(s) 17:22

» [MEP] 01 | Eco
Perdidos na Ilha do Gelo - Página 5 Emptypor DJ GBR Ontem à(s) 17:06

» [MINI - DJ GBR] 01 | Eco
Perdidos na Ilha do Gelo - Página 5 Emptypor DJ GBR Ontem à(s) 17:03

» Faíscas da Revolução
Perdidos na Ilha do Gelo - Página 5 Emptypor K1NG Ontem à(s) 13:46

» O Sapo Mágico
Perdidos na Ilha do Gelo - Página 5 Emptypor K1NG Ontem à(s) 13:15

» Apresentação 3 - Falência Abrasiva
Perdidos na Ilha do Gelo - Página 5 Emptypor GM.Furry Ontem à(s) 12:06



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 Perdidos na Ilha do Gelo

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6 ... 13 ... 21  Seguinte
AutorMensagem
Milho
Civil
Civil
Milho

Créditos : 4
Warn : Perdidos na Ilha do Gelo - Página 5 10010
Feminino Data de inscrição : 18/02/2016
Idade : 25
Localização : East Blue

Perdidos na Ilha do Gelo - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Perdidos na Ilha do Gelo   Perdidos na Ilha do Gelo - Página 5 EmptyTer 19 Jul 2016, 12:19

Relembrando a primeira mensagem :

Perdidos na Ilha do Gelo

Aqui ocorrerá a aventura dos civis Takamoto Lisandro e Nakamura Blumayden. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

É isso mesmo, Convidado, eu voltei.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Legenda:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
Doule II
Civil
Civil


Data de inscrição : 04/01/2016

Perdidos na Ilha do Gelo - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: Perdidos na Ilha do Gelo   Perdidos na Ilha do Gelo - Página 5 EmptySab 31 Dez 2016, 17:15





Drink of the wine of the wrath of a god

"Eu quero sangue."

Ela já sabia onde estava.

"Essa cidade é um saco."

Mas aquela cidade era chata demais.

"Não tem nada aqui, só iglus e penguins..."

Essa era a única impressão que a ilha deixou.

"Não tem sangue, não tem nada..."

E suas unhas estavam cheias de sangue.

"Eu preciso de sangue..."

E seus lábios com o sangue escorrendo entre eles.

"Mas primeiro..."

"Eu preciso de uma atençãozinha..."

Mesmo sabendo onde estava e em que ilha acabou de chegar, Dolly estava indecisa sobre o que fazer naquele lugar. Ela estava tão focada nas manchas de sangue em suas unhas do que o próprio clima da ilha, quem dera o horário. Dolly somente quer uma coisa antes de sair daquela ilha tediosa; atenção. Seja matando alguém muito importante da ilha, ou cometendo atos que chamariam a marinha imediatamente para aquele local, ela queria chamar a atenção alheia com algum crime. Contudo, não seria possível que a garota pudesse satisfazer seu narcissismo e vontade de se banhar em sangue, sem uma espada. Ela também tinha uma certa mania de tirar as roupas e ficar nua pra chamar a atenção, mas naquele clima gelado, que ela começou a notar depois de acordar para a realidade, seria impossível. Suas unhas ensanguentadas que começavam a congelar lentamente, eram prova de que ela estava desesperada naquele lugar.

"Eu preciso de uma espada..."

Ela estralava os dedos da mão esquerda ao cerrar o punho.

"Talvez, matando alguém com ela, venha a marinha inteira pra cá!"

E com isso dito, ela lambe os lábios com pervercidade.

"Sim, uma espada para matar uma pessoa muito importante."

Seu objetivo estaria marcado. Ela resumiria sua procura por uma loja de armas mais próximas, onde ela provavelmente pegaria uma espada qualquer, deixasse o dinheiro na recepção, e fosse embora da loja sem dar nenhuma satisfação. Mas claro, matar sem deixar suspeitas é o objetivo da garota, pois deixaria o "jogo" mais divertido com vários marinheiros a caçando. Ao somente pensar nisso, a garota começou a ficar completamente excitada e lentamente, apertou o seio esquerdo com a mão direita para se controlar. "Hmm, como é bom imaginar sendo perseguida por vários marinheiros somente por cometer um crime! É algo completamente excitante! Marinheiros musculosos, pra ficar melhor ainda!"

E então, ela soltou seu seio e foi em direção de alguma loja de armas que pudesse oferecer uma espada para a garota. Finalmente a achando, ela se direcionaria a recepção e deixaria a quantia necessária de berries para a aquisição; mais ou menos, um preço médio de 30,000 ou 40,000 berries. Dolly não tinha certeza, mas deixou o dinheiro ali, e então, ela perguntou cordialmente ao vendedor sobre os preços; "Ei, pode me dizer qual é o preço de suas armas, hmm?" Ela também teve certeza de aproximar o busto do atendente, mesmo se o atendente fosse homem ou mulher. Claro que, dependendo da resposta, e se ela fosse capaz de pagar pela arma, ela pagaria a quantia necessária, pegaria a arma e iria para a entrada da loja.

"Agora, o que eu faço?"

Decidiu relaxar um pouco enquanto estava na entrada.
E naquele lugar, ela estaria planejando o que ela faria na ilha.


Objetivos:
 

Histórico:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Donl
Membro
Membro
Donl

Créditos : 6
Warn : Perdidos na Ilha do Gelo - Página 5 10010
Data de inscrição : 01/12/2016

Perdidos na Ilha do Gelo - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: Perdidos na Ilha do Gelo   Perdidos na Ilha do Gelo - Página 5 EmptyDom 01 Jan 2017, 21:15


Narração


Blum tinha uma sorte impecável pelo que parecia, seus ferimentos haveriam sido completamente estancados deixando uma leve dor pelo método de cura que a mulher havia usado, mais precisamente: cauterização. As balas haviam sido retiradas e este conseguia se movimentar normalmente mesmo com um leve incomodo pelas queimaduras. O ex-mendigo parecia por um momento ser educado o que despertava a atenção da moça, mais isto entrava em confronto logo quando Blum enfiava um de seus dedos no nariz e retirava uma grande porção de muco que podia cobrir toda a ponta de seu dedo, o que afastava a mulher, que havia tratado Blum.

Takamoto estava em uma situação delicada, tentava empurrar a fera com suas pernas, entretanto havia sido falho nesta tentativa, e de quebra havia tido um deslocamento em seu tornozelo esquerdo, uma parcela de sorte também invadia o campo, o parceiro de Bandana arrastava seu chefe pelo chão, ensanguentado, o pirata havia caído sobre uma estaca de gelo e agora estava morto, vendo isto a fera largava taka que tambem tinha uma grande falta de ar que deixava sua vista turva e seus movimentos debilitados por uma curta parcela de tempo, o estrondo causado por tiros do pirata aliado de bandana o deixava ainda mais confuso, tirando completamente sua noção de espaço e equilíbrio, apesar disto o leão tinha sua atenção redistribuída e partia contra o outro pirata.

Dolly andava pelas ruas, a jovem claramente chamava atenção pelo simples fato de existir, homens de todas as idades admiravam seu corpo por onde passava, entretanto não percebiam o que a jovem pensava: sangue e destruição. Queria causar o caos naquela ilha, e aparentemente era o que ia fazer. Após andar um pouco o homem da loja de armas dava em cima da mesma dizendo: - Não tem jeito de fazer mais barato, mas talvez se ''tirar sua espada da bainha'' eu possa arranjar mais do que uma espada - o preço da arma eram exatos 30.000 por uma katana, caberia decidir se a jovem ia ou não aceitar sua ''proposta''.

copyright 2013 - All Rights Reserved for Larissa

____________________________________________________

[url=[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]][Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.][/url]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Takamoto Lisandro
Narrador
Narrador
Takamoto Lisandro

Créditos : 48
Warn : Perdidos na Ilha do Gelo - Página 5 10010
Masculino Data de inscrição : 29/12/2013
Idade : 20
Localização : Minha casa

Perdidos na Ilha do Gelo - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: Perdidos na Ilha do Gelo   Perdidos na Ilha do Gelo - Página 5 EmptyDom 01 Jan 2017, 22:31

Takamoto Lisandro Takamoto vs Fera PARTE 2

MERDA!! – Gritei depois de desequilibrar a fera com a movimentação que fiz anteriormente, a besta se desiquilibrava e iam em direção as minhas pernas, logo todo seu peso descia sobre elas e sentia meu tornozelo esquerdo sendo forçado aos poucos, tentava escapar da futura torsão mais de nada adiantava, sentia um estralo no meu tornozelo e uma onda de dor passava pela minha perna e chegava ao meu cérebro transmitindo o que já era esperado, meu tornozelo havia sido torcido.

Aah! – Um grito abafado saia de minha boca, olhava para o lado deslocando minha cabeça para o mesmo, conseguia enxergar o parceiro do bandana o carregando, mas ele não parecia bem e estava encharcado de sangue.. Ele parecia estar morto, será que Paco continua vivo? Só conseguia apertar meus lábios de raiva pela condição que estou, não estou conseguindo ajudar nem eu mesmo. Meu coração pesava e um sentimento de incapacidade passava por mim, a fera não parecia mais estar com tanto interesse em mim, ela visava o parceiro e saindo de cima de mim conseguia agora respirar normalmente.

O ar voltando aos meus pulmões rapidamente e respirava ofegante, sentia que podia perder minha consciência ali, me arrastaria para perto da cabana de Dolphan e a usaria como apoio para minhas costas, respirava e descansava enquanto a fera estava cuidando do parceiro do bandana. Esperava que a fera fosse ferida e o pirata morresse, seria bastante vantagem para mim, não tanto por que já estou um tanto fodido não é mesmo, sorriria depois de concluir o pensamento.

Notava que meu ferimento no ombro não estava doendo tanto quanto antes, talvez a adrenalina no meu corpo tenha feito não sentir tanta dor, olhava bem para a ferida e a sentia formigar. Olha agora para meu pé esquerdo, tentava movê-lo para os lados e a sentia uma dor aguda, não conseguiria colocar o peso nesse pé. Reconhecendo minhas capacidades naquele momento, deveria ajustar meu plano de batalha para derrotar a fera ou o pirata, não sei ao certo quais dos dois iria vencer, apostava na fera.

Usando a parede da cabana ou seus destroços tentaria levantar, não colocaria tanto peso no meu pé esquerdo. Ficando de pé encararia o vencedor do combate, se fosse o pirata diria. – Você conseguiu ein.. Heheh, bom o mapa estar lá dentro ainda, eu sei onde estar. Me dê uns minutinhos para descansar e a fumaça preta dispersar que já vou pega-lo. – Ele estava atrás do mapa, usaria assim o mapa como desculpa para descansar um pouco dos ferimentos e depois iria caminhando até a cabana para ver como Paco estava. – Não morra ainda amiguinho. – Diria para o mesmo desacordado. – Vejamos.. – Olharia agora para a casa de Dolphan e veria o que tinha dentro do baú.

Caso o ganhador fosse o leão branco, riria e falaria. – Parece que ele não foi um desafio não é mesmo? – Agora levantado, ficaria em posição de combate, colocando minha perna a frente e colocando a maioria do peso do meu corpo sobre ela estaria pronto, não poderia me aproximar do leão e disparar meus golpes, teria que manter uma posição instável. – Vamos lá! – Gritaria para a fera esperando seu ataque. Caso ela corresse ou/e pulasse em minha direção gritaria. – AAAAAHHH!!!– Depois lançaria um cruzado de direita na face da fera visando sua cabeça, nesse momento usaria meu pé direito como apoio e logo após atingir o leão, levantaria meu braço direito e daria um rodopio de 360 graus no meu próprio eixo utilizando minha perna direita como apoio e assim lançando meu segundo ataque. Ainda utilizando do meu punho direito, daria um cascudo vertical na cabeça do bichano, queria que o impulso do rodopio e a força do soco indo de cima para baixo na vertical fosse o suficiente para acabar com ele.

Logo após meu segundo ataque com o rodopio veloz e só podendo utilizar a perna direita como apoio, ficaria desequilibrado e cairia no chão. Não queria ficar próximo ao leão se ele estivesse acordado, giraria meu corpo e rolaria para longe da fera. Tentaria me levantar rapidamente e não escorregar no gelo, recuperar meu folego e ficar atento para um possível ataque do tigre.

Se o leão conseguisse desviar do meu primeiro soco abaixando sua cabeça e indo em direção as minhas pernas/partes baixas, velozmente reagiria e do cruzado de antes viraria uma cotovelada horizontal na cabeça do leão e ao fazer o golpe usaria o peso do meu corpo e a gravidade na fera, cairia junto com ele ao atingi-lo. E faria o mesmo movimento acima se a fera estivesse acordada, rolaria para longe e levantaria rapidamente para me esquivar para os lados caso ele viesse me atacar.


Offs:
 

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Voltar ao Topo Ir em baixo
Blum
Designer
Designer
Blum

Créditos : 6
Warn : Perdidos na Ilha do Gelo - Página 5 9010
Masculino Data de inscrição : 27/12/2013
Idade : 18
Localização : Ilha do Gelo

Perdidos na Ilha do Gelo - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: Perdidos na Ilha do Gelo   Perdidos na Ilha do Gelo - Página 5 EmptyDom 01 Jan 2017, 22:55


Cap. I
Perdidos na Ilha do Gelo!

Recuperando-se
Uma pausinha só de leve mermo.²

Minha cabeça ficava atordoada por um tempo, tinha piscado os olhos e tinha uma sensação que algo sem compreensão acabou de acontecer. Suspirava.

Sentia que a dores da minha perna iam diminuindo cada vez mais. A cada segundo me sentia mais revigorada. Tentava mexer um pouco a perna, logo a dor acompanhava. Sabia se quisesse chegar ao meu destino teria que aguardar meus ferimentos melhorarem, não seria como um passe de mágica.

Pegaria minha espada como uma espécie de bengala e levantaria-me dali e logo deitaria em cima da cama com bastante cuidado de modo que não machucasse minha perna. Sentia-me nas nuvens, não tinha algo melhor do que o conforto de uma cama quentinha. Bem, não tão quentinha.

O clima parecia meio estranho, a garota tinha me ajudado sem mesmo saber quem eu sou e se quer a senti ficar com medo ou algo do tipo. Quem seria ela?

Não era muito o meu estilo começar conversas, mas tinha o dever de agradecer adequadamente a dama. – Olá, sou Blu-, digo, Blue. Obrigado por cuidar dos meus ferimentos. Sou amigo de Paco... Quem seria você? – Aquela moça parecia uma pessoa bem gentil e amável. Estava curioso com ela. Talvez ela fosse amiga ou irmã de Paco, a dúvida permanecia no ar até que ela respondesse.

Histórico:
 

Spoiler:
 

____________________________________________________


LEGENDAS:
Falas #0066FF | Pensamentos - #FF6600
-''Arroz'' ~
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Doule II
Civil
Civil
Doule II

Créditos : 6
Warn : Perdidos na Ilha do Gelo - Página 5 Banido10
Masculino Data de inscrição : 04/01/2016
Idade : 20

Perdidos na Ilha do Gelo - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: Perdidos na Ilha do Gelo   Perdidos na Ilha do Gelo - Página 5 EmptySeg 02 Jan 2017, 01:31




Drink of the wine of the wrath of a god

A questão feita pelo atendente surpreendeu a garota, que respondeu com um simples sorriso, mostrando sua intenção pervertida de realmente, fazer o que ele pediu. Uma pessoa que daria a atenção necessária para ela e possivelmente, controlar seus impulsos assassinos. "Não quero te mostrar eles, são muito pequenos, mas você pode tocá-los." Ela pegaria a mão do atendente e a moveria por dentro do uniforme militar, até que a mão estivesse próxima o bastante de seu seio, e então, forçaria-o a tocá-los. "Então, vai me dar o que você prometeu?" Dolly se aproximaria do vendedor e lamberia sua orelha, tentando conseguir algum tipo de persuação com o homem, que estava confiando demais na garota. Claro, ela estava interessada em uma possível oferta feita por ele, mas ela não mostrava muito disso sobre o atendente, ele era somente um brinquedo pra satisfaze-lá. Mas, rapidamente, a garota perdeu seu líbido quando notou que a atenção que ela ganharia naquele ocasião, não duraria muito tempo, despertando seus instintos que estavam aumentando cada vez mais em sua mente. Dolly deixava o homem apalpar suas mamas enquanto pegaria o dinheiro necessário pela espada, mais ou menos notas e algumas moedas equivalendo 30,000 berries. Enquanto isso, continuava o seduzindo com sua bela voz, com o objetivo de perguntar qual seria a recompensa caso ela decidisse ter um filho com o homem; claramente, uma balela. "Se eu tiver um filho com você, qual seria minha recompensa?" Com isso, olharia fixamente ao homem com seus olhos escarlate, e daria um sorriso com enfase em seus lábios rosados. Tudo aquilo era uma logística manipuladora para conseguir o que ela quer, e o homem poderia muito bem cair naquele conto, só que o futuro é incerto. Dolly decidiu esperar por uma reação.



Objetivos:
 

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Última edição por Doule II em Ter 03 Jan 2017, 01:22, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Donl
Membro
Membro
Donl

Créditos : 6
Warn : Perdidos na Ilha do Gelo - Página 5 10010
Data de inscrição : 01/12/2016

Perdidos na Ilha do Gelo - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: Perdidos na Ilha do Gelo   Perdidos na Ilha do Gelo - Página 5 EmptySeg 02 Jan 2017, 14:07


Narração


A garota havia cuidado de Blue, e voltava para cozinha, largando pelo caminho todas as suas roupas, enquanto andava, parando no quarto de Paco. Ela não falava nada sobre o que Blue havia perguntado, apenas dizia: - Venha aqui meu amor, vem me fazer mulher! - gritava para que Blue a seguisse, estava nua e esperava-o na cama entretanto na cozinha haviam muitos objetos jogados no chão, mais Blue parecia estar hipnotizado pelo corpo da jovem que era simplesmente maravilhoso e parecia não ligar para um ''furacão'' que havia passado ali, em cima da mesa estava uma marmita apenas com arroz e maionese, uma marmita grande que poderia alimentar bem até 4 pessoas, talvez o destino havia sorrido novamente para o ex mendigo.

Takamoto esperava com que a fera destroça-se o pirata, e ficava parado no iglu, balas voavam enquanto a guerra era travada e por estar desprotegido uma dessas balas atingia o estomago do rapaz, apesar de ter transpassado e feito um pequeno corte no lugar atingido doía de mais e começava a sangrar muito, se não controlasse o sangramento iria se foder ainda mais. Enquanto isto a batalha parecia tomar um final, o enorme leão havia voltado a sua forma normal e pulava no pirata, e era possível se ouvir um tiro, entretanto os dois estavam no chão.

Dolly convencia ao lojista lhe dar um preço especial e a arma havia saído pela metade do preço (15.000), entretanto o pervertido parecia querer outra coisa, colocava a outra mão (a que não estava apalpando os seios da moça) em suas partes baixas começando a acaricia-la, enquanto mordia cuidadosamente o pescoço da moça, fazendo pequenas marcas vermelhas. E após as palavras de Dolly ele lhe respondia: - Você vai ter tudo o que quiser - depois daria um sorriso pervertido para a jovem.

Garota que cuidou de Blum:
 
Homem perverso:
 
Obs:
 
copyright 2013 - All Rights Reserved for Larissa

____________________________________________________

[url=[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]][Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.][/url]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Takamoto Lisandro
Narrador
Narrador
Takamoto Lisandro

Créditos : 48
Warn : Perdidos na Ilha do Gelo - Página 5 10010
Masculino Data de inscrição : 29/12/2013
Idade : 20
Localização : Minha casa

Perdidos na Ilha do Gelo - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: Perdidos na Ilha do Gelo   Perdidos na Ilha do Gelo - Página 5 EmptySeg 02 Jan 2017, 20:50

Takamoto Lisandro Novo Narrador?

Fiquei sentindo a dor percorrer meu corpo no momento que parei para descansar, a o efeito da adrenalina parava aos poucos e as agudas pontadas de dor no meu ombro, tornozelo esquerdo me fazia estremecer. A quantidade que tinha perdido de sangue se tornava um fardo, sentia meu corpo mais pesado e a força do meu corpo que tinha total confiança agora parecia se esvair, será que eu conseguiria enfrentar o leão se ele retornasse depois de matar o pirata?

Sentava observando o conflito entre os dois, minha visão um pouco embaçada pela falta de sangue, não sabia ao certo quem estava ganhando a luta. Será que ele vai conseguir matar a fera ou aquela metralhadora gigante é apenas enfeite? Olhava para o lado e via a fumaça negra sair da cabana e só pensei que em questão de alguns minutos ela teria se dissipado, o frio de sentar no gelo era algo angustiante. – Tomara que minha bunda não esteja pregada no chão. – Ria um pouco ao acabar de falar, talvez rir fosse o melhor remédio para afastar a escuridão que estava sentindo no meu coração. A ansiedade, o medo e o sentimento de incapacidade pesavam em meu peito, pensar no Paco ferido lá dentro só transformava esses sentimentos em raiva de mim mesmo por não conseguir proteger nada.

Cerrava meus punhos e rangia meus dentes com força e raiva, e logo após soltava um suspiro de calma, porém ele era interrompido pelo barulho de uma bala que acabara de passar perto de mim, sentia minha barriga se aquecer e ficar quente. Olhava para baixo surpreso e encontrava um corte em meu estomago e única coisa que pude fazer foi bater meu punho direito no chão de gelo e gritar de dor. – AAH! MERDA! – Como eu podia ter tanto azar, que pirata mais filho da pu..!!

O sangue vermelho descia do corte e se espalhava pelo casaco vermelho, pelo menos não vai manchar, parecia que o tiro não tinha feito tanto estrago quanto achava que haveria feito. Porém, não podia ficar despreocupado, já estava sangrando o suficiente e se não tivesse cuidado poderia morrer por perca excessiva de sangue ou desmaiar e morrer aqui neste frio. Morrer... – Eu não vou morrer. – Falava para mim mesmo tentando afastar qualquer pensamento pessimista.

Tentaria me levantar usando meu único braço bom e tentaria andar devagar até a entrada da casa de Dolphan, esperaria que a fumaça tivesse saído da casa e estivesse agora no céu. – Será que alguém consegue ver essa fumaça toda no céu? – Me perguntei desviando minha atenção da situação atual, talvez um modo de esquecer a agonia que estava sentindo, procuraria o Paco e quando o achasse veria se estaria acordado. – Ei Paco, não morra agora pequenino. Vamos acorde! – Falaria para acorda-lo, se estivesse falaria. – Não precisa se preocupar, vou tirar a gente dessa. – Caso não estivesse acordado falaria do mesmo jeito.

Tentaria achar algo na casa para usar para estancar, se me lembro, Dolphan havia um kit médico em algum lugar que usou para estancar meu ferimento no ombro. Se eu encontrasse usaria no ferimento do Paco e depois em mim, caso não encontrasse rasgaria um pouco do meu casaco para estancar o ferimento do Paco. Não poderia rasgar o suficiente para mim se não poderia ficar desprotegido do frio desta ilha. Logo após isso, iria até o baú para ver o que tinha dentro além do mapa ou somente ele para que colocasse tantas coisas o defendendo. Esperava que o pirata e a fera estivessem se matado na batalha.


Offs:
 

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Voltar ao Topo Ir em baixo
Blum
Designer
Designer
Blum

Créditos : 6
Warn : Perdidos na Ilha do Gelo - Página 5 9010
Masculino Data de inscrição : 27/12/2013
Idade : 18
Localização : Ilha do Gelo

Perdidos na Ilha do Gelo - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: Perdidos na Ilha do Gelo   Perdidos na Ilha do Gelo - Página 5 EmptySeg 02 Jan 2017, 22:45


Cap. I
Perdidos na Ilha do Gelo!

Pressentimento Ruim
É hora de cagar o pau!

Cada vez mais sentia o meu corpo melhorando e voltando então ao seu estado normal. Podia respirar tranquilamente. Aos poucos conseguia mover minha perna para cima e para baixo, porém não conseguia fazer movimentos tão bruscos. Respirava sutilmente tentando recompor minha respiração atual, não sentia-me com calor e parava de suar aos poucos. Estava ficando melhor.

Perguntava para a garota quem era ela, e inesperadamente ela começava a se despir na minha frente. Ficava vermelho rapidamente e instintivamente olhava para o lado, querendo respeitar a garota de algum modo. – O que está acontecendo aqui? – Pensava que tinha parado de suar, agora meu corpo parecia uma cachoeira. Minhas mãos estavam trêmulas e emitia certa ansiedade, vários pensamentos estranhos começavam a passar pela a minha cabeça.

Engolia minha saliva, enfim tomava coragem e olhava novamente para cena.  – Por que diabos tem aquela enorme quantidade de arroz com maionese em cima da mesa? – Por mais rápido que tivesse virado, o meu olho conseguiu pegar o traço da comida que estava na mesa.

Minha linha de raciocínio era interrompida pela a fala da moça. Meu cérebro permanecia branco, de repente começava a sagrar uma das minhas narinas, não sabia ao certo o motivo. Vendo aquela cena teria que tomar uma decisão.

Com esforço levantaria-me da cama. Usaria minha espada como uma espécie de bengala para que pudesse ajustar o equilíbrio do meu corpo. Enquanto caminharia em direção da moça, olhava para baixo e via que a cozinha estava um bagunça e durante o caminho ocorria um estralo na minha cabeça, que fazia lembrar-me de uma lembrança bem antiga.

Enquanto criança vivia com o bando mais acolhedor da face da Terra. Tinha um homem bem magro, mas bastante habilidoso com a pistola. Limpava sua arma ao falar comigo. – Garoto, se uma bela moça se oferecer para você, é porque tu é muito bonito ou porquê  isso é uma cilada e com certeza vem bomba. – Apontava sua arma para mim e espantava-me - Essa será sua reação depois de ser enganado. - O capitão do bando começava a gargalhar. – Tu fala isso só porque tu é feião! HAHAHAHAHA!! Perdeu toda aquela grana para aquela baranga! – O pistoleiro inconformado com aquilo contra-atacava. – Pelo menos eu não acordei no lixão pelado e sem dinheiro algum, depois de uma noite com aquelas garotas. – O capitão ficava furioso. – Como é que é, seu feioso? – Do nada começavam a lutar e foi uma confusão aquela noite.

Chegaria na garota e seguraria um de seus braços. – Quem é você? – Perguntaria seriamente. Aquela situação estava bem esquisita, algo estava bom demais para ser verdade. Estava na hora de acordar.

Histórico:
 

____________________________________________________


LEGENDAS:
Falas #0066FF | Pensamentos - #FF6600
-''Arroz'' ~
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Doule II
Civil
Civil
Doule II

Créditos : 6
Warn : Perdidos na Ilha do Gelo - Página 5 Banido10
Masculino Data de inscrição : 04/01/2016
Idade : 20

Perdidos na Ilha do Gelo - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: Perdidos na Ilha do Gelo   Perdidos na Ilha do Gelo - Página 5 EmptyTer 03 Jan 2017, 01:16



Drink of the wine of the wrath of a god

Enquanto ela se divertia com o homem de cabelos vermelhos, ela ouvia um disparo ecoar por toda a ilha. Aquele simples barulho despertou seu desejo de matar o atendente e ir até onde o disparo foi feito, com a esperança de conseguir botar aquela ilha em um caos completo. Quando o vendedor colocou a mão em suas partes baixas, a garota usou dessa chance para beijar o rapaz na boca e distrair ele, antes de tentar assassina-lo. Caso a distração fosse suficiente, a garota moveria sua mão livre que estava segurando a espada em um ritmo lento, enquanto fazia certeza de que o homem não notasse nenhum movimento feito por ela. Levemente, ela abriria a espada com o dedo polegar sendo pressionado contra a base da arma, deixando somente uma pequena parcela da espada a mostra, enquanto o resto permanecia escondido pela bainha. Se o homem não notasse, ela moveria a mão que estava armada para trás de suas costas, e o perguntaria; "Porque você não coloca a cabeça entre meus peitos?" Caso o homem colocasse sua cabeça sobre os seios da garota, ela prontamente moveria a mão na qual ela segurava sua espada e fincaria-a diretamente em sua coluna vertebral, certa de que ali existiria a espinha dorsal. Ela não tinha tanto conhecimento sobre medicina, mas era inteligente o bastante para saber que ali dentro havia a parte mais importante do sistema nervoso. Obviamente, ela não era uma Expert que perfuraria bem na parte que estaria um nervo responsável por sua respiração ou por seus batimentos, ela perfuraria em qualquer área que a espada pudesse entrar. Tal imprudência poderia lhe custar a vida, pois ela não saberia qual área aquele dano teria atingido, e depois, moveria ainda mais a espada para dentro de seu corpo com o objetivo de o finalizar. Claro que, qualquer movimento suspeito feito por ele, a garota rapidamente iria pular para trás, mas o problema seria caso o movimento dele fosse brusco, imediato; a garota certamente receberia dano, e ela não poderia subestima-lo.

Nesse mesmo caso, caso haja a chance do homem notar que a garota pretendia mata-lo, bem antes dela dar-lhe um beijo na boca, o momento em que ela estaria pronta para abrir a espada que ela comprou recentemente. Ela o chutaria no peito e jogaria a bainha de sua espada para fora da lamina, rapidamente a aplicando sobre seu pescoço. No entanto, aquele dano poderia ser interceptado pelo homem, já que a garota normalmente não seria tão rápida em começo de carreira e obviamente, um vendedor de armas seria mais astuto e experiente em combate. No caso de interceptação, ela se protegeria ao colocar a espada em sua frente, no meio do corpo, caso haja uma chance de contra-ataque vinda dele. Nos dois casos de recepção de dano, ela se prepararia para o próximo ataque. Depois de bloquear um possível dano, ou até mesmo recebê-lo, ela iria prontamente correr contra o vendedor e aplicar um golpe certeiro em seu peito, mas claro, a chance de que ela pudesse receber um grave dano durante sua tentativa de se defender, era enorme. Um único dano que pudesse lhe custar a vida, e a garota fugiria para fora da loja, deixando a quantia de dinheiro, 30,000 berries, ainda com o homem. Mas claro, era somente uma especulação em caso de vida ou morte, e ela ainda teria que se esquivar de qualquer dano que ela pudesse receber durante a fuga. Se o golpe fosse feito, ela teria certeza de fincar a espada mais a fundo de seu peito, certa de que a espada pudesse entrar em contato com algum osso.

Dependendo de sua escolha, a garota prontamente diria, mesmo caso ela pudesse vir a morrer nas mãos do vendedor, fugir, ou conseguir derrota-lo. "Desconto não é comigo, pode pegar o dinheiro pra você, seu pervertido de merda." E com isso, ela formaria um pequeno sorriso em seus lábios.



Objetivos:
 

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Sakaki
Estagiário Narrador
Estagiário Narrador
Sakaki

Créditos : 6
Warn : Perdidos na Ilha do Gelo - Página 5 10010
Masculino Data de inscrição : 22/10/2013

Perdidos na Ilha do Gelo - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: Perdidos na Ilha do Gelo   Perdidos na Ilha do Gelo - Página 5 EmptyQua 04 Jan 2017, 04:33

Perdidos na Ilha do Gelo
Shazam Karai

Takamoto

O sangue de cor rubra pingava sobre a neve enquanto escorria pelas vestes do jovem, ele sentia uma dor agoniante, uma pessoa normal já teria sucumbido diante tantos ferimentos, mas por sorte o jovem cozinheiro não era normal, nem perto disso. Ele permanecia ajoelhado sobre o chão de gelo observando a luta entre o pirata e a fera, porém sua atenção estava totalmente fora da batalha, o jovem ruivo mantinha suas preocupações em Paco que ainda estava dentro do iglu, a fumaça negra ainda não havia se dissipado, e graças aos tiros e aos danos causados pelo feroz leão, era perceptível que o iglu estava prestes a desmoronar, não precisava ser um gênio para saber que se a construção desmoronasse em cima daquele frágil jovem já ferido ele não resistiria, na verdade seria um milagre se ele estivesse vivo até agora, mas Takamoto estava convicto em salvar seu pequeno novo amigo, ele se ergueria tremulo e cambaleante com sua visão embaçada e andaria em passos lentos em direção a entrada do iglu, com intenção de adentrar o local e salvar o gentil garoto, que havia se sacrificado pelo jovem, mas antes que adentrasse o local o garoto redirecionou sua atenção novamente para a árdua batalha, o leão havia montado em cima do pirata e com uma de sua patas realizou um golpe violento contra sua face deixando cortes profundos e com a outra pata prensou com violência a o braço contra o solo gelado, fazendo o homem largar sua escopeta que deslizaria pelo chão até poucos metros de Takamoto. O homem com o rosto ensanguentado olharia para o jovem cozinheiro e gritaria com todo o folego que lhe restava:

- ME AJUDE PIRRALHO!! ATIRE NELE!

Agora restava uma escolha ao jovem, o leão permanecia imóvel e parecia não perceber a presença do jovem, ele mantinha o foco em sua presa quase abatida, Takamoto poderia pegar a arma do chão e mesmo sem saber utilizá-la realizar um disparo preciso contra a fera, áleas não havia mistério, era só mirar apontar e puxar o gatilho, o leão era um alvo grande que estava a poucos metros e caso conseguisse matar ou pelo menos ferir o leão o pirata seria um alvo fácil depois pois estava ferido e desarmado, porém se ele escolhesse ajudar o homem havia a chance do iglu desabar sobre o garoto, Takamoto se encontrava em um dilema, bastava a ele fazer a escolha certa.

Blum

Uma linda garota desconhecida havia lhe fornecido abrigo, acabará de cuidar milagrosamente de seus ferimentos e agora oferecia ao jovem sexo sem compromisso? Aquilo parecia bom demais para ser verdade, ainda mais Blum, um jovem que praticamente havia esquecido que a palavra sorte existia. O jovem poderia simplesmente aceitar a proposta da linda jovem e ir para a cama dela sem questionar, mas ele resolveu ceder a falta de explicações, quem era ela? Qual o parentesco dela com Paco? Por que ela o ajudou? E mais importante, por que diabos ela queria ir para a cama com o jovem? Questionamentos importantes demais para serem deixados de lado, mesmo por sexo, o jovem se erguia com dificuldades e utilizando a espada como uma espécie de bengala seguiu a jovem até o quarto, Blum parecia incomodado ao se deparar com o corpo nu da desconhecida, ela logo avançou no jovem de cabelos azulados, mas ele suando de nervosismo a segurou pelo braço e a questionou sobre quem ela era, e antes que ela pudesse responder eles foram surpreendidos por estrondosos sons da parte externa do iglu, eram sons de tiros, gritos de civis, e vozes:

- Aonde foi o garoto de cabelo azul?!

- Achem-o!!

- Acho que ele entrou ali!

Ao ouvir as vozes da parte de fora da residencia a expressão da garota mudou, oque antes era uma expressão amorosa e sedutora, agora era uma expressão de panico e medo, enquanto recolhia suas roupas do chão e começava a se vestir novamente virava para Blum e dizia:

- Acho melhor você ir, não quero problemas para mim e minha família.

Blum se encontrava em um dilema tão contraditório quando o de seu parceiro, o bando de piratas aos poucos tomava toda a ilha em busca de seus saques, era questão de tempo até alguns piratas invadirem o local atrás de saque e encontrassem o jovem.

Dolly

O vendedor jogava o corpo da jovem sobre o balcão da loja enquanto que com uma das mãos apertava e com a outra começava a despir a garota da cintura pra baixo, a jovem o desferia um beijo o provocando ainda mais, os dois estavam prontos para copular sobre o balcão daquela pequena ferraria, até ouvirem um tiro da parte externa da loja, o disparo foi totalmente ignorado pelo vendedor que continuava a acariciar as partes intimas da jovem, mas não foi ignorado pela garota, que ao ouvir o tiro teve seu instinto assassino despertado, quanto mais quentes e safados ficavam os movimentos do vendedor sobre o corpo da jovem mais o desejo por sangue da jovem aumentava, enquanto o homem brincava com seu corpo ela levou uma das mãos até a espada que havia acabado de comprar e começou pouco a pouco a retirá-la da bainha com intenção de assassinar friamente seu amante, até que ambos foram surpreendidos por duas batidas fortes e violentas na frágil porta de madeira, o vendedor desgrudou sua boca da da jovem por um momento para resmungar:

- Estamos fechados! Volte daqui uma hora!

Após alguns segundos de silencio a a frágil porta da loja foi totalmente demolida por um chute desferido do lado exterior, dois homens armados adentravam na loja após arrombá-la com largos sorrisos no rostos, observariam por alguns segundos a situação enquanto estavam parados sobre os estilhaços do que antes era a porta:

- HAHAHA! Olha isso Yahiko, os dois estavam transando.

- Que falta de profissionalismo senhor vendedor.

O vendedor largava o corpo da jovem sobre o balcão como se fosse um trapo e erguia seu corpo com as mãos levantadas, exclamando com voz tremula:

- Por favor... Levem oque quiser mas não me machu...

Embora fosse um homem pervertido ele não passava de um covarde, antes que ele pudesse terminar a frase era surpreendido por um tiro de um revolver, direto em seu peito, o homem caiu no chão sem exclamar um grito de dor o tiro havia sido fatal, o homem direcionava a mira do revolver para a moça, mas era interrompido pelo outro fora da lei:

- Hey! Leve as armas para o barco, deixe que eu cuido dela!

Após dizer tais palavras o pirata ia até a moça e erguia o corpo da moça com violência do balcão, enquanto que com um braço segurava seus cabelos o outro pressionava o braço da moça contra suas costas, ele era um homem muito forte para a garota, e assim ele a arrastou até um estreito quarto aos fundos da loja, era um comodo pequeno, tinha uma mesa, peças de ferro, bainhas de espadas e dois barris que pareciam estar cheios de pólvora. O homem fechou a porta do pequeno, retirou a pistola do coldre e apontou para Dolly enquanto que com a outra mão ele retiraria o cinto e abria o zíper da calça, então exclamou agressivamente:

- O único motivo para eu não ter te matado ainda é porque achei você bastante gostosa, então se você tratar o garotão com carinho, acho que isso pode dar certo para nós dois.

Dizia ele enquanto que com a mão livre abaixava sua cueca, ficando totalmente nu da cintura para baixo, mas em sua outra mão ele mantinha um revolver na mira da jovem. Não parecia haver nada que pudesse ser usado como arma naquele local, com exceção de uma faca que se encontrava em um compartimento no cinto do homem ao lado do coldre, cinto que agora estava no chão junto as roupas intimas do homem, caso Dolly resolvesse atacar deveria ser cuidadosa.

Off:
 


Blum:
 

Doule:
 

Citação :
Legendas

Capanga do Bandana
Piratas
Moça Que Queria Transar Com O Blum
Vendedor Pervertido
Capanga do Yahiko o Pirata Estuprador
Yahiko, O Pirata Estuprador

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Takamoto Lisandro
Narrador
Narrador
Takamoto Lisandro

Créditos : 48
Warn : Perdidos na Ilha do Gelo - Página 5 10010
Masculino Data de inscrição : 29/12/2013
Idade : 20
Localização : Minha casa

Perdidos na Ilha do Gelo - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: Perdidos na Ilha do Gelo   Perdidos na Ilha do Gelo - Página 5 EmptyQua 04 Jan 2017, 21:08

Grande Saka aki... Prassodia

Notei algo enquanto estava descansando o iglu parecia estar cedendo e logo, logo iria com toda certeza desabar precisava salvar Paco, não podia deixar meu amigo morrer, não vou deixar nenhum de meus camaradas morrerem. Levantei com determinação, porém meu corpo não parecia estar tão determinado, estava trêmulo e quase sem forças, andava devagar para não escorregar ou me desequilibrar, isso só me lembrava que eu parecia um velho. Consegui chegar na entrada do iglu, me apoiei na entrada e olhava para trás, quem dos dois havia sobrevivido?

O leão estava vencendo sobre o pirata dava uma patada que deixava marcas de sua garra e sangue no pirata que após ter seu braço forçado e preso pela força do leão largava sua escopeta que deslizava gentilmente sobre gelo chegando perto de mim, ele implorava por ajudar, meu coração apertava e por um segundo cogitei ajuda-lo, porém, a decisão já tinha sido tomada faz muito tempo.

Olhava nos olhos do pirata, ele parecia desesperado para sobreviver. Eles tiram vidas, mas não querem que as suas sejam perdidas, é uma vida hipócrita. Piratas não deveriam ser assim, piratas deveriam procurar sua própria liberdade nos mares e fazer o que quiserem e não matando pessoas em troca de um pouco de dinheiro. Em algum canto do coração, surgiu o ódio, no entanto eu não deveria ter este tipo de sentimento, só me faria ser mais fraco do que já sou.

- Vou te dar uma chance. – Falaria rapidamente pegando a espingarda com o braço bom e jogaria em direção ao leão, não sei se o acertaria ou o pirata pegaria, mas não queria saber ao certo. Se tivesse uma maneira de viver, ele deveria agarra-la. Logo após isso, daria minha total atenção a meu amigo, rapidamente o procuraria, ele estaria perto da entrada do iglu, pelo menos é onde ele estava quando levou o tiro e desmaiou. Iria até ele, não falaria nada, apenas o pegaria pelo casaco e o arrastaria até a saída.

Caso neve fosse cair em cima dele durante seu salvamento, rapidamente me moveria para cima do jovem e levaria a neve em minhas costas, aguentando o frio e a dor de ter pedaços de gelo caindo, cerraria meus dentes com força e não deixaria nada me derrubar. Quando acabasse de cair, respiraria profundamente buscando restaurar as forças do meu corpo, esta ilha é realmente um desafio, sorriria.

Continuaria carregando até a saída e quando saísse veria a situação do leão e do pirata, se o leão tivesse matado o pirata, não poderia voltar para o iglu já que Paco estaria em perigo aqui fora, se caso o pirata ainda estivesse brigando por sua vida e o iglu ainda tivesse inteiro, entraria de novo para buscar o mapa no baú e talvez algo a mais, mas o mapa era a prioridade.


Offs:
 

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Perdidos na Ilha do Gelo - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: Perdidos na Ilha do Gelo   Perdidos na Ilha do Gelo - Página 5 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Perdidos na Ilha do Gelo
Voltar ao Topo 
Página 5 de 21Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6 ... 13 ... 21  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: North Blue :: Minion Island-
Ir para: