One Piece RPG
Perdidos na Ilha do Gelo - Página 20 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» [MINI - DJ GBR] 01 | Eco
Perdidos na Ilha do Gelo - Página 20 Emptypor DJ GBR Hoje à(s) 20:00

» The Victory Promise
Perdidos na Ilha do Gelo - Página 20 Emptypor Alê Hoje à(s) 18:22

» Escuridão total sem estrelas
Perdidos na Ilha do Gelo - Página 20 Emptypor K1NG Hoje à(s) 18:21

» Garfield Henryford
Perdidos na Ilha do Gelo - Página 20 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 17:19

» O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores
Perdidos na Ilha do Gelo - Página 20 Emptypor Kiomaro Roshiro Hoje à(s) 15:26

» Contrato de Sangue
Perdidos na Ilha do Gelo - Página 20 Emptypor Coldraz Hoje à(s) 14:47

» Tyrael Silverfang
Perdidos na Ilha do Gelo - Página 20 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 14:13

» Akira Suzuki
Perdidos na Ilha do Gelo - Página 20 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 14:10

» O início de uma aventura. Em busca do topo!
Perdidos na Ilha do Gelo - Página 20 Emptypor Quazer Satiel Hoje à(s) 13:58

» Leon Ari Nefesh
Perdidos na Ilha do Gelo - Página 20 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 13:52

» Jhonathan Wolf
Perdidos na Ilha do Gelo - Página 20 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 13:42

» Daniel Fried Hanz Von Joseph
Perdidos na Ilha do Gelo - Página 20 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 13:35

» O início da pesquisa.
Perdidos na Ilha do Gelo - Página 20 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 13:22

» Cap.1 - O primeiro passo!
Perdidos na Ilha do Gelo - Página 20 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 13:17

» Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante
Perdidos na Ilha do Gelo - Página 20 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 13:12

» II - Eternas Ondas
Perdidos na Ilha do Gelo - Página 20 Emptypor Mephisto Hoje à(s) 12:28

» II - Aliados
Perdidos na Ilha do Gelo - Página 20 Emptypor Hunson Hoje à(s) 09:05

» Vermelho
Perdidos na Ilha do Gelo - Página 20 Emptypor annavitoria Hoje à(s) 08:27

» Saindo das sombras
Perdidos na Ilha do Gelo - Página 20 Emptypor annavitoria Hoje à(s) 08:07

» O Sapo Mágico
Perdidos na Ilha do Gelo - Página 20 Emptypor CaraxDD Hoje à(s) 05:35



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 Perdidos na Ilha do Gelo

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1 ... 11 ... 19, 20, 21  Seguinte
AutorMensagem
Milho
Civil
Civil
Milho

Créditos : 4
Warn : Perdidos na Ilha do Gelo - Página 20 10010
Feminino Data de inscrição : 18/02/2016
Idade : 25
Localização : East Blue

Perdidos na Ilha do Gelo - Página 20 Empty
MensagemAssunto: Perdidos na Ilha do Gelo   Perdidos na Ilha do Gelo - Página 20 EmptyTer 19 Jul 2016, 12:19

Relembrando a primeira mensagem :

Perdidos na Ilha do Gelo

Aqui ocorrerá a aventura dos civis Takamoto Lisandro e Nakamura Blumayden. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

É isso mesmo, Convidado, eu voltei.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Legenda:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
Convidado
Convidado



Perdidos na Ilha do Gelo - Página 20 Empty
MensagemAssunto: Re: Perdidos na Ilha do Gelo   Perdidos na Ilha do Gelo - Página 20 EmptyTer 11 Jun 2019, 17:28


A viagem seguia calma e vagarosa. As gaivotas que acompanhavam o navio ja haviam se afastado e apenas suas silhuetas podiam ser vistas ao longe do horizonte. O céu limpo prometia uma viagem tranquila e revigorante. Lisandro usava dos momentos de calmaria para levaros suprimentos que recebera para a cozinha do navio, não eram grande coisa, alguns paes, carnes e arroz. Com uma conta rapida o cozinhero podia ver que seriam o suficente para dois dias no mar e teriam que ser repostos o quanto antes. Os corpos cativos do grupo repousavam em seu sono eterno, totalmente aparte das ameças que sofriam, o medico do navio parecia ser o unico ciente da condição dos mesmo, mas antes que o mesmo pudesse dar um jeito na embaraçosa situação levava um susto do cozinheiro. Takamoto perguntava por um nome para a embarcação. E em um momento de impulso o medico respondia. Explosive Hawk , não era um nome refinado e gracioso, mas parecia condizente com a repentina aparição da embarcação. Seu titulo fora concebido em meio a um susto não havia como culpar o pobre medico. Restava apenas saber se seus comapnheiros iriam aderir a sua ideia.

Com um mar tranquilo e com ondas controladas, o navegador não tinha muito trabalho a fazer. depois de ajustar o curso seguindo seus instrumentos e intuição Don podia descançar e parar de se preocupar com o rumo  de seu navio. Por fim Nakamura finalmente alertava que os piratas capturados estavam mortos, dava uma desculpa que não continha sentido, mas que acreditava ser a melhor solução para aquele caso. Nesse curto tempo o navio moviasse lentamente, sem pressa para o encontro de seu destino.  As nuvens no céu pareciam estar no mesmo ritmo que o navio, calmamente se mexendo. A situação era monotona e permanecia assim por um longo periodo. O sol atingia seu apice e tornava a descer assim como fazia todos os dias. Podia se dizer que era o começo da tarde. Foi então que uma figura se aproximava do navio, era uma gaivota, mas esta era diferente das que o grupo avistara anteriormente. Ela era maior, usava um chapéu branco como suas penas e carregava consigo uma bolsa aberta com diversos jornais em seu interio. O bicho empoleirvasse  em uma borda do navio e emitia varios grunidos, parecia estar tentando vender o seu produto. com suaspenas parecia sinalizar que valiam 3, mas 3 o que? Não dava para saber.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Blum
Designer
Designer
Blum

Créditos : 6
Warn : Perdidos na Ilha do Gelo - Página 20 9010
Masculino Data de inscrição : 27/12/2013
Idade : 18
Localização : Ilha do Gelo

Perdidos na Ilha do Gelo - Página 20 Empty
MensagemAssunto: Re: Perdidos na Ilha do Gelo   Perdidos na Ilha do Gelo - Página 20 EmptyQua 12 Jun 2019, 21:00


Cap. I
Perdidos na Ilha do Gelo!

Notícias fresquinha
Uma gaivota incomum

Não tinha mais com o que me surpreender com esses caras, eles realmente acreditavam nas palavras proferidas por mim. Apenas aceitava que o meu futuro com esses malucos iria trazer vários entraves na nossa jornada. – Hahahaha! – Gargalhava cinicamente, via pelo lado bom da coisa a situação tinha sido resolvida, acho que nem tudo era lastima. Mesmo sendo pouco tempo já estava ficando louco em alto mar, a melhor escolha era relaxar. Sentia que meu corpo estava quase cem por cento, logo, constatei que a dormida que tinha dado anteriormente havia surtido efeito. – AAAhHH... Vou tirar uma soneca – Bocejava indo em direção ao quarto.

Entretanto me deparava com outra cena inusitada, quanto mais rezava mais assombração aparecia, credo. Avistava uma gaivota bem característica, em primeira mão não reconhecia a mesma, mas depois de um tempo me lembrava o que era. Antes que alguém perguntasse, responderia. – É uma gaivota correspondente. Ela traz informações de diversas ilhas.- Rememorava-me do tempo de jovem gafanhoto, o clã de meu avô utilizava bastante delas para saber o que estava acontecendo nos mares e procurava, principalmente, por boas recompensas, em outras palavras, piratas. A verdade que queria relaxar, entretanto havia séculos que não sabia o que ocorria no mundo tinha passado muito tempo confinado naquela ilha de gelo. Caso o cozinheiro decidisse compra-la, apenas veria com ele as notícias.


Histórico:
 

____________________________________________________


LEGENDAS:
Falas #0066FF | Pensamentos - #FF6600
-''Arroz'' ~
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Takamoto Lisandro
Narrador
Narrador
Takamoto Lisandro

Créditos : 48
Warn : Perdidos na Ilha do Gelo - Página 20 10010
Masculino Data de inscrição : 29/12/2013
Idade : 20
Localização : Minha casa

Perdidos na Ilha do Gelo - Página 20 Empty
MensagemAssunto: Re: Perdidos na Ilha do Gelo   Perdidos na Ilha do Gelo - Página 20 EmptyQua 12 Jun 2019, 21:49

Takamoto Lisandro Simbora².



Andava na direção do Blue e focava nas suas próximas palavras, elas definiam o rumo deste barco, seu nome era crucial, dizem que embarcações tem vida, uma alma de um objeto inanimado. Passei a língua entre os lábios esperando sua reposta e quase gaguejando ele decidia o nome deste navio, a resposta não era o que me surpreendia e sim como ele chegou nesse nome. – Ué.. – Havia dado esse nome como sugestão, ele não lembra, havia dito como se tivesse acabado de criar a ideia, ou seja.. Ele não estava prestando atenção em mim naquela hora, esse mendigo é um bundão mesmo. Não queria o deixar sem graça e refutar a ideia dizendo que era minha, seria de fato um incomodo. – É.. Bom nome cara. Bom mesmo. – Colocaria a mão no seu ombro e com o punho fechado e o polegar elevado diria. – Boa escolha! – Minha expressão sincera e firme, depois dele explicar a situação dos piratas, olharia para o atirador.

Não acredito nisso.. A gente.. A gente matou eles Don! – Coloca minha mão direita sobre minha boca ainda incrédulo, não sabia que as pessoas podiam morrer de susto, era tudo novo para mim, apenas não conseguia acreditar no que Blue dizia, mas ele é um médico, um especialista em salvar vidas. Suas palavras eram como um soco na minha cara, não queria tinha intenção de matar os malditos, apesar do que fizeram na ilha, mereciam passar os restos dos seus dias em uma prisão e não se livrar com a morte. – Foi tu que matou eles Don! Ficou apontando essa arma diversas vezes, é claro que morreriam com toda essa tensão... Mas também é minha culpa.. Caraca. Matamo os cara. – Da boca, minha mão passou por minha testa e enfim meus cabelos os jogando para cima e laçando todo o peso que sentia em minha cabeça ao vento. – Não tem mais volta. Eles morreram.. – Olhei para o Don e escutei sua ambição nas recompensas. – Os caras acabaram de falecer e tu ainda pensa no dinheiro? ... É claro que eles ainda valem dinheiro! – Não tinha tanta pena dos bandidos, não queria mata-los, mas também não era meu dever ajuda-los.

O tempo se passava e a tarde chegava, o sol não estava tão escaldante quanto antes, o frio agora tomava sua forma como antes, não era tão forte quando o clima de Fernand Ice, porém não podia deixar de baforar em minhas mãos para aquecê-las. – O north blue é bem frio, prefiro um clima mais tropical. – Relatava aos meus companheiros, o espadachim se distanciava e parecia querer descansar, o navegador apenas se inclinava na borda do navio e observava a paisagem. Eu não tinha o que fazer também, não era hora da janta, ficar de bobeira nunca foi meu passatempo, relaxar é bom quando tem algo em que pensar, contudo não tinha ideia do que pensar, foi aí que surgiu um tipo de gaivota diferenciada, desceu do céu e de prontidão ficou ali só examinando a gente. – Teu parceiro Don? – Fui recebido com uma reação negativa. – Ele parece ter algo, pode deixar comigo. Eu sou bom com animais. – Sempre tive um coração doce para bichos, já ouvi falar que eles veem através da nossa alma e intenções, acho que essa aura carinhosa que eu passava para eles poderia fazê-lo simpatizar comigo. – Oi amigo.. O que tem aí? – Cada passo era demorado, não queria assustar a ave.



Offs:
 

Histórico:
 

Objetivos:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Voltar ao Topo Ir em baixo
Donm
Civil
Civil
Donm

Créditos : Zero
Warn : Perdidos na Ilha do Gelo - Página 20 10010
Masculino Data de inscrição : 14/12/2012
Localização : Casa

Perdidos na Ilha do Gelo - Página 20 Empty
MensagemAssunto: Re: Perdidos na Ilha do Gelo   Perdidos na Ilha do Gelo - Página 20 EmptyQua 12 Jun 2019, 22:09



Sempre soube que minhas ações trariam uma mudança, uma revolução, um homem incrível é fardado a fazer coisas incríveis. Não restava dúvidas que havia alcançado o nível de uma lenda, meu olhar mortífero e minha arma se assemelhavam ao próprio ceifador, apenas com eles consegui tirar a vida de três piratas. – Ahaha..HAHAHAHA!!! – O ruivo afirmou com suas palavras o resultado do médico. Eles haviam morrido pela minha intimidação, apenas minha intenção de matar foi o suficiente para apagar esses vermes. – Tiveram o que mereciam, enfrentar a mim só os levaria a morte. Já estavam fardados a perecer, apenas fui o executor. – Puxei meu revolver e o inspecionei, essa belezinha foi efetiva, dava um beijo no cano e guardava minha arma. – E aí? Eles ainda valem de alguma coisa?

O ruivo faltou gritar, parece que eles valem de alguma coisa mesmo mortos, se não, apenas os jogaria no mar para trazer algum benefício aos peixes. – Hm.. – Sabendo do destino dos cadáveres, e ouvindo a afirmação do nome da embarcação dada pelo azulado, retirei meu chapéu por um breve momento e deslizei meus dedos entre meus cabelos sedosos e recoloquei o meu tesouro de volta em seu lugar. Caminhei até a borda da embarcação e prestei atenção nas ondas que batiam no casco o chamando para brigar e eram quebradas pela resistência desse navio. – Não deram nem pra um cheiro. – Joguei meus olhos na direção do horizonte e vi o sol descer continuamente, a tarde estava chegando, peguei meu manto e o recolhi mais na área do meu pescoço.

As gaivotas não paravam de grunhir, e quando percebi tinha uma quase do meu lado. A cumprimentei com meu chapéu e por quase por impulso quase disparei contra ela, os instintos de sobrevivência ainda estavam vivos dentro de mim, fui parado pelo Taka que perguntava se minha pessoa conhecia a criatura. Mexi a cabeça negando o caso. – Um tiro e podemos jantar frango. – Sugeri, mas o ruivo não queria usá-lo de ingrediente, ele permanecia concreto que a ave estava querendo nos mostrar alguma coisa e birrava para receber a atenção, como o pedido, deixaria que ele cuidasse do animal. Não tinha vontade de cuidar de animais, deixe que o faxineiro faça isso, Blue dizia que se tratava de uma fonte de informações. Seria útil ter posse das noticias do mundo.


____________________________________________________
Historico:
 


objetivos:
 

off's:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidado
Convidado
avatar


Perdidos na Ilha do Gelo - Página 20 Empty
MensagemAssunto: Re: Perdidos na Ilha do Gelo   Perdidos na Ilha do Gelo - Página 20 EmptyQui 13 Jun 2019, 22:53

O grupo discutia brevemente sobre a situação dos corpos e se estes ainda eram uteis e chegava a um consenso de que sim. Ao que tudo indicava eram novos nesta área de recompensas e não sabiam exatamente como funcionava. Provavelmente só teriam suas dúvidas sanadas quando entregassem os cadáveres a marinha. Com a passagem do tempo e a aparição do estranho animal, o trio focava sua atenção no bicho. O único a reconhecer o intuito da ave era o médico que logo alertava a seus companheiros do fato. O antes sonolento doutor criava expectativa sobre o que o ser penoso carregava consigo, desistia de voltar a dormir e aguardava para saber sobre as notícias junto da tripulação. O navegador por sua vez acreditava que se matassem o animal poderiam ter uma bela refeição, mas tal ideia parecia ter sido descartada por Lissandro que se aproximava a passos lentos do bichano.

O espadachim caminhava vagarosamente até o animal enquanto conversava com ele, não que o pássaro o entendesse, mas na medida do possível o jovem parecia querer acalmar o recém-chegado. A gaivota por sua vez, parecia estranhar a situação, queria apenas realizar o seu trabalho. E por conta da falta de conhecimento de seus fregueses, a transação que devia demorar alguns minutos era protelada. A ave vendo o cozinheiro se aproximar sem dinheiro em mãos começava a ficar desconfiada. Com o bater de suas asas a gaivota alçava voa e dirigia-se a parte lateral oposta a que pousara anteriormente. Empoleirado na "mureta" de madeira, o animal mais uma vez grunhia, jogava um jornal no chão e sinalizava novamente o número três com suas penas. Parecia irritada com a situação, ela apenas queria fazer o seu serviço e ir embora.

Se alguns dos três marujos tomasse posse do jornal jogado ao chão, Iria perceber que o mesmo continha uma manchete em letras garrafais sobre um estranho acontecimento em Emeigh. Coisas sobre o sumiço de uma montanha e uma guerra travada por dois piratas. Veriam também vários cartazes de recompensa de diversas figuras como Tidus belmont e Raksha Ragnarson tala como informações sobre os feitos dos mesmos. Tirando a ave irritada a viagem seguia seu curso normal e monótono. O navegador ja poderia constatar que pelo menos metade do trajeto havia sido feito e que deveriam chegar a seu destino ao cair da noite.

OFF:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Blum
Designer
Designer
Blum

Créditos : 6
Warn : Perdidos na Ilha do Gelo - Página 20 9010
Masculino Data de inscrição : 27/12/2013
Idade : 18
Localização : Ilha do Gelo

Perdidos na Ilha do Gelo - Página 20 Empty
MensagemAssunto: Re: Perdidos na Ilha do Gelo   Perdidos na Ilha do Gelo - Página 20 EmptySex 14 Jun 2019, 19:58


Cap. I
Perdidos na Ilha do Gelo!

Notícias frenéticas
Um homem e um jornal

Takamoto não tinha nenhum conhecimento do pássaro e meio que procurava acalmá-lo, mas a ave só queria realizar seu trabalho. – Esse maluco não ouviu nada do que falei. – Sobrepus a minha mão sobre a face. Suspirei. – Francamente. – Cocei a cabeça. – Caso queira o jornal, pague o pássaro. – Recomendei ao cozinheiro. – Acho que essa gaivota tá puta. – Fitava na imagem do mensageiro alado.

O boxeador também não queria ficar por fora das notícias dos blues, então com certeza compraria a mercadoria. Tendo adquirido o mesmo, ficaria olhando aquele papel informativo junto com Taka. O que realmente queria saber era algum paradeiro do clã de minha antiga "família", apesar de querer esquecer aquele passado, gostaria de saber os rumos que haviam tomados. Com o passar dos olhos não pude de deixar de notar algo muito coincidente. Ao avistar os cartazes dos procurados reconhecia alguns rostos, eles eram as mesmas pessoas que estavam junto com aquele ser místico azulado. – Que diabos?! – Pelas suas recompensas esses caras eram cascas grossas. Não acreditava no fato de que todos aqueles caras que estavam ao meu lado eram piratas, isso só pode ser obra do destino.

E vendo as outras notícias, percebia que o mundo estava extremamente perturbado. Não havia motivos para explorá-lo, acabaria me metendo em encrencas, e das grandes. - Espero nunca encontrar essa galera ou estar em um jornal – Olharia para os meus companheiros. – Esses caras definitivamente vão aparecer lá algum dia. – Questionava-me da escolha que fiz. – Ah! Vou é dormir, é melhor que faço. – Logo me aventuraria na caravela em busca de algum quarto e sabe lá como encontraria.


Histórico:
 

____________________________________________________


LEGENDAS:
Falas #0066FF | Pensamentos - #FF6600
-''Arroz'' ~
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Takamoto Lisandro
Narrador
Narrador
Takamoto Lisandro

Créditos : 48
Warn : Perdidos na Ilha do Gelo - Página 20 10010
Masculino Data de inscrição : 29/12/2013
Idade : 20
Localização : Minha casa

Perdidos na Ilha do Gelo - Página 20 Empty
MensagemAssunto: Re: Perdidos na Ilha do Gelo   Perdidos na Ilha do Gelo - Página 20 EmptySex 14 Jun 2019, 23:49

Takamoto Lisandro Tamo chegando.



Ah! – Batia meu punho na palma da minha mão e uma lampada surgiu sob minha cabeça. – Entendi, então esse é o pássaro dos jornais que já ouvi falar. – O Blue explicava toda a situação, não sabia como funcionava direito, o pássaro parecia irritado com nossa demora para compreender o que tinha que ser feito. – Toma! – Jogaria 500.000 berries para Blue. – Não sei quanto custa, qualquer coisa fica com o troco. – Não tinha tanta ganância por dinheiro, se eu tivesse e algum de meus companheiros pedissem trocados, não tinha hesitação em dá. Eu sei que é importante guardar uma grana, mas não tinha tanto interesse em viver uma vida parada e estocar riquezas até ficar milionário, prefiro ter uma vida mais ativa e cheias de aventuras. Pegaria o jornal do chão visualizando as principais manchetes, não podia deixar de conferir os cartazes de procurados e entender quem eram os mais perigosos do mundo. - Aqui. - Jogaria o jornal para o Don se ele pedisse um.

Não reconhecia nenhum rosto, todos eram novos personagens para mim. – Tidus Belmont, o revolucionário mais procurado e líder do grupo Seasons.. Masimos Howker, um tritão que tem como principal feito... Destruir a cidade de Las Camps?! – Não sabia que minha ilha natal havia sido alvo de um pirata, olhava as informações com mais atenção. – O maldito destruiu.. Incendiou.. Minha cidade? A cidade da minha mãe. – Apertei forte o jornal quase o rasgando, meu corpo se estremecia de raiva, ele tinha atacado a cidade que minha mãe viveu seus anos e conheceu meu pai, não tinha tantas conexões por lá, porém as coisas que minha mãe amava ficavam naquela ilha e ás dizimar apenas para o caos, isto era imperdoável. – Eu vou guardar esse nome, Masimos.. – O que senti não era rancor e nem ódio, mas o dever de retribuir pelas monstruosidades que havia feito por lá. Seguia adiante vendo nomes não tão conhecidos, Aaron e Raksha.. Não julgo homens que procuram pela própria liberdade, porém nunca vou gostar daqueles que impõem sua vontade de forma agressiva dominando inocentes.

Sentaria no chão e folharia mais um pouco vendo as tragédias e alegrias que este pedaço de papel cheio de informação trazia. – Obrigado. – Agradeceria o animal que disponibilizou os jornais, depois de ler, pegaria alguns dos cartazes para mim e guardaria no dormitório, escolhendo a cama na qual eu dormiria. – Fico com a de baixo. – Depois voltaria ao convés e encostaria minhas costas na parede da entrada do interior do navio. – Acho que vou tirar um cochilo ó.




Offs:
 

Histórico:
 

Objetivos:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]



Última edição por Takamoto Lisandro em Qua 19 Jun 2019, 17:23, editado 2 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Donm
Civil
Civil
Donm

Créditos : Zero
Warn : Perdidos na Ilha do Gelo - Página 20 10010
Masculino Data de inscrição : 14/12/2012
Localização : Casa

Perdidos na Ilha do Gelo - Página 20 Empty
MensagemAssunto: Re: Perdidos na Ilha do Gelo   Perdidos na Ilha do Gelo - Página 20 EmptySex 14 Jun 2019, 23:59



O pássaro estava irritado com o ruivo, ele não parecia entender que a ave só queria vender seu ganha pão, o azulado teve que falar e explicar para o idiota como eram as coisas. Eu também não sabia, mas não fui lesado o bastante para não entender.. – Joga um desse pra mim. – Ordenaria que o jornal fosse me dado, e quando recebido, daria uma leve folhada pegando as partes mais importantes das matérias. – Hum... – Olharia as notícias e depois iria para a parte dos procurados. – Vamos ver quem acha que é gente. – Nomes que nunca jamais ouvi falar, a marinha deixava uns zé ninguéns ficaram com umas recompensas bem altas, acho que eles não conhecem meus feitos ainda, se eu fosse perseguido seria recepcionado com uma recompensa das altas, cerca de um bilhão, quase nível Yonkou por minhas habilidades incríveis, sorri despreocupado. – Acabar com um deles deve ser bem fácil, Tidus. Que nome merda e ainda vale tanto? Se eu virar um caçador, posso até ficar rico ein, seria uma vida fácil com um montão de dinheiro. – Estava pensando um pouco alto, os dois não pareciam estar me escutando de qualquer forma, que fique assim, não dividiria minhas recompensas com aqueles dois se eu mesmo tivesse pego estes tipos de criminosos, com toda certeza, seria uma tarefa fácil como tirar doce de um papagaio perneta.

Pegaria o jornal e colocaria no meu bolso de trás, não tinha razão para sair do meu canto, tudo estava nos conformes e se a viagem prosseguisse, iriamos chegar em Lvneel ao anoitecer, pra ser mais exato quando a lua tivesse quase no seu pico. Ajeitando o chapéu e vendo que o ruivo e o mendigo estavam com a guarda baixa, não seria irresponsável como os dois, dormiria com a guarda alta, pois ninguém me pega desprevenido. Qualquer mudança de rota, por minha experiência, saberia como seguir para voltar este navio ao eixo.


____________________________________________________
Historico:
 


objetivos:
 

off's:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidado
Convidado
avatar


Perdidos na Ilha do Gelo - Página 20 Empty
MensagemAssunto: Re: Perdidos na Ilha do Gelo   Perdidos na Ilha do Gelo - Página 20 EmptyTer 18 Jun 2019, 14:12

Após o pequeno show da gaivota o grupo finalmente parecia entender seu proposito e pareciam ansiosos para adquirir o produto oferecido pela ave. Takamoto desembolsava seu dinheiro e entregava para Nakamura, o médico por sua vez não entregava o dinheiro ao animal. O bichano vendo tal ação saia de si, se antes não estava feliz agora estava completamente irritado. O trio parecia ignorar que o jornal entregue deveria ser pago, e aquilo transtornava a gaivota. Em todo seu tempo de serviço o animal nunca havia encontrado seres tão irritantes. O cozinheiro e o médico tomavam posse do jornal ao chão e começavam a folheá-lo. Por fim, a gaivota perdia sua compostura, com um bater de asas a ave alçava voo, mas não partia de imediato. O animal furioso começava a sobrevoar a embarcação em círculos, e demonstrando um maravilhoso e calculado controle de seu esfíncter disparava várias rajadas de bosta sobre o navio e seus tripulantes.

O cocô caia do céu como tinta e pintava o barco como uma tela, mas a embarcação não era a única que sofria com a torrente de merda. Seus tripulantes todos eram acertados, com uma mira exemplar a ave atingia a cabeça de cada um dos três marujos. E por fim ia embora a grasnar como se xingasse cada geração da família do grupo. Por toda a parte superior do navio, sobre o piso e até mesmo algumas velas, a onde quer que olhasse podia ser visto uma mancha branca suja. A quantidade de fezes ali presente era extraordinária, uma ave daquele porte realmente podia produzir tanto assim? Uma coisa era certa, aquela podia. Em meio as manchas de cocô e o cheiro levemente azedo que permeava o navio, Taka e Naka iam para um canto e começavam a ler o jornal de fato.  

A notícia principal tratava de uma guerra travada por dois seres lendários, ambos piratas de imenso poder. Falava que uma montanha havia sumido devido ao ocorrido e que a marinha até o momento não divulgara o que ocorrera de fato. Havia depoimentos sobre uma Jovem Marine chamada Daysi, que estava presente e ao que tudo indicava parecia ter amenizado a situação para os civis. A reportagem contava com uma foto da marinheira e de um antes e depois da ilha citada. Outras secções tratavam de coisas mais comuns como classificados, pessoas vendendo coisas por intermédio do banco mundial. Notícias sobre quais eram as ilhas mais tranquilas do blues para se tirar férias. E também uma reportagem em particular que falava sobre o inicio de mais uma edição de um torneio em wars. Ninguém sabia em qual edição torneio já se encontrava, mas o World of Winners era uma grande atração do North Blue. Atraindo lutadores de todos os cantos para participar da selvageria ali apresentada.

Ao terminarem a breve leitura, a dupla de medico e cozinheiro decidia por ir se deitar em um dos quartos, antes de descer aos seus aposentos Taka passava o jornal para o navegador, mas mantinha para si 3 cartazes dos 5 ali presentes. No interior do navio a dupla procurava por um quarto, ao todo sob o convés existiam 5 quartos. Um deles o cozinheiro já conhecerá e familiazara, sendo este a cozinha. Composta por um fogão a lenha, uma dispensa e mais alguns aparatos comuns a cômodos deste tipo. Com poucos minutos de procura facilmente encontrava um quarto onde podiam se acomodar. O lugar era espaçoso e possuía 3 beliches. Uma em cada canto do cômodo e outra em seu centro. Os colchões e travesseiros eram forrados de palha, não eram luxuosos, mas eram confortáveis até certo ponto, e para corpos cansados podiam até mesmo chamados de paraiso. Nakamura deitava e rapidamente embarcava nos braços de Morfeu, Taka por sua vez após arrumar suas coisas voltava a superfície e decidia por dormir a céu aberto encostado em uma das estruturas do navio.

Don era o último a ter contato com as notícias e devaneava sobre um sonho longínquo de riqueza capturando criminosos, mas após algum tempo o sono também pesava seus olhos assim como a seus companheiros e o navegador decidia por repousar, no entanto matinha sua guarda como um bom combatente. E assim o navio trafegava pelas águas azuis do mar, com seus tripulantes nos mundos dos sonhos, a embarcação seguia o rumo que desejava. Por estar dormindo, o navegador deixava passar uma oportunidade. Don perdia a chance de entrar na corrente que conseguiria leva-los de maneira rápida e assim cumprir o prazo que fora prometido antes. viagem infelizmente se prolongaria um pouco mais.
OFF:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Takamoto Lisandro
Narrador
Narrador
Takamoto Lisandro

Créditos : 48
Warn : Perdidos na Ilha do Gelo - Página 20 10010
Masculino Data de inscrição : 29/12/2013
Idade : 20
Localização : Minha casa

Perdidos na Ilha do Gelo - Página 20 Empty
MensagemAssunto: Re: Perdidos na Ilha do Gelo   Perdidos na Ilha do Gelo - Página 20 EmptyQua 19 Jun 2019, 17:45

Takamoto Lisandro Tamo chegando.



Parece que a gaivota não gostou muito de esperar, acho que a espécie dela não era lá muito paciente, dava o dinheiro para o Blue com intenção que ele pagasse a mesma, mas ele assim como eu folhava o jornal sem se importar em pagar a gaivota. Achei que ele ia ler o jornal e depois pagar, mas a ave começava a balbuciar e pirar, disparava aos céus e no gesto de má fé, fazia algo incrível. Como uma torrente de vento, merda branca e fedida era jogada em todo navio e o Blum era atingido com força, não pude conter minhas palavras. – Headshot! AHAHAHAH! – E quando menos esperava, era atingido por uma daquelas rajadas de merda, bem na cabeça melando todo meu cabelo ruivo, o fedor era suportável a ponto de ignorar como se fosse nada e ir ler o jornal normalmente. A história principal sobre o mundo anunciava uma briga entre dos piratas poderosos, não tinha força o suficiente para destruir uma montanha, mas talvez um dia chegue nesse nível.. Ser forte para assegurar segurança daqueles que me importo se tornou um dogma para mim, continuava a leitura e uma figura de beleza delirante aparecia em uma foto. – Bonita. – Comentava, Don também tinha sua opinião quanto a marinheira Daysi. – Se um dia eu for um procurado, quero ser capturado por uma lindeza dessas. – Não existia como sair perdendo ao conhecer tal doçura, depois olhei os estragos da ilha. – Não é mentira, a montanha.. – E mais uma vez Don introduzia sua opinião pervertida no meio de meus pensamentos altos. – Não tava falando dos peitos dela... Será que são reais? – Olhava para o atirador que parecia ter mais experiência de vida, e concordava com sua resposta, fitava o papel com meus olhos rubros mais uma vez e me interessei no tal torneio do North Blue em Wars Island. – Seria legal participar! O que acha Blu..? – Virava a cara e ele negava mesmo antes da frase ser finalizada. – Ahh.. Ia ser divertido.. Eu poderia até ganhar.. – Dizia um pouco desapontado, lutar era meu segundo hobbie favorito, o primeiro obviamente era cozinhar.

Terminando de ler o jornal, não tinha mais uso para aquele papel além de passar ele em meus cabelos e tentar tirar o excesso de cocô de passarinho dele, já tinha guardado os cartazes que eu queria. Se juntava a Blue e invadia o interior do navio, examinando junto dele os cômodos, o mendigo olhava para a cama e nada mais lhe segurava e seu avanço contra as almofadas era inevitável. – Tá. – Decidia ir de volta a superfície e ficar por lá observando o mar até cair no sono, ao sentar no chão daquele barco, no chão limpo obviamente, e ignorar o cheiro azedo da bosta esbranquiçada esticaria meus braços e os jogaria sobre minha pança. – Nham.. Hora da soneca.. – Fechando meus olhos e tomando um cochilo de alguns minutos, minha mente foi perturbada com pensamento incosntante, uma coisa que deveria fazer.. – COMO VOU DORMIR NUM LUGAR CHEIO DE MERDA DE PÁSSARO?! – Levantaria dali mesmo, minha indignação era inevitável, o Explosive Hawk estava todo sujo de merda e não tinha nem mesmo utensílios para limpar, ou tinha? Não havia procurado por eles, mas antes disso precisava tirar essa caca dos meus cabelos. Procuraria pelo chuveiro da embarcação, e me despindo, iria em direção aquela dadiva que fazia tempo que não sentia. – Não devo esquecer de limpar atrás das orelhas.

Depois do banho, iria me enxugar com alguma toalha ou os trapos limpos que vestia antes e ficaria sem camisa, não tinha uma camisa para vestir, deixaria meu corpo definido a amostra, procuraria por um esfregão e faria de limpar todo o barco o meu novo objetivo, pegaria um balde cheio de água e jogando nas partes sujas esfregaria bem para tirar toda a sujeita. – Vou te deixar bem limpo Hawk. -  Sorriria ao fazer minhas tarefas.



Offs:
 

Histórico:
 

Objetivos:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]



Última edição por Takamoto Lisandro em Dom 23 Jun 2019, 13:26, editado 2 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Donm
Civil
Civil
Donm

Créditos : Zero
Warn : Perdidos na Ilha do Gelo - Página 20 10010
Masculino Data de inscrição : 14/12/2012
Localização : Casa

Perdidos na Ilha do Gelo - Página 20 Empty
MensagemAssunto: Re: Perdidos na Ilha do Gelo   Perdidos na Ilha do Gelo - Página 20 EmptyQua 19 Jun 2019, 18:25



Sentia uma presença maligna, algo estava vindo, assim que a gaivota alçava voo e começava a disparar fezes sobre o navio, tirava meu revolver da minha cintura e descarregava um pente tentando acertá-la, mas não tinha visão clara e ela já tinha ido embora, talvez por isso não consegui matá-la. Sabia que devia ter a matado, ela não cagaria em tudo e ainda tínhamos frango para a janta, o ruivo sempre foi dócil demais. Quase desperdicei meu semblante sério rindo da cara do mendigo e do cozinheiro, eles tinham levado uma cagada bem na cabeça, apenas dei uma leve risada, não tinham reflexo nem para se esquivarem? – Bundões. – E por reflexo, retirava meu chapéu de minha cabeça por instinto, meu braço se mexeu sozinho, estiquei ele e segurando com força o levei para longe de meus cabelos até que do céu recebi uma bela de uma cagada. – O que não mata, fortalece. – Disse a mim mesmo, havia intendido o porquê do meus organismo se mexer sozinho, já estava entalhado dentro do meu ser que deveria proteger tudo aquilo que fosse meu tesouro. Não liguei muito para o cheiro da titica de passarinho, pois não se comparava ao fedor de cadáveres e do terror que havia superado, nada era bom demais para me derrotar.

Pegava o jornal que foi jogado pelo ruivo, explorava o mundo das informações contido nesse pedaço de papel esparramado de tinta, até inalei este cheiro velho e confortante, molhava meus dedos na língua conforme a tradição e começava a passar as páginas me divertindo primeiro com algumas imagens, uma delas era bem... – Excitante. – Devo primeiro ler sobre as baboseiras do mundo, e bla bla bla, depois vou me concentrar nessa petúnia. Uma destruição em massa na luta de dois zés ninguém, a ilha sofreu grande blá blá blá, agora vem a parte instigante. – Marinheira Daysi.. – O ruivo tinha algumas palavras sobre ela. – Bonita e gostosa. – Completava para ele, concordei com seu julgamento, ser preso por uma belezinha dessas tinha seu valor. Ele agora se assustava, talvez não tinha notado o tamanho dos melões dessa marinheira. – Sim, essas tetas são duas montanhas. – Parecia que ele não tinha falado disso, ignorei esse fato, e discuti sobre a veracidade desses melões com o Taka. – E isso importa? – Não importava se as mamas eram reais ou não, a estrutura em si era de dá água na boca, fechei o jornal e o usei de limpador de titica, passei nos meus cabelos e tentei jogar no ruivo que adentrava nos fundos do navio. – Quase! – A bola de papel tinha seu rumo definido, porém os passos rápidos do boxeador impediram que o projetil o acertasse. – O navio já está encaminhado, não há nada a fazer além de dá uma cochilada.

Tinha assumido uma postura mais relaxada e entre meus olhos fechados, notei certa mudança na corrente marítima, estava com preguiça o bastante para não me mexer, sabia que isto não mudaria o fato de irmos para Lvneel, porém demoraria um pouco mais a chegar lá. Depois de dormir, levantei e fui ao leme, agora aposto, ficaria ali observando as velas meladas de bosta e o mar azul observando o entardecer.


____________________________________________________
Historico:
 


objetivos:
 

off's:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Perdidos na Ilha do Gelo - Página 20 Empty
MensagemAssunto: Re: Perdidos na Ilha do Gelo   Perdidos na Ilha do Gelo - Página 20 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Perdidos na Ilha do Gelo
Voltar ao Topo 
Página 20 de 21Ir à página : Anterior  1 ... 11 ... 19, 20, 21  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: North Blue :: Minion Island-
Ir para: