One Piece RPG
Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 7 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Desventura 3.5: O treino para Grand Line
Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 7 Emptypor Bijin Hoje à(s) 16:27

» Asger
Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 7 Emptypor Achiles Hoje à(s) 16:14

» Cap. 1 - Abrindo caminho
Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 7 Emptypor Bijin Hoje à(s) 15:59

» Sons of Vermillion's Blood: Gênesis
Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 7 Emptypor Coldraz Hoje à(s) 15:49

» [Mini- Alvin] O garoto e a serpente
Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 7 Emptypor TheJoker Hoje à(s) 15:48

» O Ronco do Bárbaro
Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 7 Emptypor West Hoje à(s) 15:41

» Unbreakable
Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 7 Emptypor Ainz Hoje à(s) 15:32

» Bizarre Adventure: Smooth Criminal
Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 7 Emptypor ADM.Ventus Hoje à(s) 14:42

» O Legado Bitencourt Act I
Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 7 Emptypor SraVanuza Hoje à(s) 14:08

» Evento Natalino - Amigo Secreto
Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 7 Emptypor Shroud Hoje à(s) 14:01

» Procura-se piratas no East Blue
Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 7 Emptypor Ainz Hoje à(s) 13:58

» Miyuki Morningstar
Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 7 Emptypor ADM.Ventus Hoje à(s) 12:58

» Rumo aos novos mares ! Grandline me espera
Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 7 Emptypor Faktor Hoje à(s) 11:13

» Construindo o Começo
Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 7 Emptypor Ainz Hoje à(s) 09:24

» [FP] Kozuki Orochi
Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 7 Emptypor Akagami Hoje à(s) 09:24

» [Mini - Polyn] Sorriso afetado.
Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 7 Emptypor Layla Morningstar Hoje à(s) 03:00

» mini-aventura
Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 7 Emptypor Layla Morningstar Hoje à(s) 02:01

» Bastardos Inglórios
Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 7 Emptypor Kenway Hoje à(s) 01:06

» Nox I - Loucura
Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 7 Emptypor Catuios Ontem à(s) 23:31

» Teleton Chronicles I: Retaliação
Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 7 Emptypor Sakaki Ontem à(s) 21:34



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG

Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


Compartilhe
 

 Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver...

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7
AutorMensagem
Ken Rock
Pirata
Pirata


Data de inscrição : 27/05/2015

Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver...   Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 7 EmptyTer 21 Fev 2017, 13:39

A pior sensação que um viciado poderia sentir... a dependência! Realmente havia esquecido completamente de fumar, talvez o uso diário da erva tenha afetado o meu julgamento... mas agora isso pouco me importava ou para ser sincero, me importava...

“Caralho, eu pensei que tinha fumado o meu baseado...”

Com os mariners em nosso encalço, não teria outra opção a não ser contar com a ajuda daqueles dois humanos. Respiraria fundo e tentaria encontrar forças o suficiente para formar uma sentença lógica e de fácil entendimento para eles...

- Meus bolsos, baseado fumar... corram!


Esperaria a reação deles, afinal naquela situação não contaria com a resposta rápida daqueles dois e se isso realmente acontecesse, diria mais uma vez o comando. Dessa vez, engoliria uma grande quantidade de saliva, respiraria o mais fundo que a minha condição permitisse, fecharia os olhos e me concentraria em pronunciar mais uma vez um comando para aqueles dois infelizes, só que dessa vez o mais claro possível...

- Preciso do meu baseado, se não iremos morrer! Preciso fumar, andem logo e me deem o que estou pedindo!

Se finalmente fosse agraciado com um belo baseado, não perderia tempo desnecessário... Daria uma tragada forte, aquela que me daria vontade de “gasopar” por um tempo, mas soltaria a fumaça e daria mais uma puxada forte, encheria os meus pulmões com aquele maravilhoso milagre da natureza e soltaria... Nesse momento, se a minha visão e pernas continuassem a melhorar, sorriria e começaria a correr ainda que estivesse escorado em um deles é claro se o baseado ainda não tivesse acabado continuaria fumando o mesmo.

Aproveitaria esse momento para aumentar a distância de nossos perseguidores e ao mesmo tempo pensaria em alguma estratégia....

“Preciso de distração e esses dois espécimes parecem que irão servir por enquanto.... ehehehe. Acho que será legal!”

Caso ainda estivéssemos próximos de sair do beco ou não, olharia para os dois, ainda escorados neles e diria...

- Nós vamos conseguir despista-los, vejam...


Nesse momento liberaria minhas descargas elétricas por ambos os braços até desacordá-los! Assim que batessem com os seus corpos no chão, olharia para traz para saber a distância dos marinheiros e começaria a correr. Teria a espwerança de que eles ficassem ocupados com aqueles dois pacotes...

“No fim eles me ajudaram a escapar...”

Procuraria uma saída daquele beco e assim que a encontrasse sairia do mesmo. Nesse momento se desse de cara com algum marinheiro, não hesitaria e daria uma “ombrada” em seu tronco e novamente liberaria uma descarga elétrica e continuaria a correr, se encontrasse um beco ou algo parecido entraria no mesmo e olharia em minha volta a procura de algum lugar para me esconder se houvesse algo que me permitisse subir no telhado das casas usaria.

“Acho que de cima, terei uma visão privilegiada do que está acontecendo nessa cidade...”


Voltar ao Topo Ir em baixo
GM.Furry
Game Master
Game Master
GM.Furry

Créditos : 59
Warn : Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 7 10010
Masculino Data de inscrição : 27/03/2015
Idade : 27

Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver...   Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 7 EmptyTer 21 Fev 2017, 16:43


Ken Rock

1000V


O grupo deslocava-se com dificuldade quando a abordagem da marinha foi feita. Ken por sua vez fazia tudo com dificuldade e mesmo a tarefa de falar mostrava-se difícil. O grupo começou a se deslocar agora já fora da viela. O vento mostrava sinais de ganho de intensidade. A chuva devia estar próxima.

Ken continuava tentando explicar que precisava do seu beck. Mas os homens que o carregavam continuavam sem conseguir entender direito o que era dito. A língua do tritão se enrolava em suas tentativas de soar coeso.

A marinha se aproximava, o avanço do grupo era demasiado lento, pois a fraqueza que Ken demonstrava parecia apenas se agravar. Devia ele ter sido mais atento as suas próprias necessidades e ter se importado menos com o que os outros desejavam. Sua mente confusa formulava um plano para tentar se ver livre daquela enrascada, mas seu corpo já não respondia como devia.  Mais próxima, mais próxima, cada vez mais perto.

Trevor olha com desagrado para a aproximação da marinha e por fim ordena.

– Larguem ele, se não vão apanhar todos nós. – Imediatamente Ken percebe a perda de seu apoio e sente a aproximação do chão e sua inevitável queda. Sua vista embaçada percebe Trevor e o grupo se afastando, correndo a toda velocidade rua abaixo.

Os primeiros pingos de chuva atingem a pele do tritão, ao mesmo tempo que o grupo de marines alcança a sua posição. Vacilante ele ainda tentava alcançar o baseado em seus bolsos, mas seus dedos tremiam de mais. Quando a pancada na cabeça veio foi quase um alivio para o mesmo, pois seu mundo parou de tremer e apenas escureceu.

(Faça um sonho, um delírio, algo criativo e que me mostre algum empenho.)

Ken voltava há acordar algum tempo depois, não sabia ao certo o tempo que havia passado, mas seus tremores haviam passado um pouco. Ainda sentia a falta do baseado, mas agora era como aquela sensação de alguém que esta com fome a tanto tempo que a própria sensação fica amortecida, embora presente.

Uma única luz oscilava no teto, presa por um fio comprido e balançando. As sombras do local ficavam confusas, parecendo vultos a espreita. A frente quem podia ver uma mesa de madeira simples com suas coisas dispostas em cima, todas elas. Não era possível enxergar as paredes do cômodo, apenas o pilar onde estava amarrado e a mesa eram visíveis com aquela iluminação.

Conforme se situava um som ritmado chegou a seus ouvidos. O raspar de uma pedra em uma lamina. Leve, longo, pausado e continuo. O deslizar causava um arrepio que percorria a pele do tritão.

– É ótimo poder encontra-lo de novo seu assassino maldito. – era uma voz conhecida, embora agora estivesse desprovida de qualquer emoção, mas ainda era a voz de Bruce, clara e inconfundível. – Como você já deu cabo daquela gata imunda só me resta você para aplacar minha dor.

O som parou e Bruce entrou na luz, soltando a pedra de amolar em cima da mesa. Em sua mão estava um longo facão de gume brilhante. Os olhos de Bruce ainda pareciam perdidos.

– Os soldados não vão reportar ainda a sua prisão. Temos a noite inteira só para nós. – as palavras ainda soavam sem qualquer emoção. – Algum ultimo pedido seu pedaço de lixo?




Histórico:
 
[/justify]


OFF: Bom... Você fez a interpretação do personagem um pouco melhor, parecendo agora egoista. Mas os efeitos de violar um vicio médio que nem o seu não se dão tão brandos assim, como se apenas uma tragada fosse te deixar novo e forte o suficiente. Ainda mais que se passou alguns turnos desde o momento que você o devia ter saciado. Te dei uma chance agora de pedir pra fumar.

Lembre-se que você deve parecer de mau-humor, irritado, agressivo. É so pensar em como um dragado fica puto e raivoso quando quer a droga.

____________________________________________________



[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ken Rock
Pirata
Pirata
Ken Rock

Créditos : Zero
Warn : Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 7 9010
Data de inscrição : 27/05/2015

Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver...   Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 7 EmptyQua 22 Fev 2017, 10:26

Antes mesmo de apagar ou receber a pancada, guardaria comigo aquela sensação de ter sido largado e ficar perdido como uma marionete com as suas cordas cortadas. Talvez merecesse aquilo, viria o grupo de Trevor se afastar sem nenhum problema... Afinal eu não era seus companheiros, nunca fui talvez por todos os ocorridos que aconteceram até agora me fizeram esquecer de quem realmente são os seres humanos.

“Deixei de lado tudo aquilo que forjei em minha alma por simples vagabun...”

Quem me dera poder terminar o meu pensamento, assim como minha tentativa de alcançar meus cigarros tudo escureceu e ficou mais nítido depois da pancada em minha cabeça...

(...Início delério)
Por um estante eu teria voltado para Conomi, época em que eu ainda era um tritão juvenil e passava meus dias fazendo os afazeres passados pelos meus professores. Por algum motivo não conseguiria enxergar seus rostos, estariam turvos como uma espécie de borrão. Não me importaria, apenas aproveitaria aquele momento.

O céu estaria radiante, o sol iluminaria toda a plantação que havia perto da casa de onde eu morava e no meio da plantação uma bela garota estaria rodopiando com os braços abertos e um sorriso largo estampado em seu rosto. Não pensaria duas vezes, teria a certeza de que aquela garota seria minha preciosa Fat... Correria como nunca antes havia corrido, minhas passadas seriam largas, semelhantes a de um bobo apaixonado e sim eu era aquele bobo que sem pensar avançava plantação a dentro para abraçar mais uma vez a minha amada.

“Não o que está acontecendo? Por que a distância não diminuiu? O que há de errado comigo?”

Demorou um pouco para perceber, mas eu corria em vão! A paisagem passava mas a distância não diminuía, tentava gritar mas minha voz não sairia. Conseguia apenas correr, correr e correr. Alcançar meu objetivo parecia uma tortura e para piorar eu acabará de tropeçar em algo. Meu corpo deu uma cambalhota e quando dei por mim, já era de noite e eu estaria deitado no meio da plantação com os braços abertos.

Tudo era iluminado pela imensa lua que estava acompanhada por milhares de estrelas, aquilo me deixava calmo, feliz, sabia que um dia já teria olhado para aquele céu e logo me veio um pensamento forte e reconfortante...

“Fat, eu sinto que ela está por aqui tenho certeza!”

Tatearia com a mão de forma precisa, como que já soubesse onde estaria a mão de minha amada e a alegria só aumentaria quando mais uma vez sentisse aquela mão delicada e macia reconfortando a minha. Com um movimento só rolaria e a abraçaria forte, com os olhos fechados me encheria de alegria. Poderia morrer já não me importava, mais uma vez eu a teria em meus braços, encheria meus pulmões e diria sem pensar as palavras que a anos estariam presas na minha garganta...

- ..... ......... .... . ...

Ao perceber mais uma vez que as palavras não saiam da minha boca me apavorei e abri os olhos e eu estaria abraçado com o corpo de Fat todo ensanguentado, mais uma vez a teria em meus braços morta, mais uma vez minha alegria havia sido tirada de mim quando olho para cima vejo um clarão acompanhado de uma forte dor de cabeça....
(fim do delírio)


Acordaria aos berros no local que havia sido transportado....

-AAAhhhhh maldito, como pode fazer isso com ela?

Não conseguiria controlar a minha respiração, tentaria por tudo mexer o meu corpo mas ele estaria amarrado, procuraria saber onde eu estava mas não teria noção de profundida ou de qualquer coisa parecida. Meus pensamentos estariam confusos, estaria desorientado sem saber onde eu estava. Me apavoraria pois tudo aquilo que vivera a pouca, as lembranças, seriam tudo um delírio. Com certa dificuldade, devido a situação em que estaria, conseguiria apenas enxergar uma mesa com todos os meus pertences e logo deduziria que havia sido capturado e estaria mais fodido do que antes!

“Puta que me pariu, aqueles filhos de umas putas traidores! Merda, eles me abandonaram ...”

-Mas que merda, me tirem daqui, eu tenho que estripar aqueles filhos de uma puta de merda!

Rangeria os dentes e me debateria um misto de raiva e querer fugir daquele local, ao olhar para frente me lembraria mais uma vez da minha maconha cedendo lamberia e morderia os meus lábios enquanto forçava o meu corpo a procurar qualquer saída daquele cárcere.

Mas, minhas ações seriam paralisadas ao escutar o afiar de um metal e a voz de Bruce. Naquele momento, saberia que as coisas para mim só iriam piorar, talvez fosse o pior cenário possível que eu nunca havia imaginado. Apenas escutaria suas palavras e assim que ele aparecesse o olharia de forma séria!

“Filho da puta sádico... ingrato de merda!”

Ao escutar que ele me daria um último pedido, não hesitaria e pediria a primeira coisa que me veio a cabeça naquele momento...

“ Peça para ser libertado”

- Me dê um dos meus cigarros é a única coisa que lhe peço nesse momento.

Aguardaria que o cigarro me fosse dado e assim que aceso fumaria o mesmo de forma calma enquanto observaria as ações de Bruce e de seu maldito e afiado amigo sabre. Como não teria mais o que eu fazer, começaria a falar com ele, caso o mesmo permanecesse quieto.

- É realmente engraçada a maneira que nos encontramos a primeira você me acusou de ser um revolucionário invadindo o navio da marinha, a segunda em sua casa onde você me acusa de ser comparsa daquela assassina e agora qual o motivo?

Aguardaria as atitudes e resposta de Bruce e continuaria fumando o meu baseado até a última ponta...

“ Uma coisa é certa, ele irá me castigar! Só preciso arrumar um meio de descobrir como posso sair dessa”

Se ainda houvesse algum diálogo entre nós ou se me fosse perguntado se eu conhecia aqueles homens, diria ao Bruce...

- Do que adianta lhe dizer a verdade, das últimas vezes eu lhe disse a verdade e você não acreditou, você não é de confiança, assim como aqueles traidores que me prometeram um barco para sair da ilha...

Esperaria que a isca da promessa falsa adiantasse em alguma coisa, talvez com um pouco mais de tempo não sofresse tanto e conseguisse algo em troca.

“É claro que o universo onde isso irá acontecer de forma como eu espero só exista na minha mente...”  

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Legendas:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
GM.Furry
Game Master
Game Master
GM.Furry

Créditos : 59
Warn : Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 7 10010
Masculino Data de inscrição : 27/03/2015
Idade : 27

Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver...   Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 7 EmptyQua 22 Fev 2017, 11:15


Ken Rock

1000V


Pela primeira vez o olhar de Bruce vacilava, mostrando uma certa confusão diante do pedido inusitado. Talvez o próprio Bruce esperasse um pedido para ser solto, liberto, ou algo do gênero, mas não cigarros. Mas aquele breve flash de confusão logo passou e Bruce enfiou um cigarro na boca de Ken com certa violência. O fumo amassou um pouco, mas não o suficiente para se tornar inútil.

Acendeu em seguida e após caminhou, circulando Ken e saindo de seu campo de visão. As primeiras tragadas trouxeram um alivio a mente e ao corpo. Na mente o alivio foi gratificante, tornando as coisas mais claras, mas para o corpo o alivio só sérvio para salientar as dores que sentia. Os músculos pesados e fracos, a cabeça latejando e o sangue seco em seu têmpora.

Demoraria tempo até que as dores de protesto de seu corpo aliviassem, um lembrete doloroso do que podia acontecer se passasse tempo de mais negligenciando os seus prazeres carnais.  Tomado pela necessidade de tentar sair daquela situação Ken começou a puxar conversa. Tentando persuadir de algum modo Bruce.

– E o que importa? – retrucou Bruce e logo em seguida o facão deslizou pelo ombro de Ken, o gume brilhoso afundando lentamente conforme era puxado por Bruce em um movimento displicentemente lento e comedido. Afundando o corte aos poucos. Os dentes do tritão se trincaram em dor, mas este não gritou. Mais pelo fato que isso talvez derrubasse o seu fumo. – O que importa você a merda de um tritão estava no navio da marinha, o que mais podia querer a não ser arrumar confusão? Vocês deviam ficar no fundo do mar seus seres repugnantes. E depois? Ainda invadiu a minha casa, o que importa se não foi a sua mão que brandiu a lamina? – Dessa vez não foi um corte, mas sim um golpe pesado com a lateral do facão bem onde o primeiro corte havia sido feito. – A única coisa engraçada vai ser o seu couro enfeitando a parede da sala.

A lâmina foi lentamente encostada no rosto de Ken, no lado esquerdo, aproximadamente no meio do gume. Bruce foi andando e entrando no campo de visão do tritão enquanto a lâmina girava na pele do mesmo, raspando e sujando a face do tritão de sangue.

Olhos frios encaravam Ken, olhos que encaravam o seu pescoço. O facão começou a deslizar abrindo um sulco raso no rosto do tritão que começava a se debater freneticamente em suas amarrar.

Estava amarrado em um cabo, uma tubulação de agua ao que parecia. Rebitada no chão e no teto. Tinha uma junção em cima por onde algumas gotas de agua começaram a pingar. Mas era sólido e provavelmente não se desprenderia, ao menos não sem grande esforço, coisa a qual os músculos trêmulos de Ken ainda não eram capazes.

O gume alcançava o pescoço de Ken, ao mesmo tempo em que um sorriso alcançava os lábios de Bruce. O tritão parou de se debater mediante a pressão da lamina na pele, aguardando apenas o que parecia ser inevitável.

TUM TUM TUM.....TUM TUM TUM.. – alguém esmurrava uma porta escondida na escuridão. O olhar de Bruce azedou novamente, o mesmo largou o facão sobre a mesma e foi para trás de Ken. O rangido de uma porta sendo aberta foi parcialmente abafado pelo suspiro de alivio do tritão.

Passado um minuto e Bruce não voltava. A lâmpada continuava oscilando, mas não se ouvia nada do outro lado.



Histórico:
 


OFF: Foi uma significativa melhora... Agora vamos ao choque de realidade do que é ser tritão. Pois achei que vc foi mto bem recebido por todos sendo tritão. KKKKK.

Sua interpretação da personalidade melhorou. No quesito escrita, português/desenvolvimento/termos da de melhorar ainda. Mas nessa qualidade atual já me convence a não te arrancar uns dedos. Se notar mais algumas melhoras até posso me convencer a seus planos de fugir darem certo. xD

____________________________________________________



[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ken Rock
Pirata
Pirata
Ken Rock

Créditos : Zero
Warn : Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 7 9010
Data de inscrição : 27/05/2015

Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver...   Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 7 EmptyQui 23 Fev 2017, 14:10

O tempo passava e a minha agonia apenas aumentaria, não queria ser retalhado e cortado em pedacinhos como um peixe comum. Mesmo o meu corpo não estando 100% de sua forma, eu teria que tentar de tudo para escapar das mãos desse lunático sem noção!

“Estou cansado de ser brinquedo nas mãos desses humanos malditos! Raça inferior!”

Não perderia mais um segundo sequer e então colocaria em prática alguma coisa que fosse útil. A primeira coisa que passou na minha cabeça foi eliminar o máximo possível de oxigênio dos meus pulmões com a esperanças das cordas afrouxarem um pouco e assim obteria uma agilidade maior do meu tronco. Ao mesmo tempo torceria e retorceria a minha mão diversas vezes de um lado para o outro buscando alguma abertura ou algo do tipo para me ver livre dali.

Se essa minha tentativa não desse certo, partiria logo para o plano três, afinal o plano dois seria similar mas, menos extremo e naquele momento eu precisaria ser extremo!

“Eu sou um tritão e vou sair dessa porra nem que eu tenha que me foder inteiro pra isso”

Colocaria a etapa três em ação, torceria para que o Bruce não chegasse a tempo, afinal eu estaria mais fodido ainda. Manteria a minha audição aguçada vigilante e começaria com as mãos, como minhas mãos estavam amarradas, tentaria deslocar um de meus dedos para dentro da palma da mão, caso não tivesse a pegada exata, utilizaria o cano de ferro como apoio e forçaria com toda a força que o meu corpo pudesse exaurir naquele momento. A dor seria algo inevitável e morderia os meus lábios e apenas me concentraria em gritar mentalmente...

“AAAARGHHHH!!!! DESGRAÇADOS!”

Respiraria pela boca, similar a respiração que as grávidas fazem quando estão em trabalho de parto, e procuraria voltar ao meu foco!

“Vamos Rock, agora não é momento de você sentir dor! Se concentra porra!”

Torceria para que as amarras de minhas mãos estivessem mais frouxas para que eu pudesse retirá-las e assim aos poucos e com cuidado mover as mãos até libertá-las daquele aperto. Se a sensação de alívio de não ter mais meus pulsos amarrados surgisse era um indício de que a primeira etapa do plano teria dado certo e então partiria para a penúltima e dolorosa etapa...
Assim como o dedão, tinha a ideia de afrouxar as cordas que amarravam o meu tronco, tinha a esperança de conseguir liberar apenas um braço! E aos poucos isso não seria uma esperança, teria a convicção de que conseguiria! Ainda preocupado com ruídos ou barulhos próximos, pararia por alguns segundos e continuaria a minha tentativa de fuga. Agora meu alvo seria a minha clavícula, a fim de mudar minha estrutura óssea, forçaria meu ombro contra a barra de ferro e como meus pés estariam livres, eu os utilizaria como força de rotação e com as mãos livres empurraria o braço para baixo, estaria forçando o mesmo braço que a pouco desloquei o dedão, repetiria esse movimento circular aumento a pressão e a força cada vez que eu falhasse, pararia apenas quando escutasse o barulho e sentisse a dor descomunal. Cerraria os meus dentes e babaria de dor.

Meus pensamentos estariam completamente braços, sentira o meu corpo transpirar como nunca antes transpirei, meu foco estaria completamente embaçado e só conseguiria sentir aquela dor horrível que tomaria conta de corpo...

“Não posso parar agora, tenho que continuar se for para morrer vou morrer tentando escapar daqui como um tritão e não como um peixe pescado por esses humanos imundos!”

Forçaria-me a recompor da melhor e forma possível, ainda havia mais uma etapa e essa eu teria que estar com o meu foco em dia. Retiraria todo o ar de meus pulmões, emagreceria minha barrica e com o braço começaria a força-lo para cima ou se houvesse um ponto frouxo entre as cordas, forçaria o meu braço por ali para tê-lo livre. Após libertar o meu braço pela parte frouxa da corda ou através da tentativa de tirá-lo por cima a força, esticaria uma de minhas pernas até a mesa a fim puxá-la aos poucos, pelo menos até que o meu braço conseguisse alcançar minhas espadas ou o sabre de Bruce.

Se minha sorte estivesse em dia e eu conseguisse arrastar a mesa bem devagar, com a intenção de não fazer nenhum barulho. Forçaria o meu corpo a frente e com o meu braço livre pegaria o sabre ou uma de minhas espadas, se fosse uma de minhas espadas e elas estivessem embainhadas utilizaria minha boca para retirar a bainha, posicionaria a lamina na direção das cordas e começaria a cortá-las. Assim que estivesse livre, recolheria minhas coisas e iria para parte escura da sala, próximo a porta e me esconderia. A dor do meu corpo estaria horrível mas procuraria ao máximo focar em minha fuga.

Por outra lado, minhas espadas poderiam estar distantes ou nem estarem ali e se esse fosse a situação, pegaria o sabre do Bruce e com a sua lâmina super afiada cortaria as cortas. Solto, recolheria os meus pertences e me esconderia na parte escura da sala próximo a porta e aguardaria a chegada do meu sequestrados sádico. A dor do meu corpo estaria horrível mas procuraria ao máximo focar em minha fuga.

Porém, a vida de um tritão, exótico como eu, nem sempre é fácil e ao tentar arrastar a mesa e a mesma começasse a fazer algum barulho, eu pararia e tentaria pegar o sabre com os dedos do meu pé, dedão e indicador, assim que tivesse a firmeza em meus dedos, esticaria o meu braço solto e então me concentraria para o movimento. Puxaria o sabre para fora da mesa e então o jogaria para cima e com o meu braço e mãos que estariam soltos, pegaria o sabre da melhor forma possível e então cortaria as cordas. Caso não conseguisse pegar com a mão esticaria a perna e deixaria o mesmo perfurar a minha cocha, controlaria ao máximo para não gritar e depois retiraria a lamina de minha perna para começaria a cortar as cordas e iria para a parte mais escura da sala e aguardaria alguém entrar.

Escondido nas sombras, assim que a porta se abrisse, esperaria a pessoa entrar dentro da sala e a perfuraria com a espada pelas suas costas e soltaria minhas descarga elétrica a fim infringir mais dano. Retiraria a lâmina e a perfuraria novamente o corpo.

Se pessoa atingida fosse o Bruce, apenas riria de sua cara e abriria a porta de forma lenta e cuidadosa. Olharia pelo local e procuraria alguma janela que desse para a rua, se fosse no térreo pularia e começaria a correr a fim de procurar algum lugar para me esconder. Se estivesse em algum piso superior me movimentaria de forma lenta e cuidadosa para não ser detectado.

Procuraria um canto e pegaria mais um de meus cigarros naturais e o acenderia para esquecer um pouco a dor de meu corpo que estaria me matando.

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Legendas:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
GM.Furry
Game Master
Game Master
GM.Furry

Créditos : 59
Warn : Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 7 10010
Masculino Data de inscrição : 27/03/2015
Idade : 27

Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver...   Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 7 EmptySex 24 Fev 2017, 10:58


Ken Rock

1000V


A visão tornava-se turva mediante os esforços desesperados de Ken. Por duas vezes seu corpo desfaleceu mantendo-se em pé apenas pelas amarras. A respiração estava acelerada, em arfadas rápidas e curtas. Suas mãos haviam conseguido se soltar após algumas tentativas, mas a parte de libertar o braço estava causando vários problemas.
Quebrar seu ombro com sua própria força era uma tarefa deverás difícil. Toda vez que parecia estar quase conseguindo sua força de vontade cedia e ele perdia as forças. Ainda era um tritão jovem e faltava-lhe dureza e determinação para superar este tipo de desafio. Seu corpo até possuía o necessário, mas faltava-lhe força mental para concluir o feito.

Acordava pela terceira vez quando sua audição começa a captar o que parecem ser explosões e gritos. Ainda estavam distantes, mas os minutos se passavam e Bruce não retornava e os barulhos se aproximavam.  Ainda assim Ken não desistira e continuava forçando seu ombro a quebrar. A goteira formada na junção superior do cano aumentara com os esforços do tritão, passando de um gotejar para um fluxo constante que vertia sobre Rock, molhando as cordas e trazendo uma refrescancia bem vinda naquele inferno que vivia.  

Acordando mais uma vez o jovem começa ouvir claramente sons de confronto e então um disparo de canhão abafa todos os outros ruídos. Ainda zonzo o tritão não entende imediatamente quando seu mundo vira de pernas pro ar, pedras voando junto a lascas de madeira.

Rock acorda mais uma vez, agora deitado no chão, ainda amarrado, mas com as cordas já frouxas. Agua verte por baixo do seu ventre vazando do cano destruído atrás de si. Ao levantar sua cabeça Ken enxerga o mar a sua frente.

Havia sido ele levado para uma construção abandonada próxima ao porto e talvez por sorte ou destino um navio não identificado realizara um ataque naquele mesmo porto. Navios da marinha disparavam contra o navio não identificado.  Quando Ken se mexeu sentiu que seu ombro agora estava realmente quebrado e a dor que veio seguida a essa constatação quase o fez desmaiar novamente. Ainda assim a agua era revigorante e refrescante o que o ajudou a conseguir forças para se levantar.

Seus pertences agora estavam espalhados, Rock jogou as tabuas que estavam sobre suas costas quando se levantou e recolheu o que viu das suas coisas.  Felizmente entre elas estavam seus cigarros e outras coisas. (Deixarei pro avaliador da aventura decidir se tudo ou só parte das coisas foi recuperada de acordo com a avaliação que ele fizer do desenvolvimento dos teus posts.)
Olhando para destruição atrás de si o tritão pode constatar que foi um tiro de raspão, não acertando em cheio a casa onde estava, mas sim a casa ao lado. Tirando o cômodo em que estava o resto da estrutura parecia ter se mantido em pé.

Se Ken avançasse para rua a frente poderia ir tanto para a direita quanto para a esquerda em uma avenida que seguia beira mar. Não era um local conhecido anteriormente pelo tritão, tal que ele não via construções conhecidas. Segundo reto alcançaria o mar após uns 40m.

Não muito longe, dentro do mar, o navio desconhecido começava mais uma vez a manobrar, seus canhões pareciam prontos para disparar e ele se posicionava paralelamente a ilha para um novo ataque.  



Histórico:
 


OFF: Lembre-se de tomar cuidado com sua própria avaliação dos seus atributos. Mesmo como tritão você esta na escala comum. Pra qualquer pessoa de força de vontade comum seria muito, quase impossível, deslocar o próprio ombro estando amarrado. Claro que dispondo de liberdade para travar o braço em algum ponto e se jogar usando o próprio peso seria outra questão.

Você também não possui perícias voltadas a anatomia, então cuida um pouco de termos como clavícula. Cita ombro, palavras mais populares.

A qualidade da narração melhorou, poderia te dizer pra revisar o português, mas eu mesmo não reviso hue hue.

Posso encerrar no próximo post? Ou você quer que eu de continuidade a alguma trama? Responde no skype msm.

____________________________________________________



[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ken Rock
Pirata
Pirata
Ken Rock

Créditos : Zero
Warn : Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 7 9010
Data de inscrição : 27/05/2015

Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver...   Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 7 EmptySex 24 Fev 2017, 12:30

Um milagre realmente poderia acontecer com um tritão ou o universo gostaria de brincar comigo e me livraria das amarras do meu destino que já estava próximo do fim....

Após recolher os pertences que avistei após a destruição, parcial, do local me colocaria para fora dali...

- Mas que merda, onde eu estou? E por onde eu devo seguir? Para ser sincero nesse momento qualquer caminho é caminho e não tenho muito o que escolher, navios da marinha na costa e aquele navio estranho atacando tudo por aqui...

“Gostaria muito de ir direto ao oceano, mas minhas condições físicas e mentais estão um lixo e me aproximar daquela batalha seria um suicídio... vou correr o mais longe o possível desse local.”

Olharia a minha volta rapidamente com aquela intenção de fazer um check de que não haveria nenhum louco suicida em querer me atacar ou alguma bala de canhão em minha direção. Rapidamente voltaria o meu corpo e começaria a correr, seguindo o caminho pela direita, o mais rápido que eu conseguisse naquela situação que seria um tanto quanto desesperadora.

Seguraria o meu ombro machucado com a minha outra mão, meio que no instinto, para que eu não sentisse tantas dores durante a corrida e também para que ele não sacolejasse tanto. Correria e manteria a minha atenção em possíveis perseguidores e também nos disparos dos canhões. Já que o navio estaria manobrando para um próximo ataque....

“Não sou nenhum gênio, mas tenho certeza que essa porra de navio vai disparar de novo e eu estarei fodido se continuar na minha dele..”

Durante a minha fuga, se houvesse crianças, mulheres ou homens caídos ao chão ou a minha frente eu os chutaria ou pisaria. A ação irá ocorrer da melhor forma que me permitisse escapar o mais rápido possível e claro que durante as singelas atitudes, não poderia deixar de avisá-los....

- Saiam da minha frente seus lixos humanos! Morram de uma vez...

Se no meio dessa confusão os disparos fossem realizados, continuaria a correr e passaria a prestar a atenção em possíveis projéteis disparados próximos a minha direção, procuraria adentrar em algum local a fim de evitar danos e se conseguisse sobreviver continuaria a correr como um louco...

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Legendas:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
GM.Furry
Game Master
Game Master
GM.Furry

Créditos : 59
Warn : Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 7 10010
Masculino Data de inscrição : 27/03/2015
Idade : 27

Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver...   Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 7 EmptySeg 20 Mar 2017, 07:30


Ken Rock

1000V


A batalha em alto mar continuava, as pessoas ou estavam bem próximas a água, curiosas para ver melhor o que acontecia, enquanto outras simplesmente saiam desordenadamente para o mais longe possível.

Ken saia pela rua, apoiando-se na parede para ter mais firmeza. Seu braço latejava, mas a água que escorria advinda da chuva que retornava lhe trazia um pouco de alivio. Fosse o que fosse Ken sabia que precisaria de um médico logo, ou seu braço iria apenas piorar, mas por hora precisava apenas se afastar.


No navio, longe do conhecimento de Ken, o restante dos membros do grupo o qual ele estava ajudando travava uma batalha após o plano anterior ter fracassado. Haviam tentado matar o Sargento da marinha com um disparo de canhão? Ou aquele tiro que acabou por libertar Ken não havia sido intencional? De todo modo o tritão parecia ter dado ao menos um pouco de sorte no final.

Achou um celeiro depois de algum tempo. Na confusão do ataque alguém o havia esquecido com a porta aberta. Dentro havia diversos barris, feno, e trigo. Devia ser também um armazém. Lá Ken sentou para se recuperar e pensar no que deveria fazer.



 



Avaliação:


Perdas:
● 60 mil berries compra da espada, braçadeiras e maconha. ( Acredito que seria 75k, os 60 foi do antigo narrador) - Alterado - Foram 85k (10k pelos 15 cigarros, 25k pela espada e 50k pelas braçadeiras).
6 cigarros de maconha
700k -
Sendo assim a carteira do player fica zerada.


Ganhos:
● Grupo: Pirata; - NEGADO - O player se recrutou pelos revolucionários no começo da aventura. Basicamente, ele é um revolucionário com recompensa. Ele não realizou missões, mas ainda está conectado de alguma forma à organização. Para se tornar pirata, basta que ele saia da organização. Isso e também pelo fato dos marinheiros terem visto ele usando roupas dos revolucionários, então Ken é reconhecido como um.

Alterar para grupo: Revolucionário.

● Cigarro de Maconha 13/15 - Alterado - 6/8 cigarros

● Perícia: Arrombamento; - NEGADO - A Mink não ensinou ele a perícia, ele apenas leu um livro (ele não tem Genialidade) e mal refletiu sobre o aprendizado. Após isso, teve apenas uma única tentativa de abrir uma algema e conseguiu, sem falhas ou tentativas.

●duas Katanas (loja e comprado) - OK

● Braçadeiras de metal - OK - Lembrando que elas não possuem bônus em atributos, apenas narrativos.

● Recompensa - 2.500.000 B$

● B$700.000 - NEGADO

● Desvantagem má fama não ganha, poucas coisas para causar o ganho desta desvantagem.

Adicionar a aparência:
● Corte longo de facão no ombro direito. Prejudica a mobilidade do braço em movimentos altos.
Ombro direito deslocado. ( X posts para recuperar.) (Imobilidade braço direito) - OK

O player, antes de começar a fase de recuperação, precisará de tratamento. Após tratamento (tanto das feridas quanto da fratura), poderá ter o membro usado normalmente de novo após 10 posts. Caso ele não trate o ferimento nos próximos 5 posts da próxima aventura, o tempo para recuperação irá aumentar em 5 posts também a cada página.

Relação de personagens: - OK
Agora deixe que o player faça as descrições.

Exp: 7
EdC: 7

Localização: East Blue - LogueTown - OK

____________________________________________________



[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver...   Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 7 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver...
Voltar ao Topo 
Página 7 de 7Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: East Blue :: Conomi Island-
Ir para: