One Piece RPG
Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 3 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Unbreakable
Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 3 Emptypor Ainz Hoje à(s) 15:32

» Bizarre Adventure: Smooth Criminal
Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 3 Emptypor ADM.Ventus Hoje à(s) 14:42

» O Legado Bitencourt Act I
Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 3 Emptypor SraVanuza Hoje à(s) 14:08

» Evento Natalino - Amigo Secreto
Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 3 Emptypor Shroud Hoje à(s) 14:01

» Procura-se piratas no East Blue
Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 3 Emptypor Ainz Hoje à(s) 13:58

» Miyuki Morningstar
Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 3 Emptypor ADM.Ventus Hoje à(s) 12:58

» Rumo aos novos mares ! Grandline me espera
Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 3 Emptypor Faktor Hoje à(s) 11:13

» Construindo o Começo
Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 3 Emptypor Ainz Hoje à(s) 9:24

» [FP] Kozuki Orochi
Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 3 Emptypor Akagami Hoje à(s) 9:24

» [Mini - Polyn] Sorriso afetado.
Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 3 Emptypor Layla Morningstar Hoje à(s) 3:00

» mini-aventura
Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 3 Emptypor Layla Morningstar Hoje à(s) 2:01

» Bastardos Inglórios
Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 3 Emptypor Kenway Hoje à(s) 1:06

» Nox I - Loucura
Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 3 Emptypor Catuios Ontem à(s) 23:31

» Sons of Vermillion's Blood: Gênesis
Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 3 Emptypor ADM.Tidus Ontem à(s) 22:08

» Teleton Chronicles I: Retaliação
Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 3 Emptypor Sakaki Ontem à(s) 21:34

» [ficha] Hinata Bijin
Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 3 Emptypor Bijin Ontem à(s) 20:39

» Apenas UMA Aventura
Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 3 Emptypor Van Ontem à(s) 20:35

» Cap. 1: Laços entrelaçados, as chamas da revolução se erguem!
Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 3 Emptypor Wesker Ontem à(s) 20:07

» Buki Bijin
Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 3 Emptypor ADM.Ventus Ontem à(s) 19:02

» Arthas Mandrake
Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 3 Emptypor ADM.Ventus Ontem à(s) 18:58



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG

Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


Compartilhe
 

 Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver...

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte
AutorMensagem
Ken Rock
Pirata
Pirata


Data de inscrição : 27/05/2015

Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver...   Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 3 EmptyQua 31 Ago - 11:13

Enquanto o homem dos charutos proferia suas palavras eu simplesmente respiraria fundo, pegaria o cigarro que estava no chão e o guardaria em algum local apropriado.

“Não posso desperdiçar, vai que eles resolvam fumar o baseado!”

Olharia agora com um olhar mais calmo e diria ao homem da marinha!

- Prazer, meu nome é Ken! Infelizmente não faço a menor ideia das informações que você possui! Para ser sincero, há algumas horas antes de ser pego pelo seu pessoal eu matei um revolucionário chamado Abel. O cara do nada me atacou e acabei matando ele, como receio peguei os seus pertences e vestimentas para me misturar e fugir de seus amigos.

Ficaria de pé na cela e apoiaria uma de minhas mãos na grade enquanto continuava a conversar com o homem.

- Na minha fuga, um grupo de revolucionários estava em minha cola e então resolvi fugir pelo mar, depois de nadar algum tempo encontrei esse navio que na verdade parecia estar abandonado e como não como nada descente a dias, resolvi procurar alguma coisa na dispensa antes de seguir viagem de volta para casa.

Agora com as duas mãos na barra olharia nos olhos daquele ser humano e com toda a serenidade, calma que eu poderia ter naquele momento finalizaria a conversa.

- Essa é a verdade, pode não parecer por eu ser um tritão e não ter muita opção junto aos seres humanos. Mas não tenho interesse nenhum nos revolucionários e também não ofereci nenhuma resistência ao ser capturado... colocaria a mão na testa... até o seu golpe foi desnecessário mas, no seu lugar eu também ficaria com um pé atrás.

Sentaria novamente no local em que eu acordei e esticaria minhas pernas da melhor forma que fosse possível naquele momento.

“Não tenho muito o que fazer agora, se ele acreditar em mim eu serei um cara muito sortudo e duvido que eles tenham chego ou até mesmo consigam acompanhar esse navio com aquele bote”

- Mas é claro que eu sou seu convidado, não posso fazer nada a não ser que você queira e se você realmente quiser para uma outra ilha para que eu fale, fique à vontade não irei resistir... apenas irei cooperar com vocês!

“Se nada der certo, a melhor opção em fugir daqui vai ser na hora deles me tirarem dessa cela para o desembarque!”

- Só mais uma coisa, eu estou muito apertado, onde posso mijar?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Sylvanas
Narrador
Narrador
Sylvanas

Créditos : 7
Warn : Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 04/05/2013
Idade : 101
Localização : Elbaf

Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver...   Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 3 EmptyQua 31 Ago - 15:07

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]



Loguetown


Pegando seu cigarro no chão e ainda sendo observado pelo marinheiro, Ken começava a tentar um diálogo com ele, mas ouvindo suas palavras o velho parecia não ligar nem um pouco para o que ele tinha a dizer e depois de uma risada ao ouvir a ultima pergunta do tritão ele se levantava. - Fique tranquilo, quando chegarmos ao quartel poderá ir ao banheiro... Se não se mijar antes quando tentarem tirar suas informações... - No momento final de suas palavras, a buzina alta do navio tocava. - Ah finalmente chegamos... - Desta vez, três soldados com rifles na cintura desciam até o local a onde estava a cela do rapaz. - Vamos leva-lo pro quartel agora mesmo, nosso dever com ele acaba depois disso. - Ele ordenava aos soldados, que abriam a cela enquanto um deles se dirigia a Ken para algema-lo, um pouco nervoso e com medo do tritão.

O velho subia por uma escada de madeira enquanto os outros soldados empunhavam seus rifles para dar segurança ao seu comparsa, se Ken aceitasse ser algemado ele então seria levado ao convés do navio.

O dia já estava quase no seu fim, o sol estava já a se por e a lua já podia ser vista de longe. Os dois outros soldados pegariam Ken pelos braços e os levariam até o quartel. Nesse meio tempo, alguns civis passariam longe do garoto e o olhariam como um pedaço de merda por ele estar com o manto revolucionário, alguns até o xingariam de tritão imundo mostrando assim seus preconceitos. A guarda do tritão eram os dois soldados o segurando, mais um soldado atrás com um rifle e mais o velho que o tinha capturado na frente dele.

Ao chegar no grande quartel de Loguetown, Ken poderia ver o velho falando com um homem magro e alto que vestia um terno e logo depois de trocar algumas palavras, o homem de terno ordenaria para que o tritão fosse levado a sala de "interrogatório", onde ele seria levado se permitisse e então, ao chegar lá, seria jogado e preso a uma cadeira de metal.

Depois de  alguns minutos esperando, um outro homem de terno adentraria a sala e então começaria a fazer perguntas. - Qual seu nome? Idade? Onde nasceu? A quanto tempo esta com os revolucionários? - O homem ficaria encostado em uma parede somente esperando as respostas. - Quantos homens eles tem? Possuem que tipo de armamentos, navios ou coisas assim? Você sabe qual o posicionamento deles na ilha, qual é? - Ele fazia cada pergunta calmamente, olhando para o chão sem parecer estar muito interessado.

Histórico:
 

Off:
 


____________________________________________________


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Aventuras:
 


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ken Rock
Pirata
Pirata
Ken Rock

Créditos : Zero
Warn : Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 3 9010
Data de inscrição : 27/05/2015

Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver...   Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 3 EmptyQua 31 Ago - 16:21

Minha conversa com o homem aquele desgraçado do charuto não passou de uma simples perda de tempo. Ele não se deu ao luxo de escutar nada ou pelo menos pensar sobre o que eu havia acabado de contar para ele. Talvez em papéis trocados eu também não moveria um musculo para tentar entender alguém que eu jugue errado.

Assim que os guardas chegam para me levar notaria o nervosismo e a ansiedade daquele jovem marinho que parecia nada feliz ou confiante com a tarefa que lhe fora incubida. Como não havia nada a temer a não ser pelo simples fato de eu ser um tritão e estar vestido com o manto verde dos revolucionários....

-Fique calmo marinheiro, não tenho motivos para fugir ou até mesmo temer a prisão. Aqui estão os meus punhos, algeme-os sem precisar temer qualquer reação vinda de minha parte.

Nesse momento estenderia os meus pulsos na direção do marinheiro e o deixaria me algemar de uma forma pacífica.

“Não faço a menor ideia de quantos marinheiros há nessa merda de navio, com certeza seria pego novamente antes de ver o sol!”

Assim que começamos a caminhar pela rua e sou sumariamente descriminado por quem passava por ali algo veria em minha cabeça.

“É verdade, eles não sabem da minha natureza como tritão, e ainda estão me segurando pelo braço, ehhehehehe, minha chance!”

Continuaria a caminhar da mesma forma calma e despreocupada sem esboçar nenhuma reação, pensaria em diversas formas quando tentaria arriscar essa oportunidade e de forma curiosa olharia a minha volta pelas ruas e becos que poderíamos vir a passar.

Concentraria minhas descargas elétricas pelo meu corpo e principalmente em meus braços sem expor elas ou libertá-las, fingiria alguns tropeços, na verdade 3, e no quarto tropeço, inclinaria meu tronco um pouco a frente e descarregaria as minhas cargas elétricas concentradas nos dois homens que estariam me segurando pelos braços. No mesmo momento me abaixaria e projetaria um salto com os dois pés nas costas do homem na minha frente e mais uma vez descarregaria minha eletricidade e me impulsionaria contra o homem do rifle, na altura da linha da cintura.

Estaria contando que o mesmo estivesse de saco cheio com os meus tropeções e estivesse disperso. Meu salto na direção da linha da cintura seria ataca-lo com um encontram de ombro em seu estomago misturado com algumas descargas elétricas. Não queria um confronto direto, ainda mais algemado e desarmado, então correria em zigue zague pelo caminho inverso. Dobraria para qualquer direção na primeira rua que avistasse e continuaria correndo.

Evitaria no primeiro momento os becos, pois não sabia se teriam saídas ou não e continuaria correndo em zigue zague e virarias nas esquinas indo em direção ao mar. Caso algum civil tentasse me parar, apenas descarregaria minhas descargas elétricas a fim de impedi-los. Uma vez próximo ao mar apenas me jogaria no mar e nadaria o mais profundo que conseguisse.

Caso não conseguisse chegar ao mar e estivesse longe do alcance de algum marinheiro, me esconderia em algum beco ou casa que se demonstrasse sem moradores.

Caso fosse uma casa e ela tivesse uma família ou moradores, com uma voz diabólica e babando diria aos mesmos...

- Se alguém falar alguma coisa ou gritar eu irei estripá-los aqui mesmo.

Se a fuga fosse incapacitada apenas seguiria para o QG. Uma vez lá dentro responderia as perguntas ao homem de terno com uma forma calma e despreocupada.

- Meu nome é Ken Rock, 31 anos, No Mar, não pertenço ao grupo dos revolucionários. Fui perseguido por alguns, creio que uns seis depois de matar um de seus companheiros e roubar os seus pertences. Não faço a menor ideia se eles possuem algum tipo de armamento. Também não sei, mas eliminei um de seus membros perto de Shirotown se eu não me engano e depois surgiram alguns caras com o mesmo manto dele e começaram a fazer umas perguntas estranhas e quando desconfiaram eu fugi e eles começaram a me perseguir...

Olharia para o rosto do meu interrogador e falaria com ele...

- Sei que não vai acreditar em nenhuma palavra, mas infelizmente essa é a verdade! Entrei naquele navio por que ele parecia abandonado e eu estava com fome! Na verdade eu ainda estou, não ofereci nenhuma resistência ao ser pego! Você acha que um tritão com a roupa dos revolucionários, iria simplesmente aceitar ser preso e ninguém tentaria me ajudar ou algo do tipo? Fala sério, eu só quero fumar a minha erva e curtir a tranquilidade do oceano... o que vocês marinheiros, revolucionários ou piratas fazem não são da minha conta.

Continuaria calmo e contaria que o mesmo acreditasse nas minhas palavras. Caso ele me ignorasse e continuasse a perguntas as mesmas coisas, responderia as perguntas da mesma forma e se porventura ele tentasse me agredir com suas mãos ou pés, eu descarregaria minha eletricidade nele até o mesmo cair inconsciente no chão. Faria a mesma ação se ele encostasse a mão de alguma forma.

Assim que caísse inconsciente, me levantaria e o revistaria a procura da chave das algemas, caso eu estivesse sido algemado com as mãos para a frente, seguraria a chave com a boca e tentaria abrir as algemas. Uma vez livre, descarregaria outra carga agora na cabeça do cara para me certificar e vestiria suas roupas.

Abriria a porta da cela, caso estivesse aberta, e refaria o caminho inverso até a saída do QG. Tentaria passar uma expressão séria e evitaria troca de olhares, me focaria apenas em sair dali.

Caso alguém desconfiasse ou tentasse me impedir, apenas correria para a rua e tentaria me esconder em algum beco ou local até pensar em algo.

Mas se a porta estivesse atrancada, bateria na mesma e esperaria alguém abri-la. Assim que a maçaneta girasse e a porta abrisse eu segurara a maçaneta e soltaria a minha descarga elétrica, caso fosse de metal senão eu abriria a porta com violência, seguraria a pessoa pelo braço e descarregaria mais uma vez a minha eletricidade. Se o homem de terno ou o possível vigia estivessem armados com espadas ou sabres, eu os roubaria (se ambos estivessem com espadas, pegarias as duas) e em seguida refaria o trajeto até a saída do QG e tomaria cuidado para que ninguém me notassem. Se fosse descoberto, apenas correria para a saída, pelo caminho que teriam feito e uma vez na rua procuraria algum lugar para me esconder o mais depressa possível.

“Corre, filho da puta, corre!”


Off:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Legendas:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Sylvanas
Narrador
Narrador
Sylvanas

Créditos : 7
Warn : Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 04/05/2013
Idade : 101
Localização : Elbaf

Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver...   Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 3 EmptyQui 1 Set - 12:39

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]



A Fuga!


Depois de ver o soldado assustado com seu manto e sua raça, Ken tentava acalma-lo estendendo seus punhos para que ele o algemasse. - Fique calmo marinheiro, não tenho motivos para fugir ou até mesmo temer a prisão. Aqui estão os meus punhos, algeme-os sem precisar temer qualquer reação vinda de minha parte. - O marinheiro tomava coragem e então o algemava, erradamente é claro, pois bons marinheiros sempre algemariam um preso por trás, mas este era só um soldado em treinamento, além disso ele era muito novo e esta missão de escolta era sua primeira.

Sem perceber o erro, os outros dois soldados pegavam brutalmente Ken pelos braços e logo o levavam para fora do navio, onde o sol ainda estava se pondo dando seu ultimo adeus por trás do mar de onde ele tinha vindo.  Haviam muitos marinheiros no porto, mas ao começar a andar na direção do Quartel a maioria deles se dispersava em meio a multidão em que o prisioneiro e seus guardas se inseriam no caminho. O tritão era esperto, e fingia alguns tropeços. Os marinheiros que o seguravam tinham que ergue-lo novamente gastando energia e reclamando como nunca, mas faziam isso sempre que ele caia, e a cada vez que isso acontecia eles reclamavam mais.

Na quarta vez, Ken já estava preparado, já tinha concentrado sua energia em seus braços a onde os marinheiros seguravam inocentemente. - Aaaaargh! - Os marinheiros gritavam e soltavam o tritão ao receberem a descarga elétrica, logo depois disso Ken dava uma voadora no líder deles que caia para trás ao se virar para ver o que estava acontecendo e não parando sua investida o tritão se jogava contra o marinheiro de rifle, caindo junto com ele mas soltando uma descarga que o fazia gritar também.

As pessoas a sua volta gritavam de horror ao vê-lo soltar as descargas elétricas, e por isso se afastavam o máximo que podiam vendo o tritão se levantar junto aos marinheiros que ainda estavam um pouco eletrizados, o tritão começava a correr na frente virando a primeira esquina que via.

Não seria possível correr ao mar naquele momento, pois a parte mais próxima do mar era o porto a onde haviam dezenas de marinheiros a sua espera. - Peguem ele! - O tritão pode ouvir a virar a primeira rua, ignorando os becos e ruas menores ele começou a procurar uma casa abandonada e assim que achou uma adentrou ela imediatamente fechando a porta logo depois, ouvindo os passos dos marinheiros passarem para outra rua depois disso, ele havia os despistado.

- Posso ajudar...? - Na escuridão da casa, a onde somente um pequeno fio dourado do sol passava por uma janela suja iluminando o local, o tritão podia perceber que já havia alguém la. A pessoa se iluminava perto do sol saindo das sombras, junto a ela havia um cachorro negro e pequeno que olhava para Ken com curiosidade. Quem saia das sombras era uma Mink, de pele morena e cabelos rosados vestindo um manto negro.
- Quem é você? E quem deixou você entrar aqui...? - Sua voz era calma e curiosa, mas ela segurava  uma adaga em uma das mãos, já Ken tinha as suas algemadas, ele estava praticamente perdido no nessa ilha que ele mal conhecia.

O sol estava acabava de se por, as pessoas estavam indo para suas casas, daqui a poucas horas as ruas estariam desertas e somente a lua as iluminaria.

Histórico:
 

Mink:
 

Off:
 


____________________________________________________


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Aventuras:
 


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ken Rock
Pirata
Pirata
Ken Rock

Créditos : Zero
Warn : Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 3 9010
Data de inscrição : 27/05/2015

Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver...   Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 3 EmptyQui 1 Set - 15:48

Dentro da casa que supostamente deveria estar abandonada, eu procuraria recuperar o meu fôlego enquanto analisava aquela garota mink e o seu cachorro! Infelizmente não saberia nada sobre eles, minha situação seria a mais desfavorável possível. Então, mais uma vez contaria com a sorte!

- Olá, me desculpe por assustá-la, não fazia ideia de que essa casa estava sendo ocupada por vocês dois! Me chamo Ken Rock... e qual seria o seu nome bela moça e o do seu amigo ao seu lado.

Procuraria ser amistoso com as minhas palavras, naquele momento o que eu menos queria seria confundiram, ainda mais com a marinha querendo a minha cabeça de qualquer jeito.

“Preciso me livrar disso, na verdade só me trouxe azar!”
Caso, ainda estivesse com o manto dos revolucionários, desvestiria e o jogaria em algum canto. Nesse mesmo momento voltaria a conversar com a mink...

- Sei que você deve estar confusa, infelizmente me confundiram com um grupo de pessoas por causa dessa capa verde. Não irei ficar muito tempo aqui, por isso mais tarde eu irei sair da casa e não irei mais perturbá-la se assim você me permitir ficar é claro!


Olharia para a mink e tentaria buscar mais traços dela e do animal ao seu lado!

Posso fazer umas perguntas? Mesmo que eu não possa irei fazer mesmo assim, hehehehehe, por que você está se escondendo nessa casa? Aconteceu alguma coisa com você? Se eu puder te ajudar, basta apenas me falar que irei tentar o máximo possível! E por último, você conhece alguma ferraria? Preciso tirar isso dos meus pulsos de alguma forma.

Olharia novamente para a mink e me dirigiria até a janela de forma calma, sem deixa-la nervosa. Uma vez lá, tentaria visualizar a movimentação de pessoas que poderiam estar na rua ou não. Procuraria algum canto para me sentar e então uma necessidade básica bateria...

“Mas que merda, não comi nada desde que eu saí lá do bar dos revolucionários!”

- Erh... sem querer ser chato, mas sabe onde posso comer e agora que me lembrei também... não faço a menor ideia de qual ilha eu estou...

Se a mesma me alimentasse, pegaria o alimento e comeria de forma calma e assim que as ruas estivessem calmas, abrira a porta da casa e calmamente sairia sem chamar muita atenção. Se a informação do ferreiro me fosse passada, pediria se a mesma poderia me levar até lá e então a seguira mas, se fossem apenas indicações, as seguirias de forma cautelosa, sempre andando pelas sombras.

Caso conseguisse chegar até o ferreiro, procuraria uma forma de entrar em seu local de trabalho e lá procuraria alguma coisa que me fosse útil para abrir as algemas.


Off:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Legendas:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Sylvanas
Narrador
Narrador
Sylvanas

Créditos : 7
Warn : Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 04/05/2013
Idade : 101
Localização : Elbaf

Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver...   Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 3 EmptyQui 1 Set - 23:07

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]



Quando o sol se pôs


Enquanto o sol estava se pondo, a janela da casa abandonada ainda podia fazer o papel de iluminar alguma parte daquele local, a mink e o tritão se olhavam com estranheza e logo Ken tentava responder suas perguntas sendo o mais amigável possível. - Olá, me desculpe por assustá-la, não fazia ideia de que essa casa estava sendo ocupada por vocês dois! Me chamo Ken Rock... e qual seria o seu nome bela moça e o do seu amigo ao seu lado.   - A garota somente olhava para a capa do tritão a qual ele retirava no momento que percebia o azar que o manto havia lhe trazido até o momento. - Sei que você deve estar confusa, infelizmente me confundiram com um grupo de pessoas por causa dessa capa verde. Não irei ficar muito tempo aqui, por isso mais tarde eu irei sair da casa e não irei mais perturbá-la se assim você me permitir ficar é claro! - Dessa vez a mink se aproximava, com sua adaga esperta e pronta para golpeá-lo se precisasse. - Não me assustei... E muito menos estou confusa! Já vi que esta algemado e você provavelmente é um... É um fugitivo!! - A voz curiosa da mink ia se elevando a cada palavra, e junto a isso a iluminação do local ia se esvaindo até que os dois não pudessem se ver mais, por sorte, um homem la fora acendia um poste de vela baixo que permitia novamente os dois se verem. - Eu poderia te matar agora mesmo, e levar sua cabeça pra marinha e pegar sua recompensa... Mas para sua sorte, também sou uma fugitiva... Meu nome é Sally, e o cachorro não tem nome, achei ele nessa casa quando cheguei aqui... Deve ter se perdido. - A garota ia até a janela junto a Ken tentando observar a rua deserta.

- Erh... sem querer ser chato, mas sabe onde posso comer e agora que me lembrei também... não faço a menor ideia de qual ilha eu estou... - Sally olhava para o tritão com certo receio agora chegando perto dele, talvez pelo cheiro de peixe que ele exalava quando algum vento batia. - Você tem um cheiro estranho, é um pescador por acaso?... Bem, comer por aqui é algo raro mas podemos achar algo no lixo dos restaurantes... Faço isso direto! - Ela olhava para o tritão esperando não ser julgada por aquilo. - Você está em Loguetown, a ilha mais próxima da Grand Line! Como pode não saber onde está? Ah verdade, você precisa tirar essas algemas mesmo... Se sair na rua assim vão chamar a marinha na hora!! Com certeza!... - Ela dava uma risada baixa, mas depois de se distanciar do tritão e mexer em uma caixa debaixo de uma mesa antiga e empoeirada de madeira, ela retirava duas pinças de ferro, mas antes que pudesse fazer algo ela dizia as guardando no bolso da calça. - Posso te livrar das algemas... Mas pra isso você vai ter que me fazer um favor!! - Ela dava um sorriso e logo falava o tal favor. - Preciso que você mate um homem pra mim depois de eu te soltar! E prometer que não vai fugir!! - Seus olhos após proferir as ultimas palavras eram de esperança e ódio misturados.

Histórico:
 

Off:
 


____________________________________________________


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Aventuras:
 


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ken Rock
Pirata
Pirata
Ken Rock

Créditos : Zero
Warn : Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 3 9010
Data de inscrição : 27/05/2015

Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver...   Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 3 EmptySeg 5 Set - 11:37

Olharia a garota de forma cordial e presaria em suas falas, apesar de aparentar ter um rosto delicado, seus esforços para se manter segura na posição de superioridade entre nós dois seria louvável...

“Também é uma fugitiva, uma pessoa normal não se esconderia em uma casa abandonada como essa e muito menos estaria portando uma faca consigo! Mas pelo menos ela está se abrindo comigo, vou tentar aumentar mais o nosso diálogo e conhecer melhor essa jovem mink!”


- Então somos dois foras da lei... ehehehehe. Mas eu não tenho nenhuma recompensa pela minha cabeça, pelo menos não que eu saiba, então não faria nenhum dinheiro comigo. Você é uma mink né? Por que não pergunta ao cachorro o seu nome, tenho certeza que ele irá tew responder... parece ter gostado e muito da sua presença.

Olharia para a jovem com um sorriso amistoso enquanto conversava com a mesma, ela me parecia um pouco perdida ou pelo menos seria essa a impressão eu teria de seu comportamento até o momento.

- Prazer Sally, hahahaha não sou um pescador, assim como você não sou um ser humano, venho de uma raça que nasceu no mar, os tritões. E não me incomodo em vascular alguns lixos de restaurantes para comer! Pra ser sincero, comi coisa muito pior nessa vida e você não vai nem querer saber!

“Loguetown, pensei que iriam me levar para uma ilha mais simplória. Não pensei que viria parar aqui por causa daquela besteira de invasão!”

Enquanto a garota se distanciava para pegar algo debaixo da mesa, eu me sentaria em algum lugar ao chão, caso não houvesse nada para sentar e esperaria a mesma retornar.

“O que essa garota quer que eu faça? Mas que merda é essa que eu estou me metendo! Mas para ela estar escondida nessa casa e armada com essa faca, algo de ruim devem ter feito a ela! Não há outra explicação! Afinal eu também matei a pessoa que me fez sofrer e provavelmente ela não ter recursos e forças o suficiente para executar o serviço!”

- Matar uma pessoa... Me diga o motivo de você querer matar essa pessoal, o que exatamente te aconteceu para que você queira tomar essa atitude tão severa! Não estou te negando nada, se você quer que eu faça esse favor, terá que me contar toda a história!

Agora olharia para ela com uma expressão um pouco mais séria e preocupada! E escutaria atentamente o que ela teria a me dizer! Até aquele momento Saaly, havia se mostrado uma pessoa cautelosa e segura, mas foi apenas tocar no assunto de matar o seu alvo, que seu comportamento mudaria completamente e estaria curioso e ao mesmo tempo teria medo de saber qual seria o inferno que essa mink passou.

- Me diga mais sobre essa(s) pessoa(s) e como conhece essa ilha, irei precisar de uma espada para ir adiante com o seu pedido!


Continuaria a escutá-la...

Off:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Sylvanas
Narrador
Narrador
Sylvanas

Créditos : 7
Warn : Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 04/05/2013
Idade : 101
Localização : Elbaf

Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver...   Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 3 EmptySeg 5 Set - 20:43

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]



Assassinato


Ken após falar tudo o que tinha a dizer começava a ouvir as respostas da  garota no mesmo instante. - Falar com ele? Não... Ele é muito jovem e burro pra isso! - Ela respondia um pouco irritada a olhar para o cachorro. Mas seu semblante mudou de irritada para curiosa ao ouvir do garoto que ele não era um ser humano como ela esperava. - Um tritão? Que interessante... - Após dizer isso, ela começava a rodear Ken que estava sentado no chão, enquanto o farejava em alguns locais. - Matar uma pessoa... Me diga o motivo de você querer matar essa pessoal, o que exatamente te aconteceu para que você queira tomar essa atitude tão severa! Não estou te negando nada, se você quer que eu faça esse favor, terá que me contar toda a história! - Após o tritão se pronunciar novamente, Sally se sentava em cima de uma mesa velha com um salto leve e começava a falar tentando não mostrar sua raiva ao explicar o que havia acontecido a ela. - Hm... Bem, não tem problema se eu te contar, mas você deveria aceitar sem perguntar nada, afinal para terem te algemado você já deve ter matado muitas pessoas, deve ser um assassino profissional! - Ela fazia uma pequena pausa se escondendo nas sombras, e enquanto voltava ela começava a falar novamente. - É simples! essa pessoa prendeu meus pais e você irá vinga-los com seus poderes de tritão... O nome dele é Bruce, e ele é só um Sargento da marinha fracote... Eu sei onde ele mora, ele deve estar DORMINDO agora! Poderíamos ir agora mesmo!! Haheheheha - Havia certa loucura e excitação  em suas palavras, mas nada muito grave pelo que parecia. - Me diga mais sobre essa pessoa e como conhece essa ilha, irei precisar de uma espada para ir adiante com o seu pedido! - Ken realmente não sabia onde teria que ir e sem uma espada, qualquer ato que ele tentasse seria em vão, mas aquilo não deixava de irritar a garota por um momento, que suspirava antes de falar. - Aff... Você não poderia simplesmente usar suas presas de tubarão pra matar ele!?... Bem que seja, existe uma ferraria aqui perto e eu posso nos colocar la dentro e você pega sua espada... Bem, esse tal de Bruce não é muito forte como eu disse, ele é grande... Mas é velho! E só usa um bastão como arma, já você pode corta-lo em mil pedaços com sua espada, não é!?! - Seus olhos raivosos brilhavam sobre Ken esperando uma resposta positiva enquanto ela se aproximava.

Enquanto o tempo passava la fora, as ruas iam ficando cada vez mais vazias e frias, somente alguns ratos e baratas davam alguma vida a elas. O cachorro que antes estava ofegando enquanto ouvia as palavras dos dois que conversavam agora começava a lamber uma das mãos de Ken parecendo tentar fazer amizade com ele, os jovens não conheciam o nome daquela raça mas o cão era um buldogue francês filhote, que possuía os pelos de cima negros e sua barriga branca.

Histórico:
 


____________________________________________________


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Aventuras:
 


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ken Rock
Pirata
Pirata
Ken Rock

Créditos : Zero
Warn : Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 3 9010
Data de inscrição : 27/05/2015

Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver...   Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 3 EmptyQui 8 Set - 16:18

Olharia a pequena e jovem Mink enquanto a mesma se preparava para contar o que havia acontecido com ela. Mas para a minha infelicidade, a jovem havia sido muito concisa em sua explicação e as informações teriam sido escassas o que dificultaria a uma análise mais profunda e meticulosa sobre o pedido daquela garota. Porém, algo me deixaria um pouco preocupado com suas palavras e deixaria essa preocupação apenas em meus pensamentos.

- Então seus pais estão envolvidos nesse assunto, já é um bom argumento para você querer se vingar! Afinal sua história é parecida com a minha. Um homem também matou meus pais e a mulher que eu amava, por isso eu sei exatamente como você se sente.

“Um sargento da Marinha! Nenhum Sargento da Marinha é fraco, para chegar nesse posto o infeliz deve ter ralado e muito... realmente a melhor oportunidade que eu tenho é pegar ele dormindo em sua casa. Caso caia em um confronto direto com ele posso vir a me prejudicar, ela não parece ser muito confiável nesse tipo de análise!”

Notaria a sua irritação com relação ao meu pedido por armamentos, mas não estaria nem um pouco preocupado com isso, afinal seria a minha cabeça que estaria a prêmio caso eu falhasse e também sem nenhuma espada, eu seria mais um inútil do que qualquer outra coisa.

-Entenda como quiser, mas eu preciso de uma espada para executar o seu pedido, fico agradecido que você possa me indicar alguma ferraria pelo caminho! Mas primeiro eu preciso tirar essas algemas, você por um acaso teria alguma ferramenta ou chave para me ajudar? Assim que retirarmos isso, podemos ir até o ferreiro e na sequência a casa de Bruce.

Faria carinhos na cabeça e nas orelhas do cachorro. Ele parecia ser muito simpático e carinhoso, um sentimento de paz parecia aflorar daquele pequeno animal.

Caso a jovem Mink, possui-se pinças de ferro ou qualquer coisa do tipo que fosse permitido retirar as algemas, eu solicitaria a mesma e no mesmo momento que estivesse com elas em mãos, pediria que a mesma me ensinasse a usar aqueles instrumentos peculiares.

- Pode parecer estranho o meu raciocínio, mas pelo fato de você andar com esse tipo de equipamento, significa que você sabe como utilizá-los! Poderia me ensinar?

Esperaria a resposta com um certo ânimo, afinal conhecimento nunca é demais e caso a mesma dissesse sim, saberia que levaria algo produtivo daquele encontro.

Início da perícia Arrombamento

A mink Sally saia do meu campo de vista por alguns minutos, não saberia ao certo o que ela iria fazer ou até mesmo se ela havia me deixado lá sozinho. Mas, para a minha surpresa a garota gata voltaria com algumas ferramentas estranhas e vários livros e alguns pedaços de papéis.

Elétrica mais que o normal, ela começaria a falar com um tom de voz um tanto quanto acelerado, parecia que ela estava pirando ou não queria perder mais o seu preciso tempo comigo!

- Muito bem tritão, esses dois folhetins sãos explicações básicas de como utilizar pinças para arrombamento e os seus tipos diferentes de forma e uso! Sugiro que comece por eles e depois, se quiser ou tiver interesse.... Pegue esses dois livros e eles o explicarão como realizar essa tarefa híper fácil!

Os folhetins estavam velhos e pela aparência possuíam uma grande bagagem do tempo. Apesar da sua aparência rústica, suas informações eram muito bem feitas... a caligrafia dava inveja com as suas formas suaves e delicadas, assim como os desenhos das pinças que chamavam a atenção para os mínimos detalhes entre elas.

“Interessante, não sabia que existia uma variedade tão absurda de pinças e quem diria que eu posso também utilizar grampos de cabelo para abrir trancas e fechaduras.... Acho que com alguns dias praticando eu consiga realizar tal façanha como nas explicações dos folhetos!”

Após a leitura rápida dos folhetos, me voltaria aos livros. Me sentaria novamente ao chão e como uma criança lendo uma história em quadrinhos, foleava folha a folha!

Assim como os folhetos os livros eram auto explicativos, dessas vez falavam sobre os diversos tipos de fechaduras e como utilizar as pinças para empurrar os pinos internos das fechaduras. A cada folha que eu lia minha curiosidade aumentava, as gravuras super detalhadas, mostrava como uma precisão cirúrgica como introduzir as pinças e como elas ficavam dentro da fechadura.

- Muito interessante, não imaginava que tal conhecimento poderia ser ensinado assim dessa forma!

A mink por sua vez parecia estar entediada, deitada sobre uma mesa velha de madeira ela girava uma espécie de argola e bufava cada vez que o objeto saia da ponta de seus dedos, a didática dela era zero e isso me irritava um pouco mas, cada vez que ela bufasse eu me concentraria cada vez mais para ignorá-la...

“Mas que menina chata, estou com uma vontade imensa de amarrá-la e continuar a estudar.”

Após algumas horas eu estaria terminando o segundo livro, que diferente do primeiro não continha tantas ilustrações, na verdade parecia ser mais um relato ou história de como a arte do arrombamento surgiu, muito cultura por trás de cada palavram me faziam lembrar do meu falecido professor Raul que me ensinava as histórias do mundo e suas diferentes literaturas e conhecimentos.

- Acabei a leitura, para ser sincero, não estava esperando um conteúdo tão didático por de trás de cada um desses livros e folhetos!

- Então você gostou né? Poderia até falar para você ficar com eles, mas eles pertencem a mim e são muito importantes mas, por outro lado você demorou muito para ler.... Espero que tenha valido a pena pois será você mesmo que irá tentar se soltar das suas algemas....

“Sua gata louca, em nenhum momento eu falei que queria os seus livros... a personalidade dela está cada vez mais volátil”

Nesse momento a garota se levanta da mesa e vem até a minha direção, em uma de suas mãos estariam duas pinças, com um sorriso largo ela me entrega e rapidamente senta em minha frente. É a primeira vez que seguro tais ferramentas, estaria um tanto quanto nervoso... Na verdade quem não estaria...

Com dois puxões fortes de ar para dentro de meus pulmões, eu os inflaria e depois suavemente liberaria o ar. Finalmente estava com a minha mente e corpo prontos para executar a tarefa que dependeria da minha liberdade. Calmamente olho para as algemas, um dos capítulos do livro era dedicado exclusivamente aos vários tipos de algemas e para a minha sorte aquela era uma tranca comum. Como não queria fazer nada de errado pegaria o primeiro livro que detinha aquelas informações e calmamente seguiria as informações.

Cruzo as minhas mãos buscando uma posição mais confortável e calmamente começo a pincelar o buraco, demoro cerca de dois minutos para conseguir encontrar e empurrar o pino da algema. Agora com a outra pinça forço a alavanca da mesma forma que está na ilustração do livro. Com o rosto cheio de suor, mordo minha língua e calmamente começo a girar as pinças e um click misturado com uma brisa suave refresca os meus punhos e põe um fim aos meus nada belos braceletes da justiça!

- Pensei que você fosse ficar errar! No final das contas teve que abrir o livro e seguir o passo a passo... Não se fazem mais gênios como eu!

Não me importaria com as palavras da Mink e com um largo sorriso me ponho de pé e pergunta a gata...

- Posso ficar com as suas pinças?

Fim da perícia!


Agora livre das algemas, sentiria a suave brisa refrescar meus punhos recém libertos! A sensação seria de total liberdade e é claro que não queria experimentar aquilo novamente. Como prometido, me colocara de pé e conversaria com a mink...

- Muito bem, vamos ao ferreiro e na sequência, vamos até a casa do Sgto Bruce.


Caso a mink começasse a sair da casa indo em direção a ferraria, seguiria a jovem é claro que estaria atento as pessoas que poderiam haver na rua e apenas me movimentaria se não houvesse ninguém ou que meus movimentos fossem encobertos pelas sombras, ao passar pelas janelas, me abaixaria para evitar qualquer tipo de incomodo ao ser encoberto. Me movimentaria sempre após a mink e assim que estivéssemos dentro da ferraria, seria mais ariscos em meus movimentos para evitar esbarrar em algo.

“Espadas, katanas, sabres, floretes... qualquer coisa!”

Continuaria a vasculhar, levantaria panos caso houvessem, reviraria baús e assim que encontrasse uma espada ou duas katanas, as pegaria e sairia calmamente do local para não fazer nenhum barulho.

Caso no local houvesse um ferreiro e o mesmo estivesse dormindo, me movimentaria calmamente e por ventura o mesmo começasse a ressonar, iria em sua direção, pelas suas costas e o acertaria na nuca. Mas, se o(a) ferreiro(a) acordasse e começasse a me procurar, me esconderia em algum local prático e o esperaria passar por mim. Uma vez de costas, colocaria a palma de minhas mãos em suas orelhas e liberaria uma descarga elétrica até o mesmo desmaiar.

Com a(s) arma(s) em mãos, me dirigia até a mink e sussurrando diria a ela!

- Pronto, já tenho o que vim pegar, agora me leve até o Bruce.


Última edição por Ken Rock em Qua 14 Set - 13:08, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Sylvanas
Narrador
Narrador
Sylvanas

Créditos : 7
Warn : Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 04/05/2013
Idade : 101
Localização : Elbaf

Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver...   Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 3 EmptyQui 8 Set - 23:15

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]



Assassinato


As falas do tritão eram ignoradas pela mink assim como antes tinham sido ignoradas pelo marinheiro no barco da marinha em que fora trazido para a ilha. Depois que ela o ensinou um pouco sobre a arte do Arrombamento, Ken se sentiu livre após ter as algemas retiradas e então continuou falando. - Muito bem, vamos ao ferreiro e na sequência, vamos até a casa do Sgto Bruce. - Os pelos da mink se ouriçavam loucamente de prazer ao ouvir aquelas palavras. - Sim! Sim! Vamos lá... - Depois de sussurrar algumas outras loucuras para si própria, ela abriu a porta dos fundos.

A noite la fora era fria, e isso não impediu que o cachorro saltasse para a escuridão, provavelmente na direção da casa de onde tinha se perdido, voltando para seus donos. Lara era esguia, e silenciosa como um gato deveria ser ela andou elegantemente por alguns becos cheios de ratos e baratas, até chegarem a ferraria mais próxima. - É ali... Ela está vazia, eu vou abrir a tranca e você entra e pega sua espada!! - Sussurrou da forma mais irritada  e louca que conseguiu. Assim a mink foi até a porta, e depois de alguns segundos conseguiu abri-la, chamando Ken com uma gesto de uma das mãos.

Suavemente a porta rangeu ao ser aberta, o tritão entrou e pegou a primeira espada que viu e logo saiu, foi uma ação tão rápida que ao ver a lâmina em suas mãos mal tinha percebido que tinha acabado de cometer um furto. - Pronto, já tenho o que vim pegar, agora me leve até o Bruce. - O tritão disse baixo, nessa hora a mink começou a andar mais lentamente e olhando ao seu redor na direção de uma casa a dois quarteirões dali, ela havia deixado a porta da ferraria aberta como se simplesmente não ligasse mesmo.

Chegando ao local, ela somente apontou para a casa. Era pequena e de coloração branca, tinha duas janelas na frente tampadas por cortinas, havia uma porta frontal e uma lateral mais atrás. - Posso te colocar na sala de estar ou no lugar onde eles guardam as coisas velhas, onde prefere? - Disse a mink incomodada. A noite continuava a ficar mais fria e não havia nenhum sinal de vida por perto.

Histórico:
 

Considerações:
 


____________________________________________________


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Aventuras:
 


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ken Rock
Pirata
Pirata
Ken Rock

Créditos : Zero
Warn : Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 3 9010
Data de inscrição : 27/05/2015

Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver...   Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 3 EmptySex 9 Set - 13:07

Pegaria a espada e seguiria a Sally até a casa do sargento da Marinha. Conforme iriamos nos aproximando, a personalidade daquela garota me incomodaria mais do que o normal... Não saberia dizer se era por causa do trauma que possivelmente ele teria passado ou se essa era a verdadeira personalidade dela. Simplesmente guardaria essas observações para mim e seguiria a mink calado até as proximidades da residência do sargento.

“Posso estar cometendo uma injustiça, mas eu aceitei realizar o pedido dela! Agora terei que ir em frente já que cruzei a linha do bom senso a muito tempo!”

Assim que chegamos a casa do sargento ela me questionava qual seria a minha escolha para entrar na casa. Sem nenhuma pressa, procuraria um local para sentar e pegaria meu baseado, Daria uma leve cheirada nele de ponta a ponta e o ascenderia da melhor forma que fosse possível naquele momento... Seria suave como um tecido de seda, aquela sensação de paz desceria pela minha garganta, encheria meus pulmões e entorpeceria a minha mente. Não me importaria com as reclamações neuróticas da mink pois, aquele seria o meu momento de relaxar e curtir! O frio da noite não sentiria mais, meus pensamentos ficariam brancos e eu continuaria ali curtindo aquele baseado.

“Mas que merda, queria poder fumar mais, essa noite apesar de fria até que esta gostosa! Enfim vamos deixar a brisa passar e começar as preparações!”

Tentaria parar de fumar o baseado assim que ele chegasse a sua metade e guardaria a ponta para mais tarde, assim que saísse da casa do sargento. Olharia para Sally com os olhos mareados sem pensar começaria a conversar com ela depois de muito tempo mudo!

- Hei, você poderia me fazer um favor? Teria como conseguir alguma comida? Um sanduba pode servir, não consigo realizar esse tipo de tarefa com o estômago vazio!

Caso a garota concordasse em me ajudar, aguardaria ela retornar sentado onde estava! É claro que não estaria tão relaxado assim e observaria as possíveis movimentações da casa e da rua, assim que ela voltasse comeria a comida. Mas, se a mesma não me ajudasse com a comida, apenas aguardaria o efeito do baseado passar e assim me dirigiria a ela com relação ao seu questionamento de introdução a residência do velho Sargento da Marinha.

“Hum... sala de estar sempre está ocupada ou é passagem para algum cômodo e por sua vez o lugar onde guardam coisas velhas sempre há coisas interessantes e é claro não tem ninguém... mas o mais importante! Como ela sabe disso tudo? Se eu perguntar provavelmente não irá me responder como antes...ai ai que difícil!”

- Coisas velhas, essa é a minha escolha! Assim que você quiser nós podemos ir até lá.

Me lentaria de onde eu estivesse, caso eu estivesse sentando, esticaria meus braços para cima com a intenção de alonga-los e bocejaria por alguns segundos. Assim que a mink começasse a se mover iria atrás dela, uma vez que ela me colocasse dentro da casa do Bruce, olharia a minha volta para reconhecer o local e também matar a minha curiosidade de possíveis objetos valiosos ou até mesmo algo que me desse mais informações sobre o meu oponente, caso avistasse alguma bolsa contento ouro ou joias as pegaria calmamente com um leve sorriso no rosto!

“Hehehehe, pagamento pelo serviço!”

Não me movimentaria mais que o necessário até me acostumar com o ambiente e procuraria qualquer identificar qualquer barulho, graças a minha audição aguçada (ruídos, barulhos e possíveis conversas dos moradores da casa, etc) ... sussurraria para mink caso a mesma estivesse comigo no local, caso não faria essa pergunta antes de nos separarmos!

- Hei, apenas ele mora aqui? Ou há mais alguém como familiares e empregados ?

oFF:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Legendas:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver...   Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver... - Página 3 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Bem Vindo ao Clube! Vivo só nos resta viver...
Voltar ao Topo 
Página 3 de 7Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: East Blue :: Conomi Island-
Ir para: