One Piece RPG
Dawn of a New Era XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» [E.M] - Gostosuras e Travessuras
Dawn of a New Era Emptypor xRaja Hoje à(s) 01:39

» [ficha] Arthur D.
Dawn of a New Era Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 01:13

» Arthur Diggory
Dawn of a New Era Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 01:12

» Cindy Vallar
Dawn of a New Era Emptypor ADM.Noskire Ontem à(s) 22:53

» 1º Tale - Where the Earth Meets the Sky
Dawn of a New Era Emptypor Baskerville Ontem à(s) 22:20

» Jade Blair
Dawn of a New Era Emptypor ADM.Noskire Ontem à(s) 22:18

» Blackjack Baskerville
Dawn of a New Era Emptypor ADM.Noskire Ontem à(s) 22:17

» Apresentação 6 ~ Falência Bombástica
Dawn of a New Era Emptypor Licia Ontem à(s) 20:58

» Pandamonio, Vol 1 - Rumo à Grand Line!
Dawn of a New Era Emptypor Milabbh Ontem à(s) 20:31

» Karatê Cindy
Dawn of a New Era Emptypor Jean Fraga Ontem à(s) 20:29

» A inconsistência do Mágico
Dawn of a New Era Emptypor Jean Fraga Ontem à(s) 20:03

» Livro Um: Graduação
Dawn of a New Era Emptypor Jean Fraga Ontem à(s) 19:41

» Arco 5: Uma boa morte!
Dawn of a New Era Emptypor Milabbh Ontem à(s) 19:28

» As Raízes do Vigilante Lucífugo
Dawn of a New Era Emptypor Kekzy Ontem à(s) 18:29

» Meu nome é Mike Brigss
Dawn of a New Era Emptypor Shiro Ontem à(s) 17:46

» Os 12 Escolhidos, O Filme
Dawn of a New Era Emptypor Ceji Ontem à(s) 16:14

» Kit - Ceji
Dawn of a New Era Emptypor Ceji Ontem à(s) 15:23

» Mini-Aventura
Dawn of a New Era Emptypor Makei Ontem à(s) 14:25

» [Mini-Aventura] A volta para casa
Dawn of a New Era Emptypor Ryoma Ontem à(s) 12:40

» Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante
Dawn of a New Era Emptypor Akuma Nikaido Ontem à(s) 12:34



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 Dawn of a New Era

Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2, 3  Seguinte
AutorMensagem
Skÿller
Agente em Treinamento
Agente em Treinamento
Skÿller

Créditos : 10
Warn : Dawn of a New Era 10010
Masculino Data de inscrição : 10/08/2015
Idade : 25
Localização : Entre a faca e a parede

Dawn of a New Era Empty
MensagemAssunto: Dawn of a New Era   Dawn of a New Era EmptySex 15 Jul 2016, 04:22

Dawn of a New Era

Aqui ocorrerá a aventura da Civil Agatha Evergreen Scarlight. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

~Fala~
~Pensamento~

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Sabe por que caímos?
Para aprendermos a levantar.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Scarlight
Civil
Civil
Scarlight

Créditos : 15
Warn : Dawn of a New Era 10010
Data de inscrição : 01/07/2016
Idade : 20

Dawn of a New Era Empty
MensagemAssunto: Re: Dawn of a New Era   Dawn of a New Era EmptyQua 27 Jul 2016, 13:03


Finalmente, estava ali em meio a Porto Branco, uma cidade localizada em Dawn Island. A hierarquia social naquele lugar era muito interessante, visto que aqueles que são nobres moravam no palácio e no entorno dele e são podres de ricos. Os cidadãos da alta cidade realmente podiam limpar sua própria bunda com dinheiro, enquanto na baixa cidade as coisas eram um pouco mais... comuns, visto que ninguém ali tinha muito capital.

Seja como for, Porto Branco era o local onde eu estava no momento. Parecia ser uma cidade com boas oportunidades, ali deve haver alguma loja que se especialize em armas para eu poder comprar minha primeira, visto que eu estava almejando ser uma caçadora de recompensas, com muito dinheiro... tanto dinheiro que um dia certamente irei ultrapassar os moradores da alta cidade, não?

Sem demoras, iria caminhar pelas ruas de Porto Branco até poder encontrar uma loja que possa vender uma foice para mim. Uma fada ceifadora, por que não?



off: olá narrador, espero termos uma boa relação durante o desenrolar de minha aventura c:
A propósito, no segundo parágrafo eu afirmei que estava em Porto Branco por causa do fim da história de minha personagem. Espero que não tome isso como God Mode, right?~
A, e meus primeiros posts sempre são horríveis assim, não ligue muito pra ele, será melhor se me incentivar q

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Fala
Falas alheias
"Pensamento"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Marciano
Emissário da Morte
Emissário da Morte
Marciano

Créditos : 48
Warn : Dawn of a New Era 6010
Masculino Data de inscrição : 15/09/2014
Idade : 26
Localização : Na Monstrolandia...

Dawn of a New Era Empty
MensagemAssunto: Re: Dawn of a New Era   Dawn of a New Era EmptyQui 28 Jul 2016, 18:44

~~ Narração ~~


A estação da primavera deixava o porto com um aspecto bem chamativo, pois as arvores, plantas e flores estavam desabrochando, ainda mais numa região tão habitada por nobres, cujos interesses financeiros eram torrar grana e porque não com tais plantas magnificas. Em meio àquela aglomeração de pessoas, Agatha peregrinava pelo porto, parecia que alguma promoção estava em dia ou algo do gênero, pois muitas pessoas estavam levando diversos vasos com flores o que expressava ser um tipo de enfeite.

A garota era bem atraente para qualquer olhar ganancioso, apesar de não possuir uma vantagem especifica de sua beleza. Era de uma raça pouco vista nas redondezas de East Blue, os famosos celestiais. Porém para muitas aquelas asas pareciam ser algum tipo de moda em roupa, talvez apenas fachada para qualquer mulher querendo destaque. Porém Evergreen era sim uma skypiana, apesar de sua raça ser pouco conhecida nos blues, na GL é bem famosa, principalmente pela lábia. Mas deixamos isso de lado, pois a garota que acreditava ser uma fadinha, estava determinada em virar uma caçadora de recompensas e para assumir tal risco, precisaria de alguma arma que pudesse manusear. Sua caminhada era tranquila, diversas lojas estavam com diversos clientes, haviam estabelecimentos, tavernas, restaurantes e algumas barracas estranhas, talvez para coisas estranhas, não que importasse momentaneamente. Agatha pode avistar alguns metros uma placa escrita ‘John Arms’! Uma espada e uma pistola cruzados simbolizava na placa com uma vidraça com diversos tipos de laminas, com certeza era uma loja de armamentos.

Eve ao dirigir-se até a entrada, pode perceber uns homens sair da loja e discutirem sobre as espadas que haviam comprado, o que afirmava ainda mais sua dúvida se era ou não uma loja de armas. Ao entrar pode notar um som sair junto com a abertura da porta, vinha de um sino que ficava em cima da porta para sinalizar clientes. – Seja bem-vinda senhorita! Me chamo John, sou o dono dessa loja... em que posso lhe ajudar? Ele proferia ao aproximar-se da garota em busca de saber qual tipo de arma buscava, poderia afirmar que sua busca era algum tipo de arma, pois para que mais iria adentrar em tal lugar. Ele trajava roupas de couro bem chamativa, possuía cabelos castanhos escuros e costeletas largas, típico de comerciantes.


John:
 

Histórico Scarlight:
 

OFF:
 

____________________________________________________

~Fala / Narração

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Conquistas:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Scarlight
Civil
Civil
Scarlight

Créditos : 15
Warn : Dawn of a New Era 10010
Data de inscrição : 01/07/2016
Idade : 20

Dawn of a New Era Empty
MensagemAssunto: Re: Dawn of a New Era   Dawn of a New Era EmptySex 29 Jul 2016, 02:38


Enquanto andava pela bela cidade de Porto Branco, admirava delicadamente cada planta magnífica que havia naquele lugar, em razão da chegada da primavera em Porto Branco. Várias não pareciam ser plantas nativas, o que me fez pensar sobre o dinheiro que todos aqueles ricos torravam para comprar aquilo. Bom, isso era problema deles, e de certa forma ajudava no embelezamento do local. Se eu estivesse com o dinheiro, iria ter uma mansão enorme e um rio em que só correria minhas moedas de ouro, além de que faria com que belos homens estivessem a minha volta para satisfazer o meu desejo. Com certeza, essa era minha meta de vida, após isso eu tenho certeza de que eu poderia morrer em paz, sem problemas.

O mais interessante em ser uma celestial andando numa ilha terrestre cheia de humanos era que ninguém ligava muito para o fato de eu ter asas em minhas costas. Claro, minha beleza era estonteante, e eu certamente chamava atenção mesmo sem estas asas, mas ninguém perguntava sobre elas. Talvez todos pensassem que minhas asas eram peças de roupas vindo de outro mar existente e que estavam ali para que eu pudesse chamar mais atenção do que o comum, mas era certo dizer que ninguém havia parado para perguntar o por que de eu ter asas em minhas costas, e ninguém também havia perguntado se eu era uma fada. Claro, ninguém iria me parar na rua para fazer isso, mas era bem óbvio que muitos não sabiam que eu não era humana, e sim uma celestial, uma fada que veio para acabar com todos os criminosos e pegar suas recompensas para que pudesse viver uma vida de luxo.

Minha caminhada estava um tanto quanto tranquila. Eu não estava com pressa de começar a caçar criminosos repentinamente, não me importaria em esperar algumas horas para poder comprar o que preciso, mas já ia adentrando o distrito comercial. Era notável a existência de tavernas, restaurantes, lojas de roupas, materiais de construção, e até algumas barracas estranhas que poderiam vender artefatos estranhos, mas que no momento não me interessavam de maneira alguma. Eu só precisava achar uma loja que poderia vender para mim minha futura foice, que seria usada para caçar aqueles que tinham algum valor em dinheiro caso fossem entregados para a Marinha.

Logo, vejo uma placa de um estabelecimento que parecia ter o nome de "John Arms", e havia nela um símbolo que parecia uma pistola e uma espada cruzados. Acho que eu havia encontrado minha loja para comprar meus armamentos.
Logo que entro, vejo alguns homens saindo da loja, discutindo sobre espadas ou o que quer que fosse que haviam comprado. Isso só aumentava mais ainda a chance de aquilo ser uma loja especializada em armas. Na verdade, isso estava bem claro, para mim, então iria adentrar ela rapidamente.

Ao entrar, ouvi o som de uma voz masculina, que parecia estar um sintonia com o sino que havia tocado quando abri a porta. A voz era grossa, e parecia ser um pouco dura, pelo menos para meus ouvidos.

Seja bem-vinda senhorita! Me chamo John, sou o dono dessa loja... em que posso lhe ajudar? - Dizia a voz.

Logo que olho para o local de onde veio a mesma, vejo um homem alto, que parecia ser muito musculoso, de feições duras e grandes costeletas em seu rosto. Ele certamente exalava masculinidade, e com certeza deveria ser o dono, visto que seu nome era John. Mas nunca se sabe, não é mesmo? Seja como for, além de conseguir minha arma, talvez eu conseguisse algo mais.

- Bom, estou procurando uma foice para mim, irei começar logo a caçar piratas. Além disso, procuro também um cara alto e forte para ter alguma diversão. Acho que você se encaixa perfeitamente no segundo quesito.

Eu adorava caras bonitos e musculosos, ainda mais esses que exalavam masculinidade. Talvez eu conseguisse arrancar dele alguma... diversão, não? Era isso que eu queria, certamente, além de minha foice, é claro. Talvez eu até pudesse conseguir algum desconto nela, não? Não faria mal algum, eu era uma celestial muito atraente e ele parecia um humano mentalmente fraco para seduções e muito gostoso fisicamente.

Aguardaria sua resposta, mesmo que minhas seduções não dessem certo, ainda iria querer minha foice, ela era de suma importância para que eu começasse minha jornada em direção a riqueza como uma caçadora de recompensas. Todos iriam conhecer o nome da fada Agatha Evergreen Scarlight, eventualmente.

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Fala
Falas alheias
"Pensamento"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Marciano
Emissário da Morte
Emissário da Morte
Marciano

Créditos : 48
Warn : Dawn of a New Era 6010
Masculino Data de inscrição : 15/09/2014
Idade : 26
Localização : Na Monstrolandia...

Dawn of a New Era Empty
MensagemAssunto: Re: Dawn of a New Era   Dawn of a New Era EmptySeg 01 Ago 2016, 17:49

~~ Narração ~~


Certamente Agatha achava estranho ninguém lhe parar para perguntar sobre suas asas! Talvez achasse estranho já que sua presença era reconhecida como fada, bom, pelo menos para a celestial. Todavia ela não ligava muito para isso, provavelmente pelo fato de isso não ser relevante, mas quem sabe no fundo ser paparicada não era seu real desejo?! Mas deixamos de lado a futilidade e foquemos no real objetivo!

Eve estava determinada em virar caçadora, pois era a forma mais rápida de ganhar direito dentro da lei, não que matar fosse uma profissão realmente agradável, na real na maioria das vezes era repugnante, porém era a única forma de ficar dentro das leis e ser bem paga, talvez Agatha virasse garota de programa, muitos marines velhos e gordos, os famosos veteranos de guerra traiam suas esposas ou apenas deleitavam-se com as famosas putas, era uma boa forma de ganha direito dentro da lei, literalmente já que grande parte é marine. Mas não sejamos simplórios, muitos piratas e bandidos também procura tais diversos, porém as garotas de programa geralmente escolhem seus clientes. Mas realmente não se encaixaria no perfil de Scarlight, pois a jovem garota buscava ter dinheiro apenas para viver uma vida luxuosa, realmente um pecado ganancioso e bem avarento. Mas quem pode culpar uma dama a querer viver no luxo, pois o mundo é movido a ganhar ou gastar dinheiro, Eve estava apenas querendo ganhar para poder gastar, algo relativamente natural já que era do sexo feminino.

A jovem logo adentrava no estabelecimento e era atendida pelo próprio dono, conhecido como John! O mesmo profere instigando assunto com a jovem celestial. De início o homem mostrava-se intrigado com a aparência de Eve, pois as asas querem ou não eram chamativas, mas vivemos num vasto mundo onde tudo é possível, ter asas não era realmente espantoso, pois se humanoides, tritões, gigantes, anões e vários outros tipos viviam em várias ilhas no cotidiano. Porém a voz de Agatha simplesmente fazia os ouvidos de John serem acariciados com tal melodia, não era uma simples voz, era como um canto vindo do pássaro mais raro do mundo, era como uma sinfonia da peça mais ilustre do teatro. O homem ficava entusiasmado com as falas da mulher, talvez Eve achasse que ao cantar o homem ele iria se entregar rapidamente. – Sobre a foice minha cara, minha loja é a mais completa de Dawn! Temos todo tido de armamentos, porém infelizmente devo recusar seu pedido, já sou casado e sou um homem de palavra! Ele mostrava ser educado, apesar dos músculos havia um bom cérebro também. Ele mostrava o arsenal de foices, haviam várias iguais e com o mesmo preço. Existe uma diferença em algumas foices, existia uma que possuía o cabo menor e era movida com apenas uma mão e outra com o cabo maior que era movida com ambas as mãos, porém o preço era o mesmo B$ 30.000 mil.

Havia duas placas que diferenciava uma foice da outra! As placas diziam: foice lépida e a outra foice assassina. O homem enquanto mostrava voltava a dialogar com a jovem e atraente celestial. – Ah não é da minha conta, mas... não acha que sair matando pirata é algo ruim para uma donzela? Dizem que caçador ganha dinheiro, porém existe poucos exatamente porque és uma vida difícil! John parecia tentar aconselhar a garota, pois já vivia nesse ramo a muito tempo, vendia armas todo dia e entendia como as coisas eram, todavia ainda assim não influenciava a perder sua venda, pois até mesmo pegava as duas foices para ver qual Agatha preferia.



Histórico Scarlight:
 

OFF:
 

____________________________________________________

~Fala / Narração

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Conquistas:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Scarlight
Civil
Civil
Scarlight

Créditos : 15
Warn : Dawn of a New Era 10010
Data de inscrição : 01/07/2016
Idade : 20

Dawn of a New Era Empty
MensagemAssunto: Re: Dawn of a New Era   Dawn of a New Era EmptyTer 02 Ago 2016, 12:46


John parecia estar realmente caindo sobre minha voz e meus pedidos a ele. Que idiota. Se eu quisesse, poderia facilmente oferecer um desconto nesse momento, e ainda não teria que fazer nada em troca. O fato de eu ser bem persuasiva me ajudava muito, em vários aspectos, talvez fosse minha maior arma.
Eu poderia fazer o que quiser com aquele homem musculoso e muito gostoso, até que ele disse alguma coisa que fez com que nada pudesse ser feito.

- Sobre a foice minha cara, minha loja é a mais completa de Dawn! Temos todo tido de armamentos, porém infelizmente devo recusar seu pedido, já sou casado e sou um homem de palavra!

Casado. Infelizmente. Agora não poderia fazer nada. Nem dar uma chave em seu pescoço com minhas pernas e nem mesmo conseguir algum desconto. Que aborrecimento, eu realmente queria ter umas horas a sós com um gostosão daqueles, e mesmo se não fosse possível, ao menos o desconto eu poderia receber. E, mesmo querendo isso tudo, eu não vou conseguir nenhum dos dois, por culpa de um simples juramento de amor. Que coisa mais ridícula. Não existe amor que possa sobrepor ao dinheiro e aos desejos carnais dos seres que possam sentir prazer, isso é certeza. Estou até impressionada, de certa forma, com esse vendedor, por ter uma resistência tão grande.

Ele, ao menos, mostrou logo as foices que ele possuía para vender. Existiam vários modelos e que pareciam se adequar a diferentes tipos de pessoas, para cada estilo de luta. Eu estava interessada em uma foice longa, com uma lâmina longa, onde eu precisasse usar as duas mãos, pois seria mais seguro em lutas. Ele possuía uma dessas, além de uma foice de uma só mão, muito curta, que eu com toda a certeza não iria querer utilizar. Meu orçamento me falava que a foice assassina era a melhor opção possível para mim, pois o preço era razoável - sendo que outras que pudessem ser melhores eram caras demais - e era um modelo que eu estava procurando.
Já estava indo dizer qual foice iria querer, quando ele disse mais alguma coisa.

- Ah não é da minha conta, mas... não acha que sair matando pirata é algo ruim para uma donzela? Dizem que caçador ganha dinheiro, porém existe poucos exatamente porque és uma vida difícil!

Não havia ouvido palavras mais tolas que estas em minha vida inteira. Francamente, não era da conta dele se eu iria caçar alguns retardados fora da lei ou se teria que matar ninguém, na verdade, eu não me importava muito com a vida humana, para mim ela valia mais do que um tostão furado. Mas, se para outras pessoas vale muito dinheiro, então era meu trabalho agarrar esta oportunidade. Sou uma donzela, realmente, mas isso não significa que eu não possa lutar da maneira certa.

Com isso em mente, já iria dizer alguns insultos para ele, mas logo me lembrei de que isso poderia ser outra abertura para poder tirar algo dele, como algum desconto ou coisa parecida. Talvez até uma foice melhor pelo preço de uma foice assassina.

- Ah, sim, claro, eu sou uma donzela frágil, mas eu com certeza estou decidida sobre o que quero fazer - Iria dizer, tentando persuadi-lo o máximo possível - Mas você poderia me ajudar de uma maneira, não? Eu estaria mais segura se pudesse comprar uma foice melhor do que esta assassina, apesar de estar com um orçamento baixo. Talvez você pudesse me dar uma pequena ajudazinha, sim?

Jogar charme e seduzir outras pessoas era o ponto forte que havia em mim, com toda certeza. Será que ele resistiria ou iria ajudar? Esperava que ele pudesse atender aos meus chamados, e me desse um desconto em uma arma muito mais poderosa e por um preço barato, ou talvez pudesse me dar um desconto nessa foice assassina, que tal? Seria algo realmente divino, e novamente, eu não iria ter que dar nada a mais em troca, apesar de querer dar algo para ele por várias horas...

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Fala
Falas alheias
"Pensamento"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Marciano
Emissário da Morte
Emissário da Morte
Marciano

Créditos : 48
Warn : Dawn of a New Era 6010
Masculino Data de inscrição : 15/09/2014
Idade : 26
Localização : Na Monstrolandia...

Dawn of a New Era Empty
MensagemAssunto: Re: Dawn of a New Era   Dawn of a New Era EmptyQua 03 Ago 2016, 17:36

~~ Narração ~~


Eve não desistia, tentava de toda maneira conseguir um desconto no armamento que tinha em mente. A jovem celestial pretendia dizer poucas e boas para o dono da loja, mas porque não se aproveitar do espirito virtuoso de John? Jogada boa de Agatha, porém havia apenas um erro em seus cálculos! A ceifadora não estava falando com um adolescente e sim um homem vivido.

John olhava para os olhos de Scarlight e sentia a maldade em suas falas, não maldade de querer matar ou ferir o homem, mas sim de engana-lo, a face que antes era gentil e calorosa, transformava-se em uma expressão fria e repugnante. – Huh... desculpe, mas não fazemos desconto em minha loja, pois as armas são de qualidade única! Parece que gostou da foice de cabo longo, ela custa 30.000 mil bellys! Quer que eu embrulhe para você? Ele profere ao largar a foice de cabo menor e encarar a celestial nos olhos. Apesar da sua voz sinfônica e carisma! Agatha não possuía as habilidades certas para persuadir o homem, ainda mais um tão vivido como John. Talvez se tivesse sedução, lábia ou uma persuasão maior, quem sabe não convencesse o vendedor, porém além de não conseguir atuar como uma garota frágil e gentil, fazia o dono do local perceber suas intenções.

As palavras de John basicamente se resumiam a: se não vai comprar, caia fora! Pois é o mundo é um lugar injusto e cruel, ainda mais numa ilha que não havia quartel general. Os civis de Dawn sempre estavam atentos, principalmente John que vendia armas, porém por alguns instantes Agatha havia feito o homem abaixar a guarda, porém não mais. O vendedor esperava pela resposta da jovem, pois havia outro homem adentrado na loja, este estava vendo as pistolas do outro lado. O que a jovem celestial faria a seguir?



Histórico Scarlight:
 

OFF:
 

____________________________________________________

~Fala / Narração

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Conquistas:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Scarlight
Civil
Civil
Scarlight

Créditos : 15
Warn : Dawn of a New Era 10010
Data de inscrição : 01/07/2016
Idade : 20

Dawn of a New Era Empty
MensagemAssunto: Re: Dawn of a New Era   Dawn of a New Era EmptyQua 03 Ago 2016, 19:16


Ele parecia estar, novamente, caindo em minha lábia. Finalmente, eu iria conseguir aquele desconto que eu tanto queria. Bom, pelo menos era o que parecia, até sua expressão mudar e ele logo começar a falar mais rapidamente. Ele pareceu ter ficado mais frio, e sua gentileza se esvaíra de sua face quase que instantaneamente quando pareceu ter entendido o que eu queria.

- Huh... desculpe, mas não fazemos desconto em minha loja, pois as armas são de qualidade única! Parece que gostou da foice de cabo longo, ela custa 30.000 mil bellys! Quer que eu embrulhe para você?

Puta merda, havia dado errado. Ele simplesmente largou a foice de cabo curto e para lutadores à curta distância e começou a me olhar fixamente. Manter a calma naquele momento era simplesmente o que eu fazia, isso sempre quando algo dava errado. Que lástima, gastar 30.000 bellys em uma foice e sem nenhum desconto! Uma tristeza mesmo, já não bastasse a recusa dele em ter certa diversão comigo... se bem que agora pouco me importava, iria encarar os olhos do homem em retorno, com tanta malícia que eu pudesse demonstrar, e então daria um sorriso, enquanto puxaria rapidamente o leque que estava preso dentro de minha meia e abrindo-o, um gesto muito comum meu e que eu fazia quando normalmente não tinha nada melhor para fazer.

- Sim, esta mesma, a foice assassina... - Diria, enquanto abanaria o leque, perto de minha boca - Se puder embrulhar com tecido ou se puder me dar um suporte para carregá-la em minhas costas, seria melhor ainda. É ruim ser vista por aí andando com uma foice a mostra, não concorda comigo?

Já estava de saco cheio de ficar naquele local. Outro homem logo entrava na loja e começava a olhar as pistolas. Assim que ele acabasse de embrulhar a foice, iria guardar meu leque no lugar de onde eu havia tirado-o, colocar o dinheiro sobre a mesa, pegar a foice e me dirigir até a saída do local.

- Eu procuraria outra loja se eu fosse você - Iria dizer ao homem que estava observando as pistolas, depois viraria para o tal de John, o sorriso malicioso e os olhos provocativos estampados em minha face - Passar bem, e obrigada pela foice.

Com isso, logo iria sair da loja e procurar algo para fazer. Visto que eu estava com tempo de sobra, por que não aprimorar minhas habilidades com as palavras? Não deve ser tão difícil assim, e com certeza iria me ajudar muito da próxima vez que eu precisasse persuadir alguém para poder ganhar alguma coisa... pelo visto, as pessoas aqui ficam mais atentas, visto que não há um Quartel General da Marinha nesta ilha. Uma pena mesmo, seria tão mais fácil e simples, acho que deveria me adaptar ao local.



off: DANGEROUS WOMAN. Eu fiz aquilo tudo mais por causa da desvantagem "Sedutor Incorrigível", pq né. Enfim, vou querer aprender essas perícias sim, não peguei elas inicialmente pq precisei das outras e acho essas mais fáceis de conseguir~

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Fala
Falas alheias
"Pensamento"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Marciano
Emissário da Morte
Emissário da Morte
Marciano

Créditos : 48
Warn : Dawn of a New Era 6010
Masculino Data de inscrição : 15/09/2014
Idade : 26
Localização : Na Monstrolandia...

Dawn of a New Era Empty
MensagemAssunto: Re: Dawn of a New Era   Dawn of a New Era EmptyQui 04 Ago 2016, 18:25

~~ Narração ~~



A jovem celestial respondia o dono da loja pedindo para lhe fornece um suporte para que pudesse carregar sua foice, principalmente nas costas. Ela abria seu leque uma mania compulsiva de Agatha, John recebia o dinheiro da mulher e contava em seguida colocando em seu bolso. – Um suporte é? Tenho sim, fica por conta da casa! Ele profere ao puxar um tipo de cinto que possuía o encaixe exato da foice.

Ao colocar a foice no encaixe, poderia notar que o cabo quase ficava batendo no chão e a lamina ficava embutida no couro, sem perigo de se machucar. Não era grandes coisas, mas cavalo dado não se olha os dentes, é um bom ditado! Eve estava prestes a sair da loja, porém falava com o homem que havia adentrado na loja, o sujeito ficava encantado ao ouvir as falas da mulher, deixando suas bochechas coradas, mas antes que percebesse Agatha dialogava com John e saia do estabelecimento. Evergreen procurava algo para fazer, estava peregrinando próximo do comercio e percebia algumas tavernas, era um bom local para procurar o que fazer ainda mais para uma caçadora como buscava ser! Cartazes de procurados havia no local, geralmente as tabernas sempre possuem estampado em murais, porém a jovem buscava aperfeiçoar sua dinâmica verbal, mais um motivo para entrar em algum bar local.

Scarlight pode deparar-se com uma taberna popular, o nome escrito estava meio apagado, porém ainda sim poderia ler: Nefesto Bar. Era um lugar bem movimentado, ainda mais para o horário da noite cujo estava próximo. Bastante gente estava adentrando no local e caso a ceifadora adentrasse, poderia notar mesas estilo leme de navio, cadeiras de madeira rustica, lustres estilo faroeste e quadros nas paredes com diversas cabeças de animais estampadas. Havia homens bebendo, mulheres vestidas de garçonete, dois barmen e um homem cantando em um tipo de ala música, era uma parte mais elevada para que todos ouvissem bem a cantoria, a música parecia ser bem das antigas, porém era bem agradável, pelo menos para quem frequentava o lugar.



Histórico Scarlight:
 

OFF:
 

____________________________________________________

~Fala / Narração

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Conquistas:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Scarlight
Civil
Civil
Scarlight

Créditos : 15
Warn : Dawn of a New Era 10010
Data de inscrição : 01/07/2016
Idade : 20

Dawn of a New Era Empty
MensagemAssunto: Re: Dawn of a New Era   Dawn of a New Era EmptyQui 04 Ago 2016, 23:13


O tal de John havia arrumado para mim um suporte para por minha foice, apesar do cabo quase base no chão, a lamina ficava muito segura, sendo um item muito bem apreciado e de graça. Ao menos eu havia conseguido algo fazendo com que ele se irritasse, não é mesmo? Encontrei mais um jeito de conseguir o que eu queria. Infelizmente, as chances de dar certo eram baixíssimas e isso poderia me arrumar problemas. Que lástima.

Enquanto andava procurando algo para fazer, observando as pessoas de Porto Branco caminharem para seja lá onde elas iam. Agora que eu havia saído de uma negociação que não havia sido muito boa, tudo o que eu queria era uma bebida ou coisa parecida.

E parece que minha vontade foi atendida com sucesso. Cheguei até uma taverna que parecia ser bem movimentada, mais do que outros lugares que havia visitado. Como eu ainda não vim visitar este lugar neste período de tempo que eu estive aqui nesta cidade sem qualquer marinheiro ou com uma segurança parecida? A placa estava com o nome do estabelecimento um pouco fosco, mas ainda era possível ler "Nefesto Bar". Sem mais delongas, após ler o nome do local, entrei pela porta da frente.
O interior da taverna era agradável de certa forma, se algo ou alguém gostasse de lugares horríveis. Haviam várias mesas que tinham um estilo de leme de navio, cadeiras de madeira um tanto quanto rústicas, lustres esquisitos, quadros na parede com cabeças de diversos animais estampados, numa decoração de muito mau gosto em minha opinião.
Haviam várias pessoas ali, entre elas muitos homens bebendo, algumas garçonetes em seus uniformes anotando e levando pedidos, uma dupla de barman atrás do balcão que poderia servir quem quer que se sentasse ali e um homem cantando algumas músicas antigas. As pessoas conseguiam ser mais desinteressantes que o lugar em si, e eu desejaria não tê-lo encontrado. Porém, eu já estava ali, então é aqui mesmo que iria beber alguma coisa.

INÍCIO DO APRENDIZADO DA PERÍCIA "SEDUÇÃO"



Me sentei num banquinho localizado no balcão. Os banquinhos eram tão desconfortáveis quanto pareciam, mas pelo menos serviam para que eu não ficasse em pé enquanto tomava algo, apesar de parecer uma melhor opção do que ficar sentada ali. O barman veio me servir, ele estava com o que parecia ser seu uniforme de trabalho, uma camisa branca por baixo de um colete marrom e um avental amarrado à cintura. Ele tinha uma barba rala e parecia cansado enquanto esperava o meu pedido.

- Quando eu decidir eu lhe chamo - Disse eu, olhando para o cardápio.

Enquanto observava as bebidas mais alcoólicas possíveis naquele cardápio de merda, logo uma mulher se senta ao meu lado, olhando o cardápio também.  Tento observa-la mais atentamente. Ela era atraente, de certa forma, com um rosto bonito, um corpo curvilíneo, cabelo negro e longo, liso e sedoso, encaixada num vestido vermelho. Cruzava as pernas numa enorme delicadeza. Com certeza alguma prostituta qualquer.
Tentei ignorá-la, mas logo um homem apareceu ao seu lado. Ele tinha cara de tarado, cabelo lambido, uma penugem acima da boca, corpo esguio e alto, e usava roupas de gigolô. Ele começou a enrolar um fio da pequena penugem de cabelos de seu "bigode".

- E aí, gata, ta interessada em alguma diversão? - Perguntou ele à mulher ao meu lado.

Ela olhou para ele de forma que poderia encantar qualquer pessoa. Parecia tão mais atraente e sedutora do que antes, e se inclinou para frente, deitando sua cabeça sobre suas mãos, que lhe pareciam um travesseiro no momento.

- Oh - Disse ela, observando o homem, parecia estar sorrindo - Bom, se você me pagar uma bebida, talvez...

Ela parecia muito atraente para qualquer pessoa que a visse. O homem logo sorriu e abriu sua carteira e olhou para o homem, pedindo um drink para ele e para a mulher. O barman logo trouxe uma taça com uma bebida semitransparente. Provavelmente era um martíni.
A mulher bebeu seu drink com delicadeza, e quando o tarado esguio fez gesto para que ela o seguisse, ela apenas piscou um olho para ele e então o ignorou. Não parecia que ele estava conseguindo chamar sua atenção novamente, então simplesmente pagou a bebida e foi para outro canto.
Observei a mulher com cuidado. Ela era simplesmente o que eu procurava. Alguém para poder me ensinar as táticas de sedução para poder enfeitiçar qualquer pessoa para que pudessem fazer qualquer coisa para mim. Mas para acontecer isso, antes eu deveria pedi-la.

Puxei meu leque e o abri, tapando minha boca, escondendo os movimentos de minha risada maliciosa e logo em seguida me abanava. A mulher olhou para mim, e deu um sorriso malicioso, logo piscando o olho para mim. Guardei o leque e então me virei para ouvir o que ela tinha a dizer.

- Bom, não é? - Ela perguntou - A arte de seduzir. Até mesmo os homens mais poderosos simplesmente baixam todas as guardas para uma mulher que sabe como seduzir de maneira certa. Quer que eu lhe ensine?
- Com toda a certeza - Dizia eu, enquanto tamborilava os dedos sobre o balcão - Me chame de Scarlight.
- Meu nome é Venus - Dizia ela - É um prazer. Certo, primeiramente, para poder aprender a arte da sedução, é preciso ter confiança, até mesmo o excesso dela é bom. Só vai funcionar se você se sentir confiante o bastante. A próxima etapa é fazer um movimento suave, algo que mostre que você esta interessada em seu alvo. É uma das etapas mais importantes, visto que é neste primeiro movimento que a pessoa irá ficar interessada. Tente jogar o máximo de charme possível após isso, mas não deixando a delicadeza de lado, e faça isso até que a pessoa baixe a guarda e você possa manipular ela. Muitas vezes o alvo fará algum movimento. Serve para muita coisa, acredite em mim. Esta pronta para testar com alguém?

Ela esperava minha resposta. Enquanto eu processa tudo o que tinha que fazer na minha mente e memoriza a ordem dos fatos, ela me observava com uma energia faiscante nos olhos. Parecia ter visto algum potencial oculto em mim, e se fosse isso mesmo eu estava com sorte, iria aprender a seduzir alguém rapidamente com aquela mulher me ajudando.

- Certo, vou tentar - Disse eu - Algum alvo em mente, Venus?
- Tente aquele homem que esta sentado na ponta do balcão - Disse ela, apontando para um homem sozinho e vestido de maneira comum, que não parecia querer ser incomodado.

Me levantei e me dirigi até ele, com toda a confiança que eu tinha - o que não era difícil de se encontrar, visto o tipo de pessoa que eu era fisicamente e psiquicamente -. Logo, me sentei ao seu lado rapidamente e peguei meu leque, abrindo-o, observando-o.
O rapaz apenas me olhou pelo canto do olho e me ignorou, e continuou bebendo e comendo o que havia pedido. Esperei alguns segundos para que ele falasse algo, mas vendo que ele não fez nada, voltei para o lugar onde estava.

- Você está fazendo isso errado - Disse Venus, com calma, mas parecendo aborrecida - Não se sente tão perto dele e nem abra esse seu leque enorme de primeira, ou vai acabar espantando ele. Você precisa estar numa distancia um pouco maior, porém segura, de forma que ele possa lhe notar. Onde estamos não é possível ele notar nem mesmo eu, e guarde este leque. A propósito, tente algo com aquele outro ali sentado numa mesa observando o homem cantar.

De má vontade, fechei o leque e o guardei, sorri e me levantei para ir até o homem que estava a mesa. Já iria sentar junto dele... mas espere um pouco. Se eu me aproximasse de uma maneira muito brusca, é bem provável que ele se assuste e nada aconteça novamente. Não acredito que quase ignorei esta última regra. Me sentei numa cadeira ao lado da dele, observando o cantor horrível cantar suas músicas antigas e sem graça, porém, com um ar charmoso. Cruzei as pernas e me descontraí de certa forma, inclinando e escorando minha cabeça sobre a palma de minha mão, fingindo estar interessada. Não tardou muito para que eu percebesse que o homem já estava me observando. Olhei para ele e então dei uma piscadela, e voltei a observar o show de fiascos.
Passado cerca de 2 minutos, uma garçonete logo chega com uma bebida dourada numa taça. Parecia-se muito com champagne. Me lembrei agora que não havia pedido nada e olhei para ela com um ar de interrogação.

- O homem ao lado disse para lhe dar uma bebida, senhorita - Disse a garçonete aos sussurros - É por conta dele.

Ela então saiu, deixando a taça. Bebi ela aos poucos, goles delicados e belos, enquanto olhava para o homem ao meu lado com o canto do olho, e ele já estava concentrado apenas em mim, parecendo ter se esquecido daquele show horrível que estava sendo tocado.
Não tardou muito para ele se sentar comigo, com uma expressão maliciosa, enquanto eu estava apenas jogando todo o charme que eu conseguia.

- Será que posso lhe pagar mais alguma coisa? - Perguntou ele, a voz grossa. Era um sujeito que estava um pouco acima do peso, trajando roupas simples, não chamava muita atenção.
- Claro, eu aceito mais uma ou duas bebidas, se não for pedir muito - Disse eu, dando um sorriso.

Ele logo chamou a garçonete e pediu mais bebidas, e logo veio trazendo uma cerveja para ele e mais uma taça de champagne para mim. Enquanto bebericava e ouvia ele dizer alguma coisa do qual não estava prestando atenção, eventualmente lançava uma piscadela para o mesmo.
Quando eu acabei com a segunda taça de champagne, ele disse que iria ao banheiro e perguntou se eu queria ir para um lugar mais reservado. Apenas dei um sorriso e um olhar de malícia, e ele deve ter entendido isso como um sim, então saiu.
Nesse meio tempo, caminhei até Venus, com delicadeza e um leve sorriso no rosto.

- Acho que eu consegui - Disse, me sentando com ela - Mesmo não sendo um dos mais atraentes aqui, apesar de não haver muitas pessoas que possam realmente serem chamadas de atraentes.

O meu descontentamento com a falta de homens realmente atraentes naquele lugar era tamanho. Era uma taverna que eu não iria querer voltar mais tão cedo, a nenhuma hora, a menos que eu estivesse morrendo de sede e este fosse o único lugar onde poderia ter algo para me hidratar.

- Acho que você já sabe como fazer isso sem minha ajuda. Esta perfeito - Disse ela - Nem eu achei que seria algo tão rápido, sabe? Lhe desejo boa sorte.

Com isso, ela se levantou em toda sua magnificência e saiu pela porta da frente. Já era minha hora também, e não tardou muito para o estranho chegar me chamando para ir junto com ele.

- Hoje não, doçura - Disse eu, olhando diretamente em seus olhos, minha voz enfeitiçadora ecoando em seus ouvidos - Espero que não se importe com isso, mas agora tenho que ir.

Ele estava sem entender muito, mas parecia estar totalmente perdido em minha pessoa e no som de minha voz, e não parecia estar muito preocupado com o fato de eu ter dado um calote nele. Menos mal, era bem mais fácil assim, não é mesmo? Logo me levantaria e sairia em direção a porta da frente do bar, saindo por ela.

A arte da sedução... que perversa.



FIM DO APRENDIZADO DA PERÍCIA.

Após todo aquele aprendizado com aquela mulher aleatório que agora havia desaparecido, estava satisfeita comigo mesmo. Se num futuro próximo ou distante eu fosse capaz de fazer tudo isso corretamente, significava que eu estava pronta para qualquer outra coisa. Porém, por agora, era preciso eu ir andando. Havia mais treinamento para fazer, tanto físico quanto psicológico. Vamos ver o que mais Porto Branco pode fazer por mim, não é mesmo?

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Fala
Falas alheias
"Pensamento"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Dawn of a New Era Empty
MensagemAssunto: Re: Dawn of a New Era   Dawn of a New Era Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Dawn of a New Era
Voltar ao Topo 
Página 1 de 3Ir à página : 1, 2, 3  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: East Blue :: Dawn Island-
Ir para: