One Piece RPG
Capítulo 1: Manchas de sangue XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Capitulo II: Sangue e navalhas! O Golpe em Las Camp
Capítulo 1: Manchas de sangue Emptypor Oni Hoje à(s) 13:44

» The Hero Rises!
Capítulo 1: Manchas de sangue Emptypor Achiles Hoje à(s) 12:10

» Nova Ficha - Regina "Gina" Drake
Capítulo 1: Manchas de sangue Emptypor Gina Hoje à(s) 09:51

» Art. 4 - Rejected by the heavens
Capítulo 1: Manchas de sangue Emptypor Ryoma Hoje à(s) 06:47

» Que tal um truque de mágica?
Capítulo 1: Manchas de sangue Emptypor Kenshin Himura Hoje à(s) 03:17

» O catálogo continua, Baterilla a cidade da beleza
Capítulo 1: Manchas de sangue Emptypor maximo12 Hoje à(s) 00:00

» Apresentação 6 ~ Falência Bombástica
Capítulo 1: Manchas de sangue Emptypor Licia Ontem à(s) 23:32

» Seasons: Road to New World
Capítulo 1: Manchas de sangue Emptypor Volker Ontem à(s) 22:37

» Vol 1 - The Soul's Desires
Capítulo 1: Manchas de sangue Emptypor Arthur Infamus Ontem à(s) 22:08

» VIII - The Unforgiven
Capítulo 1: Manchas de sangue Emptypor GM.Alipheese Ontem à(s) 22:00

» The One Above All - Ato 2
Capítulo 1: Manchas de sangue Emptypor CrowKuro Ontem à(s) 20:53

» Cortes e Tiros, resgate na ilha das aranhas!
Capítulo 1: Manchas de sangue Emptypor Achiles Ontem à(s) 20:49

» Bakemonogatari
Capítulo 1: Manchas de sangue Emptypor Milabbh Ontem à(s) 20:39

» Caçadoras Eternas: Almas entrelaçadas!
Capítulo 1: Manchas de sangue Emptypor Kenshin Himura Ontem à(s) 20:25

» Ato 157: Se eu quisesse tua opinião, Eu tirava na Porrada
Capítulo 1: Manchas de sangue Emptypor Dante Ontem à(s) 19:52

» [MINI-DoflamingoPDC] A pantera negra da ilha montanhosa
Capítulo 1: Manchas de sangue Emptypor Makei Ontem à(s) 19:43

» [Mini - Nice] A espada que dorme.
Capítulo 1: Manchas de sangue Emptypor Ryoma Ontem à(s) 19:35

» [M.E.P] Nice
Capítulo 1: Manchas de sangue Emptypor Ryoma Ontem à(s) 19:34

» [Mini] Albafica Mino
Capítulo 1: Manchas de sangue Emptypor Makei Ontem à(s) 19:16

» [M.E.P] Albafica
Capítulo 1: Manchas de sangue Emptypor Makei Ontem à(s) 19:15



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 Capítulo 1: Manchas de sangue

Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2  Seguinte
AutorMensagem
Skÿller
Agente em Treinamento
Agente em Treinamento
Skÿller

Créditos : 10
Warn : Capítulo 1: Manchas de sangue 10010
Masculino Data de inscrição : 10/08/2015
Idade : 25
Localização : Entre a faca e a parede

Capítulo 1: Manchas de sangue Empty
MensagemAssunto: Capítulo 1: Manchas de sangue   Capítulo 1: Manchas de sangue EmptyTer 12 Jul 2016, 21:44

Capítulo 1: Manchas de sangue

Aqui ocorrerá a aventura do(a) civil Aya Lioncourt. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

~Fala~
~Pensamento~

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Sabe por que caímos?
Para aprendermos a levantar.
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Milho
Civil
Civil
Milho

Créditos : 4
Warn : Capítulo 1: Manchas de sangue 10010
Feminino Data de inscrição : 18/02/2016
Idade : 25
Localização : East Blue

Capítulo 1: Manchas de sangue Empty
MensagemAssunto: Re: Capítulo 1: Manchas de sangue   Capítulo 1: Manchas de sangue EmptyQui 14 Jul 2016, 11:38

Aya Lioncourt - Prelúdio

”Geez, cheguei afinal. Não aguentava mais aquele velho perguntando o que uma ‘garotinha como você está fazendo e blá blá blá’. Que saco! Mas espera, que lugar é esse? Não parece que ele estava realmente preocupado comigo, afinal, me trouxe para um local onde há um matagal sem fim. Bom, vamos ver o que acontece por aqui”. A garota, que foi deixada na praia, começa a caminhar na areia, em direção da mata adentro. Aya daria passos lentos e tentando não fazer barulho. ”Onde será que tem um bom lutador aqui?”. Continua adentrando a mata, em busca de algum tipo de “ser vivo”. Ficaria bem atenta aos barulhos ao redor, utilizando o máximo de sua audição aguçada para não ser pega de surpresa por nada. Caso a garota veja algum ser ou escute algum barulho, ela usará sua aceleração, para se mover o mais rápido que puder e dará um grande salto para o sentido contrário do que ela viu/ouviu.

– Quem ou o quê está aí? – Ela manteria sua feição séria, apesar de sua aparência não ajuda-la a intimidar os outros.

Histórico | Situação do Personagem:
 

Objetivos:
 

Observações:
 


____________________________________________________

É isso mesmo, Convidado, eu voltei.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Legenda:
 


Última edição por GM.Aya em Sex 15 Jul 2016, 06:48, editado 3 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
gmasterX
Civil
Civil
gmasterX

Créditos : 9
Warn : Capítulo 1: Manchas de sangue 10010
Masculino Data de inscrição : 12/06/2014
Idade : 21
Localização : Na minha casa,ué

Capítulo 1: Manchas de sangue Empty
MensagemAssunto: Re: Capítulo 1: Manchas de sangue   Capítulo 1: Manchas de sangue EmptyQui 14 Jul 2016, 14:41

Narração

Já era noite e o vento frio soprava a floresta como se incentivasse o sono, mas a noite é uma criança para a jovem Aya. No meio daquela floresta, o silencio reinava como se nada existisse ali. A luz da lua clareava aquela noite e também era refletida nas águas do oceano. Um momento para se apreciar por horas, mas Aya não tinha todo esse tempo, com seu objetivo em mente, ela avançou floresta à dentro. Porém, em seu caminho ela pode ver muitas luzes logo à frente e diversas vozes femininas vindo do mesmo ponto.

Estavam em um grande numero e a jovem não sabia se o grupo não era hostil, por isso qualquer presença era ameaçadora. Ao ver aquilo, a jovem estava prestes a gritar para chamar a atenção do grupo, seu grito fora interrompido por uma mão enorme e logo após, antes que pudesse ao menos perceber, alguém ou algo envolvei aquilo que parecia ser um braço e a puxou para um arbusto próximo.

-Fique quietinha ai... Nesta situação, eu não sou o problema. – Aya ouve uma voz masculina bem próxima. O homem lentamente a solta, permitindo que ela pudesse se virar e ver o rosto do homem que a interceptou de tal maneira. Um homem com uma presença forte e um olhar sério.  Até sua postura passava uma sensação de experiência, mas o que realmente chamava atenção era a gigantesca espada em suas costas e o fato de que estava usando óculos escuros, mesmo de noite.

-Se você concordar, eu posso te levar comigo e explicar tudo que esta acontecendo, mas temos que despistar esse grupo – Antes mesmo que pudesse finalizar a frase, o homem
é surpreendido pelo grupo que Aya tinha acabado de ouvir. Eram mulheres, todas por volta dos 20 com roupas extremamente sensuais. Ao encontrar com a dupla, elas entraram em formação, com umas cinco garotas apontando rifles para a dupla e oito garotas com diversos tipos de armas para combate em curto alcance.

Parece que Aya estava no meio de um grande conflito que ela desconhecia, mas por ser desconhecida naquele lugar, ela ainda podia escolher o seu lado. Quem a jovem moça estava disposta a ajudar? O grupo das jovens moças ou o experiente homem?

Homem experiente:
 

Off:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.][Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Bejin no ombro:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Milho
Civil
Civil
Milho

Créditos : 4
Warn : Capítulo 1: Manchas de sangue 10010
Feminino Data de inscrição : 18/02/2016
Idade : 25
Localização : East Blue

Capítulo 1: Manchas de sangue Empty
MensagemAssunto: Re: Capítulo 1: Manchas de sangue   Capítulo 1: Manchas de sangue EmptySex 15 Jul 2016, 07:13

Action Time


Ao adentrar a floresta, luzes e vozes femininas. ”Mulheres? À essa hora? Bem, eu já sabia que este local era estranho, mas agora me parece mais ainda”. Mas a jovem, mal pode fazer o que tinha em mente, sendo interrompida por um homem. E novamente, antes que ela pudesse dizer qualquer coisa, as mulheres interceptaram o seu “sequestrador” e ela. E elas apontavam rifles pra ela... O QUÊ?! VOCÊS ESTÃO LOUCAS?!

– Vocês estão apontando armas pra mim? – A garota encurvaria as suas sobrancelhas, em direção ao meio da testa e respirava forte, demonstrando estar furiosa.

Mas após alguns segundos, parada, ela daria um sorriso. Ela tentaria pular para cima da mulher que estivesse mais próxima, usando sua aceleração natural e um pulo acrobático, para tentar evitar que fosse atingida por alguma bala. Sendo assim, ela tentaria chutar, com toda a sua força, a veia carótida (Aquela “grandona” do pescoço) da mulher que ela saltou para cima, tentando desmaia-la. Caso conseguisse, ela puxaria a mulher para cima dela, para que se atirassem, acertassem a própria companheira.

– Olha aqui, suas imbecis! Se não deixarem as armas no chão e irem se afastando lentamente, eu não ajudarei a amiga de vocês e ela morrerá – Ela riria depois disso – Vocês acharam que poderiam me vencer? Vamos lutar! Uma por uma!

Caso ela não conseguisse desmaiar a mulher, ela tentaria apoiar o pé na mulher mesmo ou em algo próximo, para um salto mortal para trás. Quando pousasse no chão, ela correria para cima da mesma mulher e pularia, fazendo um movimento de rotação em volta do próprio corpo e chutaria o toráx da inimiga, visando causar uma falta de ar e também, acertar onde é o ponto mais fraco de todas as mulheres. Caso atirem nela após isso, ela correria e faria pulos acrobáticos (mortais) da esquerda para direita e da direita para esquerda, tentando fazer um “zig-zag”. Iria para cima da próxima mulher, correndo.

– Sua vadias! Eu posso derrotar todas! Eu sou invencível! – Ela diria, rindo.

Ela atacaria uma por uma, mirando primeiramente as que estão com rifles e depois as outras, com chutes no toráx e se esquivaria fazendo pulos acrobáticos (mortais) da esquerda para direita e da direita para esquerda, tentando fazer um “zig-zag” até que não reste mais nenhuma inimiga.

Histórico | Situação do Personagem:
 

Objetivos:
 

Observações:
 


____________________________________________________

É isso mesmo, Convidado, eu voltei.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Legenda:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
gmasterX
Civil
Civil
gmasterX

Créditos : 9
Warn : Capítulo 1: Manchas de sangue 10010
Masculino Data de inscrição : 12/06/2014
Idade : 21
Localização : Na minha casa,ué

Capítulo 1: Manchas de sangue Empty
MensagemAssunto: Re: Capítulo 1: Manchas de sangue   Capítulo 1: Manchas de sangue EmptyDom 17 Jul 2016, 19:59

~Narração~

A jovem Aya não se deixou levar pela obvia ameaça das piratas a sua frente, ela estava confiante de suas habilidades e estava pronta para cair no braço com todas aquelas piratas. Um momento antes, talvez por conta da adrenalina, segundos se tornaram minutos, minutos se tornaram horas e horas se tornaram dias. Ela estava prestes a pular em cima de uma das piratas espadachins que por descuido estava bem próxima da jovem, mas as outras não eram tão descuidadas assim. Duas das atiradoras que estavam presentes já tinham travado a mira na jovem. Enquanto ela lentamente se aproximava da espadachim, a jovem pode ouvir os disparos efetuados em sua direção.  Já era meio tarde para desviar já que estava suspensa no ar e bloquear não seria tão efetivo, até que ela pode sentir uma mão puxando sua camisa. O experiente espadachim que Aya acabara de conhecer a jogou para trás com a sua mão esquerda e com a direita, ele girou sua espada na frente de seu corpo. Não era um bloqueio muito efetivo, mas ele se movimentava lentamente para que certa quantidade de disparos não o atingisse e quando menos esperava, um dos disparos havia escapulido em meio de sua barreia.

A bala que escapou estava na trajetória da jovem. Então, como um breve movimento involuntário, ele colocou sua mão na direção da bala, come se fosse agarrá-la, mas é claro que ele não saiu ileso. O tiro perfurou sua mão, mas por sorte ela não a atravessou. A palma de sua mão esquerda estava sangrando muito e as atiradoras tinham se escondido para recarregar suas armas. Para aproveitar o breve momento e evitar a investida das piratas, ele usou sua gigantesca espada como um leque de aço e a balançou jogando uma leve rajada de ar na direção delas. Não foi fisicamente efetivo, mas foi o suficiente para distrair-las. Aproveitando o movimento do balançar da espada, ele se virou e agarrou a jovem Aya, avançando para longe. Ele sabia que mesmo com toda sua experiência, ele não conseguiria enfrentar o grupo frente a frente.

-Podíamos até ter ganhado aquele confronto, mas isso com certeza iria chamar a atenção das outras. – Ele diz, constantemente olhando para frente, correndo entre as arvores e no meio do mato, evitando áreas abertas.  Após alguns minutos de correria e de quase encontrarem com outro grupo de piratas, o homem caiu dentro de um buraco. Ele não parecia surpreso, parecia mais que ele estava procurando por aquele buraco. Ambos desceram pro uma espécie de escorregador da natureza que os levou para um túnel subterrâneo.

O túnel tinha uma população de minks e humanos vivendo ali. Um grupo organizado, grande parte dos itens presentes como moveis e armas eram rústicos ou feitos a mão. A mão do homem pingava de sangue, mas parecia que ele não se importava muito.

-Meu nome é Gail... Sinto muito por ter que se envolver em algo desse tipo, mas tem muita coisa que o povo de fora não sabe. – Ele profere, sem mesmo encarar a jovem. - Aguarde aqui por enquanto. – Ele diz, se retirando antes mesmo de que a jovem pudesse processar o que havia ocorrido. Aya estava livre para ir e interagir com quem ela quisesse ou simplesmente aguardar-lo.

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.][Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Bejin no ombro:
 


Última edição por Magnusx em Qui 21 Jul 2016, 11:15, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Milho
Civil
Civil
Milho

Créditos : 4
Warn : Capítulo 1: Manchas de sangue 10010
Feminino Data de inscrição : 18/02/2016
Idade : 25
Localização : East Blue

Capítulo 1: Manchas de sangue Empty
MensagemAssunto: Re: Capítulo 1: Manchas de sangue   Capítulo 1: Manchas de sangue EmptyQua 20 Jul 2016, 16:24

Povo Subterrâneo

”Que filho da mãe! Eu podia ter vencido elas! Mas por enquanto, vou dar uma volta nesse local subterrâneo, afinal, posso encontrar algo interessante... Tipo um forte lutador!”. Aya prosseguiria, ignorando totalmente o pedido do homem, para que ela aguardasse. Ela andaria prestando atenção nas conversas alheias, para ouvi-las. Caso ela ouvisse alguma informação sobre a Old Tree, pararia onde está para ouvir mais informações. Caso ela visse ou ouvisse sobre uma loja de armas, ela iria atrás dela. Entraria na mesma procurando algumas botas para aumentar seu poder de batalha e ser mais invencível do habitual.

- Ei você! – Ela proferiria para qualquer pessoa que estivesse dentro da loja e parecesse ser o atendente/responsável pelo local – Eu quero essas botas! Deixe-me vê-las!

Se fosse entregue a ela, ela as vestiria e veria se estão no tamanho certo para ela. Se não fosse entregue, ela mesma pegaria da “vitrine” ou do local em que estivesse.

- Eu quero outra! Essa está (grande/pequena)! – Diria ela, se a bota não estivesse no tamanho certo e a depender do tamanho da bota.

Repetiria a fala e a ação até que arrumasse uma que sirva em seus pés. Quando estivesse no tamanho certo mesmo, ela apenas iria em direção da porta, com intenção de sair do local. Se ela conseguisse sair do local, sem problemas, apenas voltaria a andar normalmente pela cidade. Caso fosse interrompida, com ameaças, ataques ou algo do tipo, ela daria um pulo para direção oposta do golpe/”oponente” e ficaria o encarando.

- Você ousa atacar “A Invencível”? – Falaria com ênfase nas palavras finais.

Ela pararia de frente para o seu oponente. Ela pularia para trás, caso recebesse um ataque rasteiro e para ficar próximo da parede, ou um local para dar apoio aos pés, para ter onde se apoiar para dar um contra-ataque no oponente e forçaria seus pés na parede e pularia para cima do oponente, tentando chutá-lo no queixo, com toda a sua força, de forma que ele seja desmaiado, após o golpe. Caso seja um ataque no tronco ou na cabeça, ela abaixaria e apoiaria as mãos no chão e depois empurraria o corpo para cima com os braços, para que possa dar um forte golpe no ponto-fraco do oponente (partes intimas, caso homem e seios, caso mulher, a sensação é a mesma). Caso houvesse mais oponentes, ela os atacaria da mesma forma que atacou o primeiro. Caso o primeiro oponente não seja desmaiado, ela chutaria com a sua máxima força seus pontos vitais, para que ele morresse logo.

- Morra inseto! Ninguém mandou mexer com alguém invencível! – Ela daria uma risada sarcástica.

Caso conseguisse desmaiar o oponente e não houvesse mais nenhum, ela, por birra, iria ao caixa e pegaria todo o dinheiro que houvesse lá. Após as suas ações, ela voltaria andando normalmente, como se nada houvesse acontecido, para o local que o homem mandou-a aguardar.

Histórico | Situação do Personagem:
 

Objetivos:
 

Observações:
 


____________________________________________________

É isso mesmo, Convidado, eu voltei.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Legenda:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
gmasterX
Civil
Civil
gmasterX

Créditos : 9
Warn : Capítulo 1: Manchas de sangue 10010
Masculino Data de inscrição : 12/06/2014
Idade : 21
Localização : Na minha casa,ué

Capítulo 1: Manchas de sangue Empty
MensagemAssunto: Re: Capítulo 1: Manchas de sangue   Capítulo 1: Manchas de sangue EmptySeg 25 Jul 2016, 17:09

~Narração~

Aya não estava ali para aturar o experiente lutador, então ela simplesmente não escutou a sua ordem de aguardar ali. O túnel subterrâneo era enorme, não parecia algo que um humano conseguiria fazer em pouco tempo. Enquanto caminhava, a jovem pode ouvir coisas como “Essa resistência é inútil... Devíamos nós juntar a aqueles que vivem explorando a ilha” Ou “Eu não agüento mais isso, parece que toda vez que derrotamos alguém, mais um inimigo surge”. Naquela bagunça organizada que havia ali, Aya podia encontrar todo o tipo de seres, todos eles pareciam lutar pelo mesmo propósito. Agora você deve estar se perguntando: “Mas que propósito é esse?” e a resposta é o que um dos rebeldes estava explicando para outro novato.

A ilha era um ponto perfeito para qualquer tipo de crime, pois é um lugar esquecido por muitos, sendo regido apenas pelas criaturas que vivem nela: Os minks. Mas o problema é que os minks daquela ilha não tinham o devido seu devido respeito, muitos grupos de caçadores utilizam o espaço das criaturas para contrabando ou até mesmo seqüestram os moradores para vender-los como mercadoria. O grupo que se encontrava na caverna era totalmente contra isso, por isso um pequeno grupo iniciou uma aliança secreta com os minks da ilha, mesmo que a regente e alguns minks não apóiem a idéia, o grupo se manteve de pé firme e forte.

Continuando a sua “exploração”, Aya percebeu que muitos deles mencionaram um “Rifle”, mas da maneira que eles estavam falando, não parecia ser uma arma, parecia mais uma espécie de monstro que vivia por ali. Enquanto caminhava, ela finalmente se deparou com uma banca de madeira, feita a mão como aqueles caixotes que carregam legumes. Apoiado sobre o mesmo estava uma espécie de rato humanóide. Talvez apenas fosse muito feio ou aquele homem era um mink.  Parecia quere dar uma de mais experiente pra cima daqueles que estavam ao seu redor, ele tinha o sorriso de quem usa truques sujos para ganhar em qualquer jogo. Ao se aproximar, Aya pediu “gentilmente” por suas botas, o homem presente demorou bastante para entender o que estava acontecendo, porém ele percebeu que aquela garotinha estava querendo uma arma e aquela situação desencadeou uma leve gargalhada.

-Você não é muito nova para estar aqui? Qual é? O que você vai fazer com algo desse tipo? – Após perceber que a jovem estava falando muito serio, ele arremessou um par de botas bem pesadas na direção da jovem que acabou atingindo bruscamente seu peito.

-Divirta-se – Ele diz, desviando o olhar e voltando aos seus afazeres, uma atitude irritante, pois parecia que ele não conseguia levar a jovem a sério. Após vestir as botas, ela percebeu que a mesma estava proporcionalmente perfeita e para fazer sua atitude deplorável ser ainda mais nojenta, pois pelo menos ele sabia executar a sua função perfeitamente, algo que poderia manter o seu ego.

Após isso, Aya voltou para o local em que estava e aguardou Gail. Ela podia perceber personalidades importantes pela a maneira que eles eram tratados ali dentro, grande parte deles tem muita historia e experiência e pelo respeito que Gail tinha, ele parecia ser uma espécie de líder e ele parecia estar ocupado, por isso a jovem ainda estava livre para aprontar o quanto quisesse por ali.
Spoiler:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.][Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Bejin no ombro:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Milho
Civil
Civil
Milho

Créditos : 4
Warn : Capítulo 1: Manchas de sangue 10010
Feminino Data de inscrição : 18/02/2016
Idade : 25
Localização : East Blue

Capítulo 1: Manchas de sangue Empty
MensagemAssunto: Re: Capítulo 1: Manchas de sangue   Capítulo 1: Manchas de sangue EmptySeg 10 Out 2016, 18:08

Conversas Alheias

Aya ouve coisas que gosta de ouvir. “A ilha é explorada? Eles vem lutando contra alguém? Será que aquelas garotas lá em cima tem algo a ver com isso? Talvez eu deva me juntar à eles... E encontrar um oponente bem forte!”. Ela dá um leve sorriso, de fato, perverso. Andava mais um pouco antes de ouvir “Rifle”. Um arrepio passou por todo seu corpo, mas não era medo... Era o mais puro e belo entusiasmo. Ela decide se armar, mesmo tão excitada.

Mesmo o rato esquisito jogando de forma ofensiva, ela estava tão animada para ver esse tal de “Rifle” que queria só calçá-las e ir atrás dele. Voltou ao lugar combinado, mas por pouco tempo. Vendo que Gail ainda não estava lá, decidiu incomodar a pessoa que parecesse mais familiarizada com guerras e brigas.

- Olá, poderia me dizer mais sobre o “Rifle”? Eu quero enfrentá-lo – Disse Aya, entusiasmada.

Histórico | Situação do Personagem:
 

Objetivos:
 

Observações:
 

____________________________________________________

É isso mesmo, Convidado, eu voltei.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Legenda:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Punk
Pirata
Pirata
Punk

Créditos : 13
Warn : Capítulo 1: Manchas de sangue 10010
Masculino Data de inscrição : 01/07/2013
Idade : 28
Localização : No barco

Capítulo 1: Manchas de sangue Empty
MensagemAssunto: Re: Capítulo 1: Manchas de sangue   Capítulo 1: Manchas de sangue EmptyQua 12 Out 2016, 15:31


     

 Narração. 

Depois de ouvir coisas estranha sobre a ilha, Aya parecia começar a pensar no que fazer ou em um oponente forte, para derrotar, dava uma pequena analisada nas pessoas em sua volta, analisando as pessoas e criaturas ali presente para que possa conseguir informações seu alvo era alguém com aparência familiar de um guerreiro. Era um mink, tinha aparência de um tigre, seu olhar fixo e bravio demonstra não ser de muitos amigos, pode notar algumas cicatrizes feitas por algum tipo de arma branca, alguma faca talvez, são quatro cortes no seu peito, além de uma cicatriz em sua perna esquerda. Ele no atual momento está meio que isolado dos outros apenas observa, está inquieto, anda de um lado para outro, porém isso não assusta a garota de cabelos rosado, uma megalomaníaca, pelo contrário era a pessoa perfeita.

Logo ela se aproxima do mesmo perguntando sobre “ O Rifle” Ele dá um rugido, Aya pode sentir o bafo dele vindo em sua cara e pode acreditar escovar os dentes não é uma de suas práticas. Após isso ele fala com um tom de voz afiado meio que encarando a garota. “ – Rifle é um pirata famoso que navegou na Grand Line ou não é mais, sei lá resto de aborto.” Ele da outra baforada e volta a falar. “ – Dizem que se aposentou da pirataria ou está aqui a mando de alguém, foda-se, ele veio para essa ilha, onde ele nasceu, aparentemente ele está tentando tomar a ilha para si ou para alguém e deixo bem claro que é só por isso que tem alguns humanos aqui!!!!” Respirou bem fundo e voltou a falar. “ – Aceitamos a ajuda do exército Revolucionário para impedir que isso aconteça, então criamos essa pequena base subterrânea para eles ... porem após isso, não queremos mais nenhum humano ... vocês fedem.” Com isso ele voltou a se concentrar em alguma coisa.

Quem estava em volta logo manteve-se em silencio, logo em seguida Gail aparece no local e fala com um tom de voz sério. “ – Parece que chegou um navio na ilha, alguns informantes me falaram ... “ O Jeito como ele fala parece estar falando as coisas pela metade, no local é possível ver um caminho muito escuro há frente, além do tigre, há mais quatro minks e um homem. O primeiro mink aparenta estar sorrindo, sua aparência é de um coelho, um largo sorriso no rosto e uma enorme cartola na cabeça. Segundo e Terceiro minks do tipo macacos, usam roupas parecidas só que de cor diferente, uma espécie de colete o da direita usa um verde e o da esquerda um azul, usam um pequeno chapéu o da direita preto e o da esquerda branco. O quarto é aparentemente um rato, ele está fumando um cigarro, usa uma espécie de terno e em um dos seus bolsos é possível ver um baralho, já o humano é um pouco mais reservado usa um manto a qual cobre praticamente toda suas vestes, o manto é de cor verde, seus olhos praticamente se escondem sobre a toca do manto e ele demonstra uma seriedade.

O rapaz sobre o manto logo diz. “ – Não podemos ficar aqui no subterrâneo para sempre esperando ordens, acho que deveríamos tentar algo.” Suas palavras chamou a atenção de todos, porém ninguém se pronunciou um pequeno silencio começa tomar conta do local.



____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Milho
Civil
Civil
Milho

Créditos : 4
Warn : Capítulo 1: Manchas de sangue 10010
Feminino Data de inscrição : 18/02/2016
Idade : 25
Localização : East Blue

Capítulo 1: Manchas de sangue Empty
MensagemAssunto: Re: Capítulo 1: Manchas de sangue   Capítulo 1: Manchas de sangue EmptyQua 12 Out 2016, 21:34

Rifle e, talvez, seus comparsas

“Pirata aposentado, é? Navegou na Grand Line?”. Ela dava alguns risos como se tivesse parado de prestar atenção no Mink tigre. Mas na verdade, ela estava bem atenta a qualquer pingo de informação que estivesse ao seu alcance. “Esse oponente é digno! Eu o chutarei tanto que ele desejará nunca ter voltado aqui!”. Ela dá mais um sorriso enquanto pensa e deixa seu informante para trás, sem nem ao menos agradecer. Ela pouco se importava com os interesses do povo daquela ilha ou de Rifle, ela apenas queria chutar alguém que lhe proporcionasse algum desafio. “Onde ele está?”, era a frase que não parava de se repetir na cabeça da garota.

Mas ela para um momento para observar a quietude do local e observar Gail, que havia aparecido também, depois de toda a demora. Gail falou algo e um outro homem também. “Um navio no porto... Será que são comparsas de Rifle? Se eu chutá-los, talvez ele apareça para eu chutá-lo também”. Novamente, ela dá um riso elevado, quebrando o silêncio deixado pelo povo do povoado subterrâneo.

- Vamos! Me mostrem o caminho! Eu pisarei neles até reduzi-los à migalhas! – Ela dá mais um riso, enquanto caminha na direção do rapaz que estava coberto pelo manto.

Histórico | Situação do Personagem:
 

Objetivos:
 

Observações:
 

____________________________________________________

É isso mesmo, Convidado, eu voltei.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Legenda:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Capítulo 1: Manchas de sangue Empty
MensagemAssunto: Re: Capítulo 1: Manchas de sangue   Capítulo 1: Manchas de sangue Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Capítulo 1: Manchas de sangue
Voltar ao Topo 
Página 1 de 2Ir à página : 1, 2  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: West Blue :: Kano Country-
Ir para: