One Piece RPG
[Cap.2] Terminando o que Comecei  XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» [E.M] - Gostosuras e Travessuras
[Cap.2] Terminando o que Comecei  Emptypor xRaja Hoje à(s) 01:39

» [ficha] Arthur D.
[Cap.2] Terminando o que Comecei  Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 01:13

» Arthur Diggory
[Cap.2] Terminando o que Comecei  Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 01:12

» Cindy Vallar
[Cap.2] Terminando o que Comecei  Emptypor ADM.Noskire Ontem à(s) 22:53

» 1º Tale - Where the Earth Meets the Sky
[Cap.2] Terminando o que Comecei  Emptypor Baskerville Ontem à(s) 22:20

» Jade Blair
[Cap.2] Terminando o que Comecei  Emptypor ADM.Noskire Ontem à(s) 22:18

» Blackjack Baskerville
[Cap.2] Terminando o que Comecei  Emptypor ADM.Noskire Ontem à(s) 22:17

» Apresentação 6 ~ Falência Bombástica
[Cap.2] Terminando o que Comecei  Emptypor Licia Ontem à(s) 20:58

» Pandamonio, Vol 1 - Rumo à Grand Line!
[Cap.2] Terminando o que Comecei  Emptypor Milabbh Ontem à(s) 20:31

» Karatê Cindy
[Cap.2] Terminando o que Comecei  Emptypor Jean Fraga Ontem à(s) 20:29

» A inconsistência do Mágico
[Cap.2] Terminando o que Comecei  Emptypor Jean Fraga Ontem à(s) 20:03

» Livro Um: Graduação
[Cap.2] Terminando o que Comecei  Emptypor Jean Fraga Ontem à(s) 19:41

» Arco 5: Uma boa morte!
[Cap.2] Terminando o que Comecei  Emptypor Milabbh Ontem à(s) 19:28

» As Raízes do Vigilante Lucífugo
[Cap.2] Terminando o que Comecei  Emptypor Kekzy Ontem à(s) 18:29

» Meu nome é Mike Brigss
[Cap.2] Terminando o que Comecei  Emptypor Shiro Ontem à(s) 17:46

» Os 12 Escolhidos, O Filme
[Cap.2] Terminando o que Comecei  Emptypor Ceji Ontem à(s) 16:14

» Kit - Ceji
[Cap.2] Terminando o que Comecei  Emptypor Ceji Ontem à(s) 15:23

» Mini-Aventura
[Cap.2] Terminando o que Comecei  Emptypor Makei Ontem à(s) 14:25

» [Mini-Aventura] A volta para casa
[Cap.2] Terminando o que Comecei  Emptypor Ryoma Ontem à(s) 12:40

» Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante
[Cap.2] Terminando o que Comecei  Emptypor Akuma Nikaido Ontem à(s) 12:34



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 [Cap.2] Terminando o que Comecei

Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 62
Warn : [Cap.2] Terminando o que Comecei  10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 27
Localização : 1ª Rota - Karakui

[Cap.2] Terminando o que Comecei  Empty
MensagemAssunto: [Cap.2] Terminando o que Comecei    [Cap.2] Terminando o que Comecei  EmptySex 08 Jul 2016, 21:58

[Cap.2] Terminando o que Comecei

Aqui ocorrerá a aventura do(a) civil Tyron. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Teo
Caçador de Recompensas
Caçador de Recompensas
Teo

Créditos : 7
Warn : [Cap.2] Terminando o que Comecei  10010
Masculino Data de inscrição : 09/10/2012
Idade : 21
Localização : Ilusia Kingdom

[Cap.2] Terminando o que Comecei  Empty
MensagemAssunto: Re: [Cap.2] Terminando o que Comecei    [Cap.2] Terminando o que Comecei  EmptyQua 13 Jul 2016, 18:36

Chegada em Loguetown (5/5)


Loguetown... ver essa cidade de cima é bem interessante. Depois que Thor e Loki me trouxeram com esses aviões gigantes para cá, eu não podia imaginar que a cidade poderia ser tão bela. Aos poucos, íamos aterrissando e eu podia sentir a energia da cidade. Assim que pousamos, decidia entregar o dinheiro que tinha para os dois aviadores, mesmo que eles não tivessem aceitado no começo da viagem, eu fazia questão, pois era um grande favor o que eles tinham me feito. Assim, agradecia os gigantes, e então saia do local, a procura do QG da marinha, levando em mãos meu uniforme, e minha insígnia. Usava minha habilidade de visão para não pisar em ninguém no caminho, estava um pouco apressado e sentia que poderia acabar pisando em alguém se não tomasse cuidado. Ser um gigante era meio complicado.
Então, se conseguisse chegar no QG, bateria cuidadosamente na porta, e então diria:


--Com licença, acabei de chegar do North Blue, e quero receber uma missão!


Você pode estar me perguntando: “Tyron, porque você ainda não colocou o seu uniforme?”. A verdade é que eu não sei, a viagem no avião estava tão boa, que eu dormi, e acordei sem pôr o mesmo. Podia fazer isso depois, mas agora me arrependo para falar a verdade. Esperava então pelo meu destino.


Considerações (MUITO IMPORTANTE):
 

Off:
 

Objetivos:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Dialogo:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Satan
Civil
Civil
Satan

Créditos : Zero
Warn : [Cap.2] Terminando o que Comecei  10010
Data de inscrição : 19/03/2016

[Cap.2] Terminando o que Comecei  Empty
MensagemAssunto: Re: [Cap.2] Terminando o que Comecei    [Cap.2] Terminando o que Comecei  EmptyQui 14 Jul 2016, 09:49

Narrador....

Loguetown. A ilha cidade, ou a cidade ilha, de qualquer dos ângulos que se possa olhar, é mesmo uma lugar magnífico, onde vemos arborização em mescla às construções, onde a marinha faz questão de fixar um QG e garantir que ninguém vai arruinar o lugar. Bom, nem tudo é perfeito, um enorme gigante que acabara de chegar de avião, sim você não leu errado, foi de avião mesmo, andava com cuidado para não causar algum acidente ao pisar ou chutar algum cidadão. O que na verdade era muito comum, porque o cara é distraído, então imagina se ele vê um formão tamanho família, ou uma viga perfeita que ele precisa pra construir alguma coisa.... Bem, ao menos ele estava tentando não machucar ninguém e foi exatamente por isso que ele conseguiu chegar sem causar confusão, a não ser derrubar uma ou duas barraquinhas de ambulantes, levantar alguns vestidos com o vento das passadas, e por sorte não esbarrar em ninguém no comércio dessa cidade turística repleta de viajantes.

É....Tudo podia ser bem diferente, um inferno.... Mas não foi, talvez o diabo esteja de bom humor, ou só de mãos atadas, de qualquer forma, era no QG que o grandão estava, e já lá dentro, de frente para um oficial que checava a sua identificação, certamente Tyron teria uma péssima surpresa. Bem Sr. Tyron, mandaram um memorando aqui, você não completou o alistamento, foi nos informado pra prendê-lo, dar-lhe uma semana de solitária e seis meses de serviços comunitários porque a responsabilidade sobre isso é sua. E por favor, não quero ouvir explicações. Agora entregue o uniforme, a insígnia e sua arma. Um momento de silêncio colocaria um pouco de pressão no gigante, nem falar ele deveria, mas caso dissesse algo, certamente seria munido de uma sensação de no mínimo desconforto. E prosseguindo. Mas aqui quem manda é o tenente Cruzis e a ordem foi de rasgar a papelada e conduzir você para o almoxarifado, o lugar está abandonado desde que o tenente chegou e estávamos precisando de alguém grande e forte como você para organizar tudo. Me acompanhe! Vamos ao seu exame completo de admissão.

Ao chegar no lugar Tyron seria apresentado a um esfregão, um espanador, a uma sala enorme com cerca de 100 metros quadrados repleto de pallets e estruturas de metal para organização por fileira e setor, com caixas e mais caixas fechadas com indicação do conteúdo espalhadas pelo lugar, em sua maioria eram produtos de limpeza, higiene, cama mesa e banho, uniformes e coisas do tipo. Seria entregue também uma planilha de controle e etiquetas. Acho que você vai levar horas pra etiquetar e organizar tudo, como vai fazer eu não sei, mas se não der o seu melhor aqui então pode procurar outra carreira. Ao trabalho! É claro que em qualquer momento nosso herói poderia escolher cair fora e seguir outro rumo, mas ninguém acredita nisso, nem mesmo aquele ser escamoso que observa do fundo do abismo.

Histórico Tyron:
 

Citação :
Off: A sua adv é simples de narrar, e por ser curta, não teremos fortes emoções, então vamos direto corrigir as coisas pra você. Qqr coisa MP. Abraço. E sim, eu narro como se fosse o Diabo mesmo. Xzibit

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Narrações Concluídas:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Teo
Caçador de Recompensas
Caçador de Recompensas
Teo

Créditos : 7
Warn : [Cap.2] Terminando o que Comecei  10010
Masculino Data de inscrição : 09/10/2012
Idade : 21
Localização : Ilusia Kingdom

[Cap.2] Terminando o que Comecei  Empty
MensagemAssunto: Re: [Cap.2] Terminando o que Comecei    [Cap.2] Terminando o que Comecei  EmptyQui 14 Jul 2016, 18:59

Bancando o Escravo


Quando chegava no QG, uma notícia bem desagradável era me falada, eu não havia completado corretamente meu recrutamento. Quase soltava um palavrão, mas via que se falasse alguma coisa, não ia ser muito agradável. Então apenas aceitava a situação, entregando o uniforme e a medalha para o oficial. Tomando cuidado para não o machucar ou derruba-lo por causa do tamanho das coisas. Assim, ele me levava a uma sala, não era muito grande na minha opinião. Ele então me explicava que eu teria que arrumar a sala, e limpa-la. Ela continha várias coisas que estavam em caixas, e itens com diversas utilidade, procurava um patinho de borracha apenas com os olhos. Se achasse, o pegaria e colocaria no bolso. Com o esfregão e o espanador em uma mão, e a planilha em outra, eu tinha uma pergunta:

--Onde posso encontrar um balde, e produtos para chão?

Se recebesse uma resposta com uma localização específica, iria até lá pegar os componentes necessários. Caso não recebesse resposta ou fosse muito vaga, procuraria no local onde estava o balde, e alguns produtos, colocando eles no balde, e procurando pelo QG (ou no local em que estava mesmo), alguma torneira com água, para então misturar os produtos e poder usar o esfregão melhor. Alguém agora lendo isso, deve estar rindo da minha cara: “Caraca Tyron, fazendo trabalho escravo... hu3hu3hu3”. Mas vai por mim, já estou acostumado. Quem você acha que ia pegar as madeiras e metais para os carpinteiros e ferreiros trabalharem? O gigante aqui é claro... então eu meio que nem ligo, mas mesmo assim, se você ainda ri da minha cara, receba o meu dedo pai de todos com muito carinho na sua cara. Após analisar minha situação, percebia que antes de limpar, precisaria guardar ou suspender os itens que estavam no chão, e pela primeira vez, eu via um “Pallet” tendo utilidade, sério, quando fazíamos essas porcarias no barco dos Companions, eu sempre me perguntava se aquilo eram camas de anão. Agora vejo que tem utilidades bem interessantes. Pegava as caixas com cuidado, (e ênfase no cuidado, ser um gigante de nove metros lidando com caixinhas não é nada legal, principalmente quando não são suas.) E então colocava-as nos pallets, empilhando-as em um padrão cartesiano (3x3, 4x4, etc...), e então colocava os pallets em um canto da sala, se algo caísse, eu simplesmente o colocaria no lugar. Provavelmente eu estaria soando com aquilo, momentos assim fazem um gigante se questionar de o porquê ter deixado Elbaf, concentração com coisas muito pequenas, e delicadas, só me deixa quebrar um barco por gentileza...
Assim, quando tudo estivesse arrumando, eu pegaria o esfregão e o meu balde, e começaria a limpar o chão, molhando gradualmente o esfregão quando percebesse que o mesmo estava perdendo o seu efeito. Fazia isso limpando as extremidades e os locais de difícil acesso, ou pelo menos tentando. Após limpar toda a área do chão, fazia um truque que o nosso capitão dos Companions ensinou para enganar gente trouxa: Pegue os produtos de limpeza e passe na parede, isso vai aromatizar o ambiente. No caso, eu apenas pegava o esfregão e respingava-o recém molhado em cantos da parede. Terminando assim, deixava os dois itens que acabara de usar fora da sala, e então com o espanador, ia até a área das fileiras metálicas que tinha esquecido o nome, é isso aí, isso que eu ainda vou usar para enfiar as caixas, lembrou do nome? Eu não, mas prosseguindo, aquilo era um jeito de deixar o chão secar, ao mesmo tempo que limpava o local. Quando estivesse tudo limpo, e o chão estivesse seco, era chegada a hora do momento mais importante, a organização das caixas e dos itens dentro delas. Para fazer isso, eu já tinha uma ideia, todos os itens seriam guardados em ordem alfabética, como faria isso você me pergunta? Abrindo todas as caixas, checando seus conteúdos, e então deixando-as enfileiradas a frente dos negócios que deixam as caixas organizadas. Fazia então isso, indo até as caixas, checando todos os conteúdos com a letra “A”, as caixas que não tinham a letra A ficariam abertas para fácil identificação no futuro... Pegava então as caixas selecionadas e empilhava elas na primeira estrutura de metal da sala, da esquerda para a direita, e então, marcava com um lápis ou uma caneta, ou o que quer item que houvesse na planilha para marcar uma etiqueta com a letra “A”, marcaria na primeira caixa da letra em específico. Também colocaria na planilha a lista de itens que estavam em cada uma das colunas organizadas, por isso a abertura das caixas era importante. E assim fazia com cada uma das caixas até que tivesse tudo completo, se não houvesse espaço, ou se ficasse uma organização muito filtrada, eu juntaria os itens de cada fileira, adicionando as letras específicas nas etiquetas. Após terminar de organizar, etiquetar e listar os itens na planilha, pegava os pallets, e os organizava na parede. Achava que tinha terminado o trabalho, então procurava o oficial que tinha me comandado, tomando cuidado para não pisar ou derrubar ninguém, e sinceramente, se não fosse pela minha visão aguçada, eu teria muitos problemas.


Off:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Dialogo:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Satan
Civil
Civil
Satan

Créditos : Zero
Warn : [Cap.2] Terminando o que Comecei  10010
Data de inscrição : 19/03/2016

[Cap.2] Terminando o que Comecei  Empty
MensagemAssunto: Re: [Cap.2] Terminando o que Comecei    [Cap.2] Terminando o que Comecei  EmptySex 15 Jul 2016, 08:53

Narrador....

Antes mesmo que Tyron terminasse a pergunta o mago a seu lado conjurava um balde e produtos de limpeza bem a seus pés. Ops! Cenário errado.... O oficial então respondia. Tem tudo aqui dentro. E apontava uma das caixas fechadas. Havia uma torneira e uma mangueira ao lado da porta do prédio, mas aquele patinho de borracha era algo bastante incomum para se achar num lugar como esse. Tal coisa o Diabo não deixaria que Tyron encontrasse ali, apenas para que o gigante não se animasse demais.

O lugar era espaçoso, provavelmente feito para um gigante trabalhar ali colocando caixas em cima de pallets e pallets em cima das estruturas de ferro, Tyron se concentrava e o seu esforço era verificado de vez em quando por aquele oficial que acenava com a cabeça positivamente ao ver tudo ficar arrumado e catalogado. Horas se passaram e o refeitório se agitava, não mais que o estômago do bárbaro, pois o homem podia sentir um cheiro ótimo vindo da cozinha. Bem, o oficial que ele procurava estava almoçando, os olhos aguçados do bárbaro o avistaram de longe enquanto tomava cuidado para não esbarrar em ninguém. Não havia dificuldade, um QG é pensado pra abrigar qualquer tipo de criatura, principalmente um localizado numa ilha porta de entrada para a Grand Line, então havia lugar para o grandão ficar, e espaço para se locomover sem problemas.

Poderia comer se assim desejasse, mas fazendo isso ou não, o oficial de antes abordaria o gigante. Como vai grandão, gostou da comida? A Tia Celina é ótima na cozinha! Havia uma pausa para o diálogo que seria diferente caso o gigante não tivesse fome. Você não sabe o que perdeu. A tia Celina é ótima na cozinha! E seguiria dizendo. Você completou o trabalho escravo, digo, a primeira parte do teste de admissão, então descanse um pouco e venha para o teste físico no pátio. O oficial saía de cena enquanto Tyron tinha pelo menos uma hora para descansar, ou perambular pelo QG, o que nosso herói iria fazer nesse tempo ainda não sabemos, mas caso se apresentasse no pátio dentro do horário, um instrutor começaria a passar exercícios e fazer explicações sobre os músculos que são necessários  para um marinheiro. O cara tinha músculos até na nuca, e uma série infernal de exercícios seria aplicada nesse exato momento, Tyron não estaria sozinho e todos ali deveriam completar 100 flexões, 200 abdominais, exercícios aeróbicos incessantes e no fim uma corrida de 12km numa pequena pista circular.

Vamos lá maricas, eu vou fazer vocês morrerem antes de chegar a vestir um uniforme!

Histórico Tyron:
 

Citação :
Off: Bora suar grandão!

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Narrações Concluídas:
 


Última edição por Satan em Seg 18 Jul 2016, 10:58, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Teo
Caçador de Recompensas
Caçador de Recompensas
Teo

Créditos : 7
Warn : [Cap.2] Terminando o que Comecei  10010
Masculino Data de inscrição : 09/10/2012
Idade : 21
Localização : Ilusia Kingdom

[Cap.2] Terminando o que Comecei  Empty
MensagemAssunto: Re: [Cap.2] Terminando o que Comecei    [Cap.2] Terminando o que Comecei  EmptySex 15 Jul 2016, 16:31

Tá Saindo da Jaula o Monstro!

Finalmente havia terminado e com isso podia sentir um cheiro muito bom vindo de um local próximo. Ia até lá como um oportunismo para “procurar” o oficial que tinha me comandado, e então me dirigia a fila, para poder comer. Não sabia se iriam fazer uma fila, ou se seria um self-service, mas me juntava a “festança”. Assim que terminava de comer, procurava novamente o oficial, e com a ajuda da minha visão, conseguia o encontrar. Ele então ia de encontro comigo, e perguntava sobre a comida:

--Sim, eu concordo!

Então o homem seguia a fala, dizendo que eu teria um tempo para descansar. Então, começava a andar pelo QG, e via se havia algum gigante por aí, me apresentando com um “--Boa Tarde, meu nome é Tyron” e se não estivesse ocupado, perguntaria coisas do tipo:

--Quanto tempo você é marinheiro? – Me respondendo diria então: --Como é a vida de marinheiro?

Assim que respondesse, eu me despedia, e então iria ao redor do QG, para conhecer o local, e ver como as coisas funcionavam. Quando faltassem 15 minutos para o horário, eu então iria para o local de destino, me alongando no meio do caminho. E então, caso tivesse que esperar, continuaria me alongando, para que assim, não tivesse muitos problemas na realização do exercício.

Quando o horário chegava, um homem com muitos músculos chegava, e comandava-nos a fazer uma série de exercícios. O mais fácil para mim seria a corrida, já que 12 Quilômetros não era muito para mim. Gigantes, sabe como é...

Então, assim que o homem dava a deixa, eu dizia então gritando, para os meus possíveis companheiros que estavam fazendo o treinamento:

--BOOOOOOOOOOOORA, HORA DO SHOW!

Eu então me deitava, tomando cuidado para não machucar ninguém, começando assim a fazer os abdominais que ele tinha pedido. A cada 10 desses eu parava e suspirava, e então voltava a fazer. O fôlego era importante para que assim eu não ficasse muito cansado. Começava então a sentir o meu corpo ficar quente, e aos poucos, as minhas glândulas sudoríparas agirem para me resfriar, não me incomodava com o suor, a não ser que sentisse que estava perto de chegar de meus olhos, então rapidamente parava para limpar, voltando ao exercício logo em seguida.
Então quando completasse os 200 Abdominais, ia para as Flexões, girando os meus braços antes de completar a tarefa. Começava então, fazendo durante o exercício a mesma coisa que tinha feita com os abdominais, respirando fundo duas fazes a cada 10 feitas. Esse exercício era mais rápido por ser apenas 100, mas não deixava de ser cansativo. Ao fim, era chegada a hora do último exercício... Acho que você já devem ter percebido, mas quando estou em uma luta, ou fazendo algo que exija foco físico, eu fico bem sério, mas não liguem, é normal.

O último exercício era mais fácil do que os outros dois, todavia eu queria respirar mais algumas vezes antes de começa-lo, já que deveria estar cansado mesmo assim. Logo, começava a correr o trajeto pedido, um pouco afastado dos outros para não pisar em ninguém no processo, e então, dando passos largos, ia fazendo isso até completar todo o trajeto. Pelos meus cálculos, cerca de 3 minutos eram o suficiente para completar o trajeto. Então, após terminar, me dirigia até o oficial que tinha me comandado, dizendo para ele, só um pouco histérico:

--SENHOR, É VERÃO O ANO TODO, QUERO MAIS, ME DÊ MAIS 50... NÃO, 100 QUILOMETROS!!!

Talvez estivesse ofegante, mas eu realmente queria mais. Não era justo e talvez nem honesto, eu correr apenas três minutos enquanto os outros faziam cerca de 2 horas de corrida. Eu podia simplesmente terminar e pedir meu uniforme e medalha de volta, mas não era o meu jeito ser desonesto. Assim, corria a quantidade que o homem me desse novamente, respirando ofegantemente durante o trajeto, quando finalmente terminasse, voltava a descansar, sentando em um lugar livre, esperando o que iria acontecer.



Porque eu QUERO MAIS QUERO MAIS QUERO MAIS:
 

OFF:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Dialogo:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Satan
Civil
Civil
Satan

Créditos : Zero
Warn : [Cap.2] Terminando o que Comecei  10010
Data de inscrição : 19/03/2016

[Cap.2] Terminando o que Comecei  Empty
MensagemAssunto: Re: [Cap.2] Terminando o que Comecei    [Cap.2] Terminando o que Comecei  EmptySeg 18 Jul 2016, 10:56

Narrador….

Depois de comer Tyron andou por aí e procurava por outro gigante, mas não havia outro como ele, pois se houvesse certamente aquele armazém de antes já estaria arrumado. Além do mais, não é uma coisa comum encontrar gigantes nos Blues e se um ser como esse aparecesse com intenções de ser tornar marinheiro, então com certeza ele não ficaria aqui por muito tempo não é mesmo? Com “tamanho” potencial, seria um desperdício, embora nada os impeça de ficar é claro.

O gigante estava eufórico, os outros recrutas se sentiam um pouco intimidados, mas todos começaram a cumprir a árdua rotina sob os gritos de motivação do instrutor. Vamos lá, vocês serão focas ou sardinhas? Vamos lá! Eu quero ver determinação aqui! Para Tyron, todo o processo foi extremamente duro, a forma escolhida para fazer os exercícios em séries de dez não ajudou, alias, atrapalharia, a medida em que o fôlego e o cansaço iriam fazer o ar faltar, afinal, para treinar é preciso manter uma respiração cadenciada, prender a respiração diminui o oxigênio e só é indicado para séries pesadas e curtas de exercício, numa série tão longa o gigante se colocava em problemas, e ao final das abdominais quase desmaiava, ficando visivelmente exausto. Por sorte antes da corrida houve exercícios aeróbicos, um pouco de alongamento e polichinelos, foi uma manhã agitada, mas todos ali eram recrutas determinados. A corrida seria fácil para o gigante, mas 12 km não eram o suficiente, ele pretendia correr os mesmos quarenta minutos que os outros, e assim, para ele foram 60 km, o rapaz queria mais, e devemos dizer que ele seria capaz de dar mais, mas se fosse fácil não ia ter graça, e devido a todo esse esforço, e por uma escolha de respiração não tão apropriada, o gigante termina o percurso e cai exausto perdendo os sentidos por um curto espaço de tempo. Fôra com alguns baldes de água na cara que o grandão acordou ouvindo a voz do instrutor.

Companion, admiro o seu espírito, com esse corpo enorme fazer o que um humano faz, e na mesma proporção, é realmente um milagre tamanha determinação, tenho certeza de que você esta preparado para finalizar seu alistamento com o tenente Cruzis. Sim, ele pessoalmente quer testar a sua força. Parabéns.

Depois de tudo, os recrutas seriam conduzidos para o pátio principal, lá o tenente Cruzis era duro, e já havia reprovado alguns candidatos, a peneira até aqui só havia deixado dois, então será que o grande Tyron estaria nesse top 3? O discurso de Cruzis era aterrorizante. Não se enganem aqui, a realidade vai te comer vivo, o mundo é como uma vadia gananciosa, só esperando você dormir para te levar tudo! Até a sua condecoração por serviços prestados.... Era visível que o tenente tinha suas mágoas. Até hoje eu nunca aprovei mais do que dois numa batalha, então me mandem logo os outros que vão reprovar! Era a deixa que faltava. O tenente estava em posição de guarda, como um lutador, e havia armas para todos ali, inclusive o machado que Tyron teve de entregar mais cedo.

Histórico Tyron:
 

Citação :
Off: Bem, pelo sim ou pelo não, nós vamos fazer os três testes novamente, então simbora, pode entrar no meio do salão e sapatear, digo atacar o tenente. Boa sorte.

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Narrações Concluídas:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Teo
Caçador de Recompensas
Caçador de Recompensas
Teo

Créditos : 7
Warn : [Cap.2] Terminando o que Comecei  10010
Masculino Data de inscrição : 09/10/2012
Idade : 21
Localização : Ilusia Kingdom

[Cap.2] Terminando o que Comecei  Empty
MensagemAssunto: Re: [Cap.2] Terminando o que Comecei    [Cap.2] Terminando o que Comecei  EmptyQui 21 Jul 2016, 01:34

Martelando com o Martelo Gigante

Quando terminava o exercício, estava exausto, porém eu tinha feito de acordo com o esperado, e feito o mesmo tempo de corrida que todos os outros, estava contente, porém cansado. O Oficial que cuidava daquele exercício então me elogiava, e então após um tempo descansando era levado para a próxima parte que seria o exercício de luta. Sério, de novo? Ao menos era o oficial que tinha me usado, quer dizer, me coordenado antes.

Apesar disso, ele falava um discurso nada legal, porém eu não podia me desmotivar, tinha que terminar isso, pois sentia que meu destino me esperava, e com todas as forças eu iria busca-lo. Porém eu precisava passar por isso primeiro. Então, com ajuda da minha visão, eu buscava o meu martelo, e assim encaixava ele corretamente na minha mão, e esperava a minha vez (caso houvessem mais pessoas antes de mim).

Enquanto não chegava minha hora, caso eu não fosse o primeiro, analisava o estilo de combate do oficial, se ele era muito ofensivo, se ele esperava o inimigo atacar, para então contratar logo em seguida, e o que ele faria caso houvesse alguém maior que ele. Assim, quando chegasse minha vez, eu poderia ter uma boa chance de ter uma estratégia dessente contra o homem. Quando chegasse a mesma, eu preparava o meu martelo e então diria para o oficial:


--Você provavelmente já sabe, mas meu nome é Tyron. Tenhamos uma boa luta!

Assim, segurava o martelo em diagonal, e separava meus pés, como uma espécie de estância para começar, o resto dependeria de como o meu inimigo reagiria. Eu nunca fui de gostar de ser o primeiro a agir, portanto, caso ele fosse para cima de mim, eu esperaria chegar a uma distância considerável em relação ao alcance do meu martelo, para disparar uma martelada no chão. Caso ele ficasse parado, eu teria que dar a partida na luta.

Portanto, corria para cima dele, com meus passos desengonçados, e a medida que chegasse perto inclinava cada vez mais o meu martelo na horizontal, até que ficasse quase de lado quando chegasse no alcance suficiente para acerta-lo. Assim, dava uma martelada na horizontal, esperando que ele desviasse, caso não o fizesse, e eu sentisse o impacto do seu corpo atingindo o martelo, eu continuaria a curva que o martelo fazia, na tentativa de levar o homem junto. Mas como provavelmente ele desviaria, ou mesmo pularia ou agacharia, era meu plano, não continuar a curva que o martelo fazia, mas ao invés disso, voltar com a curva, enquanto ele estivesse desviando, abaixando um pouco o martelo caso o mesmo tivesse abaixado. Meu objetivo era derruba-lo, e se possível, leva-lo para longe da sua posição inicial.

Eu não conhecia o meu inimigo, portanto não sabia se ele poderia subir em cima do meu martelo, mas caso o fizesse, eu puxaria o cabo do martelo para cima, para que não houvesse estabilidade para ele continuar o trajeto. Havia também a chance de o homem ter desviado de ambas as marteladas, e se esse fosse o caso, daria um passo para trás, agachando e pegando o martelo com minha mão boa (esquerda), eu puxaria o martelo, para que assim o homem pudesse ser atingido por trás pela cabeça do meu martelo, e com minha mão livre eu o pegaria com a força do martelo, jogando-o com força boa, mas não potente o suficiente para mata-lo.

Se em algum momento eu percebesse que o homem faria algo durante minha estratégia que me prejudicaria de forma muito crítica, soltava o martelo, e então avançaria para cima dele com minhas próprias mãos, dando um salto pra frente para pega-lo, e se conseguisse, lançaria o mesmo para algum dos lados. Caso ele desviasse de alguma forma do meu grande volume, usaria os meus braços para afasta-lo do meu corpo.

Aquela luta poderia tomar dimensões diferentes, e se a distância, meu oponente fizesse alguma coisa, eu martelaria com força o chão, para desconcentra-lo, e nesse tempo, correr atrás dele, para domina-lo e “ganhar” a luta.

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Dialogo:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Satan
Civil
Civil
Satan

Créditos : Zero
Warn : [Cap.2] Terminando o que Comecei  10010
Data de inscrição : 19/03/2016

[Cap.2] Terminando o que Comecei  Empty
MensagemAssunto: Re: [Cap.2] Terminando o que Comecei    [Cap.2] Terminando o que Comecei  EmptyQui 21 Jul 2016, 16:18

Narrador….

Ser ou não ser gigante. Eis a questão! Estamos de bom humor, queremos sangue nessa arena, gostamos disso, as almas revoltas queimando no fogo eterno e excruciante também o querem para aplacar o mínimo de seu suplício no líquido escarlate. O grande Tyron se sentia bem, para ele era realização, os outros recrutas escarneciam do gigante que ao se levantar procurava pelo próximo desafio e não se incomodaria com a mediocridade que desistiu antes mesmo de tentar uma luta. Não era preciso uma visão aguçada para encontrar uma enorme e grossa coluna de madeira com base de ferro de cerca de sete metros, ou como queiram, o martelo. Isso nos faria questionar, quem é que carregou essa arma para o pátio? Hahahaha.

Tyron pegava o martelo e observou o tenente acabar com mais um recruta com apenas um movimento de mãos, foi rápido e fluído, era um ótimo lutador, mas quanto? Não houve chance para aquele recruta, porque um homem tão cruel seria o tenente? Tantas perguntas a suscitar, poucas respostas, não sabemos o que o gigante estava pensando, apenas que ele esperava o movimento de Cruzis, isso não aconteceu, e com um aceno de mãos ele chamou o gigante para atacar. To esperando.... E foi sem demora que correndo o grandalhão foi pra cima do adversário desferindo uma martelada na horizontal que certamente faria uma enorme sombra e quase cobriria o corpo do tenente. Esquivar? De uma coisa quase do seu tamanho vindo em sua direção rápido, sim, é possível, mas nem todo mundo precisa se esforçar tanto pra evitar um golpe.

Tyron nem imaginava, mas seu ataque foi bloqueado usando uma mera mão humana. Segurando todo o ataque com a palma da mão esquerda, o tenente flexionou o corpo e utilizou um contra-ataque com a palma direita na base de ferro do martelo que instantaneamente voltava no peito do gigante com muita força, o suficiente para fazê-lo perder o ar e sentir o gosto de sangue na garganta, permanecendo ainda com a arma nas mãos. Foi um golpe duro, mas não era como se estivesse sem opções, ou encurralado. O chão havia rachado após o bloqueio, gigantes realmente não são bons em conservar as estruturas. A reação de Tyron era algo que esperávamos ansiosamente, como ele lidaria com essa situação e o que se passava em sua mente. Seja o que for, ele ia precisar pensar rápido em alguma coisa, pois o tenente sorria ao ver o gigante de pé, já reconhecendo a sua força por sua afirmativa. Nada mal.... A propósito, eu sou o tenente Cruzis e acho que você não esperava por isso. Agora é minha vez.

O tenente avançava contras as pernas de Tyron, ele estava mandando um soco direto em sua perna esquerda, provavelmente na altura do pé, depois aceleraria na direção da perna direita para desferir uma cotovelada usando um salto para aplicar também o peso do corpo, era um movimento mais amplo e por isso menos elegante, ao estilo de luta livre, havia aberturas que poderiam ser exploradas é claro, mas no final, sendo efetivo ou não o tenente tentaria se agarrar ao pé de Tyron e usá-lo como plataforma para se reposicionar fora da luta, ou para escalar o gigante, o que fosse mais apropriado. A bola foi passada.

Histórico Tyron:
 

Citação :
Off: Vai terminar agora, então seja abrangente em todos os contra-ataques e ainda assim, faça defesas! Ele pode reagir a você, ele pode mudar o movimento no último instante, como você pôde perceber, não existe só esquiva. Agora eu vi umas matemáticas no último post e tals, eu não tinha tempo pra responder na hora, e eu entendo que a gente precisa de alguma verossimilhança pra poder aceitar as coisas, principalmente num solo, ou podemos tender a julgar o narrador por fazer o que quiser, ou ser arbitrário, mas não é isso que você vai ver comigo. Antes eu não comentei, mas 2.4km é o teste físico de um concurso público pra PM por exemplo e deve ser corrido em +- 13min pra pontuar, então eu só aumentei um pouco, para 11km em 40 min. De fato, por você ser gigante seria fácil, era pra ser fácil pra você entende, essa é a sua vantagem de gigante, então acho que ao menos você ganhou pontos por interpretar o seu lado justo e corajoso procurando um verdadeiro desafio. Agora voltando a esse seu post, eu te puni por não considerar um bloqueio, e talvez você pensasse que ninguém pode bloquear um ataque assim, por causa da "física" envolvida, sua corrida, seu movimento de braço, o peso do martelo multiplicando tudo, bang! Mas isso não funciona nesse sistema, funcionaria numa técnica para causar algum efeito extraordinário, mas no cenário atual, você encara um tenente, se ele tem mais bloqueio que o seu acerto, não importa a questão da força narrativa, o cara mantém uma base, podemos dizer que o solo racha ou coisa maior, mas ainda assim, o resultado é o mesmo, mas agora pra ele poder contra-atacar do jeito que ele fez, ele precisaria de mais força que você, e sim ele possui, porque é tenente, level 2, então dê o seu melhor que na próxima já encerramos o seu alistamento. Talvez eu tenha falado sem precisar, mas já ta escrito, então não compensa apagar. Hahaha. Abraço.

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Narrações Concluídas:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Teo
Caçador de Recompensas
Caçador de Recompensas
Teo

Créditos : 7
Warn : [Cap.2] Terminando o que Comecei  10010
Masculino Data de inscrição : 09/10/2012
Idade : 21
Localização : Ilusia Kingdom

[Cap.2] Terminando o que Comecei  Empty
MensagemAssunto: Re: [Cap.2] Terminando o que Comecei    [Cap.2] Terminando o que Comecei  EmptyDom 24 Jul 2016, 00:04

Lutando Serio



Os tipos de situação que encontro e que acontecem me fazem questionar minha existência como um gigante, já que tem alguns humanos que parecem incrivelmente fortes. Eu não sei, talvez eu seja um inútil, ou simplesmente eu não “aflorei” do meu casulo, de qualquer forma, lá estava eu, lançando uma baita martelada e sendo impedido por um humano. Mas eu não podia me incomodar com isso, era a hora de lutar sério.




Imediatamente após todo o “show” do Cruzis, tentava me recompor, ficando de pé, e tendo uma instância com o martelo na diagonal, assim que visse sua investida, virava a cabeça do martelo completamente para o chão, fazendo um “T” de cabeça pra baixo. Esse era meu jeito de uma falsa defesa, apenas para fazer Cruzis ter uma estratégia diferente, mas caso ele continuasse com sua investida focando o mesmo alvo(talvez tentando impactar o martelo), eu usaria minha mão, para “capturar” o tenente, e imediatamente, caso conseguisse, jogava-o para o alto, me afastando do seu local de queda, e pegando meu martelo para dar uma potente martelada em Cruzis quando ele caísse.

Meu plano principal, e o mais provável que aconteceria ao ver o martelo, era que o Tenente tentasse mudar o alvo, como atingir o meu outro pé ou dar um salto. Se ele avançasse contra o meu outro pé, eu usaria essa chance que o tenente me deu para usar o outro pé(que antes era o alvo), para dar um chute em sua lateral, caso percebesse que não seria rápido o suficiente para fazê-lo, simplesmente usava o meu martelo, e o movimentava para proteger o meu outro pé do tenente.

Se ele pulasse, ele provavelmente faria uma parábola para me atingir, portanto, assim que percebesse sua investida, usaria todo o peso do meu corpo, para projetar um empurrão, visando meu braço no tenente(agachando se fosse preciso) , assim, caso minha força não fosse o suficiente para derruba-lo, o peso do meu corpo seria aplicado para trabalhar para fazê-lo, mesmo que recebesse um dano considerável em meu braço, eu utilizá-lo-ia para aplicar o peso do meu corpo sobre o tenente, e assim que fosse possível o empurrão, ele teria que voltar ao chão, então utilizaria esse espaço de tempo para fazer um arco com o meu martelo(que estava com a cabeça virada pra baixo), para martelar Cruzis de cima pra baixo.

Se Cruzis pulasse, mas ao invés de tentar me atingir, usasse o meu martelo como suporte para subir ou me atingir, chutaria o meu martelo, para que assim o cabo fosse ao chão enquanto ele se apoiasse no mesmo, caso não houvesse tempo e ele pulasse para mim durante o chute, usaria meus dois braços para me defender, fazendo um X, empurrando Cruzis após o golpe, e chutando-o quando chegasse ao chão.

Como último planejamento, se Cruzis fizesse algo imprevisível durante, antes ou depois dos meus planejamentos, eu pularia, mergulhando de barriga no chão em cima dele, caso ele estivesse no ar, mergulharia de cabeça em cima do mesmo. Meu objetivo era tentar derrota-lo, e como percebi que o Tenente era mais forte do que eu, não faria como na tentativa anterior de tentar usar só um pouco de minha força, mas ao invés isso, usaria toda a minha força durante as realizações dos meus planejamentos.




Off:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Dialogo:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




[Cap.2] Terminando o que Comecei  Empty
MensagemAssunto: Re: [Cap.2] Terminando o que Comecei    [Cap.2] Terminando o que Comecei  Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
[Cap.2] Terminando o que Comecei
Voltar ao Topo 
Página 1 de 2Ir à página : 1, 2  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: East Blue :: Polestar Islands-
Ir para: