One Piece RPG
O Canto da Justiça - Página 2 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» V - Into The Void
O Canto da Justiça - Página 2 Emptypor GM.Alipheese Hoje à(s) 11:03

» Mini - DanJo
O Canto da Justiça - Página 2 Emptypor DanJo Hoje à(s) 02:51

» Crisbella Rhode
O Canto da Justiça - Página 2 Emptypor ADM.Ventus Hoje à(s) 02:48

» A Aparição de Mais Um Meio a Tantos
O Canto da Justiça - Página 2 Emptypor Wave Hoje à(s) 00:53

» O vagabundo e o aleijado
O Canto da Justiça - Página 2 Emptypor Ghastz Hoje à(s) 00:40

» Mini Aventura - Agyo Shitenno
O Canto da Justiça - Página 2 Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 23:16

» O Legado Bitencourt Act I
O Canto da Justiça - Página 2 Emptypor Faktor Ontem à(s) 22:16

» Apenas UMA Aventura
O Canto da Justiça - Página 2 Emptypor Van Ontem à(s) 17:49

» Bellamy Navarro
O Canto da Justiça - Página 2 Emptypor Greny Ontem à(s) 12:43

» Unbreakable
O Canto da Justiça - Página 2 Emptypor Ainz Ontem à(s) 11:55

» (Mini) Gyatho
O Canto da Justiça - Página 2 Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 01:02

» (MEP) Gyatho
O Canto da Justiça - Página 2 Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 00:55

» [MINI-Tenzin]Here we go again
O Canto da Justiça - Página 2 Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 00:53

» [M.E.P]Tenzin
O Canto da Justiça - Página 2 Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 00:43

» [Extra] — Elicia's Diary
O Canto da Justiça - Página 2 Emptypor GM.Noskire Ontem à(s) 00:27

» M.E.P DanJo
O Canto da Justiça - Página 2 Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 00:27

» Mini Aventura - No Mercy
O Canto da Justiça - Página 2 Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 00:20

» [Mini-Rosinante-san] O homem que quer ser livre
O Canto da Justiça - Página 2 Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 00:15

» Retornando para a aventura
O Canto da Justiça - Página 2 Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 00:13

» Começo
O Canto da Justiça - Página 2 Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 00:12



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG

Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


Compartilhe
 

 O Canto da Justiça

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte
AutorMensagem
Buki
Civil
Civil


Data de inscrição : 15/10/2015

O Canto da Justiça - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: O Canto da Justiça   O Canto da Justiça - Página 2 EmptyQua 13 Jul 2016, 20:14

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Mesmo tendo me esforçado, o Sargento ainda não estava satisfeito e voltou a me dar uma bronca. "Não sei dizer se ele está confiante em minhas habilidades, e acha que eu tenho futuro, ou apenas quer me humilhar"

Depois de ouvir o que o homem tinha para falar, eu sai andando, irritada. Mesmo que eu tentasse, ainda parecia que entra na Marinha estava fora de cogitação, mas mesmo assim eu não podia deixar isso me abalar! "Meu pai também passou por isso! Vamos, Ellen! Se anime!", não demorei e logo ergui minha cabeça, tudo o que eu tinha era determinação.

- Eae tudo bem?, Você já sabe meu nome mas então eu queria saber o seu... Então, que arma você usa pra lutar?
- eu mal me virava, e aquele recruta estava em minha frente, estendendo sua mão. Ele parecia querer ser amigável comigo, algo que me deixou um pouco feliz, arrancando um pequeno sorriso - Oi. Meu nome é Ellen, muito prazer! - também estenderia minha mão e iria apertar a mão do garoto, fortemente, largando logo em seguida - Bem. Eu costumo usar armas de fogo...pistolas, basicamente... - depois de minha pequena apresentação, eu iria começar a andar pelo Quartel. Caso o recruta não estivesse me acompanhando, diria para ele, com um sorriso: - O que você está esperando? Você quem deve me apresentar o lugar!

Eu iria acompanhar o recurta, indo até a sala de armas. Assim que chegasse no local, procuraria por todo a sala, até encontrar uma pistola e alguns cartuchos de balas. Ainda iria olhar o local por completo, caçando qualquer outra coisa que pudesse vir a me ajudar no combate. "Droga. Como eu vou fazer isso?! Ele é um Sargento. Além disso, armas de fogo são mortais, e acho que talvez, ele possa morrer...". Eu estaria pensativa. Não tinha como escapar dessa situação apenas conversando, infelizmente, teria de lutar com todas as minhas habilidades, e deixar meu lado pacifista de lado.

Depois de pegar a arma, iria esconder a mesma, para não chamar muita atenção. Logo em seguida, iria procurar por um lugar onde eu pudesse relaxar e descansar. Eu tinha que pensar numa estratégia para combater o Sargento.

Depois de relaxar, caminharia até onde o Sargento estava, ao lado do recruta. Ele provavelmente ainda estaria meditando, algo que eu poderia aproveitar.
- Eu não sei o que esperar dele, mas sinto que por ser um Sargento, nem mesmo nós dois seremos capazes de derrota-lo. - eu diria para o garoto, um pouco desapontada, mas ainda assim iria erguer minha cabeça, e meu olhar determinado tomaria conta de meu rosto - Eu tenho uma pequena estratégia. Ele com certeza espera que vamos atacar enquanto ele está meditando, mas isso não vai ser problema. Eu não tenho experiência com combates corpo-a-corpo, por isso, quero que você avance contra ele. Você ficará distraindo ele, enquanto eu tentarei atingi-lo de alguma forma. Espero que tenha ficado claro...enfim, vamos lá!

Eu pegaria minha arma, fazendo questão observar a mesma e garantir que ela estivesse carregada, pronta para o combate. Logo em seguida, iria mirar na perna do Sargento, atirando logo em seguida. Eu tinha quase certeza de que ele iria desviar, mas eu estaria pronta para isso. Assim que ele o fizesse, iria fazer um sinal com a mão para Vincent avançar.

Logo que o recurta avançasse, eu iria me afastar um pouco, ficando à uma distância segura para não ter que desviar de qualquer ataque do Sargento. Assim que o fizesse, ficaria atenta para quando fosse possível desferir um tiro, que não atingisse o recruta.

Logo que disparasse pela segunda vez, correria na direção do Marine. Mesmo que eu não pudesse fazer muito, tentaria correr na direção do Sargento, desviando de seus ataques. Caso ele atacasse com socos, iria desviar com fintas, e até mesmo me agachando. Se ele me atacar com chutes, farei pulos para trás, visando ter uma certa defesa. Logo que pudesse, iria desferir um último tiro, na direção da perna do Sargento, para que pudesse acabar com sua mobilidade. Me afastando, em seguida.

Objetivos:
 
— viking age
Voltar ao Topo Ir em baixo
Sylvanas
Narrador
Narrador
Sylvanas

Créditos : 7
Warn : O Canto da Justiça - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 04/05/2013
Idade : 101
Localização : Elbaf

O Canto da Justiça - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: O Canto da Justiça   O Canto da Justiça - Página 2 EmptyQui 14 Jul 2016, 17:50

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]



Recrutamento 3/3


Ellen estava confusa com a atitude do sargento, não sabia se suas falas rígidas eram na intenção de humilhar ou se eram para fazer com que ela desse o melhor de si. Vincent apertava a mão da garota e começava  a dialogar com a mesma andando com ela até o local onde Ellen conseguia um revólver e um cartucho de balas.

- Hey, você vai usar uma pistola? Cara, isso me preocupa... Será que o sargento é tão rápido a ponto de desviar de balas? - Vincent estava preocupado enquanto pegava um bastão de ferro que estava encostado em uma das paredes da sala, talvez fosse a ideia que um que sargento fosse rápido a ponto de desviar das balas da garota sendo que o que seu bastão faria contra um ser tão poderoso? - Pensativo, Vincent ficava a olhar para seu bastão enquanto Ellen saia dali indo até um dos corredores vazios do Quartel para meditar sobre uma estratégia.

Após pensar sobre uma boa forma de derrotar o sargento, Ellen encontrava o outro recruta e ia até o pátio onde Durin ainda se encontrava meditando. Vincent preparava seu bastão enquanto escutava a estratégia da loira.

- Não se preocupe Ellen, estamos em dois e você tem um revólver! É só mirar bem que ele não vai conseguir desviar, vou seguir sua estratégia! - O recruta ia até o sargento dando uma pequena volta lentamente, somente esperando o sinal de Ellen que carregava seu revólver.

A garota preparava seu revólver mirando no sargento que parecia estar entrando em transe com os olhos fechados, seria uma covardia atirar em alguém que medita?

- BANG! -

O estralo do revólver assustava alguns pássaros que batiam suas asas voando das árvores do Quartel, alguns soldados iam até o local assustados percebendo o teste que Durin passava. Este que estava agora apoiado em sua mão direita olhando para a atiradora, o tiro tinha atingido o chão mas este era só um passo da estratégia que Ellen tinha previsto.

Vincent vinha correndo, seu bastão girava e ia de encontro a cabeça do sargento que abaixava desviando do golpe e logo dando um chute no peito do recruta. Outro tiro era escutado, dessa vez o sangue do sargento espirrava na árvore atrás dele. O tiro tinha acertado sua panturrilha que fora utilizada para se apoiar no momento do chute, o sargento olhava para a garota que havia tomado distancia antes de atacar e avançava contra a mesma que também avançava contra Durin.

O sargento pulava contra a garota tentando aplicar na mesma um chute com sua perna direita que girava na direção da sua cabeça. Ellen ia para trás mas o alcance do golpe a pegava na testa, fazendo com que ela girasse um pouco e atirasse na direção do sargento.

Esse tiro parava o combate, tinha acertado novamente a perna esquerda de Durin que segurava um grito. O que ele não esperava vendo Ellen perceber a dor em sua testa era Vincent que havia se recuperado e vinha com seu bastão nas costas do sargento que caia.

- Ellen, consegui... - A frase que seria do feliz Vincent vendo o sargento caído era parada pelo pé de Durin vindo na direção de seu queixo, assim ele girava seu corpo fazendo com que sua outra perna fosse de encontro aos pés da loira que caía.

- Acham que podem fazer o velho Durin aqui cair? Hahahaha Vão precisar de mais que alguns tiros para que eu sinta algo! - Ele se colocava de pé a alguns metros de Ellen e Vincent. - Se preparem para meu ataque agora! - Após dizer isso, Durin ia com as duas mãos abertas na direção dos recrutas enquanto gritava, pronto para leva-los ao chão.

Histórico:
 

Considerações e Dicas:
 

____________________________________________________


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Aventuras:
 


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Voltar ao Topo Ir em baixo
Buki
Civil
Civil
Buki

Créditos : Zero
Warn : O Canto da Justiça - Página 2 4010
Masculino Data de inscrição : 15/10/2015
Idade : 16
Localização : Shells Town

O Canto da Justiça - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: O Canto da Justiça   O Canto da Justiça - Página 2 EmptySex 15 Jul 2016, 14:39

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Aquela situação era algo de se assustar. Eu havia conseguido atingir uma bala na perna do Sargento, mas ele sequer se importava com isso. Em minha pequena investida acabei disparando mais um tiro na perna esquerda do mesmo, algo que eu pensei que traria a vitória, mas ela estava longe de acabar.

Vincent se aproximava feliz, sendo recebido por um chute no queixo, vindo diretamente do Sargento. Nesse momento eu fiquei espantada "Como pode?! Ele acabou de levar dois tiros!", eu realmente não tinha a menor ideia, tudo o que passava na minha cabeça é que ele realmente não era um humano comum, e que seu posto de Sargento era mais do que merecido. "Droga! Não é hora de pensar nisso! Vamos lá! Ainda tenho balas restando, posso lhe atingir mais vezes!"

Durin logo estava de pé. Aqueles disparos sequer pareciam fazer efeito nele, que se preparava para correr em nossa direção e finalizar com isso de uma vez por todas. Não havia escapatória, ou sequer plano de ataque, eu teria de dar um jeito nisso sozinha, e com sorte, conseguiria vencer.

Logo que Durin resolvesse ir em minha direção, eu iria começar a correr, na direção das árvores. Mesmo achando que não posso acompanhar a velocidade do Sargento e fugir, talvez isso possa me ajudar. Eu ficaria sempre atenta a seus movimentos, olhando para trás enquanto corria. Se ele resolvesse avançar direto contra mim, tentaria fazer algum ziguezague, até que pudesse chegar na planta.

Assim que me aproximasse da árvore, iria me virar e ficar de frente com o Sargento. Eu colocaria meu pé direito um pouco à frente, pronta para começar novamente uma corrida. Então, começaria a correr na direção do Sargento, e logo que chegasse perto o suficiente, iria fazer um deslize e tentar passar por baixo de seus braços ou pernas, e caso ele tente me chutar, irei por minha mão na frente, apenas para reter um pouco do impacto.

Depois de fazer tal coisa, eu provavelmente estaria atrás de Durin, e tendo essa pequena vantagem, iria tentar desferir novamente um tiro em sua perna esquerda, para garantir que ele não se mova. Caso ele esteja próximo demais para um disparo, tentarei me abaixar, e com o pé esquerdo um pouco à frente, tentaria uma finta para a mesma direção, visando escapar do ataque.

Ainda tentaria recuar aos poucos, com saltos para trás, e com minha pistola em mãos para desferir disparos no mesmo. Eu não tinha uma estratégia certeira, mas era tudo o que podia fazer.

Objetivos:
 
— viking age

____________________________________________________

Ficha
Voltar ao Topo Ir em baixo
Sylvanas
Narrador
Narrador
Sylvanas

Créditos : 7
Warn : O Canto da Justiça - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 04/05/2013
Idade : 101
Localização : Elbaf

O Canto da Justiça - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: O Canto da Justiça   O Canto da Justiça - Página 2 EmptySex 15 Jul 2016, 19:08

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]



Recrutamento 3/3


Após os disparos não efetivos, Ellen estava em choque pensando em como Durin poderia aguentar tantos tiros sendo somente um mero sargento. Deixando os pensamentos de lado, a loira começava a correr na direção de uma árvore próxima... O sargento era rápido e chegava em poucos segundos em Vincent que ficava parado e só começava a correr quando era tarde demais, sendo atingido por uma das mãos de Durin em seu rosto e caindo no chão em seguida.

Mas Durin não parava o avanço com o impacto de Vincent e agora direcionava sua corrida para Ellen, seus olhos estavam vermelhos e suas veias saltavam da testa. A loira vendo que ele vinha em sua direção, corria na direção do sargento esperando que o mesmo chegasse a uma distância correta para deslizar passando por baixo de suas pernas, ela conseguia passar por baixo enquanto Durin tentava pega-la com seus braços.

Atrás do sargento, Ellen preparava sua pistola mas Durin era rápido e conseguia virar a sua perna direita para chutar a arma da garota, logo em seguida direcionando um outro chute na direção de sua garganta, mas tentando desviar a loira conseguia escapar por pouco dando um salto para a esquerda.

A pele de Durin estava vermelha e suando, ele virava-se a Ellen e logo se direcionava a ela novamente começando a correr, mas quando estava pronto a dar um golpe enquanto a garota pulava para trás, Vincent aparecia pelo lado e com a ponta de seu bastão dava um golpe na costela do sargento que parava dando um breve sorriso.

- HAHAHAHAHAHAHAHA - - Sua estranha risada cessava quando ele pegava Vincent pelo seu bastão o jogando para o lado, se sentando no chão logo depois.

- Vocês são muito fracos ainda... A marinha realmente está precisando de alguém para servir de escudo humano, por isso estão aprovados no teste! - Sua fala era feliz junto ao seu olhar que se direcionava aos dois recrutas, que agora podiam se considerar soldados.

- Preciso beber um copo d'água depois desses tiros na perna... HAHAHAHAHAHA, estou brincando recrutas, agora que foram aprovados podem ir até a sala do Sargento Thrall, ele irá dar novas ordens... Enquanto isso, vou até a enfermaria... - Terminando sua frase, ainda ofegante o sargento saia dali. Alguns soldados sorriam para os novos marinheiros e logo saiam do pátio também.

Vincent logo vinha até Ellen novamente esboçando um sorriso.- Hey, eu não disse que íamos vencer!? Agora que somos da marinha vamos poder ter uniformes, não é legal!!?   - Vincent estava extasiado após o teste, mesmo ofegante, ele parecia esperar Ellen para seguirem a sala do sargento. - Nossa... Aquele golpe do sargento doeu muito!- O companheiro de Ellen agora passava a mão na cabeça como se ela estivesse doendo.



Histórico:
 

Considerações e Dicas:
 

____________________________________________________


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Aventuras:
 


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Voltar ao Topo Ir em baixo
Buki
Civil
Civil
Buki

Créditos : Zero
Warn : O Canto da Justiça - Página 2 4010
Masculino Data de inscrição : 15/10/2015
Idade : 16
Localização : Shells Town

O Canto da Justiça - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: O Canto da Justiça   O Canto da Justiça - Página 2 EmptyDom 17 Jul 2016, 11:08

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Depois do nosso combate, o Sargento falava algo que eu esperei ouvir a minha vida toda "Finalmente estou na Marinha!". Um sentimento de satisfação e alegria subiu em mim, chegando a cair uma pequena lágrima do meu rosto, a qual eu limpei imediatamente.

- Hey, eu não disse que íamos vencer!? Agora que somos da marinha vamos poder ter uniformes, não é legal!!? - Vincent também parecia feliz, não era pra menos, acho que esse também era um dos seus objetivos na vida - Sim...é muito legal - um doce sorriso aparecia em meu rosto. Depois dessa pequena cena, eu sairia andando do local, adentrando no Quartel. - Nossa... Aquele golpe do sargento doeu muito! - ele passava a mão na cabeça. Fiquei imaginando a dor de receber um soco daquele monstro -Imagino...sabe. Você foi muito bem. Você é muito bom como escudo. Hahaha. Estou brincando...espero que possa continuar sendo sua companheira...enfim, vamos logo. A vida de Marine nos espera!

Depois da pequena conversa, eu iria entrar de vez no Quartel. "Hmmm...acho que deveria pegar meu uniforme primeiro...", isso realmente parecia ser importante. Fiquei imaginando como o Sargento iria nos receber se estivéssemos sem a farda da Marinha. Por isso, iria sair pelo QG, procurando informação - Com licença. Sabe onde eu posso pegar meu uniforme? E onde fica a sala do Sargento Thrall? Sabe como é...acabei de entrar haha - perguntaria para os marinheiros que visse, e se eles me dessem a informação, iria até o local indicado e pegaria as vestimentas, vestindo elas logo em seguida.

Logo iria até a sala do Sargento, e calmamente abriria a porta e entraria no local - Soldada Ellen se apresentando! - diria com a mão na cabeça, fazendo a velha saudação da Marinha, espetando as ordens do Sargento

Objetivos:
 
— viking age

____________________________________________________

Ficha
Voltar ao Topo Ir em baixo
Sylvanas
Narrador
Narrador
Sylvanas

Créditos : 7
Warn : O Canto da Justiça - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 04/05/2013
Idade : 101
Localização : Elbaf

O Canto da Justiça - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: O Canto da Justiça   O Canto da Justiça - Página 2 EmptySeg 18 Jul 2016, 22:01

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]



Recrutamento 3/3


- Soldada Ellen se apresentando!

A frase saia da boca da garota após a mesma entrar na sala de Thrall, o sentimento era de missão cumprida. Suas vestes de soldado a deixavam como uma verdadeira marinheira, Vincent estava ao seu lado entrando na sala e prestando continência ao sargento junto a Ellen.

A sala era espaçosa, tinha uma prateleira cheia de livros a direita e no centro uma mesa que era iluminada pelo sol da manhã que vinha da grande janela da frente, somente não havia luz a onde a sombra do sargento que observava o Quartel estava... Logo ele se virava, seus olhos eram sagazes e suas rugas demonstravam a idade já um pouco avançada.

- Então... Vocês são os novos recrutas... - Sua mão direita ia até um copo de café em cima da mesa e depois de um gole, ele voltava a falar - - Vi que lutaram contra Durin, ele já foi para a grande rota sabiam? Foi um grande guerreiro... Ah, foi um pena quando perdeu toda sua tripulação em um ataque pirata... - A voz do sargento era sarcástica de certa forma, e não expressava remorsos ao dizer calmamente cada letra de suas frases. - Acho que agora buscam uma missão certo?... Bem, vou passar uma a vocês, já que são em dois eu posso dificultar um pouco as coisas... - Limpando a garganta ele continuava, agora deixando o copo na mesa - Uma família nobre de Loguetown foi atacada por piratas, de acordo com nossos relatórios, todos foram mortos e o único herdeiro da fortuna da família é um garoto que vive aqui em Shells. Quero que peguem esse garoto e o levem até o porto onde tem uma embarcação o esperando, mas como não sei se tem mais alguém que sabe desse herdeiro, não quero gastar muitos homens para essa missão e vocês serão perfeitos para não chamar a atenção... Boa sorte, aqui está o endereço... E não comentem isso com ninguém.

Após entregar um papel com o endereço a Vincent, o sargento se virava com o copo na mão e voltava a observar pensativo, o pátio do quartel. Vincent observava o papel e logo se virava a Ellen. - Vamos indo!?



Histórico:
 

Considerações e Dicas:
 

____________________________________________________


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Aventuras:
 


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Voltar ao Topo Ir em baixo
Buki
Civil
Civil
Buki

Créditos : Zero
Warn : O Canto da Justiça - Página 2 4010
Masculino Data de inscrição : 15/10/2015
Idade : 16
Localização : Shells Town

O Canto da Justiça - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: O Canto da Justiça   O Canto da Justiça - Página 2 EmptyQua 14 Dez 2016, 14:48

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Eu finalmente estava ali. Recebendo minha primeira missão. O Sargento falava de forma sarcástica, e estranhamente, eu gostava daquilo, mas a diversão daquele jeito de falar quando o homem falava de Durin. O Sargento falava como se Durin não fosse nada, mesmo tendo ido para a Grande Rota, algo que eu já achava impressionante.

Cada palavra do homem ficava em minha mente como se fosse eu mesma pensando. Eu estava muito orgulhosa, e mal podia esperar para começar minha aventura. E, incrivelmente, eu havia recebido uma missão de escolta. Nunca havia me imaginado fazendo algo desse tipo, e ainda assim, era minha primeira missão. Que alegria.

Logo, o Sargento terminava de me dizer a missão, e sem pensar duas vezes, colocava a mão na cabeça e dizia bem alto:
- Sim, senhor! - então, Vincent virava para mim e me fazia uma das perguntas mais óbvias de todas, e que eu sentia orgulho em responder - Vamos!

Então, eu sairia da sala, chamando Vincent para vir comigo. Eu ainda estava me sentindo feliz por ter entrando na Marinha, e mal podia esperar para ir para a Grande Rota e caçar alguns piratas maus. Logo, pegaria minha pistola e minhas balas, com isso, começaria a seguir Vincent até o nosso objetivo
- Você sabe o endereço. Me guie

Objetivos:
 
— viking age

____________________________________________________

Ficha
Voltar ao Topo Ir em baixo
Shinka
Civil
Civil
Shinka

Créditos : Zero
Warn : O Canto da Justiça - Página 2 4010
Data de inscrição : 27/05/2016

O Canto da Justiça - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: O Canto da Justiça   O Canto da Justiça - Página 2 EmptyTer 03 Jan 2017, 13:52


Narração


     
O sargento ficava admirado com tamanha vontade da jovem em concluir sua primeira missão, Vincent também estava alegre em se juntar aquela organização, apesar de não demonstrar isto tanto como a jovem fazia, e então ambos partiam em busca do único herdeiro da família Bourque: Mike Bourque. Vincent guiava a dupla que após sair do quartel, passavam por becos estreitos e sem nem mesmo perceber - talvez devido a empolgação em realizar com sucesso aquela tarefa - começavam a ser seguidos por um quarteto de pessoas sujas e maltrapilhas, que pareciam ter um talento imenso para andar furtivos, pois nem mesmo Vicent os percebia.

Andavam por longos minutos naquele sol escaldante, e havia poucas brisas para lhe refrescar quando finalmente chegavam a uma mansão aonde soldados armados com fuzis e pistolas lhe olhavam desconfiados e quando Vincent proclamou o que haveriam de fazer ali lhe deixaram entrar, lá dentro estavam o garoto sentado ao fundo de uma enorme mesa, repleta com doces, salgados e muitos líquidos e frutas, algum objeto metálico parecia refrescar o lugar, ao chegarem o garoto parecia fazer um sinal com uma das mãos para que se sentassem na outra ponta da enorme mesa, dizendo: - Vieram me escoltar, estão armados? em vocês terei de confiar minha vida? estou desconfiado.

Imagem do Garoto::
 
copyright 2013 - All Rights Reserved for Larissa x Post 1 x Boa sorte
Voltar ao Topo Ir em baixo
Buki
Civil
Civil
Buki

Créditos : Zero
Warn : O Canto da Justiça - Página 2 4010
Masculino Data de inscrição : 15/10/2015
Idade : 16
Localização : Shells Town

O Canto da Justiça - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: O Canto da Justiça   O Canto da Justiça - Página 2 EmptyTer 03 Jan 2017, 18:15

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Empolgação era eufemismo para descrever o que eu estava sentindo naquele momento. Era minha primeira missão como uma verdadeira marinheira, e enquanto Vincent caminhava na frente, eu pulava de alegria atrás dele, até mesmo correndo. Sem dúvidas, eu tinha certeza que aquilo seria divertido, mesmo se nenhum oponente para me atacar ou coisa do tipo.

Após muito pular, finalmente cheguei a casa do nobre, a qual era muito bonita por sinal. Era de um nobre, com certeza. Haviam guardas na frente, como já era de se esperar. Assim que me aproximei, dei minhas saudações a eles: Soldado Ellen se apresentando para escoltar o nobre - não sabia direito como deveria me apresentar para eles, mas logo eles nos deixaram entrar no local. Sem precisar esperar muito, nos encontramos com o tal garoto. Ele era até fofinho, e claro, estava bastante desconfiado sobre nós
- Uhhh...Soldado Ellen se apresentando, meu senhor. Sim, estamos armados para conduzi-lo em segurança para o seu destino - eu estava um pouco dura, por, mais uma vez, não poder dizer exatamente o que iria acontecer ou sequer como deveria me portar frente a alguém importante.

Não era capaz de dizer exatamente o que o nobre iria dizer, mas apenas iria concordar com tudo e deixar Vincent cuidar de qualquer possível discussão, e em seguida, sairia do local, provavelmente ao lado do garoto. Assim que estivéssemos escoltando o garoto, iria retirar minha arma e ficar de olhos abertos para qualquer mudança no ambiente.

Objetivos:
 
— viking age

____________________________________________________

Ficha
Voltar ao Topo Ir em baixo
Shinka
Civil
Civil
Shinka

Créditos : Zero
Warn : O Canto da Justiça - Página 2 4010
Data de inscrição : 27/05/2016

O Canto da Justiça - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: O Canto da Justiça   O Canto da Justiça - Página 2 EmptyQua 04 Jan 2017, 16:16


Narração


     
Após alguns minutos sem falar nada o garoto levantava, carregando o que parecia ser uma pistola feita com puro diamante, e um cinto de munições composto por tecidos extremamente caros e estalactites que pareciam ser de sua arma. Sua arma provavelmente seria o suficiente para comprar uma frota inteira de navios, era reluzente e lapidada tendo suas extremidades quadradas, e consequentemente possuindo vértices, ao levantar o garoto guardava sua arma em seu fantoche preto e logo depois lacrava novamente ligando ao seu braço um tubo que saia do cinto de munições, aquele equipamento de alta tecnologia parecia ser extremamente caro, assim como os objetos de toda o lugar.

Ao sair da mansão os guardas permaneciam no local, provavelmente os ladrões poderiam chegar ali a qualquer momento achando que o garoto ainda estivesse lá ou até mesmo para roubar coisas de valor na casa. Deslocavam-se em direção ao porto que ficava aproximadamente do outro lado da cidade, iam a pé para não levantar suspeitas a pedido do próprio garoto -que apesar da sua idade - era um gênio, novamente controlava os marinheiros que estavam lhe escoltando, os passos eram lentos para não levantar suspeitas, seu olhar sereno para demonstrar controle sobre a operação, sua respiração calma e tranquila, seus pensamentos se chocavam, pois apesar de estar visivelmente calmo, um turbilhão de coisas passavam na sua cabeça: o medo de morrer, a morte de seus pais, aquilo realmente não eram coisas comuns para um garoto sentir.

Vincent andava calmamente também, guiando o grupo por aquelas ruas que estavam quietas, talvez quietas até de mais. Enquanto andavam o sol de outrora já não era o mesmo, tudo parecia ir bem, um vento tomava toda a ilha fazendo uma brisa gostosa de se sentir, deixando o clima perfeito para caminhar, o garoto parecia aproveitar tudo aquilo tentava ocupar sua mente desfrutando daquela caminhada, fechava os olhos e colocava o que parecia ser um dispositivo que tampava os seus dois ouvidos, apertando um botão de um caracol o garoto parecia se entreter, e um leve ruido de músicas podia ser escutado pelos dois jovens, e quando tudo parecia estar encaminhando para o fim, os jovens acabam passando na frente a um beco, dois homens cobertos com trapos velhos pulavam em cima de Vicent e de nossa protagonista, o garoto levantava as mãos parecendo mexer em seu fantoche preto, provavelmente estava mirando sua arma cristalina a um dos integrantes do grupo que em uma contagem rápida, seriam 5.

Um dos homens era extremamente alto e dizia em bom e alto tom: - Vamos te roubar e te matar como fizemos com seus pais, e quem são esses seus guarda costas? Eles não tem chance alguma e você sabe disto, dois dos melhores homens da marinha estavam protegendo seus pais, e estes dois jovens desexperientes irão te proteger? Ha Ha Ha, duvido muito.

Imagem do Garoto:
 
copyright 2013 - All Rights Reserved for Larissa x Post 1 x Boa sorte

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Buki
Civil
Civil
Buki

Créditos : Zero
Warn : O Canto da Justiça - Página 2 4010
Masculino Data de inscrição : 15/10/2015
Idade : 16
Localização : Shells Town

O Canto da Justiça - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: O Canto da Justiça   O Canto da Justiça - Página 2 EmptyQua 04 Jan 2017, 20:36

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Finalmente o pequeno garoto se levantava. Estranhamente, fiquei interessada na arma que este carregava, sendo que era uma arma feita de diamante, e ainda tinha diversas munições. Logo saímos da mansão, e mesmo com o garoto saindo da hospitalidade os guardas ainda estavam guardando o local. Não consegui entender o por quê.

As ruas estavam calmas e tranquilas. Era quase como se todos tivessem abrido espaço para o nobre passar. Vincent nos guiava por todo o  caminho e eu estava estranhamente feliz com isso, já que usando a roupa de marinheiro, Vincent parecia ainda mais bonito e forte.

Quando pensei que tudo estava bem, fomos surpreendidos por homens vindo em nossa direção. Dois deles iam em Vincent e apenas um caia sobre mim, isso era um pouco injusto. Enquanto isso, o nobre sacava sua arma e apontava contra um dos homens. O mais alto e de aparência forte ficava falando algo sobre não conseguirmos proteger o garoto. Aquilo me irritava de certo modo, mas claro, eu teria que manter a calma e tentar pensar em algo pra me salvar
- Errrr...por que exatamente você precisa matar ele? Por que não apenas roubar? E por que mataram os pais dele também? É algum problema pessoal? - eu era estranhamente boa com interrogatórios e esperava que ele pudesse me dizer algo útil, ou apenas me dar algum tempo.

Caso não fosse capaz de argumentar com o homem, iria pegar minha pistola, e num movimento rápido e talvez preciso, iria atirar na perna do homem sobre mim e então iria empurra-lo para sair um pouco. Assim que pudesse, iria recuar e atirar nos dois homens que estavam atrás de Vincent, sempre visando a perna. Com isso, meu companheiro poderia tentar ajudar o nobre.

Objetivos:
 
— viking age

____________________________________________________

Ficha
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




O Canto da Justiça - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: O Canto da Justiça   O Canto da Justiça - Página 2 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
O Canto da Justiça
Voltar ao Topo 
Página 2 de 4Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: East Blue :: Shells Town-
Ir para: