One Piece RPG
Uma nova lenda. Inicio em Dawn Island - Página 3 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Mep-Ruriel
Uma nova lenda. Inicio em Dawn Island - Página 3 Emptypor Ruriel o Ruivo Hoje à(s) 16:28

» [Mini-Ruriel]
Uma nova lenda. Inicio em Dawn Island - Página 3 Emptypor Ruriel o Ruivo Hoje à(s) 16:24

» O Regresso do Anjo Torto
Uma nova lenda. Inicio em Dawn Island - Página 3 Emptypor DanJo Hoje à(s) 15:18

» Meu nome é Mike Brigss
Uma nova lenda. Inicio em Dawn Island - Página 3 Emptypor Shiro Hoje à(s) 14:38

» [E.M] - Gostosuras e Travessuras
Uma nova lenda. Inicio em Dawn Island - Página 3 Emptypor Thomas Kenway Hoje à(s) 14:05

» [MINI - Gates] O Pantera Negra
Uma nova lenda. Inicio em Dawn Island - Página 3 Emptypor Ryoma Hoje à(s) 13:46

» Xeque - Mate - Parte 1
Uma nova lenda. Inicio em Dawn Island - Página 3 Emptypor TheJoker Hoje à(s) 13:31

» Art. 4 - Rejected by the heavens
Uma nova lenda. Inicio em Dawn Island - Página 3 Emptypor Kenshin Himura Hoje à(s) 12:50

» Apresentação 6 ~ Falência Bombástica
Uma nova lenda. Inicio em Dawn Island - Página 3 Emptypor Furry Hoje à(s) 11:20

» [M.E.P] Joe Blow
Uma nova lenda. Inicio em Dawn Island - Página 3 Emptypor Joe Blow Hoje à(s) 09:56

» [Mini-Aventura] Joe Blow
Uma nova lenda. Inicio em Dawn Island - Página 3 Emptypor Joe Blow Hoje à(s) 09:55

» Livro Um - Atitudes que dão poder
Uma nova lenda. Inicio em Dawn Island - Página 3 Emptypor gmasterX Hoje à(s) 09:54

» [M.E.P] Veruir
Uma nova lenda. Inicio em Dawn Island - Página 3 Emptypor Veruir Hoje à(s) 08:16

» [Mini-Aventura] Veruir
Uma nova lenda. Inicio em Dawn Island - Página 3 Emptypor Veruir Hoje à(s) 08:14

» Mise en place
Uma nova lenda. Inicio em Dawn Island - Página 3 Emptypor arthurbrag Hoje à(s) 07:24

» I - A Whole New World
Uma nova lenda. Inicio em Dawn Island - Página 3 Emptypor Makei Hoje à(s) 07:01

» ブルーベリーパイ ~ Blueberry Pie
Uma nova lenda. Inicio em Dawn Island - Página 3 Emptypor Skÿller Hoje à(s) 04:45

» Sidney Thompson
Uma nova lenda. Inicio em Dawn Island - Página 3 Emptypor Zed Hoje à(s) 01:19

» Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas
Uma nova lenda. Inicio em Dawn Island - Página 3 Emptypor Fukai Hoje à(s) 00:49

» Seasons: Road to New World
Uma nova lenda. Inicio em Dawn Island - Página 3 Emptypor Ravenborn Hoje à(s) 00:26



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 Uma nova lenda. Inicio em Dawn Island

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4 ... 9 ... 15  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 62
Warn : Uma nova lenda. Inicio em Dawn Island - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 27
Localização : 1ª Rota - Karakui

Uma nova lenda. Inicio em Dawn Island - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Uma nova lenda. Inicio em Dawn Island   Uma nova lenda. Inicio em Dawn Island - Página 3 EmptyDom 12 Jun 2016, 18:55

Relembrando a primeira mensagem :

Uma nova lenda. Inicio em Dawn Island.

Aqui ocorrerá a aventura dos(as) civis Julieta Cheesecake e Ryu Tetsuya. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
Jacob Allan
Super Nova
Super Nova


Data de inscrição : 19/08/2015

Uma nova lenda. Inicio em Dawn Island - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Uma nova lenda. Inicio em Dawn Island   Uma nova lenda. Inicio em Dawn Island - Página 3 EmptySex 16 Set 2016, 03:23












Quando um homem de terno corteja





[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]



Musica Tema




Como definir aquele broto? Como definir aquele individuo tão curiosamente perfeito aos olhos de um amante tão ferrenho como esse cozinheiro que a observava? Era como deleitar-se vendo um belo ingrediente que tinha que ser preparado da maneira mais delicada possível. Uma de minhas mãos arrumou as mechas de cabelo que sempre se deslocam de suas posições quando movimentadas, com um olhar sereno transmitia ( ou ao menos tentava ) a confiança que apenas os verdadeiros homens conseguiam transmitir a suas pretendentes e no momento que pude estendi as mãos de forma delicada a segurar as da bela mulher a minha frente.


Minhas ações indicavam apenas uma coisa, o desejo solene de fazer aquela bela mulher se deleitar com toque tão gentil e que transmitia tanto calor e afeto, que pudesse  apreciar um olhar tão sereno e “ provocativo”, que pudesse naquele momento senti o que realmente desejava que ela sentisse: A sensação de ser única. Apesar de todo um cortejo silencioso ser feito,  são as palavras que fazem um dialogo ter sentido e por isso minha decisão de falar em sequência foi tomada proferindo as seguintes palavras:  




Sabe Broto...me desculpe, Lucy, é que me perdi por um instante em seu belo olhar, mas voltando ao assunto, já que somos ambos turistas, talvez quisesse compartilhar uma caminhada para um bom local de refeição, o caminhar solitário pode ser tão sem sentido ou sem prazer...”mora” ?





Lancei a isca, era como uma pesca meticulosa, cada flerte uma jogada, cada jogada uma dica de resposta, cada dica uma conclusão. A arte de galantear não era nada fácil, minha juventude no orfanato não me proporcionou variedades, mas experiência para compreender como ser gentil, essa eu tive de sobra e por que não utiliza-la não é mesmo? Estendi o braço para a mesma em sinal agradável de boa fé, uma forma cavalheira de fazer com que ela desse o braço também para assim mais próximos pudéssemos caminhar em passos “unos” por assim dizer.













Citação :
Bem, a imagem dessa vez é meramente ilustrativa de qual movimento me refiro de "Olhar" . Apenas isso.

Bem, espero que goste da ação e da " chegada ".


Voltar ao Topo Ir em baixo
Pedrão
Civil
Civil
Pedrão

Créditos : Zero
Warn : Uma nova lenda. Inicio em Dawn Island - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 15/10/2015

Uma nova lenda. Inicio em Dawn Island - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Uma nova lenda. Inicio em Dawn Island   Uma nova lenda. Inicio em Dawn Island - Página 3 EmptySex 16 Set 2016, 11:00

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

“Bingo!”


Embora houvesse certa cautela por parte do ruivo em esconder algumas informações, Ryu deliciava-se entusiasmado com a resposta, ocultando os dentes atrás dos lábios ao exibir um sorriso vitorioso, quase maquiavélico. O homem podia até não ter revelado informações sigilosas, mas confirmara ainda que indiretamente que as suspeitas do rapaz eram no mínimo plausíveis. No fim, ele tinha falado exatamente tudo o que Tetsu queria saber, ao menos quase tudo.

“A grande questão é... Por que esse vilarejo precisaria de proteção? Esse cara... Ele não vai me dá essas informações.”


O sorriso logo se apagou criando uma atmosfera um tanto quanto enigmática em torno do jovem. Este por sua vez, levantar-se-ia cuidadosamente apoiando o peso do tronco no braço esquerdo. Em seguida mexeria as pernas, colocando-as para fora da cama ao sentar-se confortavelmente de frente para o ruivo, apoiando e relaxando os braços em cima dos joelhos. Encararia o marinheiro mais de perto deixando escapar um pequeno sorriso.

- Devo presumir então que você não tem feito um bom trabalho, marinheiro-san-yo, caso contrário eu não estaria nessa situação. Seu empregador não ficaria muito satisfeito em saber que eu fiz o seu trabalho, humpf.


Usaria um tom de voz irônico na intenção de colocá-lo em uma posição vexatória e desconfortável, enquanto dava um leve peteleco no brinco em formato de argola preso a orelha esquerda. Ryu claramente não gostava do homem, e não era preciso ser nenhum mágico de Ozz para notar isso. Também não tinha a menor intenção de respondê-lo inteiramente, olhando para o teto em uma ação completamente dissimulada.

- Hehhh... Quem sabe... Apenas estou interessado na criatura que tentou me matar.


____________________________________________________


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Takamura
Civil
Civil
Takamura

Créditos : 3
Warn : Uma nova lenda. Inicio em Dawn Island - Página 3 9010
Masculino Data de inscrição : 03/06/2016
Idade : 22

Uma nova lenda. Inicio em Dawn Island - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Uma nova lenda. Inicio em Dawn Island   Uma nova lenda. Inicio em Dawn Island - Página 3 EmptySex 16 Set 2016, 16:43

Revelações?!!



Tetsuya cuidadosamente senta-se na cama enquanto olha para o marinheiro com um sorriso. - Empregador? Acho que entendeu errado, nós de Porto Branco confiscamos o que esse vilarejo produz e em troca protegemos os habitantes. E sobre as suas condições, a culpa é sua por ser fraco. Diferente do que o lutador quer que aconteça, o soldado fala de modo confiante, sério bem como da um sorriso sarcástico no final da frase.

O boxeador executa um peteleco no brinco, ao mesmo tempo em que demonstra na expressão do rosto o julgamento sobre o marinheiro. - Eu vou dizer-te algo, nós do reino de Dawn Island não somos obrigado a proteger pobres como você e por esse motivo é melhor ficar feliz por estar vivo. Antes de iniciar o dialogo aproxima-se do lutador para sussurra no ouvido do mesmo e todavia logo afasta-se quando percebe a presença da enfermeira.

- Estou interrompendo algo? A aparência da dama resume em cabelos vermelhos e roupas de médica num tom roxo só que mais fraco. - Não, a gente já termino de conversar. Max responde tranquilamente e sem despedir-se simplesmente sai da casa. Durante esses poucos segundos, a madame achega-se de Ryu com a intenção de verificar o machucado e após alguns minutos retira a faixa na qual cercava o membro consequentemente demonstrando que o alpinista havia recebido pontos para fechar o ferimento. - Bom, você está normal.. mas não faça muito esforço com esse braço ou o ferimento pode abrir e piorar. Após anotar algumas informações na prancheta, a mulher solta algumas palavras de forma graciosa bem como suave, além de um sorriso dócil.

Jacob por sua vez, olha para Lucy transmitindo uma certa confiança na qual faz a diva ficar com as bochechas vermelhas e os olhos brilhando, após alguns segundos cumprimenta a moça - É.. que cavalheiro..Eu aceito.. aquela voz tímida acaba por voltar depois do cortejo feito pelo cozinheiro. O sedutor perde-se em meio a lembranças do passado e antes que pudesse fazer qualquer movimento, a garota segura na mão de Allan e então ambos começam a caminhar.

O sol continua lá em cima aquecendo tudo e todos, mas não vai demorar muito tempo para escurecer. O que os Chevalier farão?
Enfermeira:
 

Histórico de Pedrão:
 

Histórico de Afro:
 

Off:
 

Voltar ao Topo Ir em baixo
Pedrão
Civil
Civil
Pedrão

Créditos : Zero
Warn : Uma nova lenda. Inicio em Dawn Island - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 15/10/2015

Uma nova lenda. Inicio em Dawn Island - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Uma nova lenda. Inicio em Dawn Island   Uma nova lenda. Inicio em Dawn Island - Página 3 EmptySex 16 Set 2016, 18:10

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Durante todos esses anos vivendo na floresta Ryu aprendeu que mais cedo ou mais tarde todo animal selvagem acaba revelando sua verdadeira natureza, sendo incapaz de escondê-la por muito tempo. Na situação atual não poderia ter sido muito diferente, bastou uma simples provocação e o marinheiro já mostrava as suas garras caindo feito um patinho na conversa do garoto. Max não era tão esperto quanto julgava ser, e toda vez que falava algo acabava soltando mais pistas. Tetsu riu, satisfeito.

“Ora ora, o que temos aqui? Você pode se fazer de marinheiro, mas não passa de um mero mercenário.”


Estava ocupado demais com seus próprios pensamentos para perder tempo caindo na provocação barata do indivíduo. Preferiu manter-se calado temporariamente, percebendo que a “marinha” da cidade agia na verdade como uma espécie milícia. Talvez Tetsu estivesse certo, talvez todo marinheiro fosse desprezível. Pelo menos até agora ele não tinha conhecido nenhum que justificasse o contrário.  

“Veja, bastou um simples estímulo e você já mostrou a sua verdadeira natureza.”


Max encurtou a distância entre eles e aproximando sua boca do ouvido do rapaz, sussurrou. O marinheiro destilava o seu veneno achando-se superior, ainda assim não conseguia despertar qualquer reação. Ryu continuaria calmo, relaxado, sustentando em seu semblante um olhar e sorriso cínico. Quando a enfermeira interviu, e o homem afastou-se do boxeador, Tetsu inclinou-se para trás quase deitando, apoiando o peso nos cotovelos.

- Mas que mala sem alça, você chegou bem na hora tia. Eu não sei como vocês aguentam esse sujeitinho.


Diria de forma descontraída logo que o marinheiro saísse da casa. O semblante pesado que usava como uma máscara desmanchou-se rapidamente, retribuindo a gentileza da enfermeira com um sorriso gratificante. A moça por sinal era muito competente no seu trabalho, retirando após alguns minutos a faixa ao redor do ferimento. O garoto encostou a mão esquerda no ombro, e fez um movimento girando o outro braço constatando a cicatrização.

- Ahh moleque, novinho em folha.


O boxeador levantar-se-ia procurando vestir o resto de suas roupas e também os sapatos caso faltasse alguma peça. Em seguida encostaria a mão suavemente no ombro da enfermeira. – Muito obrigado por ter cuidado mim, tenho certeza que você dará uma ótima esposa. – falava de maneira desimpedida e sem qualquer timidez. – Meu nome é Ryu Tetsuya por sinal, caso precise de algo basta me procurar. – Dito isto o rapaz sairia da casa respirando enfim novos ares.

____________________________________________________


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jacob Allan
Super Nova
Super Nova
Jacob Allan

Créditos : 29
Warn : Uma nova lenda. Inicio em Dawn Island - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 19/08/2015
Idade : 27
Localização : Bingo Bingo Island - 2ª Rota

Uma nova lenda. Inicio em Dawn Island - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Uma nova lenda. Inicio em Dawn Island   Uma nova lenda. Inicio em Dawn Island - Página 3 EmptySex 16 Set 2016, 18:31

Olhar de cozinheiro


Musica Tema




Como definir a sensação que sentia ao saborear aquele toque de pele macia em minha pele? Como? Não se tinha como de fato descrever, mas se podia sonhar. Observar aquelas maçãs vermelhas em uma cútis tão bela fazia meu coração palpitar, como não amar uma beleza tão rara no meio de tantas belezas comuns, as vezes isso me faz questionar o bom gosto alheio. Mas não era sobre meu devaneio que tratava-se aquele toque e sim sobre a aceitação do convite que de fato foi aceito pela bela Lucy e eu não pretendia fazer aquele convite ser um desperdício para nenhum dos dois.

Quando ela partiu segui seus passos, um pé após o outro para que não nos separássemos um instante, sem pressa meu intuito era fazer com que a companhia fosse tão agradável quanto poderia ser. Observar seu rosto seria uma prática comum vinda de mim, adorava observar as pessoas e Lucy tinha um charme feminino que me atraia disso eu tinha plena certeza pessoal. Foi quando decidi começar a falar com um tom suave, ao menos assim tentei pois era difícil tendo naturalmente uma voz comum e não atraente a priore.


Lucy, estava me perguntando o que um broto como está fazendo aqui em uma ilha tão pequena aparentemente, mas ai te vi com essas bochechas vermelhas e me perdi no que estava pensando.


Sorrir para o broto era que eu pretendia fazer, afinal após um cortejo um belo sorriso é essencial, mas um olhar de quem “devora “ a preza as vezes para um cortejo é o que é preciso e por isso me aproveitei da minha boa aparência para essa ilustre tentativa enquanto continuávamos caminhando e enquanto buscava aromas para assim poder ir a um restaurantes.


bichaelson



Menu Completo:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Takamura
Civil
Civil
Takamura

Créditos : 3
Warn : Uma nova lenda. Inicio em Dawn Island - Página 3 9010
Masculino Data de inscrição : 03/06/2016
Idade : 22

Uma nova lenda. Inicio em Dawn Island - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Uma nova lenda. Inicio em Dawn Island   Uma nova lenda. Inicio em Dawn Island - Página 3 EmptySab 17 Set 2016, 12:48

O Encontro!!



Ryu sente-se feliz após perceber que seu ferimento está curado consequentemente girando o ombro na qual constata uma fisgada no músculo aonde fica o machucado. - Obrigada e cuida-se! A resposta da mulher é curta, mas pode notar a calma em suas palavras, enquanto isso o boxeador veste-se e sem demorar sai da casa aonde esbarra no mesmo homem, por fim até a mulher que estava acompanhando o indivíduo cai no chão junto com os outros dois.

Antes de trombarem, Jacob perde-se em meio a pensamentos dado que uma felicidade imensa passa por todo seu corpo, a sensação que sente não pode ser descrita em palavras. - Bom.. antes da Dama pronuncia algumas palavras, é derrubada junto com Allan por um alpinista que anda sem preocupação nenhuma.

Esse encontro, demonstra que a mulher não possui senso de direção visto que acaba caminhando um trajeto de volta para o navio. O que o trio fará?
Histórico de Pedrão:
 

Histórico de Afro:
 

Voltar ao Topo Ir em baixo
Pedrão
Civil
Civil
Pedrão

Créditos : Zero
Warn : Uma nova lenda. Inicio em Dawn Island - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 15/10/2015

Uma nova lenda. Inicio em Dawn Island - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Uma nova lenda. Inicio em Dawn Island   Uma nova lenda. Inicio em Dawn Island - Página 3 EmptySab 17 Set 2016, 16:09

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

“Ufa, finalmente livre desse ambiente pesado.”– Foi só bater a porta da casa e Ryu soltou a respiração como se tirasse um grande peso das costas. Soltou a maçaneta, e meio cabisbaixo passou o antebraço direito na testa enxugando algumas poucas gotas de suor com o tecido da roupa. Fazia mais calor naquela área aberta, no entanto a tranquilidade e sensação de paz eram muito maiores e prazerosas. Levantou um pouco a cabeça e enchendo o pulmão cerrou os olhos apreciando o ar dali. Seus cabelos loiros brilhavam ainda mais refletindo a luminosidade do sol. – "Me pergunto o que Kei-kun diria para aquele marinheiro." - Era inevitável não lembrar do seu melhor amigo com quem dividira grandes momentos da sua infância. O dinheiro sempre foi algo que nunca fizera a menor diferença e o rapaz não se sentia diminuído pela falta dele. Junto com Kei, Tetsuya divertia-se aproveitando as coisas simples da vida. Os bosques, os rios, e mesmo as poucas montanhas eram o seu parque de diversão favorito. "Provavelmente seria algo como "Com quem você acha que está falando?" Hahahaha." - Imaginou a voz do amigo e riu internamente com uma grande e apertada saudade no peito. Teria até pensado mais em Chikage, mas o seu estômago roncou como uma trombeta que anuncia anjos descendo dos céus, nesse caso a fome. Com um pouco de sorte ninguém teria ouvido. "Eu daria tudo por um peixe frito e uma água bem gelada."- Salivava só de imaginar o gosto do peixe feitinho na brasa, suculento. Ryu estava tão distraído com seus próprios pensamentos que acabou esbarrando em um homem.

Foi tudo tão rápido que a última coisa que viu foi um terno preto a sua frente. Tetsu, o homem, e a mulher que o acompanhava acabaram caindo juntos criando uma verdadeira cena em público, não que o loiro se importasse em ser o centro das atenções. - Cara, essa doeu... Parece até que esbarrei em uma parede. - Era um resmungo conformado da sua culpa no acidente, e antes de ficar em pé deu aquela velha alisadinha no bumbum. - Foi mal, eu não vi... - A voz foi sumindo ao reparar que tinha derrubado uma moça muito bonita, pegando-o completamente desprevenido. - A senhorita está bem? - O loirinho abriu um largo sorriso otimista estendendo a mão caso a dama ainda estivesse no chão. - Desculpe-me, não era a minha intenção interromper o seu encontro. - Não planejava flertar, tampouco ser um galanteador, queria apenas ajudá-la. Viraria-se em seguida para Jacobb oferecendo o mesmo apoio. - Está tudo bem ai grandão? - Aproximaria-se quando ele já estivesse de pé, imaginando que o grandalhão não se importaria em ter seu espaço invadido. - Ah meu garotoo, que sorte você tem saindo com uma gatinha dessas, seu safadão. - Falava com intimidade e um tom quase inaudível, não queria que a morena escutasse.

Deixando a brincadeira de lado, o boxeador buscaria mais informações sobre o que estava acontecendo na ilha perguntando diretamente a mulher.
- Por sinal senhorita, agora pouco tive o desprazer de conhecer um sujeitinho miserável, um tal de Max. Você sabe o que está acontecendo por aqui que precise da proteção da marinha? Mais importante do que isso, onde posso achar um lugar para comer por aqui? Caraa faz dois dias que não como nada. - A barriga roncaria novamente, dessa vez como o barulho de um trovão, fazendo-o levar as duas mãos ao local. Nem assim Ryu se sentiria encabulado ou envergonhado. Fora isso, havia ainda a possibilidade de Allan não enxergar com bons olhos as ações de Ryu. Na iminência de qualquer agressão por parte do cozinheiro o rapaz tomaria distância para o lado adotando uma instância defensiva. Os braços ficariam erguidos protegendo o tronco, enquanto as mãos protegiam o queixo.



____________________________________________________


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jacob Allan
Super Nova
Super Nova
Jacob Allan

Créditos : 29
Warn : Uma nova lenda. Inicio em Dawn Island - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 19/08/2015
Idade : 27
Localização : Bingo Bingo Island - 2ª Rota

Uma nova lenda. Inicio em Dawn Island - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Uma nova lenda. Inicio em Dawn Island   Uma nova lenda. Inicio em Dawn Island - Página 3 EmptySab 17 Set 2016, 19:26

Quando o cozinheiro se irrita


Musica Tema




Como estava sendo agradável aquele caminhar, o aroma daquela bela mulher em misto com a sua presença me causava sensações únicas, afinal é assim que o homem sente-se ao lado de uma bela dama de cordialidade única. Foi quando proferi as minhas palavras naquele dia tão interessante que pude ver como de fato ela esboça suas reações antes de falar, observa-la era algo fabuloso, para mim aquilo passava como uma câmera lenta, como se de fato pudesse ver cada musculo se movimentar antes das palavras serem proferidas, mas que tolice pensar isso, de fato a mente fica “em extâse “  quando depara-se com a paixão não é mesmo ? Porem , tão entretido estava observando aquele belo rosto feminino que não pude perceber a presença do jovem que trombara em mim como um cego tromba com paredes. Tudo aquilo ocorreu tão rápido que apenas me dei conta do resultado final quando meus sentidos recobraram a sua normalidade e percebi que o chão era onde estava.

Enquanto me erguia lentamente limpava o terno que vestia, não era um terno qualquer tratava-se de um “armani dois botões “  uma veste atípica e que custaria mais do que muitos pratos de comida podiam pagar,  limpa-lo ao menos dava algum acalento pois o fervilhar de raiva que me consumia quase me cegava. Ao observar pude ver o jovem rapaz prestar auxilio a mulher, entretanto a normalidade de suas ações e a cordialidade não eram algo que podia ser vista com bons olhos, a cena causada , os danos causados, tudo isso para mim era irrelevante mas a minha dama, a dama que me acompanhava, essa não merecia tais ressalvas, por isso apesar da sua postura de auxiliar Lucy ( o que não era nada mais que sua obrigação ) isso não me impedia de pensar que talvez, e só talvez essa foi de fato a sua intensão para aproximar-se dela. Quando me dei por erguido pude ver a suas ações mais nitidamente, a bela Lucy mostrava-se ter uma “bússola” errada, mas isso não era relevante, não era isso que me incomodava naquele instante,  foi a forma grosseira como o rapaz agirá, a forma grosseira que proferiu as palavras que fez com que eu respondesse de forma igualmente “ valida “.

Meu chapa, acho que não compreendeu o que de fato ocorreu aqui...

Não existia um sorriso em minha face, não existia uma expressão amigável que o desse vazão o suficiente ou intimidade suficiente para que ele continuasse um dialogo se quer comigo, não desejava isso, eu estava de fato sendo rude com aquele jovem que mais portava-se como um adolescente sem fibra. Meus olhos direcionaram-se para os do rapaz e complementei os dizeres enquanto a interação entre nós era evidentemente plena.

...você feriu o meu broto, você incomodou o meu caminhar, você agiu como um “borra botas”, por uma questão de boa educação vou deixar que saia da minha frente e vá embora ou serei obrigado a ser menos amigável, transa o que eu falo? Ótimo.

Ao ver a partida de Lucy a bela dama que me acompanhava prossegui meu caminho da melhor forma possível, não tinha o intuito de um conflito, mas esperava ter sido claro. Após bater nas partes sujas do terno por uns míseros instantes, voltei minha atenção a bela mulher que me acompanhava anteriormente, para que assim pudesse seguir o meu caminho ao seu lado novamente enquanto poderia proferir as palavras:

Me desculpe Lucy,  aquele “borra botas” não vai nos incomodar mais. Vamos broto, eu quero te pagar um bom drink para que possamos esquecer toda essa cena.


bichaelson



Menu Completo:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Takamura
Civil
Civil
Takamura

Créditos : 3
Warn : Uma nova lenda. Inicio em Dawn Island - Página 3 9010
Masculino Data de inscrição : 03/06/2016
Idade : 22

Uma nova lenda. Inicio em Dawn Island - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Uma nova lenda. Inicio em Dawn Island   Uma nova lenda. Inicio em Dawn Island - Página 3 EmptyDom 18 Set 2016, 19:23

Uma confusão no meio do vilarejo?!!



Quando Ryu encosta no solo consequentemente acaba resmungando bem como alisa seu traseiro com a intenção de retirar a sujeira, após alguns segundos levanta-se e dirige algumas palavras para o casal cujo no final acaba diminuindo a voz pelo simples motivo de perceber a presença da bela moça. - Estou.. obrigada.. O modo sem jeito da garota permanece, então segura a mão do boxeador para impulsiona-la para cima.

Enquanto isso Jacob nota a fúria ecoar por seu corpo, mas inicialmente somente levanta-se bem como passa a mão por seu terno para expulsar a imundície, com o passar do tempo apenas observa a cena da sua companheira com o pugilista e como resultado a raiva acaba sendo dobrada visto que para o cozinheiro, as ações do alpinista eram as piores possíveis. - Encontro?... Lucy fica vermelha por causa das palavras do loiro e por essa razão meramente volta para o lado do botânico, segurando firmemente a mão do mesmo.

Tetsuya aproxima-se do nutricionista executando algumas locuções num tom de voz baixo, isso é o que ele planeja uma vez que acaba soltando um ruído alto o suficiente para até mesmo a morena escutar e como reação apenas aperta o punho de Allan, no mesmo momento em que fica mais corada. O retorno do adaptador é completamente diferente dado que lança sentenças de modo cruel bem como não permite a intimidade do lutador de rua.

Mesmo com a ameaça do cozinheiro, o distraído solta mais um questionamento para a madame e - Somos..Turistas.. por causa do que aconteceu anteriormente, a mulher ainda possui muitas dificuldade para falar e no entanto esforça-se para replicar a pergunta. Por fim, Ryu coloca as duas mãos na barriga bem como um estrondoso som é escutado do estomago demonstrando que o corpo do boxeador está pedindo comida.

Quando ocorre o cessar das duvidas do alpinista, Jacob faz um covite para sua amada consequentemente acalmando a mesma - Tudo bem.. agora Lucy conseguia soltar palavras mais tranquilamente, porém continua com sua personalidade tímida. Os habitantes do vilarejo cercam os três, alguns moradores apenas observam dentro de suas respectivas casas e os marinheiros que acabam o serviço com a embarcação, viram-se para trás com o objetivo de saber o que está acontecendo. O que o trio fará?
Histórico de Pedrão:
 

Histórico de Afro:
 

Voltar ao Topo Ir em baixo
Pedrão
Civil
Civil
Pedrão

Créditos : Zero
Warn : Uma nova lenda. Inicio em Dawn Island - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 15/10/2015

Uma nova lenda. Inicio em Dawn Island - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Uma nova lenda. Inicio em Dawn Island   Uma nova lenda. Inicio em Dawn Island - Página 3 EmptyDom 18 Set 2016, 22:52



[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Ao contrário do que Ryu esperava, o homem de terno reagira de maneira hostil e ameaçadora. Era uma criatura truculenta, e embora se vestisse como um cavalheiro cheio de pompa, mais se assemelhava a uma besta com aquela resposta estapafúrdia. Não era a primeira vez, contudo, que se deparava com um animal daqueles. Na floresta de Dawn Island onde passou a sua infância, Tetsuya já havia encontrado vários desse tipo. Bastava cutucar um pouco, e a fera já mostrava as suas presas. Era de se admirar que o homem de terno não houvesse avançado no pescoço do loiro, talvez, quem sabe, por causa da moça ao seu lado.

De qualquer forma havia entre os dois uma diferença de conhecimento muito grande no que tange o sexo oposto. Enquanto o cozinheiro mostrava-se versátil nos caminhos da sedução, Ryu mal conseguiria perceber as leves mudanças no rosto da moça, muito menos a sua mão que apertava com firmeza a do seu par. Era um leigo, e para falar a verdade não tinha o menor interesse em aprender sobre esse ramo tão complexo, pelo menos não agora.


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
(as imagens são meramente ilustrativas)


- Uma turista? Nesse caso eu deveria dá-la boas vindas ao invés perturbá-la com meus problemas. Eu não sou dessa vila, estou de passagem apenas, mas tenho certeza que você irá gostar de Dawn Island. É um lugar muito grande, e mesmo tendo passado toda minha vida aqui há ainda muitas áreas que não conheço. Responderia a moça com uma expressão bem boba até, meneando a cabeça um pouco para frente enquanto coçaria a nuca. Tetsu era tão inocente nas questões amorosas, que poderia flertar o dia inteiro com a morena e mesmo assim não entenderia o significado das suas próprias ações.  Para o loiro aquele diálogo não passava de uma simples conversa, mas será que Jacob pensaria dessa forma? Provavelmente estaria morrendo de raiva. Baixaria então a cabeça cumprimentando a lady uma última vez, voltando-se em seguida para Allan.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
(as imagens são meramente ilustrativas)


- Quanto a você velhinho, não precisa se esquentar, foi só uma brincadeira. Você e a moça estão bem não estão? - Usaria um semblante tão duro e frio quanto uma pedra, apagando consequentemente aquela atmosfera pacífica e otimista que o cercava. Seus olhos penetrantes lembrariam o de uma criatura selvagem prestes a ser liberada. Ryu já não demonstraria ser o mesmo homem de alguns segundos atrás, deixando no canto dos seus lábios um sorriso de desdém. A essa altura as pessoas do vilarejo junto com os marinheiros observavam a confusão instalada. - Se você realmente se importa com essa garota, deveria pensar duas vezes antes de envolvê-la nos seus problemas. Veja, estão todos olhando. - Abriria os braços gesticulando para as pessoas ao redor. O público não lhe incomodava nem um pouco.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
(as imagens são meramente ilustrativas)


- Além do mais quem parece não ter compreendido a situação é você, meu camarada. Você não deveria fazer ameaças que não pode cumprir. - Mudaria para um tom de voz mais grave, quase animalesco, meneando a cabeça para trás como se aquele fosse um ser inferior. Os fios de cabelo formariam em frente ao seu rosto uma espécie de sombra ocultando parcialmente o olho esquerdo, o que lhe daria um aspecto macabro. - Se quer brigar, cai dentro, eu não fujo de uma briga.- Sabia ser intimidador quando preciso, cerrando as mão de forma que as veias saltassem. Ryu não tinha a menor intenção de fugir da fúria de Allan, muito pelo contrário, desejava receber os seus golpes e aguentá-los de pé. Ficaria de frente para o homem de terno deixando sua guarda baixa e os braços soltos lateralmente, fortalecendo também o seu centro de gravidade ao afastar as pernas, criando assim uma boa base no chão. Aguardaria o oponente tomar a iniciativa recebendo o primeiro golpe sem apresentar qualquer resistência. Só então flexionaria o joelho esquerdo pisando forte, e rotacionando a cintura desferiria um direto de direita com o peso do seu corpo na parte direita do tronco. Faria o mesmo movimento nos dois golpes seguintes e por mais que a dor fosse intensa tentaria ignorá-la ao máximo trincando os dentes. Aquela seria uma luta de homem afinal. Caso Jacob ignorasse o rapaz e não quisesse começar uma briga, Tetsuya andaria pela rua no sentido oposto ao dos marinheiros tentando achar alguma casa que parecesse com algum restaurante.




____________________________________________________


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jacob Allan
Super Nova
Super Nova
Jacob Allan

Créditos : 29
Warn : Uma nova lenda. Inicio em Dawn Island - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 19/08/2015
Idade : 27
Localização : Bingo Bingo Island - 2ª Rota

Uma nova lenda. Inicio em Dawn Island - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Uma nova lenda. Inicio em Dawn Island   Uma nova lenda. Inicio em Dawn Island - Página 3 EmptySeg 19 Set 2016, 01:56

Desafio com os punhos  

Musica Tema




Era incrível como alguns indivíduos sempre agia da maneira errada, a falta de cordialidade do jovem que trombará em mim só poderia ser comparada a falta de cordialidade de um macaco que não sabe a diferença entre uma banana e um bom prato feito com os melhores temperos. Agiu de maneira desrespeitosa não com a bela dama, do contrario eu estaria o esbofeteado a horas, não podia perder mais tempo, tinha outros afazeres. Quando proferi as palavras pensei ter sido claro com rapaz que agiu apenas de uma forma, ignorando por completo as minhas falas e avisos. Apesar da bela moça mostrar-se ruborizada e ligeiramente interessada em minha companhia, aquela rapaz parecia não compreender que já atrapalhará de mais e que continuava a atrapalhar, mas foi ao ve-lo “ flertar “ que minha cordialidade encerrou.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Não saberia dizer como estava o meu olhar, ou como reagiria a tudo aquilo de fato com base em minhas expressões, mas uma coisa eu tinha certeza, não estava com a cara do homem com os melhores amigos, a jovem apertou minha mão, Lucy, como era delicada mesmo quando tímida, mas o rapaz não estava contente em ser desrespeitoso, não estava contente em ser apenas um estorvo, ele precisava criar um conflito. Escutei seu discurso, escutei em silêncio o observando com as feições anteriores, não, não estava nem um pouco contente com o que estava ouvindo, muito menos como ele se dirigia a mim, mas tinha que manter a cordialidade em respeito a Lucy, mas uma coisa ocorreu, uma coisa que não me permitia recuar, um desafio. Um homem deve seguir o seus  valores morais , deve manter a sua compostura e seguir o seus códigos, mas um desafio, um desafio separa os homens dos meninos, foi quando me dei ao trabalho de falar para o jovem  com olhar singular.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Não compreendeu mesmo não é meu chapa? Nesse momento, nesse lugar, não é apenas a companhia de minha tão bela e delicada Lucy que me impede de agir, é o fato de  não querer machuca-lo ao ponto de não poder andar...

Minhas feições mudaram, ameaçadoras, cruéis, mostrei ao jovem em minha frente o que de fato era quando um homem era desafiado por outro, a estranha “ aura “ que era emanada de mim eram minhas intenções, não, não tratava-se do místico, tratava-se do que as expressões passava, um sorriso “ sádico” formou-se em meu rosto, me lembro quando ele surgiu a primeira vez, eu treinava com o velo Obeha que me mostrava que as vezes é o desejo do combate que move o homem e foi revivendo esse momento que me vi contaminado novamente por desejos únicos o que me permitiu dizer.

...mas se deseja um combate, não se preocupe meu chapa, lhe dou essa sensação única que é “levar um corretivo”. Broto, segura o meu paletó, me desculpe mas esse moleque pediu e eu tenho que dar, “transa” o que eu falo?

Retirei o paletó e soltei para a jovem e bela Lucy, mas não me importava aquela reação final, se ela seguraria ou não, naquele momento, um confronto acontecia, dois espíritos estavam ali em busca de uma única coisa o combate sereno e serio e se ele desejava tudo de mim, teria tudo e meio, tomei a minha postura ao ver que o rapaz estava querendo testar as capacidades de seu corpo “matusquela” e se era isso que ele desejava , era isso que ele teria :

Bem vamos começar, “borra botas.

Me lembro de minha primeira luta com Obeha, o mesmo costumava dizer sempre ” As vezes um inimigo é forte, você não poderá trespassa-lo, mas poderá atordoa-lo, aposte primeiro no enfraquecimento, use a cabeça e não o punho.” isso me fez aprender duas coisas naquele dia, lutar com aquele velho me fazia ficar quebrado por duas semanas e um soco bem encaixado no queixo deixa qualquer marmanjo mole por tempo o suficiente para que um outro golpe possa vir, não tratava-se de quão forte era, mas quão bem encaixado e quando não se tinha força o suficiente, se tinha que ter velocidade o suficiente para isso, apostei minhas fichas em tal movimento enquanto praticava o velho conselho do velho ” Se quer manter-se ileso, matenha-se junto, um inimigo precisa de espaço, você não.” e colado era o que eu ficaria, com toda a minha força e velocidade desferi o soco com o máximo de técnica que me era permitido naquela situação, o soco era desferido a mesma medida que eu aproximava meu corpo ao máximo de meu inimigo, aquele jovem compreenderia a diferença entre nós, a isso ele compreenderia.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

A estratégia de combate sempre foi a minha forma de me manter vivo enquanto treinava com aquele velho, aprendi rápido que golpes devem ser dados com o máximo de eficácia com o máximo de velocidade possível, com isso poderia sempre manter a minha integridade física para o que viria em sequência. Se me jovem inimigo não compreende-se isso logo, seria o seu fim, pois o soco que daria a seguir não tratava-se de um simples “ jab veloz e potente “ e sim um poderoso “Cruzado Slash”, um golpe que recebi tantas vezes que meu corpo já ate lembrava do movimento naturalmente, “aproxima-se do inimigo, abre o soco e disfere o golpe como uma pistola atirando, rápido, forte e dolorido” um golpe propicio para a estratégia pois aproveitava mais uma vez da proximidade máxima do golpe, mas deixava a costela mais aberta para golpes fechados como um cruzado sequencial .

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Por fim, tinha que acabar aquela sequência de soco, não podia me demorar, afinal, tinha um encontro para finalizar, os golpes daquele garoto, bem, se não fossem rápidos seriam leves, pois um corpo treinado para resistir sempre deve resistir e por isso não era aquilo que me importava e sim a execução do golpe final, o golpe que aprendi com o velho Obeha que sempre dizia ” Quando vê que tem a oportunidade, acabe com a luta e não a prorrogue, seja prático, use o seu Uppercut “ e foi o que eu fiz, aproveitando a estratégia de  “ não deixe brechas para seu inimigo” o golpe final foi dado, pés firmes no chão, punho duro e firme, soco baixo e rápido subindo como um foguete no queixo , esse era o monstruoso Uppercut.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

A luta era um prazer, os desejos que me percorriam não poderiam ser definidos menos do que “ perfeitos “ , mas tinha que acabar, uma jovem não precisa ver uma luta de homens de forma tão feroz, é por isso que todos os golpes foram dados para desorientar e não “matar”.



bichaelson



Menu Completo:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Uma nova lenda. Inicio em Dawn Island - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Uma nova lenda. Inicio em Dawn Island   Uma nova lenda. Inicio em Dawn Island - Página 3 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Uma nova lenda. Inicio em Dawn Island
Voltar ao Topo 
Página 3 de 15Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4 ... 9 ... 15  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: East Blue :: Dawn Island-
Ir para: