One Piece RPG
Crônica do Leste: O larápio caótico - Página 7 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Cap.1 - O primeiro passo!
Crônica do Leste: O larápio caótico - Página 7 Emptypor Kallieel Hoje à(s) 1:27

» [MINI - DJ GBR] 01 | Eco
Crônica do Leste: O larápio caótico - Página 7 Emptypor DJ GBR Hoje à(s) 1:00

» The Victory Promise
Crônica do Leste: O larápio caótico - Página 7 Emptypor Alê Ontem à(s) 23:22

» Escuridão total sem estrelas
Crônica do Leste: O larápio caótico - Página 7 Emptypor K1NG Ontem à(s) 23:21

» Garfield Henryford
Crônica do Leste: O larápio caótico - Página 7 Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 22:19

» O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores
Crônica do Leste: O larápio caótico - Página 7 Emptypor Kiomaro Roshiro Ontem à(s) 20:26

» Contrato de Sangue
Crônica do Leste: O larápio caótico - Página 7 Emptypor Coldraz Ontem à(s) 19:47

» Tyrael Silverfang
Crônica do Leste: O larápio caótico - Página 7 Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 19:13

» Akira Suzuki
Crônica do Leste: O larápio caótico - Página 7 Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 19:10

» O início de uma aventura. Em busca do topo!
Crônica do Leste: O larápio caótico - Página 7 Emptypor Quazer Satiel Ontem à(s) 18:58

» Leon Ari Nefesh
Crônica do Leste: O larápio caótico - Página 7 Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 18:52

» Jhonathan Wolf
Crônica do Leste: O larápio caótico - Página 7 Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 18:42

» Daniel Fried Hanz Von Joseph
Crônica do Leste: O larápio caótico - Página 7 Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 18:35

» O início da pesquisa.
Crônica do Leste: O larápio caótico - Página 7 Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 18:22

» Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante
Crônica do Leste: O larápio caótico - Página 7 Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 18:12

» II - Eternas Ondas
Crônica do Leste: O larápio caótico - Página 7 Emptypor Mephisto Ontem à(s) 17:28

» II - Aliados
Crônica do Leste: O larápio caótico - Página 7 Emptypor Hunson Ontem à(s) 14:05

» Vermelho
Crônica do Leste: O larápio caótico - Página 7 Emptypor annavitoria Ontem à(s) 13:27

» Saindo das sombras
Crônica do Leste: O larápio caótico - Página 7 Emptypor annavitoria Ontem à(s) 13:07

» O Sapo Mágico
Crônica do Leste: O larápio caótico - Página 7 Emptypor CaraxDD Ontem à(s) 10:35



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 Crônica do Leste: O larápio caótico

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 50
Warn : Crônica do Leste: O larápio caótico - Página 7 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 26
Localização : 1ª Rota - Karakui

Crônica do Leste: O larápio caótico - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Crônica do Leste: O larápio caótico   Crônica do Leste: O larápio caótico - Página 7 EmptyQua 1 Jun - 19:33

Relembrando a primeira mensagem :

Crônica do Leste: O larápio caótico.

Aqui ocorrerá a aventura do(a) civil Elrick Alfagor. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
Blackfish
Pirata
Pirata


Data de inscrição : 12/04/2016

Crônica do Leste: O larápio caótico - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: Crônica do Leste: O larápio caótico   Crônica do Leste: O larápio caótico - Página 7 EmptySex 17 Mar - 23:10

6-30: A paz relativa


Vi que estava sendo convidado um passo-a-dois com meu adversário, ele era convencido de fato mas não superava minha auto-confiança e meu senso de invencibilidade, analisei aquele sujeito corpulento e o movimentar do canivete borboleta, por um minuto entrei em transe com o belo jogar da lâmina no ar, fazia um desenho com o tear do aço, bonito se não fosse trágico.

Se você é um médecin, doutor — Dizia sorrindo e movimentando a perna dolorida — Porquê não cuida de você mesmo?

Recitaria tais palavras com um pouco de cansaço pesando nas próprias, fungaria o ar logo desvencilharia um espirro, momentâneo e para descontrair, não sou um lutador convencional e previsível, isso era nítido em meus atos, porém meus próprios atos além de ser inconvenientes eram muito danosos, drásticos e letais.

Vous, não vai cortar meus nervos — Mais uma vez falará Vous me tira dos nervos!

O canivete era altamente perigoso, precisaria desarmá-lo ou fazer que o ataque volte ao próprio atacante, então se eu estivesse em cima da mesa ainda deixaria que o homem fizesse os primeiros passos, me desviaria agora descontraído mas atencioso, procuraria quase como sambar em cima da mesa desviando das estocadas, sapatearia como se o chão estivesse quente para desviar da lâmina dolosa, tentaria precipitar os golpes e assim pisar no espaço contrário da direção do corte.

Cortes horizontais eu saltaria por cima da direção do corte, devido minha elasticidade e esquiva movimentaria meu corpo para passar longe dos cortes e não sofrer mais danos.

Cortes verticais faria como sempre, deixaria meu corpo ereto e faria com quê a lamina passa-se raspando do lado das minhas pernas, estava um nível do terno a cima de meu adversário, para minha visão precipitaria as ações pois era fácil naquela posição ver o próximo passo.

Contra-ataque eu saltaria e deixaria meu corpo descer com todo meu peso e deixaria minhas pernas rígidas, no momento que a lâmina entrasse de encontro ao móvel saltaria no ante-braço do homem a fim de quebrá-lo ou botar tanto peso que não fosse possível mexer aquele membro, assim, após desarmá-lo tentaria ainda descer todo meu peso e caminharia até o ombro do homem para o mesmo ter dificuldade em se movimentar e lidar com a dor, por fim chutaria o crânio do rapaz com tanta força que o mesmo caíria desmaiado.

E por fim, em alguns casos, minhas táticas não fossem falíveis tentaria saltar em um pulo mortal por cima do sujeito visando acertar um chute direito nas costas.

E quando a batalha acabará me voltaria a Faham, observaria-o feliz e distribuiria olhares simultâneos entre o corpo de seu capanga e o próprio rei, como se eu não soubesse onde olhar.

Viu isso, roi? — Fitaria-o firmemente — Eu fiz isso com ele, outros, farei daqui a pouco com alguns e se você não colocar a bunda na cadeira vou fazer isso contigo, você escolhe!

Esperaria a decisão do rei louco, se ele preferisse lutar entraria em combate sentindo a dor da minha perna, mas se ele preferisse escutar daria um tempo para o homem ter sua reação e logo falaria o ato.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jinsang
Caçador de Recompensas
Caçador de Recompensas
Jinsang

Créditos : 7
Warn : Crônica do Leste: O larápio caótico - Página 7 10010
Masculino Data de inscrição : 17/01/2017
Idade : 19

Crônica do Leste: O larápio caótico - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: Crônica do Leste: O larápio caótico   Crônica do Leste: O larápio caótico - Página 7 EmptySab 18 Mar - 2:52

~Narração~



Derrubar o primeiro segurança foi fácil. Porém, o segundo não estava para brincadeiras. Ele sacou seu canivete borboleta e tentou provocar Alfagor, mas não conseguiu. O larápio era muito cheio de si, e meras palavras não abateriam o rapaz.

-Se você é um "médecin", doutor, porque não cuida de você mesmo? -Diz Alfagor, retribuindo a provocação. O jovem solta um espirro, que parece ser uma provocação também.

-Saúde garoto. Você vai precisar!

O segurança avança, realizando um corte horizontal, que Alfagor desvia facilmente. Assim que termina o movimento, o segurança corta na direção oposta, fazendo Alfagor recuar novamente. Quando recua, percebe que está entre a porta e o guarda, ou seja, encurralado. O guarda avança numa estocada, e Alfagor desvia agilmente. A faca do atacante fica presa na madeira da porta, e ainda tentando tirar sua arma de lá, o guarda recebe um chute na cabeça que lhe deixa tonto. Elrick então se move para trás do sujeito, e chuta as costas do homem, que cai de joelhos. Para finalizar, o larápio acerta um outro chute na cabeça do guarda-costas, que desmaia. A adrenalina estava ajudando o larápio a esquecer a dor. Mas meros segundos fora de combate faziam a dor voltar, ainda mais intensa.

-Viu isso, roi? Eu fiz isso com ele, outros, farei daqui a pouco com alguns e se você não colocar a bunda na cadeira vou fazer isso contigo, você escolhe!

-Malditos porcos imundos. Gasto fortunas para que esses estrumes protejam-me, e no fim, são derrotados por um magricela que acha que sabe o que faz. Blé. Vamos terminar logo com isso, certo, garoto?

Ao ouvir a conversa, Marquês entra na sala, trancando a porta por dentro.

-Olá, Doroth. Como vai?

-Ah, entendo. Então isso tudo foi um plano seu? Haha, que ousado. E muito bem pensado, devo admitir, Don Marquês. Então é isso? Você quer me derrubar do trono utilizando esse moleque? Você sabe, mesmo vocês dois juntos não podem -E NÃO VÃO - me derrotar. -Doroth tinha uma expressão tranquila. Não parecia nem um pouco assustado, e na verdade parecia até relaxado. Ele estava sentado em sua cadeira de couro, com os pés repousando sobre a mesa.

-Haha, eu não teria tanta certeza de coisas assim, Doroth. -Disse Don, removendo a faca encravada da porta. -Se me permite, garoto... -Don então enfiou a faca no crânio dos dois capangas que estavam desacordados. [b][color=#990099]-Mas tudo precisa ser perfeito. E então, vamos começar a festa?

A batalha final estava prestes a começar. O destino de Dawn Island seria definido ali, naquele escritório. Independente de qual lado vencesse, a ilha se tornaria mais escura a partir daquele dia.


Histórico Elrick:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]



[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

"Everything flows, and all is connected"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Blackfish
Pirata
Pirata
Blackfish

Créditos : 7
Warn : Crônica do Leste: O larápio caótico - Página 7 8010
Masculino Data de inscrição : 12/04/2016
Idade : 21
Localização : Loguetown - East Blue

Crônica do Leste: O larápio caótico - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: Crônica do Leste: O larápio caótico   Crônica do Leste: O larápio caótico - Página 7 EmptySab 18 Mar - 20:13

7-31: Rei, reinos e reinados


Ao ouvir as palavras de Faham estava entusiasmado, estávamos sozinhos e não visava imediatamente entrar em uma luta corporal, o quê eu estava prevendo era mais assuntos diplomáticos e  extorqui-lo, porém, Marquês entrou na sala imponente, aquilo já estava me tirando dos nervos.

Marquês? — Diria surpreso observando o homem — Pedi para que esperasse lá fora, drogue!

Quando as palavras saíram da boca de Doroth que significaria a predominância de Don Marquês naqueles altos eu desceria do meu estado racional, teria um breve surto e chilique pois tinha um sério apreço por atenção e popularidade, nem se quer sabia distinguir o quê era, se era um Civil... Um pirata... Um simples arruaceiro, um revolucionário porém de fato eu sabia que meu sentido na vida era chamar atenção e consegui-la totalmente para mim, não tinha vontade nenhuma de dividir os créditos dos acontecimentos com Marquês, então, ao ouvir que Doroth achava que o plano era dele socaria a mesa mais próxima com total força chamando atenção e demonstrando estar instável.

VOCÊ É LOUCO, PORRA, FILLE PUTAIN Pegaria o primeiro utensílio que estive mais próximo a mim e jogaria em Doroth — EU NÃO GASTEI MEU TEMPO TODO NESSA PORRA PARA VOCÊ DAR OS CRÉDITOS PARA O MARQUÊS, MEU IRMÃO... — Respiraria voltando ao meu temperamento calmo e padrão —... Eu quase perdi a paciência, você me deixou nerveux Doroth, não repita isso!

Ao ver que meu companheiro estava predestinado a matar Faham havia criado um sentimento me mim, ou por toda via, era um pensamento fortuno eu não poderia matar o homem antes de conseguir algumas informações, direitos, não gostava de simplesmente acabar com a vida dos meus inimigos, mas gostava de ter um sentido para aquilo, que de fato por enquanto não tinha.

Não lhe permito! — Diria a Marquês — Você não pode matá-lo assim, do nada? Você almeja tanto assim o reino? Calma Marquês, calme.

Falaria a esse modo e se precisasse se colocaria de impasse entre Doroth e Marquês, não deixaria que o rei morresse assim do nada, tão rápido, se fosse necessário me colocaria em posição de combate a frente de Marquês.

Se o mercenário ouvisse meus pedidos, assim, me voltaria a pouco tempo de Doroth e sorriria para ele, mas de toda forma tomando cuidado com as ações do homem, sempre de guarda levantada pois nunca saberia quando o instinto de sobrevivência dele apitaria.

Então como eu disse antes... — Falaria sentando na mesa ao lado de Doroth — Vamos conversar, vou ser breve e claro. Onde estão os tesouros do reino? Você tem algum den-den mushi com comunicação com a frota de marinheiro mais próxima? Qual é o seu barco mais rápido?

Se o homem respondesse essas perguntas faria como um cavalheiro, se afastaria, entraria em posição de ataque ao lado de Marquês e ficaria de guarda rígida para com Doroth. Como defesa eu jogaria meu corpo sempre para esquerda ou para direita em direções opostas ao ataque, caso a tiros correria agachado pelo cenário utilizando de cambalhotas e parando atrás de um móvel rígido para me proteger de projéteis. Contra-ataque eu avançaria de zigue-zague para o homem com minhas mãos no chão faria impulso com minhas pernas e de modo contrário ficaria com o crânio em retilíneo ao chão e as pernas no ar, descendo como um martelo em direção ao peitoral de Doroth.

____________________________________________________

Fala Pensamentos Narração
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jinsang
Caçador de Recompensas
Caçador de Recompensas
Jinsang

Créditos : 7
Warn : Crônica do Leste: O larápio caótico - Página 7 10010
Masculino Data de inscrição : 17/01/2017
Idade : 19

Crônica do Leste: O larápio caótico - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: Crônica do Leste: O larápio caótico   Crônica do Leste: O larápio caótico - Página 7 EmptySeg 20 Mar - 0:06

~Narração~



A conversa entre Don e Doroth se desenrolava, e os dois conversavam desprezando a presença do larápio, que se irritou com a situação.

-VOCÊ É LOUCO, PORRA, "FILLE PUTAIN", EU NÃO GASTEI MEU TEMPO TODO NESSA PORRA PARA VOCÊ DAR OS CRÉDITOS PARA O MARQUÊS, MEU IRMÃO...  Eu quase perdi a paciência, você me deixou "nerveux" Doroth, não repita isso! -Diz Alfagor, arremessando um vaso na direção de Doroth. O vaso passa longe, acertando o canto da sala.

-EI, SEU FILHO DE UMA PUTA! NÃO SAIA QUEBRANDO AS COISAS DOS OUTROS! ESSE VASO VALIA UMA FORTUNA! -Doroth ficava vermelho de raiva, ainda mais enfurecido do que antes. Ele agora se levantava de sua cadeira e avançava em direção ao larápio. -SE NÃO SE IMPORTA, DON, EU VOU CHUTAR A CARA DESSE DESGRAÇADO ATREVIDO AGORA MESMO!

Então, sem mais nem menos Doroth avança ferozmente contra Alfagor, sem chance do rapaz se defender. Ele acerta um chute frontal diretamente na cara do larápio, que é lançado longe. Ele se levanta rapidamente, porém com uma leve tontura por conta do golpe, e com seu nariz sangrando por conta do impacto.

-Não se esqueça de mim, Doroth. -Don faz o mesmo movimento que Doroth, lançando o regente em cima de sua mesa, espalhando toda a papelada que estava sobre ela. -Também sou seu oponente.

-Não lhe permito! Você não pode matá-lo assim, do nada? Você almeja tanto assim o reino? Calma Marquês, "calme".

Doroth olha para Alfagor, com uma sobrancelha levantada. A frase do larápio não parece fazer sentido para ele.

-Do nada, garoto? Você aparecer fez com que eu tivesse chance de realizar um desejo de longa data! Eu estou aqui para simplesmente garantir que tudo se torne real! NADA VAI ESTRAGAR ESSA FESTA!

Doroth se levanta, e assume uma posição defensiva. Ele não parece ter sentido dor do golpe que recebeu, e encara seus dois oponentes com uma expressão totalmente fechada.


Histórico Elrick:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]



[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

"Everything flows, and all is connected"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Blackfish
Pirata
Pirata
Blackfish

Créditos : 7
Warn : Crônica do Leste: O larápio caótico - Página 7 8010
Masculino Data de inscrição : 12/04/2016
Idade : 21
Localização : Loguetown - East Blue

Crônica do Leste: O larápio caótico - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: Crônica do Leste: O larápio caótico   Crônica do Leste: O larápio caótico - Página 7 EmptyQua 22 Mar - 19:04

7-32: Avante!


Limparia o sangue escorrendo em meu nariz e olharia sorrindo para Doroth, minha expressão er mesclada de cansaço com irritação pois não tinha intenções assassinas, eram analíticas, pois já que o sujeito trouxe o amargor até meu âmago decidi que precisava avançar como Marquês, com cem por cento de vontade de matar.

Se não vai por bem.. — Passava a parte posterior da mão em baixo do nariz —... Vai por mal! Bele?

Apartaria a tontura com um jogar da face para um lado e para o outro, visaria as situações e posições de ambos então partiria para o ataque de um modo totalmente ofensivo, correria em direção a Doroth usando qualquer móvel sendo cadeiras ou pequenos criados mudos para dar o primeiro passo e logo usar a mesa onde Marquês empurrou como apoio, saltaria pela mesma e flexionaria minha perna mais potente e planaria pelo ambiente em direção a Faham, tentaria acertá-lo com um chute em arqui de cento e oitenta graus puxado como se fosse um bate-estaca somando a danificação pelo impulso e pelo dano muscular que causaria devido a flexão, a fim de terminar o salto cairia rolando no chão e levantaria-se em posição de ataque.

Caso fosse esquivado, pensaria em algum movimento brusco e rápido para usar alguma parede móvel como impulsionador e refletiria meu golpe, saltaria quicando pela parede em direção a Doroth e realizaria os meus golpes anteriores.

Em casos de esquiva pararia no meio do ataque para desviar da linha retilínea de ataque e não sofrer danos prolongados.

____________________________________________________

Fala Pensamentos Narração
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jinsang
Caçador de Recompensas
Caçador de Recompensas
Jinsang

Créditos : 7
Warn : Crônica do Leste: O larápio caótico - Página 7 10010
Masculino Data de inscrição : 17/01/2017
Idade : 19

Crônica do Leste: O larápio caótico - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: Crônica do Leste: O larápio caótico   Crônica do Leste: O larápio caótico - Página 7 EmptyQua 22 Mar - 22:44

~Narração~



A batalha por Dawn continuava, e Alfagor se irritava cada vez mais com Doroth. O larápio avança em direção ao regente de forma bruta, tentando chutá-lo mas Doroth era rápido. O regente bloqueia facilmente o chute do jovem, e o empurra para trás. Depois de Elrick ser empurrado, Don avança contra contra Doroth, e os dois trocam chutes, socos, bloqueios e esquivas repetidas vezes. Aparentemente, Doroth precisa encarar os dois sujeitos de uma vez pra ser derrotado.


off:
 

Histórico Elrick:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]



[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

"Everything flows, and all is connected"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Blackfish
Pirata
Pirata
Blackfish

Créditos : 7
Warn : Crônica do Leste: O larápio caótico - Página 7 8010
Masculino Data de inscrição : 12/04/2016
Idade : 21
Localização : Loguetown - East Blue

Crônica do Leste: O larápio caótico - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: Crônica do Leste: O larápio caótico   Crônica do Leste: O larápio caótico - Página 7 EmptyQui 23 Mar - 16:53

7-33: Advanced


Observaria um pouco exausto a Marquês, faria uma pequena analise das possibilidades de movimentos que poderíamos fazer para atacar Doroth, ele era perspicaz de fato, porém contra dois sujeitos acredito eu que sua irreverência e movimentos uniformes não fossem o bastante. Indicaria para que Marquês avançasse pela esquerda enquanto eu corria pela direita, criaria a primeira divisória de dano, jogava meu corpo para baixo e como contra-peso subia minha perna desvencilhando um possível chute frontal afim de ser bloqueado, isso daria tempo para que Don pegasse a retaguarda do rei indefesa e contra-atacasse fortemente.

Se o homem também bloqueasse os golpes do larápio velho curvaria meu corpo afim de uma rasteira rápida e focalizando um chute com o calcanhar no estômago do rei para intensificar o golpe vendo que o mesmo cairia no chão, seria doloroso e rápido, mas também seria de contraposto para Marquês atacar. Sempre avançaria sozinho para atacar criando uma brecha na defesa do sujeito, atacaria e desviaria dos danos com jogadas de corpo, rodopios e rolamentos e sempre serviria de isca para deixá-lo frágil a ataques diretos.

Em esquivas apenas jogaria meu corpo em partes opostas ao ataque e criaria rolamentos, na primeira oportunidade correria para retaguarda de Faham e faria um agarrão afim de prender os braços do sujeito em um suplex alemão, dando oportunidades para ataques do Marquês e finalizando em uma jogada de corpo do homem no chão.


____________________________________________________

Fala Pensamentos Narração
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jinsang
Caçador de Recompensas
Caçador de Recompensas
Jinsang

Créditos : 7
Warn : Crônica do Leste: O larápio caótico - Página 7 10010
Masculino Data de inscrição : 17/01/2017
Idade : 19

Crônica do Leste: O larápio caótico - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: Crônica do Leste: O larápio caótico   Crônica do Leste: O larápio caótico - Página 7 EmptySex 24 Mar - 0:46

~Narração~



Finalmente a dupla de larápios percebeu que o trabalho em dupla não devia ter sido abandonado. Alfagor sinaliza para que Don ataque junto a ele, então os dois avançam contra Doroth. Alfagor, do lado direito do Regente, acerta um chute frontal, arremessando-o na direção de Don, que acerta um poderoso chute na cabeça de Doroth, arremessando-o de volta para Alfagor. Tudo o que Doroth consegue fazer, é cruzar seus braços na frente de seu rosto, protegendo-se.

-QUE DELÍCIA QUE É LUTAR, DEPOIS DE TANTOS ANOS!

-DELÍCIA VAI SER CHUTAR SUA BUNDA PARA FORA DESSA ILHA, SEU SUJO DESGRAÇADO!

Aproveitando-se da distração, Alfagor aplica uma rasteira em Doroth, que cai estatelado no chão. Don se aproveita da situação, e imobiliza o regente, acertando-lhe alguns socos. Doroth revida, acertando socos na costela de Don, que sente os golpes. Os dois se engalfinham no chão até que um dos golpes faz com que Don recue, atordoado. Doroth se levanta, mas logo Alfagor o imobiliza, segurando-o por trás. Mas Don se liberta, acertando uma cotovelada no nariz do larápio, que recua, esbarrando na mesa principal. O nariz de Alfagor dói ainda mais, e começa a sangrar ainda mais. Don se recupera, e olha para um dos cantos da sala. E então diz, enquanto corre na direção que olhou.

-Segura ele moleque, vamos resolver isso!

A dor na perna e no nariz deixavam o larápio extremamente desconfortável. Estender a luta poderia só piorar ainda mais sua situação.


Off:
 

Histórico Elrick:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]



[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

"Everything flows, and all is connected"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Blackfish
Pirata
Pirata
Blackfish

Créditos : 7
Warn : Crônica do Leste: O larápio caótico - Página 7 8010
Masculino Data de inscrição : 12/04/2016
Idade : 21
Localização : Loguetown - East Blue

Crônica do Leste: O larápio caótico - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: Crônica do Leste: O larápio caótico   Crônica do Leste: O larápio caótico - Página 7 EmptySex 24 Mar - 16:45

7-33: L'enfer astrale de Elrick


É.. Est baise Diria sentindo o sangue escorrer pelo meu nariz e deixar meu sorriso branco com um tom escuro e avermelhado — Você tá sendo mais forte do quê eu esperava, mas... Não dá pra continuar essa baise.

Por fim mais uma vez enxugaria o sangue escorrendo pelo nariz, balançaria a perna e sentiria uma baixa na pressão por estar a tempo demais lutando, sem descanso sentindo meu corpo pedir uma pausa, ter minha perna dolorida e não saber o motivo, e agora, por fim um sangramento incessante no nariz, tudo aquilo em um dia só era um sobrecarrego em meu corpo, já não estava em dispôr para lutar por horas.

Don, vamos acabar com isso — Diria sério.

Balançaria meu corpo como em um preparatório de luta, mexeria a perna e jogaria a cabeça em movimentos circulares cerrando os dentes e fazendo força na mandíbula, criava aquela espécie de ritual para dispersar os efeitos prolongados de pontos localizados em meu corpo, assim, focalizando em mente acabar com Faham, o quê estava demorando por sinal, meu maior erro foi tratar Doroth como inferior, achá-lo incapacitado para lutar, foi um erro fatal.

Tomaria ações dianteiras, empurraria quaisquer móveis a minha frente em direção ao rei louco para servir de alguma espécie de distração, em seguida quando o homem se defendesse dos móveis - possivelmente pesados - avançaria afim de visar ataques diretos acima da cintura pois logicamente o homem estaria com a parte incapacitada pelo móvel, avançaria rapidamente usando minha mobilidade avançada e saltaria deslizando em posição fetal em cima do móvel como se fizesse um arco com meu próprio corpo, em uma espécie de dança de brake girando todo meu corpo impulsionando, intensificando e multiplicando a força de meu cute, deixaria o meu pé ereto e faria um giro completo de noventa graus logo após visando um chute direto no abdômen do homem, com finalidades de desmaio ou incapacitá-lo. Por fim, caso não fosse o suficiente, ainda deitado em direção retilínea a o homem, realizaria um empurrão com os dois pés afim de jogá-lo contra-parede.

SEU TEMPS, MARQUÊS! — Diria em som alto.

Em um último caso, utilizando de todas minhas forças, após deixar Marquês realizar seu último salve final avançaria contra Doroth com meu torso abaixado, realizaria um giro incompleto de cento e oitenta graus e finalizaria comum chute centralizado na garganta do homem com finalidade de acertar a traqueia e interromper o fluxo do esôfago, um chute que impediria do homem respirar e possivelmente matá-lo.

Em casos de defesa faria meus movimentos padrão, abaixar o torso sempre para evitar golpes de cintura para cima, jogadas como passe de dança para esquerda ou para direita em casos de golpes em espiral ou em subida/descida realizaria pequenos giros de noventa graus

Sempre usaria meus braços cruzados em forma de x para proteger meu pescoço, torso, peitoral e garganta, nunca deixaria que me incapacitasse em poucos golpes.

Por final de ações procuraria o primeiro local para sentar, ficaria ofegante e jogaria as madeixas molhadas de suor para trás e mais uma vez limparia o nariz sangrando, falaria ofegante.

É o fim? — Diria a Marquês.

____________________________________________________

Fala Pensamentos Narração
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jinsang
Caçador de Recompensas
Caçador de Recompensas
Jinsang

Créditos : 7
Warn : Crônica do Leste: O larápio caótico - Página 7 10010
Masculino Data de inscrição : 17/01/2017
Idade : 19

Crônica do Leste: O larápio caótico - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: Crônica do Leste: O larápio caótico   Crônica do Leste: O larápio caótico - Página 7 EmptyDom 26 Mar - 12:48

~Narração~



A luta do larápio ficava cada vez mais intensa. O cansaço corporal fazia com que Alfagor sentisse que seu corpo queria desistir. A quantidade de ações que o rapaz fez em apenas um dia, e as consequências de suas ações agora eram refletidas nas dores que seu corpo sentia. Era necessário acabar com isso logo.

-Don, vamos acabar com isso. -Disse o rapaz, sério. Don simplesmente assentiu com a cabeça. Alfagor saltava e balançava seu corpo, tentando dispersar a dor. Sua perna ainda doía intensamente. Forçá-la ainda mais podia ser catastrófico. Eles TINHAM que derrotar Doroth alí, neste exato momento.

Alfagor então arremessou uma pequena mesa de canto na direção do rosto de Doroth, que bloqueou utilizando os braços. Quando Doroth afastou o móvel, jogando-o na direção de Don, Alfagor se aproveitou, e acertou uma voadora com os dois pés, no peito de Faham, deixando-o sem ar.

-SEU "TEMPS", MARQUÊS! -Com o comando, Marquês avançou em direção de Doroth, jogando um item para Alfagor. Era o canivete borboleta de um dos guardas. De encontro com o regente, começou uma sequência de golpes velozes, aproveitando-se da situação. Doroth meramente bloqueou alguns dos golpes, até ceder e receber todo o dano causado por Don, caindo de joelhos.

-É o fim?

-Você disse que queria eliminá-lo, "garçon". Dê o golpe final. Antes de saírmos, preciso fazer umas coisas. -Disse Don, misterioso.

Histórico Elrick:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]



[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

"Everything flows, and all is connected"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Blackfish
Pirata
Pirata
Blackfish

Créditos : 7
Warn : Crônica do Leste: O larápio caótico - Página 7 8010
Masculino Data de inscrição : 12/04/2016
Idade : 21
Localização : Loguetown - East Blue

Crônica do Leste: O larápio caótico - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: Crônica do Leste: O larápio caótico   Crônica do Leste: O larápio caótico - Página 7 EmptySeg 27 Mar - 23:21

7-34: O fim?


Ao ouvir as palavras do larápio mais velho me senti revigorado, era minha chance de concretizar minhas vontades, não perderia tempo com falácias nem enrolações, jogaria minhas madeixas para trás e limparia o suposto suor que escorreria por minha testa, passaria o dedo em meu nariz para retirar o sangue e me aproximaria cautelosamente de Faham, puxaria-o pelo couro cabeludo obrigando o homem a ficar em pé e com a outra mão seguraria o pescoço do mesmo.

Vou ter que te machucar só um pouco — Diria sorrindo.

Procuraria alguma janela grande que desse em direção ao povo lutando, quando achasse tentaria quebrar a janela com a perna boa ou se não apenas fazer um modo de todos me ver e ver Faham, ficaria feliz e sorrindo em direção ao povo.

Observe meu show, Marquês — Ressaltaria.

MEU BOM POVO DE DAWN ISLAND — Falaria apertando o pescoço de Doroth — ESSE É O SEU ANTIGO GOVERNADOR, FAHAM DOROTH III — Seguraria uma risada forçada — QUE NO MOMENTO, POR LIVRE E EXPÔNTANEA OPRESSÃO DECIDIU PASSAR O POSTO DE GOVERNADOR DE  DAWN ISLAND PARA DON MARQUÊS, NÃO É DOROTHZINHO?

Era aparente a instabilidade emocional e mental que se encontrava em mim ao ter controle da situação, era como se o poder engrandecesse tanto meu alter ego que criasse uma suposta nova identidade, deixando muito mais ganancioso e hostil, enquanto eu falava não perderia a oportunidade de apertar fortemente a garganta do sujeito até ele não ter mais força para reagir, e em um momento de psiquê passaria a língua na bochecha do homem como se saboreasse o medo que o mesmo tinha.

Fala para eles, Doroth, fala para eles de quem é Dawn Island agora... — Falaria segurando a risada — Fala pra eles Doroth, fala quem manda, fala quem libertou, fala de quem é toda honra e glória, fala Doroth! Parle! Parle! Parle!Parle! Parle! Parle! Parle!

Se o homem recusasse falar meu nome e o de Marquês forçaria-o apertando mais o pescoço e puxando as madeixas do mesmo.

PARA VOCÊS, EU LHE DOU O CAOS E A SOBERANIA DOS BANDIDOS, TODOS VOCÊS SE TORNARAM ESCRAVOS DA LIBERDADE! — Gritaria se direcionando ao povo com quebra-cabeça ideológicos — LHE ABENÇOO COM O CAOS, QUE PURIFICA E ABRE NOVOS CAMINHOS PARA PAZ NESSE MUNDO!

Puxaria o ar para dentro de meus pulmões e fecharia os olhos olhando para o céu como se sentisse prazer ao sentir o aroma de sangue, pólvora, explosões, suor, lâminas e madeira queimando, era como se o inferno trouxesse a paz para mim.

EU, ELRICK ALFAGOR, ME CONDECORO BUSCADOR DO CAOS E POR SER DA ALTA CLASSE EM DAWN ISLAND AGORA — Olharia para Marquês — Com todo respect, por todas essas atrocidades perante meu nome me auto denomino, Barão Vermelho!

Após terminar meu viraria o pescoço de Faham com tanta força para quebrá-lo e assim jogaria da sacada, terminando meu grande cheque-mate com aquelas peças de tabuleiro, Marquês se tornaria a rainha, todos ali em baixo eram peões, e eu não tinha denominação naquele jogo me condecorei como Barão, devido todo o sangue derramado, Barão Vermelho.

ANOS DE PANDEMÔNIO PARA DAWN ISLAND ! — Gritaria estendendo o punho — DEUS SALVE, MARQUÊS! DEUS SALVE, ALFAGOR! AHAHAHAHAHAHA  

Sairia daquela sacada e iria me limpar, olharia para Marquês e pediria perdão pelos modos, era como que se eu mostrasse meu verdadeiro âmago quando concluísse meus objetivos, saía de mim com o teor do poder e do caos, me sentia divino e com outra personalidade, mas era racional e aparentemente momentânea, era primeira vez que sentia orgasmos com aquelas sensações de poder.

Marquês, Dawn Island é toda sua, perdão pelos meus atos eu saí um pouco de mim, com sua licença agora vou apenas pegar um pouco de ouro e sair fora desse lugar — Falaria predestinado — Toda honra e glória pra mim, já te dei o local.

Falaria apertando a mão de Marquês selando o contrato que haviam feito antes, porém, agora partiria pela casa afim de achar os maiores tesouros, olharia em meu mapa o local mais perto do caís e arrumaria algum modo de carregar a maior quantidade de ouro que conseguiria até o barco mais modesto do local, que conseguisse carregar a maior quantidade de iguarias que eu poderia carregar, logo lá, ficaria alerta com a guarda local e ficaria pensativo de quando a marinha iria saber de meus atos, sobre minha perna e meu cansaço.  

____________________________________________________

Fala Pensamentos Narração
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Crônica do Leste: O larápio caótico - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: Crônica do Leste: O larápio caótico   Crônica do Leste: O larápio caótico - Página 7 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Crônica do Leste: O larápio caótico
Voltar ao Topo 
Página 7 de 9Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: East Blue :: Dawn Island-
Ir para: