One Piece RPG
Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 14 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Xeque - Mate - Parte 1
Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 14 Emptypor Jacob Allan Hoje à(s) 16:48

» BOOH!
Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 14 Emptypor CaraxDD Hoje à(s) 16:40

» Blue Guardian! Luca o soldado da justiça!
Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 14 Emptypor Noah Hoje à(s) 16:22

» salve salve
Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 14 Emptypor DFoolZ Hoje à(s) 16:19

» [MINI-Kujo]
Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 14 Emptypor Kujo Hoje à(s) 15:57

» Cap.1 Deuses entre nós
Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 14 Emptypor Thomas Torres Hoje à(s) 15:39

» Escuridão total sem estrelas
Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 14 Emptypor K1NG Hoje à(s) 14:25

» [M.E.P - TurtleSpeaker] My Way
Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 14 Emptypor TurtleSpeaker Hoje à(s) 14:18

» [MINI-TurtleSpeaker] My Way
Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 14 Emptypor TurtleSpeaker Hoje à(s) 14:12

» [Ficha] Joe Blow
Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 14 Emptypor Joe Blow Hoje à(s) 14:00

» Seasons: Road to New World
Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 14 Emptypor ADM.Tidus Hoje à(s) 13:20

» Sorte ou Azar? Uma Ascensão Pirata!
Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 14 Emptypor Quazer Satiel Hoje à(s) 13:19

» Apresentação 6 ~ Falência Bombástica
Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 14 Emptypor Furry Hoje à(s) 12:40

» O catálogo continua, Baterilla a cidade da beleza
Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 14 Emptypor maximo12 Hoje à(s) 10:28

» [Mini-Aventura] A volta para casa
Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 14 Emptypor Fiest Hoje à(s) 09:27

» Voltei, Dattebayo
Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 14 Emptypor Joe Blow Hoje à(s) 07:32

» [E.M] - Gostosuras e Travessuras
Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 14 Emptypor Ineel Hoje à(s) 06:25

» Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante
Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 14 Emptypor PepePepi Hoje à(s) 06:04

» Primum non nocere
Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 14 Emptypor Misterioso Hoje à(s) 04:48

» [LB] O Florescer de Utopia III
Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 14 Emptypor PepePepi Hoje à(s) 04:46



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 Episódio 3 - A busca pela Grande Rota

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1 ... 8 ... 13, 14, 15  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 62
Warn : Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 14 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 27
Localização : 1ª Rota - Karakui

Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 14 Empty
MensagemAssunto: Episódio 3 - A busca pela Grande Rota   Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 14 EmptyTer 31 Maio 2016, 22:41

Relembrando a primeira mensagem :

Episódio 3 - A busca pela Grande Rota

Aqui ocorrerá a aventura do(a) marinheiro Carnelian Velvet. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
Sylvanas
Narrador
Narrador


Data de inscrição : 04/05/2013

Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 14 Empty
MensagemAssunto: Re: Episódio 3 - A busca pela Grande Rota   Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 14 EmptySex 16 Set 2016, 22:18

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]



Strike Out

Aquilo era um Rei? Aquilo era um capitão? Meus morais e valores de liderança estavam errados, ou eu parecia ser a única pessoa sã entre tantos imbecis materialistas?... Aquela ilusão, era simplesmente uma ilusão, e agora vendo-o falar com tanta soberania perante meus companheiros, como se pudesse nos matar como um fora da lei, me senti no dever de dobrar sua língua. - Mantenha a boca fechada, Tyron... - Disse ao perceber que o soldado tinha algo a dizer, sabia que com certeza era alguma tolice, por isso o repreendi no primeiro momento.

Me viraria ao homem no trono e então daria um passo a frente. - Primeiramente... Tenha mais respeito com seus visitantes, sua mãe nunca lhe ensinou bons modos? - Empunharia meu machado, mas não tentaria intimida-lo, somente ficaria estática olhando profundamente em seus olhos. - Meu povo adora guerras sabia? ... Mas eles não lutam por lutar, não lutam para desprezar e nem para humilhar. Prezam pela sua própria honra... Está em nosso sangue. Lutamos pela honra, sempre foi e sempre será assim. - Olharia para o Agente em sua forma patética de bajular aquele velho.~ O nome deste verme nunca será lembrado... ~ .

- Você fala como um verdadeiro velho e não como um rei... Reclamando de tudo e insultando pessoas, jogando fora sua própria dignidade. Veja este lugar... - Olharia a minha volta, comparando aquele lugar a alma suja de seu dono. - Aparenta se ter tomado por sua própria avareza,  ignorância e egoísmo... Vim aqui somente para dar-lhe uma mensagem, uma tentativa de acordo para trazer a paz as pessoas de bem nesta ilha... Mas vejo que você é fraco e medroso demais para aceitar algo tão simples e que não fora feito por nenhum de seus ancestrais... Sim, você sabe muito bem o motivo... Por medo. O que vão pensar de mim? Eu sou a porra de um Denrold... - Agora apontaria meu machado em sua direção.

- Eu desafio seu melhor guerreiro para um combate... E se eu vencer, quero que aceite o acordo do governo. - Eu poderia ter pedido o reino, e que ele se retirasse da ilha para sempre com seus exércitos, mas não tinha desejos carnais e ambições mesquinhas, assim esperaria uma resposta para baixar o machado.

Já tinha cumprido minha missão, estava fazendo algo que não se resumia apenas em meu dever e sim em meus princípios. Sabia que alguns inimigos não poderiam ser vencidos com palavras, e para vencer estes inimigos, teria  que soltar toda a fúria presa dentro de mim. Se o Rei estivesse muito fora de si após minhas falas, usaria isso ao meu favor. - Vamos! Vocês não conseguiram vencer o tal guardião por centenas de gerações!! Talvez eu esteja superestimando seus homens ao chama-los de guerreiros... Traga seu campeão até mim e eu o vencerei. - Finalizaria raspando meu machado na frente de meu escudo para causar uma fricção barulhenta.

- Hayama... Tyron, se quiserem podem ir embora... Já fizeram o que tinha que ser feito. - Diria ainda olhando profundamente nos olhos do tal Rei. Esperava que ao menos ele tivesse a honra de aceitar que eu combatesse um de seus homens. Insultos agora seriam ignorados, aquilo só provaria ainda mais o tipo o verme ignorante que ele era. Se fosse-me designada a ir para outro lugar para lutar, assim eu aceitaria me locomover, mas se ele tentasse me matar ali mesmo, entraria em combate no mesmo instante.

Avançaria em sua direção enquanto fecharia os olhos, em um impulso usando toda a força de minhas pernas flexionadas. ~ Ele é só um velho... Suas ilusões não podem me pegar se eu fechar os olhos e não puder ver as lâminas, talvez... - Me jogaria com meu ombro para cima do idoso, tentando esmaga-lo, e logo depois usaria meu machado para cortar qualquer coisa a minha volta, ainda sim de olhos fechados.

Objetivos & Histórico:
 

Voltar ao Topo Ir em baixo
Van
Agente em Treinamento
Agente em Treinamento
Van

Créditos : 4
Warn : Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 14 5010
Masculino Data de inscrição : 31/10/2011
Idade : 30
Localização : -

Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 14 Empty
MensagemAssunto: Re: Episódio 3 - A busca pela Grande Rota   Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 14 EmptySab 17 Set 2016, 19:33

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Encontro com o passado Parte 1
Post: 31 | Localização: Emegh - 6ª Rota | Aparência: Uniforme de Tenente completo e Óculos

O Comodoro explicou a situação política da ilha e o quão trabalhosa era. Dois grupos disputando pelo controle de um país certamente colocavam inocentes em perigo. Casualidades de guerra, algo que incomodava o marinheiro, porém não havia o que pudesse fazer. A única maneira de acabar a guerra é possuindo um vitorioso, todavia o marine de cabelos rosas não tinha força ou influência para fazer isso ocorrer.

Malditas guerras… Pessoas sempre morrem por poder…

Não havia como não lembrar de sua família, pois dentro dela própria, batalhas por poder ocorriam. Membros das famílias secundárias tentavam adquirir status e respeito, algo que os membros da família primária recebiam de nascença. Até aonde a pessoa nascia, servia para diferenciar das demais e fazer com que injustiças aconteçam.

Enquanto caminhava ponderando as desigualdades, a montanha foi ficando cada vez mais próxima e conforme subia, poderia ver o quão diferente era aquele lugar. A fumaça no topo servia como guia pelas trilhas antigas e não demorou para o Tenente chegar no topo e se deparar com uma cena grotesca. Ele encontrou mercadores de armas fazendo trocas, um lugar que parecia um acampamento. A raiva lhe subiu à cabeça e seus punhos se fecharam. Tentando manter a calma e obter mais informações para não agir impulsivamente, o pugilista prestou atenção no que tinha ao seu redor, porém foi notado e para sua surpresa, aquelas pessoas não lhe eram estranhas.

Hãnnn... Velvet? Não pode ser... cacetada, aí manim, é o desertor! Irmão do Slither... lembra Guun?

Carnelians…

Uhum! Faz tempo isso, se o velhote visse ele, certamente tentaria mata-lo! Mas ele é um velho rabugento.

Família secundária…

HAHAHAHA! Vai saber né, nosso pai também odeia ele, e isso que é irmão em! Puta merda, o cara é da marinha e ainda é tenente?! Talvez não seja ele e eu esteja enganado... aí eu sou Meizer e esse é meu irmão mais novo Guun, ele é mesmo o Velvet que abandonou a família principal? Caralho, tu tens bolas para fazer isso, HAHAHAHA!

- Se eu tive bolas pra fugir de casa, o que acham que farei com vocês?

Os olhos do Tenente de cabelos rosas estariam bem focados e não havia hesitação em suas palavras. Os punhos fechados na altura da cintura e o semblante sério deixavam claro que o marinheiro não estava pra brincadeira. - Rendam-se agora ou eu farei… Na marra! - Diria em um tom ameaçador, bem diferente do tom calmo que costumava ser. Aqueles jovens conseguiam trazer à tona todo o sentimento de ódio do marinheiro, pois além de serem traficantes, eram Carnelians.

Na hipótese de se renderem, prenderia a dupla e desceria com eles até a embarcação, prendendo por tráfico de armas ilegais. Caso debochem ou se recusem, Veru entraria em posição de ataque, elevando os punhos na altura do pescoço e mantendo os cotovelos próximos ao tronco, mantendo assim o corpo bem protegido e pronto para atacar. Se continuassem a falar, Velvet ouviria o que tinham a dizer, pois poderiam revelar informações e isso nunca era demais.

Considerações:
 

____________________________________________________


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] |
Voltar ao Topo Ir em baixo
https://www.youtube.com/ocanilbr
Marciano
Emissário da Morte
Emissário da Morte
Marciano

Créditos : 48
Warn : Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 14 6010
Masculino Data de inscrição : 15/09/2014
Idade : 26
Localização : Na Monstrolandia...

Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 14 Empty
MensagemAssunto: Re: Episódio 3 - A busca pela Grande Rota   Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 14 EmptyDom 18 Set 2016, 00:59

~~ Narração ~~


Após o rei Denrold negar a proposta informada no conteúdo da carta, Tyron tentava se manifestar e simpatizar com o velho, mas suas falas eram confusas e totalmente sem sentido, fazia o velho homem erguer sua sobrancelha, talvez pensando do que diabos aquele gigante barbudo dizia. Por sorte Sylvanas mandava o soldado calar a boca e tentava dialogar com Rakves. A sargento parecia discursar em frente aquele velho, o homem apenas a ouvia até que a giganta terminava de dialogar e a resposta do rei era de imediato. – HAKAHAKAHAKAHA... quer terminar a guerra? Basta os malditos Achill desistirem, porém tenho certeza que isso jamais ocorrerá, sua garota tola! O velho responde para Sylvanas enquanto Hayama olhava para sua aliada com uma cara de “perdeu a cabeça mulher? ”, pois sua face estava espantada.

O rei pegava ao lado de sua cadeira uma tromba estilo aquelas de cawboy e com muito esforço assoprava o objeto, um som com bastante grave ecoava por todo o castelo. Rakves largava o item e voltava a falar. – Aceito seu desafio! Nada melhor do que uma boa luta para passar o tempo! Ao termino das falas do velho um homem parava na porta do salão. Ele possuía marcas brancas em sua face, roupas de lã revestidas de couro, um cinto em formato de caveira e armas em suas costas que ainda parecia possuir sangue nas lâminas. – Esse é meu filho, Elmwor Denrold! Será seu oponente... não a mate tão rápido, quero um pouco de diversão! O rei dizia para o homem que encarava todos na sala. – Foda-se! Eu faço o que eu quiser, seu velho gagá! Ele virava-se e começava a caminhar pelo corredor, enquanto o velho erguia-se e expressava um sinal para segui-lo. Hayama falava em um tom baixo ao cutucar a panturrilha da gigante. – Você está louca? Não poderemos te ajudar, se nos entrometemos na luta, todos seremos mortos! Você está sozinha, porque foi fazer essa loucura? Ele terminava de falar ao colocar a mão em sua testa. O agente cutucava a panturrilha de Tyron que estava em seu outro lado e dizia em um tom baixo. – Não se intrometa na luta, é uma ordem! Ele dizia para que pelo menos eles pensassem em algo, pois aquele guerreiro que Sylvanas enfrentaria, era conhecido como o mais violenta de toda a ilha. Após alguns minutos andando, chegavam em um campo aberto, repleto de montanhas. Havia uma cadeira e diversos guardas no local. Elmwor tirava seus armamentos das costas jogando-os no chão e parava alguns metros de distância da giganta, ele encarava e cuspia no chão como se dissesse “cai dentro vadia! ”.

Enquanto uma treta louca se formava no domínio dos Denrold, Kyo parecia meio sem jeito ao obedecer seu superior, seu mal humor como de costume se manifestava, mas ele tentava se conter para fazer o que era mandado. A rainha abria a carta e lia o conteúdo e em seguida entregava para seu subordinado que ficava ao seu lado. – Apesar de nossa família possuir um acordo com o governo, creio eu que serás impossível conseguir uma trégua com a família Denrold! A voz de Belroda era tão bela quanto sua beleza, educada e simpática realmente apta a governar seu domínio. – Eu vejo que essa guerra estás a muito tempo de pé... seria fantástico se realmente pudéssemos ter paz! Mas os Denrold são violentos, cruéis e desrespeitosos, acha que eles aceitariam uma trégua? Estou governando a algum tempo, e não vejo essa possibilidade em mente! Mas mandaremos como possuímos esse acordo com o governo, irei mandar um subordinado meu, entregar uma mensagem referente ao pedido de vocês! Agradeço por terem vindo, podem usufruir de meus domínios a vontade! A rainha a via se levantado. – Irei me retirar agora, pois alguns assuntos estão pendentes! Belroda após proferir suas falas, saia do salão e logo um guarda vinha em direção aos marinheiros para escolta-los até a saída. Enquanto Kyo e Evans caminhavam em direção ao porto, o Comodoro acabou puxando assunto com o tenente. – Puxa vida! O que eu não daria para beijar aquela dama! Assim que chegarmos no navio, irei descansar um pouco, avise o Flyer que estarei em um dos quartos principais! Ele terminava de falar e mantinha se quieto durante os minutos que faltavam para chegar ao porto. O navio parecia normal e apenas alguns soldados estava na superfície de Náutilos. O Comodoro subia para os quartos que ficavam no segundo andar, próximo da ala medica do navio.

Enquanto Kyo e Evans voltavam para o navio, Velvet encontrava-se com seu passado, algo que lhe perturbava, porém dessa vez, possuía mais confiança em seus punhos e parecia querer confrontar os traficantes, mas Meizer olhava para seu primo de segundo grau e dizia. – Ei, ei primo... relaxa aí! Não queremos encrenca, só fazemos nosso trampo! Escuta só, você já está como tenente, nada mal, uma vez Carnelian, sempre Carnelian! Nós possuímos sangue de guerreiros assassinos, não importa se você acha que é ruim ou não, como prova você está se tornando alguém importante, talvez possa jogar isso na cara do velho algum dia, se continuar subindo na marinha! Eu tinha batido um papo com Slither a alguns meses atrás dizendo que o patriarca estava puto por você ter além de desertado, entrado para a marinha. Mas algumas semanas atrás quando pegamos outro carregamento, Slither a via nos dito que você tinha sido promovido a tenente, eu zoei ele ainda pensando que era mentira, mas pelo jeito ele anda por dentro das paradas! O ruivo de cabelos longo tenta dialogar com o boxeador, tentando deixa-lo intrigado com suas falas, apesar de ser sem querer. – Velvet o que acha de trabalharmos juntos? Eu lhe dou informações sobre nossa família e mercadorias caso precise e você nos consegue informações da marinha? Seria um benéfico a todos! O garoto mais novo profere interrompendo seu irmão mais velho.

Com certeza Velvet expressaria suas falas sobre justiça e honra, mas o irmão mais velho interromperia as falas do boxeador. – Aí primo... você acredita mesmo que o governo é tudo que diz? Cara o governo é mais sujo que banheiro público! Por exemplo, nosso pai fez um acor... A mão de Guun ia na barriga de Meizer demonstrando parar as falas do Carnelian. – Irmão, ele ainda não respondeu... não diremos de graça, dependendo da resposta dele poderemos fechar um acordo e todos nos beneficiar, se não, para que dar informações de graça?! Mas claro que podemos deixar você curioso... como por exemplo: Slither ter matado um membro de nossa família por motivos desconhecidos, mas todos nós sabemos o porquê, não é mesmo Velvet? O irmão mais velho parecia simpático, mas o mais novo era astuto e parecia saber bem negociar. E agora, o que o tenente faria? Porque seu irmão havia matado um membro dos Carnelians e como ele sabia sobre a promoção de Velvet? Muitas perguntas para poucas respostas, porém tudo poderia ser esclarecido se o marinheiro dialogasse ao invés de lutar!


Elmwor Denrold:
 

____________________________________________________

~Fala / Narração

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Conquistas:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kyo
Capitão
Capitão
Kyo

Créditos : 25
Warn : Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 14 10010
Masculino Data de inscrição : 28/03/2013
Localização : -x-

Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 14 Empty
MensagemAssunto: Re: Episódio 3 - A busca pela Grande Rota   Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 14 EmptyDom 18 Set 2016, 03:10


Missão finalizada

“Ai ai... bom, pelo menos tudo foi resolvido lá”

Resmungava consigo mesmo no caminho de volta, realmente o que ele havia visto lá nunca tinha visto antes, pessoas novas, talvez bem fortes pra variar já que o próprio capitão já tinha mostrado anteriormente sua extrema força.

Uma das coisas que certamente era admirável com toda certeza era o tamanho do lugar, mas não era só isso, dava a impressão de eles serem prósperos e não oferecerem grande risco para a população em geral, pareciam ser pacíficos, mas como as aparências podem enganar com facilidade não se sabia ao certo se eram ou não pacíficos.

“Encontrar o capitão, bom é o jeito... será que ele ainda está com raiva?”

Pensava logo após o Comodoro falar para ele o que fazer quando chegassem no navio, seu objetivo agora era encontrar o Capitão para lhe avisar sobre o Comodoro, enquanto caminhava para a então chegada no navio em certo momento coçava levemente sua cabeça, mas não perdia o ritmo de seu andar.

No navio visto que o Coronel havia ido para um dos quartos, Kyo por sua vez procuraria Flyer, caso em sua procura não o encontrasse pediria informação a alguém e em seguida começaria a andar para então enfim o encontrar.

“A carta foi entregue e o Comodoro já está aqui em um dos quartos principais”

Diria enquanto bateria continência em sinal de respeito a Flyer, em seguida caso ele pedir para fazer mais alguma coisa, fará. Na hipótese de ser dispensado para poder fazer o que quiser, irá para o alojamento do navio descansar em uma das camas vazias.

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Narração[N/A]:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Van
Agente em Treinamento
Agente em Treinamento
Van

Créditos : 4
Warn : Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 14 5010
Masculino Data de inscrição : 31/10/2011
Idade : 30
Localização : -

Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 14 Empty
MensagemAssunto: Re: Episódio 3 - A busca pela Grande Rota   Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 14 EmptyDom 18 Set 2016, 13:57

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Encontro com o Passado Parte 2
Post: 32 | Localização: Emegh - 6ª Rota | Aparência: Uniforme de Tenente completo e Óculos

Diante dos “primos”, Velvet não hesitou, mostrou que não era um deles e acima de tudo respeitava sua função. Ele era um marinheiro de valor e cumpriria as leis mesmo que colocasse sua própria vida em risco. O Tenente ameaçou a dupla esperando por uma resposta negativa, porém acabou surpreendido por falas passivas.

Ei, ei primo... relaxa aí! Não queremos encrenca, só fazemos nosso trampo! Escuta só, você já está como tenente, nada mal, uma vez Carnelian, sempre Carnelian! Nós possuímos sangue de guerreiros assassinos, não importa se você acha que é ruim ou não, como prova você está se tornando alguém importante, talvez possa jogar isso na cara do velho algum dia, se continuar subindo na marinha! Eu tinha batido um papo com Slither a alguns meses atrás dizendo que o patriarca estava puto por você ter além de desertado, entrado para a marinha. Mas algumas semanas atrás quando pegamos outro carregamento, Slither a via nos dito que você tinha sido promovido a tenente, eu zoei ele ainda pensando que era mentira, mas pelo jeito ele anda por dentro das paradas!

Sly continua me protegendo… Mesmo depois de tudo…

Velvet o que acha de trabalharmos juntos? Eu lhe dou informações sobre nossa família e mercadorias caso precise e você nos consegue informações da marinha? Seria um benéfico a todos!

- Você acha que eu sou corrupto? Há marinheiros bons e de caráter. Eu luto para proteger as pessoas de bem de criminosos e não para promover a violência, seus vermes! - Dizia com raiva, porém seus parentes insistiam.

Aí primo... você acredita mesmo que o governo é tudo que diz? Cara o governo é mais sujo que banheiro público! Por exemplo, nosso pai fez um acor... A mão de Guun ia na barriga de Meizer demonstrando parar as falas do Carnelian. – Irmão, ele ainda não respondeu... não diremos de graça, dependendo da resposta dele poderemos fechar um acordo e todos nos beneficiar, se não, para que dar informações de graça?! Mas claro que podemos deixar você curioso... como por exemplo: Slither ter matado um membro de nossa família por motivos desconhecidos, mas todos nós sabemos o porquê, não é mesmo Velvet?

Governo sujo? Acor… Acordo? Será que meu pai conseguiu uma aliança com o Governo? Até que ponto vai o poder dele? Tsc… Sly matou alguém? Será que foi Kahn ou… o festival? Merda…

Não havia tempo para ponderar e analisar tudo que estava acontecendo. Veru recebia uma chuva de informações e poderia se afogar caso tomasse a medida errada, portanto decidiu agir de forma segura e seguir o fluxo ao invés de partir contra a correnteza. Ele respiraria profundamente e começaria a falar sem a agressividade de antes, mas ainda sério e firme.

- Vocês estão falando um monte de coisas que certamente podem ser mentiras e até podem estar querendo me enganar, mas uma coisa é certa, se continuarem falando de Sly e algo não for real, vocês não ficarão… saudáveis! - Um sorriso malicioso surgiria no semblante do jovem oficial. Ele continuaria falando após demonstrar que não era de brincadeiras. - Contem-me tudo o que sabe e não irei atacá-los. É só o que posso prometer!

Velvet não cogitava a possibilidade de trabalhar com eles, o marine de cabelos rosas não se via como alguém corrupto, portanto não mencionava essa hipótese. Entretanto, esperava que sua atitude colaborativa pudesse render frutos e quem sabe mais informações. Caso eles não colaborassem com o que fosse apresentado, Veru cruzaria os braços e fecharia os olhos, tentando reunir forças para mentir. - Ok, eu trabalho com vocês desde que as informações sejam boas o bastante. - O pugilista odiava mentir, porém era um mal necessário naquela situação. Ele precisava saber o que estava acontecendo e acima de tudo precisava saber como Sly estava. O primogênito Carnelian era a única pessoa do mundo com a qual Velvet se importava. Após ouvir as respostas, precisaria de algum tempo para pensar e ponderar. Não abaixaria a guarda em momento algum, porém caso fosse uma notícia muito impactante, poderia ser pego de surpresa.

Considerações:
 

____________________________________________________


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] |
Voltar ao Topo Ir em baixo
https://www.youtube.com/ocanilbr
Marciano
Emissário da Morte
Emissário da Morte
Marciano

Créditos : 48
Warn : Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 14 6010
Masculino Data de inscrição : 15/09/2014
Idade : 26
Localização : Na Monstrolandia...

Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 14 Empty
MensagemAssunto: Re: Episódio 3 - A busca pela Grande Rota   Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 14 EmptyQui 22 Set 2016, 00:13

~~ Narração ~~


Algumas horas haviam passado e alguns marinheiros estavam em missão e outros haviam acabado, como o tenente Kyo. O marine estava no navio em busca de seu superior, Capitão Flyer! O meio gigante de porte robusto, estava peregrinando pelo navio, pois verificava as condições de sua embarcação. Kyo aproximava-se do homem e informava o termino de sua missão e sobre o Comodoro. – Entendo! Descanse e fique atento no navio, nunca se sabe o que pode ocorrer! O capitão terminava de falar e seguia seu rumo. Agora Buster poderia descansar e aproveitar sua folguinha.

...
No monte Queendo estava Velvet um membro da ramificação principal dos Carnelians e os irmãos Weapons, esses eram da família Carnelian também, porém estavam na terceira ramificação, era a categoria mais baixa, porém, os traficantes eram simpáticos, apesar de sua profissão ser nada agradável. O jovem tenente inicialmente negava o acordo que Guun tinha proposto para o marine, mas as palavras do ruivo a viam mexido com Velvet, poderia ser tudo mentira, mas porque mentiriam? O que ganhariam com isso? Não tinham motivos para mentir, todavia o boxeador de madeixas rosadas estava com um pé atrás! Mas como todo ser humano, sua curiosidade instigava seu ego a questionar seus primos. Guun mostrava um sorriso ao ouvir claramente as palavras de seu familiar e então respondia. – Uhm! Sabia que iria aceitar! Pois bem... vamos ao que interessa! O primo mais novo profere enquanto fazia uma pausa até dialogar novamente. – A nossa família cresceu muito durante sua saída, na verdade muito antes disso! Atualmente existe três ramificações como você deve saber, nós somos categorizados como a ramificação mais fraca, ou seja, a terceira! Em seguida vem a segunda e pôr fim a Primeira! Alguns anos atrás o líder das ramificações, Revolver Carnelian... destinou funções para cada ramificação! A linhagem pura dos Carnelians, considerada a primária, tem a função de dirigir acordos importantes de todos os gêneros com piratas, agentes, marinheiros, caçadores, nobres, reis e assim por diante... basicamente seria o pilar que sustenta a riqueza da família! A ramificação secundaria é designada para exercer os acordos, claro que dependerá do caso! Geralmente são contratos para assassinatos, auxiliar em guerras e até mesmo impedir que os empregadores deixem de pagar ou sujem o nome da família! Já a terceira ramificação, que seriamos eu e Meizer, somos aqueles que fazem os contrabandos dos armamentos! Não somos tão fortes quanto as principais ramificações, porém somos os melhores em transportar as mercadorias, somos treinados para isso! Enquanto a primeira e secunda ramificação são treinados para combate! Guun fazia uma pausa enquanto Velvet processava as informações obtidas até o momento. – Quando algum Carnelian morre ou foge, todos das ramificações são informados. Até hoje, você foi o único que fugiu da primeira ramificação! Existe uma ordem para a família secundaria matar você. Como você estava no Blue era mais complexo da ramificação secundaria te seguir até, mas ficamos sabendo que um deles conseguiu se infiltrar na marinha através de um acordo com o governo, exclusivamente para te matar, mas felizmente fracassou! Alguns meses depois, Slither ficou sabendo sobre a ordem e soube que o responsável da família secundaria enviou um de seus filhos! Ocorreu uma briga entre Revolver e Slither, obviamente o patriarca colocou seu irmão no lugar dele, mas poucos dias depois os irmãos de Kahr haviam sido mortos e uma mensagem foi escrita em seus corpos, “Desistam da ordem”! Claro que os membros da família secundária são habilidosos, mas nem se comparam aos membros da primaria, então poderíamos concluir que seu irmão havia feito isso! Ninguém sabe como ocorreu e nada é comprovado, mas para matar três Carnelians da família secundaria, teria que ser alguém muito habilidoso! Você provavelmente foi caçado durante um tempo, mas não achou estranho não ter sido mais? Não achou estranho você ter desertado da família que é umas das mais habilidosas em assassinatos e que também possui alto poder em armamentos no mercado negro? E ainda estar vivo? Você é muito ingênuo se pensou que está vivo até hoje graças a você! O irmão fazia uma pausa para dramatizar a situação.

Eram muitas informações para Velvet digerir, porém todas elas faziam muito sentido, se o garoto parasse e refletisse sobre elas. – Qualquer pessoa inteligente presumiria que um atrito ocorreria entre as duas ramificações! Apesar de nenhuma prova constatar a presença de Slither nisso, sabemos que ele é um dos mais poderosos em nossa família, obviamente não deixaria rastros! Porém a família secundaria acabou arquitetando um plano para matar Slither, porém, o velho mandão decidiu matar seu próprio irmão para terminar as desavenças em nossas famílias. Agora quem está liderando a família secundaria é a Hoop Carnelian! Ela era neta do irmão de Revolver! Ela é jovem, mas destemida, impiedosa e obediente. Faz alguns meses que as ramificações estão em paz, mas nem eu sei de tudo, pois estou a muito tempo navegando! Ah referente ao que Meizer ia falar, o patriarca Revolver fez um acordo com o governo para transportar armamentos de alta tecnologia para diversos reinos que estão em guerra! Como meu irmão disse “o governo é tão sujo quanto banheiro público! ”. A história enfim era relevada, apesar de alguns fatos serem duvidosos ou ficarem em branco, muita coisa tinha ocorrido desde a saída de Velvet, mas a pergunta era: será que a família secundaria voltaria a caçar Velvet? Será que eles sabiam da chegada do tenente na GL? Poderiam haver dúvidas e o jovem marine poderiam esclarecer elas com seus primos!


____________________________________________________

~Fala / Narração

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Conquistas:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Van
Agente em Treinamento
Agente em Treinamento
Van

Créditos : 4
Warn : Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 14 5010
Masculino Data de inscrição : 31/10/2011
Idade : 30
Localização : -

Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 14 Empty
MensagemAssunto: Re: Episódio 3 - A busca pela Grande Rota   Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 14 EmptyQui 22 Set 2016, 20:57

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Encontro com o Passado Parte 3
Post: 33 | Localização: Emegh - 6ª Rota | Aparência: Uniforme de Tenente completo e Óculos

A mentira de Velvet gerou frutos e Gunn começava a contar tudo o que sabia. Eram muitas informações, a maioria o pugilista desconhecia, pois passou muitos anos no porão e Sly - sua única fonte de informações, além dos livros - não falava sobre a família, sempre tentando manter o irmão mais novo a salvo daquele clã caótico. Descobrir sobre ramificações era estranho, porém fazia sentido. Revolver era um homem sedento por poder e criar famílias estimulava a ambição entre seus empregados, os quais fariam de tudo para ascender o máximo possível e obter respeito no clã.

Eu sabia que meu pai estava treinando soldados… Ele é realmente megalomaníaco…

Ao ouvir sobre a ordem de execução e o que seu irmão provavelmente fizera, Veru abriria um sorriso e colocaria a mão no rosto. Começaria a gargalhar, em seguida, provavelmente seus olhos se encheriam de lágrimas. Sim, ele estava desesperado. Não pelo medo da morte, mas por saber da ordem cuja aplicação era ceifar a sua vida. Saber que Sly lhe protegia não aliviava, pelo contrário, só fazia com que a culpa consumisse ainda mais o jovem, pois isso colocava seu irmão mais velho em perigo - embora Slither certamente soubesse se defender - e/ou outras pessoas que ele pudesse gostar. Veru não aceitava isso, era doloroso demais.

Que merda… Eu continuo sendo um estorvo… PORRAAAA…

A chuva de informações não parava de cair e as nuvens negras continuavam sobre a cabeça do Tenente. Por algum motivo, Revolver matou o próprio irmão e fez reinar a paz nas famílias, uma atitude ditadora bem comum, algo esperado quando se tratando do líder. Ser um Carnelian exigia uma frieza sobrehumana, algo beirava a sociopatia. Isso só fazia o filho mais novo sentir-se enojado e orgulhoso de ser um marinheiro e ajudar pessoas. Entretanto, as últimas frases de Gunn jogaram a última pá de cal na esperança de um mundo melhor.

- Ah referente ao que Meizer ia falar, o patriarca Revolver fez um acordo com o governo para transportar armamentos de alta tecnologia para diversos reinos que estão em guerra! Como meu irmão disse “o governo é tão sujo quanto banheiro público!

PORRA… Esse tempo todo… Eu trabalhando para a Marinha enquanto a Marinha serve esse governo sujo… Tá tudo fudido… Tá tudo perdido… Não tem solução…

O jovem de cabelos rosas sentaria no chão e começaria a falar consigo mesmo. As lágrimas cairiam como a vontade de ajudar. O coração suave do garoto estava destruído e ele tentava com todas as forças manter a sanidade. Tudo que acreditava, tudo o que lutava era inútil. O Governo, entidade que deveria prover a paz, estava corrompido. Sua família queria te matar. Como lidar com tudo isso?

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
- Merda, merda… Sly… Perdão… Perdão… Eu só queria ajudar as pessoas...

Permaneceria sentado enquanto suas lágrimas banhavam suas pernas e seus pensamentos turbulentos tentavam se encaixar de modo que consiga raciocinar e falar algo que faça sentido. Não havia mundo externo no momento. Era como estar em um quarto escudo à prova de som. Só existiam pensamentos desconexos, memórias ruins e boas. Sorrisos estranhos de marinheiros que ele havia ignorado, ações suspeitas que ele havia removido de suas lembranças voltavam com tudo e aos poucos fechavam o quebra-cabeça.

Considerações:
 

____________________________________________________


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] |
Voltar ao Topo Ir em baixo
https://www.youtube.com/ocanilbr
Kyo
Capitão
Capitão
Kyo

Créditos : 25
Warn : Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 14 10010
Masculino Data de inscrição : 28/03/2013
Localização : -x-

Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 14 Empty
MensagemAssunto: Re: Episódio 3 - A busca pela Grande Rota   Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 14 EmptyQui 22 Set 2016, 22:59


Face a Face

Dispensado e pronto a ir descansar logo começaria a ir para um dos dormitórios, chegando no local adentraria o mesmo e começaria a andar rumo a um local onde pudesse se deitar, mas não duraria muito tempo e logo se sentaria voltando a se deitar logo em seguida repetindo novamente o que ele havia feito.

Aquela era muito desconfortável e era visível que havia alguma coisa de errado, isso o fazia levantar e andar de um lado para o outro enquanto seu semblante começava a mudar, seu olhar também parecia mudar do estado normal para algo um pouco mais aflito até que em certo momento sua visão fica turva. Momento este em que começa a procurar algum lugar para lavar seu rosto.

A partir daquele momento em contato direto com um espelho a sua frente caso houver um no local ao qual ele estava lavando seu rosto, olha diretamente para o mesmo e de primeiro momento acaba por não perceber, mas poucos segundos depois enfim percebe a situação complicada e derradeira a qual se estava.

Magia? Bruxaria? Mal Agouro? Não era possível saber o que diabos estava acontecendo, olhando para si mesmo e ao mesmo tempo olhando para outra pessoa, muito complicado de se explicar.

“V v v Você...” Dizia espantado com a situação.

“E quem mais seria?” Responde a outra voz.

“...” Por um momento ficaria em silencio.

“Só estou aqui para lembra-lo de nunca me esquecer, afinal...” Diria a outra voz.

“...” Neste momento o nível de tensão aumenta e uma de suas mãos vai em direção ao vidro enquanto o mesmo se aproxima com sua face dele.

“Eu sou você” Diz frente a frente focado no espelho, neste momento é possível perceber que em sua face um olho está com a coloração diferente do outro.

Neste momento a risada que cobria metade de sua boca vai se estendendo até a outra metade enquanto seus olhos vão mudando de coloração para totalmente azuis até ficar por completo, então em um solavanco feito por seu próprio corpo ambos os olhos voltam a cor normal. Suas mãos naquele momento ficam tremulas, era a primeira vez que aquilo estava acontecendo e então ele fecha seus olhos tentando buscar controle respirando fundo e em seguida soltando e abrindo seus olhos.

Ao abrir novamente seus olhos voltaria para onde pudesse se deitar, aquela situação acabara de passar, parecia acabar de sair de um sonho que havia se tornado um grande e obscuro pesadelo.

Caso não houvesse nenhum espelho suas mãos ficariam tremulas e ele respiraria fundo de olhos fechados soltando em seguida com seus olhos abertos, voltaria para algum lugar ao qual pudesse se deitar.

Optaria por não dormir e se manteria atento a tudo que acontecesse utilizando de acrobacias em alta velocidade para esquivas para a esquerda, direita, traz, frente mesmo se estivesse deitado, em pé ou sentado caso fosse necessário.

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Narração[N/A]:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Marciano
Emissário da Morte
Emissário da Morte
Marciano

Créditos : 48
Warn : Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 14 6010
Masculino Data de inscrição : 15/09/2014
Idade : 26
Localização : Na Monstrolandia...

Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 14 Empty
MensagemAssunto: Re: Episódio 3 - A busca pela Grande Rota   Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 14 EmptySex 23 Set 2016, 03:11

~~ Narração ~~


Uma explosão de sentimentos eclodia dentro de Velvet, não apenas por sentir-se culpado, mas por saber que mesmo longe, seu irmão continuava a lhe proteger... até que ponto Slither amava Velvet? Mesmo que custasse matar familiares, o irmão mais velho tinha uma única função: proteger seu irmão caçula! As lágrimas do garoto marinheiro encharcavam suas bochechas e não bastasse saber que Slither ainda presava pelo seu irmão mais novo, Velvet tinha que ouvir que, o governo por baixo dos panos era tão sujo quanto piratas.

O sorriso carismático de Meizer sumia ao presenciar seu primo ajoelhado no chão aos prantos, Guun mantinha sua face séria como de costume, porém, Meizer manifestou-se após ouvir as palavras turbulentas do marinheiro, pela primeira vez o Carnelian de madeixas longas expressava uma face séria junto de palavras doutrinadas. – O mundo não é um mar de rosas. É um lugar sujo, um lugar cruel, que não quer saber o quanto você é durão! Vai botar você de joelhos e você vai ficar de joelhos para sempre se você deixar. Você, eu, o patriarca da família principal, ninguém vai bater tão forte como a vida, mas não se trate de bater forte, se trata de quanto você aguenta apanhar e seguir em frente, o quanto você é capaz de aguentar e continuar tentando. É assim que se consegue vencer! Meizer a via se aproximado de Velvet e esticado sua mão para ajudar seu primo a erguer-se. As palavras do ruivo eram sem dúvidas motivacionais, porém a maior surpresa era a capacidade de gentileza que o homem possuía. Velvet tinha apenas insultado, ameaçado e coagido os traficantes, porém, em nenhum momento recebeu de volta as ofensas. Eles não eram como os Carnelians assassinos das primeiras ramificações. Apesar de terem o tráfico como ganha pão, não afirmaria que seriam pessoas ruins.

Guun andava até um dos caixotes enormes que estavam em terra firme, eram caixas largas e compridas com os armamentos que os mesmos vendiam. O ruivo pegava alguns itens e aproximava-se de Velvet. – Aceite como um presente de nossa aliança! Esse colete é aprova de balas, pode ser útil em uma futura batalha! Isso é um Spray tinta... pode ser utilizado para tingir a cor dos cabelos, porém só pode ser usado uma única vez! Aconselho você usar para modificar seu visual, porque dificultará para a família secundaria lhe reconhecer, caso comecem a lhe caçar novamente! E por fim, esse den den mushi é portátil e poderemos manter contato, o alcance dele é no máximo uma ilha de distância, assim que partirmos de Emeigh iremos para o reino de Sakura, temos um carregamento para despachar lá! Se precisar de algo basta nos ligar ou vice versa! Guun entregava um colete feito com uma malha metálica, uma lata de spray vermelho e um den den mushi para ligações. – Agora que eu lhe contei sobre a situação da nossa família, é a minha vez de obter informações, na verdade é apenas uma! Eu consegui algumas informações não verídicas de que, um Comodoro da marinha estaria na ilha... isso é verdade? Guun perguntava para Velvet após o mesmo ter se recuperado. Ao ouvir a afirmação do marinheiro, cruzou seus braços e expressou-se pensativo, até que Meizer se pronunciou. – Irmão ta hora de vazar né?! Se alguém da marinha com essa patente está na ilha... com certeza o governo está tentando arquitetar um tratado de paz, mas conhecendo a família Denrold, mas nem a pau irão aceitar! Uma guerra nessa ilha vai explodir, sem dúvidas! Guun ouvia as falas do irmão mais velho enquanto acenava a cabeça afirmando. – Até mais Velvet! O irmão mais novo profere ao virar-se de costa e caminhar até o navio enquanto Meizer expressava um sorriso e proferia. – Foi maneiro te ver primo! Se eu falar com o Slither eu aviso que você está bem, mas sabendo como ele é, ele já deve saber que você está na Grand Line! Continue subindo de patente, vai ser engraçado ver a cara do velho por ter se enganado ao teu respeito! Até. Ele terminava de falar e seguia a ajudar seu irmão a colocar os armamentos dentro do navio para então zarpar.

Dentro do navio Náutilos, Kyo a via seguido até o dormitório e tentava descansar, porém, algo desconfortável perturbava seu momento sereno e instigava o jovem marine a deitar, sentar na cama, em seguida caminhar para um lado e para o outro, voltar para cama e etc. O tenente parecia não ter paz, até que decidiu-se ir até o banheiro e lavar o rosto. Sua tentativa de amenizar o possível estresse de nada adiantava, pois, o verdadeiro motivo de seu ego estar irritado era pelo fato de seu outro ego insurgir! Kyo ouvi as falas do seu outro lado que parecia querer ser o dominante daquele corpo. Um dos soldados ouve a conversa e levantava-se de sua cama e ia até o banheiro. – Está tudo bem? Ele profere ao erguer sua sobrancelha e avistar apenas Kyo de frente para um espelho, com seu rosto molhado e provavelmente dominado pelo seu álter ego!

Colete de malha metálica:
 
Tinta Spray:
 
Den Den Mushi - Weapon:
 

____________________________________________________

~Fala / Narração

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Conquistas:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Van
Agente em Treinamento
Agente em Treinamento
Van

Créditos : 4
Warn : Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 14 5010
Masculino Data de inscrição : 31/10/2011
Idade : 30
Localização : -

Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 14 Empty
MensagemAssunto: Re: Episódio 3 - A busca pela Grande Rota   Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 14 EmptySex 23 Set 2016, 21:50

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Encontro com o Passado Final
Post: 34 | Localização: Emegh - 6ª Rota | Aparência: Uniforme de Tenente completo e Óculos

O turbilhão de emoções vivido pelo Tenente Carnelian Velvet aos poucos diminuía e o choro já não mais existia, apenas o semblante desolado e aparentemente inconsolável. Meizer demonstrou um lado inesperado e tentou consolar com suas palavras. Porém, elas entravam ainda mais fundo e criavam raízes no subconsciente do pugilista, dando-lhe um sentido estranho para tudo que escutava.

O mundo não é um mar de rosas. É um lugar sujo, um lugar cruel, que não quer saber o quanto você é durão! Vai botar você de joelhos e você vai ficar de joelhos para sempre se você deixar. Você, eu, o patriarca da família principal, ninguém vai bater tão forte como a vida, mas não se trate de bater forte, se trata de quanto você aguenta apanhar e seguir em frente, o quanto você é capaz de aguentar e continuar tentando. É assim que se consegue vencer!

- O mundo é cruel… Então talvez eu deva ser, também…

Aceite como um presente de nossa aliança! Esse colete é aprova de balas, pode ser útil em uma futura batalha! Isso é um Spray tinta... pode ser utilizado para tingir a cor dos cabelos, porém só pode ser usado uma única vez! Aconselho você usar para modificar seu visual, porque dificultará para a família secundaria lhe reconhecer, caso comecem a lhe caçar novamente! E por fim, esse den den mushi é portátil e poderemos manter contato, o alcance dele é no máximo uma ilha de distância, assim que partirmos de Emeigh iremos para o reino de Sakura, temos um carregamento para despachar lá! Se precisar de algo basta nos ligar ou vice versa!

- Aliança? Você é um lixo… Não há merda nenhuma de aliança. Há favores… Você vai me ajudar e se eu quiser, eu faço algo por ti, seu merda…

Velvet estava sério e não brincava com suas palavras. Em sua cabeça, aliar-se à bandidos era inconcebível. Entretanto, cooperar era vantajoso e assim conseguiria atingir o objetivo final que era ajudar pessoas. Não adiantava derrotar bandidos ou traficantes. Precisava acabar do topo para baixo e não o contrário. Pegou os itens e continuou ouvindo o que tinham para dizer.

Agora que eu lhe contei sobre a situação da nossa família, é a minha vez de obter informações, na verdade é apenas uma! Eu consegui algumas informações não verídicas de que, um Comodoro da marinha estaria na ilha... isso é verdade?

Não respondeu. O silêncio foi o bastante para que soubessem a resposta, afinal quem cala…

Até mais Velvet! O irmão mais novo profere ao virar-se de costa e caminhar até o navio enquanto Meizer expressava um sorriso e proferia. – Foi maneiro te ver primo! Se eu falar com o Slither eu aviso que você está bem, mas sabendo como ele é, ele já deve saber que você está na Grand Line! Continue subindo de patente, vai ser engraçado ver a cara do velho por ter se enganado ao teu respeito! Até.

- Hmpf… Antes de irem, avisem ao meu pai que eu estou trabalhando com vocês e avisem ao Sly que eu continuo com o mesmo objetivo, mas… as coisas serão diferentes agora!

Tentaria assim acabar com a caça pela sua própria cabeça e manter Slither salvo dentro da família, afinal não haviam mais motivos para brigarem. Talvez esta parceria fosse benéfica, afinal poderia conseguir informações diretamente de criminosos. Fazer um acordo com traficantes era algo impensável há algumas horas, porém a realidade nocauteou a pureza de Velvet e o fez ser uma pessoa completamente diferente. Não há nada mais perigoso do que um coração puro sendo corrompido. Quanto mais alto a graça, maior a queda. Veru continuava pensando em proteger inocentes, mas o preço? Sua alma… Não havia mais motivos para poupar lobos. Todos que falharam merecem ser punidos e essa era a sua justiça: A Justiça Absoluta, acima de tudo e todos. Tudo valia para proteger a população!

Velvet agora voltaria para o bar, aonde encontraria o Comodoro. A missão estava concluída e os traficantes não estavam mais lá. Durante o caminho, vestiria a malha recebida por debaixo da farda, parando em algum lugar escondido para isso, em seguida usaria o spray nos cabelos, mas não para se proteger como indicado pelos primos e sim porque não seria mais a vergonha da família. Veru ainda não se via como um Carnelian, mas o vermelho nos cabelos certamente combinava com sua nova justiça. Caso encontrasse o Comodoro, diria que a missão estava concluída e eles não seriam mais um problema. Na hipótese de alguém comentar sobre os cabelos, apenas olharia com desprezo e ignoraria a pergunta. Com o novo visual, usaria a bandana no bolso e os óculos na gola ou no bolso, vestindo-os quando fosse para a forja, como sempre. Os cabelos não ficavam mais para trás e sim para a frente, cobrindo a testa e a cicatriz que nela havia.


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Considerações:
 

____________________________________________________


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] |
Voltar ao Topo Ir em baixo
https://www.youtube.com/ocanilbr
Kyo
Capitão
Capitão
Kyo

Créditos : 25
Warn : Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 14 10010
Masculino Data de inscrição : 28/03/2013
Localização : -x-

Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 14 Empty
MensagemAssunto: Re: Episódio 3 - A busca pela Grande Rota   Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 14 EmptySex 23 Set 2016, 23:32


A calmaria retorna, mas por quanto tempo?

Aquele ínfimo momento parecia se tornar uma eternidade diante de seus olhos, confusão mental, uma sincronização malsucedida realmente era algo perturbador e fazia com que ele parecesse estar dividido ao meio, uma das piores situações possíveis para se estar naqueles momentos anteriores.

- Está tudo bem?

Neste momento uma das mãos do garoto vai à frente de seus olhos tapando ambos, realmente era uma situação complicada e até então não se havia ideia de quem havia tomado o controle de seu corpo.

“Haaaaaaaaaaaa...”

Fazia barulho sua boca, o mistério se estendia por algum tempo enquanto lentamente sua boca continuava a fazer barulho até que em certo momento não demorando muito desde que havia começado por fim para.

Lentamente suas mãos vão descendo de onde estavam tapando seus olhos por fim revelando seus olhos castanhos, mas aquilo estava longe de significar algo bom já que cada vez mais a segunda personalidade se manifestava.

“Ahh... estou bem, só não estava me sentindo muito bem agora a pouco”

Dizia enquanto andaria de volta ao lugar onde se deitaria, mas em momento algum dormiria. Se manteria sempre atento a qualquer coisa que acontecesse utilizando de sua eximia habilidade acrobática para fazer desvios para frente, traz, esquerda e direita caso fosse necessário independentemente de estar em pé, sentado ou deitado.

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Narração[N/A]:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 14 Empty
MensagemAssunto: Re: Episódio 3 - A busca pela Grande Rota   Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 14 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Episódio 3 - A busca pela Grande Rota
Voltar ao Topo 
Página 14 de 15Ir à página : Anterior  1 ... 8 ... 13, 14, 15  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: East Blue :: Polestar Islands-
Ir para: