One Piece RPG
Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 13 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» [M.E.P] Joe Blow
Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 13 Emptypor Joe Blow Hoje à(s) 09:56

» [Mini-Aventura] Joe Blow
Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 13 Emptypor Joe Blow Hoje à(s) 09:55

» Livro Um - Atitudes que dão poder
Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 13 Emptypor gmasterX Hoje à(s) 09:54

» [M.E.P] Veruir
Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 13 Emptypor Veruir Hoje à(s) 08:16

» [Mini-Aventura] Veruir
Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 13 Emptypor Veruir Hoje à(s) 08:14

» Mise en place
Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 13 Emptypor arthurbrag Hoje à(s) 07:24

» I - A Whole New World
Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 13 Emptypor Makei Hoje à(s) 07:01

» ブルーベリーパイ ~ Blueberry Pie
Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 13 Emptypor Skÿller Hoje à(s) 04:45

» Apresentação 6 ~ Falência Bombástica
Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 13 Emptypor Licia Hoje à(s) 03:45

» [E.M] - Gostosuras e Travessuras
Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 13 Emptypor GM.Jinne Hoje à(s) 03:15

» Sidney Thompson
Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 13 Emptypor Zed Hoje à(s) 01:19

» Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas
Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 13 Emptypor Fukai Hoje à(s) 00:49

» Seasons: Road to New World
Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 13 Emptypor Ravenborn Hoje à(s) 00:26

» Hello darkness my old friend...
Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 13 Emptypor Zed Hoje à(s) 00:09

» Phantom Blood
Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 13 Emptypor Licia Ontem à(s) 23:50

» [M.E.P]Kujo
Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 13 Emptypor Kujo Ontem à(s) 23:42

» [Mini-Aventura] A volta para casa
Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 13 Emptypor Ryoma Ontem à(s) 23:30

» Enuma Elish
Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 13 Emptypor Thomas Kenway Ontem à(s) 23:07

» Xeque - Mate - Parte 1
Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 13 Emptypor Ceji Ontem à(s) 22:22

» Ain't No Rest For The Wicked
Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 13 Emptypor Hoyu Ontem à(s) 22:00



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 Episódio 3 - A busca pela Grande Rota

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1 ... 8 ... 12, 13, 14, 15  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 62
Warn : Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 13 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 27
Localização : 1ª Rota - Karakui

Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 13 Empty
MensagemAssunto: Episódio 3 - A busca pela Grande Rota   Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 13 EmptyTer 31 Maio 2016, 22:41

Relembrando a primeira mensagem :

Episódio 3 - A busca pela Grande Rota

Aqui ocorrerá a aventura do(a) marinheiro Carnelian Velvet. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
Sylvanas
Narrador
Narrador


Data de inscrição : 04/05/2013

Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 13 Empty
MensagemAssunto: Re: Episódio 3 - A busca pela Grande Rota   Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 13 EmptySeg 12 Set 2016, 23:39

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]



Like a Leader

Pude sentir finalmente o couro do meu novo colete sobre a pele por baixo de meu uniforme. ~ A cada dia me sinto mais próxima de me tornar uma perfeita guerreira de Elbaf ~. Apertava meu punho com determinação enquanto ouvia a Tenente Ryogo. Aparentemente eu e Tyron havíamos sido designados para entregar uma mensagem, e conosco o agente Hayama se apresentou como ajuda. ~ Não entendo... É só uma mensagem, isso deve ser algo muito... Mas muito importante, e eu fui designada como líder, tenho que agir como uma ~ . Pegaria a mensagem com delicadeza das mãos de Ryogo, e então agradeceria toda a confiança depositada em mim pela Tenente.

Prestaria uma continência leve abaixando minha cabeça como forma de respeito ao falar enquanto me agacharia para pegar a mensagem também. - Agradeço a oportunidade Tenente! Prometo não decepciona-la!! - Logo me levantaria, meus olhos fintariam o Agente Hayama e Tyron por um segundo e então eu começaria a andar.

- Me sigam... - Diria aos dois e iria até um local mais afastado, para então me agachar novamente para não precisar falar tão alto, e olhando os dois começaria a falar novamente. - Agente, primeiramente irá ser uma honra fazer uma missão ao seu lado visto a força que demonstrou na viajem... Mas preciso que me fale primeiro tudo que sabe sobre esta ilha. - Assim, ouviria atentamente o que ele tinha a falar e então continuaria, caso ele não tivesse dado as informações pedidas agora junto a sua resposta anterior. - Agente, precisa me contar o motivo pelo qual dois gigantes e um homem do governo estão sendo designados para a proteção de uma simples mensagem... E não minta ou omita isso, meu código de honra não permite lutar ao lado de mentirosos e omissos. - Sabia que ele era forte, mas tentaria usar de toda minha intimidação entorno da minha voz e de meu olhar. E tendo a resposta, continuaria, mesmo que ele não me desse as informações. - Tudo bem... Obrigado Agente. Tyron, quanto a você. Esqueça tudo que ocorreu no navio, foque-se na missão de agora em diante, quero que fique de olho em tudo que se aproximar e nos avise caso não avistemos antes. - Lembrava-me que fora Tyron quem havia visto a cabeça modificada do rei dos mares, e agora sua visão poderia ajudar, pois não sabia por quais caminhos iriamos ter que ir. - Hayama, acho que você é o único que sabe o caminho, então vá na frente para nos guiar. Eu vou no meio junto com a mensagem enquanto Tyron ficará atrás. - Agora colocaria a mensagem entre minha pele e meu colete, na altura do meu pescoço, para protege-la com meu escudo se fosse necessário. E é claro, caso a mensagem não pudesse ficar ali pois o colete fosse largo o suficiente para que ela escorregasse, a entregaria ao agente quando o agradecesse.

O problema ali era a tensão, a falta de informação e os mistérios sobre a ilha, como: Que tipo de inimigos vamos enfrentar? Será que existem mesmo inimigos? ... Começaria a seguir Hayama assim que ele começasse a andar, e ficaria de olhos atentos a minha volta, assim como esperava que Tyron estivesse também.

No caso do outro gigante permanecer parado como uma estátua com uma cara de paisagem, iria até a Tenente Ryogo novamente prestando uma continência de cabeça um tanto baixa. - Tenente, desculpe o incômodo. Mas o Soldado Tyron não está em condições de participar desta missão. Peço para que coloque outro soldado em seu lugar. - Assim esperava que o soldado seguisse os mesmos passos que Tyron seguiria na missão e então começaria a andar atrás de Hayama. - Vamos andar atentos e rápidos, quanto mais cedo chegarmos, mais cedo poderemos terminar com isso. - Diria quando o Agente iniciasse a caminhada, mas é claro, sempre seguiria as indicações de um veterano como ele.

Se percebesse uma movimentação estranha, avisaria de imediato meus companheiros se não fosse avisada antes, então, já com meu escudo em mãos eu o colocaria na minha frente deixando somente meus olhos acima  para que eu pudesse ver o que seria. Tentaria manter meu corpo preso ao chão usando minhas pernas flexionadas caso precisasse me defender de algo, afinal, não queria cair pois para mim isso era o maior sinal de fraqueza que um guerreiro podia demonstrar depois de covardia.

Objetivos & Histórico:
 

Voltar ao Topo Ir em baixo
Teo
Caçador de Recompensas
Caçador de Recompensas
Teo

Créditos : 7
Warn : Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 13 10010
Masculino Data de inscrição : 09/10/2012
Idade : 21
Localização : Ilusia Kingdom

Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 13 Empty
MensagemAssunto: Re: Episódio 3 - A busca pela Grande Rota   Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 13 EmptyTer 13 Set 2016, 14:05

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Ilha Nova. Brisa Diferente.



Uma missão era designada para nós, e parecia que o destino estava pronto para enfiar mais meia tonelada de aspargo no meu reto. Porque aspargo você pergunta? Porque aspargo é ruim, só por isso.

Nós éramos designados para a entrega de uma “carta” para um dos reinos de ilha, e nos dividiríamos entre eu e Sylvanas, e os outros dois humanos. Eu sinceramente sentia um pouco de desconforto, afinal as coisas que aconteceram antes me incomodavam. Todavia, a missão precisava ser feita, e após designada, sou fitado por Sylvanas que pede para que nós a seguíssemos.

Esperaria não ter que levar uma bronca depois do que aconteceu. Finalmente quando estávamos juntos, Sylvanas se agacha para falar mais silenciosamente, e contribuindo com a mesma, faria a mesma coisa. Ela então começa a dizer o que pensava sobre a situação, e enquanto ouvia os dois falando, apenas abaixava a minha cabeça, para ouvir atentamente as informações.
Após isso, a gigante se dirigia a mim. Dizendo para mim que esquecesse tudo o que aconteceu no navio e focasse na missão. Pensava comigo mesmo:


“Me admira como você lida com a situação, mas infelizmente eu não sou tão maduro desse jeito, Sylv...”


Dava um suspiro em respiração profunda com os olhos fechados, e depois de soltar o ar, olhando para Sylvanas, eu abriria um sorriso confiante, com um semblante aventureiro, dizia fazendo um gesto parecido com uma continência, só que na diagonal e com apenas dois dedos:


-Entendido!


Após isso me levantava. Sylvanas tinha feito uma formação, e eu a seguiria. Sacaria então meu martelo, e com minha mão esquerda (a boa), eu seguraria o mesmo, apoiando-o sobre o meu ombro. Pela primeira vez, eu não precisava olhar diretamente para o chão. Afinal, Sylvanas estava na minha frente, e se houvesse um obstáculo, teria que provavelmente passar por ela primeiro, mas de toda forma, prestaria a atenção caso a sargento parasse no meio do caminho, para não bater nela sem intenção. Observaria o caminho até o nosso destino, as casas e estabelecimentos, a geografia, e a direção até nosso ponto de destino. Enquanto isso, pensava um pouco mais no que haviam falado todos no decorrer desse período.


“Estou achando muito estranho um agente do governo nos acompanhar, mas de qualquer forma, acho que não preciso me preocupar com isso, não é...?”


Eu não sabia porque, talvez porque eu não tinha dormido, ou talvez pela situação anterior com Sylvanas, a nova ilha misteriosa, ou até mesmo a falta de informação que foi nos dada, mas eu estava um pouco tenso e desconfortável. Pela minha honra eu teria que me desculpar com a gigante após a missão. De toda forma, tentaria animar a mim mesmo, e começaria um diálogo com a sargento, se a mesma não tivesse ocupada:


-Sylv, estava meio sonolento, e meio desconfortável...  Por isso não ouvi as informações com muita clareza, então... podemos fazer uma leve revisão do que está acontecendo? Pode ser que isso te ajude também...

Tentaria dizer com um tom meio cômico, para parecer que estava bem, e também para bancar o “retardado” da turma. Caso a gigante aceitasse, diria:

-Certo... Então, qual o nome dessa ilha?


Esperaria a resposta da mulher, e então perguntaria novamente:

-Há dois reinos na ilha, certo? Qual o nome dos dois?

Novamente esperaria a resposta, e após isso mais uma pergunta:

-Qual a nossa missão?

Essa pergunta eu sabia a resposta, mas fazia parte do jogo. A próxima pergunta era o motivo pela qual eu iniciara a brincadeira, perguntava um pouco mais baixo do que o habitual:

-Quarta e última pergunta: Você não está com uma sensação de que tem algo muito estranho nisso tudo?

Finalmente, esperaria a resposta da mulher. Em todo o momento da conversa, eu estaria observando os nossos arredores com a ajuda da minha boa visão, buscando algo estranho, ou fora do habitual. Caso visse algo interromperia a brincadeira e avisaria Sylvanas, não dizendo nada, apenas tocando seu ombro e apontando discretamente para a direção do que quer que visse. O motivo disso era que não confiava muito no agente, e não queria chamar mais atenção do que dois gigantes já estavam chamando.




Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Dialogo:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Marciano
Emissário da Morte
Emissário da Morte
Marciano

Créditos : 48
Warn : Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 13 6010
Masculino Data de inscrição : 15/09/2014
Idade : 26
Localização : Na Monstrolandia...

Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 13 Empty
MensagemAssunto: Re: Episódio 3 - A busca pela Grande Rota   Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 13 EmptyTer 13 Set 2016, 23:28

~~ Narração ~~


Apesar da depressão momentânea de Velvet, Kyo parecia entusiasmado com a missão, mas claro... da maneira dele! Os tenentes faziam uma bela caminhada pela cidade, por onde andavam o símbolo dos Denrold predominava pelos estabelecimentos, obviamente era a área deles. Não parecia ter botecos pela cidade, porém, o mais próximo da indicação do capitão Flyer, era uma taverna de esquina que por sinal parecia ser bem luxuosa, talvez pelo fato da nobreza residir pela região, pois muitas casas ostentavam no visual.

Com certeza qualquer restaurante bonito em Loguetown, seria chinelo perto desse. Algumas pessoas adentravam pelas belas cortinas douradas e outros saiam, Kyo avistou e demonstrou ao seu colega marinheiro o local, a placa dizia: Kaiser Club Emeigh! Era uma placa bem chamativa, cores vermelhas, dourado e verde expressavam uma excelente mistura. Após entrarem e avistarem diversas mesas com toalhas brancas e bordas douradas, puderam notar que o local estava bem movimentado, provavelmente pelo fato de estarem tomando o café da manhã. Aquele lugar parecia ser um tipo de restaurante diurno e bem popular.

Os jovens marines tentavam procurar pelas vestimentas do Comodoro, apesar de não terem avistado quais eram, as cores brancas e azuis com certeza indagariam o visual do homem. Algo havia chamado a atenção de Kyo e Velvet, um sobretudo sem mangas, mas que continha branco e azul e a palavra “Justiça” bordada nas costas, era sem dúvidas quem procuravam. O homem parecia conversar com uma bela dama até que os tenentes se aproximavam, Carnelian parecia meio calado, talvez pela indireta do capitão, então Buster tomava a iniciativa ao proferir a patente e o nome do marinheiro, pelo visto ele parecia estar paquerando a bela dama. – Sua beleza faz minha alma palpitar, faz meu coração gritar de paixão! Nem mesmo a flor mais linda desse mundo conseguiria competir com sua venustidade. Agora vamos... Ele era interrompido quando ouvia a frase de Kyo e olhava para os tenentes. – Hóh! Então o navio do Flyer já atracou! Inesperado, mas tudo bem! Seus olhos azuis eram similares com o azul celeste do céu. Seus longos cabelos louros escuros apenas expressavam a bela aparência do marinheiro. Suas ombreiras destacavam-se para quem reconhecesse a sua patente e sua voz realmente parecia ser tão estupenda quanto sua aparência. – O capitão Flyer deve ter lhes dado um envelope? Ele profere ao limpar sua boca com um guardanapo e esticar a mão para receber a carta.

Ao pegar dos tenentes o documento, abriu instantaneamente e leu o conteúdo, algo que demorava poucos minutos. Fechou o papel e colocou em seu bolso enquanto proferia para a mulher em sua frente. – Desculpe meu bem, mas o dever me chama! Não se preocupe, entrarei em contato com você! Ele levantava-se e beijava a mão da bela dama enquanto sorria e mostrava seu charme. Em seguida fazia um sinal para os tenentes lhe acompanhar até a saída. – Tenentes Velvet e Kyo, parece que iremos trabalhar junto! Por acaso chegaram a lhes explicar algo? Do porquê dois tenentes foram necessários para entregar um simples documento e o que está ocorrendo nessa ilha? Ele terminava de falar ao mexer em seus cabelos. Era uma boa oportunidade para ambos os marines compreenderem qual era a situação daquela ilha!

Enquanto rolava uma treta louca com o Comodoro e os tenentes, a sargento Sylvanas tomava as rédeas da situação ao chamar seus colegas da missão. Sylvanas questionava o agente em busca de informações, o louro coçava a cabeça e fazia uma cara de “complicado”, pois por ser um membro do governo, muitas coisas não poderiam ser reveladas, Hayama ficava em silencio tentando pensar em como dar uma desculpa, porém a giganta utilizava de suas habilidades para intimidar o agente, apesar de ser forte, ele era um tipo de homem que não gostava de lutar. – Calma, calma sargento! Bom irei ser honesto com você, então espero que entenda. Existe algumas informações que não posso te revelar pelo fato de minha patente e missão exigir esse sigilo, porém, posso lhe dar algumas informações sobre essa ilha que foram passadas a mim e que não fará nenhum mal em te contar! Ele fazia uma pausa em sua caminhada e aproximava-se dos gigantes para continuar sua explicação. – Essa ilha se encontrar em um estado à beira de uma guerra entre os Reis, pois apesar de ser um pais financeiramente estruturado, sempre há pessoas que desejam mais, obviamente os reis não querem igualdade, mas sim saber qual deles é o mais digno de ser único! Porém existe uma maneira de resolverem isso...  Existe uma lei nessa ilha para as duas famílias, dizem que o rei que derrotar o guardião do primeiro trono de todos, será digno de assumir total poder nessa ilha! Mas como devem ter notado, ainda não enfrentaram o guardião! Caso tenham enfrentado, provavelmente perderam, pois, o conflito entre as famílias reais está a décadas. Tenho certeza de que esse tal guardião deve ser muito poderoso. Hayama terminava de falar ao mostrar-se pensativo enquanto dialogava com os gigantes.

A sargento agradecia o agente por compartilhar seu conhecimento e logo dialogava com Tyron, para que focassem na missão. O viking parecia meio confuso, mas aceitava numa boa. Sylvanas pedia para o agente seguir na frente, pois ele provavelmente conhecia o caminho e o louro concordava positivamente com sua cabeça. Após vinte minutos de caminhada, cujos foram inspecionados pelas diversas pessoas que avistavam a dupla de gigantes e ficavam com medo ou admiradas, o castelo dos Denrold era enorme, tão grande que a dupla de gigantes parecia ser pequeno. Alguns guardas cuidavam do portão e ao verem os gigantes estavam prestes a empunhar suas armas em direção a inesperada presença deles, porém os uniformes amenizavam a situação. – Marinha e governo, o que vieram fazer aqui? Possuem horário marcado? Não me foi informado nada! O guarda profere ao questionar a presença dos indivíduos. O outro guarda estava perplexo com a altura dos gigantes que se quer não proferia nada.


Comodoro da Marinha:
 

Dominio dos Denrold:
 

____________________________________________________

~Fala / Narração

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Conquistas:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Van
Agente em Treinamento
Agente em Treinamento
Van

Créditos : 4
Warn : Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 13 5010
Masculino Data de inscrição : 31/10/2011
Idade : 30
Localização : -

Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 13 Empty
MensagemAssunto: Re: Episódio 3 - A busca pela Grande Rota   Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 13 EmptyQua 14 Set 2016, 12:52

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Surpresa
Post: 30 | Localização: Emegh - 6ª Rota | Aparência: Uniforme de Tenente completo e Óculos

A dupla encontrou o Comodoro. Ele leu o conteúdo do envelope e perguntou se eles sabiam do que se tratavam.

- Não!

E assim esperaria pela resposta.

Considerações:
 


____________________________________________________


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] |
Voltar ao Topo Ir em baixo
https://www.youtube.com/ocanilbr
Kyo
Capitão
Capitão
Kyo

Créditos : 25
Warn : Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 13 10010
Masculino Data de inscrição : 28/03/2013
Localização : -x-

Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 13 Empty
MensagemAssunto: Re: Episódio 3 - A busca pela Grande Rota   Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 13 EmptyQua 14 Set 2016, 21:48


Entrega feita

Duvidas pairavam por sua cabeça, o que diabos poderia estar acontecendo naquela ilha, anteriormente nada havia sido avisado sobre a real situação daquele lugar, talvez realmente pudesse ocorrer algo bem complicado mais para frente, mas naquele momento era incerto.

“Nada foi dito sobre o que está acontecendo aqui”.

Responderia de forma direta, afinal de contas realmente não se sabia o que realmente estava acontecendo. Levemente Kyo levaria sua mão até sua cabeça e a coçaria de forma leve por um momento e pararia.

Caso a carta estivesse sido entregue por um dos dois e em seguida tudo tivesse sido resolvido diria, “Mandaram que nós entregássemos isso a você”.

Em certo momento perguntaria, "O que está acontecendo com essa ilha? por algum motivo que desconheço sinto que tem algo de errado".

Enquanto esperaria que ele falasse algo, em certo momento pensaria, “Hum... será que vale apena me importar com isso?”

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Narração[N/A]:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Sylvanas
Narrador
Narrador
Sylvanas

Créditos : 7
Warn : Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 13 10010
Masculino Data de inscrição : 04/05/2013
Idade : 101
Localização : Elbaf

Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 13 Empty
MensagemAssunto: Re: Episódio 3 - A busca pela Grande Rota   Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 13 EmptyQua 14 Set 2016, 23:23

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]



The Gates

De certa forma, me surpreendi. Achei que teríamos problemas no caminho até nosso destino mas ao contrário do que havia pensado, chegamos livres de ataques. ~ Se alguém gostaria de interceptar essa mensagem, ou desistiu quando viu dois gigantes e um agente como guardiões, ou planejava deixar que a entregássemos, preciso pensar mais sobre isso ~. Ao ver o guarda perguntando o que iriamos fazer, pude constatar que o rei não estava esperando a mensagem como havia imaginado antes.  ~ Talvez esta mensagem só esteja tentando fazer o Rei mudar de ideia, ou ficar do nosso lado em uma possível guerra... Aquela história  do guardião também me parece mais um conto de fadas... Mas se houver  um, eu mesma o desafiarei ~. Não perderia muito tempo, se o agente não falasse algo, eu mesmo me agacharia caso fosse necessário e então falaria, usando uma entonação para intimidar o simples porteiro.

- Nossas saudações ao Rei Denrold... Viemos em missão de paz para entregar uma mensagem. E acho que temos sim hora marcada, não é Hayama? - Esperava que o Agente concordasse, afinal era ele quem tinha as maiores informações e se tinha alguém quem deveria cuidar desse porteiro de forma diplomática era ele. Assim entraria no castelo quando fosse possível e seguiria o Agente o deixando ir na frente.

No momento em que todos estivessem dentro do castelo, me viraria e diria baixo para Tyron. -  Fique  alerta soldado Companion... Não sou muito simpatizante de assuntos diplomáticos, e algo me diz que esse rei também não é. - De qualquer jeito, eu estava ali para cumprir uma missão e após entregar a mensagem estaria livre para agir conforme meus princípios.

Ao avistar o rei, esperava que Hayama falasse algo e então entregaria a mensagem ao Agente para que ele a entregasse ao próprio rei. Sabia também que os nobres sempre se achavam superiores com relação a outras pessoas, mas eu era agora uma Sargento e não poderia deixar que um deles insultasse a marinha, portanto, deixaria que até duas piadinhas de insultos sobre o governo ou marinha, ou até mesmo os gigantes passassem. Mas na terceira, colocaria a mão livre sobre o machado e diria intimidando o falador. - Dobre a língua, bastardo. - Chame-me louca, eu prefiro protetora de minha própria honra e isso servia contra qualquer imbecil que cruzasse meu caminho.

Mas se algo desse errado, e esse algo levasse a uma batalha contra guardas ou o rei. Empunharia meu machado, e esperava que Tyron e Hayama fizessem o mesmo. - A diplomacia acabou, peguem suas armas e vamos resolver isso da moda antiga!. Sabia que Hayama não gostava de lutar, mas falando sério, eu pouco ligava pra isso e esperava que ele usasse sua super força a nosso favor agora.

Minha primeira ação seria avançar em um salto usando toda minha força contra o Rei, com meu escudo na frente para tentar esmaga-lo contra qualquer lugar onde ele estivesse, assim logo depois usaria meu machado para cortar qualquer guarda que estivesse no meu caminho. Se percebesse um oponente muito forte depois de minha investida contra o rei, este seria meu alvo. Correria em sua direção e então tentaria corta-lo com um movimento de pendulo com meu machado de cima para baixo na vertical como se estivesse lançando uma bola de boliche.

Sempre tentaria usar meu corpo mais agachado e flexível o máximo que pudesse para dar mais estabilidade no momento da luta, se levasse um golpe muito forte, tentaria me agarrar no objeto mais próximo para que não caísse. ~ Essas pessoas aparentemente estão a gerações tentando derrotar um simples guardião mas não conseguem, aposto que seu exército é fraco como uma folha de papel no vento...  ~. Pensava glorificando minha força brutal.

No entanto, caso não precisássemos lutar, apenas sairia do local se Hayama ou o rei ordenassem e então voltaria andando ainda atenta para me defender até o barco onde esperava encontrar os Tenentes. ~ Espero que estejam bem, seja lá a onde foram ~ - Pensava se eles não tinham sido enviados a outra parte do reino para fazer a mesma coisa com os nobres de lá.

Objetivos & Histórico:
 


____________________________________________________


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Aventuras:
 


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Voltar ao Topo Ir em baixo
Teo
Caçador de Recompensas
Caçador de Recompensas
Teo

Créditos : 7
Warn : Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 13 10010
Masculino Data de inscrição : 09/10/2012
Idade : 21
Localização : Ilusia Kingdom

Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 13 Empty
MensagemAssunto: Re: Episódio 3 - A busca pela Grande Rota   Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 13 EmptyQui 15 Set 2016, 17:01

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tá Saindo da Jaula a Sargento


Planejava fazer alguns questionamentos a Sylvanas no meio da viagem mas a velocidade com que chegamos a um possível "bloqueio" foi bem rápida. Então sem perguntas pra hoje.

Sylvanas fazia os preparativos, e enquanto isso eu ficava olhando para trás e para os lados, me certificando de reconhecer algum mendigo ou alguém suspeito/hostil em nossa volta. Caso houvesse, após a Sargento resolver tudo, eu diria para ela e para o agente:


--Vocês dois, fiquem atentos, eu vi um sujeito estranho vindo detrás.

Mas, caso não houvesse nada. Simplesmente andaria junto aos três. Ao receber o aviso da gigante, eu acenaria com a cabeça seguindo para em direção ao rei.

Já no local, eu esperaria algum dos meus dois companheiros dizerem algo. Provavelmente Hayama tomaria a dianteira, então eu simplesmente ficaria preparado, com meu martelo ainda nos ombros, ao lado de Sylv.

Sabia que a mulher tinha um temperamento um pouco quente, portanto, começava a me preparar, usando da minha visão aguçada para observar quantos inimigos teríamos, quais eram suas armas, e onde cada um deles estavam. Olharia acima de nós procurando algum arqueiro e contaria a quantidade dos mesmos. Procuraria virando um pouco meu rosto, possíveis armadilhas/pessoas escondidas ao redor do castelo.

No fim de tudo, totalizaria os guardas e qualquer hostil em potencial e caso Sylvanas sacasse sua arma, ou se exaltasse ao falar com quem quer que fosse, ou até mesmo encostasse mão na própria arma, diria  para ela "São N inimigos ao todo. X usando espadas, Y usando arcos e Z usando outros tipos de armas." Sendo que "N,X,Y,Z' seriam substituídos pela quantidade de pessoas presentes com tais armas.

Após isso, observaria o avanço da Sargento Sylvanas sobre um alvo, e então serviria de suporte para a mesma, já que avançando em alguém, ela não teria como cuidar da própria retaguarda. Pegando meu martelo com as duas mãos, eu avançaria com uma meia-lua para baixo, para limpar qualquer um que  tentasse atacar a minha mulher, usando um "Swing" para trás como segundo golpe, martelaria o chão e se possível, quebrando-o.

Eu tinha certa maestria em física, por isso podia ver se algo atingisse Sylvanas a distância, e tentaria protegê-la com o meu corpo, ou até mesmo com os meus braços caso fosse atingir uma parte critica do meu corpo (como olhos, ouvidos, etc...).

Caso Sylvanas fosse empurrada, com alguma força superior a dela. Usaria meus dois braços, para segura-la e impedir que a mesma caisse, mesmo que eu mesmo tivesse que cair. Se aquele fosse o caso, usaria meu martelo rapidamente para não cair com o corpo todo, e pegando logo abaixo da cabeça usaria de um golpe invertido (golpeando com cabo como um bastão) para atacar possíveis inimigos. próximos.

Se houvesse alguém rápido ou ágil o suficiente para pular sobre mim ou sobre Sylvanas, seguraria o martelo com uma mão só e com a mão livre, taria um peteleco no inimigo escalador.

Não achava que seria necessário, mas estaria pronto para defender o Agente Hayama de um golpe crítico caso estivesse na minha visão e eu conseguisse alcançar o seu atacante.




Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Dialogo:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Marciano
Emissário da Morte
Emissário da Morte
Marciano

Créditos : 48
Warn : Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 13 6010
Masculino Data de inscrição : 15/09/2014
Idade : 26
Localização : Na Monstrolandia...

Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 13 Empty
MensagemAssunto: Re: Episódio 3 - A busca pela Grande Rota   Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 13 EmptySex 16 Set 2016, 15:15

~~ Narração ~~


Enquanto o comodoro caminhava com a presença de Kyo e Velvet, ambos lhe respondiam sobre não saber qual era o motivo real de estarem nessa ilha. Os tenentes caminhavam ao lado do louro que logo voltava a dialogar. – Hum, imaginei! Essa ilha é governada por dois reis, sendo o primeiro Rakves Denrold, conhecido como “O falso”. É o patriarca da família Denrold e é conhecido como um velho homem astuto e ditador. Já o rei ou melhor dizendo, a rainha da casa Achill chama-se Belroda Achill, conhecida como “A Virtuosa”. Pelo que ouvi dos moradores, ela possui uma extrema beleza, governa com honra e respeito! Ele terminava de falar e apontava para um símbolo em um tipo de entrada cujo era destacada por um enorme castelo branco e diversas casas luxuosas. – Esse é o brasão da família Achill! Provavelmente viram no porto o brasão da família Denrold! O governo mandou dois pacificadores para resolver uma guerra que ocorre desde os tempos antigos, entre essas duas casas, ultimamente anda piorando e muitas vítimas inocentes tem seu sangue esparramado pelo chão e claramente, a marinha e o governo não hesitarão em corrigir tamanhas brutalidades! Os olhos e principalmente a face do Comodoro haviam mudado para algo mais sério, porém logo seu sorriso voltava e ele continuava a falar. – Agora estamos nos domínios dos Achill, apesar de serem uma família honrosa, mantenham a guarda levantada! Preciso que um de vocês venha comigo até o castelo e outro vá até o monte Queendo, pois existe traficantes do mercado negro que incentivam a guerra vendendo armamentos para ambas as famílias, preciso que expulsem eles dessa ilha! Hum... Tenente Kyo vem comigo e Tenente Velvet o monte fica nas áreas neutras, mas cuidado com o guardião que domina aquele lugar, dizem ser um respeitoso homem, mas temem sua aparência e poder! O Comodoro apontava a direção que Velvet deveria seguir e logo poderia continuar sua função, enquanto Kyo acompanharia o seu superior.

A missão já havia acabado, não era algo difícil de se fazer, mas provavelmente aquela ilha não deixaria as coisas tão fáceis assim, já que a história ainda não havia sido totalmente relevada, porém o Comodoro a via dito o necessário para os tenentes, que por sinal agora estavam a par da situação que aquela ilha encontrava-se. Logo Evans e Kyo continuavam seu trajeto até a entrada do castelo branco, alguns guardas guerreiros erguiam suas armas para que ambos parassem, porém, o Comodoro erguia um tipo de documento que Kyo não pode ver, mas pode notar que os guardas imediatamente baixaram suas armas e deixaram prosseguir. Passavam-se alguns minutos e os marines encontravam-se quase em frente ao castelo, porém alguns guerreiros vinham em direção a Kyo e Evans, pois iriam escoltar até adentrarem no castelo. O tenente Full Buster entrava no quartel e percebia o quão luxuoso era aquele lugar, mas não em questão de ostentação de ouro ou prata, mas sim de quadros, esculturas e cortinas que não só combinavam extremamente com o lugar, mas como esbanjava uma harmonia elegante.

Alguns minutos caminhando pelo castelo cujo os marines eram escoltados pelos guerreiros do reino, chegavam na sala do trono, o local possuía tamanha beleza que o corredor que Kyo havia passado antes parecia ridículo perto desse lugar, pois a principal beleza era a árvore sagrada cujas folhas brancas apenas blindavam ainda mais a beleza da mulher que estava sentada no trono. Seus cabelos louros brancos, seus olhos verdes claros, sua pele lisa e branca, seus lábios carnudos e principalmente sua armadura que apenas refinava suas curvas estruturais. – Eu pensei que o governo mandaria um de seus lacaios para tamanho assunto? Mas pelo visto, a marinha preferiu mandar alguém de alto nível. Um homem de cabelos brancos como a neve proferia. Sua armadura era tão bela quanto a da mulher que estava sentada ao trono. – Fico lisonjeado pelo elogio! Mas o governo mandou sim um de seus agentes, mas não para falar com vocês! O sorriso carismático de Evans fazia o homem de madeixas brancas retribuir com outro sorriso. – Rainha! Trouxemos uma carta para você, para lhe provar minha autoridade! E apenas para frisar, sua beleza é tamanha, que me sinto um inseto olhando para o vasto sol! A rainha nada falava, porém Harven entregava a carta para Kyo, para que ele entregasse. – Leve até ela! Será bom para você ganhar experiência com a realeza! Ele profere mantendo um sorriso e dando proposito para a situação.

Enquanto o Comodoro Evans e o tenente Kyo encontravam-se dentro do castelo branco, Velvet já havia encontrado o monte Queendo e trilhava um caminho pelo monte. Era uma montanha repleta de cachoeiras, porém no topo, a via chamas que emitiam fumaça, talvez fosse algum tipo de lugar especial, afinal era uma ilha da Grand Line, tudo era possível. Enquanto Velvet perambulava as redondezas, pode notar alguns homens seguindo por uma descida, eles carregam espadas, machados e armas, provavelmente haviam comprado dos traficantes. Ao dar a volta pelo caminho oposto dos homens, o tenente pode avistar um navio e dois homens arrumando suas mercadorias. Um deles havia avistado o tenente e falado em voz alta. – Procurando armamento marinheiro? Possuímos as melhores. Quando Velvet realmente aproximava-se dos sujeitos, pode notar um garoto por volta dos 15-18 anos com cabelos ruivos e outro mais velho, talvez por volta dos 20-25 anos que também possuía longos cabelos avermelhados. O homem tatuado de cabelos longos olhava para Velvet e franzia sua testa e olhos como se tivesse reconhecido o marinheiro. – Hãnnn... Velvet? Não pode ser... cacetada, aí manim, é o desertor! Irmão do Slither... lembra Guun? O que parecia ser o irmão mais velho dialogava ao colocar a mão no ombro do garoto mais novo. – Uhum! Faz tempo isso, se o velhote visse ele, certamente tentaria mata-lo! Mas ele é um velho rabugento. O garoto dizia mantendo sua face séria enquanto fintava Velvet. – HAHAHAHA! Vai saber né, nosso pai também odeia ele, e isso que é irmão em! Puta merda, o cara é da marinha e ainda é tenente?! Talvez não seja ele e eu esteja enganado... aí eu sou Meizer e esse é meu irmão mais novo Guun, ele é mesmo o Velvet que abandonou a família principal? Caralho, tu tens bolas para fazer isso, HAHAHAHA! Ele terminava de falar ao aproximar-se do tenente e mostrar simpatia, apesar de Velvet ter quase sido morto por um dos membros da família secundaria, talvez nem todo lhe odiassem, pelo menos aqueles que eram de ramificações abaixo da principal.

Enquanto o tenente Carnelian encontrava seu passado mais uma vez, Sylvanas, Tyron e Hayama encontravam-se dentro dos domínios dos Denrold, haviam sido abordados pelos guardas do reino e a sargento imediatamente respondeu, deixando que Hayama também afirmasse, apesar de ser uma mentira tosca. Os homens olhavam-se e davam de ombros até que um deles voltava a falar. – Ah... tudo bem então! Talvez devam ter esquecido de dizer. Parecia ser meio suspeito ou o mais provável, os guardas eram fortes, mas burros igual uma porta. Após entrarem dentro do reino, puderam notar que o local possuía casas feitas de concreto e pedras, algumas até mesmo possuíam cores de barro para ilustrar um domínio antigo. O castelo era grande e também feito de pedras tão rusticas quanto a era medieval. Um dos guardas seguia na frente para mostrar o caminho e após alguns minutos peregrinando, os dois gigantes e o agente chegavam no salão principal do castelo. Não havia nada que pudesse dizer que o homem era rei, pois não havia nada belo, mas apesar disso, armamentos de todo tipo era estampado pelo castelo, principalmente no salão principal. Um homem velho, careca, barba longa, não tão longa quanto ade Tyron, mas proporcional ao velho careca, possuía olhos azuis e penetrantes, sentado em uma cadeira velha. – Rei Rakves, trouxe os seus convidados! O velho franzia sua testa, expressava uma face mal-humorada e respondia. – Quê??? Convidados? Seu idiota, não convidei ninguém e raramente convido alguém! Sua voz era fina e tremula, parecia que o homem estava à beira de morrer. – Como não, meu rei? Eles disseram que eram convidados! O guarda tentava se explicar, porém a resposta do rei era de imediato. – Seu burro e inútil! Os olhos azuis do homem brilhavam intensamente e logo as armas que rodeavam todo o salão mexiam-se sozinha e atacaram o guarda, fazendo pedaços dele. As armas começam a mirar os marinheiros e o agente, até que Hayama se pronuncia. – Espere, espere rei Rakves! Estamos aqui porque fomos mandados pela central do governo! Sou membro da CP6 e trouxe esses marinheiros apenas para segurança, pois não se os Achill nos atacaria... acredite! As armas ainda permaneciam flutuando, até que o velhote responde. – Háaa! Tártaros, porque não disse logo. Simplesmente tudo desaparecia, as armas nunca haviam flutuado e o guarda não havia sido fatiado, estava apenas no chão inconsciente, parecia ter sido tudo ilusão, mas apesar disso bem poderosa. – Estou com o documento que prova minhas palavras, a sargento Proudmoore lhe entregará! A giganta poderia entregar para o velho, mas ainda estava se recuperando da situação, pois parecia que segundos atrás, era seu fim. Tyron estava na mesma.

O velho pegava o documento e demorava algum tempo para abrir, algo simples, mas a tremedeira em suas mãos, algo natural da idade, dificultava as coisas. Após abrir e ler o conteúdo o velho fazia uma face de aborrecimento e dizia para Hayama. – O governo pensa que é quem? Irei mandar seus corpos retalhados dentro de caixões, para responder a essa ridícula carta! Querem que eu obedeça a os malditos Achill? Háh... mas nem que o diabo vire santo! Ele terminava de falar ao atirar a carta no chão. – Rei Rakves, estamos tentando construir a paz, para que seu povo e o povo deles possam viver em paz! A guerra perdura a centenas de anos, não acha que se você criasse a paz, não seria um honrado homem e que seria lembrado pelo seu reino por toda a eternidade?! Hayama tentava convencer o homem, mas como é dito por todos que conhecem o patriarca da família, é um homem calmo, mas extremamente brutal. – Quê??? Acha que irei desrespeitar meus antecessores e abanar meu rabo para os malditos Achill? Jamais! Se vieram só pra isso, vão embora! Ele terminava de falar enquanto continuava a encarar Hayama, que parecia não ter mais o que argumentar, talvez nem adiantasse.



Reino Denrold:
 

Reino Achill:
 

Montanha:
 
[/spoiler]

____________________________________________________

~Fala / Narração

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Conquistas:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Teo
Caçador de Recompensas
Caçador de Recompensas
Teo

Créditos : 7
Warn : Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 13 10010
Masculino Data de inscrição : 09/10/2012
Idade : 21
Localização : Ilusia Kingdom

Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 13 Empty
MensagemAssunto: Re: Episódio 3 - A busca pela Grande Rota   Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 13 EmptySex 16 Set 2016, 20:17

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Um Velho Fazendo Magia


Nós entrávamos no reino sem dificuldade aparente, o guarda que nos levava não parecia nem duvidar da nossa chegada. Então simplesmente caminhavamos até o lugar que o reino estava.

Enquanto iamos, eu verificava os nossos arredores mas não encontrava nada. Até que então nós finalmente chegávamos no nosso objetivo. E quando nós entrávamos, confesso que fiquei meio triste, pois o que encontravamos não era um local todo enfeitado e esbanjando riquezas, mas era simples até.

Ai vocês olham pra mim e dizem: "Nossa Tyron, que falta de humildade, você não pode respeitar uma pessoa que tem poder mas não quer extravagância?" Cara, pensa comigo: Você é um Rei, você tem muitas pessoas submissas a você, você controla todo o dinheiro do seu reino... PORQUE DIABOS VOCÊ VAI QUERER SER HUMILDE? Você pode comprar jóias... Você pode comprar tetas... Você pode comprar comida gostosa... Você pode comprar Tetas... Você comprar do bom e do melhor... Você pode comprar Telas de pintura(Achou que eu ia falar tetas né?). Porque diabos economizar?

Mas enfim, enquanto o rei e o guarda falavam eu tentava observar a presença de inimigos pela sala, mas eu era interrompido por... Meu Deus, o que era aquilo? Armas começavam a levitar, as mesmas que estavam nas paredes antes, elas cortavam o guarda em fatias, e a não ser que o rei seja canibal, aquilo era meio estranho. Ver as armas em volta de mim, levitando como mágica...

"Que merda é essa...?"

Que poder era aquele, e porque deixava tão atordoado? Muitas dúvidas, dúvidas que eu não podia responder, e olhando para Sylvanas, apostava que a mesma também não podia.

Fechava os olhos e respirava fundo, talvez algum enjôo viria pela frente e eu não gostaria de vomitar... Afinal, qual foi a última vez que eu comi alguma coisa? Lembrando disso, meu estômago me dizia que fazia tempo que não comíamos nada. Após me recuperar, eu tocaria com a maçã de minhas mão livre, no braço da minha companheira gigante, chamando-a. Quando a mesma olhasse para mim, eu apontaria para a minha boca, levantando e abaixando o dedo indicador como dizendo "eu posso falar?". Achava que ela entenderia a mensagem, então tendo a permissão da mesma eu diria:


-Senhor Rei, eu sei que Vossa Majestade não deve satisfações a um mero soldado, mas eu estou um pouco curioso em saber algo - Aqui daria uma pausa para saber se o rei diria algo ou me interromperia, se esse fosse o caso eu apenas ficaria quieto, mas caso ele aceitasse o meu pedido, eu continuaria -  Foi nos dada uma breve informação de que há um método de decidir quem seria o verdadeiro rei, uma espécie de protetor, ou proteção... Vossa Majestade poderia nós dar informações do que precisa enfrentar antes de se tornar rei?

Falaria com palavras trocadas e suposições favoráveis ao rei propositalmente para dar a impressão de que não sabia de nada e de que simpatizava com ele. Eu estava curioso sim, mas meu diálogo podia permitir que Sylvanas ou Hayama pensassem em alguma coisa, apesar de nossa missão ser apenas entregar a carta. Apostava que Sylvanas assim como eu estava curiosa sobre o assunto, então aguardaria ansiosamente a resposta do rei. Claro que se Sylvanas tivesse alguma ideia eu a seguiria, já que a mulher estava na liderança.



Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Dialogo:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kyo
Capitão
Capitão
Kyo

Créditos : 25
Warn : Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 13 10010
Masculino Data de inscrição : 28/03/2013
Localização : -x-

Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 13 Empty
MensagemAssunto: Re: Episódio 3 - A busca pela Grande Rota   Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 13 EmptySex 16 Set 2016, 21:51


Grande Castelo

“Ai ai... é mesmo como eu imaginei, essa ilha vai ser problemática”

Coçava levemente sua cabeça, possíveis problemas poderiam acontecer futuramente se fosse tudo aquilo mesmo que ele havia falado, aquela situação o deixava inquieto, ainda mais pelo fato de todos terem sido separados, isto poderia futuramente se tornar um problema.

Se mantinha prestando atenção em tudo que fosse possível enquanto, ao que tudo indicava nossa passagem até o ponto necessário era feito tranquilamente e mesmo assim desde o inicio se mantinha atento a tudo que fosse possível apenas por precaução.

“Nunca tinha visto um lugar como este, será que o lado dos Denrold também é assim?”

Se perguntava enquanto via tudo ao seu redor, cada detalhe parecia ser praticamente perfeito o que dava um tom sublime de beleza.

“Belroda Achill, suponho eu”

Pensava enquanto via aquela mulher sentada em seu trono, realmente impressionante, continuaria a perceber se fosse possível cada detalhe ao seu redor.

“Levar isso até ela? Ahhh... odeio ter que me envolver com esse tipo de coisa”

Pensava por alguns instantes mas fazia o que era mandado, afinal aquele homem ao qual havia o mandado fazer, era seu superior, pegava a carta e começaria a andar em sua direção com passos leves e calmos dignos de alguém que tinha perícia em Acrobacia.

Ao chegar a uma distancia considerável para que pudesse entregar a carta o fazia da forma mais honesta e honrosa possível, em seguida voltaria para perto do Comodoro esperando alguma ordem para o que fazer a seguir e o faria ou seguiria o mesmo se fosse necessário.

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Narração[N/A]:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Sylvanas
Narrador
Narrador
Sylvanas

Créditos : 7
Warn : Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 13 10010
Masculino Data de inscrição : 04/05/2013
Idade : 101
Localização : Elbaf

Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 13 Empty
MensagemAssunto: Re: Episódio 3 - A busca pela Grande Rota   Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 13 EmptySex 16 Set 2016, 22:18

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]



Strike Out

Aquilo era um Rei? Aquilo era um capitão? Meus morais e valores de liderança estavam errados, ou eu parecia ser a única pessoa sã entre tantos imbecis materialistas?... Aquela ilusão, era simplesmente uma ilusão, e agora vendo-o falar com tanta soberania perante meus companheiros, como se pudesse nos matar como um fora da lei, me senti no dever de dobrar sua língua. - Mantenha a boca fechada, Tyron... - Disse ao perceber que o soldado tinha algo a dizer, sabia que com certeza era alguma tolice, por isso o repreendi no primeiro momento.

Me viraria ao homem no trono e então daria um passo a frente. - Primeiramente... Tenha mais respeito com seus visitantes, sua mãe nunca lhe ensinou bons modos? - Empunharia meu machado, mas não tentaria intimida-lo, somente ficaria estática olhando profundamente em seus olhos. - Meu povo adora guerras sabia? ... Mas eles não lutam por lutar, não lutam para desprezar e nem para humilhar. Prezam pela sua própria honra... Está em nosso sangue. Lutamos pela honra, sempre foi e sempre será assim. - Olharia para o Agente em sua forma patética de bajular aquele velho.~ O nome deste verme nunca será lembrado... ~ .

- Você fala como um verdadeiro velho e não como um rei... Reclamando de tudo e insultando pessoas, jogando fora sua própria dignidade. Veja este lugar... - Olharia a minha volta, comparando aquele lugar a alma suja de seu dono. - Aparenta se ter tomado por sua própria avareza,  ignorância e egoísmo... Vim aqui somente para dar-lhe uma mensagem, uma tentativa de acordo para trazer a paz as pessoas de bem nesta ilha... Mas vejo que você é fraco e medroso demais para aceitar algo tão simples e que não fora feito por nenhum de seus ancestrais... Sim, você sabe muito bem o motivo... Por medo. O que vão pensar de mim? Eu sou a porra de um Denrold... - Agora apontaria meu machado em sua direção.

- Eu desafio seu melhor guerreiro para um combate... E se eu vencer, quero que aceite o acordo do governo. - Eu poderia ter pedido o reino, e que ele se retirasse da ilha para sempre com seus exércitos, mas não tinha desejos carnais e ambições mesquinhas, assim esperaria uma resposta para baixar o machado.

Já tinha cumprido minha missão, estava fazendo algo que não se resumia apenas em meu dever e sim em meus princípios. Sabia que alguns inimigos não poderiam ser vencidos com palavras, e para vencer estes inimigos, teria  que soltar toda a fúria presa dentro de mim. Se o Rei estivesse muito fora de si após minhas falas, usaria isso ao meu favor. - Vamos! Vocês não conseguiram vencer o tal guardião por centenas de gerações!! Talvez eu esteja superestimando seus homens ao chama-los de guerreiros... Traga seu campeão até mim e eu o vencerei. - Finalizaria raspando meu machado na frente de meu escudo para causar uma fricção barulhenta.

- Hayama... Tyron, se quiserem podem ir embora... Já fizeram o que tinha que ser feito. - Diria ainda olhando profundamente nos olhos do tal Rei. Esperava que ao menos ele tivesse a honra de aceitar que eu combatesse um de seus homens. Insultos agora seriam ignorados, aquilo só provaria ainda mais o tipo o verme ignorante que ele era. Se fosse-me designada a ir para outro lugar para lutar, assim eu aceitaria me locomover, mas se ele tentasse me matar ali mesmo, entraria em combate no mesmo instante.

Avançaria em sua direção enquanto fecharia os olhos, em um impulso usando toda a força de minhas pernas flexionadas. ~ Ele é só um velho... Suas ilusões não podem me pegar se eu fechar os olhos e não puder ver as lâminas, talvez... - Me jogaria com meu ombro para cima do idoso, tentando esmaga-lo, e logo depois usaria meu machado para cortar qualquer coisa a minha volta, ainda sim de olhos fechados.

Objetivos & Histórico:
 


____________________________________________________


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Aventuras:
 


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 13 Empty
MensagemAssunto: Re: Episódio 3 - A busca pela Grande Rota   Episódio 3 - A busca pela Grande Rota - Página 13 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Episódio 3 - A busca pela Grande Rota
Voltar ao Topo 
Página 13 de 15Ir à página : Anterior  1 ... 8 ... 12, 13, 14, 15  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: East Blue :: Polestar Islands-
Ir para: