One Piece RPG
A paixão pela destruição é uma paixão criativa - Página 3 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Carregada de Culpa / Amanhecer em Prata
A paixão pela destruição é uma paixão criativa - Página 3 Emptypor Veruir Hoje à(s) 13:34

» Um novo recruta: o nome dele é Jack!
A paixão pela destruição é uma paixão criativa - Página 3 Emptypor Arrepiado Hoje à(s) 13:09

» The Hero Rises!
A paixão pela destruição é uma paixão criativa - Página 3 Emptypor GM.Alipheese Hoje à(s) 13:04

» Vol 1 - The Soul's Desires
A paixão pela destruição é uma paixão criativa - Página 3 Emptypor Milabbh Hoje à(s) 12:50

» [Mini - Aventura] O Imparável Junichi
A paixão pela destruição é uma paixão criativa - Página 3 Emptypor GM.Jinne Hoje à(s) 10:01

» [MINI-XICO] The midnight dawn
A paixão pela destruição é uma paixão criativa - Página 3 Emptypor GM.Jinne Hoje à(s) 10:00

» [MINI-Thop] Onde ?
A paixão pela destruição é uma paixão criativa - Página 3 Emptypor GM.Jinne Hoje à(s) 10:00

» A primeira conquista
A paixão pela destruição é uma paixão criativa - Página 3 Emptypor Rangi Hoje à(s) 05:10

» Bitch Better Have My Money
A paixão pela destruição é uma paixão criativa - Página 3 Emptypor Kylo Hoje à(s) 03:54

» Pequeno Gigante
A paixão pela destruição é uma paixão criativa - Página 3 Emptypor Teo Hoje à(s) 00:53

» VIII - The Unforgiven
A paixão pela destruição é uma paixão criativa - Página 3 Emptypor GM.Alipheese Ontem à(s) 23:41

» Art. 4 - Rejected by the heavens
A paixão pela destruição é uma paixão criativa - Página 3 Emptypor Kenshin Himura Ontem à(s) 23:28

» [MINI-*Kan Kin*] *Uma vida de merda*
A paixão pela destruição é uma paixão criativa - Página 3 Emptypor Shideras Ontem à(s) 23:25

» [MINI-Koji] Anjo caído
A paixão pela destruição é uma paixão criativa - Página 3 Emptypor Makei Ontem à(s) 22:53

» [M.E.P] Koji
A paixão pela destruição é uma paixão criativa - Página 3 Emptypor Makei Ontem à(s) 22:52

» ZORO
A paixão pela destruição é uma paixão criativa - Página 3 Emptypor Makei Ontem à(s) 22:52

» Apresentação 6 ~ Falência Bombástica
A paixão pela destruição é uma paixão criativa - Página 3 Emptypor Furry Ontem à(s) 20:16

» 11º Capítulo - Cataclismo em Skypeia!
A paixão pela destruição é uma paixão criativa - Página 3 Emptypor ADM.Tidus Ontem à(s) 19:46

» Capitulo II: Sangue e navalhas! O Golpe em Las Camp
A paixão pela destruição é uma paixão criativa - Página 3 Emptypor Kiomaro Ontem à(s) 19:08

» Um Destino em Comum
A paixão pela destruição é uma paixão criativa - Página 3 Emptypor Jean Fraga Ontem à(s) 18:59



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 A paixão pela destruição é uma paixão criativa

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 65
Warn : A paixão pela destruição é uma paixão criativa - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 27
Localização : 1ª Rota - Karakui

A paixão pela destruição é uma paixão criativa - Página 3 Empty
MensagemAssunto: A paixão pela destruição é uma paixão criativa   A paixão pela destruição é uma paixão criativa - Página 3 EmptyQua 11 Maio 2016, 13:41

Relembrando a primeira mensagem :

A paixão pela destruição é uma paixão criativa.

Aqui ocorrerá a aventura do(a) civil Thwor Ironfirst. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
Punk
Pirata
Pirata


Data de inscrição : 01/07/2013

A paixão pela destruição é uma paixão criativa - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: A paixão pela destruição é uma paixão criativa   A paixão pela destruição é uma paixão criativa - Página 3 EmptyQua 05 Out 2016, 19:43


     

 A paixão pela destruição é uma paixão criativa. 

Aquele portão sem sombra de dúvidas era imenso, bom isso não importava muito no momento era pensar em continuar com o alistamento, foco total nisso. Porém eu sempre me perguntaria como eu iria me sair em combate, será que eu estava preparado? Lutar nunca foi algo que eu me dediquei tanto, meu foco sempre foi a ciência, mostrar ao mundo a maior arma de destruição. Meu adversário tinha um porte físico interessante. “ De fato esse homem é muito forte, tenho que ficar esperto.” Por um instante ficava em silencio, ouvindo o que ele realmente tinha a dizer e não só isso, para sobreviver a isso e passar no teste teria que usar tudo ao meu favor, então começaria a analisar as coisas em minha volta, detalhadamente, talvez pudesse usar algo a meu favor. Minha expressão era calma e tranquila, estaria um pouco confiante até pelo fato de apenas ter que sobreviver por 15 minuto e não de fato ter que ganhar. “ Bom Sobreviver por 15 minutos, vamos lá .... Não quero morrer na praia, já que cheguei até aqui.” A sala era enorme, toda espelhada, o sangue no chão me chamava um pouco minha atenção, porém não me incomodava. “ Quando eu construir meu brinquedo, com certeza vou derramar sangue por onde eu passar.”

Ficava em silêncio enquanto ouvia o discurso do meu parceiro de combate, ele pedia armamento. “ LoL, na sala passada eles deixaram a gente escolher uma arma, o que ele está tramando?” Pensava enquanto o ouvia com minha mão já na espada que escolhi. Logo ficaria em meu posicionamento defensivo, já o oposto do meu aliado, minha estratégia por hora era apenas cansar meu adversário, não costumo ser hipócrita não gosto de lutar, então não há muitas chances de derrotá-lo, se eu apenas conseguir me esquivar por 15 minutos tudo certo. Bom quero passar logo disso e ir para divisão de ciências da marinha, talvez eu possa me esconder e atacar de surpresa. “ Ele quer uma bomba de fumaça, apesar disso o nível desse cara deve ser alto, com certeza ele deve se sair bem mesmo durante a fumaça.”

“ – OK!!!” Seria minha única palavra, pronto para o teste, será os 15 minutos mais longos da minha vida. Respiraria bem fundo, ficaria sempre o oposto de Silverlight, Caso eu seja o primeiro alvo meu foco seria apenas se esquivar e talvez um possível contra-ataque, porém se o alvo for meu companheiro ficaria observando para analisar como ambos luta, isso era importante para mim. Caso ele tente um golpe rasteiro eu pularia para trás, puxaria a espada e colocaria para uma posição defensiva. Sendo um golpe vindo da esquerda para direita de cima para baixo, me esquivaria para o lado oposto se ele tiver de guarda baixa tentaria uma estocada rápida, porem eu não identificando sua guarda baixa apenas continuaria me esquivando. Sendo da direita para esquerda faria a mesma coisa, só mudaria o lado da esquiva. Sendo de baixo para cima em ambos os lados tentaria usar a espada como bloqueio, já esperando que seja um golpe forte, então apenas amaciar um pouco a dor. Porém caso eu consiga o bloqueio eu usaria uma das minhas pernas para desferir uma joelhada em sua cabeça. E com isso seguiria minha rotação, mantendo sempre o lado oposto do meu companheiro. Porém se agora ele fosse atacar o mesmo e eu já tivesse observado como ele luta, agora eu ajudaria.

“- Observando como você Luta e ele também agora posso te ajudar parceiro.” Meio melancólico, isso não faz meu estilo, dá até vontade de vomitar, com base no estilo de luta dele, eu o atacaria pelo lado, com uma estocada, porque assim mesmo se o cara se esquivar pelo que analisei meu companheiro e um boxeador ou algo do tipo, então assim eu não me ponho em risco numa esquiva do adversário e nem coloco em risco de acertar minha espada no Silverlight. Porém caso ainda eu não tenha visto, meu companheiro por hora eu apenas observaria. Bom o ataque continue em cima de mim, seja na altura do peito, tento bloquear com a espada e meu braço fazendo um X, no contato eu pularia para trás amortecendo um pouco o dano, caso o golpe seja na altura da cabeça e ele venha pulando ou de cima para baixo, me esquivaria rolando para frente tentando deixar a lamina da minha espada para atingir meu oponente. Iria ficando na esquiva somente, tentando sobreviver os 15 minutos e quando possível, ajudaria Silverlight com estocadas, sempre numa posição onde o adversário se esquive eu não acerte meu companheiro.

Fazia isso até o cara determinar o fim do teste e quando ele determinasse, minha palavra seria apenas. “ – Passamos?” Estaria super cansado, machucado talvez, porém isso não me importava na hora. Assim aguardaria a resposta do capitão, caso seja uma resposta positiva então olharia para Silverlight e faria um sinal de positivo, sorrir não é minha praia então joia já era o suficiente para expressar minha gratidão e felicidade. Bom agora aguardaria as instruções, talvez ganharíamos uniformes, bom apenas ouviria o que o capitão tinha a dizer. Assim que ele falasse tudo olharia para meu companheiro e então com um tom calmo falaria. “ – Bom preciso ver se a Aiko conseguiu, é o grande objetivo da vida dela entrar na marinha, coisa de família.” Assim procuraria Aiko minha antiga dupla para saber como foi as coisas, caminharia por ali no QG perguntando e assim que a encontrasse então falaria com ela, sem demonstrar emoção, tentaria ser um pouco frio, algo que é bem típico da minha natureza. “ – Eae, passou?” Casso a resposta fosse positiva então apenas diria. “ – Há , que bom é o seu grande objetivo de vida.” Caso fosse negativa. “ – Que pena.”

Em sequência então olharia nos olhos dela com um tom suave logo diria. “ – Ah propósito você me deve uma história sobre a tal da Grand Line, você mesma disse que seu pai é um marinheiro que trabalha nessa tal Grand Line e que sempre contou várias histórias sobre ela, me conte algo legal.” Um raro sorriso sincero no rosto, apesar de não ser o momento para isso, minha sinceridade excessiva me fazia perguntar e cobrar diretamente. Caso o Jhin a nova dupla da Aiko aparecesse dizendo que passou também, apenas olharia e falaria. " - AH que bom, seu lixo." Ou dizendo que não conseguiu. " - É seu lixo, não foi dessa vez. Tente na próxima."

Histórico Punk:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Hakuryuu
Estagiário Narrador
Estagiário Narrador
Hakuryuu

Créditos : 12
Warn : A paixão pela destruição é uma paixão criativa - Página 3 10010
Data de inscrição : 05/07/2016

A paixão pela destruição é uma paixão criativa - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: A paixão pela destruição é uma paixão criativa   A paixão pela destruição é uma paixão criativa - Página 3 EmptySex 07 Out 2016, 18:05


Verdadeiros Marinheiros
Jovens, aqui não há perdão ou sofrimento...Tudo que há aqui é a Justiça. A Pura e Exuberante Justiça!!!




A sala começava a se acender, luzes automáticas eram ativadas assim que todo o portão se fechou e o homem se revelou. O capitão Heinzberg parecia não estar num bom dia, e parecia meio irritado com os garotos, na verdade com qualquer coisa. Ele ouvia o que Silverlight propunha à ele atentamente, sem abrir a boca uma vez, até que o jovem se calasse de vez, o capitão então, encarou o garoto, que parecia gostar de estratégias, e sorriu, caminhando lentamente até ele.

-Meu jovem, não pense você, que vai ficar enrolando, você pode até saber um pouco sobre estratégias, ou como ferir mentalmente um adversário, mas na Marinha, não é aceito isso de ninguém...Somos a justiça, não fazemos joguinhos obscuros para controlar a luz...Somos a Luz que faz joguinhos claros e objetivos para decepar as trevas desse mundo...Bom, vocês podem atacar primeiro, porém...Se não atacarem dentro de 1 minuto, eu mato vocês dois.

Ele lançava aos jovens um largo sorriso sarcástico e se sentava no chão, assoviando e fechando os olhos, esperando os jovens. -Vocês podem escolher o que quiserem...Terão 2 minutos para escolherem, o arsenal está no canto esquerdo de vocês...E observação, se forem vir com tudo, escolham armas fatais e resistentes.- Ele mantinha seu sorriso, sempre encarando friamente os dois garotos.

Histórico Punk:
 

Histórico Sagashi:
 


copyright 2014 - All Rights Reserved for [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Objetivos:
[]Me tornar um Pirata
[]Ser de uma grande frota de piratas
[]Possuir uma Akuma no Mi
[]Ter uma Recompensa
[]Ter uma Alcunha
Voltar ao Topo Ir em baixo
Sagashi
Revolucionário
Revolucionário
Sagashi

Créditos : 3
Warn : A paixão pela destruição é uma paixão criativa - Página 3 3010
Masculino Data de inscrição : 17/01/2014
Idade : 18

A paixão pela destruição é uma paixão criativa - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: A paixão pela destruição é uma paixão criativa   A paixão pela destruição é uma paixão criativa - Página 3 EmptySex 14 Out 2016, 22:21



JUSTIÇA É SUBJETIVA

Agora eu estava livre para escolher qualquer arma que eu quisesse. Entretanto, eu ainda não me sentia seguro, eu sabia que independente da arma que eu escolhesse, eu iria apanhar como nunca apanhei antes para esse cara. Eu sabia que a melhor opção era não lutar com armas pesadas e fatais, como ele sugeriu que fizéssemos. Me sentia apreensivo para realizar qualquer ação que comprometesse a iluminação ou os pontos cegos do local, porque eu tinha um aliado, e ele poderia se prejudicar juntamente com o capitão nesse tipo de ação. Porém eu ainda sim não tinha opção, eu havia conseguido o primeiro golpe e a escolha de armas, além disso, nada mais. Foi o suficiente. "Tá. Posso contar com Thwor para que ele fique do lado oposto meu, assim, cercamos o homem. Ele dificilmente dará um golpe circular, e se der, eu consigo facilmente me esquivar disso, fica até mais fácil para mim. Esse cara me ofereceu qualquer arma que eu pudesse pegar... acho que bombas contam como armas. Não vou trocar porrada com ele, até porque eu não vou aguentar nem quinze minutos." - Pararia de pensar por um tempo e levantaria meus olhos para o colosso. Em seguida, minhas mãos se dirigiriam para os bolsos, e abriria o mesmo sorriso sarcástico e na mesma medida que o homem abriu.

- Sabe, capitão... - Começaria a caminhar até minha esquerda, onde supostamente ficariam as armas. - ... alguns dizem que justiça é, de fato, a igualdade. Mas esses mesmos também dizem que o mundo é desigual e todos são diferentes uns dos outros... - Buscaria com os olhos a granada de fumaça. Veria em quantas quantidades teria dela e se eu pudesse carregar todas. Encostaria no local e vagarosamente colocaria meus dedos sobre as bombas, colocando no máximo três em cada mão e no mínimo uma em uma mão só. - ... contraditório com o que disse aqui. Não concorda? - Viraria meu corpo para o homem e diminuiria o sorriso. - Quer saber o que eu acho, senhor capitão? - Daria uma pausa dramática e um sinal com os dedos para que Thwor se afastasse de mim. - Que caras grandes como você... - Arremessaria uma das bombas em seu rosto, cerrando o punho direito e arremessando com o esquerdo. - ... deviam pensar rápido! - Arremessaria com a maior velocidade possível, me afastando um pouco milésimos depois. Usando a teoria da relatividade do tempo feita por Einstein, congelaria o tempo por alguns segundos usando a velocidade de meus pensamentos.

"Hora do show, Sagashi. É hora de estudarmos o comportamento dele. Ele é um capitão e com certeza vai fazer algo em relação à essa bomba, portanto, temos três hipóteses. A primeira é de que ele segure a bomba com a mão que ele não usa o machado, assim, terei ciência de sua ambidestria. Se ele largar o machado no chão para pegar a granada no ar, não só saberei que ele não é ambidestro, mas saberei que ele tem dislexia. A segunda hipótese é de que ele desvie da granada com o corpo e tente me atingir um golpe com seu machado, o que deixaria nítido que ele não é ambidestro, ou que ele não tem reflexos suficientes para pegar a granada no ar. Assim, posso saber que seu ponto fraco é aquele que ele não presta atenção no momento. A terceira hipótese é de que ignore a granada e vire as costas para mim, virando para Thwor e tentando acertá-lo, mas com isso, eu detono suas costas inteiras. - Pensado e feito isso seria. Caso ele pegasse a granada no ar, usaria minhas perícias acrobáticas para dar uma investida com meu corpo até o chão, juntamente de um rolamento, finalizando com um deslize de perna direita no chão, até chegar debaixo de suas pernas. Usando o punho direito cerrado, acertaria um direto de boxeador em suas bolas, com toda a força. Anatomicamente falando, essa é a parte onde os homens mais sentem dor, e é uma das únicas que ele nunca vai esperar que o oponente ataque, quando em momentos de adrenalina alta. Se isso desse errado, usufruiria de uma segunda granada - isto é, se eu tivesse uma segunda - e tentaria sair debaixo de suas pernas, me afastando em seguida e esperando que o tempo de reação meu e de Thwor se encaixem para um perfeito golpe de cerco no marinheiro.

Se ele não segurasse e viesse com tudo para cima de mim, retiraria minhas madeixas quando ele estivesse a poucos centímetros de mim, arremessando-as levemente para a esquerda, enquanto meu corpo se moveria para a direita, num movimento de esquiva pendular, visando tirar sua atenção por alguns segundos usando a madeixa branca, assim como um toureiro faria. Se eu percebesse que ele engoliu a isca, fortificaria meus músculos e cerraria o punho da direita, acertando um cruzado semi-circular em sua nuca com a força que pudesse, nos dois tendões abaixo da caixa cranial, para atordoa-lo por alguns segundos, o suficiente para que eu pudesse recuar. Se isso desse errado, tentaria pular sobre seu corpo, usando as forças em minhas pernas de acrobata para isso. Se também desse errado, contaria com Thwor para o resto.

Se ele se virasse para Thwor ao invés de querer me pegar, com as duas mãos cerradas, acertaria seus rins com socos múltiplos e contínuos, um pouco abaixo das costelas. Isso poderia levar à uma futura insuficiência renal durante a luta, o que nos favoreceria. Também, isso provavelmente ajudaria Thwor em sua suposta situação atual. De qualquer maneira, um dos dois uma hora certamente acertaria-o em cheio, quer dizer, é com o que contaria no momento.



OFF: Meu PC desligou durante o post. My bad pelo post ruim... melhoro do próximo. (Broxei total quando desligou
Objetivos escreveu:

() Me corromper da marinha.
() Me tornar revolucionário.
() Fazer uma missão revolucionária.
(X) Encontrar com Thwor.
() Comprar soqueiras.
() Aprender uma perícia - Decidirei..

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Meu amor:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




A paixão pela destruição é uma paixão criativa - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: A paixão pela destruição é uma paixão criativa   A paixão pela destruição é uma paixão criativa - Página 3 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
A paixão pela destruição é uma paixão criativa
Voltar ao Topo 
Página 3 de 3Ir à página : Anterior  1, 2, 3

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: West Blue :: Las Camp-
Ir para: