One Piece RPG
Inicio de Um Futuro Prometido  - Página 7 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Thomas Kenway
Inicio de Um Futuro Prometido  - Página 7 Emptypor Thomas Kenway Hoje à(s) 01:45

» The Victory Promise
Inicio de Um Futuro Prometido  - Página 7 Emptypor Takamoto Lisandro Hoje à(s) 00:42

» Momoko Yuki
Inicio de Um Futuro Prometido  - Página 7 Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 23:49

» [Ficha] Joe Blow
Inicio de Um Futuro Prometido  - Página 7 Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 23:46

» Akira Suzuki
Inicio de Um Futuro Prometido  - Página 7 Emptypor Ceji Ontem à(s) 23:18

» Revan Yamamoto
Inicio de Um Futuro Prometido  - Página 7 Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 23:18

» Revan Yamamoto
Inicio de Um Futuro Prometido  - Página 7 Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 23:17

» Apresentação 6 ~ Falência Bombástica
Inicio de Um Futuro Prometido  - Página 7 Emptypor Licia Ontem à(s) 22:44

» Uriel Seraphim
Inicio de Um Futuro Prometido  - Página 7 Emptypor Thomas Torres Ontem à(s) 21:25

» Sorte ou Azar? Uma Ascensão Pirata!
Inicio de Um Futuro Prometido  - Página 7 Emptypor Fran B. Air Ontem à(s) 21:13

» Cap IX ~ Esperança ~
Inicio de Um Futuro Prometido  - Página 7 Emptypor Alek Ontem à(s) 21:06

» [E.M] - Gostosuras e Travessuras
Inicio de Um Futuro Prometido  - Página 7 Emptypor Alê Ontem à(s) 21:00

» Pedido de Kit Drake
Inicio de Um Futuro Prometido  - Página 7 Emptypor CrowKuro Ontem à(s) 20:58

» Azura V. Pendragon
Inicio de Um Futuro Prometido  - Página 7 Emptypor Kenshin Himura Ontem à(s) 20:51

» Hello darkness my old friend...
Inicio de Um Futuro Prometido  - Página 7 Emptypor Alek Ontem à(s) 20:29

» Livro Um: Graduação
Inicio de Um Futuro Prometido  - Página 7 Emptypor ADM.Noskire Ontem à(s) 20:26

» ||Tesouro|| Ambição dos vadios - Down Island
Inicio de Um Futuro Prometido  - Página 7 Emptypor Fran B. Air Ontem à(s) 20:26

» ~ Mudanças Importantes ~
Inicio de Um Futuro Prometido  - Página 7 Emptypor ADM.Tidus Ontem à(s) 20:21

» Que se ascenda o fogo!
Inicio de Um Futuro Prometido  - Página 7 Emptypor Tensei Ontem à(s) 19:47

» The One Above All - Ato 2
Inicio de Um Futuro Prometido  - Página 7 Emptypor CrowKuro Ontem à(s) 19:26



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 Inicio de Um Futuro Prometido

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3 ... 6, 7, 8, 9, 10, 11  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 62
Warn : Inicio de Um Futuro Prometido  - Página 7 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 27
Localização : 1ª Rota - Karakui

Inicio de Um Futuro Prometido  - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Inicio de Um Futuro Prometido    Inicio de Um Futuro Prometido  - Página 7 EmptySeg 28 Mar 2016, 12:49

Relembrando a primeira mensagem :

Inicio de Um Futuro Prometido.

Aqui ocorrerá a aventura do(a) civil Diego Kaminari. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
Diego Kaminari
Pirata
Pirata


Data de inscrição : 21/06/2013

Inicio de Um Futuro Prometido  - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: Inicio de Um Futuro Prometido    Inicio de Um Futuro Prometido  - Página 7 EmptyTer 02 Maio 2017, 23:31





O que estaria passando em minha cabeça? Será que as memorias dos piores dias haveria de ter me deixando com alguma espécie de vicio? Vicio em deduzir como as pessoas pensavam ou iriam agir em base a que a maioria pensou em minhas experiências. Mesmo que tenha feito isso à úmida cela escura me ensinou que eu estava errado, pois ali os jovens pensavam completamente diferente do que imaginei que pensariam. Apesar das ásperas palavras de Goo eu não a retruquei. Claro ela não sabe o que passei, no entanto eu consegui compreender o sentido daquilo e com isso, simplesmente sorri mudando enfim minha expressão.

San delicada e linda como sempre é tentou intervir antes que algo pior acontecesse, o que disse era verdade Ichi precisava de uma medico mais capacitado e para isso teríamos de sair logo dali. Ni confirmou e motivou o pensamento que já estava dentro de mim, unidos conseguiríamos sair dali. Ele questionou mais uma vez o bilhete que antes não havia dado tanta atenção, mas que agora parecia ser algo interessante de tentar entender. A letra era dele, mas o pensamento não... Ele então não estaria sozinho e esta pessoa conquistou a confiança de nosso companheiro. Mas o que significava a carta em si?

A solução veio de San! Eu realmente acredito que estou apaixonado por ela, além de linda, inteligente, útil, ainda tem pensamentos criativos e de raciocínio logico. Ao dizer sua lindas palavras ela olha para mim e consigo perceber seu tosto adquirindo uma tonalidade carmesim, estava envergonhada e naquela altura eu também, olhei nos olhos dela como se concordasse e correspondesse a mesma. Todavia fui interrompido por Nii que logo indicou a janela da prisão, sim tínhamos a resposta... Mas o que faríamos com a janela? Quebraríamos? Como? De qualquer forma logo me levantei e mesmo mancando fui em direção janela. Inicialmente tentaria olhar por ela e conseguiu o máximo de informação visual que podia do lado de fora, assim como iria tentar analisar a grade pra ver se a mesma demostrava alguma fraqueza, caso encontrasse iria tentar forçar a grande da melhor forma possível mesmo que tenha que dar alguns passos e pegar impulso para isso enquanto claro tentava ignorar a dor em minha perna que apesar de aos poucos ir sumindo, ainda estava lá.

- Vamos todos sair daqui, logo! – Diria enquanto tentaria realizar meus planos.



Histórico do Diego Kaminari:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Alê
Narrador
Narrador
Alê

Créditos : 2
Warn : Inicio de Um Futuro Prometido  - Página 7 10010
Masculino Data de inscrição : 12/07/2015
Idade : 21
Localização : Farol - Grand Line

Inicio de Um Futuro Prometido  - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: Inicio de Um Futuro Prometido    Inicio de Um Futuro Prometido  - Página 7 EmptyQua 03 Maio 2017, 23:50



Ato 6 l Esperança


"Enquanto há vida, há esperança."




O nervosismo deixa qualquer homem a mercê de seus piores devaneios. Diego por um instante se viu sem saídas, cansado de todas as baixas, de todos os machucados, de todos os ferimentos emocionais que estava e tinha “causado” aos seus parceiros, estava totalmente no limite. Enquanto pestanejava pensando nisso, seus aliados não tinham parado de duvidar um instante sequer que sairiam dali. A mais quieta de todos havia dado uma ideia que, como um pombo sem asas, caíra ali como alento para as mentes vazias. Diego, sem confiar totalmente na ideia, mas cansado de ficar parado, com dificuldades se dirige a janela da cela, onde tentaria forçar e analisa-la.

- Vamos grandão, mais força, sei que você consegue! Vamos, você é o meu exército de um homem só! Força na peruca!

- Você não é como antes, está mais gordo!

- Isso não é desculpa, temos uma missão a concluir! Me joga lá em cima logo seu saco de gordura ambulante!

- Então se segura, seu idiota!

Surpresa. Tal palavra resumiria a situação ali. De maneira inesperada o parceiro de todos, o tal garoto que havia sido supostamente sequestrado, aliás, foi suposto de maneira totalmente errada enfim aparecia. Agarrado nas grades, em uma situação nada cômoda, o loiro esta ali, de volta com o grupo.

- Que cara de idiotas é essa? Vamos sair daqui logo! – como um animal acuado cheio de coragem, o garoto loiro bradava de maneira insana, segurando as grades da janela.

- Deu tudo certo?

- Sim, deu tudo certo! – acenou positivamente – Sim, o reforço chegou! A cavalaria, o exército de um homem só, o maioral, o...

- O que você vai fazer para nos tirar daqui? – questionou o garoto de óculos, tentando se levantar e caminhar até a janela.

- O que vou fazer? Eu tenho tudo sobre controle! Acho que conhece essas belezuras, certo? – mostrou alguns explosivos que estavam guardados no quartel general da aliança – Eu não sumi todo esse tempo para não fazer algo relevante, ora, os heróis fazem isso!

- E morrem no final! – bradou uma voz lá de baixo.

- Então, qual o plano?

Citação :
Danos:
Diego Kaminari 110/120 HP (Disparo na coxa que impedirá de se mover normalmente por 5 posts)
Goo 90/120 HP (Inchaço no rosto e abdômem, além de fratura no pulmão que dificulta sua respiração)
Nii 80/120 HP (Inchaço no rosto, nariz quebrado, escoriações por todo corpo)
San 100/120 (Escoriações pelo corpo e um olho inchado)
Ichii 65/120 (Disparos das duas coxas que o impedirá de andar por 15 posts, disparo de raspão no braço que impedirá de mover por 5 posts, rosto inchado e escoriações por ter protegido San)"]
Citação :
Cores das Falas:
Diego #009900
Goo #CC6600
Nii #70DBDB
San #99FF99
Ichi #CC0000
Yon #FFFF99
Exército #FFCC00

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


SUPER IMPORTANTE:
 


Última edição por Alencar em Qua 03 Maio 2017, 23:54, editado 2 vez(es) (Razão : mudei as cores das falas)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Diego Kaminari
Pirata
Pirata
Diego Kaminari

Créditos : Zero
Warn : Inicio de Um Futuro Prometido  - Página 7 10010
Masculino Data de inscrição : 21/06/2013
Idade : 25

Inicio de Um Futuro Prometido  - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: Inicio de Um Futuro Prometido    Inicio de Um Futuro Prometido  - Página 7 EmptyQui 11 Maio 2017, 04:31





Uma surpresa mais que inesperada, não sabia se o ocorrido gerava em mim alivio ou raiva de mim mesmo por duvidar e deixa escapar a esperança. Primeiro foram vozes que vindas do além pareciam devaneios provocados pela aflição de nosso cativeiro, todavia logo a familiaridade despertou como um súbito calafrio e além da grade que antes pouca coisa mostrava agora abrigava a imagem de um garoto conhecido, Yon! Como a chuva de primavera vem para acalentar as rosas e flores, o jovem loiro veio a fazer o mesmo com minha mente descorçoada. Por algum motivo agora as chances de sair dali eram claras, não somente planos ideias ou desejos. Eu era o líder da equipe e me permiti desanimar, perder a esperança... Quando se esta nesta posição que sempre almejei você deve ser aquele que estimula e não o que impõem uma sentença de derrota. Eu teria mais tempo para me punir depois, naquele momento a prioridade era sair daquela maldita cela e acabar com maldita raça de um maldito traidor.

- Yon! Nunca imaginei que iria ficar tão feliz em te ver! – Disse sorrindo demostrando contentamento em meu rosto.

O mesmo jovem acena em resposta a alguém que se manteve no solo, logo em meio a sua frase, Nii, o interrompe lhe fazendo uma pergunta um tanto quanto importante. Como sairíamos dali? A resposta fora mais divertida do que imaginei, com certeza não a mais discreta, mas que iria ser divertido iria. Bombas, iriam certamente alertar a todos de nossa fuga, no entanto aquela altura eu já não me importava, meu coração um caos de sentimentos como os quatro ventos da terra se encontrassem de uma vez tornando-se uma grande tormenta, misturava desejos e deveres de maneira que não se distinguia um do outro, tudo coberto com um grande sede de justiça e de sangue dos injustos e malfeitores. A conversa que se seguiu me fez rir, morrer no final por uma honra hipócrita! É por isso que não sou herói, é por isso que eu sou um pirata.

- Todos vocês para as paredes e se protejam! – Diria apontando para um ponto onde a explosão poderia não causar danos, assim como os destroços poderiam não chegar a grande quantidade. Logo tentaria me juntar a eles colocando meu corpo para proteger do choque que viria. – Pronto, manda ver pirata justo! – Tentaria dizer antes de fechar os olhos e aguardar a explosão.

Se tudo desse certo e tivéssemos em condições de nos mover iria tentar carregar ou retirar os mais feridos primeiro para depois então de modo seguro chagar ao solo. Caso até esse ponto desse certo precisaria analisar a situação para prosseguir, no entanto sempre mantendo a guarda para poder reagir a ataques por mais inesperados que pudessem ser. Poderia estar sem armas, mas como nas ruas nossos punhos são nossa arma mais fiel e com eles tentaria bloquear possíveis golpes, assim como me esquivar daqueles que seria mais prudente tomar essa ação.

Histórico do Diego Kaminari:
 

____________________________________________________

Ficha: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Sing

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


Última edição por Diego Kaminari em Qui 11 Maio 2017, 04:44, editado 1 vez(es) (Razão : Correções Gramaticais)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Alê
Narrador
Narrador
Alê

Créditos : 2
Warn : Inicio de Um Futuro Prometido  - Página 7 10010
Masculino Data de inscrição : 12/07/2015
Idade : 21
Localização : Farol - Grand Line

Inicio de Um Futuro Prometido  - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: Inicio de Um Futuro Prometido    Inicio de Um Futuro Prometido  - Página 7 EmptySex 12 Maio 2017, 01:57




Pegando fogo, bixo!


Como uma fenix, o grupo renasce!




Tudo se encaminhava para seu clímax surreal. O encontro com Yon deu uma nova garra ao grupo. Com os explosivos colocados no lugar planejado, todos se dirigiram a parede contrária temendo algum destroço. San, após carregar Ichii, agarrou-se em Diego temendo a explosão. As palavras do espadachim foram o gatilho para a ação de Yon, que abrindo um largo sorriso, falou as palavras que todos queria ouvir:



- Vamos sair daqui galera!



Distante dali, um grupo de homens partia em direção ao vilarejo de Frushin. Eram rostos conhecidos. O ex-aliado de Diego carregava consigo o garoto que estava na cela amarrado pelos braços. Na frente do pelotão iam o líder do grupo e seu braço direito, protegido por dois grupos de três homens.



- E então? Não quer saber do seu pai? Como ele morreu? Ah, foi muito prazeroso, você deveria tentar, ah, me desculpe majestade, não conta para o seu pai... ops, ele morreu! – loucamente o homem de confiança do líder pirata perturbava insanamente o garoto, que apenas ignorava seus dizeres friamente.



- Deixe o garoto em paz!



- Quem você pensa que é mulherzinha? Não pense que o líder Wesker estando aqui lhe salvará da surra que posso lhe dar, afeminado! – bradou Roger para Jacobi, aproximando seu rosto na tentativa de intimidá-lo.



- Se aproxime mais, que corto esse seu ego junto com o resto de cérebro que tem nessa cabeça! – respondeu calmamente Jacobi, olhando nos olhos de Roger.



- Muito bem, vocês dois! Não comecem com essa birra, temos uma missão aqui. Mantenham a calma! – alertou calmamente Wesker, voltando a caminhar.



- Tudo bem, tudo bem, desculpe... Mas esse cara não é confiável! Olha para a cara dele, ele parece uma garota! Como você quer que eu confie em alguém assim? Maldito! – apontou para Jacobi, que não deu muita atenção – Além do mais, vocês não escutaram essa explosão?



- Acho que além de burro, você é louco... – comentou Jacobi.



- Ora seu...



- Não. Não escutei nada e tratem de e calarem logo! Em breve chegaremos no nosso próximo passo, então foco na missão! – ordenou.



Enquanto isso, no QG a situação era alarmante. Talvez o  sexto sentido de Roger tivesse o avisado, mas nem ele poderia imaginar o alvoroço que estava no local. A explosão fez com que as grades da prisão voassem e derrubasse a dupla que vigiava o local. A construção por estar em um desnível notável não aguentou o impacto e rachou. O exterior que sustentava a habitação superior não aguentou e cedeu. A prisão por se localizar em um nível abaixo do normal detinha acima de si o restante do quartel.



Partes dos dois níveis acima caíram. A prisão por ser revestida por pedras de difícil penetração não sentiu muito prejuízo, sorte para os jovens. As pedras dificultavam o tráfego pelo caminho, demorando-o. A poeira estava em pleno ápice. Uma sirene era tocada decretando sinal de emergência. Alguns corpos, vivos ou não, não se sabe ainda, mas estavam soterrados pelos entulhos. Os dois vigias estava presos abaixo das grades que foram cobertas por pedras de peso mediano. No lado de fora, uma placa demonstrava a localização de alguns pontos do esconderijo. Pela escada que estava parcialmente quebrada chegava ao salão de reunião. O som de pisadas no piso superior aumentou subitamente. A esquerda estava situada a saída de emergência. Abaixo, por uma escada chegava-se ao esgoto do local. A direita algumas celas eram vistas também.




____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


SUPER IMPORTANTE:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Diego Kaminari
Pirata
Pirata
Diego Kaminari

Créditos : Zero
Warn : Inicio de Um Futuro Prometido  - Página 7 10010
Masculino Data de inscrição : 21/06/2013
Idade : 25

Inicio de Um Futuro Prometido  - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: Inicio de Um Futuro Prometido    Inicio de Um Futuro Prometido  - Página 7 EmptySab 13 Maio 2017, 04:08





Eu apenas ouvi Yon e senti o abraço de San antes da onda de choque me atingir acompanhada de um estrondoso som. A bomba fez bastante estrago, a poeira em seu auge me impedia de analisar seu dano, no entanto a tontura causada pelo choque era o que mais me afligia naquele momento. Pouco depois e já estava melhor como alguém que acabara de acordar de um sono pesado e começa a assimilar os detalhes de sua realidade. Os guardas que nos vigiavam estavam sob as pesadas grades e por cima das grades pesados destroços, se estavam mortos eu não poderia afirmar, mas que se por algum milagre ainda respirassem... Não seria por muito tempo.  Uma sirene tocava alto anunciando o caos que viria a cair sobre todos ali, passos podiam ser ouvidos no andar de cima e aos poucos aumentavam sua quantidade, logo estariam ali. A prisão não sofrera tanto dano quando aparentava, todavia de acordo com o som os andares de cima sofreram demasiadamente mais.  Mas acima de tudo ao que indicava, todos do meu grupo estavam bem, ou melhor, não ficaram piores do que já estavam.

Eu não sabia ao certo o que fazer agora, no entanto o que tivesse que ser feito teria de ser logo. Rapidamente tentaria procurar pela sala informações, armas, qualquer coisa que nos pudesse ser útil. Havia alguns pontos de saída e algumas opções a serem seguidas, a passagem que levava para fora da prisão nos possibilitava ver uma placa que indicava caminhos para outros determinados pontos da base, a esquerda havia uma saída de emergência e por baixo uma escada que levava aos esgotos do local. Claramente pelos esgotos seria a melhor forma de fugir sem contratempos, no entanto... Minha missão e ambições ainda poderiam estar na base, minha cabeça estava tão confusa como alguma obra de um louco pintor que confunde realidade com fantasia e em seus delírios rabisca pensamentos confusos em seu quadro. Entretanto eu era o líder e não deixaria minha equipe a mercê se sua sorte novamente, assim como não falharia em minha missão, logo tive uma ideia. Iria inicialmente chegar ao grupo e passaria os próximos passos.

- Prestem atenção, sei que estamos todos cansados e desanimados. Mas somos uma equipe e temos uma missão a cumprir, não apenas uma missão... Pois se aquele for mesmo o filho do rei teremos uma guerra pra impedir, ou no pior dos casos, para lutar.
– Diria tentando informar ao grupo a importância de continuarmos de maneira que eu pudesse também aumentar a confiança e autoestima deles. – Iremos nos separar. Nii quero que vá a busca do ouro e tente conseguir também informações que podem nos ser uteis. - Diria ao menino de óculos. – Goo, busque armamentos! Qualquer coisa que nos der mais poder de ataque e tente achar algo que possa mandar o restante da base para os ares. – Diria sorrindo para a jovem morena. - Yon, busque o exercito de um homem só e abra caminho para os portões. – Falaria ao pirata justo que muito nos ajudou até agora. – E San... Você vem comigo! – Diria olhando nos olhos da jovem que havia me feito apaixonar. – Iremos levar Ichi para a ala médica e conseguir alguns suprimentos. Todos entenderam? – Caso houvesse a concordância de todos, continuaria. – Agora me esperem ali fora, pois farei algo que não irão querer ver.

Tentaria pegar uma pedra, e logo ir em direção aos guardas soterrados. Iria tentar tirar algum de lá, caso não conseguisse sozinho pediria ajuda aos jovens e logo pediriam novamente pra ficar a sós com o corpo. Se obtivesse sucesso até este ponto, tentaria trocar minhas vestimentas com a do guarda. Uma vez feito, com a pedra em mão iria tentar bater em sua face até desfigura-la e tornasse irreconhecível, terminaria colocando algumas pedras sobre ele. A ideia era fazer com que parecesse que eu fui uma das vitimas, assim não me procurariam o que aumentaria a eficácia de meu disfarce. Enfim meu plano estava feito, e dessa vez não falharia... Não poderia falhar.


Histórico do Diego Kaminari:
 

____________________________________________________

Ficha: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Sing

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Alê
Narrador
Narrador
Alê

Créditos : 2
Warn : Inicio de Um Futuro Prometido  - Página 7 10010
Masculino Data de inscrição : 12/07/2015
Idade : 21
Localização : Farol - Grand Line

Inicio de Um Futuro Prometido  - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: Inicio de Um Futuro Prometido    Inicio de Um Futuro Prometido  - Página 7 EmptyDom 14 Maio 2017, 09:48




Despertar!


The Kaminari's Team Ressurge das cinzas!




Imagem Situação:
 

A explosão havia vindo como um sopro de liberdade para o grupo de jovens que estava ali preso por batalhar pelos seus ideais. Diego em suas palavras tentava contornar toda aquela situação desesperadora. Suas palavras tinham como música de fundo os passos do restante dos capangas vindo ao subsolo, local onde ficava a prisão e onde estava Diego e CIA.

Imagem Situação:
 

Uma guerra estaria sendo manipulada e tal afirmação pegou o grupo de surpresa. Por mais que no início de tudo eles estivessem preparados, a situação estava ficando de um tamanho totalmente inesperado, principalmente para jovens que só tinham realizado “trabalhos” fáceis. O plano estava traçado: separar. Cada um tinha uma função a realizar naquele furdunço.

- Certo Diego! Tentarei encontrar o máximo e darei o meu melhor para com o grupo! – afirmou.

- Armamentos? Eu sou uma arma ambulante! Pode deixar que com esses bebês eu já estou acostumada! – ironizou a garota.

- Pode deixar! O grandão já está nos esperando! Só não sei onde – falou em um tom mais baixo.

- Isso. Precisamos encontrar algo! – suplicou a garota.

Conferida as funções de cada um, Diego indicou-lhes a o esperar a certa distância. O garoto de óculos foi em direção a escada e tentou ver se vinha algum capanga. A morena vigiava a parte de baixo, próximo a saída. O loiro carregava o careca com a garota pálida. Diego então tentou tirar um dos homens que estavam soterrados, porém não conseguiu fazer isso sozinho, então chamou o garoto loiro que acabara de chegar naquela situação.

- Porque você quer tirar ele daí? – questionou o garoto.

Diego não respondeu. Estava focado em fazer esse plano ocorrer bem. Não foi fácil, porém conseguiram retirar o homem de baixo. Seu corpo estava como um saco velho de coisas desnecessárias. Grande parte de seus ossos estavam destruídos. Uma vez com o corpo fora, Kaminari ordenou que o loiro voltasse a ajudasse o seu flerte. Mais uma vez sozinho, o espadachim então trocou de roupas com o guarda e, com auxílio de uma pedra, destroçou o rosto do inimigo. Sua ideia era se camuflar perante os capangas e assim ter um espaço maior para atuar. Uma vez feito isso, os jovens se dividiram. Perto dali havia um mapa explanando todo o interior da área onde estavam. Os guardas chegariam ali em questão de segundos, então Diego teria que pensar rápido.

O local era até um pouco amplo. Havia mais duas celas iguais as suas e ficavam lado a lado e fechadas. Em diagonal estava uma pequena sala que se encontrava com a porta fechada. Ao fundo havia uma escada que levava a algum local do piso superior, porém também estava fechada com uma porta de madeira velha. Os barulhos das pisadas vinham das escadas a frente da cela que antes estavam.

Mapa da Parede:
 




____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


SUPER IMPORTANTE:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Diego Kaminari
Pirata
Pirata
Diego Kaminari

Créditos : Zero
Warn : Inicio de Um Futuro Prometido  - Página 7 10010
Masculino Data de inscrição : 21/06/2013
Idade : 25

Inicio de Um Futuro Prometido  - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: Inicio de Um Futuro Prometido    Inicio de Um Futuro Prometido  - Página 7 EmptyDom 21 Maio 2017, 04:30





Tudo que fiz foi porque precisava ser feito, o rosto desfigurado diante de mim enquanto minhas mãos se moviam sem precisar de meus impulsos fizeram toda a cena parecer algo que eu apenas assistia em alguma tela dentro de minha mente. Por mais incrível que fosse eu não me sentia mal por fazer aquilo, todos eles mereciam piores fins pelo que tinham feito não somente a mim, mas aos meus amigos e todos os outros que desconheço, todavia que podia sentir o ódio e o prazer no ar. Minha mente estaria me dando uma folga para pensar em coisas que não tinha tempo? Um presente quem sabe que dei a mim mesmo, meu corpo se mexer sem precisar da concentração de minha mente era um presente que ate aquele momento eu não imaginara que seria tão aprazente.  

Quando finalmente terminei me levantei e já com as roupas do guarda pude olhar mais claramente em minha volta. Não estávamos sozinhos, a todo tempo havia outras celas com outros prisioneiros, no entanto não tiveram a mesma sorte de ter suas grades arrancadas do chão lidando a liberdade. Mas uma ideia me veio à mente me inspirando em um plano como as musas inspiravam os grandes mestres das artes, as grades poderiam não ter sido destruídas, mas a liberdade... Se tudo desse certo a liberdade viria da mesma forma.

Os passos eram cada vez mais próximos, não teria muito tempo antes que o local ficasse cheio de soldados mercenários. Inicialmente iria tentar pegar uma pedra pesada o suficiente para danificar algum mecanismo, assim como ir a um ponto onde todos os prisioneiros pudessem me ouvir e assim falaria.

- Ouçam todos! – Falaria alto para chamar atenção. – Eu, Diego Kaminari! Darei a vocês a liberdade para que possam ter sua vingança, LUTEM!

Terminaria tentando rapidamente bater com bastante força nas fechaduras das grades com intuito de danifica-las o suficiente para abri-las. Uma vez feito caso desse certo poderia ter um grupo de prisioneiros enfurecidos chamando a atenção que faço questão de dispensar. Por fim tendo sucesso em minha ideia ou não tentaria sair antes da chegada dos guardas até as crianças. Carregaria Ichi nos ombros e pagaria San para irmos à busca da ala medica, sempre procurando o caminho certo pelas placas. Todos os outros concordaram com suas partes dentro do plano e agora era a vez de fazer a minha. No caso deu conseguir chegar à ala medica sem alguma interrupção apenas iria, pedir para que San se apressasse no tratamento de Ichi enquanto tentaria pegar o máximo de suprimentos que conseguisse carregar dentro de alguma coisa como uma sacola que tentaria procurar ao chegar lá. Caso estivéssemos de alguma maneira em algum momento mais tranquilo, iria tentar usar o mesmo para conversar com a jovem e escuta-la caso precisasse.

- Cuide dos seus ferimentos também, ok? – Tentaria dizer a ela enquanto passava meu indicador em seu rosto.

A todo o momento se algo desse errado e o conflito fosse inevitável, usaria do bloqueio ou da esquiva de acordo com o qual fosse mais bem encaixado a situação para que então pudesse pensar na melhor solução. Dessa vez poderia e iria contar com o elemento surpresa já que estava disfarçado e esperaria o melhor momento para agir. A prioridade era proteger os jovens e assim iria manter ate nos separarmos, uma vez feito a prioridade seria San e Ichi.



Histórico do Diego Kaminari:
 

____________________________________________________

Ficha: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Sing

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Alê
Narrador
Narrador
Alê

Créditos : 2
Warn : Inicio de Um Futuro Prometido  - Página 7 10010
Masculino Data de inscrição : 12/07/2015
Idade : 21
Localização : Farol - Grand Line

Inicio de Um Futuro Prometido  - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: Inicio de Um Futuro Prometido    Inicio de Um Futuro Prometido  - Página 7 EmptyTer 23 Maio 2017, 01:24




Aventura em Dawn Island


"Não sei o que colocar aqui, então vai isso..."




Diego então iniciava uma nova revolução naquele calabouço. Com a pressão dos capangas chegando e a presença de possíveis “aliados”, o jovem sentia ali o benefício da libertação dos prisioneiros. Com uma das pedras do deslizamento, o rapaz então quebrou os cadeados que mantinham presos algumas pessoas, aliás, curiosas pessoas.



Inicialmente saia da primeira cela um homem de meia idade, barba de semanas, usava um grande chapéu e com um enorme sorriso ele saia da cela, porém não aparentava estar muito sóbrio. Seus trajes eram de cor marrom, tanto por cor, como por sujeira.



- Olá caro amigo, quanta honra de ser liberto, o ar da liberdade é o tempero que transforma a saudade de quem escapa do inferno – cantarolou enquanto curvava-se perante Diego.



Em seguida saia uma mulher que estava em sua mesma cela. Era levemente morena de mechas castanhas. Possuía um olhar enigmático e ao mesmo tempo provocante. Por sua aparência, podia ser julgada tendo trinta e poucos anos. Aparentava estar calma perante a situação.



- Então livre. Não demorou muito – falou se alongando – Onde estão minhas armas? Você é meu libertador? – falou a mulher se aproximando de Diego e roubando-lhe um beijo, a frente da sua parceira.



- Cuidado garoto, esse é o “veneno” dela! – falou o homem anterior, sentando-se ao solo.



- Quem está na liderança desta confusão? – questionava uma voz rouca.



Era um homem. Moreno, careca, repleto de adereços, roupas bem vestidas, repleto de adereços, principalmente cruzes, este era o dono da voz. Ele carregava consigo algumas tatuagens, que eram visíveis em locais como pescoço e dedos.



- Meu nome é Alexius Rhedus, oficial revolucionário! – colocou a mão em seu peito, demonstrando respeito às palavras que proferia.



- Se já não bastasse esses dois piratas fanfarrões, ainda temos um revolucionário certinho? Que merda de situação é essa? – falava uma voz relaxada.



Era um trio. Quem falava era o centralizado e o aparentemente líder. Suas vestes não negavam, eram marinheiros, ou haviam sido. O homem que falara possuía mechas de cor castanha clara. Suas vestes eram vestes típicas de faroeste. A estrela no chapéu evidenciava sua participação da Marinha, órgão responsável pela segurança dos mares. Com ele estava uma mulher pálida, ruiva, com um vestido preto, nada sensual, ou pelo menos não era esse o objetivo. Ela estava vestindo suas luvas, luvas essas que havia tirado por estar presa. Possuía um olhar distante e aparentava estar indiferente com a situação. Com eles também estava uma mulher, a linguagem corporal dela demonstrava sua insegurança. Pelos óculos e o jeito de ficar, poderia ser alguém que dá suporte ao andamento das missões. Pele clara, cabelos curtos e pretos, usa de óculos, aparência asiática.  Com eles também estava um homem com trajes da Marinha, porém ele mal falava, vestia uma espécie de máscara de tecido e apenas observava a situação toda.



- Que porra de barulheira é essa aqui? Não posso nem dormir? – falou uma voz feminina.



Uma mulher, ruiva, levantava-se do chão de sua cela e caminhava até o exterior, onde estavam todos. Era ruiva, repleta de tatuagens, só cheiro dos cigarros estavam presentes em seu corpo, assim como o cheiro de bebida. Ela não estava gostando nada disso, queria saber parar o ônibus.



O restante do pessoal saia do local enquanto Diego partia em direção à procura de uma ala médica. A decisão realmente havia sido acertada, uma vez que a batalha se iniciava ali pela vinda dos caras. O garoto, com seu aliado nos braços, seguia por todo tipo de local em busca de uma enfermeira ou médico.



Alguns poucos minutos se passaram e logo o trio chegou onde planejava. Devido ao estardalhaço anterior, eles não encontraram muitos empecilhos, alguns eram vistos, mas os jovens passaram cautelosamente por eles e, seguindo as placas, coisa típica e clichê de quartéis, chegaram a ala médica. Após entrarem, Diego ordenou que sua parceira apressasse o tratamento do jovem de poucos cabelos. Enquanto isso, o mesmo pegava o maior número possível de utensílios para tratamento. Ataduras, agulha, linha, álcool, tudo isso era pego por Diego.



Um velho ditado diz que a pressa é inimiga da perfeição. Não era uma atitude imperfeita, mas foi cessada com a chegada de alguém na sala. Era uma mulher. A mulher de antes, a que estava presa com os outros, era uma Marinheira. Ela estava tão assustada quanto os jovens, mas logo respirou fundo e tratou de lhes explicar o porquê de estar ali.



- Bem, meu nome é Yo Ming, sou uma Médica de Campo e atuo com a Marinha. Em uma missão de investigação fomos capturados e presos aqui, tanto eu como meus parceiros. Eles são melhores em batalha do que eu, mas eu tenho minhas próprias armas, Eu queria ajuda-los e fugir daquele campo de batalha, então estou aqui! Essa maleta é minha! Deixa que eu trate vocês! – respirou fundo. Falar tanto e tão rapidamente desgastaria o fôlego de qualquer um.



Primeiro Homem:
 

Mulher que o beijou:
 

Alexius Rhedus:
 

Marinheiros:
 

Mulher Ranzinza:
 

Outros Civis:
 

Yo Ming:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


SUPER IMPORTANTE:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Diego Kaminari
Pirata
Pirata
Diego Kaminari

Créditos : Zero
Warn : Inicio de Um Futuro Prometido  - Página 7 10010
Masculino Data de inscrição : 21/06/2013
Idade : 25

Inicio de Um Futuro Prometido  - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: Inicio de Um Futuro Prometido    Inicio de Um Futuro Prometido  - Página 7 EmptyQua 31 Maio 2017, 01:00






Os cadeados se despedaçaram diante dos golpes que desferi, o fato é que de dentro saíram pessoas um tanto curiosas, de todos os tipos como um revolucionário até os inimigos de todos, os marinheiros. A primeira figura que surgiu da cela foi um homem de meia idade, sua barba uma vez que impossibilitada de ser feita parecia um cobertos negro em sua face. O mesmo portava com um grande chapéu e suas roupas eram tão sujas quanto seu aparente estado de lucidez. Suas palavras foram educadas e ditas enquanto se curvava. Aquele era um estranho homem, no entanto poderia ser interessante. Logo em seguida para minha surpresa e admiração saiu uma linda mulher, levemente morena com cabelos castanhos, seu olhar me provocava apesar de despertar algo a mais em mim. Seus trinta e poucos anos aproximadamente relevavam suas curvas e despertavam pensamentos que ela parecia provocar propositalmente como se fosse sua arma mais letal, o que aconteceu depois de suas palavras foi o que me surpreendeu, incrivelmente sem mesmo que eu pedisse eu fui... Beijado.

O problema não era ser beijado, longe disso, aquilo foi incrível. O problema é que isto provavelmente aconteceu na frente de San. Apesar de admirar a nova morena a ultima coisa que queria era estragar alguma coisa com a medica do grupo, por isso me forcei a não reagir aquele beijo de maneira que parecesse que fui tão surpreendido como realmente fui. O homem que antes havia saído disse que aquele era o veneno dela. “Quem me dera que todas as mulheres usassem desse veneno...” foi o que pensei imediatamente após o homem expressar suas palavras. Em seguida uma voz rouca emergiu da escuridão perguntando quem estaria na liderança da confusão... “Bem eu acho que sou eu...” Pensei comigo mesmo. Logo um homem moreno com belas roupas torneadas de adereções aparentemente valiosos se mostrou dono da voz, seu nome era Alexius Rhedus, um revolucionário.

Após a apresentação elegante do oficial revolucionário uma voz que se podia dizer “caipira” proferiu um questionamento um tanto ofensivo para alguns. Eram três homens vestidos como cowboys e claramente da marinha. Com eles havia uma ruiva vestida de preto não muito sensual, mas ainda sim linda a meus olhos que vibraram. Também junto deles outra mulher com insegurança notável era vista, obviamente não estava adaptada a combates físicos. Outro homem com trajes da marinha apenas se mantinha calado, observava a situação por detrás de sua mascara que me impedia de entender sua emoção em relação a todo que acontecia a sua volta. Mas para minha surpresa, adivinha? Mas uma mulher surgiu, ou melhor, outra ruiva coberta de tatuagens, com cheiro de cigarro e de álcool e pra finalizar um temperamento bem ranzinza, não sabia o que ela queria, mas dez minutos de conversa tenho certeza do que ela iria querer. Por momento mantive um sorriso olhando para todas à minha volta e não pude impedir de imaginar um lindo harém em minha mente, isso ate que minha visão chagou a San o que me lembrou de minha missão e de que tinha prometido para a jovem de cabelos negros. Rapidamente me recompôs e logo falaria.

- Todo vocês segurem os guardas e acabem com o maior numero que conseguirem, mas prestem atenção no sinal e quando ouvirem vão correndo para o portão mais próximo daqui! – Disse determinado para que todos ouvissem. – E se querem saber qual é o sinal... Pensarei em alguma coisa no caminho! Mas vocês saberão o que é! – Bem eu acho que saberão...

Parti em busca do ambulatório ou algo parecido, certamente em uma base daquele tamanho teria algo e não me surpreenderia se fosse bem completo.  Apesar da dificuldade poucos minutos depois conseguimos achar a sala, e meu plano de chamar a atenção provavelmente foi um sucesso porque não encontrei empecilhos no caminho.  Uma vez na sala dei ordem pra San começar a tratar Ichi, ela obedeceu prontamente. Eu logo comecei a pegar todos os suprimentos que encontrava e até que foi algo bem satisfatório, no entanto algo me alertou e me fez entrar em posição de ataque... Entretanto a pessoa que nos surpreendera era a mulher que antes havia estado presa, a mesma que demostrava insegurança. Suas palavras explicaram que ela era uma medica de campo e que foram capturadas, sim da marinha... Será que ela sabia que éramos piratas? Seu pedido para que nos tratasse pareceu sincero e a verdade era, não estava em posição de negar um tratamento mais profundo de alguém especializada em feridas de batalha. Logo aceitei, durante o trabalho da mulher tentaria adquirir algumas informações.

- Yo Ming, o que descobriram em suas investigações? Sabe o que esses mercenários planejam ainda mais com o filho do rei? – Tentaria perguntar de maneira que parecia que queria apenas contribuir, o que de fato eu queria, apenas não estava disposto a levantar desconfiança na mulher que estaria nos ajudando.

Logo que terminasse de ouvir as palavras da medica de campo, iria esperar que tudo estivesse pronto e todos estivessem tratados. E logo chegaria perto de San e tentaria falar a ela.

- San, eu te fiz uma promessa... E pra cumpri-la temo que tenhamos que nos separar. Pelo menos por enquanto, comigo vocês sempre estarão em perigo... – Minha emoção vinha como chuva e minhas lagrimas difíceis de segurar imaginando um mundo onde as coisas dessem mais que erradas. – Não sei se aguentaria se algo acontecesse a você. Mas tenha certeza que antes de partir eu te verei.

Com tudo pronto iria tentar partir rumo ao portão de encontro a todos, no caminho veria se achava algum tipo de sirene ou algo pra tentar avisar a todos para se encontrarem onde marquei. Caso não encontrasse tentaria pedir a medica que os informasse, no caso deu conseguir chegar ao portão de encontro com todos iria tentar iniciar meu plano de mandar tudo para o inferno. Caso conseguisse explosivos iria pedir pra que parte da equipe os distribuísse pela base da fortaleza, pois era claro que a estrutura tinha uma integridade questionável pelo estrago que uma bomba apenas vez nos andares acima da prisão, logo se muitas bombas explodissem de uma vez somadas ao relevo da montanha... Bem digamos que seria um show a se apreciar, ao mesmo tempo iria pedir que a outra metade da equipe tentasse subir nos postos para de alguma forma abrir o portão isso caso as explosões não abrissem algum tipo de caminho para nós, algo como o “Plano B”. Uma vez que tivesse sucesso com as bombas não teria muito tempo para sairmos antes que toda a destruição nos alcançasse e tentaria avisar a todos para correrem assim que ouvissem o som das mesmas.  Na possibilidade de tudo for de acordo com o plano e tudo tiver tido o devido sucesso, haveria então chegado a hora mais complicada... A despedida! Sim era algo temporário, mas não sabia se sobreviveria a guerra que estaria por vir. Logo tentaria falar a todos os jovens que desde o inicio me acompanharam.

- Preciso falar algo com todos. Vocês são crianças excepcionais e tenho orgulho que minha ilha tenha pessoas como vocês, pois assim sei que o futuro tem alguma esperança. Vocês lutaram e deram seu máximo, tiveram mais coragem que muitos homens não ousam ter.  Tenho orgulho de ter estado ao lado de vocês. – Olharia serio, e me aproximaria de San lentamente enquanto falava. – No entanto eu fiz uma promessa que protegeria a todos como se fosse minha família, e pretendo cumprir, pois não sei o que seria de mim se algo acontecesse a esta pessoa ou a família dela que jurei proteger. Por isso decidi que o melhor a fazer e que todos vocês voltem para a base e descansem, cuide um dos outros e vivam pra um futuro melhor! – Logo viraria para San olharia nos olhos dela e novamente tentaria beija-la, não importava quem estivesse olhando... Aquela poderia ser minha ultima oportunidade.  – Sei que prometi te encontrar após isso, mas não sei se sairei vivo desta confusão... E não quero morrer com arrependimentos e frustações.

Uma vez que tudo estivesse terminado e tivesse escutado todos, tentaria dar intrusões para seguirem por dentro da mata enquanto eu e quem tivesse sobrevivido entre os prisioneiros, seguiríamos pela estrada principal rumo a cidade, os que quiserem é claro. Assim se tivesse inimigos no caminho tiraríamos a atenção deles e abríamos passagens pros jovens. Tentaria achar Luze, e é claro o desgraçado traidor do Jacobi!  

- Todos os que quiserem completar sua vingança ou lutar por uma causa justa, me sigam! Não importa qual a motivação. O que importa é que os meios são os mesmos, e os fins serão atendidos por nossas próprias mãos. – Diria aos prisioneiros tentando convence-los a entrar naquela guerra juntamente a mim.  




Histórico do Diego Kaminari:
 

____________________________________________________

Ficha: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Sing

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Alê
Narrador
Narrador
Alê

Créditos : 2
Warn : Inicio de Um Futuro Prometido  - Página 7 10010
Masculino Data de inscrição : 12/07/2015
Idade : 21
Localização : Farol - Grand Line

Inicio de Um Futuro Prometido  - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: Inicio de Um Futuro Prometido    Inicio de Um Futuro Prometido  - Página 7 EmptySex 02 Jun 2017, 01:50




Prelúdio ao Caos


Esquadrão Suicida reunido! Missão desctructor!




Diego poderia ter a ideia de liderança da situação em sua mente, porém nem todos concordavam com tal posicionamento. Todos ali estavam lutando pelos seus próprios interesses. O casal de piratas tentava ao máximo evitar combates, muitas vezes contracenando eventos para distração de alguns inimigos. O grupo marinheiro não dava a mínima para o que o jovem dizia. O aparente líder indicava o caminho a ser seguido para os outros. A mulher de vestes negras tentava ao máximo ser impercebível e atingia seus oponentes de uma maneira bem sagaz. A ruiva, por sua vez não dava a mínima, apenas queria extravasar sua raiva nos homens que estivessem a sua frente. Rhedus, por sua vez, entendeu a posição de Diego e assim a respeitou, obedecendo às ordens do rapaz. Uma vez na ala médica, o jovem líder tentava conseguir informações a respeito do que estava acontecendo com a Marinheira que os ajudava.

- Bem, não descobrimos muito. Um grupo mercenário se instalou na ilha e ficamos de alerta para sua movimentação. Por mais que não soubéssemos do que se tratava, tínhamos desconfiança que o Rei seria o alvo do ataque. Uma fonte desconhecida havia nos informado disso. Certamente eles já tentaram executar o Rei, isso era o que nós sabíamos.

Enquanto isso, a médica da marinha cuidava de Ichi. Diego então, após ser cuidado pela mulher, se aproximou de San e tentou lhe lembrar da promessa que fez antes. Em meio às palavras sendo ditas da maneira mais correta possível, as lágrimas dançavam em meio ao rosto doo rapaz. San, talvez por estar em estado de choque devido a todos aqueles acontecimentos não estava como antes, não estava assustada, incrivelmente ela estava séria e concentrada. De uma maneira um tanto quanto decisiva, a mesma levemente segurou a nuca do rapaz e o puxou de maneira delicada para próximo dela. Era um beijo, um carinho de despedida. Por mais que o rapaz prometesse que retornaria, a mesma sabia que não era certeza isso acontecer. Era um adeus?!

Diego então seguia até a porta. De alguma maneira ele tinha de avisar para o grupo, tinha que emanar o tal sinal, mas nada lhe servia. Nenhuma sirene, nenhum alarme, a médica informava que não poderia partir e deixar o garoto como estava, o estado dele era grave, ela não dizia isso, mas seu olhar valia mais que mil palavras ditas. Decidido em encontrar alguma maneira de informar aos recentes “aliados” o devido sinal, Diego reencontrou com os garotos que haviam sido enviados para missões distintas. Nii retornava com o carrinho que estavam antes. Ele não estava só, o casal que Diego havia soltado anteriormente estava com ele. O garoto vinha dentro do carrinho que era empurrado pelo casal.

- Eu não os queria comigo, não faço a mínima ideia de quem sejam, mas afirmaram que o conhecia e que você havia os libertado.

- Que belo ouro, digo, garoto você tem, é o seu filho? – questionou a mulher olhando a todo o momento para o ouro.

- Quanto será que temos aqui? Digo, quando iremos embora daqui?/ – questionava o homem.

Em seguida quem chegava ao local era Goo. Ela trazia consigo uma bolsa repleta de armas, com ela vinha às duas outras mulheres que Diego havia libertado. A ruiva continuava com o semblante ranzinza e a meticulosa mulher não olhava os demais nos olhos, evitando sempre fazer isso.

- Aqui está às armas Diego!

- Agora, me devolvam meu belo Lucill! – bradava a ruiva.

- O que faremos a seguir? Precisamos cuidar desses mercenários antes que o plano deles se concretize! – afirmava a outra ruiva.

Na bolsa havia diversos tipos de armamentos. De armas de fogo até armas peculiares, como chicotes, além de munição para as armas de fogo. Após o reencontro um enorme barulho de explosão pode ser ouvido do exterior do local, na direção dos portões principais. Algo havia os explodido naquele exato momento. Diego então reuniu todos e preparou sua despedida. Por ideia da médica, Ichi foi colocado no carrinho que continha o ouro. O grupo então se dirigia até o portão sendo guiados pela médica que já devia saber mais ou menos como seria a planta do local.

Uma vez no portão de saída, estavam lá o garoto loiro e seu parceiro grandão. Com eles estavam Rhedus, e apenas dois marinheiros, o Cowboy e o mascarado. Todos estavam ali esperando o sinal. Enfim a porta da liberdade estava à frente de Diego e seu grupo. Diego então falou o que deveria ser falado. Beijou o que deveria ser beijado. Sua consciência estaria limpa dali pra frente, não teria ninguém para se preocupar além ele. O loiro relutou na ideia, mas logo se viu sem saídas já que seu irmão estava em estado crítico. Indicados por Diego, o grupo de jovens partiu em direção à mata.

- Eu irei escolta-los – afirmou o cowboy.

- Nos vemos mais tarde! – afirmou o loiro.

- Boa sorte! – afirmou Nii carregando o ouro.

Enfim o grupo para se dispersar estava completo. Os garotos já estavam juntos do grande “protetor” deles. O cowboy tinha consigo a médica e o mascarado, todos iam acompanhando as crianças, pois os dois piratas, interessados no ouro, também os acompanhariam. Com Diego ficavam apenas Rhedus, a mulher de vestes pretas e a ruiva ranzinza.

- Tenho assuntos a resolver com o líder dessas bagunça! – afirmava a bruta.

- O que faremos garoto? – questionava o homem moreno.

- Eles provavelmente estão indo para a região mais rústica da ilha. Talvez a semente da discórdia seja plantada ali. O gabinete apenas informou que uma grande guerra estava sendo planejada para essa ilha, agora estou começando a entender o motivo para tal informação – falou a outra ruiva.

Não havia mais inimigos no local. Os que estavam ali acordados estavam machucados ou com receio de intervir. O grupo de garotos já havia partido. O caminho era longo, mas havia dois. Um pela mata e outro pela a estrada de barro. Eram em média trinta minutos pela estrada de barro e dezoito pela mata, ficaria ao cargo do rapaz decidir por onde iria, sabendo dos riscos que cada caminho teria.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


SUPER IMPORTANTE:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Diego Kaminari
Pirata
Pirata
Diego Kaminari

Créditos : Zero
Warn : Inicio de Um Futuro Prometido  - Página 7 10010
Masculino Data de inscrição : 21/06/2013
Idade : 25

Inicio de Um Futuro Prometido  - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: Inicio de Um Futuro Prometido    Inicio de Um Futuro Prometido  - Página 7 EmptyDom 25 Jun 2017, 02:32






O portão não fora um problema e logo estávamos todos do lado de fora. Havia pego as armas que me foram antes tiradas, uma espada, suas adagas e uma pistola com munição, e logo estava preparado para o pior momento.  Tudo que planejei para a despedida ocorreu e com alguma relutância dos membros do grupo logo estavam partindo. A maioria dos prisioneiros foi com as crianças que estavam sendo escoltada pelo Cowboy da marinha e seus companheiros, aquilo me deixava mais aliviado pelo menos chegariam a suas casas bem e seguros.

Se eu fiquei triste? Claro! Eles poderiam ser crianças, mas eram meus companheiros e passamos por muito juntos, mas me conformei, pois se nos separamos agora era pra poder nos encontramos depois. Ali comigo ficara apenas as duas ruivas o que por sinal não era algo nada desagradável, e para completar Rhedus havia permanecido e que em suma não era uma péssima companhia, muito pelo contrario era um tanto agradável trabalhar com ele levando em conta nossa experiência de agora a pouco.

Quando já tínhamos os perdidos de vista, pude ouvir a ruiva mais bruta informar que tinha assuntos a resolver com o líder daquilo tudo, já o revolucionário questionava qual seria o próximo passo, no entanto pude me decidir quando a ruiva de vestes pretas começou a falar. A mulher acreditava que os mercenários iriam para a parte mais pobre da ilha e que seu plano poderia ter inicio lá.

- Por mais que eu odeie admitir, acho que o seu gabinete estava certo nisso. – Parei e me virei para que os três pudessem ouvir e logo tentaria dizer. – Estamos correndo contra o tempo agora, vamos por dentro da mata que assim economizaremos tempo. Andaremos em formação triangular, cada um cuidando de seu lado do perímetro. Em caso de ataque no juntaremos nessa mesma formação assim teremos uma boa visão dos nossos alvos e do campo de batalha. Todos concordam?

Perguntaria e se todos fossem de acordo partiríamos, andaria pela mata sempre atento a meus arredores tentando usar meus sentidos ao máximo, ainda assim de forma rápida e ágil. Se conseguíssemos passar pela mata em segurança, uma vez no local iria tentar conseguir o máximo de informações possíveis do local e de que estaria acontecendo antes de começar a chamar alguma atenção para nós. Logo se todos estivessem prontos iriamos então partir.  



Histórico do Diego Kaminari:
 

____________________________________________________

Ficha: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Sing

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Inicio de Um Futuro Prometido  - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: Inicio de Um Futuro Prometido    Inicio de Um Futuro Prometido  - Página 7 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Inicio de Um Futuro Prometido
Voltar ao Topo 
Página 7 de 11Ir à página : Anterior  1, 2, 3 ... 6, 7, 8, 9, 10, 11  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: East Blue :: Dawn Island-
Ir para: